In order to view this object you need Flash Player 9+ support!

Get Adobe Flash player
Joomla! Slideshow

VELO CAB2012


UTILIZAÇÃO DO TELEMOVEL AO VOLANTE

 

Estudo da Prevenção Rodoviária Portuguesa revela a brutal utilização do telemóvel por parte dos condutores portugueses

A PRP apresenta dados do novo estudo observacional sobre a utilização do telemóvel por parte dos condutores.

 

Durante os meses de março e abril de 2017, no Concelho de Lisboa, a Prevenção Rodoviária Portuguesa realizou um novo estudo observacional com mais de 5.600 observações, com o objetivo de estimar a percentagem de condutores que utilizam o telemóvel enquanto conduzem. As observações incidiram sobre condutores em veículos em movimento (3.378) e condutores em veículos parados na sinalização semafórica (2.260).

 

Os resultados mostraram que 7,7% dos condutores de veículos observados em movimento estavam a utilizar o telemóvel: 3,3% a falar em alta-voz/a usar auriculares, 2,7% a consultar o telemóvel (a ler/escrever mensagens/emails, consultar a internet/redes sociais) e 1,8% a falar ao telemóvel na mão.

AEIOU

Nos condutores parados na sinalização semafórica destacaram-se os que estavam a consultar o telemóvel, cuja percentagem foi de 7,3% – quase 3 vezes superior à observada nos veículos em movimento. Este comportamento constitui uma infração grave e prejudica o fluxo do trânsito. Foram ainda observados 5,2% de condutores a falar em alta-voz/a usar auriculares e 1,9% a falar ao telemóvel na mão. Considerando as três atividades, conclui-se que 13,7% dos condutores de veículos parados na sinalização semafórica estavam distraídos com o telemóvel.

 

Estes dados não significam que 7,7% dos condutores utilizam o telemóvel enquanto conduzem, ou que 13,7% o utilizam quando param num semáforo, mas sim que essas são as percentagens de condutores que, em cada momento, o estão a utilizar. Isto é, na cidade de Lisboa, em cada milhão de condutores estão, em permanência, 77.000 condutores a utilizar o telemóvel enquanto conduzem e 137.000 enquanto estão parados nos semáforos. Para além dos condutores observados a utilizar o telemóvel, existe uma elevada percentagem de condutores que incorrem neste comportamento mas que no momento da observação não o estavam a fazer. De acordo com o estudo internacional ESRA, do qual a PRP faz parte, entre os condutores portugueses, 45,9% declaram ter falado com telemóvel na mão, 60% admite recorrer ao sistema mãos-livres, 44,5% leram mensagens ou e-mails e 27,6% enviaram mensagens ou e-mails durante a condução, o que coloca Portugal acima da média dos países europeus em todos estes comportamentos.

 

RED BULL AIR RACE JÁ COMEÇOU A CHEGAR AO PORTO

RED BULL AIR RACE JÁ COMEÇOU A CHEGAR AO PORTO

 

Os primeiros contentores de material para a Red Bull Air Race já começaram a chegar à cidade do Porto.Assim no cais da Alfandega, ontem já tinham chegado uma meia duzzia de contentores com materisl, para além duma grua de grandes dimensões, que irá colocar todo este material no seu devido lugar.Por outro lado no Queimodromo do Porto, as pinturas para a pista que vai permitir a descolagem e as ateragens já está toda pintada, para aléma422 Copya423 Copy de ter já chegado os primeiros contentores com material, que presumimos ser os aviões que fazem as viagens todos desmontados, começando como é lógico a  montagem dos hangares.

 

RINALDI - BRASIL

 

A Rinaldi trabalha diariamente em busca da excelência na produção de pneus e câmaras de ar na fábrica em Bento Gonçalves (RS). A preocupação com a qualidade é um dos pilares da empresa, que acaba de conquistar a recertificação NBR ISO 9001/2015. Após 12 meses de muito trabalho e o envolvimento de todos os colaboradores, a marca 100% brasileira cumpriu os requisitos para receber o Certificado de Conformidade recomendado pelo órgão responsável, a ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas).

“A recertificação baseada nas normas da NBR ISO 9001/2015 permite que a empresa opere de forma planejada na busca de resultados alinhados aos anseios dos clientes”, explicou Ângelo Soria Alvaro, coordenador do Sistema de Gestão da Qualidade da Rinaldi. “A iniciativa mostra que a Rinaldi está totalmente voltada ao consumidor, sempre buscando aperfeiçoar os seus processos e colocar no mercado produtos que atendam às exigências dos clientes, perpetuando e ampliando o negócio.”

Com a aplicação da versão atualizada das normas que regem a área da qualidade, o processo fabril ficou ainda mais eficaz. “Em comparação com as versões anteriores, a NBR ISO 9001/2015 ficou mais sistêmica, ou seja, eliminou a possibilidade de haver sistemas paralelos. Assim, a revisão do Sistema de Gestão da Qualidade envolveu todos os colaboradores da empresa. A direção desenhou as estratégias, a gerência desenvolveu os processos de forma alinhada e cada colaborador executou suas tarefas com eficiência.”

O envolvimento total da equipe no processo de recertificação demonstra a importância dada pela Rinaldi à área da qualidade. “A adesão foi total, tanto nas padronizações dos ambientes de trabalho quanto dos métodos e documentações. As atividades foram mapeadas e, sempre que sofrem alterações, o sistema é atualizado e todos os envolvidos são treinados para cumprirem o novo processo. O objetivo maior é alcançar a excelência no atendimento aos clientes e no desenvolvimento dos processos fabris”, concluiu Alvaro.

Sobre a Rinaldi – A Rinaldi iniciou as atividades em 1969 com 60 colaboradores e 15 mil m² de área fabril para produção de materiais de recauchutagem em Bento Gonçalves (RS). A empresa ampliou a produção com as câmaras de ar para as linhas automotiva, transporte e industrial na década de 80, além de introduzir a fabricação de pneus e câmaras de ar para as linhas de motocicletas, agrícola, industrial (não motorizada) e charretes.

A busca pela excelência refletiu em credibilidade no mercado e fortes parcerias. Muito mais que em espaço físico, com área fabril de 35 mil m², a Rinaldi cresceu na geração de empregos diretos, atualmente com 700 colaboradores, e conquistou reconhecimento no mercado.

A fábrica conta com a Certificação da Gestão de Qualidade ISO 9001/2015 e com o aval do INMETRO nos seus produtos da linha de motocicletas. Na área ambiental, a empresa possui o Certificado de Destruição Térmica, por destinar 100% dos seus resíduos sólidos a uma cimenteira para geração de energia. Para conhecer os produtos da Rinaldi, acesse o site oficial.  


Rinaldi conquista recertifica��o NBR ISO 9001/2015 na �rea da qualidade
Cr�dito: Divulga��o/Rinaldi

Rinaldi conquista recertifica��o NBR ISO 9001/2015 na �rea da qualidade
Cr�dito: Divulga��o/Rinaldi

 

TT NO BRASIL - RALI DOS SERTÕES

 

Cristian e Beco VOAM para vencer primeiro dia do Rally dos Sertões

Atuais campeões da prova começam na frente neste domingo (20) na chegada a Goianésia (GO). Trecho cronometrado de 306 quilômetros foi considerado de extrema dificuldade pela equipe X Rally Team

Domingo (20/08)
1ª Etapa
Goiânia (GO) a Goianésia (GO)

Deslocamento Inicial – 221,87 km
Trecho cronometrado – 306,82 km
Deslocamento Final – 151,79 km
Total do dia: 680,48 km

A equipe X Rally Team começou o Rally dos Sertões 2017 onde terminou 2016: em primeiro lugar. O roteiro de Goiânia a Goianésia reservou um total de 680 quilômetros, dos quais 306 de trecho cronometrado recheado de dificuldades para pilotos e navegadores. Sobressaiu a dupla campeã do ano passado: Cristian Baumgart e Beco Andreotti literalmente voaram – a foto acima não deixa mentir – e cravaram o melhor tempo da especial.

A dupla do NWM Ford Ranger V8 #301 cravou o trajeto em 4h06min12s48, fechando o dia com 4min28s de vantagem sobre Sylvio de Barros e Rafael Capoani. “A organização do Sertões cumpriu a promessa. Eles nos avisaram que este seria um primeiro dia dos mais duros de toda a história da competição. E foi mesmo”, destacou Cristian Baumgart.

Beco Andreotti corroborou as palavras de seu piloto. “Muita poeira, daquela densa, que você não enxerga um palmo à frente, e com trechos muito perigosos com erosões, pedras, partes mais travadas... Daqueles dias traiçoeiros, que pode pegar qualquer um de surpresa e arruinar o rali. Fico feliz em ter terminado esse dia, ainda mais com um resultado extremamente positivo”, afirmou o navegador.

De fato, trechos traiçoeiros. Que o digam Marcos Baumgart e Kleber Cincea, que não completaram a especial deste domingo. A dupla do NWM Ford Ranger V8 #303 capotou ainda no quilômetro seis do trecho cronometrado. “Pegamos uma erosão, o carro subiu demais e acabamos virando. Foi só um susto, mas que nos deixou muito chateados, ainda mais por se tratar do primeiro dia de rali”, disse Marcos. Piloto e navegador não sofreram nenhum ferimento.

“Já no começo vimos que seria uma especial daquelas bem complicadas. De qualquer forma, posso me considerar sortudo porque eu e o Marcos estamos inteiros. Isso prova o quanto o nosso equipamento é forte, resistente e bem construído”, apontou Cincea.

A equipe X Rally Team avalia a extensão dos danos no carro enquanto Marcos e Kleber deverão decidir na manhã desta segunda-feira (21) se continuam ou não na disputa.

A segunda-feira marca o início da etapa maratona, em que os veículos não podem ter nenhum tipo de apoio mecânico. Serão 326 quilômetros entre Goianésia e Santa Terezinha de Goiás, com 248,16 quilômetros de trecho cronometrado.

Resultado Dia 1 (top-5): Goiânia (GO) – Goianésia (GO)
1. 301 Cristian Baumgart/Beco Andreotti (FORD NWM) – 4h06min12s48
2. 315 Sylvio de Barros/Rafael Capoani (MINI) – 4h11min05s13
3. 304 Reinaldo Varela/Gustavo Gugelmin (FORD RANGER) – 5h18min53s38
4. 322 Michel Terpins/Maykel Justo (T-REX) – 4h28min28s62
5. 310 Luiz Facco/Humberto Rocha (TRITON) – 4h35min09s43


AS ETAPAS DO RALLY DOS SERTÕES:

Segunda Feira (21/08)
2ª Etapa (Maratona)
Goianésia (GO) a Santa Terezinha de Goiás (GO)

Deslocamento Inicial – 78 km
Trecho cronometrado – 248,16 km
Deslocamento final – 0 km
Total do dia: 326 km

Terça-feira (22/08)
3ª Etapa
Santa Terezinha de Goiás (GO)  a Aruanã (GO)

Deslocamento Inicial – 0 km
Trecho cronometrado – 297,12km
Deslocamento Final – 9 km
Total do dia: 306 km

Quarta-feira (23/08)
4ª Etapa
Aruanã (GO) a Barra do Garças (MT)

Deslocamento Inicial – 102,4 km
Trecho Cronometrado – 273,20 km
Deslocamento Final – 95,68 km
Total do dia: 471,34 km

Quinta-feira (24/08)
5ª Etapa
Barra do Garças (MT) a Coxim (MS)

Deslocamento Inicial – 13,85 km
Trecho Cronometrado – 438,86 km
Deslocamento Final – 213,30 km
Total do dia: 666,01 km

Sexta-feira (25/08)
6ª Etapa
Coxim (MS) a Aquidauana (MS)
Deslocamento Inicial – 59,82 km
Trecho Cronometrado –  194,91 km
Deslocamento Final – 174,72 km
Total do dia: 429,45 km

Sábado (26/08)
7ª Etapa
Aquidauana (MS) a Bonito (MS)

Deslocamento Inicial – 128,62 km
Trecho Cronometrado – 240,45 km
Deslocamento Final – 51,71 km
Total do dia: 420,78 km

Total de trechos cronometrados (especiais): 1.999,52 km (60,59 %)
Total da prova:  3.300,06 km


 

ATENÇÃO LEITORES

 

Condicionamento de trânsito na A1

 

Entre dia 24 de agosto e 1 de setembro

 

A Brisa Concessão Rodoviária (BCR) informa que no âmbito dos trabalhos de inspeção dos pórticos na A1 – Auto-estrada do Norte, nos sublanços de Sacavém a Aveiras de Cima irão existir algumas implicações na circulação, as quais serão as seguintes:

 

Dia 24 de agosto

Entre as 9:30h e as 16h, corte de via esquerda, no sentido Lisboa/Porto, entre o km’s 3 e 8.

 

Dia 25 de agosto

Entre as 9:30h e as 16h, corte de via esquerda, no sentido Lisboa/Porto, entre o km’s 11 e 14.

 

Dia 28 de agosto

Entre as 9:30h e as 16h, corte de via esquerda, no sentido Lisboa/Porto, entre o km’s 23 e 25.

 

Dia 29 de agosto

Entre as 9:30h e as 16h, corte de via esquerda, no sentido Lisboa/Porto, entre o km’s 26 e 29.

 

Dia 30 de agosto

Entre as 9:30h e as 16h, corte de via esquerda, no sentido Porto/Lisboa, entre o km’s 28 e 25.

 

Dia 31 de agosto

Entre as 9:30h e as 16h, corte de via esquerda, no sentido Porto/Lisboa, entre o km’s 23 e 21.

 

Dia 1 de setembro

Entre as 9:30h e as 16h, corte de via esquerda, no sentido Porto/Lisboa, entre o km’s 17 e 14.

 

A Brisa agradece antecipadamente a compreensão e colaboração dos automobilistas e espera contribuir para reduzir eventuais inconvenientes decorrentes desta operação, estando certa de que os possíveis incómodos serão largamente compensados pelo nível de qualidade, segurança e conforto que resultam de uma autoestrada melhor adaptada às necessidades de quem a utiliza.

 

Para informação atualizada poderá ainda consultar o site www.viaverde.pt.

 

TT NO BRASIL - RALI DOS SERTÕES

 

Sertões 2017: Helena Soares e Josi Koerich superam dificuldades mecânicas e largam na segunda etapa

Nesta segunda-feira o destino é a cidade de Santa Terezinha de Goiás e a etapa maratona da competição

 A dupla formada pela piloto Helena Soares e pela navegadora Josi Koerich largaram na segunda etapa (maratona) hoje às 12h18 no trecho cronometrado. Elas saíram do parque de apoio em Goianésia às 10h18 para o deslocamento. Superaram os problemas da primeira etapa, que por pouco as tirou do segundo dia de provas. Na primeira prova, neste domingo, de Goiânia a Goianésia, faltando apenas 30 km para chegar, tiveram que parar por conta do equipamento que ficou comprometido e a largada de hoje se tornou incerta. Elas passaram a noite acordadas, ao lado dos mecânicos, para consertar o carro, e apesar das adversidades, largaram rumo a Santa Terezinha de Goiás.

O primeiro dia de provas da dupla oscilou bastante e já mostrou as dificuldades de um rali como o Sertões. O deslocamento inicial longo ajudou a dupla a se familiarizar com o equipamento e conversar sobre o estilo de cantada (conversa entre navegadora e piloto). Elas saíram empolgadas na largada, mas dificuldades da pista comprometeram o equipamento. “A especial foi muito dura, muita pilotagem e muita navegação. Muito pesada, com muita dificuldade, terreno muito ruim. O que chamou atenção foi o piso muito liso de serra, se freasse o carro escorregava se acelerasse também. Muito cascalho, pedra solta, um talco por cima que dificultava a leitura de terreno”, relata a piloto Helena Soares sobre a experiência da primeira prova.

Durante a prova, elas fizeram ultrapassagens, alcançaram alguns competidores, mas tiveram que parar algumas vezes para resolver problemas mecânicos e faltando apenas 30 quilômetros da chegada da prova, tiveram que parar e esperar o apoio. “Vinhamos muito bem, logo nos primeiros quilômetros de prova já alcançamos alguns competidores, tivemos várias ultrapassagens, mas também tivemos enroscos de parte mecânica, com paradinhas pra tentar resolver, insistimos e ao final com 30 km pra terminar a prova tivemos que parar mesmo porque nosso equipamento ficou comprometido. Ficamos na especial à espera do nosso apoio”, conta a piloto.

A prova desta segunda-feira (21) tem um trecho cronometrado de 248,16 km, e os pilotos não podem contar com ajuda mecânica externa. O dia é de maratona. A chegada é em Santa Terezinha de Goiás (GO).

A dupla tem o patrocínio de Smartnex e o apoio da Solution Blindagem, HASKELL, Yen Concessionária Mitsubishi, Pollyanna Lopes Clínica Estética, Casarini Jet Ski e Petroball Combustíveis.

Confira a programação do Rally dos Sertões – 25 anos

(21/08) - 2ª Etapa (Maratona)
Goianésia (GO) a Santa Terezinha de Goiás (GO)

Deslocamento Inicial – 78 km
Trecho cronometrado – 248,16 km
Deslocamento final – 0 km
Total do dia: 326 km

(22/08) - 3ª Etapa
Santa Terezinha de Goiás (GO)  a Aruanã (GO)

Deslocamento Inicial – 0 km
Trecho cronometrado – 297,12km
Deslocamento Final – 9 km
Total do dia: 306 km

(23/08) - 4ª Etapa
Aruanã (GO) a Barra do Garças (MT)

Deslocamento Inicial – 102,4 km
Trecho Cronometrado – 273,20 km
Deslocamento Final – 95,68 km
Total do dia: 471,34 km

(24/08)- 5ª Etapa
Barra do Garças (MT) a Coxim (MS)

Deslocamento Inicial – 13,85 km
Trecho Cronometrado – 438,86 km
Deslocamento Final – 213,30 km
Total do dia: 666,01 km

Sexta-feira (25/08) - 6ª Etapa
Coxim (MS) a Aquidauana (MS)
Deslocamento Inicial – 59,82 km
Trecho Cronometrado –  194,91 km
Deslocamento Final – 174,72 km
Total do dia: 429,45 km

Sábado (26/08) - 7ª Etapa
Aquidauana (MS) a Bonito (MS)

Deslocamento Inicial – 128,62 km
Trecho Cronometrado – 240,45 km
Deslocamento Final – 51,71 km
Total do dia: 420,78 km

Total da prova: 3.300,06 km
Total de trechos cronometrados (especiais): 1.999,52 km

Cerimônia de Premiação

 

 

Piloto Helena Soares (Luciano Santos/SigCom)

Piloto Helena Soares (Luciano Santos/SigCom)
Alta  | Web

Navegadora Josi Koerich (Sanderson Pereira/PhotoEsporte)

Navegadora Josi Koerich (Sanderson Pereira/PhotoEsporte)
Alta  | Web

Equipe FD Rally Team trabalhou a noite toda e deixou o carro pronto (Divulgação)

Equipe FD Rally Team trabalhou a noite toda e deixou o carro pronto (Divulgação)
Alta  | Web

Carro #319 parado na especial esperando o resgate da equipe (Divulgação)

Carro #319 parado na especial esperando o resgate da equipe (Divulgação)
Alta  | Web

Helena Soares e Josi Koerich estarão juntas pela primeira vez no Sertões (Sanderson Pereira/Photography)

Helena Soares e Josi Koerich estarão juntas pela primeira vez no Sertões (Sanderson Pereira/Photography)
Alta  | Web

 

DISCIPLINA FPAK

 

DISCIPLINA Instauração de Processo Disciplinar
 
 
 
Por deliberação do Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting, foi determinada a instauração de processo disciplinar a:
 
MANUELA ERMELINDA LOPES DO LAGO Licenciado FPAK N.º 18764
 
 
Este processo decorre dos factos verificados no 47º Circuito Internacional de Vila Real, prova que decorreu nos dias 24 e 25 de Junho 2017.

 

DON NICHOLS DEIXOU-NOS

DON NICHOLS DEIXOU-NOS

 

Faleceu ontem Don Nichols, o piloto norte americano que trouxe para a Fórmula 1 os Uop Shadow, para ale´m de ter a equipa noutras displinas do automobismo norte americano.a409 Copya410 Copya411 Copya412 Copya413 Copy

 

MOTORSHOW COM HANNU MIKKOLA

Lendário Hannu Mikkola é a estrela de cartaz do “Motorshow AutoClássico Porto 2017”

A comemorar 15 edições plenas de sucesso, o “Motorshow AutoClássico Porto” vai contar, este ano, com a participação de Hannu Mikkola, um dos mais bem-sucedidos pilotos de ralis de sempre. O Campeão do Mundo de Ralis de 1983 promete muito espetáculo e adrenalina na Exponor, nos próximos dias 5, 6, 7 e 8 de outubro!

O Motorshow AutoClássico vai já na sua 15ª edição e para premiar tão ilustre longevidade, a Xikane, entidade organizadora do evento, convidou, em 2017, Hannu Mikkola, uma das lendas vivas dos ralis internacionais!

Depois de Markku Alen (2007 e 2014), Timo Salonen (2008), Marc Duez (2008), Armindo Araújo (2008 e 2009), Didier Auriol (2010), Massimo Biasion (2011), Stig Blomqvist (2012), Juha Kankkunen (2015) e François Delecour (2016), chegou agora a vez de Hannu Mikkola vir abrilhantar, um dos mais reputados eventos do desporto automóvel ibérico.

Em 15 anos de Motorshow, o reconhecido piloto, precursor dos famosos “flying finishs” (“finlandeses voadores”), é o 10º “top driver” internacional a pisar o fantástico “palco” do evento, assumindo-se, desde já, como um dos principais animadores, entre os cerca de 65 pilotos que disputarão, ao cronómetro, o “Troféu Piloto Motorshow”.

Atualmente com 75 anos, o finlandês irá, por certo, ainda muito impressionar ou não tivesse sido um dos mais carismáticos ídolos dos amantes dos ralis, atravessando várias gerações, e conservando um impressionante currículo desportivo.

No Campeonato do Mundo de Ralis, Mikkola conquistou o título de Campeão do Mundo de Pilotos em 1983, ao volante de um Audi Quattro, mas, a par desse feito, inscreveu o seu nome no lugar mais alto do pódio de 18 ralis do WRC (em 277 participações), somando 44 pódios e 654 vitórias em provas especiais, a que juntou ainda outros assinaláveis marcos como sete vitórias no exigente Rali da Finlândia ou um triunfo no célebre Londres-Mexico Cup Rally, em 1970.

Ao longo de 30 anos no ativo como piloto profissional de ralis, o reputado piloto finlandês representou oito construtores - Ford, Peugeot, Toyota, Mercedes, Audi, Mazda, Opel (GM) e Subaru - , mas foi com a Ford e a Audi que conseguiu alcançar maior destaque e gravar as melhores recordações na mente dos portugueses, que jamais esquecerão o célebre duelo que teve com Markku Alen na última noite de Sintra do Rali de Portugal de 1978, bem com as fantásticas vitórias no Rali de Portugal em 1979 (com um Ford Escort RS1800) e em 1983 (ao volante de um Audi Quattro).

Para além de Mikkola, prevê-se que muitos dos principais nomes do automobilismo nacional e carros que habitualmente participam nas mais diversas disciplinas do desporto automóvel se juntem à festa do “Motorshow AutoClássico 2017”, num evento que não para de granjear fãs e que, reconhecidamente, é já apontado como um dos melhores do género na Península Ibérica.

De salientar que as candidaturas para a participação no “Motorshow AutoClássico Porto 2017” já se encontram abertas e encerram a 22 de setembro, podendo ser efetuadas através do email: Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar .

Mais informações, notícias, curiosidades e histórias na página oficial do evento no Facebook: https://www.facebook.com/MotorshowPorto.

 

DISCIPLINA FPAK

 

DISCIPLINA Instauração de Processos Disciplinares
 
 
 
 
Por deliberação do Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting, foi determinada a instauração de processo disciplinar a:
 
MÁRIO JOAQUIM GRADE CANHÃO RATO Licenciado FPAK N.º 14944
 
RUI JORGE RODRIGUES NUNES Licenciado FPAK N.º 16408
 
 
Estes processos decorrem dos factos verificados no 60º Ralicross – Circuito Lousada II, prova que decorreu nos dias 1 e 2 de Julho de 2017.

 

TT NO BRASIL - RALI DOS SERTÕES

 

Sertões 2017: Gunter Hinkelmann e Vinícius Castro abortam a primeira etapa

Mitsubishi L200 Triton da dupla da MSL do Brasil tem problemas de tração dianteira na primeira metade da especial mais longa da competição

 A dupla formada pelo piloto Gunter Hinkelmann e o navegador Vinícius Castro não completou o trecho cronometrado de 306 quilômetros da primeira etapa do 25º Rally dos Sertões, no caminho que compreende entre Goiânia e Goianésia (GO), neste domingo. A Mitsubishi L200 Triton #348 modificada, da equipe MSL do Brasil, teve problemas de tração ainda na primeira metade da especial mais longa da competição, na altura dos limites de município entre Padre Bernardo e Niquelândia (cidades que também fizeram parte do roteiro do dia).

Para Gunter, o problema tornou o carro bem difícil de ser dirigido, e um percurso errado fez a dupla precisar de resgate. “No km 10, perdemos a tração dianteira, estávamos com muita dificuldade em dirigir o carro com o setup da suspensão traseira. Em uma subida, optamos por um caminho errado e como ficamos sem tração e câmbio sadev, travamos no meio da subida e tivemos que pedir resgate e abortar a prova”, explica o piloto. Mas ele avalia que esses são problemas pertinentes ao Rally dos Sertões e não perde o entusiasmo, “isso é Sertões e amanhã estamos de volta!”.

Esta segunda-feira marca o início da Maratona do Rally dos Sertões 2017. Nesta etapa, piloto e navegador não pode contar com a assistência da equipe no caso de manutenção no veículo, e terá de contar com seus próprios conhecimentos de mecânica para a resolução de problemas.

O desafio de Gunter e Vinícius terá ainda um trajeto cronometrado, de pouco mais de 248 quilômetros, que exigirá boa estratégia da dupla, com muitos mata-burros, depressões e lombadas, em região de fazendas. Estradas mais travadas e bem sinuosas podem proporcionar uma pilotagem prazerosa. A navegação será exigida e a concentração fundamental, em todo trecho cronometrado. O percurso entre Goianésia e Santa Terezinha de Goiás, incluindo deslocamentos, será de 326 quilômetros.

Em 2017, a MSL do Brasil conta com a assistência técnica da X Rally Team e com patrocínio da ICargo, IFS, Seeder, Pier17, Correias Schneider e Bandeirantes Terminais Alfandegados.

Confira a programação do Rally dos Sertões – 25 anos

Domingo (20/08) - 1ª Etapa
Goiânia (GO) a Goianésia (GO)

Deslocamento Inicial – 221,87 km
Trecho cronometrado – 306,82 km
Deslocamento Final – 151,79 km
Total do dia: 680,48 km

(21/08) - 2ª Etapa (Maratona)
Goianésia (GO) a Santa Terezinha de Goiás (GO)

Deslocamento Inicial – 78 km
Trecho cronometrado – 248,16 km
Deslocamento final – 0 km
Total do dia: 326 km

(22/08) - 3ª Etapa
Santa Terezinha de Goiás (GO) a Aruanã (GO)

Deslocamento Inicial – 0 km
Trecho cronometrado – 297,12km
Deslocamento Final – 9 km
Total do dia: 306 km

(23/08) - 4ª Etapa
Aruanã (GO) a Barra do Garças (MT)

Deslocamento Inicial – 102,4 km
Trecho Cronometrado – 273,20 km
Deslocamento Final – 95,68 km
Total do dia: 471,34 km

(24/08)- 5ª Etapa
Barra do Garças (MT) a Coxim (MS)

Deslocamento Inicial – 13,85 km
Trecho Cronometrado – 438,86 km
Deslocamento Final – 213,30 km
Total do dia: 666,01 km

Sexta-feira (25/08) - 6ª Etapa
Coxim (MS) a Aquidauana (MS)
Deslocamento Inicial – 59,82 km
Trecho Cronometrado –  194,91 km
Deslocamento Final – 174,72 km
Total do dia: 429,45 km

Sábado (26/08) - 7ª Etapa
Aquidauana (MS) a Bonito (MS)

Deslocamento Inicial – 128,62 km
Trecho Cronometrado – 240,45 km
Deslocamento Final – 51,71 km
Total do dia: 420,78 km

Total da prova: 3.300,06 km
Total de trechos cronometrados (especiais): 1.999,52 km

Cerimônia de Premiação

 

A segunda etapa será a prova maratona sem ajuda dos mecânicos (Marcelo Machado/Fotop)

A segunda etapa será a prova maratona sem ajuda dos mecânicos (Marcelo Machado/Fotop)
Alta  | Web

Mitsubishi Triton #348 (Victor Eleuterio/Fotop)

Mitsubishi Triton #348 (Victor Eleuterio/Fotop)
Alta  | Web

Gunter e Vinícius competem pela categoria Protótipos (Marcelo Maragni/Fotop)

Gunter e Vinícius competem pela categoria Protótipos (Marcelo Maragni/Fotop)
Alta  | Web

A primeira etapa contou com um total de 702 km (Marcelo Machado/Fotop)

A primeira etapa contou com um total de 702 km (Marcelo Machado/Fotop)
Alta  | Web

A largada promocional foi realizado no sábado, 19, no Autódromo de Goiânia (Marcelo Machado/Fotop)

A largada promocional foi realizado no sábado, 19, no Autódromo de Goiânia (Marcelo Machado/Fotop)
Alta  | Web

 

DISCIPLINA FPAK

 

DISCIPLINA Instauração de Processo Disciplinar
 
 
 
Por deliberação do Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting, foi determinada a instauração de processo disciplinar e determinada a suspensão preventiva a:
 
 
NUNO MIGUEL LOUREIRO GODINHO Licenciado FPAK N.º 13800
 
 
Este processo decorre dos factos verificados no 60º Ralicross – Circuito Lousada II, prova que decorreu nos dias 1 e 2 de Julho de 2017.

 

DISCIPLINA FPAK

 

DISCIPLINA Instauração de Processo Disciplinar
 
 
 
Por deliberação do Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting, foi determinada a instauração de processo disciplinar e determinada a suspensão preventiva a:
 
 
ANTÓNIO JOAQUIM DA SILVA ALMEIDA Licenciado FPAK N.º 10 872
 
 
Este processo decorre dos factos verificados no 4º Rally Pampilhosa da Serra, prova que decorreu no dia 23 de Outubro de 2016.

 

BRITO´S COMPETIÇÕES E TEAM MMA PRESENTES

  1.  A Brito's Competições e MMA Racing Team com os Fiat Punto marcaram presença  em Paços de Brandão na Tradicional Festa dos Arcos. 

 

TT NO BRASIL - RALI DOS SERTÕES

 

Sertões 2017: Thiago Rizzo e Leonardo Magalhães chegam em quarto em Goianésia (GO)

A L200 Triton Sport SR da Top Rally Team percorreu o trecho mais longo da competição, de 306 quilômetros, em 4h56min04s. Nesta segunda, começa a etapa maratona.

 – A bordo da Mitsubishi L200 Triton Sport SR, Thiago Rizzo e Leonardo Magalhães chegaram em Goianésia, Goiás, na quarta posição entre os carros da carros da Pró-Brasil e a 10ª colocação na geral dos carros, na primeira etapa do 25º do Rally dos Sertões, que aconteceu neste domingo. A dupla do carro #317 da Top Rally Team finalizou os 306 quilômetros de trecho cronometrado em 4h56min04s.

“Passei mal, andei uns 80 quilômetros depois do abastecimento passando muito mal, pensei até em parar para poder descansar porque estava muito difícil. Mas consegui chegar até o final e estou satisfeito de ter completado essa especial, pois bastante gente ficou para trás, inclusive alguns dos favoritos não conseguiram terminar a prova”, avalia Thiago Rizzo.

Thiago e Leo já experimentaram o quanto a edição 2017 do Rally dos Sertões irá exigir de suas habilidades de piloto e navegador. O trajeto da especial cronometrada de 306,82 quilômetros incluiu estradas de alta e média velocidade, pedras, trial, travessia de oito rios, entre vários tipos de terrenos em áreas agrícolas. Ao todo, somando deslocamento inicial e final, a viagem foi de pouco mais de 680 quilômetros.

“A etapa de hoje foi bem complicada. Muito poeira, trial, pedra, muita lombada, muito calor. Agora é preparar bem o carro para a etapa maratona e tentar fazer da melhor maneira possível”, explica o piloto de Petrópolis (RJ).

Para Magalhães a prova foi longa demais e duríssima, nunca antes acontecido na história do Sertões. “Um deslocamento grande inicial de mais de 200 quilômetros. Mas apesar das adversidades do roteiro passamos ilesos do primeiro dia do rali”, comenta o navegador mineiro.


Contratempos - A outra dupla da Top Rally team, Wellington Costa e Rafael Arena, que disputa a categoria Super Production com a Mitsubishi L200 Triton ER #353, passou por apuros na especial cronometrada de hoje. “Um problema no compressor do ar-condicionado, ocasionou outros, como o aquecimento de motor e perda de freios, o que tirou piloto e navegador da disputa do dia a apenas 11 km da especial. Mas os mecânicos substituíram as peças e consertaram o carro, que está pronto para o segundo dia”, detalha o navegador Rafael Arena.


Esta segunda feira marca o início da Maratona do Rally dos Sertões 2017. Nesta etapa, piloto e navegador não contarão com a assistência da equipe, caso precise de manutenção no carro, e terá de contar com seus próprios conhecimentos de mecânica para a resolução de problemas. Na maratona, a dupla pensa em correr mais para recuperar o tempo do primeiro dia. O desafio das duplas da Top Rally Team terá ainda um trajeto cronometrado, de pouco mais de 248 quilômetros, que exigirá boa estratégia do piloto, com muitos mata-burros, depressões e lombadas, em região de fazendas. Estradas mais travadas e bem sinuosas podem proporcionar uma pilotagem prazerosa. A navegação será exigida e a concentração fundamental, em todo trecho cronometrado. O percurso entre Goianésia e Santa Terezinha de Goiás (GO).

Thiago Rizzo e Léo Magalhães são patrocinados por Feirão de Malhas, 3W Distribuidoras de Malhas, Marcobrás Transportes, Speedway Confecções e Posto Mineirão, além do apoio de Mitsubishi Ink, Cerveja Império, Dopamina Drink e Knulu.

Wellington Costa e Rafael Arena são patrocinados por W Costa Construtora e Lar Shopping Materiais de Construção.

Resultado da primeira etapa – Carros Pró Brasil:

1° - #342 Wagner Roncon/ Joselito Junior, 4h46min45s49

2° - #311 Glauber Fontoura/ Minae Miyauti, 4h53min09s78

3° - #324 Luis Stédile/ Flavio de Franca, 4h54min30s68

4° - #317 Thiago Rizzo/ Leo Magalhaes, 4h56min04s11

5° - #335 Cleber Rosa/ Joao Ribeiro, 5h20min11s86

Confira a programação do Rally dos Sertões – 25 anos

Domingo (20/08) - 1ª Etapa
Goiânia (GO) a Goianésia (GO)

Deslocamento Inicial – 221,87 km
Trecho cronometrado – 306,82 km
Deslocamento Final – 151,79 km
Total do dia: 680,48 km

(21/08) - 2ª Etapa (Maratona)
Goianésia (GO) a Santa Terezinha de Goiás (GO)

Deslocamento Inicial – 78 km
Trecho cronometrado – 248,16 km
Deslocamento final – 0 km
Total do dia: 326 km

(22/08) - 3ª Etapa
Santa Terezinha de Goiás (GO) a Aruanã (GO)

Deslocamento Inicial – 0 km
Trecho cronometrado – 297,12km
Deslocamento Final – 9 km
Total do dia: 306 km

(23/08) - 4ª Etapa
Aruanã (GO) a Barra do Garças (MT)

Deslocamento Inicial – 102,4 km
Trecho Cronometrado – 273,20 km
Deslocamento Final – 95,68 km
Total do dia: 471,34 km

(24/08)- 5ª Etapa
Barra do Garças (MT) a Coxim (MS)

Deslocamento Inicial – 13,85 km
Trecho Cronometrado – 438,86 km
Deslocamento Final – 213,30 km
Total do dia: 666,01 km

Sexta-feira (25/08) - 6ª Etapa
Coxim (MS) a Aquidauana (MS)
Deslocamento Inicial – 59,82 km
Trecho Cronometrado –  194,91 km
Deslocamento Final – 174,72 km
Total do dia: 429,45 km

Sábado (26/08) - 7ª Etapa
Aquidauana (MS) a Bonito (MS)

Deslocamento Inicial – 128,62 km
Trecho Cronometrado – 240,45 km
Deslocamento Final – 51,71 km
Total do dia: 420,78 km

Total da prova: 3.300,06 km
Total de trechos cronometrados (especiais): 1.999,52 km

Cerimônia de Premiação

 

#353 (Gustavo Epifanio/Fotop)

#353 (Gustavo Epifanio/Fotop)
Alta  | Web

#353 (Victor Eleuterio/Fotop)

#353 (Victor Eleuterio/Fotop)
Alta  | Web

#317 (Victor Eleuterioi/Fotop)

#317 (Victor Eleuterioi/Fotop)
Alta  | Web

#317 (Marcelo Maragni/Fotop)

#317 (Marcelo Maragni/Fotop)
Alta  | Web

A primeira etapa será aconteceu entre as cidades de Goiânia e Goianésia (GO) (Sanderson Pereira/Photography)

A primeira etapa será aconteceu entre as cidades de Goiânia e Goianésia (GO) (Sanderson Pereira/Photography)
Alta  | Web

A largada promocional foi realizado no sábado, 19, no Autódromo de Goiânia (Marcelo Machado/Fotop)

A largada promocional foi realizado no sábado, 19, no Autódromo de Goiânia (Marcelo Machado/Fotop)
Alta  | Web

 

DISCIPLINA FPAK

DISCIPLINA FPAK

 

 

 

DISCIPLINA Instauração de Processo Disciplinar
 
 
 
Por deliberação do Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting, foi determinada a instauração de processo disciplinar a:
 
 
FRANCISCO JOSÉ DE SOUSA RAMOS MARTINS Licenciado FPAK N.º 15 907
 
 
Este processo decorre dos factos verificados na Apresentação do Rali de Famalicão, cerimónia que decorreu no passado dia 18 de Julho de 2017, no átrio da Câmara Municipal de Famalicão.

 

FPAK FESTEJA 23º ANIVERSÁRIO

 

O dia de hoje, 22 de Agosto, fica marcado por mais um aniversário da FPAK, o 23º. Esperamos celebrar este dia por muitos mais anos sempre a trabalhar em prol do automobilismo e karting Nacional. Parabéns à FPAK mas também a todos os seus Associados e Licenciados!a400 Copy

 

TT NO BRASIL - RALI DOS SERTÕES

 

Passada etapa maratona, Rafael Cassol e Lélio Júnior se preparam para reta final do Sertões 2017

A dupla goiana conquistou a 3ª colocação na Protótipos e 7ª posição na geral entre os carros. Nesta quarta-feira a caravana do rali chega ao Mato Grosso

 O 25º Rally dos Sertões mostra a cada dia porque é considerado o segundo maior rali do mundo. Em sete dias de competição, serão percorridos mais de 3.300 mil quilômetros, onde carros, motos, quadriciclos e UTVs têm que enfrentar uma verdadeira maratona encarando todo tipo de terreno, altas temperaturas, um desafio a cada etapa. Um exemplo da grandiosidade do certame é a dificuldade que equipes que partiram de Goiânia no dia 20, tiveram até a terceira etapa realizada nesta terça-feira, alguns quebraram e não conseguiram completar. Mas o Sherpa #325, vem se superando a cada etapa, e mostra que Rafael Cassol e Lélio Vieira Carneiro Júnior poderão chegar ao pódio na categoria Protótipos-T1 neste sábado (26).

Rafael Cassol e Lélio Vieira Carneiro Júnior souberam dosar o ritmo na especial desta terça e fecharam o dia na 3ª posição entre os carros da categoria Protótipos e marcaram o tempo de 3h21mn32s97, no percurso entre Santa Terezinha de Goiás e Aruanã, GO, que teve 306 quilômetros, com 297,12 quilômetros cronometrados. “Estávamos vindo bem até a primeira parte da especial. Após o abastecimento quebrou o cardãn traseiro e viemos em 4x2 novamente. Nos trechos de alta enquanto os concorrentes estavam fazendo 170 km/h nós tivemos que vir próximo de 130 km/h, por isso perdemos muito tempo na especial. Mas chegamos e, agora, é torcer para não ter mais nenhum imprevisto mecânico!”, disse o piloto Rafael. 

Segundo o navegador Lélio Vieira Carneiro Júnior a prova foi dividida em duas partes. “A primeira parte mais travada com navegação mais complicada e a segunda parte, era com pé embaixo em quarta e quinta marcha, bem rápida”, explicou.

Nesta quarta-feira, a quarta etapa do Sertões promete mais dificuldades no roteiro com direção à Barra do Garças, no Mato Grosso. Serão 471,34 quilômetros de desafios, sendo 273,20 de trecho cronometrado, com promessa de alto nível técnico e bastante exigência na navegação. A especial tem início com percursos muito rápidos em um piso misto de piçarra, cascalho e areia. Em seguida, a prova entra em zona de savanas, onde a navegação será feita por GPS. Neste trecho, de aproximadamente 60 quilômetros, o importante é conseguir passar por todos os way points, para depois seguir rumo ao último trecho da especial, com estradas largas e muitas lombas.

Rafael Cassol e Lélio Vieira Carneiro Júnior são patrocinados por Riocal, Fralle, Happy Serviços Financeiros e CBDI.

Resultado da terceira etapa Categoria Protótipos-T1 (extra-oficial)

1° - #305 Luis Carlos Nacif/ Filipe de Oliveira, 3h12min53s57

2° - #326 Pedro Prado Filho/ Joaquim Filho, 3h21min00s59

3° - #325 Rafael Cassol / Lélio Vieira Carneiro Júnior, 3h21mn32s97

4° - #348 Gunter Hinkelmann/ Vinicius Castro, 3h25min34s80

5° - #322 Michel Terpins/ Maykel Neder Justo, 3h31min10s96

6º - #307 Paulo Pichini / Paulo Simões, 3h35min04s50

7° - #314 Mauro Guedes /Neurivan Calado, 3h45min31s41

8° - #327 Jorge Junior /Joel Kravtchenko, 3h49min17s88

9° - #338 Fabio Ruediger/Eduardo Bampi, 4h10min04s32

10° - #310 Luiz Facco/ Humberto Ribeiro, nc

Classificação acumulada da Categoria Protótipos-T1 (extra-oficial)

1° - #322 Michel Terpins/ Maykel Neder Justo, 11h55min23s23

2º - #307 Paulo Pichini / Paulo Simões, 13h33min29s27

3º - #314 Mauro Guedes / Neurivan Calado, 14h07min40s55

4° - #305 Luis Carlos Nacif/ Filipe de Oliveira, 14h59min32s23

5° - #348 Gunter Hinkelmann/ Vinicius Castro, 15h17min20s15

6° - #327 Jorge Junior /Joel Kravtchenko, 15h34min18s04

7° - #338 Fabio Ruediger/Eduardo Bampi, 20h45min36s53

8° - #310 Luiz Facco/ Humberto – Piaui, 21h05min09s43

9° - #326 Pedro Prado Filho/ Joaquim Filho, 21h51min00s59

10° - #325 Rafael Cassol / Lélio Vieira Carneiro Júnior, 21h51min32s97


Confira a programação do Rally dos Sertões – 25 anos

23/08/2017 - 4ª Etapa

Aruanã (GO) – Barra do Garças (MT)

Deslocamento Inicial – 102,4 km
Trecho Cronometrado – 273,20 km
Deslocamento Final – 95,68 km
Total do dia: 471,34 km

24/08/2017 - 5ª Etapa

Barra do Garças (MT) – Coxim (MS)

Deslocamento Inicial – 13,85 km
Trecho Cronometrado – 438,86 km
Deslocamento Final – 213,30 km
Total do dia: 666,01 km

25/08/2017 - 6ª Etapa

Coxim (MS) – Aquidauana (MS)

Deslocamento Inicial – 59,82 km
Trecho Cronometrado –  194,91 km
Deslocamento Final – 174,72 km
Total do dia: 429,45 km

26/08/2017 - 7ª e última etapa

Aquidauana (MS) – Bonito (MS)

Deslocamento Inicial – 128,62 km
Trecho Cronometrado – 240,45 km
Deslocamento Final – 51,71 km
Total do dia: 420,78 km

Percurso total do Rally dos Sertões – 3.300,06 km

Especiais (trechos cronometrados) – 1.999,52 km (60,59 %)

Cerimônia de Premiação

 

Nesta quarta o Rally dos Sertões entra no Estado do Mato Grosso (Gustavo Epifanio/Fotop)

Nesta quarta o Rally dos Sertões entra no Estado do Mato Grosso (Gustavo Epifanio/Fotop)
Alta  | Web

Box da equipe no parque de apoio em Santa Terezinha de Goiás (GO) (Ricardo Leizer/Fotop)

Box da equipe no parque de apoio em Santa Terezinha de Goiás (GO) (Ricardo Leizer/Fotop)
Alta  | Web

Rafael Cassol representa Rio Verde (GO) e Lélio Júnior a cidade de Goiânia (GO) (Vinícius Branca/Fotop)

Rafael Cassol representa Rio Verde (GO) e Lélio Júnior a cidade de Goiânia (GO) (Vinícius Branca/Fotop)
Alta  | Web

Rafael Cassol e Lélio Vieira Carneiro Júnior #325 (Vinícius Branca/Fotop)

Rafael Cassol e Lélio Vieira Carneiro Júnior #325 (Vinícius Branca/Fotop)
Alta  | Web

 

TT NO BRASIL - RALI DOS SERTÕES

 

Rally dos Sertões 2017: Rafael Cassol e Lélio Júnior focam nas próximas etapas

Dupla da ACL Rally Team enfrentou problemas mecânicos. O rali terá nesta segunda-feira a etapa maratona e o destino será a cidade de Santa Terezinha do Goiás (GO)

 A primeira etapa do Rally dos Sertões foi impiedosa para muitas equipes que disputam a 25ª edição do Rally dos Sertões. Se no prólogo, disputado no último sábado, Rafael Cassol e Lélio Vieira Carneiro Júnior, da Equipe ACL Rally conquistaram excelente resultado e segunda posição da categoria Protótipos-T1, neste domingo a dupla não teve o mesmo sucesso, mas conseguiram completar a especial na quinta colocação. Ainda assim, para Rafael e Lélio ainda tem muito rali pela frente, e eles esperam não enfrentar mais nenhum problema nas seis etapas restantes.

“Dia cruel para nós hoje, mas pelo menos conseguimos terminar sem estourar o tempo máximo de prova. Até o abastecimento vínhamos bem, depois o motor começou a superaquecer, chegou a até 105, 106 graus, devido a uma pane no sistema de refrigeração. Isso atrapalhou muito a nossa estratégia de prova, tivemos que parar” declarou o navegador Lélio Vieira Carneiro Junior.

O Rally dos Sertões é assim, com seus obstáculos e desafios, a dupla do Sherpa #325 que recebe o apoio logístico e mecânico da MEM Motorsports sabe disso. “Amanhã vamos andar rápidos e seguros. A equipe vai deixar o equipamento impecável. Agora vamos com tudo para tirar a diferença para os ponteiros dia após dia!”, completou o navegador goiano.

A segunda etapa nesta segunda-feira (21) marca o início da maratona do Rally dos Sertões 2017. Nesta fase, piloto e navegador não contarão com a assistência da equipe, caso precise de manutenção no carro, e terá de contar com seus próprios conhecimentos de mecânica para a resolução de problemas. “Inicialmente, se não tivéssemos tido problema hoje, seríamos conservadores na maratona. Agora, como ficamos um pouco para trás, vamos apertar um pouco o ritmo, mas lógico respeitando o fato de ser maratona”, afirma Lélio Júnior.

O desafio para Rafael Cassol e Lélio Vieira Carneiro Júnior, terá ainda um trajeto cronometrado, de pouco mais de 248 quilômetros, que exigirá boa estratégia do piloto, com muitos mata-burros, depressões e lombadas, em região de fazendas. Estradas mais travadas e bem sinuosas podem proporcionar uma pilotagem prazerosa. A navegação será exigida e a concentração fundamental, em todo trecho cronometrado. O percurso entre Goianésia e Santa Terezinha de Goiás (GO), incluindo deslocamentos, será de 326 quilômetros.

Rafael Cassol e Lélio Vieira Carneiro Júnior são patrocinados por Riocal, Fralle, Happy Serviços Financeiros e CBDI.

Resultado do prólogo Categoria Protótipos-T1

1° - #322 Michel Terpins/ Maykel Neder Justo, 4h28min28s62

2° - #310 Luiz Facco/ Humberto Ribeiro, 4h35min09s43

3º - #307 Paulo Pichini / Paulo Simões, 5h28min08s19

4º - #338 Fabio Ruediger / Eduardo Bampi, 5h35min32s21

5° - #325 Rafael Cassol / Lélio Vieira Carneiro Júnior, 5h45min44s46

Confira a programação do Rally dos Sertões – 25 anos

Domingo (20/08) - 1ª Etapa
Goiânia (GO) a Goianésia (GO)

Deslocamento Inicial – 221,87 km
Trecho cronometrado – 306,82 km
Deslocamento Final – 151,79 km
Total do dia: 680,48 km

(21/08) - 2ª Etapa (Maratona)
Goianésia (GO) a Santa Terezinha de Goiás (GO)

Deslocamento Inicial – 78 km
Trecho cronometrado – 248,16 km
Deslocamento final – 0 km
Total do dia: 326 km

(22/08) - 3ª Etapa
Santa Terezinha de Goiás (GO)  a Aruanã (GO)

Deslocamento Inicial – 0 km
Trecho cronometrado – 297,12km
Deslocamento Final – 9 km
Total do dia: 306 km

(23/08) - 4ª Etapa
Aruanã (GO) a Barra do Garças (MT)

Deslocamento Inicial – 102,4 km
Trecho Cronometrado – 273,20 km
Deslocamento Final – 95,68 km
Total do dia: 471,34 km

(24/08)- 5ª Etapa
Barra do Garças (MT) a Coxim (MS)

Deslocamento Inicial – 13,85 km
Trecho Cronometrado – 438,86 km
Deslocamento Final – 213,30 km
Total do dia: 666,01 km

Sexta-feira (25/08) - 6ª Etapa
Coxim (MS) a Aquidauana (MS)
Deslocamento Inicial – 59,82 km
Trecho Cronometrado –  194,91 km
Deslocamento Final – 174,72 km
Total do dia: 429,45 km

Sábado (26/08) - 7ª Etapa
Aquidauana (MS) a Bonito (MS)

Deslocamento Inicial – 128,62 km
Trecho Cronometrado – 240,45 km
Deslocamento Final – 51,71 km
Total do dia: 420,78 km

Total da prova: 3.300,06 km
Total de trechos cronometrados (especiais): 1.999,52 km

Cerimônia de Premiação

 

Na segunda etapa os competidores não poderão receber ajuda mecânica (Marcelo Machado/Fotop)

Na segunda etapa os competidores não poderão receber ajuda mecânica (Marcelo Machado/Fotop)
Alta  | Web

Rafael Cassol e Lélio Vieira Carneiro Júnior #325 (Marcelo Maragni/Fotop)

Rafael Cassol e Lélio Vieira Carneiro Júnior #325 (Marcelo Maragni/Fotop)
Alta  | Web

A dupla largou bem e conseguiu manter um rimo bom em toda a disputa do domingo (Marcelo Machado/Fotop)

A dupla largou bem e conseguiu manter um rimo bom em toda a disputa do domingo (Marcelo Machado/Fotop)
Alta  | Web

A largada promocional foi realizado no sábado, 19, no Autódromo de Goiânia (Marcelo Machado/Fotop)

A largada promocional foi realizado no sábado, 19, no Autódromo de Goiânia (Marcelo Machado/Fotop)
Alta  | Web

 

SPRINT RACE - BRASIL

 

Sprint Race: Claudio Buschmann conquista dois pódios e é o vice líder da GP

Com dois pódios, segundo e terceiro lugares nas corridas da quinta etapa da Sprint Race, piloto sul-mato-grossense somou pontos importantes para o campeonato. Próxima prova será em 24 de setembro no Velo Città, em Mogi Guaçu (SP)

- O piloto do Sprint Race #12, Claudio Buschmann, manteve regularidade nas duas corridas da quinta etapa da Sprint Race neste final de semana, no Autódromo Internacional de Curitiba (SP). O vice-líder da GP, patrocinado pela Agropantanal-MS, chegou em segundo e em terceiro nas baterias, após largar da terceira e quarta posições, respectivamente, resultado que lhe garantiu dois pódios e a avançou na tabela de classificação dentro da sua categoria, somando 194 pontos.

Buschmann revela que conseguiu alcançar seu objetivo. “Impressionante o volume de água depositado sobre a pista no início da manhã atrasando a programação de largada da primeira corrida. Fiz uma prova extremamente conservadora, assim mesmo corrigindo o carro em todos os momentos, muito liso mesmo. Estou feliz pelo P2!”, diz o piloto nascido em Curitiba (PR).

Para as próximas etapas, o piloto sul-mato-grossense quer manter a estratégia, para se garantir no pódio do campeonato da Sprint Race. “Final de semana positivo apesar das dificuldades com o clima, só tenho à agradecer, um segundo lugar sob muita chuva e um terceiro lugar em um raro momento de pista seca me garantiram pontos suficientes para continuar na briga”, declara.

A sexta etapa da competição será no dia 24 de setembro em prova inédita no calendário da Sprint Race no Autódromo do Velo Città, em Mogi Guaçu, São Paulo. “Agora é pensar nas próximas, iniciando os treinos à distância através de simuladores e estudo de telemetria. Preciso chegar pelo menos com os traçados memorizados e conhecendo os principais pontos de frenagem e aceleração. A estratégia será aprender corretamente e trabalhar intensamente”, conclui Buschmann.

A exibição do calendário da Sprint Race fica por conta dos canais BandSports e Play TV, além do Programa Acelerados no SBT e Programa Ultrapassagem na Record News.

O piloto Claudio Buschmann conta com o patrocínio da Agropantanal MS.

Resultados da quinta etapa no autódromo de Curitiba:

Primeira corrida

1) #87 – Jorge Martelli (GP), 26min21seg655

2) #13 – Raphael Campos (PRO), à 18seg527

3) #27 – Luiz Túrmina (PRO), à 19seg324

4) #07 – Vinicius Margiota (PRO), à 20seg256

5) #111 – Erik Mayrink (PRO), à 25seg988

6) #17 – Berlanda Júnior (PRO), à 26seg385

7) #58 – João Rosate (PRO), à 27seg799

8) #12 – Claudio Buschmann (GP), à 37seg437

9) #82 – Gerson Campos (GP), à 57seg490

10) #20 – Jorge Garcia (GP), à 58seg293

11) #55 – Caê Coelho (GP), à 1min09seg598

12) #213 – Nuno Pagliato (GP), à 1 Volta

13) #22 – Gabriel Lusquiños (PRO), à 8 voltas

Melhor volta: Berlanda Júnior (17), 1min49seg782, 12ª volta

 

Segunda corrida

1) #58 - João Rosate (PRO), 25min13seg638

2) #17 - Berlanda Júnior (PRO), à 3seg735

3) #13 - Raphael Campos (PRO), à 4 seg081

4) #27 - Luiz Túrmina (PRO), à 5seg578

5) #87 - Kau Machado (GP), à 13seg205

6) #111 - Erik Mayrink (PRO), à 14seg118

7) #20 - Jorge Garcia (GP), à 14seg985

8) #07 - Vinícius Margiota (PRO), à 22seg104

9) #12 - Claudio Buschmann (GP), à 26seg951

10) #82 - Cássio Cortes (GP), à 1min41seg171

11) #22 - Gabriel Lusquiños (PRO), à 1 volta

12) #55 - Caê Coelho (GP), à 9 voltas

Melhor Volta: João Rosate (58), 1min34seg827, 5ª Volta

 

 

Claudio Buschmann #12 (Lisandro Garcia/Sigcom)

Claudio Buschmann #12 (Lisandro Garcia/Sigcom)
Alta  | Web

A sexta etapa será a estreia da categoria no autódromo do Velo Città (Lisandro Garcia/Sigcom)

A sexta etapa será a estreia da categoria no autódromo do Velo Città (Lisandro Garcia/Sigcom)
Alta  | Web

As duas corridas da quinta etapa aconteceram no Autódromo de Curitiba (Lisandro Garcia/Sigcom)

As duas corridas da quinta etapa aconteceram no Autódromo de Curitiba (Lisandro Garcia/Sigcom)
Alta  | Web

Carros alinhados para largada da segunda corrida da quinta etapa (Lisandro Garcia/Sigcom)

Carros alinhados para largada da segunda corrida da quinta etapa (Lisandro Garcia/Sigcom)
Alta  | Web

Pódio da primeira corrida na categoria GP (Lisandro Garcia/Sigcom)

Pódio da primeira corrida na categoria GP (Lisandro Garcia/Sigcom)
Alta  | Web

Pódio da categoria GP da segunda corrida quinta etapa (Lisandro Garcia/Sigcom)

Pódio da categoria GP da segunda corrida quinta etapa (Lisandro Garcia/Sigcom)
Alta  | Web

 

RALICROSS EM ESPANHA

 

Los Yacarcross dominan en el Rallymix Concello de Piñor

 

Continúan ejerciendo un implacable dominio los Yacarcross en los rallymix del Campeonato de Galicia, ya que este fin de semana, en la tercera cita de la temporada celebrada en el municipio ourensano de Piñor, lograban su tercera victoria de este 2017, aunque en esta ocasión con Jesús Vázquez “Choqueiro” tras la anteriores obtenidas por José Barreiro en Cuntis y Abel Jurado en A Gudiña, estrenando el piloto de Cea su palmarés en la modalidad al imponerse por sólo 34 milésimas de segundo ante Óscar Añón, también con otro Yacarcross y cuyo podio absoluto era completado por el de Iago Silva. Si sumamos las cinco victorias logradas el año pasado por los Yacarcross, esta es la octava consecutiva en el certamen gallego de rallymix.

No hubo tanta fortuna en esta ocasión entre los Turismos, pues un trompo en la primera pasada de las cinco previstas a lo largo del fin de semana impedía a Perfecto Calviño-Francisco García completar un mejor resultado con el Peugeot 208 Proto, finalizando así terceros en Turismos y sextos en la clasificación general. En lo que respecta al Peugeot 208 Proto de Sandra García-Suso Romero, una avería en la dirección les impedía finalizar la primera jornada mientras el domingo se rompía el radiador en el Seat 600 Proto de Mario Lorenzo-Marcos Calviño. Tampoco tuvo suerte Abel Jurado, ya que la rotura de un palier en la tercera pasadsa, después de ser el más rápido con su Yacarcross en las dos primeras, le impedía repetir su victoria del año pasado.a320 Copya321 Copy

 

NOVO CHEVY COLORADO

NOVO CHEVY COLORADOa316 Copya317 Copy

 

 

É este o looking Praticamente de série, uma Chevy Colorado ZR2 3.6L V6 que vai participar este fim-de-semana na Baja 550 Las Vegas e .

 

RALI MESÃO FRIO

 

Fecho das Inscrições adiado até 3ª feira, 22 de Agosto

Principais candidatos, às lideranças do Campeonato Regional de Ralis Norte e do Troféu CIN (Team Baia), já inscritos para o Rali Município de Mesão Frio 2017

Com as inscrições a decorrer a bom ritmo, o CAR – Clube Automóvel da Régua, clube organizador, informa e dá a conhecer o prolongamento do prazo de inscrições até à próxima 3ª feira, dia 22 de Agosto pelas 18.00 horas no Secretariado permanente da prova.

A uma semana do Rali Município de Mesão Frio (26 e 27 de Agosto), a discussão da vitória promete com não só os três primeiros classificados do Campeonato Regional de Ralis Norte na Geral Absoluta de Pilotos e, na Geral de Copilotos, mas também dos líderes atuais dos seus sete Grupos e, também da liderança do Troféu CIN – Team Baia.

Gaspar Pinto e Bernardo Gusmão (Mitsubishi Evo VI), atuais 1ºs do campeonato FPAK com 107,95 pontos apresentam-se em Mesão Frio prontos a defender os 28,45 pontos que lhes garantem a liderança após as seis primeiras provas realizadas com duas vitórias, um segundo lugar e, um sexto lugar.

José Pedro Miranda, piloto atual segundo classificado (79,5 pts), onde soma uma segunda posição, uma terceira, uma quarta e uma quinta posição, vai procurar aos comandos do seu Porsche 996 acompanhado de José Carlos Rodrigues, impor-se em Mesão Frio de modo a reduzir a diferença para Gaspar Pinto e, discutir não só a liderança da prova, mas também do Campeonato Regional de Ralis Norte nas três provas que faltam para concluir a época.

Quem de certeza não está de fora desta “luta” são Luís Delgado (3º entre os Pilotos) e o seu Copiloto André Carvalho (2º entre os Copilotos) onde em Mesão Frio aos comandos do Citroen C2 S1600 vão procurar repetir as vitórias de Gondomar e da última prova disputada no Marco. Luís Delgado tem apenas menos 0,007 pts para José Pedro Miranda e, 28,52 para Gaspar Pinto, ou seja, ainda está ao alcance da primeira posição e liderança do campeonato Absoluto de Pilotos. Para Luís Delgado e André Carvalho a prova do CAR reveste-se ainda de grande importância porque também lideram a classificação geral de Pilotos do Troféu CIN organizado pelo Team Baia onde dispõem de uma vantagem de 17 pontos para Ricardo Costa.

Entre as cerca de quatro dezenas de já inscritos, destacamos entre outros, por exemplo a dupla Jacinto Oliveira / Sérgio Aguiar (Renault Megane F1), com Oliveira a procurar colher o melhor resultado que lhe permita reduzir os 17 pontos que separam o seu 7º lugar (38 pts) da quarta posição do Regional, como dos 18 pontos que separam o seu quarto lugar, da segunda posição do Troféu CIN ocupada por Ricardo Costa, pois para o terceiro lugar (Mário Castro), apenas um magro ponto os separam!

Todas as Informações em:

http://www.fpak.pt/regulamentacao/regulamentacao-das-provas (Rali Município de Mesão Frio)a310 Copy

 

CAMPEONATO DO MUNDO DE RALIS 2017

 

Toyota Yaris WRC de Hänninen termina o desafiante Rali da Alemanha em quarto lugar

O Rali da Alemanha foi uma prova bastante dura. Depois de um início de rali muito desafiante, a TOYOTA GAZOO Racing teve um ótimo desempenho no último dia do Rali da Alemanha, vencendo mais duas especiais elevando o seu total no fim de semana para cinco e demonstrando o progresso que a equipa tem alcançado com o novo Yaris WRC em asfalto. Juho Hänninen foi o mais rápido pela segunda vez no domingo, terminando o Rali num excelente quarto lugar da geral. Fruto de alguns problemas técnicos no seu Yaris WRC, no sábado, Jari-Matti Latvala terminou o rali em sétimo, enquanto Esapekka Lappi, apesar de ser obrigado a desistir no primeiro dia e ter ficado arredado dos lugares da frente, também foi o mais rápido numa das especiais do último dia.
 
Sendo apenas o segundo rali puramente em asfalto do novo Yaris WRC, o grande objetivo comunicado antes do arranque da equipa era naturalmente continuar a desenvolver o Yaris WRC neste tipo de piso. Com condições atmosféricas variáveis e piso com níveis de atrito muito variáveis, o início do rali da Alemanha foi muito desafiante para a TOYOTA GAZOO Racing.
 
Com um ótimo desempenho, Hänninen chegou ao último dia em quinto lugar da geral, mas após ser o mais rápido na especial logo de manhã, ascendeu ao quarto lugar, posição essa que cimentou até final. O piloto finlandês, que mais horas tem ao volante do Yaris WRC, mostrou toda a sua experiência ao volante do Toyota com um desempenho notável num rali onde competiu pela última vez em 2011. Lappi, o vencedor do Rali da Finlândia, foi obrigado a desistir logo na sexta-feira ao danificar a suspensão do Yaris WRC e, apesar de melhorar o seu desempenho ao longo do Rali, foi no último dia que teve o melhor desempenho. Latvala, que foi o mais rápido duas vezes no início do Rali, foi obrigado a abrandar o andamento devido a uma questão técnica, mesmo assim terminou no top 10. Numa clara demonstração de competitividade Lappi e Latvala alcançaram o segundo e terceiro lugares na Power Stage, obtendo, quatro e três pontos, respetivamente. Sendo o segundo lugar de Lappi a apenas 0,2 segundos do primeiro tempo.
 
Tommi Mäkinen (Diretor da Equipa)
"Estou muito satisfeito com o nosso desempenho neste rali. Poderia ter sido ainda melhor, se não fosse o problema de Jari-Matti na sexta-feira. No início do rali, foi muito rápido e poderia facilmente ter lutado pela vitória. Domingo foi um dia muito bom para nós. Especialmente para Esapekka, ele melhorou muito. Hoje foi um dia muito importante para ele melhorar e ganhar confiança neste tipo de piso. Tenho a certeza que Esapekka está pronto para lutar aqui pela vitória no próximo ano. Juho foi muito consistente, com bons tempos e muito perto de lutar pelo pódio. Estamos confiantes agora de que a performance em asfalto está também num bom nível. Estamos bem para o futuro. Agora partimos para a Espanha, onde esperamos novamente melhorar o nosso desempenho".
 
Classificação ao final do 4º dia:
1 Ott Tanak/Martin Jarveoja (Ford Fiesta WRC) 2h57m31.7s
2 Andreas Mikkelsen/Anders Jaeger (Citroen C3 WRC) +16.4s
3 Sebastien Ogier/Julien Ingrassia (Ford Fiesta WRC) +30.4s
4 Juho Hänninen/Kaj Lindström (Toyota Yaris WRC) +1m49.2s
5 Craig Breen/Scott Martin (Citroen C3 WRC): +2m01.5s
6 Elfyn Evans/Daniel Barritt (Ford Fiesta WRC) +2m03.4s
7 Jari-Matti Latvala/Miikka Anttila (Toyota Yaris WRC) +3m58.2s
8 Hayden Paddon/Seb Marshall (Hyundai i20 Coupe WRC) +4m32.4s
9 Armin Kremer/Pirmin Winklhofer (Ford Fiesta WRC) +10m19.4s
10 Eric Camilli/Benjamin Veillas (Ford Fiesta R5) +10m44.3s
21 Esapekka Lappi/Janne Ferm (Toyota Yaris WRC) +18m05.2s
 
Classificação do Campeonato de Pilotos do Mundial de Ralis FIA 2017 ao final do 10º Rali:
1 Sebastien Ogier 177
2 Thierry Neuville 160
3 Ott Tanak 144
4 Jari-Matti Latvala 123
5 Dani Sordo 89
6 Elfyn Evans 87
7 Craig Breen 64
8 Juho Hänninen 58
9 Hayden Paddon 55
10 Esapekka Lappi 49
 
Classificação do Campeonato de Fabricantes do Mundial de Ralis FIA 2017 ao final do 10º Rali:
1 M-Sport World Rally Team 325
2 Hyundai Motorsport 261
3 TOYOTA GAZOO Racing WRT 213
4 Citroen Total Abu Dhabi World Rally Team 163
(Resultados às 13:00 de domingo 20 agosto de 2017, para mais informação: www.wrc.com)
 
A próxima ronda do Campeonato Mundial de Ralis da FIA é o Rali de Espanha nos dias 5 a 8 de outubro. A prova da Catalunha é o único verdadeiro evento de superfície mista da temporada: o dia de abertura ocorrerá principalmente em terra, e os outros dois dias em estradas rápidas de asfalto. Um grande desafio para a equipa de engenheiros e mecânicos.a265 Copy

 

ATENÇÃO LEITORES

 

Condicionamento de trânsito na A5

 

Dias 22 de agosto

 

A Brisa Concessão Rodoviária (BCR) informa que no âmbito dos trabalhos de manutenção preventiva aos equipamentos de telemática, no Sublanço Linda-A-Velha / Miraflores da A5 – Auto-estrada da Costa do Estoril, irão existir algumas implicações na circulação, as quais serão as seguintes:

 

Dia 22 de agosto

Entre as 10h e as 17h do dia 22 de agosto, corte de via direita, no sentido Cascais - Lisboa, entre o km 5 e o km 4.

 

A Brisa agradece antecipadamente a compreensão e colaboração dos automobilistas e espera contribuir para reduzir eventuais inconvenientes decorrentes desta operação, estando certa de que os possíveis incómodos serão largamente compensados pelo nível de qualidade, segurança e conforto que resultam de uma autoestrada melhor adaptada às necessidades de quem a utiliza.

 

Para informação atualizada poderá ainda consultar o site www.viaverde.pt.

 

TT NO BRASIL - RALI DOS SERTÕES

 

Rally dos Sertões: Otávio e Allan Enz completam em segundo o primeiro dia

Única dupla paranaense realiza sua segunda participação na competição nos carros na modalidade regularidade a bordo do Mitsubishi Pajero Full número 405 e fechou a 1ª etapa com saldo positivo

 Neste domingo (20) pela manhã foi dada a largada da primeira etapa do Rally dos Sertões para as categorias carros, motos, quadriciclos e UTVs. As dificuldades foram intensas como os competidores previam. O percurso entre Goiânia e Goianésia, GO, teve 360 quilômetros, com 195 quilômetros cronometrados, e apresentou um roteiro com trechos em trial, travessia de rios e regiões agrícolas.

O piloto Otávio Enz, o navegador Allan Enz, equipe Zenz Rally Team, entraram cautelosos na disputa e fecharam a etapa com segunda colocação entre os carros da modalidade Regularidade na categoria Super Master. O piloto estava radiante e emocionado de completar bem a primeira especial entre cidades do roteiro.

“O percurso foi maravilhoso, mas penoso, não deu trégua para a dupla. A organização caprichou no dia de hoje, não tivemos nenhum problema, chegamos bem. Só agora no final em deslocamento que descobrimos que a mangueira de “intercooler” estava solta, mas nada que comprometesse o desempenho. Agora é se preparar para a novo desafio, em novo trajeto”, diz Otávio Enz (Marreco).

“Dia forte, pesado, muita velocidade, no ano passado estávamos acostumados com provas em linha e, pelo menos nessa primeira etapa tivemos muitos, muitos laços. Uma prova sensacional! “, destaca o navegador Allan Enz. "Utilizamos a etapa também para verificar o equipamento para o restante do Sertões", completa Otávio.

O destino desta segunda-feira é Santa Terezinha de Goiás (GO). Os inscritos na edição 2017 do Sertões estão preparados para encarar um dia que deve ser também difícil. Estão programados trechos com estradas travadas em fazendas, seguidos por trechos de velocidade média, mesclando com trilhas e bem sinuosas vão proporcionar uma pilotagem prazerosa. A navegação e a concentração serão muito importantes nesta etapa.

O Rally dos Sertões terá um percurso de 2.821,45 quilômetros para a modalidade regularidade, passando pelos estados de Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. Após sete etapas terá chegada em Bonito (MS) no próximo sábado, dia 26 de agosto.

Otávio Enz e Allan Enz contam com o patrocínio da Via Jap (Concessionária Mitsubishi), Zenz Western, Baterias Eletran, Radiex Team, SFI Chips, Zenz (Bonés / Camisetas / Uniformes), Rancho Faria e Posto Bresolin.

Resultado da primeira etapa do Rally dos Sertões de Goiânia para Goianésia (GO) - Regularidade:

CATEGORIA SUPER MASTER

1) 401 Oscar Jose Schmidt / Gustavo Schmidt, 35 pontos ganhos

2) 405 Otávio Enz Filho / Allan Henrique Enz, 34

3) 402 Renato Ferreira Martins / Enedir Da Silva Junior, 31

4) 413 José Carlos da Silva / Vander Hirt, 26

5) 417 Olair Fagundes / Waldomiro Teodoro dos Anjos Junior, 25

6) 406 Fernando Possetti / Cristina Starlling Posseti, 21

CATEGORIA GRADUADOS

1) 410 Aurélio Bilhalva / Tiago Poisl, 40 pontos ganhos

2) 408 José Eduardo Guerra / Marcia Maria Esteves Guerra, 30

3) 416 Marcelo Luiz Faustino Pereira / Waldemberg dos Santos Barros, 30

4) 409 Milton Roberto Dresch / Alexandre Rech, 28

5) 415 Roberto Emery Bontempo / Leonardo José Berg Martins, 24

CATEGORIA TURISMO

1) 411 Sandra Dias / Maurício Gonçalves, 40 pontos ganhos

2) 403 Leonardo Lanziotti Da Costa / Priscila Nogueira Maciel, 34

3) 404 Paulo Renato Martins / Regiane Salgado Pagnard, 26

4) 412 Fagundes Leal / Rodrigo Kemparski Pavan, 26

5) 414 Sergio Ricci / Alessander Monteiro Soares, 23

6) 407 Giovani Arnaldo de Mello / Pedro Pescador de Mello, 21

PROGRAMAÇÃO PARA O REGULARIDADE NO RALLY DOS SERTÕES – 25 ANOS

DIA 01 – GOIÂNIA (GO) / GOIANÉSIA (GO)

Distâncias:

D.I. – 137.560 km   T.E. – 195.510 Km   D.F. – 27.659 Km

Total do dia – 360.729 Km

Tempos:

Master / Graduados – 08:16:18  

Turismo – 08:28:13

Abastecimentos:

Último posto do deslocamento inicial – Tulipa 38 (132.011 Km);

1º. Posto (Neutro) – Tulipa 815 (137.899 Km);

Autonomia até chegada – 90.819 Km.

 

DIA 02 –GOIANÉSIA (GO) / SANTA TEREZINHA DE GOIÁS (GO)

Distâncias:

D.I. – 125.353 km   T.E. – 169.561 Km   D.F. – 42.475 Km

Total do dia – 337.389 Km

Tempos:

Master / Graduados – 07:24:38  

Turismo – 07:37:10

Abastecimentos:

Último posto do deslocamento inicial – Tulipa 41 (116.309 Km);

1º. Posto (Neutro) – Tulipa 519 (84.106 Km);

Autonomia até chegada – 136.881 Km.

DIA 03 – SANTA TEREZINHA DE GOIÁS (GO) / ARUANÃ (GO)

Distâncias:

D.I. – 13.719 km   T.E. – 159.703 Km   D.F. – 141.710 Km

Total do dia – 315.132 Km

Tempos:

Master / Graduados – 05:38:18  

Turismo – 05:47:59

Abastecimentos:

1º. Posto (Neutro) – Tulipa 335 (77.584 Km);

1º. Posto no deslocamento final – Tulipa 880 (137.520);

Autonomia até chegada – 100.028 Km.

DIA 04 – ARUANÃ (GO) / BARRA DO GARÇAS (MT)

Distâncias:

D.I. – 111.484 km   T.E. – 228.935 Km   D.F. – 65.842 Km

Total do dia – 406.261 Km

Tempos:

Master / Graduados – 07:39:29  

Turismo – 07:52:09

Abastecimentos:

Último posto de combustível no deslocamento inicial – Tulipa 18 (108.860 Km)

1º. Posto (Neutro) – Tulipa 285 (95.970 Km);

1º. Posto no deslocamento final – Tulipa 897 (147.650);

Autonomia até chegada – 53.781 Km.

 

DIA 05 – BARRA DO GARÇAS (MT) / COXIM (MS)

 

Distâncias:

D.I. – 49.746 km   T.E. – 239.970 Km   D.F. – 357.747 Km

Total do dia – 647.463 Km

Tempos:

Master / Graduados – 09:31:48  

Turismo – 09:41:53

Abastecimentos:

Abastecimento emergencial (feito pelo apoio do competidor, não tem posto de combustível – Tulipa 341 (154.330 km);

1º. Posto combustível no deslocamento final – Tulipa 802 (160.565 Km) – “acumulado (314.895 Km)”;

Autonomia até chegada – 332.568 Km.

 

DIA 06 – COXIM (MS) / AQUIDAUANA (MS)

 

Distâncias:

D.I. – 59.778km   T.E. – 96.067 Km   D.F. – 220.232 Km

Total do dia – 376.077 Km

Tempos:

Master / Graduados – 07:13:20  

Turismo – 07:23:19

Abastecimentos:

1º. Posto no deslocamento final – Tulipa 536 (157.241);

Autonomia até chegada – 218.836 Km.

 

DIA 07 – AQUIDAUANA (MS) / BONITO (MS)

 

Distâncias:

D.I. – 128.783 km   T.E. – 157.994 Km   D.F. – 91.625 Km

Total do dia – 378.402 Km

Tempos:

Master / Graduados – 06:45:27  

Turismo – 06:57:18

Abastecimentos:

Último posto de combustível no deslocamento inicial – Tulipa 23 (74.187 Km);

1º. Posto no deslocamento final – Tulipa 722 (231.195);

Autonomia até chegada – 72.920 Km.

Cerimônia de Premiação

 

 

Otávio Enz e Allan Enz (Luciano Santos/SigCom)

Otávio Enz e Allan Enz (Luciano Santos/SigCom)
Alta  | Web

A largada promocional foi realizado no sábado, 19, no Autódromo de Goiânia (Marcelo Machado/Fotop)

A largada promocional foi realizado no sábado, 19, no Autódromo de Goiânia (Marcelo Machado/Fotop)
Alta  | Web

Equipe passou por vistorias na quinta-feira (18) (Marcelo Machado/Fotop)

Equipe passou por vistorias na quinta-feira (18) (Marcelo Machado/Fotop)
Alta  | Web

 

SPRINT RACE - BRASIL

 

Sprint Race: João Rosate e Kau Machado vencem segunda corrida da quinta etapa

Prova final da etapa é marcada por mau tempo. Pilotos voltam a correr em 24 de setembro, no autódromo Velo Cittá

  João Rosate, pela categoria PRO, e Kau Machado, na GP, venceram a segunda corrida da quinta etapa da Sprint Race 2017 (#SetUpFree), que aconteceu neste domingo (20), no Autódromo Internacional de Curitiba. O jovem piloto do carro #58 largou da pole position e completou as 13 voltas do circuito paranaense em 25min13seg638. Kau, que faz dupla com Jorge Martelli no carro #87, chegou a 13seg205 do líder, na quinta colocação na geral.

Rosate de 17 anos, conta que, apesar do aguaceiro, tinha feito setup priorizando pista seca, e mesmo assim, deu tudo certo. “A corrida foi muito boa. Já tinha acertado o carro pra andar no seco e fiquei na torcida para que não chovesse mais, pois fiz o contrário do que muitos pilotos optaram. Após a largada, fui abrindo vantagem, virando um segundo por volta. Com a entrada do Safety Car em pista, o pelotão se agrupou e conseguiram me ultrapassar na relargada, mas logo retomei a liderança. Imprimi um ritmo forte e deu tudo certinho como manda o manual”, relata.

Quanto sua posição na competição, João Rosate sabe da responsabilidade que terá pela frente, mas segue confiante. “Infelizmente, em Interlagos, tive uma etapa difícil e fiquei em desvantagem em relação aos pontos no campeonato. Daqui para frente, tenho que conseguir tirar o máximo do carro e quero dar tudo de mim para conseguir diminuir a diferença, fazer o melhor em cada treino, classificatório e corrida. Esta será a minha pegada”, afirma.

Kau Machado, que estava ao volante do SR#87 na segunda corrida, revela que a prova foi difícil, mas conseguiu administrar sua posição na categoria. “Largamos com pneus Slick, pois tinha pontos ainda molhados na pista. Impusemos um bom ritmo a cada volta e estava tranquilo na liderança. Depois do safety, relarguei bem, mas na entrada da oposta meu carro começou a cortar o giro do motor e tive que abrir mão de algumas posições aos garotos da PRO e só administrei para chegar em primeiro na GP”. 

Para a próxima etapa, em Mogi Guaçu (SP), Kau admite que, por não conhecer a pista, ainda não foi decidido qual será o plano das próximas duas corridas. “Já começamos a pensar no #Velo Città, pois por ser pista nova, precisamos de algum planejamento. Mas sempre tive facilidade para me adaptar em circuitos novos, então não vou por pressão extra. Vamos confiantes de que todos terão as mesmas dificuldades”, torce o líder da GP. “Ainda tem muitos pontos em disputa e, este ano, não queremos deixar para decidir na última. Vamos tentar levar o título antes, ou chegar na final com uma boa margem na liderança”, confia.

Os pilotos da Sprint Race voltarão a disputar pelo título da temporada 2017 no dia 24 de setembro, no Autódromo Velo Cittá, em Mogi Guaçu, interior paulista.

A quinta etapa da Sprint Race Brasil terá exibição nos canais BandSports, Play TV, Programa Ultrapassagem e Programa Acelerados -  no SBT e no YouTube (youtube.com/acelerados).

A Sprint Race tem patrocínio da Albriggs, aQuamec, Pirelli, Motul, Fremax e Rio Custom

Confira o resultado da corrida final da quinta etapa (#SetUpFree):
1) #58 – João Rosate (PRO), 25min13seg638
2) #17 – Wanderlei Berlanda Júnior (PRO), à 3seg735
3) #13 – Raphael Campos (PRO), à 4 seg081
4) #27 – Luiz Túrmina (PRO), à 5seg578
5) #87 – Kau Machado (GP), à 13seg205
6) #111 – Erik Mayrink (PRO), à 14seg118
7) #20 – Jorge Garcia (GP), à 14seg985
8) #7 – Vinicius Margiota (PRO), à 22seg104
9) #12 – Claudio Buschmann (GP), à 26seg951
10) #82 – Cássio Cortez (GP), à 1min41seg171
11) #22 – Gabriel Lusquiños (PRO), à 1 volta
12) #55 – Caê Coelho (GP), à 9 voltas

Melhor Volta: João Rosate (58), 1min34seg827, 5ª Volta
Fonte: www.cronoelo.com.br

Calendário 2017 - próximas etapas:

Etapa 6 - 24/09 - Mogi Guaçu (SP) -Velo Città

Etapa 7 - 04/11 - Londrina (PR) - #NightChallenge

Etapa 8 - 03/12 - Curitiba (PR) - AIC - #Pontos Dobrados

 

A sexta etapa será a estreia da categoria no autódromo do Velo Città (Lisandro Garcia/Sigcom)

A sexta etapa será a estreia da categoria no autódromo do Velo Città (Lisandro Garcia/Sigcom)
Alta  | Web

João Rosate #58 largou da pole e garantiu a segunda vitória no ano de estreia (Lisandro Garcia/Sigcom)

João Rosate #58 largou da pole e garantiu a segunda vitória no ano de estreia (Lisandro Garcia/Sigcom)
Alta  | Web

Kau Machado #87 conquista mais uma vitória na Sprint Race correndo em "casa" (Lisandro Garcia/Sigcom)

Kau Machado #87 conquista mais uma vitória na Sprint Race correndo em
Alta  | Web

Berlanda Jr (#17) é o segundo colocado da corrida 2 (Lisandro Garcia/Sigcom)

Berlanda Jr (#17) é o segundo colocado da corrida 2 (Lisandro Garcia/Sigcom)
Alta  | Web

Jorge Garcia #20 é o segundo na corrida da tarde na GP (Lisandro Garcia/Sigcom)

Jorge Garcia #20 é o segundo na corrida da tarde na GP (Lisandro Garcia/Sigcom)
Alta  | Web

Premiação da categoria PRO na segunda corrida (Lisandro Garcia/Sigcom)

Premiação da categoria PRO na segunda corrida (Lisandro Garcia/Sigcom)
Alta  | Web

Premiação da categoria PRO na primeira corrida (Lisandro Garcia/Sigcom)

Premiação da categoria PRO na primeira corrida (Lisandro Garcia/Sigcom)
Alta  | Web

Premiação da categoria GP na segunda corrida (Lisandro Garcia/Sigcom)

Premiação da categoria GP na segunda corrida (Lisandro Garcia/Sigcom)
Alta  | Web

Premiação da categoria GP na primeira corrida (Lisandro Garcia/Sigcom)

Premiação da categoria GP na primeira corrida (Lisandro Garcia/Sigcom)
Alta  | Web

 

CAMPEONATO DO MUNDO DE RALIS 2017

Rali da Alemanha (17-20 agosto 2017) – Debriefing

 CITROËN ALCANÇOU OS SEUS OBJETIVOS NA ALEMANHA

Um lugar no pódio final para Andreas Mikklsen/Anders Jæger e um segundo C3 WRC entre os cinco primeiros graças ao empenho de Craig Breen/Scott Martin: na Alemanha, a Citroën Total Abu Dhabi WRT alcançou os objetivos delineados por Yves Matton antes da partida.
O RALI EM RESUMO
O Rali da Alemanha arrancou ao fim da tarde de quinta-feira com uma Super Especial disputada nas ruas de Saarbruckën. Num trajeto pouco apropriado para a largura dos carros do WRC, Kris Meeke foi a maior “baixa” da noite. O piloto da Irlanda do Norte foi forçado a parar após bater num muro de cimento e danificar a direção. Meeke conseguiu alinhar no dia seguinte em Rali2, mas com uma penalização de 10 minutos. 
A Etapa de abertura de sexta-feira foi maioritariamente disputada em estradas acidentadas e sinuosas ao longo dos vinhedos de Mosel. Apesar de posicinado bem para trás na ordem de partida, Andreas Mikkelsen juntou-se imediatamente no grupo que disputava a liderança. O norueguês Craig Breen consegiu mesmo o melhor tempo na ES4, o que o colocou no comando do rali.
Os chuveiros dispersos que caíram durante a manhã transformaram-se em chuva forte quando as equipavas estavam já a enfrentar as segundas passagens pelas Especiais. Apesar de utilizar os pneus Michelin Pilot Sport Full Weather, Andreas Mikkelsen não conseguiu resistir aos ataques de Tänak, que passou para o primeiro lugar após a ES7. No final do dia, os dois primeiros classificados estavam separados por apenas 7,5s.
Esforçando-se para se sentir confiante num rali com qual está pouco familiarizado, Craig Breen efetou alguns pequenos erros durante o rali. No final da Etapa de abertura, o irlandês esteava em sétimo lugar, atrás de Neuville, Ogier, Evans e Hänninen.
No Sábado, as equipas cumpriram as Especiais delineadas na base militar de Baumholder. Na primeira passagem pela famosa Especial de Panzerplatte, Mikkelsen perdeu terreno para Tänak devido a uma escolha de pneus demasiado conservadora. De seguida, Andreas cometeu alguns pequenos erros que permitiram a Sébastien Ogier aproximar-se e diminuir a vantagem do jovem norueguês!
Depois disto, o piloto do C3 WRC deu o seu máximo na segunda passagem por Panzerplatte, rubricando o segundo melhor tempo e, desse modo, manter a pressão sobre Tänak e distanciar-se um pouco mais de Ogier...
Na sexta-feira, as coisa correram melhor a Craig Breen, principalmente na segunda passagem, em que contou com uma escolha de pneus mais consistente. Devido a uma série de incidentes de prova, Breen chegou ao sexto lugar, a menos de 20 segundos de Evans e Hänninen.
 
 

Em contrapartida, as coisas complicaram-se para Kris Meek, que terminou a sua particiapão no rali após a ES14. Numa altura em que começava a aproximar-se do andamento dos pilotos da frente, o britânico foi obrigado a abandonar devido a um problema mecânico nos acessórios do motor. 
No domingo, havia apenas quatro curtas Especiais para determinar as posições finais. Sempre a dar o seu máximo, Mikkelsen afastou-se definitavamente de Ogier... e aproximou-se ligeiramente mais de Tänak. Porém, não houve mais alterações na classificação até final do rali, o que significou que o C3 WRC nº9 tinha garantido o segundo lugar.
Entretanto, Craig Breen protagonizou um forte ataque final, aproximando-se rapidamente de Elfyn Evans.Na Power Stage, Breen consegui passar à frente do seu rival e, assim, aumentar a sua coleção de quintos lugares! 
 
PERGUNTAS A YVES MATTON, DIRETOR DA CITROËN RACING
Os objetivos que tinha definido para a Alemanha foram alcançados? "Antes do início do rali, pedi aos pilotos para se esforçarem até a um nível que lhes permitisse estar envolvidos na luta pela liderança. Claro que foi necessário correr alguns riscos, dada as previsões meteorológicas e o fato de os nossos pilotos estarem posicionados relativamente para trás na ordem de partida para a primeira Etapa. Implicitamente, tínhamos como objetivo um lugar no pódio e um lugar entre os cinco primeiros para o segundo carro. Portanto, a minha resposta é sim, o resultado corresponde totalmente às nossas expetativas.”
 
Commo avalia o desempenho de Andreas Mikkelsen no seu terceiro rali ao volante do C3 WRC? "Durante os testes que antecederam o rali, o Andreas estava muito entusiasmado com o potencial do carro em alcatrão. Apesar da sua falta de experiência com o C3 WRC neste tipo de piso, ele colocou-se rapidamente entre os pilotos da frente, logo no íncio do rali. Tal como lhe tínhamos pedido, o Andreas conseguiu esforçar-se até ao nível certo, de forma a andar depressa. Fico também satisfeito por ele ter, finalmente, dominado a Especial de Panzerplatte. Ele estava um pouco nervoso com esta Especial, mas conseguimos incutir-lhe mais confiança graças à experiência que a Citroën Racing tem deste rali. Estou radiante pelo fato de a conserva ter resultado para ambos os lados.” 
 
O Craig Breen parece ter-se especializado em terminar em quinto lugar. Está satisfeito com isso? "Depois de um temporada prometedora em 2016, o Craig confirmou que merece o seu lugar entre a elite mundial dos ralis. Esta sequência de seis quintos lugares mostra a capacidade que ele tem para gerir as provas do princípio ao fim. Este fim-de-semana, o Craig disputou apenas o seu terceiro Rali da Alemanha. A sua falta de experiência, combinada com a instabilidade meteorológica, levaram-no a cometer alguns erros logo nas primeiras Especiais. Mas ele manteve-se longe de quaisquer problemas sérios e avançou para um belo quinto lugar, o que nos ajudou a concretizar os nossos objetivos para o fim-de-semana.”  
 
 
 
 
a260 Copy 
Quanto a Kris Meeke, teve um fim-de-semana mais difícil... “Antes do rali ter propriamante começado, o Kris já estava com uma penalização de 10 minutos devido a algo que ele próprio disse ser um erro estúpido. Devo dizer que também sou da opinião de que este traçado era totalmente impróprio para os carros do WRC de 2017! Depois de um começo desanimador, compreendo que era difiícil para ele encontrar a motivação necessária para chegar ao andamento dos pilotos da frente. A Etapa de sexta-feira era difícil, mas, no Sábado, ele foi rápido nas Especiais de Baumholder. Infelizmente, o seu rali acabou prematuramente devido a um problema mecânico, e acabámos por retirar o carro da prova porque não queríamos arriscar danificar o motor. Isso também permitiu ao Paul Nagle ir mais cedo para casa, ao encontro do seu filho, que nasceu no Sábado.”
 
Nas zonas de assistência, circulam rumores acerca de potenciais transferências de pilotos para 2018. Qual é a sua posição acerca disto? “Acho que toda a gente sabe que o próximo mês deverá ser um período muito ativo no que respeita às transferências de pilotos. O mesmo acontece com o desenvolvimento do carro, por isso a prioridade é prepararmo-nos para 2018. Temos agora um intervalo no calendário do WRC, portanto vamos utilizar o mês de Setembro para desenharmos a nossa estratégia. Ao fazermos isso, iremos falar com os pilotos que nos possam ajudar a alcançar os nossos objetivos. Por enquanto, nada foi decidido.”

 

BAIÃO RALLY TEAM

 

Baião Rallye Team e Vítor Pascoal em bom plano na Ilha de Santa Maria

 

a274 Copya275 Copya276 Copy
A Baião Rallye Team continua na sua ‘senda’ em alta, com mais uma excelente prestação desta feita na ilha de Santa Maria nos Açores, onde Vítor Pascoal e Pedro Alves foram uma das boas surpresas na edição de 2017 do Rallye de Santa Maria Além Mar.
Na prova em piso de asfalto, o Porsche 997 Gt3 não passou despercebido e foi um dos focos de atenção deste carismático Rallye que contou como vem sendo habitual com muito público ao longo de toda a prova.
Desportivamente a dupla esteve em excelente plano rodando sempre muito perto do top 3 nas difíceis especiais de asfalto da ilha, pouco favoráveis à máquina da marca alemã! Sem pressões quanto a resultados, Vítor Pascoal e Pedro Alves aproveitaram a prova para dar o máximo de espectáculo, dando o seu melhor a cada especial, acabando por ascenderem a um merecido 3º lugar final da geral nesta 5ª prova do Campeonato de Ralis dos Açores.
Como refere o piloto do Porsche, “a nossa deslocação e participação no Santa Maria foi bastante produtiva! Fomos recebidos de uma forma fantástica, o público vibra e dá uma grande importância a este evento, fomos apoiados de uma forma enérgica ao longo de todo rali, sendo que o nosso Porsche foi também uma grande mais valia e foco de interesse para este grande espectáculo e festa que fazem ao longo dos 2 dias de prova. A organização faz um trabalho de grande qualidade, consegue montar um excelente rali, onde desde já deixo os meus parabéns e mérito pelo profissionalismo com o qual organizam este rali. 
Mesmo sem pressões quanto a resultados, saímos daqui com um excelente 3º lugar final, foi mais um excelente teste e acumular de kms com o 997 e agora vamos nos centrar já na nossa próxima prova do Campeonato Nacional de Ralis Gt, onde estamos na liderança do campeonato e a um pequeno passo de conquistar o título absoluto, onde é essencial fazer um bom trabalho de casa e estar o máximo focados para tudo correr em pleno! 
Fica mais um agradecimento a toda a minha equipa técnica, pelo excelente trabalho que tem conseguido esta época, assim como a todos os nossos parceiros no projecto por todo apoio e envolvência em cada prova”.
A próxima prova será o Rali Viana do Castelo a 8 e 9 de Setembro, prova da responsabilidade do Clube Automóvel de Santo Tirso.

 

SPRINT RACE - BRASIL

 

Sprint Race: Jorge Martelli (GP) e Raphael Campos (PRO) vencem primeira corrida da quinta etapa

Início da prova atrasa em pouco mais de uma hora por causa do mau tempo. Corrida final da etapa, programada para o meio dia, também deve ter a largada postergada

  Jorge Martelli, que faz dupla com Kau Machado na categoria GP, e Raphael Campos, pela PRO, foram os vencedores na primeira corrida da quinta etapa da Sprint Race 2017 (#SetUpFree), que aconteceu neste domingo, no Autódromo Internacional de Curitiba, na região metropolitana da capital paranaense. O carro #87 dominou a corrida de ponta a ponta e terminou as 13 voltas do circuito em 26min21seg655. Raphael, do carro #13, chegou em segundo na geral, a 18seg527 do líder. A corrida começou com atraso em função do clima ruim e chuvoso. Os carros da Sprint devem voltar para pista para a segunda corrida por volta de 13 horas, mas a largada poderá ser postergada devido ao mau tempo.

“Correr na chuva é sempre um risco muito grande, ainda mais aqui em Curitiba. Neste final de semana choveu mais que o normal. E o Sprint, por ser um carro muito baixo, aquaplana facilmente. Mesmo assim, procurei fazer uma corrida consciente. Não perdi a liderança em nenhum momento e consegui me distanciar do pelotão, fazendo o traçado da pista como eu acho que é correto. Não precisei segurar ninguém e, dessa forma, consegui distanciar mais de 18 segundos do carro que vinha atrás. Para mim, este resultado é sensacional, e quero agradecer a todos os amigos e a meu pai que veio prestigiar a corrida. Agora, é levar mais um caneco pra casa”, comemora o catarinense Jorge Martelli.

Raphael Campos revela ter feito uma corrida mais cautelosa. “Foi uma corrida muito boa. Na maior parte da corrida, o Vinícius vinha em primeiro e o Túrmina, em segundo. Eu, que estava logo atrás, não quis forçar a ultrapassagem, para não me prejudicar no campeonato. A duas voltas do final, o Vinícius teve um problema, e, na última volta, o Túrmina errou uma das manobras e, nessa oportunidade, passei por ele e conquistei a vitória”, conta o vencedor da categoria PRO. “Na segunda corrida, vamos largar em penúltimo. Minha estratégia será ir pra cima, manter a calma que tivemos na primeira corrida e repetir mais um pódio. Meu foco é pontuar no campeonato e manter uma boa colocação”, afirma.

A quinta etapa da Sprint Race Brasil terá exibição nos canais BandSports, Play TV, Programa Ultrapassagem e Programa Acelerados -  no SBT e no YouTube (youtube.com/acelerados).

A Sprint Race tem patrocínio da Albriggs, aQuamec, Pirelli, Motul, Fremax e Rio Custom.

Confira o resultado do primeiro treino oficial da quinta etapa (#SetUpFree):


1) #87 – Jorge Martelli/Kau Machado (GP), 26min21seg655

2) #13 – Raphael Campos (PRO), à 18seg527

3) #27 – Luiz Turmina (PRO), à 19seg324

4) #7 – Vinicius Margiota (PRO), à 20seg256

5) #111 – Erik Mayrink (PRO), à 25seg988

6) #17 –  Berlanda Jr (PRO), à 26seg385

7) #58 – Joao Rosate (PRO), à 27seg799

8) #12 – Claudio Buschmann (GP), à 37seg437

9) #82 – Gerson Campos/Cassio Cortez (GP), à 57seg490

10) #20 – Jorge Garcia (GP), à 58seg293

11) #55 – Caê Coelho/ F. Brecailo (GP), à 1min09seg598

12) #213 – Nuno Pagliato (GP), à 1 Volta

13) #22 – Gabriel Lusquinos (PRO), à 8 voltas

Melhor volta: Berlanda Júnior (17) #, 1min49seg782, 12ª volta


Fonte: www.cronoelo.com.br

Confira a programação da quinta etapa da Sprint Race 2017

 

Domingo, 20 de agosto

Corrida 2

12h00 - Alinhamento dos carros

12h50 - Placa de 5 minutos

12h55 - Saída para volta de aquecimento + 23 min + 1 volta      

13h25 - Pódio

Calendário 2017 - próximas etapas:

Etapa 5 - 20/08 - Curitiba (PR) - AIC - #SetUpFree

Etapa 6 - 24/09 - Mogi Guaçu (SP) -Velo Città

Etapa 7 - 04/11 - Londrina (PR) - #NightChallenge

Etapa 8 - 03/12 - Curitiba (PR) - AIC - #Pontos Dobrados

Mais informações: www.sprintrace.com.br

Siga-nos também nas redes sociais:

Facebook: facebook.com/SprintRaceBrasil

Twitter: @Sprint Race

Youtube: youtube.com/sprintracebrasil

Instagram: instagram.com/sprintracebrasil

 

A segunda corrida da quinta etapa será às 12h55 (Lisandro Garcia/Sigcom)

A segunda corrida da quinta etapa será às 12h55 (Lisandro Garcia/Sigcom)
Alta  | Web

O spray causado pela passagem dos carros (Lisandro Garcia/Sigcom)

O spray causado pela passagem dos carros (Lisandro Garcia/Sigcom)
Alta  | Web

Largada da corrida 1 da quinta etapa com muita chuva (Lisandro Garcia/Sigcom)

Largada da corrida 1 da quinta etapa com muita chuva (Lisandro Garcia/Sigcom)
Alta  | Web

Luiz Túrmina #27 garantiu a segunda posição na corrida 1 (Lisandro Garcia/Sigcom)

Luiz Túrmina #27 garantiu a segunda posição na corrida 1 (Lisandro Garcia/Sigcom)
Alta  | Web

Raphael Campos #13 conquista mais uma vitória na PRO (Lisandro Garcia/Sigcom)

Raphael Campos #13 conquista mais uma vitória na PRO (Lisandro Garcia/Sigcom)
Alta  | Web

Claudio Buschmann #12 é o segundo colocado na GP (Lisandro Garcia/Sigcom)

Claudio Buschmann #12 é o segundo colocado na GP (Lisandro Garcia/Sigcom)
Alta  | Web

Jorge Martelli (#87) vence a primeira corrida na geral e na GP (Lisandro Garcia/Sigcom)

Jorge Martelli (#87) vence a primeira corrida na geral e na GP (Lisandro Garcia/Sigcom)
Alta  | Web

 

TT NO BRASIL - RALI DOS SERTÕES

 

O 25º Rally dos Sertões teve início com grau máximo de dificuldade neste domingo (20). Atual tetracampeã dos UTVs, a Can-Am saiu na frente e dominou as seis primeiras posições da categoria com os veículos Maverick X3. O piloto Deni do Nascimento e o navegador Emilio Rockenbach venceram, seguidos por Enrico Amarante e Fábio Pedroso, de acordo com os resultados extra-oficiais. A etapa de abertura foi realizada entre Goiânia e Goianésia, Goiás, e somou 680 quilômetros – 306 deles de trechos cronometrados (especiais).

O trajeto foi marcado por terreno acidentado, estradas de alta e de médias velocidades, travessias de rios e muita pedra. Dos 34 UTVs inscritos, 26 completaram o roteiro, como o goiano Amarante. “O dia foi bom para acelerar e o Maverick X3 esteve fantástico, chegou inteiro no final”, avaliou o piloto. Atual campeão nacional, ele ainda somou pontos importantes para a disputa do Campeonato Brasileiro de Rally Cross Country, já que o Sertões é válido pelas quatro etapas finais do calendário.

Os competidores precisaram de muita garra para terminar o dia, principalmente os que tiveram problemas pelo caminho. Após uma hora e meia parados por conta de uma roda importada dos Estados Unidos, Rodrigo Varela e Idali Bosse ficaram na 21ª posição. “Foi o resultado de um parafuso solto no meio da especial. Perdemos muito tempo, apesar de termos tido ótimos momentos no dia por conta do desempenho do Maverick X3, sempre rápido, forte e com ótimo conjunto”, garantiu Varela.

Nesta segunda-feira (21), a segunda etapa do Rally dos Sertões será disputada em formato Maratona, o qual não permite apoio mecânico externo no final do dia. O percurso terá destino a Santa Terezinha de Goiás-GO, com 326 quilômetros (248 de especiais). O maior rali do país inclui categorias para quadriciclos, motocicletas e carros. A chegada está marcada para o dia 26 de agosto em Bonito (MS).

Resultados (extra-oficiais) - 25º Rally dos Sertões
UTVs – 1ª Etapa
1° - Deni do Nascimento/Emilio Rockenbach - 4:42:28.87 – Can-Am Maverick X3
2° - Enrico Almeida/Fabio Pedroso - 4:48:44.89 – Can-Am Maverick X3
3° - Marcelo Gastaldi/Cláudio Silveira - 4:49:18.22 – Can-Am Maverick X3
4° - Edu Piano/Solon Mendes - 4:52:41.94 – Can-Am Maverick X3
5° - Bruno Varela/João Arena - 4:55:50.30 – Can-Am Maverick X3
6° - Lucas Barroso/Breno Rezende - 4:56:37.06 – Can-Am Maverick X3

7° - Henrique Gutierrez/Andre Lucas Munhoz - 5:02:26.44
8° - Zeca Sawaya/Marcelo Haseyama - 5:02:40.98 – Can-Am Maverick X3
9° - Ismar Júnior/Andre Galvão de Sá - 5:08:45.22 – Can-Am Maverick X3
10° - Euclides Júnior/Marcos Panstein - 5:15:52.24 – Can-Am Maverick X3

Programação* – 25º Rally dos Sertões
2ª Etapa – 21/8 (Segunda-feira)
Goianésia (GO) – Santa Terezinha de Goiás (GO) – ETAPA MARATONA
DI (Deslocamento inicial) – 78 km
TE (Trecho especial cronometrado) – 248 km
DF (Deslocamento final) – 0 km
Total do dia: 326 km

3ª Etapa – 22/8 (Terça-feira)
Santa Terezinha de Goiás (GO) – Aruanã (GO)
DI – 0 km
TE – 297,06km
DF – 9 km
Total do dia: 306,06 km

4ª Etapa – 23/8 (Quarta-feira)
Aruanã (GO) – Barra do Garças (MT)
DI – 102,4 km
TE – 273,20 km
DF – 95,68 km
Total do dia: 471,28 km

5ª Etapa – 24/8 (Quinta-feira)
Barra do Garças (MT) – Coxim (MS)
DI – 13,85 km
TE – 438,86 km
DF – 213,30 km
Total do dia: 666,01 km

6ª Etapa – 25/8 (Sexta-feira)
Coxim (MS) – Aquidauana (MS)
DI – 59,82 km
TE – 194,91 km
DF – 174,72 km
Total do dia: 429,45 km

7ª Etapa – 26/8 (sábado)
Aquidauana (MS) – Bonito (MS)
DI – 128,62 km
TE – 240,45 km
DF – 51,71 km
Total do dia: 420,78 km

Total da prova: 3.300,06 km
Total de trechos cronometrados (especiais): 1.999,52 km

* A programação é fornecida pela organização do evento e está sujeita a alterações. 

Sobre a BRP - A BRP (TSX: DOO) é líder global no design, desenvolvimento, fabricação, distribuição e marketing de veículos powersports e sistemas de propulsão. Seu portfólio inclui os veículos para neve Ski-Doo e Lynx, as motos aquáticas Sea-Doo, os veículos off-road e roadsters Spyder da Can-Am e os sistemas de propulsão marítima Evinrude e Rotax, bem como os motores Rotax para karts, motocicletas e aeronaves recreativas. A BRP dá suporte a sua linha de produtos com peças, acessórios e vestuário. Com renda anual de CA$ 4,2 bilhões em mais de 100 países, a empresa conta com aproximadamente 8.700 colaboradores em todo o mundo.

www.brp.com
@BRPNews


Deni do Nascimento/Emilio Rockenbach na etapa de abertura do Rally dos Sert�es 2017
Cr�dito: Marcelo Machado/DFotos

Enrico Amarante/F�bio Pedroso na etapa de abertura do Rally dos Sert�es 2017
Cr�dito: Victor Eleut�rio/DFotos

 

TT NO BRASIL - RALI DOS SERTÕES

 

Sertões 2017: Wellington Costa e Rafael Arena ficam em terceiro no prólogo na Super Production

A L200 Triton ER da dupla novata da Top Rally Team participou do primeiro desafio da prova realizada na Cidade Alpha Goiás, em Senador Canedo (GO)

 Wellington Costa e Rafael Arena, a dupla novata da Top Rally Team começou muito bem sua primeira experiência juntos numa edição do Rally dos Sertões. Alcançando a expectativa da equipe, a Mitsubishi L200 Triton ER #353 fechou a pista de aproximadamente seis quilômetros, montada para o prólogo da 25ª edição da competição, na Cidade Alpha Goiás, em Senador Canedo (GO), aos 4min45seg91. O resultado conquistado levou a dupla à terceira colocação entre os carros da Super Production.

Para o fluminense Wellington Costa, que aos 44 anos faz sua estreia nos Sertões, controlar a calma durante a prova foi determinante para o resultado da dupla. “Conseguimos manter o planejamento, ou seja, ficar em terceiro na categoria. Só teve um momento que foi um pouco atrapalhado, em que encostamos no carro da frente sob poeira e teve que pedir passagem. No final da corrida, também tivemos um problema com um dos sensores, que estava mandando informação errada, mas não prejudicou nosso desempenho. Nos mantivemos dentro das expectativas e, amanhã, queremos brigar e estar entre os três primeiros”, aposta.

O trajeto deste domingo exigirá muita técnica da dupla novata da Top Rally Team. Wellington Costa e Rafael Arena enfrentarão um trajeto extremamente exigente entre Goiânia e Goianésia, o mais longo da competição. O trecho cronometrado de 306,82 quilômetros inclui vários tipos de terrenos, estradas de alta e média velocidade, pedras, trial, travessia de oito rios e áreas agrícolas. Ao todo, somando deslocamento inicial e final, incluindo a especial, a viagem até o destino do primeiro trecho do Rally dos Sertões 2017, tem pouco mais de 680 quilômetros.

Wellington Costa e Rafael Arena são patrocinados por W Costa Construtora e Lar Shopping Materiais de Construção.

Resultado do prólogo – Carros SuperProduction:

1° - #359 Leandro Fracassi/ Eduardo E Costa, 4min38seg82

2° - #357 Marcelo Chaves/ Dalmo Bergantin, 4min40seg98

3° - #353 Wellington Costa/ Rafael Arena 4min45seg91

4° - #350 Bartolomeu Nunes/ Marco Túlio Lana, 4min47seg76

5° - #320 Cristiano Rocha/ Anderson Brandão, 4min48seg06

6° - #355 Antonio M Teixeira/ Maitê Teixeira, 4min48seg62

7° - #358 Fernando Oliveira/ Alexandre Carvalho, 4min53seg15

8° - #318 Daltro Maronezi/ Luciani Maronezi, 4min58seg85

9° - #360 Mario Neto/ Artemio Neto, 5min01seg50

10° - #319 Helena Soares/ Josi Koerich, 5min07seg85

11° - #354 Stefan Rohr/ Adeilton (tomtom), 5min57seg55

Confira a programação do Rally dos Sertões – 25 anos

20/08/2017 - 1ª Etapa

Goiânia (GO) – Goianésia (GO)

Deslocamento Inicial – 240 km

Especial (trecho cronometrado) – 310 km

Deslocamento final – 152 km

Total do dia – 702 km

21/08/2017 - 2ª Etapa

Goianésia (GO) – Santa Terezinha de Goiás (GO)

Deslocamento Inicial – 116 km

Especial (trecho cronometrado) – 245 km

Deslocamento final – 0 km

Total do dia – 361 km

22/08/2017 - 3ª Etapa

Santa Terezinha de Goiás (GO) – Aruanã (GO)

Deslocamento Inicial – 0 km

Especial (trecho cronometrado) – 297 km

Deslocamento final – 8 km

Total do dia – 305 km

23/08/2017 - 4ª Etapa

Aruanã (GO) – Barra do Garças (MT)

Deslocamento Inicial – 104 km

Especial (trecho cronometrado) – 263 km

Deslocamento final – 96 km

Total do dia – 463 km

24/08/2017 - 5ª Etapa

Barra do Garças (MT) – Coxim (MS)

Deslocamento Inicial – 13 km

Especial (trecho cronometrado) – 430 km

Deslocamento final – 210 km

Total do dia – 653 km

25/08/2017 - 6ª Etapa

Coxim (MS) – Aquidauana (MS)

Deslocamento Inicial – 61 km

Especial (trecho cronometrado) – 194 km

Deslocamento final – 173 km

Total do dia – 428 km

26/08/2017 - 7ª e última etapa

Aquidauana (MS) – Bonito (MS)

Deslocamento Inicial – 120 km

Especial (trecho cronometrado) – 310 km

Deslocamento final – 2 km

Total do dia – 432 km

Percurso total do Rally dos Sertões – 3.344 km

Especiais (trechos cronometrados) – 2.049 km (61%)

Cerimônia de Premiação

 

O piloto Wellington Costa fará estreia no Rally dos Sertões (Marcelo Machado/Fotop)

O piloto Wellington Costa fará estreia no Rally dos Sertões (Marcelo Machado/Fotop)
Alta  | Web

Wellington Costa e Rafael Arena (Marcelo Machado/Fotop)

Wellington Costa e Rafael Arena (Marcelo Machado/Fotop)
Alta  | Web

Largada do prólogo realizada neste sábado (19) (Luciano Santos/Sigcom)

Largada do prólogo realizada neste sábado (19) (Luciano Santos/Sigcom)
Alta  | Web

Equipe Top Rally Team (Marcelo Machado/Fotop)

Equipe Top Rally Team (Marcelo Machado/Fotop)
Alta  | Web

 

TT NO BRASIL - RALI DOS SERTÕES

 

Rally dos Sertões 2017: Rafael Cassol e Lélio Júnior vão largar bem colocados na primeira etapa

Dupla bicampeã do segundo maior rali do mundo e maior do país, terão largada programada neste domingo às 11h59

 A dupla goiana Rafael Cassol e Lélio Vieira Carneiro Júnior, da equipe ACL Rally, vão largar na segunda colocação na primeira etapa do Rally dos Sertões, neste domingo (20). Apenas cinco segundos os distanciaram do primeiro lugar do prólogo da categoria Protótipos-T1.

Foi dada a largada do Rally dos Sertões, edição especial de 25 anos. A tomada de tempo ocorreu na manhã deste sábado (10h30), partindo do Autódromo Internacional de Goiânia para um percurso de seis quilômetros em piso de terra, na Cidade Alpha Goiás, em Senador Canedo. “O prólogo foi em pista bem rápida, bem traiçoeira, mas fomos conservadores pra não ter problemas, e o resultado nos deixa numa posição relativamente confortável para poder começar. Era o que esperávamos”, diz o navegador Lélio Vieira Carneiro Junior. O navegador também comenta sobre o motor V8, do protótipo preparado pela MEM Motorsports, ele diz que o carro se comporta muito bem e destaca a potência e velocidade dele.

A largada da primeira etapa será neste domingo (20). Serão cerca de 680 quilômetros, de Goiânia a Goianésia (GO). Dessa quilometragem, 306 são de trechos cronometrados. A prova começa com uma Especial (trecho cronometrado) extremamente exigente. Com vários tipos de terrenos. Estradas de alta e média velocidade, muita pedra, trechos de trial, travessias de oito rios e áreas agrícolas.

Rafael Cassol e Lélio Vieira Carneiro Júnior são patrocinados por Riocal, Fralle, Happy Serviços Financeiros e CBDI.

Resultado do prólogo Categoria Protótipos-T1

1° - #327 Jorge Junior /Joel Kravtchenko, 3min53seg85

2° - #325 Rafael Cassol / Lélio Vieira Carneiro Júnior, 3min58seg92

3° - #310 Luiz Facco/ Humberto – Piaui, 4min03seg63

4° - #326 Pedro Prado Filho/ Joaquim Filho, 4min04seg74

5° - #322 Michel Terpins/ Maykel Neder Justo, 4min06seg15

6° - #348 Gunter Hinkelmann/ Vinicius Castro, 4min13seg32

7° - #305 Luis Carlos Nacif/ Filipe de Oliveira, 4min13seg98

8° - #314 Mauro Guedes /Neurivan Calado, 4min16seg94

9° - #338 Fabio Ruediger/Eduardo Bampi, 4min22seg27

10° - #312 Regis Braga Maia/ Ana Sena Braga, 4min24seg57


Confira a programação do Rally dos Sertões – 25 anos

20/08/2017 - 1ª Etapa

Goiânia (GO) – Goianésia (GO)

Deslocamento Inicial – 240 km

Especial (trecho cronometrado) – 310 km

Deslocamento final – 152 km

Total do dia – 702 km

21/08/2017 - 2ª Etapa

Goianésia (GO) – Santa Terezinha de Goiás (GO)

Deslocamento Inicial – 116 km

Especial (trecho cronometrado) – 245 km

Deslocamento final – 0 km

Total do dia – 361 km

22/08/2017 - 3ª Etapa

Santa Terezinha de Goiás (GO) – Aruanã (GO)

Deslocamento Inicial – 0 km

Especial (trecho cronometrado) – 297 km

Deslocamento final – 8 km

Total do dia – 305 km

23/08/2017 - 4ª Etapa

Aruanã (GO) – Barra do Garças (MT)

Deslocamento Inicial – 104 km

Especial (trecho cronometrado) – 263 km

Deslocamento final – 96 km

Total do dia – 463 km

24/08/2017 - 5ª Etapa

Barra do Garças (MT) – Coxim (MS)

Deslocamento Inicial – 13 km

Especial (trecho cronometrado) – 430 km

Deslocamento final – 210 km

Total do dia – 653 km

25/08/2017 - 6ª Etapa

Coxim (MS) – Aquidauana (MS)

Deslocamento Inicial – 61 km

Especial (trecho cronometrado) – 194 km

Deslocamento final – 173 km

Total do dia – 428 km

26/08/2017 - 7ª e última etapa

Aquidauana (MS) – Bonito (MS)

Deslocamento Inicial – 120 km

Especial (trecho cronometrado) – 310 km

Deslocamento final – 2 km

Total do dia – 432 km

Percurso total do Rally dos Sertões – 3.344 km

Especiais (trechos cronometrados) – 2.049 km (61%)

Cerimônia de Premiação

 

Largada do Prólogo (Luciano Santos/SigCom)

Largada do Prólogo (Luciano Santos/SigCom)
Alta  | Web

Representantes de Goiás no Rally dos Sertões, Rafael Cassol e Lélio Júnior (Marcelo Machado/Fotop)

Representantes de Goiás no Rally dos Sertões, Rafael Cassol e Lélio Júnior (Marcelo Machado/Fotop)
Alta  | Web

Rafael Cassol e Lélio Vieira Carneiro Júnior durante o prólogo em Goiânia (GO) (Marcelo Machado/Fotop)

Rafael Cassol e Lélio Vieira Carneiro Júnior durante o prólogo em Goiânia (GO) (Marcelo Machado/Fotop)
Alta  | Web

 

TT NO BRASIL - RALI DOS SERTÕES

 

Thiago Rizzo e Leonardo Magalhães fecham em terceiro no prólogo do Rally dos Sertões 25 anos

A L200 Triton RS da Top Rally Team fez bonito na pista de seis quilômetros montados na Cidade Alpha Goiás, em Senador Canedo (GO).

 Thiago Rizzo e Leonardo Magalhães, a bordo de sua Mitsubishi L200 Triton RS, alcançaram sua primeira meta durante o prólogo da 25ª edição do Rally dos Sertões, neste sábado (19/8) na pista montada na Cidade Alpha Goiás, em Senador Canedo (GO). A dupla do carro #317 da Top Rally Team finalizou os seis quilômetros de pista da especial aos 4min14seg79, o que garantiu a terceira colocação entre os carros da Pró-Brasil e a 16ª posição na geral dos carros.

“Prólogo bem rápido, com muita reta e algumas curvas bem técnicas. O piso bem duro e a poeira inevitável. Estávamos bem ansiosos pelo que poderia acontecer nesta especial e, por isso, mantivemos a cautela. O importante é que conseguimos um bom resultado, e tudo aconteceu dentro do planejado. Agora é abastecer e montar uma boa estratégia para a prova de domingo”, dispara Thiago Rizzo.

O trajeto deste domingo (20) exigirá muita técnica da experiente dupla da Top Rally Team. Thiago Rizzo e Léo Magalhães enfrentarão um trajeto extremamente exigente entre Goiânia e Goianésia, o mais longo da competição. O trecho cronometrado de 306,82 quilômetros inclui vários tipos de terrenos, estradas de alta e média velocidade, pedras, trial, travessia de oito rios e áreas agrícolas. Ao todo, somando deslocamento inicial e final, incluindo a especial, a viagem até o destino do primeiro trecho do Rally dos Sertões 2017, tem pouco mais de 680 quilômetros.

Thiago Rizzo e Léo Magalhães são patrocinados por Feirão de Malhas, 3W Distribuidoras de Malhas, Marcobrás Transportes, Speedway Confecções e Posto Mineirão, além do apoio de Mitsubishi Ink, Cerveja Império, Dopamina Drink e Knulu.

Resultado do prólogo – Carros Pró Brasil:

1° - #311 Glauber Fontoura/ Minae Miyauti, 4min00seg76

2° - #356 Lucas Teixeira/ Armando Miranda, 4min14seg54

3° - #317 Thiago Rizzo / Léo Magalhães, 4min14seg79

4° - #342 Wagner Roncon/ Joselito Junior, 4min17seg43

5° - #335 Cleber Rosa/ Joao Ribeiro, 4min21seg66

6° - #324 Luis Stedile/ Flavio de Franca, 4min26seg44

7° - #351 Flavio Lunardi/Fred da Silva, 4min29seg50

8° - #332 Jose Nogueira/ Alyson Antunes, 5min01seg10

Confira a programação do Rally dos Sertões – 25 anos

20/08/2017 - 1ª Etapa

Goiânia (GO) – Goianésia (GO)

Deslocamento Inicial – 240 km

Especial (trecho cronometrado) – 310 km

Deslocamento final – 152 km

Total do dia – 702 km

21/08/2017 - 2ª Etapa

Goianésia (GO) – Santa Terezinha de Goiás (GO)

Deslocamento Inicial – 116 km

Especial (trecho cronometrado) – 245 km

Deslocamento final – 0 km

Total do dia – 361 km

22/08/2017 - 3ª Etapa

Santa Terezinha de Goiás (GO) – Aruanã (GO)

Deslocamento Inicial – 0 km

Especial (trecho cronometrado) – 297 km

Deslocamento final – 8 km

Total do dia – 305 km

23/08/2017 - 4ª Etapa

Aruanã (GO) – Barra do Garças (MT)

Deslocamento Inicial – 104 km

Especial (trecho cronometrado) – 263 km

Deslocamento final – 96 km

Total do dia – 463 km

24/08/2017 - 5ª Etapa

Barra do Garças (MT) – Coxim (MS)

Deslocamento Inicial – 13 km

Especial (trecho cronometrado) – 430 km

Deslocamento final – 210 km

Total do dia – 653 km

25/08/2017 - 6ª Etapa

Coxim (MS) – Aquidauana (MS)

Deslocamento Inicial – 61 km

Especial (trecho cronometrado) – 194 km

Deslocamento final – 173 km

Total do dia – 428 km

26/08/2017 - 7ª e última etapa

Aquidauana (MS) – Bonito (MS)

Deslocamento Inicial – 120 km

Especial (trecho cronometrado) – 310 km

Deslocamento final – 2 km

Total do dia – 432 km

Percurso total do Rally dos Sertões – 3.344 km

Especiais (trechos cronometrados) – 2.049 km (61%)

Cerimônia de Premiação

 

Largada do Prólogo Wellington (Luciano Santos/SigCom)

Largada do Prólogo Wellington (Luciano Santos/SigCom)
Alta  | Web

Largada do Prólogo Thiago (Luciano Santos/SigCom)

Largada do Prólogo Thiago (Luciano Santos/SigCom)
Alta  | Web

Thiago Rizzo e Léo Magalhães no prólogo (Marcelo Machado/Fotop)

Thiago Rizzo e Léo Magalhães no prólogo (Marcelo Machado/Fotop)
Alta  | Web

Equipe Top Rally Team (Marcelo Machado/Fotop)

Equipe Top Rally Team (Marcelo Machado/Fotop)
Alta  | Web

Wellington Costa e Rafael Arena #353 na disputa do prólogo (Marcelo Machado/Fotop)

Wellington Costa e Rafael Arena #353 na disputa do prólogo (Marcelo Machado/Fotop)
Alta  | Web

 

TT NO BRASIL - RALI DOS SERTÕES

 

Sertões 2017: Gunter Hinkelmann e Vinícius Castro terminam o prólogo em sexto entre os Protótipos

Mitsubishi L200 da dupla da MSL do Brasil está pronto para o desafio do segundo maior rali do mundo, que acontece entre os dias os 19 a 26 de agosto. A dupla recebe assistência mecânica e logística da X Rally Team

O piloto Gunter Hinkelmann e o navegador Vinícius Castro terminaram em sexto no prólogo do 25º Rally dos Sertões, entre os carros Protótipos T1, neste sábado, 19 de agosto, realizado no Cidade Alpha Goiás, em Senador Canedo (GO). No cockpit da Mitsubishi L200 Triton modificada, a dupla da equipe MSL do Brasil completou o trajeto de aproximadamente seis quilômetros da especial de hoje em 4min13seg32.

Para Vinícius, a ansiedade para o início do rali acabou. “Estamos com um equipamento novo, um carro bastante evoluído e que se portou bem durante o prólogo. Superamos nossas expectativas para o início da prova. Chegamos em 13º na geral dos carros e planejávamos estar entre os 20 primeiros. A especial de hoje foi rápida, com trechos de altíssima velocidade e muita poeira, muito prazeroso de andar”, conta o navegador.

Para o domingo, a estratégia da dupla será conservar a serenidade até Goianésia. “Amanhã é que começa de fato o rali, que vai começar bem duro e nosso objetivo será andar bem, manter a regularidade e evoluir junto com o carro”, completa o piloto Gunter Hinkelmann.

Gunter e Vinícius enfrentarão neste domingo um percurso bem exigente entre Goiânia e Goianésia, em Goiás. O trecho cronometrado de 306,82 quilômetros inclui vários tipos de terrenos, estradas de alta e média velocidade, pedras, trial, travessia de oito rios e áreas agrícolas. Ao todo, somando deslocamento inicial e final, a viagem até o destino do primeiro trajeto do Rally dos Sertões 2017 tem pouco mais de 680 quilômetros.

Em 2017, a MSL do Brasil conta com a assistência técnica da X Rally Team e com patrocínio da ICargo, IFS, Seeder, Pier17, Correias Schneider e Bandeirantes Terminais Alfandegados.


Resultado do prólogo – Protótipos T1:

1° - #327 Jorge Junior /Joel Kravtchenko, 3min53seg85

2° - #325 Rafael Cassol/ Lelio Junior, 3min58seg92

3° - #310 Luiz Facco/ Humberto – Piaui, 4min03seg63

4° - #326 Pedro Prado Filho/ Joaquim Filho, 4min04seg74

5° - #322 Michel Terpins/ Maykel Neder Justo, 4min06seg15

6° - #348 Gunter Hinkelmann/ Vinicius Castro, 4min13seg32

7° - #305 Luis Carlos Nacif/ Filipe de Oliveira, 4min13seg98

8° - #314 Mauro Guedes /Neurivan Calado, 4min16seg94

9° - #338 Fabio Ruediger/Eduardo Bampi, 4min22seg27

10° - #312 Regis Braga Maia/ Ana Sena Braga, 4min24seg57

Confira a programação do Rally dos Sertões – 25 anos

20/08/2017 - 1ª Etapa

Goiânia (GO) – Goianésia (GO)

Deslocamento Inicial – 240 km

Especial (trecho cronometrado) – 310 km

Deslocamento final – 152 km

Total do dia – 702 km

21/08/2017 - 2ª Etapa

Goianésia (GO) – Santa Terezinha de Goiás (GO)

Deslocamento Inicial – 116 km

Especial (trecho cronometrado) – 245 km

Deslocamento final – 0 km

Total do dia – 361 km

22/08/2017 - 3ª Etapa

Santa Terezinha de Goiás (GO) – Aruanã (GO)

Deslocamento Inicial – 0 km

Especial (trecho cronometrado) – 297 km

Deslocamento final – 8 km

Total do dia – 305 km

23/08/2017 - 4ª Etapa

Aruanã (GO) – Barra do Garças (MT)

Deslocamento Inicial – 104 km

Especial (trecho cronometrado) – 263 km

Deslocamento final – 96 km

Total do dia – 463 km

24/08/2017 - 5ª Etapa

Barra do Garças (MT) – Coxim (MS)

Deslocamento Inicial – 13 km

Especial (trecho cronometrado) – 430 km

Deslocamento final – 210 km

Total do dia – 653 km

25/08/2017 - 6ª Etapa

Coxim (MS) – Aquidauana (MS)

Deslocamento Inicial – 61 km

Especial (trecho cronometrado) – 194 km

Deslocamento final – 173 km

Total do dia – 428 km

26/08/2017 - 7ª e última etapa

Aquidauana (MS) – Bonito (MS)

Deslocamento Inicial – 120 km

Especial (trecho cronometrado) – 310 km

Deslocamento final – 2 km

Total do dia – 432 km

Percurso total do Rally dos Sertões – 3.344 km

Especiais (trechos cronometrados) – 2.049 km (61%)

Cerimônia de Premiação

 

Largada do Prólogo (Luciano Santos/SigCom)

Largada do Prólogo (Luciano Santos/SigCom)
Alta  | Web

Gunter e Vinícius percorreram os primeiros quilômetros do Rally dos Sertões (Marcelo Machado/Fotop)

Gunter e Vinícius percorreram os primeiros quilômetros do Rally dos Sertões (Marcelo Machado/Fotop)
Alta  | Web

Gunter Hinkelmann e Vinícius Castro (#348 / Protótipo) (Victor Eleutério/Fotop)

Gunter Hinkelmann e Vinícius Castro (#348 / Protótipo) (Victor Eleutério/Fotop)
Alta  | Web

 

CAMPEONATO DO MUNDO DE RALIS 2017

Surface changes keep WRC crews on their toes as M-Sport cars end first and third.

The FIA World Rally Championship, we’re regularly told, has three surfaces: snow; gravel and asphalt. Right? Absolutely. Except for Rallye Deutschland. In Germany, there are any number of surfaces. That’s what makes this event unique.

Regularly labelled, ‘just another tarmac rally,’ Germany couldn’t be more different from the twists and turns of Corsica or the circuit smooth curves of Catalunya.

The surface of last week’s 10th round of this year’s WRC changed on a daily basis. Sometimes it changed in the middle of a day, forcing the teams to tweak and fettle the cars more than on any other single event in the series.

What works in terms of set-up on the country roads dissecting the farms and fields of Saarland would leave a crew nowhere when it comes to the rough and rocky Baumholder tests – a place so tough it’s used by the American military to test their tanks.

And then there are the vineyards of the Mosel valley. These lanes are left as narrow as possible to pack in and pull out as much Riesling and Pinot Gris per square metre as possible.

Yet World Rally Cars thunder through this grape-growing nirvana at close to 200kph. And to do so, they need absolute precision from the firmest of race cars. Take this set-up to Panzerplatte and you’d be bouncing off the Hinkelsteins in no time.

Hinkelsteins have become a natural hazard on the rally’s Baumholder day – they’re the gigantic rocks at the side of the road. And they’re there to keep fully loaded 60-tonne Abram tanks on the straight and narrow, making a 1200-kilo World Rally Car easy meat.

Chris Williams is M-Sport’s head of rally engineering and he knows this rally of old – he’s been coming here along with the World Rally Championship for the last 15 years.

“When you prepare for this rally, you prepare for three rallies,” says Williams. “We know we have to test the pure vineyard road, the country roads with a lot of square corners and then in Baumholder. Unfortunately, there’s not one test road that goes through all of those venues – so it’s separate tests.

“For the stages in Baumholder we run the car higher because the surface is a bit rougher and we have different control strategies for the car in the vineyards. I suppose from the country roads we can take some data from Spain and Corsica, where there are elements which are similar. But the other two types of road are unique to here and you absolutely have to get it right.”

Williams and his M-Sport World Rally Team got it absolutely right last weekend, with Ott Tanak and Sebastien Ogier finishing first and third in their Ford Fiesta WRCs.

“The drivers have to make set-up changes to the car between stages,” says Williams. “There’s nothing uncommon in that, but these are bigger changes that have more of an effect on the car than any other rally.”a246 Copy

 

SPRINT RACE - BRASIL

 

Sprint Race: Grids de largada definidos para as corridas da quinta etapa em Curitiba

Kau Machado (GP) e Luiz Túrmina (PRO) larga na pole na primeira corrida, sendo que Jorge Martelli (GP) e João Rosate (PRO) são os primeiros na segunda bateria. Neste domingo as corridas serão às 9h05 e 12h55

- A quinta etapa da Sprint Race Brasil, neste domingo (20/08), promete muita velocidade e competitividade. Isso, porque a prova acontecerá no autódromo de Curitiba. Outro fator que eleva a importância da prova é a classificação de pilotos, que a cada corrida se estreita mais. Além disso, existe o fator que os próprios pilotos prepararam seus carros, é a etapa do calendário definida como Set Up Free.

“Foi uma surpresa o resultado no segundo classificatório. A nossa colocação provou que nosso setup é bem competitivo. Todos os pilotos estão rápidos, com um nível muito bom e do primeiro ao sétimo muito próximos. O sábado foi um grande desafio com piso molhado. Pretendo largar bem fechar no lugar mais alto do pódio nas duas corridas para recuperar os pontos perdidos em Interlagos e voltar a brigar pelo título”, salientou o piloto goiano do SR#58.

O veterano Kau Machado diz que querer estar competitivo é o grande diferencial. “Buscamos uma boa sinergia com os mecânicos e da dupla a cada treino e etapa. Utilizamos de todo o nosso conhecimento nas etapas anteriores e estamos muito felizes por conseguir estar entre os melhores do grid. Fizemos um setup tranquilo, mas a prioridade na preparação foi ter uma boa convergência e calibragem. Nas corridas será de manter a mesma estratégia e correr para o lugar mais alto do pódio”, declarou o piloto do SR #87.

A quinta etapa da Sprint Race Brasil terá exibição nos canais BandSports, Play TV, Programa Ultrapassagem e Programa Acelerados -  no SBT e no YouTube (youtube.com/acelerados).

A Sprint Race tem patrocínio da Albriggs, aQuamec, Pirelli, Motul, Fremax e Rio Custom.

Confira os grids de largada da quinta etapa (#SetUpFree):

Corrida 1

1) #87 Jorge Martelli, GP, 1min47seg771

2) #27 Luiz Túrmina, PRO, 1min48seg540

3) #17 Berlanda Junior, PRO, 1min48seg579 

4) #07 Vinícius Margiota, PRO, 1min48seg889

5) #58 João Rosate, PRO, 1min49seg221

6) #13 Raphael Campos, PRO, 1min49seg923

7) #111 Erik Mayrink, PRO, 1min50seg743

8) #55 Caê Coelho, GP, 1min51seg916

9) #12 Claudio Buschmann, GP, 1min52seg436

10) #82 Cassio Cortes, GP,1min53seg587

11) #20 Jorge Garcia, GP, 1min53seg846

12) #213 Nuno Pagliato, GP, 2min03seg606

13) #22 Gabriel Lusquiños, PRO, 2min27seg154

14) #09 Eduardo Serratto, GP, 3min25seg091

Corrida 2

1) #58 João Rosate, PRO, 1min46seg730

2) #87 Kau Machado, GP, 1min46seg751

3) #07 Vinícius Margiota, PRO, 1min46seg840

4) #17 Berlanda Junior, PRO, 1min47seg102 

5) #27 Luiz Túrmina, PRO, 1min48seg097

6) #111 Erik Mayrink, PRO, 1min48seg674

7) #55 Caê Coelho, GP, 1min48seg788

8) #20 Jorge Garcia, GP, 1min49seg168

9) #12 Claudio Buschmann, GP, 1min49seg244

10) #82 Gerson Campos, GP,1min52seg932

11) #213 Nuno Pagliato, GP, 1min53seg508

12) #13 Raphael Campos, PRO, sem tempo

13) #22 Gabriel Lusquiños, PRO, sem tempo

14) #09 Eduardo Serratto, GP, sem tempo

Fonte: www.cronoelo.com.br

Confira a programação da quinta etapa da Sprint Race 2017

Domingo, 20 de agosto

08h00 - 08h10 - Shakedown (Exclusivo para organização)

Corrida 1

08h30 - Alinhamento dos carros

09h00 - Placa de 5 minutos

09h05 - Saída para volta de aquecimento + 23 min + 1 volta

Corrida 2

12h00 - Alinhamento dos carros

12h50 - Placa de 5 minutos

12h55 - Saída para volta de aquecimento + 23 min + 1 volta      

13h25 - Pódio

Calendário 2017 - próximas etapas:

Etapa 5 - 20/08 - Curitiba (PR) - AIC - #SetUpFree

Etapa 6 - 24/09 - Mogi Guaçu (SP) -Velo Città

Etapa 7 - 04/11 - Londrina (PR) - #NightChallenge

Etapa 8 - 03/12 - Curitiba (PR) - AIC - #Pontos Dobrados

 

Luiz Túrmina #27 é o pole position na primeira corrida da quinta etapa (Lisandro Garcia)

Luiz Túrmina #27 é o pole position na primeira corrida da quinta etapa (Lisandro Garcia)
Alta  | Web

Sprint #87 de Kau Machado e Jorge Martelli (Lisandro Garcia)

Sprint #87 de Kau Machado e Jorge Martelli (Lisandro Garcia)
Alta  | Web

João Rosate SR #58 largará da pole na segunda corrida deste domingo (Lisandro Garcia)

João Rosate SR #58 largará da pole na segunda corrida deste domingo (Lisandro Garcia)
Alta  | Web

Vinícius Margiota #7 (Lisandro Garcia)

Vinícius Margiota #7 (Lisandro Garcia)
Alta  | Web

Caê Coelho #55 (Lisandro Garcia)

Caê Coelho #55 (Lisandro Garcia)
Alta  | Web

Sprint #17 do líder na categoria PRO, Berlanda Júnior (Lisandro Garcia)

Sprint #17 do líder na categoria PRO, Berlanda Júnior (Lisandro Garcia)
Alta  | Web

 

CAMPEONATO DO MUNDO DE RALIS 2017

Rali da Alemanha (17-20 agosto 2017) – Dia 3

 

MIKKELSEN LUTA E RESISTE

Nas pistas do campo militar de Baumholder, Andreas Mikkelsen e Anders Jæger tiveram de se empenhar numa forte batalha para manter a segunda posição no Rali da Alemanha. Por sua vez, Craig Breen e Scott Martin aproximaram-se mais dos cinco primeiros lugares, enquanto que Kris Meeke e Paul Nagle foram forçados a abandonar devido a um problema mecânico.

{  Ao contrário do que sucedeu ontem, os concorrentes foram hoje recebidos por um sol resplandecente logo pela manhã, quando se dirigiram para a Assistência D, montada em Bolstalsee, que marcou o início da segunda Etapa do rali.

{  O programa da ronda matinal compreendia as duas especiais de Panzerplatte – versão curta e longa – bem como duas Especiais no Sarre. Ao início da manhã, as estradas estavam ainda bastante molhadas, pelo que as equipas da Citroën Total Abu Dhabi WRT optaram pelos pneus Michelin Pilot Sport de mistura macia.

{  Contudo, esta opção acabou por não se revelar a mais adequada... Mantendo-se no segundo lugar da Geral, Andreas Mikkelsen perdia terreno para Tänak e via Ogier cada vez mais perto! Craig Breen chegou ao fim dos 41,97 km com um pneu totalmente retalhado. Por sua vez, Kris Meeke foi, nesta Especial, o mais rápido entre os Citroën.

{  Vítima de um pião na ES11, a situação de Andreas Mikkelsen começava a complicar-se! Mas em Römerstraße (ES12), o piloto norueguês deu bastante réplica e rubricou o melhor tempo.

{  O resto da manhã foi complicada para Craig Breen, com duas saídas de frente nas Especiais do Sarre. Sexto a meio do dia, o irlandês manteve-se, não obstante, praticamente “colado” a Evans e Hänninen.

{  Para a segunda passagem nas Especiais do campo militar de Baumholder, os pneus de mistura dura foram uma escolha óbvia. Apesar de perder alguns segundos no arranque para a ES14, Andreas Mikkelsen protagonizou uma performance brilhante em Panzerplatte 2 (ES15), obtendo o segundo tempo a apenas 1’’8 do vencedor.

{  Quarto e segundo nas duas passagens pela Especial curta da Arena Panzerplatte, Kris Meeke não pôde prosseguir a sua prova após a ES14. Vítima de um problema mecânico, o britânico foi obrigado a abandonar.

{  Até ao final, Andreas Mikkelsen continuou a pressionar o líder ao mesmo tempo que mantinha afastado o seu mais direto perseguidor. Globalmente mais rápido que os seus rivais nas duas últimas Especiais, Mikkelsen totalizava apenas 21’’4 de atraso sobre Tänak e deixava Ogier a 8’’2 de distância. 

{  Amanhã, a terceira Etapa do Rali da Alemanha será constituída por quatro Especiais que representam apenas 16% do total dos quilómetros cronometrados. A chegada final está montada no fim da Power Stage, agendada para as 12h18 (+1 hora que em Portugal Continental) .

 

 

O QUE ELES DISSERAM…

YVES MATTON, DIRETOR DA CITROËN RACING: "Mais uma vez, Andreas Mikkelsen realizou uma excelente jornada. Se bem que a vitória pareça agora estar fora do alcance, a última Etapa vai ser interessante e será preciso continuar a lutar para resistir a Sébastien Ogier. Craig Breen teve altos e baixos, mas progrediu na Gearl e um lugar entre os cinco primeiros está ainda ao seu alcance. Em contrapartida, é triste que Kris Meeke tenha sido forçado a abandonar numa altura em que ele começava a retomar um bom nível de ‘performance’. Após o rali, iremos analisar as causas do problema.”

 

ANDREAS MIKKELSEN: "Estou muito satisfeito com o dia de hoje, principalmente porque consegui ‘dominar’ esta tão famosa Especial de Panzerplatte. Graças aos testes que fizémos antes do rali, aprendi a encontrar o melhor equilíbrio entre forçar e poupar os pneus ao longo dos 42 km. Na Classificação Geral, a situação pouco evoluiu: Ott Tänak fez um excelente trabalho ao conseguir dilatar a sua vantagem. Amanhã, a minha prioridade será conter o Sébastien Ogier e manter o segundo lugar. Para o conseguir, estou a postos para  dar o meu máximo!"

 

CRAIG BREEN: "O dia de hoje correu melhor que o de ontem. Contudo, as coisas foram difíceis durante a manhã, tive dificuldades em sentir confiança. Na segunda passagem, fizémos uma escolha de pneus mais consistente e isso permitiu-me progredir. Cometi alguns erros, incluindo uma saída de frente na última Especial do dia, mas, mesmo assi, conseguimos diminuir a desvantagem para os pilotos da frente. Vamos continuar a lutar até ao final!"

 

KRIS MEEKE: "Hoje sentia-me bastante bem ao volante do C3 WRC, e foi aumentando pregressivamente de o ritmo. Depois, surgiu no painel de instrumentos um alerta para um problema no sistema de refrigeração do motor e, por isso, parámos imediatamente. Amanhã não vamos estar à partida em Rali2 por três razões: não queremos o risco de danificar gravemente o motor, o Paul acabou de ser pai esta tarde, e, na verdade, não temos nada a ganhar em disputar as quatro Especiais de amanhã.”

 

RALI DA FINLÂNDIA 2017
CLASSIFICAÇÃO GERAL (provisória) – DIA 3

1. Tanak / Jarveoja (Ford Fiesta WRC) 2h31’32’’2

2. Mikkelsen / Jaeger (Citroën C3 WRC) +21’’4

3. Ogier / Ingrassia (Ford Fiesta WRC) +29’’6
4. Evans / Barritt (Ford Fiesta WRC) +1’48’’3
5. Hanninen / Lindstrom (Toyota Yaris WRC) +1’52’’5

6. Breen / Martin (Citroën C3 WRC) +2’06’’7
7. Latvala / Anttila (Toyota Yaris WRC) +4’04’’9
8. Paddon / Marshall (Hyundai i20 WRC) +4’31’’3
9. Camilli / Veillas (Ford Fiesta R5) +8’41’’9
10. Kremer / Winklhofer (Ford Fiesta WRC) +8’54’’5

 

O PROGRAMA DO RALI DA ALEMANHA


Nota: horas locais, +1 hora do que em Portugal

 

QUINTA-FEIRA, 17 AGOSTO

08h00: Shakedown – Eiweiler (5,12 km)

18h58: Partida (Saarbrücken)

19h08: ES1 – Super Especial de Saarbrücken (2,05 km)

20h23: Parque Fechado (Bostalsee)

 

SEXTA-FEIRA, 18 AGOSTO


08h30: Assistência A (Bostalsee – 15’)

09h23: ES2 – Super Especial Wadern-Weiskirchen 1 (9,27 km)

10h46: ES3 – Mittelmosel 1 (22,00 km)

11h31: ES4 – Grafschaft 1 (18,35 km)

13h09: ES5 – Super Especial Wadern-Weiskirchen 2 (9,27 km)

14h29: Assistência B (Bostalsee – 30’)  

16h17: ES6 – Mittelmosel 2 (22,00 km)

17h02: ES7 – Grafschaft 2 (18,35 km)

18h40: Super Especial Wadern-Weiskirchen 3 (9,27 km)

19h40: Assistência C (Bostalsee – Flexi 48’)


 

SÁBADO, 19 AGOSTO


08h00: Assistência D (Bostalsee – 15’)

09h11: ES9 – Super Especial Arena Panzerplatte 1 (2,87 km)

09h31: ES10 – Panzerplatte 1 (41,97 km)

10h29: Zona de mudança de pneus (Birkenfield– 10’)

11h10: ES11 – Freisen 1 (14,78 km)

12h08: ES17 – Römerstrasse 1 (12,28 km)

13h50: Assistência E (Bostalsee – 30’)

15h16: ES13 – Super Especial Arena Panzerplatte 2 (2,87 km)

15h29: ES14 – Super Especial Arena Panzerplatte 3 (2,87 km)

15h49: ES15 – Panzerplatte 2 (41,97 km)

16h47: Zona de mudança de pneus (Birkenfield – 10’)

17h28: ES16 - Freisen 2 (14,78 km)

18h26: ES17 – Römerstrasse 2 (12,28 km)

19h27: Assistência F (Bostalsee – Flexi 48’)

 

 a246 Copya247 Copy

 

TT NO BRASIL - RALI DOS SERTÕES

 

Sábado quente e atuais campeões garantindo presença na frente após o prólogo

Prólogo foi realizado no final da manhã deste sábado (19) em Senador Canedo (GO) para definir as posições de largada da primeira especial, e X Rally Team larga em segundo e terceiro

Debaixo de um escaldante sol de 33 graus e nenhuma nuvem no céu, o Rally dos Sertões deu o pontapé inicial para sua 24ª edição com o prólogo de seis quilômetros de extensão realizado na manhã deste sábado em Senador Canedo, município localizado próximo à capital de Goiás. O trajeto serviu como tomada de tempo e definiu a ordem de largada para a primeira especial do Sertões, neste domingo (20), saindo de Goiânia rumo a Goianésia.

Os Ford Ranger V8 da equipe X Rally Team começaram mostrando sua força. Em um percurso curto em que as duplas ainda não exploraram o potencial completo de seus bólidos, a equipe dos carros amarelos vai sair em segundo e terceiro lugar.

“Para um primeiro dia de Sertões, eu acho até melhor largar em segundo do que em primeiro”, aponta Cristian Baumgart, atual campeão da categoria carros no mais difícil rali brasileiro. “É uma maneira de não sofrer tanto com a poeira de quem vai à frente, e pela dificuldade que será a especial, é uma posição bem segura. Achei maravilhoso”, diz o navegador Beco Andreotti. A dupla campeã de 2016 anotou 3min51s51 pelos seis quilômetros do trecho, atrás apenas do Mini de Guilherme Spinelli/Youssef Haddad.

Logo atrás de Cristian e Beco, Marcos Baumgart e Kleber Cincea saem da terceira posição. “Até acho que poderíamos ter sido mais rápidos, mas o rali ainda nem começou direito. No fim das contas ficou muito bom porque os dois carros da equipe largam praticamente juntos. Estrategicamente, e pensando no time, são posições excelentes para se largar” afirmou Marcos.

A primeira etapa do Rally dos Sertões percorrerá 680,48 quilômetros entre Goiânia e Goianésia; 306,82 quilômetros serão o trecho cronometrado e, segundo a organização do evento, o trajeto tem tudo para ser uma das aberturas mais difíceis da história do Sertões.

“É um dia para se tomar muito cuidado, porque o trecho reúne todas as condições para tirar vários competidores da prova. E isso no primeiro dia – é ainda pior”, destaca o navegador Kleber Cincea. “Mas”, ressalta Marcos, “temos de manter um ritmo que nos permita permanecer na frente. Vamos trabalhar por um resultado ainda melhor, porque depois temos a etapa maratona, em que não podemos contar com apoio mecânico. Então, ao mesmo tempo que é preciso ter cuidado, temos de ser também rápidos”.


Ser rápido e ter cuidado ao mesmo tempo. “É o que fazemos sempre, mas desta vez este tipo de especial nos remete ao que nossas mães sempre diziam – para correr devagar”, brinca Cristian Baumgart.

Resultado do Prólogo (top-5)):
1. 302 Guilherme Spinelli/Youssef Haddad (MINI) – 3min42s61
2. 301 Cristian Baumgart/Beco Andreotti (FORD NWM) – 3min51s51
3. 303 Marcos Baumgart/Kleber Cincea (FORD NWM) – 3min52s65
4. 315 Sylvio de Barros/Rafael Capoani (MINI) – 3min53s21
5. 327 Jorge Junior/Joel Kravtchenko (EVO) – 3min58s92


AS ETAPAS DO RALLY DOS SERTÕES:

Domingo (20/08)
1ª Etapa
Goiânia (GO) a Goianésia (GO)

Deslocamento Inicial – 221,87 km
Trecho cronometrado – 306,82 km
Deslocamento Final – 151,79 km
Total do dia: 680,48 km

Segunda Feira (21/08)
2ª Etapa (Maratona)
Goianésia (GO) a Santa Terezinha de Goiás (GO)

Deslocamento Inicial – 78 km
Trecho cronometrado – 248,16 km
Deslocamento final – 0 km
Total do dia: 326 km

Terça-feira (22/08)
3ª Etapa
Santa Terezinha de Goiás (GO)  a Aruanã (GO)

Deslocamento Inicial – 0 km
Trecho cronometrado – 297,12km
Deslocamento Final – 9 km
Total do dia: 306 km

Quarta-feira (23/08)
4ª Etapa
Aruanã (GO) a Barra do Garças (MT)

Deslocamento Inicial – 102,4 km
Trecho Cronometrado – 273,20 km
Deslocamento Final – 95,68 km
Total do dia: 471,34 km

Quinta-feira (24/08)
5ª Etapa
Barra do Garças (MT) a Coxim (MS)

Deslocamento Inicial – 13,85 km
Trecho Cronometrado – 438,86 km
Deslocamento Final – 213,30 km
Total do dia: 666,01 km

Sexta-feira (25/08)
6ª Etapa
Coxim (MS) a Aquidauana (MS)
Deslocamento Inicial – 59,82 km
Trecho Cronometrado –  194,91 km
Deslocamento Final – 174,72 km
Total do dia: 429,45 km

Sábado (26/08)
7ª Etapa
Aquidauana (MS) a Bonito (MS)

Deslocamento Inicial – 128,62 km
Trecho Cronometrado – 240,45 km
Deslocamento Final – 51,71 km
Total do dia: 420,78 km

Total de trechos cronometrados (especiais): 1.999,52 km (60,59 %)
Total da prova:  3.300,06 km


a426 Copy

 

CAMPEONATO DO MUNDO DE RALIS 2017

CAMPEONATO MUNDO DE RALIS

 

 

RALI DA ALEMANHA

 

VITÓRIA DA FORD E DE TANAK

 

 

  1. Ott Tanak imperial por terras de tanques e de vinho riesling, para além de Termas romanas.

 

CAMPEONATO DO MUNDO DE RALIS 2017

 

Rali da Alemanha (17-20 agosto 2017) – Dia 4

 

MIKKELSEN EM SEGUNDO LUGAR NO RALI DA ALEMANHA

Com uma performance impecável e bem gerida, Andreas Mikkelsen e Anders Jæger conquistaram o segundo lugar para a Citroën Total Abu Dhabi WRT no Rali da Alemanha. Foi um fim-de-semana importante para a equipa, reforçado pelo quinto lugar de Craig Breen e Scott Martin, o que acontece pela sexta vez esta época.

{  A terceira e última Etapa do Rali da Alemanha consistiu em duas passagens pelas Especiais de Losheim am See e St. Wendeler, disputadas sem paragem para Assistência.

{  Andreas Mikkelsen arrancou da Assistência desta manhã no segundo lugar da Geral, trazendo uma atitude de confiança e determinado em continuar a pressionar Ott Tänak e manter Sébastien Ogier afastado de qualquer hipótese de progredir na classificação.

{  O norueguês colocou de imediato o seu plano em ação, arrebatando por duas vezes o segundo tempo mais rápido (um dos quais a escassos décimos de segundo do tempo do vencedor) nas primeiras passagens pelas Especiais. Com este brilhante desempenho, Mikkelsen consegui reduzir a desvantagem em relação a Tänak para 18s e aumentou a sua vantagem face a Ogier para 19,3s.

{  Craig Breen também começou a manhã em boa forma, tendo subido para o quinto lugar da Geral. Após a ES19, o irlandês estava apenas a 7,1s de Elfyn Evans .

{  O piloto irlandês imprimiu um excelente ritmo à sua condução e ganhou a sua primeira Especial neste rali em Losheim am See2.  Na Power Stage, Breen teve um desempenho impressionante e acabou o dia da melhor maneira conseguindo manter-se distante do seu rival. Depois dos quintos lugares conquistados em Monte-Carlo, Suécia, Córsega, Portugal e Finlândia, Craig Breen e Scott Martin terminaram, pela sexta vez esta temporada, no quinto lugar da Geral!

{  Com as estradas a ficarem cada vez mais sujas à medida que os carros cumpriam as Especiais, Andreas Mikkelsen decidiu não colocar em risco o seu segundo lugar e fez a última Especial num ritmo mais calmo. No final da Power Stage, o piloto norueguês estava extremamente por conquistar o 21º lugar no pódio da sua carrreira.

{  A próxima ronda do Campeonato do Mundo de Ralis terá lugar após um longo período de intervalo. O Rali da Catalunha – Rali de Espanha está agendado para 6 a 8 de Outubro.

 

 

O QUE ELES DISSERAM…

YVES MATTON, DIRETOR DA CITROËN RACING: "Este resultado é muito importante para a equipa e é a recompensa pelo enorme esforço que fizemos na preparação para o Rali da Alemanha deste ano. Foi uma longa espera para termos dois carros entre os cinco primeiros e alcançámos o nosso segundo melhor resultado da temporada graças ao Andreas Mikkelsen. Também alcançamos o nosso objetivo de vencer algumas Especiais, também graças ao Andreas bem como ao Craig Breen. Este quinto lugar vem comprovar o nível de consistência que ele tem demonstrado desde o início da temporada.”

 

ANDREAS MIKKELSEN: "Estou muito feliz, acho mesmo que este é o melhor segundo lugar da minha carreira! Estou orgulhoso do trabalho feito este fim-de-semana pela Citroën Racing, pelo Anders e por mim próprio. Apesar de arrancar bem lá para trás na ordem de partida do primeiro dia, conseguimos mantermo-nos na luta pelo primeiro lugar porque andámos sempre a fundo, no limite. Depois disso, cometemos alguns pequenos erros,  mas estou contente por ternos conseguido manter o Sébastien Ogier atrás de nós."

 

CRAIG BREEN: "Até custa a acreditar que ficámos outra vez em quinto, mas isso comprova a nossa consistência. Andei a fundo do princípio ao fim. No último salto da Power Stage, era impossível ir mais depressa. Na verdade, a aterragem foi tão forte que partimos o pára-brisas! Mas conseguimos chegar ao quinto lugar, portanto, no geral, foi um fim-de-semana bem positivo. Aprendemos imenso num rali que não conhecia muito bem, o que, no futuro, vai ser muito útil para mim."

CLASSIFICAÇÃO GERAL (provisória) – DIA 4 (Final)  

1. Tänak / Jarveoja (Ford Fiesta WRC) 2:57:31.7
2. Mikkelsen / Jæger (Citroën C3 WRC) +16.4
3. Ogier / Ingrassia (Ford Fiesta WRC) +30.4
4. Hanninen / Lindstrom (Toyota Yaris WRC) +1:49.2
5. Breen / Martin (Citroën C3 WRC) +2:01.5
6. Evans / Barritt (Ford Fiesta WRC) +2:03.4
7. Latvala / Anttila (Toyota Yaris WRC) +3:58.2

8. Paddon / Marshall (Hyundai i20 WRC) +4:32.4
9. Kremer / Winklhofer (Ford Fiesta WRC) +10:19.4

10. Camilli / Veillas (Ford Fiesta R5) +10:44.3



 

WRC 2017 / CLASSIFICAÇÕES

PILOTOS

1. Sébastien Ogier - 177 pontos

2. Thierry Neuville - 160 pointos

3. Ott Tänak - 144 pontos
4. Jari-Matti Latvala - 123 pontos

5. Dani Sordo - 84 pontos

6. Elfyn Evans - 87 pontos
7. CRAIG BREEN - 64 pontos

8. Juho Hänninen - 58 pontos
9. Hayden Paddon - 55 pontos
10. Esapekka Lappi - 49 pontos

11. ANDREAS MIKKELSEN - 39 pontos
12. KRIS MEEKE - 31 pontos
13. Teemu Suninen - 25 pontos
14. STEPHANE LEFEBVRE - 22 pontos

15. Mads Østberg - 19 pontos

 

CONSTRUTORES

 

1. M-Sport WRT - 325 pontos
2. Hyundai Motorsport - 261 pontos
3. Toyota Gazoo Racing WRT - 216 pontos
4. Citroën Total Abu Dhabi WRT - 167 pontosa413 Copya414 Copy

 

CAMPEONATO DO MUNDO DE RALIS 2017

  1. Quando  o fotógrafo consegue combinar o empenho do piloto com o cenário e faz arte, mostrando a emoção e a magia do desporto motorizado. E quando a agência é portuguesa, merece ainda maior destaque.

 

CAMPEONATO DO MUNDO DE RALIS 2017

a410 Copy 

Rali da Alemanha (17-20 agosto 2017) – Dia 2

 

UMA BOA COLHEITA PARA MIKKELSEN

Disputada nos vinhedos e debaixo de chuva, a primeira Etapa do Rali da Alemanha proporcionou a Andreas Mikkelsen e Anders Jaeger um plano de grande evidência. Depois de terem andado no comando, a dupla norueguesa fechou a jornada na segunda posição, a 5’’7 do líder. A Citroën Total Abu Dhabi WRT pode igualmente contar com Craig Breen e Scott Martin, sétimos na Classificação Geral.

{  O arranque do rali teve lugar ao princípio da noite de quinta-feira, com uma Super Especial desenhada nas ruas de Saarbruckën. A prova começava mal para Kris Meeke e Paul Nagle, obrigados a abandonar com uma avaria na direção no seguimento de um embate num muro de cimento.

{  Graças ao trabalho dos mecânicos, a dupla do C3 WRC nº7 estava de volta à prova hoje de manhã, embora com dez minutos de penalização aplicados segundo os regulamentos de Rali2. A jornada de hoje arrancou com quatro Especiais: duas passagens por Wadern-Weiskirchen (ES2/5) intercaladas por duas clássicas: Mittelmosel (ES3) e Grafschaft (ES4) .

{  As previsões metorológicas anunciavam chuva durante a manhã, portanto, a escolha de pneus era uma decisão delicada. Andreas Mikkelsen apostou em cinco Michelin Pilot Sport de mistura macia, enquanto que Craig Breen e Kris Meeke optaram por quatro pneus de mistura macia e dois de mistura dura.

{  Logo no íncio, Andreas Mikkelsen envolvia-se na luta pelo comando da prova. Rubricando o tempo mais rápido na ES4, o piloto norueguês acabou mesmo por tomar o primeiro lugar da classificação geral! Por alturas de se deslocar à Assistência para a pausa intermédia, o C3 WRC nº9 mantinha-se no comando com 4’’1 de avanço sobre Tänak.

{  Pouco à vontade com a sua escolha de pneus em Mittelmosel, Craig Breen perdeu tempo em Grafschaft ao cometer dois pequenos erros. A meio da jornada, o C3 WRC nº8 estava em sétima posição da Geral, a 31’’5 do líder.

{  Enquanto os carros estavam na Assistência, aparaceu a tão anunciada chuva, deixando antever uma tarde difícil. Durante a segunda ronda, os novos pneus Michlein Pilot Sport FW (de full wet) foram utilizados pela primeira vez em competição: duas unidades para Craig Breen, quatro para Andreas Mikkelsen e seis para Kris Meeke!

{  Nestas condições, a ordem de partida de Andreas Mikkelsen (12º) antevia-se como um sério handicap. Tal como de manhã, o norueguês andou sempre ao ataque, mas Tänak instalou-se no comando após a ES7. No final do dia, Andreas mantinha-se “na sombra”, a apenas 5’’7 do seu rival.

{  Subindo à sexta posição após a ES7, Craig Breen fez um pião na última Especial do dia, perdendo um  lugar com esta “manobra”.

{  Amanhã, a segunda Etapa do Rali da Alemanha irá desenrolar-se, na sua maior parte, no campo militar de Baumholder, mas também vai andar pelas belas estradas rurais do Sarre.

 

 

O QUE ELES DISSERAM…

YVES MATTON, DIRETOR DA CITROËN RACING: "Tínhamos bastante receio desta Etapa, pois, caso a chuva aparecesse, as posições de partida dos nossos pilotos eram desfavoráveis. A chuva lá acabou por aparecer, mas Andreas Mikkelsen foi capaz de ultrapassar este ‘handicap’ mostrando-se muito eficaz e sem cometer erros dignos de registo. Graças ao trabalho conjunto dos engenheiros, das equipas de meteorologia e dos abridores, julgo que fizemos a melhor escolha possível de pneus em função das condições atmosféricas. É muito positivo para a Citroën ter uma equipa envolvida na disputa pela liderança. Amanhã, o Andreas terá uma ordem de partida semelhante à dos seus rivais e a luta promete ser ainda mais interessante. Apesar da sua falta de experiência neste rali, Craig Breen conseguiu fintar todas as armadilhas. Ele pode ainda ambicionar estar entre os cinco primeiros no final deste rali.”

 

ANDREAS MIKKELSEN: "É obviamente fantástico estar a bater-me pelo primeiro lugar. Sabia que ia ser uma Etapa difícil devido à minha ordem de partida. Felizmente, não choveu assim tanto durante esta amnhã. Em contrapartida, durante a segunda passagem, foi um autêntico dilúvio e as estradas transformaram-se em verdadeiros pântanos. Fizemos uma boa escolha de pneus ao optarmos por continuar com os ‘full wet’. Ao longo de todo o dia, foi preciso correr bastantes riscos para nos mantermos na frente e foi isso mesmo que consegui fazer. Amanhã, a luta vai ser interessante, tudo é possível nesta fase da prova."

 

CRAIG BREEN: "Não foi propriamente uma jornada que eu possa considerar como boa. As escolhas de pneus foram complicadas e tive dificuldade em obter boas sensações ao passar de uma configuração para outra. Cometi alguns erros que me custaram tempo, mas continuamos em prova. Amanhã, vamos andar num tipo de piso totalmente diferente, será, portanto, a altura ideal para fazer um ‘reset’ para abordar a segunda Etapa."

 

KRIS MEEKE: "Após o meu estúpido erro de ontem à noite, não foi fácil, esta manhã, recuperar a confiança e encontrar um bom ritmo. A chuva e a lama vieram tornar a minha tarefa ainda mais difícil. Estou satisfeito por ter testado os pneus Michelin Pilot Sport FW em condições de competição, foi uma experiência interessante. Sabemos que o carro está bastante bom; já tínhamos visto isso na Córsega e nos testes, mas hoje o Andreas comprovou, mais uma vez, o potencial dos nossos carros. Eu próprio espero voltar a ter um bom andamento ao volante do C3 WRC.”

 

TT NO BRASIL - RALI DOS SERTÕES

 

Nos 25 anos do Sertões, X Rally Team inicia batalha com a missão de defender o título

A receita é a mesma: equipe paulistana que venceu a prova em 2016 com Cristian Baumgart e Beco Andreotti alinha dois Ford Ranger V8 na edição comemorativa do principal rali brasileiro

 

 

Começa neste final de semana a 25ª edição do Rally dos Sertões, a principal e mais difícil prova do off-road brasileiro. Em prova comemorativa que percorrerá 3,3 mil quilômetros saindo de Goiânia (GO) rumo ao inédito destino de Bonito, no Mato Grosso do Sul, carros, motos, quadriciclos e UTVs enfrentarão grandes desafios durante sete dias de muita poeira e velocidade.

Campeões gerais na edição de 2016, a dupla do X Rally Team formada pelo piloto Cristian Baumgart e o navegador Beco Andreotti inicia a disputa com uma nova missão – a de defender o título conquistado no ano anterior. A receita é a mesma: o time vai, pelo quarto ano consecutivo, correr com os Ford Ranger V8 construídas pela NWM Motorsports, preparadora sul-africana.

“A gente entra no rali para acelerar e tentar vencer sempre. Isso depende de vários fatores, como sorte, competência, treinamento e um carro muito bom para fazer todo esse trecho e sobreviver à quebradeira. São grandes os desafios de um rali como o Sertões”, diz Cristian Baumgart.

Para o navegador Beco Andreotti, a estratégia é parecida com a do ano passado. Trabalhar em cada detalhe, por menor que seja, e aproveitar as oportunidades. “Vamos fazer o nosso trabalho, focar nos detalhes, manter a concentração alta. Qualquer deslize pode trazer muito prejuízo. Então vamos fazer o nosso trabalho da melhor maneira possível”, afirmou.

A dupla é a mais longeva da história do rali brasileiro. São 18 anos atuando como dupla em diversas provas do off-road nacional e internacional. Uma sinergia que, na opinião de Beco, é vantajosa. “Nosso entrosamento é muito forte; sabemos quando um precisa puxar o outro. O negócio é começar de maneira agressiva desde o primeiro quilômetro, como fizemos no ano passado. Foi uma estratégia que funcionou, nos permitiu abrir vantagem e passar o restante do rali administrando e poupando o equipamento”, completou.

Marcos Baumgart – irmão de Cristian – e o navegador Kleber Cincea também fazem parte do rol das duplas mais longevas do fora de estrada no Brasil. O duo – que não completou a prova em 2016 – destaca que o ritmo da edição comemorativa do Sertões vai ser algo que “beira o insano”.

“A galera vai acelerar, pode ter certeza disso. A categoria mais rápida do Sertões está com seis carros, todos com duplas experientes, talentosas e vencedoras. Então, uma das certezas que temos é de que esta prova será extremamente disputada, com vários carros andando junto. Vai ser bonito de ver. E não tem favorito”, ressalta Marcos.

Seu navegador compartilha da mesma opinião. “O Sertões é sempre aquela pauleira diária pela frente. Por melhor que seja o carro de que dispomos, é sempre uma incógnita, e isso é a essência do rali. Temos uma quantidade boa de carros T1 FIA e isso deixa a disputa mais temporada, o que vai valorizar ainda mais o título para quem o conquistar, com certeza”, conclui Kleber Cincea.

A programação oficial do Rally dos Sertões começa no sábado (19) em Goiânia com uma carreata pelo centro da cidade e o prólogo – prova curta que define a ordem de largada do primeiro dia -, finalizando com a largada promocional no autódromo da capital goiana.

No domingo a caravana parte em direção ao desafio de dois mil quilômetros de trechos cronometrados e um total de 3.300 de prova, passando por Goianésia, Santa Terezinha de Goiás e Aruanã, no estado goiano; Barra do Garças, em Mato Grosso, e entra no Mato Grosso do Sul para os estágios finais fazendo paradas nos municípios de Coxim, Aquidauana e com a chegada em Bonito.


PROGRAMAÇÃO:
19 de agosto (sábado)
9h – Carreata pelo centro de Goiânia
10h30 – Prólogo (definição da ordem de largada)
Distância: 6 quilômetros
Local: Cidade Alpha Goiás, em Senador Canedo.
18h30 – Largada promocional no Autódromo de Goiânia

AS ETAPAS DO RALLY DOS SERTÕES:

Domingo (20/08)
1ª Etapa
Goiânia (GO) a Goianésia (GO)

Deslocamento Inicial – 221,87 km
Trecho cronometrado – 306,82 km
Deslocamento Final – 151,79 km
Total do dia: 680,48 km

Segunda Feira (21/08)
2ª Etapa (Maratona)
Goianésia (GO) a Santa Terezinha de Goiás (GO)

Deslocamento Inicial – 78 km
Trecho cronometrado – 248,16 km
Deslocamento final – 0 km
Total do dia: 326 km

Terça-feira (22/08)
3ª Etapa
Santa Terezinha de Goiás (GO)  a Aruanã (GO)

Deslocamento Inicial – 0 km
Trecho cronometrado – 297,12km
Deslocamento Final – 9 km
Total do dia: 306 km

Quarta-feira (23/08)
4ª Etapa
Aruanã (GO) a Barra do Garças (MT)

Deslocamento Inicial – 102,4 km
Trecho Cronometrado – 273,20 km
Deslocamento Final – 95,68 km
Total do dia: 471,34 km

Quinta-feira (24/08)
5ª Etapa
Barra do Garças (MT) a Coxim (MS)

Deslocamento Inicial – 13,85 km
Trecho Cronometrado – 438,86 km
Deslocamento Final – 213,30 km
Total do dia: 666,01 km

Sexta-feira (25/08)
6ª Etapa
Coxim (MS) a Aquidauana (MS)
Deslocamento Inicial – 59,82 km
Trecho Cronometrado –  194,91 km
Deslocamento Final – 174,72 km
Total do dia: 429,45 km

Sábado (26/08)
7ª Etapa
Aquidauana (MS) a Bonito (MS)

Deslocamento Inicial – 128,62 km
Trecho Cronometrado – 240,45 km
Deslocamento Final – 51,71 km
Total do dia: 420,78 km

Total de trechos cronometrados (especiais): 1.999,52 km (60,59 %)
Total da prova:  3.300,06 kma408 Copya409 Copy

 

SPRINT RACE - BRASIL

 

Sprint Race: Erik Mayrink e Kau Machado lideram primeiro treino oficial da quinta etapa

Autódromo Internacional de Curitiba recebe competição pela segunda vez neste ano, debaixo de chuva e frio. Pilotos se preparam para o segundo treino às 13h10.

 Erik Mayrink, na categoria PRO, e a dupla Jorge Martelli e Kau Machado, na GP, foram os melhores no primeiro treino oficial da quinta etapa da Sprint Race 2017 (#SetUpFree), que aconteceu na manhã deste sábado (19) no Autódromo Internacional de Curitiba, na região metropolitana da capital paranaense, que recebe a competição pela segunda vez neste ano. Erik, do carro #111, fechou seu melhor tempo, 1min45seg435, na 16ª e última volta. Kau Machado que compete ao lado de Jorge Martelli, #78, cravou 1min45seg936 na oitava volta. Os pilotos, que saíram papa aos 3.695 quilômetros de pista com tempo chuvoso e frio de 16ºC, voltam a alinhar seus bólidos para o segundo treino oficial às 13h10.

Para Erik, o desafio desta manhã foi de evolução. “Começamos os treinos com chuva, mas a pista foi secando aos poucos. A medida que fui pegando mais confiança, o tempo foi melhorando. O carro está bem acertado e eu espero manter esse ritmo pelo resto do fim de semana para poder brigar por um pódio”, conta o piloto do SR#111.

Kau revela que objetivo da dupla do carro #78 foi garantir a melhor posição entre os pilotos da GP para o grid do treino oficial desta tarde, chegando a ficar em primeiro na geral em alguns momentos. “Como o início do treino foi com chuva, dei só oito voltas na pista, mas parei com a primeira colocação. Mas os meninos da PRO foram baixando o tempo, porque a pista secou”, afirma.

Confraternização – Antes de cair na pista para os treinos da quinta etapa, os pilotos da Sprint Race se divertiram em uma partida de futebol, com os times definidos entre os participantes da PRO e GP. O jogo, que já é tradição dentro do campeonato, pelo menos uma vez ao ano, aconteceu na noite desta sexta-feira, na quadra da Abesfi (Associação Beneficente dos Servidores do Sistema Fiep), em Quatro Barras, na região metropolitana de Curitiba (PR). Na partida, o time da categoria GP levou a melhor e venceu pelo segundo ano consecutivo, com o placar de 3 a 2.

A quinta etapa da Sprint Race Brasil terá exibição nos canais BandSports, Play TV, Programa Ultrapassagem e Programa Acelerados -  no SBT e no YouTube (youtube.com/acelerados).

A Sprint Race tem patrocínio da Albriggs, aQuamec, Pirelli, Motul, Fremax e Rio Custom

Confira o resultado do primeiro treino oficial da quinta etapa (#SetUpFree):
1) #111  Erik Mayrink, PRO, 1min45seg435

2) #58 João Rosate, PRO, 1min45seg607

3) #22 Gabriel Lusquiños, PRO,1min45seg932

4) #78 Jorge Martelli e Kau Machado, GP, 1min45seg936

5) #17 Berlanda Junior, PRO, 1min46seg034

6) #20 Jorge Garcia, GP,  1min47seg233

7) #12 Claudio Buschmann, GP,  1min48seg615

8) #13  Raphael Campos, PRO, 1min49seg054

9) #82 Cassio Cortes e Gerson Campos, GP,1min49seg369

10) #07 Vinícius Margiota, PRO, 1min49seg412

11) #27  Luiz Túrmina, PRO, 1min50seg397

12) #55 Caê Coelho/ F. Brecailo, GP, 1min52seg880

13) #213 Nuno Pagliato, GP, 1min53seg343

14) #09 Eduardo Serrato, PRO, 2min00seg709
Fonte: www.cronoelo.com.br

Confira a programação da quinta etapa da Sprint Race 2017

 

Sábado, 19 de agosto

13h10 às 13h50 - 2º Treino OFICIAL

15h20 às 15h30 – Classificatório corrida 1

15h35 às 15h45 – Classificatório corrida 2

Domingo, 20 de agosto

08h00 - 08h10 - Shakedown (Exclusivo para organização)

Corrida 1

08h30 - Alinhamento dos carros

09h00 - Placa de 5 minutos

09h05 - Saída para volta de aquecimento + 23 min + 1 volta

Corrida 2

12h00 - Alinhamento dos carros

12h50 - Placa de 5 minutos

12h55 - Saída para volta de aquecimento + 23 min + 1 volta      

13h25 - Pódio

Calendário 2017 - próximas etapas:

Etapa 5 - 20/08 - Curitiba (PR) - AIC - #SetUpFree

Etapa 6 - 24/09 - Mogi Guaçu (SP) -Velo Città

Etapa 7 - 04/11 - Londrina (PR) - #NightChallenge

Etapa 8 - 03/12 - Curitiba (PR) - AIC - #Pontos Dobrados

Mais informações: www.sprintrace.com.br

Siga-nos também nas redes sociais:

Facebook: facebook.com/SprintRaceBrasil

Twitter: @Sprint Race

Youtube: youtube.com/sprintracebrasil

Instagram: instagram.com/sprintracebrasil

 

Erik Mayrink #111 é o mais rápido no primeiro treino (Lisandro Garcia/Sigcom)

Erik Mayrink #111 é o mais rápido no primeiro treino (Lisandro Garcia/Sigcom)
Alta  | Web

Kau Machado #87 fez o primeiro treino e ficou com o primeiro tempo na GP (Lisandro Garcia/Sigcom)

Kau Machado #87 fez o primeiro treino e ficou com o primeiro tempo na GP (Lisandro Garcia/Sigcom)
Alta  | Web

João Rosate #58 andou em primeiro boa parte do treino e garantiu a 2a. poisção (Lisandro Garcia/Sigcom)

João Rosate #58 andou em primeiro boa parte do treino e garantiu a 2a. poisção (Lisandro Garcia/Sigcom)
Alta  | Web

Jorge Garcia #20 é o segundo entre os carros da GP (Lisandro Garcia/Sigcom)

Jorge Garcia #20 é o segundo entre os carros da GP (Lisandro Garcia/Sigcom)
Alta  | Web

Times PRO e GP com os pilotos da Sprint Race (Lisandro Garcia/Sigcom)

Times PRO e GP com os pilotos da Sprint Race (Lisandro Garcia/Sigcom)
Alta  | Web

 

CAMPEONATO BRASILEIRO DE TURISMO

 

João Rosate treina pela primeira vez em um bólido do Brasileiro de Turismo

Nas pistas do autódromo de Interlagos, andando no carro da equipe RSports Racing debaixo de chuva, piloto da Sprint Race e histórico vitorioso no kart faz voltas em tempo competitivo

O piloto João Rosate fez na manhã desta quinta-feira (17) seu primeiro treino em um bólido do Campeonato Brasileiro de Turismo (categoria de acesso à Stock Car), no Autódromo José Carlos Pace, em Interlagos, São Paulo. Pilotando um carro da equipe Rsports Racing. João pôde experimentar as diferenças entre as máquinas da Sprint Race -que faz sua primeira temporada -  e do Brasileiro de Turismo e se surpreendeu com o próprio resultado.

“Foi um dos melhores dias que tive. Meu primeiro treino foi cedo, andei só em pista molhada e infelizmente não tinha ninguém para comparar tempo. Mas o meu aprendizado durante as sessões foi muito grande, porque saí virando 2min13seg e terminei o dia andando a 2min01seg, debaixo de chuva, o que é um tempo competitivo. A equipe estima que um piloto de campeonato, em volta de classificação, em tempo firme, com carro bom e pneu novo, pode virar em média aos 1min59seg. E eu estava andando com pneu usado, que já havia dado quase 80 voltas”, aponta o piloto.

Rosate enfatiza que seu propósito na pista de Interlagos era a adaptação ao carro e não esperava alcançar resultados assim tão imediatos. “Mas foi o que aconteceu. Minha sensibilidade agora é outra. Cheguei errando muito, ou passando do ponto, ou freando muito antes. Conforme o dia foi passando, fui aprendendo cada vez mais sobre o carro. Estranhei muito o fato da direção ser hidráulica, o que diminui a sensibilidade em relação ao bólido da Sprint Race, e o quanto o motor é forte. Os 270 cavalos da Sprint Race já são difíceis de segurar, e o carro de Turismo é mais complicado ainda com seus 350 cvs. O fato do carro ser maior e a pilotagem ser do lado esquerdo, e não no meio, o que me deixou atrapalhado no início, mas nada grave”, conta.

O jovem piloto fez uma carreira brilhante no kart e vem com resultados promissores com pódios e uma vitória na Sprint Race este ano, ressalta todo o aprendizado ao longo do dia e o intercâmbio com a equipe RSport Racing. “O treino valeu para entender um pouco mais do carro de Turismo e buscar meu limite. Infelizmente, não consegui andar com pista seca. Por outro lado, foi bom, já que são poucos os pilotos que tem a oportunidade de treinar tanto assim com pista molhada. A equipe tem um trabalho sensacional. Andei em um carro bem acertado e ajustado, que não deu problema em momento nenhum”, revela João Rosate que leva as cores da Petroball, Petroball Racing, Praga Kart e Lennador Menswear.

João Rosate compete no kart desde os oito anos de idade, conquistou quatro títulos nacionais (dois Campeonatos Brasileiros, uma Copa do Brasil e um Super Kart Brasil), dois Sul-americanos e inúmeros regionais dentre eles paulistas, norte brasileiros, goianos e centro-oeste. Participou também de três mundiais, e em um deles, mais especificamente na edição de 2014 em Portugal, fez a volta recorde do evento e da pista.

Neste final de semana, Rosate participa da quinta etapa da Sprint Race no Autódromo Internacional de Curitiba.

Informações à Imprensa:

SIG Comunicação - Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar

Silvana Grezzana Santos | (11) 999.726.966

Crédito fotos: Luciano Santos/Sigcom 

Carro do Brasileiro de Turismo utilizado por João Victor Rosate no treino (Divulgação)

Carro do Brasileiro de Turismo utilizado por João Victor Rosate no treino (Divulgação)
Alta  | Web

João Rosate #58 (Luciano Santos/SigCom)

João Rosate #58 (Luciano Santos/SigCom)
Alta  | Web

Piloto João Rosate (Luciano Santos/SigCom)

Piloto João Rosate (Luciano Santos/SigCom)
Alta  | Web

 

CAMPEONATO DO MUNDO DE RALIS 2017

 

Estonian wins ADAC Rallye Deutschland as Ogier regains WRC title lead.
 
Ott Tänak, who broke his career duck with victory in Italy in June, drove his Ford Fiesta to a 16.4sec victory over Andreas Mikkelsen at ADAC Rallye Deutschland.

Sébastien Ogier finished third to move 17 points clear in the WRC standings after Thierry Neuville failed to score. The Belgian could only finish 44th after breaking his Hyundai i20’s suspension on Saturday morning.

Estonian Tänak took the lead on Friday afternoon and eased through today’s short finale on dry country roads in Saarland. He lies 33 points behind Ogier and has not ruled out a title challenge with three rounds remaining.

“I don’t see any reason why we should not be able to fight for it, so we will fight for it. We need to keep winning if we want to win the championship,” said the 29-year-old.

“Everything was done on Friday with a perfect tyre choice and perfect run in tricky conditions. After this we controlled our lead and winning our first asphalt event feels good.”

Several mistakes on Saturday ended Mikkelsen’s hopes. The Norwegian kept the pressure on, but his realistic goal was to keep Ogier behind him and he ended 14.0sec clear of the Frenchman in his Citroën C3.

Once Neuville dropped out of contention, Ogier was happy to settle for third and big points. He offered no challenge to Mikkelsen today, but claimed two extra bonus points in the final Power Stage to further boost his hopes of a fifth straight title.

Juho Hänninen followed up his first WRC podium at the previous round in Finland with fourth in a Toyota Yaris. He conceded position to Elfyn Evans last night after breaking a damper, but regained it this morning.

Evans rued his choice of soft compound tyres for today’s final four speed tests. He was also overhauled by Ireland’s Craig Breen, who snatched fifth in the final stage despite landing from a jump with such force that it cracked his C3’s windscreen. The gap was 1.9sec.

Following a six-week break the championship moves to Spain for the only mixed-surface fixture of the season. RallyRACC Catalunya - Rally de España is based in Salou on October 5-8.

Final positions

1. O Tänak / M Järveoja EST Ford Fiesta 2hr 57min 31.7sec
2. A Mikkelsen / A Jaeger NOR Citroën C3 + 16.4sec
3. S Ogier / J Ingrassia FRA Ford Fiesta + 30.4sec 
4. J Hänninen / K Lindström FIN Toyota Yaris + 1min 49.2sec
5. C Breen / S Martin IRL Citroën C3 + 2min 01.5sec
6. E Evans / D Barritt GBR Ford Fiesta + 2min 03.4sec

FIA World Rally Championship (round 10 of 13):

1. S Ogier 177pts
2. T Neuville 160pts
3. O Tänak 144ptsa406 Copy

 

CAMPEONATO DO MUNDO DE RALIS 2017

Rali da Alemanha (17-20 agosto 2017) – Dia 1(Shakedown)

 

MIKKELSEN, MEEKE E BREEN TERMINAM SHAKEDOWN ENTRE OS CINCO PRIMEIROS
 

O Shakedown desta manhã do Rali da Alemanha correu bem para a Citroën Total Abu Dhabi WRT, com todos os três C3 WRC a terminarem entre os cinco primeiros. Andreas Mikkelsen foi o piloto melhor classificado da equipa, conquistando a segunda posição, com Kris Meeke e Craig Breen a posicionarem-se no quarto e quinto lugares, respetivamente.

{  A Especial com 5,12 km disputada junto à vila de Eiweiler percorreu ambientes rurais típicos da região do Sarre, em estradas rápidas de alcatrão intercaladas com curvas e secções de vegetação rasteira.

{  A estrada ficou rapidamente coberta de lama e pedras, arrastadas para a faixa de rodagem à medida que os carros iam descrevendo as curvas. Por isso, não foi surpresa que os tempos das primeiras oito formações tenham sido obtidos nas respetivas primeiras passagens.

{  De forma a testar o comportametos dos C3 WRC nestas condições de baixa aderência, as formações da Citroën efetuaram mais do que as três passagens obrigatórias. Kris Meeke/Paul Nagle cumpriram cinco passagens, enquanto Craig Breen/Scott Martin e Andreas Mikkelsen/Anders Jaeger fizeram quatro passagens.

{  A melhor performance da equipa pertenceu a Mikkelsen, que se colocou entre Neuville e Ogier, ocupando o segundo lugar. Meeke e Breen fecharam o Top 5.

{  O Rali da Alemanha vai prosseguir ao final da tarde de hoje em Saarbruckën. Depois da cerimóna de partida, os carros cumprem a Super Especial 1 nas ruas da capital do Departamento do Sarre, a partir das 19h08 (+ 1 hora do que em Portugal Conintental).

 

O QUE ELES DISSERAM…

KRIS MEEKE: "Assim que o Shakedown começou, a estrada ficou logo enlameada. O mais provável é encontraramos este tipo de condições durante uma boa parte do rali e será um desafio ainda maior quando arrancamos nos últimos lugares da ordem de partida. Vamos ver o que vai acontecer com o tempo: para andar mais depressa, prefiro que chova bastante para que a água leve a lama da estrada à medida que os carros vão cumprindo as Especiais. De qualquer forma, esta manhã fizemos um bom trabalho de adaptação do carro a estas condições meterológicas.”

 

 

 

 

CRAIG BREEN: "A nossa primeira passagem correu bem porque a estrada estava ainda razoavelmente em boas condições. Depois disso, a faixa de rodagem ficou rapidamente mais suja. Nas zonas arborizadas já não conseguíamos ver o alcatrão, apenas uma camada de lama escorregadia. Isto deu-nos uma ideia do que será o padrão deste rali em termos de condições de condução e penso que, depois dos testes finais desta manhã, estamos berm preparados."

 

ANDREAS MIKKELSEN: "Foi uma manhã positiva, especialmente porque conseguimos o segundo tempo mais rápido do shakedown, o que não deixa de ser prometedor. Depois disso, a estrada começou a ficar cheia de lama e de pedras e foi impossível andar mais depressa. Espero que amanhã as coisa sejam diferentes porque todos os três Citroën estão bem colocados na ordem de partida. Em todo o caso, esta manhã tive um bom ‘feeling’ do C3."

 

RALI DA FINLÂNDIA 2017
CLASSIFICAÇÃO GERAL (Shakedown) – DIA 1

1. Neuville / Gilsoul (Hyundai i20 WRC) 2:25.8

2. Mikkelsen / Jaeger (Citroën C3 WRC) 2:26.7

3. Ogier / Ingrassia (Ford Fiesta WRC) 2:27.0

4. Meeke / Nagle (Citroën C3 WRC) 2:28.2
5. Breen / Martin (Citroën C3 WRC) 2:29.1
6. Latvala / Anttila (Toyota Yaris WRC) 2:29.5
7. Hanninen / Lindstrom (Toyota Yaris WRC) 2:30.0

8. Sordo / Marti (Hyundai i20 WRC) 2:30.1

9. Tanak / Jarveoja (Ford Fiesta WRC) 2:31.8

10. Evans / Barritt (Ford Fiesta WRC) 2:32.4

O PROGRAMA DO RALI DA ALEMANHA


Nota: horas locais, +1 hora do que em Portugal

 

QUINTA-FEIRA, 17 AGOSTO

08h00: Shakedown – Eiweiler (5,12 km)

18h58: Partida (Saarbrücken)

19h08: ES1 – Super Especial de Saarbrücken (2,05 km)

20h23: Parque Fechado (Bostalsee)

 

SEXTA-FEIRA, 18 AGOSTO


08h30: Assistência A (Bostalsee – 15’)

09h23: ES2 – Super Especial Wadern-Weiskirchen 1 (9,27 km)

10h46: ES3 – Mittelmosel 1 (22,00 km)

11h31: ES4 – Grafschaft 1 (18,35 km)

13h09: ES5 – Super Especial Wadern-Weiskirchen 2 (9,27 km)

14h29: Assistência B (Bostalsee – 30’)  

16h17: ES6 – Mittelmosel 2 (22,00 km)

17h02: ES7 – Grafschaft 2 (18,35 km)

18h40: Super Especial Wadern-Weiskirchen 3 (9,27 km)

19h40: Assistência C (Bostalsee – Flexi 48’)


 

SÁBADO, 19 AGOSTO


08h00: Assistência D (Bostalsee – 15’)

09h11: ES9 – Super Especial Arena Panzerplatte 1 (2,87 km)

09h31: ES10 – Panzerplatte 1 (41,97 km)

10h29: Zona de mudança de pneus (Birkenfield– 10’)

11h10: ES11 – Freisen 1 (14,78 km)

12h08: ES17 – Römerstrasse 1 (12,28 km)

13h50: Assistência E (Bostalsee – 30’)

15h16: ES13 – Super Especial Arena Panzerplatte 2 (2,87 km)

15h29: ES14 – Super Especial Arena Panzerplatte 3 (2,87 km)

15h49: ES15 – Panzerplatte 2 (41,97 km)

16h47: Zona de mudança de pneus (Birkenfield – 10’)

17h28: ES16 - Freisen 2 (14,78 km)

18h26: ES17 – Römerstrasse 2 (12,28 km)

19h27: 19h40: Assistência F (Bostalsee – Flexi 48’)

 

 


 

DOMINGO, 20 AGOSTO


06h25: Assistência G (Bostalsee – 15’)

07h25: ES18 – Losheim am See 1 (13,02 km)

08h46: ES19 – St. Wendeler Land 1 (12,95 km)

10h28: ES20 – Losheim am See 2 (13,02 km)

12h18: St. Wendeler Land 2 (12,95 km)

12h38: Final

13h00: Pódio

a401 Copy

 

CAMPEONATO DO MUNDO DE RALIS 2017

 

Belgian retires from ADAC Rallye Deutschland as Tänak leads race.

Ott Tänak headed Andreas Mikkelsen by 21.4sec following the penultimate leg of the asphalt encounter ADAC Rallye Deutschland, after tough speed tests on Panzerplatte’s multi-surface tank training roads and greasy country lanes.

The day was a disaster for Thierry Neuville, though, who retired his Hyundai i20 with broken rear suspension after the opening military road special stage.

His demise handed a crucial advantage to Sébastien Ogier, with whom he is tied at the top of the championship standings. Ogier is third, hot on the heels of Mikkelsen and in line for big points.

“It was probably a bad impact on the wheel rim,” said Neuville. “I knew the corner very well and there is a small step out of the cut. I have to accept it, look forwards and keep the motivation for the next rounds, because the title is still on.”

Most drivers chose soft compound tyres this morning expecting damp roads. They were drier than forecast and an over-cautious approach from Mikkelsen allowed Tänak to pull clear in his Ford Fiesta.

An error-strewn stage from Mikkelsen when he first spun and then stalled his Citroën C3’s engine within 200 metres, gave Estonian Tänak more daylight and the Estonian managed his advantage this afternoon.

“It was a clean day with no mistakes and other guys have made mistakes,” said Tänak. “We have quite a good margin and at the moment it looks OK. Tomorrow we should keep going as we have been so far. It has been comfortable and I don’t see any reason to worry.”

Mikkelsen’s errors allowed Ogier to close. With Neuville sidelined for the day, the Frenchman was reluctant to commit all in pursuit of second. He is 8.2sec behind the Norwegian in his Fiesta.

Juho Hänninen made a perfect tyre choice this morning to overhaul fourth-placed Elfyn Evans in his Toyota Yaris. However, a broken damper slowed the Finn and the Welshman regained the place by 4.2sec.

Craig Breen slithered his C3 into a field on three occasions but the Irishman was sixth.

Sunday is the shortest of the rally with two identical loops of two stages covering 51.94km. The final St Wendeler Land test forms the live TV Power Stage, with bonus points for the fastest five drivers. The podium ceremony follows immediately in the Bostalsee service park.

Leading positions: 

1. O Tänak / M Järveoja EST Ford Fiesta 2hr 31min 32.2sec 
2. A Mikkelsen / A Jaeger NOR Citroën C3 + 21.4sec 
3. S Ogier / J Ingrassia FRA Ford Fiesta + 29.6sec 
4. E Evans / D Barritt GBR Ford Fiesta + 1min 48.3sec 
5. J Hänninen / K Lindström FIN Toyota Yaris + 1min 52.5sec
6. C Breen / S Martin IRL Citroën C3 + 2min 06.7seca400 Copy

 

TT NO BRASIL - RALI DOS SERTÕES

 

Sertões 2017: Gunter Hinkelmann e Vinícius Castro seguem para Goiânia para a largada

Mitsubishi L200 Triton da dupla da MSL do Brasil já está no parque de apoio no autódromo goiano e está pronto para o desafio do segundo maior rali do mundo, que acontece entre os dias os 19 a 26 de agosto

O piloto Gunter Hinkelmann e o navegador Vinícius Castro, da equipe MSL do Brasil, chegam nesta quinta-feira a Goiânia, para a largada do 25º Rally dos Sertões, que acontece neste sábado, 19 de agosto. A Mitsubishi L200 Triton da equipe está inscrita na categoria Pró-Brasil e terá assistência e preparação mecânica dos profissionais da X Rally Team.

Para o piloto Gunter Hinkelmann, que disputa os Sertões pela sétima vez, os trechos iniciais de deslocamento e a etapa maratona devem ser os mais difíceis desafios para a dupla. “Nos sete dias de competição nosso objetivo será de manter uma posição confortável sem prejudicar o equipamento”, afirma. Como vantagem, ele cita a sinergia e a unidade formada entre os membros da equipe. “Para a largada, o objetivo é fazer com que todos saibam exatamente quando e como agir, sem deixar de colocar em pauta toda a experiência adquirida nas edições anteriores’, explica o piloto que nasceu nos Estados Unidos e mora atualmente na capital paulista.

A edição histórica da mais longa prova de rali do País também marca a sétima participação do navegador Vinícius Castro no certame. “Está chegando o dia da largada e a ansiedade só aumenta”, ressalta o navegador de Salvador/BA.

O Rally dos Sertões terá roteiro inédito de 3.344 quilômetros, cruzará três estados e oito cidades do centro-oeste.

Em 2017, a MSL do Brasil conta com patrocínio da ICargo, IFS, Seeder, Pier17, Correias Schneider e Bandeirantes Terminais Alfandegados.


Perfil (PILOTO)
Nome: Gunter Hinkelmann
Data da Nascimento:  08/09/66
Local de Nascimento: New York
Estado Civil: Casado
Filhos: 2
Altura e peso: 1:80 - 105kgs
Escolaridade: Pós Graduado
Ídolo: Sebastian Loeb
 

Perfil (NAVEGADOR)
Nome: Vinicius Castro
Data da Nascimento:  12/10/85
Local de Nascimento: Salvador/BA
Estado Civil: Casado
Filhos: 1
Altura e peso: 1:85 - 106kgs
Escolaridade: Superior Completo
Ídolo: Ayrton Senna e meu pai.

Confira a programação do Rally dos Sertões – 25 anos

17/08 (quinta-feira)

Vistorias Administrativas e Técnicas no Autódromo Internacional de Goiânia.

18/08 (sexta-feira)

11h – Entrevista coletiva

16h – Briefing Motos, quadris e UTVs

17h – Briefing Carros cross country

18h – Briefing carros regularidade

19h – Briefing equipes de apoio

21h – Briefing equipes de organização

22h – festa de lançamento (Autódromo de Goiânia)

 

19/08 (sábado)

8h – Corrida Insana de 5 quilômetros, com infláveis gigantes

(Autódromo Internacional de Goiânia)

9h – Carreata pelo centro de Goiânia

10h30 – Prólogo (tomada de tempo)

Distância: 6 quilômetros

Local: Cidade Alpha Goiás, em Senador Canedo.

18h30 – Largada promocional no Autódromo de Goiânia

20/08 - 1ª Etapa (domingo)

Goiânia (GO) – Goianésia (GO)

Deslocamento Inicial – 240 km

Especial (trecho cronometrado) – 310 km

Deslocamento final – 152 km

Total do dia – 702 km

21/08 - 2ª Etapa (segunda-feira)

Goianésia (GO) – Santa Terezinha de Goiás (GO)

Deslocamento Inicial – 116 km

Especial (trecho cronometrado) – 245 km

Deslocamento final – 0 km

Total do dia – 361 km

22/08 - 3ª Etapa (terça-feira)

Santa Terezinha de Goiás (GO) – Aruanã (GO)

Deslocamento Inicial – 0 km

Especial (trecho cronometrado) – 297 km

Deslocamento final – 8 km

Total do dia – 305 km

23/08 - 4ª Etapa (quarta-feira)

Aruanã (GO) – Barra do Garças (MT)

Deslocamento Inicial – 104 km

Especial (trecho cronometrado) – 263 km

Deslocamento final – 96 km

Total do dia – 463 km

24/08 - 5ª Etapa (quinta-feira)

Barra do Garças (MT) – Coxim (MS)

Deslocamento Inicial – 13 km

Especial (trecho cronometrado) – 430 km

Deslocamento final – 210 km

Total do dia – 653 km

25/08 - 6ª Etapa (sexta-feira)

Coxim (MS) – Aquidauana (MS)

Deslocamento Inicial – 61 km

Especial (trecho cronometrado) – 194 km

Deslocamento final – 173 km

Total do dia – 428 km

26/08 - 7ª e última etapa (sábado)

Aquidauana (MS) – Bonito (MS)

Deslocamento Inicial – 120 km

Especial (trecho cronometrado) – 310 km

Deslocamento final – 2 km

Total do dia – 432 km

Percurso total do Rally dos Sertões – 3.344 km

Especiais (trechos cronometrados) – 2.049 km (61%)

Cerimônia de Premiação

 

O Rally dos Sertões acontece de 19 a 26 de agosto (Sanderson Pereira/Photography)

O Rally dos Sertões acontece de 19 a 26 de agosto (Sanderson Pereira/Photography)
Alta  | Web

Gunter Hinkelmann e Vinícius Castro (Sanderson Pereira/Photography)

Gunter Hinkelmann e Vinícius Castro (Sanderson Pereira/Photography)
Alta  | Web

A edição de 25 anos do Rally dos Sertões será de Goiânia (GO) até Bonito (MS) (Sanderson Pereira/Photography)

A edição de 25 anos do Rally dos Sertões será de Goiânia (GO) até Bonito (MS) (Sanderson Pereira/Photography)
Alta  | Web

 

SEGUNDO A OPINIÃO DO JORNALISTA RICARDO GRILO

SEGUNDO A OPINIÃO DO JORNALISTA RICARDO GRILO

 

ASSUNTO :PORSCHE EM LE MANS

 

 

 

Foram uns anos porreiros, pá!

Esperei 17 anos para ver um Porsche de novo a triunfar em Le Mans. Depois, com um bocadinho de sorte à mistura, foram mais duas vitórias consecutivas, elevando o total de triunfos a 19.

Com a anunciada e estranha retirada com sabor a cobardia (pois deixam um adversário leal como a Toyota sem hipótese da prometida desforra) os aficionados da marca alemã irão viver outro período de vacas magras. Se tiver que esperar outros 17 anos pelo regresso ao ...mais alto lugar do pódio em Le Mans terei nessa altura 73 anos de idade.

"Back where we belong" escreviam eles nos cartazes em Le Mans. Conversa da treta que apenas sublinha uma notória falta de verticalidade.

Simplesmente, este comportamento errático não me parece aceitável, desrespeitando a tradição e os muitos aficionados da marca alemã. Pela minha parte, não conseguirei perdoar esta verdadeira traição.
.

 

ATENÇÃO LEITORES

 

Condicionamento de trânsito na A1

 

 

Dias 21 a 25 de agosto

 

A Brisa Concessão Rodoviária (BCR) informa que no âmbito dos trabalhos de inspeção dos pórticos na A1 – Auto-estrada do Norte, irão existir algumas implicações na circulação, as quais serão as seguintes:

 

 

Dia 21 de agosto

Entre as 9:30h e as 16h do dia 21 de agosto, corte de via direita, no sentido norte - sul, entre o km 28 e o km 25.

 

Dia 22 de agosto

Entre as 9:30h e as 16h do dia 22 de agosto, corte de via direita, no sentido norte - sul, entre o km 23 e o km 21.

 

Dia 23 de agosto

Entre as 9:30h e as 16h do dia 23 de agosto, corte de via direita, no sentido norte - sul, entre o km 27 e o km 14.


Dia 24 de agosto

Entre as 9:30h e as 16h do dia 24 de agosto, corte de via direita, no sentido norte - sul, entre o km 12 e o km 8.

 

Dia 25 de agosto

Entre as 9:30h e as 16h do dia 25 de agosto, corte de via direita, no sentido norte - sul, entre o km 5 e o km 1.

 

 

A Brisa agradece antecipadamente a compreensão e colaboração dos automobilistas e espera contribuir para reduzir eventuais inconvenientes decorrentes desta operação, estando certa de que os possíveis incómodos serão largamente compensados pelo nível de qualidade, segurança e conforto que resultam de uma autoestrada melhor adaptada às necessidades de quem a utiliza.

 


Para informação atualizada poderá ainda consultar o site www.viaverde.pt.

 

 

CAMPEONATO DO MUNDO DE RALIS 2017

 

Estonian leads in Germany as Neuville and Ogier stay in reach.

The lead changed hands four times on Friday at ADAC Rallye Deutschland before Ford Fiesta driver Ott Tänak emerged from the final muddy asphalt speed test with a 5.7sec advantage over Andreas Mikkelsen.

Storms turned the narrow and bumpy Mosel vineyard tracks and Saarland country lanes into a mudbath. All the leading drivers spent time off the road as they fought for grip in treacherous conditions.

Estonian Tänak won three of the seven special stages covering 108.51km, but was fortunate to survive the day.

“At a hairpin I pulled the handbrake but couldn’t see out of the car and went straight into the vines. I was very lucky to get back, but I still enjoyed driving in such tricky conditions,” he admitted.

Ironically, the morning was drier than expected and tyre choice proved difficult. The afternoon rain meant Michelin’s full wet ‘monsoon’ tyres were pressed into use for the first time since being introduced 12 months ago.

Mikkelsen made the most of them to hold second in a Citroën C3 after taking a surprise lead earlier. His low start position meant he faced dirtier roads as those ahead dragged mud and stones onto the surface when they cut corners.

The enthralling fight for the championship between Thierry Neuville and Sébastien Ogier took myriad twists and turns. Neuville slid off the road and damaged his Hyundai i20’s aero package this morning and again in the final stage.

Ogier was unhappy with his Fiesta’s set-up. He spun in the opener, but held the upper hand over the recovering Belgian until the final test when he pirouetted again. He lost 20sec, allowing Neuville to overnight in third with a 2.4sec advantage.

Elfyn Evans overcame understeer to hold fifth in another Fiesta, with Juho Hänninen sixth, despite sliding his Toyota Yaris into the Mosel grapes this morning.

Dani Sordo led briefly before missing a corner under braking and his i20 plunged 40 metres into bushes and trees. The other major retirement was Esapekka Lappi, who crashed his Yaris into a ditch when sixth.

Saturday accounts for almost half the rally’s distance and features the infamous mixed surface Panzerplatte tank training roads and narrow country lanes. Four morning stages are repeated in the afternoon, adding up to 146.67km of action.

Leading positions:

1. O Tänak / M Järveoja EST Ford Fiesta 1hr 07min 23.0sec 
2. A Mikkelsen / A Jaeger NOR Citroën C3 + 5.7sec
3. T Neuville / N Gilsoul BEL Hyundai i20 + 28.2sec
4. S Ogier / J Ingrassia FRA Ford Fiesta + 30.6sec
5. E Evans / D Barritt GBR Ford Fiesta + 52.1sec
6. J Hänninen / K Lindström FIN Toyota Yaris + 1min 14.7seca246 Copy

 

SPRINT RACE - BRASIL

 

Sprint Race: Claudio Buschmann segue motivado para a disputa da quinta etapa da temporada

O curitibano volta ao volante do carro #12 no Autódromo Internacional de Curitiba nos dias 19 e 20 de agosto

O piloto do Sprint Race #12, Claudio Buschmann, disputa na capital paranaense neste final de semana – 19 e 20 de agosto – a quinta etapa da Sprint Race, no Autódromo Internacional de Curitiba, que recebe a competição pela segunda vez neste ano. O terceiro colocado na categoria GP, patrocinado pela AgroPantanal-MS, segue motivado em melhorar as configurações do carro e, consequentemente, seu desempenho, visando a recuperação da liderança na categoria. Buschmann soma 158 pontos.

Apesar de todos os contratempos enfrentados durante a quarta etapa, Claudio Buschmann não baixou sua guarda. “Não posso reclamar, mesmo não tendo cumprido meu objetivo em Interlagos. Curitiba será um novo desafio e, além do otimismo, levarei a confiança e disposição para recuperar os pontos que deixei para trás”, afirma.

Nascido em Curitiba e conhecendo profundamente a pista do autódromo paranaense, Buschmann acredita que esta será uma das vantagens perante seus adversários. “Estou muito focado, conheço e tenho confiança no circuito. Pretendo alcançar um bom resultado e continuar na luta pelo título”, declara.

Nesta quinta etapa, devido a posição no campeonato, o #SR12 da AgroPantanal terá 25 kg a mais de lastro durante as corridas. “Não considero isto um prejuízo, pois o piso do circuito é muito plano e a perda de desempenho, neste caso, é mínima. Mesmo assim, tomaremos todas as medidas para que não tenhamos problemas que prejudique o carro. O importante agora, que chegamos à segunda metade da temporada, é manter a regularidade e a consistência, acelerar e avançar nos momentos certos e procurar pontuar ao máximo para que possamos terminar o campeonato no alto do pódio”, aposta Buschmann.

A quinta etapa da Sprint Race Brasil terá exibição nos canais BandSports, Play TV, Programa Ultrapassagem e Programa Acelerados -  no SBT e no YouTube  (youtube.com/acelerados).

O piloto Claudio Buschmann conta com o patrocínio da Agropantanal MS.

 

Confira a programação da quinta etapa da Sprint Race 2017

Sábado, 19 de agosto

09h35 às 10h15 - 1º Treino OFICIAL

13h10 às 13h50 - 2º Treino OFICIAL

15h20 às 15h30 – Classificatório corrida 1

15h35 às 15h45 – Classificatório corrida 2

Domingo, 20 de agosto

08h00 - 08h10 - Shakedown (Exclusivo para organização)

Corrida 1

08h30 - Alinhamento dos carros

09h00 - Placa de 5 minutos

09h05 - Saída para volta de aquecimento + 23 min + 1 volta

Corrida 2

12h00 - Alinhamento dos carros

12h50 - Placa de 5 minutos

12h55 - Saída para volta de aquecimento + 23 min + 1 volta      

13h25 - Pódio

Calendário 2017 - próximas etapas:

Etapa 5 - 20/08 - Curitiba (PR) - AIC - #SetUpFree

Etapa 6 - 24/09 - Mogi Guaçu (SP) -Velo Città

Etapa 7 - 04/11 - Londrina (PR) - #NightChallenge

Etapa 8 - 03/12 - Curitiba (PR) - AIC - #Pontos Dobrados

Mais informações: www.sprintrace.com.br

Siga-nos também nas redes sociais:

Facebook: facebook.com/SprintRaceBrasil

Twitter: @Sprint Race

Youtube: youtube.com/sprintracebrasil

Instagram: instagram.com/sprintracebrasil

 

No calendário de 2017 são 17 corridas, que acontecem em oito datas diferentes (Luciano Santos/SigCom)

No calendário de 2017 são 17 corridas, que acontecem em oito datas diferentes (Luciano Santos/SigCom)
Alta  | Web

As corridas neste domingo serão às 9h05 e 12h55 (Luciano Santos/SigCom)

As corridas neste domingo serão às 9h05 e 12h55 (Luciano Santos/SigCom)
Alta  | Web

Piloto Claudio Bushmann (Luciano Santos/SigCom)

Piloto Claudio Bushmann (Luciano Santos/SigCom)
Alta  | Web

Sprint #12 durante a última etapa no circuito de Interlagos (Luciano Santos/SigCom)

Sprint #12 durante a última etapa no circuito de Interlagos (Luciano Santos/SigCom)
Alta  | Web

 

JORGE E PEDRO ORTIGÃO DE LUTO

 

 

 

 

 

  1. JORGE E PEDRO ORTIGÃO DE LUTO
  2. MOMENTO DIFÍCIL PARA A FAMILIA ORTIGÃO


  3. Jorge Ortigão e o seu filho Pedro Ortigão, bem como toda a familia estão hoje a atravessar mais uma difícil etapa da sua... vida.
    A esposa e grande companheira de Jorge e mãe de Pedro, partiu hoje deixando estes dois homens que sempre acompanhou e apoiou, depois de uma longa luta de saúde.

    O funeral será hoje ás 11H00 em Leça da Palmeira. Os ralis perdem mais uma grande fã, que descanse em paz.Em nome de toda a equipa, o www.velocidadeonline.com, , o apresenta as mais sentidas condolências. 

 

 

TT NO BRASIL

 

Uma ideia fixa na cabeça rumo aos Rally dos Sertões!

Voluntárias do Projeto Ideia Fixa já estão na estrada

A jornalista Tânia Mara Matias de Carvalho e a Analista de Sistemas Ana Paula Carvalho  já deixaram a Cidade das Rosas, Poços de Caldas em Minas Gerais, rumo à capital do estado de Goiás, Goiânia.

Na bagagem além de mais de 700 bichos de pelúcia, produtos de higiene pessoal e bucal, livros e muitas outras doações, elas estão levando altas doses de alegria. O objetivo é deixar um rastro de boas lembranças, muito amor, cultura e experiências, nas comunidades carentes que serão assistidas pelo percurso da rota solidária, criada especialmente pelo projeto, por onde passará o 25º Rally dos Sertões.

Quando Tânia Mara escreveu seu 1º. livro, intitulado "Cêis é rali, é?", ela fez uma promessa e começou a trocar exemplares por cestas básicas, afim de levar alimentos aos sertanejos que havia encontrado em outros ralis que havia participado. Divulgou sua ideia, conseguiu parceiros e foi à luta. E esta “missão” já dura pouco mais de 15 anos.

“Presenciei crianças aproveitando sobras em uma lata de lixo, num lugar qualquer do sertão, decidi que não deixaria tal fato passar em branco. Não tenho a pretensão de mudar o mundo, porém tenho levado alento, um pouco de alegria, atenção, cultura e lembranças úteis, mesmo que para uma pequena fatia de necessitados”, frisou a jornalista.

Hoje o Projeto Ideia Fixa é um dos mais antigos e contínuos trabalhos sociais dentro das provas de rali no Brasil. Seus números impressionam. Foram percorridos mais 480 mil quilômetros de estradas em 16 estados, mais de 140 mil pessoas já foram beneficiadas com doações que somam 209 toneladas. Foram entregues desde móveis, roupas, calçados, alimento, brinquedos, água, kits de higiene bucal e pessoal até a distribuição de 160.000 livros!

E para levar parte da carga e conduzir Tânia Mara e Ana Paula pela rota solidária, elas contam este ano com o robusto Jeep Renegade Sport Diesel 4X4 e diga-se de passagem de todas as qualidades atribuídas ao Renegade desde o seu lançamento com certeza a de “carro solidário” será uma das mais importantes. Afinal de contas ele será a peça fundamental que moverá as ações do Projeto Ideia Fixa por um Sertão 100 Fome, durante o Rally dos Sertões 2017, ao longo de 14 dias de viagem pelos estados de Minas Gerais, São Paulo, Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.

O veículo em questão foi cedido ao projeto para esta viagem, pelo grupo FCA Fiat Chrysler Automóveis que há três anos vem apoiando as ações solidárias realizadas em diversas comunidades carentes visitadas ao longo do Rally dos Sertões.

O Renegade chama a atenção pelo design diferenciado, que traz elementos clássicos da Jeep, como a grade dianteira que remete à frente do antigo Willys. E desta marca a jornalista Tânia Mara, a criadora do Projeto Ideia Fixa, conhece bem, já que possui uma Rural Willys, ano 1960 que herdou da família e a trata com muito amor, carinho e respeito.

“ Se olharmos bem para este carro, veremos que as características são bastante iguais às antigas Rurais bicudinhas. Lindo, saudoso, porém a modernidade deste SUV e tudo que ele traz em tecnologia, performance e itens de segurança faz com que vibremos de alegria por tê-lo nesta jornada como companheiro! Sem duvida nossa viagem está sendo muito confortável por conta deste carro. Mas já avisei – olha aqui menino, agora sua responsabilidade de carro solidário, triplicou. Prepare-se para viver esta aventura moleque! – É nos falamos com carros e acredite: eles entendem!”, finalizou Tânia Mara muito entusiasmada.

Parceiros do Projeto Ideia Fixa - Can-Am BRP – Arena Promoções e Eventos - Perfumaria Emy - RNN Sports - Piffer e CIA - SiG Comunicação – Cherry Contábil - W3B Soluções Inteligentes - CRYF Empreendimentos - MALKA Exclusive - Revista PRÓMOTO - ALKO - Produtos de qualidade - ASA Alumínio -  Visual Tecnologia de Sistemas – ASI - Associação Sul Mineira de Imprensa - Studio JG - Rotary Clube de Poços de Caldas – Salão e Estética Belíssima - Lavanderia da Marli - Farmácias Pague Menos e Fattore Jeep.

 

Tânia Mara e Ana Paula (Divulgação)

Tânia Mara e Ana Paula (Divulgação)
Alta  | Web

Tânia Mara e Ana Paula pouco antes de seguirem viagem (Divulgação)

Tânia Mara e Ana Paula pouco antes de seguirem viagem (Divulgação)
Alta  | Web

Tânia Mara sendo entrevistada (Divulgação)

Tânia Mara sendo entrevistada (Divulgação)
Alta  | Web

Com a família na saída para o 25o Rally dos Sertões (Divulgação)

Com a família na saída para o 25o Rally dos Sertões (Divulgação)
Alta  | Web

Homenagem ao Sertões nas unhas (Divulgação)

Homenagem ao Sertões nas unhas (Divulgação)
Alta  | Web

 

SPRINT RACE - BRASIL

 

Sprint Race: Etapa em Curitiba com setup livre anima Vinícius Margiota

Campeão da Sprint Race espera repetir a dose na capital paranaense, onde tem histórico de bons resultados e pódios

Atual campeão da Sprint Race, Vinícius Margiota tem mais de um motivo para acreditar numa reação do carro #07 a partir da etapa deste fim de semana em Curitiba, praça que recebe a categoria pela 2ª vez no ano da principal competição formadora de pilotos do esporte a motor no Brasil.

Para voltar à subir na tabela de pontos, Vinícius diz ter deixado para trás o revés da última etapa em Interlagos. “Espero retomar o meu crescimento no Campeonato”, observou o piloto de Jundiaí/SP.

Margiota tem uma experiência muito boa na pista paranaense. “Precisamos reagir no campeonato a partir desta etapa, para chegar ao final do ano novamente na briga pelo título", contou o piloto da categoria PRO.

O Campeonato inicia a sua fase final neste sábado e domingo na cidade de Pinhais, no Paraná. E, no Autódromo Internacional de Curitiba, será disputada a quinta etapa da temporada 2017, novamente em sistema de rodada dupla.

Outro fato importante desta etapa será a realização, novamente, de setup livre para os pilotos.  "Gosto muito de andar em Curitiba. O autódromo é moderno, tem uma pista muito seletiva e rápida e certamente teremos uma corrida de muitas ultrapassagens. Tenho certeza que poderemos ter um conjunto bastante competitivo para o fim de semana", comentou o piloto de 21 anos.

As exibições serão dos canais BandSports e PlayTV, como também do Programa Acelerados no SBT e Programa Ultrapassagem.

Confira a programação da quinta etapa:

Sábado, 19 de agosto

09h35 às 10h15 - 1º Treino OFICIAL

13h10 às 13h50 - 2º Treino OFICIAL

15h20 às 15h30 – Classificatório corrida 1

15h35 às 15h45 – Classificatório corrida 2

 

Domingo, 20 de agosto

08h00 - 08h10 - Shakedown (Exclusivo para organização)

Corrida 1

08h30 - Alinhamento dos carros

09h00 - Placa de 5 minutos

09h05 - Saída para volta de aquecimento + 23 min + 1 volta

Corrida 2

12h00 - Alinhamento dos carros

12h50 - Placa de 5 minutos

12h55 - Saída para volta de aquecimento + 23 min + 1 volta       

13h25 - Pódio

 

Calendário 2017 - próximas etapas:

Etapa 5 - 20/08 - Curitiba (PR) - AIC - #SetUpFree

Etapa 6 - 24/09 - Mogi Guaçu (SP) -Velo Città

Etapa 7 - 28/10 - Londrina (PR) - #NightChallenge

Etapa 8 - 03/12 - Curitiba (PR) - AIC - #Pontos Dobrados

 

Assessoria de Imprensa da Sprint Race Brasil:
SIG Comunicação - Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar
Silvana Grezzana Santos | (11) 999.726.966

Vinícius Margiota compete na categoria PRO (Foto: Rodrigo Guimarães)

Vinícius Margiota compete na categoria PRO (Foto: Rodrigo Guimarães)
Alta  | Web

Piloto de Jundiaí (SP), Vinícius Margiota (Foto: Rodrigo Guimarães)

Piloto de Jundiaí (SP), Vinícius Margiota (Foto: Rodrigo Guimarães)
Alta  | Web

A quinta etapa será neste final de semana no Autódromo de Curitiba (Foto: Rodrigo Guimarães)

A quinta etapa será neste final de semana no Autódromo de Curitiba (Foto: Rodrigo Guimarães)
Alta  | Web

 

SLOT CLUBE DO PORTO

Semana de 14 a 20 de Agosto no Slot Clube do Porto

Mais uma semana de férias, sem provas.
Mas as férias são só para alguns.
Outros, poucos, têm estado a colaborar nas diversos melhoramentos que estamos a implementar nas pistas de Rali e Raid.

alt
Bancadas maiores e mais sólidas, revestimento novo e mais nivelado, pré-instalação eléctrica multiponto, anteparas laterais mais sólidas, novas pistas de testes, maiores, com melhor electrificação e com novas fontes de alimentação, enfim, uma série de novidades de que tu podes ser o “culpado” se apareceres para dar uma ajuda.

alt


Sábado, dia 19 de Agosto, podes dar o teu contributo. Vamos estar no Slot Clube do Porto das 10:00 às 18:00, para terminarmos o que falta. Se tiveres um hora que seja, para nos vires ajudar ou até, dar uma sugestão, és bem vindo.

por: José Guilherme

 

SPRINT RACE - BRASIL

 

Curitiba recebe a quinta etapa da Sprint Race neste final de semana

A programação começa neste sábado (19) com treinos oficiais e classificatórios. As corridas serão neste domingo (20) às 9h05 e às 12h55

Embalados pelas diversas atrações a cada etapa da Sprint Race Brasil na temporada 2017, os pilotos desembarcam neste final de semana (dias 19 e 20 de agosto) para a realização do quinto encontro do ano, desta vez no circuito de Curitiba, localizado na cidade de Pinhais/PR, otimistas para obterem bons resultados da prova #Set Up Free.

Todo o elenco espera surpreender com a tomada de decisão em ajustes nos seus respectivos carros de motor V6 e 270 CV. A característica da Sprint Race é que o piloto só pode mexer em três itens em seus veículos de competição calibragem, regulagem de aerofólio e distribuição de freios, além da barra estabilizadora comandada normalmente por eles dentro do carro nas demais etapas.

A expectativa de Erik Mayrink para este fim de semana é muito boa e será a sua primeira experiência com o acerto livre. “Estou otimista para a segunda metade da temporada. Espero conseguir resultados melhores, para tentar alcançar os líderes do campeonato e poder brigar por algo no final do ano”, diz o piloto que comanda o Sprint #111.

É a primeira temporada de Mayrink no campeonato. “Gostei muito tanto da equipe quanto do carro. É um desafio muito grande andar no ritmo de pilotos mais experientes, e sem dúvidas está sendo um aprendizado importante para a minha carreira no automobilismo. Esperava ter ido melhor no início do campeonato, mas infelizmente tive alguns problemas na adaptação a categoria que levaram a resultados não muito satisfatórios”, comenta o paulista.

O Autódromo de Curitiba é um dos mais completos do país. Seu traçado de 3.695 metros tem característica de alta velocidade. Com uma longa reta dos boxes sua pista é permeada por um curvas de alta, média e um "S" extremamente técnico.

Entre as metas para o fim de semana no Paraná, Caê Coelho visa retomar o bom desempenho. “O campeonato para o #55 vem de altos e baixos, mas apesar do acidente na última corrida (Interlagos), a performance estava muito boa, com melhoras em todo final de semana”, declara Caê.

“Para a segunda metade é manter o foco nesse momento de crescimento para voltar ao top-3. Vamos aproveitar a etapa de livre acerto para ter ainda mais conhecimento do carro. Ser rápido e principalmente constante, é essencial na Sprint Race”, afirma Coelho.

Caê Coelho terá na etapa a piloto Bruna Genoin na divisão do Sprint #55. “A Bruna fez sua estreia na etapa anterior, naturalmente precisa de quilometragem, mas já mostrou muita qualidade. Fiquei contente com a oportunidade, sempre bom trocar informações, tenho certeza que iremos nos ajudar e evoluir muito”, finalizou o piloto paulista.  

Os competidores entrarão na pista do Autódromo Internacional de Curitiba, no dia 19 de agosto para os treinos oficiais. Já no domingo (20), participam das duas corridas da quinta etapa da temporada (#SetUpFree). A exibição para todo o Brasil será realizada pelo canal BandSports e Play TV, como também nos programas Acelerados (SBT) e Ultrapassagem (Record News).

Ainda restam quatro etapas, dentro delas oito corridas, para o fim do campeonato, marcado para dezembro em Curitiba (PR).

A Sprint Race tem patrocínio da Albriggs, aQuamec, Pirelli, Motul, Fremax e Rio Custom.

Confira os pilotos que irão acelerar as máquinas da Sprint Race na quinta etapa:

Categoria PRO

#07 Vinícius Margiota

#13 Raphael Campos

#22 Gabriel Lusquiños

#17 Berlanda Júnior

#27 Luiz Gustavo Túrmina

#58 João Rosate

Categoria GP

#87 Jorge Martelli/Kau Machado

#82 Gerson Campos/Cassio Cortes

#55 Caê Coelho/Bruna Genoin

#12 Claudio Buschmann

#20 Jorge Garcia

#213 Nuno Pagliato

#01 Eduardo Serratto

Programação completa do fim de semana:

Sábado, 19 de agosto

09h35 às 10h15 - 1º Treino OFICIAL

13h10 às 13h50 - 2º Treino OFICIAL

15h20 às 15h30 – Classificatório corrida 1

15h35 às 15h45 – Classificatório corrida 2

 

Domingo, 20 de agosto

08h00 - 08h10 - Shakedown (Exclusivo para organização)

Corrida 1

08h30 - Alinhamento dos carros

09h00 - Placa de 5 minutos

09h05 - Saída para volta de aquecimento + 23 min + 1 volta

Corrida 2

12h00 - Alinhamento dos carros

12h50 - Placa de 5 minutos

12h55 - Saída para volta de aquecimento + 23 min + 1 volta

13h25 - Pódio

 

Calendário 2017 - próximas etapas:

Etapa 5 - 20/08 - Curitiba (PR) - AIC - #SetUpFree

Etapa 6 - 24/09 - Mogi Guaçu (SP) -Velo Città

Etapa 7 - 28/10 - Londrina (PR) - #NightChallenge

Etapa 8 - 03/12 - Curitiba (PR) - AIC - #Pontos Dobrados

 

A temporada 2017 prevê ao todo oito etapas em 17 corridas (Luciano Santos/SigCom)

A temporada 2017 prevê ao todo oito etapas em 17 corridas (Luciano Santos/SigCom)
Alta  | Web

Piloto Caê Coelho da categoria GP (Luciano Santos/SigCom)

Piloto Caê Coelho da categoria GP (Luciano Santos/SigCom)
Alta  | Web

Caê Coelho terá Bruna Genoin no revezamento do carro na quinta etapa (Luciano Santos/SigCom)

Caê Coelho terá Bruna Genoin no revezamento do carro na quinta etapa (Luciano Santos/SigCom)
Alta  | Web

Erik Mayrink a bordo do Sprint #111 (Luciano Santos/SigCom)

Erik Mayrink a bordo do Sprint #111 (Luciano Santos/SigCom)
Alta  | Web

Piloto Erik Mayrink (Luciano Santos/SigCom)

Piloto Erik Mayrink (Luciano Santos/SigCom)
Alta  | Web

As duas corridas estão programadas para o próximo domingo (20) (Luciano Santos/SigCom)

As duas corridas estão programadas para o próximo domingo (20) (Luciano Santos/SigCom)
Alta  | Web

Erik Mayrink #111 corre na categoria PRO (Luciano Santos/SigCom)

Erik Mayrink #111 corre na categoria PRO (Luciano Santos/SigCom)
Alta  | Web

A etapa de Curitiba inicia a segunda fase do campeonato 2017 (Luciano Santos/SigCom)

A etapa de Curitiba inicia a segunda fase do campeonato 2017 (Luciano Santos/SigCom)
Alta  | Web

 

TT NO BRASIL

 

Rally dos Sertões: Helena Soares apresenta carro e vive emoção de mais um rali

Ao lado da navegadora Joseane Koerich, piloto tentará novas conquistas em sua 11ª participação na prova

Única dupla feminina inscrita no Rally dos Sertões em mais uma participação entre os carros, Helena Soares e Josi Koerich, da equipe FD Rally Team inicia no dia 19 de agosto a aventura no maior rali do país, que percorrerá 3.344 quilômetros, sendo que 61% do total será em especiais cronometradas (2.049 quilômetros), partindo de Goiânia (GO) rumo a Bonito (MS). A prova é o momento mais esperado para as equipes que disputam o cenário cross-country nacional. Helena e Josi chegam nesta quinta-feira à Goiânia para a programação pré largada.

Helena Soares declarou durante a apresentação do carro que aposta na evolução da equipe. “As competições que já participamos tiveram um saldo muito positivo para nós. Acredito que a nossa experiência e a da equipe trouxe uma grande evolução na preparação do equipamento, e a expectativa é conseguir fazer um bom rali. Sei das dificuldades que teremos pela frente, mas acredito na dedicação e união da equipe, que trabalhou muito na preparação de todos os equipamentos”, analisa a piloto paulista que residiu por muitos anos em Goiânia (GO).

Josi começou a competir no Rally dos Sertões no ano de 2000 e é tricampeã. "Estamos bem preparadas. Estou focada, com uma energia muito positiva. Vou fazer o que mais gosto e vou dar meu melhor - claro que todos farão isso - e o resultado vai ser uma consequência”, destaca a navegadora. “Largar o Sertões é sempre uma emoção e uma alegria, para quem é apaixonada por este esporte, poder participar de um dos maiores e mais difíceis ralis do mundo é muito recompensador. Não tem como não ficar com um friozinho na barriga", complementou a competidora de Florianópolis (SC).

E para a edição 2017, Helena Soares e Josi Koerich estarão a bordo de um novo Mitsubishi L200 Triton RS Etanol de número 319, na categoria Super Production. A máquina recebeu um design arrojado e moderno, tendo sido apresentada na noite desta segunda-feira (14) na Solution Blindagem, em São Paulo, para convidados, patrocinadores e imprensa.

“É meu retorno ao Sertões depois de dois anos. Estou muito feliz por viver isso de novo. O carro é fantástico! Não é à toa que chamamos de ‘nave’. O Sertões vem com um roteiro novo e gosto quando isso acontece. Gosto de novidades, mas a competição vai ser bem dura e, a previsão é de ser bem disputado do que as edições anteriores. Nosso foco é um pódio", destaca Helena que fará sua 11ª. participação.

A prova começa dia 16, com a abertura da área de box no Autódromo de Goiânia e termina dia 26. São dez dias de pura emoção. O prólogo (tomada de tempo) será no dia 19. Quem é apaixonado por automobilismo reconhece a grandiosidade dessa prova, que exige mais que habilidade dos pilotos e navegadores. São indispensáveis entrega, dedicação e superação.

A Helena Soares e Josi Koerich tem o patrocínio da Smartnex e o apoio de Solution Blindagem, Haskell, Yen Concessionária Mitsubishi, Pollyanna Lopes Clínica Estética, Casarini jet Ski e Petroball Combustíveis. A preparação mecânica e logística fica por conta da equipe FD Rally Team.

Confira a programação do Rally dos Sertões – 25 anos

16/08/2017 - Abertura Área de Box no Autódromo Internacional de Goiânia.

17/08/2017 - Vistorias Administrativas e Técnicas no Autódromo Internacional de Goiânia.

18/08/2017 - Vistorias Administrativas e Técnicas no Autódromo Internacional de Goiânia.

19/08/2017 - Prólogo e Largada Promocional.

20/08/2017 - 1ª Etapa

Goiânia (GO) – Goianésia (GO)

Deslocamento Inicial – 240 km

Especial (trecho cronometrado) – 310 km

Deslocamento final – 152 km

Total do dia – 702 km

21/08/2017 - 2ª Etapa

Goianésia (GO) – Santa Terezinha de Goiás (GO)

Deslocamento Inicial – 116 km

Especial (trecho cronometrado) – 245 km

Deslocamento final – 0 km

Total do dia – 361 km

22/08/2017 - 3ª Etapa

Santa Terezinha de Goiás (GO) – Aruanã (GO)

Deslocamento Inicial – 0 km

Especial (trecho cronometrado) – 297 km

Deslocamento final – 8 km

Total do dia – 305 km

23/08/2017 - 4ª Etapa

Aruanã (GO) – Barra do Garças (MT)

Deslocamento Inicial – 104 km

Especial (trecho cronometrado) – 263 km

Deslocamento final – 96 km

Total do dia – 463 km

24/08/2017 - 5ª Etapa

Barra do Garças (MT) – Coxim (MS)

Deslocamento Inicial – 13 km

Especial (trecho cronometrado) – 430 km

Deslocamento final – 210 km

Total do dia – 653 km

25/08/2017 - 6ª Etapa

Coxim (MS) – Aquidauana (MS)

Deslocamento Inicial – 61 km

Especial (trecho cronometrado) – 194 km

Deslocamento final – 173 km

Total do dia – 428 km

26/08/2017 - 7ª e última etapa

Aquidauana (MS) – Bonito (MS)

Deslocamento Inicial – 120 km

Especial (trecho cronometrado) – 310 km

Deslocamento final – 2 km

Total do dia – 432 km

  • Percurso total do Rally dos Sertões – 3.344 km
  • Especiais (trechos cronometrados) – 2.049 km (61%)

Cerimônia de Premiação

 

(Luciano Santos/SigCom)

 (Luciano Santos/SigCom)
Alta  | Web

(Luciano Santos/SigCom)

 (Luciano Santos/SigCom)
Alta  | Web

(Luciano Santos/SigCom)

 (Luciano Santos/SigCom)
Alta  | Web

(Luciano Santos/SigCom)

 (Luciano Santos/SigCom)
Alta  | Web

(Luciano Santos/SigCom)

 (Luciano Santos/SigCom)
Alta  | Web

 

NOTICIAS DOS ESTADOS UNIDOS

 

Lucas Oil Racing TV is the first 24/7 On Demand motorsports network - 2000 plus hours of US, national and international racing, car shows, behind the scenes action and live-streaming events online without commercial breaks.
This week LIVE:

Late Model Dirt - COMP Cams Topless 100 - Saturday - Aug. 19.
Batesville Motor Speedway - Batesville, Arkansas. A 3/8 mile dirt clay oval described as a fun track for both drivers and fans with grass bank seating.
Monthly & Yearly subscription
Airtime: 9:00pm ET 
Late Model - SPEARS Manufacturing 100 - Saturday - Aug. 19.  
Irwindale Speedway - Irwindale, CA. Twin paved oval race tracks (banked 1/2 and 1/3 mile). 
Yearly Subscription Only
Airtime: 10pm ET 
Lucas Oil Modified Series - Summer ShootOut - Saturday - Aug. 19.  
Irwindale Speedway - Irwindale, CA. Located in the heart of the San Gabriel Valley, less than 25 minutes from down-town Los Angeles.  
Yearly Subscription Only 
Airtime: 10:00pm ET 
American Stock Car Series - Allen Crowe 100 - Sunday - Aug. 20.  From Illinois State Fairgrounds - Springfield, IL
Yearly Subscription Only
Airtime:
2:30pm ET
 
 
Recently added to the library: 

Racing Rewind - Dakota Cat 100 & Clash at the Creek IX - August 14, 2017
This week we head to Fargo, North Dakota for the 'Dakota Cat 100' event before moving to Francis Creek, Wisconsin for the 'Clash at the Creek IX' event.
Speedweek - Winton Motor Raceway: Victoria, Australia - August 11, 2017
Today on Speedweek, we head to Winton Motor Raceway for the Shannon's Nationals as the Australian Prototype Series and Australian GT Trophy Series take center stage. AVAILABLE FOR USA ONLY
National Hot Rod Association, Nevada - August 11, 2017
This week the NHRA heads to Las Vegas, plus P1 Jetcross action from Daytona and the SKUSA Pro Tour competes at Sonoma.
AVAILABLE FOR USA ONLY
Lucas Oil ASCS National Sprint Car Dirt Series - Skagit Speedway Alger, WA-III - August 11, 2017
The Lucas Oil ASCS National Sprint Car Dirt Series returns to the Skagit Speedway for the 46th Annual Geico Jim Raper Memorial Dirt Cup Presented by Lucas Oil. Night 3 of 3
Lucas Oil Off Road Racing Series - Round 4: Pro Lite & Pro 2 - Baja International Short Course - August 11, 2017
Lucas Oil Off Road Racing Series - Estero Beach, Ensenada, BC, Mexico - Round 4 Pro Lite and Pro 2 Off Road Racing Action from Estero Beach Resort.
Speed Sport - 31st Mr. Supermodified Race - August 09, 2017
Speed Sport heads to Oswego Speedway in Oswego, New York for the 31st Mr. Supermodified race.
If you are unable to watch a race live, all live races will be available for replay after an event... usually within 24 hours. Please check back regularly for schedule updates. We are always adding new content and will also be adding to our live event offering throughout the season.
Lucas Oil Racing TV is currently available through Amazon Fire TV,  Android Devices,  Apple iPad, Apple iPhone,  Roku,  Xbox, and LucasOilRacing.TV for computers, tablets and smartphones.

 

CAMPEONATO DO MUNDO DE RALIS 2017

 

Ogier and Neuville face off in Germany as thrilling WRC title fight continues.

Four-time world champion Sébastien Ogier and comeback king Thierry Neuville lock horns in Germany this weekend in the latest instalment of the WRC’s thrilling head-to-head title fight.

With nine rounds gone and four remaining, the duo are locked together at the top of the standings ahead of the final all-asphalt encounter at ADAC Rallye Deutschland (17 - 20 August).

Neuville holds the nominal advantage, courtesy of three wins in his Hyundai i20 to Ogier’s two at the wheel of a Ford Fiesta.

That could prove key as the Belgian starts first in Friday’s opening leg through narrow vineyard tracks on the banks of the Mosel river. Conditions will worsen with every car as dirt is dragged onto the road, leaving Ogier at a disadvantage one place behind.

Neuville acknowledged the benefit, but denied he would try to pull as much mud onto the road as possible.

“There are a lot of cuts and so the road will get dirty. I won’t take more risks of a puncture just to dirty the road. If I drive fast I know the time will be good. With the cuts we’ll be taking, the road will be dirtier and make it more tricky for him,” he said.

“I think we have to continue to attack. We have to be clever, like we did on the last seven or eight rallies, and watch the progress of our rally against Ogier and focus on him.

“The target remains to finish ahead of him to get more points rather than try to win,” added Neuville, who has recovered from a disastrous start to the season which left him trailing Ogier by 38 points after three events.

There are few more difficult asphalt challenges than Germany. Bumpy vineyard tracks, multi-surface tank training roads in the Baumholder military area and narrow country lanes test drivers’ adaptability to the maximum.

The hilly Saarland region is susceptible to heavy rainfall, which can transform road conditions in minutes. Accurate tyre selection is problematic and precise information on the state of the roads from route note ‘spies’ is essential.

“Germany presents some of the most challenging sealed-surface roads on the calendar. It’s a difficult rally and you have to find the right mind-set, and the right set-up, for the many different characteristics,” said three-time rally winner Ogier.

“In the wet, it’s even trickier and mistakes are very rarely forgiven. It’s important to be fully focused and to work closely with the route note crew so as to be prepared for everything the stages have to offer,” added Ogier, who crashed out of the previous round in Finland.

The rally starts with a spectacular speed test in the heart of Saarbrücken on Thursday evening. Competitors face 21 stages covering 309.17km before the Bostalsee finish on Sunday afternoon.

a228 Copy

 

TT NO BRASIL

 

No Rally dos Sertões, competidores de Goiás vão em busca mais um título

Com quintal de casa na rota, os bicampeões Rafael Cassol / Lélio Vieira Carneiro Júnior querem tirar proveito do terreno na edição histórica de 25 anos

Pela 15ª vez em 25 edições, o Rally dos Sertões terá largada em Goiânia. Este ano, os pilotos da casa, buscarão manter o resultado dos anos anteriores, sobretudo por estarem acostumados às adversidades do roteiro que inclui quatro cidades de Goiás. As equipes estão se deslocando até Goiânia, onde será dada a largada da maior prova off road do Brasil, que promete muitos desafios e ineditismo no percurso. Para Rafael Cassol / Lélio Vieira Carneiro Junior a expectativa e a ansiedade para o início da prova é grande.

Para a dupla bicampeão do Rally dos Sertões em 2015 (Production T2/Troller) e 2016 (Pró Brasil/Sherpa), o objetivo é terminar e buscar um lugar no pódio. “Acho que o fato de irmos em direção ao Mato Grosso e Mato Grosso do Sul traz alguns diferenciais interessantes como o tipo de terreno. Espero uma prova bem veloz e com bastante navegação. Vai ser uma experiência incrível estar com a MEM Motorsports, uma equipe que é referência em excelência e profissionalismo na prova, e fazermos parte deste projeto é um privilégio e espero contar com todos eles para buscarmos juntos o melhor resultado possível", disse o navegador Lélio Vieira Carneiro Junior, de Goiânia (GO) com 12 participações na prova.

O barulho dos motores, os últimos ajustes dos carros, os corações batem mais fortes. Tudo pronto. E a adrenalina toma conta das equipes que vão encarar a edição histórica de 25 anos do Rally dos Sertões. São 3.334 quilômetros de desafios, entre Goiânia (GO) e Bonito (MS). Pela primeira vez, o Estado de Mato Grosso do Sul vai estar no percurso de um dos maiores ralis do mundo. A cidade Bonito é um dos destinos de ecoturismo mais procurados do Brasil, e dessa vez recebe o encerramento do evento.

"Este ano será a primeira vez que corremos na Protótipo, então a grande questão será entender as diferenças, se existem e qual era o tamanho delas. A ideia é de andar no ritmo dos nossos adversários e, agora, com configuração de último nível e todas as melhorias implementadas, a intenção é entrar na briga para vencer a prova. Sem dúvida este é o objetivo de todos, mas não basta querer; há que se construir o caminho para que isso aconteça. Estamos pensando em tudo: preparo físico, preparação do carro, da equipe, em todos os detalhes. A concentração é grande", explica o piloto de Rio Verde (GO), que esteve em quatro edições do Sertões.

A prova começa dia 16, com a abertura da área de box no Autódromo de Goiânia e termina dia 26. São dez dias de pura emoção. O prólogo (tomada de tempo) será no dia 19. Quem é apaixonado por automobilismo reconhece a grandiosidade dessa prova, que exige mais que habilidade dos pilotos e navegadores. São indispensáveis entrega, dedicação e superação.

Quando os carros partirem, levantando uma cortina de poeira, o percurso vai separar os amadores dos profissionais porque o percurso deste ano promete ser “casca grossa”, ou seja, técnico, difícil e com uma navegação incrível.

Mas como o evento é grandioso, ele envolve mais que apaixonados por automobilismo, mais que o esporte, o Rally dos Sertões movimenta a economia das cidades por onde passa, pois são cerca de 250 pilotos, mais as suas equipes, o que significa uma média de duas mil pessoas, que impulsionam os comércios locais. Além disso, o evento se preocupa com as esferas social e ambiental. Um exemplo da atenção com o meio ambiente, é que além de ter uma equipe que recolhe todo o lixo gerado durante o rali, há também uma preservação do bioma. A prova é pensada de forma a não alterar a natureza.

A contrapartida social do evento é hoje a maior iniciativa social privada ligada ao esporte no Brasil, e envolve atendimentos médicos, distribuição de material educativo e realização de palestras instrutivas.

Rafael Cassol e Lélio Vieira Carneiro Júnior são patrocinados por Riocal, Fralle, Happy Serviços Financeiros e CBDI.

Mais informações da equipe:
Facebook e Instagram: 
facebook.com/ACL Rally

 Confira a programação do Rally dos Sertões – 25 anos


16/08/2017
Abertura Área de Box no Autódromo Internacional de Goiânia.

17/08/2017
Vistorias Administrativas e Técnicas no Autódromo Internacional de Goiânia.

18/08/2017
Vistorias Administrativas e Técnicas no Autódromo Internacional de Goiânia.

19/08/2017
Prólogo e Largada Promocional.

20/08/2017 - 1ª Etapa
Goiânia (GO) – Goianésia (GO)
Deslocamento Inicial – 240 km
Especial (trecho cronometrado) – 310 km
Deslocamento final – 152 km
Total do dia – 702 km

21/08/2017 - 2ª Etapa
Goianésia (GO) – Santa Terezinha de Goiás (GO)
Deslocamento Inicial – 116 km
Especial (trecho cronometrado) – 245 km
Deslocamento final – 0 km
Total do dia – 361 km

22/08/2017 - 3ª Etapa
Santa Terezinha de Goiás (GO) – Aruanã (GO)
Deslocamento Inicial – 0 km
Especial (trecho cronometrado) – 297 km
Deslocamento final – 8 km
Total do dia – 305 km

23/08/2017 - 4ª Etapa
Aruanã (GO) – Barra do Garças (MT)
Deslocamento Inicial – 104 km
Especial (trecho cronometrado) – 263 km
Deslocamento final – 96 km
Total do dia – 463 km

24/08/2017 - 5ª Etapa
Barra do Garças (MT) – Coxim (MS)
Deslocamento Inicial – 13 km
Especial (trecho cronometrado) – 430 km
Deslocamento final – 210 km
Total do dia – 653 km

25/08/2017 - 6ª Etapa
Coxim (MS) – Aquidauana (MS)
Deslocamento Inicial – 61 km
Especial (trecho cronometrado) – 194 km
Deslocamento final – 173 km
Total do dia – 428 km

26/08/2017 - 7ª e última etapa
Aquidauana (MS) – Bonito (MS)
Deslocamento Inicial – 120 km
Especial (trecho cronometrado) – 310 km
Deslocamento final – 2 km
Total do dia – 432 km
Percurso total do Rally dos Sertões – 3.344 km
Especiais (trechos cronometrados) – 2.049 km (61%)
Cerimônia de Premiação

 

O Rally dos Sertões terá Prólogo e Largada Promocional no dia 19 de agosto (Fotop/Divulgação)

O Rally dos Sertões terá Prólogo e Largada Promocional no dia 19 de agosto (Fotop/Divulgação)
Alta  | Web

Dupla de Goiás, Rafael Cassol e Lélio Vieira Carneiro Júnior (Fotop/Divulgação)

Dupla de Goiás, Rafael Cassol e Lélio Vieira Carneiro Júnior (Fotop/Divulgação)
Alta  | Web

Ansiedade – Rafael Cassol e Lélio Júnior durante a chegada do Sertões 2016 (Fotop/Divulgação)

Ansiedade – Rafael Cassol e Lélio Júnior durante a chegada do Sertões 2016 (Fotop/Divulgação)
Alta  | Web

 

RALICROSS EM ESPANHA

 

Javier Ramilo (Yacarcross) se consagra en la “Catedral”

 

Llevaba intentándolo varios años pero por unas u otras causas y a pesar de haber demostrado en suficientes ocasiones su rapidez, Javier Ramilo nunca había ganado en el circuito José Ramón Losada de Arteixo en el Campeonato de España de Autocross. Esa primera vez llegó este domingo, firmando un expediente inmaculado que comenzaba el sábado siendo segundo en los entrenamientos tras Iván Piña, para posteriormente adjudicarse las dos clasificatorias de esta jornada inicial y la del domingo, lo que le garantizaba partir en primera línea de la Final “A”. Y Ramilo, más conocido por “Kobas”, no falló, saliendo en cabeza desde que se apagó el semáforo y controlando la carrera en todo momento para adjudicarse su primera victoria en la categoría de Car Cross en el Nacional.

Aunque el fin de semana comenzó bien para Iván Piña, en la primera clasificatoría sufría un pinchazo, lo que hipotecaba ya su clasificación para la Final “A”, a la que tuvo que acceder desde la “B” para terminar sexto después de una magnífica remontada. Los Yacarcross copaban los dos primeros lugares del podio, pues Iván Ares finalizaba segundo volviendo a dar muestra del gran piloto que es, pues ganó dos de las tres clasificatorias. También estuvo brillante en las series previas José Novo, adjudicándose las tres, si bien en la Final “A” no pudo pasar de la octava plaza, a pesar de salir desde la primera línea. Otro de los Yacarcross que participaban en la manga definitiva era el de Sergio Bello, que terminaba en 13ª posición. Quien sí estuvo a punto de hacerlo fue Diego Concheiro, que en la última vuelta de la Final “B” cedía la tercera plaza que ocupaba al cometer un error y que le hubiera dado el pase a la “A”.

Una de las novedades de esta carrera estaba en la participación de Ángela Vilariño, que debutaba en la modalidad con un Yacarcross y que, aunque no logró pasar de las mangas clasificatorias, sí consideró interesante la experiencia en una disciplina totalmente desconocida para la campeona de Europa y de España de Montaña.

Está claro que la carrera de Arteixo no es habitualmente favorable a Perfecto Calviño desde que compite con el Ford Fiesta Proto en la División 1, pues tras haber realizado el segundo mejor tiempo en los entrenamientos y ganar las dos clasificatorias del sábado y ser segundo en la del domingo, una avería en la transmisión nada más arrancar en la Final le impedía luchar por la victoria en una categoría en la cual Sandra García (Peugeot 208 Proto), después de acabar tercera, era descalificada al realizar toda la manga con la pieza de fibra que protege los motores suelta. El burgalés Javier Benito, con otro Peugeot 208 Proto, finalizaba octavo tras un fin de semana con algunos problemas.

La tercera categoría con representación de Yacarcross era Car Cross Junior, para pilotos de 13 a 18 años, y donde el gran favorito, Óscar Palomo, no pudo confirmar su superioridad inicial tras ser el más rápido en los entrenamientos y ganar la primera clasificatoria con su Yacarcross. No obstante, en la segunda rompía el motor que era reparado durante la noche del sábado al domingo y, aún así, lograba remontar hasta la segunda plaza en la Final en un emocionante desenlace, al adelantar en la última vuelta a Josep Arqué, al que había ido acosando durante toda la carrera. Además, hay que reseñar la buena actuación de Jorge Roel, que finalizaba séptimo con otro Yacarcross.

 

Clasificaciones: http://www.wrcmanagement.es/cronometratges.html

---------------------------------------------------------------------------------

 a224 Copya225 Copya226 Copya227 Copy

 

O "SALTO" DE CARLOS FAVA

O SALTO DE CARLOS FAVA

 

Incrivel esta foto que ilustra o "salto" da autoria do Volkswagen 1303 de Carlos Fava numa prova de indole local, disputada na zona da Covilhã.A verdade é que o piloto mostrou como se faz um salto com um Carocha, mas como tudo na vida há custos.E esses custos manifestaram-se uma semana mais tarde na Rampa de Murça, uma prova a contar para o Campeonato Nacional de MOntanha, onde se debateu com uam serie de problemas mecânicos, que o impediram de alinar nas subidas de prova de domingo.20246523 1612597435426690_4135375080547098329_n_Copy

 

CONCENTRAÇÃO FORD NA TROFA

CONCENTRÇÃO FORD NA TROFA

 

Foi na semana passada que uma vez mais a Ford fez uma concentração de carros da marca da oval, no concessionário loc al, que contou com a presença do Ford EScort de Paulo Alves e do imponente Ford Sierra RS 500 Cosworth de João Novo, traduzindo-se num sucesso completo.20228874 1417575411611081_2154368336352785325_n_Copy20228936 1417575348277754_3308958041331326306_n_Copy

 

PASCOAL NOS AÇORES

 

Vítor Pascoal no Rallye de Santa Maria!
É já esta semana que irá prosseguir o Campeonato de Ralis dos Açores com a edição de 2017 do Rallye de Santa Maria Além Mar, prova da responsabilidade do Clube Asas do Atlântico.
A prova em piso de asfalto irá contar com a presença da Baião Rally Team que irá assim levar o seu Porsche 997 Gt3 até ao arquipélago do Açores, mais propriamente até Santa Maria.
Vítor Pascoal e Pedro Alves tem as suas ambições desportivas do presente ano no Campeonato Nacional de Ralis Gt onde são os actuais líderes, mas aproveitaram o pequeno ‘intervalo’ até à sua próxima ronda pontuável do mesmo para estar à partida do carismático rali açoriano.
Em termos de ambições desportivas, a equipa parte sem pressões quanto a resultados, centrando-se essencialmente em dar um bom espectáculo com o Porsche para todo o público e levar a imagem da equipa e dos seus parceiros no projecto a mais um ‘palco’ de forte aposta turística!
Como refere Vítor Pascoal, “vamos estar à partida do Rallye de Santa Maria para aproveitar esta carismática prova açoriana e promover ainda mais a imagem da nossa equipa, de Baião e de todos os parceiros que estão connosco neste projecto, pois trata-se de um ‘destino’ turístico forte essencialmente nesta altura.
Vamos sem pressões quanto a resultados, vamos desfrutar do rali, dar um bom espectáculo para o muito público que acompanha a prova e logicamente acumular mais alguns quilómetros e experiência com o Porsche, o que é sempre o mais valia para o futuro!”
O rali vai para a estrada sexta feira, dia 11 com as especiais de Vila/Santana e Além Mar. No sábado é a vez das especiais de Aeroporto/Avenida, Malbusca/Arrebentão, Picos/Forno, Santa Bárbara/Monteiro e Picos/Monteiro totalizando 190 kms de percurso total de prova, dos quais 79,26 disputados em contra relógio!a220 Copya221 Copya222 Copya223 Copy

 

TT NO BRASIL

 

Marcelo Medeiros chega à Goiânia nesta terça-feira para a disputa do Rally dos Sertões


Equipe Taguatur do Maranhão, caiu na estrada no último domingo rumo capital de Goiás, local de largada da prova

A Taguatur Racing, equipe de rali do Maranhão, está com tudo pronto para a disputa do Rally dos Sertões 2017, que começa nesta quarta-feira, dia 16 de agosto. O time liderado pelo piloto Marcelo Medeiros pegou a estrada no domingo rumo à Goiânia-GO, local de largada da competição. A Taguatur Racing fez uma parada para pernoite em Brasília (DF) e chega à Goiânia nesta terça-feira (15), depois de deixar a sede da equipe em São Luís (MA) e percorrer os primeiros 2000 quilômetros para a disputa. Nesta quarta (16) a sexta (18), acontecem as vistorias técnicas e administrativas.

O Autódromo Internacional de Goiânia abriga a edição comemorativa de 25 anos da prova. As equipes estarão alocadas com seus boxes e participam das atividades até a largada da primeira etapa no próximo domingo (20).

Marcelo Medeiros comandará o quadriciclo Yamaha Raptor 700 nos sete dias de disputas nos dias 20 a 26 de agosto, com um roteiro traçado entre Goiânia (GO) e Bonito (MS) em 3.344 quilômetros a serem percorridos, serão 2.049 de especiais.

São sete dias de prova, então, equivale a sete etapas de provas diferentes. “Temos que estar totalmente preparados, com tudo o que vamos usar durante estes sete dias dentro do caminhão e mais os quatro dias pré largada. Temos que estar programados para atender todas as necessidades da equipe” - disse Medeiros.

“A ansiedade é grande para começar na largada propriamente dita no domingo. Nos primeiros dias teremos credenciamento da equipe, o quadriciclo passará por vistoria realizada pela CBM-Confederação Brasileiro de Motociclismo, teremos briefing para as equipes e para os pilotos, além da tomada de tempos (prólogo) e abertura oficial do evento com a Largada Promocional no sábado", destaca o piloto, 28 anos, que começou a correr aos 11 anos de idade, pilotando um kart e sempre incentivado pela família.

Com vários títulos no currículo como kartista, Medeiros sempre sonhou com o Rally dos Sertões, mas precisou esperar até completar 18 anos para poder entrar na prova. Agora, soma na carreira os títulos de campeão da categoria em 2012, 2015 e vice em 2013 e esta será a sua oitava participação no maior rali do país e segundo maior do mundo.

Marcelo Medeiros conta com patrocínio da CEMAR, através da Lei Estadual de Incentivo ao Esporte, no Rally dos Sertões. O apoio é da Taguatur Fiat, Agência Oito e Mardisa Mercedes.                       

Confira a programação do Rally dos Sertões – 25 anos

16/08/2017

Abertura Área de Box no Autódromo Internacional de Goiânia.

Endereço: Rodovia Go-02, s/n - Parque Lozandes, Goiânia - GO, 74775-013.

17/08/2017

Vistorias Administrativas e Técnicas no Autódromo Internacional de Goiânia.

18/08/2017

Vistorias Administrativas e Técnicas no Autódromo Internacional de Goiânia.

19/08/2017

Prólogo e Largada Promocional.

20/08/2017 - 1ª Etapa

Goiânia (GO) – Goianésia (GO)

Deslocamento Inicial – 240 km

Especial (trecho cronometrado) – 310 km

Deslocamento final – 152 km

Total do dia – 702 km

21/08/2017 - 2ª Etapa

Goianésia (GO) – Santa Terezinha de Goiás (GO)

Deslocamento Inicial – 116 km

Especial (trecho cronometrado) – 245 km

Deslocamento final – 0 km

Total do dia – 361 km

22/08/2017 - 3ª Etapa

Santa Terezinha de Goiás (GO) – Aruanã (GO)

Deslocamento Inicial – 0 km

Especial (trecho cronometrado) – 297 km

Deslocamento final – 8 km

Total do dia – 305 km

 

23/08/2017 - 4ª Etapa

Aruanã (GO) – Barra do Garças (MT)

Deslocamento Inicial – 104 km

Especial (trecho cronometrado) – 263 km

Deslocamento final – 96 km

Total do dia – 463 km

24/08/2017 - 5ª Etapa

Barra do Garças (MT) – Coxim (MS)

Deslocamento Inicial – 13 km

Especial (trecho cronometrado) – 430 km

Deslocamento final – 210 km

Total do dia – 653 km

25/08/2017 - 6ª Etapa

Coxim (MS) – Aquidauana (MS)

Deslocamento Inicial – 61 km

Especial (trecho cronometrado) – 194 km

Deslocamento final – 173 km

Total do dia – 428 km

26/08/2017 - 7ª e última etapa

Aquidauana (MS) – Bonito (MS)

Deslocamento Inicial – 120 km

Especial (trecho cronometrado) – 310 km

Deslocamento final – 2 km

Total do dia – 432 km

Percurso total do Rally dos Sertões – 3.344 km

Especiais (trechos cronometrados) – 2.049 km (61%)

Cerimônia de Premiação

 

Divulgação
Clique na imagem para fazer o Donwload...
O Rally dos Sertões acontece de 19 a 26 de agosto
Alta | Web
Divulgação
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Piloto Marcelo Medeiros
Alta | Web
   

 

ISTO É QUE SÃO CORRIDAS DE AUTOMÓVEIS

ISTO É QUE SÃO CORRIDAS DE AUTOMÓVEIS

 

NOS ESTADOS UNIDOS

 

  1. No passado sábado à noite em Bristol. É melhor que ir para os copos à meia-noite.

 

RALICROSS EM ESPANHA

 

Llega la gran cita de la temporada en la que todos desean ganar

 

Este fin de semana se celebra en el circuito José Ramón Losada de Morás, en el municipo coruñés de Arteixo, la carrera más aguardada de toda la temporada, que además será la sexta del calendario del Campeonato de España de Autocross. Perfecto Calviño (Ford Fiesta Proto) es el líder provisional en la División 1, teniendo muchas posibilidades de volver a conseguir un nuevo título nacional a falta de tres carreras. También en Car Cross hay grandes opciones de obtener un buen resultado para los Yacarcross, que con 18 unidades copan casi un tercio de los inscritos en esta categoría y donde Iván Piña, como segundo clasificado provisional, atraviesa un gran momento de forma tras vencer en las dos últimas citas de Mollerussa y Carballo, además de hacerlo hace dos semanas en el circuito italiano de Ravena, adonde acudía junto a Javier Ramilo, que finalizaba segundo y Darío Calviño.

Extraordinariamente reñida y disputada va a estar la primera plaza de Car Cross, donde además de los citados Piña o Ramilo, podremos ver con los Yacarcross a Iván Ares, Antón Muiños o la piloto vasca Ángela Vilariño, que debutará en la modalidad pero que ya ha sido campeona de Europa y de España en la especialidad de la Montaña. Es esta una carrera que nadie se quiere perder y fruto de ello es que siempre se suele llegar al límite de 60 participantes impuesto por la organización. Previamente a la gran final del domingo, los participantes deberán afrontar tres mangas clasificatorias, saliendo de la suma de los puestos obtenidos los clasificados para la misma. Las dos primeras se disputarán en la tarde del sábado a partir de las 16:00 horas -los entrenamientos serán por la mañana desde las 13:00-, mientras que la tercera se llevará a cabo el domingo (9:00 horas) para posteriormente realizar las finales “C”, “B” y “A”.

En lo que respecta a los Turismos de División 1, Perfecto Calviño intentará incrementar la diferencia sobre sus rivales en un trazado donde ya vencía en 2014 con el mismo Ford Fiesta Proto que empleará en esta ocasión, aunque esta es una prueba que tradicionalmente no se le ha dado nada bien cuando compite en dicha categoría, por lo que será una oportunidad perfecta para invertir la tendencia. Además, también contaremos en la misma con la presencia de los Peugeot 208 Proto del burgalés Javier Benito y la coruñesa Sandra García, ambos realizados en la factoría de Ya-Car Racing en Culleredo.

Por último, entre los Car Cross Junior, donde compiten pilotos con edades comprendidas entre 12 y 18 años con mecánicas limitadas, aunque con los mismos chasis que los Car Cross convencionales, el madrileño Óscar Palomo, vigente campeón de España de la categoría, espera conseguir la que podría ser su tercera victoria consecutiva tras haber ganado en las dos ediciones anteriores en el trazado coruñés, aguardando también resarcirse de su ausencia en Carballo, la prueba que precedía a Arteixo en el calendario, en la cual no pudo estar al coincidirle con una carrera de karting en Aragón. El otro participante inscrito con un Yacarcross es Jorge Roel, que en Carballo lograba su primer podio en el Nacional de Autocross.

 

Lista de inscritos oficial: http://www.autocrossarteixo.com/wp-content/uploads/2017/06/lista-arteixo-aprobada-DEFINITIVA.pdf

Página web oficial XXII Autocross de Arteixo: http://www.autocrossarteixo.com/evento/xxii-campeonato-de-espana/

a302 Copya303 Copya304 Copy

 

CAMPEONATO MUNDO DE RALIS

Rali da Alemanha (17-20 agosto 2017) – Apresentação

 OS CITROËN C3 WRC REGRESSAM AO ASFALTO  
 
Após cinco provas em terra, o WRC regressa ao alcatrão para a décima ronda da temporada. A Citroën Total Abu Dhabi WRT alinha no Rali da Alemanha ADAC com três C3 WRC para as duplas  Kris Meeke / Paul Nagle, Craig Breen / Scott Martin e Andreas Mikkeelsen / Anders Jaeger.
 
 
 
 
 
UM RALI MUITO ESPECIAL PARA A CITROËN RACING

Desde 2002, e com a sua inclusão no calendário do Campeonato do Mundo FIA, o Rali da Alemanha ADAC tornou-se num dos pontos altos da temporada. A história da prova está intimamente ligada à da Citroën, que se pode gabar de 12 vitórias consecutivas na Alemanha – incluindo 11 em WRC – graças aos talentos de Philippe Bugalski, Sébastien Loeb, Sébastien Ogier e Dani Sordo. Com efeito,  a Citroën tem mais sucessos neste evento do que qualquer outra.
É habitual dizer-se que “a Alemanha” é formada por três ralis num só rali. É indicutível que as várias especiais são todas bastante diferentes, o que torna as coisas complicadas em termos de set-up e afinações dos carros, gestão de pneus e estilo de condução.  Além disso, há que contar com a meteorologia que, muitas vezes, dificulta as condições.
Este ano, o rali começa ao final da tarde de quinta-feira com um prólogo citadino cronometrado em Saarbrücken, a capital do Sarre. Na sexta-feira, os concorrentes percorrem as zonas de vinhas ao longo do rio Mosel, cumprindo as agora clássicas Especias de Mittelmosel e Grafschaft, mais três passagens pela nova Super Especial de Wadern-Weiskirchen. No dia seguinte, as equipas dirigem-se para a base militar de Baumholder cuja pista em cimento é ladeada por hinkelsteins, ou seja, bermas com enormes pedras anti-tanque. Ali, as Especiais de Panzerplatte irão, certamente, dilatar os tempos entre os concorrentes. No domingo, assistir-se-à um novo formato para a Etapa final, com uma Especial em Losheim am See e regresso a St. Wandeler Land para o final do rali.
Existem diversas novidades no programa, nomeadamente a mudança de local do parque de assistência do rali, agora localizado junto ao rio em Bostalsee em vez de Trier.
 
OBJETIVOS: PROGREDIR COM BASE NO TRABALHO FEITO NOS TESTES

Com estradas rápidas recheadas de ganchos na sexta-feira, pistas militares no sábado e amplas estradas rurais no domingo, o Rali da Alemanha ADAC oferece três tipos de piso bem diferentes, exigindo um aturado trabalho de preparação por parte das equipas de engenheiros e dos pilotos.
Nesse sentido, a Citroën Racing realizou sete dias de testes com o C3 WRC em ritmo de preparação para a prova. Kris Meeke, Craig Breen e Andreas Mikkelsen trabalhar por turnos de forma a reuniar a máxima informação possível e decidir quais as melhores afinações em função da meteorologia. No último dia de testes, Sébastien Loeb completou a sua primeira sessão de testes ao volante do Citroën. Todos estes dados serão extremamente valiosos no decorrer do rali, mas a equipa terá sempre de estar atenta à meteorologia.
Esta é a segunda prova da temporada totalmente em asfalto, e as equipas da Citroën Total Abu Dhabi WRT têm alguns trunfos na manga. Kris Meeke e Paul Nagle, que comandaram o Rali da Córsega até serem afastados devido a problemas de mecânicos, vão querer acertar as contas. Quanto a Andreas Mikkelsen e Andres Jaeger, basta recordar que, em 2016, a dupla tinha os melhores tempos no final da primeira Especial do Rali da Alemanha e apostam tudo numa participação de relevo nesta sua primeira prova em alcatrão com o C3 WRC.
 
 
 
Embora com uma experiência algo limitada neste tipo de piso, Craig Breen e Scott Martin vão, mais uma vez, apostar tud para um lugar entre os cinco primeiros, um resultado que já obtiveram por cinco vezes e que os coloca na sétima posição da classificção do Campeonato do Mundo. O RALI DA ALEMANHA 2017 EM NÚMEROS  { 21 Especiais, totalizando 309,17 km cronometrados { 36 pneus Michelin Pilot Sport por piloto para o rali, a escolher entre 32 de composto mais duro (H5), 24 de composto mais mole (S5) e 8 para piso molhado (FW3) { 2.300 km percorridos em sete dias de testes, o equivalente a meia temporada de WRC! { 12 vitórias consecutivas para a Citroën na Alemanha: 1 para Bugalski (2001, fora do WRC), 9 para Loeb (2002 a 2010 e 2012), 1 para Ogier (2011) e 1 para  Sordo( 2013)
 
O QUE ELES DISSERAM…

YVES MATTON, DIRETOR DA CITROËN RACING: “Para preparmos este rali, realizámos uma das mais intensas sessões de testes na história da Citroën Racing. Nos primeiros seis dias, os pilotos convocados andaram nos três tipos de piso que vão encontrar ao longo da prova. Todos ficaram satisfeitos com o trabalho feito. Depois foi a vez de Sésbatien Loeb e Daniel Elena realizarem um dia de trabalho extra. A chuva que caiu durante a manhã não foi o ideal, mas ajudou-nos a reunir informação preciosa acerca da condução nestas condições específicas. Com o piso seco, as impressões do Seb foram iguais às do Kris, do Craig e do Andreas e comparámos os diferentes tipos de ‘feedback’ técnico. Tudo parece estar em consistência com os dados recolhidos após a Volta à Córsega, onde ficou bem claro o elevado nível competirtivo dos C3 WRC no alcatrão. Tal como já aconteceu por diversas vezes nesta temporada, a prova cerá certamente muito disputada. Temos como objetivo estar nos lugares da frente mas é difícil fazer quaisquer tipo de previsões, especialmente porque a meteorologia pode influenciar significativamente o desenrolar da prova.”
 
KRIS MEEKE: "Na Volta à Córsega vimos bem o potencial dos C3 WRC no alcatrão. A Alemanha é um caso diferente, mas estou com  o mesmo bom ‘feeling’ que senti nos testes. Experimentei o carro em pisos e condições meteorológicas  diferentes. A abordagem a este rali é muito difícil porque existem três diferentes tipos de piso e o tempo raramente se mantém igual do princípio ao fim. Gosto imenso de conduzir ao longo das vinhas: à velocidade máxima em estradas muito apertadas e sinuosas, temos de ser extremamente precisos na direção. Mas se queremos obter um bom lugar final, temos mesmo de andar a fundo do primeiro ao último quilómetro.” Nº de participações na prova: 6; Melhor resultado: 12º lugar (2015)
 
CRAIG BREEN: "Só participei duas vezes neste rali e esta será a minha estreia ao volante de um carro do WRC. A minha experiência é limitada mas estou extremamente motivado porque adoro ralis em alcatrão. Com um resultado satisfatório na Córsega e uma boa sessão de testes antes da Alemanha, vou tentar manter este pensamento positivo. Quanto às Especiais, mas estou ansioso por conduzir ao longo das vinhas de Mosel. Entre curvas e ganchos, temos de perceber as mudanças de aderência e encontrar o ritmos. Estou também empolgado com a Etapa de domingo, que é uma novidade para todos." Nº de participações na prova: 2; Melhor resultado: 18º lugar (2015)
 
 
 

 
 
ANDREAS MIKKELSEN: "O meu rali preferido é a Catalunha, mas gosto muito do percurso do Rali da Alemanha. Estou encantado por competir ao volante do C3 WRC e acho que identificámos as afinações certas para os diferentes tipos de terreno. Pela primeira vez na minha carreira, pude testar en Baumholder, o que me ajudou a saber mais sobre gestão dos pneus e travagem. Tal como todo os outros, tenho a certeza de que as condições meteorológicas vão ter uma influência significativa na prova. Se estiver seco na sexta-feira e se me sentor à vontade com carro, acho que posso apontar para aum lugar no pódio." Nº de participações na prova:6; Melhor resultado: - 3º (2014 e 2015) condições meteorológicas 
 
 
QUESTÃO TOTAL: QUAIS SÃO AS ESPECIFICAÇÕES DO FLUIDO DA DIREÇÃO ASSISTIDA UTILIZADO NOS C3 WRC?
Um bom fluido de direção assistida é vital ao sair de uma curva para outra nas especiais em alcatrão do Rali da Alemanha. Nas últimas temporadas, a Citroën racing tem utilizado o fluido hidráulico sintético Total Fluide LDS. A competição é o melhor banco de ensaios para este tipo de produtos, que é também utilizado em modelos Citroën equipados com os sistemas de suspensão HYDRActive 3. Tal como o fluido de travões, o fator chave deste produto é ser incompressível. Além disso, a sua fórmula química sintética determina que é repelente da água, sendo, por isso, muito estável em termos térmicos. Os pilotos dos C3 WRC que usam este produto sabem que podem contar com uma direção precisa em todas as circustâncias.
 
 
 
 
 
VISITE ABU DHABI: QSAR AL HOSN O edifício mais antigo do Dubai remonta a cerca de 1760. Originalmente, era uma torre de vigia construída de coral e pedra com um revestimento feito de conchas esmagadas. Os reflexos das conchas faziam com que a torre brilhasse ao sol, tornando-se num ponto de referência vital para os marinheiros. Mais tarde, a Qsar al Horn foi transformada numa fortificação considerada impenetrável. Posteriormente, foi transformada num palácio que se tornou nos aposentos da família dominante dos emirados. Atualmente, é um museu que retrata a história do Abu Dhabi e acolhe um repositório de coleções relativas ao Golfo.
 
 
 
 
5
O PROGRAMA DO RALI DA ALEMANHA Nota: horas locais, +1 hora do que em Portugal
 
QUINTA-FEIRA, 17 AGOSTO 08h00: Shakedown – Eiweiler (5,12 km) 18h58: Partida (Saarbrücken) 19h08: ES1 – Super Especial de Saarbrücken (2,05 km) 20h23: Parque Fechado (Bostalsee)
 
SEXTA-FEIRA, 18 AGOSTO 08h30: Assistência A (Bostalsee – 15’) 09h23: ES2 – Super Especial WadernWeiskirchen 1 (9,27 km) 10h46: ES3 – Mittelmosel 1 (22,00 km) 11h31: ES4 – Grafschaft 1 (18,35 km) 13h09: ES5 – Super Especial WadernWeiskirchen 2 (9,27 km)
14h29: Assistência B (Bostalsee – 30’)   16h17: ES6 – Mittelmosel 2 (22,00 km) 17h02: ES7 – Grafschaft 2 (18,35 km) 18h40: Super Especial Wadern-Weiskirchen 3 (9,27 km) 19h40: Assistência C (Bostalsee – Flexi 48’)
 
SÁBADO, 19 AGOSTO 08h00: Assistência D (Bostalsee – 15’) 09h11: ES9 – Super Especial Arena Panzerplatte 1 (2,87 km) 09h31: ES10 – Panzerplatte 1 (41,97 km) 10h29: Zona de mudança de pneus (Birkenfield– 10’) 11h10: ES11 – Freisen 1 (14,78 km) 12h08: ES17 – Römerstrasse 1 (12,28 km) 13h50: Assistência E (Bostalsee – 30’) 15h16: ES13 – Super Especial Arena Panzerplatte 2 (2,87 km)
15h29: ES14 – Super Especial Arena Panzerplatte 3 (2,87 km) 15h49: ES15 – Panzerplatte 2 (41,97 km) 16h47: Zona de mudança de pneus (Birkenfield – 10’) 17h28: ES16 - Freisen 2 (14,78 km) 18h26: ES17 – Römerstrasse 2 (12,28 km) 19h27: 19h40: Assistência F (Bostalsee – Flexi 48’)
 
 
 
DOMINGO, 20 AGOSTO 06h25: Assistência G (Bostalsee – 15’) 07h25: ES18 – Losheim am See 1 (13,02 km) 08h46: ES19 – St. Wendeler Land 1 (12,95 km) 10h28: ES20 – Losheim am See 2 (13,02 km)
12h18: St. Wendeler Land 2 (12,95 km) 12h38: Final 13h00: Pódio
 
 
 
 
 
 
 

FLASHBACK: O RALI DA ALEMANHA 2005
Ao longo das estradas do Rali da Alemanha 2005, o francês era a língua que se falava em todo lado, incluindo o sotaque da Alsácia dos fãs de Sébastien Loeb e a típica pronúncia nazalada da Valónia dos apoiantes de François Duval! Logo desde a ES1, os pilotos dos Xsara WRC  impuseram-se a toda a concorrência ocupando os dois primeitos lugares. Duval passou para o comando após a ES3, mas Loeb respondeu de imediato. O belga manteve a pressão, mas isso não bastou para se impor a “Loeb Meister”, que chegou a Trier como vencedor pela quarta vez consecutiva. Duval terminou com +37,4 segundos que o seu colega de equipa e conquistou o seu primeiro pódio com a Citroën. 
 

 

TT NO BRASIL

 

Geison Belmont está a caminho de Goiânia para o Rally dos Sertões 25 anos

A Can-Am Renegade da Meikon Rally Team está pronta para a largada da mais longa prova de rali do país, em 20 de agosto, para sete dias de disputas

Faltam poucos dias da largada para a edição histórica da mais longa prova de rali do país, a Can-Am Renegade 1000cc, número #101, do Geison Belmont já está a caminho de Goiânia. O conjunto parte para os 3.344 quilômetros de trilhas, entre a capital de Goiás e a cidade de Bonito (MS), do 25º Rally dos Sertões, neste sábado, dia 20 de agosto. De 16 a 19 de agosto no Autódromo de Goiânia acontecem a programação de abertura do evento, prólogo (tomada de tempos) e largada promocional.

De acordo com o piloto do quadriciclo, que conquistou o terceiro lugar da categoria em 2015, o equipamento está pronto para a disputa. “O quadriciclo vem correspondendo bem às expectativas. Fizemos a estreia do motor, durante a última etapa do Rally SC, e os testes, revisões e o esforço pré prova valeram a pena. Estamos bem focados, pois treinamos bastante, incansáveis vezes, com o intuito de eliminarmos qualquer possibilidade de falhas e manter um ritmo competitivo até o final da competição”, revela Geison Belmont.

Tanto o niteroiense, quanto a equipe da Meikon Rally Team estão atenta aos detalhes. “A suspensão foi bem ajustada e testada para conseguirmos uma melhor performance nos diversos pisos que enfrentaremos. Já os freios não necessitam de grandes mudanças, pois já vêm de fábrica bem otimizados. Quanto aos pneus, testamos um modelo com bastante aderência, que ficou melhor adaptado ao nosso conjunto. O tanque de combustível esse ano será um pouco maior que o do ano passado. Isso nos dará um pouco mais de segurança nos trechos maiores e nos pisos onde o motor é mais exigido”, detalha Geison.

Sobre o percurso inédito do 25º Rally dos Sertões, o piloto guarda uma expectativa positiva. “Achei um roteiro muito bacana, pois conheço bem a região pelas expedições que já fiz por lá. É uma região de muitas belezas naturais e uma diversidade na fauna e na flora encantadoras”, comenta Geison, que entre os trechos deste ano, já passou por Santa Terezinha de Goiás (GO), Barra do Garça, Aquidauana e Bonito, no Mato Grosso.

Geison Belmont e a Meikon Rally Team são patrocinados por Meikon Metalúrgica, e têm apoio de Quadrijet, Casarini, Motobiu, Race Tech e Arisun.

Confira a programação do Rally dos Sertões – 25 anos

16/08/2017

Abertura Área de Box no Autódromo Internacional de Goiânia.

17/08/2017

Vistorias Administrativas e Técnicas no Autódromo Internacional de Goiânia.

18/08/2017

Vistorias Administrativas e Técnicas no Autódromo Internacional de Goiânia.

19/08/2017

Prólogo e Largada Promocional.

20/08/2017 - 1ª Etapa

Goiânia (GO) – Goianésia (GO)

Deslocamento Inicial – 240 km

Especial (trecho cronometrado) – 310 km

Deslocamento final – 152 km

Total do dia – 702 km

21/08/2017 - 2ª Etapa

Goianésia (GO) – Santa Terezinha de Goiás (GO)

Deslocamento Inicial – 116 km

Especial (trecho cronometrado) – 245 km

Deslocamento final – 0 km

Total do dia – 361 km

22/08/2017 - 3ª Etapa

Santa Terezinha de Goiás (GO) – Aruanã (GO)

Deslocamento Inicial – 0 km

Especial (trecho cronometrado) – 297 km

Deslocamento final – 8 km

Total do dia – 305 km

23/08/2017 - 4ª Etapa

Aruanã (GO) – Barra do Garças (MT)

Deslocamento Inicial – 104 km

Especial (trecho cronometrado) – 263 km

Deslocamento final – 96 km

Total do dia – 463 km

24/08/2017 - 5ª Etapa

Barra do Garças (MT) – Coxim (MS)

Deslocamento Inicial – 13 km

Especial (trecho cronometrado) – 430 km

Deslocamento final – 210 km

Total do dia – 653 km

25/08/2017 - 6ª Etapa

Coxim (MS) – Aquidauana (MS)

Deslocamento Inicial – 61 km

Especial (trecho cronometrado) – 194 km

Deslocamento final – 173 km

Total do dia – 428 km

26/08/2017 - 7ª e última etapa

Aquidauana (MS) – Bonito (MS)

Deslocamento Inicial – 120 km

Especial (trecho cronometrado) – 310 km

Deslocamento final – 2 km

Total do dia – 432 km

Percurso total do Rally dos Sertões – 3.344 km

Especiais (trechos cronometrados) – 2.049 km (61%)

Cerimônia de Premiação

 

Geison Belmont é o representante no Rally dos Sertões nos quadriciclos (Gustavo Epifanio/DFotos)

Geison Belmont é o representante no Rally dos Sertões nos quadriciclos (Gustavo Epifanio/DFotos)
Alta  | Web

A programação do Rally dos Sertões 2017 começa no dia 17 em Goiânia (GO) (Gustavo Epifanio/DFotos)

A programação do Rally dos Sertões 2017 começa no dia 17 em Goiânia (GO) (Gustavo Epifanio/DFotos)
Alta  | Web

O prólogo que define a ordem de largada será no dia 19 no autódromo de Goiânia (Gustavo Epifanio/DFotos)

O prólogo que define a ordem de largada será no dia 19 no autódromo de Goiânia (Gustavo Epifanio/DFotos)
Alta  | Web

 

GALERIA DE IMAGENS - RALI VINHO MADEIRA

GALERIA DE IMAGENS

 

RALI VINHO DA MADEIRA

 

E A VITÓRIA FICOU EM "CASA" COM ALEXANDRE CAMACHO/PEDRO CALADO

 

A dupla de pilotos madeirenses, Alexandre Camacho/Pedro Calado foam os brinhates vencedores da edição deste ano do Rali Vinho da Madeira, tendo atrás de si o Piloto italianao G.Basso, seguido pelo piloto portugues João Silva/Rui Rodrigues.

v1 Copyv2 Copy

Fotos de António Silva - Zoomotorsport - www.velocidadeonline.comv3 Copyv4 Copyv5 Copyv6 Copyv7 Copyv8 Copyv10 Copyv11 Copyv12 Copyv13 Copyv14 Copyv15 Copyv16 Copyv17 Copyv18 Copyv19 Copyv20 Copyv21 Copyv22 Copyv23 Copyv24 Copyv25 Copyv26 Copyv27 Copyv28 Copyv29 Copyv30 Copyv31 Copyv32 Copyv33 Copyv34 Copyv35 Copyv36 Copyv37 Copyv38 Copyv39 Copyv40 Copyv41 Copyv42 Copyv43 Copyv44 Copyv45 Copyv46 Copyv47 Copyv48 Copyv49 Copyv50 Copyv51 Copyv52 Copyv53 Copyv54 Copyv55 Copyv56 Copyv57 Copyv58 Copy

 

GALERIA DE IMAGENS - TCR

GALERIA DE IMAGENS

 

TCR EM IMAGENS

 

Mais uma série de novidades fotograficas dos TCRTCR1 Copytcr2 Copytcr3 Copytcr4 Copytcr5 Copytcr6 Copytcr7 Copy

 

CAMPEONATO DO MUNDO DE RALIS 2017

Rali da Alemanha marca o regresso a casa para a Hyundai Motorsport  
  
• A Hyundai Motorsport terá como objetivo alcançar a vitória no Rali da Alemanha, numa altura em que o Campeonato do Mundo de Ralis FIA (WRC) retorna ao asfalto para ver disputado o décimo de 13 eventos, esta temporada; • Thierry Neuville lidera o Campeonato de Pilotos, após nove ralis, igualando com 160 pontos Sébastien Ogier, no rali onde em 2014, ganhou a sua primeira etapa WRC; • Situado em Bostalsee, a cerca de duas horas da base da equipa em Alzenau, o Rali da Alemanha é um evento especial para a Hyundai Motorsport.   
 
A Hyundai Motorsport está concentrada em alcançar a vitória no Rali da Alemanha, numa altura em que o WRC retorna ao asfalto pela primeira vez após o Rali de Córsega realizado em abril, no qual a equipa alcançou a primeira das três vitórias que regista, até ao momento, na temporada de 2017.
O Rali da Alemanha é o décimo evento do Campeonato do Mundo de Ralis FIA (WRC) 2017, sendo um rali especial para a Hyundai Motorsport, cuja base em Alzenau se situa a pouco mais de duas horas do service park.   Assumindo a liderança
Após a sua primeira vitória no WRC de 2014 a equipa sempre se apresentou forte no Rali da Alemanha. Tanto Thierry Neuville como Dani Sordo contam já com dois pódios neste rali, onde em 2014 terminaram em primeiro e segundo lugar, respetivamente. No ano passado quem liderou foi Dani Sordo, com as duas duplas a terminarem no pódio, com o segundo e terceiro lugar. 
A edição de 2017 terá uma importância extra para a Hyundai Motorsport com Neuville a liderar o Campeonato com 160 pontos, os mesmos que o atual campeão Sébastien Ogier. As três duplas, Neuville e Nicolas Gilsoul, Sordo e Marc Martí, assim como Hayden Paddon e Seb Marschall, tentarão recuperar de um difícil Rali da Finlândia e reafirmar as credenciais da equipa.
O regresso do asfalto
O Rali da Alemanha juntou-se ao WRC em 2002, após fazer parte do Campeonato Europeu desde 1982. Embora existam novos elementos no evento deste ano, o rali mantém a sua combinação única de etapas em asfalto: desde as etapas irregulares nas vinhas do Mosel até aos terrenos militares de Baumholder, incluindo as temidas rochas de Hinkelstein e as estradas rurais.
O service park mudou-se de Trier para Bostalsee, com o início e abertura da cerimónia da etapa especial de quinta-feira a ser realizada em Saarbrücken. Com um percurso de 309,17 km, o Rali da Alemanha é um dos ralis mais curtos do calendário. No entanto, detendo 21 etapas são muitos os desafios que se colocam às duplas.
Para se prepararem para o rali, todas as duplas testaram o Hyundai i20 Coupé WRC no asfalto com as configurações do carro a variarem significativamente quando comparadas com aquelas que foram utilizadas nos recentes ralis de terra. Após dois dias a percorrer Baumholder no mês de julho seguiram-se quatro dias nas vinhas no início de agosto.
 
 

 
O diretor da equipa, Michel Nandan comentou: “O Rali da Alemanha é um dos destaques da temporada para a Hyundai Motorsport. É o nosso evento, e uma oportunidade para levarmos a emoção do WRC a todos aqueles que trabalham arduamente na base em Alzenau. Estamos a voltar ao asfalto após uma longa série, mas no geral positiva, de ralis em terra. Tivemos um fim de semana difícil na Finlândia, mas estamos determinados a voltar ao nosso melhor na Alemanha, onde obtivemos a nossa primeira vitória em 2014 e um duplo pódio no ano passado. Não estamos a assumir que seremos capazes de repetir essa performance – especialmente com a competição no campeonato deste ano - mas esse é certamente o nosso objetivo. Com Therry a liderar o campeonato, estamos todos motivados para alcançar um bom resultado combinado de equipa.” 
Notas da dupla: Paddon/Marshall (#4 Hyundai i20 Coupé WRC)
O Rali da Alemanha será o primeiro evento em asfalto para Paddon e Marshall enquanto dupla. A dupla demonstrou o seu potencial em terra com um pódio na Polónia e, nesse sentido, tentarão adaptar-se rapidamente ao asfalto alemão no próximo fim-de-semana.
Paddon afirmou: “O Rali da Alemanha é um rali único, quase como que se três eventos fossem incorporados num só. Temos troços em vinhas, estradas públicas e as clássicas etapas de Baumholder, que se combinam para tornar este desafio interessante. Utilizaremos o rali como forma de adquirirmos experiência, confiança e boas performances em asfalto. Estar tão perto da base da equipa em Alzenau dá-nos uma motivação extra.” 
Notas da dupla: Neuville/Gilsoul (#5 Hyundai i20 Coupé WRC)
Neuville, líder do campeonato, alcançou mais vitórias no WRC do que qualquer outro piloto nesta temporada, apresentando vitórias no asfalto da Córsega, e nos ralis de terra da Argentina e da Polónia. Ao lado do copiloto Gilsoul, procurará ampliar a sua vantagem na Alemanha, na qual alcançou nas últimas três temporadas um primeiro e um terceiro lugar.
Neuville comentou: “A Alemanha costuma ser um bom evento para nós, enquanto dupla e equipa. Temos uma grande experiência e boas memórias, em particular da nossa primeira vitória no WRC com a Hyundai Motorsport alcançada em 2014. Partir para a edição deste ano na liderança do campeonato é algo novo, mas estou realmente ansioso por começar. Esperemos que seja possível desfrutar de mais uma boa performance, e consequentemente aumentar a liderança na classificação. Não será fácil, mas sabemos que poderemos lutar pelos lugares cimeiros.”
Notas da dupla: Sordo/Martí (#6 Hyundai i20 Coupé WRC)
Sordo e o copiloto Martí estão a saborear o regresso ao asfalto pela primeira vez após o terceiro lugar alcançado na Córsega. A dupla espanhola tem dois segundos lugares no Rali da Alemanha enquanto dupla da Hyundai Motorsport, conquistados em 2014 e 2016 respetivamente. O objetivo é alcançar o terceiro top três da temporada, e o terceiro pódio alemão em quatro anos.
Sordo afirmou: “Será agradável levar o nosso Hyundai i20 Coupé WRC para o asfalto após longos ralis de terra. Tivemos alguns altos e baixos em eventos recentes, como tal, neste momento, vou tentar obter alguma consistência e resultados competitivos nas próximas etapas. A Alemanha é um bom evento com algumas estradas complicadas. Os carros mais amplos do WRC constituirão um desafio em alguns troços mais estreitos, sendo que as condições climatéricas também desempenharão um papel fundamental. Estou com um estado de espírito positivo e pronto para alcançar outro pódio alemão.”
 
 

 
Rali da Alemanha num relance
a205 Copy
O segundo rali de asfalto da temporada abrange 21 etapas e uma distância total de 309,17 km.
O primeiro dia envolve etapas que percorrem as vinhas estreitas com vista para o Mosel. Para 2017, esperam-se três voltas na nova etapa super especial em Wadern-Weiskirchen.
No sábado, o rali desloca-se para os terrenos militares de Baumholder onde serão realizados os testes Panzerplatte, em superfícies de asfalto mistas que passam pela tradicional, exigente e rochosa etapa de Hinkelstein a fazer parte do percurso.
Domingo representa um novo itinerário com etapas que se realizam em estradas rurais perto da fronteira de França e do Luxemburgo, assim como etapas perto do service park de Boltalsee, incluindo a nova etapa Land Power de St Wendeler.
 
 

 

JAS MOTORSPORT

 

JAS Honda on STCC podium

The JAS Motorsport Honda Civic Type R TCR secured a second Scandinavian Touring Car Championship podium of the season thanks to a monumental effort from Mattias Andersson at Karlskoga.

Weighed down by the heaviest car in the field, due to the current Balance of Performance applied to all TCR cars, Andersson qualified his Honda Racing Sweden Civic ninth.

But in an opening race that was held on a damp, but drying, track, he maximised his driving skills and the superb handling of the Honda to carve through the field to third place by the chequered flag.

On a dry track later on Andersson was unable to replicate that kind of form, but made the most of strong grid positions to finish fifth and seventh; results that ensured his highest-scoring weekend of the season.

He maintained eighth place in the points table but moved to within touching distance of the top six.

As usual, a second Civic was driven by Finn Marcus Annervi. The Rent-a-Wreck Racing driver worked hard to hone the car set-up to his liking, qualifying 14th and taking a best result of 13th.

The season continues at Anderstorp in September.

Mads Fischer, JAS Motorsport TCR Project Leader, said: “Congratulations to Mattias Andersson on a fantastic podium finish in the STCC. You could see very clearly from the times on a dry circuit that the Honda is still heavily penalised against the other cars by the Balance of Performance situation. But in the wet this is far less of a factor and Mattias was able to show the fantastic handling of the Civic to climb into the top three. Hopefully we will see another BoP revision in time for the next event at Anderstorp that will increase the car's competitiveness.”    

Images:
Main:
Mattias Andersson, Honda Racing Sweden Honda Civic Type R TCR, Scandinavian Touring Car Championship, Karlskoga, Sweden.
Bottom (L): Mattias Andersson, Honda Racing Sweden Honda Civic Type R TCR, Scandinavian Touring Car Championship, Karlskoga, Sweden, (R): Marcus Annervi, Rent-a-Wreck Racing Honda Civic Type R TCR, Scandinavian Touring Car Championship, Karlskoga, Sweden.

About JAS Motorsport
Founded in 1995, JAS Motorsport is one of the world's leading touring car teams and constructors. Initially fielding Alfa Romeos in the ITC, JAS became a technical partner of Honda in 1998 and has been at the forefront of its activities with touring cars and rallying ever since. In 2012, JAS was chosen to develop, in partnership with Honda R&D, the Civic WTCC, which it currently fields in the FIA World Touring Car Championship. Since then, the organisation has designed and built Honda's hugely-successful Civic Type R TCR, which won four major championships in 2016 and '17.

alt
alt

 

TT NO BRASIL

 

Top Rally Team segue para a largada do Rally dos Sertões 2017

Os carros das duplas Thiago Rizzo/Léo Magalhães e Wellington Costa/Rafael Arena foram apresentados ao público em Itaipava (RJ). Equipe está na estrada para a concentração e últimos ajustes antes do Prólogo e Largada, no dia 19.

A Top Rally Team está em deslocamento rumo a Goiânia (GO) para os últimos preparativos dos carros Mitsubishi utilizados por Thiago Rizzo/Léo Magalhães (L200 Triton Sport SR) e Wellington Costa/Rafael Arena (L200 Triton ER) antes da largada da 25ª edição do Rally dos Sertões, que começa neste sábado, 19 de agosto com a realização do Prólogo (tomada de tempos) e a Largada Promocional. As duas duplas partirão para um percurso de 3.344 quilômetros em trilhas até a chegada em Bonito (MS), no dia 26, pela categoria Pró-Brasil e Super Production.

Antes de pegar estrada, a equipe apresentou suas máquinas ao público, ao longo deste sábado (12), na revenda Mitsubishi Ink, em Itaipava. Foram cerca de 400 pessoas que puderam verificar de perto e experimentar a sensação do que é estar dentro de um carro de competição. “Foi muito legal. Veio muita gente curiosa, querendo saber como é competir em um rali e manifestar sua torcida pra nós.” revela Thiago Rizzo, do carro #317. “Muita gente conhecia o Rally dos Sertões, mas não sabia como acompanhar, e nem que havia um piloto representando a cidade na competição. Para mim, foi bem gratificante receber esse carinho e incentivo antes de partir para o desafio”, conta.

Sobre as picapes, o piloto afirma que estão prontas para o “Sertões 25 anos”. “Faltam alguns detalhes em termos de alinhamento e suspensão, que serão corrigidos lá na área de concentração das equipes. Fora isso, os carros estão perfeitos e confiáveis e a equipe segue segura e confiante. Estamos ansiosos para que sábado chegue logo, pois o que queremos é acelerar e garantir um excelente resultado. Até lá, o desafio será administrar a ansiedade e o nervosismo para que façamos uma viagem tranquila”, afirma Rizzo.

Para Thiago, a maior vantagem da equipe, em relação aos outros pilotos da categoria dentro dos Sertões, é a preparação física. “Serão trechos duros, intensos e difíceis, que exigirá do piloto um excelente condicionamento físico para manejar o carro. Acredito que nosso maior desafio será durante a Etapa Maratona, logo nos trechos iniciais, na qual não poderemos contar com nossa equipe caso precisemos de ajuda com o carro. Teremos que nos virar em caso de problemas. Mas passando por esses dois dias, temos chances de estar entre os 10 primeiros da categoria”, menciona o piloto de Petrópolis (RJ).

A bagagem de Thiago Rizzo e Léo Magalhães inclui o título da categoria Super Production, no Rally dos Sertões de 2015, além do tricampeonato no Brasileiro de Rally Cross Country (2014, 2015 e 2016). Nesta edição histórica de 25 anos de Sertões, será a estreia de Wellington Costa na direção, tendo ao lado Rafael Arena, que compete pela quarta vez. “A ansiedade a cada dia que passa só aumenta. Já está tudo planejado e, agora, não vejo a hora de acelerar”, conclui o piloto Wellington Costa, representante da cidade de Maricá (RJ).

Thiago Rizzo e Léo Magalhães são patrocinados por Feirão de Malhas, 3W Distribuidoras de Malhas, Marcobrás Transportes, Speedway Confecções e Posto Mineirão, além do apoio de Mitsubishi Ink, Cerveja Império, Dopamina Drink e Knulu.

Wellington Costa e Rafael Arena são patrocinados por W Costa Construtora e Lar Shopping Materiais de Construção.

Mais informações da equipe:

Facebook: Top Rally Team

Instagram: @equipetoprallyteam

Confira a programação do Rally dos Sertões – 25 anos

16/08/2017

Abertura Área de Box no Autódromo Internacional de Goiânia.

17/08/2017

Vistorias Administrativas e Técnicas no Autódromo Internacional de Goiânia.

18/08/2017

Vistorias Administrativas e Técnicas no Autódromo Internacional de Goiânia.

19/08/2017

Prólogo e Largada Promocional.

20/08/2017 - 1ª Etapa

Goiânia (GO) – Goianésia (GO)

Deslocamento Inicial – 240 km

Especial (trecho cronometrado) – 310 km

Deslocamento final – 152 km

Total do dia – 702 km

21/08/2017 - 2ª Etapa

Goianésia (GO) – Santa Terezinha de Goiás (GO)

Deslocamento Inicial – 116 km

Especial (trecho cronometrado) – 245 km

Deslocamento final – 0 km

Total do dia – 361 km

22/08/2017 - 3ª Etapa

Santa Terezinha de Goiás (GO) – Aruanã (GO)

Deslocamento Inicial – 0 km

Especial (trecho cronometrado) – 297 km

Deslocamento final – 8 km

Total do dia – 305 km

23/08/2017 - 4ª Etapa

Aruanã (GO) – Barra do Garças (MT)

Deslocamento Inicial – 104 km

Especial (trecho cronometrado) – 263 km

Deslocamento final – 96 km

Total do dia – 463 km

24/08/2017 - 5ª Etapa

Barra do Garças (MT) – Coxim (MS)

Deslocamento Inicial – 13 km

Especial (trecho cronometrado) – 430 km

Deslocamento final – 210 km

Total do dia – 653 km

25/08/2017 - 6ª Etapa

Coxim (MS) – Aquidauana (MS)

Deslocamento Inicial – 61 km

Especial (trecho cronometrado) – 194 km

Deslocamento final – 173 km

Total do dia – 428 km

26/08/2017 - 7ª e última etapa

Aquidauana (MS) – Bonito (MS)

Deslocamento Inicial – 120 km

Especial (trecho cronometrado) – 310 km

Deslocamento final – 2 km

Total do dia – 432 km

Percurso total do Rally dos Sertões – 3.344 km

Especiais (trechos cronometrados) – 2.049 km (61%)

Cerimônia de Premiação

 

Equipe Top Rally Team oficialmente apresentada ao público em Itaipava (RJ) (Divulgação)

Equipe Top Rally Team oficialmente apresentada ao público em Itaipava (RJ) (Divulgação)
Alta  | Web

A Top Rally Team é detentora do título do Rally dos Sertões 2015 (SProduction) (Divulgação)

A Top Rally Team é detentora do título do Rally dos Sertões 2015 (SProduction) (Divulgação)
Alta  | Web

Par aos visitantes houve degustação das Cervejas Império (Divulgação)

Par aos visitantes houve degustação das Cervejas Império (Divulgação)
Alta  | Web

O evento aconteceu na Concessionária Mitsubishi Ink em Itaipava (RJ) (Divulgação)

O evento aconteceu na Concessionária Mitsubishi Ink em Itaipava (RJ) (Divulgação)
Alta  | Web

O lançamento dos carros contou com degustação do energético Dopamina (Divulgação)

O lançamento dos carros contou com degustação do energético Dopamina (Divulgação)
Alta  | Web

Equipe Top Rally Team (Divulgação)

Equipe Top Rally Team (Divulgação)
Alta  | Web

O Rally dos Sertões acontece de 19 a 26 de agosto (Divulgação)

O Rally dos Sertões acontece de 19 a 26 de agosto (Divulgação)
Alta  | Web

 

ATENÇÃO LEITORES

ATENÇÃO LEITORES

 

RAMPA DE SANTA LUZIA

 

 

Foto de Viana Motor Clube.

Pré-Inscrições abertas!

Como anteriormente anunciado, estão abertas a partir de hoje as Pré-Inscrições para a Rampa de St.ª Luzia 2017.

O Custo de Participação ...neste Evento é de €40 por pessoa, e inclui almoço, participação nas subidas, merchandising do Evento, lanche após as subidas da tarde e Wellcome Drink no Bar República, no Concerto de dia 23 na Praça da Erva às 22:30h.

A Concentração / Parada Nocturna, que decorrerá no dia 23 a partir das 20h na Av.ª dos Combatentes, é de inscrição gratuita mas obrigatória.

Os interessados deverão preencher o formulário, através do link abaixo, sendo depois notificados via e-mail da recepção da pré-inscrição.

A partir de dia 1 de Setembro iniciaremos as validações das inscrições via e-mail, que estão limitadas em 50 participantes por Serie e a 100 inscrições na Concentração / Parada Nocturna.

Relembramos que a Rampa de St.ª Luzia é um Evento em formato Revival, sem cronometragem e não existindo qualquer tipo de Competição ou classificações.

Informações - Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar

 

CHEVROLET NA NASCAR

CHEVROLET E A NASCARa119 Copya120 Copya121 Copya122 Copya123 Copya124 Copy

 

A Chevrolet aposta no Camaro para o Nascar a partir de 2018. E o conceito Stock, pelo menos em aspecto, está de regresso, numa proporção que nunca teve nos últimos 20 anos

 

SEGUNDO A OPINIÃO DO JORNALISTA JOÃO CARLOS COSTA

SEGUNDO A OPINIÃO DO JORNALISTA JOÃO CARLOS COSTA

 

Será que há Liberty? Ou será para Discovery numa televisão a motor? O interessante é que há pelo menos quatro construtores interessados e pode haver garantia de directos de televisão em mais de 60 países, e nem todos Euro. Será o grande evento para o fim do events? O que precisamos é de Sport...

 

100 MILHAS PIRACICABA

100 Milhas Piracicaba tem bicampeão mais jovem de sua história

28ª edição da prova foi disputada neste domingo no ECPA

 

A 100 Milhas Piracicaba escreveu um capítulo inédito em sua história com a realização de 28ª edição, disputada neste domingo (6), no ECPA (Esporte Clube Piracicabano de Automobilismo). A corrida marcou os 250 anos de Piracicaba, completados no último dia 1ª de agosto.

 

A prova reuniu no mesmo grid 27 veículos, sendo oito protótipos na categoria Tubular e 18 carros de Turismo, que percorreram 78 voltas pelo circuito de 2.100 metros do autódromo, num total de 160 quilômetros no traçado.

 

Na pista, uma marca importante foi celebrada com a vitória de Athus Biruel, que se tornou o mais jovem piloto a conquistar o bicampeonato da tradicional corrida. Com apenas 20 anos, o garoto de Araraquara se consagrou com uma vitória madura e incontestável entre os competidores da categoria Tubular.

 

“Acho que foi a vitória mais difícil da minha carreira, principalmente por ter sido no asfalto. Mas estou muito contente pela conquista”, afirmou ao sair de sua gaiola o jovem piloto que já havia vencido em 2015.

 

A segunda colocação da categoria Tubular ficou para os donos da casa, Dito e Felipe Giannetti chegaram com uma diferença de apenas dois segundos do ganhador. “Faltou muito pouco, mas não deu. O carro estava bem acertado, mas Athus fez uma corrida perfeita e não errou em nenhum momento, até quando consegui ultrapassar, teve o mérito de retomar a posição. Ele está de parabéns”, comentou Felipe, sobre a manobra que acontece a menos de cinco voltas do final.

 

Entre os carros de Turismo, a dupla formada por Rodrigo Stefanini, de Capivari, e pelo piracicabano Rodrigo Huidobro, a bordo de um Citroën C3, venceu a prova que teve um final espetacular, com o segundo colocado cruzando a linha de chegada a pouco mais de um segundo atrás dos xarás.

 

“Foi uma vitória da superação, pois a estratégia traçada para a prova se perdeu totalmente com o imprevisto que paralisou a prova”, afirmou Stefanini, ao lembrar do acidente na volta 17, envolvendo os pilotos Diogo La Pena e Juka Gandelin que acabou levando a pior e abandonou a corrida.

 

“Sensação incrível de vencer as 100 Milhas. Meu parceiro já ganhou, mas para mim, é uma alegria muito grande. Mesmo porque é uma parceria que estamos mantende nessa temporada e que vem se mostrando vencedora”, disse Huidobro.

 

Segundo colocado na prova, Dito Giannetti se mostrou muito feliz com mais uma edição do evento. “Para mim, é uma honra dar continuidade a uma tradição de oito décadas. Pois, apesar de o ECPA ter apenas 28 anos, há registros de corridas automobilísticas pelas ruas de Piracicaba em 1937”, afirmou emocionado. “Hoje não se corre mais na rua, mas existe o autódromo para isso e o ECPA é pretende manter essa história por muitos anos”, completou.

 

Além da corrida principal, o evento teve ainda exposição de carros antigos e passeio pelo circuito, como um Chevrolet 1934, dois Fords 29 modelo Speedster e um T-Bucket. Também aconteceu uma corrida de Motonetas, com a participação de Vespas e Lambretas e um Track Day no sábado.

 

No domingo, antes da largada das 100 Milhas Piracicaba, foi disputada a 50 Milhas de Clássicos, prova preliminar com um grid formado por clássicos de competição, que reuniu modelos esportivos, ou não, de diferentes épocas e com mais de 30 anos de rodagem.

 

Jeep Day

O evento contou com um grande público, parte dele formado por participantes da primeira edição Jeep Day em Piracicaba, realizado pela concessionária da marca percentence ao Grupo Stefanini. O encontro de proprietário da marca Jeep reuniu 70 veículos e 180 pessoas e cada participante doou 2 litros de leite ou um pacote de fralda geriátrica.

 

“Além de contar com o apoio da prefeitura, neste ano tivemos um apelo social muito forte e arrecadamos leite e fraldas geriátricas ao invés de cobrar ingresso. Tivemos uma grande quantidade arrecadada e vamos doar tudo para o Fundo Social de Solidariedade do município”, informou a organizadora Daniella Giannetti. 

 

Confira todos os resultados das 100 Milhas Piracicaba:

Tubular
1ª Athus Biruel
2ª Dito e Felipe Giannetti
3ª Airton e Gustavo Favoretto
4ª Alexandre e Willian Cancilier
5ª Roberto Correa e Douglas Correa

Turismo A
1ª  Rodrigo Stefanini e Rodrigo Huidobro
2ª Renato Rattes e Luis Piccolo
3ª Luiz Augusto Alves
4ª Diogo La Pena
5ª Adriano, Bruno e Edson Paes

 

Turismo B
1ª Andre Benatti e Alexandre Peppe
2ª Ricardo e Alexandre Morais
3ª João Marcelo Gabriel
4ª Adilson Gorga e Eric Folquito

5ª Lucas Costa e Erick Gesparini

 

Resultado 50 Milhas de Clássicos

Clássicos A

1ª Ricardo e Rogério Mendes
2ª Mauricio e Rodrigo Bortolo
3ª Fábio B. e Carlos A.

 

Clássicos B

1ª Marcelo e Luis Carlos
2ª Claudio e Eduardo Lauand
3ª Francisco e Kadan Risso

 

Serviço

A 100 Milhas Piracicaba conta com o apoio da Prefeitura de Piracicaba e patrocínio da Bom Peixe, Grupo Stefanini, Planeta Água, Kaly e TKS Corretora de Seguros. A organização é do ECPA e a supervisão da Liga Paulista de Automobilismo (LPA). Mais informações pelos telefones (19) 3438.7901 e 3438.7174, a113 Copy

 

TT NO BRASIL

 

Sertões 2017: Gunter Hinkelmann e Vinícius Castro confirmados para a edição de 25 anos

Dupla competirá no segundo maior rali do mundo entre os dias os 19 a 26 de agosto

 A MSL do Brasil, formada por parcerias de sucesso e que vai disputar a 25ª edição da maior prova de cross country do Brasil, entra na fase de ajustes finais, depois de muitos meses de preparação, para a largada do Rally dos Sertões. Na categoria carros, a equipe é presença garantida. A principal aposta é o bólido inscrito na categoria Pró Brasil, que terá Gunter Hinkelmann e Vinícius Castro no cockpit. A dupla espera fazer uma grande competição, que largará no dia 19 de agosto em Goiânia (GO) e termina no dia 26 em Bonito (MS).

O foco da equipe, neste momento, está na revisão de equipamentos e reuniões constantes, tanto da dupla quanto com os mecânicos da X Rally Team (equipe de preparação mecânica) e chefe de equipe, além da adesivagem. Gunter Hinkelmann aponta a importância de um planejamento bem montado para provas de grande porte. “Melhoramos completamente o carro, em relação ao set up original. A estrutura foi redimensionada para suprir a potência, somada ao câmbio Sadev. E os freios ajustados para atender a tudo isso. Realizamos treinos na última semana e tentaremos nas próximas semanas reduzir o peso da ansiedade”, declara o piloto, que participou de seis edições do Sertões.

Para a largada, o objetivo é fazer com que todos saibam exatamente quando e como agir, sem deixar de colocar em pauta toda a experiência adquirida nas edições anteriores do certame. “Compreendemos que o primeiro dia será o pior, 700 quilômetros com trechos ruins de pedras e, na sequência, teremos a etapa maratona, quando o carro não pode receber assistência mecânica da equipe. Cremos que, no restante do percurso, será uma prova rápida, de médias muito altas”, afirma Gunter.

O navegador Vinícius Castro também tem seis participações nos Sertões em seu currículo (2008, 2010, 2011, 2012, 2015 e 2016). “Este ano, com certeza será muito desafiador e esperamos vencer”, ressalta. E compartilha, junto com o piloto, de um fato curioso que viveram nos Sertões: “Chegamos em quinto na geral por duas vezes”, revela.

A edição comemorativa do Rally dos Sertões está repleta de desafios e com um roteiro inédito. “Como o itinerário novo, muitas cidades não conhecemos. Certamente, não haverá vantagem para nenhuma equipe e as surpresas serão para todos. A nossa expectativa é a melhor possível, pois nunca houve a condição de sentar em um carro bom. Isso só faz aumentar a responsabilidade e a ansiedade de largar”, aponta Hinkelmann.

Serão, ao todo, 3.344 quilômetros, cruzando três estados e oito cidades do centro-oeste, percurso que será nos sete dias de prova. Para o prólogo, no dia 19 de agosto, a dupla tem uma estratégia definida. “A ideia é dar o melhor, extrair o máximo do carro para poder largar o mais adiante possível”, enfatiza Gunter.

Pelo roteiro apresentado, os competidores já perceberam o grau de dificuldade que o rali terá este ano. “Desde 2016, corremos com Michelin, que são pneus de alta tecnologia, utilizados nas provas de rali pelo mundo. Realmente impressiona a performance e a durabilidade. Neste ano, usaremos o Stella, equipamento de ponta para solicitar ultrapassagens, avisar sobre quebra, entre muitos outros recursos. Com este equipamento ficará mais seguro garantir o pedido de ultrapassagem, que muitas vezes são ignoradas pelos opositores”, acrescenta o piloto americano, nascido em New York.

Em 2017, a MSL do Brasil conta com patrocínio da MSL Corporate e apoios da ICargo, IFS, Seeder, Pier17, Correias Schneider e Bandeirantes Terminais Alfandegados.

Confira a programação do Rally dos Sertões – 25 anos


16/08/2017
Abertura Área de Box no Autódromo Internacional de Goiânia.

 

17/08/2017
Vistorias Administrativas e Técnicas no Autódromo Internacional de Goiânia.

 

18/08/2017
Vistorias Administrativas e Técnicas no Autódromo Internacional de Goiânia.

19/08/2017
Prólogo e Largada Promocional.

 

20/08/2017 - 1ª Etapa
Goiânia (GO) – Goianésia (GO)
Deslocamento Inicial – 240 km
Especial (trecho cronometrado) – 310 km
Deslocamento final – 152 km
Total do dia – 702 km

 

21/08/2017 - 2ª Etapa
Goianésia (GO) – Santa Terezinha de Goiás (GO)
Deslocamento Inicial – 116 km
Especial (trecho cronometrado) – 245 km
Deslocamento final – 0 km
Total do dia – 361 km

 

22/08/2017 - 3ª Etapa
Santa Terezinha de Goiás (GO) – Aruanã (GO)
Deslocamento Inicial – 0 km
Especial (trecho cronometrado) – 297 km
Deslocamento final – 8 km
Total do dia – 305 km

 

23/08/2017 - 4ª Etapa
Aruanã (GO) – Barra do Garças (MT)
Deslocamento Inicial – 104 km
Especial (trecho cronometrado) – 263 km
Deslocamento final – 96 km
Total do dia – 463 km

 

24/08/2017 - 5ª Etapa
Barra do Garças (MT) – Coxim (MS)
Deslocamento Inicial – 13 km
Especial (trecho cronometrado) – 430 km
Deslocamento final – 210 km
Total do dia – 653 km

 

25/08/2017 - 6ª Etapa
Coxim (MS) – Aquidauana (MS)
Deslocamento Inicial – 61 km
Especial (trecho cronometrado) – 194 km
Deslocamento final – 173 km
Total do dia – 428 km

 

26/08/2017 - 7ª e última etapa
Aquidauana (MS) – Bonito (MS)
Deslocamento Inicial – 120 km
Especial (trecho cronometrado) – 310 km
Deslocamento final – 2 km
Total do dia – 432 km
Percurso total do Rally dos Sertões – 3.344 km
Especiais (trechos cronometrados) – 2.049 km (61%)
Cerimônia de Premiação

 

A máquina Mitsubishi da equipe MSLdo Brasil (Luciano Santos/SigCom)

A máquina Mitsubishi da equipe MSLdo Brasil (Luciano Santos/SigCom)
Alta  | Web

Gunter Hinkelmann e Vinícius Castro (Sanderson Pereira/Photography)

Gunter Hinkelmann e Vinícius Castro (Sanderson Pereira/Photography)
Alta  | Web

 

TT NO BRASIL

 

Rally dos Sertões: Marcelo Medeiros quer manter currículo exemplar

Piloto, que competirá na categoria quadriciclos, destaca diversidade de terreno no roteiro deste ano

O histórico bastante favorável de Marcelo Medeiros no Rally dos Sertões é um incentivo ao maranhense para a etapa deste ano da segunda maior competição off-road da América Latina e mais dura prova de automobilismo do mundo. Ele já foi campeão da categoria em 2012, 2015 e vice em 2013. Pela oitava vez um maranhense, da Equipe Taguatur Racing, vai disputar uma prova do Rally dos Sertões; que acontecerá na próxima semana.

Com 28 anos, o piloto compete com um Yamaha Raptor 700, basicamente o mesmo usado no Dakar 2017. “Só melhoramos mais a ventilação para o motor não aquecer. Quero obter um bom resultado como em 2012, 2015 e 2013. Estou confiante”, destaca o piloto, que participou do Dakar nos dois últimos anos.

Ao todo, 248 veículos foram inscritos para os sete dias de competição. A categoria disputada por Marcelo Medeiros, a quadriciclos, terá um total de nove competidores; também participam carros, motos e UTVs. A prova será muito dura, como sempre, exigindo velocidade e resistência. A participação do maranhense foi viabilizada graças ao importante patrocínio da CEMAR e do Governo do Estado do Maranhão, através da Lei Estadual de Incentivo ao Esporte.

“Estamos muito felizes em representar o Maranhão desde 2010 e sem interrupções em uma das mais importantes competições mundiais do off road. Essa é uma prova dura e longa, mas estamos embalados pelos bons resultados da vitória no Rally dos Sertões e o objetivo é de levar a bandeira do Maranhão ao pódio. E para viabilizar a nossa participação este ano, foi fundamental contar com o patrocínio da CEMAR e do Governo do Maranhão. A competição tem um custo elevado, com uma logística bem complexa”, ressalta Medeiros.

Roteiro

A 25ª edição do Rally dos Sertões será realizada entre os dias 19 e 26 de agosto. A prova volta a ter a largada em Goiânia, capital de Goiás, no dia 20, com concentração no Autódromo Internacional de Goiânia. Depois segue em direção as cidades de Goianésia (GO), Santa Terezinha de Goiás (GO), Aruanã (GO), atravessando a fronteira com o Mato Grosso até Barra do Garças e com o Mato Grosso, para chegar a Coxim (MS), Aquidauana (MS) e Bonito (MS) onde sediará a chegada no dia 26, com a cerimônia de premiação.

Com um total de 3.344 quilômetros a serem percorridos, serão 2.049 de especiais, o que corresponde a aproximadamente 61% do roteiro total. A competição será dividida em prólogo (tomda de tempos) em seis quilômetros Cidade Alpha Goiás (o empreendimento Alphaville fica em uma área com 7,93 milhões de metros quadrados na região de Senador Canedo, próximo a Goiânia) e mais sete etapas.

“O roteiro já começa difícil desde da primeira etapa, pois terá uma especial de mais de 300 quilômetros, nunca praticados durante meus oito anos de Sertões. Além disso será um percurso totalmente diferente dos anos anteriores. Isso mostra a diversidade de terreno e chegada será pela primeira vez em Bonito (MS), uma das regiões mais incríveis do país”, avalia Medeiros.

O piloto Marcelo Medeiros conta com o patrocínio da CEMAR - Lei Estadual de Inventivo ao Esporte.

Roteiro 2017:

19/8 - Prólogo: Goiânia (GO)

20/8 - Etapa 1: Goiânia (GO) - Goianésia (GO)

21/8 - Etapa 2: Goianésia (GO) - Santa Terezinha de Goiás (GO)

22/8 - Etapa 3: Santa Terezinha de Goiás (GO) - Aruanã (GO)

23/8 - Etapa 4: Aruanã (GO) - Barra do Garças (MT)

24/8 - Etapa 5: Barra do Garças (MT) - Coxim (MS)

25/8 - Etapa 6: Coxim (MS) - Aquidauana (MS)

26/8 - Etapa 7: Aquidauana (MS) – Bonito (MS)

 

Piloto maranhense Marcelo Medeiros (Divulgação)

Piloto maranhense Marcelo Medeiros (Divulgação)
Alta  | Web

Será mais um grande desafio ao piloto de São Luís/MA (Divulgação)

Será mais um grande desafio ao piloto de São Luís/MA (Divulgação)
Alta  | Web

Serão sete etapas, antes haverá o prólogo e largada promocional em Goiânia (GO) (Divulgação)

Serão sete etapas, antes haverá o prólogo e largada promocional em Goiânia (GO) (Divulgação)
Alta  | Web

 

WTCC 2017

 

WTCC ENTRY EXPANDS WITH DE SOUZA RETURN

*Macanese racer to join RC Motorsport for China and Japan counters
*De Souza back in touring car racing’s top flight
*Third RC driver for WTCC Race of Macau to be announced

Filipe de Souza will return to the FIA World Touring Car Championship for the upcoming races in China and Japan, increasing the highly competitive entry in the process.

De Souza made his WTCC debut in 2011 and was a regular at the end-of-season Asia races. He’s yet to sample a top-of-the-range TC1 World Touring Car, introduced in 2014, although that will change when he joins RC Motorsport for WTCC Race of China (13-15 October) and WTCC JVCKENWOOD Race of Japan (27-29 October).

“In my racing career I always like challenges and higher-level competition,” said Macau-born de Souza. “This is my aim and I’ve always believed my path belongs to the WTCC and to be part of the WTCC family. I’m racing for my dreams and for my country.”

De Souza’s first experience of TC1 power will be in Free Practice 1 at the all-new Ningbo International Speedpark on 14 October, not that he’s fazed by that prospect. “It’s going to be a bit tough for me since I have never driven at either track and the car will also be new but I will try my best. Like all drivers I want to fight for the highest position possible.”

Since his last appearance in the WTCC at Macau in 2014, de Souza has won the Champion of Macau Touring Car Series two years running and also achieved success in Touring Car Series in Asia, TCR Asia and TCR China. Backed by Sniper Capital, de Souza doesn’t want his WTCC comeback to be a one-off with further outings in the future part of his plan.

Francois Ribeiro, Head of Eurosport Events, the WTCC promoter, welcomed confirmation of de Souza's return to international touring car racing's top flight. “It’s great to have Filipe back in the WTCC and for RC Motorsport to have a third car on the grid. The 2017 WTCC season is very competitive so it will be a challenge for Filipe but he has the right attitude to take the most out of this opportunity.”

De Souza will partner Yann Ehrlacher and Kevin Gleason at RC Motorsport. Details of the team’s third driver for WTCC JVCKENWOOD Race of Macau will be announced in due course.

 

WTCC Filipe de Souza 01-JPG WTCC Filipe de Souza 02-jpg WTCC RC Motorsport-jpg

 

ATENÇÃO LEITORES

 

Condicionamento de trânsito na A1

 

 

 

Dias 14 a 18 de agosto

 

A Brisa Concessão Rodoviária (BCR) informa que no âmbito dos trabalhos de inspeção dos pórticos na A1 –

Auto-estrada do Norte, irão existir algumas implicações na circulação, as quais serão as seguintes:

 

 

Dia 14 de agosto

Entre as 9:30h e as 16h do dia 14 de agosto, corte de via direita, no sentido sul – norte, entre o km 3 e o km 8.

 

Dia 16 de agosto

Entre as 9:30h e as 16h do dia 16 de agosto, corte de via direita, no sentido sul – norte, entre o km 11 e o km 13.

 

Dia 17 de agosto

Entre as 9:30h e as 16h do dia 17 de agosto, corte de via direita, no sentido sul – norte:

- entre o km 13 e o km 14;
- entre o km 23 e o Km 25.

 

Dia 18 de agosto

Entre as 9:30h e as 16h do dia 18 de agosto, corte de via direita, no sentido sul – norte, entre o km 26 e o km 29.

 

 

A Brisa agradece antecipadamente a compreensão e colaboração dos automobilistas e espera contribuir para reduzir eventuais inconvenientes decorrentes desta operação, estando certa de que os possíveis incómodos serão largamente compensados pelo nível de qualidade, segurança e conforto que resultam de uma autoestrada melhor adaptada às necessidades de quem a utiliza.

 


Para informação atualizada poderá ainda consultar o site www.viaverde.pt.

 

 

HYUNDAI APOIA

Hyundai apoia Taça do Mundo de Tiro com Arco
• A Hyundai é patrocinadora oficial da maior organização do mundo responsável pelo desporto de tiro com arco. • A Taça do Mundo Hyundai de Tiro com Arco tem lugar em Berlim de 8 a 13 de agosto de 2017. • A Hyundai disponibiliza uma frota de veículos e organiza um interessante programa de apoio ao evento.
 
Desde 2016, a Hyundai tem apoiado a Federação Mundial de Tiro com Arco, a maior organização do mundo responsável por este desporto. Nesse seguimento, e até 2018, a marca está a emprestar o seu nome à Taça do Mundo Hyundai de Tiro com Arco e ao Campeonato do Mundo Hyundai de Tiro com Arco. 
Este Campeonato abrange quatro provas separadas, cada uma decorrendo em locais diferentes. Este ano, até ao momento, o torneio já foi realizado em Xangai (China), Antalya (Turquia), e na cidade de Salt Lake (EUA). De 8 a 13 de agosto o Campeonato do Mundo Hyundai de Tiro com Arco decorre em Berlim, na Alemanha. Aproximadamente 350 participantes de 40 países diferentes participam nas provas individuais em duas categorias diferentes. Os sete melhores arqueiros e um representante do país anfitrião em cada categoria qualificam-se para a final do Campeonato do Mundo Hyundai de Tiro com Arco, que irá decorrer a 2 e 3 de setembro de 2017 em Roma. 
A Federação Alemã de Tiro com Arco em colaboração com a Federação Mundial de Tiro com Arco está a organizar o evento, cujas fases de qualificação decorrem de 8 a 11 de agosto e a final decorrerá a 12 e 13 de agosto. 
De modo a apoiar a Federação Alemã de Tiro com Arco, a Hyundai Alemanha disponibilizou uma frota, composta por 4 Hyundai i30 SW, por um período de um ano. Adicionalmente, serão utilizadas mais seis i30 SW para o transporte dos atletas e do presidente da Federação Mundial de Tiro com Arco durante o torneio. A Hyundai i30 SW foi lançada em junho de 2017 e oferece a melhor segurança ativa da sua classe, com Assistência à Manutenção na Faixa de Rodagem (LKAS), Alerta de Fadiga do Condutor (DAA), Sistema de Controlo Automático de Máximos (HBA), Travagem Autónoma de Emergência (AEB) e Cruise Control Inteligente Avançado (ASCC). Com mais de 1,650 litros de espaço, a i30 SW tem uma das maiores bagageiras do seu segmento, estando, nesse
 
 
 
 
sentido idealmente equipada para ser utilizada durante o Campeonato do Mundo Hyundai de Tiro com Arco de 2017. Além de oferecer serviços de mobilidade, a Hyundai tem um stand promocional e está a promover test drives e a dinamizar um programa variado de apoio para os visitantes.
No que respeita a ações de sponsoring, a Hyundai Portugal marca também a sua presença no mundo do desporto ao apoiar várias iniciativas de Running. Durante 2018 a estratégia da marca passa por alargar este apoio a outros desportos. 
 

 

TT NO BRASIL

 

Helena Soares e Josi Koerich apresentam carro para a disputa do Rally dos Sertões

A dupla de competição da dupla feminina estará em exposição na Solution Blindagem com sessão de autógrafos

A largada da edição histórica de 25 anos do Rally dos Sertões está se aproximando. Em Goiânia, no dia 19, as equipes vão alinhar seus carros para a maior disputa off-road do País. Os preparativos finais para a prova estão sendo definidos. A contagem regressiva começou. Já na próxima segunda-feira (14), a piloto Helena Soares e a navegadora Josi Koerich vão apresentar seu carro em São Paulo, às 17 horas, na Solution Blindagem.

A dupla vai correr a bordo de uma L200 Triton RS Etanol, na categoria Super Production. Elas optaram por manter o conjunto original do carro, a única adaptação é a troca de pneus: Latitude e Pirelli Scorpion para os dias mais “tranquilos”. A piloto Helena classifica que a pilotagem desse carro é diferente da versão que ela disputou nas edições anteriores, que era a L200 RS Diesel. Mas ela aposta na sua “facilidade em se adaptar rapidamente a qualquer veículo”, diz. A experiência da navegadora Josi Koerich nesse carro é muito positiva, com esse modelo ela foi campeã no ano passado. Ela define a máquina como “super confiável e bem preparada”.

Novo equipamento de navegação- Neste ano, o Rally dos Sertões vai usar a mesma tecnologia usada em outras provas do exterior, o Stella, que foi locado por todos os competidores. Ele substituirá o GPS dos navegadores. Esse pode ser considerado um desafio à parte, mas também vai proporcionar que todos os competidores estejam igualados no quesito navegação.

Sobre a Blindagem Solution- Localizada no Brás, em São Paulo, a empresa apoia a dupla feminina dos Sertões. É uma empresa jovem e dinâmica, que atua no segmento de blindagem de veículos. O investimento é em tecnologia e inovações em processos, sempre pautados pela ética e profissionalismo. Os principais diferenciais da Solution são atendimento e serviços personalizados.

A Helena Soares e Josi Koerich tem o patrocínio da Smartnex e o apoio de Solution Blindagem, Haskell, Yen Concessionária Mitsubishi, Pollyanna Lopes Clínica Estética, Casarini jet Ski e Petroball Combustíveis. A preparação mecânica e logística fica por conta da equipe Experts4x4.

Serviço:

Data: 14 de agosto (Segunda-feira)

Horário: a partir das 17 horas

Local: Manoel Ramos Paiva, 191 - Brás, São Paulo/SP

Telefone: (11) 2892-8000 / 2081-6449 | www.solutionblindagem.com.br

Confira a programação do Rally dos Sertões – 25 anos

16/08/2017 - Abertura Área de Box no Autódromo Internacional de Goiânia.

17/08/2017 - Vistorias Administrativas e Técnicas no Autódromo Internacional de Goiânia.

18/08/2017 - Vistorias Administrativas e Técnicas no Autódromo Internacional de Goiânia.

19/08/2017 - Prólogo e Largada Promocional.

20/08/2017 - 1ª Etapa

Goiânia (GO) – Goianésia (GO)

Deslocamento Inicial – 240 km

Especial (trecho cronometrado) – 310 km

Deslocamento final – 152 km

Total do dia – 702 km

21/08/2017 - 2ª Etapa

Goianésia (GO) – Santa Terezinha de Goiás (GO)

Deslocamento Inicial – 116 km

Especial (trecho cronometrado) – 245 km

Deslocamento final – 0 km

Total do dia – 361 km

22/08/2017 - 3ª Etapa

Santa Terezinha de Goiás (GO) – Aruanã (GO)

Deslocamento Inicial – 0 km

Especial (trecho cronometrado) – 297 km

Deslocamento final – 8 km

Total do dia – 305 km

23/08/2017 - 4ª Etapa

Aruanã (GO) – Barra do Garças (MT)

Deslocamento Inicial – 104 km

Especial (trecho cronometrado) – 263 km

Deslocamento final – 96 km

Total do dia – 463 km

24/08/2017 - 5ª Etapa

Barra do Garças (MT) – Coxim (MS)

Deslocamento Inicial – 13 km

Especial (trecho cronometrado) – 430 km

Deslocamento final – 210 km

Total do dia – 653 km

25/08/2017 - 6ª Etapa

Coxim (MS) – Aquidauana (MS)

Deslocamento Inicial – 61 km

Especial (trecho cronometrado) – 194 km

Deslocamento final – 173 km

Total do dia – 428 km

26/08/2017 - 7ª e última etapa

Aquidauana (MS) – Bonito (MS)

Deslocamento Inicial – 120 km

Especial (trecho cronometrado) – 310 km

Deslocamento final – 2 km

Total do dia – 432 km

  • Percurso total do Rally dos Sertões – 3.344 km
  • Especiais (trechos cronometrados) – 2.049 km (61%)

Cerimônia de Premiação

 

Helena Soares e Josi Koerich estarão juntas pela primeira vez no Sertões (Foto: José Mário Dias)

Helena Soares e Josi Koerich estarão juntas pela primeira vez no Sertões (Foto: José Mário Dias)
Alta  | Web

Helena Soares (Luciano Santos/SigCom)

Helena Soares (Luciano Santos/SigCom)
Alta  | Web

Josi Koerich (Foto: Cadu Rolim)

Josi Koerich (Foto: Cadu Rolim)
Alta  | Web

 

GALERIA DE IMAGENS - CIRCUITO DO ESTORIL

GALERIA DE IMAGENS

 

CIRCUITO DO ESTORIL - BASTIDORES

 

Fotos de JoFOX 4875_CopyFOX 4881_CopyFOX 4883_CopyFOX 4884_CopyFOX 4887_CopyFOX 4891_CopyFOX 4893_CopyFOX 4899_CopyFOX 4901_CopyFOX 4904_CopyFOX 4907_CopyFOX 4908_CopyFOX 4911_CopyFOX 4914_CopyFOX 4928_CopyFOX 4940_CopyFOX 4945_CopyFOX 4953_CopyFOX 4970_CopyFOX 4981_Copyão Raposo Photography - www.velocidadeonline.com

 

NOVIDADES PARA O DAKAR 2018

 

NOVIDADES PARA O DAKAR 2018

 

 

  1. A Mini vai inscrever (pelo menos) um Buggy 2RM no Dakar 2018. Nada terá a ver com o veiculo presente na prova de 2015, nem com a segunda versão, usada por Jutta Kleinschmidt em outros eventos ao longo de 2016. Este novo 2RM terá uma imagem Mini. Quanto a pilotos, depois de Sven Quandt não ter conseguido contratar Carlos Sainz (que chegou a visitar a X-Raid), existe a vontade de recuperar Nani Roma para o projecto. Mas pode também ser Mikko Hirvonen a guiar o buggy no Dakar 2018.

 

TT NO BRASIL

 

Rally dos Sertões: Otávio Enz e Allan Enz enfrentarão pelo segundo ano a maior competição do país

Dupla de Apucarana está otimista por mais um excelente resultado no desafio que acontece de 19 a 26 de agosto

Otávio Enz e Allan Enz estão em contagem regressiva para a largada da edição 2017 do Rally dos Sertões. A maior competição off-road do país acontece entre os dias 17 a 26 de agosto no coração do Brasil. Pai e filho, respectivamente, esperam com ansiedade brigar pelo título da categoria Graduados, entre os carros inscritos na prova na modalidade regularidade.

Para enfrentar pela segunda vez o desafio na 25ª edição do Rally dos Sertões, a dupla qualificada atualmente como uma das melhores do Brasil em competições off-road, estará a bordo do veículo Mitsubishi e estão inscritos com o número 405. “Vamos competir com uma Pajero Full, mesmo modelo de carro que competimos ano passado, porém com um veículo mais novo e uma preparação ainda mais forte”, conta Otávio Enz.

Segundo o piloto os testes realizados até o momento foram positivos, e acredita que o carro irá obter um bom desempenho na competição. “Tivemos duas experiências com o carro e ficamos surpreendidos com a evolução, em Goiânia ainda melhoremos um pouco mais o desempenho com o pessoal da SFI”, diz.

Otávio e Allan Enz iniciaram sua trajetória em Apucarana e no Norte do Paraná em 2005, e acumulam no histórico os títulos de Campeões do Rally da Selva, Campeões do Rally Berohokã, Campeões do Rally Paraná, Campeões do Ibitipoca Off Road, Campeões Transparaná e Tricampeões da Mitsubishi Motorsports.

Pai e filho, equipe Zenz Rally Team, aprovaram o roteiro e entre a cidades que a prova passará conhecem apenas Goiânia (GO) e Barra do Garça (MT). "Muito legal, um terreno completamente diferente do ano passado”, analisou o piloto de 59 anos.

A dupla de Apucarana recebe o apoio técnico e mecânico da Mit Full Racing. “Nosso objetivo principal é completar todas as sete etapas com sucesso", menciona Allan Enz, 29 anos, que quer buscar o primeiro título do Rally dos Sertões.

Este ano o Rally dos Sertões terá um percurso de 3.344 quilômetros, sendo que 61% do total será em especiais cronometradas (2.049 quilômetros) e, o restante em deslocamentos, passando pelos estados de Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. A equipe partirá para Goiânia, distante 943 quilômetros da sede em Apucarana, contando com o apoio logístico de dez profissionais para manutenção, alimentação e deslocamentos, além de um motor home, duas vans de apoio, uma Mitsubishi L200 Triton.

Edição 2017

As equipes se reúnem no Autódromo Internacional de Goiânia para o primeiro compromisso da 25ª edição do Rally dos Sertões a partir do dia 16 de agosto. Na ocasião serão realizadas as vistorias técnicas e administrativas, largada promocional e o prólogo que irá definir a ordem de largada dos carros para a primeira de sete etapas da competição. A caravana partirá de Goiânia no dia 20 e terá chegada em Bonito (MS) no dia 26 de agosto. O roteiro passará por Goiânia (GO), Goianésia (GO), Santa Terezinha de Goiás (GO), Barra dos Garças (MT), Coxim (MS) e Aquidauana (MS).

Otávio Enz e Allan Enz contam com o patrocínio da Via Jap (Concessionária Mitsubishi), Zenz Western, Baterias Eletran, Radiex Team, SFI Chips, Zenz (Bonés / Camisetas / Uniformes), Rancho Faria e Posto Bresolin.

Confira a programação do Rally dos Sertões – 25 anos

16/08/2017

Abertura Área de Box no Autódromo Internacional de Goiânia.

17/08/2017

Vistorias Administrativas e Técnicas no Autódromo Internacional de Goiânia.

18/08/2017

Vistorias Administrativas e Técnicas no Autódromo Internacional de Goiânia.

19/08/2017

Prólogo e Largada Promocional.

20/08/2017 - 1ª Etapa

Goiânia (GO) – Goianésia (GO)

Deslocamento Inicial – 240 km

Especial (trecho cronometrado) – 310 km

Deslocamento final – 152 km

Total do dia – 702 km

21/08/2017 - 2ª Etapa

Goianésia (GO) – Santa Terezinha de Goiás (GO)

Deslocamento Inicial – 116 km

Especial (trecho cronometrado) – 245 km

Deslocamento final – 0 km

Total do dia – 361 km

22/08/2017 - 3ª Etapa

Santa Terezinha de Goiás (GO) – Aruanã (GO)

Deslocamento Inicial – 0 km

Especial (trecho cronometrado) – 297 km

Deslocamento final – 8 km

Total do dia – 305 km

23/08/2017 - 4ª Etapa

Aruanã (GO) – Barra do Garças (MT)

Deslocamento Inicial – 104 km

Especial (trecho cronometrado) – 263 km

Deslocamento final – 96 km

Total do dia – 463 km

24/08/2017 - 5ª Etapa

Barra do Garças (MT) – Coxim (MS)

Deslocamento Inicial – 13 km

Especial (trecho cronometrado) – 430 km

Deslocamento final – 210 km

Total do dia – 653 km

25/08/2017 - 6ª Etapa

Coxim (MS) – Aquidauana (MS)

Deslocamento Inicial – 61 km

Especial (trecho cronometrado) – 194 km

Deslocamento final – 173 km

Total do dia – 428 km

26/08/2017 - 7ª e última etapa

Aquidauana (MS) – Bonito (MS)

Deslocamento Inicial – 120 km

Especial (trecho cronometrado) – 310 km

Deslocamento final – 2 km

Total do dia – 432 km

Percurso total do Rally dos Sertões – 3.344 km

Especiais (trechos cronometrados) – 2.049 km (61%)

Cerimônia de Premiação

 

Zenz Rally Team na estreia da equipe no Sertões 2016 (Victor Eleutério/Fotop)

Zenz Rally Team na estreia da equipe no Sertões 2016 (Victor Eleutério/Fotop)
Alta  | Web

Otávio Enz e Allan Enz em festa na chegada da edição 2016 do Rally dos Sertões (Divulgação)

Otávio Enz e Allan Enz em festa na chegada da edição 2016 do Rally dos Sertões (Divulgação)
Alta  | Web

 

RALIS NO BRASIL

 

Rally de Panambi foi um dos mais rápidos da temporada

Apesar da dificuldade em fazer o reconhecimento das especiais a dupla Tiago Larrossa / KZ Morales garante o 4º lugar no Rally de Panambi.

Atendendo à uma mudança de última hora, a cidade de Panambi, no Rio Grande do Sul, sediou a quarta etapa do Campeonato Brasileiro de Rally de Velocidade no último fim de semana, dias 05 e 06 de agosto, contando com 147km de trechos cronometrados, divididos em 15 especiais.

Além de especiais muito rápidas, com piso duro e um clima ótimo, o evento trouxe um grande diferencial: uma especial no distrito industrial da cidade com 3,5 quilômetros que largava na terra, passava por asfalto, seguia por um breve trecho de calçamento e terminava novamente no asfalto. Contando com áreas exclusivas, o público pode acompanhar de perto como funciona um rally de velocidade.

Nas demais especiais seria necessário um levantamento preciso, que não possível devido à problemas profissionais do piloto Tiago Larrossa, que não pode estar presente na sexta-feira, quando foram liberadas as passagens nos trechos de domingo. Mesmo assim a dupla imprimiu um ritmo forte terminando a prova na quarta colocação no resultado acumulado.

Resultado RC2N
1. Ricardo Malucelli / Giovani Bordin – 1:23:52,22
2. Claudio Rossi / Eduardo Tonial – 1:24:18,23
3. Marco Malucelli / Vinicius Anzilieiro – 1:26:45,34
4. Tiago Larrossa / KZ Morales – 1:35:25,80
5. Paulo Nobre / Gabriel Morales – NC

Com esse resultado a dupla soma importantes pontos no Campeonato Brasileiro de Rally de Velocidade e se consolida na 5ª colocação.

Classificação do Campeonato RC2N
1. Ricardo Malucelli / Giovani Bordin – 56 pontos
2. Claudio Rossi / Eduardo Tonial – 38 pontos
3. Paulo Nobre / Gabriel Morales – 25 pontos
4. Marco Malucelli / Vinicius Anzilieiro – 20 pontos
5. Tiago Larrossa / KZ Morales – 19 pontos

A próxima etapa ainda não tem data e cidade conformada, mas será realizada no mês de setembro.
A dupla Tiago Larrossa / KZ Morales compete a bordo de um Lancer Evolution IX na categoria RC2N, para carros com tração integral, conta com a estrutura de apoio da equipe UB Rally e patrocínio de Lovato Móveis.a301 Copya302 Copy

 

MERCEDES BENZ CHALLENGE

 

Mercedes-Benz Challenge: Felipe Gama fará estreia na próxima etapa em Londrina

O quinto encontro do campeonato acontecerá no dia 10 de setembro no circuito de Londrina (PR)

Felipe Gama, de São Paulo, participará da quinta etapa do calendário do Mercedes-Benz Challenge que acontece no Autódromo Internacional Ayrton Senna, em Londrina (PR), nos dias 08 a 10 de setembro. Pela equipe Rsports Racing o piloto preencherá a vaga de Bruno Alvarenga, que não poderá estar com o time por motivos profissionais. “Expectativa é vencer, mesmo sem conhecer o carro e a categoria”, conta Felipe.

Felipe têm um apresso por categorias monomarcas como o Mercedes-Benz Challenge. “É um campeonato interessante, pois é uma porta de acesso com alta visibilidade, o que possibilita um piloto se destacar e começar uma carreira profissional. São carros desejo de consumo e até mesmo dos “sonhos” de muitos brasileiros, afinal Mercedes-Benz é Mercedes”, disse o piloto.

O piloto estará a bordo do Mercedes na categoria C 250 Cup de número #40 e vê como uma grande oportunidade de voltar às competições. “Estar de volta depois de três anos bate forte o coração, e ainda, a convite de um grande amigo, piloto em ascensão e grande empresário que admiro muito, Bruno Alvarenga”, diz Felipe. “Só um grande amigo é a peça para fazer nós voltarmos para as pistas, obrigado Brunão!”, completa Gama.

Felipe Gama conta com um histórico repleto de conquistas nas competições de kart, monopostos e turismo, sendo considerado por muitos como um dos pilotos mais rápidos no grid da Stock Car Light e da Stock Car, onde o mesmo já conquistou uma pole position e liderou corridas em 2006 e 2007. Assim como, no Campeonato Brasileiro de Marcas possui 14 pódios e seis vitórias.

Os pilotos Bruno Alvarenga e Felipe Gama contam com o patrocínio da Dimep, Tetto Rooftop Lounge, Carnes Panamby e Galeria Cabeleireiros.

Próximas etapas do Mercedes-Benz Challenge 2017:

5a Etapa: 10/09 - Londrina (PR)

6a Etapa: 22/10 - Tarumã (RS)

7a Etapa: 19/11 - Goiânia (GO)

8a Etapa: 10/12 - Interlagos/São Paulo (SP)

 

Piloto Bruno Alvarenga (Foto: Claudio Kolodiziej/Photo Racing)

Piloto Bruno Alvarenga (Foto: Claudio Kolodiziej/Photo Racing)
Alta  | Web

A quarta etapa foi realizada no autódromo do Velo Città, no interior paulista (Foto: Claudio Kolodiziej/Photo Racing)

A quarta etapa foi realizada no autódromo do Velo Città, no interior paulista (Foto: Claudio Kolodiziej/Photo Racing)
Alta  | Web

A próxima etapa será no dia 10 de setembro no Autódromo de Londrina (Racing Photo)

A próxima etapa será no dia 10 de setembro no Autódromo de Londrina (Racing Photo)
Alta  | Web

Bruno Alvarenga e Felipa Gama (Racing Photo)

Bruno Alvarenga e Felipa Gama (Racing Photo)
Alta  | Web

Mercedes C 250 Cup #40 (Racing Photo)

Mercedes C 250 Cup #40 (Racing Photo)
Alta  | Web

 

NOTICIAS DOS ESTADOS UNIDOS

 

Lucas Oil Racing TV is the first 24/7 On Demand motorsports network - 2000 plus hours of US, national and international racing, car shows, behind the scenes action and live-streaming events online without commercial breaks.
Upcoming LIVE:

Late Model Dirt - COMP Cams Topless 100 - Saturday - Aug. 19.
Batesville Motor Speedway - Batesville, Arkansas. A 3/8 mile dirt clay oval described as a fun track for both drivers and fans with grass bank seating.
Monthly & Yearly subscription.  
Airtime: 9:00pm ET 
Late Model - SPEARS Manufacturing 100 - Saturday - Aug. 19.  
Irwindale Speedway - Irwindale, CA. Twin paved oval race tracks (banked 1/2 and 1/3 mile). 
Yearly Subscription Only.
Airtime: 10pm ET 
Lucas Oil Modified Series - Summer ShootOut - Saturday - Aug. 19.  
Irwindale Speedway - Irwindale, CA. Located in the heart of the San Gabriel Valley, less than 25 minutes from down-town Los Angeles.  
Yearly Subscription Only 
Airtime: 10:00pm ET 
American Stock Car Series - Allen Crowe 100 - Sunday - Aug. 20.  From Illinois State Fairgrounds - Springfield, IL
Yearly Subscription Only
Airtime:
2:30pm ET
 
 
Recently added to the library: 

Hi-Tec Drift Allstar Series Round 5: Sydney, Australia - August 07, 2017
This week we head to Sydney Motorsports Park in Sydney, Australia for the 5th round of the Hi-Tec Drift Allstar Series. AVAILABLE FOR USA ONLY
Lucas Oil Drag Boat Series - Round 4: San Angelo, TX. - Top Fuel Hydro, Top Alcohol Hydro, Top Alcohol Flat - August 06, 2017
Top Fuel Hydro, Top Alcohol Hydro, & Top Alcohol Flat from San Angelo, Texas for The K&N Filters Showdown in San Angelo presented by SuperClean.
Lucas Oil Pro Pulling League - Greenville, OH - Day 2 - SMT & SSDT - August 04, 2017
Lucas Oil Pro Pulling League action from Greenville, Ohio for day 2 featuring Super Modified Tractor & Super Stock Diesel Truck.
Lucas Oil Off Road Racing Series - Round 3: Pro 4 & Pro Buggy - Baja International Short Course - August 04, 2017
Lucas Oil Off Road Racing Series - Estero Beach, Ensenada, BC, Mexico- Round 4 Pro 4 and Pro Buggy Off Road Racing Action from Estero Beach Resort
Lucas Oil ASCS National Sprint Car Dirt Series - Skagit Speedway Alger, WA-II - August 04, 2017
The Lucas Oil ASCS National Sprint Car Dirt Series returns to the Skagit Speedway for the 46th Annual Geico Jim Raper Memorial Dirt Cup Presented by Lucas Oil. Night 2 of 3
If you are unable to watch a race live, all live races will be available for replay after an event... usually within 24 hours. Please check back regularly for schedule updates. We are always adding new content and will also be adding to our live event offering throughout the season.
Lucas Oil Racing TV is currently available through Amazon Fire TV,  Android Devices,  Apple iPad, Apple iPhone,  Roku,  Xbox, and LucasOilRacing.TV for computers, tablets and smartphones.

 

ATENÇÃO LEITORES

Prepare o recomeço da temporada da melhor maneira com um dia de testes no Circuito do Estoril a 10 de Setembro.
Informações e inscrições em: www.estoriltestday.com

 

CAMPEONATO NACIONAL DE TRIAL

 

Campeonato Nacional de Trial 4x4 2017
Bruno Fernandes vence em Bragança

 

            Tinha vencido em Torres Vedras em 2016 e desde então que Bruno Fernandes (JMF) procurava novo ouro. A vitória chegou na etapa de Bragança, depois de 3 horas muito duras de resistência. “Tivemos menos problemas do que em outras corridas. Hoje tivemos 2 furos logo com meia hora de prova, numa altura que já liderávamos. Caímos para terceiro, mas com um andamento controlado, chegámos novamente à liderança. Ainda tivemos problemas com a porta do condutor e ainda tivemos mais um furo, mas conseguimos a vitória. Foi merecida”, explicou Bruno Fernandes.

            Depois de 5 provas, Rui Querido (Euro4x4parts/Veicomer) continua na frente da classificação geral, com mais 21 pontos do que o segundo classificado, Cláudio Ferreira (Auto Higino). Bruno Fernandes é terceiro com 54 pontos.           

 

Finalmente o ouro de Pedro Alves

            Pedro Alves (MonsTTer/Cistus) foi o vencedor da classe Extreme. Depois de 3 pratas e um bronze, Pedro Alves conseguiu finalmente o primeiro ouro de 2017. Em 2:36:55.400 completou 7 voltas ao circuito, mais 4 do que o segundo classificado António Calçada (NordHigiene Team). “Duas vezes, pelo menos, perdemos a prova na última volta ou no último minuto e aqui em Bragança não nos fugiu. E ainda bem que foi em Bragança porque estava aqui um palco fantástico para um dia duríssimo de trial com muitas coisas à moda antiga. Parabéns à organização, à Associação TT Sem Limites, ao Flávio Gomes pelo trabalho que ele teve e à Câmara Municipal. Foi um fim de semana fantástico”, disse Pedro Alves no final da prova, visivelmente satisfeito com este triunfo.

            António Calçada partiu a transmissão e não tinha suplente para trocar, por isso viu-se forçado a correr só com tração traseira o que, numa pista como a de Bragança, não era tarefa fácil. Entretanto partiu o guincho e abandonou a resistência ainda não estava cumprida 1 hora de prova.

            António Silva (Canelas Pneus) também foi obrigado a abandonar a prova mais cedo depois de ter capotado. Fisicamente não sofreu nenhuma mazela, mas a Toyota Hilux não ficou em condições de continuar em prova.

            Quando estão cumpridas 5 provas, Pedro Alves passou para a frente da classificação da Extreme com mais 3 pontos do que António Calçada e mais 6 do que António Silva.

 

Bruno Fernandes aproxima-se da liderança

            Ao vencer em termos gerais, Bruno Fernandes venceu também a classe Proto e aproximou-se dos lugares da frente.

            Rui Querido e Ivo Mendes não tiveram um dia nada fácil. “O carro não correspondeu hoje e tivemos de andar mais devagar. Partimos a corda várias vezes. Não deu para mais”, explicava Rui Querido no fim da prova.

            Em terceiro terminou Álvaro Alves (Dream car) que andou desde a primeira hora sem travões. Correu condicionado e ainda partiu o guincho da frente e o de trás e pararam 30 minutos antes da bandeirada xadrez.

            Nas contas do campeonato, Rui Querido segue na frente com 86 pontos, Álvaro Alves é segundo com 72 e Bruno Fernandes terceiro com 69 pontos.

 

Cláudio Ferreira regressou às vitórias

            Na categoria Super Proto Cláudio Ferreira (Auto Higino) repetiu a vitória da primeira etapa da época, em Valongo. “Correu bem. Tive que fazer uma grande gestão do carro para não haver surpresas porque a pista tinha várias ratoeiras. Queremos dar os parabéns à organização porque a pista estava excelente, era uma verdadeira pista de trial”, disse Cláudio Ferreira.

            Com as mesmas 13 voltas do vencedor, mas com mais 52 segundos ficou Cláudio Amarilio (Bar Amarilio) que teve problemas com os sticks e ainda furou um pneu.

            A completar o pódio da Super Proto ficou o madeirense Sérgio Rodrigues (S & J Team) que se estreou numa prova do CNTrial 4x4.

            Depois de 5 provas, Cláudio Ferreira recupera a liderança da Super Proto. Sai de Bragança com 81 pontos.

 

4 “ouros” para João Fernandes

            Em Bragança João Fernandes (Jovi Team) conquistou o quarto ouro da temporada, em cinco possíveis. “Tivemos vários azares hoje e esta vitória é resultado de muito trabalho e dedicação”, confessava João Fernandes.

            Pela frente João Fernandes teve, como de costume, a luta aguerrida de João Vicente (Santerchips/AM turbocharger/Jot4x). O piloto de Évora de Alcobaça até andou na frente da corrida, mas 2 furos roubaram-lhe tempo precioso na luta pela vitória.

            Nuno Urbano (Team Urbano&Urbano/Judas4x4) completa o pódio da promoção.

            Com esta vitória João Fernandes aumenta a vantagem nas contas gerais da classe. Tem agora 10 pontos de vantagem sobre João Vicente.

 

Tri para Daniel Duque

            Na Classe UTV/Buggy Daniel Duque (Duque TT) conseguiu o terceiro ouro da época. Completou 7 voltas à pista, mais 2 do que Domingos Diniz (Team Revi-clap 1). Daniel Duque chegou a Bragança na liderança da classe e sai da cidade transmontana com ainda mais vantagem. Tem agora 94 pontos, mais 8 do que Domingos Diniz.

 

            O Campeonato Nacional de Trial 4x4 regressa aos trilhos no fim de semana de 23 e 24 de setembro, em Ourém. Será a estreia do Espite Aventura na organização de uma etapa do CNTrial4x4.a133 Copy

 

SPRINT RACE - BRASIL

 

Sprint Race: Inversão de líderes na GP aquece disputa pelo título na segunda fase da edição 2017

A sexta etapa da edição 2017 será no dia 20 de agosto no autódromo de Curitiba

Após a quarta etapa da Sprint Race Brasil realizada com a Corrida de Convidados no último final de semana de julho em Interlagos, São Paulo, que contou com três corridas, mesmo sem vencer Berlanda Júnior manteve a liderança na categoria PRO e Kau Machado/Jorge Martelli retomam a liderança da GP, deixando o campeonato ainda mais embolado.  

As corridas da sexta edição foram marcadas por diversas disputas e muita satisfação por parte de competidores e organização após as bandeiradas finais, e a “briga” tende a esquentar na segunda parte da temporada. Na categoria GP, constata-se a alternância constante nas primeiras posições da tabela de classificação, foram três líderes: Gerson Campos, Kau Machado/Jorge Martelli, Claudio Buschmann.

O piloto paranaense Kau Machado é o companheiro do catarinense Jorge Martelli na divisão do carro #87.  A dupla vem de três vitórias, quatro segundo lugares e soma 197 pontos na tabela classificatória, sendo 37 pontos à frente do Gerson Campos que tem quatro vitórias e três segundo lugares e, em terceiro colado a apenas dois pontos de diferença, Claudio Buschmann com 158 pontos, ele marcou duas vitórias e dois segundo lugares. “Para Curitiba, como sempre, vou tentar fazer uma corrida justa, e se tudo der certo, continuar na liderança do campeonato”, destaca Kau.

"Usar o lastro nas pistas é desafiador, pois temos que mudar um pouco a guiada para fazer o carro se tornar competitivo. Somos uma dupla arrojada e a liderança mostra isso. A estratégia sempre foi pontuar ao máximo em todas as etapas, pensando no campeonato", acrescenta Jorge.  "Olhando para as últimas corridas a evolução dos pilotos foi grande e as brigas cada vez mais acirradas, a segunda metade do campeonato promete fortes emoções até as últimas voltas", menciona.

Para o catarinense Berlanda Júnior do SR#17 não será nada fácil andar com 55 quilos do lastro de sucesso (peso extra no carro destinado aos primeiros colocados no campeonato) na próxima etapa. "Os carros são muito parecidos e os pilotos competitivos, qualquer diferença aparece muito. Vamos tentar usar a experiência nesta etapa que temos o Set Up Free, onde poderemos mexer em itens como a calibragem, regulagem de aerofólio, barra estabilizadora e distribuição de freios”, explica o piloto de Florianópolis.

“Desde o início da temporada estamos usando a estratégia de pontuar e buscar terminar todas as corridas de preferência entre os três primeiros", completa Berlanda, campeão de 2016. O piloto acumula 173 pontos no campeonato, seguido por Raphael Campos, 147 pontos e Gabriel Lusquiños, 138 pontos.

As atividades na pista têm início nesta sexta-feira, 18, com treinos reservados para a organização. No sábado, 19, acontecem os dois treinos oficiais e os classificatórios nos 3.695 metros do traçado paranaense. As duas corridas programadas serão no domingo, 20.

Na segunda parte do calendário da Sprint Race 2017 restam oito corridas em quatro encontros. A próxima etapa no dia 20 de agosto será no circuito de Curitiba e no dia 24 de setembro, acontece a estreia da categoria no Autódromo do Velo Città, em Mogi Guaçu (SP).  Já a sétima e penúltima etapa no Autódromo de Londrina foi antecipada em uma semana e será no dia 28 de outubro para a realização da já tradicional Corrida Noturna. A etapa final será também na pista de Curitiba em 03 de dezembro, com pontos dobrados.

A quinta etapa da Sprint Race Brasil será exibida nos canais BandSports, Play TV, Programa Ultrapassagem e Programa Acelerados - no SBT e no YouTube (youtube.com/acelerados).

A Sprint Race tem patrocínio da Albriggs, aQuamec, Pirelli, Motul, Fremax e Rio Custom.

Classificação no Campeonato:

Categoria PRO

1) #17 Berlanda Junior, 173 pontos

2) #13 Raphael Campos, 147

3) #22 Gabriel Lusquiños, 138

4) #58 João Rosate, 137

5) #11 Erik Mayrink, 124

6) #07 Vinícius Margiota, 109

7) #27 Luiz Gustavo Túrmina, 100

8) #21 Sérgio Crispim, 52

Categoria GP

1) #87 Kau Machado/ Jorge Martelli, 197 pontos

2) #82 Gerson Campos, 160

3) #12 Claudio Buschmann, 158

4) #09 Ale Navarro, 118

5) #55 Caê Coelho, 88

6) #213 Nuno Pagliato, 64

7) #20 Jorge Garcia, 38

8) #44 Bruna Genoin, 32

Calendário 2017 - próximas etapas:

Etapa 5 - 20/08 - Curitiba (PR) - AIC - #SetUpFree

Etapa 6 - 24/09 - Mogi Guaçu (SP) -Velo Città

Etapa 7 – 28/10 - Londrina (PR) - #NightChallenge

Etapa 8 - 03/12 - Curitiba (PR) - AIC - #Pontos Dobrados

 

O calendário 2017 chegou à sua metade, restam oito corridas (Luciano Santos/SigCom)

O calendário 2017 chegou à sua metade, restam oito corridas (Luciano Santos/SigCom)
Alta  | Web

Berlanda Jr. segue na liderança da categoria PRO (Luciano Santos/SigCom)

Berlanda Jr. segue na liderança da categoria PRO (Luciano Santos/SigCom)
Alta  | Web

Jorge Martelli e Kau Machado (#87) retornaram a liderança na categoria GP (Luciano Santos/SigCom)

Jorge Martelli e Kau Machado (#87) retornaram a liderança na categoria GP (Luciano Santos/SigCom)
Alta  | Web

Gerson Campos #82 acumula quatro vitórias na GP (Luciano Santos/SigCom)

Gerson Campos #82 acumula quatro vitórias na GP (Luciano Santos/SigCom)
Alta  | Web

Claudio Buschmann #12 venceu as duas corridas em Cascavel e segue em tecreiro (Luciano Santos/SigCom)

Claudio Buschmann #12 venceu as duas corridas em Cascavel e segue em tecreiro (Luciano Santos/SigCom)
Alta  | Web

 

GALERIA DE IMAGENS - CIRCUITO DO ESTORIL

GALERIA DE IMAGENS

 

CIRCUITO DO ESTORIL~

 

Mais bastidores.....meninas...e não só......

 

Fotos de João Raposo Photography - www.velocidadeonline.comFOX 4799_CopyFOX 4809_CopyFOX 4812_CopyFOX 4813_CopyFOX 4815_CopyFOX 4819_CopyFOX 4820_CopyFOX 4821_CopyFOX 4822_CopyFOX 4823_CopyFOX 4824_CopyFOX 4826_CopyFOX 4828_CopyFOX 4829_CopyFOX 4830_CopyFOX 4831_CopyFOX 4832_CopyFOX 4835_CopyFOX 4837_CopyFOX 4838_CopyFOX 4839_CopyFOX 4840_CopyFOX 4848_CopyFOX 4850_CopyFOX 4851_CopyFOX 4856_CopyFOX 4856_CopyFOX 4858_CopyFOX 4860_CopyFOX 4861_CopyFOX 4862_Copy

 

FISGAS MOTORSPORT PODE REGRESSAR

FISGAS MOTORSPORT PODE  REGRESSAR À LEGEND´S CUP

 

Depois de ter participado na época passada com um BMW tripulado por Ricardo Santos, este ano a equipa está virada para o o Campeonato Nacional de Drift onde é a lider do campeonato, no entanto para 2018, soubemos que a equipa quer regressar às provas de pista na Legend´s Cup, com Ricardo Santos.No entanto também soubemos que há uma boa hipotese da equipar poder vir a alinhar com mais um carro  de potencia inferior ao BMW a ser utilizado, para outro piloto, cujo nome só será conhecido mais tarde.a129 Copy

 

SLOT CLUBE DO PORTO

Semana de 07 a 13 de Agosto no Slot Clube do Porto

Nestas férias é preciso trabalhar!

alt

Por isso, no próximo Sábado dia 12 de Agosto, vamos abrir às 10:00 horas, para acabarmos a empreitada de reconstrução das pistas de Rali e Raid.
Mas é preciso que apareçam, com vontade de contribuir para a valorização das nossas instalações.

alt

Até às 18:00 horas, podes dar um pequeno contributo, que junto com mais alguns, permitirá terminar esta empreitada a tempo da primeira prova que é já em 02 de Setembro.
E quem sabe se não se disputa algo extra-campeonato ainda em Agosto?
Está nas tuas mãos. Aparece.

por: José Guilherme

 

MERCEDES BENZ CHALLENGE

 

Mercedes-Benz Challenge: Na estreia no Velo Città, faltou uma pitada de sorte para Bruno Alvarenga

A próxima etapa acontecerá no dia 10 de setembro no circuito de Londrina (PR)

A quarta etapa do calendário do Mercedes-Benz Challenge foi realizado neste domingo (06), no Autódromo do Velo Città, em Mogi Guaçu (SP). A disputa aconteceu às 10h50. O piloto da Rsports Racing que comanda o Mercedes-Benz C250 Turbo, Bruno Alvarenga #40, participou da estreia do campeonato no circuito localizado a 180 km da capital paulista.

Para Bruno é um dos circuitos que mais se identificou. Em junho de 2012, o autódromo teve sua homologação assinada pela Confederação Brasileira de Automobilismo, conta com 3.493 metros, 14 curvas e apresenta um desnível de 45 metros entre o ponto mais alto e o mais baixo da pista. "A pista do Velo Città me agradou muito, principalmente por apresentar um traçado rápido, que exige agressividade e coragem, mas também técnica", menciona Bruno Alvarenga.

Segundo o piloto foi um final de semana que poderia ter sido perfeito. “Devido problemas no carro que praticamente passamos por todos os dias prejudicaram muito. Infelizmente, nos treinos o câmbio prejudicou bastante o rendimento, comparado ao que fizemos quando treinamos há dois meses atrás nesta pista”, comenta Bruno.

“Na corrida, corrigimos o câmbio, mas largamos lá de trás e ganhamos, após uma excelente largada quatro posições, pulando para o bolo e mais rápido que os carros da frente. Mas infelizmente, mais uma vezes, devido à falha no ABS, travando a roda dianteira direita, rodei perdendo várias posições. Por isso, fui obrigado a levar o carro ao box e abandonar a corrida”, diz o piloto paulistano.

A próxima etapa do Mercedes-Benz Challenge será disputada no dia 10 de setembro, em Londrina (PR), e por compromissos profissionais Bruno anunciou que cederá o volante para o piloto Felipe Gama. “Na minha opinião, o Felipe faz parte dos grandes nomes que já passaram pelo automobilismo, esperamos que contribua para o acerto do carro e algumas dicas para melhoria para as outras etapas”, finaliza.

Bruno Alvarenga conta com o patrocínio da Dimep, Tetto Rooftop Lounge, Carnes Panamby e Galeria Cabeleireiros.

Confira como terminou a corrida deste fim de semana no Velo Città:

1) Fernando Júnior, CLA, 48min21s057
2) Roger Sandoval, CLA, a 4s381
3) José Vitte, CLA, 6s131
4) Adriano Rabelo, CLA, 11s792
5) Luiz Carlos Ribeiro, CLA, 12s448
6) Pierre Ventura, CLA, 18s158
7) Lorenzo Varassin, CLA, 20s086
8) Raijan Mascarello, CLA, 20s895
9) Paulo Varassin, CLA, 31s809
10) Danilo Pinto, CLA, 34s079
11) André Moraes Jr., C 250, 40s734
12) Peter Michael Gottschalk, C 250, 53s530
13) Flavio Andrade, C 250, 1min01s007
14) Claudio Simão, C 250, 1min10s096
15) Marcos Paioli/Peter Gottschalk, C 250, 1min29s690
16) Raphael Teixeira/Rodrigo Cruvinel, C 250, 1 volta
17) Betão Fonseca, CLA, 1 volta
18) Beto Rossi, C 250, 1 volta
19) Carlos Machado, C 250, 1 volta
20) Carlos Alberto Guilherme/Sergio Kuba, C 250, 1 volta
21) João Lemos, C 250, 1 volta
22) Renato Braga, CLA, 1 volta
23) Cello Nunes, C 250, 1 volta
24) Ciro Lobo/Fabio Peterson, C 250, 2 voltas
25) Fernando Amorim, CLA, 3 voltas
26) Alexandre Navarro, C 250, 6 voltas
27) Luiz Barcellos, C 250, 6 voltas
28) Bruno Alvarenga, C 250, 20 voltas
29) Fabio Escorpioni, CLA
30) Arnaldo Diniz, CLA

Campeonato - CLA AMG Cup

1) Fernando Junior, 76 pontos
2) José Vitte, 51
3) Lorenzo Varassin, 46
4) Roger Sandoval, 45
5) Betão Fonseca, 42
6) Renato Braga, 35
7) Adriano Rabelo, 31
8) Pierre Ventura, 29
9) Luiz Carlos Ribeiro, 28
10) Fernando Amorim, 19
11) Fabio Escorpioni, 18
11) Fernando Poeta, 18
13) Cristian Mohr, 17
14) Paulo Varassin, 15
14) Danilo Pinto, 15
15) Raijan Mascarello, 12
16) Alexandre Buneder, 8
17) Cesar Fonseca, 2

Campeonato – C 250 Cup

1) Raphael Teixeira/Rodrigo Cruvinel, 60 pontos
2) Claudio Simão, 59
3) Flavio Andrade, 51
3) André Moraes Jr., 51
5) Marcos Paioli/Peter Gottschalk, 41
6) João Lemos, 34
7) Max Mohr, 29
8) Alexandre Navarro, 28
8) Peter Michel Gottschalk, 28
10) Cello Nunes, 25
11) Carlos Machado, 22
11) Beto Rossi, 22
13) Bruno Alvarenga/Ydenis de Souza, 15
14) Luiz Barcellos, 14
15) C.A.Guilherme/S.Kuba, 12
16) C.Lobo/F.Peterson, 10
17) Fernando Pessoa, 6
18) Rudinei Sabino, 4
19) Giusepe Vecci, 1

Calendário do Mercedes-Benz Challenge 2017.

1a Etapa: 02/04 - Goiânia (GO)

2a Etapa: 21/05 - Santa Cruz do Sul (RS)

3a Etapa: 02/07 - Curitiba (PR) - Corrida do Milhão

4a Etapa: 06/08 - Velo Città/Mogi Guaçu (SP)

5a Etapa: 10/09 - Londrina (PR)

6a Etapa: 22/10 - Tarumã (RS)

7a Etapa: 19/11 - Goiânia (GO)

8a Etapa: 10/12 - Interlagos/São Paulo (SP)

 

Bruno Alvarenga comanda o Mercedes C 250 #40 (Foto: Claudio Kolodiziej/Photo Racing)

Bruno Alvarenga comanda o Mercedes C 250 #40 (Foto: Claudio Kolodiziej/Photo Racing)
Alta  | Web

Brunofez a estreia juntamente com a Mercedes-Benz Challenge no Velo Città (Foto: Claudio Kolodiziej/Photo Racing)

Brunofez a estreia juntamente com a Mercedes-Benz Challenge no Velo Città (Foto: Claudio Kolodiziej/Photo Racing)
Alta  | Web

Piloto Bruno Alvarenga (Foto: Claudio Kolodiziej/Photo Racing)

Piloto Bruno Alvarenga (Foto: Claudio Kolodiziej/Photo Racing)
Alta  | Web

A quarta etapa foi realizada no autódromo do Velo Città, no interior paulista (Foto: Claudio Kolodiziej/Photo Racing)

A quarta etapa foi realizada no autódromo do Velo Città, no interior paulista (Foto: Claudio Kolodiziej/Photo Racing)
Alta  | Web

Bruno Alvarenga e o convidado para a próxima etapa Felipa Gama (Foto: Claudio Kolodiziej/Photo Racing)

Bruno Alvarenga e o convidado para a próxima etapa Felipa Gama (Foto: Claudio Kolodiziej/Photo Racing)
Alta  | Web

 
Mais artigos...

João Raposo

Telemóvel: +351 961 686 867
E-mail: jraposo-air@portugalmail.pt