In order to view this object you need Flash Player 9+ support!

Get Adobe Flash player
Joomla! Slideshow

VELO CAB2012


MUITAS DIFICULDADES PARA AMNSPORT EM BRAGA

 

CIRCUITO BRAGA 1

 

 

CAMPEONATO NACIONAL DE VELOCIDADE – CAMPEONATO NACIONAL DE CLÁSSICOS

 

MUITAS DIFICULDADES PARA A AMNSPORT EM BRAGA

 

O fim de semana foi sem dúvida alguma difícil no seio da equipa da AMNSport, onde António Nogueira esteve presente em duas frentes distintas. Assim o piloto da Régua tinha afirmado que em Braga iria participar com o Porsche GT 2 e com o Ford Escort nos clássicos, mas após os testes de sexta feira, teve de reformular toda a sua participação com nos explicou “ era minha intenção correr nos Clássicos com o Ford Escort, mas a verdade é que uns dias antes verificamos que as condições do Escort não eram as ideais, por isso voltei a inscrever o Ford Capri com que alinhei. Depois em relação aos Porsche, acabei por optar pelo GT 3 R, isso porque é mais rápido que o GT 2, e para fazer frente aos sport protótipos, achei ser este ultimo o mais indicado, por isso participei com o Capri nos Clássicos e com o Porsche GT 3 R no Campeonato Nacional de Velocidade”.

 

 

 

Mas o fim de semana não foi nada fácil, como António Nogueira fez referencia “ sobre a minha prova do campeonato Nacional de Velocidade, para mim foi normal, foi pena que apenas tivesse alinhado mais um GT.Assim em termos de andamento estive a perder por volta cerca de três a quatro segundos, e por isso fiz estas duas corridas sem motivação nenhuma, por cima ainda numa pista claramente favorável aos protótipos. O carro como já tinha dito foi alvo duma revisão completa e sobre o seu desempenho estava impecável, e não foi possível fazer melhor”.Para a segunda corrida, pelos vistos o “panorama” foi outro como nos confirmou “ é verdade, pois na segunda corrida, à segunda volta acabo por levar um toque dum adversário, e acabo por sair de pista.Com isto perdi muito tempo, pois estive parado cerca de uma volta, pois fiquei virado ao contrário em relação ao sentido da corrida. Depois de regressar à pista foi tentar recuperar o maior numero de posições”.

 

 

Mostrando um ar muito fatigado, António Nogueira depois de deixar o Porsche GT 3 R no parque fechado, entrou para o cockpit do Ford Capri, e descreveu-nos o que se passou “ logo na primeira corrida, rapidamente cheguei à liderança, só que um problema numa mola, rapidamente verifiquei que o motor não puxava, dei uma volta devagar para ver o que se passava, e acabei por desistir. Mas estou convencido, que se isto não acontecesse ganhava a corrida sem problemas de maior”.

 

 

Para a segunda corrida, já com António Nogueira a acusar um certo cansaço “tive de partir da ultima posição da grelha, em três voltas ultrapassei duas dezenas de adversários, e estava em terceiro lugar com o Porsche 911 RSR de João Macedo e Silva e com o Ford Escort do Rui Costa na minha frente, mas  por já estar muito cansado, optei por não atacar e cortei a linha de chegada na 3 posição”.

 

CLASSIFICAÇÕES FINAIS

Campeonato Nacional de Velocidade

1º Corrida

1º Stefano de Val – Wolf

2º Fontes – Barbosa – Tatoo

3º Ricciardi-Santos – Wolf

8º ANTÓNIO NOGUEIRA –PORSCHE GT 3 R – 1º GT

2ª corrida

1-      Stefano de Val – Wolf

2-      Campaniço-Abreu – Tatoo

3-      Fontes-Barbosa – Tatoo

8º ANTÓNIO NOGUEIRA – PORSCHE GT 3 R – 1º GT

Campeonato Nacional de Clássicos

1ª Corrida

Desistência

2ª Corrida

1º Rui Costa – Ford Escort

2º João Macedo e Silva – Porsche 911 RSR

3º ANTÓNIO NOGEUIRA – FORD CAPRIFOX 5985FOX 6571

 

TOYOTA ESTREIA NOVO TS0 40

 

TOYOTA RACING NUMA NOVA ERA COM O TS040 HYBRID


img001img002img003

A TOYOTA Racing vai iniciar este fim-de-semana a temporada do Campeonato do Mundo de Endurance FIA 2014 (WEC) com a participação do novo TS040 HYBRID nas 6h Horas de Silverstone.

O novo carro, que dispõe de uma potência de 1000 cv graças à inovadora tecnologia híbrida da TOYOTA e que possui quatro rodas motrizes, completou mais de 25,000km de testes na preparação para esta que será a primeira de oito corridas WEC 2014, entre as quais se inclui as 24 Horas de Le Mans.

Uma afinação com carga aerodinâmica elevada vai serutilizada nos TS040 HYBRID em Silverstone, gerando mais aderência proveniente da  velocidade de ponta, contraponto com o que está a ser preparado (menor carga aerodinâmica) para a corrida de ritmo elevado, as 24 Horas de Le Mans.

O TS040 HYBRID com o número #7 vai ser tripulado por Alex Wurz, Stéphane Sarrazin e Kazuki Nakajima, enquanto Anthony Davidson, Nicolas Lapierre e Sébastien Buemi vão partilhar o carro #8.

A TOYOTA Racing das duas vezes que participou em Silverstone terminou no pódio, tendo iniciado a corrida em 2013 nas 2 primeiras posições da grelha de partida. O objetivo deste ano é alcançar a vitória, começando a nova temporada de forma perfeita.

Os novos regulamentos de 2014 significam que o TS040 HYBRID é ainda mais potente, graças aos 520 cv do motor a gasolina de 3.7 litrosaliado aos 480 cv do sistema híbrido consegue gerar 1000 cv, mas por outro lado consegueutilizar menos 25% de combustível do que o seu antecessor, o TS030 HYBRID.

Em desaceleração, os motores/geradores no eixo dianteiro e traseiro utilizam a força de travagem em combinação com os tradicionais travões hidráulicos para armazenar energia, a qual é guardada num super condensador. Durante a  aceleração, o motor/gerador inverte a sua função, atuando como motor o que permite acelerações para patamares únicos.

Ao contrário do que ocorreu nas temporadas anteriores, ao TS040 HYBRID é permitido que recupere e liberte energia em qualquer zona do circuito, o que cria condições para que a equipa utilize a tecnologia deforma estratégica e de forma mais eficientemente possível, capitalizando em performances.

-sR� ">P� P� p;

 

 

LAMY COM O ASTON MARTIN

 

Lamy com a Aston Martin Racing no WEC

Mundial arranca este fim-de-semana em Silverstone

 

 

Pedro Lamy está de regresso ao Campeonato do Mundo FIA de Resistência (FIA WEC) com a equipa oficial da Aston Martin. O piloto português disputará a temporada de 2014, que arranca este fim-de-semana em Silverstone, Inglaterra, com o canadiano Paul Dalla Lana e o dinamarquês Christoffer Nygaard no Aston Martin #98 inscrito na categoria GTE-Am.

 

As 6 Horas de Silverstone marcam o início da temporada de 2014 do Mundial de Resistência. Com perto de 30 carros em pista e cerca de 80 pilotos inscritos, o campeonato promete grandes lutas e muita animação desde a primeira prova.

 

“Será certamente uma temporada bastante competitiva, onde teremos que dar o máximo em todas as provas se quisermos lutar pela vitória do campeonato. Tanto o Paul (Dalla Lana) como o Christoffer (Nygaard) são pilotos muito rápidos e o carro já demonstrou ser muito competitivo e fiável, pelo que penso estarem reunidas todas as condições para lutarmos pelo título”, afirmou Pedro Lamy que, uma vez mais, defenderá as cores da equipa oficial da Aston Martin no WEC.

 

O Mundial de Resistência é constituído por 8 provas: 6 Horas de Silverstone, 6 Horas de Spa-Francorchamps, 24 Horas de Le Mans, 6 Horas do Circuito das Américas, 6 Horas de Fuji, 6 Horas de Shangai, 6 Horas do Bahrein e 6 Horas de São Paulo.

 

O programa desportivo das 6 Horas de Silverstone tem início na sexta-feira com a disputa dos primeiros treinos livres, seguindo-se a qualificação no Sábado e o primeiro confronto da temporada a partir das 12 horas de Domingo, podendo ser acompanhado em directo no Motors TV.     

 

 PLamy012

 

JET SKI NO BRASIL

 

PILOTO PARAGUAIO DEFENDE LIDERANÇA NO

 BRASILEIRO DE JET SKI – GRAND PRIX 2014
 Augusto Nahuel Wottrich está em primeiro lugar na Runabout Turbo Estreante e Super Course Turbo Estreante.

O paraguaio Augusto Nahuel Wottrich defende a liderança na segunda e terceira etapas do Campeonato Brasileiro de Jet Ski – Grand Prix 2014. O piloto de Ciudad Del Este ocupa a primeira colocação nas categorias Runabout Turbo Estreante e Super Course Turbo Estreante e competirá de 1º a 4 de maio, na Represa de Furnas, em Boa Esperança, no Sul de Minas Gerais. A competição, ao término das cinco etapas programadas, também definirá os brasileiros que disputarão o Campeonato Mundial, que acontecerá de 4 a 12 de outubro, em Lake Havasu, no Arizona (EUA).

Wottrich considerou muito bom seu desempenho na etapa de abertura do Campeonato Brasileiro de Jet Ski – Grand Prix 2014, realizada em janeiro, na cidade paulista de Pereira Barreto. “Foi muito bom, gostei muito do meu desempenho na competição, que participei pela primeira vez e venci nas duas categorias que disputei. Para essas duas próximas etapas não pretendo fazer nenhuma modificação no equipamento e espero repetir o mesmo desempenho da estreia”, destacou.

Ele revelou que vem se dedicando mais na parte física, com trabalho de academia para não perder a resistência. Explicou que o Campeonato Brasileiro é muito competitivo, com alto nível técnico e gostou da forma de sua organização. “Não tenho informações sobre o local das duas próximas etapas, mas vou me empenhar para conseguir bons resultados e continuar na luta pelos títulos”, acrescentou.

No dia 1º a movimentação do Campeonato Brasileiro de Jet Ski – Grand Prix 2014 será aberta às 11 horas, com treinos livres e as disputas das baterias começam às 13 horas. As categorias em disputa são as seguintes: Ski Stock, Ski GP, Runabout Aspirado Stock, Runabout Aspirado Estreante, Runabout Aspirado Limited, Runabout Aspirado GP Runabout Turbo Stock, Runabut Turbo Estreante, Runabout Turbo Limited, Runabout Turbo GP, Super Course Turbo Estreante, Super Course Turbo Stock, Super Course Turbo Limited, Super Course Turbo GP, Sport Estreante, Sport GP,  Freestyle Novatos e Freestyle Profissional e Freestyle Profissional Open.

A segunda e terceira etapas do CAMPEONATO BRASILEIRO DE JET SKI GRAND PRIX 2014 - Classificatória para o Mundial de 2014 é uma realização da BJSA – ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE JET SKI, com homologação da IJSBA – INTERNATIONAL JET SPORTS BOATING ASSOCIATION. Produção - CPM7 FULL PROMOTION. Patrocínio – PREFEITURA DE BOA ESPERANÇA E CÂMARA MUNICIPAL.  Apoio: 51 ICE, X-FLOAT, SPETO IMPORT, CASARINI SEA-DOO / BRP, YAMAHA DO BRASIL, GLOBOJET / KAWASAKI, Site BOMBARCO, REVISTA BOAT SHOPPING, www.photojetski.com.br, FULLPOWER, TOALHAS SÃO CARLOS, NEWPRESS VIDEO PRODUÇÕES E COPTERCAM. O evento conta com a supervisão da MARINHA DO BRASIL e CORPO DE BOMBEIROS.


Augusto2

 

NOVOS PNEUS DUNLOP EM SILVERSTONE

 

Silverstone palco de estreia dos novos pneus Dunlop 2014 em provas

 

LMP2 é a única categoria onde cada equipa pode optar por diferentes marcas de pneus

 

Dez equipas do Campeonato de Resistência da categoria LMP2 escolheram pneus Dunlop para a competição

 

Este fim-de-semana arranca a temporada 2014 do Campeonato Mundial de Resistência (WEC) e European Le Mans Series (ELMS). Dez equipas, com um total de doze carros, escolheram os pneus Dunlop na única categoria que se carateriza pela escolha livre de pneus para ambas as séries. A prova vai ter lugar no circuito de Silverstone em Northamptonshire. A prova de ELMS decorrerá sábado enquanto a WEC acontecerá no domingo.

 

Novos Pneus

Na gama de pneus de LMP2, a Dunlop introduziu um novo perfil de pneu traseiro que complementa o perfil dianteiro introduzido em 2013. Além da nova forma, todas as construções para 2014 são novas. O composto médio é o mesmo que em 2013, mas o rígido e o suave são igualmente novos. O composto suave proporciona uma melhor aderência sem comprometer a durabilidade, enquanto o composto rígido proporciona mais aderência, melhor manobra e maior durabilidade, que assegura a capacidade de realizar sessões duplas nas pistas mais agressivas.

 

Para as condições em piso molhado o composto de pneu apresenta um novo perfil e desenho, que ajuda a escoar a água, cobrindo um amplo conjunto de condições atmosféricas, desde as chuvas fortes às secas. O pneu intermédio também tem um novo perfil para a traseira, amplo e com sulcos mais profundos que melhoram a condução e a evacuação de água, e que apresentam uma maior durabilidade em condições secas.  

     

Campeonato Mundial de Resistência FIA

Uma mudança importante no campeonato é a restrição no uso de pneus. Para a prova de seis horas, as equipas podem usar sete conjuntos de pneus slicks, três para as sessões de treinos livres e quatro conjuntos para a classificação e para a prova. De forma geral, com longos períodos sem carros de segurança, uma prova em seco vai desenvolver-se com três sessões duplas e uma individual. Os pneus Dunlop em 2013 aguentaram sessões duplas sem incidentes, pelo que a evolução em 2014 deverá poder enfrentar as novas necessidades em termos de durabilidade.

                                                                            

Equipas Dunlop:

                                          

22

Millenium Racing

Oreca 03 Nissan

Fabien Giroix, Oliver Turvey, John Martin

23

Millenium Racing

Oreca 03 Nissan

Stefan Johansson, Mike Conway, Shinji Nakano

26

G-Drive Racing

Morgan Nissan

Roman Rusinov, Olivier Pla, Julien Canal

47

KCMG

Oreca 03 Nissan

Matthew Howson, Richard Bradley, Tsugio Matsuda

 

                                                                           

European Le Mans Series 

Em 2014 as provas de ELMS vão durar quatro horas, enquanto no ano passado duraram três horas. Os aquecedores de pneus não são permitidos, pelo que este ano a Dunlop vai disponibilizar os mesmos pneus para ambos os campeonatos. O uso de pneus é ilimitado para as provas, mas cada carro, no início da competição, tem que utilizar três dos pneus usados na qualificação.

 

28

Greaves Motorsport

Zytek Z11SN Nissan

TBA

29

Pegasus Racing

Morgan Nissan

Julien Schnell, Niki Leutwiller, Jonathan Coleman

34

Race Performance

Oreca 03 Judd

Michel Frey, Franck Mailleux

38

Jota Sport

Zytek Z11SN Nissan

Simon Dolan, Harry Ticknell, Filipe Albuquerque

41

Greaves Motorsport

Zytek Z11SN Nissan

Tom Kimber-Smith, Chris Dyson

43

Newblood By Morand Racing

Morgan Judd

Christian Klien, Gary Hirsch, Romain Brandela

46

Thiriet by TDS Racing

Morgan Nissan

Pierre Thiriet, Ludovic Badey, Tristan Gommendy

48

Murphy Prototypes

Oreca 03 Nissan

Rodolfo Gonzalez, Tor Graves

                                

 

Estatística da prova

No ano passado, na prova de Fórmula 1 de Silverstone registaram-se 0,7 segundos de diferença entre os dois primeiros pilotos, depois de 52 voltas – estabelecendo uma vantagem geral de 0,0135 segundos por volta.

 

As provas de WEC e ELMS em Silverstone foram em condições de piso molhado em 2013, mas no ano anterior a competição de WEC tinha decorrido em piso seco.

 

O vencedor de LMP2, a Starworks Motorsports, cruzou a meta 5,653 segundos depois da ADR Delta lhe dar uma vantagem de 0,031 segundos na volta 183 - a prova de Resistência foi duas vezes mais renhida que a F1.

 

“As nossas equipas estão satisfeitas com as melhorias dos pneus nos testes e agora é tempo de trabalhar no aperfeiçoamento de set-ups e em estratégias para circuitos específicos com o objetivo de conseguir o melhor para cada um dos clientes. De certa forma, em termos estratégicos, é uma ajuda ter os pneus limitados – o ano passado sabíamos que podíamos fazer duas paragens mas este ano sabemos que devemos fazê-las. Na ELMS, a prova mais longa em termos de distância, é importante dividir o tempo em pista entre os pilotos - alguns carros terão dois condutores enquanto outros vão ter três. Tenho a certeza que haverá estratégias interessantes. O nosso trabalho passa por dar apoio em pista para assegurar que os pilotos confiam nos pneus confiam nos pneus o suficiente para os poderem levar ao limite independentemente das condições”, conclui Mike McGregor, engenheiro da Dunlop.

 

              

Sobre a Dunlop

 

A Dunlop é um dos principais fabricantes mundiais de pneus de altas e muito altas prestações com um impressionante historial de êxitos em desportos motorizados. A Dunlop é um sócio técnico da BMW Motorsport e da AMG Customer Motorsport.

A larga experiência da Dunlop em corridas deu lugar a tecnologias inovadores aplicadas a pneus desenhados para a condução diária. 2013 foi o ano deo 125º aniversário da Dunlop e da introdução do nosso fundador de pneus.

 

Depois dos seus primeiros records em alta velocidade, a Dunlop celebrou o seu primeiro triunfo na prova 24 horas de La Mans em 1924 e actualmente é o fabricante de penus com mais vitórias nesta corrida: 34. Os campeões em GT e LMP1 na Amercian Le Mans Series de 2011 usaram pneus Dunlop assim como os vencedores em LMP2 dos campeonatos europeis e internacionais.

 

Os pneus Dunlop também se utilizam nas Top Touring Car Races de todo o mundo, incluindo o campeonato mundialmente popular Australian V8 Supercar e o campeonato britânico de Touring Car.

 

Os últimos pneus de corrida da Dunlop são específicos para a montagem em veículos galardoados da Jaguar, Audi, Merceders, Volkswagen, Renault e BMW.

 

Para mais informações sobre a Dunlop e os seus produtos visite o site www.dunlop-tires.com ou as contas de Twitter e Facebook. Dunlop1 br

 

ARAUJO COMPETIÇÃO COM UM POUCO DE TUDO EM BRAGA

 

CIRCUITO BRAGA 1

 

 

ARAUJO COMPETIÇÃO COM UM POUCO DE TUDO EM BRAGA


FOX 5889FOX 5899FOX 6128

O fim de semana esteve longe de oferecer facilidades para a equipa da Araújo Competição, pois uma série de problemas de ordem técnica, impediram que a equipa liderada por Fernando Araújo, conseguisse lutar pela vitória. Assim no domingo no final da corrida, numa altura em que os elementos da equipa sedeada em Odivelas começavam a desmontar o seu espaço para fazer a viagem de regresso, Gonçalo Araújo fez-nos o ponto de situação, começando logo por nos dizer “ para nós foi um fim de semana negativo, cheio de dificuldades de diversa índole. Tivemos em minha opinião muitos azares, principalmente mecânicos, mas não há que desanimar, há sim que olhar em frente, ver onde falhamos, e preparar a próxima prova”.

 

 

 

Em relação aos carros que tem a seu cargo Gonçalo Araújo acrescentou “ com o Norma com que estamos a participar no Campeonato Nacional de Velocidade, onde faço parceira com o Miguel Cristovão, na segunda corrida a caixa de velocidades encravou na terceira velocidade, mas agora após esta corrida vamos estudar todos os pormenores que iremos ter de mudar, e de certeza que teremos de testar o Norma, com vista á preparação para a próxima prova, pois queremos lutar pela vitória nas próximas corridas. Em relação ao Gonçalo Inácio, que está a participar nos Single Seaters ao volante dum Fórmula Ford, correu muito bem, este projecto só ficou assente duas semanas antes do inicio do Campeonato, não houve muito tempo para treinos, nem tempo para o Gonçalo poder rodar com o carro, para assim poder tirar partido das suas potencialialidades.Mas mesmo assim conseguimos em Braga um 2ª e 3ª lugar, quero com isso dizer que fomos ao pódio por duas vezes, o que foi muito bom em minha opinião. Estou convencido, que o Gonçalo Inácio a andar assim, poderá nas próximas corridas disputar as vitórias “.Mas a equipa presta também o seu apoio João Cristovão, irmão de Miguel Cristovão, que está a participar nos Single Seaters, mas para Gonçalo Araújo o balanço da primeira corridas foi positivo, como explicou “ o Cristovão fez uma boa evolução, pois é preciso ver que ainda está em fase de aprendizagem, e ainda está a conhecer o comportamento do Fórmula Ford, mesmo assim conseguiu terminar as duas corridas, e a partir de agora é começar a melhorar a sua condução, para assim poder tirar partido deste monolugar “

 

PEDRO CARDOSO CORRE EM DONINGTON

Jakob Ebrey
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Pedro Cardoso em ação
Alta | Web

Jakob Ebrey
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Pedro Cardoso
Alta | Web

Jakob Ebrey
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Ginetta G40 do brasiliense
Alta | Web

Ginetta Junior UK: Pedro Cardoso corre em Donington Park

Para o segundo encontro da temporada 2014, brasiliense retorna à pista onde teve seu melhor desempenho na pré-temporada

Um dos pilotos brasileiros mais jovens da história a disputar uma corrida de carros, Pedro Cardoso, agora com 15 anos, se prepara para participar da segunda rodada dupla da Ginetta Junior UK, marcada para o fim de semana da Páscoa no mítico circuito de Donington Park.

O campeonato, restrito a jovens com idades entre 14 e 17 anos, serve para o piloto brasiliense como porta de entrada no automobilismo, após um período muito bem-sucedido no kartismo. Sua experiência com carros, aliás, se deu na tradicional pista, assim como Ayrton Senna em seu primeiro contato com um F-1. "Conheço Donington dos testes que fiz no ano passado e na pré-temporada. É a pista que melhor andei e estou muito confiante. Ela possui um traçado muito legal e espero ter bons momentos lá como muitos outros brasileiros já tiveram, principalmente Senna, que é um dos meus ídolos", destaca o piloto, apoiado por Adidas, Arai e Omnicom.

O fato de já conhecer o traçado de Donington aumenta as esperanças de Pedro, que também trabalha em cima de outras pistas que não conhece por meio de um simulador da categoria."A expectativa é bem maior e melhor que na primeira rodada, pois agora já sei como funciona e acho que dá para conquistar um bom resultado se fizer tudo direitinho. Além disso, ando estudando mais as pistas, em um simulador especial. Posso dizer que já 'pilotei' em todas do calendário", completa.

As duas provas do Ginetta Junior UK acontecem no sábado (18) e domingo (19). É possível acompanhar tudo em tempo real por meio do endereço www.ginetta.com/live/.




 

OBSERVADOR CETELEM

 

Estudo Observador Cetelem analisa tendências do mercado automóvel na Europa

Inovações tecnológicas não chegam

para convencer os automobilistas

 

 

 

Apenas 51% dos Portugueses confessa que as inovações tecnológicas poderiam convencê-los a fazer uma utilização mais intensa do automóvel, valor ligeiramente abaixo da média europeia (52%). Um dado revelado pelo Observador Cetelem e justificado no estudo pelo facto da principal preocupação dos consumidores ser os custos da “automobilidade”.

 

Ainda assim, os Portugueses não são os mais contidos, uma vez que uma percentagem ainda menor de Alemães (39%), Belgas (41%) e Franceses (48%) afirmou que as inovações tecnológicas poderiam despoletar uma maior utilização da viatura.

 

O estudo conclui ainda que os Turcos (81%), os Italianos (58%) e os Espanhóis (56%) são os mais entusiastas das inovações tecnológicas, uma vez que admitem que fariam um uso mais intensivo dos seus automóveis, caso estes fossem equipados com GPS integrado, sensor de marcha atrás, TV para passageiros ou outra tecnologia suplementar.

 

«Relativamente às expetativas em matéria de inovação, os consumidores europeus exprimem necessidades bem calculadas. Deste modo, o equipamento dos veículos com tecnologias inovadoras não é um fator que possa desencadear uma utilização mais intensa do automóvel. As preocupações dos consumidores continuam a ser principalmente os custos, sejam da compra, da manutenção ou da utilização» afirma Diogo Lopes Pereira, diretor de marketing do Cetelem em Portugal.

As análises económicas e de marketing, bem como as previsões, para o Caderno Automóvel 2014, foram efetuadas em colaboração com a empresa de estudos e consultoria BIPE (www.bipe.com). Os inquéritos de campo ao consumidor foram conduzidos pela TNS Sofres, durante o mês de novembro de 2013, em oito países da Europa (Alemanha, França, Itália, Portugal, Espanha, Bélgica, Reino Unido e Turquia), com amostras representativas das populações nacionais (pelo menos 600 pessoas por país), num total de 4.830 pessoas questionadas pela Internet.

 

 

 

MEO SUDOESTE

image

 

 

MEO Sudoeste



#10DEAGOSTO
Domingo, Descontracção, Diversão, Dança… ao som dos melhores DJs.

Para acabar em festa, o último dia do MEO Sudoeste é #DIAD:

#DAVIDGUETTA
#EXAMPLE
#BENNYBENASSI

#KURA
#KARETUS
#DJEFFAFROZILA
 

#TUSOVIVES1X
#MEOSW #6A10AGOSTO2014
#ZAMBUJEIRADOMAR
#10DIASCAMPISMOGRATIS



www.meosudoeste.pt | www.facebook.com/meosudoeste

 

A música de Dança foi a eleita para fechar a 18ª edição do MEO Sudoeste em clima de celebração e festa. No Domingo 10 de Agosto – o DIA D – Descontracção, Diversão e Dança serão elementos protagonistas, tudo pelos dedos e competência dos melhores Djs.


O cabeça de cartaz quase que dispensa apresentações. É admirado por milhões de seguidores e claramente dono do estatuto de super-estrela à escala mundial. David Guetta , Dj residente do MEO Sudoeste , brilhará alto a fechar uma noite memorável, percorrendo um reportório inundado de hits e clássicos da música de dança.

Quem também estará presente é o cada vez maior Example . O produtor e Dj Inglês navega por diferentes estilos, encantando com originais e remisturas certeiras, que tocam o electro, dubstep, trance, house, entre outros géneros. Vem à Herdade da Casa Branca com um novo disco, e no Dia D muitos terão o privilégio de dançar ao som de alguns dos temas de “Live Life Living”.

Outro dos nomes que brilhará neste domingo especial será Benny Benassi. O conhecidíssimo e experiente DJ italiano, já foi por diversas vezes considerado um dos melhores “domadores de pratos” do mundo. Colabora assiduamente com gigantes da música - como Black Eyed Peas, Chris Brown ou John Legend. Os seus sets são ricos de house, techno e electro, e absolutamente imperdíveis.

De Portugal, Kura . As suas performances são absolutamente incendiárias, e por isso Kura é hoje um dos Djs lusos mais requisitados. Admirado pelos pares, já foi DJ residente de alguns dos melhores clubes do país, mas hoje vai correndo muitos espaços, espalhando magia e uma energia inesgotável.

Ainda de território luso, a dupla lusa Karetus, formada por Carlos Silva e André Reis. Do rock ao electro, passando também pelo hip-hop, o par formado em 2010 faz de cada actuação uma festa, procurando deixar marcas por onde passa.

Por fim, o cartaz do Dia D contará com o lisboeta, mas há uns anos a residir em Luanda, Djeff Afrozila. Na capital angolana é estrela de TV e rádio, mas a paixão pelo Djing é-lhe vício e competência. As suas produções são ricas de ritmos africanos, misturados com o melhor do house e da pop, e provocam invariavelmente um desejo incontrolável de movimento.
 

De 1 a 10 de agosto, as melhores férias do verão, com a melhor música do momento porque…

#TUSOVIVES1X!

Já confirmados:

6 de Agosto (Noite de Receção ao Campista):

Dimitri Vegas & Like Mike
Martin Garrix
Jay Hardway
Pedro Cazanova
 

Dia 7 de Agosto
Hardwell
John Newman
Tom Odell

Dia 8 Agosto
Sebastian Ingrosso
5-30
O Rappa
 

Dia 9 de Agosto
Alesso
Jamie Cullum
Selah Sue

Dia 10 de Agosto
David Guetta
Example
Benny Benassi
Kura
Karetus
Djeff Afrozila

 

Mais novidades a anunciar brevemente.

 

Dia D


 

David Guetta

Bio

É um dos Djs mais populares do mundo e já vendeu milhões de exemplares das suas edições. David Guetta tem colaborado com uma infinitude de artistas de gabarito mundial, remisturando ou produzindo temas de nomes como, Chris Brown, Snoop Dogg, Lil Wayne, Madonna, entre muitos outros. Produtor de excelência, super-estrela à escala mundial, já foi nomeado para vários Grammys tendo vencido dois, em 2010 e 2011. É um monstro no mercado da música electrónica e conhecido no mapa todo. Nome gigante no cartaz do MEO Sudoeste de 2014.

Sites e Vídeos

Site Oficial

Facebook




"Play Hard"

 

 

Example

Bio

O Inglês Elliot John Gleave, ou E.G., é, artística e musicalmente falando, mais conhecido por Example. Com uma carreira cuja história dura há uma década, desde meados dos anos 2000 que se/nos habituou a escalar até aos lugares mais altos dos tops das tabelas do Reino Unido. MC, produtor, rapper, cantor, comediante, Example é um artista multifacetado e com talentos vários. Como músico, tem lançado um número infindável de singles, tendo inclusive, em 2007, realizado uma remistura famosa para o tema "Smile", de Lilly Allen, intitulada "Vile".  Navega por muitos géneros que fazem da electrónica e da palavra elementos nucleares: electro, dubstep, trance, house, rap, entre outros. Tem 4 álbuns editados, o último em 2012 intitulado “The Evolution of Man (2012)”. Prepara-se para editar em Junho “Live Life Living”, mesmo a tempo de o apresentar no MEO Sudoeste.

Sites e Vídeos

Site Oficial


Facebook



" Kids Again"

 

 

Benny Benassi

Bio

O milanês Marco Benassi (aka Benny Benassi) tem uma carreira longa iniciada nos anos 80 e desde então tem serpenteado pelo House, Techno e Electro. São inúmeras as edições e produções da sua responsabilidade. Com o alter-ego Benny Benassi, lança singles, álbuns e remisturas desde os anos 90, numa profusão imparável. O Dj e produtor italiano tem construído uma carreira que o levou aos tops das tabelas dos discos mais vendidos e elevado o seu nome com colaborações com nomes como Black Eyed Peas, Chris Brown, John Legend, entre muitos outros. Várias vezes considerado como um dos melhores Djs do mundo, importa destacar-lhe o Grammy recebido em 2008 pela remistura de "Bring The Noise (Pump-in Remix)", dos Public Enemy. O verão marcará o regresso às edições discográficas de Benny Benassi, e no MEO SW, vamos poder, com toda a certeza, dançar ao som de algumas das suas novas produções. 

Sites e Vídeos

Site Oficial


Facebook



" Bring The Noise"

 

 

Kura

Bio

Kura é um dos Djs e produtores portugueses mais reconhecido e requisitado do momento. Apaixonado pelos Daft Punk, começou por familiarizar-se com os pratos de uma forma informal para, a partir de meados dos anos 2000, começar a construir a sua carreira de forma imparável. No entanto, a vontade de reinventar temas de outros e de criar originais começou a imergir. Tornou-se Dj freelancer e a produzir edits e hits da sua autoria. Hoje, aos 26 anos, pode vangloriar-se de ser admirado pelos seus pares e de já ter editado por editoras de renome internacional como a holandesa Revealed Recordings de Hardwell, o selo inglês Cr2 Records dos MYNC, a alemã Tiger Records, a norte-americana Juicy Music de Robbie Rivera, entre outras. Verdadeiramente apaixonado pela sua arte, Kura conquista as pistas de dança por onde passa deixando em polvorosa as multidões que sempre bem o recebem.

Sites e Vídeos

Site Oficial

Facebook




"Roll The Drum"

 

 

Karetus

Bio

Com um som forte e contagiante, a dupla lusa Karetus, formada por Carlos Silva e André Reis, explode beats que vão do electro ao rock, mas também com habitats hip-hop. No canal oficial do youtube, na página do facebook ou do soundcloud do par, Karetus são merecedores de milhares de fãs, recebendo ainda reconhecimento de pares como LMFAO, Ferry Corsten, Markus Schulz, Paul Oakenfold, entre outros. Andam por aí desde 2010, e o êxito é-lhes elemento cada vez mais familiar.
 

Sites e Vídeos

Site Oficial


Facebook



" Battle Royale"

 

 

Djeff Afrozila

Bio

Djeff Afrozila é Tiago Barros. Lisboeta de nascimento, mas com sangue mesclado de Angola e cabo-verde, reside há uns anos em Luanda, por opção, sendo uma figura conhecida da Tv e da rádio. Dono da editora Kazukuta Records, por lá lança as suas produções mas também as de outros artistas. Apaixonou-se cedo pelo Djing, adquirindo com mestria destreza técnica e arte para a mistura. Influenciado por nomes da pop como Michael Jackson ou Bryan Adams, na sua música podemos encontrar igualmente imensos temperos de África, muitos deles fruto da inspiração recebida de artistas como Tabanka Jazz, Livity, Grace Evora, Eduardo Paim, entre outros.

Sites e Vídeos

Site Oficial


Facebook



" Celebration" feat Ade Alafia

 

 

Informação de Bilhetes


 

Preço dos Bilhetes

Passe 5 dias €95;

Bilhete Diário €48;

Fã Pack Exclusivo FNAC, edição limitada com passe 5 dias: €70.

MUSICard CP: €125

Car Camping: €20 (por carro)

Locais de Venda

www.blueticket.pt - Call Center 707 780 000, No Facebook em www.facebook.com/blueticketbilhetes , lojas FNAC,  lojas Worten, El Corte Inglês, Centros Comerciais Dolce Vita, Casino de Lisboa, Galerias Campo Pequeno, Abep, Agência Alvalade, Estações de Correios, www.ctt.pt , lojas Media Markt, Bilheteiras MEO Arena, Turismo de Lisboa, MMM Ticket, C. C. Mundicenter e U-Ticketline (ISCTE) www.ticketline.pt - Reservas e informações 1820 (24 horas) | A partir do Estrangeiro ligue +351 21 794 14 00 | Mobilidade condicionada ligue +351 21 780 36 70, delegações ACP. Descontos especiais para portadores de Cartão Jovem.

Em Espanha: www.breakpoint.es

No Reino Unido: www.seetickets.com

 

 

VILLORBA CORSE EM NOGARO

 

Montermini / Salaquarda para abrir

 

 Blancpain Endurance Series em Nogaro

 

Scuderia Villorba Corse e único 458 do campeonato está pronto para o primeiro desafio a ser realizada na França no fim de semana de Páscoa

 Há um fim de semana de corrida francesa no ovo de Páscoa de Villorba Scuderia Corse. A primeira rodada de 2014 Blancpain Sprint Series arranca em Nogaro ea equipe italiana liderada por Raimondo Amadio está pronto para voltar à pista com a Ferrari 458 GT3 TIC para este grande desafio.
Apenas alguns dias após o impressionante pódio Pro -Am no Blancpain Endurance Series com Castellacci / Gay / Rizzoli , em Monza , Nogaro marcará o início de uma nova marca de Villorba tripulação. Italiano campeão Andrea Montermini GT em várias séries e forma piloto de F1 , irá partilhar o único Ferrari 458 da Sprint Series Blancpain com a 30 anos de idade piloto checo Filip Salaquarda , você já tem -beens no campeonato por dois anos . A dupla é uma mistura muito talentoso de habilidades de condução e experiência.

"Depois da corrida de resistência positiva em Monza - diz Amadio , Team Principal - nossa temporada fica com cruciais Comentários outro muito cedo nesta ronda do Blancpain Exigir Sprint Series tem tamanho Tudo o que é bastante semelhante aos que compartilhamos nos últimos anos Levou . Podemos alinhar um par muito bem equilibrada e motivada de motoristas. Assim, em França , queremos fazer muito bem desde o início . Toda a equipe sabe BSS Esse é um grande desafio aussi objetivo compromisso que cabe a oportunidade de em níveis muito elevados , com competidores de super competitivos. Estamos prontos para lutar. "

No fim de semana de Páscoa em Nogaro, Villorba Corse vai entrar na pista na sexta-feira e sábado para treinos livres e de qualificação sessões , enquanto a corrida de qualificação vai ocupar a 02:15 (12:15 GMT) de domingo, 20 de Abril e da corrida principal ao mesmo tempo em segunda-feira, 21 abril BSS fim de semana. no Nogaro transmitido será ( ao vivo, diferido e destaques ) Muitos canais de TV em todo o mundo e estamos www.blancpain - gt- series.com (clicando em Fechar na GT TV) .

Blancpain Sprint Series calendário: 19-21 abril Nogaro (FRA) ; 17-18 maio Brands Hatch (GBR ); 5-6 julho Zandvoort ( HOL) ; 23-24 agosto Eslováquia Ring ( SLK ); 6-7 setembro Portimão (POR) ; 18-19 outubro Zolder (BEL) ; 1-2 novembro Baku (AZ).

 

Google TradutorNew Villorba_Ferrari_458_GT3_in_action

 

CARINA LIMA NO TROFÉU LAMBORGHINI

CARINA LIMA NO TROFÉU LAMBORGHINI

 

 

A piloto portuguesa Carina Lima, é o unica piloto português a participar no Blancpain Super Trofeo Europa - Lamborghini, onde se estreou no passado fim de semana na pista italiana de Monza.Ostentando o numero 21 nas portas do seu Lambo, Carina Lima, que se recorde, participou há dois anos no Campeonato de Portugal de GT, ao volante dum Ferrari, onde partilhou o volante com Luis Reis, voltou esta época a envergar de novo o fato de competição e assim em Monza na prova inaugural deste troféu monomarca terminou na 8ª posição final.

 

Carina Lima faz equipa com o piloto alemão Jeroen Mull, da equipa Automobili Lamborghini Racing Team Germany, onde fez o 2º melhor tempo nos treinos.Por seu lado Carina Lima, não teve a sorte pelo seu lado, pois na sessão de treinos livres teve um furo, que lhe hipotecou todas as hipoteses de largar mais dos lugares da frente.carina-lambocarinalimacarinalima3

 

VERSÃO ESPECIAL DO MX 5

 

Mazda apresenta edição especial do MX-5 em
Nova Iorque

 


• Mazda MX-5 25th Anniversay Edition celebra o lançamento original deste ‘roadster’ e
ícone da indústria automóvel
• Novo SKYACTIV-Chassis da próxima geração MX-5 também mostrado em estreia
Leverkusen (Alemanha)/Nova Iorque (EUA), 16 Abril 2014. A Mazda irá apresentar hoje, no Salão
Automóvel de Nova Iorque, o Mazda MX-5 25th Anniversary Edition, proposta que celebra a estreia,
há um quarto de século, daquele que se tornou no mais popular ‘roadster’ da história. O construtor
japonês que desafia as convenções está também a apresentar publicamente o mais recente dos
seus SKYACTIV-Chassis, desenvolvido para a próxima geração do MX-5.
O MX-5 é o modelo que melhor simboliza a filosofia automóvel da Mazda. Inicialmente lançado em
1989, o pequeno ‘roadster’ ofereceu, de modo consistente, o tipo de diversão que somente um
modelo desportivo de baixo peso pode garantir, ganhando uma diversidade de fãs em termos
culturais, geográficos e demográficos. Já se produziram mais de 940 000 unidades* do Mazda MX-5
nas suas três gerações, modelo que continua a deter o Recorde Mundial do Guinness como o mais
vendido automóvel desportivo de dois lugares.
O Mazda MX-5 25th Anniversary Edition conjuga duas décadas e meia de prazer de condução.
Recorrendo à actual geração, de tejadilho retráctil e transmissão manual ou automática de seis
velocidades, esta versão especial conta com amortecedores Bilstein, apresentando-se na cor
exterior Vermelho Soul Metalizado, com o tejadilho, pilares e coberturas dos espelhos em preto.
Quanto ao interior, destaca-se o acabamento superior em couro de tom branco, que se estende às
guarnições das portas, juntando-se-lhe um painel central decorativo, com acabamento manual.
A Mazda irá, também, revelar o novo SKYACTIV-Chassis destinado à próxima quarta geração do
MX-5. Em exposição juntamente com o motor, irá tornar-se na primeira adaptação da Tecnologia
SKYACTIV a um modelo de motor central/dianteiro e tracção traseira. Com um baixo centro de
gravidade e o motor colocado muito próximo do centro do modelo, o futuro MX-5 será o mais

compacto do sempre. A Mazda também tem como objectivo reduzir o peso total do
conjunto em mais de 100 kg face à geração actual, ao mesmo tempo que pretende melhorar a
rigidez da estrutura e resistência aos impactos.
“O conceito original por detrás do Mazda MX-5 era tão simples: oferecer a alegria pura inerente a
um desportivo de baixo peso que se move precisamente como o seu condutor pretende,” refere
Takashi Yamanouchi, Presidente do Conselho da Mazda Motor Corporation. “Ao mesmo tempo que
respondemos às crescentes exigências em termos de segurança e de ambiente ao longo dos 25
anos desde o seu lançamento, fomos obrigados a reinventar continuamente o MX-5 muito para
além da simples evolução, de modo a permanecermos fiéis a esse ideal original. A história do MX-5
assenta na mudança para tudo ficar na mesma: uma história de inovação para preservar.”
O Salão Automóvel de Nova Iorque estará patente ao público entre os dias 17 e 27 de Abril.
Informações adicionais sobre o Mazda MX-5 estão disponíveis no portal comemorativo do 25º
aniversário, em www.mazda.com/stories/craftmanship/mx-5/mx-5_25th.
A Mazda no Salão de Nova Iorque:
* Valores de Março 2014
#14NY next_MX-5_Chassis__jpg300MX-5 25th_Anniversary_Edition_EX_001__jpg300

 

RALI TT VINHOS ERVIDEIRA

 

Vinhos Ervideira Rali TT

25 e 26 de Abril de 2014

 

Festa “Vinhos Ervideira Rali TT 2014” na tarde e noite de 25 de Abril

 

Acompanhado como já vem sendo habitual por um conjunto de iniciativas complementares à competição desportiva, o Vinhos Ervideira Rali TT conta, este ano, com uma grande festa que terá lugar na tarde e noite de 25 de Abril.

Esta grande festa do Todo-o-Terreno, de cariz popular e de acesso público, inicia-se pelas 16h30m, logo após a disputa da Super Especial que terá lugar, junto à adega Vinhos Ervideira, no lugar de Herdadinha, próximo de Reguengos de Monsaraz.

O palco estará instalado junto à zona do palanque, próximo do final da Super Especial, onde será também colocado um monitor gigante de LED. A abrir o cartaz a festa começa com a música popular para, a partir das 20 horas, dar lugar à música dos anos 80.

Será também instalada uma tenda, com capacidade para 600 pessoas, onde DJ’s darão continuidade à festa que se estenderá até de madrugada.

 

4 HORAS DE SILVERSTONE

 

EUROPEU das Le Mans Series 2014 - ROUND 1


4 HORAS DE SILVERSTONE ( 18 de abril e 19 de 2014 )


ALPINE e Nelson Panciatici PRONTO para assumir a liderança !

Alpine retorna para Silverstone título their2013 todefend na Le Mans Series Europeia ( ELMS ) e marcar alguns grandes questões desde o início do campeonato. Panciatici , detentor do título campeão europeu , tem um propósito um desejo: para chegar de volta no caminho da vitória e defender o título !
Ele pode contar com a sua equipa Signatech -Alpine que , gerida por Philippe Sinault , trabalhou duro -have neste inverno. Durante os testes Castellet , Eles revisaram todos os pneus em 2014, Focando testes de resistência Ao invés de desempenho, especialmente no segundo dia . Isso lhes dará todos os dados necessários para analisar a fim de se preparar para Silverstone com mais eficiência.
Panciatici ainda conseguiu a quarta melhor momento ao longo dos dois dias inteiros de testes , todos os que mostra o nível do Alpine A 450 desempenho:
Nelson : " Em 2014 , devemos fazer , assim como no ano passado , isso quer dizer levar o título , se o objetivo estranho Espero itwill estar com um pouco menos estressante, aussi Foi muito perto . Eu sei que a batalha será feroz, até o fim !
Eu estou cheio de confiança para este primeiro encontro da temporada , porque temos mostrado em todas as ocasiões pode Compete à web Abebooks . No Castellet , nós nos concentramos em testes de resistência Tudo o que não nos impede de chegar ao topo da folha de tempo! Corri várias séries com todas as opções e pneumáticos Michelin nós Extraído Algumas informações interessantes Desses, a maioria em sua gestão. Eu sei que minha equipe bem e sei que estamos indo na direção certa . A competição será dificuldade para vencer , mas estamos bem preparados . Com meus novos co-pilotos , Chatin e Oliver Webb , fazemos uma equipa sólida e rápida com nada a invejar os outros favoritos .
Silverstone e eu sei bem, é um dos meus circuitos favoritos . O Bosque de fluxo, Maggots e Beckettsis um puro prazer de conduzir e crítico para fazer um bom tempo. Ele aussi precisa de um carro bem equilibrado e que é um dos nossos pontos fortes. Estamos prontos para o começo desta temporada e espero que possamos ter uma boa corrida , melhor do que em 2013 Quando terminamos na parte inferior do pódio. Gostaríamos que fosse um dia muito ensolarado , porque era um washout ano passado. Eu sei Alpine tem a capacidade de brilhar e estranho se ele se parece com um desafio, vamos tentar ganhar esta primeira corrida, eu não posso esperar para chegar a Silverstone ! "
Panciatici está cheio de confiança, porque ele sabe que tem toda a mídia do He Needs equipa Signatech -Alpine e seus co-pilotos para fazer as cores do mítico Alpine brilhar mais uma vez, tudo o que não é uma pequena parte da competição desafiador!

 

Google TradutorNelson Panciatici

 

AZ AUTO LANÇA FILTROS FRAM

 

AZ Auto lança Filtros FRAM

 

Gama Fram
A AZ Auto acaba de anunciar o início da distribuição de Filtros FRAM, marca que disponibiliza uma das gamas de produtos para filtragem automóvel mais abrangentes a nível mundial.
A FRAM beneficia da vasta experiência do Grupo Sogefi, adquirida no fornecimento de peças originais para a indústria automóvel há mais de 30 anos, e apresenta uma gama composta por filtros de óleo, ar, gasóleo, combustível e filtros de habitáculo para utilização em automóveis ligeiros, comerciais e veículos fora de estrada.
Uma das grandes mais-valias da marca é a elevada cobertura de gama em todas as famílias de filtros, cobrindo cerca de 95% do parque automóvel português. Trata-se de uma marca destinada aos clientes mais exigentes, que procuram um produto que corresponda às exigências dos motores atuais, proporcionando um bom desempenho automóvel.
Empenhada em reunir os melhores fornecedores no seu programa de vendas, a AZ Auto reforça-se assim com uma marca reconhecida pela sua qualidade e elevado desempenho, posicionando-se como um fornecedor global de referência no mercado das peças independentes.
A gama de filtros FRAM já se encontra disponível para encomenda, com preços de lançamento muito competitivos.

 

GALERIA DE IMAGENS

GALERIA DE IMAGENS

 

Grupo de imagens da ultima prova da Red BUll Air RacePV Red_Bull_Air_Raceredbull1redbull2redbull3redbull4redbull100redbull101redbull102redbull103redbull104redbull105redbull106redbull107redbull108redbull109

 

IMAGENS OFICIAIS PILOTOS AUDI

IMAGENS OFICIAIS PILOTOS AUDI

 

 

Eis um grupo de imagens referentes aos pilotos Audi que irão defender a titularidade da marca alemã no Campeonato de sport - protótipos.pilaudi1pilaudi2pilaudi3pilaudi4pilaudi5pilaudi6pilaudi7pilaudi8pilaudi9

 

ESTREIA DE LOBATO

Campeonato Nacional de Velocidade 2014 - Braga Racing Weekend

Estreia brilhante de Rafael Lobato / Armando Parente nos Sport Protótipos


   A prova inaugural da temporada de Velocidade disputou-se este fim-de-semana em Braga e marcou a estreia do piloto vila-realense Rafael Lobato nos circuitos de Velocidade, integrado na equipa Parkalgar e apoiado pela Ascendi, Crédito Agrícola, CA Vida, Fibran XPS, Murganheira, Glassdrive, ENI, Anabela Alves, tecni.arte, Minfo, HyperKewl, GT Competizione e Thrustmaster.

   O piloto de 16 anos de idade e o mais jovem Campeão Nacional na história do automobilismo, fez equipa com Armando Parente, outro jovem piloto já com créditos firmados e que em 2013 se sagrou vencedor da Taça de Portugal de Karting, com os dois pilotos a dividirem o volante de um Radical SR3 RS da categoria C3 dos Sport-protótipos, com apenas 1.340 cc.

   Desde o início se notou um grande entendimento entre a dupla, o que lhes permitiu uma evolução e adaptação ao carro muito mais rápida do que o previsto. Apesar de conduzirem o carro menos potente do pelotão, o excelente trabalho de toda a equipa permitiu que desde o início da jornada se intrometessem em lugares que teoricamente lhes estariam vedados.

   Aliando uma grande rapidez com uma regularidade espantosa ao longo de várias voltas, a dupla de jovens pilotos conseguiu cumprir todo o plano traçado e superar os objectivos previstos, que passavam por terminar as duas corridas na melhor posição possível e rodar o máximo de tempo possível, para uma rápida adaptação a toda uma nova realidade.

   Logo nas duas sessões de treinos cronometrados alcançaram a 8ª posição, sendo os mais rápidos da sua categoria e ficando atrás apenas dos protótipos da classe CN, muito mais evoluídos e potentes. De notar que ao longo de todo o fim-de-semana, Lobato e Parente rodaram sempre em tempos por volta muito semelhantes, o que prenunciava um bom desfecho para as duas corridas de Domingo.



   A corrida 1 foi iniciada por Parente, que fruto de um excelente arranque conseguiu manter-se no seio do pelotão principal. Durante as voltas iniciais foi travado por um carro da categoria GT, mas logo que concretizou a ultrapassagem foi ganhando vantagem até entregar o volante a Lobato. Este continuou a excelente toada iniciada pelo seu companheiro e, isento de erros, cruzou a linha de chegada na 5ª posição da geral e vencedor da sua categoria.

   Na corrida da tarde cabia a Lobato fazer o primeiro turno. Um bom arranque inicial permitiu-lhe manter a 5ª posição, mas a maior potência dos seus adversários fez com que até ao final da recta perdesse 3 lugares. Com uma pista bastante mais escorregadia do que na 1ª corrida e pneus mais degradados, limitou-se a cumprir o plano traçado e não cometendo nenhum erro, entregou o carro a Parente para a derradeira metade da prova. Parente continuou o excelente trabalho do seu companheiro e viu a bandeira de xadrez na 7ª posição e novamente como vencedor da categoria C3.

   O piloto resume esta sua participação como: “… um sonho tornado realidade. Foi um fim-de-semana perfeito, não tivemos o mínimo problema e não cometemos o mínimo erro. A equipa foi de um profissionalismo extremo, o Armando ajudou-me imenso e penso que eu também lhe dei uma motivação extra para dar o seu melhor. No final de cada saída para a pista reuníamos e analisávamos exaustivamente a telemetria e as imagens vídeo. Tudo isto permitiu que rapidamente víssemos os aspectos em que podíamos melhorar. O Armando é um excelente piloto, muito experiente, mas que me passou muita dessa informação e parecia que já nos conhecíamos há anos. Quero agradecer e dedicar este excelente resultado aos meus patrocinadores, equipa técnica e todos aqueles que nunca deixaram de acreditar neste projecto”.

   A próxima prova desenrola-se no circuito citadino de Vila Real, a 21 e 22 de Junho. “Vila Real é a minha cidade e sei que terei muita gente a apoiar-me. O ambiente vai ser fantástico e estou esperançado num grande resultado. É um circuito em que as diferenças de potência do nosso carro para os restantes não se vão notar tanto e em que é fundamental não cometer erros”.

A Não Perder esta Terça-Feira na Sport TV 3 o resumo da prova de abertura do Campeonato Nacional de Velocidade que teve lugar em Braga no Circuito Vasco Sameiro. 
Para ver:
Terça-feira 15 de Abril 21h30 na Sport TV3
Quarta-feira 16 de Abril 00h25 na Sport TV1
Quarta-feira 16 de Abril 18h10 na Sport TV2
Sábado 19 de Abril 03h20 na Sport TV1 

O Automagazine, programa dedicado ao desporto automóvel, tem lugar este Domingo 20 de Abril no Canal 2 da RTP pelas 16h18, no âmbito da programação do Desporto 2.
Em destaque vai estar o arranque da temporada do Campeonato Nacional de Velocidade que teve lugar em Braga.

 

 

 

 

AVILA QUER DESFORRAR-SE

 

Ávila preparado para a desforra em Xangai

 

Rodolfo Ávila dá continuidade este fim-de-semana à sua participação na Taça Porsche Carrera Ásia 2014, no Circuito Internacional de Xangai, com duas corridas que farão parte do programa do Grande Prémio da China de Fórmula 1.

Depois de uma estreia atribulada em Sepang, onde foi abalroado nos primeiros metros da corrida após ter feito uma excelente partida em direcção a um lugar no pódio, o piloto português de Macau recebeu a boa notícia que terá duas corridas, em vez de uma, este fim-de-semana na capital económica da República Popular da China.

“É uma excelente notícia termos uma corrida extra no calendário de 2014. Nas últimas 11 temporadas, o campeonato foi várias vezes decidido por apenas um ponto e acredito que uma situação semelhante possa voltar a acontecer este ano”, diz o piloto do Team Jebsen.

Tanto Ávila, como a equipa apoiada pelo Grupo Jebsen, que vai na sua décima participação na Taça Porsche Carrera Ásia, conhecem o circuito de Xangai bastante bem de várias participações e sucessos anteriores.

“A minha história na pista de Xangai vem desde 2004, onde venci a primeira corrida oficialmente realizada no circuito. Foi também em Xangai que fiz a minha primeira corrida e “pole-position” na Taça Porsche e onde consegui o primeiro pódio o ano passado com o Team Jebsen. Estes resultados fazem-me encarar a prova do fim-de-semana com optimismo, apesar desta ser a primeira vez que vamos correr neste circuito com o novo Porsche 911 GT3 Cup (Tipo 991)”, afirma o piloto do carro nº20.

Ávila não esconde que, tal como em todas as provas, vai novamente discutir um lugar no pódio, e espera tirar partido da cada vez melhor adaptação ao carro de construção germânica.

“Estou a começar a gostar deste novo carro. O modelo anterior já era soberbo em termos de estabilidade, performance e fiabilidade e dizem que não é possível melhorar até à perfeição, mas neste caso, o novo carro é muito melhor. Desde o sistema de mudanças no volante até aos pneus mais largos. Vão ser certamente duas corridas interessantíssimas de seguir em Xangai”, conclui o piloto que defende as cores da RAEM naquele que é o mais prestigiado campeonato de carros de Grande Turismo na Ásia.

O fim-de-semana arranca na sexta-feira, com duas sessões de treinos-livres, para continuar no sábado, com a qualificação e primeira corrida, e terminar no domingo, com a corrida final.RodAvila Foto1RodAvila Foto2

 

MIGUEL CRISTOVÃO COM PROBLEMAS EM BRAGA

 

CAMPEONATO NACIONAL DE  VELOCIDADE

 

 

CIRCUITO BRAGA 1

 

 

MIGUEL CRISTOVÃO COM PROBLEMAS EM BRAGA


FOX 7028FOX 7029

O fim de semana passado no circuito Vasco Sameiro não foi de modo algum fácil para Miguel Cristóvão, ao volante do Norma, onde fez equipa com Gonçalo Araujo.Muitos problemas afectaram o desempenho de Cristóvão, que nos explicou o que se passou a bordo do sport-protótipo “ na primeira corrida, o Gonçalo Araújo arrancou muito bem, mas na travagem no final da recta da meta, ao discutir o terceiro lugar com um adversário acaba por dar um toque, e com isso a direcção do Norma ficou afectada, e com isso o comportamento do carro alterou-se de forma radical, pois ficou muito subvirador, e isto acabou por estragar a corrida até ao final. Depois disso na paragem na box para troca de piloto, o carro foi abaixo diversas vezes, foi um fim-de-semana com alguns problemas”

 

 

Mas a verdade é que para a segunda corrida o “pesadelo” continuou, e Miguel Cristóvão seria obrigado a desistir, como narrou o que se passou “ a meio da corrida, a caixa de velocidades na recta da meta, entrava em modo automático, e metia as velocidades sozinhas. Foi pena, pois desde o principio que estava numa luta muito gira com o Tattoo do Miguel Barbosa”.

 

 

Sobre o comportamento do Norma, Miguel Cristovão considera ser uma excelente escolha, mas acrescentou “ temos uma série de problemas para  resolver, mas a verdade e tenho de reconhecer isso, como iniciamos este projecto um pouco tarde, não tivemos grande tempo para treinar, tanto eu como o Gonçalo. Depois a preparação de tudo este projecto já começou um pouco tarde, Mas agora iremos fazer todo este caminho, para que na próxima prova já possamos dar maior réplica e possamos assim vingar este resultado deste fim-de-semana”.

 

JLR COM TECNOLOGIAS INOVADORAS

 

JAGUAR LAND ROVER ANTECIPA
 TECNOLOGIAS INOVADORAS DE INVESTIGAÇÃO AUTOMÓVEL

 

150414 JLR_Tecnologa_Saln_del_Automvil_de_Nueva_York_01150414 JLR_Tecnologa_Saln_del_Automvil_de_Nueva_York_02150414 JLR_Tecnologa_Saln_del_Automvil_de_Nueva_York_03150414 JLR_Tecnologa_Saln_del_Automvil_de_Nueva_York_05

 

  • O Discovery Vision Concept da Land Rover antecipa inovações radicais nas tecnologias para SUVs
  • Os futuros SUV da Land Rover irão disponibilizar capacidades adicionais tanto em estrada como fora de estrada
  • O sistema Terrain Response® da nova geração inclui a monitorização do terreno por laser infra-vermelho para monitorizar continuamente o piso à sua frente e o Sistema de Passagem a Vau, que determina a profundidade da água antes do veículo entrar
  • É possível realizar as manobras fora de estrada mais complexas remotamente, dado que o condutor pode controlar o veículo a partir do exterior
  • Human Machine Interface (HMI) com controlo por gestos e voz
  • O conceito de “capot invisível” melhora a visibilidade fora de estrada dos veículos Land Rover e auxilia as manobras a velocidade elevada nos veículos Jaguar

 

Na véspera do Salão Internacional Automóvel de Nova Iorque, a Jaguar Land Rover revelou algumas das novidades avançadas em desenvolvimento para proporcionar uma condução inteligente em estrada e fora de estrada para os clientes do amanhã.

 

Estas tecnologias incluem a condução fora de estrada à distância, a monitorização do terreno por laser infra-vermelho, a ativação do controlo por gestos e voz, vidros inteligentes que revolucionam a conectividade interior e a condução semi-autónoma, tanto em estrada como fora de estrada.

 

“O veículo do futuro será cada vez mais potente, mais limpo, mais atraente, mais inteligente e estará cada vez mais ligado”, afirma o Dr. Wolfgang Epple, Director of Research and Technology da Jaguar e Land Rover. “Estes são os cinco pontos chave que dominam os desenvolvimentos actualmente em curso na Jaguar Land Rover.

 

Vamos mostrar tecnologias novas e muito interessantes no Discovery Vision Concept. Apesar de algumas apresentarem verdadeiro potencial, outras são apenas protótipos, a Jaguar e Land Rover continuarão a estabelecer novos patamares e a crescer com a incorporação destas novas tecnologias e inovações para os nossos clientes”.

 

O sistema Terrain Response® da nova geração prevê as condições fora de estrada e a profundidade da água

Para a marca Land Rover, é uma prioridade desafiar os limites da sua reconhecida abrangência de capacidades, líder no segmento.

 

A próxima geração do icónico sistema multi-modo de deteção de terreno da Land Rover, Terrain Response®, poderá ser maximizada com a função de monitorização do terreno, que utiliza lasers infra-vermelhos integrados nos faróis de nevoeiro dianteiros do Discovery Vision Concept para monitorizar o piso à frente do veículo

 

Estes sensores analisam o tipo de terreno à sua frente para avaliar e determinar a reacção do veículo. De seguida, o veículo ativa automaticamente o sistema de tração apropriado para melhor lidar com o terreno. Pode ser visualizado um mapa de contornos do terreno no ecrã de alta definição integrado na consola, que disponibiliza uma referência visual ao condutor.

 

O sistema de passagem a vau baseia-se na tecnologia atual Wade Sensing da Land Rover e vai um passo mais à frente, determinando a profundidade da água antes do veículo iniciar a travessia. Um novo sistema de deteção utiliza lasers para calcular a profundidade da água e informar o condutor sobre a possibilidade de realização da manobra, mesmo antes de molhar os pneus.

 

Condução fora de estrada por controlo remoto

A Jaguar Land Rover está a trabalhar arduamente no desenvolvimento de veículos autónomos que permitam a sua condução automática se o condutor assim o desejar. “Acreditamos que o veículo autónomo pode eliminar a parte aborrecida, entediante e rotineira da viagem, permitindo ao condutor manter-se em contacto, trabalhar ou descontrair com o sistema de informação e entretenimento”, comenta o Dr. Epple. “Mas quando o condutor prefere desfrutar da experiência de condução, os nossos novos sistemas de auxílio à condução irão proporcionar muito mais, porque os clientes continuarão a querer conduzir o seu veículo. Um veículo mais inteligente não deverá eliminar o prazer de condução, deverá maximizar a experiência do condutor tanto em estrada como fora de estrada”.

 

Estes sistemas de auxílio à condução incluem o Controlo de Velocidade Fora de Estrada, que permite a condução semi-autónoma fora de estrada a velocidade reduzida. Trata-se de um controlo de velocidade de cruzeiro fora de estrada de baixa velocidade que direciona o binário para permitir a condução a uma velocidade estável selecionada pelo condutor. Este sistema pode ser utilizado com o condutor dentro do veículo ou, em condições extremas fora de estrada, o condutor pode considerar que é mais seguro e simples deslocar o veículo muito lentamente sobre os obstáculos a partir do exterior através do sistema por controlo remoto. Este permite ao condutor observar o veículo, controlando-o do exterior a uma velocidade muito reduzida através de um tablet, smartphone ou do controlo que se pode ser retirado do próprio veículo. O controlo remoto pode também ser utilizado para estacionar o veículo ou para engatar o reboque.

 

“O projeto de condução ‘autónoma’ da Jaguar Land Rover começou há quase 20 anos, quando a Jaguar introduziu pela primeira vez no mercado o Controlo de Velocidade de Cruzeiro Adaptativo no XK, em 1996”, afirmou o Dr. Epple. “Atualmente, disponibilizamos uma gama de tecnologias de auxílio à condução* que tornam possível uma condução com a máxima eficácia e que reduzem a possibilidade de acidentes”.

 

A principal razão para o desenvolvimento de veículos mais inteligentes é a redução dos erros de condução, dado que a maioria dos acidentes são causados por erro humano.

 

“As novas tecnologias de auxílio à condução que iremos desenvolver nos próximos anos têm o potencial de reduzir os acidentes para zero, mas iremos assegurar-nos que, com o aumento da autonomia, não serão eliminados a emoção e o prazer da condução”, prosseguiu o Dr. Epple. “Os próximos veículos inteligentes da Jaguar ou Land Rover não irão afetar o prazer de condução. Irão maximizar a experiência de condução e adaptar-se ao estado de espírito do condutor e às necessidades de condução em estrada e fora de estrada. Os veículos inteligentes podem eliminar as partes menos estimulantes da viagem, mas não se limitarão a realizar apenas uma função robótica.

 

A nossa visão baseia-se em proporcionar a opção de uma condução participativa ou autónoma”, adiciona o Dr. Epple. “Em última instância, isto significa que o veículo poderá conduzir-se a si próprio se o condutor assim o decidir e contar, ao mesmo tempo, com sistemas inteligentes que podem ser ajustados para proporcionar uma experiência de condução mais participativa e ativa. Este tipo de veículo inteligente da Jaguar Land Rover será uma realidade na próxima década”.

 

 

A impressionante Human Machine Interface (HMI) inclui vidros inteligentes

Todos os vidros do Discovery Vision Concept da Land Rover (as janelas, o tejadilho panorâmico e, em combinação com a tecnologia Head-Up Display ou HUD, o pára-brisas) são vidros inteligentes.

 

O Dr. Epple acredita que isto proporciona numerosas vantagens, incluindo o acesso a informação dentro do veículo e a melhoria da visibilidade. As câmaras incorporadas no veículo podem projetar imagens de vídeo nos vidros inteligentes ou no HUD, que pode facilitar a realização de manobras difíceis, como marcha atrás em curva. Os vidros “inteligentes” podem também incorporar interruptores que apenas se tornam visíveis ao aproximar um dedo.

 

“Imagine que, ao conduzir junto a um ponto de interesse como o Empire State Building, aparece uma página de Wikipedia no vidro inteligente e o passageiro do banco traseiro apenas tem que deslizar um dedo para passar essa informação da janela para o seu ecrã de informação e entretenimento ou o seu tablet”, comenta o Dr. Epple.

 

A interface de utilizador, similar a um smartphone, terá uma utilização generalizada na indústria automóvel: “Se olharmos em redor, é obvio que a maioria das pessoas sabem usar um smartphone ou um tablet”, adiciona o Dr. Epple. “Os tablets e os smartphones irão fundir-se com o veículo para proporcionar tanto a funcionalidade do dispositivo como dos sistemas de controlo do veículo, o que irá permitir simplificar enormemente o interior dos veículos. Com os últimos Range Rover e Range Rover Sport, os nossos designers realizaram um esforço enorme para reduzir a quantidade de botões e interruptores em mais de 50 % e esta tendência irá continuar”.

 

 

A HMI do Discovery Vision Concept inclui controlo por gestos e voz

 

As portas e a tampa da bagageira do Discovery Vision Concept são acionadas através de controlo por gestos, da mesma forma que várias outras funções. “Acreditamos que é muito mais intuitivo utilizar gestos do que premir um botão ou um interruptor”, explica o Dr. Epple.

 

O controlo por gestos será uma realidade nos veículos Jaguar Land Rover num futuro próximo. Os controlos reconhecem movimentos específicos da mão ou dos dedos, eliminando a possibilidade de ativar funções involuntariamente.

 

“O controlo por gestos é apenas uma de muitas possibilidades interessantes”, comenta ainda o Dr. Epple. “Durante os próximos 25 anos iremos utilizar o olhar e a biometria para interagir com o veículo. O controlo por voz irá também desempenhar um papel mais importante. O poder de processamento quase ilimitado da Cloud irá tornar possíveis os algoritmos mais sofisticados de sempre para o reconhecimento de voz e interação a bordo de um veículo. A Cloud proporciona a solução para os sistemas de reconhecimento de voz da próxima geração”.

 

O conceito de imagem virtual através do “capot invisível” melhora a visibilidade e o posicionamento do veículo

 

As numerosas tecnologias de auxílio à condução incorporadas no Discovery Vision Concept foram criadas para proporcionar uma condução mais fácil, divertida e segura. Uma das tecnologias mais interessantes é o “capot invisível”, um conceito de imagem virtual que melhora a visibilidade do condutor na dianteira do veículo.

 

As câmaras incorporadas sob a grelha dianteira do veículo enviam imagens de vídeo do terreno, que são projetadas na HUD do pára-brisas, através do qual o condutor pode ver o terreno (normalmente bloqueado pelo capot e motor) e a posição das rodas dianteiras.

 

A ideia pode também revelar-se útil na condução em estrada. Num Jaguar, esta nova geração de HUD poderia melhorar a performance da condução através da projeção de informação sobre a estrada ou da trajetória ideal do veículo, ideal para a condução em pista. Auxilia também o condutor a ver “nas curvas”, dado que a câmara pode disponibilizar informação antecipada ao condutor.

 

Orientação por laser permite a comunicação com outros condutores


À medida que avançamos para níveis superiores de autonomia, a Jaguar Land Rover tem consciência da importância de encontrar novas formas de comunicar visualmente com os outros utilizadores da estrada.

 

O Discovery Vision Concept inclui a projeção laser que utiliza luz laser associada com cores específicas no espectro visível para projetar imagens na estrada que são visíveis tanto para o condutor como para os outros utilizadores da estrada. Esta funcionalidade disponibiliza numerosas aplicações, tais como a projeção de triângulos de aviso atrás do veículo para avisar os outros condutores em caso de paragem ou em condições de nevoeiro. O sistema pode também projetar imagens sobre a estrada e paredes para auxiliar a condução e o estacionamento em espaços reduzidos ou para auxiliar o condutor a avaliar a distância entre obstáculos na condução fora de estrada.

Revestimento em couro impermeável e piso prático em madeira

 

O primeiro Range Rover e os primeiros Land Rover ficaram conhecidos pelos seus interiores funcionais, que podiam ser lavados à mangueira. Apesar destes interiores não serem apropriados para um veículo premium, eram, sem dúvida, muito práticos, especialmente após uma dura sessão de condução fora de estrada em lama.

 

O Discovery Vision Concept incorpora um interior da mais elevada qualidade e incrivelmente prático. Gerry McGovern, Chief Creative Officer, e a sua equipa selecionaram couro Foglizzo, desenvolvido especialmente para o revestimento. Tem, não apenas uma aparência e tacto luxuosos, como repele também a água e sujidade. McGovern descreve o piso fora do comum com revestimento em madeira como “surpreendentemente prático e mais fácil de limpar que uma alcatifa convencional”.

 

Incorpora também uma configuração de bancos inovadora com a possibilidade de “rebater e deslizar”, que permite uma configuração tipo limusina com quatro lugares ou uma configuração com cinco, seis ou sete lugares.

 

Discovery Vision Concept apresentado no Salão de Nova Iorque

 

O Discovery Vision Concept será uma das estrelas do stand da Land Rover Jaguar no Salão Internacional Automóvel de Nova Iorque, que abrirá as portas ao público no dia 18 de abril.

 

*As tecnologias de auxílio à condução incorporadas nos produtos atuais da Jaguar e Land Rover incluem o controlo velocidade de cruzeiro adaptativo, sistema inteligente de travagem assistida de emergência, aviso de mudança de faixa, sistemas de estacionamento e sensor de passagem a vau.

 

ESCANDALO NO RALI DE TOMAR

 

Escândalo no Rali de Tomar 2014 !!

O TEAM FERODO QUEIMADO não viu reconhecida a Victória no Grande Prémio do BAR na primeira prova da Classic Cup 2014 - Rali de Tomar.

Tratou-se de uma enorme disputa entre o nosso TEAM (capitaneado pelo Camelo-Mor) e o ZIPPO CLASSIC TEAM muito bem representado no Rui “Martini”.

Lamentamos o facto de ninguém da Organização ter estado presente afim de ajuizar a Victória, mas comos somos amantes do Fair-play consideramos que existiu um justo empate entre os TEAM’s.

Mas como… “Somos bons… mesmo muito bons … somos mesmo os maiores” o TEAM FERODO QUEIMADO para além de brilhar no campeonato da “Boa disposição”foi conquistando vários pódios e prémios especiais.

- A “Tripla” Paulo Marques/João Martins/BMW só ficou com uma equipa á frente na Classificação Geral e no Slalon.

- Vencemos as classes 1 e 2 com as equipas António Baião/João Martins e Paulo Marques/João Martins.

- Obtivemos lugares no Pódio nas Classes 2 e 7.

- Vencemos na categoria de veículos “sem conta metros”

- Conquistamos um brilhante 3º lugar na Classificação das Escuderias através das equipas Paulo Marques/João Martins, Joaquim Serrão/António Serrão e António Baião/João Martins.

Sobre o Rali, a luta foi dura e constante contando sempre com a presença de Tertúlianos nos lugares cimeiros da prova.

Durante manhã, a dupla António Ramos/Ivo Tavares (CAACB RALLY CLASSIC TEAM) chegaram ao final da primeira secção com sete segundos de vantagem sobre o Paulo Marques/João Martins (TEAM FERODO QUEIMADO) e dez para os vice campeões João Vieira Borges/João Serôdio (ZIPPO CLASSIC TEAM)

Após a “Escala técnica” para reposição de sólidos e líquidos no estomago (lamentando-se a ausência de bebidas que aquecem a alma) junto do Convento de Cristo, a primeira das secções da tarde começou com uma prova nas ruas de Tomar, com enorme presença de publico, e continuou com os mesmos protagonistas a disputarem os as primeiras posições entre si e com a dupla Ana Valente/Magda Ferreira (TEAM CAC/AAC) a espreitarem uma oportunidade.

Mais uma“Escala Técnica” desta feita junto da C.M de Vila Nova da Barquinha e mais uma desilusão só sumos e aguas.

Surge então a ultima secção com uma única Prova Especial de Regularidade. Prova algo complexa pelo percurso, mudanças de media e tipo de provas, e que“estragou” alguns bons resultados e permitiu uma extraordinária luta entre os principais protagonistas, que ambicionavam um lugar no pódio.

 Assim, na chegada a Tomar, a equipa de Tertúlianos - João Vieira Borges/João Serôdio (ZIPPO CLASSIC TEAM) sagrou-se vencedora da prova com uma pequenina diferença de seis segundos para o nosso Camelo Nord - Paulo Marques/João Martins (FERODO QUIEMADO), sendo o último lugar do pódio discutido até ao último controlo com o terceiro lugar do pódio a ficar para Ana Margarida sempre bem acompanhada da Tertúliana Magda Ferreira (TEAM CAC/AAC), com um segundo de diferença para o Albicastrense António Ramos mais uma vez acompanhado pelo Almadense Ivo Tavares.
No quinto lugar, mais um Tertuliano, o Sancho Ramalho a navegar o Paulo Amorim do (TEAM CAC/AAC),

Se ignorarmos o facto da ausência de bebidas de aquecem a alma durante a prova e o “Campeonato de BAR” ter sido ignorado pelos organizadores, o ACT (personalizado nos sempre presentes Bruno e Zé Oliveira) esteve ao seu melhor nível – PARABÉNS!!!

Agora, já para o mês que vem (10 de Maio), temos o II Rali Histórico Vila da Sertã.

As foto foram "gamadas" aos nossos amigos de Abrantes (http://www.abtfoto.com)

http://ferodoqueimado.blogspot.pt/2014/04/rali-de-tomar-2014.html

Link para as Classificações: https://meocloud.pt/link/c8e9cc75-c51d-4134-a313-c1f83b41ca26/Classic%20Cup%202014%20-%20Classifica%C3%A7%C3%B5es%20Tomar.pdf/
 

GRANDE ESTREIA DE LOBATO

 

62º Circuito Automóvel CAM 1

Campeonato Nacional de Velocidade

 

Estreia brilhante de Rafael Lobato / Armando Parente nos Sport-protótipos

140411-Lobato-766-2

A prova inaugural da temporada de Velocidade disputou-se este fim-de-semana em Braga e marcou a estreia do piloto vila-realense Rafael Lobato nos circuitos de Velocidade, integrado na equipa Parkalgar e apoiado pela Ascendi, Crédito Agrícola, CA Vida, Fibran XPS, Murganheira, Glassdrive, ENI, Anabela Alves, tecni.arte, Minfo, HyperKewl, GT Competizione e Thrustmaster.

O piloto de 16 anos de idade e o mais jovem Campeão Nacional na história do automobilismo, fez equipa com Armando Parente, outro jovem piloto já com créditos firmados e que em 2013 se sagrou vencedor da Taça de Portugal de Karting, com os dois pilotos a dividirem o volante de um Radical SR3 RS da categoria C3 dos Sport-protótipos, com apenas 1.340 cc.

Desde o início se notou um grande entendimento entre a dupla, o que lhes permitiu uma evolução e adaptação ao carro muito mais rápida do que o previsto. Apesar de conduzirem o carro menos potente do pelotão, o excelente trabalho de toda a equipa permitiu que desde o início da jornada se intrometessem em lugares que teoricamente lhes estariam vedados.

Aliando uma grande rapidez com uma regularidade espantosa ao longo de várias voltas, a dupla de jovens pilotos conseguiu cumprir todo o plano traçado e superar os objectivos previstos, que passavam por terminar as duas corridas na melhor posição possível e rodar o máximo de tempo possível, para uma rápida adaptação a toda uma nova realidade.

Logo nas duas sessões de treinos cronometrados alcançaram a 8ª posição, sendo os mais rápidos da sua categoria e ficando atrás apenas dos protótipos da classe CN, muito mais evoluídos e potentes. De notar que ao longo de todo o fim-de-semana, Lobato e Parente rodaram sempre em tempos por volta muito semelhantes, o que prenunciava um bom desfecho para as duas corridas de Domingo.

A corrida 1 foi iniciada por Parente, que fruto de um excelente arranque conseguiu manter-se no seio do pelotão principal. Durante as voltas iniciais foi travado por um carro da categoria GT, mas logo que concretizou a ultrapassagem foi ganhando vantagem até entregar o volante a Lobato. Este continuou a excelente toada iniciada pelo seu companheiro e, isento de erros, cruzou a linha de chegada na 5ª posição da geral e vencedor da sua categoria.

Na corrida da tarde cabia a Lobato fazer o primeiro turno. Um bom arranque inicial permitiu-lhe manter a 5ª posição, mas a maior potência dos seus adversários fez com que até ao final da recta perdesse 3 lugares. Com uma pista bastante mais escorregadia do que na 1ª corrida e pneus mais degradados, limitou-se a cumprir o plano traçado e não cometendo nenhum erro, entregou o carro a Parente para a derradeira metade da prova. Parente continuou o excelente trabalho do seu companheiro e viu a bandeira de xadrez na 7ª posição e novamente como vencedor da categoria C3.

O piloto resume esta sua participação como: “… um sonho tornado realidade. Foi um fim-de-semana perfeito, não tivemos o mínimo problema e não cometemos o mínimo erro. A equipa foi de um profissionalismo extremo, o Armando ajudou-me imenso e penso que eu também lhe dei uma motivação extra para dar o seu melhor. No final de cada saída para a pista reuníamos e analisávamos exaustivamente a telemetria e as imagens vídeo. Tudo isto permitiu que rapidamente víssemos os aspectos em que podíamos melhorar. O Armando é um excelente piloto, muito experiente, mas que me passou muita dessa informação e parecia que já nos conhecíamos há anos. Quero agradecer e dedicar este excelente resultado aos meus patrocinadores, equipa técnica e todos aqueles que nunca deixaram de acreditar neste projecto”.

A próxima prova desenrola-se no circuito citadino de Vila Real, a 21 e 22 de Junho. “Vila Real é a minha cidade e sei que terei muita gente a apoiar-me. O ambiente vai ser fantástico e estou esperançado num grande resultado. É um circuito em que as diferenças de potência do nosso carro para os restantes não se vão notar tanto e em que é fundamental não cometer erros”.

 

HYUNDAI INSPIROU PROJECTO

 

Hyundai inspirou projectos de design na Milan Design
Week
 PassoCorto, o novo e arrojado coupé desportivo da marca foi
apresentado no Instituto Europeu de Design em Milão;
 A Hyundai criou espaço de debate inspirando futuros talentos na área do
design;
 Contínuo compromisso da marca no apoio ao desenvolvimento de
projectos para os jovens europeus.
A Hyundai apoiou os futuros talentos na área do design no mais empolgante
festival de design e criatividade da Europa, Milan Design Week 2014 que
decorreu entre os dias 8 a 12 de Abril.
A edição 2014 do Milan Design Week, exposição que se realiza anualmente,
assinalou o quarto ano de presença da Hyundai, naquele que é o maior evento
de design em Itália. Este ano, o reputado Instituto Europeu de Design (IED)
expôs o PassoCorto, um concept car desenhado pelos estudantes do IED com
autorização e apoio da Hyundai.
O PassoCorto, apresentado no mês passado no Salão Automóvel de Genebra,
foi exibido no IED Milan Campus durante o Milan Design Week. Aprovado pela
Hyundai, o concept car ultra leve foi criado por uma equipa de 16 estudantes
do IED em Turim e foi desenhado para atrair especialmente clientes da geração
do milénio. O icónico e compacto PassoCorto – italiano e com “curta distância
entre eixos” – é um coupé de dois lugares que ostenta um motor central,
apresenta um comprimento de 4100mm e pesa apenas 840Kg.
Allan Rushforth, Vice-Presidente Sénior da Hyundai Motor na Europa,
comentou “o design é a razão número um para os consumidores europeus
escolherem os veículos da Hyundai. Estamos muito satisfeitos por apostar nos
jovens talentos da europa, que serão responsáveis por desenhar os carros no
futuro. O concept car PassoCorto é o resultado de uma emocionante
cooperação e nós esperamos que venha a inspirar a próxima geração de
designers”.
O IED Milan Campus realizou uma apresentação especial, aberta ao público,
sobre o tema “Jovens. Criatividade. Trabalho”. Luca Borgogno, Designer Sénior
da Pininfarina e Chefe do IED Turin Transportation Design e Nicola Danza,
Directora de Design Exterior no Centro de Design da Hyundai na Europa,
apresentaram o PassoCorto e falaram dos seus percursos pessoais com o
intuito de inspirar os jovens designers a tornarem-se profissionais no sector
automóvel.
Durante a última década, o Milan Design Week’s FuoriSalone, uma colecção de
vários eventos, tem alcançado cada vez mais uma maior popularidade junto do
público. Este ano, foram realizados mais de 950 eventos públicos gratuitos nos
estúdios de design, universidades e galerias de arte em zonas próximas da
cidade, atraindo quase um milhão de visitantes.
Desde 2011, a Hyundai tem sido o principal patrocinador do website dedicado
ao festival, www.fuorisalone.it. Este portal de informações online e móvel,
“alimentado pela Hyundai" constitui uma fonte de referência fundamental para
os visitantes locais e internacionais durante a Design Week.
Desde 2012, a Hyundai está igualmente envolvida no “Skills for the Future and
Brilliant Young Entrepreneurs”, projecto que visa apoiar os jovens talentos da
Europa. “Skills for the Future” visa colmatar o défice de competências entre a
educação e as exigências do mercado de trabalho, enquanto que o programa
“Brilliant Young Entrepreneurs” tem como objectivo apoiar os alunos na
concretização dos seus negócios através da orientação e apoio financeiro.PassoCorto GroupHR_rev

 

NOVO MERCEDES SL 400

 

Novo Mercedes-Benz SL 400

 

A família de Roadsters da Mercedes-Benz está ansiosa por receber um novo motor. O SL 400 está agora equipado como um motor biturbo de seis cilindros. Apesar de ter menos 500 centímetros cúbicos de cilindrada, a potência aumentou em 20 kW (27 cv). E tem mais 110 Nm de binário à sua disposição. O preço do SL 400 será121.800€e estará disponível nos concessionários durante o terceiro trimestre.

 

Sendo um ícone automóvel, o Mercedes-Benz SL combina uma motorização perfeita do mais alto nível com o estilo requintado. Fabricado praticamente todo em alumínio, este roadster estabelece também os padrões na classe de roadsters de luxo com as suas numerosas inovações técnicas. Sem esquecer que o SL é totalmente adequado para utilização diária graças ao seu Teto Vario retrátil. Isto torna-o no mais completo dos veículos desportivos.

 

Ao contrário do seu antecessor, o SL 400 não está equipado com um motor naturalmente aspirado. Em vez disso,está equipado com um motor de seis cilindros com dois turbocompressores. Apesar de a sua cilindrada ter sido reduzida para três litros, o motor biturbo desenvolve uma potência máxima com uma pressão de carga de 1,8 bar, proporcionando um binário extremamente elevado de 480 Nm em baixa rotação. Adicionalmente a eficiência desteseiscilindros cumpre a norma de emissões EU6.


Dados técnicos SL 400

 

Cilindrada

2996 cc

Diâmetro x curso

88,0 x 82,1 mm

Potência

245 kW (333 cv) entre 5250 e 6000 rpm

Binário

480 Nm entre 1600 e 4000 rpm

Consumo de combustível

7,3 l / 100 km

CO2

172 g/km

0-100 km/h    

5,2 s

Velocidade máxima

250 km/h

 

 

Tal como todos os motores a gasolina BlueDIRECT, o motor biturbo no novo SL 400 funciona também com um sistema de injeção direta. A pressão do sistema atinge 200 bar, sendo otimizada variavelmente de acordo com o mapeamento do motor. Os injetores piezo permitem a formação ideal da mistura até cinco injeções por ciclo. A injeção direta de terceira geração é complementada pela ignição rápida de múltiplasfaíscas. Funcionamento: A seguir à primeira descarga da faísca e a um breve período de combustão, a bobina é recarregada rapidamente e é produzida uma nova faísca. O sistema de múltiplasfaíscas permite que sejam descarregadas sucessivamente até quatro faíscas num milissegundo, criando um plasma com uma expansão espacial superior à da ignição convencional.

 

A ignição rápida de faísca múltipla pode ser controlada para fazer variar o tempo das faíscas e o período da combustão, adequando-se a cada condição de funcionamento. Isto permite a otimização do centro de combustão e a melhoria das emissões. O resultado é uma utilização excelente do combustível com o mínimo de emissões.


O SL 400 oferece igualmente duas inovações extraordinárias de série: o sistema único Frontbass desenvolvido pela Mercedes-Benz e que transforma um veículo desportivo de luxo numa sala de concertos, bem como o sistema de lavagem MAGIC VISION CONTROL altamente eficiente, que retira a água da escova do para-brisas conforme necessário.

SL 400

 

 

JOAQUIM RODRIGUES EVOLUI

 

Joaquim Rodrigues evoluiu
frente aos “ases” do Enduro

 

Joaquim Rodrigues_GP_de_Portugal_15_de_Abril_de_2014_1Joaquim Rodrigues_GP_de_Portugal_15_de_Abril_de_2014_2
Piloto português participou na jornada portuguesa pontuável para a
edição de 2014 do Campeonato do Mundo de Enduro
Joaquim Rodrigues fez parte da caravana que este fim-de-semana percorreu
as montanhas de Vale de Cambra em disputa do GP Polisport de Portugal,
segunda prova do Campeonato do Mundo de Enduro de 2014.
O piloto português procurou evoluir a sua mudança para os palcos da
modalidade de Enduro, depois de praticamente duas décadas focado no
Motocross e Supercross internacional. Aos comandos de uma KTM 250 EXC-F,
“J-Rod” mostrou estar apto à luta pelo “Top 10” da categoria Enduro 1, mas
alguns contratempos impediram-no de estar melhor ao longo de um fim desemana
verdadeiramente competitivo e desgastante.
“Depois de Espanha, participar em Portugal no Campeonato do Mundo de
Enduro foi ainda uma maior força de habituação a esta modalidade. Ainda
me sinto muito “verde” nesta disciplina, há muitos aspetos a trabalhar
tanto ao nível de percurso como de especiais, mas com o tempo e com
desafios como este vivido em Vale de Cambra estou certo que posso ir
mais longe no Enduro. Foram dois dias muito desgastantes fisicamente,
quatro voltas a um percurso extremamente difícil mas que põe à prova os
melhores dos melhores, para mim foram dois dias de clara aprendizagem
e que em muito me vão ajudar na restante temporada nacional”, disse
Joaquim Rodrigues, piloto da equipa lisboeta Batquipa MXO KTM.
A próxima prova será já no próximo dia 19 de Abril, na Lousã, com a realização
da terceira ronda do Campeonato Nacional de Enduro.

 

GALP ENERGIA ATRIBUI PREMIOS

 

Galp Energia atribui prémios a projetos de eficiência energética
desenvolvidos no âmbito do programa Galp 20-20-20
A Galp Energia acolhe hoje a cerimónia de atribuição de prémios aos melhores projetos do programa Galp 20-20-20, o maior programa nacional de bolsas académicas na área da eficiência energética.
Os projetos premiados envolvem estudos de eficiência energética desenvolvidos em empresas dos mais diversos setores de atividade por alunos da Universidade de Aveiro, da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto e do Instituto Superior Técnico.
A cerimónia decorre a partir das 14h30 na sede da Galp Energia e contará com as presenças do secretário de Estado da Energia, Artur Trindade, do presidente executivo da Galp Energia, Manuel Ferreira De Oliveira, e de Carlos Costa Pina, administrador executivo responsável pela área da inovação e ligação ao mundo académico. Estarão igualmente presentes o Vice-Reitor da Universidade de Aveiro, Prof. Doutor José Fernando Mendes, o Vice-Presidente do Instituto Superior Técnico, Prof. Doutor José Santos-Victor, e o Diretor da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto, Prof. Doutor Sebastião Feyo de Azevedo.
O Programa Galp 20-20-20 é uma iniciativa exemplar, a nível nacional, na transferência de conhecimento e de inovação entre o mundo empresarial e académico. Lançado em 2007, já colocou bolseiros em mais de 130 empresas portuguesas que assim beneficiaram de inovadoras soluções de eficiência energética desenvolvidas por estudantes das principais universidades nacionais. O Programa atribui anualmente 21 bolsas de investigação de 3.000 euros a 21 alunos para o desenvolvimento destes projetos nas 21 entidades clientes, selecionadas pela Galp Energia.
Trabalhos premiados:
Universidade de Aveiro
1ºs Lugares: Sérgio Viseu (Hotel Tiara Atlantic Porto) e João Silva (Visabeira – Palácio do Gelo Shopping)
2º Lugar: Mário Heredia (Primagera)
Instituto Superior Técnico
1º Lugar: Guilherme Vendeirinho (Frauenthal Automotive)
2º Lugar: Cláudia Pousinha (OGMA)
3º Lugar: Gonçalo Faria (Lallemand Ibérica)
Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto
1º Lugar: Carlos Miguel Pinto Moreira (Bial)
2º Lugar: José Júlio Teixeira Pinto de Oliveira (Energetus)
3ºs Lugares: Christophe da Silva Vieira (Cordex) e Ana Patrícia Maia Oliveira (Lameirinho, Indústria Têxtil)

 

LUZ VERDE PARA A GT ACADEMY

 

LUZ VERDE PARA A SEXTA EDIÇÃO DA NISMO PLAYSTATION® GT ACADEMY

 

 

LUZ VERDE PARA A SEXTA EDIÇÃO DA NISMO PLAYSTATION® GT ACADEMY

* Os jogadores de GranTurismo®6 têma possibilidade de se tornarem

pilotos de competição Nissan NISMO

* Os campeões anteriores da GT Academy competem este ano

no GP3 e nas 24 horas de Le Mans

* Quem será o sucessor do Campeão da Europa de 2014, o português Miguel Faísca?

A Nissan e a Sony Computer Entertainment Europe anunciaram o regresso, em 2014, da competição que transforma jogadores em pilotos de competição, a NISMO PlayStation® GT Academy, que agora inicia a sexta edição. A qualificação online no jogo GranTurismo®6 da PlayStation começa a 21 de Abril.


Imagens Relacionadas

Imagens Relacionadas


 

 

 

Visite-nos em

www.musicanocoracao.pt

 

Contactos


Departamento de Promoção | Gonçalo Lopes

Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar

www.musicanocoracao.pt 

Tel: 351 21 010 57 00 Fax: 21 315 65 55

Rua Viriato, 25, 2º Esq, 1050-234 Lisboa

 

SUGESTAO

 

Seu Jorge ao Vivo


8 de Agosto, Parque da Cidade do Porto - Queimódromo

Bilhetes à venda.

 

 

Seu Jorge , nasceu em 1970 em Belford Roxo no Rio de Janeiro – Brasil. Músico dos pés à cabeça, cantor, compositor, instrumentalista, produtor e ator , define –se a si mesmo como um cantor e compositor popular, que gosta de inúmeros gêneros musicais, mas cujo fundamento é o samba: “… O samba é a nossa verdade, nossa particularidade, é nossa medalha de ouro, nosso baluarte, nosso estandarte brasileiro . “

Com uma carreira internacional brilhante, tem em Portugal uma legião de fãs que fazem dele um dos artistas brasileiros mais ouvidos e reconhecidos atualmente no nosso País.


Depois de em 2013, ter realizado uma tournée em Portugal, com três espetáculos esgotados, promete voltar aos palcos portugueses, já no dia 8 de Agosto , com novas surpresas!

Canções como “ Burguesinha”, “ Mariana”, “ Mina do Condomínio”, “Amiga da Minha Mulher”, “A Doida”, “Carolina”, entre muitas outras são verdadeiros hinos à música popular brasileira e farão parte do alinhamento de um concerto perfeito para as noites quentes do Verão.

 

Site : Facebook


Vídeos:

"Burguesinha"

"Alma de Guerreiro"

"Desde que o Samba é Samba" com Caetano Veloso

"Amiga da Minha Mulher" com Roberto Carlos

 

Informação de Bilhetes


 

Preço dos Bilhetes


Preço único 30€

Locais de Venda

www.blueticket.pt - Call Center 707 780 000, MEO Arena, Casino de Lisboa, lojas FNAC, lojas Worten, El Corte Inglês,  Galeria Comercial Campo Pequeno, Centro Comercial Dolce Vita, Abep, Arena de Portimão, Agência de Viagens Abreu, Alvalade, Arena de Portimão, Turismo de Lisboa, C. C. MMM, C. C. Mundicenter, Media Markt, Turismo de Lisboa, www.ticketline.pt - Reservas e informações 1820 (24 horas) .

 


 

 

 

Visite-nos em

www.musicanocoracao.pt

 

Contactos


Departamento de Promoção | Gonçalo Lopes

Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar

www.musicanocoracao.pt 

Tel: 351 21 010 57 00 Fax: 21 315 65 55

Rua Viriato, 25, 2º Esq, 1050-234 Lisboa

 

3 M LANÇA DESAFIO

 

Concurso Ibérico procura o melhor pintor automóvel

3M lança o desafio e procura os Master Painters de Portugal e Espanha

A iniciativa é pioneira na Península Ibérica e acaba de ser lançada pela 3M: a primeira edição de “Master Painters: O Desafio”, uma competição dirigida aos profissionais da reparação automóvel e às respetivas oficinas. Até dia 23 de maio a 3M vai selecionar o melhor pintor da indústria automóvel de Portugal e Espanha, num concurso apadrinhado pelo célebre Chip Foose, o designer de carros conhecido a nível mundial e uma das principais figuras do tunning, que apresenta o programa “Overhaulin” no Discovery Channel, onde se dedica a restaurar carros clássicos.

O vencedor do concurso 3M Master Painters irá ganhar 2 entradas VIP de Paddock para a final do campeonato Fórmula 3 e GT Open no circuito de Montmeló no fim de semana de 18 de Outubro de 2014. Receberá ainda um desenho feito por Chip Foose e um lote de produtos 3M premium no valor de mil euros.

Como novidade, a primeira edição de “Master Painters: O desafio” contará com um júri especial, liderado por Chip Foose, juntamente com três profissionais de prestígio dentro deste sector, que ficam encarregues não só de desenvolver as provas, mas também de avaliar a habilidade dos participantes, a criatividade, o acabamento final, assim como a utilização de equipamentos de proteção adequados.

Com o lançamento deste concurso, a 3M aposta no talento dos pintores de automóveis de Portugal e Espanha, assim como no trabalho em geral que se realiza nas oficinas de chapa e pintura da Penísula Ibérica. O nosso objetivo é reconhecer o trabalho diário destes profissionais, que produzem autênticas obras  de arte” – comenta Blanca de la Fuente, responsável do concurso “Master Painters: O Desafio” da 3M.

Para participar, os aspirantes têm de aceder à página web do concurso (http://www.masterpainters.es/index-pt.php), preencher o formulário com os dados pessoais e fazer upload de um vídeo acompanhado por uma breve descrição do trabalho apresentado. A 3M disponibiliza três exemplos, que são os processos recomendados pela empresa, para que os pintores demonstrem a suas habilidades e concorram em qualquer das três categorias habilitadas: lixar, polir e mascarar.

Os vídeos serão partilhados no site (www.masterpainters.com) e no canal de Youtube 3MCarcareESP da empresa, até 30 de abril de 2014, data em que termina o prazo de apresentação de trabalhos e fase em que o júri iniciará a seleção dos melhores “Master Painters”, para a grande final a decorrer nos dias 22 e 23 de maio 2014, no Salão do Automóvel de Madrid, IFEMA.

Os vídeos participantes também vão estar em votação ao público no site do concurso. Na verdade, a peça que contar com mais visualizações no canal do Youtube e a mais votada no site do concurso vai receber um kit de produtos 3M Foose, tanto para o participante como para todos os membros da sua oficina, assim como a presença na final do “Master Painter. O desafio”. Todos os participantes cujo vídeo cumpra todos os requisitos, irão receber um polar com o logótipo 3M Foose.

A 11 de maio, serão comunicados os cinco finalistas elegidos pelo júri. Dia 22 de maio decorre a semifinal e  no dia seguinte irá decorrer a grande final, onde será anunciado o grande vencedor, o melhor pintor automóvel da Península Ibérica.

 

Acerca da 3M

A 3M capta a força das novas ideias e transforma-as em milhares de produtos inventivos. A nossa cultura de colaboração criativa inspira um fluxo constante de tecnologias fortes que tornam a vida melhor. A 3M é uma empresa de inovação que nunca para de criar. Com 30.000 milhões de dólares em vendas, a 3M emprega 84.000 colaboradores em todo o mundo e tem operações em mais de 65 países. Para mais informação consulte o website www.3m.pt ou siga a empresa em twitter.com/3MPortugal ou facebook.com/3MPortugal.

 

fotografia-01
 

JACINTO EM SESSAO DE AUTOGRAFOS

A embaixadora da Oleoban abre as portas do seu camião para visitas e fotografias

 

Elisabete Jacinto em sessão de autógrafos

 

Elisabete Jacinto, conhecida piloto portuguesa de todo-terreno, vai marcar presença na feira Viver Saudável, nos dias 10 e 11 de maio, a partir das 15h30. É no stand da OLEOBAN®, marca de eleição dos portugueses para o cuidado diário da pele de toda a família, que a embaixadora da marca realizará sessões de autógrafos e convidará todos os visitantes e fãs a entrar no seu camião de competição. Quem se aventurar a visitar o camião e, como tal, a dirigir-se ao stand Oloeban, irá ainda receber amostras de produtos  e poderá tirar fotografias junto da piloto mais amada de Portugal.

 

A feira Viver Saudável vai decorrer na Exponor - Feira Internacional do Porto, de 10 a 12 de maio, em paralelo com a EXPOCOSMÉTICA – Feira Internacional de Cosmética, Estética e Cabelo, que comemora 10 anos em 2014. 

Elisabete Jacinto

 

RODRIGO CORREIA PILOTO ENI

 

Rodrigo Correia, piloto ENI Lubrificantes e Gasolina inicia Nacional 2014 com um merecido 2º lugar

 

O Campeonato Nacional de Karting disputou este fim-de-semana no Kartódromo de Vila Real a sua primeira prova da época e o jovem piloto que participa em mais um ano também com as cores do Porto Canal, apesar dos treinos e as duas primeiras provas de qualificação muito trabalhosas, corou a jornada com mais um pódio!

Para as 12 voltas da Final da Categoria Cadete, ao início da tarde de domingo debaixo de um sol intenso e de muito calor, Rodrigo Correia ocupou a linha da frente da Grelha de Partida, o 2º lugar em função dos resultados das Corridas de Qualificação.

Foi uma corrida bem disputada pela segunda posição diretamente com o Luís”, começou por referir Rodrigo Correia e, continuou o seu relato de como sentiu a Final de Vila Real no calor da corrida, …, “arranquei bem e ainda consegui acompanhar na 1ª volta o André, mas, …, depois o Karting dele foi-se embora” e, a concluir, “estou muito feliz com o 2º lugar e o pódio alcançado que dedico à minha equipa (RC POWER TEAM), aos meus patrocinadores, aos meus amigos, à minha família e quero agradecer ainda a todos os que me incentivaram ao longo do fim-de-semana, enviando ainda um obrigado para os meios de comunicação que me dedicaram toda a sua atenção”.

O piloto de Oliveira de Frades rodou ao longo do fim-de-semana da prova transmontana sempre entre os melhores tempos, mas um Karting que não estava inicialmente 100% eficaz, obrigou a esforços redobrados da equipa que, associados à “garra” do Rodrigo Correia lhe deram posições entre o 2º e 3º nos Treinos Livres e o 4º tempo nos Treinos Cronometrados sempre no segundo 51.      

Na 1ª Corrida de Qualificação disputada na tarde de sábado o jovem piloto terminou em 3º, tendo mesmo feito a segunda melhor volta, mas, …, "problemas de carburação principalmente na reta interior não me permitiram manter a 2ª posição que cheguei a ocupar, não tendo sido possível tentar ir buscar o Luis (1º)", começou por referir Rodrigo Correia, "estou muito satisfeito por ter feito apenas pouco mais 2 décimos de segundo da melhor volta conseguida pelo 2º classificado enquanto o vencedor rodou no segundo 51!" continuou o jovem piloto da Categoria Cadete.

Na 2ª Corrida de Qualificação já no domingo, Rodrigo Correia volta a sair da segunda linha, mas agora do outro lado da Grelha de Partida e apesar de novo ter ainda ocupado a 2ª posição, foi com muito esforço que procurou assegurar a terceira posição, mas, de novo as dificuldades de carburação não lhe permitiram assegurar o lugar, vindo ao de cima o desportivismo entre adversários que fizeram uma corrida “limpa” sem se criarem dificuldades. 

O Campeonato Nacional de Karting prossegue nos dias 3 e 4 de Maio em Leiria para a segunda prova de 2014. IMG 6528IMG _6528

 

PEUGEOT 2008 DKR

 

PEUGEOT 2008 DKR: O último leão com um apetite voraz face aos desafios que o esperam!

 

Peugeot 2008_DKR-Car_reveal-1Peugeot 2008_DKR-Car_reveal-2Peugeot 2008_DKR-Car_reveal
Uma certa “bestialidade” nas formas que caracterizam o Peugeot 2008 DKR são um bom indicador em relação ao êxito que se aguarda para este novo automóvel, desenhado para que Carlos Sainz e Cyril Després defendam as cores do Team Peugeot Total no Rali Dakar, prova que arranca no próximo mês de Janeiro.
Três semanas depois da fantástica notícia que dava conta que a Peugeot, a Red Bull e Total decidiram unir forças para disputar o Dakar 2015, o carro que encabeça este projecto foi finalmente revelado. O 2008 DKR partilha a aparência familiar do modelo de estrada com as formas musculadas e proporções imponentes, desenvolvidas para enfrentar o desafio que agora se apresenta. As suas linhas espectaculares resultam de uma colaboração estreita entre os peritos do Centro de Estilo Peugeot e os seus colegas do Departamento de Desenho da Peugeot Sport e as semelhanças entre o modelo do Dakar e a versão de produção são assombrosas.
Longe de ser simplesmente um exercício de estilo, o 2008 DKR apresenta um ar agressivo que resulta das exigências técnicas associados à missão a cumprir. “Demos instruções precisas ao Centro de Estilo Peugeot”, explica o chefe do projecto da Peugeot Sport, Jean-Christophe Pailler. “Fornecemos as dimensões chave básicas, assim com outras informações relacionadas com o espaço do habitáculo que necessitamos, o tamanho das rodas e curso da suspensão. Tinham também dados aerodinâmicos resultantes do nosso anterior trabalho de ensaios que realizámos.”
De facto a equipa de desenho da Peugeot Spot teve que dar resposta num muito curto de tempo em relação à transmissão da nova “besta”: tracção a duas ou às quatro rodas? A decisão teve uma influência determinante em duas áreas chave do desenho do carro: “Levámos a cabo uma análise profunda do que já existia no mundo dos ralis e pesámos os prós e os contras de ambas as soluções. Acabámos por optar por um solução que vai muito para além da competência. Dada a capacidade ‘off-road’ da transmissão de duas rodas motrizes e a forma como funciona em areia, a nossa opção for para a tracção de duas rodas. Esta solução permite-nos utilizar rodas maiores e beneficiaremos também de um maior curso de suspensão. O DKR 2008 vai assim utilizar pneus Michelin com 37 polegadas de diâmetro (quase 94 cm).
Todos estes dados influíram directamente no processo de trabalho dos estilistas da Peugeot, mas os quatro membros desta equipa aceitaram com entusiasmo o desafio de desenvolver um novo “leão”, que muito depressa se fará à estrada para ultrapassar os obstáculos que compõem as provas de Todo-o-Terreno a nível Mundial.
“A principal dificuldade residia em adaptar o estilo do modelo de produção à exigência técnica dos difíceis terrenos das provas de todo-o-terreno,” assinala Giovanni Rizzo, responsável pelo desenho exterior do 2008. “Tínhamos duas formas de abordar esta tarefa: ou através da adopção de uma norma 2008, ou inspirar-nos nas formas gerais do 2008 mas desenhar um carro que fosse ao encontro das exigências que vai encontrar. Optámos pelo segundo caminho para produzir uma versão renovada do 2008! Por exemplo o 2008 DKR não tem portas traseiras, o que faz com que se assemelhe aquilo que podia ser uma versão Coupé do modelo.”
Transferir, em termos de estilo, os exemplos da versão de estrada do automóvel para os desafios do Dakar foi relativamente simples, mas a parte dianteira foi tarefa mais exigente para a equipa de desenho. Assim conta Michaël Trouvé, Design Manager da Peugeot: Pelo facto de necessitar de uma grande maneabilidade, o ângulo de aproximação tinha que ser muito alto. Isto resultou numa frente muito curta, que por sua vez deu lugar a um desenho muito diferente do da versão de estrada. A equipa técnica ouviu os nossos argumentos e aceitou alterar alguns pontos que poderiam significar problemas para nós. Isso deu-nos alguma liberdade para desenhar uma frente o mais possível com o ‘olhar’ do carro de produção.”
Depois de ter conquistado o Dakar por sete vezes com as cores da Red Bull, com carros de duas e de quatro rodas motrizes, Carlos Sainz está consciente das limitações técnicas que se vivem nas etapas sul-americanas e mostrou-se imediatamente rendido ao desenho do carro. “A filosofia do DKR 2008 marca uma ruptura e traz um grande número de novas ideias,” comenta o piloto espanhol. “O resultado final é muito diferente de qualquer outro automóvel de duas rodas motrizes. É muito compacto e isso e bom. Depois de ter alinhado nas duas últimas edições do Dakar com um carro de duas rodas motrizes estou convencido de que é uma solução ganhadora. É necessário ter um carro cuidadosamente desenhado, que se adapte aos diferentes tipos de terreno. Mas a Peugeot Sport tem o “know-how necessário, a tecnologia e os meios para enfrentar este desafio único e altamente estimulante para todos no seio da equipa.”
O que está por baixo da carroçaria continua em segredo por mais algum tempo, mas as espectaculares formas do 2008 DKR causarão grande impacto, mesmo antes de o novo carro começar a levantar pó

 

DS 6 WR

 

DS 6WR: SELVAGEM E REFINADO

 


Criado em Paris, capital do luxo e da moda, o DS 6WR é uma nova expressão da DS: rebelde, selvagem, mas também
perfeccionista e refinado. A sua silhueta única casa as poderosas linhas de um SUV com os códigos refinados da DS.
Linhas poderosas e desportivas
À imagem do «concept» Wild Rubis que prefigurou este novo SUV de características «premium», o DS 6WR surge com um
estilo espectacular e musculado, com uma fluidez de linhas que lhe confere um elevado grau de homogeneidade.
Com um comprimento de 4,55 m, uma largura de 1,86 m e uma altura de 1,61 m, a mais recente criação da marca DS
conta com uma excepcional distância entre eixos de 2,73 m. Dimensões generosas que inspiram potência e força, mas
que também geram a vontade de entrar a bordo, respondendo, assim, às necessidades reais em termos de prestações e de
versatilidade dos clientes de modelos SUV topo-de-gama. Assente em jantes de 19 polegadas, colocadas nos quatro cantos
da carroçaria, o modelo deixa antever notáveis emoções de condução.
Por ocasião do Salão de Pequim, a DS irá desvendar um novo
modelo simultaneamente poderoso e sofisticado, o DS 6WR.
Este SUV de características «premium» é directamente
inspirado no «concept» Wild Rubis. Ele encarna o ADN dos
modelos DS num estilo único e reconhecível, imaginativo e
emocional, com um refinamento da excepção. Uma proposta
forte e assertiva, que dá continuidade à história da DS na
China. Com efeito, após o DS 5LS, este primeiro SUV da
Marca é um novo passo no desenvolvimento da DS na China e
em todo o mundo.

 

 

Para além disso, o DS 6WR conta com um sistema de «Grip Control». Esta tecnologia permite assegurar a melhor tracção
em qualquer tipo de terreno sem necessidade de recorrer a uma transmissão integral, minimizando os consumos de
combustível e as emissões de CO2. A tecnologia de elevado nível também está presente nos motores, como o e-THP 160
e o THP 200 de injecção directa sequencial, alimentada por uma bomba de alta pressão, turbocompressor do tipo «Twin-
Scroll». Ambos estão associados a uma caixa de velocidades automática de seis velocidades.
Um estilo sofisticado e refinado
Com proporções inéditas, o fascínio carismático do DS 6WR impulsiona este novo DS para o seio do segmento dos SUV
modernos. Larga e baixa, esta silhueta única transmite robustez e força, sem sacrificar a sofisticação expressa através de um
estilo de linhas sensuais e voluptuosas.
Elegante, o DS 6WR goza de uma assinatura lateral cromada única: as barras de tejadilho em alumínio marcam
graficamente a elevação deste novo modelo, sublinhando a sua dinâmica. De seguida, elas mergulham na carroçaria,
acompanhando a escultura da asa traseira.
O DS 6WR sublima a nova identidade da secção frontal, estreada no DS 5LS. Caracteriza-se pela grelha escultural e
estatutária, denominada «DS Wings». Esta faz a ligação aos projectores através de duas faixas cromadas, formando o todo
um arco apertado que traz dinamismo e modernidade à zona frontal. A grelha do pára-choques, de design específico,
ostenta o emblema DS. Surge reforçada por uma assinatura luminosa rica e incisiva, integrando DRL em forma de diapasão
e faróis de Xénon.
Na traseira, surge uma nova disposição de luzes, integradas na estrutura da bagageira. Tal como numa jóia, as luzes
traseiras estão encastradas num rebordo cromado, sublinhando a assinatura de luz e o desenho em 3D das várias secções
de luz. Raiando a perfeição, a trama DS surge gravada nos faróis, que acolhem, como uma jóia, o emblema DS.
Verdadeira escultura, a estrutura traseira destaca-se na sua secção inferior por uma zona cromada que integra uma dupla
saída de escape.
Um novo produto no seio da ofensiva DS na China
Este novo modelo apresenta-se como um novo passo no desenvolvimento da marca DS na China. Após o DS5 em
Setembro de 2013, e o DS 5LS, cuja comercialização arrancou no final de Março, o DS 6WR será o terceiro modelo DS a
ser produzido na China, na fábrica de Shenzhen. O DS 6WR será comercializado ainda este ano, numa primeira fase, na
China. A DS não conta parar por aqui, já que outro modelo de produção local será revelado nos próximos meses.
Por outro lado, o desenvolvimento da DS está apoiado numa rede em plena expansão e que conta com 56 DS STORES
nas cidades mais importantes do país.

CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS
Comprimento: 4,55 m
Largura: 1,86 m
Altura: 1,61 m
Distância entre eixos: 2,73 m
DS 6WR_2014.073.001

 

TUBARÕES EM MODELOS OPEL

 

Tubarões avistados em modelos Opel

Há minúsculos tubarões selvagens a bordo do irreverente Opel ADAM. Mas ninguém precisa preocupar-se: não mordem. Estão escondidos e são praticamente invisíveis no habitáculo. Nesta época festiva, há países que mantêm a tradição de desafiar as crianças para a ‘caça’ aos ovos da Páscoa escondidos. Para estes países, e os outros também, a Opel sugere uma reinterpretação deste passatempo e propõe aos proprietários dos ADAM que vão em busca dos tubarões que estão gravados em locais recônditos do habitáculo. A marca garante que encontrarão pelo menos dois, desde que procurem com a atenção necessária. (...)

 

 

SEGUNDO AS PREVISÕES DA PIRELLI

 

GP DA CHINA 2014

 

P ZERO Branco (composto médio) e  P ZERO amarelo

(composto macio), para o GP da china

 

as melhores opções para as variadas exigências do circuito de xangai

 

O grande prémio da china é dominado tradicionalmente pela estratégia

 

Os pneus serão atribuídos aleatoriamente às equipes pela fia

 

 

Os pneus P Zero Branco (composto médio) e P Zero amarelo (composto macio), serão os utilizados no Grande Prémio da China, sendo  uma corrida de estratégia, como tem acontecido até então. Mesmo utilizando estratégias diferentes, os pilotos costumam terminar a corrida juntos, protagonizando nas ultimas voltas, um final emocionante. A combinação de um asfalto macio e diferenciadas, mas exigentes tipos de curvas, comprova a versatilidade e adaptação dos pneus às diversas exigências do circuito de Xangai

 

Paul Hembery (Responsável da Pirelli Motorsport): “ Esta, será a terceira corrida do ano com a combinação dos compostos macio e médio, logo a seguir ao teste na prova do Bahrain, as equipes estão a começar a acumular mais experiência do desempenho dos pneus com as especificações dos carros de 2014. Como resultado, a estratégia tem mostrado que é um  fator muito importante nas corridas. China é um circuito que já demonstrou no passado, a importância de uma boa estratégia de pneus, de modo a que as equipes possam assimilar e colocar os dados na primeira parte da temporada, de forma a garantir a máxima eficácia e utilizar as melhores opções de estratégia para a mais recente geração de pneus - P Zero. Antes, observámos tempo instável em Xangai, assim, a chave para obter o máximo rendimento deles, será a capacidade de assimilar a informação de uma forma rápida de acordo com as circunstâncias de mudança.

 

Jean Alesi (Consultor da Pirelli): “A China não é um circuito que conheço bem, mas ele dá-nos sempre muita animação, e este, é o ponto do ano, quando a estratégia começa a ficar importante, porque as equipas começam a explorar o potencial e respectivas capacidades dos seus carros, após o primeiro período de desenvolvimento. No caso dos pneus, é muito importante, porque já nos apercebemos do rápido desenvolvimento que as equipes  tem realizado  junto dos mesmos. Bahrein foi uma corrida fantástica, por isso, se pudermos assistir a batalhas semelhantes ao longo da época, projetamos uma temporada fantástica”.

Como são atribuídos os pneus para cada corrida:

Os pneus são atribuídos de uma forma aleatória, com a ajuda de um código de barras, o processo é realizado pelo orgão regulador do desporto – a FIA. O código de barras é o “ passaporte ”, este é inserido na estrutura do pneu durante o processo de vulcanização e não pode ser trocado. O código contém todos os detalhes de cada pneu, tornando-o localizável durante todo o fim de semana de corrida, através do software RTS da Pirelli (Racing Tyre System). A FIA recebe uma lista dos pneus com os códigos de barras e atribui cada pneu de forma aleatória às equipes. A própria Pirelli não está envolvida na totalidade do processo, o que significa que a empresa Italiana não pode influenciar o modo como são atribuídos os pneus às equipes, no entanto, existe um rigoroso processo de controle de qualidade ao garantir que os pneus são totalmente idênticos à saida da fábrica. Já no circuito, os pneus são distribuídos às equipes em perfeita conformidade com a lista que foi previamente elaborada pela FIA. Os códigos de barras permitem à Pirelli e FIA, garantir que as equipas estão a usar os pneus corretos de acordo com os regulamentos.

O circuito do ponto de vista dos pneus:

Em Xangai, os pilotos realizam uma série de curvas rápidas, realizadas em plena acelaração, o que pode vir a acontecer que exercam um “torque” superior nesta prova. Em particular, as curvas 3, 4, 7, 8 ,12 e 13, requerem uma acelaração progressiva, no entanto, é importante ter o mapa ideal do motor, de modo a não derrapar e patinar em demasiado, para não danificar os pneus.

 

Os elevados níveis de pressão aerodinâmica exercidos na China, corresponde a altas velocidades em curva, com forças que podem exceder 3,8g. Os pneus mais macios são submetidos a forças maiores em curva, de modo a gerar maior aderência. Aproximadamente 80% de uma volta ao circuito é realizado em curva.

 

O circuito de Xangai apresenta uma série de longas retas, em que estas têm um efeito sobre os pneus. As retas proporcionam baixar a temperatura dos pneus, o que significa que rapidamente têm que voltar à temperatura ideal para as curvas seguintes.

 

O P Zero Branco, é um composto de utilização  média, enquanto que o P Zero Amarelo de utilização macia é de grande eficácia. Ambos, garantem e permitem a capacidade de funcionar em diversas condições, a razão porque a combinação provou ser tão eficaz este ano.

 

O G.P. China é o circuito mais exigente do ano para os travões, com o novo sistema de travagem por cabo, este também afecta os pneus. Em Xangai, estes são submetidos a forças de travagem com o pico de 4.3g.

No ano passado, foi o Ferrari de Fernando Alonso que venceu a corrida, com uma estratégia de três paragens nas boxes. Iniciou a corrida com pneus macios na terceira posição da grelha de partida, Jenson Button em McLaren terminou em quinto lugar, com apenas duas deslocações às boxes.

 

Mais informaçôes sobre Xangai e procura de informação de pneus, bem como, sobre as carateristicas dos compostos e borracha de 2014, pode ser visualizado numa animação realizada em 3D pela Pirelli. 

 

TT EM ANGOLA

 

CARR 2014



 

Após as duas primeiras provas (Rali Mar e Março do Namibe e Rali NOSSA SEGUROS do Lobito)do CARR 2014 as classificações tem à frente:

Classe M – Zé Comando

Classe Q – Ludy Chaves

Classe E1 – Fábio Brunido

Classe E2 – João Lota

Classe TT – condutores – Sandro Dias

Classe TT – 2º condutor – Dário Guerreiro

A 3ª prova será realizada nos dias 1,2 e 3 de Maio no Município de Quilengues, Província da Huila e terá a designação de Baja Quilengues.

 

FERNANDO CHARAIS COM UM POUCO DE TUDO EM BRAGA

 

CIRCUITO BRAGA 1

 

 

CAMPEONATO NACIONAL DE CLÁSSICOS

 

 

FERNANDO CHARAIS COM UM POUCO DE TUDO EM BRAGA

 

Na sua estreia esta época, Fernando Charais teve um pouco de tudo no circuito Vasco Sameiro, pois logo na primeira corrida seria obrigado a renunciar, mas sobre o que lhe aconteceu explicou-nos o que se passou “ tive muita sorte, pois se andasse mais um pouco era capaz de provocar muitas estragos no motor, mas estava tudo a decorrer com normalidade, quando de repente, rebenta-se um tubo de agua do radiador, a temperatura subiu muito depressa, consegui logo parar o Datsun 120Y.Ainda pensei, depois de sair do carro que tinha dado cabo de tudo, e que teria muitos estragos no motor, mas felizmente nada disso aconteceu, pois quando cheguei  à minha box, a equipa de mecânicos verificou tudo, e apenas foi o tubo arrebentado, não havia mais estragos, pois eu próprio já estava preparado para arrumar tudo e regressar ao Porto, mas nada disso aconteceu, e o carro rapidamente ficou pronto para a segunda corrida””.

 

 

Para a segunda corrida, a mente de Fernando Charais só tinha como objectivo vingar o resultado da primeira corrida, e o objectivo era terminar a prova, e o melhor classificado possível, mas o piloto fez-nos um resumo desta prova “ como é óbvio tive de partir da ultima linha da grelha, consegui logo passar três adversários, mas á terceira ou quarta volta, acabo por  ficar sem a terceira velocidade, e a partir daí, a minha preocupação foi terminar a corrida. Para isso imprimi uma toada mais lenta, e depois com as desistências dos meus adversários, acabei ainda por subir ao pódio em terceiro da minha categoria H 75”.FOX 5640FOX 5641FOX 5643FOX 5762

 

MIGUEL VILAR APRESENTOU LIVRO NO PORTO

MIGUEL VILAR APRESENTOU LIVRO NO PORTO

 

 

Foi no passado sábado de manhã, que Miguel Vilar apresentou o seu livro no Porto,  na Livraria AscarFOX 5420FOX 5422FOX 5423FOX 5425FOX 5426FOX 5427FOX 5429FOX 5430FOX 5431FOX 5432FOX 5433FOX 5435FOX 5436FOX 5437FOX 5439FOX 5440i que reuniu muita gente, onde se falou como é óbvio de automóveis e histórias do passado, numa cavaqueira muito interessante.

 

Fotos de João Raposo - www.velocidadeonline.com

 

LAND ROVER APRESENTA DISCOVERY VISION

 

LAND ROVER APRESENTA O PIONEIRO DISCOVERY VISION CONCEPT

 

Uma nova visão arrojada para a Nova Era do Discovery:

Mais inteligente, mais ligado, mais atraente e mais capaz.

 

150414 Land_Rover_Discovery_Vision_Concept_01150414 Land_Rover_Discovery_Vision_Concept_02150414 Land_Rover_Discovery_Vision_Concept_03150414 Land_Rover_Discovery_Vision_Concept_04150414 Land_Rover_Discovery_Vision_Concept_05

 

  • Discovery Vision Concept apresentado em antecipação ao Salão Automóvel de Nova Iorque de 2014.
  • Apresenta a linguagem de design moderna do futuro da família Discovery.
  • Nas características tecnológicas pioneiras de investigação Jaguar Land Rover incluem-se vidro inteligente, faróis laser inteligentes e controlo por gestos.
  • Apresenta o futuro sistema Terrain Response® com Condução por Controlo Remoto, Monitorização Laser do Terreno e Capot Transparente no head-up display.
  • Extremamente versátil, com sistema inovador configurável de bancos deslizantes e rebatíveis para sete pessoas, plataforma articulada para eventos e banco social.

 

A Land Rover apresentou hoje o SUV Discovery Vision Concept em Nova Iorque. Representa uma visão do futuro da família de veículos Land Rover Discovery, o primeiro dos quais será lançado em 2015. O protótipo apresenta a nova linguagem de design dinâmica e uma gama e características inovadoras de versatilidade e capacidade, estreando também tecnologias pioneiras da divisão de investigação avançada da Jaguar Land Rover.

O Discovery Vision Concept foi apresentado ao lado de um modelo à escala da nave Virgin Galactic num evento espetacular a bordo do USS Intrepid – um centro de experiências do mar, ar e espaço – em Manhattan, um dia antes da abertura do Salão Automóvel de Nova Iorque de 2014.

Com o Discovery pronto para a transição de apenas um modelo para uma nova família de veículos que irão redefinir o segmento dos SUV de lazer, o Discovery Vision Concept proporciona uma antevisão entusiasmante da visão Land Rover para a gama e da linguagem de design moderna e premium dos modelos futuros.

Phil Popham, Group Marketing Director, Jaguar Land Rover, afirmou: “No Salão Automóvel de Genebra em março anunciámos que o Discovery iria evoluir. E é apropriado no ano em que celebramos o 25º aniversário do Discovery termos uma antevisão de como esta evolução nos irá transportar para uma nova era arrojada. O Discovery Vision Concept proporciona a primeira visão deste futuro entusiasmante.”

 

Concebido para o futuro

O Discovery Vision Concept reconhece a sua linhagem exclusiva com elementos de design como o degrau no tejadilho e as janelas alpinas. Centrámos mais atenção que nunca na criação de versatilidade relevante combinada com design atraente. Representa uma abordagem radical e centrada para incorporar a visão Land Rover do expoente máximo dos SUVs de lazer.

Gerry McGovern, Design Director and Chief Creative Officer, Land Rover, afirmou: "O Discovery Vision Concept representa a Visão da nossa futura família de SUVs de lazer. O seu design moderno, relevante e atraente representa uma mudança significativa no Discovery como o conhecemos, enquanto que o seu elevado sentido prático, flexibilidade de configuração e capacidades Land Rover conjugam-se de forma impercetível para criar um veículo extremamente atraente que proporciona uma ligação profundamente emocional."

O interior avançado é espaçoso e versátil, com uma gama de equipamentos inovadores; esta versatilidade de reconfiguração dos bancos representa o expoente máximo da versatilidade de estilos de vidas múltiplos.

Ao dobrar ou deslizar os bancos para a frente ou para trás, utilizando o menu no ecrã táctil, o veículo pode ser transformado da sua configuração convencional de sete lugares para seis lugares, cinco lugares ou até para um modo ‘limusina’ de quatro lugares. As malas interiores amovíveis são integradas de uma forma imperceptível nas portas do veículo, enquanto que os acessórios integrados de forma inteligente nas costas dos bancos disponibilizam níveis elevados de conveniência aos passageiros sentados atrás.

Uma evolução versátil da tampa da bagageira Discovery incorpora uma tampa de um componente com abertura elétrica em conjunto com um degrau traseiro articulado e um assento traseiro escamoteável, criando uma plataforma flexível para eventos com banco social para estilos de vida ativos. Quando recolhido, o degrau traseiro pode também ser utilizado como suporte de bicicletas/skis.

O tema da versatilidade continua nos materiais utilizados no interior do Discovery Vision Concept. O habitáculo incorpora dois tipos inovadores de couro premium Foglizzo – lavável repelente à água e óleo – que pode ser limpo em segundos. Os acabamentos em madeira no piso e painel de instrumentos e acessórios exclusivos revestidos em Harris Tweed contribuem para criar um ambiente acolhedor com uma qualidade de acabamentos artesanal singularmente britânica.

 

Explorando os limites através da tecnologia

O Discovery Vision Concept representa uma janela para os projetos avançados de investigação em curso na Jaguar Land Rover. Estes ilustram a forma como os veículos Land Rover poderão evoluir e o desenvolvimento da tecnologia direcionada para satisfazer os requisitos dos clientes do futuro. Nestas incluem-se:

-       A tecnologia Human-Machine Interface (HMI) da próxima geração cria uma experiência multimédia rica e verdadeiramente imersiva para todos os ocupantes, incluindo chamadas de vídeo entre passageiros através dos ecrãs de informação e entretenimento incorporados nas costas dos bancos, o Vidro Inteligente disponibiliza o poder da realidade aumentada em todas as superfícies vidradas e diversas funções, incluindo as portas, piscas, faróis e ecrãs nas costas dos bancos, são acionadas com Controlo por Gestos.

-       A Condução por Controlo Remoto permite ao condutor manobrar o veículo a uma velocidade muito reduzida quando não se encontre efetivamente sentado dentro dele. A Condução por Controlo Remoto tem várias aplicações úteis em estrada e fora de estrada, do acoplamento de um atrelado à visualização exterior em situações extremas fora de estrada.

-       A visibilidade é maximizada em todas as condições devido aos potentes faróis laser com iluminação semelhante à luz do dia que incorporam monitorização inteligente de objetos e ativação automática de médios para proporcionar maior segurança ao condutor.

-       A passagem em locais com espaço reduzido é mais fácil com a assistência visual da Projeção Laser, que utiliza feixes de laser visíveis para projetar indicações, símbolos e imagens no piso.

Dr Wolfgang Epple, Director of Research & Technology, Jaguar Land Rover, afirmou: "O Discovery Vision Concept demonstra onde as tecnologias pioneiras e o design arrojado e moderno da Jaguar Land Rover poderão levar os SUVs no futuro. Apresenta a abordagem inovadora que consolida a nossa liderança no mercado dos veículos fora de estrada. Mais inteligente, mais ligado, mais atraente e com maiores capacidades – os veículos Land Rover de amanhã estarão completamente integrados de forma perfeita no dia-a-dia."

 

Nenhum terreno por conquistar

As tecnologias avançadas em desenvolvimento são estreadas no Discovery Vision Concept, elevando as capacidades SUV ao próximo patamar. A visão da Land Rover para o sistema Terrain Response® da próxima geração é um sistema que pode utilizar de forma proativa uma variedade de tecnologias de capacidade e HMI, proporcionando ao condutor a confiança para superar virtualmente qualquer tipo de piso com facilidade.

O inovador sistema head-up display com Capot Transparente proporciona uma panorâmica desimpedida do piso imediatamente à frente do veículo, maximizando a confiança e capacidade do condutor. As câmaras incorporadas sob a grelha dianteira funcionam em conjunto com o Head-Up Display integrado no pára-brisas. Na condução em condições mais difíceis, as imagens podem ser projetadas no pára-brisas, parecendo que o capot do veículo é, efetivamente, transparente.

-        A Monitorização Laser do Terreno utiliza lasers infravermelhos incorporados nos faróis de nevoeiro dianteiros para monitorizar continuamente o piso à sua frente e apresenta um mapa de contornos no ecrã de alta definição no conjunto de instrumentos. Este mapa pode ser combinado com o sistema de Instrutor Fora de Estrada para definir um percurso específico e auxiliar o condutor na sua transposição.

-        Os lasers são também utilizados pela próxima geração do Sistema de Passagem a Vau que determina a profundidade da água antes do veículo entrar e informa o condutor sobre a possibilidade de realização da manobra.

-        O Controlo de Velocidade Fora de Estrada permite a condução semi-autónoma fora de estrada a uma velocidade estável em diversos tipos de piso.

Em conjunto, estas tecnologias asseguram que o Discovery Vision Concept honra não apenas o espírito das capacidades fora de estrada Land Rover, como também as eleva uma nova dimensão.

Dr Wolfgang Epple, Director of Research & Technology, Jaguar Land Rover, afirmou: "Como um verdadeiro pioneiro, a Land Rover assumiu o compromisso de explorar os limites do possível para redefinir as capacidades e versatilidade de um SUV. O Discovery Vision Concept apresenta a gama de tecnologias inovadoras e inteligentes em desenvolvimento para disponibilizar aos nossos futuros clientes capacidades sem precedentes em qualquer tipo de piso."

Land Rover vai continuar a revelar detalhes nas suas páginas de Facebook, Twitter e Instagram com o hashtag #ReadyToDiscover.

 

FILIPE MATIAS POR DUAS VEZES NO PÓDIO

 

CAMPEONATO NACIONAL DE CLÁSSICOS

 

CIRCUITO BRAGA 1

 

FILIPE MATIAS POR DUAS VEZES NO PÓDIO EM BRAGA

 

Filipe Matias, não é de modo algum um nome desconhecido no mundo automobilístico, pois há dois anos participou com um Porsche Boxster em provas de velocidade, optando depois por fazer um ano sabático, e dedicou-se à competição de veleiros, onde participou no Campeonato do Mundo de Platu 25, onde acabaria em conjunto com a sua tripulação por serem os Campeões do Mundo, título esse nunca alcançado por velejadores portugueses.

 

Por isso o ano de 2014, fica marcado pelo regresso de Filipe Matias ao automobilismo, tendo optado pelo Campeonato Nacional de Clássicos, onde adquiriu um Lotus Elan, que segundo o piloto “Trata-se de um carro com caracteristicas que me atraem bastante em termos de performance e pilotagem, até porque se trata de um carro muito original, com o desafio adicional de ter o volante à direita e que dispõe da versatilidade de poder participar em variadissimas provas nacionais e internacionais.”

 

 

Mas a estreia do Lotus Elan decorreu no passado fim de semana, onde Filipe Matias falou-nos desta sua nova experiência desportiva Os últimos dias antes da prova já pareciam os treinos de qualificação, contados ao segundo...mas o mais importante foi conseguir o objetivo de ter a preparação base para estrear o Lotus #133 na primeira prova.

Depois disso foi estabelecer o primeiro contacto com o Lotus #133 logo nos treinos livres, momento aguardado com ansiedade e com muita atenção aos inúmeros indicadores que íamos recolhendo para confirmar se tudo estava bem.

Apesar do forte calor que se fazia sentir, a adaptação foi muito boa e pudemos começar a evoluir o Lotus #133 de forma a obter a consistência necessária e mais adequada para as corridas.

Esse trabalho deu frutos e, para além de terminarmos as duas corridas do evento, alcançamos 4 pódios com dois 3ºs lugares na Categoria H71 (carros até 1971 acima 1300cc) e duas vitórias na Taça 1600…sempre com os mesmos pneus que iniciaram os treinos livres!

Foi uma excelente surpresa constatar que mesmo com a degradação natural dos pneus nesta pista tão exigente, o gozo e a diversão do Lotus #133 iam crescendo a cada volta que dava..:)

No final nem nos lembrávamos do cansaço, mas sim de que valeu a pena todo o esforço para mais esta estreia fantástica!

Agora vamos analisar a melhor forma de rentabilizar os recursos e conhecimentos disponíveis na equipa por forma a tentar conseguir garantir a presença nas restantes provas do Campeonato e dentro disso evoluir o enorme potencial que o Lotus #133 ainda tem para explorar.

Até lá, deixo a todos os que apoiam este projeto um Grande Obrigado, em especial ao David Sá, à Monteiro’s Competições, ao António Abreu, à Credite-EGS, à Nortenha, à MCoutinho, ao  Plano B, ao Jorge Martinho, à CutLab e a muitos outros que aqui não menciono mas sabem o quanto lhes estou agradecido pois também sem eles isto não seria possível”

 

 FOX 5622FOX 5735FOX 6534FOX 6774

 

GALERIA DE IMAGENS

GALERIA DE IMAGENS

 

Grupo de imagens da autoria da Loscar - Carlos MonteiroIMG 5643IMG 5644IMG 5661IMG 5685IMG 5779IMG 5785IMG 5858IMG 5863IMG 5874IMG 5890IMG 5895IMG 5924IMG 5925

 

CRM MOTORSDPORT VENCEU EM BRAGA

 

CRM MOTORSPORT VENCE EM TODA LINHA

NA ABERTURA DO CNV E SSS EM BRAGA

A CRM Motorsport foi a equipa que mais triunfos retirou ds participações em que este envolvida no Braga Racing Weekend, com duplas vitórias tanto no Campeonato Nacional de Velocidade, como nas Single Seater Series.

 

Afirmando-se como uma das equipas de referencia na Velocidade Nacional, a CRM motorsport conseguiu este fim-de-semana em Braga duas vitórias e um pódio no Campeonato Nacional de Velocidade, através do italiano Stefano de Val e da dupla António Ricciardi / Nuno Santos, e ainda um duplo triunfo nas Single Seater Series, partilhado por Tiago Marques e Tiago Raposo Magalhães.

 

Stefano de Val que correu a solo e António Ricciardi / Nuno Santos chegaram a Braga apenas na 6ª-feira, quando as restantes equipas já testavam desde 5ª. Stefano de Val que correu numa pista que desconhecia por completo,  foi evoluindo o set-up do seu Wolf, progredindo a sua performance que o levaram ao lugar mais alto do pódio nas duas corridas do fim de semana e ainda lhe permitiram arrecadar a volta mais rápida da 2ª corrida. António Ricciardi e Nuno Santos estiveram também em destaque recuperando do 7º lugar alcançado em ambos os treinos cronometrados, para 3º na primeira corrida e para 5º na segunda.

 

Fantástica prestação portanto por parte de toda a empenhada equipa CRM, que provou estar para vencer em qualquer das frentes em que participa, assim como ficou mais uma vez demonstrada a competitividade dos Wolf.

 

Para Tiago Raposo Magalhães – responsável máximo da CRM – “ Foi na pista que demos resposta a muitas conversas de bancada sobre a competitividade e velocidade do Wolf GB08, sem Ivan Bellarosa ao volante. Fiabilidade, velocidade e uma estratégia de corrida irrepreensível deram-nos 2 vitórias esmagadoras no primeiro Racing Weekend 2014, com Stefano de Val. Com a Dupla António Ricciardi e Nuno Santos, pilotos que menos testaram nesta pré temporada conseguimos ainda um excelente 3º  e um 5º lugar. ”

 

Em relação à participação nos Single Seater Series, Tiago Raposo Magalhães referiu igualmente: “Foi chegar, ver e vencer! Eu e o Tiago Marques saímos de Braga em 1º e 2º do Campeonato. Não posso estar mais feliz e dedico este resultado a toda a minha equipa que esteve a 200% no arranque destas competições!”

 

Boxes da CRM em festa no Braga Racing Weekend. Um bom indicador de competitividade para o resto da época, com a equipa a passar a ser considerada, favorita, entre as melhores.

 SSS1SSS 1Wolf 1_1Wolf 1_2

 

RED BULL AIR RACE

 

Hannes Arch bateu Paul Bonhomme na Croácia

 

DUELO DE CAMPEÕES NO CENTRO DAS ATENÇÕES

 

O regresso da Red Bull Air Race World Championship aos céus da Europa não podia ter sido mais emocionante, com um intenso duelo de campeões na estreia da Croácia! Desta vez foi o austríaco Hannes Arch quem levou a melhor, superando o britânico Paul Bonhomme e conseguindo desta forma assumir a liderança do campeonato.

 

Depois do defensor do título da Red Bull Air Race World Championship - o britânico Paul Bonhomme - ter mostrado toda a sua classe na abertura do campeonato em Abu Dhabi, a segunda etapa confirmou a intensa disputa que se vive na mais importante competição do desporto aéreo mundial. Desta vez houve uma inversão de papéis e acabou por ser o austríaco Hannes Arch a dominar uma emocionante final disputada na Croácia, sobre as águas do Mar Adriático.

 

Arch e Bonhomme são os eternos rivais da competição nos tempos mais recentes: o primeiro foi Campeão do Mundo em 2008 e o segundo dominou as épocas de 2009 e 2010. Desta vez, Hannes Arch fez uma corrida de trás para a frente e acabou por esbater a desvantagem que tinha a meio da final; “Foi uma vitória muito especial e quando ouvi a confirmação de que tinha conseguido não contive as lágrimas... Sofri muito ao longo do fim-de-semana, foi uma corrida muito dura e no final a pressão era máxima”.

 

Tal como se previa, os ventos fortes do Adriático acabaram por complicar a vida dos pilotos - resultando num total de seis pórticos insufláveis destruídos. As penalizações acabaram por condicionar a progressão dos pilotos, mesmo entre os mais experientes. Este foi o caso do britânico Nigel Lamb, que acabou por ser desqualificado quando o hélice do seu avião tocou no solo do aeroporto.

 

Além do duelo de campeões, destaque para o brilhante terceiro lugar do nipónico Yoshihide Muroya – que conquistou aqui o primeiro pódio da sua carreira.

Para a terceira etapa da Red Bull Air Race os pilotos vão beneficiar de uma pausa de um mês, voltando à ação na Malásia no fim-de-semana de 17 e 18 de maio.

 

Mais informações e conteúdos:

www.redbullairrace.com

www.redbull.pt

 

 

 

 

CLASSIFICAÇÃO 2014

| APÓS 2ª ETAPA


1º Hannes Arch

Paul Bonhomme

Pete McLeod

Yoshihide Muroya

Mat Hall

Nicolas Ivanoff

Martin Sonka

Nigel Lamb

Matthias Dolderer

10º Kirby Chambliss

 

CALENDÁRIO 2014


Emiratos Árabes Unidos  Abu Dhabi | 28 fevereiro e 1 março
Croácia  Rovinj | 12 e 13 abril
Malásia  Putrajaya | 17 e 18 maio
Polónia  Gdynia | 26 e 27 julho
Grã-Bretanha  Ascot | 16 e 17 agosto
Estados Unidos da América  Dallas/Fort Worth | 6 e 7 setembro
Estados Unidos da América  Las Vegas | 11 e 12 outubro
China  | 1 e 2 Novembro

 

PILOTOS 2014


Hannes Arch  ÁUSTRIA
Peter Besenyei  HÚNGRIA
Paul Bonhomme  GRÃ BRETANHA
Kirby Chambliss  E.U.A.
Matthias Dolderer  ALEMANHA
Matt Hall  AUSTRÁLIA
Nicolas Ivanoff  FRANÇA
Nigel Lamb  GRÃ BRETANHA
Pete McLeod  CANADÁ
Michael Goulian  E.U.A.
Martin Sonka  REPÚBLICA CHECA
Yoshihide Muroya  JAPÃO
JM Red_Bull_Air_Race_1JM Red_Bull_Air_Race_2JM Red_Bull_Air_Race_Podium

 

CARLOS TAVARES APRESENTA PLANO

 

Carlos Tavares apresenta o plano «Back in the Race»
para acelerar a recuperação do Grupo

 

PSA Carlos_Tavares_P131720217
Carlos Tavares, Presidente da Direcção da PSA Peugeot Citroën, apresentou hoje o documento «Back
in the Race», o seu guia para o período 2014-2018 que pretende assegurar a recuperação do Grupo,
assente em três elementos de medição:
- um «free cash-flow» operacional do Grupo positivo e alcançável, pelo menos até 2016,
- um «free cash-flow» operacional do Grupo acumulado de 2 000 milhões de euros durante o
período 2016-2018,
- uma margem operacional de 2% para a Divisão Automóvel para o ano de 2018, com um
objectivo de 5% durante o próximo plano de médio prazo, 2019-2023.
«Back in the Race» articula-se em torno de quatro objectivos operacionais:
1. DS, Peugeot e Citroën, 3 marcas reconhecidas em todo o mundo
- O desenvolvimento da DS como uma marca «premium» será acelerado.
- Em simultâneo, o Grupo continuará com o reposicionamento das três marcas, clarificando a
sua gama para assegurar a complementaridade, e melhorará o seu posicionamento em
termos de preço.
2. Um plano de produto mundial concentrado, direccionado e mais relevante
- As gamas do Grupo serão progressivamente simplificadas e reduzidas a 26 modelos até 2020.
Irão concentrar-se numa gama mais compacta, de modo a que a PSA Peugeot Citroën possa
garantir uma melhor cobertura do mercado e uma rentabilidade reforçada, apostando-se nos
segmentos mais rentáveis.
- Para além disso, permitir-se-á optimizar a utilização das plataformas e dos programas em
redor do mundo e melhor direccionar os investimentos em termos de P&D e Capex,
3. Um crescimento rentável a nível internacional, construído em conformidade com os
pilares do negócio automóvel
- O Grupo continuará a acelerar o seu desenvolvimento na China, triplicando os volumes com a
Dongfeng até 2020 e completando o desenvolvimento da marca DS.
- A parceria assinada com a Dongfeng permitirá, também, acelerar o desenvolvimento na região
ASEAN.
- Em paralelo, o Grupo deve corrigir a situação na Rússia e transformar o modelo de negócio da
América Latina, com o objectivo de se tornar rentável nas duas zonas dentro de três anos.
- Finalmente, a PSA Peugeot Citroën irá procurar oportunidades de desenvolvimento nos novos
países em crescimento, tais como em África ou na bacia do Mediterrâneo.
- Para o efeito, será criada uma nova organização mundial, estruturada em torno de seis
grandes regiões: Eurásia, Europa, Médio Oriente/África, América Latina, China e ASEAN,
Ásia-Pacífico.
4. Uma modernização ao serviço da competitividade, particularmente na Europa
- Para fazer face aos desafios de competitividade, a PSA Peugeot Citroën vai acelerar a
modernização das suas fábricas, adaptando-as às melhores referências industriais mundiais,
continuando a apostar na redução de custos e de stocks.
Alcançar a transformação cultural da empresa
O Grupo deverá desenvolver uma verdadeira cultura de resultados e uma abordagem mundial para
acelerar o seu retorno à rentabilidade. A busca de uma mudança cultural, iniciada no seio da PSA
Peugeot Citroën, é uma condição importante para os quatro objectivos referidos acima.
Por ocasião da apresentação do plano «Back in the Race», Carlos Tavares referiu: «Com este plano
‘Back in the Race’ tenho como objectivo acelerar a recuperação do Grupo, canalizando todo o
potencial criativo das equipas para que encontremos rapidamente o caminho da rentabilidade».

 

FERNANDO XAVIER DENTRO DAS POSSIBILIDADES

 

CIRCUITO BRAGA 1

 

 

CAMPEONATO NACIONAL DE CLÁSSICOS

 

 

FERNANDO XAVIER DENTRO DAS POSSIBILIDADES


FOX 5634

Limitado pelas prestações do motor do Volkswagen Scirocco, Fernando Xavier fez tudo quanto estava ao seu alcance para terminar as duas corridas, que fizeram parte do programa de provas do Circuito Braga 1, na qual descreveu-nos o fim de semana minhoto, dizendo “ Tudo normal, nos treinos cronometrados, acabei por ter uma saída de pista, que me deu cabo do spoiler dianteiro, tudo isso motivado por ter o carro desalinhado.” Sobre a primeira corrida “ normal, com o motor que tinha não poderia haver milagres, e só me preocupei em acabar a corrida, o que consegui concretizar “

Mas para a segunda corrida “ aqui foi mais problemática, pois corria tudo bem, quando de repente acabei por ficar sem caixa de velocidades sendo obrigado a renunciar à corrida, mas para a próxima prova, o resultado já será outro, isso garanto”

 

RUI PELEJÃO LANÇA LIVRO SOBRE AYRTON SENNA

JORNALISTA RUI PELEJÃO LANÇA LIVRO SOBRE AYRTON SENNA

 

 

 

ALEGRIA AOS DOMINGOS - O MEU PRIMEIRO LIVRO

Um livro, mais um. Há mais escritores do que leitores, sempre disse e não é agora que volto com a palavra atrás, porque não sou escritor, apenas um jornalista meio empregado (mais um) que escreveu um livro.

Um livro sobe o piloto brasileiro Ayrton Senna. 
No próximo dia 1 de maio cumprem-se 20 anos sobre o acidente de Imola. Há vinte anos, quando não havia internet, telemóveis, tv por cabo ou outras distrações, a Fórmula 1 era a companhia dos domingos.

A seguir ao TV Rural, ao 70x7 e ao Vasco Granja, entrava pelas nossas casas o ruído dos motores e as vozes do José Pinto, do Adriano Cerqueira e do Domingos Piedade. Na pista, a nossa paixão dividia-se entre Prost, Piquet, Mansell e o Ayrton. 
Era um clubismo feroz discutido à mesa do café com os amigos.

Lembra-se onde estava e o que estava a fazer no dia em que a morte do ídolo brasileiro entrou em direto pelos televisores?

Quase toda a gente se lembra tão bem do dia em que Ayrton morreu como do 11 de setembro.

Uma morte é uma tragédia, um milhão uma estatística.
Cumprem-se, no dia 1 de maio, 20 anos sobre o dia em que a Fórmula 1 acabou para muita gente. O dia em que o piloto que dava alegria aos nossos domingos perdeu a vida naquela curva marcada pelo destino.

Foi também há vinte anos que o meu grande ídolo, o homem que me levou às cavalitas ver o Grande Prémio de Portugal, deixou a corrida da vida. Era o meu pai, Joaquim, a quem dedico este livro.

O meu livro "A Paixão de Senna" editado pela Oficina do Livro não é uma biografia - há outras melhores e mais completas - não é uma hagiografia do ídolo, não é um romance. É a história de um homem que marcou o seu tempo e uma história daquele tempo que também marcou as nossas vidas.

Para mim, além de ser o meu primeiro livro, "A Paixão de Senna" é também um tour de force, uma maratona-sprint que me permitiu uma viagem emocional e emocionante. 
Se conseguir que alguns dos leitores partilhem da emoção que foi escrever este livro, já me darei por satisfeito.

Para quem escreveu um livro sobre um homem como Ayrton Senna o máximo que posso dizer é que fiquei a gostar mais dele, como um amigo que nunca conheci, com os seus defeitos, contradições e a sua condição de deus das pistas e ser profundamente humano fora delas.

De resto, o livro foi apresentado oficialmente à minha família, na festa dos 87 anos do meu Avô Manel no Arneiro, com o Tejo ali ao lado e o meu sobrinho Manel como meu agente literário.

Poder escrever uma dedicatória às pessoas que amamos no primeiro livro que escrevemos é sucesso literário suficiente.
Mas se quiserem ler, também ficaria muito feliz com isso.
Está à venda a partir de hoje.

Bem hajam
Rui Pelejão.

 

 

ARRANQUE POSITIVO PARA CARDOSO

 

Arranque positivo
Jornada muito disputada no Circuito Vasco Sameiro

 

NC BRAGA01
A jornada inaugural do Trofeu Abarth 500, que teve lugar no Circuito Vasco Sameiro, revelou-se bastante animada e com temperaturas elevadas dentro e fora de pista. A luta intensa pelas primeiras posições nas duas corridas do fim-de-semana deixou bem clara a grande competitividade existente no pelotão, tendo Nuno Cardoso saído de Braga na terceira posição da competição.
Como era expectável, as diferenças de andamento neste circuito foram sempre muito reduzidas e após ter registado o melhor tempo nos treinos livres, o piloto de Vila das Aves conseguiu o segundo e quarto registo para as duas corridas do fim-de-semana. Na primeira ronda pelo Vasco Sameiro, a batalha por uma posição no pódio foi uma constante e só mesmo nas derradeiras voltas o ritmo foi menos fervoroso. “Foi uma corrida muito disputada. Não fiz um arranque perfeito mas consegui manter-me na luta pelo segundo posto várias voltas. Já perto do final acabei por me envolver num toque num ultrapassagem e após ter terminado em quarto sofri uma penalização que me atirou para o sexto posto. Não foi o início que desejava mas as corridas são mesmo assim”, disse Nuno Cardoso no final das 17 voltas disputadas na tarde de sábado.
Na segunda corrida, disputada no domingo, o campeão de 2013 efectuou um arranque “canhão” e saltou da quarta para a segunda posição, lugar que segurou com toda a garra durante os 25 minutos de corrida. “Fiz uma largada perfeita e consegui subir lugares. Ainda tentei forçar para chegar à primeira posição mas tive também de vigiar os retrovisores para não ser surpreendido pelo José Rodrigues, com quem mantive uma luta muita aguerrida, que animou as bancadas. O segundo posto foi um bom resultado e permitiu-me recuperar alguns pontos face a adversários directos na luta pelo título. Esse é o grande objectivo da temporada e toda a equipa vai continuar a trabalhar focada nele”, afirmou no final o piloto apoiado pela OZ Energia, O Meu Gás, CiberCar e Quinta do Rio.
O “Escorpião Azul” regressa ao activo na Rampa da Falperra (prova extra trofeu), a disputar nos dias próximos dias 10 e 11 de Maio.
Classificação Trofeo Abarth 500 (após 1/5):
1º J. Pajuranta 47 pontos
2º F. Carvalho/M.Costa, 37
3º Nuno Cardoso 26
4º R.Santos/P.Leite, 20
(…)
14 de Abril de 2014
Braga Racing Weekend - Final

 

PRESIDENTE DA FPAK ESTEVE EM BRAGA

PRESIDENTE DA FPAK ESTEVE EM BRAGA

 

Foi no passado sábado que o Presidente da Federação Portuguesa de Automobilismoe  karting, Manuel Mello Breiner eesteve no circuito Vasco sameiro a asssitir aoo Circuito Braga 1, jornada inaugural de velocidade.Em conversa com Mello Breiner soiubemos que a sua vinda teve como objectivo observar bem de perto a realidade da velocidade, estando sempre acompanhado por Rogério Peixoto do Clube Automóvel do Minho.Por outro lado Manuel Mello Breiner confirmou-nos a sua presença como participante já no circuito de Vila Real, na prova dos Single Seaters, estando nos seus planos a sua participação num rali e numa prova de todo o terreno,s endo segundo o nosso interlucutor, uma forma de sentir as coisas mais por dentro.FOX 6405FOX 6424FOX 6425

 

RICARDO P.SOUSA PENSA VOLTAR

RICARDO PEREIRA DE SOUSA PENSA VOLTAR

 

 

Fora das pistas há uns anos a esta parte, Ricardo PFOX 6517ereira de Sousa está a pensar seriamente em voltar a correr, e pelos vistos a escolha poderá recair num Volkswagen Polo G 40, na qual o piloto de Vila nova de Gaia anda a estudar esta hipótese de voltar às pistas nacionais, para os Super Stck.

 

CAMPEONATO NACIONAL DE TRIAL 4X4

 

Campeonato Nacional de Trial 4x4 2014
Competição ao rubro em Torres Vedras


As expectativas eram enormes e foram largamente ultrapassadas: a estreia do Campeonato Nacional
de Trial 4x4 em Torres Vedras foi um verdadeiro sucesso.
Por um lado, o Clube Ecomotor esteve à altura do desafio e deu mais uma vez provas da sua
experiência e mestria na capacidade organizativa de eventos de grande dimensão. O público deu também uma
resposta muito positiva, com mais de sete mil espetadores a marcarem presença na pista, logo desde manhã
bem cedo. E os grandes impulsionadores da realização de uma prova do CNT em Torres Vedras, as equipas da
terra, apresentaram-se em grande número e muito bem preparadas. Com estes ingredientes, o resultado só
podia ser este: um dia extremamente positivo para o trial português.
A autarquia de Torres Vedras também esteve do lado desta organização. Houve mesmo uma ação de
caráter ambiental, com a plantação de pinheiros mansos no Ecoparque da Serra da Archeira. Esta iniciativa é
já uma espécie de tradição do Clube Ecomotor.

 


Flávio Gomes volta a conquistar categoria Absoluto


Depois de uma jornada desafiadora para equipas e máquinas, em Santa Maria da Feira, a região do
Oeste também não trouxe facilidades às equipas inscritas nesta segunda jornada. Mas parece que Flávio
Gomes aprecia as pistas duras. Em Torres Vedras voltou a não partir em primeiro, mas chegou à liderança a
meio da resistência e não voltou a ceder terreno. Durante as três horas de resistência, a TáBô Team 4x4 teve
dois furos, mas conseguiu levar o Jeep à box, sem perder muito tempo. Com duas vitória consecutivas, Flávio
Gomes é o líder da classificação geral do CNTrial4x4 Absoluto.
Pedro Costa ficou a uma volta do ouro. O piloto de Santa Maria da Feira até seguia em primeiro, mas
um furo a meio da prova fê-lo perder 15 minutos e a liderança. A Preparações Badinho 4x4 chegou a cair para
terceiro, mas ganhou terreno e terminou a resistência no segundo lugar.
Desta vez António Calçada não teve nenhuma avaria mecânica, mas não teve ritmo suficiente para a
experiência de Pedro Costa. Ainda assim, depois da prata na primeira prova, a NordHigiene continua no pódio.


Rui Querido bisa na XL


Rui Querido começou e terminou em primeiro, mas durante as três horas de resistência sentiu a
pressão forte do bicampeão nacional, Luís Jorge. Mesmo pressionado, não exagerou no andamento, optou por
gerir o carro e evitou qualquer paragem. O experiente piloto de Torres Vedras soma duas vitórias em duas
jornadas e é o líder isolado da classe XL.
Francisco Gomes, membro da equipa técnica do bicampeão nacional, trocou as ferramentas pelo
volante para correr em casa e conseguiu um surpreendente segundo lugar. Sem avarias, sofreu apenas com o
aquecimento do Nissan Patrol, mas nada que o impedisse de terminar a apenas duas voltas do líder.
Luís Jorge estreou-se nesta época de 2014 com um novo carro. O Proto XS5 ficou terminado 2 dias
antes da prova e nem chegou a ser testado. A prova foi por isso recheada de peripécias. Partiram em último,
mas com 30 minutos de prova, já estavam na frente da corrida. Foi nessa altura que começaram os problemas.
A Hortícolas Team partiu uma cruzeta de direção que obrigou a uma paragem de uma hora e tiveram ainda
problemas com os botões do guincho, acabando a prova apenas com 10 metros de plasma.
O pódio da categoria XL é assim composto por 3 equipas de Torres Vedras, com carros preparados pela XS5.


Paulo Candeias imparável


Paulo Candeias partiu em segundo e desde cedo pressionou o líder. O piloto de Carrazeda de Ansiães
aproveitou bem os problemas mecânicos do Crawler de Emanuel Costa e começou a somar voltas de avanço.
Só parou para abastecer e com duas horas de prova já levava quatro voltas de avanço para o segundo
classificado. Mesmo com larga vantagem, nunca abrandou nem cedeu espaço para a concorrência, e terminou
a prova com umas impressionantes 26 voltas à pista. Com esta vitória em Torres Vedras, Paulo Candeias é
agora líder da categoria Super Proto.
Finalmente, Luís Correia terminou uma prova e ainda por cima sem nenhuma avaria. A AutoFreak
Centro Optico Correia ficou a 6 voltas de Candeias e terminou na segunda posição.
José Gaspar, da Team Sem Rastos, estreou-se no ano passado em Lousada e escolheu Torres Vedras
para regressar à competição. Encontrou uma pista a seu gosto, com obstáculos técnicos, e que favoreceu o
seu Toyota CW. Ainda teve um pequeno problema com o compressor, mas que se resolveu, inclusive, em
andamento.


Bruno Silva ganha a Classe 1 e Joel Sousa repete vitória no Troféu Suzuki

partida super_proto
Na Classe 1 a luta foi muito renhida. Bruno Silva, tal como em Santa Maria da Feira, voltou a sofrer
com os problemas mecânicos. Mesmo antes de arrancar teve um furo no radiador. Durante a prova teve ainda
problemas com os travões e com a embraiagem o que obrigaram a diminuir o andamento. Ainda assim a Team
BotaFumo pressionou sempre o Defender de Rui Policarpo, que partiu na frente, e a meio da prova conseguiu
passar para primeiro. Bruno Silva é neste momento o líder do CNTrial4x4 – Classe 1.
Rui Policarpo não podia pedir uma estreia melhor no CNTrial4x4. Apesar de partir o veio da
transmissão e perder 10 minutos e três voltas...ainda recuperou o suficiente para terminar na segunda posição.
Filipe Pinheiro e o seu UMM Alter aguentaram até à última volta, altura que seguiam na vice-liderança,
mas um furo custou-lhes cinco minutos e a queda para o último lugar do pódio.
O Troféu Suzuki foi uma luta entre Joel Sousa e Carlos Casimiro, Levou a melhor Joel Sousa, vencedor
também da primeira jornada deste CNT. Joel Sousa fez a prova toda sem travões e ainda assim andou sempre
na frente do concorrente. Por seu lado, Carlos Casimiro só teve problemas com a embraiagem na última volta e
não voltou a arrancar. Mesmo assim teve uma “estreia muito positiva” no trial e promete regressar na prova de
Alenquer.
No total, foram 35 as equipas que se deslocaram até Torres Vedras para a segunda prova do
Campeonato Nacional de Trial 4x4. A próxima prova acontece em Valongo, a 18 de maio

 

ESTREIA DE LOBATO

 

Estreia brilhante de Rafael Lobato / Armando Parente nos Sport-protótipos

 

A prova inaugural da temporada de Velocidade disputou-se este fim-de-semana em Braga e marcou a estreia do piloto vila-realense Rafael Lobato nos circuitos de Velocidade, integrado na equipa Parkalgar e apoiado pela Ascendi, Crédito Agrícola, CA Vida, Fibran XPS, Murganheira, Glassdrive, ENI, Anabela Alves, tecni.arte, Minfo, HyperKewl, GT Competizione e Thrustmaster.

 

O piloto de 16 anos de idade e o mais jovem Campeão Nacional na história do automobilismo, fez equipa com Armando Parente, outro jovem piloto já com créditos firmados e que em 2013 se sagrou vencedor da Taça de Portugal de Karting, com os dois pilotos a dividirem o volante de um Radical SR3 RS da categoria C3 dos Sport-protótipos, com apenas 1.340 cc.

 

Desde o início se notou um grande entendimento entre a dupla, o que lhes permitiu uma evolução e adaptação ao carro muito mais rápida do que o previsto. Apesar de conduzirem o carro menos potente do pelotão, o excelente trabalho de toda a equipa permitiu que desde o início da jornada se intrometessem em lugares que teoricamente lhes estariam vedados.

 

Aliando uma grande rapidez com uma regularidade espantosa ao longo de várias voltas, a dupla de jovens pilotos conseguiu cumprir todo o plano traçado e superar os objectivos previstos, que passavam por terminar as duas corridas na melhor posição possível e rodar o máximo de tempo, para uma rápida adaptação a toda uma nova realidade.

 

Logo nas duas sessões de treinos cronometrados alcançaram a 8ª posição, sendo os mais rápidos da sua categoria e ficando atrás apenas dos protótipos da classe CN, muito mais evoluídos e potentes. De notar que ao longo de todo o fim-de-semana, Lobato e Parente rodaram sempre em tempos por volta muito semelhantes, o que prenunciava um bom desfecho para as duas corridas de Domingo.

 

A corrida 1 foi iniciada por Parente, que fruto de um excelente arranque conseguiu manter-se no seio do pelotão principal. Durante as voltas iniciais foi travado por um carro da categoria GT, mas logo que concretizou a ultrapassagem foi ganhando vantagem até entregar o volante a Lobato. Este continuou a excelente toada iniciada pelo seu companheiro e, isento de erros, cruzou a linha de chegada na 5ª posição da geral e vencedor da sua categoria.

 

Na corrida da tarde cabia a Lobato fazer o primeiro turno. Um bom arranque inicial permitiu-lhe manter a 5ª posição, mas a maior potência dos seus adversários fez com que até ao final da recta perdesse 3 lugares. Com uma pista bastante mais escorregadia do que na 1ª corrida e pneus mais degradados, limitou-se a cumprir o plano traçado e não cometendo nenhum erro, entregou o carro a Parente para a derradeira metade da prova. Parente continuou o excelente trabalho do seu companheiro e viu a bandeira de xadrez na 7ª posição e novamente como vencedor da categoria C3.

 

O piloto resume esta sua participação como: “… um sonho tornado realidade. Foi um fim-de-semana perfeito, não tivemos problemas e não cometemos erros. A equipa foi de um profissionalismo extremo, o Armando ajudou-me imenso e penso que eu também lhe dei uma motivação extra para dar o seu melhor. No final de cada saída para a pista reuníamos e analisávamos exaustivamente a telemetria e as imagens vídeo. Tudo isto permitiu que rapidamente víssemos os aspectos em que podíamos melhorar. O Armando é um excelente piloto, experiente, e passou-me muita dessa informação e parecia que já nos conhecíamos há anos. Quero agradecer e dedicar este excelente resultado aos meus patrocinadores, equipa técnica e todos aqueles que nunca deixaram de acreditar neste projecto”.

 

A próxima prova desenrola-se no circuito citadino de Vila Real, a 21 e 22 de Junho. “Vila Real é a minha cidade e sei que terei muita gente a apoiar-me. O ambiente vai ser fantástico e estou esperançado num grande resultado. É um circuito em que as diferenças de potência do nosso carro para os restantes não se vão notar tanto e em que é fundamental não cometer erros”.braga lobato4

 

JET SKI NO BRASIL

 

GISELE HATTORI ESTREIA NO CAMPEONATO

 BRASILEIRO DE JET SKI – GRAND PRIX 2014
 A goiana, vice-campeã nacional em 2011, confirmou presença na segunda e terceira etapas, que serão realizadas de 1º a 4 de maio, em Boa Esperança (MG).

 A goiana Gisele Kimi Hattori confirmou presença na segunda e terceira etapas do Campeonato Brasileiro de Jet Ski – Grand Prix 2014, que serão disputadas de 1º a 4 de maio, na Represa de Furnas, em Boa Esperança, no Sul de Minas Gerais. A piloto de Goiânia estréia na competição, uma vez que não participou da etapa de abertura, realizada em janeiro, na cidade paulista de Pereira Barreto.

Vice-campeã nacional em 2011 e única mulher a participar do Campeonato Brasileiro de Jet Ski – Grand Prix 2014, Gisele disputará as categorias Runabout Aspirado Limited e Runabout Aspirado GP. Para tentar garantir bons resultados na sua estreia, vem se preparando intensivamente. “Meus treinamentos estão focados mais na resistência física, pois o desgaste na competição costuma ser grande, principalmente disputando duas etapas em quatro dias seguidos. Em alguns finais de semana tenho treinado com o jet. O equipamento passou por manutenção, então, não teve como treinar em todos os finais de semana”, explicou a goiana.

Gisele considera fundamentais para conseguir bons resultados em Minas Gerais, manter a concentração para ter boa largada e na raia, procurando fazer o melhor. “Como não disputei a etapa de abertura, estou em desvantagem em relação aos adversários, por isso será fundamental garantir bons resultados para estar na briga pelo título, porque o campeonato depois terá ainda mais duas etapas”, argumentou a goianiense que ainda não participou de nenhuma competição em 2014.

O Campeonato Brasileiro de Jet Ski – Grand Prix 2014 deverá contar ainda com pilotos dos Estados de São Paulo, Santa Catarina, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Paraná e Distrito Federal, além de convidados do Paraguai, Bolívia, Argentina e Uruguai.

A segunda e terceira etapas do CAMPEONATO BRASILEIRO DE JET SKI GRAND PRIX 2014 - Classificatória para o Mundial de 2014 é uma realização da BJSA – ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE JET SKI, com homologação da IJSBA – INTERNATIONAL JET SPORTS BOATING ASSOCIATION. Produção - CPM7 FULL PROMOTION. Patrocínio – PREFEITURA DE BOA ESPERANÇA E CÂMARA MUNICIPAL.  Apoio: 51 ICE, X-FLOAT, SPETO IMPORT, CASARINI SEA-DOO / BRP, YAMAHA DO BRASIL, GLOBOJET / KAWASAKI, Site BOMBARCO, REVISTA BOAT SHOPPING, www.photojetski.com.br, FULLPOWER, TOALHAS SÃO CARLOS, NEWPRESS VIDEO PRODUÇÕES E COPTERCAM. O evento conta com a supervisão da MARINHA DO BRASIL e CORPO DE BOMBEIROS.


gisele hattori
 

MAZDA INICIA PRODUÇÃO

 

Mazda inicia produção do Mazda6 e Mazda3 na
China


• Infra-estruturas de produção dos modelos SKYACTIV continuam a aumentar

 

Mazda CX9_logo2__jpg300
A Mazda Motor Corporation realizou na passada 6ª Feira em
Nanjing (China), uma cerimónia para comemorar o arranque da produção do novo Mazda3 Axela
(Mazda Axela no Japão e Mazda3 noutros mercados) nas instalações fabris da Changan Mazda
Automobile Co., Ltd. (CMA), entidade que é, em simultâneo, a representante oficial da marca no
país. Idêntica cerimónia teve lugar no passado dia 9 de Abril na FAW Car Co., Ltd. (FCC), empresa
de produção à consignação, localizada na cidade de Changchun, para comemorar o início da
produção do novo Mazda6 Atenza (Mazda Atenza no Japão e Mazda6 nos restantes mercados). A
comercialização de ambos os modelos na China está agendada para o mês de Maio.
A Tecnologia SKYACTIV da Mazda proporciona excelentes performances ambientais e de
segurança, associadas ao prazer de condução, sendo que a Mazda está a ampliar as suas infraestruturas
de produção a nível global dos inerentes modelos SKYACTIV. O início da produção do
Mazda6 Atenza e Mazda3 Axela na China segue-se ao recém anunciado início da produção do
novo Mazda3 no México e Tailândia.
Nobuhiko Watabe, Executive Officer da Mazda e responsável pelas operações na China, esteve
presente em ambas as cerimónias. “O reforço do nosso negócio em mercados emergentes e o
estabelecimento de uma pegada de produção global são pilares do Plano de Reforma Estrutural da
Mazda, e o início da produção do Mazda6 Atenza e Mazda3 Axela na China representa um passo
gigante para as nossas iniciativas nesta área do globo. A nossa nova geração de produtos, que
adoptam a Tecnologia SKYACTIV e o design KODO irão enriquecer a vida dos seus proprietários e
ajudar a Mazda a tornar-se numa marca que estabelece fortes vínculos com os seus clientes,”
comentou.
Continuando a rumar em frente, a Mazda irá trabalhar em conjunto com os seus parceiros de
negócios, empresas de vendas e fornecedores para desenvolver os seus negócios e fortalecer a
marca Mazda na China, ao mesmo tempo que continua a aprimorar a sua estrutura de produção a
nível global.

 

CITROEN DOMINOU EM MARRAKECH

 

MARRAQUEXE / CIRCUITO DE MOULAY EL HASSAN  – FINAL
CITROËN BRILHA EM MARRAQUEXE


• A Citroën Racing viveu uma jornada histórica no circuito de
Moulay El Hassan, em Marraquexe. Na sua primeira prova de
sempre no FIA WTCC, a equipa assinou uma tripla com José-
María López, Sébastien Loeb e Yvan Muller.
• Os Citroën C-Elysée WTCC alcançaram ainda uma dobradinha
na segunda corrida, com uma vitória de Sébastien Loeb à
frente de Pechito López. Apanhado num acidente à partida,
Yvan Muller viu-se obrigado a abandonar.
• José-María López sai de Marrocos na liderança do Campeonato do Mundo, com mais um ponto do que
Sébastien Loeb.
Após registar os melhores tempos dos treinos livres e das sessões de qualificação, o Citroën Total WTCC Team e os
seus pilotos enfrentaram as corridas na esperança de transformar essas performances em resultados concretos.
Era ainda muito o calor ao final da tarde, no momento do início da primeira corrida. No arranque, José-María López
e Sébastien Loeb tomaram conta das operações, mas era especialmente Yvan Muller quem realizava a melhor
performance, com o quádruplo Campeão do Mundo a roubar a terceira posição a Tom Chilton ainda antes da
primeira travagem.
Em formação cerrada, não demorou muito aos três Citroën C-Elysée a afastarem-se do resto do pelotão. Evoluindo
os seus tempos volta a volta, Pechito imprimia o ritmo aos seus companheiros. De modo a que os travões não
perdessem a sua eficácia, os pilotos adoptaram depois uma cadência mais lenta. Tal permitiu a Chilton aproximarse
um pouco do trio que liderava a corrida, o qual viria a cruzar a linha de chegada por aquela mesma ordem.
Foram rápidos os festejos para que a equipa pudesse preparar os carros para a Corrida 2. Devido à grelha invertida
para os dez mais rápidos dos treinos, Yvan Muller via-se como o melhor posicionado com o 7º posto à partida.
Sébastien Loeb e Pechito López ocupavam a 9ª e 10ª posições na grelha.

 


Apenas algumas centenas de metros após o arranque, Medhi Bennani tocava no carro de Tom Coronel, o qual
colidia violentamente contra os muros de protecção. Novamente autor de um excelente arranque, Yvan Muller não
conseguia evitar o piloto holandês. O C-Elysée WTCC n° 1 parava na pista com grandes danos na frente direita.
Com a mesma cheia de detritos, a corrida foi interrompida com bandeira vermelha.
A nova partida fez-se atrás do «Safety Car». Arrancando da terceira posição, atrás de Bennani e Monteiro, Sébastien
Loeb rapidamente alcançou o 2º lugar. Bennani era depois obrigado a fazer um «drive through» pelas boxes como
penalização pela sua manobra na primeira partida, mas nem por isso o nónuplo Campeão do Mundo de Ralis
esperou para alcançar a cabeça da corrida.
Enquanto isso, José-María López evoluía no pelotão. Depois de passar Valente e Monteiro, colocou-se atrás de
Loeb! Os C-Elysée WTCC correram rumo a uma dobradinha e Sébastien Loeb entrou, de novo, na história,
tornando-se num dos raros pilotos a impor-se em dois Campeonatos do Mundo FIA diferentes.


O QUE ELES DISSERAM


Yves Matton, Director da Citroën Racing: «Nunca ousaríamos sonhar com um resultado como o de hoje. Depois
da tripla Loeb/Sainz/McRae no Rali de Monte-Carlo de 2003, tenho o grato prazer de viver um momento
também tão intenso com o Pechito, o Seb e o Yvan. Não é a mesma disciplina, nem os tempos são os mesmos
mas, ainda assim, existem analogias entre esses dois grandes momentos na história da Citroën Racing. O principal
ponto em comum é a mentalidade da equipa, humilde e combativa na conquista de um resultado muito acima das
expectativas. O único senão foi o acidente de Muller no início da segunda corrida. Estou decepcionado por ele não
ter sido recompensado por todo o investimento que fez connosco, no desenvolvimento do carro e na organização
da equipa para este novo desafio. Vamos preparar-lhe um carro de ‘top’ para o próximo fim-de-semana.»
José-María López: «Estou muito orgulhoso em fazer parte desta equipa e este é um dia que vai ficar por muito
tempo na minha memória. Para a corrida 1 eu sabia que o momento mais importante seria o arranque. Partir na
liderança fez-me poder beneficiar das melhores condições para o arrefecimento dos travões. Foi uma corrida difícil,
mas menos do que a segunda. Consegui evitar o acidente que envolver o Yvan. Pode, então, partir em busca do
segundo lugar sem correr riscos. Parabéns ao Sébastien pela sua vitória, até parece que já disputa este campeonato
há anos!»

 


Sébastien Loeb: « Eu não sabia o que esperar do dia de hoje. Mas a Citroën desenvolveu um carro fantástico. O
equilíbrio do chassis, o motor: tudo estava perfeito. Tivemos a oportunidade de lutar entre nós, mas foi impossível
encontrar uma abertura de Pechito na primeira corrida. Ele não cometeu nenhum erro e eu decidi manter a posição
quando a temperatura dos travões começou a subir. Na segunda corrida, tive muita sorte no arranque. Estávamos
mais rápidos do que a concorrência e fomos capazes de tirar proveito disso.»
Yvan Muller: «Nunca fiz bons resultados neste circuito e este foi, sem dúvida, um dos meus piores fins-de-semana
no WTCC! A corrida 1 correu-me bem, sendo que o meu único objectivo foi passar o Chilton no início e manter o
meu lugar no pódio. Achei muito arriscado atacar os meus companheiros neste circuito, especialmente a quatro
dias da segunda prova da temporada... Tentei evitar o carro de Tom Coronel no início da segunda prova, mas
ressaltou na parede antes de me tocar. Não pude fazer nada, mas isto é o desporto motorizado. Não foi um bom
fim-de-semana para mim mas, antes de mais, sou um piloto Citroën, e estou orgulhoso dos resultados alcançados
pela equipa na sua prova de estreia na disciplina.»


RESULTADOS


CORRIDA 1

CITROENRACING -_wtcc20140017547CITROENRACING -_wtcc20140017824
1. José-María López (Citroën C-Elysée WTCC), 14 voltas em 24’40’’950
2. Sébastien Loeb (Citroën C-Elysée WTCC) +0’’713
3. Yvan Muller (Citroën C-Elysée WTCC) +1’’607
4. Tom Chilton (Chevrolet Cruze WTCC) +8’’222
5. Dusan Borkovic (Chevrolet Cruze WTCC) +11’’849
6. Tiago Monteiro (Honda Civic WTCC) +20’’495
7. Mehdi Bennani (Honda Civic WTCC) +25’’111
8. Hugo Valente (Chevrolet Cruze WTCC) +29’’953
9. Nobert Michelisz (Honda Civic WTCC) +44’’583
10. James Thompson (Lada Granta 1.6T) +48’’596
Melhor Volta: Sébastien Loeb – 1’43’’777

 

GARAGEM AURORA FOI AO PÓDIO POR TRÊS VEZES

 

CIRCUITO BRAGA 1

 

CAMPEONATO NACIONAL DE CLÁSSICOS

 

GARAGEM AURORA FOI AO PÓDIO POR TRÊS VEZES

FOX 6526FOX 6527FOX 6567

A Garagem Aurora esteve em grande plano no passado fim-de-semana no Circuito Braga 1, onde os Porsche 911 RSR de João Macedo e Silva foi ao pódio por duas vezes, e Kiko Mora, acabou as duas corridas respectivamente na 5ª e 6ª posição respectivamente.

Sobre o desempenho de toda a equipa, Eduardo Santos Júnior começou por nos dizer “ duma maneira geral correu bem, o João Macedo e Silva teve uns problemas com a caixa de velocidades na primeira corrida, por cautela mudamos a caixa para a segunda corrida, mas já verificamos que nada teve de anormal. As duas provas para o João Macedo e Silva correram bem, e por isso foi ao pódio por duas vezes, com dois segundos lugares. Em relação ao Kiko Mora, foram duas corridas sem problemas de maior, sempre a aumentar o ritmo de corrida, que originou um 5º e um 6º lugar final, o que foi bom”.

 

 

Mas a Garagem Aurora também prestou os seus serviços de assistência ao Renault 5 GT Turbo de Kiko Mora, que debateu-se com uma série de problemas, como Eduardo Santos Júnior explicou “ acabamos por não fazer a 1ª corrida com problemas na caixa de velocidades, mas depois tivemos problemas eléctricos”.

Outra das apostas da Garagem Aurora foi a aposta no Toyota Carina E, que segundo o nosso interlocutor “ este carro foi feita a revisão em duas semanas, foi o Rui Costa que o conduziu, tendo terminado as duas corridas em 3º e 5º lugar respectivamente.Este carro veio dos ralis, e vinha em péssimo estado, preparar este Toyota Carina E para esta prova foi um grande desafio para toda a equipa da Garagem Aurora, e o desafio foi cumprido, e o resultado está à vista”

 

CLASSIFICAÇÃO FINAL

 

CAMPEONATO NACIONAL DE CLÁSSICOS

 

 

1ª Corrida

 

1º Rui Costa – Ford Escort

2º JOÃO MACEDO E SILVA – PORSCHE 911 RSR

3º Rui Alves – Ford Escort

4º João Novo – Ford Escort

5º KIKO MORA – PORSACHE 911 RSR

 

2ª Corrida

 

1º Rui Costa – Ford Escort

2º JOÃO MACEDO E SILVA – PORSCHE 911 RSR

3º António Nogueira – Ford Capri

4º Rui Alves – Ford Escort

5º João Novo – Ford Escort

6º KIKO MORA – PORSCHE 911 RSR

 

GALERIA DE IMAGENS

GALERIA DE IMAGENS

 

 

Grupo de imagens referentes ao primeiro pódio do Campeonato Nacional deFOX 6767FOX 6768FOX 6769FOX 6770FOX 6771FOX 6772FOX 6773FOX 6774FOX 6775FOX 6776FOX 6777FOX 6778FOX 6779FOX 6780FOX 6781FOX 6782FOX 6783FOX 6784FOX 6785FOX 6786FOX 6787FOX 6788FOX 6789FOX 6790FOX 6791FOX 6792FOX 6793FOX 6794FOX 6795FOX 6796FOX 6797FOX 6798FOX 6799FOX 6800FOX 6801FOX 6802FOX 6803FOX 6804FOX 6805FOX 6806FOX 6807FOX 6808FOX 6809FOX 6810FOX 6811FOX 6812FOX 6813FOX 6814 Clássicos.

 

 

Fotos de JOão Raposo - www.velocidadeonline.com

 

ALBUQUERQUE EM SILVERSTONE

 

ELMS albuquerqueELMS albuquerque1

 

Filipe Albuquerque quer vitória em Silverstone

Na primeira corrida do European Le Mans Series

 

É já no próximo fim-de-semana de 18 e 19 de Abril que arranca a temporada 2014 do European Le Mans Series. Filipe Albuquerque estreia-se no Campeonato com o LMP2 Zytek da JOTA dividindo a condução com Simon Dohlan e Harry Tincknel. Depois dos testes realizados no Estoril e em Paul Ricard o piloto português não esconde a ambição de subir ao lugar mais alto do pódio e trilhar desde o início da temporada, o caminho para o título.

 

Num Campeonato composto apenas por cinco corridas, uma delas em Portugal no Circuito do Estoril em Outubro, Filipe esta ciente da importância de conseguir bons resultados desde a primeira prova: "Estou ansioso por dar início do Campeonato. Com apenas cinco jornadas todos os pontos são importantes para conseguirmos atingir os nossos objectivos no final da época. Silverstone é um traçado que a equipa conhece bem e onde o ano passado registou a sua única vitória da temporada. Não há razão para não acreditarmos que vamos conseguir repetir o feito", começou por explicar Albuquerque que disputa este campeonato também para conseguir uma melhor preparação para as 24h de Le Mans em Junho.

 

A corrida deste fim-de-semana terá a duração de quatro horas e será composta por uma grelha de cerca de 40 carros, 12 deles da categoria LMP2: "Aprendemos e evoluímos muito nos testes. Percebemos que somos pilotos muito regulares e com um andamento semelhante, o que certamente irá ajudar ao resultado final. A extensa grelha de partida vai obrigar a muitas ultrapassagens e a cuidados redobrados, mas acredito que estamos todos preparados para isso. As condições atmosféricas são sempre uma incógnita em Silverstone e certamente que terão uma palavra a dizer. Lutar pela vitória é a nossa máxima mas também não esquecemos que é importante não desperdiçar pontos, caso a vitória não esteja ao alcance", referiu Filipe Albuquerque entusiasmado por participar num Campeonato conhecido como um dos mais emblemáticos do Endurance Mundial.

 

As sessões de treinos livres estão programadas para sexta-feira, a qualificação para Sábado e a corrida também no Sábado a partir das 13.30h, horas portuguesas com transmissão em directo no Motors TV.

 

CARROS NA BAIXA PORTUENSE

 

E SE DE REPENTE ENCONTRASSE CARROS DE CORRIDA ESTACIONADOS NA RUA?


noite1-antoniofarianoite2noite3noite4noite5noite6noite7noite8noite9

A Rua de Cândido dos Reis, no Porto, recebeu no passado Sábado (12 de Abril) à noite uma exposição de automóveis de competição.


Fotos de António Faria - www.velocidadeonline.com


 

 

EDPCOOLJAZZ

Jazz Contemporâneo, hip-hop e soul nos Jardins do Marquês de Pombal


José James e Laura Mvula a 13 de julho no edpcooljazz

Dois concertos de peso numa só noite do edpcooljazz, com o versátil cantor americano José James, que mistura o jazz e o hip-hop com um toque de mestria, e a grande revelação inglesa, a jovem cantora Laura Mvula, considerada pela crítica “A Voz de 2013”.

Noite especial com transmissão da Final do Mundial de futebol

Oeiras, 14 de abril de 2014 – Depois de anunciados recentemente os primeiros nomes para esta 11ª edição do edpcooljazz , com Orquesta Buena Vista Social Club® "Adios Tour", Suzanne Vega, Pink Martini e Gregory Porter, eis que chegam agora mais duas confirmações de peso para a noite de 13 de julho , nos emblemáticos Jardins do Marquês de Pombal .

José James e Laura Mvula serão os donos do palco de mais uma noite do edpcooljazz , para dois concertos inesquecíveis, com a jovem inglesa a abrir esta noite de Verão, com a sua já inconfundível voz que depressa mereceu o rótulo de “A Voz de 2013”, e a fechar esta noite dupla, o cantor americano que brinca com o jazz e o hip-hop, trazendo o seu mais recente álbum “ While You Were Sleeping ”, a ser editado brevemente.

OBVSC

13 de Julho
JOSÉ JAMES

TRANSMISSÃO DA FINAL DO MUNDIAL DE FUTEBOL

Jardins Marquês de Pombal - Oeiras

José James é o versátil cantor americano de jazz, hip-hop e da nova geração da soul, que se prepara para lançar o seu novo álbum “ While You Were Sleeping ”.

While You Were Sleeping ” é o quinto álbum de estúdio do cantor americano e o segundo gravado com a Blue Note Records. Este novo trabalho é um seguimento do seu aclamado álbum “ No Beginning No End ”, e assinala uma mudança para o versátil cantor e compositor americano, com a nova direção criativa. O novo álbum foi gravado em Brooklyn, NY, e foi produzido por José James e Brian Bender.

mais aqui...

 

José James é um versátil cantor americano, considerado como a nova geração da soul, que funde na sua música o jazz, o hip-hop, influenciado por Jimi Hendrix, Al Green e outros artistas mais contemporâneos, como Frank Ocean, James Blake e Junip, e ainda os menos convencionais nesta onda musical, os Nirvana, Radiohead ou Madlib.

O novo álbum que será apresentado nesta noite de edpcooljazz tem convidados especiais que incluem a vocalista Becca Stevens, que faz um dueto com James na canção "Dragon", bem como o trompetista Takuya Kuroda.

Suzanne Vega

13 de Julho
Laura Mvula

TRANSMISSÃO DA FINAL DO MUNDIAL DE FUTEBOL
Jardins Marquês de Pombal - Oeiras

Laura Mvula é a jovem revelação britânica, cantora e compositora de música soul e jazz, nomeada para os Barclaycard Mercury Prize, com o seu álbum de estreia “ Sing To The Moon ”, produzido por Steve Brown e lançado em março de 2013. Um álbum muito aclamando na altura e que mereceu excelentes críticas na imprensa, chegando a ser considerado pelo Sunday Times como uma obra-prima.

mais aqui...

A cantora britânica, Laura Mvula , formada no conservatório da cidade inglesa Birmingham, foi nomeada para os Barclaycard Mercury Prize com o seu álbum de estreia “ Sing To The Moon ”, e considerada pelo prestigiado jornal londrino Evening Standard, como a “A Voz de 2013”, no mesmo ano em que acabava de se lançar.

Há um ano atrás, a jovem cantora escrevia músicas, enquanto trabalhava como professora, e hoje é já considerada uma revelação no mundo da música, com várias nomeações de prestígio, e tendo pisado palcos tão importantes como o principal de Glastonbury. Com o seu álbum de estreia, a cantora inglesa conquistou já o Top 10 do Reino Unido.

Esta grande noite de edpcooljazz vai ter também a transmissão da Final do Mundial de Futebol, pelas 20h00, antes do início dos concertos, às 22h30.


DOWNLOAD DE MATERIAIS PARA IMPRENSA


Sobre o edpcooljazz 2014

O edpcooljazz é um evento musical de referência realizado em cenários idílicos, ao longo do mês de julho, juntando natureza, património e a música. Foi lançado pela primeira vez em 2004 com o objetivo de oferecer um evento turístico e cultural distinto a todos os amantes de música de gosto eclético mas sempre com uma forte componente “cool”, que lhe dá o nome.

Os Jardins do Marquês de Pombal são o palco escolhido para muitos dos concertos do edpcooljazz. Estes espaços verdes, representativos da arte do paisagismo em Portugal, são decorados por bustos e estátuas de mármore, muretes e escadarias revistas pelo mesmo material. Uma jóia do concelho de Oeiras integrada no centro histórico da vila.



Em 2013, o edpcooljazz celebrou a sua 10ª edição, com um elenco de luxo, destacando-se nomes como Ana Moura e Luisa Sobral, Maria Gadú e Djavan, Lee Fields and The Expressions e Escort, Diana Krall, Rufus Wainwright, Jamie Cullum, e a fechar esta edição comemorativa John Legend.

Ao longo destes anos, o edpcooljazz já produziu mais de 100 concertos, juntando mais 250.000 pessoas que num ambiente intimista, perto dos palcos, e sem o aglomerado das grandes multidões, pôde assistir a espetáculos individuais numa junção única entre música cool, história, património e natureza, o verdadeiro conceito do edpcooljazz, Cool Energy.

Pontos de Venda

Locais dos Concertos, Lojas FNAC, Worten, El Corte Inglés, Centro Comercial Dolce Vita, Casino de Lisboa, Galerias Campo Pequeno, ABEP, Agência Alvalade, Agências Abreu, M M M Ticket, C.c. Mundicenter e U-Ticketline (ISCTE), Bilheteira Meo Arena, Arena de Portimão, Lojas Media Markt,Turismo de Lisboa, Balcões dos CTTs e www.ticketline.sapo.pt , www.blueticket.pt , www.ctt.pt .

Informações e reservas:
Ticketline Linha Apoio : 707 234 234 : Reservas e Informações : 1820

Blueticket Linha de apoio : 707 780 000

Classificação Etária: M/3 anos Bilhete pago a partir de: M/6 anos. Entrada grátis para crianças dos 3 aos 5 anos desde que acompanhadas de um adulto portador de bilhete válido.

Sponsors


 

5º LUGAR PARA PETERS EM VILA REAL

 

Frederico Peters num inglório quinto lugar em Vila Real

 

Frederico Peters deu início ao seu programa desportivo no Campeonato Nacional de Karting Juvenil em Vila Real com a realização da primeira prova da temporada. O jovem piloto de 10 anos da Lamy Peters Kart Racing Team foi terceiro e quarto na primeira e segunda corridas de qualificação e quinto na final. Resultado que não satisfez o pequeno piloto mas que resultou de problemas no carburador do seu karting.

 

Desde o início do fim-de-semana que o problema no carburador decidiu importunar e mesmo com todos os esforços para solucionar o problema, o mesmo acabaria por não acontecer: "Estou zangado, porque podia ter ganho. No início das corridas estava tudo bem e conseguia ser dos mais rápidos em pista mas depois o kart perdia performance e não dava para acompanhar os pilotos da frente. Sei que é a primeira corrida e que tudo pode mudar, mas fiquei triste", explicou Frederico Peters que pese embora a sua tenra idade, já tem alguns anos de karting e conta com Pedro Lamy como mentor.

 

A próxima prova da temporada tem lugar a 3 e 4 de Maio no Kartódromo de Leiria.Frederico Peters2

 

RALI SPRINT DE LOULÉ

 

REGULAMENTO
RALI SPRINT DE LOULÉ
26 de Abril de 2014

Rali Sprint de Loulé

I - PROGRAMA DE PROVA
Secretariado
Estádio Algarve
Verificações Administrativas / Técnicas
Estádio Algarve
Parque de Partida
Estádio Algarve
Parque de Assistências
Estádio Algarve
Secretariado da Prova:
Até ás 18 horas de 24 de Abril de 2014
Clube Automóvel do Algarve - Loteamento Industrial de Loulé, Lt 11 8100-272 Loulé Telefone: 289 422 145 / 965 525 338
E-mail: Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar Internet: www.clubeautomovelalgarve.pt
A partir das 8:30 horas de 26 de Abril de 2014
Estádio Algarve (Parque Estacionamento Sul-Poente) - 8100 Loulé - Telefone : 965 525 338
ABERTURA DAS INSCRIÇÕES:
Segunda-feira, 31 de Março de 2014 - 09:00
ENCERRAMENTO DAS INSCRIÇÕES:
Terça-feira, 22 de Abril de 2014 - 18:00
ATRIBUIÇÃO DOS Nºs DE COMPETIÇÃO E PUBLICAÇÃO DA LISTA DE INSCRITOS:
Quinta-feira, 24 de Abril de 2014 - 17:00
ENTREGA DE MATERIAL AOS CONCORRENTES: NºS DE COMPETIÇÃO E PUBLICIDADE:
Sábado, 26 de Abril de 2014 - a partir das 08:30 (Parque Estádio Algarve)
O Roadbook estará disponível para Download no Site Oficial a partir do dia 22 de Abril de 2014 - 17:00
Os Concorrentes que desejem uma versão impressa do Roadbook, devem manifestar essa intenção no Boletim de Inscrição, mediante o pagamento de uma taxa de 10€.
RECONHECIMENTOS: Ao iniciar o Reconhecimento do Percurso de uma Prova Especial, devem os concorrentes parar obrigatoriamente junto do Comissário no local de Partida.
Sábado, 26 de Abril de 2014
- Sentido Horário……………10:00 às 11:00
- Sentido anti Horário………..11:15 às 12:15
Os reconhecimentos devem ser efectuados em viaturas de serie.

Cartaz Rallye_Sprint_Estdio
Rali Sprint de Loulé
3


VERIFICAÇÕES ADMINISTRATIVAS E TÉCNICAS OBRIGATÓRIAS:
Sábado, 26 de Abril de 2014 - das 08:30 às 10:00 (Parque Estádio Algarve)
DIA E HORA DA 1ª REUNIÃO DO COLÉGIO DE COMISSÁRIOS DESPORTIVOS
Sábado, 26 de Abril de 2014 às 12:30 - Estádio Algarve
PUBLICAÇÃO DA LISTA DE CONC. ADMITIDOS À PARTIDA E HORA DE PARTIDA:
Sábado, 26 de Abril de 2014 - às 13:00 (Parque Estádio Algarve)
ENTRADA DE VIATURAS EM PARQUE FECHADO DE PARTIDA:
Sábado, 26 de Abril de 2014 - das 12:00 às 13:00 (Parque Estádio Algarve)
PARTIDA DO RALI PARA O 1ºCONCORRENTE:
Sábado, 26 de Abril de 2014 - às 14:00 (Parque Estádio Algarve)
PROGRAMA DO RALI:
1ª Prova Especial de Classificação 5,06 Km
1ºconcorrente
14:00
2ª Prova Especial de Classificação 5,06 Km
1ºconcorrente
14:40
3ª Prova Especial de Classificação 5,06 Km
1ºconcorrente
15:20
Reagrupamento
1ºconcorrente
16:00
4ª Prova Especial de Classificação 4,41 Km
1ºconcorrente
16:20
5ª Prova Especial de Classificação 4,41 Km
1ºconcorrente
17:00
Parque do Estádio Algarve - Cerimónia de Pódio
1ºconcorrente
18:30
FINAL DO RALI / Entrega de Prémios:
Sábado, 26 de Abril de 2014 - 18:3h (Parque Estádio Algarve)
A Classificação Final Provisória será publicada no Quadro Oficial:
Sábado, 26 de Abril de 2014 - 18:30 (Parque Estádio Algarve)

 

RECORDAR É VIVER

RECORDAR É VIVER

 

TIAGO MONTEIRO NOS MONOLUGARES

 

Grupo de imagens para recordar a passagem de Tiago Monteiro pelos monoluagres, depois e antes da passagem pela Fórmula 1.ti1ti3ti4ti5ti6ti7ti8ti9ti10ti12ti14ti15ti16ti17ti18ti19ti20ti23ti24ti25ti26ti27ti28

 

GALERIA DE IMAGENS - WTCC MARRAKECH

GALERIA DE IMAGENS

 

WTCC EM MARRAKECH

 

 

Primeiro grupo de imagens da jornada inauguralwrttc1050wtcc1wtcc2wtcc3wtcc4wtcc5wtcc6wtcc7wtcc8wtcc9wtcc10wtcc11wtcc12wtcc14wtcc15wtcc16wtcc18wtcc19wtcc21wtcc22wtcc23wtcc24wtcc25wtcc26wtcc27wtcc30 do WTCC que começou no passado fim de semana em Marrocos, onde os Citroen lideraram de forma autoritária.

 

GALERIA DE IMAGENS

GALERIA DE IMAGENS

 

 

SALTOS EM FAFE

 

Grupo de imagens de José Nogueira da Photo Xtrod.xtrod1xtrod2xtrod3xtrod4xtrod5xtrod6xtrod7

 

GALERIA DE IMAGENS

GALERIA DE IMAGENS

 

RALI EM SLOT

 

Grupo de imagens dum rali em slot disputado em Braga.slot1-bragaslot2slot3slot4slot5slot6slot7slot8slot9slot10slot11slot12slot14slot15slot16slot17slot18slot19slot20

 

ESTREIA COM PÓDIO PARA RAFAEL PINTO

ESTREIA COM PÓDIO PARA RAFAEL PINTO

 

No seu regresso á competição ao volante dum Volkswagen Golf, Rafael Pinto subui ao pódio numa das corridas em que participou.rafa1rafa2rafa3rafa4

 

PISTAS FAMOSAS

PISTAS FAMOSAS

 

 

Eis uma imagempistasfamosas do grupo de pistas mais famosas à volta do globo.

 

JOÃO BARBOSA NO PÓDIO

 BARBOSA NO PÓDIO

 

João Barbosa subui ao pódio no passado fim de semana na pista citadina de Longbarbosa2barbosa3barbosa4barbosa5barbosa6barbosa7barbosa8barbosa9barbosa10 Beach, onde fez parceria com Christian Fitipaldi, e esta dupla só não conseguiu subir mais na classificação, por se ter debatido com problemas de pneus.barbosa1

 

IMAGENS PILOTOS AUDI WEC

IMAGENS PILOTOS AUDI - WC

 

 

Eis as imagens oficiais dos pilotos que irão conduzir os Audi R 18 no Campeonato do Mundo de Marcas - WECpilaudi1pilaudi2pilaudi3pilaudi4pilaudi5pilaudi6pilaudi7pilaudi8pilaudi9

 

PEUGEOT NO DAKAR

PEUGEOT NO DAKAR

 

Eis os primeiros esboços do que irá ser o Peugeot que irá defender as cores da marca francesa na próxima edição do Dakar.peugeotdakar1peugeotdakar2peugeotdakar3peugeotdakar4

 

DRONE BEM UTILIZADO

DRONE BEM UTILIZADO

 

Os drones podem ser utilizados para diversos fins, e nos ralis e provas de velocidade começaram a surgir para obter fotos e filmagens.Mas pelos vistos parece que no rali de Portugal, tiveram outros fins como por exemplo este que transportou chouriços e bebidas dum local para outro, e esta hem ? As imagens são bem elucidativas....originalidadeoriginalidade2

 

NOVO LOOKING NO SAXO DE DANIELA RODRIGUES

NOVO LOOKING NO SAXO DE DANIELA RODRIGUES

 

 

Enovolookingdanielarodriguesstando neste momento a caminho dos Açores, o Citoren Saxo de Daniela Rodrigues, ostenta este looking, por sinal bem curioso.

 

NOVO CAPACETE KRISTENSEN

NOVO CAPACETE KRISTENSEN

 

O piloto do Audi R 18, vai usar um novo capacete esta época, que prima pela sua elevada tecnolgia, por sinal muito leve, resistente e adaptado a corridas de resistencia, produzido pela Bell..novocapacetetom kristensen

 

OS AUDI DO DTM

OS AUDI DO DTM

 

Serão estes os Audi que irão defender as cores da marca na edição deste ano do DTM.audi1audi2audi3audi5audi6

 

EXPRESSÃO FERRARI

EXPRESSÃO FERRARI

 

 

Era este o semblante dos responsáveis da equipa de Fórmula 1 da Ferrari no Grande Prémio do Bahrein, onde as prestações da marca italiana ficaram abaixo do que era esperado....ferrariexpressao

 

CARLOS TORRES APRESENTA PROJECTO

 

Carlos Torres apresenta projeto 2014

 

Fotos Apresentao_Campeonato_Nacional_Montanha_2014_Galarias_Porto

Apesar de não ter ainda reunido o lote de patrocínios para a época, Carlos Torres aprestou o Norma M20 FC, com que vai fazer o Campeonato Nacional de Montanha.

Carlos Torres levou o carro de 2014 até à Rua de Cândido dos Reis, no Porto, onde participou numa exposição de automóveis de competição.

Ao longo da noite vários milhares de pessoas tomaram contacto com o carro e o projeto de Carlos Torres,  que vai apostar no Campeonato Nacional de Montanha.

Carlos Torres regressou à atividade, após onze anos de ausência do panorama desportivo, na Rampa Capital do Móvel, em Paços de Ferreira. Na altura dividiu os comandos de um Fiat Punto, do Troféu Desafio Único 2 com o amigo Pedro Cerqueira

A experiência agradou e na Rampa do Caramulo regressou, com um bem mais competitivo Porsche. A experiência foi positiva, com o Piloto do Torres Rally Team a lutar pelos lugares da frente e dessa forma ficava plantada a semente que para o novo projeto.

No início deste ano Carlos Torres comprou o Norma M20 FC, com que vai fazer o Campeonato Nacional de Montanha esta época, apostando assim “num projeto mais competitivo, que certamente me possibilitará lutar pelos lugares de frente na classificação geral.”

O novo carro é o natural passar para o nível seguinte, por parte deste piloto, que apostou nos ralis durante os anos 90. “Tenho a noção de que estou a tripular uma máquina completamente nova, mas entendo que em asfalto o comportamento do Norma, é idêntico ao de qualquer de carro competição. Já fiz alguns testes e adaptei-me muito bem ao carro, tem reações mais rápidas, mas no fundo é uma carro de corrida.” Rematou o homem do Norma.

Ao apostar numa barqueta, Carlos Torres passa a ter uma nova meta, em termos de CNM: “com este carro entendo que vou poder lutar pelos lugares da frente. Não pretendo ter aspirações à vitória final, mas parece-me que facilmente poderei  lutar por um lugar no pódium.” Rematou .

O impacto da ação foi de apresentação foi “espetacular, com muito público a tomar contacto com o meu projeto, que acredito possa agora ganhar um novo alento e desta forma motivar a participação dos patrocinadores que me poderão viabilizar a participação em toda a época.” Confidenciou Carlos Torres. 

 

PASSEIO DO FOLAR

 

PASSEIO DO FOLAR


PASSEIO AUTOMÓVEIS ANTIGOS E DESPORTIVOS

 

100104105107111115118142145c
“Esta forma de vos receber é a maneira como meus pais, verdadeiros transmontanos, e cujas pisadas faço
por seguir, me ensinaram. Por isso sejam bem vindos e façam de conta que estão em vossas casas”. Palavras de
incentivo à “invasão” feita à casa de José Pereira.
Dezena e meia de amigos dos Automóveis Antigos estiveram presentes nesta edição, primeira do Passeio do
Folar, incluído no programa da 15ª Feira do Folar e Artesanato de Izeda, certame organizado pela ADRI em
colaboração com a junta de freguesia local e Câmara Municipal de Bragança.
Dia de muito sol, temperatura quase de verão, aí fomos até à única vila do concelho de Bragança, para visita
do certame e dar continuidade ao previamente estabelecido. No entanto nem sempre é assim, e foi o caso, mas já lá
vamos. A comandar a caravana e a jogar em casa, António Fernandes, um habitual parceiro nos eventos que
organizamos.
Com os cumprimentos da praxe, neste caso ao nosso anfitrião, Rui Simão, Presidente da Direcção da ADRI,
fomos alertados para o facto de haver mais um participante e que estava a aguardar a nossa chegada, para
connosco passar o resto do dia. De Gralhós, aldeia da Freguesia de Talhinhas, já do vizinho concelho de Macedo de
Cavaleiros, chegava José Pereira e o seu impecável Porsche 944.
Passagem pelos expositores, compras aqui e ali, prova desta e daquela iguaria, folar obrigatoriamente, assim
se chegou à hora o almoço na Taberna do Lagarelhos. Porco no Espeto e Feijoada à Transmontana foram a escolha,
e como vem sendo habitual, quando se trata desta equipa, nota máxima.
Com a entrega por parte da ADRI aos participantes de um Certificado de Participação e após assistirmos à
exibição de alguns dos grupos previstos para as variedades da tarde, aconteceu que o recém chegado José Pereira,
tomou conta das operações e sem contarmos, fomos conhecer Talhas, Talhinhas e Gralhós. “Esta forma de vos
receber...”. Achamos que fica tudo dito. Bem haja, e sem dúvida alguma, uma família transmontana de “quatro
costados”.
Tempo ainda para uma paragem em Morais. Parabéns pela beleza da freguesia, que alguns não
conhecíamos. Vamos voltar.
Referência final, aos nossos benjamins, Luís Rocha e Diana Pinho. Acompanham-nos já há algum tempo, e
com a generosidade dos jovens, dão um colorido muito peculiar aos nossos passeios. Irradiam simpatia e boa
disposição, que aos mais velhos muito nos apraz registar. Desta feita trouxeram consigo a Elisabete Cerqueira. Para
ela o nosso abraço de boas vindas. Esperamos se tenha divertido e que repita a experiência.
A todos quantos possibilitaram a realização de mais este evento, obrigado pela confiança que depositam em
nós. A todos que colaboram e aos participantes em especial, o nosso reconhecido e humilde agradecimento.
Agora já estamos a caminhar em direcção a Tordesilhas, pois 7 e 8 de Junho estão aí à porta. Até lá bons
passeios para todos.

 

TT EM ANGOLA

 

Baja Quilengues


IMG 20140411_100242IMG 20140411_100629_1IMG 20140411_105554IMG 20140411_111121_1

A Baja de Quilengues está programada para os dias 1, 2 e 3 de Maio. Será a 3ª prova do CARR 2014.

No dia 1, 5ª feira, feriado será dedicado a partir das 16 horas para as verificações Técnicas e Administrativas.

No dia 2, 6ª feira haverá um Prologo para definição da ordem de partida para a prova e haverá uma Especial com cerca de 120 km. O Prologo poderá ter a extensão de 40 km.

No dia 3, sábado, haverá 2 Especiais uma de cerca de 40 km e outra de cerca de 120 km. Ao principio da noite faremos a entrega dos prémios.

No dia 4 será o regresso a casa de toda a “tribo” do CARR.

Estão previstos postos de reabastecimentos de 50 em 50 km.

O piso varia entre o WRC e o WCCCR. Ou seja bom piso com piso estragado pelas chuvas.

Pelo menos 2 rios estavam cheios de agua mas espera-se que na altura própria todos vamos passar. O que não aconteceu a semana passada.

O Acampamento e o Parque Fechado será no Campo de Futebol e estão a ser criadas todas as condições para o bem estar dos campistas, com o grande apoio da Administração de Quilengues.

No Campo de Futebol será instalada uma roulotte para servir algumas refeições. Em Quilengues há também um  restaurante que poderá servir refeições.

Mais lá para o fim da semana teremos mais informações.

 

GALP É NOTICIA

 

Aprovada fase de desenvolvimento do projeto Kaombo no Bloco 32 em águas ultra-profundas do offshore de Angola
A Galp Energia, parceira do consórcio para a exploração do Bloco 32 localizado em águas ultra-profundas do offshore de Angola, informa que o consórcio tomou a decisão final de investimento para o desenvolvimento do projeto Kaombo. Estima-se que o projeto tenha uma capacidade de produção de 230.000 barris por dia e reservas de 650 milhões de barris.
O projeto Kaombo está localizado aproximadamente a 260 km no offshore de Luanda em águas com uma profundidade entre os 1.400 e os 1.900 metros e irá desenvolver seis das 12 descobertas já realizadas no Bloco 32. Os seis campos (Gengibre, Gindungo, Caril, Canela, Mostarda e Louro) cobrem uma área de 800 km² nas zonas central e sudeste do bloco.
Prevê-se que o investimento no desenvolvimento do projeto Kaombo, até ao pico de produção seja de US$16 mil milhões, sendo que o início de produção está previsto para 2017. O desenvolvimento irá contemplar 59 poços subaquáticos interligados a duas unidades de produção, armazenagem e expedição (FPSO) através de linhas subaquáticas com cerca de 300 km de comprimento. Cada FPSO terá uma capacidade de produção de 115.000 barris por dia e serão convertidas em unidades de produção a partir de petroleiros de muito grandes dimensões. Os gás associado será exportado para a unidade de GNL no onshore de Angola.
A Galp Energia tem uma participação de 5,0% no Bloco 32, em conjunto com a Total (a operadora com uma participação de 30%), a Sonangol P&P (30%), a Sonangol International (20%) e a ExxonMobil (15%).
O portefólio de exploração e produção da Galp Energia em Angola inclui ainda uma participação de 9,0% no Bloco 14, 4,5% no Bloco 14k, 5,33% no Bloco 33 e 10% no GNL II.

 

PARTICIPANTES NO DTM

PARTICIPANTES NO DTM

 

 

Eis o grupo de carros e pilotos, que vão este ano participar no DTM, que continua a ser disputado pela Audi, BMW e Mercedes.dtmparticipantes

 

VELOSO MOTORSPORT EM BRAGA

 

Veloso Motorsport entre o céu e o inferno em Braga

 

 

O Circuito de Braga recebeu este Domingo a primeira jornada do Racing Weekend 2014, um fim-de-semana pleno de competição, com a Veloso Motorsport a estar envolvida em duas frentes, no Campeonato de Portugal de Velocidade e no Challenge Desafio Único.

Depois de ter disputado e dominado no sábado, os treinos livres e posteriormente a duas qualificações, para determinar as posições à partida para as corridas de Domingo, os resultados deixavam um largo sorriso nas caras dos responsáveis da formação da Póvoa do Lanhoso, que viam o novo Tatuus PY012 pilotado por Carlos Vieira e Pedro Salvador, dominar com a obtenção das duas poles, conseguindo ainda estabelecer um novo recorde do traçado bracarense!

Excelente também a prestação dos jovens irmãos Eugénio e Sérgio Montez com o Norma M20FC, que apesar de reconhecerem estar em fase acelerada de aprendizagem, conseguiram bons tempos ao longo dos treinos, conseguindo uma posição na terceira fila da grelha para ambas as corridas de Domingo.

No Challenge Desafio Único, a presença dos irmãos Hugo e Tiago Mesquita ao volante de um Alfa Romeo 156 da categoria FEUP 3, cotar-se-ia em níveis de excelência, com a jovem dupla a conseguir a sétima posição para a grelha de partida da corrida inaugural a disputar no sábado, subindo um lugar na ordem de partida para a corrida número dois, agendada para Domingo. 

Sem ambições desmedidas e com os pés bem assentes no chão, Hugo e Tiago Mesquita estiveram brilhantes na primeira ronda do Challenge Desafio Único, que finalizaram num excelente terceiro lugar do pódio, conseguindo uma estreia de grande nível.

No Domingo, o optimismo para as corridas do nacional de velocidade era naturalmente elevado, e as primeiras voltas de Carlos Vieira confirmaram as melhores expectativas, com o piloto bracarense a largar muito bem e assumir a liderança da corrida para se afastar à razão de um segundo por volta dos seus mais directos adversários.

A paragem nas boxes para trocar de pilotos revelar-se-ia dramática para a formação da Veloso Motorsport, uma vez que Pedro Salvador não conseguiria recolocar de imediato o protótipo em funcionamento, perdendo com isso muito tempo e caindo para a terceira posição. O azar voltaria a fazer das suas minutos mais tarde, com o acelerador do Tatuus a ficar bloqueado, forçando Salvador a entrar nas boxes, de onde já não sairia, dando por terminada a sua corrida.

Por seu turno Eugénio e Sérgio Montez encaravam a sua primeira corrida ao volante do Norma M20FC com total maturidade, conseguindo rodar bem próximo dos lugares da frente. Aproveitando alguns dos azares alheios esta dupla de pilotos alcançava a terceira posição absoluta, mas um toque com um adversário atrasado acabaria por custar uma posição, com o quarto lugar final a ser o resultado possível.

Entretanto desenrolava-se a segunda corrida do Challenge Desafio Único, que seria no entanto nefasta para Hugo e Tiago Mesquita, que seriam vítimas de um furo depois de um toque ligeiro com um adversário. Uma passagem pelas boxes para trocar o pneu, ditaria um atraso considerável, que impediria os dois jovens pilotos da Veloso Motorsport de fazer melhor que a 17ª posição final.   

A segunda ronda do Campeonato Nacional de Velocidade iniciar-se-ia pouco depois, com Pedro Salvador a fazer desta feita o arranque para a corrida de 50 minutos. Depois de uma excelente largada, o azar voltava a condicionar o carro que era nessa altura o mais rápido em pista, com Salvador a ter de passar pelas boxes para resolver um problema, mais uma vez com o cabo de acelerador, que desta feita se soltou. Foi muito o tempo perdido nas boxes, duas voltas, com Salvador primeiro e depois Carlos Vieira, a tudo fazerem para recuperar lugares, vindo a terminar a corrida na sexta posição.

Por seu turno, a corrida do Norma dos irmãos Montez voltou a ser excelente, com a quarta posição final a reflectir a excelente evolução desta dupla, deixando no ar a certeza que há que contar com eles muito proximamente para a luta pelos lugares da frente.

Carlos Vieira:Estou muito desiludido com o nosso fim-de-semana aqui em Braga. Mostramos que podemos andar bem e que formamos uma dupla forte e consistente. Teríamos vencido se não tivéssemos problemas e isso é uma meia consolação, no meio do grande azar que tivemos. Vamos agora olhar para a frente e apostar em vencer nas provas que faltam, começando já pela Falperra, a próxima prova do campeonato.”

Pedro Salvador: Não podemos considerar este um fim-de-semana positivo dadas as circunstâncias. Foi bom podermos mostrar que em condições normais estamos na luta pela vitória, mas não há como resistir a este tipo de azares, totalmente inesperados. O facto de todas as provas pontuarem para o campeonato, joga este momento contra nós e temos por isso de tentar dar o máximo no que ainda falta disputar.” 

Sérgio Montez: Estou muito surpreendido com a nossa prestação aqui em Braga. Conseguimos andar muito bem e estar a lutar pelo pódio na nossa prova de estreia é fantástico. Poderia ter sido ainda um pouco melhor na primeira corrida, mas perdemos o terceiro lugar depois do toque num piloto atrasado. Ainda assim o quarto lugar é óptimo. Na segunda corrida, depois de alguns toques na primeira curva, conseguimos repetir  a quarta posição o que é muito bom.”   


Eugénio Montez:Os resultados superaram as expectativas, fizemos bem o nosso trabalho e cumprimos aquilo que tínhamos delineado, conseguindo também aproveitar os azares dos outros para conseguirmos dois excelentes resultados. Aqui em Braga estivemos um pouco mais à vontade do que esperávamos, uma vez conhecemos já um pouco melhor o carro, assim como a pista que foi onde testamos mais. O saldo é por isso muito positivo e estamos definitivamente muito contentes com a nossa prestação.

Tiago Mesquita e Hugo Mesquita: “Este foi um bom fim-de-semana para nós, com os resultados a mostrarem que conseguimos evoluir com alguma rapidez, se bem que o nosso foco para este ano se fixe no objectivo de aprender o máximo possível, ganhar ritmo e conhecer os nossos adversários, para depois no próximo ano tentar então lutar pelo título. Ir ao pódio na nossa primeira corrida em conjunto foi fantástico e no fundo ficamos com pena com o azar na segunda corrida, onde um furo nos estragou um possível bom resultado. O balanço é muito positivo, esperamos estar a este nível nas próximas corridas.

 

A próxima jornada do Campeonato Nacional de Velocidade e do Challenge Desafio Único está agendada para a Rampa da Falperra em Braga, nos dias 10 e 11 de Maio.

 VMS140414VMS140414bVMS140414cVMS140414d

 

GALERIA DE IMAGENS

GALERIA DE IMAGENS

 

TT EM ANGOLA

 

 

Mais umas imagens do TT que se pratica em Angola.NAM14 0339NAM14 2764NAM14 2842NAM14 2962NAM14 3047NAM14 3503NAM14 3641NAM14 3755NAM14 3802NAM14 3953

 

CAMPEONATO BRASILEIRO DE TURISMO

Brasileiro de Turismo: Após a etapa de Santa Cruz, Edson Coelho Jr está em terceiro no campeonato


O piloto da equipe Rsports Racing foca agora na etapa de Goiânia, em 1º de junho

Com pista seca, a manhã desde domingo ensolarado marcava temperatura de apenas 12 graus, quando foi dada a largada, às 9h15, para a segunda etapa do Campeonato Brasileiro de Turismo (Troféu Dolly). A corrida da categoria de acesso à Stock Car aconteceu no Autódromo de Santa Cruz do Sul, no circuito gaúcho de 3.530 metros. Com três entradas do Safety Car, a etapa de 35 minutos + uma volta, não pode ser tão aproveitada pelos 20 pilotos do grid devido aos incidentes ocorridos e para o Edson Coelho Jr, da equipe Rsports Racing, a corrida foi mais curta, devido a um acidente que o tirou da disputa a apenas duas voltas do final.

O piloto mineiro do carro #88 largou em oitavo, na quarta fila. Já na sexta volta ocupava a sexta posição, quando o Safety Car entrou e houve a relargada na oitava volta. Na volta seguinte ultrapassou o líder do campeonato Guilherme Salas #17 e foi para quinto. Com o desenrolar da prova, na 18ª volta, com nova ultrapassagem por Salas, chegou à quarta posição. Mas arrojado como é, Edinho, como também é conhecido no grid, a duas voltas do final tentou buscar a terceira colocação e durante a ultrapassagem por fora, em cima de Marcio Campos #31, seu carro foi espremido na pista, rodou e foi atingido pelo carro de seu companheiro de equipe Pedro Boesel #11 e, assim, obrigado a abandonar a segunda etapa.

"A corrida estava excelente até o momento do acidente. Apesar de ter largado em oitavo, no final da prova meu desempenho era muito bom e, após um erro do terceiro colocado, resolvi arriscar a ultrapassagem e acabei sendo empurrado para a grama e minha corrida terminou ali", explica Edson Jr.

Mesmo tendo abandonado a disputa, Edinho completou mais de 70% da prova e classificou-se na 11ª posição, garantindo mais 10 pontos no campeonato. Com o resultado, ocupa agora a terceira posição na classificação com 43 pontos.

No sábado (12), o piloto foi o mais rápido do segundo treino livre mas por causa de uma batida na última volta, a equipe precisou trabalhar rápido para acertar o carro para o treino classificatório, quando obteve o oitavo tempo para o grid de largada. Apesar de estreante no Brasileiro de Turismo, Edinho, se adaptou rapidamente ao novo carro, bem diferente ao que pilotava na temporada passada.

"Considerando todas as adversidades do fim de semana, o 11º lugar foi positivo, pois estou em terceiro no campeonato, que está super competitivo. E os resultados até agora provam que estamos no caminho certo e temos potencial para buscar bons resultados", finaliza o piloto.

Aos 19 anos, o piloto vem de uma bem sucedida temporada no Mercedes-Benz Grand Challenge, quando conquistou três vitórias e cinco pódios em 2013 e é uma das promessas para esta temporada. Tanto que na abertura do campeonato, em março, no Autódromo de Interlagos (SP), Edson Junior cravou dois segundos lugares, na corrida de rodada dupla, logo na estreia.

Morador de Belo Horizonte, onde faz faculdade, o piloto é nascido em João Monlevade, ao norte do Estado. Agora, Edson Jr se prepara, para a próxima etapa do campeonato, cuja corrida acontecerá em 1o. de junho, em Goiânia (GO). A equipe Rsports Racing, chefiada por Leandro Romera, é vice-líder do campeonato com 89 pontos.

O piloto Edson Coelho Jr conta com o patrocínio da EMC Sistemas e Neide Buffet. Mais informações: www.edsoncoelhojr.com.br

Resultado 2ª etapa Campeonato Brasileiro de Turismo (Santa Cruz do Sul/RS - 13/4):

1) 26 Raphael Abbate, W2 Racing, 36min48seg843
2) 56 João Pretto, Mottin Racing, a 0s570
3) 31 Marcio Campos, Motortech Competições, 0s814
4) 17 Guilherme Salas, W2 Racing, a 1s284
5) 11 Pedro Boesel, R Sports Racing, a 1s932
6) 32 Fernando Fortes, J.Star Racing, a 2s121
7) 36 Flavio Matheus, Carlos Alves, a 3s241
8) 27 Christian Castro, Motortech Competições, a 3s689
9) 23 Marco Cozzi, Carlos Alves, a 4s575
10) 77 Pedro Saderi, Hitech Racing, a 6s977
11) 88 Edson Coelho, R Sports Racing, a 2 voltas
12) 82 Rafael Iserhard, Nascar Motorsport, a 2 voltas
13) 37 Renan Guerra, HPN Racing Team , a 3 voltas
14) 2 Mauri Zacarelli, Hitech Racing, a 13 voltas
15) 13 Rodrigo Bonora, RKL Competições, a 13 voltas
16) 3 Tito Morestoni, Mottin Racing, a 14 voltas
17) 44 Betinho Gresse, Nascar Motorsport, a 21 voltas
18) 22 Felipe Neira, HPN Racing Team, a 21 voltas
19) 7 Rodrigo Pimenta, J.Star Racing, a 22 voltas
20) 4 Luiz Carlos Ribeiro, RKL Competições, a 22 voltas

Classificação do campeonato, após duas etapas (cinco primeiros)

1) 17 Guilherme Salas, W2 Racing, 56
2) 11 Pedro Boesel, RSports Racing, 46
3) 88 Edson Coelho, RSports Racing, 43
4) 44 Betinho Gresse, Nascar Motorsport, 39
5) 2 Mauri Zacarelli, Hi Tech Competições, 33

Próximas etapas do Campeonato Brasileiro de Turismo:

Etapa 3 - 01 de junho - Goiânia/GO*
Etapa 4 - 03 de agosto - Interlagos/SP - Corrida do Milhão (Stock Car)
Etapa 5 - 17 de agosto - Cascavel/PR*
Etapa 6 - 31 de agosto - Curitiba/PR
Etapa 7 - 14 de setembro - Nova Santa Rita/RS-Velopark*
Etapa 8 - 02 de novembro - Tarumã - Viamão/RS
*rodada dupla


Luciano Santos/Sigcom
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Edson Coelho Jr.
Alta | Web

Luciano Santos/Sigcom
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Grid de largada da segunda etapa
Alta | Web

Luciano Santos/Sigcom
Clique na imagem para fazer o Donwload...
# Edson Jr, equipe Rsports Racing
Alta | Web

Luciano Santos/Sigcom
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Largada da segunda etapa
Alta | Web

Luciano Santos/Sigcom
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Edson na disputa com Márcio Campos pela terceira posição
Alta | Web

 

OLIVEIRA AINDA GANHOU UM PONTO

 

Miguel Oliveira fecha GP das Américas em 15º lugar

 

Austin: Piloto português arranca um ponto em corrida difícil

 

DG2 9466_675x1024 Depois de um fim-de-semana marcado por dificuldades mecânicas na Mahindra MGP3O Miguel Oliveira terminou hoje em 15º lugar no circuito de Austin, Texas. Num resultado que fica aquém das expectativas do piloto, o jovem de Almada conseguiu, apesar de tudo, garantir um ponto na classificação do Mundial de Moto GP na categoria de Moto 3.

“Hoje o resultado foi longe do objetivo previsto, foi a segunda pior classificação de toda a minha carreira desportiva. Dos treinos para a corrida mudámos toda afinação da moto, mas não foi suficiente para poder fazer uma recuperação como já tenho feito em outras corridas.” Começa por adiantar o piloto português que partiu hoje da 18ª posição da grelha na segunda prova do campeonato, que teve lugar no circuito de Austin.

Os problemas de ajustamento da Mahindra ao circuito não permitiram ao português repetir os resultados positivos da primeira etapa do calendário onde o jovem de 19 anos ficou a 15 milésimos de segundo do pódio, mas proporcionou à equipa melhorar a preparação da moto para as próximas corridas do campeonato: “Na verdade melhoramos em vários aspectos comparativamente ao ano passado, mas não foi suficiente. Não consegui ser rápido com pneus novos, pois tinha demasiado chatering e à medida que se desgastavam ia sendo mais rápido. Espero que a Mahindra tenha uma resposta rápida para podermos voltar a ser mais competitivos.”

Esta foi também uma corrida marcada por diversas quedas, algo que também limitou a performance de Miguel Oliveira: “Na primeira curva a queda do Locatelli e do meu companheiro de equipa Sissis, quase me levou à queda e umas curvas após, para evitar outro toque, saí de pista e regressei em penúltimo, o que também ajudou a condicionar o resultado.”

No rescaldo de um fim-de-semana difícil, Miguel Oliveira aponta baterias para a próxima corrida do campeonato agendada para 26 de Abril na Argentina onde espera “voltar às posições dianteiras, onde penso ser o meu lugar.” 

 

LOBATO ESTREOU-SE NA VELOCIDADE

 

Rafael Lobato com estreia positiva no Nacional de Velocidade

O arranque do Campeonato Nacional de Velocidade que teve lugar este fim-de-semana no Circuito Vasco Sameiro em Braga correu de feição ao estreante Rafael Lobato que aos comandos do Radical SR3 da Parkalgar Racing Services e dividindo a condução com Armando Parente conseguiu um brilhante quinto lugar na primeira corrida e o sétimo posto na segunda fruto de uma boa adaptação e gestão do andamento em prova.

 

O oitavo lugar conquistado na sessão de qualificação foi o primeiro bom indicador do fim-de-semana, já que à frente dos jovens pilotos,  estavam apenas os protótipos mais potentes. Assim, e à medida que a primeira corrida se aproximava quer Rafael Lobato quer Armando Parente, estavam cientes do trabalho que tinham de desenvolver para serem bem sucedidos.

 

"Coube ao Armando fazer o arranque. Correu tudo bem e ele entregou-me o carro na sexta posição. Preocupei-me,  no meu turno em ser constante e controlar ao máximo o andamento. Terminámos em quinto e para prova de estreia, com um carro inferior aos nossos adversários, foi um excelente resultado. Foi a melhor forma de começar a época", referiu Rafael Lobato que compete pela primeira vez no Nacional de Velocidade depois de algumas épocas no Offroad.

 

Depois do resultado da primeira prova, as expectativas eram elevadas para a segunda que teve desta vez, o jovem piloto de Vila Real a efectuar a partida: "Os arranques são sempre mais complicados. Exigem mais concentração e tive bastante cuidado na abordagem à primeira curva para evitar toques. Estive sempre junto com o grupo da frente e a tentar não lhes perder o rasto. Mantive o andamento, mas no final da prova, com o Armando ao volante, os pneus já estavam em mau estado e foi difícil aguentar", explicou Rafael Lobato de apenas 16 anos.

 

Um quinto e um sétimo lugar é um saldo: "Muito positivo. Não vínhamos para esta prova com expectativas elevadas e por isso este resultado tem um sabor especial", disse Rafael Lobato que conta este ano com o apoio da Ascendi, Crédito Agrícola, Eni, Glassdrive e Murganheira.

 

A próxima jornada do Campeonato Nacional de Velocidade tem lugar na Rampa da Falperra a 10 e 11 de Maio.

: braga lobato_medium

 

GAGO CONFIRMADO NA 208 RALLY CUP

 

Diogo Gago confirmado na 208 Rally Cup pelo segundo ano

Diogo Gago e Jorge Carvalho estão confirmados na 208 Rally Cup pelo segundo ano consecutivo, troféu monomarca organizado pela Peugeot Sport e que este ano conta com pilotos de seis nacionalidades diferentes.

 

Na sua primeira temporada além-fronteiras, Diogo Gago terminou a competição reservada aos Peugeot 208 R2 no quinto posto final, tendo feito um brilharete na última prova do troféu, ao passar pela liderança, quando o holandês Kevin Abbring e o francês Stéphane Lefebvre (ambos pilotos oficiais da Peugeot) lutavam pela conquista do troféu.

 

Confirmando uma época de grande evolução a todos os níveis, Diogo Gago e Jorge Carvalho lograram terminar o exigente Rally do Condroz no segundo lugar da 208 Rally Cup França, sendo ainda os melhores juniores, acabando o passo natural por ser a confirmação da sua presença nesta competição para esta temporada.

 

“É muito bom estar de volta á 208 Rally Cup, um troféu muito competitivo e onde pudemos evoluir muito em 2013. O salto para esta competição fez-me evoluir muito como piloto a todos os níveis e repetir esta presença de novo é fundamental para continuar a crescer como piloto, pois vamos voltar a encontrar uma concorrência muito forte que nos vai obrigar a dar sempre o máximo”, começou por dizer o piloto de São Brás de Alportel.

 

O jovem piloto que conta com os apoios de Hotel Pedras Rubras, Pedro Pinto Automóveis, Mariscos Galvão, QF-lda e do Município de São Brás de Alportel diz que vai “repetir a presença em algumas provas que já fizemos na temporada passada, mas também teremos alguns ralis totalmente novos para nós, o que representa sempre um novo desafio. Encaramos esta presença com o máximo profissionalismo e vamos procurar evoluir cada vez mais, de forma a podermos atacar esta mesma competição ainda com mais ambição na próxima temporada. O nosso objectivo passa por apostar muito seriamente neste troféu, que nos últimos dois anos promoveu os seus vencedores á equipa oficial da Peugeot”.Peugeot 208_R2_-_Diogo_Gago_-_Volant_208_2014

 

CIRCUITO BRAGA 1 ANIMADO

 

CIRCUITO DE BRAGA RECEBEU COM BRILHO AS PROVAS
DE ESTREIA DA TEMPORADA DA VELOCIDADE NACIONAL


A abertura da temporada da Velocidade Nacional, aconteceu este fim de semana em
Braga com dois dias recheados de corridas, muitas emoções e algumas desilusões,
mas essencialmente muita animação, num circuito carismático que recebeu com
brilho muitos concorrentes, acompanhantes e público, ávidos de emoções fortes, que
julgamos não terem saído defraudados, depois daquilo a que assistiram.
Depois das três corridas de ontem, Abarth 500, Legends Cup, e Challenge Desafio Único, o Domingo
apresentou a repetição das corridas das categorias referidas, assim como duas mangas do
Campeonato Nacional de Velocidade, Campeonato Nacional de Clássicos Circuitos e Clássicos 1300,
Single Seater Series e Classic Super Stock, que se iniciaram logo pela manhã, precisamente com esta
última.


Um dia animado que confirmou a validade da aposta no novo formato do CNV, para o qual se
esperam bastante mais participantes nos próximos eventos, já que o ambiente indica que muitos
ficaram de fora, para ver o que podia acontecer, mas estão agora determinados em participar. Em
crescimento também a nova categoria “Legends Cup”, o que acontece também como se esperava
com o Challenge Desafio Único, Abarth 500, CSS e SSS e vai com certeza acontecer com o CPCC e CPC
1300, que se espera já possam ter participantes para duas grelhas nos próximos eventos.
Terminou em festa a prova de abertura dos Campeonatos e Troféus de Velocidade e a competição
segue agora para o CNV para a Falperra (10 e 11 de Maio) Serra da Estrela (7 e 8 de Junho) e para
esta e as outras categorias na grande festa de Vila Real, a 21 e 22 de Junho.


CNV


Animação foi coisa que não faltou na primeira corrida do Campeonato Nacional de Velocidade. Carlos
Vieira arrancou na frente e dominou durante todo o seu turno de condução, parecendo que estava
encontrado o vencedor. No entanto, no momento da troca de pilotos, o Tattus calou-se e foi díficil
colocá-lo outra vez a trabalhar. Pedro Salvador regressou na terceira posição, mas depois seria o
acelerador a colar e a obrigar ao abandono. Como consolo para Carlos Vieira fica o novo recorde do
circuito de Braga, com o tempo de 1m13,917s, batendo o tempo de Salvador conseguido ontem no
primeiro treino livre. Com isso ficou na frente José Pedro Fontes, que ocupou o segundo posto desde
o arranque, mas sempre longe da liderança da corrida. Após todas as trocas era Stefano de Val com o
Wolf que liderava e manteve a posição até ao final da corrida, tornando-se no primeiro vencedor da
época. Miguel Barbosa acabou por herdar o segundo lugar, depois de um pião de Francisco Abreu
que o colocou fora de prova. O pódio foi fechado António Ricciardi e Nuno Santos.
O italiano no final da corrida estava naturalmente contente com esta vitória. “Foi muito bom. A
partida não correu muito bem, mas depois encontrei o meu ritmo. Estava na luta pelo segundo
EVENT REPORT 2
lugar quando começaram as trocas de piloto e depois fiquei sozinho na frente. A partir desse
momento limitei-me a gerir os pneus e o combustível”.
Menos história teve a segunda corrida. Logo no momento do arranque Pedro Salvador teve outra vez
problemas com o acelerador e foi obrigado a parar no final da primeira volta, regressando depois à
corrida, mas já com uma volta de atraso. Com isso Stefano de Val ficou sozinho na frente e a partir
daí foi aumentando a vantagem face à concorrência e nem no momento da paragem obrigatória
perdeu o comando da corrida. “A segunda foi mais fácil. Fiquei logo na frente e depois fui
aumentando a vantagem. O carro estava fantástico, muito bem equilibrado e para além disso tinha
pneus mais frescos que os meus adversários e isso ajudou na fase inicial”, afirmou o italiano que sai
de Braga com duas vitórias.
Mais interessante foi a luta pelo segundo lugar, sobretudo após a troca de pilotos, com José Pedro
Fontes a recuperar a desvantagem que tinha para César Campaniço, fazendo com que os dois
rodassem juntos nas últimas voltas. Contudo, o piloto nortenho nunca esteve em condições de
esboçar um verdadeiro ataque, até porque os pneus estavam já muito desgastados e nestes carros
perdesse o apoio na frente quando se roda muito próximo do piloto da frente.


CNC


A primeira corrida do Campeonato Nacional de Clássicos pode ser dividida em duas metades. A
primeira até à 12ª volta, em que António Nogueira dominou, e a segunda daí até final, em que o
protagonista passou a ser Rui Costa, beneficiando de um problema no Ford Capri do seu adversário.
João Macedo e Silva rodou também sempre com o Porsche atrás de Rui Costa, enquanto Rui Alves
acabou por beneficiar do abandono de António Nogueira para fechar o pódio, ganhando ainda a Taça
Nacional de Clássicos. Nos 1300 a vitória ficou para José Fafiães, que aproveitou do melhor modo o
abandono de Victor Araújo.
Após a primeira corrida Rui Costa reconhecia que tirou partido do abandono de António Nogueira.
“Fui controlando o andamento para não o perder de vista, pois acreditei que o Capri pudesse ter
problemas de pneus para a parte final, mas isso não se verificou. Contudo, quando fiquei na frente
limitei-me a controlar o ritmo, até porque a pista estava muito quente e os pneus sofreram um
grande desgaste”.
Para Rui Costa a segunda corrida foi bem mais tranquila. Com o Ford calçado com pneus novos foi
para a frente logo no arranque e depois de forçar o ritmo nas voltas iniciais limitou-se depois a gerir o
resto da corrida. João Macedo e Silva foi também um tranquilo segundo classificado, ao passo que
António Nogueira depois de uma fase inicial num ritmo mais lento, acabou por chegar ao terceiro
degrau do pódio batendo nessa luta Rui Alves, piloto que venceu entre os homens da Taça Nacional
de Clássicos. “Foi de facto uma corrida mais fácil, até porque fui para a frente logo no arranque e
depois de forçar o andamento nas primeiras voltas controlei o ritmo dos meus adversários”,
explicou Rui Costa.
Entre os homens dos 1300 nova vitória de José Fafiães, que aproveitou bem a ausência de Victor
Araújo nesta segunda corrida.


CSS



O dia de domingo abriu com a primeira corrida dos Classic Super Stock. Manuel Oliveira acabou por
vencer, mas teve vida mais díficil do que o esperado, pois a caixa de velocidades não colaborou a
100%. “O problema da caixa acabou por me desconcentrar e falhei o arranque. Ainda assim acabou
por ser uma corrida divertida e estou muito contente com a vitória”. Jorge Leite e Paulo Duarte
fecharam o pódio, com este último a ganhar a classe D4. Nas restantes classes vitórias para José
Mota(F4), João Andrade(C4), César Caldas(C2) e Paulo Sousa(D2).
A segunda corrida dos Classic Super Stock parecia destinada a ir parar novamente ao bolso de
Manuel Oliveira, mas o motor do Alfa Romeo não colaborou e assim acabou por ser Paulo Duarte a
levar o Volkswagen Golf GTi até à vitória. “Foi muito bom, mas muito sofrida. Nas últimas três voltas
comecei a perder óleo, não sei se da transmissão se do vedante da caixa e assim a concorrência não
se aproximou com medo de sair de pista”, afirmou Duarte. Desta vez Francisco Calheiros ficou em
segundo e ganhou na classe E3 e Jorge Leite ficou em terceiro. Nas diferentes classes vitórias para
José Mota(F4), João Carlos Andrade(C4), Rui Castro(C2), António Veiga Lopes(C3) e Renata
Parente(D2).


SSS


Apesar de não arrancar da pole position, Tiago Marques assumiu de imediato o comando da primeira
corrida de Single Seaters e por aí se manteve até ao final, apesar da perseguição de Tiago Raposo de
Magalhães, que rodou sempre próximo do seu adversário desde a nona volta, altura em que
suplantou Gonçalo Inácio. Estava assim encontrado o pódio da primeira corrida desta competição em
2014. “Foi uma corrida muito difícil. Arranquei muito bem e o Tiago (Raposo de Magalhães) falhou
a partida, mas o Gonçalo Inácio veio colado a mim. Tive sempre um adversário nos espelhos,
quando saiu o Inácio ficou o Tiago. Na parte final os pneus acusaram algum desgaste, mas foi sem
dúvida uma corrida muito exigente”. Pedro Matos juntou ao quarto lugar na corrida a vitória entre
os FK80, ao passo que Victor Rodrigues foi o melhor dos FK70 e Pedro Charrais ganhou entre os FVP.
Na segunda corrida Gonçalo Inácio surpreendeu Tiago Raposo de Magalhães que saía da pole
position, mas no final da primeira volta as posições voltaram a inverter-se, com Inácio a ser ainda
passado por Tiago Marques. As posições mantiveram-se inalteráveis na frente até às últimas duas
voltas, altura em que o vencedor da primeira corrida se começou a debater com problemas de
motor, acabando por ser passado por Gonçalo Inácio, conseguindo ainda assim segurar o terceiro
posto. “Foi uma boa corrida. O Gonçalo Inácio passou-me limpinho na primeira curva, mas no final
da primeira volta voltei para o comando. Depois forcei o ritmo para abrir uma margem de
segurança, o que consegui e depois foi manter até ao final”, explicou Raposo de Magalhães.
Com Gonçalo Inácio e Tiago Marques a fecharem o pódio, Diogo Matos venceu nos FK80 e Victor
Rodrigues nos FK70.


CHALLENGE DESAFIO ÚNICO


A corrida de Domingo teve os meus vencedores, mas teve contornos diferentes. Desde logo pelo
facto de ter sido necessário a entrada do safety car devido a um acidente no final da recta da meta.
Entre os pilotos dos Alfa Romeo, Alexandre Gonçalves e Paulo Ribeiro tiveram mais dificuldade em
chegar à frente e numa altura em que parecia que tinham a corrida controlada, o reagrupamento do
pelotão criou alguma dúvida para a parte final da corrida. Luís e Raúl Delgado fecharam no segundo
lugar, enquanto David e Sérgio Saraiva depois dos problemas de ontem acabaram por encerrar o
pódio. “Hoje foi bem mais díficil. Custou-nos mais chegar à frente, porque o carro estava mais
desiquilibrado e depois a entrada do safety car voltou a juntar o pelotão. Ainda assim foi um fimde-
semana perfeito”, explicou no final Alexandre Gonçalves.
Entre os Fiat Punto nova vitória para André Pinto e João Brites, mas com um cenário mais
entusiasmante que a corrida de Sábado. “A entrada do safety car tornou as coisas mais díficeis.
Muitos Alfa ficaram atrás de nós e no recomeço da corrida perdemos tempo com essas
ultrapassagens. Isso fez com que o final da corrida fosse espectacular, com os nossos adversários
colados a nós. Foi um fim-de-semana perfeito, duas pole position, duas vitórias e acima de tudo
divertimo-nos bastante”, referiram nos final os vencedores. Desta vez o pódio foi fechado por
Manuel e Vasco Barros, que subiram um lugar em relação à primeira corrida, e pela dupla Gonçalo
Rodrigues/Bernardo Maia, quintos na corrida de abertura do ano.


TROFÉU ABARTH 500


Se na primeira corrida do Troféu Abarth 500 foi Francisco Carvalho que dominou, desta vez foi o
jovem finlandês Juuso Pajuranta quem liderou de princípio a fim, não dando qualquer margem à
concorrência para se aproximar. Esta foi sem dúvida a melhor forma para Pajuranta prepara o Troféu
Europeu que arranca dentro de uma semana. “Fiz um bom arranque e fiquei na frente na primeira
curva. Forcei o ritmo nas primeiras voltas e percebi que eles estavam a ficar para trás. Nas últimas
10 voltas controlei o desgaste dos pneus e o ritmo de corrida. Ontem os pneus da frente
aqueceram muito, mas hoje tudo correu bem. Agora vou para o Europeu e vamos ver como as
coisas correr. Não sei ainda se irei fazer mais provas em Portugal, mas é possível que sim”.
Interessante foi a luta pelo segundo lugar entre o campeão de 2013, Nuno Cardoso, e José Rodrigues,
mas apesar da intensa pressão de que foi alvo ao longo de toda a prova, o piloto do Abarth com o nº1
conseguiu sempre manter-se na frente do rival, terminando os dois a corrida por esta ordem e
ficando assim na tribuna dos vencedores.


LCC


A corrida da Legend Cup teve pouca história, tal o domínio de Luís Barros e do Sierra RS 500. “Hoje
fui num ritmo mais calmo. Estamos a trabalhar ao nível das afinações e hoje serviu para tirarmos
algumas ilações. Acabou por ser um fim-de-semana para me divertir, mas agora vamos ter que
passar mais dois dias a testar para preparar o carro da melhor maneira para a Falperra e sobretudo
para Vila Real, que é um circuito mais díficil”. Luís Sousa foi o único a conseguir ficar na mesma volta
do vencedor, ao passo que João Mendes fechou o pódio.NunOrganistA-2NunOrganistA-3NunOrganistA-5NunOrganistA-11NunOrganistA-12NunOrganistA-15NunOrganistA-20NunOrganistA-22NunOrganistA-25NunOrganistA-26

 

FÓRMULA TRUCK NO BRASIL


 

Adalberto Jardim tem final de semana diferente na F-Truck em Curitiba

A segunda etapa da Fórmula Truck da temporada de 2014 não sairá tão cedo da memória do paulista Adalberto Jardim, após uma sequência de participações como piloto de uma das principais categorias do automobilismo da América Latina, esteve fora desta recuperando-se de procedimento médico, extração de pino do pulso, resultado de uma queda. Jardim acompanhou chefiando a equipe MAN Latin America num final de semana de superioridade do time, liderou a maioria dos treinos livres com Leandro Totti, conquistou a pole-position com Felipe Giaffone, foi a melhor no Warm Up com André Marques e venceu, novamente com Leandro Totti. Além disso, ainda teve Felipe Giaffone no pódio.

"Foi melhor a decisão que tomamos, realizei uma reunião com a equipe e o melhor era mesmo não arriscar e me reestabelecer para a corrida de Interlagos, próxima etapa dia 18 de maio, que será muito importante. O Renato Martins teve a oportunidade de pilotar em etapa importante, com bom desempenho no final de semana, acabei ficando como chefe de equipe e no rádio com ele, apesar de estar a algum tempo sem correr foi muito bom e tivemos ótimo resultado. Achei muito estranho estar do outro lado, é tensão pura, acho que correr é mais fácil, então vamos para São Paulo! Agradeço o apoio recebido", disse Adalberto Jardim.

Com a vitória a equipe MAN Latin America lidera o Campeonato de Pilotos com Leandro Totti (61 pontos) e de Marcas com 77 pontos. A próxima etapa acontece em São Paulo, autódromo de Interlagos, no dia 18 de maio.

RESULTADO E CLASSIFICAÇÃO
Depois de 21 voltas válidas, o resultado final do GP Crystal foi o seguinte:

1º) Leandro Totti (PR/Volkswagen-MAN), RM Competições, 1h00min12s574
2º) Wellington Cirino (PR/Mercedes-Benz), ABF-Santos, a 0s062
3º) Felipe Giaffone (SP/ MAN), RM Competições, a 0s806
4º) Geraldo Piquet (DF/Mercedes-Benz), ABF-Santos, a 3s829
5º) Diogo Pachenki (PR/Volvo), Copacol Clay Truck Racing, a 4s776
6º) Danilo Dirani (SP/Scania), Ticket Car Corinthians Motorsport, a 5s521
7º) Beto Monteiro (PE/Iveco), Scuderia Iveco, a 5s997
8º) Fabiano Brito (PR/Volvo), ABF Motorsport, a 6s856
9º) André Marques (SP/Volkswagen-MAN), RM Competições, a 7s354
10º) Luiz Lopes (SP/Iveco), Lucar Motorsports, a 9s700
11º) David Muffato (PR/Ford), DF Racing Fans, a 9s331
12º) Marcello Cesquim (PR/Mercedes-Benz), ABF Racing Team, a 10s312
13º) Djalma Fogaça (SP/Ford), DF Racing Fans, a 14s383
14º) Raijan Mascarello (MT/Ford), DF Racing Fans, a 1 volta
15º) Ronaldo Kastropil (SP/Mercedes-Benz), Santa Carolina Racing Team, a 1 volta
16º) Jaidson Zini (PR/Iveco), Dakarmotors, a 2 voltas
17º) Jansen Bueno (PR/Scania), Muffatão, a 3 voltas
18º) Débora Rodrigues (SP/Volkswagen-MAN), RM Competições, a 4 voltas
19º) Valmir Benavides (SP/Iveco), Scuderia Iveco, a 5 voltas

NÃO COMPLETARAM
Paulo Salustiano (SP/Mercedes-Benz), ABF Racing Team,
Michelle de Jesus (SP/Volvo), ABF Motorsport, a 8 voltas
João Maistro (PR/Volvo), Copacol Clay Truck Racing, a 9 voltas
Roberval Andrade (SP/Scania), Ticket Car Corinthians Motorsport, a 10 voltas
Leandro Reis (GO/Ford), Original Reis Competições, a 17 voltas
Renato Martins (SP/Volkswagen-MAN), RM Competições, a 18 voltas
Pedro Muffato (PR/Scania), Muffatão, a 20 voltas
Melhor volta: Salustiano, na 9ª, 1min42s074, média de 130,317 km/h

A terceira etapa do Campeonato Brasileiro de F-Truck será disputada no dia 18 de maio no Autódromo José Carlos Pace, em Interlagos, São Paulo (SP) – a corrida contará pontos, também, pela segunda etapa do Sul-Americano. A competição entre montadoras, depois do GP Crystal, passa a ter a seguinte classificação:
1º) MAN Latin America, 77 pontos;
2º) Mercedes-Benz, 75; 73;
3º) Scania, 45;
4º) Volvo, 32;
5º) Iveco, 30;
6º) Ford, 8.

No Campeonato Brasileiro de Fórmula Truck, após a realização de duas corridas, a classificação da temporada de 2014 é a seguinte:
1º) Leandro Totti, 61 pontos;
2º) Piquet, 33;
3º) Cirino, 29;
4º) Felipe Giaffone e Roberval Andrade, 25;
6º) Dirani, 22;
7º) Monteiro, 18;
8º) Salustiano e Brito, 15;
10º) Pachenki, 12;
11º) Cesquim, 10;
12º) Marques, 8;
13º) Benavides, 6;
14º) Maistro, D. Muffato e Lopes, 5;
17º) P. Muffato, 3;
18º) Zini e Fogaça, 2;
20º) Mascarello, 1.

Renato Martins sendo observado por Adalberto Jardim. Cre´ditos imagem: Orlei Silva - Clique com o mouse da direita para salvar

Renato Martins pilotando o caminhão de Adalberto Jardim na F-Truck. Cre´ditos imagem: Orlei Silva - Clique com o mouse da direita para salvar

Renato Martins na Fórmula Truck de Curitiba. Cre´ditos imagem: Orlei Silva - Clique com o mouse da direita para salvar

 

CORRIDAS EM BRAGA

 

CIRCUITO DE BRAGA RECEBEU COM BRILHO AS PROVAS
DE ESTREIA DA TEMPORADA DA VELOCIDADE NACIONAL


A abertura da temporada da Velocidade Nacional, aconteceu este fim de semana em
Braga com dois dias recheados de corridas, muitas emoções e algumas desilusões,
mas essencialmente muita animação, num circuito carismático que recebeu com
brilho muitos concorrentes, acompanhantes e público, ávidos de emoções fortes, que
julgamos não terem saído defraudados, depois daquilo a que assistiram.
Depois das três corridas de ontem, Abarth 500, Legends Cup, e Challenge Desafio Único, o Domingo
apresentou a repetição das corridas das categorias referidas, assim como duas mangas do
Campeonato Nacional de Velocidade, Campeonato Nacional de Clássicos Circuitos e Clássicos 1300,
Single Seater Series e Classic Super Stock, que se iniciaram logo pela manhã, precisamente com esta
última.
Um dia animado que confirmou a validade da aposta no novo formato do CNV, para o qual se
esperam bastante mais participantes nos próximos eventos, já que o ambiente indica que muitos
ficaram de fora, para ver o que podia acontecer, mas estão agora determinados em participar. Em
crescimento também a nova categoria “Legends Cup”, o que acontece também como se esperava
com o Challenge Desafio Único, Abarth 500, CSS e SSS e vai com certeza acontecer com o CPCC e CPC
1300, que se espera já possam ter participantes para duas grelhas nos próximos eventos.
Terminou em festa a prova de abertura dos Campeonatos e Troféus de Velocidade e a competição
segue agora para o CNV para a Falperra (10 e 11 de Maio) Serra da Estrela (7 e 8 de Junho) e para
esta e as outras categorias na grande festa de Vila Real, a 21 e 22 de Junho.

 


CNV


Animação foi coisa que não faltou na primeira corrida do Campeonato Nacional de Velocidade. Carlos
Vieira arrancou na frente e dominou durante todo o seu turno de condução, parecendo que estava
encontrado o vencedor. No entanto, no momento da troca de pilotos, o Tattus calou-se e foi díficil
colocá-lo outra vez a trabalhar. Pedro Salvador regressou na terceira posição, mas depois seria o
acelerador a colar e a obrigar ao abandono. Como consolo para Carlos Vieira fica o novo recorde do
circuito de Braga, com o tempo de 1m13,917s, batendo o tempo de Salvador conseguido ontem no
primeiro treino livre. Com isso ficou na frente José Pedro Fontes, que ocupou o segundo posto desde
o arranque, mas sempre longe da liderança da corrida. Após todas as trocas era Stefano de Val com o
Wolf que liderava e manteve a posição até ao final da corrida, tornando-se no primeiro vencedor da
época. Miguel Barbosa acabou por herdar o segundo lugar, depois de um pião de Francisco Abreu
que o colocou fora de prova. O pódio foi fechado António Ricciardi e Nuno Santos.
O italiano no final da corrida estava naturalmente contente com esta vitória. “Foi muito bom. A
partida não correu muito bem, mas depois encontrei o meu ritmo. Estava na luta pelo segund
lugar quando começaram as trocas de piloto e depois fiquei sozinho na frente. A partir desse
momento limitei-me a gerir os pneus e o combustível”.
Menos história teve a segunda corrida. Logo no momento do arranque Pedro Salvador teve outra vez
problemas com o acelerador e foi obrigado a parar no final da primeira volta, regressando depois à
corrida, mas já com uma volta de atraso. Com isso Stefano de Val ficou sozinho na frente e a partir
daí foi aumentando a vantagem face à concorrência e nem no momento da paragem obrigatória
perdeu o comando da corrida. “A segunda foi mais fácil. Fiquei logo na frente e depois fui
aumentando a vantagem. O carro estava fantástico, muito bem equilibrado e para além disso tinha
pneus mais frescos que os meus adversários e isso ajudou na fase inicial”, afirmou o italiano que sai
de Braga com duas vitórias.
Mais interessante foi a luta pelo segundo lugar, sobretudo após a troca de pilotos, com José Pedro
Fontes a recuperar a desvantagem que tinha para César Campaniço, fazendo com que os dois
rodassem juntos nas últimas voltas. Contudo, o piloto nortenho nunca esteve em condições de
esboçar um verdadeiro ataque, até porque os pneus estavam já muito desgastados e nestes carros
perdesse o apoio na frente quando se roda muito próximo do piloto da frente.

 


CNC


A primeira corrida do Campeonato Nacional de Clássicos pode ser dividida em duas metades. A
primeira até à 12ª volta, em que António Nogueira dominou, e a segunda daí até final, em que o
protagonista passou a ser Rui Costa, beneficiando de um problema no Ford Capri do seu adversário.
João Macedo e Silva rodou também sempre com o Porsche atrás de Rui Costa, enquanto Rui Alves
acabou por beneficiar do abandono de António Nogueira para fechar o pódio, ganhando ainda a Taça
Nacional de Clássicos. Nos 1300 a vitória ficou para José Fafiães, que aproveitou do melhor modo o
abandono de Victor Araújo.
Após a primeira corrida Rui Costa reconhecia que tirou partido do abandono de António Nogueira.
“Fui controlando o andamento para não o perder de vista, pois acreditei que o Capri pudesse ter
problemas de pneus para a parte final, mas isso não se verificou. Contudo, quando fiquei na frente
limitei-me a controlar o ritmo, até porque a pista estava muito quente e os pneus sofreram um
grande desgaste”.
Para Rui Costa a segunda corrida foi bem mais tranquila. Com o Ford calçado com pneus novos foi
para a frente logo no arranque e depois de forçar o ritmo nas voltas iniciais limitou-se depois a gerir o
resto da corrida. João Macedo e Silva foi também um tranquilo segundo classificado, ao passo que
António Nogueira depois de uma fase inicial num ritmo mais lento, acabou por chegar ao terceiro
degrau do pódio batendo nessa luta Rui Alves, piloto que venceu entre os homens da Taça Nacional
de Clássicos. “Foi de facto uma corrida mais fácil, até porque fui para a frente logo no arranque e
depois de forçar o andamento nas primeiras voltas controlei o ritmo dos meus adversários”,
explicou Rui Costa.
Entre os homens dos 1300 nova vitória de José Fafiães, que aproveitou bem a ausência de Victor
Araújo nesta segunda corrida.


CSS

O dia de domingo abriu com a primeira corrida dos Classic Super Stock. Manuel Oliveira acabou por
vencer, mas teve vida mais díficil do que o esperado, pois a caixa de velocidades não colaborou a
100%. “O problema da caixa acabou por me desconcentrar e falhei o arranque. Ainda assim acabou
por ser uma corrida divertida e estou muito contente com a vitória”. Jorge Leite e Paulo Duarte
fecharam o pódio, com este último a ganhar a classe D4. Nas restantes classes vitórias para José
Mota(F4), João Andrade(C4), César Caldas(C2) e Paulo Sousa(D2).
A segunda corrida dos Classic Super Stock parecia destinada a ir parar novamente ao bolso de
Manuel Oliveira, mas o motor do Alfa Romeo não colaborou e assim acabou por ser Paulo Duarte a
levar o Volkswagen Golf GTi até à vitória. “Foi muito bom, mas muito sofrida. Nas últimas três voltas
comecei a perder óleo, não sei se da transmissão se do vedante da caixa e assim a concorrência não
se aproximou com medo de sair de pista”, afirmou Duarte. Desta vez Francisco Calheiros ficou em
segundo e ganhou na classe E3 e Jorge Leite ficou em terceiro. Nas diferentes classes vitórias para
José Mota(F4), João Carlos Andrade(C4), Rui Castro(C2), António Veiga Lopes(C3) e Renata
Parente(D2).


SSS


Apesar de não arrancar da pole position, Tiago Marques assumiu de imediato o comando da primeira
corrida de Single Seaters e por aí se manteve até ao final, apesar da perseguição de Tiago Raposo de
Magalhães, que rodou sempre próximo do seu adversário desde a nona volta, altura em que
suplantou Gonçalo Inácio. Estava assim encontrado o pódio da primeira corrida desta competição em
2014. “Foi uma corrida muito difícil. Arranquei muito bem e o Tiago (Raposo de Magalhães) falhou
a partida, mas o Gonçalo Inácio veio colado a mim. Tive sempre um adversário nos espelhos,
quando saiu o Inácio ficou o Tiago. Na parte final os pneus acusaram algum desgaste, mas foi sem
dúvida uma corrida muito exigente”. Pedro Matos juntou ao quarto lugar na corrida a vitória entre
os FK80, ao passo que Victor Rodrigues foi o melhor dos FK70 e Pedro Charrais ganhou entre os FVP.
Na segunda corrida Gonçalo Inácio surpreendeu Tiago Raposo de Magalhães que saía da pole
position, mas no final da primeira volta as posições voltaram a inverter-se, com Inácio a ser ainda
passado por Tiago Marques. As posições mantiveram-se inalteráveis na frente até às últimas duas
voltas, altura em que o vencedor da primeira corrida se começou a debater com problemas de
motor, acabando por ser passado por Gonçalo Inácio, conseguindo ainda assim segurar o terceiro
posto. “Foi uma boa corrida. O Gonçalo Inácio passou-me limpinho na primeira curva, mas no final
da primeira volta voltei para o comando. Depois forcei o ritmo para abrir uma margem de
segurança, o que consegui e depois foi manter até ao final”, explicou Raposo de Magalhães.
Com Gonçalo Inácio e Tiago Marques a fecharem o pódio, Diogo Matos venceu nos FK80 e Victor
Rodrigues nos FK70.


CHALLENGE DESAFIO ÚNICO


A corrida de Domingo teve os meus vencedores, mas teve contornos diferentes. Desde logo pelo
facto de ter sido necessário a entrada do safety car devido a um acidente no final da recta da meta.
Entre os pilotos dos Alfa Romeo, Alexandre Gonçalves e Paulo Ribeiro tiveram mais dificuldade em
chegar à frente e numa altura em que parecia que tinham a corrida controlada, o reagrupamento do
pelotão criou alguma dúvida para a parte final da corrida. Luís e Raúl Delgado fecharam no segundo
lugar, enquanto David e Sérgio Saraiva depois dos problemas de ontem acabaram por encerrar o
pódio. “Hoje foi bem mais díficil. Custou-nos mais chegar à frente, porque o carro estava mais
desiquilibrado e depois a entrada do safety car voltou a juntar o pelotão. Ainda assim foi um fimde-
semana perfeito”, explicou no final Alexandre Gonçalves.
Entre os Fiat Punto nova vitória para André Pinto e João Brites, mas com um cenário mais
entusiasmante que a corrida de Sábado. “A entrada do safety car tornou as coisas mais díficeis.
Muitos Alfa ficaram atrás de nós e no recomeço da corrida perdemos tempo com essas
ultrapassagens. Isso fez com que o final da corrida fosse espectacular, com os nossos adversários
colados a nós. Foi um fim-de-semana perfeito, duas pole position, duas vitórias e acima de tudo
divertimo-nos bastante”, referiram nos final os vencedores. Desta vez o pódio foi fechado por
Manuel e Vasco Barros, que subiram um lugar em relação à primeira corrida, e pela dupla Gonçalo
Rodrigues/Bernardo Maia, quintos na corrida de abertura do ano.


TROFÉU ABARTH 500


Se na primeira corrida do Troféu Abarth 500 foi Francisco Carvalho que dominou, desta vez foi o
jovem finlandês Juuso Pajuranta quem liderou de princípio a fim, não dando qualquer margem à
concorrência para se aproximar. Esta foi sem dúvida a melhor forma para Pajuranta prepara o Troféu
Europeu que arranca dentro de uma semana. “Fiz um bom arranque e fiquei na frente na primeira
curva. Forcei o ritmo nas primeiras voltas e percebi que eles estavam a ficar para trás. Nas últimas
10 voltas controlei o desgaste dos pneus e o ritmo de corrida. Ontem os pneus da frente
aqueceram muito, mas hoje tudo correu bem. Agora vou para o Europeu e vamos ver como as
coisas correr. Não sei ainda se irei fazer mais provas em Portugal, mas é possível que sim”.
Interessante foi a luta pelo segundo lugar entre o campeão de 2013, Nuno Cardoso, e José Rodrigues,
mas apesar da intensa pressão de que foi alvo ao longo de toda a prova, o piloto do Abarth com o nº1
conseguiu sempre manter-se na frente do rival, terminando os dois a corrida por esta ordem e
ficando assim na tribuna dos vencedores.


LCC


A corrida da Legend Cup teve pouca história, tal o domínio de Luís Barros e do Sierra RS 500. “Hoje
fui num ritmo mais calmo. Estamos a trabalhar ao nível das afinações e hoje serviu para tirarmos
algumas ilações. Acabou por ser um fim-de-semana para me divertir, mas agora vamos ter que
passar mais dois dias a testar para preparar o carro da melhor maneira para a Falperra e sobretudo
para Vila Real, que é um circuito mais díficil”. Luís Sousa foi o único a conseguir ficar na mesma volta
do vencedor, ao passo que João Mendes fechou o pódio.

 

LUIS CORREIA PERTO DO PÓDIO

 

Luís Correia a 0,7s do pódio

Piloto oficial da Beta venceu três especiais no segundo dia do GP de Portugal

Até da vitória Luís Correia ficou perto

 

Depois dos problemas do primeiro dia de GP de Portugal, o piloto oficial da Beta, Luís Correia, tinha prometido, para o dia seguinte, inverter a situação nesta que era a etapa portuguesa do Campeonato do Mundial de Enduro. E foi por apenas 0,7s que a bandeira portuguesa não foi hasteada no pódio em Vale de Cambra.

 

O piloto oficial do construtor italiano Beta entrou muito bem na corrida vencendo logo a primeira Enduro Test. À entrada para a última das quatro voltas ocupava o 4º lugar a apenas 27s do líder e a 3s do tão desejado pódio. Com uma ponta final fortíssima venceu duas das três especiais e foi terceiro na outra mas a competitividade da classe E3 voltou a penalizar o desempenho do piloto ribatejano que, tal como em Espanha, ficou a menos de 1s do pódio.

 

De salientar que, no computo geral (embora não haja nenhuma classificação absoluta), Luís Correia apenas foi superado pelos vencedores das classes E1 e E2 e pelo segundo classificado desta. Ou seja, Luís Correia teria subido ao pódio em qualquer uma dessas classes, cujos 3º classificados ficaram a mais de um minuto do vencedor, enquanto na E3 o 4º lugar ficou a menos de 20s da vitória.

 

“Depois de terminar a primeiro dia fui ao terreno tentar ver onde poderia melhorar e o certo é que consegui estar quase sempre bem. Foi uma jornada muito cansativa e exigente mas estou numa classe super competitiva e vai ser sempre assim neste mundial. Parti para a última volta determinado a chegar ao pódio mas voltou a acontecer como em Espanha. A equipa está de parabéns e pela minha parte vou trabalhar ainda mais porque sei que é possível fazer melhor mas acredito firmemente que ainda este ano irei estar no pódio”, salientou o piloto apos terminar o segundo dia do GP de Portugal.

 

Mais informações em www.enduro-abc.com e www.sportclubecambra.pt

Resultados em www.enduro-live.info LuisCorreia GPPortugal_Day2_01LuisCorreia GPPortugal_Day2_02LuisCorreia GPPortugal_Day2_03LuisCorreia GPPortugal_Day2_04

 

WTCC MARRAQUEXE

 

WTCC Marraquexe - Corrida 2 | Citroën volta a vencer



Depois do domínio absoluto na Corrida 1 do WTCC em Moulay El Hassan (Marraquexe), a Citroën conquistou nova vitória na Corrida 2 desta jornada inaugural do WTCC 2014. Uma fantástica estreia de Sébastien Loeb no lugar mais alto do pódio, dando a segunda vitória do ano ao Citroën C-Elysée WTCC.

Vencedor da Corrida 1, José-María López subiu do 10º lugar na grelha até ao 2º lugar final (obtendo a Volta Mais Rápida pelo caminho), numa dobradinha sem contestação da Citroën Racing. Yvan Muller, o terceiro piloto da equipa, viu-se envolvido no acidente logo à partida, ficando o Citroën C-Elysée WTCC muito danificado, impedindo-o de alinhar no rearranque.

Recorde-se que os Citroën C-Elysée WTCC dominaram todo o fim-de-semana, conquistando os três lugares do pódio da Corrida 1, com vitória de López, ele que também obteve a Volta Mais Rápida, depois de, na véspera, ter garantido a Pole-Position.

Com este resultado, a Citroën Racing termina a primeira jornada do WTCC 2014 na liderança do Campeonato de Construtores e José-María López lidera o Campeonato de Pilotos.

Circuito Moulay El Hassan (Marraquexe) - Classificação Corrida 2

1º Sébastien Loeb - Citroën C-Elysée WTC, 47:50.589
2º José-María López  - Citroën C-Elysée WTCC, a 4,321
3º Hugo Valente - Chevrolet Cruze, a 7,598

Campeonato de Pilotos
1º José-María López, 48 pontos; 2º Sébastien Loeb, 47 pts; 3º Tom Chilton, 27 pts; 4º Hugo Valente, 19 pts; 5º Yvan Muller, 17 pts; (...)

Campeonato de Construtores
1º Citroën, 95 pontos; 2º Chevrolet, 54 pts; 3º Honda, 37 pts (...)


 

PARENTE FABULOSO EM MONZA

 

Prestação magistral de Álvaro Parente leva McLaren à vitória

AParente FT_14009

Álvaro Parente foi a grande figura das 3 Horas de Monza, a primeira prova deste ano do Blancpain Endurance Series, realizando um turno de condução que lhe permitiu com a ajuda dos seus colega de equipa triunfar na corrida de hoje.

Depois da pole-position de ontem, o português tinha as expectativas em alta e, ao garantir a liderança no arranque, pôde imprimir um ritmo avassalador, construindo uma vantagem para os seus perseguidores superior a quinze segundos.

O fosso que criou para os seus adversários permitiu a Grégoire Demoustier e a Alex Prémat gerirem a corrida a seu bel-prazer, conquistando uma vitória autoritária frente a uma oposição fortíssima. “Apesar do meu arranque não ter sido extraordinário, consegui manter a liderança e, a partir de então, com a pista livre, pude imprimir um ritmo forte, ganhando uma vantagem confortável para os meus oponentes. O carro estava muito bom e o Grégoire e o Alex estiveram impecáveis, tendo sido de extrema importância para que pudéssemos conquistar este triunfo”, afirmou satisfeito o piloto oficial da McLaren GT.

Após o excelente resultado desta tarde, o português está confiante de que tem os argumentos necessários para realizar uma boa temporada naquele que é o campeonato de endurance dedicado a carros de GT mais importante do mundo, muito embora frise que é necessário continuar a trabalhar. “A ART GP esteve a um nível elevadíssimo, como demonstra o terceiro posto do outro carro da equipa, e penso que no Grégoire e no Alex tenho dois colegas de equipa capazes de realizar boas performances. Estivemos muito fortes em Monza, mas temos que continuar a trabalhar porque os nossos adversários são muito fortes e vão dar-nos muito que fazer ao longo da época”, apontou Álvaro Parente.

Depois da extraordinária prestação de hoje, o piloto português tem já no próximo fim-de-semana um novo desafio, estreando-se em Silverstone no Campeonato do Mundo FIA de Endurance ao serviço da RAM Racing.

 

FERRARI PORTUGAL NO PÓDIO

 

Ferrari Portugal no pódio em Monza

monza ferrariportugal2
A primeira corrida da época da Ferrari Portugal no Blancapain Endurance Series terminou com um brilhante terceiro lugar, o mesmo resultado conseguido nesta corrida em 2013. Um bom início de temporada, que já tinha sido notada com a 'pole position' na sessão de qualificação. Filipe Barreiros, Francisco Guedes e Peter Mann colocam-se assim em posição de discutir os primeiros lugares do Campeonato desde a primeira prova.
No final da corrida os pilotos portugueses mostravam-se satisfeitos pelo resultado porém, cientes que podiam ter facilmente chegado à vitória não fossem alguns percalços ao longo da corrida: "Fiz um bom arranque. Ao contrário do ano passado, pareceu-me que não se registaram tantos acidentes na partida. Mantive a posição e fiz um bom turno. Entreguei o caro ao Peter na segunda posição e foi aí que os problemas começaram", começou por dizer Filipe Barreiros.
Peter Mann entrou em pista com a roda mal apertada, ficando obrigado a fazer uma volta muito lenta para voltar às boxes para solucionar o problema. O piloto da Ferrari Portugal perdeu nessa altura a confiança e não conseguiu impôr um bom ritmo, o que fez a equipa perder várias posições. Depois já com o Ferrari 458 GT3 nas mãos de Francisco Guedes, a missão foi recuperar o tempo perdido.
"Tentei recuperar o máximo que pude. Impus um ritmo forte e dei o meu melhor. Chegámos a terceiro e estamos satisfeitos por isso, mas ficámos com a sensação que podíamos ter vencido. Infelizmente no computo geral não fomos tão regulares em termos de andamento como os pilotos à nossa frente. Às vezes acontece. Mas este resultado é um bom presságio para as restantes provas", rematou Francisco Guedes que como vem sendo hábito, tem sempre a missão de disputar o último turno de competição e como tal, recuperar em caso de posições perdidas.
A próxima prova do Blancpain Endurance Series terá lugar em Brands Hatch a 17 e 18 de Maio.
Resultados da Corrida em: http://www.blancpain-gt-series.com/results

 

VILLORBA CORSE EM MONZA

 

Pro -Am pódio para o atordoamento Villorba Corse Ferrari 458 na estréia Blancpain Endurance Series

Em Monza Castellacci , Gay e Rizzoli tempestade de volta para o segundo lugar na sua categoria , apesar de uma desvantagem em seu primeiro pitstop

Monza (Itália) , 13 de abril de 2014. Desafio Villorba Corse Blancpain Endurance Series começa com um retorno emocionante e uma fase crucial. No Monza, na primeira rodada do campeonato , o jovem tripulação Formado por Francesco Castellacci , Stefano e Andrea Rizzoli Gay conquistou um segundo local categoria Pro -Am (nono no geral) ao volante do Ferrari 458 GT3 Sua . Olhando para esta primeira temporada no Blancpain GT Series , é um resultado muito importante para a equipe italiana liderada por Raimondo Amadio , 458 quem aussi o primeiro supercarro de Maranello terminarmos linha , apesar de uma perda de tempo imprevisível caindo no primeiro pitstop obrigatório para troca de pilotos .

Depois de um bom começo de terceiro Gay mostrou grande compétitivité no primeiro stint e no colo 31 ele deixou o Villorba 458 ao companheiro de equipe Rizzoli é tempo imediatamente você ter abrandado por um problema com uma roda caindo no simultânea troca de pneus Bloqueado . Em sua passagem Rizzoli : . Recuperado a partir de 24 até 12 e ele estava de volta nos boxes na volta 63 Castellacci Então concluído o trabalho. Ele agarrou Pro -Am Cup terceira posição na volta 84 e conquistou o segundo lugar com envergadura só forno para ir Apenas alguns minutos depois.

 

Google TradutorVillorba Ferrari_458_GT3_in_action_at_Monza_FotoSpeedy

 

NOVO CAMIÃO DA ARAUJOS COMPETIÇÃ0

NOVO CAMIÃO DA ARAUJO ´S COMPETIÇÃO

 

Eis o novo camião da Arujo´s Competições, que em termos nacionais estreou-se em Braga.Este novo atrelado veio de Espanha duma equipa que correu em GT.NOVO CAMIAOARAUJOCOMPETIO

 

GALERIA DE IMAGENS

GALERIA DE IMAGENS

 

MOTORCLASSICO

 

 

Grupo de imagens da edição deste ano do Motorclassico, que teve lugar no Parque das Nações em Lisboa.motor1motor2motor3motor4motor5motor6motor6motor7motor9motor10

 

GALERIA DE IMAGENS

GALERIA DE IMAGENS

 

TROFÉU LABORGHINI COMEÇOU EM MONZA

 

Série de imagens referentes ao Troféu Lamborghinilambo1lambo2lambo3lambo4lambo4lambo5lambo6lambo7lambo8lambo9lambo10lambo11lambo12lambo14lambo15lambo16lambo17lambo18lambo19lambo20lambo21lambo22lambo23lambo24lambo25lambo26lambo27lambo28lambo29, que começou este fim de semana que passou na pista italiana de Monza.

 

LISTA DE INSCRITOS WEC

LISTA DE INSCRITOS PARA A WEC

 

Eis a lista de inscritos para a WEC.inscritoswec

 

GALERIA DE IMAGENS

GALERIA DE IMAGENS

 

 

Grupo de imagens de Fernando Ffaria1faria2faria3faria4faria5faria6faria7faria8faria9faria10faria11faria12faria14faria15faria16faria17faria18faria19faria20faria21faria22faria23faria24faria25faria26faria27faria28faria29faria30faria31faria32faria33faria34faria35faria36faria37faria38faria39faria40faria43faria44faria45faria46aria, sobre o fim de semaan passado no circuito vasco sameiro em Braga.

 

 

Fotos de Fernando Faria - www.velocidadeonline.com

 

DIVULGAÇÃO DO DTM NA ALEMANHA

DIVULGAÇÃO DO DTM NA ALEMANHA

 

Os organizadores do DTM não brincam em "serviço", pois a divulgação desta categoria é muito importante, tal como o demonstram as imagens que agora apresentamos.dtm1dtm2dtm3dtm4dtm5dtm6dtm7dtm8

 

João Raposo

Telemóvel: +351 961 686 867
E-mail: jraposo-air@portugalmail.pt