In order to view this object you need Flash Player 9+ support!

Get Adobe Flash player
Joomla! Slideshow

VELO CAB2012


NOVO DACIA LOGAN

 

NOVO DACIA LOGAN MCV STEPWAY : O MAIS RECENTE MEMBRO DA FAMÍLIA STEPWAY

 

 

Depois dos Sandero, Lodgy e Dokker, a família Stepway acolhe um quarto membro: o Logan MCV Stepway! Um modelo que permite à marca Dacia continuar a capitalizar sobre o enorme sucesso da família Stepway.

O look aventureiro do Logan MCV Stepway exprime-se através da altura ao solo – aumentada em 50 mm – mas também nas proteções na frente e na traseira, na grelha dianteira inspirada na do Duster, nas proteções laterais da carroçaria e no interior específico.

O Novo Logan MCV Stepway possui uma personalidade forte que se inspira nos códigos dos crossovers, à qual se adiciona um preço sem concorrência, dentro do espírito da marca Dacia.

O Logan MCV Stepway conserva todas as características que fazem o sucesso do Logan MCV:

- O vasto espaço interior com 5 verdadeiros lugares.

- O volume da bagageira de 573 litros, um dos maiores do mercado, todos os segmentos incluídos.

O Novo Logan MCV Stepway tem um design moderno, com uma nova assinatura luminosa, um novo ambiente interior, novas superfícies de arrumação e mais equipamento.AC1 Copy

 

DTM 2017

AS  PRIMEIRAS IMAGENS DOS DTM 2017

 

Eis as primeiras imagens do BMW e Audi que estiveram em testes no autódromo de POrtimão.

 

Fotos de Paulo Maria - www.velocidadeonline.comar1 Copyar2 Copyar3 Copyar4 Copy

 

CAMPEONATO DO MUNDO DE FÓRMULA 1 - 2017

CAMPEONATO MUNDO DE FÓRMUAL 1 - 2017

 

OS DETALHES TÉCNICOS DO NOVO FORCE INDIAAW1 CopyAW2 CopyAW3 CopyAW4 CopyAW5 CopyAW6 CopyAW7 CopyAW9 CopyAW12 CopyAW13 CopyAW14 Copy

 

GALERIA DE IMAGENS - 1ºGP DEFESO

GALERIA DE IMAGENS

 

1º GRANDE PREMIO DEFESO

 

Mais um grupo de imagens relativas a corrida.

 

Fotos de João Raposo Photography - www.velocidadeonline.comFOX 6243_CopyFOX 6244_CopyFOX 6245_CopyFOX 6246_CopyFOX 6247_CopyFOX 6248_CopyFOX 6248_CopyFOX 6249_CopyFOX 6250_CopyFOX 6253_CopyFOX 6254_CopyFOX 6263_CopyFOX 6260_CopyFOX 6265_CopyFOX 6266_CopyFOX 6267_CopyFOX 6268_CopyFOX 6268_CopyFOX 6270_CopyFOX 6274_CopyFOX 6276_CopyFOX 6277_CopyFOX 6280_CopyFOX 6282_CopyFOX 6283_CopyFOX 6284_CopyFOX 6285_CopyFOX 6287_CopyFOX 6288_CopyFOX 6289_CopyFOX 6290_CopyFOX 6294_CopyFOX 6295_Copy

 

BEST CARS CONSAGRA GAMA VOLVO 90

 

Best Cars 2017 consagra gama Volvo 90

 

Realizou-se ontem, no Auditório do Lagoas Park Hotel, em Porto Salvo, a Gala Anual dos Prémios Best Cars, uma iniciativa organizada pela Autohoje.

Atualmente na sua 24ª edição, os Best Cars consagram as melhores propostas do sector automóvel presentes no território nacional, numa escolha que pertence por inteiro aos leitores da revista Autohoje que fazem as suas escolhas dentro dos vários segmentos possíveis. Na edição deste ano foram contabilizados vários milhares de votos.

Destaque para a consagração total da gama Volvo 90 que recebeu os galardões máximos nas categorias para a qual concorria. Com efeito, os Novos Volvo S90/V90 venceram a Categoria E – Grandes Familiares tendo por sua vez o Volvo XC90 conquistado o primeiro lugar na Categoria K – SUV // TT Grandes.

Destaque ainda para o Prémio SIM 2017, atribuído pela equipa do Autohoje à Volvo Car Portugal.

 

EXPOMECANICA

 

expoMECÂNICA promove na EXPONOR formação para o setor automóvel

Espaços de demonstração lotados, conferências emolduradas de interessados e muitas outras iniciativas paralelas fazem da 4.ª edição do Salão de Equipamentos, Serviços e Peças Auto (7-9 de abril) um exemplo único de oferta formativa gratuita em eventos do género em Portugal. Feira contará com mais de 150 empresas e entidades expositoras.

Se atendermos à quantidade e qualidade de formação que será oferecida ao longo dos três dias do expoMECÂNICA 2017 (de 7 a 9 de abril na EXPONOR – Feira Internacional do Porto), estaremos perante dados «inéditos», que fazem do 4.º Salão de Equipamentos, Serviços e Peças Auto um «caso único, sem paralelo, ao nível da oferta formativa grátis em certames do género, em Portugal», segundo José Manuel Costa, diretor da Kikai Eventos, a entidade organizadora do acontecimento de referência para o tecido empresarial do aftermarket automóvel do nosso País (todos os pormenores em www.expomecanica.pt).

«Garantimos três dias non stop, com demostrações, workshops, conferências, palestras, entre outras iniciativas de formação, absolutamente preenchidos», salienta o mesmo responsável.

A afirmação é secundada por Paulo Pinto, delegado técnico e comercial em território luso da multinacional alemã Schaeffler (um dos principais fornecedores mundiais do setor automóvel, com cerca de 170 instalações fabris espalhadas por 50 países, e um volume global de negócios de mais de 13 mil milhões de euros, em 2016), que, edição após edição, conta com lotação esgotada no espaço de demonstração que dinamiza na exposição, o Demotec by Schaeffler. «Não tenho conhecimento de um investimento tão grande em formação como no expoMECÂNICA. Ao nível nacional, é a feira referência», refere.

Paulo Pinto realça ainda a importância que esta componente assume para os profissionais do setor. «É o local onde conseguem identificar novas tecnologias e experimentá-las na hora. Daqui levam ideias do que podem encontrar, mais tarde, nas oficinas mais bem equipadas».

E é, precisamente, o que vai acontecer este ano no espaço de Demotec. Numa das sessões, por exemplo, a Schaeffler vai proporcionar – numa estreia nacional - o primeiro contacto com o sistema de dupla embraiagem a seco da Renault. Os visitantes vão conhecer esta novidade no expoMECÂNICA e vão poder testá-la, tirar dúvidas e transpor a aplicabilidade para o seu local de trabalho.

Na mesma linha de atuação, e também com perspetivas de lotação esgotada, está o ciclo de palestras do expoTALKS by TecWash, que conta com o apoio editorial da revista especializada Pós-Venda. Ao crescente número de pedidos de informação sobre o programa e temas desta edição, Sónia Rodrigues, igualmente da Kikai Eventos, não hesita em prognosticar uma «forte adesão».

O Centro de Arbitragem do Setor Automóvel (CASA), por exemplo, é uma das entidades que aproveitará o auditório do maior salão português para profissionais do setor automóvel para realizar vários workshops. Estão previstos quatro, sobre temas relevantes para o setor (o temas das garantias é um deles), mas a instituição reserva para brevemente informação pormenorizada a propósito.

Integradas no expoTALKS estarão também duas ações (in)formativas da Associação Nacional do Ramo Automóvel (ARAN), sobre segurança e higiene no trabalho em contexto oficinal, e as particularidades ambientais que delimitam atividade das oficinas. Ambas ocorrerão no sábado (das 11 às 12 horas) e no domingo (das 15 à 16 horas) e dão direito a certificado de formação.

Formação para executivos desloca módulo para o terreno…

Outra das iniciativas que fortalece ainda mais a oferta formativa desta edição é o Programa Avançado de Gestão para profissionais do pós-venda automóvel, que descentralizará um dos módulos para o Salão. A ação é promovida pela Divisão de Peças e Acessórios Independentes da Associação Automóvel de Portugal (ACAP), em parceria com a Nova School of Business and Economics.

«A deslocalização de um módulo do curso para o expoMECÂNICA tem a ver com a necessidade de estar - mesmo - no terreno. Nós fazemos um curso de terreno. Com conceitos totalmente aplicados. Com docentes que estão no terreno. Diria que, enquanto não tirarmos da cabeça esta ideia de que a universidade e as empresas vivem em mundos opostos não conseguiremos ver o mundo de outra maneira. Este é um exemplo, apenas, de disponibilidade», sublinha José Crespo de Carvalho, coordenador académico da formação de executivos da Nova SBE.

A conferência da revista Pós-Venda, subordinada ao tema “Como rentabilizar a sua oficina”, tem igualmente a sua terceira ronda agendada para o expoMECÂNICA. Decorrerá a 8 de abril, no Auditório da AEP - Associação Empresarial de Portugal (entre as 14,30 e as 19 horas) e terá a preencher os painéis temas como: a importância dos softwares de gestão na melhoria da rentabilidade oficinal, a influência das redes sociais e plataformas tecnológicas na dinamização do negócio, a relação entre o processo de pintura e o incremento do lucro na oficina, e o desenvolvimento de competências nos recursos humanos (mecânicos) através da formação.

Trata-se de um momento importante e que garante um «programa de excelência para ajudar as oficinas no seu dia-a-dia, com ideias concretas, exemplos e casos práticos» isto «numa época de grandes desafios para os profissionais do setor». A publicação desenvolverá, aliás, outras iniciativas na feira, entre as quais o desafio “MecatrónicaOnline / Actia / Haynes Pro” (que distribuirá mais de seis mil euros em equipamento pelas oficinas que se candidatarem) e os prémios “Pós-Venda/ Expomecânica – Melhores Stands”.

O Salão de Equipamentos, Serviços e Peças Auto recebe ainda o XIII Encontro Nacional da Reparação Automóvel, promovido pela Associação Nacional das Empresas do Comércio e da Reparação Automóvel (ANECRA). A jornada de reflexão e debate juntará inúmeros protagonistas e operadores do setor, focados na “Inovação e Tecnologia na Reparação” – o tema do momento, que elevará os desafios em marcha à tribuna do Auditório da AEP, no dia 8, às 9,30 horas.

Formação e emprego costumam andar juntos e isso também se aplica no evento organizado pela KiKai na EXPONOR. A Bosch Portugal aproveitará a sua participação na feira para distribuir uma brochura de recrutamento, na expectativa de encontrar perfis adequados para futuras colaborações. Em caso de dúvida sobre as ofertas em causa, os interessados poderão dirigir-se ao espaço da Bosch e esclarecê-las junto dos colaboradores presentes no stand.

Tudo isto e, seguramente, muito mais, não deixará de ser aprofundado in loco no Plateau TV, um espaço de informação e debate que, dinamizado pelo Jornal das Oficinas, ao longo dos três dias, transmitirá o expoMECÂNICA em live streaming, com todos os temas do pós-venda automóvel nacional por pano de fundo.

12 mil metros quadrados, mais de 150 expositores, 12 mil visitantes…

Por último, refira-se que a feira propriamente dita apresentar-se-á com o espaço expositivo lotado. O Pavilhão 6 da EXPONOR e as galerias adjacentes (12 mil metros quadrados) acolherão as novidades de mais de 150 expositores, que, pelas contas da organização, atrairão perto de 12 mil visitantes profissionais.

Para evitar, tanto quanto possível, as indesejadas filas de espera à entrada do expoMECÂNICA, a organização está a aconselhar o credenciamento prévio e on-line das visitas, tendo disponibilizado inclusive uma aplicação informática para (via smartphone) tornar a experiência mais fluída e informada (veja com detalhe em www.expomecanica.pt).

Síntese:

expoMECÂNICA 2017 – 4.º Salão de Equipamentos, Serviços e Peças Auto

Organização: KiKai Eventos

Data: de 7 a 9 de abril

Local: EXPONOR – Feira Internacional do Porto, Pavilhão 6 e galerias adjacentes

Horário: das 10 às 20 horas, no dia 7 (sexta-feira); das 10 às 22 horas, no dia 8 (sábado); e das 10 às 19 horas, no dia 9 (domingo)

Em exposição: Peças & Sistemas; Tecnologias de Informação & Gestão; Estações de Serviço & Lavagem; Reparação & Manutenção; Acessórios & Customização

Perfil do visitante: O expoMECÂNICA é um salão profissional. O acesso faz-se mediante convite e os profissionais devem credenciar-se antes da sua visita. É interdita a entrada a menores de 14 anos.

Apoios: Associação Nacional do Ramo Automóvel (ARAN), Associação Nacional das Empresas do Comércio e da Reparação Automóvel (ANECRA), Associação Automóvel de Portugal (ACAP), Centro de Formação Profissional da Reparação Automóvel (CEPRA) e Associação Nacional de Transportadores Públicos Rodoviários de Mercadorias (ANTRAM)

Media partners: Turbo Oficina, Turbo Oficina Pesados, Jornal das Oficinas, Revista dos Pneus, Revista Pós-Venda, Vida Económica – Suplemento da ARAN, Revista da ANECRA, Transportes em Revista, Revista Eurotransporte, Eurotransporte TV, Jornal de Notícias, TSF, OLX e Standvirtual.

Os expositores: A. VIEIRA, ACTIVEX, AGUADO, ALIDATA, ALTARODA, ATLANTIC PARTS, AUTOBARROS – ACESSÓRIOS, AZ AUTO, BAHCO, BOLAS, BOSCH, B-PARTS, C.R.P.B., CARDINAIS, CARF, CATFLEX, CENTROCOR, CETRUS, COMETIL, CONVERSA DE MÃOS, CORCET, DERASA, DISPNAL PNEUS, DISTRILUBE, DOMINGOS & MORGADO, ENDAL, ENGANCHEZ ARAGÓN, EQUIASSISTE, EQUIWASH, ESCAPE FORTE, ETICADATA, EUROCOFEMA, EUROTAX, EUROTRANSMISSÃO, EUROTYRE, ECR, FEDIMA, FERROL 2, FIXAVE, FORMULA EP3, FUTURVIDA, GAMOBAR, GONÇALTEAM, GRUPODER, GTA SOLUTION, HELDER MÁQUINAS, HISPANOR, IMPORFASE, INFORAP, INFORTRÓNICA, INTERESCAPE, INTERMACO, IVEPEÇAS, JAO COMPONENTES USADOS, JAP PEÇAS, JAPOPEÇAS, JCM CONSULT, JF UNIPESSOAL, JP TOOLS, KAMOKA, LEATRONIC / GT ALARM, LEIRILIS, LEONET SERVIS, LISPARTS, LUBRICANTES INTERNACIONALES, VITESS, LUSAVEIRO, LUSILECTRA, LUSORACKS, LYNXPORT, MANUEL PEREIRA DE SOUSA, MASAC, MASTERGÁS, MASTERSENSOR, MAXOLIT, MCNUR, MCOUTINHO, MEGAMUNDI - SOCIEDADE COMERCIAL DE PNEUS, MERPEÇAS, MESTO, MGM - MANUEL GUEDES MARTINS, MORAIS & CÂMARA, MOTORMÁQUINA, MOTRIO, MOURAUTO, MOVICONTROL, MUNDIALUB, NATUREZA VERDE, NELSON TRIPA, NEOCOM, NEOPARTS, NEW CAR, NORSIDER, OCEAN FÓRMULA TURBO, PC&C - PINTO DA COSTA & COSTA, PETRONAS LUBRICANTS PORTUGAL, POLIBATERIAS, PPT DISTRIBUIÇÃO, PRO4MATIC, PROSPER, PROVMEC, RAVIOL, REDE INNOV, RODRIBENCH, ROMAFE, ROR, ROTAIR, RPL CLIMA, RSF, SCHAEFFLER, SONICEL, SOS BATTERY, SPARKES & SPARKES, SPINERG, STAND ASLA, STAR EXTRAS LINE, TACHOROSETE, TACOFROTA, TECNIAMPER, TECNIVERCA, TECWASH, TEIXEIRA & CHORADO, TELEPEÇAS, TIRE MASTER, TRACTORMINHO, TRODMAN, TURBOPEÇAS, VALLUX, VEICOMER, VIEIRA & FREITAS, VITOBELLO RICAMBI, VTS, WORD ATTACHMENT, WURTH, X ACTION, ZETA AUTOMOTIVE, ACAP, ARAN, ANECRA, ANTRAM, JORNAL DAS OFICINAS, CASA, REVISTA PÓS-VENDA, REVISTA TURBO, REVISTA EUROTRANSPORTE, CEPRA, MOTORISTAS DO ASFALTO (Lista de empresas e instituições que, até 22 de fevereiro de 2017, possuíam espaço reservado no evento).

 

CUIDADOS

 

Viajar em segurança e protegido com os conselhos da MDS

 

Cuidados para quem vai viajar para a neve

 

Se é um dos portugueses que nas próximas semanas vai fazer férias na neve, deve ter em atenção para as especificidades e riscos associados. A MDS elaborou um conjunto de conselhos e recomendações que poderão ser úteis

 

No período do Carnaval e da Páscoa milhares de portugueses aproveitam para fazer férias na neve. No entanto, esta é uma ocasião que requer sempre cuidados especiais, desde a alimentação ao material, passando pelo vestuário e segurança.

Para ajudar os portugueses a usufruir em pleno das suas férias de inverno, qualquer que seja o seu destino, a MDS, líder na consultoria de riscos e corretagem de seguros em Portugal, elaborou um conjunto de conselhos e recomendações.

 

Prepare-se para as pistas

• Os desportos na neve implicam elevados gastos de energia. Hidrate-se regulamente e consuma alimentos ricos em hidratos de carbono. A falta de energia induz o corpo em fadiga, aumentando a probabilidade de acidente.

Não se esqueça do protetor solar e dos óculos com níveis de proteção UV elevados.

 

Cuidados a ter com o carro

• Usar malas de tejadilhos para transporte de equipamentos volumosos.

• Verificar o limite de carga do seu automóvel – ocupantes e malas.

• Verifique a pressão dos pneus com o carro já carregado.

• Condução (ainda mais) defensiva, especialmente se levar muito peso no tejadilho.

• Se necessário, usar correntes de neve nos pneus.

 

Proteção desde que sai de casa: Não se esqueça de fazer o seguro (desde 33,20€/ pessoa)

Para além de todos os cuidados e preparação, os imprevistos acontecem. O seguro de viagem ajuda-o a proteger e oferece um vasto leque de coberturas, entre elas:

• Assistência em caso de doença ou acidente

• Reembolso de férias não usufruídas

• Equipamento de substituição em caso de atraso na chegada do equipamento de ski/ snowboard

• Proteção em caso de roubo ou dano do equipamento próprio ou alugado

• Indemnização diária em caso de encerramento da pista

• Cobertura em todo o mundo, sem custos adicionais

 

Não se esqueça de levar o seu telemóvel ou câmara fotográfica para registar os melhores momentos. BOA VIAGEM.

 

Sobre a MDS

A MDS é um grupo multinacional que atua na área da corretagem de seguro e resseguro e consultoria de risco. É líder de mercado em Portugal, top 3 no Brasil e está presente também em Angola e Espanha. Através da Brokerslink, uma das maiores organizações globais de corretagem e serviços de consultoria de risco fundada pela MDS em 2004 e sedeada em Zurique, está presente em mais de 100 países, com cerca de 400 escritórios e totalizando cerca de 10.000 profissionais da área dos seguros. É também acionista e parceiro de referência da ED (ex-Cooper Gay Swett & Crawford), corretor independente no mercado ressegurador londrino.

 

 

MERCEDES BENZ CHALLENGE - BRASIL

 

Fabio Davini/Mercedes-Benz
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Pole position terá pontuação extra nas duas categorias
Alta | Web
Fabio Davini/Mercedes-Benz
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Pilotos poderão descartar o pior resultado das 7 primeiras etapas
Alta | Web
Fabio Davini/Mercedes-Benz
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Novidades incluem pacote técnico para a CLA AMG Cup
Alta | Web
Fabio Davini/Mercedes-Benz
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Temporada 2017 começa dia 2 de abril, em Goiânia
Alta | Web
Mercedes-Benz Challenge apresenta novidades para a temporada 2017

 

• Mudanças no regulamento foram idealizadas para aumentar o nível de competitividade
• Com um grid ainda maior do que em 2016, meta é ter ainda mais pilotos em condições de disputar o título


Com expectativa de mais uma temporada de grid cheio, o Mercedes-Benz Challenge apresentou na última quarta-feira (22) novidades que irão tornar ainda mais competitivo o torneio que se inicia no dia 2 de abril, no Autódromo Internacional Ayrton Senna, em Goiânia (GO). Com destaque especial para as alterações no regulamento desportivo, a organização do torneio preparou um pacote de mudanças idealizadas para contribuir com o nível de competitividade da categoria. A aguardada estreia de novatos e alguns pilotos de carreira consolidada são outros elementos que reforçam a previsão de que 2017 pode ser a temporada mais disputada da história do campeonato.

"Nosso desafio a cada ano é aprimorar cada detalhe que torne a competição ainda mais emocionante. Consideramos o Mercedes-Benz Challenge como parte fundamental da estratégia da marca no Brasil, uma vez que a categoria aumenta a exposição da marca, além de ser uma oportunidade de relacionamento com clientes e concessionários de diversas regiões do País", afirma Holger Marquardt, diretor geral Automóveis América Latina e Caribe.

Mais oportunidades - A novidade que deve ter mais peso na disputa pelo título é o descarte do pior resultado em corrida, que poderá ser aplicado da 1ª à 7ª etapa das oito que serão realizadas em 2017. Essa alteração tem como objetivo fazer com que mais pilotos cheguem à última corrida disputando o título.

No ano passado, o torneio chegou à prova final com quatro pilotos em cada uma das duas divisões com chances reais de serem campeões. Em 2017, ao invés de pontuação dobrada na final, a corrida passa a ter peso 1,5 na pontuação, ou seja, estarão em jogo 50% a mais de pontos do que em uma etapa normal. A pontuação extra atrai a participação de mais pilotos e, combinada com o descarte do pior resultado nas corridas anteriores, coloca ainda mais ênfase da disputa pelo título na última prova do ano.

Recompensa merecida - Uma novidade que será muito comemorada pelos pilotos é a concessão de um ponto extra para quem conquistar a pole position tanto na C 250 Cup quanto na CLA AMG Cup. "A briga pela pole tem sido uma disputa à parte durante o ano inteiro. Por exemplo, no ano passado tivemos 15 carros dentro do mesmo segundo no grid da 7ª etapa, em Goiânia. Os seis primeiros estavam separados por praticamente um décimo de segundo. Esse é um índice expressivo, que diz muito sobre o nível do torneio. Dessa forma, decidimos que o vencedor dessa disputa realizada todo sábado antes de cada corrida merece uma recompensa. Temos certeza que o ponto extra vai fazer muita diferença nas contas para o título", afirma Alexandre Ayres, gerente sênior de Pós-Venda da Mercedes-Benz do Brasil.

Pacote técnico - Para a nova temporada, a organização decidiu implementar na CLA AMG Cup algumas alterações técnicas, sempre visando melhorar a performance e durabilidade do modelo. Os novos itens serão fornecidos por parcerias técnicas firmadas pelo torneio. A divisão AMG do Mercedes-Benz Challenge passará a contar com novos discos (Fremax) e pastilhas de freio (Fras-le), kit de buchas de suspensão traseira (Viemar) e uma segunda opção de amortecedores (JL/Kampico).

Confira o calendário 2017
02/04 - Goiânia (GO)
21/05 - Santa Cruz do Sul (RS)
09/07 - Londrina (PR)
06/08 - Velo Città (SP)
10/09 - Local ainda não confirmado
22/10 - Curitiba (PR)
26/11 - Brasília (DF)
10/12 - Interlagos (SP)

Mais informações sobre a categoria estão disponíveis pelo site www.mbchallenge.com.br.

Informações sobre a Mercedes-Benz estão disponíveis na internet em: http://www.mercedes-benz.com.br/institucional/imprensa/releases

 

SEGUNDO AS PREVISOES DA PIRELLI

 

PIRELLI TAKES TO THE TRACK WITH MORE THAN 3500 TYRES AT PRE-SEASON TESTING IN BARCELONA: THE DEBUT FOR THIS YEAR’S NEW WIDER TYRES ON THE ALL-NEW 2017 CARS

WET TESTING WILL TAKE PLACE ON THURSDAY MARCH 2 USING AN ARTIFICIALLY-DAMPENED TRACK, TO FOCUS ON THE CINTURATO INTERMEDIATE AND FULL WET TYRES

 PIRELLI TO BE TITLE SPONSOR OF THE GRANDS PRIX IN SPAIN, HUNGARY AND BELGIUM THIS YEAR

Pirelli will bring more than 3500 tyres to Barcelona for the first eight days of testing with the latest-generation 2017 cars (from February 27-March 2, then again from March 7-10).
Last year, Mercedes, Red Bull and Ferrari carried out a series of tests with mule cars from August to November: 2015 chassis that had been modified to simulate the increased downforce levels of the 2017 technical regulations. The other teams had full access to the data generated by the mule car tests, but for them the tests in Spain will be a very first taste of the new wider 2017 tyres. At the front, the tyres grow from 245mm to 305mm in width: at the back, they grow from 325mm to 405mm. The diameter of the wheel rims remains unchanged at 13 inches.

WET TEST. The forthcoming tests also include one day on a wet track, to focus on the 2017 intermediate and full wet tyres, for which it has only been possible to undertake limited testing so far. The date for this test is scheduled to be March 2: the final day of the first session. However, this could be revised (following a meeting with the teams) if one of the previous three days looks set to be rainy.

COMPOUNDS AVAILABLE. All the compounds will be taken to Barcelona, including the intermediates and full wets. Every compound is brand new for this year, with entirely new constructions as well. The objective for all these tyres, shared with the FIA and the teams, is to deliver tyres with a higher level of performance together with lower degradation, allowing the drivers to push hard during every phase of the race.

HOW MANY COMPOUNDS AND WHICH ONES? There will be 810 sets of 2017 tyres in total requested by the teams in Barcelona. This is how the allocation is divided by compound:

  • Hard                    23 sets
  • Medium               263
  • Soft                     287       
  • Supersoft            74
  • Ultrasoft              51
  • Intermediate        67
  • Wet                      45

BACKUP OPTIONS. The tests in Spain will also allow backup compounds to be tested. These are tyres with 2016 constructions and compounds, which Pirelli has made available for use if needed, in case the real loads and performance turn out to be lower than those theoretically anticipated. The teams have requested 70 sets of these backup tyres to test.

PIRELLI AS TITLE SPONSOR. The first steps of Formula 1’s new look at Montmeló also provides a perfect opportunity to announce that Pirelli will be title sponsor of the Spanish Grand Prix from May 12-14. This is the first of three grands prix where Pirelli will be title sponsor, followed by Hungary in late July and Belgium in late August.

 

WTCC 2017

WTCC 2017

 

AZ1 CopyAZ2 CopyAZ3 CopyAZ4 CopyAZ5 CopyAZ6 Copy

 Os Citroen das equipas da SLR e Munnich testam Citroen WTCC no circuito de Navarra.

 

SAUBER JÁ RODA EM PISTA

CAMPEONATO DO MUNDO DE FÓRMULA 1 - 2017

 

SAUBER JÁ RODA EM PISTA

 

Eis as primeiras imagens do monolugar da Sauber a rodar em pista, para fazer o filme publicitário para a equipa suiça.AX6 CopyAX7 CopyAX8 CopyAX8 CopyAX9 CopyAX10 CopyAX11 Copy

 

CAMPEONATO DO MUNDO DE FÓRMULA 1 - 2017

CAMPEONATO DO MUNDO DE FÓRMULA 1 - 2017

 

EM MELBOURNE

 

  1. Estamos apenas a um mês vamos ter o primeiro treino livre para um GP de F1 em 2017. Em Melbourne trabalha-se a todo o vapor.

 

CAMPEONATO DO MUNDO DE FÓRMULA 1 - 2017

CAMPEONATO DO MUNDO DE FÓRMULA 1 - 2017

 

  1. O piloto ingles Lewis Hamiltonjá roda com o W08 em Silverstone no meio da tempestade. Pelo menos dá para provar o downforce. Apresentação em Silverstone pelas 12:30. . Desenho muito diferente na traseira dos pontões. E não tem barbatana...

 

EXTREME SAILING É NOTICIA

 

ENGIE and Team Tilt to throw down the wildcard gauntlet in Extreme Sailing Series™

Two wildcard entries are set to join the fray at Act 1 of this year’s Extreme Sailing Series™ in Muscat, alongside six full season squads, organiser and owner OC Sport announced today.

Following their participation in the inaugural GC32 Championship - also being staged in Muscat - the GC32 Racing Tour teams ENGIE and Team Tilt will compete in the Extreme Sailing Series season opener in Oman in less than two weeks’ time.

Headed up by highly experienced offshore sailor, Sebastien Rogues, ENGIE come with valuable experience in the GC32 as a crew, having secured fifth place in the GC32 Racing Tour last season. Rogues is accompanied by a solid roster of French sailors who are all fellow GC32 Racing Tour teammates.

“I am very happy to take part in the first Act of the 2017 Extreme Sailing Series,” said skipper Rogues, whose other sailing exploits include four Atlantic crossings.

The second of the two wildcards is Swiss-flagged Team Tilt. Like its French counterpart, Team Tilt enters the starting blocks with valuable GC32 experience from the Racing Tour.


 

alt
alt
alt
Revisit the 2016 finale as the Extreme Sailing Series™ heads for Muscat
Revisit the 2016 finale as the Extreme Sailing Series™ heads for Muscat.

 

SKODA REFORÇA ARGUMENTOS

 

A ŠKODA reforça os argumentos da elegante gama ŠKODA RAPID e RAPID SPACEBACK com inúmeras inovações. Novos sistemas de iluminação garantem ainda maior segurança. Os passageiros podem estar "sempre online" graças a um hotspot WLAN. A oferta passa a incluir dois motores 1.0TSI com três cilindros, que são eficientes e têm reduzidas emissões poluentes, não deixando no entanto de ser dinâmicos. O facelift destes modelos será apresentado ao público pela primeira vez no Salão Internacional de Genebra (7-19 de março de 2017).

  • ŠKODA RAPID e ŠKODA RAPID SPACEBACK com novo design exterior
  • Faróis bi-xénon e tecnologia LED
  • Interior e painel de instrumentos com novo design
  • Conectividade - com hotspot WLAN a bordo, "sempre online"
  • Motores eficientes e desportivos; 1.0 TSI com três cilindros
  • Estreia internacional no Salão Automóvel de GenebraAX1 CopyAX2 CopyAX3 CopyAX4 CopyAX5 Copy
 

SUGESTÃO DA SEMANA

 

23º Super Bock Super Rock


Nova confirmação:

The Orwells
13 de julho, Palco EDP


 


13, 14 e 15 de julho de 2017
Lisboa, Parque das Nações

www.superbocksuperrock.pt | facebook.com/sbsr

Na 23ª edição, o Super Bock Super Rock volta a ser montra da melhor música. Depois das confirmações de Kevin Morby e Boogarins, há mais talento com a guitarra em punho para ver e ouvir no Palco EDP: no dia 13 de julho os americanos The Orwells prometem incendiar de irreverência o Super Bock Super Rock.

alt
 

Site | Facebook |  Vídeo: Who Needs You

Um rock animado por distorções, com acordes suficientes para fazer a festa, direto ao assunto e com espírito de garagem: é essa a receita dos The Orwells. Desde a estreia em 2012, com “Remember When”, estes rapazes de Chicago têm o nome bem marcado no mapa do indie rock da atualidade. Na linha de bandas como os Vaccines ou os Strypes, The Orwells também apostam na simplicidade de canções cuja atmosfera juvenil é capaz de envolver melómanos de todas as idades. “Southern Confort” e “The Righteous One”, duas músicas incluídas no bem-sucedido “Disgraceland”, editado em 2014, são bons exemplos disso.

Para a história desse disco fica a atuação no programa “Late Show” de David Letterman, nos Estados Unidos. Uma performance tão punk que impressionou o apresentador norte-americano ao ponto de pedir um encore. A revista Rolling Stone considerou este momento como o grande destaque televisivo desse ano.

Voltam aos discos em 2017, com “Terrible Human Beings”. E em banda que ganha, não se mexe. Por isso, a fórmula mantém-se com mais uma coleção de canções injetadas de juventude e que prometem prender o público do Palco EDP no dia 13 de julho no Super Bock Super Rock.


 

Já confirmados:

13 de julho
Palco Super Bock – Red Hot Chili Peppers, Capitão Fausto
Palco EDP – Kevin Morby, The Orwells, Boogarins


14 de julho
Palco Super Bock - London Grammar
Palco EDP - Tyler, The Creator


15 de julho
Palco Super Bock – Deftones, Foster the People
Palco EDP - Seu Jorge “The Life Aquatic”: Tributo a David Bowie, James Vincent McMorrow, Bruno Pernadas


Mais novidades a anunciar brevemente.

 

Informação de Bilhetes



Preço dos Bilhetes

Bilhete diário 13 de julho - ESGOTADO
Bilhete diário VIP 13 de julho - ESGOTADO
Fã Pack FNAC - ESGOTADO

Passe 3 dias: 109€
Bilhete Diário: 55€

Passe 3 dias VIP: 260€
Bilhete Diário VIP: 150€

(Bilhetes VIP garantem acesso ao frontstage do Palco Super Bock e do Palco EDP + acesso à zona reservada para convidados Super Bock)
 

Locais de Venda

Blueticket, Call Center Informações e reservas 1820 (24 horas), no Facebook, FNAC e em fnac.pt, lojas Worten, El Corte Inglês, ABEP, Portimão Arena; Turismo de Lisboa; lojas Media Markt; Bilheteiras MEO Arena; rede PAGAQUI; Agências Top Atlântico. Place & Tickets


Packs bilhete, alojamento e viagem:
Place & Tickets


Espanha: Ticketea, lojas FNAC, Carrefour Viajes e Halcón Viajes, Masqueticket

Reino Unido: Festicket

Alemanha: Ticketmaster

França: FNAC, Carrefour, Géant, Magasins U, Intermarché, France Billet

 

 

SEGUNDO AS PREVISOES DA PIRELLI

 

A PIRELLI COMUNICA AUMENTO DE PREÇOS NA EUROPA E AMÉRICA DO NORTE PARA A GAMA DE TURISMO, MOTO E VEÍCULOS INDUSTRIAIS LIGEIROS

. – A Pirelli irá aplicar um aumento de preços que pode alcançar aproximadamente 9% nos seus produtos para turismo, veículos industriais ligeiros e moto, em todas as suas variantes (verão, inverno e all-season). Esta subida será a partir de 1 de Abril de 2017.

A alteração do preço é uma consequência do aumento do custo das matérias-primas necessárias para a fabricação dos pneus. A este, há que acrescentar o aumento do investimento na investigação e desenvolvimento de novos produtos, que contarão com um elevado componente tecnológico.

 

GALERIA DE IMAGENS - 1ºGP DEFESO

  1. 1º GRANDE PRÉMIO DEFESO NACIONAL DE CLÁSSICOS
  2. Kartodromo de Baltar
  3. Pensaram que já tinha acabado as fotos deste evento???pois enganaram-se...
    Kartódromo de Baltar
    Mas grupos de imagens dos pilotoaços a dar "à sola", isto é a carregar no prego....
    Fotos de João Raposo Photography - www.velocidadeonline. comFOX 6229_CopyFOX 6231_CopyFOX 6233_CopyFOX 6234_CopyFOX 6236_CopyFOX 6239_CopyFOX 6240_CopyFOX 6241_CopyFOX 6241_CopyFOX 6242_CopyFOX 6243_CopyFOX 6244_CopyFOX 6245_Copy

 

NOVO HYUNDAI 10

 

Novo Hyundai i10 conduziu a marca à vitória num comparativo da revista alemã Auto Bild 
 Novo Hyundai i10 superou o Renault Twingo e o Volkswagen Up num artigo comparativo da revista alemã Auto Bild;  O i10 liderou as categorias de conectividade, dinâmica de condução, conforto e despesas.
 
O Novo Hyundai i10, que foi recentemente redesenhado, conquistou os examinadores da revista Auto Bild à primeira, num artigo comparativo na edição 5/2017, realizado pela correspondente da Autofoco na Alemanha. Este pequeno citadino, que ficou recentemente disponível nos concessionários por toda a Europa, derrotou os seus concorrentes diretos, Renault Twingo e Volkswagen Up.
O Novo Hyundai i10 conquistou o primeiro lugar em quarto categorias - conectividade, dinâmica de condução, conforto e despesas – e não demonstrou quaisquer falhas, o que contribuiu para que saísse vitorioso deste frente a frente. A Auto Bild afirmou: “O Hyundai redesenhado conduziu a marca à vitória graças à sua vasta gama de funcionalidades, ao sistema multimédia substancialmente melhorado e à sua garantia de cinco anos sem limite de quilómetros.”
Thomas A. Schmid, COO da Hyundai Motor Europe, comentou o a vitória do Novo Hyundai i10: “A Auto Bild reafirmou a confiança que depositamos no Novo Hyundai i10. O modelo apresenta enorme qualidade de construção e representa a nossa paixão pelo detalhe. O facto de este ser um produto excelente com uma relação custo-benefício convincente já havia tornado o i10 anterior num sucesso de vendas por toda a Europa – legado que o Novo i10 está preparado para levar adiante.”
Os examinadores da revista Auto Bild foram também surpreendidos pelo conforto proporcionado pelo Novo Hyundai i10, afirmando: “Este é um citadino de luxo!”. O Novo Hyundai i10 compreende características segmentos superiores, tais como, jantes de liga leve, AC automático e sensores de estacionamento traseiros. 
O Novo Hyundai i10 apresenta agora um design mais emocional – que inclui a nova grelha dianteira em cascata, o sistema de infotainment e a oferta de conectividade mais extensiva da sua classe. Tal como todos os outros automóveis da Hyundai o Novo i10 oferece a garantia Hyundai líder do mercado de cinco anos sem limite de quilómetros.ax2 Copy

 

FÓRMULA 1 HISTÓRICOS NO ESTORIL

 

Formula 1 Históricos hoje e amanhã no Estoril, em Testes para o Estoril Classic
 
Estoril Classic 2017 | 21 e 22 Outubro
 
 
Os Fórmula 1 Históricos vão ao regressar ao Autódromo do Estoril, num novo evento chamado Estoril Classic, parte do campeonato do mundo de Formula 1 Históricos. De forma a preparar da melhor maneira a prova de 21/22 de Outubro, um grupo de equipas decidiu vir ao Estoril treinar hoje e amanhã, dias 22/23 de Fevereiro.
 
A pedido das equipas, os treinos irão decorrer com o paddock fechado, mas a bancada A estará aberta. Assim, os amantes da Formula 1 terão a possibilidade de se deslocar ao circuito e desfrutarem de um aperitivo do que será o evento de Outubro.
 
Recordamos, que durante o Estoril Classic, para além do Campeonato Mundial FIA de Formula 1 Históricos, o Autódromo do Estoril irá receber outras competições internacionais de Históricos, celebrando o seu 45ª Aniversário da melhor forma.
 
Para maís informações sobre o evento, o website www.EstorilClassic.com já se encontra Online, onde os interessados podem começar a conhecer todas as competições e máquinas que estarão presentes.  Durante os próximos meses, mais informação será revelada sobre um evento que a organização pretende que seja muito mais que uma corrida de Automóveis, mas sim verdadeiro evento “vintage” para toda a família, onde se podem recordar e celebrar os anos dourados da história do desporto motorizado.ax1 Copy

 

CONFIRMADO - RAMOS DE FERRARI 488

Miguel Ramos e Mikkel Mac no International GT Open

 

com a Spirit of Race num Ferrari 488.

 

Miguel Ramos e Mikkel Mac participarão pela Spirit of Race no International GT Open 2017 num Ferrari 488.

AC222 Copy

Miguel Ramos, vencedor do International GT Open em 2015, do Campeonato de Espanha de GT em 2002 e do Campeonato de Itália em 2005, com participações nas 24h de Le Mans em 2002 e 2005, participações no Mundial de GT1 e mais recentemente no International GT Open, fará equipa com o Dinamarquês Mikkel Mac.

Mikkel Mac venceu o European Le Mans Series em 2015 num Ferrari 458 Italia, melhorando assim o Segundo lugar alcaçado em 2014. O piloto Dinamarquês participou nas 24h de Le Mans em 2016 também com um Ferrari 458 Italia.

Em 2017 esta dupla participará no International GT Open na categoria “Pro”, a mais dura e difícil em termos de competitividade do Campeonato. Em virtude da reconhecida capacidade, potencial e experiência acumulada, o objetivo de ambos os pilotos do Ferrari #488 é obviamente lutar pela vitória no Campeonato.

O International GT Open 2017 terá sete eventos com duas corridas cada, com o arranque agendado para 29 e 30 de Abril no Estoril.

Calendário 2017

 

http://www.gtopen.net/images/portugal_flag.jpg    Estoril 29 - 30 de Abril

 

http://www.gtopen.net/images/belgium_flag.jpg    Spa 27 - 28 de Maio

 

http://www.gtopen.net/images/france_flag.jpg    Paul Ricard 10 – 11 de Junho

 

http://www.gtopen.net/images/hungary_flag.jpg    Hungaroring 1 – 2 de Julho

 

http://www.gtopen.net/images/england_flag.jpg    Silverstone 2 – 3 de Setembro

 

http://www.gtopen.net/images/italy_flag.jpg    Monza 30 Set – 1 de Outubro

 

http://www.gtopen.net/images/spain_flag.jpg    Barcelona 28 – 29 de Outubro

 

GALP É NOTICIA

 

Resultados dos 12 meses de 2016 Aumento da produção no Brasil suporta resultados
 
 A produção total ( w orking interest ) de petróleo e gás natural foi de 67,6 kboepd, um aumento de 48% face a 2015, o que se deveu à maior contribuição do pré-sal brasileiro com a entrada em produção de duas novas FPSO (Cidade de Maricá e Cidade de Saquarema) e o ramp - up de outras das seis já ali instaladas. A produção net entitlement (líquida) aumentou 51% para 65,1 mboepd.
 A margem de refinação da Galp foi de $4,3 por barril, o que compara com $6,0 no período homólogo, reflexo da descida das margens de refinação internacionais. A comercialização de produtos petrolíferos manteve uma contribuição estável para os resultados.
 As vendas totais de gás natural foram de 7.065 Mm³, uma queda de 8% face ao período homólogo, explicada essencialmente pela descida dos volumes vendidos no segmento de trading .
 O Ebitda consolidado do Grupo em base ajustada (RCA) totalizou €1.411 milhões, menos €127 milhões do que no período homólogo.
 O investimento totalizou €1.218 milhões, 85% dos quais foram aplicados nos projetos de E&P.
 O resultado líquido (RCA) totalizou €483 milhões, menos €156 milhões do que no período homólogo. O resultado líquido de acordo com as Normas Internacionais de Relato Financeiro (IFRS) foi de €179 milhões. O impacto dos eventos não recorrentes, incluindo imparidades, foi de €324 milhões.
 No final do período, a dívida líquida do Grupo situava-se em €1.870 milhões, um decréscimo de €552 milhões face ao final de 2015. Considerando o empréstimo à Sinopec de €610 milhões como caixa e equivalentes, a dívida líquida situava-se em €1.260 milhões, resultando um rácio de dívida líquida para Ebitda de 1,0x.
 
Doze meses 3T2016 4T2015 4T2016 Var. YoY% Var. YoY 2015 2016 Var. % Var. 384 309 396      87        28% Ebitda RCA 1.538   1.411   (127) (8%) 211 178 238      60        34% Resultado operacional RCA 969      772      (197) (20%) 115 148 121      (27) (18%) Resultado líquido RCA 639      483      (156) (24%) 91 6 80        75        s.s. Resultado líquido IFRS 123      179      57        46% Trimestres
 
 
 
  

 
 
EXPLORAÇÃO & PRODUÇÃO
Doze meses 3T2016 4T2015 4T2016 Var. YoY % Var. YoY 2015 2016 Var. YoY % Var. YoY 46        10        191      181      s.s. Resultado operacional a custo de substituição ajustado 142        239        97          69%
74,0     52,1     84,9     32,9     63% Produção média working interest (kboepd) 45,8       67,6       21,8       48% 68,8     48,9     75,6     26,7     54% Produção de petróleo (kbpd) 42,5       62,3       19,8       46% 71,5     49,2     82,7     33,4     68% Produção média net entitlement (kboepd) 43,2       65,1       21,9       51% 7,3       7,6       6,8       (0,8) (10%) Angola 7,2         7,3         0,1         1% 64,2 41,6     75,8     34,2     82% Brasil 36,0       57,8       21,8       60% Milhões de Euros (exceto indicação em contrário)
Trimestres
 
Em 2106, a produção média
working interest de petróleo e gás natural aumentou 48%, atingindo os 67,6 kboepd, sendo que c. 92% correspondeu a produção de petróleo. 
Este aumento deveu-se à maior contribuição do pré-sal brasileiro com a entrada e operação das FPSO Cidade de Maricá (#5) e Cidade de Saquarema (#6), bem como ao ramp - up da produção das FPSO Cidade de Itaguaí (#4) e Cidade de Mangaratiba (#3).
A exportação de gás natural aumentou 2,0 kboepd para os 5,3 kboepd, na sequência da conexão das FPSO Cidade de Mangaratiba (#3), Cidade de Itaguaí (#4) e Cidade de Maricá (#5) à infraestrutura de exportação de gás. Do total de gás exportado, 4,8 kboepd tiveram origem na área de Lula/Iracema.
A produção net entitlement foi de 65,1 kboepd, um aumento de 51% face a 2015, em linha com a produção working interest . Em Angola, a produção net entitlement foi de 7,3 kbopd, em linha com a produção de 2015. A produção proveniente do Brasil representou 89% do total da produção net entitl ement no período, o que compara com 83% no período homólogo.
O resultado operacional (Ebit) a custo de substituição ajustado (RCA) foi €239 milhões, um aumento de €97 milhões face ao ano de 2015. 

 

MAPFRE PATROCINA EQUIPOA DA RENAULT DE F 1

 

Pouco depois de renovar o acordo como patrocinadora da Volvo Ocean Race

MAPFRE PATROCINA EQUIPA RENAULT DE FÓRMULA UM

 

MAPFRE_141115MMuina_2812 - Cópia

A seguradora MAPFRE chegou a acordo com a Renault Sport Formula One Team para ser um dos patrocinadores oficiais da equipa durante a temporada de 2017.

Trata-se de uma experiência nova no mundo do automobilismo para a companhia seguradora que conta com uma ampla trajetória de patrocínios desportivos, como o do tenista Rafa Nadal ou o recente acordo de renovação como principal patrocinador de uma equipa participante da Volvo Ocean Race

 

SUGESTÃO DA SEMANA

 

21º MEO Sudoeste



Nova confirmação e mais uma estreia em Portugal no cartaz do MEO Sudoeste:

Marshmello
3 de agosto, Palco MEO


 

 
1 a 5 de agosto, abertura do campismo a 29 de julho
Zambujeira do Mar

www.meosudoeste.pt | www.facebook.com/meosudoeste

Marshmello, DJ e produtor, vai fazer vibrar o MEO Sudoeste, dia 3 de agosto no Palco MEO, em mais uma estreia em Portugal no MEO Sudoeste.

A cada verão que passa, a Zambujeira do Mar mantém a reputação de lugar ideal para ver e ouvir os melhores do mundo. E o 21º MEO Sudoeste não será exceção. Mashmello junta-se assim aos já confirmados DJ #1 Martin Garrix, um dos DJs mais badalados da actualidade, DJ Snake, e à dupla do momento The Chainsmokers.

alt


Facebook | Site | Video: Alone
 


Para Marshmello a música tem de ser sempre mais importante do que o ego e a imagem do artista. Para afirmar essa ideia usa uma máscara em forma de… marshmallow, atrás da qual esconde a cara e a identidade, só para dar todo o destaque àquilo que considera ser essencial: a música.

Apesar do anonimato, a música de Marshmello tem sido, um sucesso desde 2015, altura do lançamento de faixas tão contagiantes como “FiNd Me” e “BlocKs”. Desde aí, nunca mais parou,  tendo ganho fama com a remistura do hit de Jack Ü com Justin Bieber, “Where Are Ü Now”, ou com remixes oficiais de outros grandes nomes da música como Avicii ou Ariana Grande.

Editou o primeiro disco no início de 2016. “Joytime” foi mais um sucesso, tendo liderado a secção de eletrónica do iTunes logo no dia do lançamento. O single “Keep It Mello”, com o rapper Omar LinX, entrou para a lista de 50 Virais do Spotify.

Com uma alegria contagiante e uma energia que se sente no corpo, Marshmello tem transformado todos os palcos por onde passa numa verdadeira pista de dança. É isso que promete fazer no dia 3 de agosto na festa de 20 anos do MEO Sudoeste.


MEO Sudoeste, Junta-te à Tribo!

 
Já confirmados:


2 de agosto

Palco MEO – The Chainsmokers

3 de agosto

Palco MEO –  DJ Snake, Marshmello, Two Door Cinema Club, Mishlawi
 
4 de agosto

Palco MEO – Martin Garrix, Lil Wayne

5 de agosto

Palco MEO - Jamiroquai


 Mais novidades a anunciar brevemente.

Bilhetes


Preço dos Bilhetes


- Fã Pack FNAC
- ESGOTADO

- Passe 5 dias: 105€
- Bilhete Diário: 48€


- XBus - Inclui transporte, bilhete e campismo, à venda a partir de 140€. Early Pack disponível até 28 de fevereiro com pagamento parcelado até 28 de abril.

- Bilhete conjunto MEO Sudoeste + Sumol Summer Fest: 120€

Locais de Venda

Ticketea; Blueticket - Call Center Informações e reservas 1820 (24 horas), no Facebook da Música no Coração, FNAC, bilheteira.fnac.pt, Worten, El Corte Inglês, ABEP, Portimão Arena; Turismo de Lisboa; lojas Media Markt; Bilheteiras MEO Arena; rede PAGAQUI; Agências Top Atlântico.


Fã Pack FNAC – lojas FNAC e em www.fnac.pt


Em Espanha: Masqueticket, Ticketea, lojas FNAC, Carrefour Viajes e Halcón Viajes

Em Inglaterra: Festicket

Na Alemanha: Ticketmaster

Em França: FNAC, Carrefour, Géant, Magasins U, Intermarché, Francebillet
 

 

BENTLEY ESTEVE NO ESTORIL

GALERIA DE IMAGENS

 

BENTLEY ESTEVE NO ESTORIL

 

A marca inglesa esteve na passada semana no EStoril para uma acção com clientes e patrocionadores, conforme imagens anexas.

 

Fotos de Fernando Machado Photography - www.velocidadeonline.comben1-estoril-fernandomachadophoto Copyben2 Copyben3 Copyben4 Copyben5 Copy

 

 

TIAGO MONTEIRO FALA DA PRÉ EPOCA

 

As a long-term member of the Castrol Honda World Touring Car Team line-up, Portugal’s Tiago Monteiro, 40, is a firm contender for FIA World Touring Car Championship honours in 2017. He discusses new team-mates, title rivals and the WTCC’s return to Macau.

Apart from testing, how have you kept busy during the winter months?
“I had some time off with my family over Christmas and the New Year. It was good, just enjoying time with my kids and my family. After that we started shaking down the cars, and there were some PR and marketing activities. I’ve been all over Europe since the beginning of January. I even had one day of skiing for a photoshoot. Now it’s going to be full on until [the first race in] April. When I look at my agenda, February is very busy with testing and PR, it’s non-stop. March there are not a lot of days off and then the first race will arrive very soon.”

What do you think of the new Honda driver line-up with Ryo Michigami joining the team and Rob Huff taking up a new challenge elsewhere?
“The first time we were together was in testing. It’s new but it’s not that new, because we already know Ryo from last year when he did some testing and a race with us. Because it was not a race weekend it doesn’t seem that different so far. It isn’t the biggest difference not having Rob there – many times in testing we were not together. But I’m very glad for him he’s found a good opportunity. I think he will be a strong competitor, no doubt about it.”

Will you be there to help Ryo?
“Of course, that’s what we’re here for. I’ve done that already in testing. We’re here to help him to be up to speed. He has the talent and the experience. He just needs to learn this car, which is very different to what he’s used to. He’s proven he can learn fast and be up to date.”

You’ll obviously need him to be quick for WTCC MAC3. What do you think of WTCC MAC3? Have you enjoyed it, has it been a good challenge?
“It’s been much more fun than I expected. The impact with the points last year was too low and it’s changing for this year, which is definitely a good idea. It is really a challenging thing for the drivers, it’s interesting but also stressful. If the show is good for the fans, then it’s a great tool and it should stay. And we need Ryo to be up to speed and I am quite confident he will be. Of course, there will be some tracks that he doesn’t know but he should be okay.”

Macau and Monza are back for this year – you must be very pleased with Macau in particular because it’s like a second home race for you given the Portuguese influence?
“I am, I am, I am very pleased with Macau. I was so disappointed when Macau left the championship. To have it back is great. As you know, I was there last year to win the Guia Race because I love it so much. Macau deserves to be in this championship and vice-versa. Monza, although it’s a great name and story, it’s not the most exciting circuit. The races can be exciting but it’s not perfect for the drivers with long straight lines and hard braking. Okay, there’s one great chicane, but I am not a big fan but that’s the way it is. It’s a bit frustrating we’ve lost tracks where we were very strong. Paul Ricard we always won there, Slovakia and Moscow. But that’s the way it is and we have to deal with that.”

The WTCC also goes back to the Nürburgring, which was obviously a difficult event for you last year. Do you have any fears about returning following your accident in 2016?
“No fears no, but the Nürburgring is always a challenge. The fact I had the accident is okay. Right after the accident I went back in the car and things were good. In my experience in motorsport I have not had too many big accidents. It’s part of the game and thank God it hasn’t affected my physically or psychologically. Of course, I will always think about the crash, but it was a place where you wouldn’t really crash but for a mechanical problem. It’s a challenge going back with or without the crash.”

If you don’t win the title this year, who will win it?
“Of course Norbi [Michelisz] will be probably my main competitor in the same team, same car and he can fight for the world championship. But I have no doubt Rob [Huff] in the Citroën will be a very strong competitor. Even if it’s not a works team the car is still faster than us at the moment. He has the material upper hand, no doubt about it. I don’t discount Volvo because they have been really coming back strong. They’ve worked hard and I know they’re signing some good drivers. They are reinforcing the whole team. I cannot say how they have been testing, but I am sure they will be a strong competitor. Right now, I will say Rob and Norbi will be my main competitors, but let’s not forget Volvo.”

And what about testing, reason to be optimistic?
“It’s looking positive. We have a lot of new things on the car, both aerodynamic and engine-wise and all the hard work that has been done over the winter looks great in terms of numbers. Now we have more testing before the first race so things will come bit by bit to the car.”aq1 Copyaq2 Copyaq3 Copy

 

CAMPEONATO DO MUNDO DE RALICROSS 2017

 

CAMPEONATO DO MUNDO DE RALICROSS 201716806931 10208643450906681_4508075935712226238_n_Copy16830677 10208643451586698_6754547428000653219_n_Copy

 

Mais uma boa novidade para o Mundial de Ralicross: Guy Wilks fará toda a temporada com um VW Polo Supercar. Será inscrito pela sua própria equipa e o carro é o usado por Johan Kristoffersson no ano passado

 

SÉRIE ESPECIAL ASTON MARTIN

SÉRIE ESPECIAL ASTON MARTIN

 

 A AAC35 CopyAC37 CopyAC35 Copyston Martin tem série especial Red Bull dos Vantage S V8 e V12. Todos eles assinados por Verstappen ou Ricciardo. E em dois tons de pintura...

 

NOVO RUMO PARA MIGUEL RAMOS

NOVO RUMO PARA MIGUEL RAMOS

 

  1. Miguel Ramos troca BMW por Ferrari e tem um jovem leão como parceiro no GT Open.

 

CAMPEONATO DO MUNDO DE FÓRMULA 1 - 2017

  1. Silverstone já não está à venda. Com a F1 agora nas mãos da Liverty Media, a BRDC acha que vale a pena reconsiderar, pois deverá ser mais fácil manter o GP da Grâ-Bretanha, negociado a valores mais baixos. Eu não tinha assim tanta certeza, até porque a prova da pista inglesa tem um dos contratos mais baixos da actualidade e os homens da Liberty não entraram no negócio para serem benfeitores... Acho mesmo que este recuo tem mais a ver com a impossibilidade de concretizar o negócio de venda com qualquer dos três candidatos que apresentaram propostas!

 

CAMPEONATO DO MUNDO DE FÓRMULA 1 - 2017

CAMPEONATO DO MUNDO DE FÓRMULA 1 - 2017

 

O NOVO CAPACETE DE DANIEL RICCIARDO

 

Eis as novas cores do capacete do piloto australiano.AC21 CopyAC22 CopyAC23 Copy

 

CAMPEONATO DO MUNDO DE FÓRMULA 1 - 2017

CAMPEONATO DE FÓRMULA 1 - 2017

 

AÍ ESTÁ O FORCE INDIA

 

Foi hoje apresentado o novo monolugar da Force InAC10 CopyAC11 CopyAC12 CopyAC14 CopyAC15 CopyAC16 CopyAC17 CopyAC18 CopyAC19 CopyAC20 Copydia, aí estão as imagens.

 

BRIDGESTONE AUMENTA PREÇOS

 

Bridgestone aumenta preços em todas as marcas

 

Devido a um acréscimo dos custos das suas matérias-primas, a Bridgestone Europe apresentará um aumento de preço até 8%, nas suas gamas de pneus para automóveis, comerciais, 4x4 SUVs. Esta decisão é transversal a todas as marcas do grupo, e terá efeito a partir do próximo dia 1 de abril de 2017, para pneus de verão, e 1 de maio de 2017, para pneus de inverno. 


A Bridgestone continuará a monitorizar de perto as dinâmicas dos preços das suas matérias-primas, garantindo a continuação do desenvolvimento e fornecimento de pneus e outras soluções inovadoras.

 

OPEL REVELA

 

Opel revela nova geração Insignia no Salão de Genebra

O palco da Opel no 87º Salão Internacional do Automóvel de Genebra (de 7 a 19 de março) vai estar exclusivamente ocupado pela novíssima geração Insignia. A marca exibirá pela primeira vez as variantes Grand Sport e Sports Tourer do seu novo topo de gama. O duo será revelado numa conferência de imprensa no dia 7 de março às 10 horas (de Lisboa). Além dos novos modelos, a Opel apresenta dois novos serviços OnStar e o programa Opel ExclusiveAC8 Copy

 

GRAND SCENIC FUN STAND

 

GRAND SCENIC FUN STAND.

Um espaço de diversão para toda a família!

De 25 a 28 de fevereiro, a Renault convida as famílias a divertirem-se em conjunto com experiências virtuais e interativas. Um evento que visa comunicar o lançamento do novo Renault Grand Scénic - “O familiar da nova geração” com 7 lugares.

O novo Renault Grand Scénic é o automóvel que torna as pequenas e grandes viagens mais divertidas para toda a família. Para o demonstrar, nada como dar a conhecer este modelo através de uma divertida experiência familiar, o Grand Scénic Fun Stand criado pela Publicis. Este evento pretende ser um espaço gerador de diversão para toda a família, composto por várias experiências imersivas, interativas e de realidade virtual, criadas pelo OCUBO, cada uma delas relacionada com uma feature específica do carro.

Pinturas criativas de luz, viagens por fantásticos mundos virtuais e uma dança sincronizada de bancos do Grand Scenic são algumas destas experiências, que de forma criativa e envolvente prometem divertir todos os elementos da família. Uma oportunidade para fazer um programa diferente.  

Os intervenientes

A ideia e implementação do Fun Stand é da responsabilidade da agência de publicidade Publicis, assim como toda a campanha de comunicação.

A criação artística multimédia são da autoria do OCUBO. www.ocubo.com

 

VIA VERDE

 

Via Verde anda consigo na Carris, no Metro e na Transtejo, em parceria com a Novabase

Uma inovadora solução que permite utilizar exclusivamente o smartphone para viajar e pagar títulos de transporte, permitindo benefícios aos clientes, em função da utilização efetuada

 

A Via Verde Portugal, a Carris, o Metro, a Transtejo e a Novabase acabam de lançar em teste uma plataforma que visa permitir viajar nos transportes públicos da Cidade de Lisboa e pagar o título de transporte, apenas com recurso ao smartphone. A plataforma que já está em teste na Fertagus, alarga assim o âmbito da prova de conceito, procurando com este período intenso de testes e validações do sistema, consolidar uma solução que possa vir a ser adotada na mobilidade urbana em Lisboa.

 

A solução tem um carater inovador no panorama dos transportes, uma vez que permite, através de uma aplicação (app), a interação direta do smartphone com os equipamentos de validação, utilizando bluetooth, calculando a app, automaticamente, a melhor tarifa a aplicar. É um exemplo claro da capacidade das empresas portuguesas se juntarem no sentido de criar valor para o cidadão e liderarem na inovação, colocando a tecnologia ao serviço das pessoas.

 

A parceria tira partido da experiência operacional da Carris, do Metro e da Transtejo, das competências tecnológicas da Novabase e da experiência da Via Verde na cobrança eletrónica, em parceria com a SIBS. A solução resulta na app Via Verde Transportes, destinada a smartphones com sistemas operativos Android ou iOS.

 

Apesar da plataforma ficar para já restrita a um grupo de utilizadores fechado, permite antever um modelo de utilização muito simples, em que bastará descarregar a app Via Verde Transportes, efetuar um registo, criando ou utilizando uma conta Via Verde e, a partir daí, para viajar, bastará fazer uma validação (check in) no local de partida, aproximando o smartphone do novo validador e, quando chegar ao destino, realizar o check out. A comunicação será realizada através da tecnologia Zabeacon, desenvolvida para este projeto, que assegura comunicação bluetooth (na opção baixa energia), entre o validador e o smartphone.

 

O sistema de pagamento, assente numa lógica Smart-Pay-As-You-Go, calcula automaticamente a tarifa mais vantajosa, de acordo com o percurso que o cliente fez. Com o aumento das utilizações, o sistema vai proporcionar otimizações tarifárias nas viagens efetuadas, de acordo com as regras dos operadores. O sistema vai registar ainda as viagens do cliente, aplicando não só a tarifa mais adequada a uma determinada viagem, como ainda os descontos que teria se programasse as suas viagens em bloco. Outra alternativa será o cliente optar por passe mensal, ficando este automaticamente disponível. As viagens realizadas serão, assim, cobradas após a utilização e à melhor tarifa, através da conta Via Verde.

 

Será ainda possível fazer o planeamento, a compra de viagens e a interação com o operador de transportes. Outra das vantagens da app será a utilização de contas associadas, que permitirá, através da conta da Via Verde, pagar, por exemplo, as viagens de famílias, nomeadamente dos filhos.

 

No futuro, a aplicação permitirá ainda o planeamento da viagem, sendo possível identificar, o ponto de origem e destino e quais as opções de transporte público disponíveis, bem como os respetivos horários, dando ao cliente a oportunidade de escolher em função do preço e do tempo de percurso.

 

Esta solução tem como objetivo melhorar a experiência de utilização do transporte público, simplificando o processo de viajar, e captando mais clientes para esta opção de mobilidade, dando assim um importante contributo para a sustentabilidade.

 

 

SLOT CLUBE DO PORTO É NOTICIA

Semana de 20 a 26 de Fevereiro no Slot Clube do Porto

Esta semana vamos ter um programa especial.

Sexta, dia 24 de Fevereiro, pelas 21:30, uma prova de duplas, os Grupo C, nas nossas instalações, na pista Carrera. Reforça-se a necessidade de começar a prova a horas, de forma a acabar também a horas, uma vez que há pilotos que vão sair cedo para a Galiza, no dia seguinte.

alt

Sábado, dia 25 de Fevereiro, uma novidade. Vamos até à Galiza, mais concretamente a Mos, para a 1ª prova do 1º Campeonato de Raid Slot Luso Galaico 2017, no qual o Slot Clube do Porto é co-organizador.

alt

Inscrições até Quarta, dia 22, neste link:
http://mosslot.weebly.com/inscripciones-pruebas.html
Deves indicar os teus horários de participação no campo observações. Horário: 10 horas, 10:40; 11:20; 12:00; 14:20; 15:00; 15:40; 16:20; 17:00; 17:40; 18:20, hora de Portugal
Os regulamentos são os URRS, novos para nós, quer no capítulo desportivo, quer no capítulo técnico.

Entretanto, com vista à preparação da prova de 25 de Fevereiro em Mos, vamos ter o SCP aberto dia 20, 21 e 22, a partir das 21:30, para testes, afinações, troca de impressões e esclarecimentos diversos. Podemos também agilizar as boleias.

por: José Guilherme

 

BELL&ROSS REVELA

 

Bell & Ross revela o novo BR03 RS17 no lançamento do novo carro R.S.17

da Renault Sport Formula 1 Team®

 

 

A Renault Sport Formula 1 Team organizou uma conferência de imprensa para apresentar o R.S.17, o seu novo carro de competição.

 

Para celebrar a continuidade da sua parceria com a Renault Sport Formula 1 Team, a Bell & Ross, parceiro relojoeiro oficial da equipa, revelou o novo BR03-94 RS17, um relógio que faz parte de uma trilogia que irá ser apresentada mais tarde em BaselWorld.

 

O evento decorreu no Royal Horticultural Halls, em Londres. A apresentação do novo carro de competição é um evento especialmente empolgante pelo fato da Renault Sport Formula 1 Team ser uma das primeiras equipas a revelar o seu carro este ano.

Os pilotos da equipa da Renault Sport Formula 1, Jolyon Palmer e Nico Hulkenberg marcaram presença nesta iniciativa e puderam falar com os convidados após a divulgação. Carlos-A. Rosillo, CEO e cofundador da Bell & Ross, recebeu os convidados da marca, apresentando-lhes o novo BR03-94 RS17.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Desde a sua fundação em 1994, a Bell & Ross tem ajudado os pilotos de caça a controlar o tempo. Ao longo dos anos, a marca tornou-se a principal referência no mundo da aviação. Em fevereiro de 2016, na sua permanente procura de novos universos para explorar, a Bell & Ross fez a sua primeira incursão nas pistas de corrida, juntando-se ao mundo altamente exclusivo da Formula 1 e tornando-se no parceiro relojoeiro oficial da Renault Sport Formula 1 Team. O prestigiante mundo do desporto automóvel tem muitas semelhanças com o da aviação, a primeira paixão da Bell & Ross. Em ambas as áreas, os engenheiros procuram a performance extrema, velocidade e precisão mecânica.

 

 

“A Renault Sport Formula 1 Team® e a Bell & Ross partilham um objetivo comum: desafiar os limites. Isto é extremamente importante para a nossa marca este ano e esta parceria simboliza tudo o que pode ser alcançado quando precisão e velocidade se juntam. Entrámos numa emocionante viagem com a Renault Sport Formula 1 Team e, em 2017, não será diferente”, sublinhou Carlos-A. Rosillo, CEO da Bell & Ross.    

Concebido como um motor de F1

O design, inspirado na Formula 1, junta os mais recentes avanços tecnológicos e os materiais mais inovadores usados no mundo do desporto automóvel. Hoje antecipamos o BR03-94 RS17. Este relógio apresenta uma caixa em cerâmica, concebida para suportar impactos e um mostrador desportivo, em fibra de carbono, que o torna excecionalmente adequado ao mundo do automobilismo.

Este material leve e resistente remete para o volante do carro da Renault Sport Formula 1 (ou R.S.17). A informação de cronógrafo surge em alumínio anodizado amarelo – a icónica cor usada pela Renault desde a sua entrada na Formula 1. Esta série de relógios de alta performance será revelada dentro de poucas semanas, em Basileia. 

H08-15-BR03-RS17-PERS_LR

 

 

 

A parceria com a equipa da Renault Sport Formula 1 é uma fonte de inspiração e de contínua motivação para a Bell & Ross. A Renault Sport Formula 1 Team integra o melhor do automobilismo, o desporto-rei: tecnologia, competência mecânica e materiais. Estes relógios excecionais não só apresentam uma enorme originalidade, mas também revelam a exigência e a precisão ao mais alto nível.

 AC5 CopyAC6 CopyAC7 Copy

 

CAMPEONATO MUNDO DE FÓRMULA 1

CAMPEONATO DO MUNDO DE FÓRMULA 1

 

O "SENHOR" QUE SE SEGUE....

 

Quase tudo AC1 CopyAC2 CopyAC3 CopyAC4 Copypronto para a revelação do Force India VJM10 2017. Barbatana tem... E será uma asa dianteira "empinada"?

 

SEGUNDO A OPINIÃO DO JORNALISTA JOÃO CARLOS COSTA

SEGUNDO A OPINIÃO DO JORNALISTA JOÃO CARLOS COSTA

 

 

  1. ,Uma imagem,  não mais que uma foto. E se o novo construtor que se fala para o NASCAR 2018 não fosse a Dodge, antes a Honda? Será que os japoneses farão uma aposta numa disciplina, que apesar continuar a ser rainha nos desportos motorizados nos EUA, está a perder audiências todos os anos na última década, seja nas pistas, seja sobretudo na televisão? Muitos falam do que se passa com as audiências na F1 e muitas vezes dão o NASCAR como exemplo supremo. Mas será que é mesmo um exemplo a copiar, no seu todo?

 

SEGUNDO ANTÓNIO FELIX DA COSTA

SEGUNDO ANTÓNIO FELIX DA COSTA

 

FÓRMULA E

 

Seguimos fortes para a próxima corrida no México! Grande obrigado a todos vocês pelo enorme e constante apoio!

 

 

GALP INVESTE

 

Galp investe até €5 mil milhões para duplicar produção
 
A Galp apresenta hoje ao mercado o balanço da execução e a atualização da sua estratégia de crescimento, ancorada nos projetos de Exploração e Produção ( upstream ) e no reforço da competitividade das suas atividades de Refinação e Distribuição e de Gás Natural e Eletricidade, o que permitirá que a empresa entre num novo ciclo de geração de valor sustentável. Esta apresentação ocorre hoje em Londres, no âmbito do Capital Markets Day , o encontro anual entre a gestão de topo da empresa e a comunidade financeira e de investidores. Assim, entre 2017 e 2021, o investimento médio anual deverá situar-se entre os €800 mil e os mil milhões de euros. Este valor representa uma redução de cerca de 20% em relação ao ritmo do investimento médio anual dos últimos cinco anos, o que se explica com os ganhos de eficiência nos processos de upstream , com a diminuição dos custos associados e com a execução já conseguida nos projetos no Brasil. Em 2017, o valor deverá situar-se entre mil milhões e €1,2 mil milhões. Na área da Exploração e Produção (E&P), mantém-se o foco de desenvolvimento nos projetos do présal, no Brasil, na execução do Bloco 32, em Angola, e na preparação dos projetos na Bacia do Rovuma, em Moçambique.  A produção working interest de petróleo e gás natural deverá registar até 2021 uma taxa média de crescimento anual (CAGR) entre os 15% e os 20% que, a concretizar-se, permitirá que a Galp duplique a sua produção média de petróleo e gás natural em relação ao valor registado em 2016. Este crescimento é sustentado nos projetos em operação ou já sancionados no Brasil e em Angola. Até 2021, a Galp deverá ter em operação no Brasil e em Angola 16 unidades de produção, ou seja, o dobro do número de unidades que tem atualmente em produção. No Brasil, o principal foco será a continuidade do desenvolvimento dos projetos do bloco BM-S-11, onde a Galp detém já seis unidades em produção nos campos de Lula e Iracema, esperando-se em breve a entrada em produção da 7ª unidade naquela área. Em Moçambique, a Galp e os seus parceiros encontram-se empenhados em dar início ao projeto de gás natural da bacia do Rovuma, tanto para a área de Coral Sul – onde se prevê a instalação de uma unidade flutuante de liquefação de gás natural – como para as unidades onshore (localizadas em terra) destinadas ao processamento do gás proveniente do reservatório de Mamba. Esta estratégia encontra-se suportada numa base sólida de recursos, que ascenderam a cerca de 2.000 Mboe (2P+2C). Na área de Refinação & e Distribuição, as prioridades passam pelo aumento da eficiência energética e processual, assim como pela otimização de custos e do capital empregue, de forma a sustentar a geração de cash flow . A integração contínua das atividades de refinação e distribuição e o crescimento em novos mercados são igualmente importantes. 
 
  

 
 
 
No Gas & Power Gás Natural e Eletricidade, a Galp continuará a desenvolver oportunidades na comercialização de GNL nos mercados internacionais, a par da consolidação e crescimento da carteira de clientes. 
 
Perspetivas financeiras Em termos financeiros, as perspetivas apontam para um crescimento médio anual (CAGR) do Ebitda de cerca de 20% entre 2016 e 2021. Para 2017, é esperado que o Ebitda se situe entre €1,5 mil milhões e €1,6 mil milhões, assumindo uma envolvente macro que considera o petróleo de referência (Brent) em $50/bbl.  A Galp reforça a expetativa de passar a gerar free cash flow positivo durante 2018, assumindo um cenário base com o preço do petróleo a $55 por barril nesse ano. A Galp reafirma o compromisso com uma estrutura de capital sólida, mantendo um rácio de dívida líquida sobre Ebitda inferior a 2x. A Galp assume um dividendo estável de tendo como referência c. €0,50 por ação. A partir de 2017, o dividendo será ajustado tendo em conta a geração de c a s h flo w , as oportunidades de novos investimentos e uma estrutura de capitais sólida. Na execução da sua estratégia, a Galp valoriza a promoção de práticas responsáveis e sustentáveis, particularmente no que respeita aos níveis de saúde, segurança e ambiente. A Galp viu reafirmada em 2016 a sua posição de liderança mundial dos principais índices de sustentabilidade da indústria de petróleo e gás. Adicionalmente, a empresa continua focada na valorização e desenvolvimento do seu capital humano através de programas de formação internos e externos, além de atrair outros profissionais igualmente qualificados.

 

NOVA FORMULA 3 NO BRASIL

 

Nova F-3 Brasil terá inédita categoria de formação de pilotos no País

Fruto de parceria entre a CBA e Anef, antiga F-3 Light vira F-3 Academy e agrega iniciativas extrapista para pilotos oriundos do kart

Após garantir a sobrevivência da F-3 Brasil, assegurando as corridas da categoria mais veloz do País como evento suporte da Porsche GT3 Cup Challenge em 2017, a recém-criada Associação Nacional das Equipes de Fórmula (Anef) firmou acordo com a CBA (Confederação Brasileira de Automobilismo) para o lançamento da F-3 Academy nesta temporada.

A nova categoria substituirá a antiga F-3 Light e será uma academia de formação de pilotos inédita no automobilismo brasileiro.

Até 2016, diversos talentos de 15 ou 16 anos de idade que almejavam seguir carreira no exterior acabaram sendo prematuramente levados para competir no exterior. A ausência de um projeto eficaz de formação após o kartismo impactava a vida privada dos competidores, comprometendo sua formação escolar e o convívio familiar.

O conceito da F-3 Academy, formatado em parceria entre a futura gestão da CBA e a Anef, almeja preencher a lacuna entre o kart e o F-3, proporcionando aos pilotos o desenvolvimento nas pistas brasileiras.

Os principais pontos da nova F-3 Academy são:

- Carros Dallara 301 rigorosamente vistoriados tecnicamente;

- Equalização em nova faixa de potencia dos motores de forma transparente a todos;

- Os pilotos com carteira PEC, admitindo a participação de competidores que completarem 15 anos de idade em 2017, uma vez que a nova faixa de potencia e a chancela como "Categoria Escola CBA", atendem ao especificado pelo CDA;

- Aulas e palestras ministradas por profissionais expoentes nas seguintes áreas: Dinâmica de suspensão, aerodinâmica, treinamento físico, nutrição, psicologia, treinamento em inteligência emocional, profissionalização de um piloto, treinamento de comunicação etc... Tudo sem custo adicional aos pilotos;

- Será firmado convênio com uma academia europeia para que os pilotos façam ao longo do ano clínicas intensivas no exterior, inclusive com avalição de desenvolvimento em simuladores. Também sem custo adicional;

- A CBA garantirá como premiação ao piloto campeão de 2017 uma temporada na F-3 Brasil em 2018

- A exemplo do que ocorria nas últimas temporadas com a F-3 Light, neste ano, os carros da nova F-3 Academy vão competir no mesmo grid da F-3 Brasil -fazendo jus a pontuação e pódios separados.

"Nos últimos anos percebemos que ficou um gap muito grande entre o kart e a F-3. A F-3 Academy vem justamente resolver este problema, inclusive garantindo aos pilotos todo o suporte necessário fora da pista para darem sequência a uma carreira profissional nas corridas. Agradeço ao Dadai pelo suporte na iniciativa, que poderá ser um passo decisivo na formação de novos talentos", sustenta Augusto Cesário, o presidente da Anef.

Presidente da Comissão de Velocidade da CBA e eleito para assumir a entidade no próximo mês de março, Waldner Bernando, o "Dadai", destaca o fato de a iniciativa seguir o modelo de alguns países onde o esporte a motor é bastante difundido. "Temos certeza que começaremos uma nova fase no automobilismo brasileiro no tocante à formação de pilotos profissionais", diz o dirigente.

A temporada 2017 da F-3 Brasil começa nos dias 17 e 18 de março, em Curitiba.

 

F3 Brasil (Fábio Davini)

F3 Brasil (Fábio Davini)
Alta  | Web

F3 Brasil (Duda Bairros)

F3 Brasil (Duda Bairros)

 

SUGESTÃO DA SEMANA

 


Unindo músicos experientes, na maioria provenientes de outros projectos dedicados aos Pink Floyd, os Pink Floyd Tribute apresentam-se no próximo sábado no Centro Cultural Malaposta. Um espectáculo a não perder.

 


Imagem intercalada 1
Pink Floyd Tribute nasce de uma grande paixão pela musica dos Pink Floyd. Oito músicos experientes compõem o elenco deste grande tributo. Imitar os mestres não é tarefa fácil mas estes músicos colocam os seus egos de parte e fazem-no sem reservas, e da melhor forma possível. O espectáculo assenta nos temas mais relevantes do “The Dark Side of the Moon”, “Wish You Were Here”, “The Wall”, e “Animals”, entre outros. A sonoridade e aspecto visual são duas componentes de igual importância nos espectáculo de Pink Floyd Tribute. O cuidado aprimorado com o som e o elaboradissimo factor visual, composto por um completo jogo de luzes e projecção de imagens, elevam o espectáculo e proporcionam ao espectador uma experiência ímpar e inigualável.

Pink Floyd Tribute recria de forma irrepreensível os maiores clássicos de David Gilmour, Roger Waters, Rick Wright e Nick Mason. Durante duas horas o espectador assistirá a um espectáculo envolto num cenário floydeano que o fará viajar para outra época. Prepare-se para assistir ao tributo que a banda merece!

 

EXTREME SAILING É NOTICIA

 

Red Bull Sailing Team announces its return to the Extreme Sailing Series™

After securing its third season podium in the Extreme Sailing Series™ last year, 2017 will see Red Bull Sailing Team return to compete in the adrenaline-fuelled Stadium Racing circuit, spearheaded by Austrian superstars Roman Hagara and Hans Peter Steinacher.

With a combination of highly experienced sailors and talented young chargers – including a standout newcomer – the Austrian team is hungry for its first championship title. The team will have eight Acts to out-sail the world's best in what looks to be the most competitive season yet.

Two-time Olympic gold medallists, Hagara and Steinacher, will lead Red Bull Sailing Team in what will be its seventh year competing in the Extreme Sailing Series.

The introduction of new GC32 foiling catamarans in 2016 meshed with the mindset of the Austrian innovators, who delivered a powerfully consistent campaign, resulting in podium spots in seven out of eight Acts and third place overall.

But with the level of racing in the Series at an all-time high, the foiling will be fast and furious and the Austrians will need to fly through the season if they want to clinch an elusive championship title.

"The 2017 season is going to be more competitive than ever before," said Hagara, aware that, with a foiling season under their belts, all the crews are now familiar with how the GC32s handle in a variety of conditions. "To be successful, we will have to beat the two-time America's Cup champions, Alinghi".

Indeed Alinghi – the current Extreme Sailing Series champions - and 2016 runners-up Oman Air are both returning to the fray so Red Bull Sailing Team will have its work cut out. However, having two of the Series' most experienced sailors leading the campaign will stand the team in good stead.

Returning to the crew alongside the experienced Austrian duo are trimmer Stewart Dodson and bowman Adam Piggott, who both contributed to Red Bull Sailing Team's medal effort last year.

On mainsheet is Will Tiller, a new addition to the outfit with previous experience in the Series as well as valuable match racing experience, having been part of the winning crew on the 2016 World Match Racing Tour. All three are graduates of the Red Bull Youth America's Cup programme. Having begun the 2016 season with little training time in the GC32, Steinacher is confident that this year Red Bull Sailing Team will start on the front foot, having had a productive training camp, with the technical team fine-tuning the boat to "perfect condition."

"I believe the experience that Roman and I bring to the table combined with our young guns can be the winning formula for 2017. We're looking forward to a year full of great sailing in exciting locations," added Steinacher.

The Series will kick off in Muscat, Oman, from 8-11 March, where the teams will compete in a mix of signature Stadium Racing and coastal racing, set against the stunning backdrop of Muscat's Old Town. Ahead of Act 1 of the Extreme Sailing Series, the team will also compete in the inaugural GC32 Championship..

Red Bull Sailing Team crew line-up for Act 1, Muscat

Skipper/helm: Roman Hagara (AUT)

Tactician: Hans Peter Steinacher (AUT)

Mainsail trimmer: Stewart Dodson (NZL)

Headsail trimmer: Adam Piggott (GBR)

Bowman: Will Tiller (NZL)


Pool

 

 

 

NOVA OBRA PRIMA DE PAULO MIGUEL

Team: Diabolicus
Modelo: M6
Nova imagem 2017

Foto de Paulo Miguel.

 

SEGUNDO A TOM TOM

 

Resultados Índice de Tráfego Global Anual 2017

 

Cidade do México considerada a ‘Cidade Mais Congestionada’ do mundo

 

O congestionamento de trânsito global atinge um valor máximo, mas existem diferenças surpreendentes entre continentes (*)

 

A TomTom (TOM2) divulgou hoje os resultados do Índice de Tráfego Global Anual 2017, o relatório anual realizado pela marca, que aborda as cidades do mundo com maiores congestionamentos de trânsito.

 

Pela segunda vez consecutiva, a Cidade do México alcançou o primeiro lugar do ranking. Os condutores na capital mexicana podem esperar passar uma média de 66% de tempo extra presos no trânsito a qualquer hora do dia (mais 7% do que no ano passado) e até mais 101% na hora de ponta do final do dia, em comparação com períodos de trânsito fluido ou sem congestionamento. Estes valores representam até 227 horas (**) de tempo extra perdido pelos condutores em deslocações anualmente.

 

Logo a seguir nas classificações globais do relatório surgem Banguecoque (61%), Jakarta (58%), Chongqing (52%) e Bucareste (50%), que completam o Top 5 das cidades mais congestionadas do mundo.

 

Tendo em consideração dados de 2016, o Índice de Tráfego Global Anual analisa a situação de congestionamento de trânsito em 390 cidades de 48 países, em seis continentes – desde Roma ao Rio de Janeiro, passando por Singapura ou São Francisco. A TomTom trabalha com cerca de 19 triliões de pontos de dados que foram acumulados durante 9 anos. Este é o sexto ano em que a marca lança o Índice de Tráfego Global Anual.

 

Na Europa, Bucareste (50%) destronou Moscovo (44%) do primeiro lugar alcançado em 2016. Estas duas cidades, juntamente com São Petersburgo (41%), Londres (40%) e Marselha (40%), compõem o Top 5 do continente europeu.

 

Já na América do Norte, as 5 cidades mais congestionadas em termos de trânsito mantêm-se as mesmas do ano passado, apesar dos níveis de congestionamento terem aumentado: Cidade do México (66%), Los Angeles (45%), São Francisco (39%), Vancouver (39%) e Nova Iorque (35%).

 

Congestionamentos de trânsito aumentam globalmente

Analisando o histórico de dados da TomTom, podemos perceber que o congestionamento de trânsito subiu 23% globalmente desde 2008. Contudo, verificam-se surpreendentes diferenças entre continentes. Entre 2015 e 2016, o congestionamento de trânsito na América do Norte aumentou em apenas 5%, enquanto na Europa cresceu 9%. Na Ásia e na Oceânia o congestionamento subiu 12%, enquanto na América do Sul aumentou 7% e em África 15%. Estes valores representam um aumento global de 10% face a 2015.

 

“A TomTom tem como missão transformar a mobilidade no mundo, ajudando a criar as cidades mais inteligentes do futuro”, afirma Ralf-Peter Schaefer, VP da TomTom Traffic. “Uma grande parte desta transformação consiste em ajudar os condutores a tomar decisões mais informadas sobre como se deslocarem. É aqui que a nossa especialização em trânsito entra e é por isso que divulgamos todos os anos o Índice de Tráfego Global Anual. Este relatório é criado para ajudar condutores, cidades e planificadores de transporte a entender o congestionamento de trânsito e, mais importante, como o reduzir”, acrescenta.

 

Em www.tomtom.com/trafficindex é possível saber mais informações sobre o Índice de Tráfego Global Anual, descobrir qual a posição de cada cidade no ranking e obter conselhos úteis para ajudar a superar os congestionamentos.

 

Este ano, pela primeira vez, a TomTom introduziu os Prémios TomTom Traffic Index, através dos quais pretende dar destaque às cidades que merecem um reconhecimento especial pelos esforços que fizeram para solucionar os congestionamentos de trânsito.

 

Seis cidades foram eleitas por um painel internacional composto por especialistas de trânsito. Cada especialista nomeou três cidades e, posteriormente, todos votaram para determinar as cidades vencedoras entre as nomeadas. Conheça as seis cidades vencedoras em www.tomtom.com/trafficindex/awards.

 

 

Notas:

(*) Dados contabilizados desde 2008, ano em que tiveram início os registos da TomTom.

(**) Tempo extra de viagem durante horas de ponta, em comparação com condução em condições de trânsito fluido, multiplicada por 230 dias úteis anualmente.

 

 

Ranking das cidades mais congestionadas a nível global em 2016 (nível de congestionamento diário geral – tempo extra de viagem – população superior a 800.000 pessoas):

1

Cidade do México

66%

6

Istambul

49%

2

Banguecoque

61%

7

Chengdu

47%

3

Jakarta

58%

8

Rio de Janeiro

47%

4

Chongqing

52%

9

Tainan

46%

5

Bucareste

50%

10

Pequim

46%

 

Ranking das cidades mais congestionadas na Europa em 2016 (nível de congestionamento diário geral – tempo extra de viagem – população superior a 800.000 pessoas):

1

Bucareste

50%

6

Roma

40%

2

Moscovo

44%

7

Paris

38%

3

São Petersburgo

41%

8

Bruxelas

38%

4

Londres

40%

9

Manchester

38%

5

Marselha

40%

10

Atenas

37%

 

Ranking das cidades mais congestionadas na América do Norte em 2016 (nível de congestionamento diário geral – tempo extra de viagem – população superior a 800.000 pessoas):

1

Cidade do México

66%

6

Seattle

34%

2

Los Angeles

45%

7

San Jose

32%

3

São Francisco

39%

8

Toronto

30%

4

Vancouver

39%

9

Miami

30%

5

Nova Iorque

35%

10

Portland

29%

 

Ranking das cidades mais congestionadas na América do Sul em 2016 (nível de congestionamento diário geral – tempo extra de viagem – população superior a 800.000 pessoas):

1

Rio de Janeiro

47%

6

Fortaleza

35%

2

Santiago

43%

7

São Paulo

30%

3

Buenos Aires

42%

8

Belo Horizonte

27%

4

Salvador

40%

9

Porto Alegre

25%

5

Recife

37%

10

Brasília

20%

 

Ranking das cidades mais congestionadas na Ásia em 2016 (nível de congestionamento diário geral – tempo extra de viagem – população superior a 800.000 pessoas):

1

Banguecoque

61%

6

Tainan

46%

2

Jakarta

58%

7

Pequim

46%

3

Chongqing

52%

8

Changsha

45%

4

Istambul

49%

9

Guangzhou

44%

5

Chengdu

47%

10

Shenzhen

44%

 

 

 

Sobre a TomTom:                                                                                    

A TomTom dá força ao movimento. Todos os dias milhões de pessoas em todo o mundo usam a TomTom para tomar decisões mais inteligentes. Desenhamos e desenvolvemos produtos inovadores que ajudem as pessoas a alcançar os seus objetivos. Os nossos componentes map-based incluem conteúdos para mapas, serviços online baseados em mapas, trânsito em tempo real e software de navegação. Os nossos equipamentos de consumo incluem GPSs, aplicações de navegação e relógios multidesporto. Os nossos principais produtos de business são sistemas de navegação personalizados e sistemas de gestão de frotas, que estão à disposição de proprietários de frotas como um serviço online com sistema integrado com telemóveis.

Temos quatro unidades de negócios orientadas para o cliente: Automotive, Licensing, Telematics e Consumer.

Fundada em 1991 e com sede em Amesterdão, contamos com 4,700 funcionários em todo o mundo e vendemos os nossos equipamentos em todo o mundo.

Para mais infirmações, visite o site www.tomtom.com.

 

LISBON GREEN HACKTHON

 

Lisbon Green Hackathon 2017 O Lisbon Green Hackathon realiza-se pela segunda vez em Portugal, na Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa (Ciências ULisboa), nos dias 11 e 12 de março de 2017.

 

AZ22 CopyAZ24 Copy
Oficina das Energias - um hackerspace que funciona também como um núcleo de estudantes do mestrado integrado de Engenharia da Energia e do Ambiente de Ciências ULisboa – organiza a competição, cujas inscrições terminam no próximo sábado, a 25 de fevereiro.
Durante 24 horas, 15 equipas, constituídas por quatro elementos, deverão conseguir desenvolver um protótipo para um futuro sustentável, recorrendo a ferramentas disponíveis no local, como arduino, raspberry pi, impressoras 3D, bem como todo o material que consigam trazer de casa.
As equipas participantes deverão apresentar soluções para os desafios energéticos e ambientais lançados pelos organizadores do evento. No final da competição, o júri nomeará três vencedores, tendo em conta a maturidade técnica dos projetos, o impacto ambiental e a inovação presente nas ideias de negócio.
Para os organizadores deste acontecimento, “um hackathon é muito mais do que uma mera competição, é também convívio e aprendizagem entre entusiastas de tecnologia que gostam de partilhar conhecimentos”, sendo que para aplicar o hacking à causa green é necessário compreender o paradigma energético e ambiental.
Oficina das Energias prevê ainda a realização doutras atividades em março, nomeadamente um ciclo de workshops, sessões de networking, debates e apresentações de startups, com o objetivo de ajudar os concorrentes do Lisbon Green Hackathon a desenvolver os seus projetos. O desafio está lançado: “se partilhas da causa green, vem hackear connosco!”

 

CARLOS MARTINS EM DESTAQUE

 

Carlos Martins em destaque nos RC2N, mas motor ditou desistência
 A estreia do Mitsubishi Lancer Evo X de Carlos Martins no Campeonato Nacional de Ralis, não teve o desfecho esperado, já que o piloto de Serpa foi obrigado a abandonar a prova numa altura que disputava a liderança entre os carros RC2N.
A 30ª edição do Rali Serras de Fafe contou com uma boa lista de participantes, com um bom lote de candidatos ao top 15 num traçado muito do agrado dos pilotos onde o público comparece sempre em grande número!
Sem qualquer teste antes da prova, o piloto rodou os primeiros quilómetros no shakedown do rali, ressentindo-se de um problema de motor que conseguiram solucionar antes do arranque da prova.
Carlos Martins e Daniel Amaral entraram no rali focados essencialmente em somar quilómetros, conseguindo desportivamente cronos bens interessantes que lhes permitia estar na liderança dos RC2N à 5ª especial. Contudo já bem perto do final da 1ª etapa, o motor do Mitsubishi começou novamente a sobreaquecer e a equipa foi obrigada a parar, terminando assim mais cedo a sua prestação na prova.
A próxima prova será já em piso de asfalto com mais uma edição do Rali de Castelo Branco, a 11 e 12 de Marco.AZ20 CopyAZ21 Copy

 

EUROFORMULA OPEN EM ESPANHA

 

Pedro Cardoso completa distância de 8,2 corridas em treinos do Euroformula Open na Espanha

Brasiliense teve primeiro contato com o Dallara F312 da equipe Teo Martín em Barcelona, percorrendo quase 675 km no encontro que abriu a pré-temporada da categoria.

O último final de semana representou o início de uma nova fase na vida (e carreira) para Pedro Cardoso. O piloto brasiliense de 19 anos se tornou agora um morador de Madrid, na Espanha, e teve seu primeiro contato com seu novo equipamento para 2017, o Dallara F312 de Fórmula 3 da equipe Teo Martín Motorsport, com a qual disputará a temporada do Euroformula Opende F3.

O primeiro encontro aconteceu no circuito de Barcelona, palco anual de testes e do GP da Espanha de Fórmula 1, junto com outros 12 competidores. O conjunto carro-motor-pneus é completamente diferente do usado pelo piloto na F3 brasileira em 2016 e Pedro se viu com um equipamento com reações completamente diferentes do que ele estava acostumado até o ano passado.

"O carro é aerodinamicamente mais moderno, os pneus Michelin são muito mais duros e menos aderentes (no Brasil os pneus a gente chamava de "chiclete" de tanto grid que dava) e o motor tem menor cavalaria. Tudo isso junto resulta em um carro completamente diferente e começamos praticamente do zero, tateando e evoluindo a cada treino. Não só com o carro mas também na parte de entrosamento com os novos engenheiros e mecânicos", relata Pedro, que já tem no currículo o título da F4 Sul-americana.

Depois de oito sessões e 140 voltas, o que corresponde a nada menos que 8,2 corridas do Euroformula Open no circuito espanhol, Pedro não só ficou feliz com a evolução como recebeu um belo elogio do novo chefe, o experiente Teo Martín, nas redes sociais: "Pedro, muito bom trabalho! Muito bom ter você na Espanha e vamos trabalhar duro para colher os frutos. Muito obrigado pelo bom trabalho de todo o fim de semana", elogiou o dono do time.

"Muito bom receber um elogio desses na primeira semana de trabalho! É um trabalho de formiguinha e nossa evolução foi notória. Agora vamos buscar manter esse nível na próxima sessão de testes que acontece daqui duas semanas em Paul Ricard, na França, mais uma pista nova e que tem história com a F1. Enquanto isso vou buscando me familiarizar melhor com essa vida nova aqui em Madrid", completa. Separamos abaixo alguns números e curiosidades sobre o encontro de Barcelona do Winter Series.


Total de voltas: 140 (o que corresponde a 8,2 corridas da categoria no local);
Voltas por dia: 70 no dia 1; 75 no dia 2;
Km percorridos: 674,975 (a distância entre Belo Horizonte (MG) e Sorocaba (SP), por exemplo);
Jogos de pneus utilizados: quatro jogos 0 Km e quatro jogos usados com quilometragem entre 30 e 80 km.
Melhor tempo: 1min39s063 (média de 169,165 km/h), registrado no TL5;
(Melhor tempo da sessão: Petri Florescu, 1min38s402, média de 170,301 km/h);
Velocidade máxima obtida: 236,324 km/h, registrado no TL5;
(Maior velocidade máxima obtida: Devlin de Francesco, 238,938).


Resultado combinado dos dois dias de treinos em Barcelona:

1. Petri Florescu (ROM/Campos), 1min38s402
2. Ameya Vaidyanathan (IND/Carlin), 1min38s498
3. Jannes Fittje (ALE/Fortec), 1min38s550
4. Nikita Troitckii (RUS/Drivex), 1min38s642
5. Thiago Vivacqua (BRA/Campos), 1min38s705
6. Matheus Iorio (BRA/Campos), 1min38s729
7. Devlin De Francesco (CAN/Carlin), 1min39s051
8. Pedro Cardoso (BRA/Teo Martín), 1min39s063
9. Eliseo Martínez (ESP/Teo Martín), 1min39s083
10. Christian Hahn (BRA/Drivex), 1min39s110
11. Alfonso Celis Jr. (MEX/Fortec), 1min39s268
12. Marta Garcia (ESP/Campos), 1min39s809
12. Daniel Pronenko (RUS/BVM), 1min40s033


- Próximas datas do Winter Series:

17 e 18 de fevereiro - Barcelona (ESP)
3 e 4 de março - Paul Ricard (FRA)
21 e 22 de março - Jerez (ESP)

 

ESTUDO CURIOSO

 

Portugueses mais ligados ao telemóvel do que ao automóvel

 

Portugal é o país europeu onde se regista o mais elevado nível de ligação ao telemóvel: 7.0 valores, numa escala de 1 a 10, superando a sua ligação ao automóvel (6.8 valores). Ainda assim, a ligação dos portugueses ao automóvel é superior à dos belgas, franceses, italianos e britânicos, mas abaixo de países como a Alemanha, a Polónia e Espanha. Estas são algumas das conclusões do estudo do Observador Cetelem sobre os desafios do setor automóvel.

 

«As gerações mais jovens são as que mais tendem a preferir o telemóvel em relação ao automóvel, algo que também resulta da sua disponibilidade financeira. No entanto, as necessidades que acrescem à vida adulta e o crescimento da família são facilitados pela posse de um veículo, de forma que, provavelmente, a sua ligação ao automóvel se fortalecerá de forma gradual», explica Pedro Ferreira, diretor da área automóvel do Cetelem.

 

Automóveis são mais essenciais e bonitos do que há 20 anos. Para 82% dos automobilistas portugueses serão tão ou mais importantes no futuro

 

Quando questionados sobre o que mudou no automóvel nos últimos anos, os portugueses acreditam que as viaturas se tornaram mais essenciais (57%), mas também mais bonitas (68%), fazendo sonhar mais do que antigamente (51%).

 

De acordo com o estudo do Observador Cetelem, também a maioria dos polacos (58%) e dos espanhóis (54%) consideram o automóvel mais indispensável hoje em dia, embora em países fora da Europa, como na China, na África do Sul e na Turquia, esta opinião seja ainda mais vincada.

 

No futuro, o carro continuará a ter um papel relevante para os portugueses. 62% dos automobilistas nacionais afirmam que, dentro de dez anos, o automóvel será tão essencial como atualmente, com 20% dos inquiridos a responder que será ainda mais importante. Pelo contrário, 18% acreditam que o automóvel será menos importante daqui a dez anos.

 

As análises e previsões deste estudo foram realizadas em colaboração com a empresa de estudos e consultoria BIPE (www.bipe.com). Os inquéritos quantitativos aos consumidores foram conduzidos pela TNS Sofres, em junho de 2016, em quinze países – África do Sul, Alemanha, Bélgica, Brasil, China, Espanha, Estados Unidos da América, França, Itália, Japão, México, Polónia, Portugal, Reino Unido e Turquia. No total, foram inquiridos mais de 8.500 proprietários de automóveis.

 

GALERIA DE IMAGENS

GALERIA DE IMAGENS

 

RALIS EM SLOT

 

Mais uma serie de imagens sl50 Copysl51 Copysl52 Copysl53 Copysl54 Copysl55 Copysl56 Copysl58 Copysl59 Copysl60 Copysl61 Copysl62 Copysl63 Copysl64 Copysl65 Copyrelativas a uma prova de rali que teve lugar nos "troços " do Slot Clube do Porto.

 

NOVOS MODELOS JAGUAR

 

OS MODELOS JAGUAR F-PACE, XF E XE DISPONIBILIZAM EFICIÊNCIA, PERFORMANCE E CONFORTO ACRESCIDOS NA GAMA 18MY

 

AQ9 CopyAQ10 CopyAQ11 CopyAQ12 Copy

 

  • A família Ingenium cresce com os novos motores diesel de 240 CV e motores a gasolina 2.0 de quatro cilindros com 200 CV e 250 CV, que disponibilizam maior eficiência, custos de funcionamento inferiores e performance superior.
  • O novo e eficiente motor diesel E-Performance 163 CV do F-PACEdisponibiliza emissões de CO2  de apenas 126 g/km.
  • O modelo Sport XE S aumenta a sua potência em 40 CV com o motor V6 a gasolina de 380 CV.
  • O Sistema Dinâmico Configurável da Jaguar, disponível agora como equipamento independente no XE e XF, permite aos condutores personalizar as configurações de passagens de caixa, acelerador e direção.
  • São incorporadas funções de segurança inteligentes, incluindo Deteção Dianteira de Veículos e Instruções Dianteiras do Veículo, nos abrangentes Sistemas de Assistência Avançada à Condução.
  • Conveniência superior: as berlinas XF e XE encontram-se equipadas pela primeira vez com a Tampa da Bagageira Acionada por Gestos.
  • Novo painel de instrumentos virtuais TFT de 12,3 polegadas com ecrã completo de navegação em 3D para o XE.
  • Introdução da tecnologia InControl de ecrã Dual View nos três veículos.
  • A nova aplicação Shell permite aos condutores Jaguar pagar o seu combustível nos postos de abastecimento da Shell utilizando o Ecrã Táctil do veículo.
  • Os modelos atualizados XE, XF e F-PACE seguem o recorde conseguido em janeiro pela Jaguar no Reino Unido graças a um aumento de 20% nas vendas em janeiro de 2016.
  • Os novos modelos já se encontram disponíveis para encomenda nos concessionários Jaguar no Reino Unido.

 

A Jaguar anunciou um conjunto de melhorias no SUV de alta performance F-PACE e nas berlinas desportivas XF e XE. As atualizações da gama 18MY incluem a apresentação dos últimos motores Ingenium da Jaguar Land Rover e novas características de conveniência e segurança disponíveis nos três veículos, para disponibilizar mais opções e personalização que nunca.

As atualizações reforçam um forte início de ano para a Jaguar no Reino Unido, onde foram vendidos mais de 2.694 veículos em janeiro. Este valor representa um aumento de 20% em relação a janeiro de 2016 e é o melhor resultado da marca para o mês de janeiro no Reino Unido.

As vendas da Jaguar no Reino Unido em 2016 foram as melhores da sua história e superaram um recorde de 12 anos. A popularidade do XE, XF e F-PACE foi a chave para auxiliar a marca a vender 34.728 veículos no Reino Unido no ano passado, uma subida de 17% em relação a 2015.

Segundo declarações de Jeremy Hicks, Managing Director da Jaguar Land Rover no Reino Unido: "Estes três modelos tiveram um papel importante na obtenção do recorde de resultados no Reino Unido em 2016. O XF vendeu quase 10.000 veículos o ano passado, enquanto o XE e o F-PACE representaram 62% de todas as vendas da Jaguar em 2016 no Reino Unido. Estes modelos estão a atrair novos clientes à marca Jaguar e agora, graças à melhoria da oferta, esta atração irá, sem dúvida, aumentar."

"Para nós, é fundamental disponibilizar mais opções aos nossos clientes. Os três veículos disponibilizam uma gama mais abrangente de motores e uma série de novas melhorias tecnológicas, de conforto e conveniência que irão maximizar a sua atração entre os clientes do Reino Unido".

 

 

MOTORES NOVOS

As alterações aumentam a atração dos três modelos graças à introdução de dois novos motores a gasolina Ingenium de quatro cilindros e um novo motor diesel de alta performance com 240 CV. Em complemento, o F-PACE beneficia de uma nova versão diesel eficiente E-Performance, que promete emissões de CO2 de apenas 126 g/km.

Os novos motores Ingenium 2.0 a gasolina de 250 CV e 200 CV, e quatro cilindros (disponíveis no XE e XF) utilizam o design com conteúdo elevado de alumínio e baixa fricção da Jaguar Land Rover, que disponibiliza excelentes propriedades térmicas e construção leve, para melhorar a eficiência e a dinâmica do veículo. Os modelos com motor de 200 CV incorporam o logótipo 20t, enquanto os modelos de 250 CV são identificados com o logótipo 25t.

A gama diesel foi reforçada com a introdução dos motores diesel Ingenium 2.0 Bi-turbo de 240 CV e 4 cilindros. Este motor de alta performance com 500 Nm de binário disponibiliza a performance tradicional Jaguar sem compromissos de custos de utilização.

No motor reforçado foram melhorados os pistões, a cambota e os injetores de combustível e é o primeiro motor de quatro cilindros da Jaguar Land Rover com turbo duplo. A sua configuração sequencial aumenta a potência a regimes elevados, melhorando, simultaneamente, a capacidade de resposta a regimes baixos. Os modelos F-PACE, XF e XE da Jaguar equipados com o novo motor diesel apresentam o logótipo 25d.

Nick Rogers, Executive Director, Product Engineering, declarou: "Assumimos o compromisso de expandir a família de motores Ingenium produzida no nosso galardoado Centro de Produção de Motores em Wolverhampton, que representou um investimento de 1.000 milhões de libras esterlinas, para dar resposta às necessidades atuais e futuras dos clientes".

 

TECNOLOGIA VANGUARDISTA A GASOLINA

A família de motores Ingenium da Jaguar Land Rover incorpora a tecnologia para proporcionar performance, eficiência e requinte excecionais, cumprindo as normas de emissões internacionais mais exigentes.

Todos os motores Ingenium disponibilizam níveis reduzidos de fricção para otimizar a eficiência e o requinte, enquanto os novos motores a gasolina incorporam um turbo de conduta dupla para reduzir o atraso na resposta, otimizando a potência e a eficiência.

A tecnologia de elevação de válvulas continuamente variável melhora a admissão de ar em ambos os motores. Os novos motores de 200 CV e 250 CV incorporam controlo eletrohidráulico de válvulas para uma flexibilidade incomparável. Esta tecnologia patenteada proporciona um controlo integralmente variável da elevação das válvulas de admissão para disponibilizar uma eficiência, potência e binário ideais em todos os regimes.

Em complemento, é assegurada uma combustão mais limpa graças a um novo sistema de injeção direta de 200 bar que incorpora injetores de montagem central e padrões de pulverização otimizados para melhorar a eficiência e reduzir as emissões.

Como estreia na Jaguar, o coletor de escape foi também integrado na fundição da cabeça. O fluxo de refrigerante através do colector reduz consideravelmente o tempo de aquecimento, quando os motores são menos eficientes, para minimizar o consumo de combustível e reduzir as emissões.

 

DINÂMICA DE CONDUÇÃO PERSONALIZADA

O XF e XE 18MY permitem mais oportunidades de personalização da experiência de condução através do Sistema Dinâmico Configurável, disponibilizado como opção independente. O sistema permite aos condutores configurar o veículo conforme as suas preferências pessoais através da seleção dos modos Normal ou Dynamic para o motor, caixa de velocidades e direção. A combinação selecionada é ativada através do modo Dynamic, utilizando o botão da bandeira xadrez na consola central.

O Sistema Dinâmico Adaptativo, que permite aos condutores adaptar as configurações da suspensão em complemento às do motor, caixa de velocidades e direção quando conjugado com o Sistema Dinâmico Configurável, continua disponível como anteriormente para proporcionar o expoente máximo da personalização dinâmica.

 

CONFORTO E CONVENIÊNCIA ADICIONAIS

O aumento da quantidade de opções disponíveis para os clientes é uma das melhorias da gama 18MY para os três veículos, em complemento às melhorias de conforto e conveniência. Os bancos dianteiros ajustáveis do F-PACE e do XF foram melhorados com a opção de um encosto de cabeça com apoios laterais. Os novos designs integram ajuste elétrico em altura e apoios laterais com ajuste manual.

A tecnologia Dual View, agora presente nos três modelos, permite ao condutor e ao passageiro dianteiro visualizarem ecrãs diferentes de informação e entretenimento utilizando o ecrã táctil central de 10 polegadas. A tecnologia inteligente InControl encontra-se disponível quando é selecionado o sistema Touch Pro e permite ao condutor seguir instruções de navegação por satélite enquanto o passageiro utiliza o mesmo ecrã para visualizar as saídas USB ou TV.

A paleta de cores foi revista para os três veículos, harmonizando o nome das cores com os disponibilizados em toda a família Jaguar Land Rover para simplificar a realização de encomendas pelos clientes.

A Jaguar orgulha-se da segurança proporcionada pelos veículos e, por esse motivo, os modelos F-PACE, XF e XE incorporam duas novas tecnologias de segurança.

A função de Deteção Dianteira de Veículos, integrada no Sistema de Câmaras Surround, foi concebida para auxiliar o condutor em condições de visibilidade dianteira restringida. Utilizando uma câmara discretamente incorporada na grelha dianteira, o sistema deteta os elementos que cruzem a trajectória do veículo e proporciona um aviso visual no ecrã central quando deteta um perigo potencial.

A função de Instruções Dianteiras do Veículo integrada também no Sistema de Câmaras Surround e auxilia os condutores a posicionar o veículo em manobras a velocidade reduzida. O sistema funciona em conjunto com os sensores de estacionamento dianteiros e proporciona uma representação visual do veículo sobreposta com projeções das rodas e da sua direção. Os condutores podem ver a leitura da distância de estacionamento no ecrã central, retirando o stress das manobras em espaço reduzido.

Nos modelos XE e XF, a Assistência nos Ângulos Mortos melhora o Monitor de Ângulo Morto atual da Jaguar Land Rover utilizando o sistema de aviso de colisão em conjunto com o sistema de Direção Assistida Elétrica. Se a Assistência nos Ângulos Mortos deteta um veículo no ângulo morto ou em aproximação do ângulo morto numa manobra de mudança de faixa, irá aplicar uma força suave na direção para manter o veículo na sua faixa.

 

O PRIMEIRO VEÍCULO DO MUNDO COM SISTEMA DE PAGAMENTO SEM DINHEIRO

A partir de agora, o ecrã táctil dos modelos Jaguar XE, XF e F-PACE permite pagar o combustível nos postos de abastecimento Shell com um novo sistema incorporado de pagamento sem dinheiro.

Em vez de utilizar um cartão na bomba ou esperar na fila para pagar, os proprietários que instalarem a aplicação Shell necessitam apenas entrar num posto de abastecimento Shell (inicialmente no Reino Unido e posteriormente a nível mundial) e utilizar o ecrã táctil do veículo para selecionar a quantidade de combustível que necessitam e pagar com PayPal ou Apple Pay. No final de 2017 será também possível pagar com Android Pay.

Após o condutor ter enchido o depósito, será apresentado um recibo eletrónico no ecrã táctil, pelo que os clientes poderão prosseguir a sua viagem com a certeza de que pagaram. Será também enviado um recibo diretamente da bomba para o endereço de correio eletrónico do condutor para que possa ser adicionado a programas informáticos de contabilidade ou despesas.

 

MODELOS EM DETALHE:

 

Jaguar F-PACE

Desde o seu lançamento no Salão Automóvel de Frankfurt 2015, onde o F-PACE bateu o recorde do Guinness ao realizar o maior looping do mundo, o SUV de alta performance tornou-se o Jaguar rapidamente mais vendido. As melhorias incorporadas no 18MY incluem desde a introdução de motores mais potentes, eficientes e requintados até à melhoria dos bancos dianteiros. As alterações visuais incluem a revisão da paleta de cores e a ampliação da lista de opções para disponibilizar mais opções aos clientes.

Motores Ingenium

As melhorias do 18MY centram-se na ampliação da gama de motores avançados Ingenium da Jaguar Land Rover com a incorporação de três novos motores na gama F-PACE.

O novo motor Ingenium 2.0 a gasolina de 163 CV e quatro cilindros disponibiliza consumos de combustível otimizados e emissões de CO2 muito reduzidas, de apenas 126 g/km. A incorporação de um modelo com tração traseira e caixa manual disponibiliza 380 Nm de binário e consumos de combustível impressionantes, desde 4,8 l/100 km*, tornando-o o motor mais eficiente da gama. Estas credenciais permitem-lhe utilizar o logótipo E-Performance, reservado para os modelos que conjugam o desempenho tradicional da Jaguar com custos de utilização mais acessíveis e eficiência otimizada.

Em complemento, incorporadas nas melhorias do 18MY, o motor Ingenium diesel atual de 180 CV e quatro cilindros encontra-se disponível pela primeira vez com caixa automática e tração traseira, com emissões de CO2 de 134 g/km e um consumo combinado de 5,1 l/100 km.

Os clientes que procuram performance diesel melhorada poderão selecionar pela primeira vez um novo motor Ingenium de alta performance com 240 CV. A configuração Bi-turbo do motor 2.0 de quatro cilindros promete performance superior a regimes elevados sem sacrificar a capacidade de resposta a regimes baixos. A versão de tração integral AWD com logótipo 25d encontra-se disponível com a aclamada caixa automática Jaguar de oito velocidades, uma combinação que permite emissões de CO2 de 153 g/km, consumos de 5,8 l/100 km e uma aceleração de 0 a 100 km/h em 7,2 segundos.

O novo motor Ingenium 2.0 a gasolina de 250 CV e quatro cilindros encontra-se disponível com caixa automática e tração integral no Reino Unido. Incorpora um turbo e desenvolve 365 Nm de binário desde apenas 1.200 rpm. O motor a gasolina de funcionamento suave e com elevada capacidade de resposta do F-PACE permite uma aceleração de 0 a 100 km/h em 6,8 segundos com emissões de CO2 de 170 g/km e proporciona um consumo de 7,4 l/100 km.

 

Variedade, conforto e conveniência

As alterações interiores centraram-se na maximização das opções, conforto e conveniência. Uma nova opção interior em tons Light Oyster/Ebony proporciona um aspecto prático ao habitáculo de luxo, e todos os modelos Prestige e Portfolio incorporam o volante Sport de série. Os clientes que selecionem a caixa automática poderão também desfrutar de um suporte para copos duplo com tampa na consola central, que proporciona linhas mais limpas e organizadas ao habitáculo.

As versões topo de gama Portfolio incluem a característica opcional de bancos dianteiros maximizados com ajuste elétrico em altura do encosto de cabeça com apoios laterais com ajuste manual, para conveniência e simplicidade supremos. Em complemento, a tecnologia de ecrã Dual View da Jaguar disponibiliza maior conveniência ao condutor e passageiros.

Da mesma forma que as berlinas desportivas XF e XE, o F-PACE 18MY incorpora as tecnologias de segurança mais recentes, como a Deteção Dianteira de Veículos e Instruções Dianteiras do Veículo.

O F-PACE 18MY já se encontra disponível para encomenda nos concessionários Jaguar com um preço desde 54.651,49€.

 

JAGUAR XF

A berlina desportiva XF 18MY apresenta pela primeira vez três novos motores, incluindo as versões de 200 CV e 250 CV do motor Ingenium 2.0 a gasolina de quatro cilindros.

A versão de 200 CV encontra-se disponível com tração traseira e caixa automática, conjugando a performance tradicional Jaguar com uma eficiência excelente. O novo motor XF permite uma aceleração de 0 a 100 km/h em 7,5 segundos e proporciona consumos de combustível de 6,8 l/100 km, com emissões de CO2 de 154 g/km.

O motor potente desenvolve 250 CV e encontra-se disponível com caixa automática e opções de tração traseira e integral. O modelo com tração traseira iguala a eficiência do motor de 200 CV mas disponibiliza uma aceleração de 0 a 100 km/h em apenas 6,6 segundos. As versões de tração integral igualam esta performance com emissões de CO2 de 159 g/km.

Em conjunto com as versões atuais de 163 CV e 180 CV dos motores diesel avançados Ingenium de quatro cilindros da Jaguar Land Rover, os clientes poderão também selecionar um motor de 240 CV. Este novo e potente motor encontra-se disponível com tração traseira e tração integral, com consumos de combustível de 5,3 l/100 km e 5,5 l/100 km e emissões de CO2 de 139 g/km e 144 g/km respectivamente. A configuração Bi-turbo disponibiliza novos níveis de performance diesel com uma aceleração de 0 a 100 km/h em 6,5 segundos.

 

Art of Performance

Em complemento às novas opções de motor, o Jaguar XF incorpora, pela primeira vez, o Sistema Dinâmico Configurável como equipamento independente. O sistema é incorporado nos modelos automáticos sem Suspensão Adaptativa e disponibiliza uma configuração de fábrica, em complemento aos modos Normal ou Dynamic para a direção, motor e caixa de velocidades**.

O Sistema Dinâmico Adaptativo, com Sistema Dinâmico Configurável, encontra-se disponível nos veículos equipados com Suspensão Adaptativa. Permite também aos condutores ajustar o conforto de condução e o comportamento em conformidade com as condições de condução ou preferências pessoais. Em complemento, com a opção de informação e entretenimento Touch Pro, os utilizadores podem utilizar o Dynamic-i, que incorpora um cronómetro, medidor de forças G e gráficos de acelerador e travagem no ecrã táctil central, permitindo ao condutor e passageiro dianteiro monitorizar todos os aspectos do desempenho do veículo.

 

Conforto e Conveniência

Com a sua bagageira de dimensões generosas de 540 litros, o XF é uma berlina desportiva prática. A introdução da nova função de Tampa da Bagageira Acionada por Gestos no 18MY torna o acesso à bagageira ainda mais conveniente.

Esta função prática encontra-se disponível nos veículos com acesso sem chave e sensores de estacionamento traseiros e permite aos clientes abrir e fechar a tampa da bagageira simplesmente movimentando um pé sob qualquer extremo do pára-choques traseiro. Os sensores detetam o movimento e ativam a abertura da bagageira, tornando mais simples o carregamento de objetos transportados em ambas as mãos. O condutor pode também fechar a tampa da bagageira da mesma forma.

O conforto é maximizado com os novos bancos dianteiros Luxury de 20 ajustes disponíveis nos modelos Portfolio. Incorporam encostos de cabeça com ajuste elétrico e apoios laterais. Por outro lado, a tecnologia Dual View disponibiliza novas funcionalidades no sistema de informação e entretenimento.

A classificação Euro NCAP de cinco estrelas do Jaguar XF foi aumentada com três novas funções: Assistência nos Ângulos Mortos, Deteção Dianteira de Veículos e Instruções Dianteiras do Veículo. As tecnologias adicionais de segurança mantêm a posição da berlina desportiva como um dos veículos mais seguros na estrada.

O XF 18MY já se encontra disponível para encomenda nos concessionários Jaguar com um preço desde 50.402,3€.

 

JAGUAR XE

O galardoado Jaguar XE foi atualizado com uma gama de melhorias. A família de motores Ingenium a gasolina foi ampliada no XE com a versão de 200 CV com tração traseira e caixa automática e as versões de 250 CV com tração traseira e tração integral com caixa automática, que proporcionam aos clientes mais opções que nunca.

O motor de 200 CV desenvolve 320 Nm de binário e o XE acelera de 0 a 100 km/h em 7,1 segundos, com um consumo combinado de 6,3 l/100 km e emissões de CO2 de 144 g/km. O modelo mais potente com 250 CV e tração traseira disponibiliza os mesmos consumos de combustível e emissões de gases de escape, mas acelera de 0 a 100 km/h em apenas 6,3 segundos. A tração maximizada proporcionada pelo sistema de tração integral Jaguar reduz o valor de aceleração em uma décima de segundo (para 6,2 segundos), com emissões de CO2 de 154 g/km.

Os clientes que desejem uma performance ainda mais dinâmica podem selecionar o modelo XE S atualizado. integra o mesmo motor 3.0 V6 do desportivo F-TYPE, com a potência aumentada de 340 CV para 380 CV para melhorar a performance e o requinte.

Para os clientes diesel, o novo motor Ingenium de Bi-turbo disponibiliza níveis de performance V6 com um motor de quatro cilindros. Com os seus 240 CV, desenvolve um binário impressionante de 500 Nm desde 1.500 rpm, suficiente para acelerar a berlina desportiva com tração integral de 0 a 100 km/h em 6,1 segundos, com emissões de CO2 de apenas 137 g/km e um consumo combinado 5,2 l/100 km.

Da mesma forma que a berlina desportiva XF, o XE encontra-se agora disponível com o Sistema Dinâmico Configurável como equipamento independente, proporcionando opções adicionais de personalização**.

O Sistema Dinâmico Adaptativo, que disponibiliza também a personalização das configurações da suspensão, encontra-se atualmente disponível nos modelos automáticos de 180 CV e 240 CV, mas estará disponível nos veículos equipados com os novos motores Ingenium 2.0 a gasolina de 200 CV e 250 CV. Quando a tecnologia de informação e entretenimento Touch Pro é combinada com o Sistema Dinâmico Adaptativo, os utilizadores podem utilizar o Dynamic-i, que incorpora um cronómetro, medidor de forças G e gráficos de acelerador e travagem no ecrã táctil central.

 

Conveniência e segurança

A condução do XE nunca foi tão fácil graças a uma gama de melhorias de conveniência. A Tampa da Bagageira Acionada por Gestos permite aos utilizadores abrir a bagageira com um simples movimento do pé sob o para-choques traseiro, tornando mais simples o acesso à bagageira.

A disponibilidade de um painel de instrumentos virtuais TFT de 12,3 polegadas proporciona maior clareza aos condutores quando é selecionada a opção de informação e entretenimento Touch Pro. Com opção de quatro temas visuais distintos, o ecrã de grandes dimensões permite visualizar mapas de navegação em ecrã completo, reduzindo o stress na condução em ambientes desconhecidos. Por outro lado, a tecnologia Dual View proporciona versatilidade adicional ao Ecrã Táctil de 10 polegadas na consola central, permitindo ao condutor e passageiro dianteiro verem informação diferente no mesmo ecrã.

Quando foi testada em 2016, a berlina desportiva XE foi considerada o veículo familiar mais seguro pela Euro NCAP graças à sua excelente proteção de ocupantes e às suas tecnologias de proteção dos peões. A Jaguar melhorou a sua gama abrangente de sistemas de segurança com a introdução das tecnologias Assistência nos Ângulos Mortos, Deteção Dianteira de Veículos e Instruções Dianteiras do Veículo.

A segurança para os peões foi maximizada no XE graças ao sistema avançado de Travagem Autónoma de Emergência (AEB) da Jaguar, que proporciona uma funcionalidade superior com a introdução da deteção de peões. O sistema funciona a velocidades de 5 a 60 km/h e utiliza uma câmara dianteira para detetar perigos, travando automaticamente quando é detetado o risco de colisão. Este sistema de segurança avançado é capaz de identificar peões com uma altura superior a 1 m que se encontrem na trajetória do veículo.

O XE 18MY já se encontra disponível para encomenda nos concessionários Jaguar com um preço desde 44.681,91€.

 

MANAHU APRESENTA ÉPOCA 2017

 

 

Gonçalo Manahu apresenta época de 2017

O Campeão Nacional de Montanha vai defender o título na nova época e mantém o Porsche, com que venceu a Categoria 2 e os GT, em 2016.

“Depois da experiência do ano passado, não podia deixar de regressar à Montanha em 2017. Gostei do Campeonato , adaptei-me bem e dificilmente poderia ter corrido melhor.” Explica Gonçalo Manahu, que apresentou a nova decoração do Porsche.

“Tenho consciência de que este ano a concorrência vai estar mais forte e, portanto, terei que me esforçar mais para vencer. Mas por outro lado, também tenho a vantagem de já conhecer os traçados e a forma como estas provas se desenrolam. “ Por isto o piloto portuense vai partir motivado para mais uma época.

Em 2017 o Campeão em título vai continuar a ser assistido pela Fabela Sport  e competir com as cores da VM Flex, Omron, Univer, SPX, Balflex, Qualytent e Completa Mente, no carro.

porsche goncalo

 

NOTICIAS FORD

 

O Seu Carro Pode Tornar-se no Seu Assistente Pessoal Virtual e Até Saber Quando Teve Um Duro Dia de Trabalho

 

  • Espera-se que quase todos os novos veículos passem a oferecer reconhecimento de voz até 2022, pelo que pode permitir que os sistemas futuros evoluam para interpretar o tom de voz e as expressões faciais

 

  • O sistema de conectividade in-car Ford SYNC 3 já permite o controlo por voz, Apple CarPlay e Android Auto e em breve permitirá aos condutores dispor do assistente virtual da Amazon, Alexa

 

  • A Ford, junto com a Universidade RWTH de Aachen, está a investigar o uso de múltiplos microfones para melhorar o processamento da discurso e para reduzir o efeito do ruído externo e potenciais interrupções

 

 

AQ7 CopyJá estamos habituados a que os carros entendam o que dizemos. Os especialistas prevêem que no futuro também poderão saber como nos sentimos – por vezes sem que tenhamos de dizer uma única palavra.

 

Espera-se que quase 90 por cento dos novos carros incorporem reconhecimento de voz até 2022. * O próximo passo para os carros do futuro sejam capazes de detectar as mais pequenas alterações nas nossas expressões faciais, bem como modulações e inflexões da nossa voz, facilitando a experiência de condução aos consumidores.

 

Os sistemas avançados – equipados com sofisticados microfones e câmaras a bordo - poderão aprender que músicas gostamos de ouvir quando estamos stressados e em que momento preferimos simplesmente desfrutar do silêncio. A iluminação interior também pode também complementar o nosso estado de espírito.

 

“Estamos no bom caminho para desenvolver o automóvel empático que nos poderá contar uma anedota para nos animar, ou aconselhar-nos sempre que necessário, recordar-nos de aniversários e manter-nos alerta em viagens longas”, refere Fatima Vital, Directora Sénior de Marketing Automóvel da Nuance Communications, que ajudou a Ford a desenvolver o reconhecimento de voz do sistema SYNC de conectividade in-car.

 

Prevê-se que o controlo por voz alojado na nuvem possa estar disponível em 75 por cento dos novos carros até 2022,* e prevê-se que os sistemas futuros evoluam para assistentes pessoais que marcam compromissos na agenda e façam pedidos de takeaway quando os condutores estão presos no trânsito.

 

No filme “Her” (“Ela), Samantha, personagem interpretada por Scarlett Johansson, atendia todos os pedidos de Theodore Twombly, como um sistema de reconhecimento de voz que, com assombrosa precisão, compreendia o seu estado de espírito, as suas necessidades e os seus desejos, bastando-lhe apenas ouvir a sua voz. Um dia não muito longínquo, o nosso carro poderá fazer algo semelhante.

 

 

Este verão, o sistema de conectividade in-car SYNC 3 da Ford permitirá aos condutores conectarem-se com Alexa, a assistente virtual da Amazon, e oferecerá 23 idiomas diferentes e muitos sotaques regionais. Acedendo a recursos alojados na nuvem, os automóveis do futuro poderão permitir que ainda mais condutores possam falar na sua língua materna, o que são boas notícias para todos aqueles que celebram o Dia Internacional da Língua Materna. 

 

“Comandos por voz como ‘Tenho fome’, para encontrar um restaurante, ou ‘Preciso de um café’, já colocaram o SYNC 3 no campo do assistente pessoal,” disse Mareike Sauer, Engenheira de Controlo de Voz da equipa de Aplicações de Conectividade da Ford Europa. “O próximo passo será que os condutores não só poderão falar na sua língua materna, com o seu próprio sotaque, como também utilizar as suas próprias expressões, encetando uma forma de comunicação muito mais natural.”

 

Apple CarPlay™ proporciona uma forma simplificada de utilização do interface do iPhone no ecrã táctil do veículo, dando aos utilizadores acesso aos controlos de voz do Siri Eyes-Free, bem como ao Apple Maps, Apple Music, telefone, mensagens e uma variedade de aplicações de terceiros. O Android AutoTM disponibiliza o Google Maps e música no ecrã do veículo e permite o controlo por voz nas chamadas telefónicas e mensagens. **

 

Um projecto de investigação que a Ford tem actualmente em curso, em conjunto com a Universidade de Aachen – RWTH, inclui a utilização de múltiplos microfones para melhorar o processamento do discurso e reduzir o efeito de ruídos externos e potenciais interrupções. A Nuance constata que, dentro de dois anos, os sistemas de controlo de voz poderão dirigir-se-nos com frases como: Gostaria de encomendar flores para a sua mãe para o Dia da Mãe?”, ou Quer que escolha um caminho para casa menos congestionado, embora mais lento?” ou ainda “Já tem poucas tabletes do seu chocolate preferido e a sua loja preferida ainda tem algumas em stock. Quer passar por lá e comprar alguns chocolates?”   

  

O controlo dos gestos e do olhar permitirá aos condutores atender chamadas apenas com um movimento da cabeça, ajustar o volume de som com pequenos movimentos rotativos, e activar a navegação com um rápido olhar para o seu destino num mapa.

 

Assim, tal como filme “Her”, haverá o perigo de nos apaixonarmos pelos nossos sofisticados sistemas de reconhecimento de voz?

 

“Muitas pessoas já amam os seus carros mas, com os novos sistemas instalados nos veículos que aprendem e se adaptam, podemos esperar que se estabeleçam relações sérias e muito fortes,” disse Dominic Watt, professor principal do Departamento de Linguística e Ciências da Linguísticas, da Universidade de York. O carro será em breve o nosso assistente, companheiro de viagem e alguém que nos escuta e poderá falar de tudo e perguntar qualquer coisa, ao ponto de muitos de nós nos esquecermos que estamos a falar com uma máquina.”

 

A Ford vai revelar os seus próximos avanços em mobilidade e conectividade no “Mobile World Congress”, o maior encontro mundial para a indústria da mobilidade, que se realiza em Barcelona na próxima semana.

 

# # #

 

* http://www.autonews.com/article/20170122/OEM06/301239846/alexa-do-i-need-a-virtual-assistant-in-the-car  

 

** Línguas incluídas no sistema SYNC: Árabe, Chinês. Checo, Dinamarquês, Holandês, Inglês (Austrália), Inglês (Reino Unido), Inglês (EUA), Francês, Francês (Canadá), Alemão, Italiano, Coreano, Norueguês, Polaco, Português, Português (Brasil), Russo, Espanhol, Espanhol (México), Sueco, Mandarim de Taiwan, Turco. No próximo ano, estarão também disponíveis: Inglês (Índia), Finlandês e Tailandês.

 

 

Sobre a Ford Motor Company

A Ford Motor Company é uma empresa global da indústria automóvel e de mobilidade, com sede em Dearborn, Michigan, EUA. Com aproximadamente 201.000 empregados e 62 fábricas em todo o mundo, o negócio principal da empresa inclui a concepção, produção, marketing, financiamento e assistência a uma gama completa de veículos Ford de passageiros, comerciais, SUV e veículos eléctricos, bem como aos veículos de luxo Lincoln. De modo a expandir o seu modelo de negócio, a Ford está a perseguir agressivamente oportunidades emergentes, investindo nos domínios da electrificação, autonomia e mobilidade. A Ford disponibiliza serviços financeiros através da a Ford Motor Credit Company. Para mais informação sobre a Ford e os seus produtos e serviços visite a página www.corporate.ford.com. ​

 

A Ford Europa é responsável por produzir, comercializar e assistir os veículos da marca Ford em 50 mercados e emprega aproximadamente 53,000 trabalhadores nas suas instalações e aproximadamente 68,000 incluindo as ‘joint-ventures’. Em conjunto com a Ford Motor Credit Company, as operações da Ford Europa incluem a Divisão de Serviço ao Cliente e 24 instalações fabris (16 detidas integralmente ou instalações em ‘joint-ventures’ consolidadas e 8 em 'joint-ventures' não consolidadas). Foi em 1903 que os primeiros veículos Ford foram transportados para a Europa, no mesmo ano em que a Ford Motor Company foi fundada. A produção europeia iniciou-se em 1911.

 

 

 

NOVO RANGE ROVER VELAR

 

NOVO RANGE ROVER VELAR

 

 

 

  • Uma nova adesão à família Range Rover, que se enquadra entre o Range Rover Evoque e o Range Rover Sport.
  • A Land Rover reforça a sua posição de liderança mundial na produção de modelos SUVs.
  • Este modelo herda o nome Velar do protótipo original do primeiro Range Rover de 1969.
  • A apresentação mundial terá lugar no dia 1 de março de 2017.

 

O primeiro SUV de luxo surgiu em 1970, quando a Land Rover colocou no mercado o primeiro Range Rover. Quase meio século depois, o espírito inovador da marca continua vivo com a incorporação de um quarto membro à família Range Rover, a ser apresentado ao mundo no próximo dia 1 de março.

 

Os sinais que refletem a identidade do novo Range Rover Velar são a simplicidade elegante, a linguagem visual minimalista e a tecnologia inovadora ao serviço dos clientes.

 

Gerry McGovern, Chief Design Officer da Land Rover, refere: "identificamos o modelo Velar como o Range Rover vanguardista. Acrescenta à marca uma nova dimensão em termos de estilo, inovação e elegância. O novo Range Rover Velar muda tudo.”

 

Perfeito para todas as ocasiões e terrenos, o Velar foi fabricado com materiais exclusivos sustentáveis e através da engenharia mais avançada do mundo, o que demonstra a ambição da Land Rover em chegar sempre mais longe, como refere a sua filosofia “Above and Beyond.”

 

A origem do nome Velar remonta aos primeiros protótipos do Range Rover dos anos sessenta e que inauguraram o segmento dos SUVs de luxo.

 

Nessa altura, para ocultar a verdadeira identidade dos 26 modelos de pré-produção do Range Rover, os engenheiros escolheram o nome Velar, como referência à palavra latina velare, que significa “cobrir com véu” ou “tapar” em português.

                        

No próximo dia 1 de março de 2017 serão revelados todos os pormenores do Range Rover Velar.

 

AQ1 CopyAQ2 CopyAQ3 CopyAQ4 CopyAQ6 Copy

Mais vídeos em alta resolução em www.broadcast.jaguarlandrover.com

 

 

Notas à redação:

Sobre a Land Rover

Desde 1948 que a Land Rover fabrica veículos 4x4 que definem na perfeição todas as características que representam este setor. Defender, Discovery Sport, Discovery, Range Rover Evoque, Range Rover Sport e Range Rover definem fielmente todas as gamas do setor 4x4. Atualmente, 80% destes modelos são vendidos em mais de 170 países.

 

CONCURSO DUNLOP

CONCURSO DUNLOP

 

 

A Dunlop revelou hoje o vencedor do concurso Art Car que a equipa Walkenhorst Motorsport vai usar no BMW M6 GT3 inscrito na VLN. O trabalho é do reconhecido artista, Jean Pierre Kraemer, escolhido entre 77 mil projectos.

 

GALERIA DE IMAGENS - O NOVO RENAULT

GALERIA DE IMAGENS

 

CAMPEONATO DO MUNDO DE FÓRMULA 1 - 2017

 

O NOVO RENAULT EM DETALHE.....AZ1 CopyAZ2 CopyAZ3 CopyAZ4 CopyAZ5 CopyAZ6 CopyAZ6 CopyAZ7 CopyAZ8 CopyAZ9 CopyAZ10 CopyAZ11 CopyAZ12 CopyAZ14 CopyAZ15 CopyAZ16 CopyAZ17 CopyAZ18 CopyAZ19 CopyAZ20 CopyAZ21 CopyAZ22 CopyAZ23 Copy

 

NOTICIAS DOS ESTATES

 

MEDIA ALERT:
Lucas Oil Racing TV is the first 24/7 On Demand motorsports network - 2000 plus hours of US, national and international racing, car shows, behind the scenes action and live-streaming events online without commercial breaks.
Don't miss this LIVE event:
 

Recently added to the library:

Wrench Wars: Classic Muscle - February 20, 2017.
This week on Wrench Wars, it's a unique battle between two fixer-uppers. While these 2 rides may not be winning any 'best in show' trophies, the '65 Buick Skylark and '72 Chevelle feature a level of ingenuity and home-built engineering that all gearheads would appreciate.
Late Model Dirt: 3 Shows - the Lucas Oil Winter Nationals. Bubba Raceway, Ocala Park, FL. February 19, 2017:
Show 1 -
B-Mains, Hot Laps & Qualifying.
Show 2
- Heats
Show 3 - Main Feature.
Presented by GEICO.
Dave Despain Show: Kyle LeDuc - February 19, 2017
Dave Despain interviews 3-time Lucas Oil Off-Road Racing Series Pro-4 Champion, Kyle LeDuc, a superstar in the Lucas Oil Off Road Racing Series. The Pro 4 truck driver has won the championship 3 years in a row and 4 times in the past 5 seasons, and has race wins in 31 of his past 46 starts.
Late Model Dirt: 4 Shows from the Wisco Industries 41st Annual East Bay Winternationals - February 13-18, 2017:
Show 1
- B-Mains.
Show 2 - A-Main Feature
Show 3 - Heats.
Show 4 - Hot Laps & Qualifying.
Presented By E3 Spark Plugs. 
My Classic Car: Warbirds, Wings & Wheels - February 17, 2017. Host Dennis Gage makes his way to Paso Robles, CA for Warbirds, Wings & Wheels. Plus, he'll check out a mobile media blasting unit.
British Sidecar Championship: Mallory Park - February 15, 2017. This week we head to Mallory Park for round 6 of the Hyundai Heavy Industries British Sidecar Championship. AVAILABLE FOR USA ONLY
Australian Formula 3 Kerrick Sports Sedans and Australian Sports Racers classes - February 15, 2017.
Round 6 of the Shannon Nationals heads to Phillip Island Grand Prix Circuit for the Australian Formula 3, Kerrick Sports Sedans and Australian Sports Racers classes. AVAILABLE FOR USA ONLY
New Zealand Drifting: Round 4: Hampton Downs Motorsport Park - Night 2 - February 15, 2017. This week we head to Mike Pero Motorsport Park in Christchurch, New Zealand for round 5 of the Demon Energy New Zealand Drifting Championship.

If you are unable to watch a race live, all live races will be available for replay after an event... usually within 24 hours. Please check back regularly for schedule updates. We are always adding new content and will also be adding to our live event offering throughout the season.

Lucas Oil Racing TV is currently available through Roku, Amazon Fire TV, Android TV, Xbox One, Xbox 360, and LucasOilRacing.TV for computers, tablets and smartphones.

 

MANUEL PINTO NO SERRAS DE FAFE

 

Manuel Pinto – “Prova difícil de superar…”
Fafe foi palco da 1ª ronda do Campeonato Nacional de Ralis, com a 30ª edição do Rali Serras de Fafe que esteve como sempre a cargo da Demoporto.
Manuel Pinto estreou-se no Nacional de Ralis, fazendo também a estreia do seu Fiat Grande Punto R3D nesta competição, centrando as suas ambições no Nacional de Ralis 2 Rodas Motrizes.
Num rali com uma lista de inscritos que esteve em bom plano quer em quantidade, quer em qualidade, os pisos de terra iriam naturalmente degradar-se e com isto dificultar ainda mais a tarefa aos pilotos. A dupla partiu para a prova focados em terminar e sobretudo fazer uma melhor adaptação ao seu novo carro, evoluindo a cada nova especial. 
Na primeira especial do rali Manuel Pinto e Marco Vilas Boas estiveram em bom plano, mas na primeira passagem pelo Confurco soltou-se um tubo do intercooler o que os fez perder bastante tempo! Conseguindo resolver a situação, a dupla voltou a registar bons cronos, rodando com bastantes cautelas já que os pisos nas 2ª e 3ª passagens estavam bastante duros prejudicando muito a mecânica do Punto R3D, mas ainda assim a roda na 4ª posição dos Rc3 e 1º entre os diesel.
Na última especial do dia, a equipa viu a suspensão traseira ceder e apesar de chegarem à assistência, optaram por abandonar a prova. 
“Entramos com cautelas, mas fomos a cada especial tentando melhorar o nosso andamento, apesar de tornar-se difícil pois as especiais estavam já demasiado desgastadas após a 1ª passagem e o material começou a ressentir-se. Estávamos focados em levar o carro até ao final do rali, os tempos estavam a melhorar, mas a suspensão traseira acabou mesmo por ceder provocando alguns estragos extra e a melhor opção foi parar para não ‘sacrificar’ ainda mais material”, concluiu o piloto de Gondomar.
O Campeonato prossegue agora em piso de asfalto, com o Rali de Castelo Branco a 11 e 1 de Março. ASZ8 Copy

 

NISSAN É NOTICIA

 

A NISSAN ESCOLHEU A ATRIZ MARGOT ROBBIE PARA SER A SUA EMBAIXADORA DE VEÍCULOS ELÉTRICOS

 

 

• A atriz de Esquadrão Suicida e de O Lobo de Wall Street acaba de ser apresentada como embaixadora dos veículos elétricos e do programa de Emissão Zero da Nissan;

• No mini-filme de apresnetação, Margot Robbie leva o Nissan BladeGlider para um desafio nas ruas do Mónaco

• Assista à ação aqui: https://youtu.be/AdGHwotnQGc

 

 

A atriz Margot Robbie acba de ser anunciada como a embaixadora dos veículos elétricos (EV) da Nissan, através de um mini-filme rodado durante a noite no mundialmente famoso circuito de Grande Prémio do Mónaco e no qual Margot Robbie se senta ao volante do desportivo radical e totalmente elétrico Nissan BladeGlider.

 

O protótipo Nissan BladeGlider - com uma potência de 272cv, capaz de atingir 190 km/h e acelerando de zero aos 100 km/h em menos de cinco segundos - desafia o pensamento convencional do que se pode esperar para o futuro de um automóvel desportivo totalmente elétrico. Ao demonstrar toda a diversão e entusiasmo dos veículos elétricos puros, o protótipo é parte integrante da visão de Mobilidade Inteligente da Nissan, que aborda a forma como os automóveis devem ser conduzidos, alimentados e integrados na sociedade.

 

 

 

Imagens Relacionadas

Nissan signs actor Margot Robbie as its first electric vehicle ambassador

Nissan signs actor Margot Robbie as its first electric vehicle ambassador

Mais

Vídeo Relacionados

Nissan signs actor Margot Robbie as its first electric vehicle ambassador

 

APRESENTADO NOVO RENAULT

 

Apresentado o R.S.17 do Renault Sport Formula One Team

 

Hoje, em Londres, o Renault Sport Formula One Team revelou o R.S. 17, o seu monolugar para a temporada de 2017.

 

Na cerimónia onde estiveram, também, em evidência os novos parceiros e patrocinadores, entre os quais a BP, Castrol e a MAPFRE, foi apresentada a nova identidade visual da Renault Sport, que visa reforçar os laços entre a Renault Sport Racing e a Renault Sport Cars.

 

O R.S. 17 é equipado com o R.E. 17, o novo grupo propulsor da Renault Sport Racing, que não partilha quaisquer componentes com o anterior R.S. 16. As equipas partiram de uma folha em branco. O R.S. 17 é o primeiro F1 integralmente concebido pela Renault Sport Racing, a partir das suas bases de Enstone (Reino-Unido) e Viry-Châtillon (França).

 

Estiveram presentes Thierry Koskas, Vice-Presidente Executivo de Vendas & Marketing do Grupo Renault, bem como Jérôme Stoll e Cyril Abiteboul, respetivamente, Presidente e Diretor-Geral da Renault Sport Racing.

 

O R.S.17 foi apresentados pelos pilotos Nico Hülkenberg e Jolyon Palmer. Em paralelo, Sergey Sirotkin foi oficializado como piloto de reserva e Alain Prost como Conselheiro Especial da Renault Sport Racing.ASZ7 Copy

 

JOÃO VIEIRA DESISTIU

 

João Vieira obrigado a desistir quando já rodava nos lugares do pódio!
Foi na cidade de Fafe que decorreu a 1ª prova do Campeonato Nacional de Ralis e da Taça Nacional de Ralis Terra, com a 30ª edição do Rali Serras de Fafe.
A prova em pisos de terra com palco nas míticas especiais desta região, voltou a contar com uma verdadeira enchente de aficionados ao que se juntou muitas e boas equipas!
João Francisco Vieira e Emanuel Figueiredo partiram motivados por alinhar num rali fantástico, mas cientes do desafio que tinham pela frente. Sem oportunidade para testar, os primeiros quilómetros efectuados nas especiais foram essencialmente para ganhar ritmo, progredindo ao longo da etapa com um 2º melhor tempo na 5ª PE entre os P1 que lhe permitiam ocupar a 3ª posição. Contudo e apesar de conseguiram chegar à assistência, um problema mecânico obrigou a equipa a abandonar a prova no final da 1ª etapa.
 Como refere o piloto com o apoio do Município de Amarante, Jorge Amortecedores, Rapidsport, Inovpeças, Mcoutinho, EF Treino Personalizado, Standarte, Gift Caffe e Madalena Ginásio, “Como seria de esperar, uma vez que não tivemos oportunidade de testar, o nosso rali foi em crescendo, diminuindo significativamente o tempo para os nossos adversários a cada especial. Contudo, quando éramos terceiros da classe, o autoblocante cedeu e os problemas de caixa foram inevitáveis. 
Com esforço, ainda conseguimos chegar ao parque de assistência, mas verificou-se que nada havia a fazer. Fica a sensação amarga de uma desistência quando estávamos a entrar no nosso registo habitual, mas os ralis são mesmo assim. 
Com troços fabulosos, apesar de bastante degradados em algumas zonas, só nos resta esperar repetir este evento, sem dúvida o melhor que há em Portugal!” 
O piloto do Peugeot 206 Gti ainda não tem garantida a presença nas próximas provas, mas irá tentar cumprir o calendário da Taça Nacional de Ralis.ASZ5 CopyASZ6 Copy

 

VIA VERDE

Museu da Carris, Santo Amaro, Lisboa

 

O Presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Fernando Medina e o Secretário de Estado Adjunto e do Ambiente, José Mendes, estarão presentes amanhã na sessão de apresentação da App Via Verde Transportes. Esta aplicação, que entra agora numa fase de testes na Carris, Metro e Transtejo, foi desenvolvida com base tecnológica da Novabase e permitirá viajar e pagar títulos de transporte utilizando exclusivamente o smartphone sendo o custo da viagem diretamente debitado através da Via Verde.

Esta solução tem um caráter inovador no panorama dos transportes e vem agora reforçar o compromisso da Carris, Metro e Transtejo com a facilidade de utilização dos seus serviços e garantia de crescentes níveis de comodidade no acesso aos transportes públicos.

A apresentação da app ficará a cargo da Novabase e da Brisa.​

 

RICARDO MATOS NO RALI SERRAS DE FAFE

 

Ricardo Matos: “Discutir troços com um piloto como Fernando Peres foi muito especial”

 

Ao volante do Mitsubishi Lancer Evo IX com o qual só tinha disputado o último Rali de Amarante / Baião, Ricardo Matos foi uma das sensações do Rali Serras de Fafe, prova inaugural da Taça Nacional de Ralis de Terra. Piloto amarantino foi obrigado a abandonar quando tinha o pódio à vista.

 

Ricardo Matos e o navegador Carlos Matos entraram muito fortes no Rali Serras de Fafe, superando inclusive as suas próprias expectativas. Conscientes de que tinham poucos quilómetros competitivos ao volante do Lancer Evo IX, a dupla de Amarante apostava sobretudo em terminar a ronda minhota, tentando acumular experiência com o carro japonês e ganhar o necessário ritmo competitivo. Contudo, Ricardo Matos foi imediatamente o mais rápido no primeiro troço da prova, os 8,6 quilómetros da especial de Montim, ganhando 17 segundos ao tricampeão nacional absoluto Fernando Peres. O piloto de Amarante manteve-se na liderança da prova até à PEC4, sendo prejudicado pelo facto de partir atrás de um carro de duas rodas motrizes, que apanhou em pleno percurso por duas vezes.

Ainda assim, Ricardo Matos estava satisfeito com o 2º lugar que ocupava no início do derradeiro dia de prova. Contudo, o troço de Luílhas (PEC8) seria traiçoeiro para Ricardo Matos, que não conseguiu evitar um ligeiro pião que deixou o Mitsubishi apoiado num talude, sem qualquer hipótese de retomar a especial, apesar de quase não ter sofrido danos mecânicos. Um final inglório para Ricardo Matos e Carlos Matos, que demonstraram capacidade para lutar pelos primeiros lugares nos emblemáticos troços de terra da região de Fafe.

 

“Acabou por ser uma experiência positiva”, referiu no final Ricardo Matos. “No primeiro troço, em Montim, procurei guiar ‘limpo’, a pensar no relógio, mas sem nunca imaginar que iria ganhar 17s ao Fernando Peres. Nas especiais seguintes percebi que era possível andar naquele ritmo mas a organização colocou um carro de duas rodas motrizes a partir à minha frente e apanhámos esse concorrente em duas especiais. Para domingo, tinha planeado não arriscar nada porque queria sobretudo chegar ao final e aprender o máximo possível com o Fernando, um piloto que eu admiro desde miúdo. Numa ‘esquerda 2’, com os trilhos já muito definidos, vi uma pedra no interior e tentei passar ao lado para não estragar nada. Quando abri a direção e voltei a fechar, o carro fugiu para uma ravina e ficou apoiado num talude, praticamente sem qualquer dano. Simplesmente ficou naquela posição e não conseguíamos sair dali. Claro que foi frustrante porque podíamos perfeitamente ter começado a época com um bom resultado. Mas confesso que foi muito especial discutir troços com um piloto cujo palmarés e experiência falam por si. Além disso, foi um prazer passar com um carro destes em locais com tanto significado nos ralis em Portugal. Agora resta-nos continuar a testar e evoluir para o próximo rali. Quero deixar aqui uma palavra de agradecimento a todos os nossos patrocinadores e amigos”, concluiu Ricardo Matos.

 

A segunda prova da Taça Nacional de Ralis de Terra será disputada em Gondomar, nos próximos dias 17 e 18 de Março.



ASZ1 CopyASZ2 CopyASZ3 CopyASZ4 Copy
 

CAMPEONATO NACIONAL DE RALIS 2017

GALERIA DE IMAGENS

 

CAMPEONATO NACIONAL DE RALIS

 

RALI SERRAS DE FAFE

 

Grr1 Copyr2 Copyr3 Copyr4 Copyr5 Copyr6 Copyr7 Copyr8 Copyr9 Copyr10 Copyr11 Copyr12 Copyr13 Copyr14 Copyr15 Copyr16 Copyr17 Copyr18 Copyr19 Copyr20 Copyr21 Copyr22 Copyr23 Copyr24 Copyr25 Copyr25 Copyr27 Copyr29 Copyr30 Copyr31 Copyr32 Copyr33 Copyr34 Copyr35 Copyupo de imagens da prova que teve lugar no passado fim de semana em Fafe.

 

Fotos de Armindo Cerqueira /Foto GTI - António Faria e António Silva Zoomsport - www.velocidadeonline.com

 

JA CHEIRA A RALI DE PORTUGAL......

 

j16730511 1225049277564181_8656678762321691809_n_Copy16830835 1225049274230848_8557800530500402613_n_Copy16864398 1225049280897514_7700836541558280777_n_CopyA CHEIRA A RALI DE PORTUGAL

 

Ainda falta algum tempo, mas o Clube Automovel de LOusada já tem um carro a fazer publicidade da sua Super ESpecial....

 

Fotos de Manuel Bessa Carvalho - www.velocidadeonline.com

 

GALERIA DE IMAGENS

GALERIA DE IMAGENS

 

MUNDIAL DE RALIS EM SLOT

 

Mais uma prova de ralis que teve lugar na pista do Slot Clube do Porto.sl1 Copysl2 Copysl3 Copysl4 Copysl4 Copysl5 Copysl6 Copysl7 Copysl8 Copysl9 Copysl10 Copysl11 Copysl12 Copysl13 Copysl14 Copysl15 Copysl16 Copysl17 Copysl18 Copysl19 Copysl20 Copysl21 Copysl22 Copysl23 Copysl24 Copysl25 Copysl26 Copysl27 Copysl28 Copysl29 Copysl30 Copy

 

RECORDAR É VIVER

RECORDAR É VIVER

 

SALVEM O CIRCUITO DA BOAVISTAbaov1 Copybaov2 Copybaov3 Copybaov4 Copybaov5 Copy

 

GALERIA DE IMAGENS

GALERIA DE IMAGENS

 

AINDA OS TESTES DE FILIPE ALBUQUERQUE EM PORTIMÃOAQ1 CopyAQ2 CopyAQ3 CopyAQ4 CopyAQ5 CopyAQ6 CopyAQ7 Copy

 

SPEEDY MOTORSPORT TESTOU NO ESTORIL

 

CAMPEONATO NACIONAL DE VELOCIDADE 2017

 

SPEEDY MOTORSPORT TESTOU NO ESTORIL

 

Foi no passado fim de semana que a equipa da Sppedy Motorsport, esteve no autódromo do EStoril a testar o seu Seayt Leon com destino ao TCR.POr outro lado, um grupo de pilotos interessados numa eventual participação, também rodaram com este carro.

 

speedy1-testesestoril Copyspeedy3-paulosasilva Copyspeedy5-gustavo moura_Copyspeedy6 Copyspeedy7 Copysppedy2-pedromarreiros Copysppedy4-gustavomoura Copy

 

MARKU ALLEN ESTEVE NO ESTORIL

MARKU ALLEN ESTEVE NO ESTORIL

 

O antigo piloto de ralis, Marku Allen esteve presente no passado fim de semana no autodromo do EStoril, conforme imagens anexas.marku1 Copymarku2 Copymarku3 Copymarku4 Copy

 

NOVO SEAT LEON CUPRA

 

Novo SEAT Leon CUPRA

Elevámos a performance a um novo patamar

/          300 cavalos retirados do 2.0 TSI, o motor mais potente na história da gama

/          O Cupra ST traz sistema de tração integral 4Drive com caixa automática DSG

/          O Leon CUPRA recebe a mais avançada tecnologia de segurança, de conetividade e multimédia

/          Produção arranca esta semana

 

Ouvimos sempre a mesma pergunta em cada apresentação de um novo modelo SEAT à imprensa; “Haverá uma versão CUPRA?” Hoje, o acrónimo derivado das palavras CUP RACER tornou-se muito mais do que apenas uma versão adicional na gama. Os CUPRA são modelos muito desejados, a última expressão na herança desportiva, combinada com tecnologia, funcionalidade e fiabilidade. Um CUPRA, por outras palavras, é o melhor exemplo de equilíbrio entre razão e emoção.

 

O Leon CUPRA sempre se destacou pela sua performance e equipamento, sem esquecer o design e a excelente relação preço/qualidade. Tudo isto foi elevado para o patamar seguinte. Embora o CUPRA seja um modelo muito bem-sucedido, conseguimos torná-lo ainda mais apetecível.

 

Um completo sucesso

Como demonstram as vendas de 9.000 unidades em 2016 em todo o Mundo (das quais 8.300 entregues na Europa) o sucesso do SEAT Leon CUPRA é inegável. Estes números colocam o mais desportivo modelo da marca no top 5 deste segmento de mercado.

 

Neste automóvel desportivo encontrará potência, uma incrível experiência de condução e a mais avançada tecnologia. É assim que se define a experiência de condução do Leon CUPRA, enquanto os utilizadores da restante gama Leon preferem conceitos como segurança, fiabilidade, elegância e funcionalidade. Agora, graças à introdução da mais avançada tecnologia em segurança, conetividade e multimédia, o novo Leon CUPRA consegue oferecer tudo isto sem atenuar o fator intensidade. O Leon CUPRA assegura a versatilidade graças à disponibilidade de três carroçarias diferentes: 5 portas, versão SC e a familiar ST. O 5 portas permite adicionar intensidade ao seu dia-a-dia, o SC representa o design e a performance na sua forma mais pura e o ST combina versatilidade e dinamismo com perfeição.

 

 

 

O SEAT mais potente de sempre

Com o seu 2.0 TSI capaz de debitar 300 cavalos, o novo Leon CUPRA, além de ocupar o topo da gama, passa a ser, também, o modelo de série mais potente alguma vez produzido pela SEAT. Os números relacionados com este feito merecem uma referência especial. Este motor não só é 10 cavalo mais potente (sobe de 290 para 300 CV) mas, mais significativo, vê o valor de binário máximo incrementado de 350 Nm para uns impressionantes 380 Nm. Este valor de binário máximo está disponível num leque alargado de rotações, desde as 1800 às 5000 rpm. Com esta amplitude de regime, o resultado é uma convincente e poderosa resposta do motor praticamente desde o ralenti até ao limitador de rotação. Este comportamento deve-se, essencialmente, ao variador de fase das válvulas na árvore de cames combinado com a injeção direta e indireta. As duas tecnologias resultam na extração ótima de potência do motor, alcançando resultados excecionais de performance.

 

A velocidade máxima é eletronicamente limitada aos 250 km/h, independentemente da caixa de velocidades adotada, que tanto pode ser manual como automática, ambas com seis relações. Esta performance é obtida, claro, com um elevado nível de eficiência, como se comprova através das emissões de CO2; situadas entre as 153 e 164 g/km de CO2; dependendo da versão. O consumo médio da versão SC com caixa automática fica-se pelos 6.7 l/100 km e nos 6.8 l/100 km para a versão de 5 portas. O consumo médio sobe para os 7.2 l/100 no caso do CUPRA ST DSG 4Drive.

 

O SEAT Leon CUPRA também receberá quatro rodas motrizes na versão familiar ST em conjunto com a caixa de dupla embraiagem DSG. Os fãs recordar-se-ão, certamente, que no ano 2000 a primeira geração do Leon CUPRA também tinha tração às quatro rodas. Agora, com a tração 4Drive e os mais recentes sistemas de assistência à condução, o Leon CUPRA ST DSG 4Drive assume-se como uma referência entre os veículos desportivos, em segurança e versatilidade.

 

 

kW/CV

Nm @ rpm

Vmax

CO2

2.0 TSI

221/300

380 1800-5500

250

158 -161

2.0 TSI DSG*

221/300

380 1800-5500

250

153   - 164

* Apenas este motor estará disponível em Portugal

 

Um chassis de elevado calibre

Para que seja possível retirar o máximo de uma máquina tão brilhante, o Leon CUPRA traz os seus próprios e específicos amortecedores com controlo eletrónico. O Controlo de Chassis Adaptativo (DCC) garante simultaneamente o melhor grau de eficiência e de controlo, assegurando não apenas um comportamento superlativo, mas também um deslizar suave graças à capacidade de conseguir adaptar-se às condições da estrada e ao estilo de condução numa fração de milissegundos.

 

O novo SEAT Leon CUPRA traz, obviamente, o Sistema de Direção Progressiva como equipamento de série. Este sistema facilita as ações do volante, tornando o automóvel mais ágil nas estradas contorcidas, garantindo maior suavidade em condução veloz, enquanto as manobras de estacionamento podem ser completadas com menos voltas de volante. Tudo isto transforma a condução numa experiência de condução muito mais confortável.

 

Outro dos elementos-chave é o diferencial autoblocante Haldex VAQ. Diferencia-se pela ação hidráulica através de controlo eletrónico. Também merece ser sublinhado que as suas funções são muito mais ativas do que as de outros sistemas que utilizam os sensores do ESP para travar a roda interior na curva de forma a transferir potência para a roda exterior. Neste caso, depois de analisar a aderência de cada pneu, os discos de embraiagem Haldex abrem e fecham de forma a concentrarem 100% do binário numa única roda. Este funcionamento é, claro, perfeitamente coordenado com a restante atuação dos sistemas de assistência eletrónica, tratando de aplicar e de repartir a potência de forma a eliminar os sacões à saída das curvas apertadas. Isto permite que os travões sejam menos utilizados e reduz as interrupções na entrega de potência. O condutor apenas notará o total desaparecimento da subviragem e um desempenho extraordinário do motor em qualquer situação.

 

As qualidades das características dinâmicas do carro podem ser adaptadas ao estilo do condutor através do Perfil de Condução CUPRA. Há cinco modos de condução à escolha – Comfort, Sport, Eco, Individual e CUPRA. O acelerador, caixa de velocidades, DCC, Sistema de Direção Progressiva e o diferencial autoblocante ganham uma resposta mais desportiva quando selecionado o modo CUPRA.

 

O Controlo Eletrónico de Estabilidade (ESC) pode ser ajustado às exigências do condutor, havendo três escolhas disponíveis. No arranque do motor o Sistema ESC fica integralmente ativo, permitindo uma experiência de condução desportiva e, simultaneamente, garantindo um elevado padrão de segurança. Num patamar mais exigente, para uma condução mais dinâmica, como por exemplo numa pista, pode ser desativado em dois níveis: no primeiro desliga o controlo de tração mantendo ativa a função ESC; um segundo nível vai mais além desligando integralmente o ESC.

 

A melhor tecnologia

Tal como nas restantes versões na gama do novo SEAT Leon, o CUPRA vem repleto da mais recente tecnologia e funcionalidade. Sem esquecermos os dispositivos já disponíveis no atual CUPRA 290, como o Radio Media System Plus, o Cruise Control Adaptativo ou o Front Assist, podemos acrescentar novas e melhores luzes graças aos faróis Full LED que traz agora o novo SEAT Leon CUPRA. Os indicadores de mudança de direção estão agora integrados com as luzes de dia Full LED; as luzes de nevoeiro também são LED e os indicadores de mudança de direção traseiros são LED e de maiores dimensões.

 

No interior, travão de estacionamento elétrico, o Sistema Keyless Entry, o carregador de telefones sem fios e o ecrã tátil de 8 polegadas com toda a atual tecnologia in-car surgem colocados na consola central. A iluminação ambiente também recorre à tecnologia LED, podendo ser escolhida uma de 8 cores e ajustada a intensidade de acordo a disposição.

 

Em acréscimo a tudo isto, o novo Leon CUPRA vem equipado com os mais recentes sistemas de auxílio à condução, de multimédia e tecnologia de conetividade. As câmaras e radares foram atualizados para servirem o Sistema de Proteção de Peões e o de Assistência de Emergência, e garantem mais precisão e rigor para o sistema de Reconhecimento de Sinais de Trânsito. O Sistema de Assistência em Trânsito está disponível para as versões DSG, oferecendo mais conforto e aliviando o stress em situações de para-arranca.  

 

Um design exclusivo com as parecenças da família Leon

Outro dos aspetos que fazem o novo SEAT Leon CUPRA destacar-se de todos é a sua imensa personalidade embora mantenha os traços fundamentais do design do novo Leon. No exterior, salientam-se os novos faróis Full LED, incluindo as luzes de nevoeiro dianteiras, os pilares B e C em preto e os para-choques dianteiros e traseiros desenhados especificamente pela SEAT para a versão CUPRA. Mas não é apenas isto; merecendo igualmente destaque as maiores entradas de ar dianteiras do CUPRA, ponteira de escape dupla e cromada, pinças de travão vermelhas com logo CUPRA, soleiras de portas em alumínio com logo CUPRA, assim como o spoiler traseiro exclusivo para o CUPRA e os vidros escurecidos. Está também disponível um Pack Performance para o novo SEAT Leon CUPRA, que acrescenta ainda mais detalhes desportivos ao mais desportivo da série, tal como as jantes de 19 polegadas com rebordos à cor da carroçaria e as pinças de travão Brembo em preto ou vermelho.

 

Por dentro, o logo CUPRA domina o volante forrado a pele com costuras em linha branca. Os painéis das portas são forrados a Alcantaraâ com detalhes em fibra de carbono que são repetidos nos bancos desportivos.

Também estão disponíveis os estofos em Alcantaraâ com pele perfurada e o logo CUPRA marcado nos encostos de cabeça; e os bancos tipo baquet em Alcantaraâ são também outra opção. Os pedais e o apoio do pé esquerdo são revestidos em alumínio.

 

A gama de cores exteriores foi alargada com a disponibilidade de duas novas tonalidades metalizadas, o Azul Mystery e Vermelho Desire.

 

 

 

SEAT é a única companhia no seu setor com capacidade total para desenhar, desenvolver, fabricar e comercializar automóveis em Espanha. Membro do Grupo Volkswagen, a multinacional tem a sua sede em Martorell, Barcelona, exportando mais de 80% dos seus veículos, estando presente em mais de 75 países. Em 2016, a SEAT alcançou vendas mundiais de 410.200 unidades, o valor mais elevado desde 2007.

 

O Grupo SEAT emprega 14,000 profissionais nos seus três centros de produção: Barcelona, El Prat de Llobregat e Martorell, onde fabrica, entre outros, os tão bem-sucedidos modelos Ibiza e Leon. Adicionalmente, a companhia produz o modelo Ateca e o Toledo na República Checa, o Alhambra em Portugal e o Mii na Eslováquia.

 

A multinacional espanhola tem um Centro Técnico que se configura um “núcleo de conhecimento” que integra cerca de 1.000 engenheiros que têm como objetivo contribuírem como força impulsionadora de inovação, do maior investidor industrial I&D em Espanha. A SEAT disponibiliza a mais recente tecnologia de conetividade na sua gama de veículos e está empenhada num processo de digitalização global da empresa para impulsionar a mobilidade do futuro
 

CIVIPARTS PORTUGAL

 

CIVIPARTS PORTUGAL PROMOVE EVENTOS EM CONJUNTO COM FORNECEDOR SAMPA

A Civiparts Portugal promoveu em conjunto com a Sampa, dois eventos nos passados dias 7 e 9 de fevereiro, no Casino do Estoril e no Casino de Espinho, respetivamente. Estes eventos, designados por ”Sampa World Tour” reuniram cerca de 200 clientes Civiparts para uma apresentação da empresa e oferta de gama Sampa, seguindo-se um jantar convívio.

Com estes eventos, a Civiparts pretende reforçar a parceria exclusiva que detém para o mercado Português, com um fabricante de reconhecida qualidade e vasta oferta de produto.

A Sampa é distribuída em Portugal em exclusivo pela Civiparts.

 

ARC NO RALI SERRAS DE FAFE

 

Rali Serras de Fafe 2017

 

 

 

NÃO FOI O INÍCIO DE ÉPOCA DESEJADO PARA A ARC SPORT

 

 

RICARDO MOURA DOMINOU POR COMPLETO ATÉ DESISTIR

 

 

JOAQUIM ALVES NEM TEVE TEMPO PARA CONFERIR EVOLUÇÕES

 

 

 

Ricardo Moura e António Costa conferiram um ritmo espantoso ao Ford Fiesta R5 na prova de abertura do Campeonato Nacional de Ralis. Nos carismáticos troços de Fafe, Ricardo Moura não deu qualquer hipótese à concorrência, mantendo uma vantagem assinalável até ao momento em que foi obrigado a abandonar antes de entrar para a 10ª especial de classificação, a segunda passagem por Luílhas, devido a uma rótula partida na suspensão direita do Ford Fiesta.

 

É a terceira vez que Ricardo Moura abandona em Fafe na condição de líder da prova (2014; 2016 e 2017), depois da vitória em 2015. Desta vez o piloto açoriano era líder desde o primeiro troço, tendo registado sete vitórias em especiais de classificação, numa altura em que faltavam apenas três troços para terminar o rali e contava com 42,3 segundos de vantagem. Mais um azar por terras minhotas.

 

Fomos sempre muito rápidos e competitivos e aumentámos constantemente a nossa distância para os principais adversários. Provámos que estamos cada vez melhor preparados, fruto de um trabalho constante com a ARC Sport. Evoluímos muito desde o ano passado, tendo efetuado em Fafe todo o traçado sem hesitações, com saltos impecáveis, enfim, tudo limpinho… Uma coisa é certa, o carro está excelente. Não vencemos, mas penso que conseguimos dar um ótimo retorno aos Açores e aos nossos patrocinadores. Liderámos de forma inquestionável desde o primeiro troço”, disse Ricardo Moura.

 

 

 

 

 

 

Joaquim Alves e Luís Ramalho também se podem queixar da sorte nesta prova inaugural do campeonato. Um princípio de incêndio na 4ª especial de classificação, a segunda passagem pelo Confurco, acabou demasiado cedo com as expectativas da equipa. Um azar que acabou por não ter contornos mais graves.

 

O rali acabou muito cedo para nós. Esta foi uma participação muito limitada, por isso não podemos tirar muitas conclusões em relação às nossas evoluções. No meio do azar que tivemos, contámos com alguma sorte, pois não existiram grandes danos. A próxima etapa será nos Açores”, disse Joaquim Alves.

 

 

Para toda a equipa da ARC Sport, este era um desfecho improvável, após um trabalho incansável para que tudo corresse da melhor forma no início do campeonato.

 

Não era assim que queríamos começar a época. Depois de algum tempo de preparação, com a moral dos pilotos em alta, estava longe de pensar numa situação destas. Mais uma vez o Ricardo Moura acabou por não ter sorte em Fafe, quando liderava o rali, agora com margem confortável. A sorte também não acompanhou o Joaquim Alves, que não conseguiu conferir as suas evoluções. Ficou pelo menos provado que os dois carros estão competitivos, como mostram os resultados obtidos até às desistências. Apesar de ser um rali que todos gostam, a organização deveria repensar o figurino da prova, uma vez que não faz sentido fazer seis troços sem ter assistência. Os meus parabéns às duas equipas, esperando que na próxima prova a sorte nos acompanhe”, afirmou Augusto Ramiro.

 

 

 

 ARC Sport_-_Rally_Rali_Serras_de_Fafe_-_Joaquim_Alves_02_CopyARC Sport_-_Rally_Rali_Serras_de_Fafe_-_Ricardo_Moura_01_Copy

 

PREÇOS VOLVO

 

Volvo V90 Cross Country – Versões e Preços

 

 

A Volvo Car Portugal revela agora os preços e versões que estarão em vigor no nosso País para a Nova V90 Cross Country, modelo que vem completar a sua gama de automóveis 90.

Com a plataforma SPA - Scalable Product Architecture a servir de base, a V90 Cross Country estará disponível em 3 motorizações distintas, duas a diesel e uma a gasolina, todas com tração AWD, sendo possível escolher entre transmissão manual de 6v ou automática de 8v, na motorização a diesel de 190cv.

O nível de equipamento disponível varia entre as versões Cross Country e Cross Country Pro.

 

 

TABELA DE PREÇOS – VOLVO V90 CROSS COUNTRY

VERSÃO

MOTOR

CAIXA

PVP

Cross Country

D4 – 190cv

Manual – 6V

60.304€

Cross Country

D4 – 190cv

Geartronic – 8V

62.920€

Cross Country PRO

D4 – 190cv

Manual – 6V

64.486€

Cross Country PRO

D4 – 190cv

Geartronic – 8V

67.102€

Cross Country

D5 – 235cv

Geartronic – 8V

69.939€

Cross Country PRO

D5 – 235cv

Geartronic – 8V

74.121€

Cross Country

T6 – 320cv

Geartronic – 8V

73.697€

Cross Country PRO

T6 – 320cv

Geartronic – 8V

77.879€

 

CROSS COUNTRY – DUAS DÉCADAS DE EXPERIÊNCIA

“A V90 Cross Country tem a elegância da V90 mas transforma-se num automóvel aventureiro e para todas as utilizações, ao mesmo tempo que oferece segurança, conforto e performance.” - Håkan Samuelsson - President & CEO, Volvo Car Group.

Com um design diferenciador, um carácter robusto e um interior luxuoso, a V90 Cross Country oferece também os benefícios de conectividade e entretenimento que a Volvo estreou nos novos S90 e V90. As linhas exteriores da V90 Cross Country ilustram as capacidades dinâmicas e potentes do modelo, sendo também possível uma escolha entre pormenores mais robustos ou mais elegantes.

Mas afinal o que é um “Cross Country”, conceito que em Portugal é um sucesso com uma percentagem de vendas superior à maioria dos mercados europeus? No dicionário da Volvo lê-se: “Um cocktail de: capacidade fora do asfalto, funcionalidade e robustez, sem comprometer o conforto típico de um Volvo. Qualquer versão Cross Country terá sempre maior altura ao solo que a versão normal correspondente e detalhes exteriores de proteção de órgãos vitais da mecânica e carroçaria.

Desde o lançamento da sua primeira versão Cross Country, em 1997, que este conceito Volvo, tem vindo a ser alargado a mais modelos da marca uma vez que, cada vez mais, os clientes procuram automóveis adaptáveis aos seus estilos de vida e que, ocasionalmente, sejam capazes de experimentar outros tipos de piso.

 

1927 – 2017: 90 anos a pensar nas pessoas

 

ASCADEIRAS DA VOLVO

 

Volvo - 90 anos a pensar nas pessoas

Cadeiras de Criança Volvo

 

A Volvo é uma marca pioneira no capítulo da Segurança Infantil tendo sido, no início dos anos 60, o primeiro construtor automóvel a utilizar cadeiras de criança nos testes de colisão.

A sua herança em matéria de desenvolvimento, testes e guias para a correta instalação de cadeiras de criança é inigualável.

 

Em 1972, a Volvo revelou a cadeira de segurança de criança voltada para a retaguarda.

O princípio básico por detrás do seu desenvolvimento foi, à semelhança das imagens antigas de astronautas a deitarem-se sobre as costas durante a descolagem para nivelar as forças, a melhor distribuição de carga para minimizar as lesões.

 

Após o lançamento, em 1972, da cadeira de segurança de criança voltada para a retaguarda, a Volvo voltou a inovar em 1976 com o banco elevatório de criança e, novamente em 1990, com um assento elevatório integrado dentro do banco.

 

Atualmente, a Volvo comercializa uma nova geração de cadeiras de criança cujo desenvolvimento foi baseado no design, no conforto e na conveniência.

Esta nova geração, lançada ainda em 2016, tem sido um sucesso com milhares de unidades vendidas na Europa.

 

A Volvo acredita na importância das crianças viajarem num automóvel, voltadas para a retaguarda, durante o maior tempo possível. Estas novas cadeiras de criança, desenvolvidas em parceria com um dos fabricantes mais importantes do mundo a Britax-Römer foram  testadas no Volvo Cars Safety Centre, em Gotemburgo:

 

“O nosso objetivo é garantir que as crianças consigam viajar da melhor maneira possível, em função da sua idade e do seu tamanho. Isto significa estarem voltadas à retaguarda até aos 3 – 4 anos de idade e, depois disso, em cadeiras com banco elevatório até atingirem 140 cm de altura pois os benefícios de segurança são inquestionáveis.“

Lotta Jakobsson - Adjunct Professor, PhD and Senior Technical Leader, Injury Prevention at Volvo Cars Safety Centre.

 

 

Veja o vídeo em:

www.media.volvocars.com/global/en-gb/media/videos/190593/volvo-cars-new-generation-child-seats5

 

 

 

“Os automóveis são conduzidos por pessoas. Por isso, tudo o que fizermos na Volvo deve contribuir, antes de mais, para a sua segurança."

Assar Gabrielsson & Gustav Larson - Fundadores da Volvo

 

VOLVO - 90 anos a pensar nas pessoas

 

CAMPEONATO NACIONAL DE RALIS 2017

 

Castelo Branco volta a reunir a elite dos ralis

 

Beira Baixa recebe a segunda ronda do campeonato nacional

 

Os próximos dias 11 e 12 de Março vão ser de grande animação, muito espectáculo e emoções fortes na região da Beira Baixa. O Rali de Castelo Branco, segunda prova do campeonato nacional da especialidade, vai para a estrada e as melhores equipas portuguesas apresentam-se à partida para mais uma edição que se espera muito competitiva.

 

A lista de inscritos ainda não está fechada, mas os nomes que já confirmaram a presença, em mais esta organização da Escuderia Castelo Branco, aumentam as expectactivas já elevadas para esta ronda do campeonato. Mais uma vez, boa parte da Beira Baixa será invadida pelo roncar dos motores e os muitos apaixonados da disciplina têm bons motivos para visitar a região.

 

A prova tem início na tarde de sábado, dia 11. A organização reservou três provas especiais para este dia. O primeiro embate realiza-se num troço, Sarzedas, com 12,72 quilómetros de extensão em que os candidatos à vitória não têm margem de erro. Aí se farão as primeiras diferenças. Mas é na especial seguinte, Vidigal, que está o maior desafio do dia. São 18,35 km contra o cronómetro na zona mais a Oeste do Rali de Castelo Branco. Cumpridas estas duas especiais, as equipas regressam à capital de distrito para a classificativa espectáculo na cidade.

 

Super-especial com milhares de pessoas

A fórmula foi tão bem-sucedida que a Escuderia Castelo Branco continua a utilizá-la. Por isso, a edição de 2017 do Rali de Castelo Branco volta a ter uma super-especial a fechar a competição do primeiro dia. Os 2,32 km junto à Rotunda Europa já são conhecidos e espera-se, de novo, uma enchente para assistir à passagem dos concorrentes.

 

No segundo dia de prova, o Rali de Castelo Branco divide-se em duas secções. Na primeira, as equipas competem em São Domingos (9,12 km), Fonte Longa (14,23) e Alvito (19,29 km). A secção da tarde é a repetição das especiais da manhã. Ou seja, estão reunidos os ingredientes para que haja emoção até ao fim pois a derradeira classificativa desta ronda é, à semelhança da PE6, a mais longa da prova.

 

No total, os concorrentes que participam na edição de 2017 do Rali de Castelo Branco têm quase 120 quilómetros de estradas sinuosas e com diferentes tipos de piso nas quais se vão colocar à prova.

 

Mais uma vez, o Rali de Castelo Branco volta para a estrada fruto da organização da Escuderia e do incondicional apoio das mais diversas instituições públicas e privadas, com destaque para a autarquia de Castelo Branco e para as juntas de freguesia por onde se desenrola o percurso da prova.

 

A realização de mais uma edição do Rali de Castelo Branco, que pontua para o campeonato nacional da modalidade pela quarta vez consecutiva, só é possível pela excelente cooperação entre todas as entidades envolvidas que vêem a modalidade como um fantástico meio de promoção da região.

 

Três perguntas ao director do rali, Luís Dias

 

O que mais destaca na edição de 2017?

Esta é a primeira prova do campeonato em pisos de asfalto. Os indicadores reunidos na ronda inaugural da temporada, o Rali Serras de Fafe, são extremamente positivas. A competitividade é elevada. Os intervenientes estão bastante bem equipados e isso cria elevadas expectativas em relação aos dois dias de competição marcados para os dias 11 e 12 de Março. Esta ano vamos ter mais acção, a começar na sexta-feira, dia 10. Definimos um percurso com cerca de três quilómetros para as equipas realizarem o shakedown com todas as condições de segurança. Além disso, está situado muito perto do parque de assistência. Assim, as equipas não têm de mobilizar os seus meios, o que é uma vantagem.

Relativamente ao percurso competitivo, a única alteração face a 2016 está nas classificativas 5 e 8, de nome Fonte Longa. Na localidade que dá o nome à especial, o itinerário é ligeiramente diferente com o propósito de baixar a velocidade média pois esta era um pouco elevada.

 

Quais as principais características do percurso?

Este é um rali com pisos muito bons. Em termos de afinações, não é demasiado exigente porque o funcionamento dos carros é semelhante em praticamente todos os troços. Tem poucas curvas com problemas de sujidade após a passagem dos primeiros pilotos porque as bermas são bastante compactas. No geral, podemos dizer que é um rali rápido mas com zonas bastante técnicas.

 

Houve alguma preocupação especial relativamente aos espectadores?

Criámos zonas espectáculo em todas as classificativas para as pessoas poderem assistir ao rali com todas as condições de segurança e o máximo conforto possível. A Escuderia Castelo Branco convida todas as pessoas que queiram assistir ao Rali de Castelo Branco a fazê-lo nestes locais. Aí haverá marshall que darão todas as informações e que evitam que haja quem se coloque em sítios perigosos. Também haverá serviços disponíveis, como espaços de alimentação, para que os espectadores não sintam a necessidade de sair e perder a passagem dos concorrentes.

 

 

 

 

GONÇALO MANAHU CONFIRMA PARTICIPAÇÃO

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017

 

GONÇALO MANAHU CONFIRMA PARTICIPAÇÃO

 

 

Aqui está a nova decoração com que vamos defender o título de Campeões Nacionais de Montanha cat. 2.!!!

 

ENZO FERRARI

 

ENZO FERRARI

 

 

  1. Faria no passado sábado 119 anos...
    A legenda desta foto diz quase tudo!

 

RECORDAR É VIVER

 

RECORDAR É VIVER

 

Por João Carlos Costa

 

  1. Era o nascer de uma nova Era nas transmissões televisivas do NASCAR. O primeiro grande contrato bilionário, que metia a FOX ao "barulho", e prometia levar a disciplina até um novo patamar de reconhecimento mediático nos EUA. Dale Earnhardt surgia como uma das vedetas da altura, o maior representante da antiga geração que ainda estava ao volante e que os jovens queriam desafiar. Os sete títulos colocavam-o na galeria dos eleitos. Estávamos na última volta das 500 milhas de Day...tona, a primeira e mais importante corrida do ano. Os números de audiência apontavam para um incrível recorde. Ao microfone, o ex-triplo campeão, Darrell Waltrip, estreava-se cantando a vitória do irmão Michael. Ao mesmo tempo, acontece um acidente na curva 4. O Chevy #3 bate de 3/4 frente no muro. Sem HANS, o golpe de coelho pode ter sido a causa da morte de Dale Sr.
    O NASCAR perdia um ídolo. Mas o desaparecimento deste permitiu um boost de popularidade à disciplina, maior ainda que a famosa luta pós-corrida nas Daytona 500 de 1979. A FOX explorou a emoção e a comoção da morte até ao limite (algumas vezes para lá do aceitável). Na altura, houve quem escrevesse que a projecção do NASCAR na semana seguinte pagou o primeiro dos sete anos de contrato, num valor total acima dos dois mil milhões de dólares.
    Fez sábado 16 anos. E ainda ninguém esqueceu o #3!

 

MIGUEL OLIVEIRA COM NOVAS CORES

Miguel Oliveira

Novas cores reveladas na Áustria

AZ56 Copy- No arranque oficial da época 2017 a KTM revelou hoje em Salzburg as suas cores e pilotos para uma temporada onde a casa austríaca estará representada em todas as três classes do campeonato. Em dia de revelação das cores e esquema cromático das máquinas de Moto3, Moto2 e MotoGP, também Miguel Oliveira esteve presente na cerimónia onde pela primeira vez foi mostrada a decoração daquela que será a sua moto para o ano de 2017. Um dia muito especial para o piloto de Almada que marcou igualmente de forma oficial o regresso à marca com que foi vice-campeão do mundo em 2015, então no competitivo pelotão das Moto3.

"Foi muito bom ver pela primeira vez as motos com as cores definitivas e o seu design e penso que estamos todos muito animados com a nova época. É uma honra e um prazer poder estar integrado neste novo projecto, voltar à família 'laranja' que é a KTM e neste momento o importante é transformar toda a vontade e desejo em bons resultados e começar o ano com muita força."

Em dia de apresentação oficial Miguel Oliveira foi um dos seis pilotos presentes na cerimónia, onde junto à sua KTM com o habitual número 44 - que volta a ser azul em 2017 - foi um dos pilotos mais procurados pela imprensa presente na cerimónia, ele que ao lado de Brad Binder irá levar a KTM pela primeira vez para as grelhas de partida do campeonato do mundo de Moto2.

 

MERCEDES É NOTICIA

 

O GLA começa o ano com interiores e exteriores visualmente mais marcantes e ainda uma atualização das linhas de equipamento. Este SUV compacto ganha uma maior presença e a carroçaria que impressiona com um idioma de design significativamente mais expressivo. O topo de gama do modelo continua a ser a versão Mercedes-AMG GLA 45 4MATIC* com um conjunto de equipamento particularmente desportivo, disponível agora também na edição especial Yellow Night Edition. A estreia mundial ocorreu a 8 de janeiro no Salão de Detroit, nos EUA. O novo GLA já se encontra disponível para encomenda e tem lançamento previsto no mercado nacional em abril de 2017, com os seguintes valores de comercialização:

 

 

Caixa

CC

CV

PVP

GLA 180 d

Manual

1.461

109

36.900 €

GLA 200 d

Manual

2.143

136

43.250 €

GLA 220 d

Auto

2.143

177

48.500 €

GLA 220 d 4MATIC

Auto

2.143

177

54.000 €

GLA 250 4MATIC

Auto

1.991

211

49.600 €

GLA 45 4MATIC*

Auto

1.991

381

70.600 €

*Yellow Night Edition com acréscimo de preço de 7.900€ ao modelo GLA 45 4MATIC”AZ51 CopyAZ52 CopyAZ53 Copy

 

JOAQUIM ALVES OBRIGADO A DESISTIR

 

Joaquim Alves com boa prestação mas motor dita desistência!
Fafe voltou a ser palco do arranque do Campeonato Nacional de Ralis, com a 30ª edição do Rali Serras de Fafe, prova esta da responsabilidade da Demoporto.
Para a Cesar Racing Rally Team, a prova em pisos de terra não teve o desfecho esperado, já que a dupla Joaquim Alves e Luís Ramalho foram obrigados a desistir ainda no decorrer do 1º dia de prova.
Esta primeira ronda do Nacional voltou a contar com um excelente número de carros R5, ultrapassando mais de uma dezena, o que veio permitir muita animação na luta pelo top 15. O piloto de Cesar, Oliveira de Azeméis, voltou a mostrar um bom nível competitivo neste tipo de piso começando a prova com um 6º lugar à geral. Na segunda e terceira passagem registam o 8º melhor tempo, ocupando igual posição na geral, mas no decorrer da segunda passagem pela especial do Confurco, um problema no motor, seguido de um princípio de incêndio, colocou um ponto final na prova do piloto, não lhe permitindo arrancar no 2º dia em Super Rally.
Como refere Joaquim Alves, “Entramos bem na prova, com um bom ritmo que se traduziram em bons registos nas especiais. Contudo na 4ª especial, partiram-se os colectores de escape, que originou um princípio de incêndio, mas que conseguimos prontamente solucionar, mas que obrigou a abandonar a prova. O Serras de Fafe é uma prova que gosto muito, fico um pouco triste por não continuar em prova, mas resta aguardar pela próxima”.AZ50 Copy

 

KARTING - BRASIL

 

Gianluca Petecof conquista top-5 no Winter Cup com a Academia Shell Racing e a Tony Kart
Em Lonato, na Itália, piloto brasileiro brilhou ao chegar em 5º, mesmo após ter largado da 17ª posição na final
O paulista Gianluca Petecof, principal nome do kartismo brasileiro em 2016, conquistou o quinto lugar na 22ª edição do Winter Cup, realizado neste final de semana em Lonato, na Itália. Em uma competição com 57 participantes na categoria OK, o piloto da Academia Shell Racing e da Tony Kart se destacou com uma forte corrida de recuperação e belas ultrapassagens na bateria decisiva.

"Estou muito feliz de conquistar esse quinto lugar em um torneio tão tradicional aqui na Europa como o Winter Cup. Larguei apenas da 17ª posição na final, então precisei me recuperar bastante dentro da prova. Ainda consegui ser o piloto mais bem colocado da Tony Kart na competição, o que me anima muito para a sequência da temporada", diz Gianluca, que tem 14 anos.

A Academia de Pilotos Shell Racing é uma iniciativa inédita no Brasil patrocinada pela Raízen e foi criada em 2015 para garantir apoio a revelações do automobilismo e auxiliar seus passos futuros. Gianluca está no projeto desde o início e seu maior destaque foi o quinto lugar conquistado no Mundial de Kart em 2016, realizado no Bahrein.

"Esse início de ano tem sido de muito aprendizado aqui na Itália. O nível de competição é muito alto e acredito que vínhamos muito bem nos treinos, mas faltava esse bom resultado para coroar esse início de trabalho, que vem sendo muito bem feito pela Tony Kart, que é uma fábrica parceira da Ferrari Driver Academy", diz Gianluca.

O próximo desafio do piloto brasileiro será em Castelletto, palco da segunda etapa do WSK Super Master Series, nos dias 4 e 5 de março.

Sobre a Academia de Pilotos Shell Racing:

Inspirada em programas europeus que levaram jovens kartistas para categorias top, como a F-1, a Academia de Pilotos Shell Racing é uma iniciativa inédita no Brasil patrocinada pela Raízen para garantir apoio a revelações do automobilismo e auxiliar seus passos futuros no esporte a motor. Suas ações são viabilizadas por meio dos projetos "Formando um verdadeiro campeão" (promovido pelo Kart Clube Granja Viana) e "Nova geração do automobilismo Brasileiro" (promovido pela Associação Paulista de Esporte Cultura e Educação) incentivados pela Lei de Incentivo ao Esporte do Ministério do Esporte e que visam desenvolver e formar a nova geração de brasileiros campeões no esporte automotor.

Sobre a Raízen:

A Raízen se destaca como uma das empresas de energia mais competitivas do mundo e uma das maiores em faturamento no Brasil, atuando em todas as etapas do processo: cultivo da cana, produção de açúcar, etanol e energia, comercialização, logística interna e de exportação, distribuição e varejo de combustíveis. A companhia conta com cerca de 30 mil funcionários, que trabalham todos os dias para gerar soluções sustentáveis que contribuam para o desenvolvimento do país, como a produção de bioeletricidade e etanol de segunda geração a partir dos coprodutos da cana-de-açúcar. Com 24 unidades produtoras, a Raízen produz cerca de 2,1 bilhões de litros de etanol por ano, 4,5 milhões de toneladas de açúcar e tem capacidade para gerar cerca de 940 MW de energia elétrica a partir do bagaço da cana-de-açúcar. A empresa também está presente em 66 bases de abastecimento em aeroportos, 63 terminais de distribuição de combustível e comercializa aproximadamente 25,2 bilhões de litros de combustíveis para os segmentos de transporte, indústria e varejo. Conta com uma rede formada por mais de 5.900 postos de serviço com a marca Shell, responsáveis pela comercialização de combustíveis e mais de 950 lojas de conveniência Shell Select. Além disso, a companhia mantém a Fundação Raízen, que busca estar próxima da comunidade, oferecendo qualificação profissional, educação e cidadania. Criada há mais de 14 anos, a Fundação Raízen possui seis núcleos no interior do estado de São Paulo e um em Goiás e já beneficiou mais de 13 mil alunos e mais de 4 milhões de pessoas com ações realizadas desde 2012.

Gianluca Petecof
Joan Codina / Formula K
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Gianluca Petecof
Tony Kart/ Site oficial
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Gianluca Petecof
Joan Codina / Formula K
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Gianluca Petecof
Joan Codina / Formula K
Clique na imagem para fazer o Donwload...

 

BRISA É NOTICIA

 

Reparação de juntas de dilatação na A10

 

Dia 22 de Fevereiro.

 

A Brisa Concessão Rodoviária (BCR) vai dar início aos trabalhos para a reparação das juntas de dilatação, na A10-Auto-estrada de Bucelas. Os trabalhos irão ter algumas implicações na circulação, os quais serão os seguintes:

 

Dia 22 de Fevereiro

Entre as 9h30 e as 17h, condicionamento de trânsito no sentido Carregado/Bucelas, entre os km’s 15 e 13.

 

A Brisa agradece antecipadamente a compreensão e colaboração dos automobilistas e espera contribuir para reduzir eventuais inconvenientes decorrentes desta operação, estando certa de que os possíveis incómodos serão largamente compensados pelo nível de qualidade, segurança e conforto que resultam de uma auto-estrada melhor adaptada às necessidades de quem a utiliza.

 

Para informação actualizada poderá ainda consultar o site www.viaverde.pt.

 

GRANDE PROGRESSÃO DA LIQUI MOLY

 

Grande progressão para a LIQUI MOLY

O especialista em óleos e aditivos fecha 2016 com um recorde em termos de volume de negócios


A LIQUI MOLY continua a crescer. O fabricante alemão de óleos e aditivos aumentou o seu volume de negócios em 11 por cento em 2016, atingindo os 489 milhões de euros. Assim, a empresa registou, tal como em anos anteriores, um novo recorde em termos de volume de negócios. “Como empresa de média dimensão, não só nos afirmámos perante grandes empresas internacionais, como até lhes retirámos quota de mercado”, afirmou Ernst Prost, sócio-gerente da LIQUI MOLY.



Em 2016, a LIQUI MOLY produziu quase 80 000 toneladas de lubrificantes e encheu mais de 14 milhões de latas. O número de colaboradores aumentou para 791 (60 colaboradores a mais). “Eles estão na base do nosso êxito”, afirmou Ernst Prost. “Isto só é possível com pessoas motivadas que trabalham dia após dia e fazem progredir a empresa.” Os colaboradores identificam-se com a empresa a tal ponto que o número de baixas é muito reduzido, assim como a tradicional taxa de rotação. E muitos filhos de funcionários acabam também por começar a trabalhar na LIQUI MOLY. Ernst Prost: “Isto é mais do que uma mera empresa familiar. É a família LIQUI MOLY.”

2016 foi um ano marcado por uma grande flutuação do preço do petróleo. Em dezembro, tinha duplicado em relação a janeiro “Isto não vem facilitar a nossa atividade”, afirma Ernst Prost. “Por isso, apostamos num crescimento sustentável e qualitativo e não num breve crescimento passageiro.” Na Alemanha, o volume de negócios aumentou 7 por cento no ano passado. Isto foi mais do que o esperado dado que, no mercado do seu país de origem, há muito que a LIQUI MOLY atingiu uma grande quota de mercado que será difícil de aumentar.

Na exportação, as coisas correram ainda melhor, pois o volume de negócios aumentou 15 por cento. Isto deve-se principalmente a um grande crescimento do volume de negócios em mercados-chave como os EUA e a China (40 e 70 por cento, respetivamente). E com a Rússia, a LIQUI MOLY conseguiu atingir uma viragem no seu maior mercado de exportação. Em 2015, as vendas nesse país sofreram uma queda devido à crise na Crimeia, à desvalorização do Rublo e a problemas económicos. Em 2016, houve uma recuperação apesar de a situação económica difícil se manter.

Entretanto, a MOLY obteve dois terços das suas receitas no estrangeiro, aqui também com uma tendência para o crescimento. Tal foi possibilitado pelos 51 colaboradores do departamento de exportação. Ernst Prost: “Os nossos Export Area Manager passam metade do seu tempo de trabalho no local, junto dos nossos clientes, e ajudam-nos a concretizar conceitos e estratégias. E o nosso Back Office permite que, todos os meses, centenas de contentores partam para todo o mundo.”

A LIQUI MOLY também consegue bons resultados em países mais exóticos como o Iraque, a Argélia e o Turquemenistão. A concorrência não investe muita energia nestes mercados, mas a LIQUI MOLY aproveita as potencialidades neles existentes (ver também entrevista com Ernst Prost).

O abrangente programa de investimento na fábrica de produção de óleos será concluído no próximo ano. Mas as próximas aquisições de milhões já estão a ser pensadas: a LIQUI MOLY está a trabalhar no lançamento de um novo software da empresa, bem como na modernização e na automatização da sua produção. “A automatização é necessária que podermos satisfazer a crescente procura e aliviar os nossos colaboradores de trabalhos particularmente exigentes em termos físicos”, afirmou Ernst Prost. “Não vamos cortar nenhum posto de trabalho, pois para nós, o homem está sempre acima da máquina.”

Os sinais indicam também uma continuidade no crescimento. Desde o início do ano, 14 novos colaboradores foram contratados. E o volume de negócios de janeiro foi 16 por cento superior ao mesmo mês do ano anterior. Ernst Prost está confiante: “Em 2017, vamos atingir o meio milhão.”

 

 

 

 

VELOSO MOTORSPORT NO RALI SERRAS DE FAFE

VELOSO MOTORSPORT NO RALI SERRAS DE FAFEAZ41 CopyAZ42 CopyAZ43 Copy

 

 

Foi muito positiva a presença da Veloso Motorsport no Rali Serras de Fafe, prova de abertura do Campeonato Nacional de Ralis 2017 e disputada em pisos de terra. As três formações da equipa nortenha conseguiram uma excelente prestação, isto apesar de resultados finais diversos.

Na estreia absoluta de um Hyundai i20 R5 em Portugal, Manuel Castro e Luis Costa conseguiram uma boa prestação enquanto estiveram em prova, mostrando que a aposta neste carro pode dar frutos muito em breve. Excelente a passagem de Hugo Mesquita e Valter Cardoso por Fafe, com esta dupla a levar o Skoda Fabia S2000 até ao final num magnífico sexto posto absoluto. Com o Ford Fiesta R2 assistido pela Veloso Motorsport, Joana Barbosa e Sofia Mouta conseguiram uma bela prestação ao longo de todo o rali.”

 
 

RICARDO RODA COM RALI CURTO

 

Ricardo Roda com rali curto, mas deixa boas indicações!
Ricardo Roda regressou ao Campeonato Nacional de Ralis este passado fim de semana com a 30ª edição do Rali Serras de Fafe que ditou o arranque oficial da nova temporada desta competição.
Contudo, este regresso não teve o desfecho esperado, já que ainda no decorrer da 1ª etapa, o piloto navegado por Paulo Marques, veio a ser obrigado a desistir.
Na primeira especial do rali, o piloto do Citroën C2 R2 Max deixou boas indicações, averbando o 7º melhor tempo entre os concorrentes dos Rc4, mas contudo na especial seguinte, num salto, o radiador furou e a dupla foi obrigada a abandonar a prova, optando por não continuar na 2ª etapa pois já não seria possível amealhar pontos para o Campeonato.
Como salienta o piloto de Leiria, “apesar de ter sido um regresso algo curto, o que rodamos foi muito positivo! Já estava parado há alguns meses, e acima de tudo deu para voltar a ganhar ritmo e tirar muitas conclusões, o que no geral foi muito bom”.
Ricardo Roda, que conta com o apoio de Crédito Agrícola, Ricardo Camarada Pneus e CIP esta agora a tentar reunir as condições para alinhar na próxima prova do Campeonato, o Rali de Castelo Branco, a 11 e 12 de Março.az36 Copyaz40 Copy

 

BRISA É NOTICIA

 

Reparação de juntas de dilatação na A1

 

Dia 22 de Fevereiro.

 

A Brisa Concessão Rodoviária (BCR) informa que no âmbito da reparação de juntas de dilatação, da A1 – Auto-Estrada do Norte, irão existir algumas implicações na circulação, as quais serão as seguintes:

 

Dia 21 e 22 de Fevereiro

Entre as 10h00 e as 16h, corte de via direita, no sentido Carregado/Lisboa, entre os km’s 30 e 29.

 

Dia 23 e 24 de Fevereiro

Entre as 10h00 e as 22h, corte de via esquerda, no sentido Carregado/Lisboa, entre os km’s 30 e 29.

 

De dia 24 para 25 de Fevereiro

Entre as 22h00 e as 6h, condicionamento de trânsito, no sentido Carregado/Lisboa, entre os km’s 30 e 29.

 

A Brisa agradece antecipadamente a compreensão e colaboração dos automobilistas e espera contribuir para reduzir eventuais inconvenientes decorrentes desta operação, estando certa de que os possíveis incómodos serão largamente compensados pelo nível de qualidade, segurança e conforto que resultam de uma auto-estrada melhor adaptada às necessidades de quem a utiliza.

 

Para informação actualizada poderá ainda consultar o site www.viaverde.pt.

 

ARAUJO COMPETIÇÃO ESTEVE NO ESTORIL

 

Araújo Competição poderá ter alinhamento todo nacional

 

A equipa de Lisboa aproveitou um dia de treinos no Estoril para testar com pilotos seleccionados, que ainda poderão optar por integrar a formação em 2017, atraindo muitos curiosos ao Autódromo para ver o Protótipo único no nosso país.

 

Uma vez decididos pela internacionalização e pelo V de V como Campeonato, decisão ajudada pelo facto de que as séries visitam Portugal duas vezes este ano, a escolha desta categoria, que tem visto rápido crescimento após ter sido criada pelo Automobile Club de l’Ouest só em finais de 2015, era óbvia.

 

Como projecto nacional, há o interesse de ser a primeira vez que uma equipa inteiramente portuguesa gere um carro deste género e igualmente, a primeira vez que uma formação nacional se propõe competir a tempo inteiro no V de V. Agora, parece que a escolha final poderá contemplar apenas pilotos portugueses, que mostraram a melhor adaptação ao carro.

 

Assim, andaram no carro os Franceses Sylvain Boulay, veterano das 24H de Le Mans, Julien Lecornec, jovem piloto de F3, e pelo lado nacional, César Machado, e Francisco Gallego, que realizaram tempos muito razoáveis para as condições, por volta dos 1:40”

 

O proprietário da equipa, Gonçalo Araújo, filho do fundador da equipa Fernando Araújo, não esteve presente por compromissos inadiáveis, mas deverá ser, à partida, o terceiro piloto, parecendo assim que, a confirmarem-se os outros dois, que deverá acontecer até ao fim da semana, a equipa alinhará já a seguir em Barcelona a 18 Março, com uma equipa toda portuguesa afinal.

 

 LMP3 Ara18-2A_CopyLMP3 Ara_18-2_AB_Copy

 

FRANCO SPORT APRESENTA

 

Franco Sport apresenta projeto desportivo para 2017

Dois Yamaha, um BMW e muitas novidades

 

Depois de uma temporada de 2016 onde a Franco Sport participou no Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno e no Troféu CanAm Maverick, a formação liderada por Mário Franco apresenta agora o seu projeto desportivo para 2017.

 

Um projeto que envolve a partir de agora uma estrutura com diversas valências que vão do aluguer à assistência, passando pelo envolvimento desportivo, focado desta vez no CNTT e na nova Taça Yamaha YXZ 1000R já que a aposta da Franco Sport para 2017 passa pela utilização das novas máquinas do construtor japonês cujo primeiro exemplar Mário Franco teve o privilégio de estrear na 30ª edição da Baja Portalegre 500.

 

Em 2017 Mário Franco será navegado por Luís Engeitado que passa a ser também um dos membros permanentes da estrutura de competição que tem como diretor desporto Ricardo Batista. Num outro Yamaha YXZ 1000R SE Tânia Diogo, acompanhada de Tiago Vieira, irá disputar também a Taça de Senhoras do CNTT, enquanto a equipa promete para breve novidades relativamente a novos pilotos que farão parte da equipa em 2017.

 

A Franco Sport estará em 2017 também no CNTT Auto, com a Scuderia Goldentrans DURA a trabalhar agora em conjunto com a Franco Sport nessa competição, com a dupla Alexandre Franco / Rui Franco a ser presença confirmada na competição com um BMW Série 1 Proto, máquina que na temporada 2014 contribuiu para o título de campeão nacional alcançado por Ricardo Porém.AZ31 CopyAZ32 CopyAZ33 CopyAZ34 Copy

 

LAUREUS

 

MCNAMARA MAKES WAVES

WITH LAUREUS SPORT FOR GOOD

•   Big-wave surfer Garrett McNamara announced as newest Laureus Ambassador
•   Guinness World Record-holding athlete aims to take his sport to disadvantaged youth around world
•   Windsurfing legend Robby Naish welcomes McNamara into Laureus Family

He is known for tackling the most challenging waves in the world, and today Garrett McNamara has announced his intention to use sport to help young people overcome discrimination and disadvantage as a Laureus Ambassador.

 

The Hawaiian surfer was welcomed into the Laureus Family by Laureus Academy Member and windsurfing legend Robby Naish on the beach in Monte Carlo, the host city for last week’s 2017 Laureus World Sports Awards.

 

McNamara has been at the top of ‘big wave' surfing for over 25 years. He is the first big wave surfer to ride out tsunami waves created by calving glaciers, and the first person in his sport to be towed [dragged] into a wave by helicopter. At present, McNamara holds the Guinness World Record for riding out the biggest recorded wave in history, a 90-foot wave at Nazare, off the coast of Portugal.

 

The 49-year-old, who admits he is afraid of horses, says he found his calling in the ocean. In his new role as an Ambassador for Laureus Sport for Good, he aims to use the sport of surfing to help young people around the world overcome their own personal challenges.

 

In partnership with Laureus, McNamara and his team aim to visit more than 30 countries, introducing hundreds of underprivileged children to the beauty of surfing through free board giveaways and on-going instructional programmes. His mission will build towards the sport of surfing being involved in the 2020 Olympic Games in Tokyo for the first time in Olympic history.

 

Quotes:

 

Laureus Ambassador Garrett McNamara: Surfing changed my life and I know that it can change the lives of young people around the world. When a young person surfs for the first time and feels at one with the power of the ocean, they are filled with the knowledge that anything is possible!

 

Laureus Academy Member Robby Naish: “Garrett McNamara has for a long time been considered to be leading the charge in big wave surfing and it’s great to have more and more Laureus Ambassadors from different sports around the world. He is still out there today charging big waves so it’s great to have him on board representing alternative sportspeople.

 

DI GRASSI NA FORMULA E

 

Di Grassi voa em Buenos Aires e conquista a pole na Argentina

Piloto brasileiro da Audi Schaeffler Audi Sport marcou sua primeira pole na Fórmula E. Corrida começa logo mais, às 17 horas de Brasília

Sábado agitado em Buenos Aires para a terceira etapa da temporada 2016-2017 da Fórmula E. As atividades de pista no circuito de 2.480 metros, montado no distrito de Puerto Madero, reservaram drama e alegria ao piloto brasileiro Lucas di Grassi.

O piloto da Audi Schaeffler Audi Sport conquistou a pole position ao marcar 1min09s404, tendo sido 0s4 mais rápido que o segundo colocado Jean-Eric Vergne, da Techeetah. Lucas sempre se posicionou entre os primeiros nos treinos livres, mas na segunda sessão acabou batendo no final e danificando o carro. Enquanto o time fazia os reparos, o brasileiro partiu à pista para a classificação com seu segundo carro.

Como parte do segundo grupo, Di Grassi anotou o terceiro melhor tempo e foi para a disputa da Super Pole contra o líder do campeonato Sébastien Buemi (Renault e.Dams), Jean-Eric Vergne (Techeetah), Nelson Piquet Jr e Oliver Turvey, ambos da NextEV.

Lucas foi o terceiro a ir à pista e anotou 1min09s404. Depois dele, fizeram suas tentativas Buemi e Vergne. Nenhum dos dois conseguiu alcançar o tempo do piloto da Audi, e assim o brasileiro comemorou sua primeira pole position na Fórmula E. Vergne ficou a 0s194 de Lucas, e Buemi, a 0s421. Turvey (a 0s671) e Piquet (a 1s870) fecham os cinco primeiros do grid.

"Foi uma volta muito boa, no limite, tirando tudo do carro. Primeira pole da carreira na FE, porque antes a gente vinha sempre batendo na trave. Então estou feliz, ainda mais por ter sido ‘praticamente em casa’, na única corrida da temporada na América do Sul", afirmou.

O dia ainda não acabou. Logo mais, às 16h30 (de Brasília), o canal Fox Sports 2 começa a transmitir a prova, que tem largada às 17 horas. E Lucas não espera nenhuma facilidade por largar na frente. "Para a corrida vai ser mais complicado com o Vergne e o Buemi, com dois carros equipados pela Renault, então eles vão dar muito trabalho com certeza. De qualquer forma, vamos fazer o possível para mantê-los atrás e conquistar a vitória", concluiu.

 

LUCAS DI GRASSI (Audi Sport)

LUCAS DI GRASSI (Audi Sport)
Alta  | Web

LUCAS DI GRASSI (Audi Sport)

LUCAS DI GRASSI (Audi Sport)
Alta  | Web

LUCAS DI GRASSI (Audi Sport)

LUCAS DI GRASSI (Audi Sport)
Alta  | Web

LUCAS DI GRASSI (Audi Sport)

LUCAS DI GRASSI (Audi Sport)
Alta  | Web

LUCAS DI GRASSI (Audi Sport)

LUCAS DI GRASSI (Audi Sport)
Alta  | Web

 

SUGESTÃO DA SEMANA

 

Concerto de Primavera da Rádio Amália



Primeiras confirmações:
Carlos Leitão, Conceição Ribeiro, Francisca, Joana Rios e Pedro Galveias
 

3de abril, 21h
Auditório dos Oceanos, Casino de Lisboa


Bilhetes à venda na Ticketline e locais habituais.

 


O Fado volta ao Auditório dos Oceanos do Casino Lisboa para dar as boas-vindas à estação mais floril e bonita do ano.

A rádio Amália vai celebrar a chegada da Primavera dia 3 de abril com um grande concerto e vozes nacionais do Fado.

Os primeiros nomes confirmados, Carlos Leitão, Conceição Ribeiro, Francisca, Joana Rios e Pedro Galveias atuarão a partir das 21 horas, prometendo uma noite preenchida de êxitos da canção mais lusa de sempre.
Mais confirmações serão dadas brevemente.


Os bilhetes estão já à venda na Ticketline e locais habituais, e os preços variam entre os 15 e os 20€.


 

 

RALI SERRAS DE FAFE

 

Pedro Meireles e Mário Castro com o ŠKODA Fabia R5 venceram o Rali Serras de Fafe, prova inaugural desta temporada do Campeonato Nacional de Ralis.

Por sua vez, o ŠKODA Fabia R5 de Miguel Barbosa e Miguel Ramalho terminaram na sétima posição.

 

Pedro Meireles e o ŠKODA Fabia R5 estiveram sempre na discussão pela vitória nesta jornada minhota de abertura da temporada 2017 do CNR. Depois de um azar no primeiro dia – soltou-se um tubo do intercooler, perdendo cerca de 30 segundos – Meireles voltou ao ataque para encetar uma grande luta com Ricardo Moura na discussão pela liderança. E na antepenúltima classificativa já rodava na segunda posição, altura em que com a desistência de Moura passou definitivamente para a primeira posição que conservou até ao pódio na cidade de Fafe.AZ28 CopyAZ29 Copy

 

SUGESTÃO DA SEMANA

31.º Aniversário Rádio Festival


Mickael Carreira confirmado na festa dos 31 anos da Rádio Festival

2 de abril, 15h
Pavilhão Rosa Mota, Porto

São cada vez mais os motivos para marcar presença na festa dos 31 anos da rádio Festival. Mickael Carreira é a mais recente confirmação para o aniversário da conhecida frequência 94.8FM (Porto), que ao longo dos anos tem apostado numa escolha musical que privilegia a música nacional e a proximidade com os ouvintes.

Depois de ter apresentado no Coliseu do Porto o seu novo álbum, “Instinto”, Mickael Carreira regressa à cidade Invicta para participar na festa do 31º aniversário da rádio Festival, no Pavilhão Rosa Mota. O nome Mickael Carreira é cada vez mais reconhecido a nível internacional, como sinónimo de sucesso e profissionalismo no panorama musical.
“Instinto” é o sexto álbum do artista que conta com 10 anos de carreira e que vem marcar esta fase fulgurante do seu percurso profissional. Uma década de música, que Mickael Carreira continua a gerir com a mesma paixão e entrega com que tudo começou.

A partir das 15h, a tarde é, também, preenchida com música dos seguintes artistas já confirmados: Paulo Gonzo, The Lucky Duckies, Santamaria, Calema, Sangre Ibérico, Ana Malhoa, Átoa, Augusto Canário e Amigos, Bandalusa, D.A.M.A, Deolinda Kinzimba, Diogo Piçarra, José Malhoa, Matias Damásio, Maria Lisboa, Nelson Freitas e The Guest.

Os bilhetes custam 10€ à venda nos locais habituais.

Informação de Bilhetes


Preço: 10€


Ticketline, FNAC, Worten, El Corte Inglés e SuperCor , C. C. Dolce Vita, Casino Lisboa, Galerias Campo Pequeno, Ag. Abreu, A.B.E.P., MMM Ticket e C. c. Mundicenter,  U-Ticketline, Forum Aveiro, Lojas Note!, C.C.B,  Shopping Cidade do Porto.

 

CAMPEONATO DO MUNDO DE FÓRMULA 1 - 2017

CAMPEONATO DO MUNDO DE FÓRMULA 1

 

A EQUIPA DA RENAULT

 

Na pista espanhol de Barcelona, já começaram os preparativos para a apresentação das novidades....AZ20 CopyAZ21 Copy

 

SEGUNDO A INFORMAÇÃO DO JORNALISTA JOÃO CARLOS COSTA

 

SEGUNDO A INDFORMAÇÃO DO JORNALISTA JOÃO CARLOS COSTAAX1 CopyAX2 CopyAX3 CopyAX4 CopyAX5 Copy

 

 

  1. Roborace estreia-se em Buenos Aires e acaba em acidente. Não, o bobi não teve culpa. Foi mesmo a inteligência artificial. Hoje terá sido o primeiro dia do fim das corridas como nós a conhecemos? Vamos acreditar que não...

 

EIS O NOVO SAUBER

CAMPEONATO DO MUNDO DE FÓRMULA 1 - 2017

 

EIS AS IMAGENS DO NOVO SAUBER

 

A equipa suiça, foi a primeira a mostrar o seu monolugar para esta época, conforme as imagens anexas.AZ6 CopyAZ7 CopyAZ8 CopyAZ9 CopyAZ10 Copy

 

CAMPEONATO DO MUNDO DE FÓRMULA 1

CAMPEONATO DO MUNDO DE FÓRMULA 1 - 2017

 

RENAULT COM NOVO SPONSOR

 

  1. MAPFRE será um novo patrocinador da Renault F1. Amanhã logo veremos o tamanho dos autocolantes nas asas e no "nariz" do carro.

    MAPFRE has reached an agreement with Renault Sport Formula One Team to become one of the official sponsors of the racing team during the 2017 season.

    The MAPFRE brand will appear on the nose and wings of both vehicles, as well as on the uniform and helmet of one of the two drivers, Briton Jolyon Palmer.

    ...

    This is a new experience in the automobile world for the Spanish company, which has a long history of sporting sponsorships, such as that enjoyed with the tennis player Rafa Nadal and the recent agreement to renew its role as a main sponsor of a Volvo Ocean Race participating team.

    “This agreement with the Renault Group gives us the perfect platform to embark on a Formula 1 adventure,” said Ignacio Baeza, Vice Chairman of MAPFRE. “The team has big growth plans for the coming years, which is a reflection of our strategy as a company. This sponsorship will allow us to further promote the MAPFRE brand and its values worldwide.”

    Renault’s new car for the 2017 season will be presented to the public in London tomorrow.

    Foto de Joao Carlos Costa.

 

 

 

  1.  

 

João Raposo

Telemóvel: +351 961 686 867
E-mail: jraposo-air@portugalmail.pt