In order to view this object you need Flash Player 9+ support!

Get Adobe Flash player
Joomla! Slideshow

VELO CAB2012


A COMVAL RACING NO GRANDE PRÉMIO ZÉ DU EM ANGOLA

A Comval Racing no Grande Prémio Zé Du em Angola

É com grande satisfação e orgulho que comunicamos mais uma ida até Angola. Uma vez mais vamos marcar presença no famoso Grande Prémio Zé Du, em Angola, onde estaremos a dar assistência e a fazer o setup a 3 carros, a convite da Federação Angolana de Desportos Motorizados - FADM. 

Para além do convite, que já temos vindo a aceitar nos últimos anos, para participar no Grande Prémio, desta feita, também estaremos presentes no primeiro seminário nacional de desportos motorizados da FADM, que terá transmissão em directo através do canal TPA - Televisão pública Angolana, e onde iremos discursar.

Boa sorte a todos os pilotos sobre a alçada da Comval Racing e uma boa viagem para os representantes da Comval Racing em Angola - Tiago Allen Ramos, Nuno Magalhães e Luís Teixeira.

 

Foto: A Comval Racing no Grande Prémio Zé Du em AngolaÉ com grande satisfação e orgulho que comunicamos mais uma ida até Angola. Uma vez mais vamos marcar presença no famoso Grande Prémio Zé Du, em Angola, onde estaremos a dar assistência e a fazer o setup a 3 carros, a convite da Federação Angolana de Desportos Motorizados - FADM. Para além do convite, que já temos vindo a aceitar nos últimos anos, para participar no Grande Prémio, desta feita, também estaremos presentes no primeiro seminário nacional de desportos motorizados da FADM, que terá transmissão em directo através do canal TPA - Televisão pública Angolana, e onde iremos discursar.Boa sorte a todos os pilotos sobre a alçada da Comval Racing e uma boa viagem para os representantes da Comval Racing em Angola - Tiago Allen Ramos, Nuno Magalhães e Luís Teixeira.Até já

 

TROFÉU FEUP NA RAMPA PAÇOS DE FERREIRA

TROFÉU FEUP NA RAMPA CAPITAL DO MÓVEL PAÇOS DE FERREIRA

 

Grupo de imagens da primeira subida de domimngo do troféu Feup que teve nas duplas André Pinto/João Brites e Os Irmaos Saraiva os vencedores entre os Fiat Punto e os Alfa Romeo 156.

 

Fotos de João Raposo - www.velocidadeonline.comFOX 9864_CopyFOX 9865_CopyFOX 9865_CopyFOX 9866_CopyFOX 9867_CopyFOX 9868_CopyFOX 9869_CopyFOX 9872_CopyFOX 9874_CopyFOX 9875_CopyFOX 9876_CopyFOX 9877_CopyFOX 9878_CopyFOX 9879_CopyFOX 9880_CopyFOX 9881_CopyFOX 9882_CopyFOX 9883_CopyFOX 9884_CopyFOX 9885_CopyFOX 9886_CopyFOX 9887_CopyFOX 9888_CopyFOX 9889_CopyFOX 9890_CopyFOX 9891_CopyFOX 9893_CopyFOX 9894_CopyFOX 9895_CopyFOX 9896_CopyFOX 9896_CopyFOX 9897_CopyFOX 9898_CopyFOX 9899_CopyFOX 9900_CopyFOX 9901_CopyFOX 9902_CopyFOX 9903_CopyFOX 9904_CopyFOX 9905_Copy

 

TIAGO MONTEIRO PREPARADO PARA ETAPA ARGENTINA

Tiago Monteiro preparado para o WTCC na Argentina

Depois de quatro dias de testes ao volante do Honda Civic em Valência, Tiago Monteiro sente-se preparado para enfrentar mais uma jornada do WTCC na Argentina. O Circuito de Termas de Rio Hondo recebe pelo segundo ano consecutivo o Mundial de Turismos, um circuito técnico e rápido que o piloto português gosta e onde já foi bem sucedido no passado.

Os quatro dias em Valência permitiu testar vários ajustes feitos pela equipa ao Civic nomeadamente no que respeita ao chassis mas também a algumas pequenas alterações ao nível do motor. Alterações importantes que vão poder ajudar o piloto português em mais este desafio: "Não foram alterações de fundo, essas provavelmente só irão acontecer no final do mês de Agosto quando regressarmos aos testes. Para já foram alguns acertos que nos permitiram descobrir novas soluções ao nível do 'set-up'. Vamos esperar que se adequem para esta prova".

Termas de Rio Hondo é um traçado com um figurino que agrada a Tiago Monteiro. É técnico, com curvas rápidas e cegas e com uma longa recta: "Recta essa que pode ser penalizadora para o nosso carro mas que vamos procurar compensar na parte mais sinuosa. Não é uma pista fácil, mas o ano passado as coisas até correram bem. Por isso, pontuar continua a ser a nossa máxima assim como manter a quarta posição no Campeonato", referiu o piloto português.

 

GALERIA DE IMAGENS

GALERIA DE IMAGTENS

 

TT EM ANGOLA

 

Grupo de imagens relativas à derradeira prova de todo o terreno em Angola.996126 677731628940520_6063586368871479605_n1_Copy1551580 677732942273722_1763148785931894304_n1_Copy1558596 678254305554919_9129432379740865269_n1_Copy1897028 682656345114715_7949963299983692754_n2_Copy1902881 678254065554943_2220273791034340886_n1_Copy1939929 677103662336650_5506940953473359225_n1_Copy10347496 677856992261317_4615624708504792476_n1_Copy10351241 678255768888106_537060384114076800_n1_Copy10357180 678118145568535_6782637096490021540_n1_Copy10357466 677911952255821_5865377811981182090_n1_Copy10378082 677321668981516_1073539144245514504_n1_Copy10383099 678255632221453_5175971179680578869_n1_Copy10407816 678254302221586_5442644192789025919_n1_Copy

 

CID NO RALI DA MADEIRA

 

Marco Cid descobre Rali Vinho da Madeira

 

A época de aprendizagem de Marco Cid no Campeonato Nacional de Ralis terá um dos seus capítulos mais interessantes no próximo fim-de-semana, quando o jovem leiriense se estrear no Rali Vinho da Madeira.

 

Sexta e antepenúltima prova da temporada, o Rali Vinho da Madeira é um dos eventos mais tradicionais do panorama nacional e internacional, reunindo este ano uma excelente lista de concorrentes portugueses, entre os quais vários campeões nacionais de ralis. Marco Cid será um aprendiz entre os veteranos, tentando descobrir um dos ralis de asfalto mais difíceis da Europa: “Nunca fiz o Rali da Madeira mas sei que o Clio S1600 poderá ter alguma desvantagem para a concorrência direta no Grupo RC3. O nosso carro é atmosférico e a altitude poderá afetar o rendimento do motor. De qualquer forma, a minha prioridade é aprender o máximo nos reconhecimentos, tirar boas notas de andamento e depois terminar o rali. Se o conseguir, penso que terminaremos bem classificados nos RC3, que é o nosso objetivo”, referiu o atual segundo classificado da categoria.

 

Organizado pelo Clube Sports Madeira, a prova insular terá um total de 18 classificativas realizadas entre sexta-feira e domingo (1 a 3 de agosto). Os reconhecimentos estão marcados para esta quarta e quinta-feira, enquanto o shakedown do rali acontecerá na sexta-feira de manhã. DSC 8160_CopyDSC 9214_Copy

 

VICTOR RODRIGUES POR DUAS VEZES NO PÓDIO

VICTOR RODRIGUES POR DUAS VEZES NO PÓDIO EM PORTIMÃO

 

 

 

 

 

 

AIA- regresso após ausência desde 2009.

No passado fim-de-semana a Single Setears Series teve a sua terceira prova no AIA em Portimão. Dificilmente se podia escolher uma data menos adequada, é uma época de muito calor promovendo um desgaste mecânico adicional para fórmulas, especialmente os de época, como os FK e em particular o meu Royale RP 16 de 1973. Acresce que ao não se fazer coincidir esta prova com outras do nacional reduzem-se as opções de transporte; com hotéis em época alta, geram-se custos adicionais de alojamento e alimentação, enfim detalhes de (des)organização que tenho dificuldade em perceber e que geraram uma “modesta” grelha de 16 Fórmulas.

Decidi não participar pelas razões supra e por estar num curto período de férias. Ora os meus amigos e companheiros de “garagem”, João Matos e João Ralha inscreveram-me, arranjaram transporte com a ajuda http://www.comval-racing.pt/ a quem só posso agradecer a amabilidade que me permitiu participar, exatamente no “espírito SSS existente na série, comum a todos os participantes e à empreendedora família Gaspar, enquanto verdadeiros promotores da série e do desenvolvimento do automobilismo nacional.

Restou-me estar no magnífico AIA onde tivemos um excelente fim-de-semana de corridas na companhia do CNV, do troféu Abarth e do Ferrari Challenge, com chuva a aparecer de forma inusitada (Julho, Algarve, com chuva…), mas não durante a SSS. A ser na nossa prova e face a segurança do Autódromo talvez os FK, Tuga e o Shane pudessem andar mais perto dos FZ.

Como vem sendo o costume o João Matos no Hawke DL 11 de 73 foi o mais rápido do FK, mantendo uma animada disputa com o Fernando Gaspar no FK 80. Eu fui “relembrando” a pista onde não ia desde 2009 e fiquei algo insatisfeito com os tempos da segunda corrida uma vez que não consegui entrar no tempo alvo que estabeleci. Durante todo o fim-de-semana andei bem no sector 1, razoavelmente no sector 2 mas de forma insatisfatória no sector 3. Tive alguma dificuldade em conseguir um set up aceitável do Royale RP 16, algo que se conseguiu minimamente com a ajuda do João Ralha e do João Matos, mas era claro ter uma caixa demasiado curta para este traçado, necessitar melhorar nos sectores 2 e 3 e conseguir mais velocidade de ponta.

Como o ditado refere, “quem não tem cão caça com o gato”, como não tenho outras relações de caixa, diverti-me na mesma e obtive duas boas pontuações para o campeonato que ainda lidero com ligeira vantagem sobre o campeão em título, o João Matos, que apresenta um andamento que lhe deverá permitir ser de novo o vencedor, no final da época.

Vai ser divertido disputar o título dos FK 70 com um amigo ímpar como o João que partilha comigo toda a sua destreza e conhecimento. Algo é certo, um dos fórmulas FK 70 da Central S. Dinis – Porto / LineaMédica - http://www.lineamedica.pt/  vencerá a classe este ano, ou um Hawke DL 11 ou um Royale RP 16, ambos de 1973. Uma palavra final para o apoio da Redemóvel - http://www.redemovel.pt/ .victorrodrigues1 Copyvictorrodrigues3 Copyvictorrodrigues4 Copyvictorrodrigues5 Copyvictorrodrigues6 Copyvictorrodrigues7 Copyvictorrodrigues8 Copy

 

MANUEL CORREIA FICOU AQUÉM DAS EXPECTATIVAS

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA

FOX 0307_Copy

RAMPA CAPITAL DO MÓVEL – PAÇOS DE FERREIRA

 

 

MANUEL CORREIA FICOU AQUÉM DAS EXPECTATIVAS


O fim de semana que passou na Rampa Capital do Móvel – Paços de Ferreira não foi de modo algum fácil para Manuel Correia que ao volante do seu já habitual Skoda Fabia S 2000, não conseguiu encontrar o setup mais correcto para o seu carro, e por isso não conseguiu imiscuir-se na luta pelos lugares da frente na categoria 1.

Mesmo assim Manuel Correia fez as três  subidas de prova, em  2.14.662, 2.14.647 e 2.13.690, o que lhe deu o 5º lugar na categoria 1, e o 11º à geral.

Por isso no final da prova , o piloto de Braga fez-nos um resumo da prova “ não foi fácil, pois tentamos sempre à  procura do acerto correcto para o Skoda Fabia nesta rampa, pois ao longo das subidas de treinos o comportamento do carro era estranho, e não deu para tirar todo o potencial. Por isso fui com uma certa apreensão para as subidas de prova, onde nas duas primeiras o tempo foi quase o mesmo, mas para a derradeira fizemos mais umas alterações que deu frutos, pois consegui logo baixar. Estou convencido que se isto tivesse sido logo feito na primeira subida de prova, com certeza que no final o resultado seria outro, mas as corridas têm destes imponderáveis”. Em jeito de finalização “ agora há que começar a preparar a próxima prova, a Rampa do Caramulo”.

CLASSIFICAÇÃO FINAL GERAL

1º  Pedro Castanon – Norma M 20

2º Rui Ramalho – Juno

3º João Fonseca – Silver Car

4º Paulo ramalho – Juno

5º Nuno Guimarães – BRC CM 02

11º MANUEL CORREIA – SKODA FABIA S 2000

CLASSIFICAÇÃO FINAL CATEGORIA 1

1º António Nogueira – Porsche GT 2

2º José Pires – Porsche GT 3

3º Miguel Lobo – Aston Martin

4º Elias Barros – Ford Fiesta

5º MANUEL CORREIA – SKODA FABIA S 2000

 

LAMBORGHINI ALIA-SE A EVENTO DA DUCATI

DUCATI2 CopyDUCATI3 CopyLAMBORGHINI ALIA-SE A EVENTO DA DUCATI

DUCATI4 CopyDUCATI5 CopyDUCATI6 CopyDUCATI7 CopyDUCATI8 CopyDUCATI9 Copy

No passado fim de semana a marca italiana de motos, Ducati levou a efeito um evento para os seus clientes na pista de Misano, que teve a Lamborghini como parceira, tendo a marca do touro deslocado uma série de modelos, parta test drive, da qual apresentamos imagens dos mesmos.aDUCATI10 CopyDUCATI12 CopyDUCATI14 CopyDUCATIWOLRD1-LAMBO-MISANO1 Copy

 

GUIMARÃES VENCEU GRUPO A EM PAÇOS DE FERREIRA

 

João Guimarães vence o Grupo A em Paços de Ferreira

 

Cada vez mais adaptado ao Peugeot 206 RC, João Guimarães teve uma boa prestação na Rampa Capital do Móvel, onde optou por correr na Categoria 1. Piloto do Peso da Régua foi sexto da categoria e ainda venceu o Grupo A, num fim-de-semana onde o calor não deu tréguas aos concorrentes.

 

Depois de um upgrade à mecânica do Peugeot 206 RC – sobretudo ao nível do motor -, João Guimarães teve de adaptar o seu estilo de condução ao comportamento do carro francês, embora na Categoria 5 nunca tenha tido hipóteses realistas de lutar contra máquinas bem mais potentes como o SEAT León Supercopa ou o Mitsubishi Lancer Evo VI. Foi por isso que o piloto da Régua optou por mudar para a Categoria 1 a partir da Rampa Capital do Móvel, uma classe onde o seu carro se enquadra de forma mais lógica.

Em Paços de Ferreira, João Guimarães teve uma evolução consistente dos seus tempos nas três subidas de provas, ultrapassando um pequeno contratempo na primeira subida: “Apanhei bandeiras amarelas e tive que repetir a subida. Como estava imenso calor, os pneus aqueceram em demasia e não consegui chegar ao tempo que pretendia. Mas depois, em condições normais, já fiz 2m23,7s e 2m21,6s, tempos que me deixaram satisfeito. O sexto lugar na categoria, atendendo a que só estou atrás dos GT, de um R5 e do S2000, acaba por ser um resultado positivo”, refere João Guimarães.

 

O regresso do irmão, Nuno Guimarães, foi outro momento importante para o piloto do Peugeot: “Foi bom ter a companhia do meu irmão, até porque ele dá algumas dicas de pilotagem e ajuda-me a evoluir. Quero continuar assim até ao final da época”, concluiu.

 

 DSC 5659_CopyDSC 5892_Copy

 

2 HORAS TT EM ANGOLA

2 TT EM ANGOLA

 

 

 

Esta foi a 5ª edição do Longa, graças ao apoio da CARGO. Só 38 participantes, sendo 4 da classe M, 7 na classe Q, 7 na classe TT e 20 na classe E.

Como tem sido habitual , em cada prova do CARR há estreias.

O Ivens dos Santos que veio directamente do Namibe com uma grande falange de apoio, estreou uma Yamaha WR 450.

Paulo Diogo estreou-se com a chinesa Go Now Troy (ex-Ossos) que irá dividir o volante com o Moura Fernandes até ao fim do Campeonato.

Maló Almeida andou provisoriamente com um Pajero alugado enquanto a sua Isuzu foi sofrer um rejuvenescimento.

Finalmente a TRIBO do CARR pode ver o bonito Arctic Cat mas Gael não teve sorte pois só fez 2 voltas nos treinos.

Deborah Almeida e Márcio Ruivo estrearam 2 Can Am Maverick. Já são 4 nas grelhas de partida.

Bruno Santos também estreou um Polaris RZR 1000. Também já são 4.

Com as partidas intervaladas não houve incidentes com o pó e a organização cumpriu com os horários.

Também o Hospital da Linha Vida teve muito poucas visitas. Excepção para o Zé Comando que com uma ligeira queda esfolou bastante o braço esquerdo. Um obrigado especial para a empresa Serra & Coelho que cobriu os custos da presença da equipa médica.

A TDA fez deslocar uma pick up JMC com uma equipa já nossa conhecida, o casal Rodrigues. A VAUCO cedeu à organização do Longa uma Isuzu D-Max conduzida pelo “patrão” e pelo filho. Trabalho muito importante pois tinham montados os 2 sistemas de rádios, o da organização e o da Linha Vida.

Parabéns aos vencedores:

Classe M – Henrique Vu – KTM XC-F 450

Cada prova uma vitória. Onde estão os adversários?

Classe Q – Mauro Mirrado – Yamaha Raptor 700

Foi a sua 2ª prova e conquistou já uma vitória. Como será daqui para a frente?

Classe TT – Hugo Carvalho/Patricia Marques - Mitsubishi Pajero 3.2D

Esta foi a 3ª prova e foi a 3ª vitória. Os próximos ralis prometem.

Classe E – José Roxo – Polaris RZR XP 900

Foi confirmada a excelente prova do ano passado.

O camping mais uma vez foi muito bem organizado com toda a gente a respeitar as linhas limite de colocar as tendas e as viaturas.

A banda Mambo Jam que agora parece que mudou de nome para “NOMADAS” abrilhantou mais uma vez a noite de sábado com muito boa gente a cantar e a dar os seus verdadeiros passos de dança. O Rodrigo continua imparável.

O restaurante La Vigia está de parabéns pelo excelente serviço prestado. Esperemos que continuem para o ano que vem.

 

JOÃO BARROS ESTREIA-SE NA MADEIRA

 

Piloto da Fibromade à descoberta

 

Estreia absoluta de João Barros no Rali Vinho da Madeira

 

O Campeonato Nacional de Ralis prossegue no próximo fim-de-semana na bonita ilha da Madeira, numa das provas mais carismáticas da temporada mas onde João Barros nunca competiu. Por isso mesmo, o piloto do Ford Fiesta R5 sabe que terá de adoptar uma postura inteligente para contrariar a maior experiência da oposição direta.

 

Atualmente no top-5 do campeonato absoluto, João Barros quer continuar a acumular pontos importantes para a sua campanha no Nacional de Ralis apesar de, mais uma vez, ter de enfrentar troços completamente desconhecidos. O Rali Vinho da Madeira é a sexta prova do CNR e um palco onde a maioria dos protagonistas do campeonato tem larga experiência, ao contrário de João Barros, que só rodou pela primeira vez no asfalto madeirense esta terça-feira de manhã: Foi uma boa sessão de testes que nos permitiu andar com o set-up que deveremos utilizar na prova, contou o piloto de Paredes. Também ficámos a conhecer os novos Pirelli que deverão ser adoptados a nível internacional e sinceramente gostei dos pneus. Tenho plena consciência que somos provavelmente a dupla menos experiente na Madeira entre os principais pilotos do campeonato, mas o asfalto é a superfície onde neste momento me sinto mais à vontade e vou tentar lutar pelo melhor lugar possível, referiu.

 

Depois do pódio na primeira prova de asfalto da época, em Guimarães, João Barros tenta agora novo resultado de relevo por entre uma das melhores listas de inscritos da temporada, tanto em quantidade como na qualidade dos pilotos presentes.

 

A edição de 2014 do Rali Vinho da Madeira terá um total de 18 classificativas disputadas entre sexta-feira e domingo (1 a 3 de agosto). Os reconhecimentos acontecem na quarta e quinta-feira, enquanto o shakedown da prova terá lugar na manhã de sexta-feira.

 DSC 0555_CopyDSC 3447_Copy

 

GALERIA DE IMAGENS

GALERIA D EIMAGENS

 

TODO EM TERRENO EM SLOT

 

 

Grupo de imagens duma pslo10 Copyslot26 Copyslot25 Copyslot24 Copyslot23 Copyslot22 Copyslot21 Copyslot20 Copyslot19 Copyslot18 Copyslot17 Copyslot16 Copyslot15 Copyslot14 Copyslot12 Copyslot11 Copyslot9 Copyslot8 Copyslot7 Copyslot6 Copyslot5 Copyslot4 Copyslot3 Copyslot2 Copyrova de todo o terreno em slot, organizado numa pista em Guimarães.

 

Fotos de LUis Faria - www.velocidadeonline.com

 

JOSÉ CORREIA NO PÓDIO EM PAÇOS DE FERREIRA

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA

 

 

RAMPA CAPITAL DO MÓVEL – PAÇOS DE FERREIRA

 

 

JOSÉ CORREIA NO PÓDIO EM PAÇOS DE FERREIRA



Depois de ter perdido o pódio na prova anterior na Rampa de Murça, eis que José Correia no passado fim de semana na Rampa Capital do Móvel – Paços de Ferreira, conseguiu de novo o tão almejado pódio em mais uma jornada do Campeonato Nacional de Montanha, sempre ao volante do seu Seat Leon. Assim José Correia fez nas três subidas 2.19.276, 2.19.452 e 2.18.220, onde mesmo na derradeira subida deu o seu máximo para destronar o seu principal adversário, por sinal o seu colega de equipa Ricardo Gomes.

Por isso depois de ter estacionado o Seat Leon no parque fechado, José Correia não escondia a sua alegria “ foi sem dúvida alguma uma rampa bem disputada, sempre a lutar contra o cronómetro, e mesmo na ultima subida de prova, apenas tive um lema,” ou vai ou racha”, e consegui o pódio que pretendia. Quero aqui felicitar todo a oposição feita pelo meu colega de equipa, o Ricardo Gomes, que nunca baixou braços, e foi a lutar até ao fim, o que aumentou o interesse da prova”. Segundo José Correia “ o carro esteve bem, embora me debatesse com falta de pneus novos, pois quando fizemos a encomenda dos mesmos para esta rampa, estavam esgotados, e não chegava a tempo da prova. Por isso, os treinos foram feitos com pneus já velhos, o que obviamente nos limitou os tempos, no entanto para as subidas de prova utilizei o único jogo que tinha, e depois foi utilizá-los de forma doseada, para ver se chegavam ao fim o que consegui, com dois objectivos, obter a classificação que pretendia, e ao mesmo tempo consegui usufruir do bom piso que ainda tinham e que me permitiram chegar onde cheguei, dedicando este resultado a todos que me têm apoiado, à minha família, e à Vettra Motorsport que tem feito um bom trabalho na preparação do Seat Leon”.



INCERTEZA PARA O CARAMULO


FOX 0132_Copy

José Correia ainda não sabe se irá alinhar na rampa do Caramulo, como nos explicou “ tenho um projecto a meias com um amigo meu no Troféu Feup, ao volante dum Alfa Romeo. Começamos em Vila Real, mas mal, pois tive o azar de bater, e agora segue em inícios de Setembro a prova no Algarve, que por coincidência é na mesma altura que  a Rampa do Caramulo. Por isso ainda não sei se irei participar na Rampa do Caramulo, ou vou para o autódromo de Portimão”.

 

Classificação final categoria 5

 

1º Joaquim Teixeira – Seat Leon Super Copa

2º Luís Silva – Mitsubishi

3º JOSÉ CORREIA – SEAT LEON

4º Ricardo Gomes – Seat Leon

5º Paulo Silva – Seat Leon Super Copa

 

SERÁ QUE VAMOS TER WTCC EM 2015?

SERÁ QUE VAMOS TER WTCC EM 2015?

 

Tal como já aqui tinhamos anunciado, estão a surgir dificuldades para levar a efeito a organização do circuito da Boavista em 2015.O assunto foi ventilado há dois dias na reunião de Câmara do Porto, onde o seu presidente Rui Morera explicou, que solicitou cerca de 700.000 euros de apoio para a montagem de toda a estrutura de segurança.O Turismo de Portugal, duma forma que achamos estranha, retirou o apoio aos desportos motorizados em Portugal, e caso o circuito da Boavista precise de apoios, terá de os solicitar junto ao Turismo do Norte.Por outro lado Melchior Moreira, responsável pelo Turismo de Portugal no norte do país, não entende como foi cancelado o apoio a dois eventos que projectam o nome de Portugal além fronteiras.

 

Por outro lado este dinheiro seria igualmente utilizado para a aquisição duma campanha publicitária na Eurosport, que aliás faz parte dumaa das exigencias dos responsáveis do WTCC.Segundo o Presidente da Câmara do Porto, o custo total da organização do circuito da Boavista ascende aos 2 milhões de euros,que serão assegurados maioritariamente pelo municipio, dando origem a um impacto económico no valor aproximado de quatro milhões de euros traduzidos em dormidas e outras afins de permanencia na cidade do Porto, chagando a haver um cálculo de 500 euros por cada estadia de três dias na cidade do Porto.Perante estes factos, é incrivel como os responsáveis do Turismo de Portuigal não abriram os olhos para este facto, continuando a sua aposta em algo que não se vê.

 

 

REIS FOI REI NA CATEGORIA 3

 

Tiago Reis continua a dominar na Categoria 3

 

Parecem não restar dúvidas que Tiago Reis vai acumular mais um título para a sua carreira, desta feita na Categoria 3 do Campeonato Nacional de Montanha, onde o piloto de Famalicão e o Ford Fiesta RS Cosworth são praticamente imbatíveis.

 

Na Rampa Capital do Móvel, quinta prova da temporada, Tiago Reis bateu claramente a concorrência na sua classe e ficou com o quinto melhor tempo entre todos os concorrentes, só atrás de quatro rapidíssimas barchettas do campeonato absoluto. Foi a quarta vitória consecutiva de Tiago Reis na Categoria 3 e mais um passo rumo ao único título que o atual campeão nacional absoluto pode disputar em 2014: “Fiquei contente com o que fizemos em Paços de Ferreira. O carro esteve quase sempre impecável, só tivemos um pequeno problema no motor de arranque mas que a equipa conseguiu resolver rapidamente. Na segunda subida de prova fizemos uma escolha errada de pneus mas depois voltámos ao nosso ritmo normal e rodámos em 2m03,8s, um tempo que me deixou muito satisfeito”, referiu Tiago Reis, que em simultâneo foi o mais rápido do Grupo X, aberto a todo o tipo de viaturas.

 

O único ponto negativo para o Team Transfradelos foi a ausência forçada de Edgar Reis, segundo classificado do campeonato na Categoria 3, que falhou a rampa minhota devido ao recente despiste com o Renault Clio RS2000 no Rali de Famalicão.

 

O Campeonato Nacional de Montanha fará agora um interregno e só regressa a 6 e 7 de Setembro, com a famosa Rampa do Caramulo.Zoom Motorsport_-_Rampa_da_Agrela_2014_29_Copy

 

RENAULT PASSION DAY EM BRAGA

RENAULT PASSION DAY EM BRAGA

 

Depois do autódromo do Estoril, foi a vez do circuito Vasco Sameiro em Braga receber a Passion Day da Renault, onde muitas pessoas tiveram a oportunidade de poder conviver com os carros da marca francesa, nas mais diferentes compenentes, com especial destaque para o Mégane de troféu, conduzido por Pedro Matos Chaves, que maravilhou alguns dos felizardos, que tiveram a oportunidade de andarem ao lado.

 

Para além disso, os presentes tiveram a oportunidade  de testarem alguns dos modelos da Renault com uma componente mais desportiva.re-renault passionday_Copyre1-braga Copyre2 Copyre3 Copyre4 Copyre5 Copyre7 Copyre8 Copyre9 Copyre10 Copyre11 Copyre12 Copyre12 Copyre14 Copyre15 Copyre16 Copyre17 Copyre18 Copyre19 Copyre20 Copyre21 Copyre22 Copyre23 Copyre24 Copyre25 Copyre26 Copy

 

RAMPA CAPITAL DO MOVEL - PAÇOS DE FERREIRA

RAMPA CAPITAL DO MOVEL - PAÇOS DE FERREIRA

 

 

AMBIENTES

 

 

Mais um grupo de imagens do ambiente vivido na rampa Capital do Móvel - Paços de Ferreira no passado domiungo na parte da manhã, antes de começarem as "hostilidades" dos pilotos contra o cronómetro.

 

Fotos de João Raposo - www.velocidadeonline.comFOX 9917_CopyFOX 9918_CopyFOX 9919_CopyFOX 9920_CopyFOX 9921_CopyFOX 9922_CopyFOX 9923_CopyFOX 9924_CopyFOX 9925_CopyFOX 9926_CopyFOX 9927_CopyFOX 9928_CopyFOX 9929_CopyFOX 9930_CopyFOX 9931_CopyFOX 9932_CopyFOX 9933_CopyFOX 9934_CopyFOX 9935_CopyFOX 9936_CopyFOX 9937_CopyFOX 9938_CopyFOX 9940_CopyFOX 9941_CopyFOX 9942_CopyFOX 9943_CopyFOX 9944_CopyFOX 9945_CopyFOX 9946_CopyFOX 9949_CopyFOX 9950_CopyFOX 9951_CopyFOX 9952_CopyFOX 9953_CopyFOX 9954_CopyFOX 9957_CopyFOX 9958_CopyFOX 9959_CopyFOX 9960_CopyFOX 9962_CopyFOX 9963_CopyFOX 9964_CopyFOX 9965_CopyFOX 9966_CopyFOX 9967_CopyFOX 9968_CopyFOX 9969_CopyFOX 9971_CopyFOX 9972_CopyFOX 9973_CopyFOX 9974_CopyFOX 9975_CopyFOX 9976_CopyFOX 9977_CopyFOX 9979_CopyFOX 9980_CopyFOX 9981_CopyFOX 9982_CopyFOX 9983_CopyFOX 9984_CopyFOX 9985_CopyFOX 9986_Copy

 

RALI DOS SERTÕES

Divulgação
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Projeto completa 12 anos
Alta | Web

Divulgação
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Ação em Botucatu (SP)
Alta | Web

Divulgação
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Tânia Mara Carvalho gestora do projeto
Alta | Web

Divulgação
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Ideia Fixa pronta para o Sertões 2014
Alta | Web

Divulgação
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Sertões acontece de 23 a 30/08
Alta | Web

 

Com ação de cidadania Tânia Mara vem mobilizando pessoas e empresas


São 12 anos de uma ideia fixa que começou no sertão

Durante sua presença no Rally dos Sertões desde 1998, a jornalista Tânia Mara Matias de Carvalho se sensibilizou com a situação de fome de algumas comunidades do sertão do país. A pobreza vivida por essas pessoas a inspirou a escrever seu 1º. Livro, intitulado "Cêis é rali, é?", onde ela relata histórias e curiosidades sobre o Rally e sobre um Brasil até então, pouco conhecido.

Mesmo com o reconhecimento de seu livro, ela não se deu por satisfeita. Precisava e queria fazer mais pelos personagens que a inspiraram.

Criou então o projeto "Ideia Fixa por um Sertão 100 Fome", com o objetivo de arrecadar e entregar, pessoalmente, alimentos e outras doações às populações carentes das comunidades atingidas pela seca. Para dar início ao projeto, trocou exemplares do seu livro por cestas básicas e determinou o percurso a ser realizado para o começo da distribuição.
A determinação e a coragem desta mulher guerreira e destemida, comoveu não só aos amigos, como também empresários. E com o apoio recebido de muitos desses que acreditaram no seu potencial e na sua ideia, Tânia Mara pôde felizmente realizar seu objetivo.

Com o crescimento da arrecadação de doações, bem como a divulgação do projeto, Tânia Mara foi "obrigada" a ampliá-lo e desde a sua criação há 12 anos o Projeto Ideia Fixa até o momento já beneficiou em torno de 124 mil pessoas em 13 Estados, entregando 191 toneladas de doações bem como distribuindo cerca de 140 mil livros para alunos de diversas escolas de cidades que fizeram parte dos roteiros por onde o Projeto já passou.

E ela segue firme no seu propósito solidário, realizando mais uma etapa do projeto durante o Rally dos Sertões que acontece entre os dias 23 a 30 de agosto próximo.
Na ocasião serão distribuídos os kits Ideia Fixa pela ‘Educação e Cultura, Sorria para o Rally, Dando bola pro sertão e Ideia Bela, contendo pasta plástica, livros de histórias infantis, folheto explicativo sobre higiene bucal, creme dental, escova, produto higiene pessoal, chocolate M&M, bolas e camisetas, além de roupas e brinquedos.

Toda ação deverá beneficiar por volta de 1000 crianças durante o Rally e as comunidades que receberão estas doações estão localizadas nos dois estados que receberão a prova este ano, ou seja Goiás e Minas Gerais e não necessariamente nas cidades por onde o Rally passará.

A primeira cidade a receber o Ideia Fixa será Pirenópolis em Goiás, posteriormente Paracatu, São Francisco e Diamantina, todas no estado de Minas.

O Ideia Fixa conta com o patrocínio da CAN AM - BRP e o apoio da TV POÇOS, W3B SOLUÇÕES INTELIGENTES, FUNDAÇÃO EDUCAR DPASCHOAL, PERFUMARIA EMY, CRYF EMPREENDIMENTOS, SSP PLÁSTICOS, SOUSS RACING, ATELIÊ UNIFORME, REVISTA PROMOTO e SIG COMUNICAÇÃO.

Acompanhe o projeto pelas redes sociais ou pelo site. www.projetoideiafixa.org e www.facebook.com/projetoideiafixa


 

CLASSICOS EM SILVERSTONE

CLÁSSICOS EM SILVERSTONE

 

Grupo de imagens do nosso amigo preparador Luis Moutinho na sua recente desliocação à pista inglesa de Silverstone.

 

Fotos de Luis Moutinho - www.velocidadeonline.comsilv1-luismoutinho Copysilv2 Copysilv3 Copysilv4 Copysilv5 Copysilv6 Copysilv7 Copysilv8 Copysilv9 Copysilv10 Copysilv11 Copysilv12 Copysilv14 Copysilv15 Copysilv16 Copysilv17 Copysilv18 Copysilv19 Copysilv20 Copysilv21 Copysilv22 Copysilv23 Copy

 

CAMPEONATO BRASILEIRO DE TURISMO

Brasileiro de Turismo: Líder no campeonato, Edson Coelho Jr segue para Goiânia com boas expectativas


Piloto mineiro da equipe Rsports Racing disputa neste fim de semana a quarta etapa (de rodada dupla), que acontecerá com a Corrida do Milhão da Stock Car

Após um intervalo de dois meses, o grid do Campeonato Brasileiro de Turismo - categoria de acesso à Stock Car - volta a se formar, novamente no Autódromo Ayrton Senna, em Goiânia (GO). Será neste sábado e domingo, 2 e 3, a disputa da quarta etapa, de rodada dupla, que promete fortes emoções e muita competitividade. O líder do campeonato, Edson Coelho Jr, da equipe Rsports Racing, vai lutar para se manter na ponta do ranking e abrir uma maior vantagem em relação aos adversários.


O piloto de João Monlevade (MG) é um dos destaques da temporada. Aos 19 anos, Edinho estreou no campeonato em março e já garantiu quatro pódios em cinco corridas. "Conseguimos, eu e a equipe, nos adaptar muito rapidamente a um carro novo, completamente diferente dos que estávamos habituados. Fomos sempre consistentes no decorrer das provas e, mesmo sem vencer nenhuma corrida, alcançamos o topo da tabela. Estamos adquirindo cada vez mais experiência e avançando no desenvolvimento do carro", explica.

Neste período de descanso de provas, Edinho intensificou os treinos na academia a fim de se preparar para o ritmo intenso de corridas dos próximos meses. "A Rsports trabalhou bastante durante o intervalo sem corridas para viabilizar um bom resultado em Goiânia. Também me preparei muito e acredito estarmos prontos para brigar pelo pódio", avisa.

A vontade é grande de acelerar o carro #88 na pista de 3.835 metros do autódromo goiano, que passou recentemente por reformas, e o piloto está focado em vencer sua primeira corrida no Brasileiro de Turismo. "A estratégia, como sempre, é buscar a vitória para manter a liderança. Não será tarefa fácil, considerando a competitividade do campeonato e o nível técnico dos pilotos, mas os bons resultados que tivemos na última etapa, disputada nessa mesma pista, me deixam com boas expectativas", afirma o jovem líder do campeonato.

A programação do Campeonato Brasileiro de Turismo começa na sexta, 1º/8, com os treinos livres. No sábado (2), a classificação será a partir das 13h20 e, a largada para a primeira corrida, às 16h45. Já no domingo (3), os pilotos largam às 8h30. O Portal Terra transmitirá, pela internet, as duas provas ao vivo. A RedeTV transmitirá, em rede aberta para todo o Brasil, o VT das corridas no domingo, a partir das 13h.

O piloto Edson Coelho Jr conta com o patrocínio da EMC Sistemas e Neide Buffet. Mais informações: www.edsoncoelhojr.com.br

Programação Campeonato Brasileiro de Turismo - Etapa 4/ Goiânia

Sexta-feira, 1o de agosto

10h00 - 10h15 - Shakedown Stock Car
11h30 - 12h10 - 1º Treino Livre (Grupo 1) Brasileiro de Turismo
12h20 - 13h00 - 1º Treino Livre (Grupo 2) Brasileiro de Turismo

13h10 - 14h10 - 1º Treino Livre Mercedes Benz Challenge CLA 45
14h20 - 15h20 - 1º Treino Livre Mercedes Benz Challenge C 250
15h30 - 16h10 - 1º Treino Livre (Grupo 1) Stock Car
16h20 - 17h00 - 1º Treino Livre (Grupo 2) Stock Car
17h15 - Foto oficial

Sábado, 2 de agosto
08h10 - 08h50 - 2o Treino Livre Brasileiro de Turismo

09h00 - 10h00 - 2º Treino Livre (Grupo 1) Stock Car
10h10 - 11h10 - 2º Treino Livre (Grupo 2) Stock Car
11h45 - 12h45 - 2º Treino Livre MB Challenge
13h20 - 13h40 - Classificação Turismo
14h00 - 15h00 - Classificação Stock
15h10 - 15h30 - Classificação MBC CLA 45
15h40 - 16h00 - Classificação MBC C250
16h45 - Largada Corrida 1 (25 min de prova + 1 volta) Brasileiro de Turismo
17h20 - 18h00 - Volta Rápida


Domingo, 3 de agosto
08h30 - Largada (35 min de prova + 1 volta) Brasileiro de Turismo

10h30 - Largada (50 min de prova + 1 volta) Corrida do Milhão Stock Car
12h10 - Largada Mercedes Benz Challenge (45 min de prova + 1 volta)
14h45 - 15h45 - Volta Rápida

Classificação do campeonato (seis primeiros):
1) Edson Coelho Jr, 75 pontos

2) Guilherme Salas, 74
3) Pedro Boesel, 73
4) Márcio Campos, 70
5) Raphael Abbate, 67
6) Marco Cozzi, 53


Luciano Santos/SigCom
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Edson Coelho Jr.
Alta | Web

Luciano Santos/SigCom
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Será a segunda vez que a categoria corre em Goiânia
Alta | Web

Luciano Santos/SigCom
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Rodada dupa: sábado (16h45) e domingo (8h30)
Alta | Web

Luciano Santos/SigCom
Clique na imagem para fazer o Donwload...
#88 Edson Jr_Rsports Racing
Alta | Web

Luciano Santos/SigCom
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Mineiro é o líder do Brasileiro
Alta | Web

 

RALI TRANSCATARINA - BRASIL

Doni Castilho/DFotos
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Foram três dias para testar as habilidades
Alta | Web

Doni Castilho/DFotos
Clique na imagem para fazer o Donwload...
O roteiro contou com muitas dificuldades
Alta | Web

Luciano Santos/SigCom
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Ricardo Barra e Vander Hirt
Alta | Web

Doni Castilho/DFotos
Clique na imagem para fazer o Donwload...
A lama apimentou o rali
Alta | Web

Luciano Santos/DFotos
Clique na imagem para fazer o Donwload...
A prova teve Prólogo e Super Prime
Alta | Web

 

Rally Transcatarina: prova aprovada pela equipe do Rio de Janeiro


O evento foi válido pela terceira etapa da Copa Brasil de Rally de Regularidade e no próximo final de semana seguem para mais um desafio, o Ibitipoca Off Road

 No último sábado, 26, os competidores se despediram do 6º Rally Transcatarina. Ricardo Barra e Vanderlei Hirt, equipe Niterói Rally Team, cumpriram as três etapas desta aventura, que teve um total de 800 quilômetros. Com foco na disputa, as 158 duplas divididas nas categorias Super Máster, Graduados, Jeep, Júnior, Adventure e Passeio largaram da cidade de Fraiburgo rumo a Jaraguá do Sul, SC.

A Niterói Rally Team, que pela segunda vez participou do Rally Transcatarina, impressionou-se com o nível de competitividade. "O grid é bastante qualificado, e as equipes possuem praticamente o mesmo nível técnico, disputando o pódio em igualdade", ressaltou o piloto Ricardo Barra.

Os off-roaders enfrentaram chuva, lama, temperaturas baixas, poeria, terreno de terra batida, cascalho e alguns trechos de erosões, além de adentraram por propriedades particulares de reflorestamento de pinus, cultivo de maças e passagem pela serra do mar, onde a velocidade testou a precisão e habilidade de pilotos e navegadores.

"A nossa participação na edição 2014 foi muito proveitosa para testarmos algumas estratégias de navegação, aprimorar a pilotagem em terrenos com baixa aderência e melhorar o entrosamento da equipe. Como residimos em cidades que estão bastante distantes, a oportunidade de passar alguns dias competindo e convivendo o dia todo melhora muito o afinamento da dupla", destacou.

Na empreitada o desafio foi completo. "Demos um passo muito grande e definitivo para o crescimento da equipe, estivemos medindo forças com as melhores equipes do País e foi possível perceber com o desenvolvimento do certame que já estamos lutando de igual para igual com elas. O melhor exemplo foi a nona etapa que ficamos em terceiro lugar com pequena diferença para o primeiro em um percurso com alto grau de dificuldade de navegação e pilotagem", declarou o piloto.

Ricardo e Vanderlei somaram 115 pontos, e garantiram a 13ª colocação na classificação final pela categoria Super Máster. "Tivemos um pneu furado na 7ª etapa que tirou a nossas possibilidades de brigar por um pódio no terceiro dia, bem como, a de ficar entre os dez mais bem colocados da competição. A adaptação com o tipo e as condições do terreno também representou um fator que dificultou uma melhor performance. O evento foi muito bem organizado dentro e fora da pista e a SC Racing merece os parabéns pela qualidade do trabalho apresentado", declarou o navegador Vanderlei Hirt.

A equipe contou com o Mitsubishi Pajero Full, número 21, que correspondeu às expectativas para o estilo de competição. "O carro apresentou uma excelente performance e estamos muito satisfeitos com a escolha que fizemos pela Mitsubishi, uma carro valente, robusto e capaz de atender as exigências extremas de uma competição como esta. Agora é revisar e deixar pronto para o nosso próximo desafio", garante Barra.

Ao concluir o 6º Rally Transcatarina, Barra e Hirt entendem que fica lançado o desafio para 2015, ou seja, reunir as experiências e aprendizados adquiridos e retornar no próximo ano, com a mesma garra e determinação em busca de resultados ainda melhores. "Apesar de não obtermos o resultado que almejávamos, terminamos esta competição felizes com a nossa crescente performance dentro do certame, nos sentimos prontos e bem melhor preparados para enfrentarmos os novos desafios que estão por vir, podem apostar nisso!", encerrou Ricardo Barra.

Competir e manter o ritmo

No próximo final de semana, dias 2 e 3 de agosto, Ricardo Barra e Vandelei Hirt disputam o Ibitipoca Off Road, em Conceição do Ibitipoca (MG) e, neste ano, a edição é especial, pois o evento comemora 25 anos. Ricardo já disputou cinco vezes esta prova do rali de regularidade, inclusive consagrou-se campeão em 2007.

"Com esta formação será a primeira disputa da equipe. É uma prova muito tradicional no calendário Off Road na região sudeste e reúne grandes nomes do off road nacional, principalmente na categoria Motos (como Dario Júlio). A participação nesta prova será muito importante para consolidarmos o entrosamento adquirido durante o Transcatarina além de manter a equipe em atividade visando o restante da temporada 2014. Entraremos na disputa confiantes que podemos buscar um bom resultado tendo em vista a evolução apresentada ao longo do Transcatarina", encerrou Ricardo Barra.

Já no dia 23 de agosto, participam da quarta etapa do Mitsubishi Motorsports, na cidade de Uberlândia/MG. E, a última etapa da Copa Brasil de Regularidade, o Rally Estado de São Paulo, organizado pelo SC Racing, está marcada entre os dias 30 de outubro a 1o. de novembro.

A equipe Niterói Rally Team conta com o patrocínio Cerveja Itaipava e Natsu - Mitsubishi Niterói. Mais informações: www.niteroirallyteam.com.br.


 

SPRINT RACE NO BRASIL

 

Luciano Santos/SigCom
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Etapa de Cascavel será transmitida dia 10 e 13/08
Alta | Web

Luciano Santos/SigCom
Clique na imagem para fazer o Donwload...
A disputa continua no dia 24 de agosto
Alta | Web

Luciano Santos/SigCom
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Competição conta com duas categoria: PRO e GP
Alta | Web

Sprint Race contará com a PlayTV para o restante da temporada

A próxima rodada dupla será no dia 24 de agosto no Autódromo Internacional de Curitiba

 Os preparativos para as últimas etapas da temporada 2014 da Sprint Race estão a todo vapor. A competição terá mais uma emissora para as próximas cinco etapas, sendo oito corridas, que inclui as cidades de Cascavel, Londrina e Curitiba, no Paraná. Trata-se da Play TV, que transmitirá as corridas no sábado após cada etapa.

A corrida do dia três de agosto foi antecipada, passou para o dia 20 de julho, sendo que, naquela oportunidade a Sprint Race participou como preliminar da Fórmula Truck em Cascavel. Por isso, neste caso específico, como a etapa pré agendada, as transmissões da quarta etapa pelo canal BandSorts que já acompanha a categoria desde a sua primeira edição será mantida e na Play TV será exibida no dia 10 de agosto..

"É sempre bom surpreender nossos pilotos e patrocinadores. Esse acréscimo de transmissão não constavam em nossos planos, mesmo assim, fomos à busca de mais divulgação para nossa categoria e, consequentemente, a todos os pilotos", disse Thiago Marques, diretor técnico e organizador da Sprint Race.

A abrangência da PlayTV é para todo Brasil nas principais operadoras:
NET - 121
SKY - 181
Claro TV - 118
Oi TV - 109
Vivo TV - 16

A Sprint Race têm patrocínio da Alpina, Pirelli, Ecopads, Bardhal, Fremax e Rio Custom.

Calendário da Sprint Race 2014:

27/04 - 1ª etapa - São Paulo/SP
18/05 - 2ª etapa - Santa Cruz do Sul/RS
22/06 - 3ª etapa - São Paulo/SP
20/07 - 4ª etapa - Cascavel/PR

24/08 - 5ª etapa - Curitiba/PR
21/09 - 6ª etapa - Londrina/PR
09/11 - 7ª etapa - Curitiba/PR (oval)
07/12 - 8ª etapa - Curitiba/PR

 

TOYOTA GT 86

 

Toyota GT86 CS-R3 pronto para a estreia na prova Alemã no WRC 2014

O novo Toyota GT86 CS-R3, o carro de ralis desenvolvido pela TOYOTA Motorsport GmbH (TMG) vai ter a sua estreia no Rali da Alemanha ADAC, a 9ª ronda do Campeonato do Mundo de Ralis FIA de 2014.

A TMG decidiu regressar às suas origens nos ralis com um carro de tração traseira para proporcionar espetáculo a todos os fãs que seguem esta modalidade assim como proporcionar divertidos momentos ao volante, tal como aconteceu na esteira do espetacular Celica Twin Cam Turbo (TA64), um vencedor nas provas de ralis nos anos 80.

Esta decisão enquadra-se perfeitamente no lema mundial da TOYOTA - ‘fun to drive, again’ – e, ao mesmo tempo, permite corresponder ao entusiasmo de todos os fãs Toyota no envolvimento no desporto automóvel.

Após quase um ano de desenvolvimento, a TMG vai utilizar o GT86 CS-R3 como “carro-zero” no Rali da Alemanha, que se realizará na zona de Trier entre 21 e 24 de Agosto. É certo que ainda se trata de uma situação muito prematura a nível competitivo, mas esta estreia vai ter um papel fundamental para avaliação do carro e mais importante ainda, na verificação a segurança de cada um dos troços da prova.

A ex-campeã do mundo feminina Isolde Holderied vai ser a piloto do GT86 CS-R3. Um dos seus principais objetivos é verificar os pontos em que pode melhorar o carro, que ainda está em fase de protótipo, de forma a terminar o desenvolvimento e confirmar as especificações finais, sendo este um passo necessário antes da homologação para a categoria R3.

O GT86 CS-R3 está disponível para clientes privados, sendo um carro divertido de conduzir, rápido e também bastante comedido em termos de custos de utilização, um dos aspetos muito importantes neste projeto. Este novo modelo vai proporcionar um interesse acrescido nas diversas provas em que participar, quer seja integradas em provas de cariz regional ou de uma jornada do WRC.TOY1 CopyTOY2 CopyTOY3 Copy

 

HAMILTON AUMENTA PARADA....

FÓRMULA 1

Hamilton quer 90 milhões para renovar

Piloto da Mercedes anunciou ontem as exigências para assinar por mais três anos.
Mercedes driver Lewis Hamilton of Britain drives prior to the start of the Formula One Bahrain Grand Prix at Sakhir circuit in Manama on April 6, 2014. Rosberg took pole position for the Bahrain Grand Prix with teammate Lewis Hamilton ensuring a Mercedes lockout of the front row. AFP PHOTO / PATRICK BAZ
Foto: AFP ImageForum; PATRICK BAZ

O antigo campeão do Mundo é visto como uma possibilidade para o monolugar da McLaren

Por SAPO Desporto

O piloto britânico Lewis Hamilton revelou, através do seu agente, que pretende receber 90 milhões de euros para renovar com a Mercedes. Hamilton tem mais um ano de contrato com a equipa alemã e foi sondado sobre a hipótese de renovar.

Com efeito, o britânico que se sagrou campeão do Mundo em 2008, pediu 90 milhões de euros para renovar o vinculo à construtora alemã por mais três anos. Recentemente, o seu colega de equipa e atual líder do Campeonato do Mundo de Fórmula 1, Nico Rosberg, renovou pela Mercedes. No entanto, o contrato de Rosberg, assinado há duas semanas, impõe um valor de “apenas” 55 milhões de euros.

O interesse em Hamilton não se resume apenas à Mercedes. O antigo campeão do Mundo é visto como uma possibilidade para o monolugar da McLaren. A equipa inglesa vê como bons olhos o regresso de Hamilton, que se sagrou campeão ao serviço da McLaren.

 

Fonte : Sapo Desporto

 

NOVO S 65 AMG COUPÉ

 

Novo S 65 AMG Coupé

O S 65 AMG Coupé é o novo modelo de doze cilindros da gama Classe S. Conforto de condução único, uma referência em termos de desempenho e pormenores exclusivos são pontos fortes deste veículo de duas portas. Os contornos irresistíveis do V12 Coupé são acentuados por um conjunto de elementos de design expressivos em cromados brilhantes. O motor AMG biturbo V12 de 6,0 litros, com uma potência de 463 kW (630 cv) e 1000 Nm de binário, é único no seu segmento, tal como a suspensão desportiva AMG, com base no MAGIC BODY CONTROL com função de inclinação em curva e ROAD SURFACE SCAN.

Gama exclusiva da Mercedes-AMG e uma longa tradição em motores V12

Coupé, Limousine, Roadster e Todo-o-Terreno: depois do S 65 AMG, do SL 65 AMG e do G 65 AMG, o novo S 65 AMG Coupé é o quarto veículo de alto desempenho da AMG com um motor V12. Nenhum outro fabricante oferece um portfólio tão vasto de veículos de doze cilindros como a Mercedes-AMG. Em 2003, a marca desportiva da Mercedes-Benz apresentou um coupé com um potente motor V12 biturbo sob a designação de CL 65 AMG (série de modelos C215). O seu sucessor, o CL 65 AMG (série de modelos C216) esteve disponível entre 2007 e 2014, e foi o antecessor direto do novo S 65 AMG Coupé.


 

Dados principais:

 

S 65 AMG Coupé

Cilindrada

5980 cc

Potência

463 kW (630 cv) às 4800-5400 rpm

Binário máximo

1.000 Nm

a 2300-4300 rpm

Consumo de combustível combinado NEDC

11,9 l / 100 km

Emissões de CO2

279 g/km

Classe de eficiência

G

Aceleração 0 - 100 km/h

4,1 s

Velocidade máxima

250 km/h*

* Limitada eletronicamente

Os motores de doze cilindros são considerados ainda como o pináculo do design de motores. Entre os conhecedores, o motor AMG V12 biturbo de 6,0 litros em particular é considerado como um exemplo extraordinário do seu tipo. Ao abrir o capot do S 65 AMG Coupé é imediatamente óbvio o porquê: o motor exclusivo em fibra de carbono é sinónimo da potência excecional do motor V12, fabricado em Affalterbach de acordo com o princípio "um homem, um motor". Para além de funcionar como referência da AMG, confirmando a precisão superior e a qualidade de produção, a placa do motor AMG que tem a assinatura do técnico do motor é também um testemunho claro do inestimável DNA da marca de alto desempenho da Mercedes-Benz.

Um motor sensacional e um desempenho superior sem esforço

O AMG V12 desenvolve um pico de potência de 463 kW (630 cv) e um binário máximo de 1000 Nm – permitindo um desempenho superior sem esforço: o S 65 AMG Coupé acelera de 0 a 100 km/h em 4,1 segundos e tem uma velocidade máxima de 250 km/h (limitada eletronicamente). Também nas restantes características o motor AMG V12 biturbo de 6,0 litros assegura uma motorização sensacional: conforto requintado de condução, potência de tração tremenda e disponibilização de potência sem esforço em todas as velocidades, em conjunto com as características de funcionamento do motor e com o som típico distinto do AMG V12.

Uma breve consulta aos valores de consumo e de emissões comprova que o AMG V12 está equipado para o futuro: com um consumo de combustível de 11,9 litros aos 100 quilómetros, de acordo com NEDC combinado (equivalente a 279 g/km CO2), o S 65 AMG Coupé é significativamente mais económico do que todos os seus rivais. Comparado com o modelo CL 65 AMG anterior, o consumo foi reduzido 2,4 litros aos 100 quilómetros (NEDC combinado). O modelo de doze cilindros topo de gama cumpre a norma de emissões EU6.

Transmissão com três modos individuais

A AMG SPEEDSHIFT PLUS 7G-TRONIC é responsável pela transmissão de potência para o eixo traseiro. A transmissão oferece três modos individuais: o condutor pode escolher entre Controlled Eficiency (C), Sport (S) e Manual (M) premindo um botão na consola central. Sport e Manual realçam o dinamismo do veículo: o máximo apelo emocional e o caráter desportivo tangível são assegurados pela redução breve e precisa da ignição e injeção quando muda para uma velocidade superior em carga total. Isto reduz os tempos de mudança de velocidade e atribui um som mais emotivo às mudanças. A função de arranque/paragem ECO é ativada no modo "C" da transmissão.

A bateria de iões de lítio reduz o peso em mais de 20 kg

O S 65 AMG Coupé está equipado de série com uma bateria de iões de lítio. Esta tecnologia inovadora oferece numerosas vantagens em relação ao conceito de bateria convencional: com uma capacidade de 78 Ah, a bateria de iões de lítio substitui a bateria do motor de arranque e a bateria de backup – permitindo uma redução de peso superior a 20 kg.

Suspensão desportiva AMG com função de inclinação em curva

A suspensão desportiva AMG, com base no MAGIC BODY CONTROL, oferece uma sensação de condução incomparável. A combinação do Active Body Control (ABC), ROAD SURFACE SCAN e função de inclinação em curva é única. Esta função permite que o S 65 AMG Coupé se incline nas curvas de modo semelhante a um motociclista. A aceleração lateral que atua sobre os ocupantes é semelhante à condução numa curva fechada. Particularmente em estradas fora da cidade, a função de inclinação em curva eleva o prazer e o conforto de condução. O objetivo não é conseguir maior velocidade em curva, mas sim criar uma experiência ainda mais agradável de condução. A função de inclinação em curva pode ser selecionada como um dos três modos de condução utilizando o interruptor ABC; está ativa no intervalo de velocidade entre 15 e 180 km/h.

O veículo inclina-se automaticamente nas curvas em frações de segundo – dependendo do raio da curva e da velocidade do veículo. O sistema de suspensão inovador deteta curvas utilizando a câmara atrás do para-brisas, registando a curvatura da estrada até 15 metros à sua frente, e um sensor adicional de aceleração lateral. A função de inclinação em curva tem a sua estreia no S 63 AMG Coupé e no S 65 AMG Coupé.

ROAD SURFACE SCAN é uma tecnologia que consegue detetar antecipadamente as ondulações da superfície com a ajuda de uma câmara. O MAGIC BODY CONTROL ajusta depois antecipadamente a suspensão para se adequar à situação, compensando eficazmente os movimentos do chassis. Os dois modos de suspensão - "Comfort" e "Sport" - estão também disponíveis.

Direção desportiva sensível à velocidade com raio de viragem variável

A direção desportiva eletromecânica sensível à velocidade com raio de viragem variável complementa perfeitamente a tecnologia sofisticada da suspensão: otimiza o comportamento e a agilidade do veículo, mantendo a segurança de condução em velocidades elevadas. No modo de suspensão "Comfort", a direção desportiva sensível à velocidade melhora o conforto fornecendo maior assistência de direção. Por outro lado, se a definição "Sport" da suspensão for selecionada, o condutor sente um nível rígido desportivo da assistência da direção. As curvas pré-programadas da direção assistida melhoram o feedback da superfície da estrada e a precisão da direção.

O S 65 AMG Coupé possui jantes forjadas com design multi-raios, tamanho 8,5 x 20 à frente e 9,5 x 20 atrás, com pneus 255/40 R 20 e 285/35 R 20. As jantes forjadas exclusivas do V12 Coupé fascinam devido ao seu design excecional, que representa uma interpretação contemporânea dos aros das jantes do veículo desportivo clássico: cada um dos 16 raios roda para que os contornos que captam a luz iluminem o centro do cubo da roda. Efeito: a roda parece ainda maior.

Sistema opcional de travões cerâmicos compostos de alto desempenho

O sistema de travões compostos AMG de alto desempenho possui pinças com acabamento cinzento. Estão disponíveis pinças vermelhas como opção. O sistema de travões cerâmicos compostos de alto desempenho está disponível como opção.

Design: contornos irresistíveis, generosamente acentuados com cromados

Caráter desportivo superior, combinado com a clareza sensual típica da Mercedes-Benz – os contornos irresistíveis do S 65 AMG Coupé constituem uma visão cativante. As funcionalidades específicas do V12 incluem inúmeros elementos de design cromados brilhantes na frente, nos lados e atrás, que são particularmente eficazes em conjunto com a pintura escura: a grande estrela central da Mercedes no para-choques dianteiro, a grelha do radiador de "lâmina dupla", todas as grelhas de entrada de ar, a faixa de acabamento na "asa A" e o repartidor dianteiro são cromados. O repartidor dianteiro tridimensional reduz a elevação do eixo dianteiro, e o espaço acima do repartidor dianteiro assegura um fluxo efetivo de ar para o refrigerador de óleo do motor separado atrás do repartidor.

Na parte lateral, a visão é atraída para as letras "V12 BITURBO" nas asas e para os pormenores cromados brilhantes nas saias laterais – que combinam perfeitamente com as jantes forjadas polidas brilhantes. A vista traseira é também memorável: os dois escapes duplos cromados do sistema de escape desportivo da AMG com design V12 estão integrados no para-choques traseiro. Por cima do difusor distinto, pintado em preto brilhante, o elemento de acabamento forma um contraste efetivo: Replica o design das "asas A" no para-choques dianteiro e tem um acabamento cromado brilhante.

Interior: equipamento, qualidade e ambiente com os mais elevados padrões

O caráter extraordinário é também evidente no interior: o S 65 AMG Coupé acolhe os ocupantes com um ambiente incomparavelmente requintado. Este veículo de duas portas possui os melhores materiais, a mais elevada qualidade de fabrico e uma gama extensa de equipamento de série. Em termos visuais, o interior é dominado pelos bancos desportivos. Os estofos em pele suave designo AMG Exclusive com padrão de diamante apresentam perfurações delineadas: as perfurações evitam deliberadamente as áreas onde existem costuras na pele. Como resultado, revela costuras excecionalmente puras e uma impressão de qualidade incomparável.

Os bancos desportivos AMG desenvolvidos exclusivamente asseguram o conforto ótimo em longas viagens. A regulação elétrica, a função de memória, o aquecimento e o controlo de climatização são funcionalidades instaladas de série. Os assentos e encostos dos bancos mais contornados melhoram o apoio lateral quando curva em alta velocidade. Encontram-se símbolos AMG de alta qualidade em todos os quatro encostos e o logótipo AMG está gravado na consola central dianteira.

Novo volante desportivo com design de três raios

O novo volante desportivo de três raios permite o controlo perfeito do veículo. Possui patilhas de mudanças, um contorno distinto revestido com pele perfurada na zona das mãos, e um relevo metálico com as letras AMG.

Outra especialidade típica da AMG é o painel de instrumentos AMG: informação sobre as rotações do motor, velocidade do veículo e muito mais aparecem em dois mostradores redondos clássicos no ecrã TFT a cores de alta resolução com 31,2 centímetros. A tipografia, os ponteiros em vermelho/prata, o velocímetro com a sua escala de 360 km/h e as letras "V12 BITURBO" no conta-rotações têm uma aparência específica da AMG. Quando abre a porta do condutor, aparece um ecrã inicial AMG no ecrã do lado direito, e aparece um S 65 AMG Coupé animado no painel de instrumentos.

Equipamento de série extenso com ecrã superior e teclado tátil

A vasta gama de equipamento standard do S 65 AMG Coupé inclui o ecrã superior e o teclado tátil. O ecrã superior projeta informação chave, tal como a velocidade do veículo, limites de velocidade, orientações de navegação, sinais de trânsito e informação do DISTRONIC PLUS no para-brisas. A visualização das rotações do motor e da velocidade engrenada é exclusiva da AMG. Em modo de transmissão Manual, é também projetada no para-brisas uma barra de mudanças e as velocidades possíveis. O ecrã a cores virtual, que mede 21 x 7 centímetros, parece flutuar sobre o capô a uma distância aproximada de dois metros do condutor. O teclado tátil inovador da Mercedes-Benz torna significativamente mais fácil operar o rádio, o telefone e o sistema de navegação. Em contraste com os sistemas convencionais, o ecrã tátil pode ser utilizado para operar todas as funções de informação e entretenimento. A área de input tem aproximadamente 6,5 x 4,5 centímetros e está integrada no apoio do braço com uma cobertura para o teclado.

Intelligent Drive: novos padrões de segurança

O S 65 AMG Coupé estabelece igualmente novos padrões em termos de segurança ativa e passiva: o que começou com o PRE-SAFE® há dez anos e continuou com o DISTRONIC PLUS está agora a evoluir para uma nova dimensão de condução. O conforto e a segurança fundiram-se num só. A Mercedes-Benz chama a isto Intelligent Drive. Os novos sistemas tornam o novo Classe S Coupé ainda mais confortável e seguro.

O equipamento de série do S 65 AMG Coupé inclui (seleção):

  • Câmara a 360°;
  • Assistente de estacionamento ativo com PARKTRONIC;
  • Sistema sound surround Burmester®;
  • Pack Assistência à condução Plus, incluí DISTRONIC PLUS com Assistente de Direção e Stop&Go Pilot, Travão PRE-SAFE®, BAS PLUS com Assistente de ângulo morto ativo, Assistente Ativo de Faixa de Rodagem e PRE-SAFE® PLUS;
  • Pack Conforto dos bancos para o condutor e para o passageiro dianteiro;
  • Estofos em pele suave AMG Exclusive;
  • KEYLESS-GO.

As encomendas do S 65 AMG Coupé podem ser efetuadas neste momento. O lançamento no mercado terá lugar no final de setembro. O valor de comercialização do S 65 AMG Coupé será a partir de 307.950€.

S 65_AMG_1_CopyS 65_AMG_2_Copy
 

CAMPEONATO BRASILEIRO DE JET SKY

 

ETAPA DE ABERTURA DA COPA SÃO PAULO DE
JET SKI SERÁ REALIZADA DE 29 A 31 DE AGOSTO

 A competição, que também é válida pela quarta e última etapa do Campeonato Brasileiro de Jet Ski – Grand Prix 2014, será disputada na Represa do Guarapiranga, em São Paulo.

 

A etapa de abertura da Copa São Paulo de Jet Ski será realizada de 29 a 31 de agosto, na Represa do Guarapiranga (av. Atlântica, 4.000, antiga Robert Kennedy), em São Paulo.  A competição, que também é válida pela quarta e última etapa do Campeonato Brasileiro de Jet Ski – Grand Prix 2014, reunirá os melhores pilotos do país e convidados do exterior. A segunda e última etapa da Copa São Paulo acontecerá de 19 a 21 de setembro, no mesmo local.

Luiz Marcelo Teixeira (Pardal), presidente da Associação Brasileira de Jet Ski (BJSA), lembra que a entidade já organiza o Campeonato Brasileiro há 27 anos e durante muito tempo também foi responsável pelo Campeonato Paulista. “Como temos o objetivo de promover cada vez mais a modalidade, estamos lançando a Copa São Paulo, em duas etapas nesta primeira edição. As disputas serão na Represa do Guarapiranga, que oferece excelentes condições técnicas e de infraestrutura. A pontuação também será válida pela última etapa do Brasileiro, o que deixa perspectivas de grandes disputas. A segunda etapa da Copa São Paulo será durante a Virada Esportiva, em setembro”, explicou.

Pardal explica que a Copa São Paulo deverá contar com a participação de pilotos dos Estado de São Paulo, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Goiás, Santa Catarina, Paraná, Distrito Federal, além de convidados do Uruguai, Paraguai e Argentina. “É importante lembrar que nesta etapa de agosto, também está em disputa as vagas para o Campeonato Mundial, que será realizado de 4 a 12 de outubro, em Lake Havasu, no Arizona (EUA). O Campeonato Brasileiro de Jet Ski – Grand Prix 2014 também define os pilotos que irão ao Mundial.

A programação da Copa São Paulo de Jet Ski começa no dia 29 com a recepção aos pilotos e acerto dos motores. Nos dias 30 e 31 serão realizadas as baterias, a partir das 10 horas. As categorias em disputa são as seguintes: Ski Stock, Ski GP, Runabout Aspirado, Runabout Turbo Stock, Runabout Turbo Estreante, Runabout Turbo Limited, Runabout Turbo GP, Super Course Turbo Estreante, Super Course Turbo Stock,  Super Course Turbo Limited, Super Course Turbo GP, Freestyle Estreante, Freestyle Pro e Freestyle Pro Open.

A Copa São Paulo de Jet Ski, que também é válida pela quarta etapa do Campeonato Brasileiro de Jet Ski – Grand Prix 2014 é uma realização da BJSA - Associação Brasileira de Jet Ski, com homologação da IJSBA - International Jet Sports Boating Association. Produção - CPM7 FULL PROMOTION. Apoio Oficial: PREFEITURA DE SÃO PAULO - ESPORTE LAZER E RECREAÇÃO / COORDENAÇÃO DAS SUBPREFEITURAS - CAPELA DO SOCORRO.  Parceria: KAWASAKI DO BRASIL, CASARINI SEADOO / BRP, YAMAHA DO BRASIL, JET TRACTION, SPETO IMPORTS, BETHJET, FULL POWER ENERGY, PHOTOJETSKI, BOMBARCO, PRAINHA BAR E RESTAURANTE e REVISTA BOAT SHOPPING. O evento conta com a Supervisão da MARINHA DO BRASIL e Apoio da GUARDA CIVIL METROPOLITANA E CORPO DE BOMBEIROS.Scremin2 Copy
 

MERCEDES BENZ CHALLENGE - BRASIL

Mercedes-Benz Challenge: Rspots Racing destaca otimismo antes da quarta etapa em Goiânia


As atividades começam nesta sexta-feira com a primeira sessão de treinos livres a partir das 13h10 e a corrida será no domingo às 12h10

 Depois da etapa de Curitiba (27/07), com uma semana apenas de intervalo, o Mercedes-Benz Challenge volta à ativa neste fim de semana (1º a 03 de agosto), quando será disputada a quarta etapa da temporada 2014 no remodelado Autódromo Internacional de Goiânia. O traçado, com extensão de 3.835 metros, vai receber pela segunda vez no ano a competição, a corrida anterior no circuito aconteceu em junho (06 a 08).

A etapa do próximo domingo é encarada com muito otimismo pela Rsports Racing. A equipe chefiada por Leandro Romera aproveitou pouco período de pausa para trabalhar intensamente e deixar os bólidos prontos. Os pilotos Fernando Amorim Junior (CLA Cup - nova categoria da competição, com os novíssimos modelos CLA 45 AMG da marca alemã), Victor Amorim, Cristian Mohr e Beto Rossi (C250 Cup - categoria que mantém na pista os Mercedes-Benz C250 Turbo) estão afiados para Goiânia.

Considerando as características do circuito de Goiânia, que conta com uma longa reta, Fernando Amorim (AMG CLA 45 #88) , vice-líder com 41 pontos, acredita que o desempenho obtido na última etapa disputada no circuito goiano credencia a Rsports Racing a obter mais um ótimo resultado na temporada.

"A expectativa é sempre disputar as primeiras posições, na última etapa em Goiânia fizemos a pole, então temos tudo para ser uma excelente prova da temporada. O trabalho da equipe foi intenso para deixar tudo preparado para esta etapa. Acredito que temos uma receita muito boa para o circuito, e por isso todos nós estamos otimistas para o próximo fim de semana", explica Fernando Amorim (Fiolux).

As atividades de pista começam na sexta-feira, com a realização do primeiro treino livre a partir das 13h10. Na manhã de sábado, os pilotos voltam à pista para um dia intenso que compreende o segundo treino livre e a sessão classificatória. A corrida que acontece no domingo às 12h10, terá transmissão ao vivo pelo portal Terra e pelo canal Bandsports, enquanto a RedeTV exibe o VT na íntegra a partir de 14h30 (horário de Brasília).

A equipe Rsports Racing conta com patrocínio da Fiolux, Serwal e Copimaq.

Programação - Etapa Goiânia:

Sexta-feira, 1o de agosto
10h00 - 10h15 - Shakedown Stock Car
11h30 - 12h10 - 1º Treino Livre (Grupo 1) Brasileiro de Turismo
12h20 - 13h00 - 1º Treino Livre (Grupo 2) Brasileiro de Turismo
13h10 - 14h10 - 1º Treino Livre Mercedes Benz Challenge CLA 45
14h20 - 15h20 - 1º Treino Livre Mercedes Benz Challenge C 250
15h30 - 16h10 - 1º Treino Livre (Grupo 1) Stock Car
16h20 - 17h00 - 1º Treino Livre (Grupo 2) Stock Car
17h15 - Foto oficial

Sábado, 2 de agosto
08h10 - 08h50 - 2o Treino Livre Brasileiro de Turismo
09h00 - 10h00 - 2º Treino Livre (Grupo 1) Stock Car
10h10 - 11h10 - 2º Treino Livre (Grupo 2) Stock Car
11h45 - 12h45 - 2º Treino Livre MB Challenge
13h20 - 13h40 - Classificação Turismo
14h00 - 15h00 - Classificação Stock
15h10 - 15h30 - Classificação MBC CLA 45
15h40 - 16h00 - Classificação MBC C250
16h45 - Largada Corrida 1 (25 min de prova + 1 volta) Brasileiro de Turismo
17h20 - 18h00 - Volta Rápida

Domingo, 3 de agosto
08h30 - Largada (35 min de prova + 1 volta) Brasileiro de Turismo
10h30 - Largada (50 min de prova + 1 volta) Corrida do Milhão Stock Car
12h10 - Largada Mercedes Benz Challenge (45 min de prova + 1 volta)
14h45 - 15h45 - Volta Rápida

Classificação do campeonato, após três etapas:

CLA AMG Cup (10 primeiros):
1) 77 Arnaldo Diniz Filho, Comark Racing, 53
2) 88 Fernando Amorim, Fiolux/Rsports Racing, 41
3) 32 Fernando Fortes, J. Star, 39
4) 77 Edson Coleho Jr, Comark Racing, 33
5) 88 Renan Guerra, Fiolux/Rsports Racing, 32
6) 11 Neto De Nigris, De Nigris/Europamotors, 28
7) 27 Claudio Dahruj, Comark Racing, 26
8) 71 Rodrigo Hanashiro, A. Mattheis, 25
9) 50 José Vitte, Cordova Motorsports, 24
10) 8 Eduar Merhy Neto ,Hitech Racing, 23

C250 Cup ( 12 primeiros)
1) 97 Luiz Sena Jr, WCR, 41
2) 21 Peter Michel Gottschalk, Paioli Racing, 38
3) 111 Marcos Paioli/Peter Gottschalk, Paioli Racing, 35
4) 3 Cristhian Mohr, Rsports Racing, 32
5) 22 Rafael Zapelini, Rodoerre Racing, 32
6) 90 Marcos Ramos, Center Bus Racing Team, 26
7) 12 Leo De Nigris, De Nigris/Europamotors, 26
8) 60 Cesar Urnhani, Center Bus Racing Team, 26
9) 52 Victor Amorim, Fiolux/Rsports Racing, 26
10) 44 Cesare Marrucci, Cordova Motorsports, 25
11) 25 Renato Camargo, De Nigris/Europamotors, 22
12) 13 Beto Rossi, Divena Racing/Rsports Racing, 19

C250 Cup - Master (cinco primeiros)
1) 111 Marcos Paioli/Petter Gottschalk, Paioli Racing, 48
2) 12 Leo De Nigris, De Nigris/Europamotors, 46
3) 90 Marcos Ramos, Center Bus Racing Team, 45
4) 25 Renato Camargo, De Nigris/Europamotors, 41
5) 13 Beto Rossi, Divena Racing/Rsports Racing, 40

Calendário 2014 - Mercedes-Benz Challenge

Etapa 1 - 25/05 - Interlagos (SP)
Etapa 2 - 08/06 - Goiânia (GO)
Etapa 3 - 27/07 - Curitiba (PR)

Etapa 4 - 03/08 - Goiânia (GO) - com a Corrida do Milhão *
Etapa 5 - 07/09 - Velopark (RS)
Etapa 6 - 19/10 - Curitiba (PR)
Etapa 7 - 15/11 - Ribeirão Preto (SP)*
Etapa 8 - 30/11 - Curitiba (PR)*
*junto com a Stock Car e as demais com a Copa Petrobras de Marcas




Luciano Santos/SigCom
Clique na imagem para fazer o Donwload...
#88 - Fernando Amorim Jr.
Alta | Web

Luciano Santos/SigCom
Clique na imagem para fazer o Donwload...
#52 - Victor Amorim
Alta | Web

Luciano Santos/SigCom
Clique na imagem para fazer o Donwload...
#3 - Cristian Mohr
Alta | Web

Luciano Santos/SigCom
Clique na imagem para fazer o Donwload...
# 13 - Beto Rossi
Alta | Web

Leonardo Cardoso/Sigcom
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Fernando Amorim e Victor Amorim com equipe Rsports Racing
Alta | Web

Leonardo Cardoso/Sigcom
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Cristian Mohr e Beto Rossi com equipe Rsports Racing
Alta | Web

 

NOVA "ARMA" DA RENAULT?

 

DIA D-30: O Renault Sport R.S. 01 LEVANTA O VÉU…

 

Há cerca de um mês revelámos os primeiros traços do futuro modelo de competição da Renault.

Hoje, revelamos o seu nome: Renault Sport R.S. 01.

Descubra a primeira imagem do Renault Sport R.S. 01 no seu elemento natural. O paddock.

Até ao próximo dia 27 de Agosto, no Salão de Moscovo, onde será finalmente revelado este espectacular automóvel de competição que será a futura estrela dos World Series by Renault.Teaser Renault_Sport_RS_01_Copy

 

MEO SUDOESTE

18º MEO Sudoeste


#Tusovives1x


DJs 2old4school e Yugo Dee dão música no MEO DJ Garden e no Milanesa Sunset Lounge.

Campismo grátis para portadores de passe abre já esta 6ª feira, 1 de Agosto.

Packs de passe + viagem + alojamento disponíveis. Todas a informações úteis no site oficial do Festival.


#TUSOVIVES1X
#MEOSW #6A10AGOSTO
#ZAMBUJEIRADOMAR
10 DIAS DE CAMPISMO GRÁTIS

 

www.meosudoeste.pt | www.facebook.com/meosudoeste

Falta precisamente uma semana para a Noite de Recepção ao Campista do MEO Sudoeste e as novidades não param de chegar. O campismo, grátis para portadores de passe para todos os dias do Festival, abre esta sexta-feira 1 de agosto.

Como vem sendo hábito, as novidades com vista a tornar a experiência dos festivaleiros cada vez mais inesquecível são uma das grandes preocupações e este ano foram criados dois novos espaços de forma a tornar todos os momentos do MEO Sudoeste ainda mais especiais:
 

  • MEO DJ Garden – a partir das 16:00, e até ao primeiro concerto do Palco MEO, este espaço dará as boas-vindas aos festivaleiros no recinto do Festival. Situado logo à entrada, juntará uma área de sombra composta por instalações artísticas com os sons assegurados pelo DJ 2old4school. Com música do funk ao reggae, passando pelo drum n’ bass e disco, será dele a banda sonora para os momento de relax no MEO DJ Garden. A juntar a isto regressa também a icónica roda gigante que permite sempre imagens únicas do ambiente do festival.
  • Milanesa Sunset Lounge – Um dos grandes momentos de todos os dias do MEO Sudoeste é o pôr-do-sol e para potenciar ainda mais esse momento, um espaço descontraído junto à ruina da Herdade da Casa Branca para que se possa aproveitar o fim do dia apenas com o mar no horizonte. Das 18:00 às 21:00, o espaço contará com a música chill out do DJ Yugo Dee.

Está também disponível no site do MEO Sudoeste toda a informação útil para 10 dias que prometem ser de festa. Transportes, novidades de recinto e campismo, horários dos concertos, cartaz, está tudo disponível, aqui.


À venda estão os packs de passe + viagem + alojamento. As opções são variadas. Entre elas, o X-Bus que inclui ainda estadia em área reservada no campismo do Festival. E também o novo TourBus MSW, um pack oferecido pela agência de viagens Cosmos que junta a viagem de autocarro ao passe para todos os dias do Festival. Para os Festivaleiros mais exigentes, existe ainda o SIT Fest Village com eco-suites, ar condicionado, serviço de limpeza, hot spot e área lounge no exterior dos quartos.
Todas as opções de packs para consulta aqui.




De 1 a 10 de agosto, as melhores férias do verão, com a melhor música do momento porque…

#TUSOVIVES1X!

Cartaz Completo:

 

De 1 a 5 de Agosto / Palco Super Bock Super Rock, Campismo:
Dia 1 – Kiss Kiss Bang Bang
Dia 2 – Pipa Afonso
Dia 3 – Henri Josh & Katorz pres KRASH
Dia 4 – DJ Paulo Jorge
Dia 5 – Noite Cidade: Meninos da Vadiagem
 
De 6 a 10 de Agosto:
MEO DJ Garden – 2old4school
Milaneza Sunset Lounge – Yugo Dee

6 de agosto / Noite de Receção ao Campista:
Palco MEO - Dimitri Vegas & Like Mike, Martin Garrix, Jay Hardway, Pedro Cazanova

Dia 7 de agosto
Palco MEO – Hardwell, Ellie Goulding, John Newman, Tom Odell, Miguel Araújo
Moche Room – Curadoria Orelha Negra: Orelha Negra, GROGNation, Dillaz, XEG, Dealema, Octa Push DJ Set, DJ Riot
Palco Santa Casa – Jimmy P, NGA

Dia 8 agosto
Palco MEO – Sebastian Ingrosso, Gentleman, 5-30, O Rappa, B4
Moche Room – Olivier Ingrosso, John Steven, Nelson Freitas, Dentinho
Palco Santa Casa – Melech Mechaya, Time for T.

Dia 9 de agosto
Palco MEO – Alesso, Seu Jorge, Jamie Cullum, Selah Sue, Yuri da Cunha
Moche Room – DJ Glue, Overule, Sensi, Zona 5
Palco Santa Casa – Diabo na Cruz, Los Waves

Dia 10 de agosto / Dia D
Palco MEO – David Guetta, Example, Benny Benassi, Kura, Karetus, Djeff Afrozila
Moche Room – Rui Vargas, DJ BL3ND, Miss Sheila, Dengaz
Palco Santa Casa – Asterisco Cardinal Bomba Caveira, Maria Bradshaw

 


 


 


 

DUNLOP FEZ ANÁLISE

 

Dunlop analisa primeiro semestre da temporada

 

Durante a pausa a meio da temporada do Campeonato do Mundo de Motociclismo, olhamos para os aspetos mais interessantes de 2014 sob a perspetiva dos pneus.

Tendências na escolha de pneus

Os pilotos arriscaram menos este ano. Analisemos quem escolhe o quê e por que o faz.

4@11@9@11@9@5xe" filled="f" stroked="f">image003.png@01CFABDF.D727A4F0" >Durante 2013, os seis principais pilotos do campeonato escolheram os mesmos pneus oito vezes em 17 corridas. Nesta época, até ao momento, a variedade é muito menor, com os seis principais pilotos a escolheram uma opção diferente apenas duas vezes.

Na Argentina, Luis Salom terminou em terceiro lugar, despois de ter eleito um composto suave (997) para o pneu traseiro, por comparação ao extra duro 067. O pneu 997 foi também a escolha de Rabat e Corsi em Mugello, que terminaram em primeiro e quarto lugares respetivamente, enquanto os restantes finalistas optaram pelo composto médio.

Clinton Howe, Diretor de Operações de Moto2 e Moto3 explica o motivo: “No ano passado o nosso objetivo era disponibilizar duas opções idênticas entre as quais os pilotos pudessem escolher. O nosso trabalho tem sido contínuo e neste momento estamos focados em aumentar a janela operacional dos nossos pneus. Isto significa que os pneus que temos atualmente em pista são muito mais versáteis do que eram há um par de anos atrás e que se adaptam a mais condições. Um piloto com experiência e que se sente confortável com os pneus, pode concentrar-se em otimizá-los, fazendo os ajustes necessários à sua moto, em vez de os mudar. As variáveis são menores se optarem por manter os pneus que já conhecem"

Duro e rápido

De uma maneira geral, os pneus de 2014 são "mais duros" do que os homólogos de 2013. Por norma, os pilotos evitavam pneus mais duros porque considerarem que tinham menos aderência ao piso, sendo "mais lentos" do que os macios. A vitória em Sachsenring foi alcançada com a mais recente geração de pneus estra duros e a corrida foi mais rápida em sete segundos do que a de 2013, onde se utilizaram compostos mais macios.

Conceito para a corrida – mais rápido que nunca

O trabalho de desenvolvimento da Dunlop é um processo contínuo no qual se integra rapidamente o feedback obtido durante as provas. Os testes na Ilha Phillip, que decorreram em março, resultaram na introdução, em junho, em todas as corridas dos novos pneus extra duros 25-067. Enquanto os pilotos estão concentrados no segundo semestre da época, a Dunlop já está a trabalhar nas especificações para 2015, tendo em vista melhorias futuras.

 

Sobre a Dunlop

A Dunlop é um dos principais fabricantes mundiais de pneus de altas e muito altas prestações, com um impressionante historial de êxitos em desportos motorizados. A Dunlop é o parceiro técnico da Suzuki Endurance, Honda TT Legends, Kawasaki e Honda e o único fornecedor de pneus para a Moto2 e Moto3.

A vasta experiencia da Dunlop em corridas deu lugar a tecnologias inovadoras aplicadas a pneus desenhados para a condução diária. 2013 foi o 125º aniversário da Dunlop e a introdução do nosso fundador de pneus.

Os pneus Dunlop estavam na mota que ganhou o primeiro campeonato de 500cc em 1949 e dominou as competições durante as décadas seguintes. Em 1991 uma mota de Superbikes com pneus Dunlop ganhou o primeiro de três campeonatos consecutivos do Mundo e em 2008 Marco Simoncelli escolheu pneus Dunlop, fazendo a vitória número 200 da Dunlop num Grande Prémio na categoria 250cc, numa fase em que a Dunlop conseguiu 17 Campeonatos do Mundo.

Em 2010 a Dunlop tornou-se no único fornecedor oficial de Moto2 e em 2012 também de Moto3. As corridas de resistência têm sido dominadas pelos pilotos e equipas Dunlop, com nove títulos mundiais dos 11 disputados desde 2002. Os pneus para corrida da Dunlop são o equipamento original de muitas marcas líderes do mundo das duas rodas como Honda, Kawasaki, KTM e Suzuki.

Para mais informações sobre a Dunlop e os seus produtos, visite www.dunlop-tires.com ou as nossas contas de Twitter e Facebook.

 502296 Copy522922 Copy522991 Copy

 

CASSTANON BISOU EM PAÇOS DE FERREIRA

 

Castañon bisa novamente com o Norma da Torres Rally Team

 

O Espanhol Pedro Castañon ‘bisou’ no Campeonato Nacional de Montanha, alcançando nova vitória, desta feita na Rampa Capital do Móvel em Paços de Ferreira.

 

A “Torres Rally Team” voltou a alugar a sua barchetta à ‘Comval Racing’ para nova participação no referido campeonato, tendo esta equipa sido responsável pela afinação do Norma M20 FC em termos de ‘Setup’. Tal como é habitual, a ‘MCO Racing Team’, o preparador da viatura da equipa Aveirense, esteve presente para colaborar na assistência em prova.

Aos comandos do Norma M20 FC da “Torres Rally Team”, o piloto de Santiago de Compostela voltou a impor-se à concorrência, e subiu ao lugar mais alto do pódio, reforçando assim a liderança do CNM.

 

Castañon começou por ser o mais rápido na subida de treinos inaugural, mas na segunda foi surpreendido pelo seu principal adversário. 

A história da corrida iniciava-se com o melhor tempo do piloto Espanhol nas duas subidas inaugurais, tendo inclusive fechado o cronómetro em 1.56,028s na segunda subida, marca que viria a ser a melhor desta edição da Rampa de Paços de Ferreira. 

Enquanto isso, o seu principal opositor sofreu um ligeiro revés mecânico, demonstrando que o nosso Norma tem a fiabilidade e a performance necessária para obter o melhor resultado final. Para isso investimos em ‘Know How’ e meios para o poder alcançar.

Faltava apenas disputar a derradeira subida de prova, mas a confortável margem até aqui conquistada ‘aconselhava’ a um andamento um pouco mais moderado. Assim, foi sem surpresa que viu o seu principal adversário ser o mais rápido, mas nada que pudesse fazer perigar a conquista da segunda vitória consecutiva de Pedro Castañon no Nacional de Montanha 2014.

 

“Gostamos muito deste Champanhe! E há marcas que nos inspiram...,” declarou Carlos J Torres.

 

A “Torres Rally Team” regressa no primeiro fim-de-semana de Setembro ao Nacional de Montanha, para disputar a Rampa do Caramulo.Foto Rampa_de_Paos_de_Ferrereira_2014_Torres_Rally_Team_Pedro_Castanon_Copy

 

CAMPOS JÁ TESTOU 208 NA MADEIRA

 

Miguel Campos já testou o Peugeot 208 T16 R5 na Madeira

Equipa muito motivada para começar o Rali Vinho da Madeira

Miguel Campos e Victor Calado estão a postos para competirem na edição deste ano do Rali Vinho da Madeira. A dupla do Peugeot 208 T16 R5 realizou uma derradeira sessão de testes em que procurou as melhores afinações para abordar os exigentes troços madeirenses com toda a competitividade.

Piloto e co-piloto estiveram com a equipa técnica da PA Racing na zona de Porto Moniz, onde realizaram cerca de 30 quilómetros com o novíssimo Peugeot 208 T16 R5 com que vão participar no Rali Vinho da Madeira. Durante esta sessão, foram testadas inúmeras soluções ao nível da suspensão, travões, chassis, entre outras.

“O dia de hoje foi bastante produtivo. Não só pudemos confirmar todo o potencial que o carro tem, e que já tínhamos sentido após os primeiros quilómetros em Itália, como fizemos um trabalho na procura do melhor compromisso para tornar o Peugeot 208 competitivo para o rali”, afirmou Miguel Campos.

“Conseguimos experimentar diferentes afinações nos amortecedores, molas com vários tipos de dureza, trabalhámos ao nível da repartição de travagem e dos alinhamentos do chassis. Correu tudo bem. Partimos da excelente base que é o Peugeot 208. Agora resta-nos esperar pelo primeiro dia de competição. Estamos confiantes que temos tudo para lutar pelos primeiros lugares”, sublinhou o piloto de Famalicão.

O Rali Vinho da Madeira começa na próxima sexta-feira e termina no domingo. Logo no primeiro dia as equipas disputam duas classificativas. No total, são 18 as especiais que totalizam o percurso da edição deste ano do Rali Vinho da Madeira. A prova organizada pelo Club Sports da Madeira é pontuável para o Troféu Europeu de Ralis e para os campeonatos nacional e regional da especialidade.fotografia 3_Copyfotografia 5_Copyfotografia Copy

 

CAMPEONATO BRASILEIRO DE TURISMO

Brasileiro de Turismo: J.Star Racing está preparada para segunda rodada dupla em Goiânia


Primeiro treino será na sexta (1º). O classificatório acontece neste sábado, 2 de agosto às 13h20 e a primeira corrida às 16h45. Já a segunda prova será neste domingo às 8h30, com transmissão da Rede TV!

A capital de Goiás recebe neste fim de semana pela segunda vez consecutiva o calendário do Campeonato Brasileiro de Turismo. Os pilotos da J.Star Racing, Fernando Fortes e Rodrigo Pimenta, irão em busca de garantir o maior número de pontos na rodada dupla válida pela quarta etapa da temporada. A programação começa na sexta-feira, dia 1º, com primeiro treino livre das 11h30 às 13h, para o grupo 1 e grupo 2 da competição, no circuito de 3.835 metros de extensão.

Depois da estreia da competição no autódromo de Goiânia em junho, o campeonato de turismo retorna para mais uma corrida no sábado às 16h45 para 25 minutos de prova e mais uma volta e, outra bateria no domingo às 8h30 com duração de 35 minutos de prova e mais uma volta. A categoria de acesso a Stock Car tem calendário composto de oito etapas, passando por sete cidades brasileiras.

O paulistano Rodrigo Pimenta (#7) está preparado para enfrentar a maratona de treinos e corrida dupla em Goiânia. "Não parei de treinar, como pratico tênis nas horas vagas o condicionamento se manteve. Estou bem", contou o piloto. "Temos que acertar o carro e ser rápido desde o início. A estratégia será perder o mínimo de tempo para aproveitar ao máximo os treinos", destaca.

A etapa do Campeonato Brasileiro de Turismo marcará o final da primeira metade da temporada. "Todos estarão mais preparados e rápidos que na primeira etapa em Goiânia, precisamos estar também e diminuir a diferença. Será um desafio", garante Rodrigo Pimenta. Tive uma primeira metade de temporada de pouca sorte, espero que na próxima as coisas mudem de lado", finaliza.

No outro veículo preparado pelo time da J.Star Racing está o piloto Fernando Fortes (#32), que vem de uma vitória na pista de Goiânia, no dia 08 de junho, pelo Mercedes-Benz Challenge (categoria AMG CLA Cup). "Estou animado para a etapa, me identifiquei bastante com o circuito e espero conseguir repetir o bom desempenho e brigar pelas primeiras posições", contou o piloto de São Bernardo do Campo/SP.

A equipe J.Star Racing conta com patrocínio da IPQ Instituto de Psiquiatria, Schahin, PPG, IbPré, DMP Sistemas, MADIS, Yuny, Unitalo - Centro Universitário Ítalo Brasileiro, AC Delco, Constructiva Engenharia, Malas Cruzeiro, Atua Construtora, Colonial Rodas, Benfica, Alpina, Vivamil, Technology ClimSystem, Lanali Análises de Alimentos, Palmali, Frango Delícia e Motul Óleos Lubrificantes.

Programação Campeonato Brasileiro de Turismo - Etapa Goiânia:

Sexta-feira, 1o de agosto
10h00 - 10h15 - Shakedown Stock Car
11h30 - 12h10 - 1º Treino Livre (Grupo 1) Brasileiro de Turismo
12h20 - 13h00 - 1º Treino Livre (Grupo 2) Brasileiro de Turismo
13h10 - 14h10 - 1º Treino Livre Mercedes Benz Challenge CLA 45
14h20 - 15h20 - 1º Treino Livre Mercedes Benz Challenge C 250
15h30 - 16h10 - 1º Treino Livre (Grupo 1) Stock Car
16h20 - 17h00 - 1º Treino Livre (Grupo 2) Stock Car
17h15 - Foto oficial

Sábado, 2 de agosto
08h10 - 08h50 - 2o Treino Livre Brasileiro de Turismo
09h00 - 10h00 - 2º Treino Livre (Grupo 1) Stock Car
10h10 - 11h10 - 2º Treino Livre (Grupo 2) Stock Car
11h45 - 12h45 - 2º Treino Livre MB Challenge
13h20 - 13h40 - Classificação Turismo
14h00 - 15h00 - Classificação Stock
15h10 - 15h30 - Classificação MBC CLA 45
15h40 - 16h00 - Classificação MBC C250
16h45 - Largada Corrida 1 (25 min de prova + 1 volta) Brasileiro de Turismo
17h20 - 18h00 - Volta Rápida

Domingo, 3 de agosto
08h30 - Largada (35 min de prova + 1 volta) Brasileiro de Turismo
10h30 - Largada (50 min de prova + 1 volta) Corrida do Milhão Stock Car
12h10 - Largada Mercedes Benz Challenge (45 min de prova + 1 volta)
14h45 - 15h45 - Volta Rápida

Calendário de 2014 do Campeonato Brasileiro de Turismo:

Etapa 1 - 23 de março - Interlagos/SP (rodada dupla)
Etapa 2 - 13 de abril - Santa Cruz do Sul/RS
Etapa 3 - 01 de junho - Goiânia/GO*

Etapa 4 - 03 de agosto - Interlagos/SP - Corrida do Milhão (Stock Car)*
Etapa 5 - 17 de agosto - Cascavel/PR
Etapa 6 - 31 de agosto - Curitiba/PR*
Etapa 7 - 14 de setembro - Nova Santa Rita/RS-Velopark*
Etapa 8 - 02 de novembro - Tarumã - Viamão/RS
*rodada dupla


Luciano Santos/SigCom
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Categoria repete rodada dupla em Goiânia (GO)
Alta | Web

Luciano Santos/SigCom
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Previsão é de calor para o final de semana
Alta | Web

Luciano Santos/SigCom
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Piloto Rodrigo Pimenta
Alta | Web

Luciano Santos/SigCom
Clique na imagem para fazer o Donwload...
#32 Fortes_J.Star Racing
Alta | Web

Luciano Santos/SigCom
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Piloto Fernando Fortes
Alta | Web

Luciano Santos/SigCom
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Equipe paulista espera bons resultados na quarta etapa
Alta | Web

Luciano Santos/SigCom
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Equipe J.Star Racing no grid em Goiânia (junho)
Alta | Web

Luciano Santos/SigCom
Clique na imagem para fazer o Donwload...
#32 Fortes_J.Star
Alta | Web

 

1º TROFEU KAWASAKI

 

I Troféu Kawasaki com corridas únicas no “Nacional” de Supercross

 

Depois do Motocross os concorrentes da competição monomarca enfrentam agora duas provas de Supercross

 

Cumpridas as cinco primeiras jornadas do I Troféu Kawasaki MX/SX Santander, os concorrentes da competição unicamente reservada a motos da marca japonesa voltam-se agora para a técnica modalidade de Supercross com duas rondas de elevado espetáculo.

Ao contrário do inicialmente previsto, causa-efeito da anulação do Supercross de Oliveira de Santa Maria, o I Troféu Kawasaki MX/SX Santander dá entrada no “Nacional” de Supercross já no próximo Sábado, 2 de Agosto, na clássica pista de Poutena. Uma semana mais tarde será em Fafe que o “pelotão” cumprirá a derradeira prova de Supercross do Troféu.

A organização do I Troféu Kawasaki MX/SX Santander e a Federação de Motociclismo de Portugal concordaram em realizar uma manga única e conjunta para pilotos inscritos na competição monomarca e inseridos nas categorias SX1 e SX2, sendo os pontos atribuídos posteriormente e de acordo com a classificação da classe em que o piloto participa. Esta manga será disputada a seguir às meias-finais das classes SX1 e SX2 e terá a duração de 10 minutos + 2 voltas. Quanto aos pilotos mais novos, a corrida de Mini SX será nos moldes habituais, ou seja, de acordo com as mangas a contar para o Campeonato Nacional.

Se és fã e portador de uma Kawasaki vem desfrutar da fantástica modalidade de Supercross noturno e “colorir” de verde as pistas nacionais!Ambiente Trofu_Kawasaki_2014_2_CopyMarco Sampaio_Trofu_Kawasaki_2014_Copy

 

CAMPEONATO BRASILEIRO DE TURISMO

 

Brasileiro de Turismo: Tito Morestoni estreia na Rsports Racing, neste final de semana, em Goiânia


Piloto catarinense de 27 anos é o mais novo integrante da equipe do ABC paulista para esta temporada

 A expectativa do piloto Tito Morestoni é grande para este domingo, dia 3, na quarta etapa da temporada 2014 do Campeonato Brasileiro de Turismo, no Autódromo Internacional de Goiânia, para a terceira rodada dupla do calendário. Tito é catarinense de Blumenau e está confiante por estar em uma equipe de peso, como a Rsports Racing e, sobretudo, poder contar com as dicas e a experiência do chefe de equipe Leandro Romera e ex-piloto da competição.

"Estou bem ansioso para experimentar andar com um carro desenvolvido pela Rsports, pois é chefiada por um ex-piloto que já andou na categoria e em outros carros semelhantes. Ele é bem focado no automobilismo, com muita seriedade, tem demonstrado bastante competência e profissionalismo, mesmo sendo uma equipe nova na modalidade", destaca Morestoni.

Tito que conta com patrocínio da CCJ Turismo e Harsil Corretora de Seguros, já conhece a pista de Goiânia e pilotará o carro #3 pela categoria de acesso à Stock Car. "Espero ser competitivo no final de semana e minha expectativa para a rodada dupla é de conquistar bons resultados", afirma o competidor, que vem de temporadas de sucesso nas pistas de terra e já conta com título de campeão em corrida de velocidade.

O piloto ingressou no automobilismo em 2008, em pistas de terra em Santa Catarina. Correu de 2008 até 2011 na terra, com veículo Opala, fazendo algumas participações no asfalto, na Copa Pinhais com um Omega. Em 2011, fez sua estreia na Copa Chevrolet Montana, prova de turismo brasileiro. "Comecei a participar do campeonato e dei continuidade no Brasileiro de Turismo, que é o sucessor da categoria", disse o Tito Morestoni.

O catarinense substitui o piloto Pedro Boesel na composição da equipe. "Nessa pausa do campeonato, o Pedro não conseguiu viabilizar a participação dele no restante do campeonato e liberou a vaga para outro piloto. Nós da Rsports, somos extremamente grato a ele por toda confiança, profissionalismo e trabalho desenvolvido conosco", explica Leandro Romera. "Agora vamos receber o Tito, que na minha opinião, é um piloto que tem toda capacidade para disputar o campeonato", conclui o chefe de equipe, que juntamente com os colaboradores do time, irá se concentrar no restante da temporada.

Líder no campeonato é o companheiro de equipe

Edson Coelho Junior é outro componente da Rsports Racing que comanda o carro de número (#88) e é o líder do campeonato com 75 pontos. "Etapas de rodada dupla são sempre muito importantes e é essencial manter uma boa consistência nos resultados. Levando em conta os bons resultados que já tivemos nessa pista, somados ao trabalho considerável da Rsports no carro desde então, minha expectativa é a melhor possível", conta o piloto de Belo Horizonte (MG). "Acredito muito na possibilidade da nossa primeira vitória vir nesse fim de semana e farei o máximo para que isso se concretize", finaliza.

O Campeonato Brasileiro de Turismo está em sua terceira edição e é conta com oito etapas, neste final de semana acontecerão, paralelamente, a Corrida do Milhão do Circuito Nova Skin Stock Car e a Mercedes-Benz Challenge.

Programação Campeonato Brasileiro de Turismo - Etapa Goiânia:

Sexta-feira, 1o de agosto
10h00 - 10h15 - Shakedown Stock Car
11h30 - 12h10 - 1º Treino Livre (Grupo 1) Brasileiro de Turismo
12h20 - 13h00 - 1º Treino Livre (Grupo 2) Brasileiro de Turismo
13h10 - 14h10 - 1º Treino Livre Mercedes Benz Challenge CLA 45
14h20 - 15h20 - 1º Treino Livre Mercedes Benz Challenge C 250
15h30 - 16h10 - 1º Treino Livre (Grupo 1) Stock Car
16h20 - 17h00 - 1º Treino Livre (Grupo 2) Stock Car
17h15 - Foto oficial

Sábado, 2 de agosto
08h10 - 08h50 - 2o Treino Livre Brasileiro de Turismo
09h00 - 10h00 - 2º Treino Livre (Grupo 1) Stock Car
10h10 - 11h10 - 2º Treino Livre (Grupo 2) Stock Car
11h45 - 12h45 - 2º Treino Livre MB Challenge
13h20 - 13h40 - Classificação Turismo
14h00 - 15h00 - Classificação Stock
15h10 - 15h30 - Classificação MBC CLA 45
15h40 - 16h00 - Classificação MBC C250
16h45 - Largada Corrida 1 (25 min de prova + 1 volta) Brasileiro de Turismo
17h20 - 18h00 - Volta Rápida

Domingo, 3 de agosto
08h30 - Largada (35 min de prova + 1 volta) Brasileiro de Turismo
10h30 - Largada (50 min de prova + 1 volta) Corrida do Milhão Stock Car
12h10 - Largada Mercedes Benz Challenge (45 min de prova + 1 volta)
14h45 - 15h45 - Volta Rápida

Classificação do campeonato, após cinco corridas e três etapas:

1) Edson Coelho Jr, 75 pontos
2) Guilherme Salas, 74
3) Pedro Boesel, 73
4) Márcio Campos, 70
5) Raphael Abbate, 67
6) Marco Cozzi, 53

Calendário de 2014 do Campeonato Brasileiro de Turismo:

Etapa 1 - 23 de março - Interlagos/SP (rodada dupla)
Etapa 2 - 13 de abril - Santa Cruz do Sul/RS
Etapa 3 - 01 de junho - Goiânia/GO*

Etapa 4 - 03 de agosto - Interlagos/SP - Corrida do Milhão (Stock Car)*
Etapa 5 - 17 de agosto - Cascavel/PR
Etapa 6 - 31 de agosto - Curitiba/PR*
Etapa 7 - 14 de setembro - Nova Santa Rita/RS-Velopark*
Etapa 8 - 02 de novembro - Tarumã - Viamão/RS
*rodada dupla


 

ARC NA MADEIRA

 

Rali Vinho da Madeira 2014

 

 

 

ARC SPORT QUER LUTAR PELO PÓDIO

 

 

Ricardo Moura e Adruzilo Lopes felizes por voltar à Madeira

 

 

 

O Rali Vinho da Madeira é sempre uma das mais exigentes provas de asfalto para qualquer equipa. Consciente das dificuldades que irá encontrar, a ARC Sport está no entanto confiante que Ricardo Moura e Adruzilo Lopes possam arrancar um bom resultado.

 

O tricampeão nacional Ricardo Moura vai ter a oportunidade de testar o Ford Fiesta R5 nas exigentes especiais madeirenses. Tendo, como é habitual, António Costa a seu lado, o piloto está feliz por voltar a correr numa ilha que também lhe diz muito.

 

É uma enorme satisfação estar de regresso à Madeira, depois de não ter participado em 2013. É um rali que adoro, disputado junto de pessoas fantásticas. Esta prova tem um significado especial, pois a minha mãe é madeirense, e foi aqui que obtive o meu primeiro título nacional, na altura do Grupo N, em 2010. Esta é apenas a segunda prova em asfalto que disputamos com o Ford Fiesta R5, mas estamos a trabalhar para sermos competitivos, de modo a poder lutar por um lugar no pódio. Um agradecimento especial à Fábrica de Tabaco Estrela, à Empresa Madeirense de Tabacos, à Socicorreia e à organização da prova, por terem viabilizado a nossa presença na Madeira”, disse Ricardo Moura.

 

Adruzilo Lopes, que terá a seu lado Vasco Ferreira, marca mais uma presença no Rali Vinho da Madeira. Com o Subaru Impreza R4, o piloto vai tentar lutar pelo melhor resultado possível.

 

Vamos tentar fazer o melhor rali possível, focados no Campeonato Nacional de Ralis. Esta é a primeira vez que corro na Madeira sem a presença de concorrentes estrangeiros, mas voltar a esta ilha é sempre um prazer, pois este é um rali com características únicas. Acreditamos que vamos conseguir um bom resultado”, concluiu Adruzilo Lopes.

 

 

 

A ARC Sport regressa a uma ilha que tão bem conhece. As perspectivas da equipa de Aguiar da Beira são as melhores.

 

Esperamos lutar pelos lugares do pódio. Contamos com excelentes pilotos e, como é habitual, a nossa equipa tem tudo em condições para que o Rali Vinho da Madeira possa vir a ser um sucesso”, afirmou Augusto Ramiro.

 

A edição de 2014 do Rali Vinho da Madeira conta com 18 Provas Especiais de Classificação, divididas entre os dias 1 e 3 de Agosto. Um rali de asfalto muito competitivo que procura regressar aos caminhos do êxito que já conheceu.

 ARC Sport_-_Rali_de_Guimaraes_-_Adruzilo_Lopes_01_CopyARC Sport_-_Ricardo_Moura_Copy

 

RAMPA CAPITAL DO MÓVEL - PAÇOS DE FERREIRA

RAMPA CAPITAL DO MÓVEL

 

GRUPO DE IMAGENS

 

 

Imagens da primeira subida de prova da Rampa Capital do Móvel - Paços de Ferreira.

 

Fotos de João Raposo -

 

FOX 9811_CopyFOX 9812_CopyFOX 9813_CopyFOX 9814_CopyFOX 9815_CopyFOX 9816_CopyFOX 9817_CopyFOX 9819_CopyFOX 9820_CopyFOX 9821_CopyFOX 9822_CopyFOX 9823_CopyFOX 9825_CopyFOX 9826_CopyFOX 9827_CopyFOX 9828_CopyFOX 9829_CopyFOX 9830_CopyFOX 9831_CopyFOX 9832_CopyFOX 9833_CopyFOX 9834_CopyFOX 9835_CopyFOX 9836_CopyFOX 9837_CopyFOX 9838_CopyFOX 9839_CopyFOX 9841_CopyFOX 9842_CopyFOX 9843_CopyFOX 9844_CopyFOX 9845_CopyFOX 9846_CopyFOX 9848_CopyFOX 9849_CopyFOX 9850_CopyFOX 9851_CopyFOX 9852_CopyFOX 9852_CopyFOX 9853_CopyFOX 9854_CopyFOX 9855_CopyFOX 9857_CopyFOX 9858_CopyFOX 9859_CopyFOX 9861_CopyFOX 9862_Copywww.velocidadeonline.com

 

 

F1 AQUECE....

 

Depois das férias, nada será com dantes

O Mundial de Fórmula 1 termina a 23 de novembro, em Abou Dhabi, no circuito de Yas Marina. Tem o aliciante pormenor de os pontos serem a dobrar, o que trará ainda mais emoção à prova.
Rosberg e Hamilton têm dominado a temporada
Foto: SAPO Desporto

Rosberg e Hamilton têm dominado a temporada

Por Evandro Delgado 

O Grande Prémio da Hungria veio trazer a espetacularidade que já se julgava perdido nesta temporada de Fórmula 1. Pela primeira vez esta época os dois Mercedes foram batidos e apenas um piloto subiu ao pódio. A espetacular vitória de Daniel Ricciardo arrrancada nas últimas voltas do circuito de Hungaroring, a brilhante corrida de Lewis Hamilton e o excelente segundo lugar de Fernando Alonso mostrou que a segunda metade da época da Fórmula promete. As equipas vão de férias e só voltam para o Grande Prémio da Bélgica, marcado para o dia 24 de agosto.

A vitória de Daniel Ricciardo da Red Bull (ja tinha ganho o GP do Canadá, batendo Nico Rosberg que teve problemas no seu monolugar, numa prova onde Hamilton abandonou com problemas de travões), coloca o jovem piloto australiano na luta pelo título e dá alento a uma época que tem sido dominada pelos dois carros da Mercedes: Nico Rosberg é primeiro no mundial de pilotos, com 202 pontos, com Hamilton em segundo com 191. Seguem Daniel Ricciardo da Red Bull com 131 e Fernando Alonso da Ferrari com 115.

Além da vitória de Ricciardo na Hungria, assistiu-se ao romper de relações entre Lewis Hamilton e Nico Rosberg. Os dois pilotos sempre foram amigos, desde os tempos do em que competiam juntos no karting mas a sua convivência na equipa alemã fez deteriorar a relação. A “gota de água” foi a decisão de Hamilton desobedecer as ordens da equipa para deixar passar Rosberg. O piloto alemão tinha de mudar de pneus macios para as últimas voltas onde contava atacar a vitória mas Hamilton não acedeu a abrandar para facilitar a vida a Rosberg, que verdade seja dita, nunca esteve perto o suficiente para ultrapassar o inglês. Hamilton questionou a equipa que decidiu acabar com as ordens e deixar os pilotos lutarem pela vitória no Mundial. Foi também a primeira vez esta época que Rosberg terminou e não foi ao pódio.


Após uma corrida louca, com duas entradas do Safety-car em pista e com chuva no início da prova, os Mercedes mostraram que não são imbatíveis. Se Hamilton fez uma recuperação épica, partindo da boxes para terminar em terceiro, o mesmo não se pode dizer de Rosberg: o alemão conseguiu a pole, ganhou vantagem cedo mas depois não soube gerir melhor a corrida. Nas últimas duas voltas, depois de alcançar Hamilton, e mesmo com melhores pneus, não foi capaz de ultrapassar o inglês e ganhar mais vantagem no Mundial.

A Williams, que vinha de excelentes resultados, com dois pódios do finlandês Valterri Bottas (um segundo lugar na Alemanha e um terceiro lugar em Inglaterra) pagou o preço das más decisões na escolha dos pneus e acabou com Massa no 5.º lugar e Bottas no oitavo posto.

A próxima corrida, em Spa-Francorchamps na Bélgica, poderá ser decisiva para ver se as outras equipas conseguem aproximar-se da Mercedes. A Ferrari parece estar a recuperar terreno (Alonso foi 2.º e Raikkonen 6.º no último Grande Prémio), as provas de Ricciardo mostram que os Red Bull podem ser competitivos e dar luta aos Mercedes. E há que contar com os Williams de Bottas e Massa (se não tiver os azares que tem tido), equipados com unidades de energia Mercedes, que já mostraram ser muito rápidos.

A seguir a Bélgica, ficam a faltar apenas sete provas, com destaque para o regresso da Rússia ao Mundial de Fórmula 1, numa prova a ter lugar no circuito de Sochi. Espera-se que em Interlagos volta a haver chuva para trazer espetacularidade à prova, como tem havido nos últimos anos.


O Mundial de Fórmula 1 termina a 23 de novembro, em Abou Dhabi, no circuito de Yas Marina. Tem o aliciante pormenor de os pontos serem a dobrar, o que trará ainda mais emoção à prova.

O que resta do Mundial de Fórmula 1

24 de agosto, Bélgica, Spa-Francorchamps
07 de setembro, Itália, Monza
21 de setembro, Singapura, Marina Bay
5 de outubro, Japão, Suzuka
12 de outubro, Rússia, Sochi
02 de novembro, Estados Unidos, Austin
09 de novembro, Brasil, Interlagos
23 de novembro, Abou Dhabi, Yas Marina

 

Fonte : Sapo Desporto - Evandro Delgado

 

 

NOVO CLASSE V DA MERCEDES

 

Novo Classe V da Mercedes-Benz

 

A Mercedes-Benz está a redefinir o segmento dos monovolumes com o novo Classe V. Sendo um dos mais recentes membros da família de veículos de passageiros da marca, estabelece novas referências no seu segmento ao nível do design e das suas inovações. O novo Classe V combina espaço e capacidade até oito pessoas e uma funcionalidade exemplar, com a atração de uma classe superior, conforto e um prazer de condução eficiente e seguro tão característico dos veículos Mercedes-Benz. Isto torna o Classe V, entre todos os monovolumes, no veículo perfeito para todos aqueles que apreciam espaço, mas que não querem deixar o estilo e o conforto de lado. Quer seja num dia de compras, numa viagem familiar ou numas longas férias com amigos, quer seja no transporte de convidados ilustres para um evento de gala, o novo Classe V oferece uma flexibilidade surpreendente em termos de utilização do interior e sempre em grande estilo.

 

“Com o novo Classe V, estamos a expandir a nossa gama de veículos de passageiros premium da Mercedes-Benz com um veículo até oito pessoas,” afirma Dr. Dieter Zetsche, Presidente do Conselho de Administração da Daimler AG e Responsável pela Mercedes-Benz Cars Division. "A funcionalidade é obrigatória para um monovolume. O conforto e o estilo são a cereja no topo do bolo. O novo Classe V combina ambos os conceitos de um modo que nenhum outro veículo deste segmento consegue oferecer.”

 

 

Emocionante e dinâmico – tamanho numa nova forma

“O novo Classe V comprova que uma aparência elegante e dinâmica também é possível em tamanho XXL,” afirma Volker Mornhinweg, Responsável pela Mercedes-Benz Vans. “O Classe V é um veículo versátil que oferece valor, eficiência e segurança ao mais alto nível. Como resultado, dirigimo-nos a grupos de clientes completamente novos — incluindo pessoas que necessitam de um espaço generoso mas que nunca quiseram conduzir um monovolume. 

 

Mercedes-Benz Intelligent Drive – segurança exemplar

Um nível elevado de conforto e um padrão exemplar de segurança são assegurados por um total de onze sistemas tecnologicamente avançados de assistência à condução, tais como o radar, câmara e sensores de ultrassons, que também foram introduzidos nos novos Classe E e Classe S com a designação de "Mercedes-Benz Intelligent Drive". O equipamento de série inclui o Crosswind Assist (Assistente de ventos laterais), ajudando a estabilizar o Classe V em situações com ventos laterais fortes, e o ATTENTION ASSIST, que alerta o condutor para casos de distração e sonolência. O Active Parking Assist, (Assistente de estacionamento ativo) está disponível como opção, tornando o estacionamento do novo monovolume tão fácil e conveniente como estacionar um veículo compacto.

 

Outras opções disponíveis incluem a câmara a 360°, controlo de velocidade adaptável DISTRONIC PLUS, COLLISION PREVENTION ASSIST, Traffic Sign Assist com função de aviso do itinerário, Assistente de mudança de faixa, Assistente de ângulo morto, Sistema de iluminação inteligente por LED e Assistente de máximos adaptáveis. A maior parte destes sistemas de assistência está disponível neste segmento pela primeira vez.

 

O sistema PRE-SAFE®, familiar dos modelos de passageiros, está disponível como opção para melhorar ainda mais a segurança. Quando existe um risco de acidente, inicia medidas de proteção para assegurar que os cintos e os airbags oferecem a melhor proteção durante uma colisão.

 

 

 

Eficiência superior: desempenho de seis cilindros com consumo de quatro cilindros

Nesta fase de lançamento no mercado, o novo Classe V apresenta a nova motorização 250 BlueTEC de quatro cilindros, com um avançado sistema de turbocompressão de duas fases, com bastante sucesso na gama. O V 220 CDI desenvolve 120 kW (163 cv) e 380 Nm. Isto representa um aumento de 20 Nm sobre o seu antecessor – mas com uma redução aproximada de dois litros no consumo de combustível. Com um consumo de combustível de apenas 5,7 lt/100 km e emissões de CO2 de 149 g /km, o V 220 CDI ocupa uma posição de liderança absoluta no segmento.

 

Com uma potência de 140 kW (190 cv) e um binário máximo de 440 Nm, o novo motor V 250 BlueTEC apresenta uma enorme disponibilidade, sendo perfeitamente comparável à motorização V6 do antecessor. Nas fases de aceleração, estão disponíveis 10 kW e 40 Nm adicionais ("overboost"). Como resultado, o modelo topo de gama desenvolve 150 kW (204 cv) e um binário máximo de 480 Nm. O V 250 BlueTEC acelera de 0 a 100 km/h nuns impressionantes 9,1 segundos. Ao mesmo tempo, o modelo de topo proporciona uma viagem extremamente confortável com um elevado nível de insonorização no habitáculo.

 

Com o consumo de combustível significativamente reduzido, a partir de apenas 6,0 lt/100 km (157 g de CO2/km), o motor 250 BlueTEC consome menos 28% de combustível quando comparado com a motorização de seis cilindros da anterior geração, mantendo a mesma performance.

 

Novo padrão de agilidade e prazer de condução

Para melhorar o prazer de condução pessoal, o Classe V é o único veículo no seu segmento a oferecer a função AGILITY SELECT em conjunto com a transmissão automática. Premindo um botão o condutor pode selecionar um de quatro modos de condução: económico, confortável, desportivo e manual. A resposta do motor, do acelerador e da transmissão são adaptados em conformidade.

 

Estilo moderno e apelo de classe superior

O interior do Classe V é uma novidade no segmento dos monovolumes. Não só devido ao seu silêncio agradável, mas aos materiais de alta qualidade, com uma sensação agradável e um conceito de cores harmonioso, detalhes complexos e um idioma de design progressivo que desperta os sentidos, transmitem um apelo de classe superior no segmento – e a sensação de "regresso a casa" típica dos veículos Mercedes-Benz. Está também disponível pele para os bancos, volante e alavanca de velocidades. Esta atmosfera acolhedora é completada por uma iluminação ambiente subtil em três cores.

 

Um pormenor que chama a atenção é o painel com duas partes e estilo dinâmico. A secção superior e inferior são separadas por um elemento de revestimento tridimensional grande, que cria uma impressão de largura e sublinha o apelo de classe superior. A secção inferior tem um design escultural. Realça a sensação generosa de espaço, emanando também uma leveza tangível. Pela primeira vez nesta classe, a secção superior do habitáculo está disponível opcionalmente com uma aparência de pele e costuras de acabamento luxuoso.

 

Uma nova dimensão em conforto

O Classe V define também novos padrões de conforto e versatilidade O monovolume da Mercedes-Benz é o único veículo no segmento a oferecer um suporte lombar opcional de 4 vias e ventilação ativa dos bancos, que permite assegurar um conforto acrescido aos ocupantes dos bancos dianteiros.

 

Numerosas configurações de bancos e carga

Os bancos traseiros permitem numerosas configurações para responder a todas as necessidades. Graças à tecnologia melhorada e à lógica operacional, podem ser rebatidos intuitivamente para permitir o acesso rápido e fácil à 2ºfila de bancos. Como opção, uma mesa rebatível pode ser instalada entre os bancos individuais. Graças às calhas dos bancos otimizadas com sistema de libertação rápida, é com pouco esforço que se move longitudinalmente os bancos individuais ou se posicionam frente a frente. Também podem ser todos removidos em qualquer altura para criar uma área de carga adaptada às necessidades específicas.

 

Abertura separada do vidro traseiro e segundo nível de carga

Para facilitar a carga e a descarga, o Classe V tem mais uma novidade neste segmento, sob a forma de um vidro traseiro com abertura independente, ligado à estrutura da porta traseira superior. Pode ser aberto e fechado independentemente da porta traseira. Isto facilita a carga e a descarga de dois modos: por um lado, permite um segundo nível de carga; por outro lado – particularmente em espaços de estacionamento apertados – não é necessário abrir a porta traseira maior. O organizador correspondente do compartimento de carga é de fácil instalação. Suporta até 50 kg e tem dois encaixes, cada um com um cesto de compras amovível e dobrável. No Classe V AVANTGARDE, o vidro traseiro com abertura separada e o organizador do compartimento de carga são de série.

 

Outro USP para o novo Classe V: a porta traseira está disponível opcionalmente como porta EASY-PACK, com abertura e fecho elétricos, podendo esta ser programada no seu ponto de abertura máximo em qualquer posição. Como resultado, a porta EASY-PACK melhora consideravelmente a acessibilidade à bagageira.

 

Modelo exclusivo no lançamento: Classe V Edition 1

Tal como todas as novas séries de modelos de veículos de passageiros da Mercedes-Benz, o Classe V possui também uma edição limitada - Edition 1. As funcionalidades distintas deste modelo especial de 140 kW (190 cv.) com transmissão automática 7G-TRONIC PLUS incluem suspensão desportiva ou, opcionalmente, suspensão AGILITY CONTROL com sistema de amortecimento seletivo. Jantes de liga leve de 19 polegadas e 5 raios duplos, vidros escurecidos no compartimento traseiro, bancos em pele castanha, um painel revestido a pele com costuras de contraste e acabamentos com aparência em madeira de ébano escura. Para assegurar o conforto máximo, este está equipado com ventilação ativa dos bancos dianteiros, controlo automático de climatização THERMOTRONIC e ar condicionado semiautomático TEMPMATIC na traseira, COMAND Online, sistema Burmester® Surround Sound, porta lateral esquerda e direita elétrica, porta traseira elétrica EASY-PACK com abertura independente do vidro traseiro e pack Parking com câmara a 360°. O COLLISION PREVENTION ASSIST, o Assistente de mudança de faixa, o Assistente de ângulos mortos e o sistema PRE-SAFE® oferecem uma segurança exemplar.

 

Esta edição só estará disponível para encomenda até 31 de dezembro 2014.

 

Os valores de comercialização do Classe V têm início em:

V 220 CDI (cx. manual) – 49.575€

V 250 AVANTGARDE (cx. automática) – 54.880€Novo Classe_V_Copy

 

CAPTUR HELLY HANSEN

 

RENAULT CAPTUR HELLY HANSEN: AO RITMO DA AVENTURA

 

Evasão urbana ou evasão até por trilhos mais inexplorados? Com o Renault Captur Helly Hansen, a escolha é sua! Na realidade, não é apenas pela designação que esta série limitada apela à aventura. O sistema de controlo de tracção Extended Grip e os pneus “mud and snow” fazem parte do equipamento de série, a par de outras especificidades, como a nova cor Vermelho Flamme. Um crossover ainda mais exclusivo e apelativo, que já está a ser comercializado na Rede de Concessionários a partir de 19.860€.

 Renault-Captur-Helly-Hansen CopyRenault Captur_Helly_Hansen__Copy

 

CONTINUA A NOVELA....

CONTINUA A NOVELA NA FÓRMULA 1

 

 

JACQUES VILLENEUVE

"Rosberg quis destruir a corrida de Hamilton"

Villeneuve afirmou ainda que Hamilton tomou a decisão certa ao não obedecer as ordens da equipa.
Alonso e Hamilton
Foto: AFP@Ed Jones

Alonso e Hamilto

 

Jacques Villeneuve criticou a posição de Nico Rosberg no Grande Prémio da Bélgica. O antigo piloto de Fórmula 1 entende que o piloto alemão da Mercedes quis destruir a corrida de Lewis Hamilton, ao solicitar a equipa que pedisse ao inglês para o deixar passar.

“Não havia razão alguma ou sentido nas mensagens, porque era óbvio que para deixar Nico ultrapassar, Hamilton prejudicaria em muito a sua própria corrida. É por isso que Nico ficou a reclamar e a lamentar-se porque sabia que tudo o que ele queria era destruir a corrida de Lewis Hamilton. Mas não funcionou", sublinhou o antigo piloto à BBC Radio 5 Live.

Villeneuve afirmou ainda que Hamilton tomou a decisão certa ao não obedecer as ordens da equipa já que, na sua opinião, mesmo que o inglês tivesse deixado passar Rosberg, este dificilmente iria conseguir vencer.

"Nico sabia claramente que os pneus estavam a acabar. Ele ficaria na frente de Lewis num ritmo lento e faria Lewis perder pontos na luta pela liderança no mundial de pilotos. Se Lewis tivesse deixado Rosberg passar, ele não alcançaria Daniel Ricciardo, mas provavelmente teria batido Lewis", explicou Villeneuve, para quem o inglês tem sido prejudicado na escuderia alemã.

"Todos querem um alemão campeão do mundo. Lewis só foi para a Mercedes para fazer Nico ainda melhor. Lewis não ficará muito tempo na Mercedes”, terminou o canadiano.

 

Fonte : Sapo Desporto

 

 

 

RAMPA CAPITAL DO MÓVEL - PAÇOS DE FERREIRA

RAMPA CAPITAL DO MÓVEL - PAÇOS DE FERREIRA

 

GRUPO DE IMAGENS - AMBIENTES EM PAÇOS DE FERREIRA

 

 

Grupo de imagens relativas ao ambiente que se viveu nos bastidores da Rampa Capital do Móvel - Paços de Ferreira no fim de semana que passou.Neste grupo de imagens os "colunáveis " são Vortex Pereira (Fotógrafo), Blondie ( Fotógrafa), Nuno Magalhães (Responsável Comval Racing ), Tiago Allen ( responsável Comval Racing ), João Rebelo Martins - Piloto Troféu Feup, Aurora Cunha - ex atleta , Carlos Torres - Piloto Campeonato Nacional de Montanha, Meninas do Bom Piso, e finalemente grupo de pilotos do Troféu Feup.

 

Fotos de JoFOX 9744_CopyFOX 9746_CopyFOX 9749_CopyFOX 9750_CopyFOX 9751_CopyFOX 9752_CopyFOX 9753_CopyFOX 9755_CopyFOX 9756_CopyFOX 9759_CopyFOX 9760_CopyFOX 9761_CopyFOX 9763_CopyFOX 9764_CopyFOX 9765_CopyFOX 9764_CopyFOX 9765_CopyFOX 9767_CopyFOX 9768_CopyFOX 9776_CopyFOX 9777_CopyFOX 9778_CopyFOX 9779_CopyFOX 9780_CopyFOX 9782_CopyFOX 9785_CopyFOX 9787_CopyFOX 9790_CopyFOX 9791_CopyFOX 9803_CopyFOX 9804_Copyão Raposo - www.velocidadeonline.com

 

DOMINIO TOTAL AUDI EM SPA

24 HORAS DE SPA

 

DOMINIO TOTAL AUDI EM SPA

 

Os tres primeiros lugares das 24 Horas de Spa, deste ano foram pertença de apenaas uma marca, a  Audi, que ao longo da prova teve a oposição por parte dum BMW Z 4, mas que acabou por ter de ceder perante a superioridade do seu conterrâneo.bla300 Copybla301 Copybla302 Copybla302 Copybla305 Copybla306 Copybla307 Copybla308 Copybla309 Copybla310 Copybla311 Copybla312 Copybla314 Copybla314 Copybla315 Copybla314 Copybla315 Copybla317 Copybla318 Copybla319 Copybla320 Copybla321 Copybla321 Copybla322 Copybla323 Copybla324 Copybla325 Copybla326 Copybla327 Copybla328 Copybla329 Copybla330 Copybla331 Copybla332 Copybla333 Copybla340 Copybla341 Copybla342 Copybla343 Copybla344 Copybla345 Copybla346 Copybla348 Copybla349 Copybla350 Copybla351 Copybla356 Copybla500 Copybla501 Copybla502 Copybla503 Copybla504 Copybla505 Copybla506 Copybla507 Copy

 

NORMA PREPARADO PELA MCO VENCEU DE NOVO

 

Norma M20FC volta a vencer no CNM

 

Não podia ter terminado de melhor forma a presença do Norma M20FC na Rampa 'Capital do Móvel' / Paços de Ferreira, já que foi o elo condutor ao quadrinómio da vitória.

O Espanhol Pedro Castañon impôs-se, pela segunda vez consecutiva no Campeonato Nacional de Montanha, aos comandos do Norma M20FC alugado pela ‘Comval Racing’ à “Torres Rally Team”, resultado que lhe permitiu reforçar a liderança provisória do campeonato.

Tal como se verificou na jornada anteriormente disputada em Murça, a ‘Comval Racing’ foi a responsável pelo 'set-up' do Norma M20FC da "Torres Rally Team", que contou ainda com a assistência do seu preparador habitual, a ‘MCO Racing Team’.

“A “Torres Rally Team” voltou a alugar o seu Norma M20FC à ‘Comval Racing’, de modo a que o Pedro Castanõn pudesse manter-se na luta pelo título do Nacional de Montanha,” começou por declarar Paulo Leite.

E, uma vez mais, a nossa cooperação com a ‘Comval Racing’ deu os seus melhores frutos, já que nos foi possível proporcionar ao Castañon todas as condições para que chegasse à vitória, resultado plenamente alcançado e do qual também muito nos orgulhamos.” concluiu este responsável da MCO Racing Team.

O Norma M20FC da “Torres Rally Team” estará de volta à competição no primeiro fim-de-semana de Setembro para a disputa da Rampa do Caramulo, desta feita com Carlos J Torres aos seus comandos.

 IMG 1317_Copy

 

MERCEDES BENZ CHALLENGE - BRASIL

 

Sem descanso, Cesare Marrucci busca recuperação no Mercedes-Benz Challenge

Na quarta etapa da competição, piloto tenta recuperação no campeonato no próximo domingo

 

A prova do último domingo (27), válida pela terceira etapa do Mercedes-Benz Grand Challenge (MBGC), terminou de forma antecipada para o piloto Cesare Marrucci, que compete na categoria C250 Cup. Um problema mecânico em seu equipamento deixou o carro parado no meio do circuito de Curitiba, abandonando a prova quando estava na segunda colocação e no encalço do líder.

 

“Faltavam apenas seis minutos para o final da corrida e a vitória me daria a liderança na tabela. Mas, como águas passadas não movem moinhos, temos que seguir em frente e tentar a recuperação no campeonato”, afirmou resignado.

 

Sem tempo para descanso, a quarta etapa do certame será disputada já no próximo fim de semana, dias 2 e 3 de agosto, e o placo da prova será novamente o autódromo de Goiânia. “Na segunda etapa da temporada fiz minha melhor corrida do ano em Goiânia. Vamos para lá pensando em repetir o bom resultado, onde pretendemos começar nossa recuperação a partir dessa etapa”, afirmou o piracicabano da equipe Cordova Motorsports.

 

Depois de ocupar a segunda colocação no campeonato, até a etapa anterior, Marrucci busca pontos para se manter na briga pelo título na categoria C250 Cup. “A temporada está chegando a sua metade e não posso me distanciar dos líderes”, disse o piloto do carro número 44, que conta com o patrocínio das Indústrias Marrucci.

 

Além de integrar a programação da Copa Petrobras de Marcas, a prova da quarta etapa do MBGC servirá como preliminar da Corrida do Milhão da Stock Car.

_____________curitiba Copy

 

IC 3 EM OBRAS

 

Beneficiação do pavimento no IC3 – Montijo (IP1)/Alcochete

A partir de 31 de Julho, por um período de 32 dias


A AEBT - Auto-estradas do Baixo Tejo informa que, a partir do próximo dia 31 de Julho, e por um período de 32 dias, vão ter início as obras de beneficiação do pavimento do IC3 – Montijo (IP1)/Alcochete.

Esta obra visa melhorar as condições de circulação naquela via, o que trará benefícios significativos ao nível da qualidade de serviço e segurança para os automobilistas.

Os trabalhos, que irão desenvolver-se numa extensão de 3,4 quilómetros, entre o Nó A12/A33 e a N118, terão como período-chave para o seu desenvolvimento as noites, com condicionamentos de cortes de via, mantendo-se o serviço prestado nas horas de ponta, de forma a minimizar os incómodos para os utentes.

A AEBT tem consciência dos incómodos resultantes das obras numa via que está aberta à circulação, mas está certa de que os possíveis incómodos serão largamente compensados pelo nível de qualidade, segurança e conforto que resultam de uma infra-estrutura melhor adaptada às necessidades de quem a utiliza.

O Número Azul 808 508 508 está à disposição dos automobilistas, para prestar as informações e os esclarecimentos que considerem necessários.

 

PARCERIA GALP - RENOVA

 

Renova e Galp Energia estabelecem parceria ibérica


Galp Energia-Renova_CopyA Galp Energia e a Renova estabeleceram uma parceria ibérica que procura sinergias
na utilização conjunta das duas marcas.
Presentes em Portugal e em Espanha, há já mais de duas décadas, ambas as marcas foram gradualmente
caminhando para a iberização, o que acarretou importantes desafios na resposta a esta nova dimensão de mercado.
A forma inovadora como cada uma das empresas se posicionou nesse novo mercado explica também a sua solidez
enquanto empresas ibéricas.
Novas decorações nas casas de banho de áreas de serviço em Portugal e Espanha ou expositores com uma selecção
de produtos da sua gama mais recente- Red Label – criados para a rede de lojas Tangerina, são algumas das
iniciativas incluídas nesta parceria, que abrange 15 áreas de serviço, nos eixos rodoviários mais importantes que
ligam os dois países. Esta iniciativa projeta o carácter inovador das duas marcas, que partilham também os desafios
do mercado ibérico.
A apresentação da parceria contou com a presença do vice presidente da Galp Energia, Luís Palha da Silva, e do CEO
da Renova, Paulo Pereira da Silva.
Sobre a Galp Energia:
A Galp Energia é, atualmente, a única empresa da Peninsula Ibérica com uma oferta tri-fuel: combustíveis, gás natural e
eletricidade, vendendo praticamente os mesmos volumes de produtos petrolíferos nos dois lados da fronteira.
É empresa de integrada de energia focada na exploração e produção de petróleo e gás natural, com o negócio da Refinação e
Distribuição da Galp Energia centrado na Peninsula Ibérica, onde é um dos mais importantes players do mercado da energia,
com perto de 600 postos em Espanha e mais de 700 em Portugal.
Sobre a Renova:
A Renova é uma marca portuguesa de produtos de grande consumo a operar no segmento de papel tissue. Desde sempre
marca líder no nosso país, está presente nos cinco continentes desenvolvendo uma estratégia de inovação constante e
lançamento de novas soluções. Esta estrtágia tem vindo a permitir que mais 50% do volume de negócio provenha de mercados

 

GALERIA DE IMAGENS

GALERIA D EIMAGENS

 

GRANDE PRÉMIO DA HUNGRIA DE FÓRMULA 1f407 Copyf408 Copyf409 Copyf410 Copyf411 Copyf412 Copyf414 Copyf415 Copyf416 Copyf418 Copyf419 Copyf420 Copyf421 Copyf422 Copyf423 Copyf424 Copyf425 Copyf426 Copyf427 Copyf428 Copyf429 Copyf430 Copyf440 Copyf441 Copyf442 Copyf443 Copyf444 Copyf445 Copyf446 Copyf447 Copyf448 Copyf449 Copyf450 Copyf451 Copyf452 Copyf453 Copyf454 Copyf455 Copyf456 Copyf457 Copyf458 Copyf459 Copyf460 Copyf462 Copyf464 Copyf466 Copyf467 Copyf468 Copyf469 Copyf470 Copyf471 Copyf472 Copyf473 Copyf474 Copyf475 Copyf476 Copyf477 Copyf474 Copyf475 Copyf476 Copyf477 Copyf478 Copyf479 Copyf479 Copyf480 Copyf481 Copyf482 Copyf483 Copyf484 Copyf485 Copyf486 Copyf487 Copyf488 Copyf489 Copyf490 Copyf491 Copyf492 Copyf493 Copyf494 Copyf495 Copyf496 Copyf600 Copyf601 Copyf602 Copyf604 Copyf605 Copyf606 Copyf607 Copyf608 Copyf609 Copyf610 Copy

 

RAMPA CAPITAL DO MÓVEL - PAÇOS DE FERREIRA

´RAMPA CAPITAL DO MÓVEL -PAÇOS DE FERREIRA

 

O MITSUBISHI DE MANUEL PEREIRA

 

EiFOX 9793_CopyFOX 9794_CopyFOX 9795_CopyFOX 9796_CopyFOX 9797_CopyFOX 9798_CopyFOX 9799_CopyFOX 9800_CopyFOX 9801_Copys como ficou o Mitsubishi de Manuel Pereira depois do "encontro imediato" com os rails e quase com o nosso colega Pedro Ferreira . Felizmente não houve consequencias nem para o piloto nem para o fotógrafo, o mesmo não se poderá dizer do carro que ficou no estado que as fotos documentam...

 

Fotos de João Raposo - www.velocidadeonline.com

 

VINTAGE FESTIVAL EM OUTUBRO

 

VINTAGE FESTIVAL NA FIL DE 8 A 12 DE OUTUBRO

 

Desfiles de motos e automóveis estilo Vintage em destaque na edição de 2014 do evento

 

 

logo Vintage_Copy Em Outubro, de 8 a 12, a FIL volta a receber o VINTAGE FESTIVAL. Após uma primeira edição em 2013, integrado no LxD – Lisboa Design Show, o salão regressa ao Parque das Nações, com forte crescimento, reflexo da procura e do interesse crescente em produtos e vivências Vintage.

 

Dirigido ao consumidor final e em particular a todos os amantes da cultura Vintage, o VINTAGE FESTIVAL terá uma oferta diversificada, estando já confirmada a participação de empresas dos mais diversos sectores, como a moda e acessórios, cosmética, tatuagens, gastronomia, música, decoração, automóveis, motos, gifts e lembranças e utensílios domésticos.

 

Para além do espaço de exposição, dos workshops de maquilhagem e penteados, das animações de música e dança, este ano o evento terá como novidade os desfiles de motos e automóveis estilo Vintage que decorrerão na zona envolvente da FIL, terminando em concentração no recinto do VINTAGE.

 

Em Lisboa, uma cidade de grandes memórias que concilia história e modernidade, a  2ª Edição do  VINTAGE tem lugar na FIL,  maior e mais moderno parque de feiras do país, sendo um evento aberto ao público, proporcionando a aquisição de produtos, a degustação de iguarias, o espectáculo  e o convivio. Esta grande onda de revivalismo proporcionará momentos de prazer e diversão, bem como  a possibilidade de levar para casa recordações marcantes nas nossas vidas.

A cultura Vintage vem conquistando um número cada vez maior de adeptos sendo o VINTAGE FESTIVAL o reflexo deste crescimento e deste entusiasmo.

 

Organizado pela Fundação AIP, através da AIP – Feiras, Congressos e Eventos o VINTAGE FESTIVAL realiza-se de 8 a 12 de Outubro na FIL, em simultâneo com o Lisboa Design Show, a Intercasa Concept – Salão da Decoração de Interiores e exteriores e o SIL – Salão Imobiliário de Portugal, permitindo ao público a visita a todos estes eventos com um único bilhete de entrada.

 

 

VINTAGE FESTIVAL 2014 – 8 A 12 DE OUTUBRO NA FIL

Organização:     Fundação AIP, através da AIP – Feiras, Congressos e Eventos

Data:                 8 a 12 de Outubro de 2014

Horário:             8 e 9 Outubro das 14H00 às 20H00
10 e 11 Outubro das 14H00 às 22H00
12 Outubro das 14H00 às 20H00

 

Local:               FIL - Feira Internacional de Lisboa, Parque das Nações

 

Bilhete individual: 5 €

Cartão Jovem | Estudante | Sénior  > 65 anos: 2,50 €

Crianças até aos 10 anos entrada gratuita (descontos concedidos mediante a a presentação de comprovativo

 

 

 

CONDICIONAMENTOS NA A 1

 

Condicionamento de tráfego na A1

 

Entre 28 de Julho e 02 de Agosto


A Brisa Concessão Rodoviária informa que, no âmbito dos trabalhos de alargamento e beneficiação do sublanço Carvalhos/Santo Ovídeo, na A1 – Auto-estrada do Norte, irá proceder aos seguintes condicionamentos de trânsito.

De 28 (segunda-feira) para 29 (terça-feira) de Julho

Entre as 21:00 e as 07:00, corte de via esquerda, em ambos os sentidos, entre os kms 296,7 e 295,7

De 29 (terça-feira) para 30 (quarta-feira) de Julho

Entre as 21:00 e as 07:00, corte de via esquerda, em ambos os sentidos, entre os kms 296,7 e 292,9

De 30 (quarta-feira) para 31 (quinta-feira) de Julho

Entre as 21:00 e as 07:00, corte de via esquerda, em ambos os sentidos, entre os kms 296,7 e 292,9

De 31 (quinta-feira) de Julho para 01 (sexta-feira) de Agosto

Entre as 21:00 e as 07:00, corte de via esquerda, em ambos os sentidos, entre os kms 296,7 e 292,9

De 01 (sexta-feira) para 02 (sábado) de Agosto

Entre as 21:00 e as 07:00, corte de via esquerda, em ambos os sentidos, entre os kms 293,7 e 292,9

A Brisa Concessão Rodoviária apela à prudência na passagem pelo local e agradece antecipadamente a compreensão e colaboração dos automobilistas, esperando contribuir para reduzir eventuais inconvenientes decorrentes desta operação.

Para informação actualizada poderá ainda consultar o site www.brisa.pt.

 

 

GIÃO EM 5º

GIÃO EM 5º

 

 

 

A estreia de Manuel Gião na SEAT Leon Eurocup, decorridas que estão as três primeiras jornadas,
não poderia estar a correr melhor. Depois do normal período de habituação a uma realidade
diferente da que estava habituado, o piloto português ocupa a quinta posição da tabela classificativa
e soma um pódio. Resultados que aumentam a confiança e que o fazem acreditar que as próximas
provas serão ainda melhores.
Logo na primeira jornada do Campeonato em Nurburgring, Manuel Gião conseguiu levar o SEAT
Leon Cup Racer ao segundo lugar do pódio e, na última prova em Silverstone, só perdeu o terceiro
lugar na última volta.
Um Campeonato que Gião cataloga de: "Muito competitivo e sobretudo exigente. O mínimo
detalhe faz a diferença. Todos os pilotos são muito bons e com muita raça. Dão o tudo por tudo
em pista. Estamos sempre no fio da navalha. Não poderia ser mais interessante em termos
desportivos", referiu o piloto da SEAT Portugal.
Isto obriga a que as próximas três provas sejam preparadas ao ínfimo pormenor para chegar ao final
da temporada na discussão do título: "Agora que eu e a equipa conhecemos melhor o carro, sinto
que demos um enorme passe qualitativo na última prova. A confiança aumentou assim como a
capacidade de ajustar o carro aos diversos circuitos. Acredito sinceramente que a primeira vitória
está para breve", rematou Manuel Gião.
Até ao final da época, estão ainda por disputar seis corridas, divididas por três fins-de-semana. O
próximo a 6 e 7 de Setembro em Spa-Francorchamps, depois em Monza e em Barcelona.Manuel Gio_Copy

 

RAMPA CAPITAL DO MÓVEL - PAÇOS DE FERREIRA

RAMPA CAPITAL DO MÓVEL - PAÇOS DE FERREIRA

 

O SUSTO DE PEDRO FERREIRA

 

O nosso amigo fotoógrafo Pedro Ferreira da revista Topos & Clássicos, não ganhou para o susto na manhã de domingo, na qual numa das mais espectaculares curvas desta rampa(onde tinhamos estado a fotografar na tarde de sábado), acabou por apanhar um valente susto com a saida do Mitsubishi de Manuel Pereira, que deixou o carro um bocado danificado.Em relação a Pedro Ferreira felizmente nada teve, apenas deu um salto para trás para fugir ao impacto.pedroferreirasusrto Copy

 

NOVAS INSTALAÇÕES CAETANO PARTS

 

Caetano Parts (Norte) tem novas Instalações em Vila Nova de Gaia.

 

A Caetano Parts (Norte) já está a operar nas novas instalações situadas na Av. Vasco da Gama (junto à sede do Grupo Salvador Caetano), em Vila Nova de Gaia.

 

 

A Caetano Parts é a central de peças multimarca da Caetano Retail, organização que agrega as empresas do Grupo Salvador Caetano que desenvolvem a actividade de distribuição e reparação automóvel de diversas marcas em Portugal.

 

A Caetano Parts tem duas Centrais de Peças: a Caetano Parts (Norte) e a Caetano Parts (Sul).

Como o nome indica, faz a gestão de todas as peças originais das marcas comercializadas pela Caetano Retail, bem como aftermarket NGK, Magneti Marelli, Varta, Osram, pneus e lubrificantes. Tem um total de 82 colaboradores, distribuídos pelo Atendimento ao Cliente, Apoio técnico ao Cliente, Gestão de Stocks, Armazém / Logística e Serviços Administrativos

Disponibiliza um stock permanente com o valor de 5.500.000€, num total de quase 130.000 referências activas em stock.

 

As duas unidades Centrais de Peças em conjunto, distribuem para todo o território nacional, incluindo Açores e Madeira. A Caetano Parts labora em contínuo desde as 6:00h até às 19:00h, para garantir a entrega diária de peças aos seus clientes.

 

Com este novo Armazém de Peças e Balcão de Atendimento ao Público em Vila Nova de Gaia, a Caetano Parts fica mais bem preparada e com melhores condições para prestar um ainda melhor serviço ao cliente, quer ao Balcão quer no atendimento telefónico.

 

Estas novas instalações permitem várias melhorias operacionais, tanto na armazenagem como despacho e relacionamento com o Cliente.

 

Todos os contactos telefónicos, fax e email mantém-se inalterados, nomeadamente os números directos de cada marca, e-mails bem como o número geral de atendimento: 22 619 06 20.

 

 

KARTING - BRASIL

 

Mineiro Paulo Victor faz bonito em Itu e é
o terceiro melhor do Brasil na categoria Júnior

Quem acompanha o kart nacional sabe como é complicado conseguir bons resultados em um Campeonato Brasileiro, já que a competição prevê duas baterias classificatórias e uma pré-final, da qual sai o grid para a corrida decisiva. E neste caminho não são raros acidentes e problemas mecânicos.

Pois o mineiro Paulo Victor (Gasmig/Cemig Telecom/Hermes Pardini/Santanense Têxtil) conseguiu passar ileso por todas as armadilhas da competição e somou mais um grande resultado à sua consistente temporada. Atual líder do Paulista e do Top Kart Brasil, ele ficou com a terceira posição na Júnior na primeira fase do Brasileiro, no Kartódromo Arena Schin, em Itu – o melhor desempenho de um piloto do estado no evento.

Paulo Victor procurou evoluir ao longo da competição e não correr riscos desnecessários, guardando as cartas na manga para a final. Foi o quarto mais rápido na tomada de tempos; recebeu a bandeirada em sétimo na primeira classificatória e em quarto na segunda, o que lhe valeu o terceiro lugar no grid da pré-final. Nela, manteve o posto e largou da segunda fila na corrida que definiria os melhores. Ao longo das 25 voltas, chegou a cair para sétimo mas, com um ótimo equipamento (chassi Techspeed e motor preparado pela RBC), recebeu a bandeirada em terceiro, com direito ao "passeio dos campeões" pela pista paulista.

"Nas classificatórias fizemos uma boa estratégia, sempre tentando ficar entre os cinco primeiros, sem arriscar muito para não me envolver em acidentes, que eu sabia que aconteceriam. Na final cheguei a andar em segundo, muito próximo do líder, quando levei um toque e caí para sétimo, mas o kart estava muito bom e me recuperei. O resultado foi bem interessante, sem contar que o maior prêmio num Brasileiro são o aprendizado e o crescimento. O trabalho foi bem feito e estar entre os melhores é sempre importante", diz o mineiro de 15 anos, que tem agora como desafio a final do Top Kart Brasil, na última semana de agosto, em Vespasiano.

 

GIL ,ANTUNES COM ASPIRAÇÕES NA MADEIRA

 

Gil Antunes com aspirações renovadas para o Rali Vinho Madeira

Gil Antunes e Diogo Correia têm tudo apostos para mais uma ronda do Campeonato Nacional de Ralis, o Rali Vinho Madeira que esta semana ruma até ao Funchal para a sexta ronda da época.

O piloto de Sintra está motivado e espera voltar aos bons resultados com o Peugeot 208 da equipa Inside Motor.

Esta será a primeira participação do piloto de Aruil na Madeira, mas o facto de ser um rali novo para todos os pilotos acaba por de certa forma equilibrar o conhecimento das especiais de classificação.

Como nos refere Gil Antunes “Vamos dar o nosso melhor para conseguir o melhor resultado possível. Efetuámos alguns testes recentemente com o Peugeot 208 R2 e conseguimos melhorar muito o carro em algumas situações neste tipo de piso, pelo que nos permite estar muito mais motivados e confiantes numa boa prova.

Será a minha primeira participação neste rali, não tenho qualquer noção de como serão as especiais, em termos de Campeonato Nacional o rali é bem mais pequeno, pelo que temos de ser o mais consistente possível de princípio de fim”.

Gil Antunes e Diogo Correia estão na luta pelo título entre os carros da categoria RC4, ocupando no momento a segunda posição no campeonato, com três vitórias e uma desistência.

A prova do Clube Sports da Madeira vai para a estrada na sexta-feira, prolongando-se até Domingo, num total de 18 especiais de classificação, com 263 quilómetros num total de 823,54 quilómetros de percurso total de prova.

 3 Copy5 Copy

 

ALTERAÇÕES NA GT ACADEMY

 

Hugo Marcos, um dos vencedores da edição portuguesa da GT Academy 2014, sofreu recentemente um acidente, felizmente sem gravidade de maior mas que o vai impedir de se deslocar a Silverstone, no Reino Unido, para o GT Academy Race Camp. Por esta razão, será substituído por Sérgio Fonseca, que tinha conquistado a 3ª posição na final portuguesa que decorreu no Circuito do Estoril a 13 de Julho.

A Nissan e a PlayStation lamentam esta lesão, desejando umas rápidas melhoras a Hugo Marcos e todo o sucesso para os finalistas nacionais Pipo Rodrigues e Sérgio Fonseca. que irão representar Portugal no GT Academy Race Camp europeu, em Silverstone, a partir da próxima quarta-feira.


 

OLIVEIRA QUER VENCER

 

Miguel Oliveira quer lutar por vitórias na segunda metade da temporada

 

 Piloto português confia na Mahindra para resolver problemas sentidos no princípio da época

 

DG2 1848_Copy Depois de um início atribulado, que oscilou entre a proximidade da conquista do pódio na corrida inaugural, e a impossibilidade de saída na partida do GP da Argentina, Miguel Oliveira aproveita a paragem de verão para um balanço da 1.ª metade da temporada onde não esquece também os feitos alcançados, como o pódio em Assen. O único representante português no mais antigo e prestigiado Campeonato do Mundo motorizado está, assim, determinado a contornar as adversidades sentidas na primeira metade da temporada com vista alcançar os resultados propostos pela equipa para a presente temporada.

 

2014 tem sido mais um ano de superação para o piloto português que trabalha, de forma gradual e sustentada na sua carreira desportiva, enquanto a conjuga com a sua vida académica. Miguel Oliveira, de apenas 19 anos, tem sido firme no compromisso de dividir o seu tempo entre corridas, treinos, viagens e universidade, na qual se dedica ao curso de Medicina Dentária. Após a última corrida na Alemanha, numa clara demonstração de exemplo para os jovens, ainda a recuperar do abandono a que se viu forçado em consequência de um toque sofrido por outro piloto, teve de realizar o exame de Anatomia, uma das cadeiras mais “exigentes” do curso: “Frequentar a faculdade é-me difícil por isso valem-me os apontamentos que os meus colegas me vão enviando por e-mail e aproveitar todo o tempo livre para estudar. Levantei-me bem cedo no dia seguinte à corrida, fiz uma revisão e às 8h00 da manhã lá estava para a oral. Correu bem e passei nas duas, oral e escrita!” explica o jovem de Almada.

 

Miguel Oliveira ainda faz um ponto de situação da sua prestação e condicionantes: “A primeira metade da temporada foi um pouco agridoce. Na primeira prova perdemos o pódio por pouco e desde então que nos deparamos com diversos problemas. A embraiagem tem sido um calcanhar de Aquiles, chegando mesmo a não me permitir arrancar na partida no GP da Argentina. Foi assustador, e por sorte estava a meio da grelha, porque caso estivesse nas filas dianteiras poderia ter-se dado um acidente grave.” Esclarece o piloto que nesta altura estaria a usar um sistema que não permitiria que tal acontecesse, pois no Qatar já tinha saltado por diversas vezes. “Esta situação levou a que se perdesse imenso tempo e não pudéssemos avançar na performance da moto. O travão motor está de alguma forma conectado com a embraiagem e o carácter do novo motor stressa demasiado a travagem e, por conseguinte, a entrada em curva, ou seja: o meu ponto mais forte enquanto piloto.”

 

Miguel Oliveira salienta ainda que: “Esta situação também compromete aceleração porque não permite colocar a moto na posição para sair, ou seja não gira em curva, mas no geral penso que a Mahindra é uma boa moto, no entanto enquanto não for encontrado um compromisso para resolver estes problemas vai ser difícil guiar para vencer.Nesta paragem de verão a minha aposta vai para uma reflexão por parte da Mahindra no sentido de encontrar a razão que não possibilitou atingir resultados conforme estava previsto para esta temporada. Todos os técnicos envolvidos no projeto assim como os meus técnicos pessoais, são pessoas muito capacitadas e, é nelas em quem acredito para que na segunda metade de temporada possamos alcançar os resultados perspetivados, mostrando todo o nosso potencial enquanto construtor, equipa e pilotos.” remata Miguel Oliveira.

 

NISSAN CRESCEU 36,7%

 

NISSAN REGISTA CRESCIMENTO DE 36,7% DE RENDIMENTO LÍQUIDO NO PRIMEIRO TRIMESTRE DO AF2014

 

J

NISSAN REGISTA CRESCIMENTO DE 36,7% DE RENDIMENTO LÍQUIDO NO PRIMEIRO TRIMESTRE DO AF2014

YOKOHAMA, Japão - A Nissan Motor Co., Ltd. anunciou hoje os resultados financeiros para o 1º Trimestre do exercício fiscal 2014 (AF2014), de 01 de Abril até 30 de Junho.

O lucro operacional cresceu até aos 122,6 mil milhões de ienes (1,20 mil milhões de dólares/880 milhões de euros) no primeiro trimestre do AF2014, representando uma margem de 5% das receitas líquidas, as quais subiram 10,4% para 2,47 biliões de ienes no período (24,13 mil milhões de dólares /17,60 mil milhões de euros).


Imagens Relacionadas

Imagens Relacionadas

 

MAIS CONDICIONAMENTOS NA A 1

 

Condicionamento de trânsito na A1

Entre 29 de Julho e 01 de Agosto

A Brisa Concessão Rodoviária informa que, no âmbito de trabalhos de repintura de sinalização horizontal, nos sublanços Sacavém/S. João da Talha/Sta. Iria da Azóia/Alverca, na A1 – Auto-estrada do Norte, irá proceder aos seguintes condicionamentos de trânsito.

De 29 (terça-feira) de Julho a 01 (sexta-feira) de Agosto

Entre as 09:00 e as 18:00, viaturas em marcha lenta na via direita, em ambos os sentidos, entre os km 1,1 e 14,1

A Brisa agradece antecipadamente a compreensão e colaboração dos automobilistas, esperando contribuir para reduzir eventuais inconvenientes decorrentes desta operação.

Para informação actualizada poderá ainda consultar o site www.brisa.pt.

 

RED BULL AIR RACE NA POLÓNIA

 

Estreia na Polónia com 130 mil espectadores

 

HANNES ARCH REFORÇA LIDERANÇA

 

Numa corrida de trás para a frente, Hannes Arch venceu este fim-de-semana a quarta etapa da Red Bull Air Race World Championship. Com este resultado, o austríaco está cada vez mais isolado na liderança, deixando assim uma escassa margem de probabilidades para a revalidação do título de Paul Bonhomme. No traçado sobre as águas do Báltico, a estreia na Polónia mobilizou mais de 130 mil fãs.

 

A Polónia rendeu-se no último fim-de-semana às emoções da Red Bull Air Race World Series, numa estreia absoluta que levou até às margens do mar Báltico - junto à cidade de Gnynia - mais de 130 mil espectadores. No regresso da competição à Europa, depois de uma marcante passagem pela Malásia, as atenções acabaram por estar centradas em dois dos mais famosos protagonistas: o britânico Paul Bonhomme e o austríaco Hannes Arch.

 

O primeiro a estar em evidência foi mesmo Bonhomme, que se destacou nas qualificações. No entanto, a progressão do inglês acabou por ser travada durante a semi-final devido a uma penalização rara. Desta forma, o defensor do título não passou do quinto lugar - comprometendo assim as suas aspirações para a presente época; “Estou perfeitamente consciente de que as minhas hipóteses de revalidar o título são agora mais escassas, isso é bastante óbvio”.

 

Por seu lado, Hannes Arch - vencedor do campeonato em 2008 onde chegou inclusivamente a brilhar nos céus do Porto e de Gaia - não esconde o seu contentamento pelo seu segundo triunfo conquistado esta época: Prefiro ser o caçador do que a presa, acho que é uma posição que tem mais a ver comigo. No entanto parece que me tenho de habituar à posição de ser aquele que todos tentam caçar”. Nas contas do campeonato, dispõe agora de uma vantagem confortável de 13 pontos sobre Bonhomme.

 

Depois da vitória na Malásia, o veterano Nigel Lamb voltou a brilhar na Polónia ao terminar no segundo lugar do pódio, numa jornada que também recompensou os esforços do antigo piloto da Royal Australian Air Force - Matt Hall, que encerrou o Top 3 à frente de Kirby Chambliss, Bonhomme e Nicolas Ivanoff.

 

A próxima etapa da Red Bull Air Race World Series está agendada para 16 e 17 de agosto, com a ação a decorrer em Ascot, na Grã Bretanha, no mesmo cenário onde têm lugar as mais célebres corridas de cavalos do planeta.

 

Mais informações e conteúdos:

www.redbullairrace.com

www.redbull.pt

 

CLASSIFICAÇÃO 2014

| APÓS 4 ETAPAS


Hannes Arch (42 pontos)

Paul Bonhomme (29 pontos)

Nigel Lamb (26 pontos)

Mat Hall (21 pontos)

Pete McLeod (18 pontos)

Nicolas Ivanoff (8 pontos)

Martin Sonka (8 pontos)

Yoshihide Muroya (7 pontos)

Kirby Chambliss (5 pontos)

10º Matthias Dolderer (4 pontos)

 

CALENDÁRIO 2014


Emiratos Árabes Unidos  Abu Dhabi | 28 fevereiro e 1 março
Croácia  Rovinj | 12 e 13 abril
Malásia  Putrajaya | 17 e 18 maio
Polónia  Gdynia | 26 e 27 julho
Grã-Bretanha  Ascot | 16 e 17 agosto
Estados Unidos da América  Dallas/Fort Worth | 6 e 7 setembro
Estados Unidos da América  Las Vegas | 11 e 12 outubro
Áustria  | 25 e 26 outubro

 

PILOTOS 2014


Hannes Arch  ÁUSTRIA
Peter Besenyei  HÚNGRIA
Paul Bonhomme  GRÃ BRETANHA
Kirby Chambliss  E.U.A.
Matthias Dolderer  ALEMANHA
Matt Hall  AUSTRÁLIA
Nicolas Ivanoff  FRANÇA
Nigel Lamb  GRÃ BRETANHA
Pete McLeod  CANADÁ
Michael Goulian  E.U.A.
Martin Sonka  REPÚBLICA CHECA
Yoshihide Muroya  JAPÃO
AS RBAR_Hannes_Arch_CopyAS RBAR_Paul_Bonhomme_Copyred105 Copyred104 Copyred103 Copyred102 Copyred101 Copyred100 Copyred1 Copyred2 Copyred3 Copyred4 Copyred5 Copyred6 Copyred7 Copyred8 Copyred9 Copyred10 Copyred11 Copyred12 Copyred14 Copyred15 Copyred16 CopyRED17 Copyred19 Copyred20 Copyred21 Copyred22 Copyred23 Copyred100 Copyred102 Copyred104 Copy

 

LUIS SILVA NO PÓDIO

 

Nacional de Montanha

Mais um pódio para Luís Silva

Luís Silva participou recentemente no Rali Sprint B.V. de Famalicão, onde fez equipa com Carmo Reis, e onde a dupla do espetacular BMW repetiu o resultado do ano anterior, ao conquistar um brilhante segundo lugar absoluto.

No regresso aos comandos do Mitsubishi Lancer Evo VI, Luís Silva disputou mais uma jornada do Campeonato Nacional de Montanha ao participar na Rampa Capital do Móvel que se realizou este fim de semana em Paços de Ferreira.

Apesar de alguns contratempos com a suspensão, que a dada altura deixou de funcionar, o que torna o carro dos três diamantes difícil de ser guiado, o piloto de Famalicão conquistou mais um segundo lugar na categoria 5, cimentando a mesma posição em termos de campeonato.

“Como é de conhecimento publico o Evo VI sofreu um acidente no Rali B.V. de Famalicão, e foi recuperado em tempo record, e é claro que à sempre algo que nos escapa, agradeço desde já o empenho de toda a equipa”, começa por dizer o piloto assistido pela Miranda Competições, e que conta com o apoio da Famaconcret, Euroel, TDS, Cercosta, Macominho, Gintaqua, Realizona, Socarfam, Norcana, Tintas Barreiras que prossegue, “apesar do problema com a suspensão a prova correu dentro da normalidade, sem ovos não fazemos omeletes, e enquanto os regulamentos assim continuarem será difícil conseguir a vitória. Mas vamos continuar a trabalhar para inverter a situação”.

Luís Silva regressa à competição após período de férias, estando agendada a sua participação em mais uma edição da rampa do Caramulo que se realiza a 6 e 7 do mês de Setembro.DRP 1997_CopyDRP 2947_Copy

 

A 1 CONDICIONADA

 

Condicionamento de tráfego na A1

 

Entre 28 de Julho e 02 de Agosto


A Brisa Concessão Rodoviária informa que, no âmbito de trabalhos de beneficiação de pavimento no sublanço Albergaria/Estarreja, na A1 – Auto-estrada do Norte, irá proceder aos seguintes condicionamentos de trânsito.

De 28 (segunda-feira) para 29 (terça-feira) de Julho

Entre as 21:00 e as 07:00, desvio de trânsito, do sentido sul/norte para norte/sul, entre os kms 235,5 e 238,5

De 29 (terça-feira) para 30 (quarta-feira) de Julho

Entre as 21:00 e as 07:00, desvio de trânsito, do sentido sul/norte para norte/sul, entre os kms 238,5 e 239,8

De 30 (quarta-feira) para 31 (quinta-feira) de Julho

Entre as 21:00 e as 07:00, desvio de trânsito, do sentido sul/norte para norte/sul, entre os kms 244,6 e 248

De 31 (quinta-feira) de Julho para 01 (sexta-feira) de Agosto

Entre as 21:00 e as 07:00, desvio de trânsito do sentido sul/norte para norte/sul, entre os kms 248 e 250,3

De 01 (sexta-feira) para 02 (sábado) de Agosto

Entre as 21:00 e as 07:00, desvio de trânsito do sentido sul/norte para norte/sul, entre os kms 248 e 250,3

A Brisa Concessão Rodoviária apela à prudência na passagem pelo local e agradece antecipadamente a compreensão e colaboração dos automobilistas, esperando contribuir para reduzir eventuais inconvenientes decorrentes desta operação.

Para informação actualizada poderá ainda consultar o site www.brisa.pt.

 

 

NOVO PORTAL AZ AUTO

 

Novo Portal de Encomendas AZ AUTO
Com o objetivo de dinamizar ainda mais o seu negócio, e o negócio dos seus clientes, a AZ Auto
acaba de desenvolver um novo portal de encomendas, que estará a funcionar em pleno já a partir
do dia 29 de julho.
Trata-se de uma plataforma inovadora, feita a pensar nos métodos de trabalho e necessidades de
informação do mercado - elementos chave no desenvolvimento desta ferramenta - de forma a
garantir aos seus clientes, uma maior eficiência na gestão do tempo e do seu negócio.
Além do novo visual, o portal possui uma série de funcionalidades inovadoras face ao anterior, tais
como:
 Pesquisa e Identificação de Peças – Este processo surge agora muito mais rápido e intuitivo
para o utilizador. Destaca-se a integração com o TecDoc Online, bem como, os novos
catálogos de produtos, que possuem as várias especificações técnicas.
 Encomenda – Após a pesquisa de material, os clientes poderão efetuar encomendas a
qualquer hora do dia, consultando de imediato a disponibilidade de stock dos armazéns AZ
Auto (Lisboa e Porto), que asseguram uma cobertura nacional.
 Campanhas – Preocupados em aumentar a competitividade e rentabilidade do seu negócio,
esta será também uma poderosa ferramenta comercial, tendo sido criada uma área dedicada
à apresentação das ações comerciais em vigor.
 Devoluções e Garantias – No sentido de melhor acompanhar os pedidos de devolução e
garantias, estes processos passam a ser geridos através do portal, com a possibilidade de
colocação e acompanhamento do estado dos respetivos pedidos, a qualquer momento.
 Informação Financeira – Na sua área reservada, os clientes poderão consultar o respectivo
extrato de conta, bem como, aceder a faturas e/ ou processos de crédito.
A AZ Auto pretende, com este importante investimento na modernização da plataforma tecnológica,
ser uma referência no mercado, antecipando-se às necessidades do sector.
Aproveitamos para informar que o acesso ao portal é feito através do site www.azauto.pt, não
havendo alterações dos actuais dados de acesso.
Para qualquer esclarecimento adicional, poderá contactar directamente a AZ Auto, ou o seu habitual
gestor de cliente.
Camarate, 28 deImagem portal_Copy

 

MERCEDES CRIA DESAFIO 1 MILHÃO KM

 

Mercedes-Benz cria ”Desafio 1.000.000 Km’s”

 

Abertura recente do Mercedes-Benz Classic Center em que uma das suas viaturas de exposição é Mercedes-Benz 200 D – 1985-1995 – Táxi Português com 1 milhão e 800 mil quilómetros, cedido pelo Museu de Estugarda, serviu de inspiração para esta nova “rubrica - desafio 1.000.000 km’s” criada pelo departamento Após-venda da Mercedes-Benz Portugal.

 

Objetivo deste evento será homenagear um cliente da nossa marca que atinja esta quilometragem na sua viatura Mercedes-Benz, isto porque a história e a fidelização que o cliente mantém para com a nossa marca deverá ser alvo deste reconhecimento.

 

No passado dia 08 de julho, foi homenageado o Sr. Marco Paulo Caseiro Sousa, que é cliente da concessão Finiclasse 2000 desde 2008, onde já adquiriu duas viaturas Mercedes Sprinter foi recebido pelo presidente da Mercedes-Benz Portugal, Dr. Joerg Heinermann no espaço ‘Classic Center’, este cliente foi o convidado central de uma pequena homenagem, onde lhe foi entregue uma medalha honorária, um diploma e uma miniatura igual à viatura que o levou a conquistar esta meta.

 

Desde o ano em que adquiriu a sua primeira viatura Mercedes-Benz, o cliente faz questão de realizar todas as suas manutenções na marca, onde tem a sua residência, na zona de Moimenta da Beira, e onde tem também outros dois veículos de serviço.

 

O Mercedes-Benz Sprinter 318 deste fiel cliente, realiza o transporte nacional e internacional de passageiros dentro da europa, nomeadamente para a Suíça e França. Foi com esta viatura que realizou 1.000.000 kms que apresenta atualmente o seu conta-quilómetros.

 

Através deste pequeno gesto, a Mercedes-Benz Portugal procura reforçar a relação com os seus clientes e reconhecer a grande importância que estes têm para a marca.

 

Também durante esta ocasião, o Sr. Marco Sousa teve a oportunidade de conhecer e inscrever-se no Clube Táxi, um clube exclusivo para Clientes Mercedes-Benz. A partir de agora o Cliente passa a usufruir de um conjunto de benefícios associados, dos quais destacamos os descontos especiais em peças, acessórios, óleo, mão-de-obra e pneus, atendimento prioritário na Rede de Oficinas Autorizadas e acesso a campanhas exclusivas.

 

 Mercedes desafio_2_CopyMercedes desafio_Copy

 

MERCEDES BENZ CHALLENGE - BRASIL

Claudio Kolodziej
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Linneu Linardi
Alta | Web

Claudio Kolodziej
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Linneu Linardi
Alta | Web

Claudio Kolodziej
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Linneu Linardi
Alta | Web

Linneu Linardi conquista seu primeiro top-10 do ano no Mercedes-Benz Challenge

Piloto da Linardi Sports/SBC Trans foi o nono colocado na etapa de Curitiba

Linneu Linardi completou na nona colocação a terceira etapa do Mercedes-Benz Challenge, disputada no Autódromo Internacional de Curitiba, na cidade de Pinhais (PR), no último domingo (27). O resultado rendeu os primeiros pontos ao piloto da Linardi Sports/SBC Trans na temporada, uma vez que ele enfrentou problemas nas duas primeiras corridas do ano.

Após uma classificação complicada, onde conseguiu apenas a 17a colocação entre os pilotos da CLA Cup, Linardi conseguiu uma ótima largada, pulando para a 11a posição logo na primeira volta, avançando até a nona posição pouco depois. "Nosso carro esteve ótimo na corrida deste domingo. Hoje foi a primeira vez que não tivemos nenhum tipo de problema ao longo da corrida", comentou o piloto.

O piloto do carro número 17 voltou para a pista após a parada obrigatória nos boxes na 12a colocação e mais uma vez mostrou habilidade para subir até o nono lugar, posição em que terminou a corrida. "Estou muito feliz com o resultado da corrida de hoje e isso nos dá força para a etapa de Goiânia", conclui Linardi.

A próxima etapa do Mercedes-Benz Challenge acontece no Autódromo Internacional de Goiânia no próximo domingo (3). A corrida integrará a programação da Corrida do Milhão da Stock Car.

Linneu Linardi possui o patrocínio da SBC Trans.

 

A 5 CONDICIONADA

 

Condicionamento de trânsito na A5

 

Entre 28 de Julho e 04 de Agosto

A Brisa Concessão Rodoviária informa que, no âmbito de trabalhos de beneficiação de pavimento no sublanço Estádio Nacional/Oeiras, na A5 – Auto-estrada da Costa do Estoril, irá proceder aos seguintes condicionamentos de trânsito.

De 28 (segunda-feira) para 29 (terça-feira) de Julho

Entre as 22:00 e as 06:00, corte de via esquerda e central, no sentido Cascais/Lisboa, entre os km 8,5 e 7,9

De 29 (terça-feira) para 30 (quarta-feira) de Julho

Entre as 22:00 e as 06:00, corte de via esquerda e central, seguindo de corte de via direita e central, no sentido Lisboa/Cascais, entre os km 8,5 e 7,9

De 30 (quarta-feira) para 31 (quinta-feira) de Julho

Entre as 22:00 e as 06:00.

-      Desvio de trânsito do sentido Lisboa-Cascais para Cascais-Lisboa, entre os km 8,4 e 9,5

-      Corte do ramo de saída da A9-Crel, sentido Alverca-Estádio, para a A5, sentido Lisboa-Cascais.

De 31 (quinta-feira) de Julho para 01 (sexta-feira) de Agosto

Entre as 22:00 e as 06:00.

-      Desvio de trânsito do sentido Lisboa-Cascais para Cascais-Lisboa, entre os km 8,4 e 9,5

-      Corte do ramo de saída da A9-Crel, sentido Alverca-Estádio, para a A5, sentido Lisboa-Cascais.

Entre 01 (sexta-feira) e 04 (segunda-feira) de Agosto

Entre as 22:00 de sexta e as 05:00 de segunda, desvio de trânsito do sentido Lisboa-Cascais para Cascais-Lisboa, entre os km 8,4 e 11,4

A Brisa Concessão Rodoviária informa que todos os desvios estarão devidamente assinalados no local e apela à prudência na passagem pelo local.

A Brisa agradece antecipadamente a compreensão e colaboração dos automobilistas, esperando contribuir para reduzir eventuais inconvenientes decorrentes desta operação.

Para informação actualizada poderá ainda consultar o site www.brisa.pt.

 

PEDRO CASTANON FALA DA VITÓRIA EM PAÇOS DE FERREIRA

 

El piloto español, Pedro Luis Castañón, junto a su equipo Comval Racing, reafirma su liderato en el Campeonato de Portugal de Montaña con una nueva victoria, obtenida este fin de semana, en la Rampa de Pazos de Ferreira (Capital do Móvel)

 

Un buen paso adelante en el Campeonato de Portugal de Montaña para el piloto compostelano, Pedro Luis Castañón, tras su victoria, este fin de semana, en la Rampa de Pazos de Ferreira (Capital do Móvel), aumentando así su liderato en el Campeonato por un diferencia de 26 puntos frente al segundo clasificado.

 

Un fin de semana duro con temperatura muy altas con un coche que se mostró muy subvirador desde el primer momento y que con el set-up del equipo de Comval Racing se pudo ir poco a poco mejorando.

 

Despues de estar rodando en 1'58" durante el sábado peleando con Rui Ramalho, gran conocedor de esta prueba (siendo los dos únicos pilotos capaces de bajar de la barrera de los 2 minutos), el domingo, Castañón, consigue rebajar dos segundos,  desde el 1'58" a 1'56"310 en la primera manga oficial, mientras que su competidor más directo, Ramalho hizo un tiempo de 2'01"

 

En la segunda manga vuelve a ser el piloto más rápido en carrera, logrando el mejor tiempo del todo el fin de semana, a pesar de una pequeña pasada de frenada, con un magnífico 1'56"08, con unas temperaturas muy altas que afectaban a rendimientos de motor y neumáticos, mientras que Ramalho quedaba parado en la salida con problemas, con lo que Joao Fonseca pasa a ser el segundo clasificado, con su Silver Car al hacer un tiempo de 2' 01".

Al contar sólo  la suma de las dos mejores mangas, de las tres oficiales que se celebran, para la clasificación final, el equipo decide poner los neumáticos más desgastados del lote (cuestión de presupuesto) para finalizar la carrera sin yá ninguna presión, con la victoria asegurada, haciendo en esta ascensión, el piloto compostelano un 1'58" y siendo aún así, segundo de esta manga, que vence Ramalho ya con el motor a punto, con un 1'56".8, con lo que consigue clasificarse segundo de la carrera por delante de Fonseca que acaba tercero, siendo éste el orden actual del Campeonato absoluto.

En esta carrera se obtuvieron 25 puntos del primer clasificado más 1 punto por ser el mejor tiempo en los entrenamientos oficiales y 1 punto por registrar el mejor tiempo de la manga que se descuenta de las tres oficiales.

Quedan tres pruebas hasta finalizar la temporada, con una prórroga de un mes hasta la siguiente, y Pedro Castañón y su equipo no tienen garantizado la continuidad en el mismo por falta de presupuesto a pesar de estar luchando por la victoria absoluta en uno de los campeonatos más disputados que se recuerdan.


Gracias a nuestro patrocinadores en esta carrera: TALLERES BASTÓN, ROSADO SPEED, LISBOA REPUESTOS, PINTURAUTO TALAVERA, TERÁN Y BLANCO, COMVAL RACING, y como no, gracias a AGELA (Asociación Galega Esclerosis Lateral amiotrófica por dejarnos llevar sus colores y su lema de este colectivo: LA ELA EXISTE)
rampa ferreira_1_Copy

 

HAMILTON EXPLICA-SE

"Últimas duas semanas foram desgastantes"

Piloto pretende aproveitar pausa na competição para descansar e promete regressar com mais força.
Lewis Hamilton
Foto: JAGADEESH NV / EPA

Lewis Hamilton, piloto de Fórmula 1 da Mercedes.

 

Depois da recente controvérsia em relação ao facto de Lewis Hamilton não ter respeitado a decisão da equipa no Grande Prémio da Hungria, quando esta lhe pediu para deixar o colega de equipa Nico Rosberg ultrapassá-lo, o britânico promete regressar em ainda melhor forma.


"Acho que as últimas duas semanas foram um grande desafio e um grande teste para mim. Havia muita gente a dizer que ia quebrar sobre pressão, mas consegui provar que estavam errados. Ainda estou na luta e ansioso por recomeçar. Mas esta pausa vai ser boa para recarregar e ficar em forma. Voltarei mais forte física e mentalmente", assegurou Hamilton, que apenas se encontra a 11 pontos de Rosberg na tabela geral.


O piloto de 29 anos voltou a tocar na polémica que quase abafou a vitória de Daniel Ricciardo e não se demonstrou arrependido da atitude que tomou no momento. "No momento, eu estava a pensar que estava na corrida e não entendia porque teria de o deixar passar. Talvez o fizesse se eu estivesse em oitavo e ele estivesse a lutar pelo primeiro lugar. Não acho que a situação [entre os pilotos] tenha mudado. De certeza que continuaremos a trabalhar para ultrapassar isto, discutir e tentar entender para continuarmos a olhar para a frente", explicou o piloto, em entrevista à Sky Sports.


Ainda assim, o piloto de 29 anos desvalorizou uma possível alteração da estratégia, sugerida por Toto Wolf, líder da equipa, no final do GP da Hungria, acreditando que a equipa vai continuar a obter bons resultados e comparou a situação com o que acontecera no GP da Alemanha no ano passado, quando Rosberg facilitou a sua ultrapassagem.

"A equipa já fez isso uma vez e muito bem [mudar de estratégia], mas desta vez isso não se aplica. Eu lembro-me que, talvez em Nürburgring, o Nico estava a ficar para trás, mas eu estava a fazer uma boa corrida e podia pontuar para a equipa. Desta vez isso não estava em causa. Estamos os dois na luta e é o campeonato que está em jogo. Ainda bem que assegurei aqueles pontos valiosos", concluiu.

 

Fonte : Sapo Desporto

 

MERCEDES DEIXA DE DAR ORDENS AOS PILOTOS

Mercedes deixa de dar ordens aos pilotos

alt

Rosberg e Hamilton estão na luta pelo título mundial e a equipa vai deixar as decisões a cargo de cada um.

 

 

Nico Rosberg e Lewis Hamilton vão deixar de receber ordens da equipa (Mercedes) e passarão a ter toda a responsabilidade nas decisões que tomarem a partir de agora.

Isto acontece porque a Mercedes caminha com larga vantagem para o título mundial e qualquer um dos pilotos pode ser o vencedor, visto que, praticamente, só enfrentam a concorrência um do outro.

"Chegámos a um ponto onde as lógicas de início de época já não funcionam, porque não podemos pedir a um dos pilotos para ceder a posição e colocar em causa os seus objectivos apenas para beneficiar a equipa", assumiu Toto Wolff, directo desportivo da Mercedes.

Esta decisão vem na sequência de mais um desentendimento entre os dois pilotos, quando, no passado fim-de-semana, no Grande Prémio da Hungria, Hamilton desobedeceu à ordens da equipa e não abrandou para ceder o lugar a Rosberg.


Fonte : Rádio Renasdcença

 

ROADGALAXY EM 5º EM PAÇOS DE FERREIRA

 

Roadgalaxy alcança quinta posição na Agrela

Este fim-de-semana correu-se a quarta prova do Desafio Único FEUP 2, competição onde militam os pilotos da Roadgalaxy João Rebelo Martins e Tó Zé Ferreira - que correm com as cores da Vida Económica, eni, Loba, Norfer, Alfaiate D`Interiores, Arax Gazzo, Powercoaching, fluidotronica, AC Angola, Kartódromo de Oiã, Cerveja Vadia, Oakley, Quinta do Estanho, Molfil, Ginásio Rainha, Konica Minolta e Moçambique Motorsport.

A rampa que se corre em Paços de Ferreira foi muito disputada, com os pilotos do top five a realizarem tempos idênticos, mantendo os lugares do pódio em aberto até à subida final.

O Fiat Punto da Vettra Motorsport e os pilotos foram evoluindo ao longo do fim-de-semana, conforme relatou João Rebelo Martins “ Nas subidas iniciais o carro escorregava muito, fruto da estrada estar suja e do forte calor que se fez sentir. Depois fomo-nos adaptando e os tempos surgiram de forma natural”.

Tó Zé Ferreira salientou o “bom trabalho que a Vettra tem vindo a fazer no Punto e que nos permite, de prova a prova, estar mais junto dos carros mais rápidos”.

O Desafio Único volta à competição no primeiro fim-de-semana de Setembro, em Portimão.NunOrganistA-1 CopyNunOrganistA-2 Copy

 

RAMPA CAPITAL DO MÓVEL PAÇOS DE FERREIRA

RAMPA CAPITAL DO MÓVEL - PAÇOS DE FERREIRA

 

A ESTRANHA TRAJECTÓRIA DO SLKODA FABIA DE MANUEL CORREIA

 

Estranha sem dúvida alguma a trajectória do Skoda Fabia S 2000 de Manuel Correia.

 

 

Fotos de João Raposo - www.velocidadeonline.comFOX 8999_CopyFOX 9000_CopyFOX 9001_CopyFOX 9002_CopyFOX 9003_CopyFOX 9004_CopyFOX 9005_CopyFOX 9006_CopyFOX 9007_Copy

 

COMVAL RACING BISOU EM PAÇOS DE FERREIRA

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA

 

RAMPA CAPITAL DO MÓVEL - PAÇOS DE FERREIRA

 

COMVAL RACING BISOU EM PAÇOS DE FERREIRA

 

 

 

Foi mais um desafio superado e um grande passo dado em direcção ao objectivo da Comval Racing e do seu piloto Pedro Castañón - vencer o Campeonato Nacional de Montanha 2014. Foi um fim-de-semana difícil, com temperaturas muito altas e com algumas questões na afinação do carro que precisaram de alguma atenção da parte da Comval Racing. Após as devidas afinações e preparação do setup pela Comval Racing o Norma, alugado a equipa Torres Rally Team, começou a ter um comportamento mais equilibrado, o que agradou bastante ao piloto. 


10557308 560393784083431_5281830885167312946_n_Copy

Pedro Castañón começou, desde a primeira subida oficial de corrida, a marcar a sua posição e a mostrar que estava determinado em vencer a 5ª Rampa Capital do Móvel, ganhando com alguma vantagem a 1ª e 2ª subidas. Nuno Magalhães, em comentário no final da prova, disse que "Foi uma excelente vitória e uma fantástica prova, tanto do Pedro como dos nossos mais directos adversários. Foi uma prova renhida, da qual saímos vitoriosos. O Pedro esteve muito bem e conseguiu trazer a taça, provando uma vez mais que a "dupla" Comval Racing/Pedro Castañón funciona em pleno. No entanto, apesar desta vitória ainda faltam 3 rampas para o final do Campeonato, estamos confiantes que o podemos vencer, mas ainda temos muito trabalho pela frente."

Aproveitamos este comunicado para fazer um agradecimento especial ao Paulo Leite - responsável da MCO que faz a manutenção e assistência normal ao Norma da Torres Rally Team - que, para além de ter vestido a camisola da Comval Racing durante todo o fim-de-semana, foi incansável na ajuda prestada.

 

RICARDO GOMES PERDE ACESSO AO PÓDIO POR UM SEGUNDO

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA

 

RAMPA CAPITAL DO MOVEL – PAÇOS DE FERREIRA

 

RICARDO GOMES PERDE ACESSO AO PÓDIO POR 1 SEGUNDO

 

Na sua curta carreira como piloto a participação de Ricardo Gomes na Rampa Capital do Móvel – Paços de Ferreira irá ficar gravada para sempre na sua memória, pois acabaria por não subir ao pódio por apenas um segundo para um adversário , por sinal o seu colega de equipa José Correia que também conduz um Seat Leon. Mesmo assim Ricardo Gomes faria nas três subidas  2.20.383, 2.19.470 e 2.18.958 respectivamente.

 

 

Assim no final depois de colocar o seu Seat Leon em parque fechado falou-nos um pouco desta sua prova “  correu bem, até poderia ter corrido melhor, pois fui um dos protagonistas na luta na categoria cinco, depois duma grande luta com o meu amigo e companheiro de equipa José Correia que levou a melhor mesmo na derradeira subida. Não deixa de ser curioso que quase sucedeu o mesmo na prova anterior, em que venci, desta feita fiquei na 4ª posição, o que foi sem duvida um resultado positivo, sem duvida alguma”

 

 

Segundo Ricardo Gomes “ a Vettra Motorsport empresa que tem a cargo a preparação dos  Seat Leon, teve assim dois carros em acesa luta na categoria 5, e sou de opinião que a luta que surgiu em Paços de Ferreira este fim de semana  nesta prova,  foi fabulosa, e aproveito para felicitar o José Correia pelo resultado alcançado, após uma luta em que nunca baixamos os braços, foi sempre a “dar”, na procura do melhor tempo, foi uma grande luta contra o cronómetro”.

 

 

Depois de Paços de Ferreira segue-se em Setembro a Rampa do Caramulo, na qual Ricardo Gomes vai já começar a preparação “tenho grandes esperanças no Caramulo, e vou começar a preparação desta prova de imediato, pois tenho de encontrar o set up correcto, que penso que poderá fazer a grande diferença neste traçado desta rampa, embora para ser franco ainda não trato o Seat Leon por “tu”, para além de desconhecer o traçado da Rampa do Caramulo onde nunca corri”.

 

CLASSIFICAÇÃO FINAL CATEGORIA 5

 

1º Joaquim Teixeira – Seat Leon Super Copa

2º Luís Silva – Mitsubishi Evo VI

3º José Correia – Seat Leon

4º RICARDO GOMES – Seat Leon

5º Paulo Silva – Seat Leon Super Copa

 FOX 9643_Copy

 

PAULO SILVA INSATISFEITO NA RAMPA DE PAÇOS DE FERREIRA

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA

 

RAMPA CAPITAL DO MÓVEL – PAÇOS DE FERREIRA

 

 

PAULO SILVA INSATISFEITO NA RAMPA PAÇOS DE FERREIRA

 

 

Um 5º lugar final em termos de categoria foi a classificação que Paulo Silva alcançou no passado fim de semana na rampa Capital do Móvel – Paços de Ferreira, onde ao volante do seu Seat León, acabaria por estragar tudo na derradeira subida. Mesmo assim Paulo Silva faria  nas três subidas 2.18.916, 2.23.530 e 2.20.309 respectivamente.

 

Por isso no final da prova, depois de retirar o capacete, “ estraguei tudo nesta ultima subida, pois numa destas ultimas curvas, acabei por bater forte numa berma, que me partiu o fundo do carro, e com isso vim a perder tempo, numa altura que estava tudo a correr tão bem, sem cometer erro nenhum. Por causa deste resultado vim a perder a 3ª posição, o que não deixa de ser frustrante depois de tanto empenho por parte da equipe e da minha parte, mas as corridas  são assim mesmo, agora há que olhas para a frente e começar já a preparara a próxima prova, a Rampa do Caramulo, onde espero chegar ao pódio “, disse-nos. “Para terminar, quero dar os meus parabéns ao José Correia pelo 3º lugar que obteve nesta prova.

 

CLASSIFICAÇÃO FINAL CATEGORIA 5


FOX 8898_Copy

1º Joaquim Teixeira – Seat Leon Super Copa

2º Luís Silva – Mitsubishi Lancer Evo VI

3º José Correia – Seat Leon

4º Ricardo Gomes – Seat Leon

5º PAULO SILVA - SEAT LEON

 

 

RICCIARDO VENCEU HA HUNGRIA

Australiano Daniel Ricciardo vence GP da Hungria

Ricciardo cumpriu as 70 voltas ao circuito em 1:53.05,058 horas, tendo chegado logo à frente do espanhol Fernando Alonso (Ferrari), segundo, e do inglês Lewis Hamilton (Mercedes), terceiro.

O líder do campeonato do Mundo, o alemão Nico Rosberg (Mercedes), chegou no quarto posto, a primeira vez na presente temporada em que acaba fora do pódio, e perdeu apenas três pontos para o seu companheiro de equipa na luta pelo campeonato, o qual comanda com 11 pontos de vantagem para Hamilton.

Agência Lusa

 

APLICACOES RENAULT

 

AS APLICAÇÕES “FACEBOOK” E “SUPERMEMO” JÁ ESTÃO DISPONIVEIS NO RENAULT R-LINK

 

A Renault enriquece a sua oferta de serviços no R-Link com duas novas aplicações:

R-Link for Facebook : Esta aplicação permite estar em contacto no seu automóvel, com toda a segurança, com todos os seus contactos do Facebook. Com o automóvel parado, todas as funções tradicionais da rede social estão acessíveis.

 

Supermemo : Com esta aplicação os utilizadores têm a possibilidade de aproveitar o tempo passado no automóvel para aprender línguas estrangeiras (Inglês, Espanhol, Italiano e Francês).

 

 

RAMPA CAPITAL DO MÓVEL - PAÇOS DE FERREIRA

RAMPA CAPITAL DO MÓVEL - PAÇOS DE FERREIRA

 

AS "TROPELIAS " DE PAULA SOUSA  E O BMW M 3

 

SendO uma da senhoras a participar na Rampa Capital do Móvel - Paços de Ferreira, Paula Sousa, oriunda da Trofa na entrada desta curva para a direita atrapalhou-.se um pouco...e depois as imagens mostram o que lhe aconteceu.Mas depois dos espectadores reporem o BMW M 3 na estrada, a mulher piloto da Trofa acaboFOX 8925_CopyFOX 8926_CopyFOX 8927_CopyFOX 8928_CopyFOX 8930_CopyFOX 8931_CopyFOX 8932_CopyFOX 8933_CopyFOX 8934_CopyFOX 8935_CopyFOX 8936_CopyFOX 8937_CopyFOX 8938_CopyFOX 8939_CopyFOX 8940_Copyu a subida.

 

 

Texto e fotos de JOão Raposo - www.velocidadeonline.com

 

JLR ADQUIRE COLECÇÃO PARTICULAR

 

JAGUAR LAND ROVER ADQUIRE A COLEÇÃO DE AUTOMÓVEIS

CLÁSSICOS BRITÂNICOS DE JAMES HULL

 

JLR James_Hull_Collection_Copy

 

 

  • A Jaguar Land Rover compra a maior coleção privada de automóveis clássicos britânicos conhecida em todo o mundo.
  • A Jaguar é a marca predominante na extensa coleção de 543 veículos que o entusiasta britânico James Hull conseguiu reunir ao longo dos anos.
  • Os modelos da Jaguar da coleção incluem um SS100, um XK120 pouco comum com carroçaria em liga leve, alguns dos primeiros E-Type e um MK X que pertenceu ao fundador da marca, Sir William Lyons.
  • Esta aquisição coloca em relevo o interesse da Jaguar Land Rover em manter o seu legado e história através da sua nova divisão Special Operations, que inclui o departamento responsável pelos automóveis clássicos, Jaguar Heritage.
  • Uma oficina Jaguar Heritage integralmente nova construída na histórica fábrica de Browns Lane, Coventry, irá ocupar-se da manutenção dos Jaguar de coleção. Estas novas instalações irão também disponibilizar ao público serviços de manutenção e restauração de clássicos com a garantia da Jaguar.
  • Os veículos da coleção irão participar ativamente em eventos da marca Jaguar e em experiências para clientes de todo o mundo.

 

A Jaguar Land Rover anunciou a aquisição da maior coleção privada de automóveis britânicos, assegurando que esta parte importante da história automóvel se irá manter no Reino Unido. A coleção, adquirida ao longo de muitos anos pelo aficionado britânico James Hull, inclui 543 automóveis clássicos, na sua maioria britânicos, e conta com muitos e notáveis modelos da marca Jaguar como os XK SS, C-Type, D-Type e E-Type.

 

Esta aquisição coloca em relevo o apoio e a atenção cada vez maior que a Jaguar Land Rover está a prestar ao seu legado. Os automóveis da coleção irão participar ativamente nas ações do grupo e de marketing sensorial, com o objetivo de desenvolver o negócio e a presença de cada marca em mercados existentes e emergentes.

A coleção, que foi cuidadosamente reunida e restaurada por James Hull, empresário e filantropo britânico apreciador de automóveis, inclui mais de 130 Jaguar e modelos iniciais da Swallow Sidecars e Austin Seven com carroçaria Swallow, em complemento a uma gama completa e diversa de modelos anteriores à II Guerra Mundial, como os série SS ou os XK 120, entre os quais se destaca um exemplar raro com carroçaria em liga leve.

A coleção inclui também diversos Jaguar C-Type, D-Type, um XKSS, oito E-Type, 30 berlinas clássicas 'Mark' da Jaguar, 19 modelos XJS e mais de 20 berlinas XJ com proprietários anteriores curiosamente interessantes e famosos.

A maioria destes veículos encontra-se em estado excecional e possuem um legado de histórias variadas realmente fascinantes. A coleção inclui também muitos outros veículos e modelos britânicos igualmente célebres e emblemáticos.

Esta aquisição integra o compromisso cada vez maior da Jaguar Land Rover com a preservação e ampliação do rico legado de ambas marcas. Este é mais um passo que vem complementar a recente criação da Divisão de Special Operations, cuja criação reforça o compromisso de aumentar e supervisionar o legado de automóveis clássicos do Grupo e criar edições limitadas, exclusivas e originais como o Jaguar Project 7, recentemente apresentado. O Project 7 é um Jaguar F-TYPE de edição limitada inspirado no lendário D-Type, que celebra este ano o seu 60º aniversário. O seu nome é uma homenagem que evoca as sete vitórias consecutivas conseguidas pela Jaguar em Le Mans.

A Jaguar Heritage, que integra a Divisão Special Operations, anunciou recentemente a construção de seis réplicas exatas do modelo de competição E-Type Lightweight de 1963. Os novos Lightweight serão produzidos manualmente por artesãos altamente qualificados da Jaguar em novas instalações que a Jaguar Heritage construiu em Browns Lane, a menos de noventa metros do local original onde foram produzidos os veículos até 1963. Estas novas instalações irão prestar também serviços de manutenção e restauração com a garantia Jaguar aos modelos clássicos da marca.

Os automóveis da coleção irão participar ativamente em campanhas de marketing sensorial com clientes bem como nos eventos de âmbito mundial que a marca organizar. Um bom exemplo será a apresentação VIP do Jaguar XE no início de setembro, à qual se juntarão muitos outros eventos e atividades, tanto nos mercados atuais como em mercados emergentes. Nestes novos países, a história e o legado da Jaguar são a chave para o estabelecimento e desenvolvimento da marca.

Segundo declarações de John Edwards, Managing Director de Special Vehicle Operations: “Estamos muito contentes pela Jaguar Land Rover ter chegado a um acordo com James Hull para preservar o futuro de uma coleção tão importante de veículos Jaguar, bem como de outras marcas britânicas. Partilhamos o mesmo objetivo que James: manter esta coleção única em mãos britânicas. Estamos muito satisfeitos com este acordo, que assegura a sua conservação por muitos anos. Esperamos poder continuar a trabalhar com James no futuro, durante todo o processo de desenvolvimento das nossas atividades relacionadas com automóveis históricos.

“O legado histórico está a transformar-se num fator de distinção cada vez mais importante em termos de marketing para o cliente e no desenvolvimento das nossas marcas, especialmente nos mercados emergentes. A Jaguar e a Land Rover conseguiram conjugar um catálogo clássico de veículos com mais de cento e quarenta anos de história com alguns dos modelos mais icónicos da indústria. Em complemento, devido ao crescimento exponencial de eventos com veículos clássicos e ao aumento de valor e dimensão do seu mercado, existem razões tanto passionais como empresariais para a Jaguar Land Rover assinar este acordo”.

Pela sua parte, James Hull declarou: “Viajar por tudo o mundo para completar esta coleção ao longo dos anos foi um trabalho de dedicação total e a obra de uma vida, a minha motivação principal não foi conseguir o melhor preço, mas sim assegurar o futuro da coleção neste país, colocando-a à custódia do guardião apropriado. Tive a oportunidade de poder conhecer bem a companhia Jaguar Land Rover nos últimos anos e emprestei-lhes automóveis da coleção para eventos como a Mille Miglia, em complemento a apoiar ações específicas da Jaguar na China. São os guardiões perfeitos para preservar o futuro da coleção, sei que a deixo em boas mãos”.

Mais informação e imagens sobre a Jaguar Land Rover em www.media.jaguarlandrover.com

 

 

Sobre a Jaguar Land Rover

-         O Centro de Produção de Motores de última geração, próximo de Wolverhampton, é a primeira fábrica nova da Jaguar Land Rover construída de raiz. Representa um investimento superior a 630 milhões de euros e irá criar quase 1.400 novos postos de trabalho quando atingir a sua capacidade de produção máxima.

-         A Jaguar Land Rover foi reconhecida como `Responsible Business of the Year´ pela Business in the Community (BITC)

-         A Jaguar Land Rover tem planos ambiciosos para o crescimento e rentabilidade sustentáveis.

-         Em 2013, a Jaguar Land Rover comercializou 425.006 veículos, o que representa um crescimento de 19% em relação a 2012. Destes, 76.668 veículos correspondem à Jaguar e 348,338 à Land Rover.

-         A Jaguar Land Rover irá investir cerca de 3.500 milhões de £ (4.235 milhões de €) na sua gama de produtos e nas suas fábricas durante o ano fiscal que termina em março de 2015.

-          

 

GALP EM NUMEROS

 

PRIMEIRO SEMESTRE 2014
GALP ENERGIA COM RESULTADO LÍQUIDO DE €115 MILHÕES, COM REFORÇO DA PRODUÇÃO DE
PETRÓLEO E TRADING DE GÁS NATURAL INSUFICIENTES PARA COMPENSAR QUEDA DA REFINAÇÃO


 A produção total (working interest) de petróleo e gás natural aumentou 14% para 26,9 mboepd devido ao
incremento da produção no Brasil; a produção net entitlement aumentou 18% para 23,3 mboepd, igualmente
pelos progressos no desenvolvimento dos projetos de produção no Brasil
 As exportações de produtos petrolíferos para fora da Península Ibérica situaram-se em 1,5 milhões de toneladas,
uma diminuição de 31% face ao homólogo que resultou da menor disponibilidade de produto para exportação
devido à paragem geral programada na Refinaria de Sines
 A margem de refinação da Galp Energia foi de $0,4/bbl, inferior em $2,3/bbl à do primeiro semestre de 2013 em
reflexo da deterioração das margens nos mercados internacionais
 O volume de vendas a clientes diretos diminuiu 4%, refletindo a paragem da refinaria de Sines; as vendas de
produtos petrolíferos a clientes diretos em África representaram 8% do total
 O volume de gás natural vendido aumentou 23%, atingindo os 3.904 milhões de m3, o que se explica pelo
aumento dos volumes transacionados nos mercados internacionais através da atividade de trading
 O investimento totalizou €463 milhões, dos quais 86% foram canalizados para o segmento de negócio de
Exploração & Produção, nomeadamente para as atividades de desenvolvimento no campo Lula, no Brasil
 Trespasse à REN do negócio regulado relativo à concessão para armazenamento subterrâneo de gás natural em
Portugal, por um preço acordado de cerca de €72 milhões;
 A dívida líquida situou-se em €1.625 milhões considerando o empréstimo de €807 milhões concedido à Sinopec
como caixa e equivalentes, traduzido num rácio de dívida líquida para Ebitda de 1,5x. Não considerando esse
empréstimo, a dívida líquida seria de €2.432 milhões.


INDICADORES FINANCEIROS
Custo de substituição ajustado
1S2013 1S2014 Variação % Var.
Vendas e prestações de serviços 9.095 8.740 (354) (3,9%)
EBITDA 557 537 (20) (3,7%)
Resultado operacional 299 274 (25) (8,5%)
Resultado líquido 162 115 (47) (28,8%)
EPS (Euro/acção) 0,19 0,14 (0,06) (28,8%)
O resultado líquido replacement cost ajustado da Galp Energia foi de €115 milhões, menos €47 milhões do que no
primeiro semestre de 2013, essencialmente devido à deterioração dos resultados do segmento de Refinação e
Distribuição. Os negócios da Exploração & Produção e Gas & Power deram um importante contributo positivo.

EXPLORAÇÃO & PRODUÇÃO
Mi lhões de Euros (exceto indicação em contrário) Primeiro Semestre
2013 2014 Variação % Var.
Resultado operacional a custo de substituição ajustado 89 140 51 57,2%
Produção média working interest (mboepd) 23,5 26,9 3,4 14,4%
Produção de petróleo (mbopd) 21,3 25,7 4,5 20,9%
Produção média net entitlement (mboepd) 19,8 23,3 3,5 17,7%
Angola 8,4 7,0 (1,4) (17,0%)
Brasi l 11,4 16,3 4,9 43,3%
No primeiro semestre de 2014, a produção total (working interest) aumentou 14% para 26,9 mboepd devido ao
aumento de 43% da produção no Brasil, que totalizou 16,3 mboepd. Esta evolução foi sustentada pelo aumento da
produção da FPSO Cidade de Paraty, que entrou em funcionamento em junho de 2013. Os testes de longa duração
(EWT) nas áreas de Lula Central, Lula Sul e Iara Oeste-2, realizados no primeiro semestre de 2014, também
contribuíram para o aumento da produção do Brasil, com uma produção média conjunta de 1,6 mbopd. Em Angola,
a produção working interest diminuiu 13%, devido essencialmente à menor contribuição do campo Kuito, no Bloco
14, cuja FPSO foi desmobilizada no final de 2013. Por outro lado, a produção do campo Tômbua-Lândana (TL)
manteve-se estável, enquanto a produção do campo BBLT, com a entrada em produção de novos poços, aumentou
cerca de 11% em termos homólogos.
A produção net entitlement, a mais relevante – uma vez que é aquela a que a Galp Energia tem, de facto, direito –
foi de 23,3 mboepd, um aumento de cerca de 18% face ao primeiro semestre de 2013 suportado pelo aumento da
produção no Brasil.
O resultado operacional a custo de substituição foi de €140 milhões, um aumento de €51 milhões face ao período
homólogo.

 

RAMPA CAPITAL DO MÓVEL - PAÇOS DE FERREIRA

Aurora Cunha fez hoje 16.400 metros, a subir, em menos de 15 minutos.

“Se pensarmos que o meu melhor tempo nos cinco mil metros é de 15m 06s… Acho que esta é sem dúvida uma das minhas melhores marcas de sempre.” Confidenciou a ex-campeã do Mundo.

Este tempos foi possível, pois Aurora Cunha trocou a corrida a pé, por uma corrida aos comandos de um Fiat Punto do Challenge Desafio Único, na Rampa Capital do Móvel, em Paços de Ferreira.

Da experiência deste fim-de-semana a fundista destaca a “adrenalina que senti ao sentar-me no carro. Mas não há dúvida que ter a estrada toda à minha disposição é fantástico.”

O carro foi assistido pelos alunos do Curso de Engenharia Mecânica da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto, que tiveram o “carro sempre espectacular”.

Quanto a uma possível repetição, Aurora Cunha remata: “esta última subida foi a melhor, acho que agora é que estava pronta para começar”. Fica feita a promessa… 

   

 

VELOSO MOTORSPORT NO PÓDIO

 

Pódio para a Veloso Motorsport em Paços de Ferreira

 

Foi muito positiva a passagem da Veloso Motorsport por mais uma das jornadas que compõem o Campeonato de Portugal de Montanha, com a deslocação a Paços de Ferreira para disputar a Rampa da Capital do Móvel. Miguel Lobo esteve aos comandos do Aston Martin Vantage V8 GT4 da equipa liderada por Luís Veloso, conseguindo um excelente terceiro lugar em termos de Categoria 1. O jovem piloto local, que se estreou nesta prova em competição automóvel, esteve sempre em excelente nível, não cometendo erros e conseguindo melhorar paulatinamente o seu registo, para terminar o fim-de-semana com um resultado que o levou ao pódio.

 

Foi de facto uma estreia excelente para mim. Consegui atingir plenamente os meus objectivos, diverti-me e mostrei que posso ser competitivo e dar retorno aos meus patrocinadores. Penso sinceramente que não podia ter corrido melhor em termos de resultado, até porque à minha frente ficaram dois carros de categoria GT2. Poderia ter feito melhor no que diz respeito aos tempos, mas montamos pneus novos para as subidas de Domingo e detectamos que dois deles apresentavam problemas e isso impediu-me de melhorar. Gostaria de agradecer a todos os que me apoiaram neste projecto, à Veloso Motorsport, à minha família e um especial obrigado ao Pedro Salvador, que me ajudou imenso a melhorar a pilotagem. Estamos a trabalhar para estar presentes na próxima jornada do CNV no Estoril, mas ainda não é possível garantir nada. Gostava de te essa experiência, num circuito mais adaptado ao Aston Martin, que é um carro excelente mas que não se sente à vontade neste tipo de provas de rampa.” Disse Miguel Lobo.        


A Veloso Motorsport esteve também presente no Challenge Desafio Único – FEUP 3, com os irmãos Tiago Mesquita e Hugo Mesquita ao volante do Alfa Romeo 156, preparado e assistido pela equipa nortenha. Os dois jovens pilotos têm estado em muito bom nível ao longo do ano, tendo terminado esta prova no sétimo posto.

 

“Não foi uma prova fácil para nós. Para além da falta de conhecimento do traçado, já que fizemos apenas duas subidas antes da prova, tivemos alguns azares que nos condicionaram em termos de resultado final. Começamos por ter alguma dificuldade em acertar o carro e fomos fazendo alterações a cada subida. Depois partimos uma transmissão na primeira subida de prova e fizemos um pião na segunda, o que não ajudou… Esperávamos melhor, mas não foi possível. Ganhamos experiência e se para o ano aqui estivermos de novo, será certamente melhor.” Referiram Hugo e Tiago Mesquita. VMS270714a CopyVMS270714b CopyVMS270714c CopyVMS270714d Copy

 

RAMPA CAPITAL DO MÓVEL - PAÇOS DE FERREIRA

RAMPA CAPITAL DO MÓVEL - PAÇOS DE FERREIRA

 

Grupo de imagens da primeira descida da Rampa de Paços de Ferreira com uma panorãmica da traseira dos carros de alguns dos participantes.

 

Fotos de João Raposo - www.velocidadeonline.comFOX 8812_CopyFOX 8813_CopyFOX 8814_CopyFOX 8819_CopyFOX 8821_CopyFOX 8822_CopyFOX 8823_CopyFOX 8828_CopyFOX 8829_CopyFOX 8831_CopyFOX 8832_CopyFOX 8833_CopyFOX 8834_CopyFOX 8835_CopyFOX 8837_CopyFOX 8839_CopyFOX 8840_CopyFOX 8841_CopyFOX 8844_CopyFOX 8845_CopyFOX 8846_CopyFOX 8848_CopyFOX 8849_CopyFOX 8850_CopyFOX 8851_CopyFOX 8852_CopyFOX 8853_CopyFOX 8854_CopyFOX 8855_Copy

 

COPA PETROBRAS DE MARCAS - BRASIL

C. Petrobras de Marcas:Thiago Marques é o quarto e J.Star finaliza a quinta etapa com saldo positivo


Pilotos enfrentaram rodada dupla, no Autódromo de Curitiba, cheia de emoções e desafios em busca de somar pontos no campeonato

A cidade de Curitiba, capital paranaense, recebeu a quinta etapa da temporada 2014 da Copa Petrobras de Marcas. Durante as duas provas da etapa, os participantes do campeonato de turismo multimarcas protagonizaram disputas acirradas para somar pontos na tabela de classificação da categoria. Foram 18 máquinas na pista de 3.695 metros de extensão que estiveram pela primeira vez no Autódromo Internacional de Curitiba (Pinhais/PR) no calendário da quarta edição do evento.

Pela equipe J.Star Racing, Thiago Marques comandou o Chevrolet Cruze de número 1 e Daniel Kaefer compõe o time com o Cruze #17 na quinta etapa. "Ótimo final de semana. Geralmente como falei antes da etapa, não temos um histórico de bons resultados aqui e fiquei sabendo com o chefe de equipe, o Celso Jordão que a equipe também não tinha bons resultados nessa pista", conta o piloto curitibano.

Pensando no saldo positivo, Thiago acrescenta. "Depois de duas corridas bem complicadas com o Chevrolet, nós mostramos que podemos ser competitivos com dois Top 5. Viemos de uma desvantagem de não termos treinado no intervalo grande que teve entre as etapas, coisa que outras equipes fizeram. Então foi super positivo e voltamos a ficar entre os 10 na classificação. Agora é batalhar para chegar com boas chances no final do campeonato", disse.

Daniel Kaefer que faz sua primeira temporada completa na competição conclui em 10o. a segunda corrida. "As duas corridas foram boas, uma pena largar de trás e ter que ir escalando o pelotão, o que não é fácil nessa competição. Na segunda corrida poderia ter obtido um resultado melhor, se não tivesse causado prejuízos no carro por conta de uma batida na primeira bateria que me forçou uma parada no box para troca da roda e determinou a minha posição de largada. Mas o importante é que consegui somar alguns pontinhos na rodada dupla", completou o piloto de Cascavel (PR).

A equipe J.Star Racing conta com patrocínio da IPQ Instituto de Psiquiatria, Schahin, PPG, IbPré, DMP Sistemas, MADIS, Yuny, Unitalo - Centro Universitário Ítalo Brasileiro, AC Delco, Constructiva Engenharia, Malas Cruzeiro, Atua Construtora, Colonial Rodas, Benfica, Alpina, Vivamil, Technology ClimSystem, Lanali Análises de Alimentos, Palmali, Frango Delícia e Motul Óleos Lubrificantes.

Resultado da corrida 2 da quinta etapa - Curitiba (PR):

1. Thiago Camilo (Honda Civic) - 22 voltas 32min21s466
2. Gabriel Casagrande (Chevrolet Cruze) - a 0.671
3. Vicente Orige (Honda Civic) - a 8.440
4. Thiago Marques (Chevrolet Cruze) - a 15.731
5. Ricardo Mauricio (Honda Civic) - a 18.795
6. Felipe Gama (Toyota Corolla) - a 22.797
7. Allam Khodair (Toyota Corolla) - a 23.010
8. Denis Navarro (Toyota Corolla) - a 23.162
9. Galid Osman (Toyota Corolla) - a 27.356
10. Daniel Kaefer (Chevrolet Cruze) - a 28.814
11. Fabio Ebrahim (Ford Focus) - a 33.358
12. Gustavo Martins (Mitsubishi Lancer GT) - a 36.542
13. Carlos Souza (Ford Focus) - a 36.748
14. Cesar Bonilha (Ford Focus) - a 42.147
15. Yuri Cesario/Yago Cesario (Chevrolet Cruze) - a 43.233
16. Lucas Molo (Mitsubishi Lancer GT) - a 1 volta
17. Alceu Feldmann (Honda Civic) - a 1 volta
18. Vitor Meira (Ford Focus) - a 9 voltas
*Resultado sujeito a verificações técnicas e desportivas

Resultado da prova de abertura da quarta rodada dupla da Copa Petrobras de Marcas, em Curitiba:

1. Allam Khodair/Ricardo Zonta (Toyota Corolla) - 20 voltas em 32min12s440
2. Denis Navarro (Toyota Corolla) - a 0.397
3. Thiago Camilo (Honda Civic) - a 1.069
4. Ricardo Mauricio (Honda Civic) - a 2.008
5. Thiago Marques (Chevrolet Cruze) - a 2.787
6. Vicente Orige (Honda Civic) - a 3.245
7. Alceu Feldmann (Honda Civic) - a 4.439
8. Gabriel Casagrande (Chevrolet Cruze) - a 6.882
9. Carlos Souza (Ford Focus) - a 8.070
10. Felipe Gama (Toyota Corolla) - a 9.226
11. Galid Osman (Toyota Corolla) - a 1 volta
12. Lucas Molo (Mitsubishi Lancer GT) - a 1volta
13. Yuri Cesario/Yago Cesario (Chevrolet Cruze) - a 1 volta
14. Daniel Kaefer (Chevrolet Cruze) - a 2 voltas
15. Gustavo Martins (Mitsubishi Lancer GT) - a 6 voltas
16. Fabio Ebrahim (Ford Focus) - a 7 voltas
17. Vitor Meira (Ford Focus) - a 15 voltas
18. Cesar Bonilha (Ford Focus)



Luciano Santos/SigCom
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Largada corrida 2 - 5a. etapa
Alta | Web

Luciano Santos/SigCom
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Paranaenses Thiago Marques e Daniel Kaefer
Alta | Web

Luciano Santos/SigCom
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Grid da corrida 2
Alta | Web

Luciano Santos/SigCom
Clique na imagem para fazer o Donwload...
#1 Thiago Marques
Alta | Web

Luciano Santos/SigCom
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Corrida 2 teve largada às 12h45
Alta | Web

Luciano Santos/SigCom
Clique na imagem para fazer o Donwload...
#17 Daniel Kaefer
Alta | Web

 

RAMPA CAPITAL DO MÓVEL - PAÇOS DE FERREIRA

CNM – RAMPA CAPITAL DO MÓVEL - FINAL

Pedro Castañon (Norma M20 FC) o primeiro a bisar

Embalado pelo triunfo alcançado, no início do mês, em Murça, o espanhol Pedro Castañon (Norma M20 FC) venceu a Rampa Capital do Móvel e tornou-se no primeiro piloto a alcançar dois triunfos esta temporada.

Ao contrário do que sucedeu na jornada transmontana, onde dominou por completo, sendo o mais rápido nas três subidas de prova, desta vez, Rui Ramalho (Juno CN09) pareceu estar disposto a discutir o triunfo até ao último metro e só um motor pouco colaborante o impediu de lutar pela vitória. 

Sendo os únicos que, nos treinos conseguiram cumprir os 4100 metros de cada subida em menos de dois minutos, aguardavam-se com grande expectativa as subidas de prova, mas logo na primeira tudo ficou resolvido.

É que o motor do carro do português falhou ao longo de toda a subida e o espanhol “viu-se”, de repente, com quase cinco segundos de avanço, em teoria irrecuperáveis.

E como para agravar a situação, Rui Ramalho teve de prescindir da segunda subida, a vitória de Pedro Castañon ficou assegurada.

Na última subida, com o motor reparado e sem nada a perder, Rui Ramalho demonstrou, ao averbar o melhor tempo da tarde, que podia ter sido ele a conquistar o primeiro “bis” do ano.

Com o primeiro lugar assegurado e com o segundo dependente da possibilidade de Rui Ramalho cumprir a última subida, João Fonseca (Silver Car S2) e Paulo Ramalho (Juno SSE) acabaram por discutir o último lugar do pódio que acabou por ser favorável ao primeiro, depois do segundo ter sido mais rápido na primeira subida.

Só que João Fonseca impôs-se nas duas seguintes e acabou por assegurar o terceiro lugar, por quase dois segundos de vantagem.

Sem adversário, Tiago Reis (Ford Fiesta S2000) dominou a Categoria 3 e terminou em quinto lugar da geral, deixando o seu mais directo adversário na categoria, Amaro Melo (BMW E30 M3), 16.º da geral), a mais de 24 s., com Daniel Teixeira (Renault Clio RS2000), que viu reparados os estragos provocados pelo incêndio matinal, a completar o pódio da categoria.

Tal como Tiago Reis, na Categoria 3, António Nogueira (Porsche GT2), sétimo da geral, atrás de Nuno Guimarães (BRC CM 02) dominou na Categoria 1, com o facto de ter ganho mais de cinco segundos a José Silvino Pires (Porsche 996 GT3) a permitir-lhe prescindir da última subida, sem que a sua vitória estivesse em causa.

A fazer a primeira prova no CNM, Miguel lobo (Aston Martin Vantage V8 GT4/Veloso Motorsport) completou o pódio da categoria, impondo-se a Elias Barros (Ford Fiesta R5), que fez a última subida, por pouco mais de um segundo, depois de nas duas primeiras terem feito jogo igual.

Sem surpresa a vitória de Joaquim Teixeira (Seat Leon Super Copa/Bompiso Racing Team), na Categoria 5, sendo Joaquim Teixeira mais um dos pilotos que renunciou à derradeira subida, sem que Luís Silva (Mitsubishi Lancer VI) tivesse colocado em causa a sua vitória, já que no final era da ordem dos nove segundos a diferença entre os dois.

O pódio da categoria seria completado por José Correia (Seat Leon).

O duelo entre Hélder Silva (BMW 323i) e José Pedro Gomes (Ford Escort), que tem marcado a Categoria 6, acabou no final da segunda subida, quando o segundo, que já estava a cerca de 10 s. do seu adversário, optou por não subir pela terceira vez, com o piloto do BMW a garantir a vitória e com José Artur Teixeira (Austin Mini) a completar o pódio.

Sem adversário na Categoria 4, José Paulo Sousa (BMW E30 M3), que não completou a primeira subida, quedou-se pelo 33.º lugar da geral, numa prova em que era ele próprio o seu adversário, tendo a consolação de ter melhorado o seu tempo em mais de dois segundos de uma subida para a outra.

O CNM prossegue, no primeiro fim-de-semana de Setembro, com a Rampa do Caramulo

Classificação final

1.º, Pedro Castañon (Norma M20 FC), 3.52,369; 2.º, Rui Ramalho (Juno CN09), 3.57,981; 3.º, João Fonseca (Silver Car S2), 4.04,299; 4.º, Paulo Ramalho (Juno SSE), 4.06,269; 5.º, Tiago Reis (Ford Fiesta 2000), 4.08,355 (1.º da Categoria 3); 6.º, Nuno Guimarães (BRC CM 02), 4.09,547, 7.º, António Nogueira (Porsche GT2), 4.11,655 (1.º da Categoria 1); 8.º, Joaquim Rino (BRC 05), 4.14,794; 9.º, José Silvino Pires (Porsche 996 GT3), 4.17,084; 10.º, Joaquim Teixeira (Seat Leon Super Copa/Bompiso Racing Team), 4.22,643 (1.º da Categoria 5) Classificaram-se mais 32 pilotos.

Classificações, oficiosas, do Campeonato Nacional de Montanha

ABSOLUTO – 1.º, Pedro Castañon, 98 pontos; 2.º, Rui Ramalho, 75; 3.º, João Fonseca, 68; 4.º, António Nogueira, 59; 5.º, Paulo Ramalho, 48; 6.º, Joaquim Rino, 34; 7.º, Pedro Salvador, Manuel Correia, 26; 9.º, Carlos Torres, Nuno Guimarães, 18; 11.º, Bernardo Sá Nogueira, 15; 12.º, Martine Pereira, 12; 13.º, Joana Barbosa, 9; 14.º, José Silvino Pires, 4; 15.º, João Guimarães, 1

CATEGORIA 1 – 1.º, António Nogueira, 126 pontos; 2.º, Manuel Correia, 95; 3.º, Joana Barbosa, 61; 4.º, Martine Pereira, 45; 5.º, José Silvino Pires, 18; 6.º, João Guimarães, 12

CATEGORIA 2 – 1.º, Pedro Castañon, 105 pontos; 2.º, Rui Ramalho, 75; 3.º, João Fonseca, 73; 4.º, Paulo Ramalho, 51; 5.º, Joaquim Rino, 40; 6.º, Pedro Salvador, 26; 7.º, Carlos Torres, 23; 8.º, Nuno Guimarães, 20; 9.º, Bernardo Sá Nogueira, 18

CATEGORIA 3 – 1.º, Tiago Reis, 105 pontos; 2.º, Edgar Reis, 68; 3.º, Manuel Pereira, 64; 4.º, Paulo Pinto, 45; 5.º, Ricardo Sousa, 22

CATEGORIA 5 – 1.º, Joaquim Teixeira, 135 pontos; 2.º, Luís Silva, 90; 3.º, José Correia, 42; 4.º, João Guimarães, 40; 5.º, Paulo Silva, 27; 6.º, Francisco Marrão, 12

CATEGORIA 6 – 1.º, José Pedro Gomes, 98 pontos; 2.º, Hélder Silva, 96; 3.º, Aníbal Rolo, 46; 4.º, Abel Marques, 43; 5.º, José Pedro Figueiredo, 36; 6.º, Nuno Silva, 32; 7.º, José Pires, 27; 8.º, Francisco Marrão, 24

CATEGORIA 6 até 1300 cc – 1.º, José Pedro Figueiredo, 80 pontos; 2.º, Abel Marques, 60; 3.º, Domingos Fernandes, 33; 4.º, João Pedro Peixoto, 27; 5.º, Rui Castro, 19

TAÇA NACIONAL até 1300 cc – 1.º, Paulo Pinto, 54 pontos; 2.º, Luís Delgado, 27; 3.º, Ricardo Sousa, Roberto Meira, 18; 5.º, Ricardo Moreira, 15

 Pedro Castañon

 Tiago Reis

 António Nogueira

 Joaquim Teixeira 

Hélder S

 

TRANSCATARINA - BRASIL

Luciano Santos/SigCom
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Dupla do Rio de Janeiro
Alta | Web

Luciano Santos/SigCom
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Equipe encerrou a sexta edição do evento
Alta | Web

Luciano Santos/SigCom
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Prova contou com circuito de 1 km na Arena Jaraguá
Alta | Web

Luciano Santos/SigCom
Clique na imagem para fazer o Donwload...
O público pode ver o rali de perto em Jaraguá do Sul
Alta | Web

 

Transcatarina: Barra e Hirt, Niterói Rally Team, em disputa sensacional finalizam a edição 2014


Dupla fechou as três etapas do sábado, em 12º lugar na Super Máster. O evento foi válido pela terceira etapa da Copa Brasil de Rally de Regularidade

Os carros off road 4x4 do rali invadiram para uma volta na Arena Jaraguá em uma pista indoor (um quilômetro) e movimentaram a cidade no interior catarinense, neste sábado (26), local da chegada da terceira e última etapa do Rally Transcatarina, após 180 quilômetros de percurso desde a largada às 8h em Rio Negrinho (SC). Ricardo Barra e Vanderlei Hirt, da Equipe Niterói Rally Team, conquistaram 13º melhor tempo na Super Máster, com a Mitsubishi Pajero Full (#21) e 115 pontos. A dupla marcou a 12ª posição no dia e a cerimônia de premiação aconteceu no Clube Atlético Baempendi, às 19h30.

Os 158 veículos inscritos tiveram três dias de prova de regularidade entre os dias 23 a 26 de julho, de Fraiburgo a Jaraguá do Sul (SC), que contou com aproximadamente 800 quilômetros na sexta edição do Rally Transcatarina, passando por 21 cidades, em que os participantes estiveram divididos em seis categorias: Super Máster, Graduados, Júnior, Jeep, Adventure e Passeio. Os termômetros chegaram a marcar temperaturas próximas de zero e no primeiro dia de disputas a chuva apimentou a disputa com piso escorregadio.

A Super Máster, a qual Ricardo Barra e Vanderlei Hirt pertencem, configura a categoria mais disputada do Transcatarina e é onde estão inscritas as melhores equipes e pilotos do rali de regularidade do país. A dupla desde a formação do grid de largada, após o Prólogo realizado no dia 23, em Fraiburgo, e nas demais etapas da edição 2014, confirmaram a sua evolução, com as médias de regularidade bem próximas dos primeiros colocados.

"Estamos muito felizes com o nosso resultado, o entrosamento da dupla melhorou bastante", contou o piloto Ricardo Barra, representante do Rio de Janeiro.

No terceiro e último dia, a largada aconteceu às 8h, atrás do Pavilhão dos Imigrantes (Ginásio de Esportes). "Tivemos trechos técnicos e diversos laços, a prova passou pelo autódromo de terra de São Bento do Sul e por cultivo de bananais na região de Corupá", comentou o navegador Vanderlei Hirt.

As expectativas da dupla foram correspondidas para o Transcatarina, com relação ao evento e o desempenho do time, que aproveitou a ocasião também para testar os ajustes nos equipamentos. "A SC Racing, organizadora do evento, manteve a mesma qualidade das edições anteriores, recepção e nível técnico do percurso. Ficamos satisfeitos também com o desempenho de toda a equipe, foi uma grande experiência e nos deixa motivados para as próximas etapas do ano", ressaltou Ricardo Barra.

A equipe Niterói Rally Team conta com o patrocínio Cerveja Itaipava e Natsu - Mitsubishi Niterói. Mais informações: www.niteroirallyteam.com.br.

Resultado Geral do Transcatarina - Categoria Super Máster:

1) 18 Flávio Roberto Kath/Rafain Walendowsky (Blumenau/SC), 179
2) 7 Rone Branco/Enedir Silva Jr (Curitiba/PR), 171
3) 5 Marnes Alexandre Floriani/Cristian Mueller (Rio Negrinho/SC), 158
4) 1 Acyr Hideki Rodrigues da Silva/Renan P. Medeiros (Corupá/SC), 155
5) 4 Oscar José Schmidt/Gustavo Schmidt (São José/SC), 136
6) 9 Elvis Bonatti/Carlos Brandernburg (Corupá/Jaraguá do Sul/SC), 131
7) 20 Vinicius Lustosa Polati/Marcos Fernando Evangelista (Curitiba/PR), 129
8) 17 Márcio Ruckl/Márcio Ruckl Jr (Rio Negrinho/SC), 122
9) 2 Aparecido Matias Fernandes/Rodrigo Juliano Borges (Maringá/PR), 121
10) 6 Leandro Pereira Moor/Claudio Roberto Flores (Apucarana/PR), 121
11) 8 Otávio Enz/Allan Enz (Apucarana/PR), 120
12) 3 Paulo Roberto de Goes/Jhonatan Ardigo (Joinville/SC), 119
13) 21 Ricardo Barra/Vanderlei Hirt (Niterói/RJ), 115
14) 12 Marcelo Felipe Rorig/Roberto Luiz Spessatto (Palotina/PR), 110
15) 23 Márcio Schindwein/Fernando Amorim da Silveira (Palhoça/SC), 110
16) 14 Evaldo Martin Schulze/Matheus D. Schulze (Caçador/SC), 104
17) 13 Olair Fagundes/Waldomiro Teodoro dos Anjos Jr (Cuiabá/MT), 102
18) 15 Carlos Alberto Mendonça/Erick Fernandes de Brito (Criciúma/SC), 82
19) 22 Victor Pudell/Caio Boscolo (Toledo /PR), 79
20) 19 Rogério Augusto Franciosi/Ilca Nunes Franciosi (Tangará da Serra/SC), 57


 

RAMPA CAPITAL DO MÓVEL - PAÇOS DE FERREIRA

RAMPA PAÇOS DE FERREIRA

 

 

JOSÉ PEDRO GOMES A DEIXAR "LASTRO"

 

Pois é na primeira subida de treinos da Rampa Capital do Móvel Paços de Ferreira o Ford Escort de José Pedro Gomes veio a deixar "lastro", pois ao atravessar-se desta maneira, cerca de meio kg de pneu ficou logo neste local, conforme imagem anexa....

 

José Pedro Gomes ao melhor estilo.....FOX 8886_CopyFOX 8887_CopyFOX 8889_CopyFOX 8890_Copy

 

 

Fotos de João Raposo - www.velocidadeonline.com

 

AMBIENTES EM SPA

AMBIENTES EM SPA

 

GALERIA DE IMAGENS

 

 

Grupo de imagens do ambiente que se viveu este fim de semana nas 24 Horas de Spa.bal303 Copybalc1 Copybalc2 Copybalc3 Copybalc4 Copybalc5 Copybalc6 Copybalc7 Copybalc8 Copybalc9 Copybalc10 Copybalc11 Copybalc12 Copybalc14 Copybalc15 Copybalc16 Copybalc17 Copybalc18 Copybalc19 Copybalc20 Copybalc21 Copybalc22 Copybalc22 Copybalc24 Copybalc25 Copybalc26 Copybalc27 Copybalc28 Copybalc30 Copybalc31 Copybalc32 Copybalc33 Copybalc40 Copybalc42 Copybalc43 Copybalc44 Copy

 

MELHOR ERA IMPOSSIVEL PARA JOAQUIM RINO

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA

 

RAMPA CAPITAL DO MÓVEL – PAÇOS DE FERREIRA

 

MELHOR ERA IMPOSIVEL PARA JOAQUIM RINO


Sétimo lugar à geral,  e sexto lugar em termos de categoria, foi o que Joaquim Rino obteve este fim de semana que passou na Rampa Capital do Móvel Paços de Ferreira onde participou ao volante do seu BRC CM 05.Assom o piloto da Batalha faria nas três subidas de prova 2.07.364, 2.07.962 e 2.07.430, sendo muito estável em termos de cronometro. No final, após ter colocado o seu BRC em parque fechado, Joaquim Rino falou-nos da sua prova “ não correu mal, tentei ao longo das subidas de prova melhorar os meus tempos, mas as variações foram muito pequenas. O carro esteve bem, sem problemas de maior, consegui pontuar, agora há que preparar a próxima prova na Rampa do Caramulo”. Sobre a rampa “ foi a primeira vez que cá corri, é muito rápida, incrível, e fiquei admirado com tanta gente a assistir”.

 

CLASSIFICAÇÃO GERAL FINAL


1º Pedro Castanon – Norma M 20

2º Rui Ramalho – Juno

3º João Fonseca – Silver Car

4º Paulo Ramalho – Juno

5º Nuno Guimarães – BRC CM 02

6º António Nogueira – Porsche GT 2

7º JOAQUIM RINO – BRC CM 05

 

CLASSIFICAÇÃO CATEGORIA 2

FOX 9026_Copy

1º Pedro Castanon – Norma M 20

2º Rui Ramalho – Juno

3º João Fonseca – Silver Car

4º Paulo ramalho – Juno

5º Nuno Guimarães – BRC CM 02

6º JOAQUIM RINO – BRN CM 05

 

RECORDAR É VIVER

RECORDAR É VIVER

 

Ao retomarmos esta rubrica, hoje recordamos a passagem do Red Bull Air Rrec1 Copyrec2 Copyrec3 Copyrec4 Copyrec5 Copyrec6 Copyrec7 Copyrec8 Copyrec9 Copyrec10 Copyrec11 Copyrec12 Copyrec14 Copyrec15 Copyrec16 Copyrec17 Copyrec18 Copyrec19 Copyrec20 Copyrec21 Copyrec22 Copyrec23 Copyrec24 Copyrec25 Copyrec26 Copyrec27 Copyrec28 Copyrec29 Copyrec30 Copyrec33 Copyrec34 Copyrec35 Copyace pela cidade do Porto,nois dois anos que passaram por Portugal.

 

Chamo a atenção para o elevado numero de espectadores nas margens, aliás a passagem do Red Bull Air Race pela cidade do Porto, registou as provas que maior numero de espectadores tiveram.

 

TRANSCATARINA - BRASIL

Luciano Santos/SigCom
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Dupla do Rio de Janeiro
Alta | Web

Luciano Santos/SigCom
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Equipe encerrou a sexta edição do evento
Alta | Web

Luciano Santos/SigCom
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Prova contou com circuito de 1 km na Arena Jaraguá
Alta | Web

Luciano Santos/SigCom
Clique na imagem para fazer o Donwload...
O público pode ver o rali de perto em Jaraguá do Sul
Alta | Web

 

Transcatarina: Barra e Hirt, Niterói Rally Team, em disputa sensacional finalizam a edição 2014


Dupla fechou as três etapas do sábado, em 12º lugar na Super Máster. O evento foi válido pela terceira etapa da Copa Brasil de Rally de Regularidade

Os carros off road 4x4 do rali invadiram para uma volta na Arena Jaraguá em uma pista indoor (um quilômetro) e movimentaram a cidade no interior catarinense, neste sábado (26), local da chegada da terceira e última etapa do Rally Transcatarina, após 180 quilômetros de percurso desde a largada às 8h em Rio Negrinho (SC). Ricardo Barra e Vanderlei Hirt, da Equipe Niterói Rally Team, conquistaram 13º melhor tempo na Super Máster, com a Mitsubishi Pajero Full (#21) e 115 pontos. A dupla marcou a 12ª posição no dia e a cerimônia de premiação aconteceu no Clube Atlético Baempendi, às 19h30.

Os 158 veículos inscritos tiveram três dias de prova de regularidade entre os dias 23 a 26 de julho, de Fraiburgo a Jaraguá do Sul (SC), que contou com aproximadamente 800 quilômetros na sexta edição do Rally Transcatarina, passando por 21 cidades, em que os participantes estiveram divididos em seis categorias: Super Máster, Graduados, Júnior, Jeep, Adventure e Passeio. Os termômetros chegaram a marcar temperaturas próximas de zero e no primeiro dia de disputas a chuva apimentou a disputa com piso escorregadio.

A Super Máster, a qual Ricardo Barra e Vanderlei Hirt pertencem, configura a categoria mais disputada do Transcatarina e é onde estão inscritas as melhores equipes e pilotos do rali de regularidade do país. A dupla desde a formação do grid de largada, após o Prólogo realizado no dia 23, em Fraiburgo, e nas demais etapas da edição 2014, confirmaram a sua evolução, com as médias de regularidade bem próximas dos primeiros colocados.

"Estamos muito felizes com o nosso resultado, o entrosamento da dupla melhorou bastante", contou o piloto Ricardo Barra, representante do Rio de Janeiro.

No terceiro e último dia, a largada aconteceu às 8h, atrás do Pavilhão dos Imigrantes (Ginásio de Esportes). "Tivemos trechos técnicos e diversos laços, a prova passou pelo autódromo de terra de São Bento do Sul e por cultivo de bananais na região de Corupá", comentou o navegador Vanderlei Hirt.

As expectativas da dupla foram correspondidas para o Transcatarina, com relação ao evento e o desempenho do time, que aproveitou a ocasião também para testar os ajustes nos equipamentos. "A SC Racing, organizadora do evento, manteve a mesma qualidade das edições anteriores, recepção e nível técnico do percurso. Ficamos satisfeitos também com o desempenho de toda a equipe, foi uma grande experiência e nos deixa motivados para as próximas etapas do ano", ressaltou Ricardo Barra.

A equipe Niterói Rally Team conta com o patrocínio Cerveja Itaipava e Natsu - Mitsubishi Niterói. Mais informações: www.niteroirallyteam.com.br.

Resultado da 3ª etapa (Canoinhas/Rio Negrinho) - Categoria Super Máster:

1) 18 Flávio Roberto Kath/Rafain Walendowsky (Blumenau/SC), 179
2) 7 Rone Branco/Enedir Silva Jr (Curitiba/PR), 171
3) 5 Marnes Alexandre Floriani/Cristian Mueller (Rio Negrinho/SC), 158
4) 1 Acyr Hideki Rodrigues da Silva/Renan P. Medeiros (Corupá/SC), 155
5) 4 Oscar José Schmidt/Gustavo Schmidt (São José/SC), 136
6) 9 Elvis Bonatti/Carlos Brandernburg (Corupá/Jaraguá do Sul/SC), 131
7) 20 Vinicius Lustosa Polati/Marcos Fernando Evangelista (Curitiba/PR), 129
8) 17 Márcio Ruckl/Márcio Ruckl Jr (Rio Negrinho/SC), 122
9) 2 Aparecido Matias Fernandes/Rodrigo Juliano Borges (Maringá/PR), 121
10) 6 Leandro Pereira Moor/Claudio Roberto Flores (Apucarana/PR), 121
11) 8 Otávio Enz/Allan Enz (Apucarana/PR), 120
12) 3 Paulo Roberto de Goes/Jhonatan Ardigo (Joinville/SC), 119
13) 21 Ricardo Barra/Vanderlei Hirt (Niterói/RJ), 115
14) 12 Marcelo Felipe Rorig/Roberto Luiz Spessatto (Palotina/PR), 110
15) 23 Márcio Schindwein/Fernando Amorim da Silveira (Palhoça/SC), 110
16) 14 Evaldo Martin Schulze/Matheus D. Schulze (Caçador/SC), 104
17) 13 Olair Fagundes/Waldomiro Teodoro dos Anjos Jr (Cuiabá/MT), 102
18) 15 Carlos Alberto Mendonça/Erick Fernandes de Brito (Criciúma/SC), 82
19) 22 Victor Pudell/Caio Boscolo (Toledo /PR), 79
20) 19 Rogério Augusto Franciosi/Ilca Nunes Franciosi (Tangará da Serra/SC), 57


 

A ESTREIA DO FIESTA NA MADEIRA

 

Filipe Carvalho faz o teste mais completo

ao Fiesta Ecoboost no Rali Vinho Madeira

 

Dando sequência à estreia em ralis do Ford Fiesta Ecoboot do projeto i-drive na prova do  Campeonato Nacional organizada pelo Clube Automóvel da Marinha Grande, a Q&F avança agora para a etapa seguinte, em termos de desenvolvimento, no Rali Vinho da Madeira (1/3 agosto), desta feita com a dupla Filipe Carvalho/Cláudio Gouveia, naquele que será o primeiro grande teste a sério da temporada: 18 classificativas (263,82 km) num percurso total de 823,54 km. A aposta da Q&F recai de novo num piloto jovem, também natural da Madeira e conhecedor das classificativas da região, já com provas dadas em ralis, depois de ter disputado o Campeonato Regional de 2010 com um Peugeot 106 GTi, para na época seguinte conduzir o Peugeot 207 S1600.

 

“Fiquei muito feliz com este convite do Mário Quintaneiro, da Q&F, que me vai permitir regressar aos ralis. Fui apanhado de surpresa e sinto-me radiante por ter esta oportunidade, já que interrompera a minha carreira por falta de apoios”, lembrou o jovem (22 anos) Filipe Carvalho, entusiasmado com o desafio que lhe foi proposto de explorar o potencial do Ford Fiesta Ecoboost do projeto i-drive pela segunda vez esta época no Campeonato Nacional de Ralis.

 

“O principal objetivo será terminar o rali, muito duro e longo. Ainda não conheço o Fiesta Ecoboost, mas sei que o chassis é bom, como acontece, de uma maneira geral, nos Ford. Estou confiante em dispor de condições para fazer um rali engraçado e, acima de tudo, testar o carro de forma exaustiva”, acrescentou o piloto madeirense.

 

Depois da estreia no Rali Vidreiro, no passado mês de junho, em que surgiram naturais problemas de juventude, o Ford Fiesta Ecoboost foi alvo de uma profunda revisão e recebeu diversas alterações, procurando-se a máxima fiabilidade para enfrentar a dureza de uma prova como o Rali Vinho da Madeira.

 

Antepenúltima prova (6ª) do Campeonato Nacional, o Rali Vinho da Madeira, disputado em pisos de asfalto, vai para a estrada na sexta-feira (1 agosto), a partir das 17h29, com a primeira etapa a incluir duas classificativas (38,14 km), para terminar pelas 22h04.

Sábado (2 agosto), a segunda etapa tem início às 09h52 e engloba oito classificativas (100,74 km), terminando às 20h06. A terceira e última etapa, no domingo, com oito classificativas (100,74 km), vai para a estrada às 08h57 e termina pelas 17h18.

 

FALTA DE SORTE PARA PARENTE

 

Mecânica termina recuperação notável de Álvaro Parente

Depois de uma excelente recuperação durante as primeiras nove horas das 24 Horas de Spa-Francorchamps, que levou o seu McLaren até à porta dos dez primeiros, Álvaro Parente foi obrigado a abandonar devido a problemas de transmissão.

A arrancar do último lugar de uma grelha de partida composta por sessenta e um carros, o português sabia que teria uma tarefa hercúlea pela frente, mas nem por isso se atemorizou, encetando uma recuperação notável.

Com um ritmo rapidíssimo e com ultrapassagens decisivas, a performance de Álvaro Parente foi extraordinária, alcançando o trigésimo o terceiro posto quando estavam cumpridas apenas dezassete voltas, momento em que sofreu um furo, o que o obrigou a cumprir mais de meia volta a baixa velocidade para entrar nas boxes.

Esta foi a primeira contrariedade sofrida pelo piloto do Porto que caiu para quinquagésimo quinto posto, obrigando-o a recomeçar a recuperação. Álvaro Parente voltou a atacar e conseguiu entregar o McLaren MP4-12C número noventa e oito da ART Grand Prix a Grégoire Demoustier no trigésimo quinto lugar.

Apesar das muitas situações de Safety-Car, francês e Nicolas Lapierre prosseguiram o trabalho do português e, quando o piloto oficial da McLaren GT realizou o seu turno duplo nocturno, chegou ao décimo primeiro posto da geral.

Contudo, com a madrugada vieram os problemas e um radiador furado obrigou o carro inglês permanecer cerca de quarenta minutos nas boxes, deitando por terra o esforço do trio de pilotos e da equipa. Cerca das quatro da manhã Nicolas Lapierre acabou por parar em pista devido a um problema num semi-eixo, sendo o abandono inevitável.

“Sabíamos que, depois do acidente de quinta-feira, teríamos uma corrida muito difícil pela frente, dado que reconstruir um carro num curto período de tempo pode dar azo a pequenos problemas. Ainda assim, atacámos e realizámos uma boa recuperação, apesar do furo que sofri ainda na primeira hora de prova. O problema do radiador foi inesperado, assim como o da transmissão, mas acabaram por ser decisivos para o abandono. Foi pena porque estávamos a realizar uma boa corrida e poderíamos alcançar um bom resultado, apesar de todas as contrariedades”, sublinhou Álvaro Parente.

Depois de uma temporada extraordinária em que obteve uma vitória, um segundo lugar, duas pole-positions e liderou todas as voltas que disputou, a prova de Spa-Francorchamps acabou por ser uma desilusão. No entanto, o piloto português está já ansioso pela próxima ronda do Blancpain Endurance Series, onde espera regressar aos bons resultados. “É complicado digerir um fim-de-semana destes após a época que temos vindo a protagonizar, mas agora não há nada a fazer, senão continuarmos a trabalhar e a evoluir. A equipa realizou um trabalho excepcional na recuperação do carro, permitindo-nos realizar uma prova de ataque. Vamos concentrar-nos nos 1000Km de Nurburgring, onde esperamos voltar a bater-nos pela vitória”, sublinhou Álvaro Parente.

A próxima prova do Blancpain Endurance Series realiza-se em Nurburgring no próximo dia 21 de Setembro, tendo esta a corrida particularidade de ter mil quilómetros de extensão.AParente FT_14030_Copy

 

SEGUNDO AS PREVISÕES DA PIRELLI

 

2014 Hungarian Grand Prix - Race
Ricciardo usa três PARAR estratégia para ganhar corrida
ANTES DE VERÃO INTERVALO
HEAVY RAIN ANTES DO INÍCIO FAZ PARA CORRIDA muito emocionante
TRÊS ESTRATÉGIAS DIFERENTES E ESCOLHAS DE PNEUS PARA O TOP 3 CLASSIFICADO


 piloto da Red Bull Daniel Ricciardo afirmou sua segunda vitória da carreira de "manter seu terceiro lugar no campeonato de pilotos na Pirelli patrocinado Grande Prêmio da Hungria de Fórmula Um antes da pausa de verão anual. Ricciardo usou uma estratégia de três parada, correndo toda a corrida com os pneus macios P Zero Amarelo depois de ter começado no pneu intermediário verde Cinturato. Em Sua Ferrari Fernando Alonso evitou o segundo lugar contra Mercedes Lewis Hamilton, que cobrado pelo campo para terminar em terceiro depois de ter iniciado a partir do pit lane. Ambos utilizaram uma estratégia de duas paradas, a partir de intermediários com Hamilton, em seguida, completar um stint na passagem suave e seu final sobre o pneu médio. Alonso acabou de usar o pneu macio para suas duas passagens finais, alterando pela segunda vez na volta 38 e, assim, fazendo com que o pneu macio dura por 32 voltas.
Um chuveiro importante pouco antes os carros deveriam ir no grid provocou algum pensamento agitado para os estrategistas das equipes como a determinar se o pneu cheio molhada Cinturato Azul ou o intermediário seria o pneu para começar. Depois de ter completado algumas voltas de reconhecimento cuidadosos tanto no total ou o pneu intermediário molhado antes de ir para a rede, todos os drivers optou por começar a corrida com os pneus intermediários.
Um período de safety car na volta 8 pré-determinada mudou estratégias como todo o campo, exceto da McLaren Kevin Magnussen, que ficou fora até a volta 15, alterado para o pneu macio P Zero Amarelo em uma pista rápida secagem. Seu companheiro de equipe, Jenson Button foi o único a optar por um outro conjunto de pneus intermediários, que não deu certo para ele no final, terminando em 10 º depois de ter sido brevemente na liderança.
Como pneus de chuva foram utilizados durante algum momento da corrida, a regra de ter que usar os dois tipos de compostos secos já não era válido. Isso, então, feito por algum de corrida muito emocionante, com as posições sendo trocados constantemente, não só no topo, mas todo o caminho através do campo e várias estratégias de estar em jogo. Em um estágio da corrida um equilíbrio de pneus médios e macios estavam sendo executado.
Diretor de automobilismo da Pirelli, Paul Hembery, disse: "A corrida de hoje em Hungaroring mostrou como estratégia de pneus podem se beneficiar de uma corrida. A breve recebemos a partir do promotor e as equipes em 2011 quando entramos no esporte ainda é válido e os resultados de hoje mostram como os pneus e estratégia pode ajudar a produzir corridas muito emocionantes. A chuva que caiu pouco antes do início da corrida, as equipes também ajudaram teve que determinar qual dos pneus de chuva seria o mais adequado para começar. Vimos algumas batalhas extremamente próximas Ao longo até o fim, sublinhando a importância de selecionar a estratégia certa e ser capaz de reagir à evolução das circunstâncias. Agora é Fórmula cabeças para as férias de verão, e após a primeira metade de uma temporada que só pode ser descrito como impressionante - durante o qual esporte Introduzido na nova era, e nós ainda visualizado o que um pneu de 18 polegadas poderia ser semelhante - nós ansiosos para um igualmente intrigante segunda metade do Grande Prêmio da Bélgica em diante. "
Vezes mais rápido do dia com o composto:
  Suave Médio Intermediário Wet
Primeiro ROS - 1m25.724s HAM -, mas 1m27.414s - 1m36.787s N / A
Segundo RIC - 1m26.608s BOT - 1m28.168s MAIO - 1m39.113s N / A
Terceiro BOT - 1m26.850s MAS - 1m28.229s ROS - 1m42.447s N / A
Longest stint da corrida:
Suave M Chilton (37 voltas)
Médio D Kvyat (39 voltas)
Intermediário K Magnussen (15 voltas)
Verdade-O-Meter:
Dissemos que uma estratégia de três paradas era teoricamente mais rápido para a corrida de 70 voltas com uma estratégia de duas paradas propensos a evitar o risco de ser pego no trânsito. Isto foi baseado na suposição de que seria uma corrida seca, que foi somente após as primeiras oito voltas.
No fim, Daniel Ricciardo venceu a corrida, fazendo um três-stop a partir de pneu intermediário e, em seguida, completar três passagens sobre o pneu macio, mudando em voltas oito, 23 e 54.

 

Google Tradutorf301 Copyf302 Copyf303 Copyf304 Copyf305 Copyf306 Copyf307 Copyf308 Copyf309 Copyf310 Copyf311 Copyf312 Copyf314 Copyf400 Copyf401 Copyf402 Copyf403 Copyf404 Copyf405 Copyf406 Copy

 

KARTING - BRASIL

Gianluca Petecof faz grande corrida, trava disputa emocionante e fecha Brasileiro de Kart no top-3

Na batalha contra os melhores pilotos do Brasil na categoria Júnior Menor, o piloto da ONS Motorsports lutou bravamente do começo ao fim de uma prova empolgante na Arena Brasil Kirin, em Itu, terminando em terceiro lugar

Sobrou emoção na final do Campeonato Brasileiro de Kart na categoria Júnior Menor, disputada na tarde deste sábado (26 de julho) na Arena Brasil Kirin, em Itu, interior de São Paulo. Gianluca Petecof foi um dos grandes destaques ao longo de toda a semana de atividades e mostrou porque vem se destacando tanto nas pistas do Brasil e dos Estados Unidos nos últimos anos. Como aconteceu na campanha vitoriosa do título brasileiro de 2013, em Serra (ES), Petecof novamente cresceu nos momentos decisivos, chegando forte para a final, largando na pole. O paulista de 11 anos travou uma fantástica luta pela vitória com outros dois adversários. Nas últimas voltas, Caio Collet conseguiu abrir ligeira vantagem, que acabou sendo decisiva para sua vitória. Por sua vez, Petecof cruzou a linha de chegada num honroso terceiro lugar.

Gianluca se notabilizou por uma performance constante nos quatro treinos livres que antecederam a tomada de tempos e as baterias classificatórias. Na primeira delas, Petecof cruzou a linha de chegada em quarto. O piloto abriu a segunda bateria e vinha no grupo dos cinco primeiros, mas acabou sofrendo um toque de outro piloto e caiu para 37º e último. Desde então, Gianluca empreendeu grande recuperação e conseguiu terminar ainda em décimo. A soma dos resultados o colocou em quinto no grid da pré-final em Itu. Nesta prova, o paulista soube atacar na hora certa e passou cada um dos seus adversários para vencer de forma emocionante e categórica, garantindo a pole da grande final.

O sábado amanheceu nublado em Itu, com a chuva querendo dar as caras na região do kartódromo, mas no fim das contas a finalíssima aconteceu com pista seca. Desde a primeira volta, Gianluca mostrou espírito combativo e assumiu a liderança, abrindo vantagem sobre seus adversários. Mas ao longo da prova, sua diferença em relação a Caio Collet e Diego Gabriel Ramos se dissipou, de modo que os três pilotos andaram muito próximos e travaram uma disputa emocionante, com inúmeras trocas de posições, com todos lutando de forma leal a cada curva. No fim das contas, após muito equilíbrio, Gianluca finalizou na terceira posição.

Apesar de não ter sido o esperado, o paulista destacou o grau de equilíbrio da finalíssima, ficou satisfeito com o trabalho executado nesta semana e também com a lealdade dos seus adversários, parabenizando o novo campeão brasileiro da Júnior Menor. Depois da jornada no interior paulista e do top-3 no Brasileiro de Kart, Petecof volta para os Estados Unidos para retomar a luta pelo título da Rok Cup USA na categoria Mini Rok, na qual ele ocupa a liderança da competição.

Gianluca Petecof:

"Encerramos uma semana muito positiva aqui em Itu. Hoje foi um dia muito bom, começando com o warm-up, onde nós lideramos. A final foi muito disputada, sempre entre os três pilotos que se alternaram na ponta, com muitas trocas de posições. Infelizmente, acabei cometendo um erro no fim da prova e não pude conquistar o bicampeonato, mas fechar no top-3 de uma categoria tão forte como é a Júnior Menor é excelente, até mesmo porque não tivemos muito tempo para treinar e testar outras alternativas de acerto. Agora é voltar o foco para a quarta etapa da Rok Cup USA, onde estamos na liderança, e vamos seguir em frente."

Clique nas fotos para baixar em alta resolução:

Gianluca Petecof fez grande final do Brasileiro de Kart no último sábado em Itu
Jackson de Souza

Clique na imagem para fazer o Donwload...

A empolgante luta pelo título nacional entre três pilotos fez o público vibrar
Jackson de Souza

Clique na imagem para fazer o Donwload...

Petecof faturou o 3º lugar e recebeu troféu em homenagem ao ídolo Ayrton Senna
Jackson de Souza

Clique na imagem para fazer o Donwload...

Após parabenizar o novo campeão, o piloto volta o foco para a Rok Cup USA
Jackson de Souza

Clique na imagem para fazer o Donwload...

 

VILLOORBA CORSE EM SPA

 

Total de 24 Horas de Spa a Ferrari n º 90 458 de Montermini / Castellacci / Gai / Rizzoli domina a categoria até domingo de manhã, mas depois é forçado a lutar para trás Por causa de um pit stop de 25 minutos. Agora equipes e pilotos Ambos estão em primeiro lugar na classificação com apenas um evento para ir

Spa (Bélgica), 27 de julho de 2014. Villorba Scuderia Corse veio na quinta posição na categoria Pro-Am (15 no total) para o total de 24 Horas de Spa e conquistou pontos cruciais tanto para o motorista e na classificação da equipe. Na quarta rodada do Blancpain Endurance Series equipe italiana liderada por Raimondo Amadio dominou a corrida Pro-Am Cup durante toda a noite, mas depois o problema livre corrida do # 90 Ferrari 458 de Andrea Montermini, Francesco Castellacci, Stefano Gai e Andrea Rizzoli chegou ao fim quando o carro teve um pit stop de 25 minutos para resolver um problema com o motor de arranque do motor.

Villorba tripulação começou a "maratona" belga da linha 12 no grid no sábado à tarde e foi capaz de recuperar até o Pro-Am e levar top-dez posições gerais. Durante a noite, a 6 ª e 12 ª hora da corrida, Villorba Racing foi segundo e primeiro, respectivamente, conquistar os primeiros pontos fortes do fim de semana. Então, durante a 18 ª hora, na manhã de domingo, veio a questão de partida. Isso forçou todo o plantel para parar um retorno muito difícil de oitavo no Pro-Am, terminando o Spa 24 horas na quinta posição depois últimos seis horas de corrida. Graças a esses resultados Castellacci, Gai e Rizzoli aumentaram a sua vantagem na classificação motorista Pro-Am durante a corrida Villorba pulou em cima da classificação da equipe. Essa dupla liderança coloca a equipe na pole position para o final da temporada de Nurburgring em 1000, outra lendária corrida, a ser realizada em setembro.

"Foi um grande fim de semana para nós - diz Amadio, Team Principal -; trabalho em equipe foi perfeito e todo mundo deu o seu melhor. Apesar de o problema durante esse pitstop estamos muito felizes com esta primeira experiência aqui para as 24 Horas. Nós dominado até domingo de manhã, graças a uma estratégia de noite perfeita. Vitória virá em breve. "Villorba Ferrari_458_night_at_Spa_Copy

 

FERRARI PORTUGAL VENCEU EM SPA

 

Ferrari Portugal vence 24h de Spa-Francorchamps
Francisco Guedes foi o melhor piloto português em prova
Terminaram as 24h de Spa-Francorchamps, uma das mais emblemáticas provas do endurance mundial, com a equipa da Ferrari Portugal a subir ao lugar mais alto do pódio. Francisco Guedes, Peter Mann, Cédric Mézard e Alexander Talkanista no Ferrari 458 da categoria Gentleman Trophy venceram todas as batalhas que foram aparecendo ao longo das 24h horas para conseguirem a tão ambicionada vitória no Blancpain Endurance Series. Vitória que os coloca no comando da tabela classificativa, quando falta disputar apenas uma prova até ao final da época.
Na ausência do principal mentor da equipa, Filipe Barreiros por questões profissionais, Francisco Guedes foi o melhor piloto português em pista, com a vitória na categoria, 24º da geral. Fez turnos de condução exímios e lutou sempre para conquistar este resultado: "Foi uma corrida muito dura. Nunca tinha feito nada assim. Muitos acidentes, alguns bastante violentos. Passei horas e horas ao volante e felizmente consegui passar incólume a grandes azares. Conseguimos vingar o abandono do ano passado. A noite foi difícil. Para além de estar indisposto, deram-me um toque que obrigou a uma entrada nas boxes. A equipa esteve ao mais alto nível porque resolveu sempre todos os problemas com uma rapidez e eficácia notáveis. Estamos todos muito contentes. Demos o máximo, lutámos com tudo e conseguimos o que queríamos. Não podíamos estar mais orgulhosos", referiu Francisco Guedes logo após o término da corrida.
O piloto português não quis no entanto salientar que este feito: "É dedicado ao Filipe Barreiros. Que merecia esta vitória tanto como nós. Sei que está orgulhoso do trabalho que fizemos. Tenho pena que não tenha podido estar connosco este fim-de-semana. Agora que já conseguimos a vitória que nos faltava, que já estamos na liderança do Campeonato, queremos continuar neste registo", concluiu o piloto de Cascais.
A derradeira jornada do Blancpain decorre de 19 a 21 de Setembro em Nurburgring.
Resultados da corrida em: http://www.blancpain-gt-series.com/lispa ferrariportugal_Copy

 

LAMY COM PROBLEMAS EM SPA

 

24 Horas de Spa-Francorchamps

Problemas mecânicos condicionam prestação de Lamy

 

 

Pedro Lamy concluiu a 66ª edição das 24 Horas de Spa-Francorchamps na 18ª posição da classe Pro-Am. Problemas mecânicos e um acidente durante a corrida comprometeram uma melhor classificação do piloto português e dos seus companheiros de equipa da Leonard Motorsport AMR.

 

O piloto português foi o primeiro a assumir os comandos do Aston Martin Vantage GT3 nº 32. Depois de arrancar da 24ª posição da grelha, Pedro Lamy realizou um excelente turno, entregando o carro ao seu companheiro de equipa no 12º posto. “A parte inicial da corrida correu muito bem. Conseguimos ganhar várias posições e inclusive entrar no “Top Ten” da na nossa classe”, começou por referir Pedro Lamy que em Spa, completou a sua quarta participação do ano em provas de 24 Horas, três no espaço de mês e meio.

 

“Infelizmente, o Michael (Meadows) teve um acidente e depois tivemos ainda problemas com a caixa de velocidades o que nos fez perder bastante tempo nas boxes. Foi a minha primeira participação com esta equipa e com estes pilotos que têm ainda pouca experiência. Contudo, conseguimos terminar o que só por si já é importante”, concluiu o piloto oficial da Aston Martin Racing que teve como companheiros de equipa os britânicos Paul Wilson, Stuart Leonard e Michael Meadows.

 

A vitória na categoria Pro-Am acabou por sorrir ao Ferrari #52 da AF Corse, seguido pelo BMW #79 da ECU ECOSSE e pelo Ferrari #53 da AF Corse, na segunda e terceira posições, respectivamente. Pedro Lamy foi o 18º.PL05 CopyPL06 CopyPL07 Copy

 

JOSÉ PEDRO GOMES NO PÓDIO EM PAÇOS DE FERREIRA

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA

 

 

RAMPA CAPITAL DO MÓVEL – PAÇOS DE FERREIRA

 

JOSÉ PEDRO GOMES NO PÓDIO


José Pedro Gomes esteve no passado fim de semana na Rampa Capital do Móvel – Paços de Ferreira onde acabou classificado na 2ª posição em termos da categoria do Nacional de Clássicos .O piloto advogado fez nas duas subidas de prova 2.17.705 e 2.19438, que lhe deu acesso ao segundo lugar. Por isso no final, e após tomar um café falou-nos um pouco da prova “ correu bem, andei aquilo que podia, não houve problemas com  o carro, não cometi erros, em suma foi juntar mais uns pontos para o campeonato, e agora há que preparar o carro para a prova seguinte, a rampa do Caramulo”.


CLASSIFICAÇÃO GERAL - CATEGORIAFOX 9921_Copy

 

1º Hélder Silva – BMW 323

2º JOSÉ PEDRO GOMES – FORD ESCORT

3º José Teixeira – Austin Mini

4º Aníbal Rolo – Renault 5 Turbo

5ºAbel Marques – Autobianchi A 112

 

GALERIA DE IMAGENS

GALERIA D EIMAGENS

 

 

24 HORAS DE SPA

 

 

Grupo de imagens referentes às 24 Horas de SPA.bla1 Copybla2 Copybla3 Copybla4 Copybla5 Copybla7 Copybla8 Copybla9 Copybla10 Copybla11 Copybla12 Copybla14 Copybla15 Copybla16 CopyBLA20 Copybla21 Copybla22 Copybla22 Copybla25 Copybla26 Copybla100 Copybla101 Copybla102 Copybla103 Copybla104 Copybla105 Copybla106 Copybla107 Copybla108 Copybla109 Copybla110 Copybla111 Copybla112 Copybla114 Copybla115 Copybla116 Copybla117 Copybla118 Copybla119 Copybla120 Copybla121 Copybla122 Copybla123 Copybla124 Copybla200 Copybla201 Copybla202 Copybla203 Copybla204 Copybla205 Copybla206 Copybla207 Copybla208 Copybla209 Copybla210 Copybla212 Copybla215 Copybla216 Copybla217 Copybla218 Copybla219 Copybla220 Copybla221 Copybla222 Copybla226 Copybla227 Copybla228 Copybla229 Copybla230 Copybla231 Copybla232 Copybla233 Copybla234 Copybla235 Copybla236 Copybla237 Copybla238 Copybla239 Copybla240 Copybla250 Copybla251 Copy

 

MIGUEL FAISCA NAS 24 HORAS DE SPA

 

24 HORAS DE SPA-FRANCORCHAMPS: NISSAN MANTÉM INTACTAS ASPIRAÇÕES AO TÍTULO E MIGUEL FAÍSCA SOMA IMPORTANTE EXPERIÊNCIA

 

24 HORAS DE SPA-FRANCORCHAMPS: NISSAN MANTÉM INTACTAS ASPIRAÇÕES AO TÍTULO E MIGUEL FAÍSCA SOMA IMPORTANTE EXPERIÊNCIA

Os dois Nissan GT-R superaram o desafio das 24 Horas de Spa-Francorchamps, com a Nissan GT Academy Team RJN a conquistar pontos que mantém intactas as aspirações ao título do Blancpain Endurance Series (categoria Pro-Am) e Miguel Faísca a adquirir um importante capital de experiência para o futuro.

Naquela que foi uma das mais atípicas edições, devido aos inúmeros acidentes ocorridos sobretudo na fase inicial da corrida, também a Nissan foi vítima dessas circunstâncias, ao não conseguir melhor do que o 13º lugar da categoria (25º da geral) com o Nissan GT-R com o número 80 e o 19º da categoria (38º da geral) com a equipa de Miguel Faísca, também constituída pelo russo Mark Shulzhitskiy e os japoneses Katsumasa Chiyo e Masataka Yanagida.


Imagens Relacionadas

Imagens Relacionadas

 

João Raposo

Telemóvel: +351 961 686 867
E-mail: jraposo-air@portugalmail.pt