In order to view this object you need Flash Player 9+ support!

Get Adobe Flash player
Joomla! Slideshow

VELO CAB2012


VITÓRIA NAS CANARIAS

 

Vitória nas Canárias

José Correia, o Nissan GT-R GT3 e a Vettra Motorposrt venceram de forma clara a Rampa de Arona,  junto a Tenerife, no Arquipélago espanhol das Canárias.
Apesar do traçado ser desconhecido ao piloto e aos técnicos da Vettra Motorpsort, desde a primeira subida que o nome do português surgiu na primeira posição da tabela de tempos, para não mais o largar.

A demontração de poder de José Correia e dos restantes portugueses em prova – terminaram todos no top 5 -, reforça o papel cada vez maior que o Campeonato Nacional de Montanha assume no panorama europeu.

Luís Borges referiu que “ é a segunda vez que a Vettra Motorsport se desloca a uma rampa fora de Portugal; e uma vez mais fizemos o nosso melhor, traduzido-se numa vitória de José Correia e de toda a equipa.”. Sobre o traçado “ era desconhecido para nós e, inicialmente, havia algum receio face a isso e aos concorrentes espanhóis, igualmente bem equipados, e conhecedores da prova atlântica”, mas no final, o homem que dirige a equipa bracarense era uma pessoa feliz com o resultado obtido e a experiência acumulada em mais uma experiência internacional.a183 Copy

 

APPAM MANTÉM MESMA DIRECÇÃO

APPAM MANTÉM MESMA DIRECÇÃO

 

 

O piloto Joaquim Teixeira  reeleito presidente da Associação Portuguesa de Pilotos de Automóveis de Montanha
No passado dia 14 realizou-se em Vila Real a Assembleia Geral da APPAM.
Joaquim Teixeira, foi reeleito pela terceira vez consecutiva como Presidente da Associação Portuguesa de Pilotos de Automóveis de Montanha (APPAM).
Joaquim Teixeira vai continuar a presidir os destinos da direção da APPAM nos próximos anos de 2018/19. A lista da direção conta ainda com os vices Nuno Guimarães e Martine Pereira, secretario João Fonseca e tesoureiro Luis Nunes.
Ciente do trabalho que terá pela frente Joaquim Teixeira congratula-se com o desfecho das eleições: "Estou contente, pois este resultado revela que os associados confiam no trabalho que eu e a minha equipa temos vindo a desenvolver e acreditam que o nosso programa é o mais indicado para que a APPAM desempenhe, no panorama automobilístico, a tarefa que lhe compete. Nunca pensei ao terceiro mandato poder vencer novamente com os votos favoráveis da totalidade dos sócios presente na Assembleia Geral.
A inexistência de abstenções ou votos contra aumentou-nos a responsabilidade perante os associados e tudo iremos fazer para continuar a trabalhar de modo a conseguirmos que o Campeonato de Portugal de Montanha seja cada vez mais um campeonato de referencia no panorama do desporto automóvel em Portugal.
Sabemos que ainda temos muito para fazer, mas estou certo que isso é possível e a melhor prova, é que neste momento o CPM é um dos campeonatos mais importantes em Portugal, sendo já uma referencia para campeonatos de outros países.
Com o trabalho dos órgãos sociais e de todos os associados, a APPAM tem vindo a impor-se no desporto automóvel em Portugal, como uma instituição credível e de referencia pelo trabalho desenvolvido ao longo destes anos”.

 

GALERIA DE IMAGENS

GALERIA DE IMAGENS

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017

 

RAMPA SERRA DA ESTRELA

 

Grupo de imagens do rampa da Serra da EsFOX 7147_CopyFOX 7148_CopyFOX 7149_CopyFOX 7150_CopyFOX 7151_CopyFOX 7154_CopyFOX 7155_CopyFOX 7173_CopyFOX 7177_CopyFOX 7178_CopyFOX 7179_CopyFOX 7182_CopyFOX 7184_CopyFOX 7185_CopyFOX 7186_CopyFOX 7190_CopyFOX 7192_CopyFOX 7193_CopyFOX 7195_CopyFOX 7197_CopyFOX 7198_CopyFOX 7200_CopyFOX 7202_CopyFOX 7204_CopyFOX 7207_CopyFOX 7209_Copytrela.

 

 

Fotos de JOão Raposo Photography - www.velocidadeonline.com

 

GALERIA DE IMAGENS

GALERIA DE IMAGENS

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017

 

RAMPA SERRA DA ESTRELA

 

Grupo de imagens do rampa da Serra da EsFOX 7147_CopyFOX 7148_CopyFOX 7149_CopyFOX 7150_CopyFOX 7151_CopyFOX 7154_CopyFOX 7155_CopyFOX 7173_CopyFOX 7177_CopyFOX 7178_CopyFOX 7179_CopyFOX 7182_CopyFOX 7184_CopyFOX 7185_CopyFOX 7186_CopyFOX 7190_CopyFOX 7192_CopyFOX 7193_CopyFOX 7195_CopyFOX 7197_CopyFOX 7198_CopyFOX 7200_CopyFOX 7202_CopyFOX 7204_CopyFOX 7207_CopyFOX 7209_Copytrela.

 

 

Fotos de JOão Raposo Photography - www.velocidadeonline.com

 

RAMPA DE ARONA - CANÁRIAS

 

José Correia e a Vettra Motorsport na Rampa de Arona



A Rampa de Arona é o próximo palco dos Campeões Nacionais de Montanha, na categoria reservada aos GT: José Correia, o Nissan GT-R GT3 e a Vettra Motorposrt.
A Rampa de Arona, nas Canárias, procura projecção internacional e nada melhor que convidar os campeões nacionais.a127 Copy
 

PILOTOS PORTUGUESES NAS CANÁRIAS

 

Pilotos portugueses em excelente plano na espanhola Subida a Arona

 

José Correia, Manuel Correia e Joaquim Teixeira representaram as cores de Portugal na 15ª edição da Subida a Arona – La Escalona, disputada na região de Tenerife, nas ilhas Canárias. O pilotos lusos foram dos mais rápidos da sua categoria e ainda receberam o apoio da afición.

 

A Subida a Arona atraiu milhares de espectadores à rampa disputada na zona sul de Tenerife, num evento que se prepara para regressar ao calendário do Campeonato de Espanha de Montanha em 2018. A organização, a cargo da Escuderia Zapatera, convidou três pilotos portugueses para abrilhantarem o evento, numa lista de inscritos que contava com mais de oito dezenas de viaturas.

 

José Correia (Nissan Nismo GT-R GT3), Manuel Correia (Ford Fiesta R5+) e Joaquim Teixeira (Renault Mégane Trophy) estrearam-se na rampa espanhola e estiveram à altura do desafio. José Correia levou o Nissan à vitória na Categoria 2, que em Espanha é destinada aos carros “carroçados” (todos os que não são barchettas), Manuel Correia foi o 3º classificado da categoria com o Ford Fiesta R5+, enquanto Joaquim Teixeira fechou o top 5, ao volante do Renault Mégane Trophy.

 

“Foi uma excelente experiência”, afirmou José Correia no final. “Aprender uma rampa completamente nova para nós obriga-nos sempre a evoluir. Tivemos de fazer um reconhecimento mais profundo do traçado mas acho que nos adaptámos bem. Fomos os mais rápidos da categoria desde os treinos e conseguimos um tempo interessante nas duas subidas de prova. Mas acima de tudo gostei muito do espírito de camaradagem entre todos os pilotos e do apoio do público, que nos pedia para pararmos em todas as descidas para tirarem fotos comigo e com o carro. Gostei muito da prova”, concluiu José Correia, que esta época se sagrou campeão nacional da Categoria 2/GT.

 

“Fomos ao pódio da categoria e penso que estivemos muito bem para quem nunca tinha corrido aqui”, apontou Manuel Correia. “Esta rampa é muito bonita, com uma primeira parte muito rápida e depois uma zona mais técnica. Tivemos mais de 80 carros inscritos e fiquei sobretudo impressionado com o público, que apoia muito os pilotos, independentemente do carro ou nacionalidade. Já nos convidaram para virmos cá outra vez para o ano e acho que esta rampa é, de facto, uma experiência a repetir. Quero agradecer a todo o público, à minha família e também a um grupo de amigos que vieram de Portugal propositadamente para nos apoiar. Foi um fim de semana excelente a todos os níveis”, concluiu o piloto do Fiesta R5+, bicampeão nacional da Categoria 4 e vice-campeão de Turismos.

 

“Com um pouco de sorte acho que poderíamos ter conseguido os três primeiros lugares da categoria”, analisou Joaquim Teixeira, que em 2017 foi campeão nacional de Turismos no CNM. “Fiz um pião na primeira das duas subidas de prova e depois tive de ser mais cauteloso na derradeira subida. Fui 5º da categoria mas poderia ter sido ainda melhor. Penso que todos os portugueses gostaram muito do contacto com o público e os próprios pilotos aplaudiam-nos quando chegávamos à assistência. Acima de tudo, acho que dignificámos a imagem de Portugal e do nosso campeonato”.000 0832_Copy000 0962_Copy000 1033_Copy

 

JOSÉ CORREIA E NISSAN GTR VENCEM EM ESPANHA

 

José Correia brilhou na estreia em Espanha

 

José Correia e o Nissan Nismo GT-R GT3 foram atrações na Subida a Arona La Escalona, em Tenerife, nas ilhas Canárias. O piloto de Braga venceu a categoria onde estava inserido e ainda deu espetáculo para a afición.

José Correia e a JC Group Racing Team competiram no passado sábado na 15ª edição da Subida a Arona, em Espanha, a primeira prova que o piloto de Braga disputou no país vizinho. Após um convite endereçado pelo organizador - Escuderia Zapatera - após a última Rampa Internacional da Falperra, José Correia levou o espetacular Nissan Nismo GT-R GT3 à prova insular, disputada na zona sul de Tenerife e que pretende regressar ao calendário do Campeonato Espanhol de Montanha. Numa lista com 82 inscritos, o piloto português acabou por dominar a Categoria 2, onde alinhavam todos os carros que não fossem barchettas.

Foi uma excelente experiência, afirmou José Correia no final. Aprender uma rampa completamente nova para nós obriga-nos sempre a evoluir. Tivemos de fazer um reconhecimento mais profundo do traçado mas acho que nos adaptámos bem. Fomos os mais rápidos da categoria desde os treinos e conseguimos um tempo interessante nas duas subidas de prova. Mas acima de tudo gostei muito do espírito de camaradagem entre todos os pilotos e do apoio do público, que nos pedia para pararmos em todas as descidas para tirarem fotos comigo e com o carro. Gostei muito da prova, concluiu José Correia, que esta época se sagrou campeão nacional da Categoria 2/GT.000-900 Copy000-901 Copy000 0875_Copy000 0878_Copy

 

MANUEL CORREIA NAS CANÁRIAS

 

Manuel Correia e a estreia nas ilhas Canárias: “A Subida a Arona é uma experiência a repetir”

 

A 15ª edição da Subida a Arona – La Escalona, realizada na zona sul de Tenerife, contou com a presença de Manuel Correia e do Ford Fiesta R5+. O piloto português subiu ao pódio da categoria e gostou da experiência em Espanha.

Depois de se ter sagrado bicampeão nacional de Montanha na Categoria 4 e vice-campeão nacional de Turismos, Manuel Correia fez este sábado uma incursão pelas rampas espanholas, alinhando na Subida a Arona – La Escalona, nas ilhas Canárias. O piloto de Braga competiu na Categoria 2, num regulamento bastante diferente daquele que é praticado em Portugal, mostrando-se em bom plano numa rampa que desconhecia por completo.

“Fomos ao pódio da categoria e penso que estivemos muito bem para quem nunca tinha corrido aqui”, apontou Manuel Correia. “Esta rampa é muito bonita, com uma primeira parte muito rápida e depois uma zona mais técnica. Tivemos mais de 80 carros inscritos e fiquei sobretudo impressionado com o público, que apoia muito os pilotos, independentemente do carro ou nacionalidade. Já nos convidaram para virmos cá outra vez para o ano e acho que esta rampa é, de facto, uma experiência a repetir. Quero agradecer o excelente trabalho da equipa ARC Sport, a todo o público, à minha família e também a um grupo de amigos que vieram de Portugal propositadamente para nos apoiar. Foi um fim de semana excelente a todos os níveis”, concluiu o piloto do Fiesta R5+..000 0778_Copy000 0782_Copy000 0793_Copy000 1027_Copy

 

GALERIA DE IMAGENS DE PAULO NOBRE - RAMPA SENHORA DA GRAÇA

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA

 

RAMPA SENHORA DA GRAÇA

 

Outras prespectivas de fotografar alguns dos participantes na Rampa da Sea35 Copya36 Copya37 Copya38 Copya39 Copya40 Copya41 Copya42 Copya43 Copya44 Copya45 Copya46 Copya47 Copya48 Copya49 Copya49 Copya50 Copya51 Copya52 Copya53 Copya54 Copya55 Copya56 Copya58 Copynhora da Graça, fotos da autoria do nosso leitor Paulo NObre de Braga.

 

Fotos de Paulo Nobre na Rampa Senhora da Graça - www.velocidadeonline.com

 

MANUEL CORREIA NAS CANÁRIAS

 

Subida a Arona é o novo desafio de Manuel Correia

 

O bicampeão nacional de Montanha da Categoria 4 vai descobrir este sábado a espanhola Subida a Arona – La Escalona, disputada na região de Tenerife. A rampa das ilhas Canárias é um desafio motivador para Manuel Correia.

Depois de ter dominado por completo a Categoria 4 do Nacional de Montanha e de se ter sagrado vice-campeão nacional de Turismos, Manuel Correia vai enfrentar este sábado uma rampa que nunca disputou: a Subida a Arona – La Escalona, realizada na zona sul de Tenerife, nas ilhas Canárias. O piloto do Ford Fiesta R5+ já reconheceu o traçado espanhol e espera acumular mais uma experiência positiva na sua carreira nas rampas.

“O traçado é muito sinuoso mas bonito. Em toda a minha carreira só disputei uma rampa fora de Portugal, no Luxemburgo, por isso é sempre bom descobrir novas provas e correr contra novos adversários. Isso faz-nos evoluir como pilotos. O meu objetivo é o mesmo do Campeonato Nacional: divertir-me ao máximo e tentar estar entre os melhores da minha categoria, sabendo que aqui os pilotos espanhóis serão sempre os favoritos à vitória”, referiu Manuel Correia, pouco depois da primeira inspeção à rampa organizada pela Escuderia Zapatera.

A Subida a Arona aposta em regressar ao calendário do Campeonato de Espanha de Montanha na próxima época. A edição de 2017 realiza-se unicamente no sábado (dia 7), com os primeiros treinos livres marcados para as 09h30 e a derradeira subida de prova a começar às 14h00.

 000 8999_Copy000 9156_Copy

 

GALERIA DE IMAGENS - RAMPA DE BOTICAS

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA

 

RAMPA DE BOTICAS

 

Grupo de imagens da rampa de Boticas, ultima prova do Campeonato Nacional de MOntanha, feitas pelas lentes do Nuno Organista.

 

Fotos de NUno Organista - www.velocidadeonline.combo1organista Copybo3 Copybo4 Copybo5 Copybo6 Copybo7 Copybo8 Copybo9 Copybo10 Copybo11 Copybo12 Copybo13 Copybo14 Copybo15 Copybo16 Copybo17 Copybo18 Copybo19 Copy

 

RAMPA DE BOTICAS

 

Teve lugar no passado fim-de-semana, em Boticas, a 8ª e última prova do Campeonato Nacional de Montanha 2017. Utilizando o novo traçado de Boticas pela 2ª vez, o qual foi provido este ano de uma secção final mais extensa, muito rápida e desafiante, acrescentando emoção a rodos a todos os pilotos e aos espectadores presentes. Parabéns Demoporto e Câmara de Boticas pelo investimento levado a cabo.

RUI RAMALHO # OSELLA PA21S EVO (E2-SC) # 102

Rui Ramalho apresentou-se nesta última prova como líder absoluto do Campeonato com 9 pontos de vantagem e tinha como único objectivo terminar a prova isento de percalços, em que a 2ª posição lhe servia perfeitamente para as contas do Campeonato e se assim o tinha de fazer, melhor o concretizou, ao concluir esta Rampa na 2ª posição, seguindo à risca as instruções do seu irmão Paulo Ramalho e da sua Equipa.

Com este resultado, Rui Ramalho sagrou-se Campeão Nacional de Montanha 2017, objectivo esse que tanto ambicionava e o fez por merecer este ano, bem como em épocas anteriores, em que por muito pouco na altura lhe escapou.

Foi uma prova de nervos, pois nada podia claudicar tecnicamente no Osella PA21S EVO, utilizado pontualmente nesta prova por Rui Ramalho, felizmente e uma vez mais tudo correu pelo melhor, com a Equipa técnica a realizar um trabalho fantástico na manutenção e preparação do mesmo, não deixando nada ao acaso.

"Estou muito, muito, feliz por mim e pela minha equipa e em especial pelo meu irmão, mentor deste projecto, a quem devo este momento e a quem agradeço do fundo do coração. Este fim-de-semana interessava somente garantir o título, por isso abdiquei de lutar pela vitória e fiz apenas o necessário para finalizar a prova logo atrás do Pedro e garantir esse objectivo. Parabéns também ao Pedro Salvador, um adversário duríssimo e que deu um sabor muito especial a esta conquista, algo que eu já perseguia desde 2014."

alt
On Board Rui Ramalho
alt
Best of Rui Ramalho
PAULO RAMALHO # OSELLA PA2000 EVO2 (E2-SC) # 103

Paulo Ramalho depois de ter garantido na prova anterior o 3º lugar do Campeonato, a sua atenção aqui em Boticas apenas se direccionou para o desenrolar da prova do seu irmão Rui Ramalho que lutava pelo Título e por todos os trabalhos de manutenção preventiva que se desenvolviam na sua tenda de assistência em redor do Osella PA21S EVO do seu irmão. Nem o facto de pilotar pela 1ª vez o desafiante Osella PA2000 EVO2, o qual apelidou de "besta", tais as suas estonteantes performances, foi motivo de sua distracção ou de desvio da atenção dos elementos da sua Equipa para realizarem qualquer tarefa, pois o intuito foi apenas a realização de um sonho pessoal em pilotar este carro, numa oportunidade talvez única e muito provavelmente sem repetição futura. O 5º lugar absoluto e o 3º lugar que alcançou na Categoria dos Protótipos nesta Rampa foi o que "menos significado" teve para ele, pois o que mais desejava era o Título do seu irmão.

"Este fim-de-semana foi para mim o fim-de-semana desportivo mais intenso que alguma vez vivi nestes 18 anos em que participo na Montanha, nem nos meus 2 Títulos de Campeão ou 3 Vice-Campeonatos que alcancei, os sentimentos não se comparam aos que senti no final de Domingo ao ver o meu irmão Rui Ramalho sagrar-se Campeão Nacional de Montanha 2017. As épocas passadas foram muito marcantes para mim, ao assistir aos desaires do meu irmão em não conseguir atingir o tão desejado Título. Com esse sentimento em mente, tudo fiz o que estava ao meu alcance este ano para que ele finalmente tivesse todas as condições para lutar pelo Campeonato. Sabia que tinha capacidades inatas para tal, já o tinha demonstrado nas épocas anteriores, precisávamos de trabalhar e melhorar alguns aspectos com bastante afinco e assim o fizemos em Equipa, como o resultado final bem o demonstra, contra um adversário e Amigo de alto nível e de referência Europeia desta modalidade, como é o caso do Pedro Salvador, o que vem engrandecer ainda mais todo o nosso trabalho e o Título alcançado pelo meu irmão Rui. Realizei aqui o meu maior sonho desportivo ao proporcionar ao meu irmão este tão desejado Campeonato, muito sofrido, mas tão merecido por ele.

Ao longo destes 18 anos tentei sempre evoluir o Team PRMiniracing na busca de resultados cada vez mais relevantes, no entanto, a partir de 2014 pelos resultados que o meu irmão apresentava já na altura, concluí que tinha de preparar a Equipa e adquirir os meios para o efeito para que pudesse preparar um sucessor meu, com as possibilidades que nunca tive quando me iniciei. O meu sentimento é agora de testemunho passado e que honra os pergaminhos daquilo que sempre preconizei para o Team PRMiniracing.

Para terminar, o meu profundo agradecimento à minha Equipa pela incansável dedicação, à minha fantástica esposa Isabel Ramalho, Família, Amigos e Patrocinadores pelo imprescindível apoio. Ainda um agradecimento muito especial e do coração à minha equipa médica, enfermeiros e auxiliares que me acompanha e trata com profissionalismo e carinho ímpar. Muito obrigado a todos !!!"

alt
On Board Paulo Ramalho
alt
Best of Paulo Ramalho

 

LEONEL BRAS VENCEU CATEGORIA EM BOTICAS

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017

 

 

VALVOLINE – JC GROUP

 

RAMPA DE BOTICAS


LEONEL BRÁS VENCEU CATEGORIA NA RAMPA DE BOTICASFOX 7238_Copy

 

Uma vez mais Leonel Brás,  o piloto de Murça ao volante do seu Citroen AX, que ostenta as côres da Texaco, não deixou os créditos por mãos alheias, e rubricou nova vitória em termos de categoria no passado fim de semana na Rampa de Boticas, ultima prova do calendário do Campeonato Nacional de Montanha, organizado sob a égide da Demoporto.

 

Leonel Brás não deu qualquer tipo de facilidade à sua concorrencia mais directa, empenhando-se a fundo, tendo feito nas três subidas os tempos de 3.14.413, 3.10.239 e 3.11.412. Satisfeito com esta vitória, o piloto da Texaco, depois de colocar o Citroen AX no parque fechado, disse-nos “ jornada muito positiva com nova vitória, o carro esteve bem, tive logo de me aplicar a fundo, para lutar pela vitória, objectivo esse alcançado.Dedico esta vitória aos meus patrocinadores, que acreditaram no meu projecto, não esquecedo toda a minha familia, para todos o meu muito obrigado “.

 

Quanto à próxima época  para o piloto da Texaco, Leonel Brás continuou “ ainda é cedo para pensar na próxima época, mas tudo vai depender dos apoios, pois se conseguir uma certa verba, poderei  trocar de carro, tenho algumas ideias, que para já não posso divulgar,mas  vou colocar  à venda o Citroen AX e depois logo verei “.

 

CLASSIFICAÇÃO FINAL

 

TAÇA NACIONAL DE MONTANHA

 

1º LEONEL BRÁS – CITROEN AX

2º Francisco Leite – Fiat Punto

 

RICARDO LOUREIRO NO PÓDIO EM BOTICAS

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017

 

 

VALVOLINE – J C GROUP

 

RAMPA DE BOTICAS

 

RICARDO LOUREIRO NO PÓDIO EM BOTICAS

 

O piloto do Caramulo Racing Team, Ricardo Loureiro, ao volante do seu Ford Escort terminou em 2º lugar a Rampa de Boticas, ultima jornada do Campeonato Nacional de Montanha, organizado sob a égide da Demoporto.

 

Ricardo Loureiro  ensaiou  novas soluções técnicas no seu Ford Escort, que  faria nas tres subidas de prova os tempos de  3.11.919, 3.06.764 e 3.06.092.Satisfeito com estes resultados, Ricardo Loureiro disse-nos no final “ correu muito bem, o carro esteve impecável.Tudo aquilo que testamos no Caramulo Motorfestival originou este resultado.Era impossivel, quanto a mim bater o BMW do Carlos Oliveira, que não deu qualquer tipo de  hipótese, agora há que pensar na próxima época, e ver ainda o que se poderá evoluir mais,  “, disse-nos.

 

Por ultimo queria agradecer todo o apoio que me foi dado por parte  da minha mulher e dos meus filhos, assim como os patrocionaodres que são os seguintes :

 

ESCOLA PROFISSIONAL DE TONDELA;

SOCIMÁVIS;

REALNORMA;

JUNTA FREGUESIA GUARDÃO;

CAMARA MUNICIPAL TONDELA;

RESTAURANTE MONTANHA;

RÁDIO EMISSORA DAS BEIRAS;

 

 

 

 

 

CLASSIFICAÇÃO FINAL

 

1º Carlos Oliveira – BMW 323

2º RICARDO LOUREIRO – FORD ESCORT

3º Rui Gama - VolkswagenFOX 7251_CopyFOX 7515_Copy

 

FLAVIO SAINHAS OBTEM 2º LUGAR

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017

 

VALVOLINE – JC GROUP

 

RAMPA DE BOTICAS

 

FLÁVIO SAINHAS OBTEM 2º LUGAR E É VICE CAMPEÃO EM BOTICAS

 

 

Flávio Sainhas ao volante do seu Ford Escort, terminou a rampa de Boticas na segunda posição da categoria 6, sagrando-se assim vice-campeão.

 

Assim, Flávio Sainhas faria nas três subidas de prova os tempos de 3.00.515, conseguindo na segunda subida um excelente crono com 2.57.334, ficando na ultima subida ficar  pelo tempo de 2.59.446.

 

Depois de colocar o seu Ford Escort em parque fechado, o piloto da Covilhã fez-nos o balanço da prova, dizendo “ correu bem, não era possivel fazer melhor contra o Ford Sierra Cosworth do Luis Delgado, era mesmo impossivel.Mesmo assim fiquei em segundo lugar em termos de categoria, e em primeiro na classe H 75.Para além disso fui vice-campeão na categoria 6, numa época positiva, que na Falperra fui obrigado a desistir com o motor partido, sendo essa a participação mais negativa “.

 

 

 

Sobre a próxima época Flávio Sainhas acrescentou  “ ainda é cedo, mas já estou a pensar o que poderá ser em 2018, o projecto poderá passar pelo mesmo carro, ou não, tudo irá depender dos apoios que conseguir angariar, mas mais para o final deste ano, poderei ter noticias mais crediveis, o que falasse agora poderia não ser concretizável “, disse-nos.

 

CLASSIFICAÇÃO FINAL CATEGORIA 6

 

1º Luis Delgado – Ford Sierra Cosworth

2º FLÁVIO SAINHAS – FORD ESCORT

3º Augusto Vasconcelos – Ford Escort

 

SILVINO PIRES DENTRO DAS PREVISÕES

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017

 

VALVOLINE – JC GROUP

 

RAMPA DE BOTICAS

 

SILVINO PIRES DENTRO DAS PREVISÕES

 

Tal como o previsto o piloto do Stand Carvalho, Silvino Pires fez a estreia do Porsche GT 3 R na Rampa de Boticas, ultima prova do calendário do Campeonato Nacional de Montanha, organizado sob a égide da Demoporto, onde viria a terminar no pódio em termos de categoria.

 

Assim Silvino Pires faria nas três subidas de prova, os tempos de 2.39.921, 2.37.7788 e 2.38.454.No final depois de colocar o bonito Porsche GT 3 R no parque fechado, o piloto do Stand Carvalho, fez-nos o balanço da prova “ correu até muito bem, tal como estava dentro das previsões.O objectivo desta participação, era aquilatar o nivel de competição deste carro, que é fabuloso, tal como disse anteriormente não me quis intrometer na luta pelo titulo da categoria, que estava a ser disputada pelos dois adversários que ficaram à minha frente.Participação foi muito positiva, mas para tornar este GT 3 R mais competitivo para o Campeonato Nacional de Montanha, tenho de lhe mudar a caixa de velocidades, pois a que tem actualmente é para provas de pista.Para além disso diverti-me muito, estive com os amigos, foi um bom fim de semana “.

 

CLASSIFICAÇÃO FINAL

 

1º José Correia – Nissan GTR

2º Gonçalo Manahu – Porsche GT 3

3º SILVINO PIRES – PORSCHE GT 3 RFOX 7599_CopyFOX 7600_Copy

 

RAMPA DE BOTICAS

 

Francisco Marrão termina época com bom resultado em Boticas

Terminou no passado fim-de-semana, o Campeonato Nacional de Montanha Valvoline 2017, com a realização da Rampa de Boticas, oitava jornada desta competição. Os cinco desafiantes quilómetros do traçado transmontano foram do agrado dos pilotos, que encerraram a época com dois dias de muita adrenalina e espectáculo.

Francisco Marrão, que ao contrário do que afirmamos por lapso no comunicado de antevisão, fazia a sua estreia nesta prova, teve um comportamento meritório, levando o seu SEAT Leon Supercopa ao terceiro lugar do pódio na Categoria 4, cumprindo integralmente os objectivos delineados para esta prova.

“Não corri aqui o ano passado e por isso as primeiras subidas foram para conhecer este excelente traçado, aumentando o ritmo aos poucos. Estou satisfeito com a evolução que fomos conseguindo tanto em termos de condução, como em termos de afinações do SEAT, estamos no bom caminho e para 2018 acredito que vamos estar um passo à frente em termos de competitividade. Nesta prova o meu ritmo foi subindo consistentemente e foi pena um erro meu na segunda subida de prova, não ter permitido conseguir baixar ainda mais os meus tempos. Gostei muito desta rampa, com partes muito técnicas e outras muito rápidas e acredito que pode vir a ser, umas das provas de referência em termos de campeonato nacional e até europeu, caso a organização consiga os seus objectivos de a internacionalizar. Termino este ano com o sentido do dever cumprido, sabendo que ainda posso evoluir mais e é nesse sentido que vamos trabalhar, de forma a aparecer ainda mais forte na próxima época. Tenho já tudo praticamente definido para o projecto do próximo ano, faltando apenas decidir alguns detalhes para o finalizar e determinar os nossos objectivos para 2018.“ Afirmou Francisco Marrão.

“Por último gostaria de expressar o meu agradecimento à Speedy Motorsport, estiveram espectaculares ao longo do ano, ao Pedro Salvador, extraordinário piloto que perdeu um pouco do seu tempo em todas as rampas para me ajudar a melhorar em todos os capítulos, e à minha família, pelo apoio fundamental que me têm dado ao longo destes anos.” Disse ainda o piloto vila-realense apoiado por Marrão & Marrão, Sikkens, Docefresco, Costa e Viana, Comprauto, ST Car e FC Car.

 a827 Copy

 

LUIS MOUTINHO NO PÓDIO NA RAMPA DA ARRÁBIDA

 

RAMPA DA ARRÁBIDA

 

LUIS MOUTINHO NO PÓDIO NA RAMPA DA ARRÁBIDA

 

Luis Moutinho ao volante do seu já habitual Ford Escort, terminou na passada semana a Rampa da Arrábida na terceira posição, tendo apenas à sua frente os dois carros de Mário Silva.Depois de receber o troféu, o piloto preparador de Lisboa começou por nos dizer “ correu muito bem, o carro esteve impecável, soube muito bem voltar à Rampa da Arrábida.Fiz a minha prova sempre muito concentrado, sem cometer erros, e apenas tive à frente o “Mestre” Mário Silva com dois carros bem superiores ao meu.Fora do cap21686179 10209750785826055_7854153435112307601_n_Copy21687452 10209750783425995_1557501904978593189_n_Copyitulo desportivo, diverti-me muito, estive com os amigos, em suma correu muito bem “, disse-nos.

 

CLASSIFICAÇÃO GERAL FINAL

 

1º Mário Silva – Porsche 911

2º Mário Silva – Ford Esxcort

3º LUIS MOUTINHO – FORD ESCORT

 

EXCELENTE OPORTUNIDADE

EXCELENTE OPORTUNIDADE PARA A MONTANHA

 

Leonel Bras, vencendor da categoria na passada Rampa de Boticas, tem este Citoren AX Sport para venda, impecável, revisto, com algum mateiral suplente,  pronto a competir.FOX 7238_Copy

 

Preço: 8.000 Euros

Para mais informações por favor contactar : 96 4712109

 

RAMPA DE BOTICAS

 

JOAQUIM TEIXEIRA DEPOIS DE TER CONQUISTADO O TITULO NA CATEGORIA 5 CONQUISTA TAMBEM O TITULO DE TURISMOS NO CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA

 

Teve lugar no passado fim-de-semana, em Boticas, a 8ª e última prova do Campeonato Nacional de Montanha 2017. Utilizando o excelente traçado que esta prova oferece, a caravana do Campeonato de Montanha usufruiu de condições fantásticas para a prática desta modalidade.

Foi um fim de semana de excelente espetáculo repleto de emoções fortes.

A discussão esteve ao rubro pelo Título de Turismos, que acabou por ser decidido na última subida de prova.

JOAQUIM TEIXEIRA # RENAULT MEGANE TROPHY # 511

Joaquim Teixeira apresentou-se nesta última prova já com o titulo na categoria 5 mas tinha como objetivo principal a conquista tambem do titulo de Turismos, por isso só a vitoria interessava.

Joaquim Teixeira, partia para esta prova com a desvantagem de não conhecer o traçado, mas isso não o impediu de lutar pela vitória.

Foi com grande expectativa que o piloto e a sua Equipa assistiram às primeiras subidas de treinos de sábado, na esperança de confirmarem se o piloto se adaptava rapidamente ao traçado.

Felizmente, com os excelentes tempos alcançados nestas subidas preliminares, confirmava-se que tudo estava em condições, e Joaquim Teixeira desta forma demonstrava aos seus adversários que ainda teria uma palavra a dizer na luta pelo titulo de Turismos.

Com pequenos ajustes de afinação de suspensão, borrachas mais frescas, mas usadas e algumas correções de pilotagem, Teixeira alinhava na 1ª subida de prova determinado em realizar o melhor crono e assim o fez, batendo o seu mais direto adversário e fechando o dia de sábado na liderança provisória da prova.

Partiu-se para a última subida de prova onde se decidia tudo e Joaquim Teixeira conseguiu o melhor tempo de todos os pilotos dos Turismos, conquistando o titulo tão ambicionado.

Joaquim Teixeira logrou ainda em obter 1 ponto extra pela realização da 3ª subida de prova mais rápida de todos os pilotos do campeonato de turismos.  

“Não foi uma prova fácil, mas foi uma vitória muito saborosa pela competitividade dos meus adversários. Esta era apenas a minha primeira presença aqui em Boticas, o que não facilitou a questão da adaptação. Fui melhorando aos poucos e penso que consegui impor sempre um bom ritmo que me permitiu fazer a última subida muito rápida sem erros e com um carro muito bom que a Martins Speed me entregou.

Depois de ter conquistado o titulo na categoria 5, a conquista de do segundo titulo este de Turismos deixa-me extremamente satisfeito. Quero dedicar estes títulos de campeão à minha família, à minha equipa a Martins Speed, a todos os meus patrocinadores, principalmente à BOMPISO, INTERMARCHÊ de Alijó e Valpaços e MUNICIPIO DE MURÇA, porque sem o apoio deles não era possível esta conquista.”FOX 7173_Copy

 

RAMPA DE BOTICAS

 

Manuel Correia ficou perto de novo título em Boticas

 

A Rampa de Boticas encerrou a edição de 2017 do Campeonato Nacional de Montanha e Manuel Correia voltou a vencer a Categoria 4, sagrando-se também vice-campeão nacional de Turismos.

 

Manuel Correia e o Ford Fiesta R5+ voltaram a triunfar na Categoria 4 do Campeonato Nacional de Montanha em Boticas, palco da oitava e última prova da temporada. O piloto bracarense também lutou até aos últimos metros pelo título de campeão da Categoria Turismos, ficando a menos de 0.3s desse objetivo e terminando no segundo lugar desse campeonato.

“Foi uma luta muito bonita mas tive pena de ter cometido um ligeiro erro na última subida”, revelou Manuel Correia. “Tínhamos sidos os mais rápidos dos Turismos na subida anterior mas tive um pequeno problema na bomba de travões e decidimos colocar travões novos para a última subida. Podia ter arriscado um pouco mais nessa subida mas a troca de travões talvez não me tenha dado a confiança necessária. Ainda assim, temos de dar os parabéns ao Joaquim Teixeira porque lutámos ambos até ao último metro da última rampa do ano. Foi um ano positivo para nós e conseguimos mais um título que dedico à minha família, aos meus amigos e a toda a equipa da ARC Sport”, concluiu Manuel Correia com o seu habitual fair-play.

 

Ao longo de 2017, o piloto do Ford Fiesta R5+ conseguiu o pleno de vitórias na Categoria 4 e ainda venceu os Turismos nas rampas da Penha, Santa Marta, Caramulo e Senhora da Graça.000 9152_Copy000 9443_Copy

 

RAMPA DE BOTICAS

 

José Correia sagra-se campeão nacional com vitória categórica na Rampa de Boticas

 

A temporada do Campeonato Nacional de Montanha terminou em beleza para José Correia e para a JC Group Racing Team. O piloto de Braga levou o Nissan Nismo GT-R GT3 à terceira vitória consecutiva na sua categoria e, mais importante, sagrou-se campeão nacional da categoria onde alinham os potentes carros de GT, obtendo ainda um inédito pódio à geral.

A Rampa de Boticas fechou a época do Nacional de Montanha e José Correia confirmou o excelente momento de forma ao volante do Nissan Nismo GT-R GT3, dominando por completo a prova transmontana e conquistando o ambicionado título da Categoria 2/GT, terminando ainda num excelente 3º lugar da geral, o seu melhor resultado de sempre em rampas.

O piloto bracarense, que vinha de vitórias consecutivas em Murça e na Senhora da Graça, foi claramente o mais rápido da categoria logo desde a primeira subida oficial em Boticas, garantindo o título com uma vitória categórica nas Categorias 2, GT e na Classe 5.

“Posso dizer que foi perfeito”, afirmou o piloto e fundador da JC Group. “Fomos muito rápidos logo desde os treinos e acho que somos uns justos vencedores da rampa e campeões nacionais, numa categoria onde tivemos lutar até ao fim. É o ponto alto da minha carreira nos automóveis, um percurso que começou há apenas cinco anos no Troféu FEUP e que agora culmina com este título. Quero agradecer à Eni, pelo apoio ao longo da época, ao sr. Luís da Vettra Motorsport e à esposa, ao sr. Bastos, ao André e a toda equipa técnica. O apoio da minha esposa e das minhas filhas também é fundamental, dentro e fora das provas, por isso este título também é delas”, concluiu José Correia, que em 2017 ganhou a categoria nas rampas da Falperra, Serra da Estrela, Murça, Senhora da Graça e Boticas.000 9010_Copy000 9499_Copy

 

RAMPA DE BOTICAS

Foto de NJ racing.
·

Final de Campeonato Nacional de Montanha na Rampa de Boticas.
Mais um pódio no 2º lugar para João Guimarães na categoria 3, sagrando-se VICE-CAMPEÃO da Categori...a 3, vencendo o GRUPO A1, e vencedor da Classe 7, um excelente ano para o piloto da NJ RACING.
Obrigado a todos os nossos Patrocinadores, sem eles não era possível, fica também um agradecimento especial a A.Miranda competições pela excelência na preparação do carro, e também a todos os nossos apoiantes, amigos e família pelo Apoio.
Um Abraço aos nossos adversários pela luta e desportivismo durante todo o ano

 

RAMPA DE BOTICAS

 

Salvador vence em Boticas, título para Rui Ramalho!


Com o final da Rampa de Boticas terminou também o Campeonato Nacional de Montanha Valvoline 2017, ficando definidos os nomes dos campeões de uma das mais competitivas épocas de sempre desta disciplina. A prova exemplarmente organizada pela Demoporto, com o importantíssimo apoio da autarquia local, teve por vencedor Pedro Salvador em Silver Car EF10. O piloto flaviense conseguiu o triunfo com o tempo total de 4:24s228, garantindo mais um recorde para sua conta pessoal, neste que foi o segundo ano de realização desta prova.

“Saio daqui muito satisfeito pelo trabalho que desenvolvemos, tive um carro em grandes condições e fiz o que me competia, dar o melhor para vencer. Felizmente conseguimos ganhar, não foi suficiente para chegar ao título, mas não é isso que me deixa triste, umas vezes ganhamos outras perdemos, é este o aliciante maior do automobilismo. Quero dar os meus parabéns ao Rui é um grande vencedor deste campeonato, um dos mais renhidos dos últimos anos. Parabéns à minha equipa, esteve sempre a um nível muito elevado ao longo do ano!” Disse Pedro Salvador.

Num fim-de-semana onde interessava sobretudo garantir os pontos relativos ao segundo lugar, Rui Ramalho esteve sempre à defesa, não arriscando minimamente. Este resultado garantia ao piloto do Osella PA21s Evo o seu primeiro título e tudo correu como planeado, com Rui Ramalho a ser o segundo e a selar a sua conquista.

“Estou muito, muito, feliz por mim e pela minha equipa e em especial pelo meu irmão, mentor deste projecto, a quem devo este momento e a quem agradeço do fundo do coração. Este fim-de-semana interessava somente garantir o título, por isso abdiquei de lutar pela vitória e fiz apenas o necessário para finalizar a prova logo atrás do Pedro e garantir esse objectivo. Parabéns também ao Pedro Salvador, um adversário duríssimo e que deu um sabor muito especial a esta conquista, algo que eu já perseguia desde 2014.” Afirmou o novo campeão nacional, Rui Ramalho.

O derradeiro lugar do pódio na Categoria 1 ficou por conta de Paulo Ramalho, ele que se estreou ao volante do Osella PA2000 Evo tripulado pelo seu irmão ao longo do ano, com Nuno Guimarães em BRC CM02 a ser o quarto classificado. Azar para Hélder Silva (Juno CN09) e João Fonseca (BRC CM05 Evo), que ficaram fora de prova no Sábado. O primeiro devido a um despiste e o segundo devido a um motor partido no protótipo espanhol.

Atrás dos dois primeiros da geral absoluta e da Categoria 1, terminou o vencedor da Categoria 2 e do campeonato reservado aos GT, José Correia num Nissan GT-R GT3. Com o excelente tempo final de 5:03s154, Correia esteve imparável nesta prova, garantindo o título na frente de Gonçalo Manahu em Porsche 997 GT3 Cup. Silvino Pires foi terceiro na estreia do seu Porsche 997 GT3R.

“Não foi fácil, mas consegui chegar ao título! Este ano tivemos de corrigir muitas coisas e se começamos mal a época, conseguimos, entretanto, encarreirar, com a equipa a colocar o carro em grandes condições. Dei o máximo e vencer esta prova, uma rampa espectacular, de forma a chegar ao título na categoria e também no GT, uma dupla satisfação.” Referiu José Correia 

Decidido unicamente nesta derradeira subida de prova, o título no Campeonato de Turismos pertenceu a Joaquim Teixeira. O piloto do Renault Megane Trophy V6, que ganhou a Categoria 5, fez 5:16s322 e travou uma luta emocionante com Manuel Correia, vencedor destacado na Categoria 4 com 5:629, para triunfar com pouco mais de três décimos de segundo de diferença para o rival!

“Estou naturalmente muito contente com este triunfo, que foi conseguido após uma grande luta com o Manuel Correia. Tanto eu como ele podíamos ter vencido, felizmente fui eu, mas se fosse ele, teria sido também um justo vencedor. É um título importante que junto à vitória na Categoria 5, o que faz desta uma grande época para mim.” Disse Joaquim Teixeira. 

“Dei tudo o que tinha para ganhar nos Turismos mas não foi possível. O Joaquim Teixeira esteve muito forte e é uma vitória merecida para ele. Resta-me celebrar mais uma vitória na Categoria 4, onde consegui um pleno espectacular e que me deixa muito satisfeito.” Referiu por seu turno Manuel Correia.

O pódio na Categoria 4 ficou completo com a presença de Luis Silva em BMW M3 e de Francisco Marrão em SEAT Leon Supercopa, numa categoria onde ainda pontuaram Carlos Silva (Peugeot 106) e Nuno Pinto (Mazda MX5). Já na Categoria 5, foram Simon Martinez em SEAT Leon MKI e José Cardoso (Citroen Saxo Cup) a ocuparem as posições 2 e 3 do pódio, com Jorge Meira (Citroen Saxo Cup) na posição seguinte.

Já com o titulo referente à Categoria 3 no bolso desde a segunda subida oficial, Pedro Coelho Saraiva e o Mitsubishi Lancer Evo IX comemoraram com uma vitória esta conquista, realizando o tempo total de 5:37s097. João Guimarães em Peugeot 206 RC foi segundo, deixando o derradeiro lugar do pódio para Sérgio Nogueira em Citroen Saxo Cup. Paulo Nogueira também em Citroen Saxo Cup e José Oliveira em Subaru Impreza, terminaram nos lugares seguintes.

“Depois dos azares que tinha tido na prova anterior, para este fim-de-semana o objectivo era terminar e vencer sem arriscar minimamente. Consegui concretizar estes intentos e por isso finalizei o ano com o titulo na categoria e o dever cumprido.” Disse José Pedro Saraiva.

Na Taça Nacional de Montanha 1300, a ausência do campeão Armando Freitas, deixou a luta pela vitória entregue a Leonel Brás em Citroen Ax Sport e a Francisco Leite em Fiat Punto. Brás mostrou-se sempre mais rápido garantindo um triunfo fácil com a marca de 6:21s651.

“Muito satisfeito, dei sempre o máximo e a vitória é um justo prémio para mim e para toda a equipa. Tenho pena de não ter começado ao ano mais cedo, porque penso que poderia ter lutado pelo título.” Sintetizou Leonel Brás.

Orfão do seu campeão, José Pedro Gomes, o Campeonato Nacional de Clássicos Montanha teve o domínio de Luis Delgado e do seu Ford Sierra RS500, que com o tempo final 5:27s496, foi sempre o mais rápido ao longo do fim-de-semana, na frente de Flávio Sainhas em Ford Escort MKI. Augusto Vasconcelos foi o terceiro com o seu Ford Escort MKI.

“Estou satisfeito pela vitória numa prova aqui à beira de “casa”. Trouxe este carro para tentar não só vencer, mas também dar algum espectáculo e penso que consegui cumprir todos os objectivos.” Disse Luis Delgado.

No Troféu Nacional de Clássicos Montanha, o vencedor foi Carlos Oliveira em BMW 323i (6:01s841), piloto que garantiu nesta prova o título. Ricardo Loureiro foi segundo com um Ford Escort MKII, seguido por Rui Gama que fechou o pódio com o seu VW “Carocha”.

“Foi pena a ausência do Fernando Salgueiro, teria dado mais brilho a esta luta final pelo título e valorizado ainda mais esta conquista. Ainda assim não posso deixar de estar satisfeito com este triunfo, conseguido numa rampa extraordinária.” Adiantou Carlos Oliveira.

Rei na Taça Nacional de Clássicos Montanha 1300, o veterano Aníbal Rolo em Datsun 1200 Coupé, venceu todas as subidas e comemorou o triunfo nesta competição com marca final de 6:17s494. Nos outros dois lugares com direito a pódio, ficaram Pedro Figueiredo em Datsun 1200 e Domingos Fernandes em Autobianchi A112.

“Muito feliz com este triunfo numa rampa que tem tudo para ser umas das melhores do campeonato. Foi um fim-de-semana muito giro e estou naturalmente feliz pela vitória e pelo título.“ Assumiu Aníbal Rolo.

Colocou-se desta forma uma ”pedra” sobre um emocionante Campeonato Nacional de Montanha Valvoline 2017, esperando-se que o campeonato do próximo ano seja ainda melhor!a723 Copya724 Copya725 Copya726 Copya727 Copya728 Copya729 Copya731 Copya734 Copya736 Copya737 Copya739 Copy

 

RAMPA DE BOTICAS

 

Salvador vence em dia de decisões no Nacional de Montanha Valvoline!


Com o final da Rampa de Boticas terminou também o Campeonato Nacional de Montanha Valvoline 2017, ficando definidos os nomes dos campeões de uma das mais competitivas épocas de sempre desta disciplina. A prova exemplarmente organizada pela Demoporto, com o importantíssimo apoio da autarquia local, teve por vencedor Pedro Salvador em Silver Car EF10. O piloto flaviense conseguiu o triunfo com o tempo total de 4:24s228, garantindo mais um recorde para sua conta pessoal, neste que foi o segundo ano de realização desta prova.

“Saio daqui muito satisfeito pelo trabalho que desenvolvemos, tive um carro em grandes condições e fiz o que me competia, dar o melhor para vencer. Felizmente conseguimos ganhar, não foi suficiente para chegar ao título, mas não é isso que me deixa triste, umas vezes ganhamos outras perdemos, é este o aliciante maior do automobilismo. Quero dar os meus parabéns ao Rui é um grande vencedor deste campeonato, um dos mais renhidos dos últimos anos. Parabéns à minha equipa, esteve sempre a um nível muito elevado ao longo do ano!” Disse Pedro Salvador.

Num fim-de-semana onde interessava sobretudo garantir os pontos relativos ao segundo lugar, Rui Ramalho esteve sempre à defesa, não arriscando minimamente. Este resultado garantia ao piloto do Osella PA21s Evo o seu primeiro título e tudo correu como planeado, com Rui Ramalho a ser o segundo e a selar a sua conquista.

“Estou muito, muito, feliz por mim e pela minha equipa e em especial pelo meu irmão, mentor deste projecto, a quem devo este momento e a quem agradeço do fundo do coração. Este fim-de-semana interessava somente garantir o título, por isso abdiquei de lutar pela vitória e fiz apenas o necessário para finalizar a prova logo atrás do Pedro e garantir esse objectivo. Parabéns também ao Pedro Salvador, um adversário duríssimo e que deu um sabor muito especial a esta conquista, algo que eu já perseguia desde 2014.” Afirmou o novo campeão nacional, Rui Ramalho.

O derradeiro lugar do pódio na Categoria 1 ficou por conta de Paulo Ramalho, ele que se estreou ao volante do Osella PA2000 Evo tripulado pelo seu irmão ao longo do ano, com Nuno Guimarães em BRC CM02 a ser o quarto classificado. Azar para Hélder Silva (Juno CN09) e João Fonseca (BRC CM05 Evo), que ficaram fora de prova no Sábado. O primeiro devido a um despiste e o segundo devido a um motor partido no protótipo espanhol.

Atrás dos dois primeiros da geral absoluta e da Categoria 1, terminou o vencedor da Categoria 2 e do campeonato reservado aos GT, José Correia num Nissan GT-R GT3. Com o excelente tempo final de 5:03s154, Correia esteve imparável nesta prova, garantindo o título na frente de Gonçalo Manahu em Porsche 997 GT3 Cup. Silvino Pires foi terceiro na estreia do seu Porsche 997 GT3R.

“Não foi fácil, mas consegui chegar ao título! Este ano tivemos de corrigir muitas coisas e se começamos mal a época, conseguimos, entretanto, encarreirar, com a equipa a colocar o carro em grandes condições. Dei o máximo e vencer esta prova, uma rampa espectacular, de forma a chegar ao título na categoria e também no GT, uma dupla satisfação.” Referiu José Correia 

Decidido unicamente nesta derradeira subida de prova, o título no Campeonato de Turismos pertenceu a Joaquim Teixeira. O piloto do Renault Megane Trophy V6, que ganhou a Categoria 5, fez 5:16s322 e travou uma luta emocionante com Manuel Correia, vencedor destacado na Categoria 4 com 5:629, para triunfar com pouco mais de três décimos de segundo de diferença para o rival!

“Estou naturalmente muito contente com este triunfo, que foi conseguido após uma grande luta com o Manuel Correia. Tanto eu como ele podíamos ter vencido, felizmente fui eu, mas se fosse ele, teria sido também um justo vencedor. É um título importante que junto à vitória na Categoria 5, o que faz desta uma grande época para mim.” Disse Joaquim Teixeira. 

“Dei tudo o que tinha para ganhar nos Turismos mas não foi possível. O Joaquim Teixeira esteve muito forte e é uma vitória merecida para ele. Resta-me celebrar mais uma vitória na Categoria 4, onde consegui um pleno espectacular e que me deixa muito satisfeito.” Referiu por seu turno Manuel Correia.

O pódio na Categoria 4 ficou completo com a presença de Luis Silva em BMW M3 e de Francisco Marrão em SEAT Leon Supercopa, numa categoria onde ainda pontuaram Carlos Silva (Peugeot 106) e Nuno Pinto (Mazda MX5). Já na Categoria 5, foram Simon Martinez em SEAT Leon MKI e José Cardoso (Citroen Saxo Cup) a ocuparem as posições 2 e 3 do pódio, com Jorge Meira (Citroen Saxo Cup) na posição seguinte.

Já com o titulo referente à Categoria 3 no bolso desde a segunda subida oficial, Pedro Coelho Saraiva e o Mitsubishi Lancer Evo IX comemoraram com uma vitória esta conquista, realizando o tempo total de 5:37s097. João Guimarães em Peugeot 206 RC foi segundo, deixando o derradeiro lugar do pódio para Sérgio Nogueira em Citroen Saxo Cup. Paulo Nogueira também em Citroen Saxo Cup e José Oliveira em Subaru Impreza, terminaram nos lugares seguintes.

“Depois dos azares que tinha tido na prova anterior, para este fim-de-semana o objectivo era terminar e vencer sem arriscar minimamente. Consegui concretizar estes intentos e por isso finalizei o ano com o titulo na categoria e o dever cumprido.” Disse José Pedro Saraiva.

Na Taça Nacional de Montanha 1300, a ausência do campeão Armando Freitas, deixou a luta pela vitória entregue a Leonel Brás em Citroen Ax Sport e a Francisco Leite em Fiat Punto. Brás mostrou-se sempre mais rápido garantindo um triunfo fácil com a marca de 6:21s651.

“Muito satisfeito, dei sempre o máximo e a vitória é um justo prémio para mim e para toda a equipa. Tenho pena de não ter começado ao ano mais cedo, porque penso que poderia ter lutado pelo título.” Sintetizou Leonel Brás.

Orfão do seu campeão, José Pedro Gomes, o Campeonato Nacional de Clássicos Montanha teve o domínio de Luis Delgado e do seu Ford Sierra RS500, que com o tempo final 5:27s496, foi sempre o mais rápido ao longo do fim-de-semana, na frente de Flávio Sainhas em Ford Escort MKI. Augusto Vasconcelos foi o terceiro com o seu Ford Escort MKI.

“Estou satisfeito pela vitória numa prova aqui à beira de “casa”. Trouxe este carro para tentar não só vencer, mas também dar algum espectáculo e penso que consegui cumprir todos os objectivos.” Disse Luis Delgado.

No Troféu Nacional de Clássicos Montanha, o vencedor foi Carlos Oliveira em BMW 323i (6:01s841), piloto que garantiu nesta prova o título. Ricardo Loureiro foi segundo com um Ford Escort MKII, seguido por Rui Gama que fechou o pódio com o seu VW “Carocha”.

“Foi pena a ausência do Fernando Salgueiro, teria dado mais brilho a esta luta final pelo título e valorizado ainda mais esta conquista. Ainda assim não posso deixar de estar satisfeito com este triunfo, conseguido numa rampa extraordinária.” Adiantou Carlos Oliveira.

Rei na Taça Nacional de Clássicos Montanha 1300, o veterano Aníbal Rolo em Datsun 1200 Coupé, venceu todas as subidas e comemorou o triunfo nesta competição com marca final de 6:17s494. Nos outros dois lugares com direito a pódio, ficaram Pedro Figueiredo em Datsun 1200 e Domingos Fernandes em Autobianchi A112.

“Muito feliz com este triunfo numa rampa que tem tudo para ser umas das melhores do campeonato. Foi um fim-de-semana muito giro e estou naturalmente feliz pela vitória e pelo título.“ Assumiu Aníbal Rolo.

Colocou-se desta forma uma ”pedra” sobre um emocionante Campeonato Nacional de Montanha Valvoline 2017, esperando-se que o campeonato do próximo ano seja ainda melhor!

 

RAMPA DE BOTICAS

 

Pedro Salvador comanda no primeiro dia em Boticas


O primeiro dia de competição na Rampa de Boticas, derradeira jornada do Campeonato Nacional de Montanha Valvoline em 2017, terminou com Pedro Salvador no comando da geral absoluta e da Categoria 1. O piloto do Silver Car EF10 está obrigado a vencer a prova e esperar que o seu principal adversário, Rui Ramalho em Osella PA21S Evo, termine em terceiro ou pior, para revalidar o título conquistado em 2016.

Salvador obteve a marca de 2:12s443, novo recorde do traçado transmontano inaugurado na época passada, batendo para já Rui Ramalho, que registou a segunda melhor marca. Azarado esteve Hélder Silva que não terminou a subida depois de bater com o seu Juno CN09. Azar também para João Fonseca, impedido de subir devido a problemas com o BRC CM05 Evo.

Grande luta na Categoria 2 e nos GT, com José Correia a ser o mais rápido com o seu Nissan GT-R GT3, batendo Gonçalo Manahu em Porsche 997 GT3 Cup por pouco mais de dois segundos. Esta é a luta pelo título, que para já parece pender para o lado de Correia. Silvino Pires, que estreia nesta prova um competitivo Porsche GT3R, registou a terceira melhor marca.

Excelente a prestação de Joaquim Teixeira, que colocou o seu Renault Megane Trophy na liderança do Campeonato reservado aos turismos. O piloto de Murça realizou igualmente a melhor marca na Categoria 5, onde Simon Martinez em SEAT Leon MKI foi segundo, seguido por José Cardoso e Jorge Meira, ambos em Citroen Saxo Cup.

Com a segunda posição nos turismos, Manuel Correia e o Ford Fiesta R5 não deram veleidades na Categoria 4, onde Luis Silva em BMW M3 e Francisco Marrão em SEAT Leon Supercopa, ocupam as posições seguintes. Ainda nesta categoria, Carlos Silva em Peugeot 106, Nuno Pinto em Mazda MX5, lutam pelas posições seguintes.

Na Categoria 3, o líder destacado é Pedro Saraiva em Mitsubishi Lancer Evo IX, com João Guimarães a levar o seu Peugeot 206 RC ao segundo lugar, na frente dos Citroen Saxo Cup dos irmãos, Sérgio e Paulo Nogueira. Acidentado na primeira subida de treinos, José Oliveira não fez esta subida de prova com o seu Subaru Impreza.

Leonel Brás e o seu Citroen AX Sport dominam na Taça Nacional de Montanha 1300, na frente de Francisco Leite em Fiat Punto.

No Campeonato Nacional de Clássicos Montanha, Luis Delgado faz para já valer a superior potência do seu magnífico Ford Sierra RS500 e lidera a tabela, na frente de Flávio Sainhas e Augusto Vasconcelos, ambos em Ford Escort MKI.

Ao volante do seu BMW 323i, Carlos Oliveira é rei e senhor no Troféu Nacional de Clássicos Montanha, dominando na frente de Ricardo Loureiro em Ford Escort MKII e de Rui Gama em VW “Carocha”.

Na Taça Nacional de Clássicos Montanha 1300, a referência é para já Aníbal Rolo em Datsun 1200 Coupé, que lidera à vontade, na frente de Pedro Figueiredo em Datsun 1200 e de Domingos Fernandes em Autobianchi A112.

A prova organizada pela Demoporto, com o apoio da Câmara Municipal de Boticas, prossegue amanhã com a realização de uma subida de treinos (Warm Up) e as duas subidas oficiais.

Programa/Horário:

24.09.2017 – Domingo

09H30 – Fecho da pista
10H00 – Warm Up
11H15 – 2ª Subida Oficial
12H30 – 3ª Subida Oficiala723 Copy

 

SILVINO PIRES ESTREIA PORSCHE GT 3

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017

 

VALVOLINE – JC GROUP

 

RAMPA DE BOTICAS

 

 

SILVINO PIRES ESTREIA PORSCHE GT 3 R NA RAMPA DE BOTICAS

 

 

Silvino Pires vai estrear este fim de semana o Porsche GT 3 R, que foi pertença de António Nogueira.A estreia desta máquina irá acontecer já este fim de semana  na Rampa de Boticas, ultima prova do Campeonato Nacional de Montanha, organizada sob a égide da Demoporto.

 

Segundo Silvino Pires “ não vou participar para lutar seja para o que for, o meu objectivo é testar o carro em prova.Não me vou intrometer em lutas alheias em termos de categoria, nada disso, alias o Porsche nem sequer está equipado com uma caixa de velocidades para uma prova de Montanha1234576 Copy.Tive a oportunidade de testar o carro no circuito Vasco Sameiro, e em termos de caixa de velocidades, a 1ª velocidade vai até 117 km/h, o que não é adequado para uma prova com estas caracteristicas.Por outro lado, não quero forçar nada, pois caso o fizesse, queimava logo a embraiagem e podia provocar danos no motor.Vou para rodar, e ver o nivel de competividade deste carro, não descurando obviamente que me quero divertir, estar com os amigos, apoenas isso.

 

Silvino Pires e o Porsche GT 3 R, irão fazer as verificações técnincas e documentais hoje de manha, tendo da parte da tarde as duas subidas de treinos, e a primeira subida de prova.As restantes subidas terão lugar no decorrer de domingo.

 

CARLOS FAVA NA RAMPA DA ARRÁBIDA

 

RAMPA DA ARRÁBIDA

 

CARLOS FAVA NA RAMPA DA ARRÁBIDA

 

 

Carlos Fava  e o seu Volkswagen 1303, vão hoje marcar presença na Rampa da Arrábida, onde segundo o piloto da Covilhã, vem com o intuito de se divertir o mais possivel.Segundo Carlos Fava “ esta participação não estava prevista, surgiu pois não moro muito longe daqui e a  malta amiga desafiou-me, para alinhar e assim fiz.Quanto a objectivos , não tenho qualquer tipo de pretensão, pois venho aqui à rampa da Arrábida para me divertir o mais possivel, estar com os amigos, e logicamente fazer a minha classificação, por outras palavras, o que conta é participar  e não ganhar”, disse-nos.

 

 

 

Carlos Fava e o Volkswagen já fizeram as verificações técnicas e documentais ontem, tendo hoje as subidas de 21687575 1424753010971381_6848084865084342312_n_Copytreinos e de prova.

 

 

LEONEL BRAS QUER A VITÓRIA EM BOTICAS

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017

 

VALVOLINE – JC GROUP

 

RAMPA DE BOTICAS

 

 

LEONEL BRÁS QUER A VITÓRIA EM BOTICAS

 

 

Na rampa da Senhora da Graça, Leonel Brás foi o vencedor em termos de categoria, e agora para este fim de semana, o piloto de Murça vai alinhar com o seu Citroen AX que ostenta as cores da Texaco, na Rampa de Boticas, ultima prova do calendário do Campeonato  Nacional de Montanha, organizado sob a égide da Demoporto.

 

Assim para Boticas, os objectivos de Leonel Bras são claros “ vou para ganhar, como aliás tem sido sempre o meu apanágio nas minhas participações.Espero que o Citroen AX esteja a 100%, não me pregue nenhuma partida, para assim começar logo a fazer os melhores tempos em termos de categoria, embora saiba de antemão que a tarefa não se afigura nada fácil, pois o andamento dos meus mais  directos adversários é semelhante ao meu.Por isso quero estar o mais concentrado possivel, sem cometer nenhum erro, que se pagam caro, e agora só espero conseguir atingir todos os objectivos com a vitória na categoria “, disse-nos.

 

 

Leonel Bras e o Citroen AX irão fazer as verificações técnicas7654321 Copy e documentais no sábado da parte da manhã, para da parte da tarde dar lugar às subidas de treinos e à primeira subida de prova.As restantes subidas de prova terão lugar no decorrer de domingo.

 

PARCIDIO SUMMAVIELLE PODERÁ TROCAR

PARCIDIO SUMMAVIELLE PODERÁ TROCAR DE MÁQUINA PARA 2018

 

Tudo indica que para a próxima época no Campeonato Nacional de Montanha, Parcidio Sumavielle deverá encostar o Datsun 240Z, sendo este carro substituido possivelmente  por um Golf.Para já nada está ainda  confirmado, embora o piloto esteja inscrito este fim de semana para a Rampa de Boticas com dois carros, um Datsun 240 Z e um Peugeot 208, não havendo ainda a certeza se irá alinhar, isso motivado por07 28_06_Copy compromissos de foro profissional.

 

ANTÓNIO NOGUEIRA VENDEU GT 3 R

ANTÓNIO NOGUEIRA VENDEU GT 3 R

 

O piloto da AMN Sport, António Nogueira vendeu em meados de Agosto o seu Porsche GT 3 R ao piloto Silvino Pires, proprietário do Stand Carvalho situado nos arredores de Braga.De referir que António Nogueira tinha já vendido o GT 2 Turbo a Silvino PIres que ainda é detentor do mesmo, estando guardado nas  suas instalações.

 

Quanto ao Porsche GT 3 R, fez a sua ultima aparição pública no circuito de Vila Real do ano passado.Quanto ao futuro de António Nogueira como piloto nada se sabe, ainda tentamos contactar o piloto, mas sem sucesso.Por outro lado supomos que António Nogueira ainda seja detentor de dois Porsche GT 2 utilizados nas provas de MOntanha, assim como o Ford Capri e Escort.

 

Por ultimo de referir que Silvino Pires vai estrear o Porsche GT 3 R es1234576 Copyte fim de semana na Rampa de Boticas.

 

LUIS MOUTINHO NA RAMPA DA ARRÁBIDA

 

RAMPA DA ARRÁBIDA

 

LUIS MOUTINHO NA RAMPA DA ARRÁBIDA

 

 

Luis Moutinho vai estar  à partida já este fim de semana na Rampa da Arrábida ao volante do seu Ford Escort, que marca o regresso do piloto preparador a esta emblemática rampa.Segundo Luis Moutinho” vou participar para me divertir, estar com os amigos, pois não venho sequer para lutar pela vitória, aliás nem sequer tive tempo de rever o carro, pois da maneira  como veio da rampa da Senhora da Graça, é da mesma maneira que vai para a Rampa da Arrábida.Para alem de me divertir, é lógico que quero uma boa classificação, e tudo farei o que  estiver ao meu alcance”, disse-nos.

 

Luis Moutinho e o Ford Escort irão fazer as verificações técnicas no sábado de manha, estando prevista as subidas para a FOX 5153_Copy_Copytarde de sábado, e as restantes no dia de domingo

 

HELDER SILVA ESPERA MELHOR SORTE E CARLOS OLIVEIRA

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017

 

 

VALVOLINE – JC GROUP

 

RAMPA DE BOTICAS

 

HELDER SILVA ESPERA MELHOR SORTE E CARLOS OLIVEIRA QUER VITÓRIA EM BOTICAS

 

É já este fim de semana que a equipa da Power House vai marcar presença com o Juno de Helder Silva e o BMW de Carlos Oliveira, na ultima prova do Campeonato Nacional de Montanha, que irá ter lugar já este fim de semana na Rampa de Boticas, organizada sob a égide da Demoporto.

 

 

Depois do azar que teve na Rampa da Senhora da Graça, onde acabou por partir o motor do Juno, Helder Silva espera melhor sorte, como nos confessou “ espero bem que a minha sorte mude de forma radical, e que agora o carro esteja  perfeito para assim conseguir obter um bom resultado, que na prova anterior esteve perto, só que depois com o motor partido, foi tudo por “água abaixo”.Por isso para a rampa de Boticas, estou confiante num bom resultado, esperando que o carro coopere,FOX 5073_Copy_Copy_CopyFOX 5575_Copy para depois bem concentrado, possa dar o meu máximo para assim atingir um lugar no pódio “.

 

 

 

Para Carlos Oliveira, “ quero rubricar nova vitória em Boticas, espero que o BMW esteja impecável, para assim conseguir os meus objectivos, que para além da vitória na categoria, poderei assim ascender ao tão almejado titulo.Sei que não vai ser de modo algum fácil, pois tenho um adversário que não me vai dar qualquer tipo de facildiade, por isso vou ter de andar ao máximo, muito concentrado, sem cometer erros, esperando que “esta receita” seja suficeinte para me fazer atingir estes objectivos, seja o que Deus quiser “, disse-nos.

 

 

 

Helder Silva e Carlos Oliveira irão fazer as verificações técnicas e documentais ao Juno e ao BMW no sabado de manhã, para da parte da tarde dar lugar às duas subidas de treinos e à primeira subida de prova.As restantes subidas de prova terão lugar no domingo.

 

 

RAMPA DE BOTICAS

 

Terá lugar no próximo fim-de-semana, em Boticas, a 8ª e última prova do Campeonato Nacional de Montanha 2017. Será um fim-de-semana de emoções fortes em que a decisão do Título Absoluto será conhecido, bem como de algumas Categorias. O traçado de Boticas estreado o ano passado é de excelente qualidade no que respeita ao desafiante traçado, condições de segurança, parque de assistência, etc, como tal, mais uma vez, temos o surgimento de um novo traçado no Calendário de Montanha, o que vem enriquecer esta Modalidade, que nestes últimos anos tem dado passos importantes na qualidade das provas que constituem este emocionante Campeonato. Será portanto uma excelente oportunidade para se deslocar a Boticas para assistir à decisão do Título, bem como provar a excelente gastronomia local e outros pontos de interesse Turístico.
 
RUI RAMALHO # OSELLA PA21S EVO (E2-SC) # 102
 
Rui Ramalho depois de ter obtido mais uma fantástica vitória à poucos dias na Rampa da Sr.ª da Graça e com isso ter dilatado a sua liderança do Campeonato para 9 pontos, apresenta-se em Boticas com o objectivo de defender essa vantagem, com o intuito de se sagrar Campeão.
 
“Será uma prova imprópria para cardíacos, em que a fiabilidade dos carros será fundamental para o desfecho do resultado final. Os nossos Osella´s foram alvo de uma profunda revisão, contudo, neste desporto tudo pode acontecer, o que nos faz sofrer por antecipação. Para esta prova e pontualmente irei utilizar o Osella PA21S EVO que utilizei o ano passado, possibilitando assim ao meu irmão Paulo a concretização do sonho dele de pilotar o nosso novo Osella PA2000 EVO2, no qual investiu fortemente este ano na aquisição do mesmo de modo a proporcionar-me condições de excelência para lutar pelo Título. Esta será a melhor forma de eu lhe retribuir todo o seu incansável esforço para que eu pudesse ter condições técnicas ímpares nestes últimos anos, em que discuti sempre os títulos até ao último metro. Para além do resultado final desta prova, será um momento único para alguém como ele, que tudo tem dado em prol da nossa Equipa, investido em mim e elevado a fasquia deste Campeonato para níveis pouco vistos neste últimos anos”.
 
PAULO RAMALHO # OSELLA PA2000 EVO2 (E2-SC) # 103
 
Paulo Ramalho depois do 3º lugar alcançado na Sr.ª da Graça, conseguiu desde logo garantir o 3º lugar absoluto da Classificação do Campeonato, indo de encontro aos seus objectivos pessoais a que se tinha proposto no início da temporada. Tal facto, deixa o Piloto do Porto extremamente satisfeito, ainda para mais sabendo-se que Paulo teve diversas limitações físicas ao longo de grande parte da temporada, contudo, nem mesmo essas limitações o impediram de lutar prova a prova pelos seus objectivos, permitindo-lhe alcançar um honroso 3º final no Campeonato.
 
“Este próximo fim-de-semana será para mim bastante difícil, pois todos as minhas atenções estarão focadas no meu irmão e na luta dele pelo Título. No que diz respeito à minha participação nesta prova será completamente descontraída e especial, uma vez que o meu irmão e a Equipa decidiram fazer-me uma surpresa, possibilitando-me a oportunidade de eu pilotar o novo Osella PA2000 EVO2. Será portanto um momento único para mim, em que não terei qualquer tipo de veleidade em termos de resultados, pois o meu principal intuito será usufruir apenas das fantásticas características do PA2000 EVO2 e divertir-me ao máximo, uma vez que desde a sua aquisição nunca tive oportunidade de o pilotar. Aqui está uma boa forma para eu terminar o Campeonato e de usufruir de um carro único, no qual investi fortemente para que o meu irmão lutasse uma vez mais pelo Título.”
 
HORÁRIOS

Sábado 23/09/2017
Sessão treinos 1.  14h30
Sessão treinos 2.  15h30
Subida prova 1.    16h30

Domingo 24/09/2017
Sessão treinos 3.   10h00
Subida prova 2.      11h00
Subida prova 3.      12h00 

 

RICARDO LOUREIRO PRESENTE NA RAMPA DE BOTICAS

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017

 

VALVOLINE – JC GROUP

 

 

RAMPA DE BOTICAS

 

 

RICARDO LOUREIRO PRESENTE NA RAMPA DE BOTICIAS

 

Inicialmente Ricardo Loureiro não tinha previsto a participação na Rampa de Boticas, mas perante os melhoramentos introduzidos no seu Ford Escort e testados no Caramulo Motorfestival, levaram o piloto do Caramulo Racing Team a participar na ultima prova  do calendário do Campeonato Nacional de Montanha, que irá ter lugar já este fim de semana.

 

Segundo Ricardo Loureiro “ na realidade pensei em não participar, mas a verdade é que fizemos alguns melhoramentos no Escort, que em parte foram testados com muito sucesso no Caramulo Motorfestival.Esta minha participação irá servir para aquilatar as condições do carro, e poder assim comparar com os meus mais directos adversários.Para efeitos de campeonato, o meu resultada em nada irá adiantar, pois para todos os efeitos, já alcançei a terceira posição em termos de categoria.Espero que com esta participação   consiga fazer todas as subidas, de preferencia sempre a melhorar os meus tempos em, cada subida “, disse-nos.

 

 

Ricardo Loureiro e o Ford Escort irão fazer as verificações técnicas e documentais no sábado da parte da manha, para da parte05 31_09_Copy da tarde dar lugar às subidas de treinos e à primeira subida de prova.As restantes subidas terão lugar no dia de domingo.

 

 

JOSÉ PEDRO GOMES AUSENTE EM BOTICAS

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017

 

 

VALVOLINE – JC GROUP

 

RAMPA DE BOTICAS

 

JOSÉ PEDRO GOMES AUSENTE EM BOTICAS

 

Embora inscrito para a Rampa de BoticFOX 4795_Copyas, a ultima prova do calendário deste ano do Campeonato Nacional de Montanha, José Pedro Gomes e o seu Ford Escort  estarão ausentes, como nos explicou “ tudo se conjugava para que pudesse alinhar só que ontem à noite recebi um contacto por parte de um cliente que me vai levar a estar ausente de Portugal por uns dias, e como o assunto não pode ser adiado, e a minha presença é obrigatória, não irei estar à partida da Rampa de Boticas este fim de semana.Agora há que começar a pensar na próxima época “, disse-nos

 

 

RAMPA DE BOTICAS

 

Rampa de Boticas poderá dar segundo título a Manuel Correia

 

Depois de já se ter sagrado bicampeão nacional de Montanha na Categoria 4, Manuel Correia vai tentar conquistar também o título de campeão de Turismos na oitava e última prova do Campeonato Nacional de Montanha, a Rampa de Boticas.

 

Depois de ter dominado por completo a Categoria 4 ao volante do Ford Fiesta R5+, Manuel Correia também está em posição de lutar pela vitória final entre os Turismos, onde venceu quatro rampas até ao momento (Penha, Santa Marta, Caramulo e Senhora da Graça). O piloto de Braga está motivado para a decisão do campeonato, em Boticas, mantendo os objetivos que o acompanharam ao longo de toda a época.

 

Toda a gente sabe que estou no desporto automóvel por prazer, mas quando entro para uma rampa o objetivo é sempre conseguir ser o mais rápido possível. Neste momento estamos a lutar pelo título de Turismos e isso dá-nos uma motivação extra. Vamos lutar até ao último metro e tentar acabar a época em beleza, afirmou Manuel Correia.

 

Derradeira prova da temporada nacional, a Rampa de Boticas tem início este sábado (dia 23) com as primeiras subidas de treinos marcadas para as 14h30. No domingo (dia 24) a ação no traçado transmontano começa às 10h00000 1005_Copy000 8057_Copy
 

FLÁVIO SAINHAS QUER VITÓRIA EM BOTICAS

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017

 

 

VALVOLINE – JC GROUP

 

 

RAMPA DE BOTICAS

 

 

FLÁVIO SAINHAS QUER VITÓRIA EM BOTICAS

 

O piloto da Covilhã, Flávio Sainhas quer a vitória em termos da sua categoria na derradeira prova do CampeonatoFOX 4786_Copy Nacional de Clássicos, onde vai marcar presença ao volante do seu já habitual Ford Escort, numa prova organizada sob a égide da Demoporto.

 

Segundo Flávio Sainhas “ vou para dar  o máximo de mim, aliás como tem sido habitual nas provas anteriores, luto para ganhar, embora por vezes não tenha muitos argumentos, isso face ao carro que disponho.Esta em sido uma época muito disputada, já venci , o que é muito positivo e acima de tudo um excelente incentivo para mim e para toda a equipa.Para o fim de semana que se aproxima , será a máxima concentração, para não dar azo a erros, e andar o mais depressa possivel, tentanto em cada subida melhorar os meus tempos anteriores, são estes os meus objectivos para Boticas”, disse-nos

 

Flávio Sainhas e o Ford Escort irão fazer as verificações técnicas e documentais não sábado de manha, para da parte da tarde dar lugar ás duas subidas de treinos e á primeira subida de prova.As restantes subidas terão lugar no dia de domingo.

 

 

Flávio Sainhas tem os apoios de :

 

Belmonte Município
Sildicons
Clube Nacional de Montanhismo
VCR-mobile / VCR Spare parts
A Salsicharia 
Villand - Imóveis e Importações, Lda
M. Xavier da Costa, Lda
INTERPREV
graph&co DESIGN DE COMUNICAÇÃO
Covilhã Município
Desafio dos Numeros
Matos & Prata BMW
Fio de Azeite - Casa de Petiscos 
Vitor Trindade - Estofador Auto 
Fuchs Oil
AutoDionisio Lda
Tacofrota, Lda
Serrapeças, LDA
JDeus Covilhã
2Q by Vitor Sousa

 

RAMPA DE BOTICAS

 

José Correia luta pelo título na Rampa de Boticas

 

A decisão do Campeonato Nacional de Montanha acontece este fim de semana, em Boticas, palco da oitava e última prova de 2017. José Correia vai tentar levar o Nissan Nismo GT-R GT3 ao título de campeão nacional na Categoria 2, depois de ter obtido quatro vitórias até ao momento.

 

O piloto bracarense está em excelente forma e venceu a Categoria 2/GT nas últimas duas provas do Nacional de Montanha, as rampas de Murça e Senhora da Graça, resultados que se juntam aos triunfos na Falperra e na Serra da Estrela. Agora, José Correia vai discutir o título de campeão nacional na Rampa de Boticas, um traçado onde em 2016 venceu a categoria e obteve um excelente 4º lugar da geral.

 

“É o final de uma temporada intensa e onde estivemos sempre na discussão pelos primeiros lugares. Todo o trabalho que fizemos até agora fará muito mais sentido se formos campeões da categoria, e é com esse objetivo que vamos para Boticas. Esta é uma rampa onde no ano passado fomos muito competitivos e isso deixa-nos confiantes. Sabemos que o nosso principal adversário também vai entrar ao ataque por isso espero uma prova bem disputada e com emoção até ao fim, referiu José Correia, piloto e fundador da JC Group Racing Team.

 

A Rampa de Boticas começa no próximo sábado (dia 23), com as primeiras subidas de treinos às 14h30. No domingo (dia 24) os pilotos do Campeonato Nacional entram em pista às 10h00.a654 Copy

 

RAMPA DE BOTICAS

 

Francisco Marrão fecha época em Boticas

O Campeonato Nacional de Montanha Valvoline 2017 termina no próximo fim-de-semana, altura em que se realiza a Rampa da Boticas, oitava e última prova desta competição. Esta localidade transmontana situada nos arredores de Chaves, vai assistir à definição final das classificações e é por isso um evento onde se esperam grandes emoções.

Para Francisco Marrão esta é uma prova onde quer brilhar, tendo por objectivos melhorar as suas marcas anteriores e chegar a um lugar do pódio na Categoria 4. O piloto do SEAT Leon Supercopa está motivado para terminar o ano com um bom resultado.

“Vamos tentar andar bem e fazer melhor que no ano passado. Esta é a última prova de um ano que não foi fácil para mim, já que tive de me adaptar a um carro muito diferente do que estava habituado. Isto colocou-me novas exigências e tive de mudar a minha forma de conduzir, para tentar aproveitar as melhores performances deste SEAT. Umas vezes consegui outras não e sei que posso ainda melhorar muito. Para Boticas e tal como nas outras provas, vou focado para andar bem e com isso chegar ao pódio da categoria. Não vou correr sob pressão e espero divertir-me nesta última prova de 2017. Conto mais uma vez com a preciosa ajuda da Speedy Motorsport, em quem confio a cem por cento para me dar um bom carro para esta prova.” Adiantou Francisco Marrão.

Programa/Horário:

23.09.2017 – Sábado

13H30 – Fecho da pista
14H30 – 1ª Subida de Treinos
15H30 – 2ª Subida de Treinos
16H30 – 1ª Subida Oficial

24.09.2017 – Domingo

09H30 – Fecho da pista
10H00 – Warm Up
11H00 – 2ª Subida Oficial
12H00 – 3ª Subida Oficiala649 Copy

 

JOSÉ PEDRO GOMES PRONTO PARA A RAMPA DE BOTICAS

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017

 

 

VALVOLINE – JC GROUP

 

RAMPA DE BOTICAS

 

 

JOSÉ PEDRO GOMES PRONTO PARA A RAMPA DE BOTICAS

 

 

 

José Pedro Gomes está pronto para a derradeira jornada do Campeonato Nacional de Montanha, que irá ter lugar já este fim de semana na Rampa de Boticias, organizada sob a égide da Demoporto.

 

Com o titulo de Campeão da categoria já assegurado, o espirito de José Pedro Gomes é o mesmo que tem aplicado nas provas anteriores “ a minha motivação é a mesma, pois vou para lutar pela vitória, lá por ter assegurado o titulo, não irei descurar em nada, é para dar o meu máximo, sempre muito concentrado, para não cometer erros, pois os meus mais directos adversários não vão dar qualquer tipo de  facilidade, como aliás sucedeu ao longo de toda a época.Por isso o meu objectivo passa pela obtenção da vitória, para assim fechar a época em “beleza”, disse-nos.

 

José Pedro Gomes e o Ford Escort irão fazer as verificações técnicas e documentais no sábado de  manha, para da parte da tarde dar lugar às duas subidas de FOX 4795_Copytreinos e à primeira subida de prova.As restantes subidas terão lugar no decorrer de domingo.

 

 

LUIS SILVA NA RAMPA DE BOTICAS

CNM - RAMPA DE BOTICAS 2017
É já este fim de semana que se realiza a última rampa do campeonato de montanha.
Depois de eu ter garantido na Rampa da Sra. da Graça o 1º Lugar no Grupo E1-B, parto para a última prova para tentar conquistar o 2º Lugar na categoria 4 e o 3º Lugar no campeonato de turismos.
Como sempre, tentarei dar o meu melhor...
Aguardo-vos lá...

 

HELDER SILVA SEM SORTE E CARLOS OLIVEIRA NA LUTA

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017 – VALVOLINE – JC GROUP

 

RAMPA SRA DA GRAÇA

 

HELDER SILVA SEM SORTE E CARLOS OLIVEIRA NA LUTA PELA VITÓRIA NO CAMPEONATO

 

 

Tanto Helder Silva, como Carlos Oliveira, tiveram sortes diferentes no passado fim de semana na Rampa da Sra da Graça, penultima prova do Campeonato Nacional de Montanha, organizado sob a égide do Cami.

 

Para Helder Silva, na sua segunda subida de prova, mais a mesmo a meio do percurso, acabaria por partir o motor, numa altura em que lutava para  fazer um tempo melhor que 2.12.072. No final da prova, explicou-nos o que ia na alma, dizendo “foi pena, pois não esperava este desfecho.Estava tudo a correr bem, estava mesmo apostado em bater o meu tempo anterior, quando o motor acabou por partir, o Juno ainda se incendiou, no entanto a pronta intervenção dos comissários de pista fez com que tudo não passasse da chama inicial, minimizando os estragos.Infelizmente as corridas tem destes imponderaveis, e há que saber viver com eles, mas foi pena, pois estava confiante na obtenção duma boa classificação, aliás cheguei a ficar á  frente do Osella do Paulo Ramalho,numa das subidas,  dai a minha confiança, mas paciencia, vamos agora ver como irá ser para a ultima prova, na Rampa de Boticias “, disse-nos.

 

Em relação a Carlos Oliveira, passou-se oposto, onde o piloto da Póvoa de Varzim , sempre muito rápido, não deu qualquer tipo de oportunidade aos seus mais directos adversários, tendo feito nas duas ultimas subidas os tempos de 2.46.558 e 2.49.404, assegurando a vitória na prova e o titulo de Campeão no Troféu Nacional de Clássicos de Montanha.Depois de ter ido ao pódio, para receber o seu troféu, o piloto da Power House disse-nos “ correu muito bem, cada vez mais adaptado ao comportamento do BMW, foi uma vitória em que tive de me aplicar a fundo, pois os meus adversários não me deram qualquer tipo de trégua e por isso estive sempre muito concentrado para não cometer erros.Assim só na rampa de Boticas, a ultima do calendário deste ano, e´que a questão do titulo ficará resolvida,estando tudo em aberto, numa época que não começou lá muito bem, mas que para o final tem corrido de forma maravilhosa”, disse-nos.

 

CLASSIFICAÇÃO FINAL

 

Categoria 1

 

HELDER SILVA – DESISTENCIA

 

Trofeu Nacional de Clássicos de Montanha

 

1ºCARLOS OLIVEIRA – BMW

2º Fernando Salgueira – Ford Escort

3º Rui Gama – Volkswagena516 CopyFOX 5073_Copy_Copy

 

MÁRIO MESQUITA ENCERROU ÉPOCA NA SRA DA GRAÇA

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017

 

 

  VALVOLINE – JC GROUP

 

RAMPA DA SENHORA DA GRAÇA

 

MÁRIO MESQUITA ENCERROU ÉPOCA NA SRA DA GRAÇA

 

Mário  Mesquita regressou no passado fim de semana à Rampa Senhora da Graça – Mondim de Basto, para disputar a sua ultima prova desta época no Campeonato Nacional de Montanha. Assim, o piloto do Datsun 1600 SSS terminou em 5º no Campeonato Nacional  Clássicos de Montanha, onde nas ultimas subidas fez os excelentes tempos de 3.20.837 e 3.12.392 respectivamente.

 

Por isso, no final, numa altura em que retirava o seu Datsun 1600 SSS do parque fechado, Mário Mesquita  fez-nos um balanço desta prova dizendo “ correu bem, o carro  está bem melhor, e fruto disso,  consegui melhorar em 2 segundos o tempo de 2016. Esta foi a minha última prova deste ano, pois não irei participar em Boticas, por compromissos familiares”

 

CLASSIFICAÇÃO CAMPEONATO NACIONAL DE CLÁSSICOS DE MONTANHA

 

1º José Pedro Gomes – Ford Escort

2º Parcidio Summavielle – Dastun 240 Z

3º Flávio Sainhas – Ford Escort

4º Luis Moutinho – Ford Escort

5º MÁRIO MESQUITA – DATSUN 1600 SSS

 

JVBA ASSESSORIA

18/9/2017FOX 5140_Copy

 

GALERIA DE IMAGENS

GALERIA DE IMAGENS

 

CAMPEONATO NACIONALD E MONTANHA

 

RAMPA DA SERRA DA ESTRELA - COVILHÃ

 

Mais bastidores

 

Fotos de JOão Raposo Photography - www.velocidadeonline.comFOX 7115_Copy_CopyFOX 7116_Copy_CopyFOX 7117_Copy_CopyFOX 7118_Copy_CopyFOX 7119_Copy_CopyFOX 7120_Copy_CopyFOX 7121_Copy_CopyFOX 7122_Copy_CopyFOX 7123_Copy_CopyFOX 7124_Copy_CopyFOX 7125_Copy_CopyFOX 7126_CopyFOX 7127_CopyFOX 7129_CopyFOX 7132_CopyFOX 7139_CopyFOX 7140_CopyFOX 7142_CopyFOX 7143_CopyFOX 7145_CopyFOX 7146_CopyFOX 7147_CopyFOX 7148_CopyFOX 7149_CopyFOX 7150_CopyFOX 7151_CopyFOX 7154_CopyFOX 7155_CopyFOX 7156_CopyFOX 7157_CopyFOX 7158_CopyFOX 7159_CopyFOX 7160_CopyFOX 7163_CopyFOX 7164_Copy

 

HELDER SILVA SEM SORTE E CARLOS OLIVEIRA

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017 – VALVOLINE – JC GROUP

 

RAMPA SRA DA GRAÇA

 

HELDER SILVA SEM SORTE E CARLOS OLIVEIRA É JÁ CAMPEÃO NA CATEGORIA

 

 

Tanto Helder Silva, como Carlos Oliveira, tiveram sortes diferentes no passado fim de semana na Rampa da Sra da Graça, penultima prova do Campeonato Nacional de Montanha, organizado sob a égide do Cami.

 

Para Helder Silva, na sua segunda subida de prova, mais a mesmo a meio do percurso, acabaria por partir o motor, numa altura em que lutava para  fazer um tempo melhor que 2.12.072. No final da prova, explicou-nos o que ia na alma, dizendo “foi pena, pois não esperava este desfecho.Estava tudo a correr bem, estava mesmo apostado em bater o meu tempo anterior, quando o motor acabou por partir, o Juno ainda se incendiou, no entanto a pronta intervenção dos comissários de pista fez com que tudo não passasse da chama inicial, minimizando os estragos.Infelizmente as corridas tem destes imponderaveis, e há que saber viver com eles, mas foi pena, pois estava confiante na obtenção duma boa classificação, aliás cheguei a ficar á  frente do Osella do Paulo Ramalho,numa das subidas,  dai a minha confiança, mas paciencia, vamos agora ver como irá ser para a ultima prova, na Rampa de BoticFOX 5073_Copya516 Copyas “, disse-nos.

 

Em relação a Carlos Oliveira, passou-se oposto, onde o piloto da Póvoa de Varzim , sempre muito rápido, não deu qualquer tipo de oportunidade aos seus mais directos adversários, tendo feito nas duas ultimas subidas os tempos de 2.46.558 e 2.49.404, assegurando a vitória na prova e o titulo de Campeão no Troféu Nacional de Clássicos de Montanha.Depois de ter ido ao pódio, para receber o seu troféu, o piloto da Power House disse-nos “ correu muito bem, cada vez mais adaptado ao comportamento do BMW, foi uma vitória em que tive de me aplicar a fundo, pois os meus adversários não me deram qualquer tipo de trégua e por isso estive sempre muito concentrado para não cometer erros, e dar o passo necessário para me sagrar Campeão em termos de categoria, numa época que não começou lá muito bem, mas que para o final tem corrido de forma maravilhosa”, disse-nos.

 

CLASSIFICAÇÃO FINAL

 

Categoria 1

 

HELDER SILVA – DESISTENCIA

 

Trofeu Nacional de Clássicos de Montanha

 

1ºCARLOS OLIVEIRA – BMW

2º Fernando Salgueira – Ford Escort

3º Rui Gama – Volkswagen

 

 

RAMPA DE BOTICAS

 

RAMPA DE BOTICAS

 

LISTAGEM DE INSCRITOS PROVISÓRIA

 

 

102 Rui Ramalho 15481 Rui Ramalho 15481 Osela PA2000 EVO 2
103 Paulo Ramalho 15480 Paulo Ramalho 15480 Osela PA21 S EVO
111 Helder Silva   Helder Silva   JUNO CN29
201 Gonçalo Manahu 12076 Gonçalo Manahu 12076 Porsche 997 GT3 Cup
210 JCGROUP Racing Team   José Correia 15290 Nissan GT 3
  Silvino Pires 17356 Silvino Pires 17356 Porsche 997 GT3R
324 Sérgio Nogueira   Sérgio Nogueira   Citroen Saxo 
325 Paulo Sérgio 16286 Paulo Sérgio 16286 Citroen Saxo
326 João Guimarães 12084 João Guimarães 12084 Peugeot 206 RC
  Carlos Pires   Carlos Pires   Peogeot 206 RC
341 Pedro Coelho Saraiva 12491 Pedro Coelho Saraiva 12491 Mitsubisi EVO IX
401 Manuel Correia   Manuel Correia   Ford Fiesta
421 Luis Silva 12537 Luis Silva 12537 BMW M3 E30
  Escudaria T Martinez Racing E2035GA Simon Martinez   Seat Leon Super Copa
426 Speedy Motosport   Francisco Marrão   Seat Leon Super Copa
431 Nuno Pinto 12139 Nuno Pinto 12139 Mazda MX5
511 Bompiso Racing Team   Joaquim Teixeira 13311 Renault Megane Trophy
520 Jorge Meira 17236 Jorge Meira 17236 Citroen Saxo
535 Parcidio Summavielle   Parcidio Summavielle   Peugeot 208
626 Parcidio Summavielle   Parcidio Summavielle   Datsun 260 Z
634 José Pedro Gomes   José Pedro Gomes   Ford Escort
636 Augusto Vasconcelos 13996 Augusto Vasconcelos 13996 Ford Escort
637 Flávio Saínhas 16547 Flávio Saínhas 16547 Ford Escort
  Luis Delgado 19363 Luis Delgado 19363 Ford RS 500
777 Francisco Leite 15091 Francisco Leite 15091 Fiat Punto
820 J.Pedro Figueiredo 16070 J.Pedro Figueiredo 16070 Datsun 1200 
831 Domingos Fernandes 16256 Domingos Fernandes 16256 Autobianchi A112
  Anibal Rolo 11490 Anibal Rolo 11490 Datsun 1200 Coupé
909 Carlos Oliveira   Carlos Oliveira   BMW E30
929 Rui Gama 16416 Rui Gama 16416 VW Type 1
  Carlos Silva   Carlos Silva   Peugeot 106
João Fonseca João Fonseca
Ricardo Loureiro Ricardo Loureiro
Fernando Salgueiro Fernando Salgueiro
Francisco Morgado Francisco Morgado
Leonel Brás Leonel Brás
José Oliveira José Oliveira

 

RAMPA DE BOTICAS

 

Campeonato Nacional de Montanha Valvoline decide-se em Boticas


O Campeonato Nacional de Montanha Valvoline 2017 vai ter o seu epílogo no próximo fim-de-semana, altura em que se disputa a Rampa de Boticas, jornada que encerra a competição e vai decidir os títulos ainda em disputa, com especial relevo para o nome do campeão absoluto. Organizada pela Demoporto com o apoio da Câmara Municipal de Boticas, esta prova reúne uma grande dose de emoção.

Na luta pelo ceptro maior, a que junta ainda o título na Categoria 1, vão estar o actual líder do campeonato, Rui Ramalho em Osella PA2000 Evo2 e Pedro Salvador em Silver Car EF10. Estes dois pilotos têm esgrimido argumentos ao longo do ano e chegam à derradeira prova separados por apenas nove pontos. Rui Ramalho tem vantagem neste duelo, bastando-lhe terminar a prova na segunda posição. 

Também presentes estarão Paulo Ramalho em Osella PA21s Evo, que garantiu já o terceiro degrau no pódio final do campeonato, e João Fonseca em BRC CM05 Evo, vencedor do grupo CM. Mais uma vez na luta pelos primeiros lugares na rampa, vão estar Hélder Silva em Juno CN09 e Nuno Guimarães em BRC CM02.

Também tudo em aberto na Categoria 2 e na luta pelo Campeonato dos GT, com José Correia em Nissan GT-R GT3 e Gonçalo Manahu em Porsche 997 GT3 Cup, a chegarem a Boticas separados por apenas 2 pontos com vantagem para Correia. De salientar ainda a presença nesta prova de Silvino Pires com um competitivo Porsche 997 GT3R.

Na Categoria 3 ainda nada está decidido, mas o favoritismo recai no líder da classificação, Pedro Coelho Saraiva (Mitsubishi Lancer Evo IX), que dispõem de sete pontos de vantagem para João Guimarães (Peugeot 206 RC). Os irmãos Sérgio e Paulo Nogueira, ambos em Citroen Saxo Cup, José Oliveira (Subaru Impreza STi) e o estreante Carlos Pires em (Peugeot 206 RC), completam o lote de inscritos nesta categoria.

Já consagrado com o título na Categoria 4, Manuel Correia e o seu Ford Fiesta R5 deslocam-se a Boticas para tentar fazer o pleno de vitórias e ao mesmo tempo tentar garantir o título nos turismos. Luis Silva em BMW M3, Nuno Pinto em Mazda MX5, Francisco Marrão em SEAT Leon Supercopa, Francisco Morgado em Mitsubishi Lancer Evo IX e Carlos Silva (Peugeot 106), são candidatos aos outros dois lugares do pódio, de uma categoria que recebe nesta prova a inscrição de Luis Delgado em Ford Sierra RS500. 

Com os olhos postos na luta pelo título nos turismos, depois de garantir o título na Categoria 5, está Francisco Teixeira. O piloto do Renault Megane Trophy V6 está a apenas sete pontos de Correia. Jorge Meira em Citroen Saxo Cup e Parcídio Summavielle em Peugeot 208 completam o lote inscritos da Categoria 5.

Com tudo decidido em termos de vencedor, a Taça Nacional de Montanha recebe apenas dois inscritos. O vencedor na Rampa Senhora da Graça, Leonel Brás (Citroen AX Sport) e Francisco Leite em Fiat Punto.

O nome do campeão do Campeonato Nacional de Clássicos Montanha 2017 está encontrado, mas nem por isso a emoção deixará de estar arredada desta competição. José Pedro Gomes e o Ford Escort MKI a conquistaram o ceptro em Mondim e vão querer certamente finalizar o ano com mais um triunfo. Para tentar contrariar estas intenções vão estar Flávio Sainhas e Augusto Vasconcelos, ambos igualmente em Ford Escort MK1.

Tudo ainda em aberto no Troféu Nacional Clássicos de Montanha, com o líder Carlos Oliveira em BMW 323i, a chegar a esta prova na condição de principal favorito. Ainda com possibilidades chegar ao título, Fernando Salgueiro em Ford Escort MKII tem mesmo de vencer para poder comemorar. Ricardo Loureiro em Ford Escort MKII e Rui Gama em VW “Carocha”, completam os inscritos nesta competição.

Na Taça Nacional de Clássicos Montanha 1300, o domínio de Aníbal Rolo (Datsun 1200 Coupé) tem sido avassalador, com o veterano piloto a preparar-se para garantir o título. Também inscritos, Domingos Fernandes em Autobianchi A112 e José Figueiredo em Datsun 1200, decidem entre si os restantes lugares de pódio.

Programa/Horário:

23.09.2017 – Sábado

13H30 – Fecho da pista
14H30 – 1ª Subida de Treinos
15H30 – 2ª Subida de Treinos
16H30 – 1ª Subida Oficial

24.09.2017 – Domingo

09H30 – Fecho da pista
10H00 – Warm Up
11H00 – 2ª Subida Oficial
12H00 – 3ª Subida Oficial

 a511 Copy

 

FERNANDO SALGUEIRO ASSEGUROU O TITULO DE VICE-CAMPEÃO

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017 – VALVOLINE – JC GROUP

 

FERNANDO SALGUEIRO ASSEGUROU TITULO DE VICE-CAMPEÃO NA SRA DA GRAÇA

 

 

O piloto do Caramulo Racing Team, Fernando Salgueiro ao volante do seu Ford Escort, foi o 2º classificado na Rampa da Senhora da Graça – Mondim de Basto, assegurando o titulo de vice campeão no Troféu Nacional de ClássicosFOX 5088_Copy de Montanha.

 

Segundo o piloto do Caramulo “ era minha intenção atacar forte, para assim poder lutar pelo titulo na derradeira prova na rampa de Boticas, mas a verdade é que o BMW do Carlos Oliveira esteve superior, e não consegui o tão almejado primeiro lugar, ficando para já resolvido a questão do titulo, na qual volto a ostentar o titulo de Vice Campeão.Estou de consciencia tranquila, que dei o meu máximo, sempre  o mais concentrado possivel, sem cometer erros, mas o andamento evidenciado pelo meu adversário foi fabuloso.Mesmo assim nas duas subidas de prova alcançei os tempos de  2.56.610 e 3.17.912, insuficientes para bater o Carlos Oliveira, mas foi um duelo engraçado, que me deu algum gozo, diverti-me muito, estive com a familia, e os amigos, em suma foi um bom fim de semana “, disse-nos.

 

 

CLASSIFICAÇÃO FINAL

 

1º Carlos Oliveira– BMW

2º FERNANDO SALGUEIRO – FORD ESCORT

3º Rui Gama – Volkswagen

 

RAMPA DE BOTICAS

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017 - VALVOLINE - JC GROUP

 

RAMPA DE BOTICAS

 

LISTA DE INSCRITOS PROVISÓRIA

 

 

 

102 Rui Ramalho 15481 Rui Ramalho 15481 Osela PA2000 EVO 2
103 Paulo Ramalho 15480 Paulo Ramalho 15480 Osela PA21 S EVO
111 Helder Silva   Helder Silva   JUNO CN29
201 Gonçalo Manahu 12076 Gonçalo Manahu 12076 Porsche 997 GT3 Cup
210 JCGROUP Racing Team   José Correia 15290 Nissan GT 3
  Silvino Pires 17356 Silvino Pires 17356 Porsche 997 GT3R
324 Sérgio Nogueira   Sérgio Nogueira   Citroen Saxo 
325 Paulo Sérgio 16286 Paulo Sérgio 16286 Citroen Saxo
326 João Guimarães 12084 João Guimarães 12084 Peugeot 206 RC
  Carlos Pires   Carlos Pires   Peogeot 206 RC
341 Pedro Coelho Saraiva 12491 Pedro Coelho Saraiva 12491 Mitsubisi EVO IX
401 Manuel Correia   Manuel Correia   Ford Fiesta
421 Luis Silva 12537 Luis Silva 12537 BMW M3 E30
  Escudaria T Martinez Racing E2035GA Simon Martinez   Seat Leon Super Copa
426 Speedy Motosport   Francisco Marrão   Seat Leon Super Copa
431 Nuno Pinto 12139 Nuno Pinto 12139 Mazda MX5
511 Bompiso Racing Team   Joaquim Teixeira 13311 Renault Megane Trophy
520 Jorge Meira 17236 Jorge Meira 17236 Citroen Saxo
535 Parcidio Summavielle   Parcidio Summavielle   Peugeot 208
626 Parcidio Summavielle   Parcidio Summavielle   Datsun 260 Z
634 José Pedro Gomes   José Pedro Gomes   Ford Escort
636 Augusto Vasconcelos 13996 Augusto Vasconcelos 13996 Ford Escort
637 Flávio Saínhas 16547 Flávio Saínhas 16547 Ford Escort
  Luis Delgado 19363 Luis Delgado 19363 Ford RS 500
777 Francisco Leite 15091 Francisco Leite 15091 Fiat Punto
820 J.Pedro Figueiredo 16070 J.Pedro Figueiredo 16070 Datsun 1200 
831 Domingos Fernandes 16256 Domingos Fernandes 16256 Autobianchi A112
  Anibal Rolo 11490 Anibal Rolo 11490 Datsun 1200 Coupé
909 Carlos Oliveira   Carlos Oliveira   BMW E30
929 Rui Gama 16416 Rui Gama 16416 VW Type 1
  Carlos Silva   Carlos Silva   Peugeot 106

 

GALERIA DE IMAGENS

GALERIA DE IMAGENS

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017 - VALVOLINE - JC GROUP

 

Rampa da Falperra

 

Mais bastidores

 

Fotos se JoFOX 7065_CopyFOX 7066_CopyFOX 7067_CopyFOX 7068_CopyFOX 7069_CopyFOX 7070_CopyFOX 7071_CopyFOX 7072_CopyFOX 7073_CopyFOX 7074_CopyFOX 7075_CopyFOX 7076_CopyFOX 7077_CopyFOX 7079_CopyFOX 7080_CopyFOX 7081_CopyFOX 7082_CopyFOX 7083_CopyFOX 7084_CopyFOX 7087_CopyFOX 7088_CopyFOX 7090_CopyFOX 7091_CopyFOX 7092_CopyFOX 7093_CopyFOX 7094_CopyFOX 7095_CopyFOX 7096_CopyFOX 7097_CopyFOX 7100_CopyFOX 7101_CopyFOX 7103_CopyFOX 7104_CopyFOX 7113_CopyFOX 7116_CopyFOX 7118_Copyão Raposo Photography - www.velocidadeonline.com

 

RAMPA DA ARRÁBIDA RESSUSCITADA

 

A Rampa da Arrábida – Liberty Seguros, vai trazer de novo a competição ao bonito traçado da Serra da Arrábida, onze anos depois dos bólides nacionais a terem subido pela última vez, cumprindo assim o sonho dos que acreditavam que ainda era possível este regresso.

Onze anos depois da última edição, o Clube de Motorismo de Setúbal (CMS), apoiado pela Câmara Municipal de Setúbal e com o patrocínio da Liberty Seguros, vai organizar de novo a Rampa da Arrábida, mantendo o seu traçado original e permitindo a competição nas categorias de Velocidade – sob as regras de uma Rampa Regional – e Regularidade – cumprindo o regulamento específico internacional da Regularidade Histórica.

Para o CMS, trata-se da realização de um sonho antigo de todos os membros que criaram o clube em 2016 e que lutaram com todas as suas forças, para que a Rampa da Arrábida – Liberty Seguros, pudesse ser uma realidade, apesar de todas as forças contrárias e da descrença de alguns, que afinal podem agora verificar que com a união de todos, os sonhos são mesmo possíveis de realizar.

Uma determinação que foi compreendida por toda a Câmara Municipal de Setúbal, pela Direção da Liberty Seguros e por todos os nossos patrocinadores, apoiantes, pilotos e equipas, que desde cedo se uniram a este clube ainda muito jovem, mas com provas positivas dadas, pela realização de duas Setúbal Especial Sprint e de um Rali Cidade de Setúbal – a repetir ainda antes do final do ano.

A Rampa da Arrábida – Liberty Seguros, foi anteriormente um dos pilares dos campeonatos nacionais de velocidade, clássicos e montanha, chegando mesmo a estar integrada no Europeu de Montanha, tendo passado pelo seu traçado, os melhores pilotos nacionais das modalidades referidas, como por exemplo, Mário Silva, Pedro Salvador, Jorge Petiz, Ni Amorim, Carlos e António Rodrigues, António Nogueira, PêQuêPê, Pedro Azeredo, António Barros, Albino Abrantes, Rui Viana e Joaquim Moutinho, entre outros, tão ou mais importantes.

São três quilómetros de curvas lentas e rápidas, por um percurso muito competitivo, que desde sempre fez as delícias de todos os que disputaram os primeiros lugares em todas as 26 edições cumpridas até hoje, sendo que alguns dos quais estão de regresso na edição deste ano, à prova que consideram rainha da montanha em Portugal.

A alguns dias ainda do termo do prazo previsto para o recebimento das inscrições, os lugares disponíveis, estão praticamente esgotados, até porque muitos dos participantes já tinham garantido a sua inscrição em Julho, quando da realização da Setúbal Especial Sprint, pelo que se afigura que todo o evento será um verdadeiro êxito, até porque foram criadas condições exemplares para que o público, os convidados e os concorrentes, possam usufruir em pleno de toda uma jornada inesquecível.

Haverá transporte especial, de autocarro, previsto entre a Casa da Baía em Setúbal e as zonas espetáculo previstas para o público – incluindo uma zona VIP, colocada na antiga Bataria - horários estabelecidos, que permitirão o acesso pedonal ás zonas referidas, zonas de estacionamento para as viaturas, zonas para recolha de lixo para conservação da natureza, locais de convívio e de repouso dos espectadores e equipas, zonas reservadas a concorrentes e assistências na SECIL e todo um controlo policial e de Comissários CMS, que ajudarão a garantir a segurança de todos e aconselharão em caso de dúvidas, qual a melhor colocação para assistir ao espetáculo em segurança.

 

CARAMULO MOTORFESTIVAL 2017

CARAMULO MOTORFESTIVAL

 

JOAQUIM RINO FOI O BRIHANTE VENCEDOR

 

O BRC CM 05 Evo de Joaquim Rino foi o brilhante vencedor da edição deste ano do Caramulo Motorfestival, tendo logo atrás de si o Ford Escort de Joaquim Jorge e o Westfield de Tiago Prata.Em termos da classe 1, o vencedor foi o BRC de Joaquim Rino, na Class 3 seria o Renault Alpine A 110 de Luis Pereira,e07 27_07_Copy na Classe 4, seria o Ford Escort de Joaquim Jorge.

 

CLASSIFICAÇÃO FINAL

 

1º Joaquim Rino - BRC CM 05 Evo

2º Joaquim Jorge - Ford Escort

3º Tiago Prata - WEstfield

 

Classe 1 - Joaquim Rino - BRC CM 05

 

Classe 3 - Luis Pereira - Renault Alpine A 110

 

Classe 4 - Joaquim Jorge - Ford Escort

 

REgularidade Sport

 

1º Elisabeth Noble - Latham - Jaguar

2º Eugénio Costa - Alfa Romeo Spyder

3º Orlando Patricio - Saab 96

 

 

FERNANDO SALGUEIRO E RICARDO LOUREIRO

FERNANDO SALGUEIRO E RICARDO LOUREIRO EXPÕEM FORD ESCORT

 

Os Ford Escort de Fernando Salgueiro e Ricardo Loureiiro estão expostos até ao próximo domingo  na FICTON, uma feira que está a decorrer em Tondela.SEgundo Ricardo Loureiro" este tipo de evento é importante no nosso concelho, por isso estou presente, dando assim retorno às empreas que me apoiaram esta época no Campeonato Nacional de MOntanha ".Já Fernando Salgueiro " esta exposição serve para mostrar aos largos milhares de visitantes neste evento a existencia da Caramulo Racing Team, assim como dar retorno a quem nos tem apoiado ".a479 Copya478 Copy

 

GALERIA DE IMAGENS

CAMPEONATO NACIONAL DE  MONTANHA 2017 - VALVOLINE - JC GROUP

 

RAMPA DA FALPERRA

 

Drift na Falperra

 

Fotos de João Raposo Photography - www.velocidadeonline.comFOX 5072_CopyFOX 5073_CopyFOX 5075_CopyFOX 5076_CopyFOX 5077_CopyFOX 5078_CopyFOX 5079_CopyFOX 5080_CopyFOX 5081_CopyFOX 5083_CopyFOX 5084_CopyFOX 5086_CopyFOX 5087_CopyFOX 5090_CopyFOX 5091_CopyFOX 5093_CopyFOX 5094_CopyFOX 5096_CopyFOX 5098_CopyFOX 5098_CopyFOX 5102_Copy

 

RAMPA SRA DA GRAÇA - MONDIM DE BASTO

 

NEWS PRMINIRACING - SETEMBRO #2017
Teve lugar no passado fim-de-semana, em Mondim de Basto, a 7ª e penúltima prova do Campeonato Nacional de Montanha 2017. Utilizando o desafiante "rampódromo" da Sr.ª da Graça, a caravana do Campeonato de Montanha usufruiu de condições fantásticas para a prática desta modalidade, podendo assim retribuir a todos os espectadores e aficionados um excelente espectáculo repleto de emoções fortes pelas disputas que existiram nas diversas Categorias e como não podia deixar de ser, pela discussão ao rubro pelo Título Absoluto, quando o Campeonato chega à sua fase final.

RUI RAMALHO # OSELLA PA2000 EVO2 (E2-SC) # 102
 
Rui Ramalho apresentou-se nesta penúltima prova como líder absoluto do Campeonato com escassos 3 pontos de vantagem, depois do desaire mecânico sofrido em Murça, que o obrigou a desistir prematuramente e com isso a não obter qualquer ponto nessa mesma Rampa. O piloto mais jovem do Team PRMiniracing tinha como principal objectivo voltar a lutar pela vitória neste traçado e com isso reforçar a sua liderança pontual na classificação do Campeonato. Depois do árduo trabalho da sua Equipa durante o período de férias em recuperar a unidade motriz do seu Osella PA2000 EVO2, foi com grande expectativa que piloto e sua Equipa assistiram às primeiras subidas de treinos de sábado, na esperança de confirmarem se a fiabilidade e performance do Osella PA2000 EVO2 estavam integralmente restituídas. Felizmente, com os excelentes tempos alcançados nestas subidas preliminares, confirmava-se que tudo estava em condições, com Rui Ramalho a demonstrar os seus intentos, com um fortíssimo andamento. Com pequenos ajustes de afinação de suspensão, borrachas mais frescas mas usadas e algumas correcções de pilotagem, Rui alinhava na 1ª subida de prova determinado em realizar o melhor crono e assim o fez, batendo o recorde do traçado e fechando o dia de sábado na liderança provisória da prova. Consciente de que ainda conseguiria fazer melhor no Domingo e mesmo continuando a utilizar borrachas usadas, Rui batia o recorde alcançado no dia anterior por si em mais de 1 segundo na 2ª subida de prova, confirmando desde logo com bastante facilidade a vitória nesta Rampa. Rui Ramalho logrou ainda em obter 1 ponto extra pela realização da 3ª subida de prova mais rápida de todos os pilotos presentes.
Em conclusão, tratou-se de uma importantíssima vitória para si, dado que este resultado permitiu-lhe dilatar a sua vantagem pontual para 9 pontos, quando agora falta disputar apenas a 8ª e derradeira prova em Boticas nos dias 23 e 24 deste mês.
 
"Não foi uma prova fácil, mas foi uma vitória muito saborosa. Esta era apenas a minha segunda presença aqui na Senhora da Graça e a primeira vez com este carro, o que não facilitou a questão da adaptação. Fui melhorando aos poucos e penso que consegui andar bem e se não ganhei da forma como queria, porque o Pedro teve problemas e não me pode dar réplica que esperava, estou ainda assim muitíssimo satisfeito com este resultado que me deixa um pouco mais perto do título, mesmo sabendo que nada está ainda decidido. Para Boticas a minha postura vai ser naturalmente mais defensiva e espero concretizar o meu sonho e garantir o título."

alt
On Board Rui Ramalho
alt
Best of Rui Ramalho
PAULO RAMALHO # OSELLA PA21S EVO (CN) # 103
 
Paulo Ramalho depois do excelente resultado alcançado em Murça, apresentou-se nesta prova com o objectivo de lutar mais uma vez por um dos lugares do pódio, contudo, durante todo o dia de sábado o Piloto mais velho da PRMiniracing nunca se sentiu fisicamente em condições para ultrapassar as exigências técnicas deste traçado, que na zona mais rápida realizada em 6ª velocidade e com velocidades a superarem os 200 km/h, proporcionam acelerações G acentuadas, causando assim as mesmas desconforto físico ao Piloto do Porto e com isso a reduzirem a sua confiança para atacar esta zona a fundo. Esta situação deixavam Paulo resignado e triste no final do dia sábado, pois sabia que em condições normais conseguiria ao volante do seu Osella PA21S EVO ser bastante mais rápido. No Domingo e como milagre, Paulo sentia-se bastante melhor, com a redução substancial das dores físicas do dia anterior, possibilitando ao mesmo adaptar-se melhor ao exigente traçado na 1ª subida de treinos de Domingo, com o intuito de dar o tudo por tudo nas 2 derradeiras subidas de prova para com isso tentar assegurar um lugar no pódio. No entanto, na 2ª e penúltima subida de prova, uma falha do sistema de "paddle shift" na redução das relações de caixa de velocidades do seu Osella PA21S EVO, obrigavam-no a perder preciosos segundos, atirando-o provisoriamente para o 5º lugar. Chegado à sua tenda de assistência, a sua Equipa levou a cabo novamente um fantástico trabalho num curto espaço de tempo de modo a possibilitarem a Paulo Ramalho alinhar na 3ª e derradeira subida de prova com o problema resolvido. Com as condições técnicas restituídas do seu Osella, Paulo Ramalho apresentava-se à partida da última subida com o objectivo de dar o seu melhor e na certeza de que o desfecho do seu resultado só seria conhecido após passar a linha de meta. Neste modo de tudo ou nada, Paulo voltou a surpreender tudo e todos, ao conseguir retirar vários segundos ao seu melhor registo, conseguindo uma vez mais "in extremis" ascender à 3ª posição final e com isso acompanhar novamente o seu irmão Rui no pódio, numa nova dobradinha do Team PRMiniracing, para gáudio da sua Equipa, familiares, patrocinadores, amigos e fans.

"Efectivamente foi um fim-de-semana bastante difícil para mim por diversos motivos, uma vez que a minha principal atenção uma vez mais estava focada no desempenho do meu irmão Rui e neste fim-de-semana em particular se o seu Osella PA2000 EVO2 estava novamente em perfeitas condições para que ele pudesse lutar pela vitória com todas as condições ao nosso alcance, causando-me pressão e expectativa extra. Infelizmente, no que diz respeito a mim, a condição física ainda não está totalmente restituída, com o surgimento de alguns episódios de dor física a impedirem-me de uma participação em pleno. Como tal e principalmente no sábado, por estes dois motivos, foi um dia bastante exigente para mim, no entanto e felizmente, no Domingo de manhã uma melhoria súbita e inesperada da minha condição física dava-me um novo alento e com o meu irmão bem encaminhado, deixou-me mais tranquilo e com a possibilidade de me focar a 100% no meu desempenho e objectivo de lutar por um dos lugares do pódio. Assim, apresentei-me na 3ª e derradeira subida de prova mentalizado de que ainda nada estava perdido, dando o meu melhor e com isso a alcançar um fantástico 3º lugar nesta Rampa e com isso assegurar desde já o 3º lugar no Campeonato Absoluto, quando ainda falta disputar uma prova. Esta nova dobradinha da PRMiniracing deixa-me extremamente feliz, pois reflecte o árduo trabalho que temos desenvolvido ao longo de todos estes anos neste Campeonato e em particular esta época com um avultado investimento em novos meios técnicos.
Um palavra de parabéns ao meu irmão por mais uma fantástica vitória e o meu profundo agradecimento à minha Equipa pelo seu fantástico trabalho, à minha Esposa, Família, Amigos e Patrocinadores pelo imprescindível apoio. Ainda o profundo agradecimento à minha equipa médica que me acompanha e trata com afinco com o objectivo de me restabelecerem fisicamente no mais curto espaço de tempo. Muito obrigado a todos !!!"

alt
On Board Paulo Ramalho
alt
Best of Paulo Ramalho

 

LUIS MOUTINHO EM BOM PLANO NA SRA DA GRAÇA

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA

 

RAMPA SRA DA GRAÇA

 

LUIS MOUTINHO EM BOM PLANO NA SRA DA GRAÇA

 

Luis Moutinho de regresso ao Campeonato Nacional de Montanha, onde participou na Rampa Sra da Graça estando em bom plano, terminando na 4ª posição em termos do Campeonato Nacional de Clássicos de Montanha.Assim o piloto-preparador de Lisboa faria ao volante dos eu Ford Escort nas duas ultimas subidas os tempos de  2.56.388 e 2.55.207, o que lhe garantiu a 4ª posição em termos de categoria.No final, quando se preparava para colocar o Ford Escort no atrelado, para assim fazer o seu regresso a Lisboa, Luis Moutinho fez-nos o resumo dizendo, “ correu bem, vim aqui para me divertir, o que consegui, e depois para mim foi bom recordar esta rampa, pois já aqui não corria há muitos  anos.Não vim para participar, para competir, mas sim para estar com os amigos, e divertir-me um pouco, e passar  um bom fim de semana.O carro não deu problemas, foi sempre  a andar, sempre a melhorar os meus tempos em cada subida efectuada, por isso estou satisfeito “.

 

Em principio Luis Moutinho não deverá alinhar na Rampa de Boticas, isso motivado por afazeres profissionais.

 

CLASSIFICAÇÃO FINAL

 

1joSÉ Pedro Gomes – Ford Escort

2º Parcidio Summavielle – Datrsun 240 Z

3º Flávio Sainhas – Ford Escort

4º LUIS MOUTINHO – FORD ESCORT

5º Mário Mesquita – Datsun 1600 SSS

 FOX 5153_Copy

 

GALERIA DE IMAGENS

GALERIA DE IMAGENS

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017 - VALVOLINE - JC GROUP

 

RAMPA DA FALPERRA

 

Grupo de imagens de alguns dos bastidores na rampa da Falperra.

 

Fotos de JoFOX 6600_CopyFOX 6607_CopyFOX 6608_CopyFOX 6609_CopyFOX 6614_CopyFOX 6615_CopyFOX 6616_CopyFOX 6617_CopyFOX 6618_CopyFOX 6619_CopyFOX 6620_CopyFOX 6621_CopyFOX 6623_CopyFOX 6624_CopyFOX 6625_CopyFOX 6627_CopyFOX 6628_CopyFOX 6629_CopyFOX 6630_CopyFOX 6631_CopyFOX 6632_CopyFOX 6633_CopyFOX 6634_CopyFOX 6635_CopyFOX 6636_CopyFOX 6637_CopyFOX 6642_CopyFOX 6643_CopyFOX 6644_CopyFOX 6648_CopyFOX 6649_CopyFOX 6651_CopyFOX 6652_CopyFOX 6655_CopyFOX 6656_CopyFOX 6670_CopyFOX 6673_CopyFOX 6674_CopyFOX 6685_Copyão Raposo Photography - www.velocidadeonline.com

 

RICARDO LOUREIRO NO CARAMULO MOTORFESTIVAL

 

CARAMULO MOTORFESTIVAL

 

RICARDO LOUREIRO NO CARAMULO MOTORFESTIVAL

 

Um 5º lugar à geral, foi o resultado alcançado no passado fim de semana em mais uma edição do Caramulo Motorfestival, onde Ricardo Loureiro marcou presença ao volante do seu Ford Escort.Segundo o piloto do Caramulo Racing Team “ foi uma prova muito positiva, que originou um 5º lugar à geral.Diverti-me muito, estive com a familia , amigos e patrocinadores.Por outro lado, aproveitei esta prova para testar uma nova suspensão, que melhorou de forma significativa o comportamento do carro em pista, tornando-o mais fácil de conduzir.Uma vez mais o Caramulo Motorfestival reuniu largos milhares de espectadores que se foram espalhando ao longo da rampa, aliás no domingo a quantidade de gente era impressionante, já participo nesta prova há uns anos a esta parte, e nunca vi tanta gente, aliás penso que a edição deste ano bateu o recorde de espectadores, que é sempre muito importante para assim  podermos divulgar os nossos patrocionadores”.

 

Quanto  à presença na ultima prova do Campeonato Nacional de Montanha, a ter lugar em Boticas, Ricardo Loureiro acrescentou “ em principio não deverei alinhar, isso porque a minha eventual participação não iria adiantar nada em termos classificativos, tendo terminado o Campeonato na 3ª posição.Agora há sim que começar a preparar a próxima época”, disse-nos.

 21463053 1376914729080621_6432217923906550417_n_Copy21463187 1376914732413954_4767102927091863794_n_Copy

 

RAMPA SRA DA GRAÇA - MONDIM DE BASTO

 

Francisco Marrão cumpriu na Senhora da Graça

 

Decorreu no passado fim-de-semana, a penúltima jornada do Campeonato Nacional de Montanha Valvoline 2017, com a realização da Rampa Senhora da Graça. Presente nesta prova disputada em Mondim de Basto, Francisco Marrão esteve em bom plano, exibindo uma apreciável regularidade ao volante do seu SEAT Leon Supercopa, para terminar a prova no terceiro lugar do pódio referente à Categoria 4.

Com a Speedy Motorsport a fazer mais uma vez um grande trabalho na preparação e assistência, o piloto vila-realense concentrou-se no trabalho de adaptação do SEAT cinzento a um novo tipo de pneus, conseguindo cumprir os objectivos delineados para esta prova e ao mesmo tempo marcar importantes pontos para o campeonato.

“A prova correu-me bem, decidi não arriscar em demasia, até porque não sabia como se iriam comportar estes pneus. Penso que conseguimos evoluir bem ao nível do acerto e isso deixa-me satisfeito para a abordagem à última jornada do ano em Boticas. Estamos a cumprir etapas num ano de estreia deste carro nas minhas mãos, mas sei que posso e vou dar mais. Tudo tem o seu “timing”, quero cumprir, com o máximo de garantias que estamos de facto a evoluir e a criar bases para sermos mais competitivos no futuro. A equipa tem-me ajudado imenso e por isso só posso estar satisfeito com os resultados conseguidos. Vamos motivados a fazer um bom resultado em Boticas, de modo a fechar o ano da melhor forma.” Disse Francisco Marrão.

O Nacional de Montanha disputa a sua derradeira jornada dentro de pouco mais de uma semana, com a visita a Boticas para disputar a rampa local nos dias 23 e 24 de Setembro. a456 Copy

 

RAMPA SRA DA GRAÇA - MONDIM DE BASTO

 

Gonçalo Manahu mantém luta pelo título em aberto

O piloto do Porsche 997 GT3 foi segundo da Categoria 2, na Rampa da Senhora da Graça e assim adiou a atribuição do título para a última prova.
 
Não foi um fim-de-semana proveitoso para o Campeão da Categoria 2 em título, pois apesar de ter sido substancialmente mais rápido do que em 2016, terminou a prova no segundo posto. "Dei tudo, arrisquei ao máximo, tanto que pela primeira vez dei um toque numa rampa. Tirei quatro segundos ao tempo do ano passado e acho que no sábado fiz uma subida de prova perfeita, com a consciência de que não conseguia "ir mais longe", mas não deu."
 

A rapidez da rampa da Senhora da Graça explica o resultado. "É uma prova muito rápida. Além disso, no Domingo, com mais calor e com os pneus já gastos por duas subidas nos limites, fiz um tempo quase idêntico ao de sábado, só tendo pedido duas décimas... Arrisquei ao máximo, mas não dava para mais." Rematou Gonçalo Manahu, que vira agora a atenção para a Rampa de Boticas, dentro de duas semanas.

manahu sra graca Gonçalo Manahu (Porsche 997 GT3)

 

RAMPA SRA DA GRAÇA - MONDIM DE BASTO

 

José Correia e Vettra Motorsport lideram campeonato de GT


José Correia e a Vettra Motorsport venceram a categoria dos GT no Campeonato Nacional de Montanha, na Senhora da Graça, e lideram o Campeonato Nacional de Montanha. 


Luís Borges pediu a José Correia que conduzisse como um campeão para poderem discutir o campeonato em Boticas. O pedido foi realizado e o piloto da JC Group Racing foi o homem mais rápido nos GT nas três subidas de prova.a408 Copy

 

TORRES DA SILVA FORA DO PÓDIO NA SRA DA GRAÇ

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017 – VALVOLINE – JG GROUP

 

RAMPA DA SRA DA GRAÇA – MONDIM DE BASTO

 

 

TORRES DA SILVA FORA DO PÓDIO NA SRA DA GRAÇA

 

Sendo a primeira vez que correu na Rampa da Sra da Graça, António Torres da Silva ao volante do seu Toyota Starlet não se sentiu muito à vontade e pela primeira vez esta época ficou fora do pódio da Taça Nacional de Montanha 1300.

 

No final, depois de colocar o Starlet no parque fechado e ter retirado o capacete, começou por nos dizer “ esta rampa é engraçada, e requer conhecimento para se poder andar depressa, pois é muito rápida, e não tive muito tempo para a poder  treinar.Mesmo assim nas duas ultimas subidas acabei por fazer os tempos de 3.10.710 e 3.11.825, o que me deu o 4º lugar.Aliás o 3º lugar escapou-me por pouco, foi pena, mas era a primeira vez que corria aqui ,  em suma fiz o que estava ao meu alcance, mas mesmo assim foi um bom fim de semana, diverti-me, estive com os amigos, agora há que pensar na rampa de Boticas, outra rampa que irei correr pela 1ª vez “, disse-nos.

 

CLASSIFICAÇÃO FINAL

 

TAÇA NACIONAL DE MONTANHA 1300

 

1º Leonel Bras – Citoren Ax

2º Armando Parente – Toyota Starlet

3º Francisco Leite – Fiat Punto

4º ANTÓNIO TORRES DA SILVA -  TOYOTA STARLET

 FOX 4758_Copy

 

FLÁVIO SAINHAS DENTRO DOS OBJECTIVOS

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017 – VALVOLINE – JC GROUP

 

RAMPA SRA DA GRAÇA – MONDIM DE BASTO

 

FLÁVIO  SAINHAS DENTRO DOS OBJECTIVOS NA SRA DA GRAÇA

 

Uma vez mais Flávio Sainhas esteve em graFOX 4786_Copy_Copynde plano no passado fim de semana na Rampa da Senhora da Graça, penultima prova do Campeonato Nacional de Montanha, onde ficou na terceira posição em termos de categoria.

 

De referir que o piloto da Covilhã faria nas derradeiras subidas os tempos de  2.55.742 e 2.51.206, o que acabou por lhe dar a terceira posição, um pouco abaixo das expectativas, como nos confirmou depois de colocar o seu Ford Escort em parque fechado “ correu bem, mas queria um pouco mais.Era completamente impossivel chegar-me ao Ford Escort de DR.José Pedro Gomes, e depois o Datsun 240 Z estava com um andamento diabólico, numa rampa que lhe foi claramente favorável, por isso o meu terceiro lugar.Pelo menos deu para arrecadar mais pontos para o campeonato, o carro esteve  bem, sem problemas de maior, e ficamos dentros  dos objectivos, gostava de mais…mas contra cavalos…não tenho para já argumentos….”, disse-nos.

 

 

CLASSIFICAÇÃO  FINAL

 

CAMPEONATO NACIONAL DE CLÁSSICOS DE MONTANHA

 

1º José Pedro Fomes – Ford Escort

2º Parcidio Summavielle – Datsun 240 Z

3º FLÁVIO SAINHAS – FORD ESCORT

4º Luis Moutinho – Ford Escort

5º Mário Mesquita – Datsun 1600 SSS

 

 

RAMPA SRA DA GRAÇA - MONDIM DE BASTO

 

José Correia vence na Senhora da Graça e vai discutir título de campeão

 

O Campeonato Nacional de Montanha está ao rubro e José Correia voltou a brilhar ao vencer a Categoria 2 na Rampa da Senhora da Graça, obtendo ainda um positivo top 5 à geral. Piloto do Nissan GT-R GT3 Nismo vai lutar pelo título na decisiva Rampa de Boticas.

José Correia está em grande forma e na Rampa da Senhora da Graça chegou à sua segunda vitória consecutiva na Categoria 2, onde alinham os impressionantes carros de GT. O piloto bracarense, que vinha de um triunfo indiscutível na Rampa Porca de Murça, foi novamente o mais rápido em Mondim de Basto, conquistando a sua quarta vitória em sete provas esta época (também já tinha ganho a categoria nas rampas da Falperra e Serra da Estrela).“A Rampa da Senhora da Graça correu bem e o nosso único problema foi o facto de o carro estar a falhar em segunda velocidade nas duas primeiras sessões de treinos. Felizmente a equipa resolveu o problema e já pude disputar a primeira subida de prova com o carro em condições. Esta vitória é muito importante para a luta pelo título e nesta altura só tenho pena que a Rampa da Serra da Estrela não tenha valido a pontuação máxima, caso contrário já seria campeão. Vamos para Boticas com a motivação em alta mas a única coisa que prometo é lutar pelo título com todas as nossas forças”, afirmou José Correia, que na prova transmontana conseguiu ainda um excelente 5º lugar da geral, só atrás de quatro barchettas.

A Rampa de Boticas será a oitava e derradeira prova do Nacional de Montanha, disputando-se nos dias 23 e 24 deste mês.

 000 4784_Copy000 4916_Copy

 

RAMPA SRA DA GRAÇA - MONDIM DE BASTO

 

Nova vitória nos Turismos deixa Manuel Correia perto de mais um título na Montanha

 

Depois de se ter sagrado bicampeão nacional de Montanha na Categoria 4, Manuel Correia voltou a ser o mais forte da classe na Rampa da Senhora da Graça e ainda vai lutar por um segundo título em 2017: o de Turismos.

Ao volante do Ford Fiesta R5+, o piloto de Braga não só é a grande referência da Categoria 4 do Campeonato Nacional de Montanha como também tem boas hipóteses de ser campeão nos Turismos, onde compete com carros de outras filosofias. Na Rampa da Senhora da Graça, penúltima prova da temporada, Manuel Correia voltou a dominar a Categoria 4 e acumulou o seu quarto triunfo entre os Turismos, reforçando também a liderança deste campeonato quando falta apenas uma prova para disputar.

“Nunca tinha disputado a Rampa da Senhora da Graça e por isso este resultado é muito bom. É um traçado com zonas muito rápidas, onde é preciso acreditar para se conseguir bons tempos. Felizmente fui evoluindo cada vez mais ao longo do fim de semana e o carro também esteve em perfeitas condições. Tenho de agradecer novamente todo o trabalho da ARC Sport e o apoio da minha família e amigos. Já somos campeões na Categoria 4 mas também quero o título dos Turismos. É com esse objetivo que vamos para Boticas”, afirmou Manuel Correia, que em Mondim de Basto conseguiu ainda o 8º lugar da geral.

 

A época do Campeonato Nacional de Montanha encerra nos próximos dias 23 e 24 de setembro, com a realização da Rampa de Boticas. 

 000 4329_Copy000 4334_Copy000 4571_Copy

 

RAMPA SRA DA GRAÇA - MONDIM DE BASTO

 

JOAQUIM TEIXEIRA DEPOIS DE CONQUISTAR O TITULO DE CAMPEÃO NA CATEGORIA 5  VENCE NOVAMENTE EM MONDIM DE BASTO

 

O campeonato nacional de montanha prosseguiu no passado fim de semana na Rampa Sra. Da Graça em Mondim de Basto.

Esta foi uma jornada agridoce para Joaquim Teixeira, porque ganhou a categoria 5 onde já conquistou o titulo de campeão, mas ficou a escassas décimas de segundo do primeiro lugar nos Turismos.

Embora Joaquim Teixeira tenha conseguido baixar 1,5 segundo ao seu melhor tempo de 2016 não foi o suficiente para vencer os turismos.

A equipa Martins Speed tudo fez para colocar o Megane nas melhores condições e conseguiu, mas a falta de pneus novos e a competitividade do adversário impediu a vitoria nesta categoria.

Cumpridas sete das oito provas e quando falta só disputar a Rampa de Boticas, Joaquim Teixeira disse-nos que “neste momento embora já tenha obtido o titulo de Campeão da Categoria 5 espero poder lutar pelo meu segundo objetivo que é ser campeão tambem nas viaturas de Turismo onde neste momento sou segundo a 5 pontos do primeiro classificado. No fim de semana de 23 e 24 deste mês vou para Boticas com o objetivo de ganhar pois a vitoria garante-me a conquista do titulo nas viaturas de Turismo.

Sei que não vai ser fácil porque o meu adversário conhece o traçado e eu nunca o disputei. No entanto tudo irei fazer para ganhar pois é o único resultado que me interessa, embora tenha de ter em atenção que na semana seguinte tenho de ter o Megane operacional pois eu e dois colegas vamos representar os pilotos portugueses numa corrida em Tenerife – Espanha.

 

RAMPA SRA DA GRAÇA - MONDIM DE BASTO

 

Pedro Salvador foi segundo na Senhora de Graça, depois de uma prova com inúmeros problemas no Silver Car EF10.

Pedro Salvador até começou bem e apesar do traçado da Senhora da Graça não ser o melhor para o Silver Car, foi o mais rápido enquanto não teve problemas, ou seja nas subidas de treinos.

No sábado o Silver Car teve problemas de caixa de velocidades que me impediram que pudesse efectuar a primeira subida de prova.

Assim apenas restavam as duas subidas de Domingo para recuperar. “Após a mudança do motor e da caixa, voltaram os problemas de motor que não me permitiram efectuar qualquer subida em condições normais. As corridas têm destas coisas e esta época a sorte teima em não querer nada connosco.”

“O balanço final desta prova é manifestamente negativo…Parabéns ao Rui Ramalho pela vitória e obrigado a todos pelo apoio. Estaremos de volta em Boticas dentro de 2 semanas.” Rematou o Campeão Nacional de Montanha em título.

sra graca salvador Pedro Salvador (Silver Car EF10)

 

VITÓRIA BRILHANTE DE LEONEL BRÁS NA SRA DA GRAÇA

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017 – VALVOLINE – JC GROUP

 

 

RAMPA SRA DA GRAÇA – MONDIM DE BASTO

 

VITÓRIA BRILHANTE DE LEONEL BRAS NA SRA DA GRAÇA

 

 

 

O piloto de  Murça, Leonel Brás ao volante do seu Citroen AX que corre com as côres da Texaco,  foi o brilhante vencedor da Taça Nacional de Montanha, no passado fim de semana na Rampa de Sra da Graça, vingando-se assim dos desaires ocorridos nas provas anteriores.O piloto do Citroen AX, mostrou logo que estava ali para ganhar, e assim com a sua determinação e garra, faria logo na ultima subida o tempo de 2.25.806, que lhe garantiu logo a vitória.Depois da cerimónia do pódio,o piloto da Texaco,  Leonel Brás fez-nos o balanço da prova começado por dizer “ custou, mas consegui, foi uma prova em que lutei do principio ao fim, o carro esteve bem, foi por isso queFOX 4765_CopyFOX 5734_Copy apliquei-me a fundo, sempre concentrado ao máximo, sem cometer erros, e bater os meus adversários, que não me deram qualquer tipo de facilidade.Assim com este excelente resultado consegui vingar os maus resultados das provas anteriores, mas estava a ver que não conseguia ter o Citroen AX pronto para esta prova, mas correu tudo bem, e estou muito satisfeito com este resultado “.

 

CLASSIFICAÇÃO FINAL

 

 

TAÇA NACIONAL DE MONTANHA

 

1º LEONEL BRÁS – CITROEN AX

2º Armando Freitas – Toyota Starlet

3º Francisco Leite – Fiat Punto

4º Torres da Silva – Toyota Starlet

 

RAMPA SRA DA GRAÇA - MONDIM DE BASTO

 

Edgar Reis melhorou o seu tempo na Rampa da Senhora da Graça

 

Edgar Reis e o Porsche 997 GT3 Cup terminaram a penúltima prova do Campeonato Nacional de Montanha no top 7 da geral e no pódio da Categoria 2. Piloto de Famalicão conseguiu o seu melhor tempo no traçado da Senhora da Graça.

Edgar Reis já tinha dito que a última fase desta época seria uma espécie de preparação para 2018, experimentando diferentes soluções no Porsche 997 GT3 Cup em busca de maior competitividade. Na Rampa da Senhora da Graça, sétima e penúltima ronda do Nacional de Montanha, o piloto do Team Transfradelos deu um salto em frente em termos de rapidez, conseguindo o registo de 2m24,412s na terceira e última subida de prova, naquele que foi o seu melhor tempo de sempre no traçado transmontano.

“A prova correu dentro das nossas expectativas e experimentámos coisas novas no carro que deram bons resultados e que nos permitiram melhorar muito o nosso tempo nesta rampa”, afirmou Edgar Reis. “Fui sempre evoluindo em cada subida de prova e isso mostra o bom trabalho que fizemos em termos de afinações. Este traçado é muito rápido e propício ao carro que ganhou a categoria e, no fundo, nós fizemos aquilo que estava ao nosso alcance”, concluiu o piloto de Famalicão, que foi o 7º classificado da geral e 3º da Categoria 2, onde competem os espectaculares veículos de GT.

A Rampa de Botica, também na região de Trás-os-Montes, finaliza a época do Campeonato Nacional de Montanha nos próximos dias 23 e 24 de setembro. 000 4147_Copy000 4793_Copy

 

RAMPA SRA DA GRAÇA - MONDIM DE BASTO

 

José Correia vence na Senhora da Graça e vai discutir título de campeão

 

O Campeonato Nacional de Montanha está ao rubro e José Correia voltou a brilhar ao vencer a Categoria 2 na Rampa da Senhora da Graça, obtendo ainda um positivo top 5 à geral. Piloto do Nissan GT-R GT3 Nismo vai lutar pelo título na decisiva Rampa de Boticas.

José Correia está em grande forma e na Rampa da Senhora da Graça chegou à sua segunda vitória consecutiva na Categoria 2, onde alinham os impressionantes carros de GT. O piloto bracarense, que vinha de um triunfo indiscutível na Rampa Porca de Murça, foi novamente o mais rápido em Mondim de Basto, conquistando a sua quarta vitória em sete provas esta época (também já tinha ganho a categoria nas rampas da Falperra e Serra da Estrela).“A Rampa da Senhora da Graça correu bem e o nosso único problema foi o facto de o carro estar a falhar em segunda velocidade nas duas primeiras sessões de treinos. Felizmente a equipa resolveu o problema e já pude disputar a primeira subida de prova com o carro em condições. Esta vitória é muito importante para a luta pelo título e nesta altura só tenho pena que a Rampa da Serra da Estrela não tenha valido a pontuação máxima, caso contrário já seria campeão. Vamos para Boticas com a motivação em alta mas a única coisa que prometo é lutar pelo título com todas as nossas forças”, afirmou José Correia, que na prova transmontana conseguiu ainda um excelente 5º lugar da geral, só atrás de quatro barchettas.

A Rampa de Boticas será a oitava e derradeira prova do Nacional de Montanha, disputando-se nos dias 23 e 24 deste mês.a360 Copya361 Copy

 

CARLOS FAVA EXPLICA AUSENCIA NA RAMPA SRA GRAÇA

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017 – VALVOLINE – JC GROUP

 

RAMPA DE SENHORA DA GRAÇA – MONDIM DE BASTO

 

CARLOS FAVA EXPLICA AUSENCIA NA RAMPA SRA DA GRAÇA

 

Embora inscrito para participar na Rampa Senhora da Graça, Carlos Fava e o seu Volkswagen 1303, acabaram por não participar, como nos foi explicado pelo piloto originário  da Covilhã “ na realidade estava tudo pronto para participar, só que ao testar o carro na sexta feira de manha, verifiquei que algo de estranho se passava com o motor.Perante esse facto, verifiquei que não havia tempo para ver o que se passava de forma mais profunda, por isso otpei pr não alinhar, e assim passei de piloto a espectador, pois quis acompanhar  o meu conterâneo Flávio Sainhas”.

 

De referir que Carlos Fava já não devrrá poder participar na Rampa de Boticas, derradeira prova do calendário do Campeonato Nacional de Montanha.FOX 3466_Copy

 

JOSÉ PEDRO GOMES VENCEU NA SRA DA GRAÇA

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017 VALVOLINE – JC GROUP

 

RAMPA DA SRA DA GRAÇA – MONDIM DE BASTO

 

JOSÉ PEDRO GOMES VENCEU NA SRA DA GRAÇA E JÁ É CAMPEÃO NA CATEGORIA

 

Com mais uma vitória obtida ontem na Rampa da Senhora da Graça – Mondim de Basto, penultima jornada do Campeonato Nacional de Montanha, José Pedro Gomes foi o brilhante vencedor da prova, e com isso já se sagrou o Campeão no Campeonato Nacional de Clássicos de Montanha.

 

José Pedro Gomes sempre foi o piloto mais rápido da sua categoria, e nas duas ultimas subidas seria o autor dos tempos de 2.41.284 e 2.42.580. não dando qualquer tipo de hipótese aos seus mais directos adversários, que nada puderam fazer.Por isso, depois de parar o Ford Escort no parque fechado, José Pedro Gomes fez a resenha do fim de semana, dizendo “ correu muito bem, o carro esteve realmente bom, e fruto disso são os tempos que fiz, onde tive sempre muito cuidado, pois os meus mais directos adversários estiveram perto.Por isso dei o meu máximo, sempre o mais concentrado possivel, sem cometer erros,consegui vencer esta prova, para além de me sagrar campeão no Campeonato Nacional de Clássicos de MOntanha, por isso estou muito satisfeito, com os  objectivos alcançados,  e quero dedicar esta vitória e este titulo, a toda a minha equipa, assim como às empresas que acreditaram neste meu projecto, e que graças aos seus apoios,  consegui colocar em prática, para todos o meu muito obrigado “.

 

CLASSIFICAÇÃO FINAL

 

CAMPEONATO NACIONAL DE CLÁSSICOS DE MONTANHA

 

1º JOSÉ PEDRO GOMES – FORD ESCORT

2º Parcidio Summavielle – Datsun 240 Z

3º Flávio Sainhas –Ford Escort

4º Luis Moutinho – Ford Escort

5º Mário Mesquita – Datsun 1600 SSSFOX 4795_Copy

 

RAMPA SRA DA GRAÇA - MONDIM DE BASTO

 

Vitória para Rui Ramalho na Rampa Senhora da Graça!


A penúltima prova do Campeonato Nacional de Montanha Valvoline 2017, a Rampa Senhora da Graça, terminou com o triunfo de Rui Ramalho em termos absolutos e na Categoria 1. O piloto do Porto reforçou desta forma as suas possibilidades de garantir o título desta época, quando falta apenas uma prova para o final do campeonato. Rui Ramalho bateu o recorde do traçado com o seu Osella PA2000 Evo2, completando a prova com o tempo total de 4:07s848.

Pedro Salvador em Silver Car EF10 ocupou a segunda posição final, depois de uma prova cheia de problemas. O motor do carro espanhol não colaborou com o piloto de Chaves, obrigando Salvador a falhar a primeira subida de prova disputada no Sábado. Com a troca de motor a revelar-se insuficiente, - os problemas mantiveram-se -, Pedro Salvador limitou-se a fazer as duas subidas de prova de Domingo para garantir o segundo lugar e pontuar, levando a decisão do título para a derradeira prova do campeonato em Boticas.

No terceiro lugar final ficou Paulo Ramalho em Osella PA21S Evo, que bateu João Fonseca em BRC CM05 Evo, numa luta que ficou decidida na derradeira subida da prova organizada pelo CAMI e apoiada pela Câmara Municipal de Mondim de Basto.

“Não foi uma prova fácil, mas foi uma vitória muito saborosa. Esta era apenas a minha segunda presença aqui na Senhora da Graça e a primeira vez com este carro, o que não facilitou a questão da adaptação. Fui melhorando aos poucos e penso que consegui andar bem e se não ganhei da forma como queria, porque o Pedro teve problemas e não me pode dar réplica que esperava, estou ainda assim muitíssimo satisfeito com este resultado que me deixa um pouco mais perto do título, mesmo sabendo que nada está ainda decidido. Para Boticas a minha postura vai ser naturalmente mais defensiva e espero concretizar o meu sonho e garantir o título.” Afirmou Rui Ramalho.

Na quinta posição final em termos absolutos ficou José Correia, que levou o seu Nissan GT-R GT3 ao primeiro lugar da Categoria 2 com 4:41s750, na frente de Gonçalo Manahu e de Edgar Reis, ambos em Porsche 997 GT3 Cup. Correia teve uma prestação irrepreensível ao longo dos dois dias de prova, nunca dando veleidades aos seus adversários.

“Penso que estive sempre muito bem ao longo do fim-de-semana, não cometi erros, o carro esteve muito bem e esta era uma rampa onde, pelas suas características, eu tinha vantagem. A luta pelo título continua e em Boticas vamos dar o máximo para sermos campeões.” Referiu José Correia.

Com o bonito Ford Fiesta R5+, Manuel Correia conseguiu uma excelente estreia nesta rampa e venceu a Categoria 4 e o Campeonato reservado aos turismos, registando um total de 4:54s585. Não foi, no entanto, um triunfo fácil, com Luis Silva a dar uma grande réplica na categoria ao campeão, antes de ter tido problemas como seu BMW M3 na segunda subida de prova, optando por se resignar com a segunda posição final, na frente de Francisco Marrão em SEAT Leon Supercopa. Com problemas no seu Peugeot 306, Marco Guerra não terminava a prova depois de fazer apenas a primeira subida oficial.

“Não foi fácil, era a minha estreia aqui nesta rampa e o Luis deu-me muita luta. Felizmente acabei por conseguir mais uma vitória e se já sou campeão na categoria, quero agora garantir o título também nos Turismos. Penso que estamos no bom caminho.”

Vencedor anunciado na Categoria 5, Joaquim Teixeira lutou até ao final pelo triunfo nos Turismos, acabando por obter a marca de 4:55s285 e colocar o Renault Megane Trophy V6 no segundo lugar, a apenas sete décimos de Correia. Na Categoria 5 completaram o pódio José Cardoso (2º) e Jorge Meira (3º), ambos em Citroen Saxo Cup.

“Não foi possível chegar ao triunfo nos Turismos, dei tudo o que tinha, mas não foi o suficiente. A luta pelo título continua e em Boticas vamos atacar e dar o máximo para lá chegar.” Disse Joaquim Teixeira.

Vencedor surpresa na Categoria 3, Sérgio Nogueira completou a prova em 5:41s502 e aproveitou da melhor forma as dificuldades mecânicas do Mitsubishi Lancer Evo IX de José Pedro Saraiva, forçado a abandonar a prova sem completar qualquer subida oficial. José Oliveira foi o segundo classificado com o seu Subaru Impreza STi.

“Já há muito tempo que procurava o triunfo na categoria, nunca o tinha conseguido porque os outros carros são muito mais competitivos que o meu e hoje aproveitei da melhor forma azares alheios para vencer. Estou como é óbvio, muito satisfeito, é um justo prémio para a nossa equipa.” Adiantou Sérgio Nogueira.

Na Taça Nacional de Montanha 1300, A vitória pertenceu a Leonel Brás em Citroen AX Sport, que depois de não ter conseguido terminar a primeira subida de prova disputada no Sábado, foi o melhor no cômputo das duas melhores subidas de hoje (6:01s353), batendo Armando Freitas (Toyota Starlet), que com este resultado se sagrou desde já vencedor desta competição. Francisco Leite em Fiat Punto foi o terceiro, seguido por António Silva em Toyota Starlet.

“Foi uma vitória muito difícil, tivemos muitos problemas com o carro ontem e hoje de manhã e tive de dar o máximo nas duas únicas subidas de prova que me restavam para marcar tempos e tentar vencer, o que felizmente consegui.”

Ao trinfar de forma inequívoca no Campeonato Nacional de Clássicos de Montanha, José Pedro Gomes fechou também as contas desta competição sagrando-se desde já campeão. O piloto do Ford Escort MKI registou o tempo total de 5:23s864, batendo Parcídio Summavielle em Datsun 240Z, Flávio Saínhas e Luis Moutinho, ambos em Ford Escort MKI. Mário Mesquita fechou a classificação com o seu Datsun 1600 SSS.     

No Troféu Nacional de Clássicos Montanha, cedo Carlos Oliveira mostrou ao que vinha, conseguindo um triunfo fácil com o seu BMW 323i, conseguindo a marca final de 5:23s778. No segundo lugar terminou Fernando Salgueiro, que teve problemas no seu Ford Escort MKII, nunca se mostrando capaz de ombrear com Oliveira. No derradeiro lugar do pódio ficou Rui Gama em VW Carocha.

“Estive a um nível muito bom este fim-de-semana e com um carro muito bem preparado não foi difícil ganhar. Continuamos na luta pelo título, que se vai decidir na última prova.” Referiu Carlos Oliveira.

 

 a349 Copya350 Copya351 Copya352 Copya353 Copya354 Copya355 Copya356 Copy

 

RAMPA SRA DA GRAÇA - MONDIM DE BASTO

 

Rui Ramalho bate recorde e lidera em Mondim

 

O primeiro dia na Rampa Senhora da Graça terminou com Rui Ramalho (Osella PA2000 Evo2) na liderança. O piloto do Porto conseguiu estabelecer novo recorde do traçado transmontano, ao registar a marca de 2:04s344 na primeira subida oficial de prova. A prova organizada pelo CAMI Motorsport e apoiada pela Câmara de Mondim de Basto, ficou órfã da emoção que se adivinhava para este final de tarde, depois de Pedro Salvador ter sido forçado a abdicar de subir, devido a problemas mecânicos no seu Silver Car EF10.

Hélder Silva em Juno CN09 ocupa a segunda posição em termos absolutos e da Categoria 1, seguido por Paulo Ramalho em Osella PA21S Evo e João Fonseca em BRC CM05 EVO. Em quarto lugar da geral está o Nissan GT-R GT3 pilotado por José Correia, que é o líder da Categoria 2. Correia registou o tempo de 2:21s218, suplantando Gonçalo Manahu e Edgar Reis, ambos em Porsche 997 GT3 Cup.

Depois de ter sido batido por Luis Silva nas duas subidas de treinos, Manuel Correia levou o seu Ford Fiesta R5 até à liderança da Categoria 4, terminando a subida com o tempo de 2:28s741, para bater o piloto do BMW M3 por escassos 50 milésimos! Em terceiro lugar ficou Francisco Marrão em SEAT Leon Supercopa. A luta pelo triunfo nesta categoria está ao rubro, assim como pela primazia no Campeonato de Turismos, que Correia e Silva lideram igualmente.

Ao volante do seu Renault Megane Trophy V6, Joaquim Teixeira não cometeu erros desta feita e conseguiu subir em 2:28s804 para liderar confortavelmente a Categoria 5, da qual já se sagrou campeão. Teixeira luta pelos Turismos e nesse capitulo, ficou a apenas 63 milésimos do líder, Manuel Correia.  José Cardoso e Jorge Meira, ambos em Citroen Saxo Cup, ocupam para já e por esta ordem, os restantes dois lugares do pódio.

Na Categoria 3 problemas para Pedro Coelho Saraiva (Mitsubishi Lancer Evo IX), que não completou esta primeira subida de prova devido a avaria mecânica. Com isto o melhor foi Sérgio Nogueira em Citroen Saxo Cup, que registou o tempo de 2:50s991. José Oliveira é o segundo com o seu Subaru Impreza STi.

Na Taça Nacional de Montanha 1300, o mais rápido foi Armando Freitas em Toyota Starlet, que depois de liderar ambas as subidas de treinos foi o mais forte também esta subida oficial com o tempo de 3:01s952, na frente de Francisco Leite em Fiat Punto e António Silva em Toyota Starlet. Azar para Leonel Brás, que não completou a subida com problemas mecânicos no seu Citroen AX, ele que se estava a mostrar como o principal adversário de Freitas.

No Campeonato Nacional de Montanha Clássicos, José Pedro Gomes mostra-se para já imbatível, registando o melhor tempo nesta primeira subida oficial (2:41s284). No segundo lugar está Parcídio Summavielle em Datsun 240Z, seguido por Flávio Sainhas (Ford Escort MKI).

A surpreender pelo andamento demonstrado no Troféu Nacional de Clássicos Montanha, Carlos Oliveira em BMW 323i registou o tempo de 2:46s558 e lidera com alguma vantagem sobre Fernando Salgueiro em Ford Escort MKII. Mais atrás, Rui Gama (VW Carocha) fecha a classificação do Troféu.

Programa/Horário:

10.09.2017 – Domingo

10H15 – Fecho da pista
11H30 – Warm Up
14H00 – 2ª Subida Oficial
15H15 – 3ª Subida Oficial

 

 

HELDER SILVA E CARLOS OLIVEIRA PREPARADOS

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017 – VALVOLINE – JC GROUP

 

RAMPA SENHORA DA GRAÇA – MONDIM DE BASTO

 

HELDER SILVA E CARLOS OLIVEIRACA1 CopyCA2 Copy PREPARADOS PARA A RAMPA DA SRA.GRAÇA

 

 

Helder Silva está já preparado para a rampa Sra da Graça, onde vai continuar a evolução do seu Juno, como nos confirmou “ o nosso projecto de desenvolvimento do Juno continua e espero que  na Rampa Senhora da Graça  consiga recolher o máximo de dividendos. Logo nas subidas livres de treino, quero  encontrar o set up correcto, para depois tirar partido das potencialidades do carro.Assim, estou confiante num bom resultado final, quero estar o mais concentrado possivel, sem cometer erros, e assim consiga  atingir os objectivos pretendidos “.

 

 

 

Quanto a Carlos Oliveira “ esta prova vai ser muito importante, pois venho aqui para lutar pela vitória em termos de categoria, gostava este ano de ser campeão, mas ainda faltam duas provas, por isso estou para dar o meu máximo, sempre muito concentrado para não cometer erros, pois a diferença pontual para os meus mais directos adversários é muito pequena, por isso penso que vai ser uma rampa bem disputada, e espero que tudo me corra de feição “, disse-nos o piloto da Pòvoa de Varzim

 

 

 

Helder Silva e Carlos Oliveira  fazem as verificações técnicas e documentais ao Juno e ao BMW no sábado da parte da manha, para da parte  dar lugar às duas subidas de treinos, e à primeira subida de prova.As restantes subidas terão lugar no decorrer de domingo.

 

 

RAMPA SENHORA DA GRAÇA

 

Vettra espera camisola amarela de José Correia


José Correia e Mário Mesquita são os pilotos  que, com a Vettra Motorsport, vão lutar pela vitória nas respectivas classes na Rampa da Senhora da Graça.


Arranca hoje a Rampa da Sra. da Graça, penúltima prova do Campeonato Nacional de Montanha 2017. O monte Farinha, muito conhecido pelas rampas que proporciona aos ciclistas da Volta a Portugal em Bicicleta, vai, desta vez, proporcionar emoções bem mais fortes e subidas bem mais rápidas a todos os que se deslocarem à montanha de Mondim de Basto.


Em anexo, informação detalhada e foto. Poderá também consultar:

 

RAMPA SRA DA GRAÇA - MONDIM DE BASTO

 

Uma prova difícil”

Gonçalo Manahu prepara-se para subir a Senhora da Graça, sétima prova do Campeonato Nacional de Montanha.

O piloto do Porsche 997 GT3 está na luta pelo título, mas tem consciência de que parte com “handicap” para a próxima prova: “O Porsche é um carro que me dá imenso prazer conduzir e que já deu muitas alegrias. Recordo, por exemplo, Vila Real, há dois meses, em que ganhei. No entanto tenho consciência de que na Senhora da Graça, com as saídas dos ganchos seguidas de zonas rápidas em que a potência faz diferença, parto com cavalos a menos para poder discutir de igual para igual.”

Apesar de tudo, em 2016 a situação era idêntica e Gonçalo Manahu venceu: “É verdade que sim e foi justamente nesta prova que acreditei que era possível ser campeão e fui. Por isso, apesar de ter consciência e que é uma prova difícil, também tenho consciência de que não impossível e por isso vou partir com o empenho e a descontracção de sempre.”

A rampa da Senhora da Graça é a penúltima prova do Campeonato de Montanha e por isso os resultados revestem-se de primordial importância, numa ponta final de época, em que qualquer ponto pode ser precioso.

manahu.estrela sabado Gonçalo Manahu (Porsche 997 GT3) - arquivo 

 

ANTÓNIO TORRES DA SILVA NA RAMPA SENHORA DA GRAÇA

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017 – VALVOLINE – JC GROUP

 

 

RAMPA SENHORA DA GRAÇA

 

ANTÓNIO TORRES DA SILVA NA RAMPA SENHORA DA GRAÇA

 

 

António Torres da Silva tem já pronto o seu Toyota Starlet, pronto para a sua participação já este fim de semana na Rampa da Senhora da Graça, penultima prova do Campeonato Nacional de Montanha.

 

Sobre aquilo que o espera,António Torres da Silva  começou por nos dizer “ a minha adaptação ao Starlet tem sido excelente, por isso estou a contar que seja uma rampa excelente, onde me quero divertir ao máximo, estar com os meus amigos, e acima de tudo estar o mais concentrado possivel, para não cometer erros, esperando assim conseguir atingir os meus objectivos, que é poder subir ao pódio em termos de categoria, esperando que o carro esteja a 100%.”

 

António Torres da Silva e o Toyota Starlet irão fazer as verificações técnicas e documentais no sábado de manhã, para da parte da tarde dar lugar às duas subidas de treinos e à primeira subida de prova.As restantes subidas de prova terão lugar ao longo de domingo.

 FOX 3442_Copy

 

CARLOS FAVA QUER VINGAR MAU RESULTADO DE MURÇA

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017 – VALVOLINE – JC GROUP

 

RAMPA SRA DA GRAÇA – MONDIM DE BASTO

 

CARLOS FAVA QUER VINGAR MAU RESULTADO DE MURÇA

 

Carlos Fava ao volante do seu já habitual Volkswagen 1302, quer vingar o mau resultado obtido na prova anterior, na rampa de Murça, onde apenas fez as subidas de treinos, não chegando a fazer as subidas de prova, isso motivado pelo motor não ter querido colaborar….

 

Assim Carlos Fava começou por nos explicar quais as suas pretensões para a penultima jornada do Campeonato Nacional de Montanha, começando por nos dizer “ antes de mais espero agora que o carro esteja a 100%, para assim dar o meu melhor, lutando por melhorar os meus tempos em cada subida efectuada.Para isso quero estar o mais concentrado possivel, para não cometer erros desnecessários, que podem estragar todo o desempenho.Por isso, é para dar o meu máximo, e colher o maior numero de pontos com vista ao Campeonato “.

 

 

Carlos Fava e o Volkswagen 1303 irão fazer as verificações técnicas no sábado de manha, para da parte da tardeFOX 3466_Copy dar lugar às subidas de treinos e à primeira subida de prova.As restantes subidas de prova terão lugar no decorrer de domingo.

 

 

LEONEL BRAS QUER VINGAR RESULTADOS ANTERIORES

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017 – VALVOLINE – JC GROUP

 

RAMPA SENHORA DA GRAÇA

 

LEONEL BRAS QUER VINGAR RESULTADOS ANTERIORES

 

Depois dos azares de que foi alvo, nomeadamente em Murça, Leonel Brás quer  vingar os resultados anteriores, por isso em principio irá participar ao volante do seu Citroen AX, mas caso não esteja pronto, a opção poderá passar por um Fiat Punto, isso  já este fim de semana na Rampa da Senhora da Graça, penultima prova do Campeonato Nacional de Montanha.

 

Sobre os objectivos, para esta prova, o piloto de Murça começou por nos dizer “ antes de mais terminar todas as subidas, sem qualquer tipo de problema no carro.Depois gostava de poder melhorar sempre os meus tempos em cada subida efectuada, sempre a dar o meu máximo, sempre muito concentrado para não cometer erros, e assim chegar ao objectivo pretendido, que é lutar pela vitória na categoria.Sei que não vai ser fácil, mas hoje em dia o que é que é fácil???Por isso são estes os meus objectivos para a rampa deste fim de semana e Deus permita que consiga.”

 

Leonel Brás e o Citroen Axou o Fiat Punto irão fazer as verificações técnicas e documentais no sábado de manha, estando prevista para a parte da tarde as duas subidas de treinos e a primeira suibida de prova.As restantes subidas de prova terão lugar no decorrer de domingo.05 30_59_Copy

 

FERNANDO SALGUEIRO QUER A VITÓRIA NA SENHORA DA GRAÇA

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017 – VALVOLINE – JC GROUP

 

RAMPA SENHORA DA GRAÇA – MONDIM DE BASTO

 

 

FERNANDO SALGUEIRO QUER A VITÓRIA NA SENHORA DA GRAÇA

 

Uma pequena diferença pontual existente  entre Fernando Salgueiro e um adversário,  para a prova deste fim de semana na  rampa da Senhora da Graça, onde o piloto do Caramulo  quer a vitória na categoria, de forma a poder passar para a frente do campeonato.

 

Sobre os objectivos, o piloto do Caramulo Racing Team começou por nos dizer “ esta prova vai ser muito importante  para mim, poderei dizer mesmo que será decisiva em termos de campeonato, pois caso consiga vencer poderei ficar à frente do campeonato.Mas a verdade é que esta irá ser uma tarefa bem dificil, pois o meu adversários dispoe dum excelente carro, e estou a contar com uma prova muito disputada, só espero que tudo esteja a 1000% com o meu carro, quero estar concentrado ao máximo, não cometer erros e conseguir atingir o resultado pretendido”, disse-nos.

 

Fernando Salgueiro  e o Ford Escort irão fazer as verificações técnicnas e documentais no sábado da parte da manha, para da parte da tarde dar lugar às duas subidas d etreinos e à 1ª subida de prova.As restantes subidas terão lugar no decorrer de domingo.04 12_02_Copy

 

MÁRIO MESQUITA NA RAMPA DA SENHORA DA GRAÇA

 

RAMPA SENHORA DA GRAÇA – MONDIM DE BASTO

 

MÁRIO MESQUITA NA RAMPA DA SENHORA DA GRAÇA

 

Ausente na Rampa de Murça, por motivos de ordem familiar, eis que Mário Mesquita e o Datsun 1600 SSS estão  de regresso ao Campeonato Nacional de  Montanha, com o objectivo de obter uma boa classificação, como nos explicou” o carro na ultima rampa já esteve bem melhor, por isso estou confiante que poderei fazer um bom resultado e colher o maior número de pontos para o campeonato. Para isso, quero dar o meu máximo e estar o mais  concentrado possível, para não cometer erros, e assim poder  atingir os objectivos, que é ficar bem classificado no meu grupo  “, disse-nos.

 

Mário Mesquita e o seu Datsun 1600 SSS irão fazer as verificações técnicas no sábado de manha, para da parte da tarde dar inicio às duas subidas de treinos é à 1ª subida de prova.As restantes subidas de prova terão lugar no decorrer de domingo. 05 10_37_Copy

 

RAMPA SRA DA GRAÇA - MONDIM DE BASTO

 

Manuel Correia disputa Rampa Senhora da Graça já com o título de campeão

 

A Rampa Senhora da Graça será uma novidade absoluta para Manuel Correia, que já garantiu o seu segundo título de campeão nacional na Categoria 4 do Campeonato Nacional de Montanha. Piloto do Ford Fiesta R5+ quer descobrir o traçado transmontano.

 

A época do Campeonato Nacional de Montanha entra na sua reta final mas Manuel Correia já atingiu o objetivo de se sagrar bicampeão nacional, sendo novamente o piloto a bater na Categoria 4. O piloto bracarense pretende agora descobrir as características da Rampa Senhora da Graça, um evento que não disputou em 2016 por estar nesse fim de semana a correr no Rali de Aguiar da Beira.

 

“O meu objetivo principal continua a ser divertir-me e desfrutar da competição. Nunca fiz esta rampa e por isso vai ser um desafio extra aprender o traçado, que já me disseram que é muito rápido. Já não temos qualquer pressão em termos de campeonato mas claro que quero o melhor resultado possível nestas duas provas que faltam”, afirmou Manuel Correia.

 

A penúltima prova da temporada começa às 15h00 deste sábado (dia 9), com a primeira subida de treinos oficiais. No domingo (dia 10), o programa da rampa transmontana começa às 11h30 com a sessão de warm up.

 a304 Copy

 

RAMPA SRA DA GRAÇA - MONDIM DE BASTO

 

O Campeonato Nacional de Montanha entra na fase decisiva para a luta do título. A próxima prova é já no próximo fim-de-semana.

Um dos mais clássicos traçados de montanha do ciclismo, vai receber a sétima prova do Campeonato Nacional de Montanha e Pedro Salvador está apostado em andar na frente.

“Ser o mais rápido possível é sempre a minha aposta e claro que na próxima prova reforço esse espírito. Este ano temos sido sempre capazes de lutar pela vitória e penso que sem os problemas técnicos que tivemos poderíamos ter vencido mais vezes, mas os problemas são também fruto da juventude deste modelo que estamos a desenvolver. Quando iniciamos a época fizemo-lo com a consciência de que este era um risco que íamos correr.”

Actualmente esses problemas parecem estar solucionados pois “graças aos esforços conjuntos da Speedy Motorsport e da Silver Car, a mecânica está agora mais fiável e dessa forma conto ter um carro que me vai permitir lutar pela vitória, embora tenha consciência de que este traçado é bastante mais adequado a carros com uma aerodinâmica mais desenvolvida que é muito vantajosa nas  curvas rápidas da Sra da Graça. No entanto, como sempre, vou dar o meu máximo, para levar o Silver Car ao limite.” Rematou o Campeão Nacional de Montanha em título.

salvador estrela2 Pedro Salvador (Silver Car EF10)

 

RAMPA SRA DA GRAÇA - MONDIM DE BASTO

 

NEWS PRMINIRACING - SETEMBRO #2017
Após o tradicional período de férias e Verão, será já no próximo fim-de-semana que terá lugar a 7ª e penúltima prova do Campeonato Nacional de Montanha 2017 no rápido traçado da Rampa da Sr.ª da Graça.

Em boa hora o Clube Aventura do Minho – CAMI – reeditou o ano passado este traçado que durante alguns anos esteve inactivo e que reúne condições de excelência para a prática desta modalidade, quer em termos de traçado, condições de segurança, zonas de assistência, parqueamento, parque de merendas e lazer, etc. Todo o trabalho levado a cabo o ano passado pelo CAMI junto da Câmara Municipal de Mondim de Basto será certamente potenciado este ano, provando que o Desporto Automóvel, para além da famosa etapa da Volta a Portugal de Ciclismo, é uma mais valia para a edilidade de Mondim, com a "caravana" da Montanha a estimular a economia local, dando a conhecer aos visitantes mais um fantástico "cantinho" do nosso Portugal.

RUI RAMALHO # OSELLA PA2000 EVO2 (E2-SC) # 102
 
Rui Ramalho depois de 3 vitórias em 6 possíveis e dois segundos lugares, apresenta-se nesta prova como líder da classificação do Campeonato e como tal, tudo fará para lutar novamente pela vitória nesta prova para lhe permitir não só manter a liderança, mas também dilatar a sua actual vantagem nas contas do Campeonato.
"Durante este período de férias a minha Equipa trabalhou arduamente no Osella PA2000 EVO 2 com o intuito de debelar o problema de motor sofrido na Rampa de Murça, que me impossibilitou de a terminar e com isso não ter pontuado nessa prova e como tal é com bastante ansiedade que aguardo pelo reinicio da recta final do Campeonato, ainda para mais sendo um traçado que me agrada bastante pela sua rapidez e onde o ano passado me senti bastante à vontade. Espero que tudo corra pelo melhor, ciente contudo que em condições normais será uma prova novamente bastante disputada, mas que tudo farei para atingir os meus objectivos e com isso retribuir todo o trabalho dos elementos da minha Equipa e o apoio de todos os nossos Patrocinadores".
 
PAULO RAMALHO # OSELLA PA21S EVO (CN) # 103
 
Paulo Ramalho apresenta-se na Sr.ª da Graça como actual 3º classificado do Campeonato, tendo como objectivo principal voltar a lutar por um dos lugares do pódio e com isso defender a sua actual posição do Campeonato.
"No ano passado infelizmente fui obrigado a desistir prematuramente nesta prova com problemas de motor no meu antigo Juno CN09 e como tal não tive oportunidade de explorar convenientemente este desafiante traçado em que atingimos velocidades superiores a 200 km/h. Espero que este ano o Osella PA21S EVO esteja altura do desafio, que me adapte rapidamente ao traçado para que consiga lutar por uma das posições do pódio. A concorrência está cada vez mais forte e como tal não poderei baixar braços nestas duas provas que faltam disputar".
 
 
PROGRAMA / HORÁRIO:
 
Sábado # 09.09.2017
15H00 Treinos Livres 1
16H00 Treinos Livres 2
18H30 Subida Oficial 1
 
Domingo # 10.09.2017
11H30 Treinos Livres 3
14H00 Subida Oficial 2
15H15 Subida Oficial 3

 

RAMPA SRA DA GRAÇA - MONDIM DE BASTO

 

Discussão pelo título motiva José Correia para a Rampa Senhora da Graça

 

O Campeonato Nacional de Montanha regressa este fim-de-semana na Rampa Senhora da Graça, palco da penúltima prova da temporada. José Correia e o Nissan GT-R GT3 Nismo vão lutar pela vitória na categoria numa altura em que a discussão pelo título está em aberto.

Depois de terem vencido as rampas da Falperra, da Serra da Estrela e de Murça, José Correia e a JC Group Racing Team estão em plena discussão pelo título da Categoria 2, onde competem os espetaculares carros de GT.

O piloto de Braga está motivado pelo triunfo na rampa anterior e parte para a Senhora da Graça determinado a repetir esse resultado. “O nosso objetivo é sempre o mesmo em todas as provas: lutar pela vitória na categoria e pelo melhor resultado possível à geral. No ano passado estávamos em excelente posição nesta rampa quando demos um toque. Espero que este ano possa mostrar a mesma rapidez e, se assim for, vamos de certeza entrar na discussão pela vitória. O campeonato está muito equilibrado, faltam apenas duas provas e é importante manter o nível que temos mostrado”, afirmou José Correia. 

A Rampa Senhora da Graça começa este sábado (dia 9) às 15h00, com a primeira sessão de treinos oficiais. No domingo (dia 10), os concorrentes entram em pista a partir das 11h30.

 

 

 a341 Copya342 Copy

 

LUIS MOUTINHO PRESENTE NA RAMPA SRA DA GRAÇA

 

CAMPEONATO NACIONAL DE  MONTANHA 2017 – VALVOLINE – JC GROUP

 

 

RAMPA SENHORA DA GRAÇA – MONDIM DE BASTO

 

 

LUIS MOUTINHO PRESENTE NA RAMPA DA SENHORA DA GRAÇA – MONDIM DE BASTO

 

Depois da participação na Rampa do Caramulo, eis que Luis Moutinho está de regresso ao Campeonato Nacional de Montanha, onde já está inscrito ao volante do seu já habitual Ford Escort  para a Rampa da Senhora da Graça – Mondim de Basto, organizada sob a égide do Cami.

 

 

 

Segundo o piloto da Moutinho Motorsport “ para além de querer participar para me divertir, e estar com os meus amigos, quero dar o meu melhor nesta rampa que na minha opinião é lindissima,já aqui corri há muitos anos atrás,  daí  querer voltar a competir.Quero estar o mais concentrado possivel, sem cometer erros, para assim fazer a melhor classificação possivel, embora tenha plena consciencia que  não tenho andamento para certos adversários, que já aqui estão há umas épocas  neste campeonato há uns anos a esta parte, mesmo assim vou lutar pela melhor posisção possivel “

 

 

Luis Moutinho e o seu Ford Escort irão fazer as verificações técnicas e documentais não sábado de manha, pois da parte da tarde terão lugar as duas subidas d etreinos e a primeira subid ade prova.As restantes subidas irão decorrer ao longo do dia de domingo.

 FOX 0190_Copy

 

RAMPA SRA DA GRAÇA - MONDIM DE BASTO

 

Edgar Reis regressa à ação na Rampa Senhora da Graça

 

Penúltima prova da época, a Rampa da Senhora da Graça é o próximo desafio de Edgar Reis e do Porsche 997 GT3 Cup, que vão tentar terminar a época do Campeonato Nacional de Montanha em bom plano.

Campeão nacional da categoria dos GT em 2015 e vice-campeão nacional na época passada, Edgar Reis vai tentar terminar a temporada de 2017 num registo positivo, num altura em que já não tem hipóteses de se sagrar campeão. O piloto do Team Transfradelos mantém a motivação para correr ao mais alto nível e vai aproveitar a fase final da época para preparar 2018.

“Vamos para a Senhora da Graça para acumular conhecimento sobre esta rampa, que é complicada para o nosso carro, e para experimentarmos diferentes afinações, já a pensar no próximo ano. Este é um traçado com uma forte inclinação e onde é preciso aproveitar bem a potência do carro. Como já não temos hipótese de subir no campeonato, o objetivo agora é experimentar e aprender ao máximo até ao final do ano”, refere o piloto de Famalicão.

A sétima e penúltima ronda do Nacional de Montanha tem início às 15h00 de sábado (dia 9), com a primeira subida de treinos. No dia seguinte, o programa de subidas começa às 11h30 com a sessão de warm up. a338 Copya339 Copy

 

JOAQUIM TEIXEIRA EXPLICA....

 

Esclarecimento sobre a suspensão de prémios em Murça
 
Após mais de um mês à espera que o CCD emitisse um esclarecimento publico sobre o motivo que originou o erro cometido na Rampa Porca de Murça, e que prejudicou a minha imagem, como piloto, quando suspenderam a entrega de prémios da Categoria 5, como até ao momento não tiveram a coragem de o fazer, resolvi emitir este comunicado para repor a publicamente a verdade.
Achei perfeitamente normal que em Murça a minha viatura tenha sido verificada, como devem ser todas as outras, e que as verificação dignifiquem esse nome de                                  “ VERIFICAÇÕES” para credibilizar o desporto e acabar de vez com a medição de distancia entre eixos e pouco mais, e se passem a fazer verificações a órgãos mecânicos como aconteceu com a minha, porque não existem pilotos de 1º e de 2º, embora esta situação me tenha parecido encomendada, pois não ando aqui à dois dias, basta ver que antes de se saber quem tinha ganho a minha categoria já me tinham notificado para a minha viatura ser verificada. Aproveito para informar que a minha viatura foi declarada em conformidade com a regulamentação do troféu.
O que realmente me deixou triste e indignado foi o CCD ter suspendido a entrega de prémios da minha categoria na minha terra.
Esta situação prejudicou imenso na minha imagem perante patrocinadores, publico, autarquia, em todos os OCS incluindo a TV,  perante os meus amigos e conterrâneos, com a agravante de a mesma ter sido tomada sem que o CCD tivesse suporte legal para o fazer atendendo que a entrega de prémios teve como base a classificação oficiosa e nestes caso não pode existir suspensão de entrega de prémios só se a mesma tivesse como base a classificação oficial, o que só poderia ter acontecido após a abertura do parque fechado.
Sei que todos podem errar, mas pior que errar é não assumir na mesma proporção do dano esse erro. Esta posição do CCD, prejudicou-me publicamente, por isso o CCD quando verificou que errou deveria ter tambem publicamente assumido esse erro, e não como o pretendeu fazer pedindo-me desculpa no final em privado. Se tivesse assumido o erro publicamente durante a entrega de prémios através da instalação sonora a todos os presentes no local, ou o tivesse feito posteriormente em comunicado publicado no site da FPAK, o assunto estava arrumado, mas não teve a humildade e sensatez de o fazer, talvez porque pensem que estão acima de qualquer regulamentação ou legislação o que felizmente não é verdade.
Perante esta situação gostaria de colocar a seguinte questão: se eu ou outro piloto qualquer usar de termos menos próprios ou entrar no insulto ou ainda tomar outra posição publica incorreta ofensiva ou agressiva para com um elemento da FPAK, ou do CCD, durante a prova e depois em privado lhe pedir desculta o assunto fica arrumado?
Claro que não, porque publicamente essas pessoas foram atingidas na sua dignidade e por isso sei que vou sofrer logo as consequências com um processo. Então aqui isso não se verifica com o CCD porque? O CCD está acima de todos os regulamentos e legislação? se errou tambem deveria ser punido, tambem quando erra não pode ser ou suspenso ou substituído por outras pessoas que conheçam minimamente a regulamentação para estas situações?
Esta situação fez-me lembrar tambem o caso onde:  um juiz condenou a 10 anos de prisão um arguido e depois verificou que a legislação que sustentou essa decisão já não estava em vigor. O juiz em vez de publicamente assumir o erro e revogar a pena para que a opinião publica ficasse a saber que afinal a decisão foi errada, e o preso voltasse à liberdade e visse a sua imagem limpa, o que fez foi visitar o preso na cela e pedir-lhe desculpa, mas mantendo o condenado na prisão e não se retratando perante a opinião publica, porque ninguém podia saber que afinal o Juiz tinha errado.
Na minha vida costumo dizer que tambem erro muito, mas tenho a humildade de o assumir na mesma proporção que a minha decisão teve influencia.
Todos nós na vida devemos exercer os cargos enquanto demonstrarmos competência para tal, e como já vi muitas pessoas que exercem cargos públicos e privados, ou mesmo políticos a demitirem-se por atos ou afirmações incorretas proferidas por eles ou pelos seus subordinados, penso que este caso devia merecer tambem a mesma posição.
Deixo à consideração de cada um a capacidade de agir em conformidade com os seus atos, mas espero que assumam que não tem condições para se manterem em funções.

 

RAMPA SRA DA GRAÇA - MONDIM DE BASTO

 

Francisco Marrão vai lutar por um lugar no pódio em Mondim

 

O Campeonato Nacional de Montanha aproxima-se da sua ponta final, disputando-se no próximo fim-de-semana a penúltima jornada desta popular competição, com a deslocação até Mondim de Basto para subir até ao Santuário da Nossa Senhora da Graça, situado no alto dos cerca de 900 metros de altitude do Monte Farinha.

A Rampa da Senhora da Graça, constitui a segunda prova de Francisco Marrão e do SEAT Leon Supercopa na Categoria 4, com o piloto vila-realense a mostrar-se muito motivado para repetir o resultado conquistado em Murça, onde subiu ao segundo lugar do pódio. Numa época em que a prioridade tem sido a adaptação ao seu novo carro, Marrão continua a cumprir objectivos.

“Estamos muito satisfeitos pela mudança de categoria, deu-nos outra motivação e motivos de interesse para continuar a lutar por objectivos. Se antes estava triste pelo “cinzentismo” da categoria 5, agora chego às provas com outra alegria e muita vontade de fazer mais e melhor. Tenho noção que ainda tenho muito para evoluir, mas isto é uma aprendizagem constante e é isso que que quero neste momento, concentrar-me em melhorar e ser cada vez mais rápido e aproveitar melhor, o muito que o meu carro ainda tem para dar. Sinto-me cada vez mais confortável com o Leon Supercopa e os tempos que tenho conseguido, mostram isso mesmo. Para a Senhora da Graça conto mais uma vez com o forte apoio e a grande experiência da Speedy Motorsport, para me entregar uma máquina ao mais alto nível, como tem acontecido ao longo da época.” Referiu Francisco Marrão.

Programa/Horário:

09.09.2017 – Sábado

14H30 – Fecho da pista
15H00 – 1ª Subida de Treinos
16H00 – 2ª Subida de Treinos
18H30 – 1ª Subida Oficial

10.09.2017 – Domingo

10H15 – Fecho da pista
11H30 – Warm-Up
14H00 – 2ª Subida Oficial
15H15 – 3ª Subida Oficiala324 Copy

 

JOSÉ PEDRO GOMES QUER VENCER CATEGORIA

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017 – VALVOLINE – JC GROUP

 

RAMPA SENHORA DA GRAÇA – MONDIM DE BASTO

 

JOSÉ PEDRO GOMES QUER VENCER CATEGORIA NA RAMPA SENHORA DA GRAÇA

 

O Ford Escort de José Pedro Gomes vai marcar presença já no próximo fim de semana na penultima jornada do Campeonato Nacional de Montanha, com a  realização da Rampa da Senhora da Graça – Mondim de Basto, organizada sob a égide do Cami .

 

Sobre os objectivos para esta prova, Jose´Pedro Gomes começou logo por nos dizer “ vou para vencer, embora as minhas ultimas vitórias não tenham sido fáceis, isso por diversos factores, nomeadamente alguns problemas no Ford Escort, que me impediram de fazer melhor, e depois, os meus adversários em termos de categoria , não estão estão a dar um momento de descanso.Por isso estou a prever que seja uma prova bem disputada, quero estar concentrado ao máximo, para não cometer erros, e quero nesta prova vencer e  tentar amealhar o máximo de pontos com vista ao campeonato”.

 

Na liderança da categoria, a questão do titulo ainda não se coloca como José Pedro Gomes nos confirmou “ é para já prematuro falar do titulo, ainda faltam duas rampas, muita coisa pode acontecer.Agora quero concentrar-me ao máximo na Rampa Sra da Graça e depois logo se verá”.

 

José Pedro Gomes e o seu Ford Escort irão fazer as verificações técnicas e documentais no sabado de manha, para da parte da tarde dar lugar às subidas de treinos, e à primeira subida de prova.As restantes subidas de prova terão lugar no dia de domingo.

 FOX 3498_Copy

 

FLÁVIO SAINHAS QUER VENCER CATEGORIA

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017 – VALVOLINE – JC GROUP

 

RAMPA SENHORA DA GRAÇA – MONDIM DE BASTO

 

 

FLÁVIO SAINHAS QUER VENCER CATEGORIA NA SRA DA GRAÇA

 

O espirito não esmorece, e assim Flávio Sainhas  tem só um  objectivo já para o fim de semana na Rampa da Senhora da Graça, penultima prova do Campeonato Nacional de Montanha, organizada sob a égide co Cami.

 

Sobre as prespectivas para esta prova, o piloto da Covilhã começou por nos dizer “  vou para lutar pela vitória como o habitual , sei de antemão que com a presença do Ford Escort do Dr.José Pedro Gomes irá ser bem dificil, mas há que lutar para dar o meu  máximo,sempre muito concentrado, sem cometer erros, esperando que o carro esteja a 1000%, para assim poder dar o melhor de mim, numa rampa espectacular.Por outro lado em termos de Campeonato tenho de recolher aqui o maximo de pontos possivel, vamos lá ver como irá correr “

 

Flávio Sainhas e o seui Ford Escort irão fazer as verificações técnicas no sábado de manha, estando previsto as subidas de treinos e a primeira subida de prova para a parte da tarde.As restantes subidas terão lugar no decorrer de domingo.FOX 3491_Copy

 

CARAMULO MOTORFESTIVAL 2017

Caramulo MotorFestival 2017

O Caramulo Motorfestival é um evento dedicado aos automóveis e motociclos clássicos e desportivos, que combina a parte de competição com um conjunto de acções lúdicas e turísticas que irá ter lugar de 8 a 10 de Setembro.
O programa do evento conta com a Rampa Histórica do Caramulo, o Rally Histórico Luso-Caramulo, o Passeio Histórico Viseu-Caramulo, a Colecção de Automóveis, Motociclos, Velocípedes e Miniaturas do Museu

 

RAMPA DE CELA

 

Rampa da Cela 2017 - Classificações

Divulgamos as classificações totais desta 2ª edição da Regularidade Sport da Cela que, segundo os organizadores locais, Nuno Mendinhas e Henrique Comprido, em parceria com o NDML, Junta da Cela e Câmara de Alcobaça, registou 'um aumento do número de participantes' tornando a prova 'um sucesso', com o 'grande aumento de espectadores'.
A prova é disputada numa região lindíssima efectuada na rampa que une Cela Velha a Cela Nova este an...

ler mais (...)

 

DOMINGOS FERNANDES AUSENTE NA RAMPA SRA DA GRAÇA

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017  VALVOLINE – JC GROUP

 

DOMINGOS FERNANDES AUSENTE NA RAMPA SENHORA DA GRAÇA – MONDIM

 

Depois da ausência na Rampa de Murça, do Autobianchi A 112, conduzido por Domingos Fernandes, para a próxima prova a ter lugar já no próximo fim de semana na Rampa Senhora da Graça, irá marcar de novo a ausência.Assim o piloto de Armamar explicou o que se passou “ por conselho médico, não vou participar na Rampa Sra da Graça, pois a operação a que fui sujeito a um joelho, correu muito bem, e a fase de cicatrização também.Eu pessoalmente gostava de poder participar, mas não quero por em causa toda esta recuperação, mas penso que poderei vir a participar na derradeira jornada a ter lugar ainda este mês de Setembro na Rampa de Boticas “, disse-nos.FOX 5199_Copy

 

RAMPA SRA DA GRAÇA - MONDIM DE BASTO

 

Nacional de Montanha Valvoline de regresso na Senhora da Graça

Após a pausa para as merecidas férias de Verão, está de regresso o Campeonato Nacional de Montanha Valvoline 2017, com a deslocação até Mondim de Basto para disputar a Rampa da Senhora da Graça, penúltima prova do calendário em 2017. Esta prova, que é organizada pelo CAMI Sport com o imprescindível apoio da edilidade local, pode revelar-se decisiva no que à luta pelos títulos diz respeito.

Em termos absolutos e na Categoria 1, Rui Ramalho em Osella PA2000 Evo2 lidera o campeonato, com três pontos de vantagem para Pedro Salvador e o Silver Car EF10, adivinhando-se mais uma intensa luta onde todos os milésimos contam. Atrás destes dois pilotos, Paulo Ramalho em Osella PA21S Evo, João Fonseca em BRC CM05 EVO e Hélder Silva em Juno CN09, vão lutar pelo derradeiro lugar no pódio.   

Na Categoria 2 a luta pelo título está ao rubro, com Gonçalo Manahu (Porsche 997 GT3 Cup) a liderar a categoria com apenas quatro pontos de vantagem, para José Correia em Nissan GT-R GT3. Edgar Reis em Porsche 997 GT3 Cup, está mais longe da disputa pelo título mas poder ter uma palavra a dizer na luta pelo triunfo na rampa.

Com cinco triunfos consecutivos, Pedro Saraiva e o seu Mitsubishi Lancer Evo IX, lideram a Categoria 3 com sete pontos de vantagem para João Guimarães em Peugeot 206 RC e podem dar em Mondim um passo decisivo em relação à conquista do título.

Título esse que já não foge a Manuel Correia na Categoria 4, com o piloto do Ford Fiesta R5+ a sagrar-se campeão na prova anterior disputada em Murça. No entanto, Correia luta ainda pelo ceptro nos Turismos e continua a ser o principal favorito ao triunfo nesta prova, onde vai ter a aguerrida oposição de Luis Silva em BMW M3,  Francisco Marrão em SEAT Leon Supercopa e Marco Guerra em Peugeot 306 GTi.

Favorito na Categoria 5, Joaquim Teixeira já garantiu o título, mas a exemplo de Manuel Correia luta ainda pelo título nos Turismos. Jorge Meira e José Cardoso, ambos em Citröen Saxo lutam pelos restantes lugares do pódio.

Na Taça Nacional de Montanha 1300, Armando Freitas e o Toyota Starlet podem em caso de vitória, selar as contas do título em Mondim de Basto. Francisco Leite em Fiat Punto e Leonel Brás em Citroën AX, lutam pelos restantes lugares do pódio.

Chegado à liderança do Campeonato Nacional de Clássicos Montanha, depois do triunfo em Murça, José Pedro Gomes (Ford Escort MKI) é o favorito à vitória nesta rampa, mas a pressionante oposição de Flávio Saínhas, também em Ford Escort MKI, pode dificultar a vida a Gomes. Parcidio Summavielle em Datsun 240Z e Luís Moutinho em Ford Escort MKI, vão estar na luta por lugar no pódio de um campeonato, onde está também Mário Mesquita em Datsun SSS.

No Troféu Nacional Clássicos de Montanha, a luta entre Carlos Oliveira em BMW 323i e Fernando Salgueiro em Ford Escort MKII volta a centrar as atenções, com favoritismo para Oliveira, que lidera o campeonato.

Por último, a Taça Nacional de Clássicos Montanha 1300, que tem como líder destacado Aníbal Rolo em Datsun 1200 Coupé, não tem para já nenhum piloto inscrito.

De referir que a pedido do CAMI Motorsport, a FPAK aceitou adiar a data de fecho das inscrições, que encerram agora na próxima Terça-Feira dia 05.09.2017.

Programa/Horário:

09.09.2017 – Sábado

14H30 – Fecho da pista
15H00 – 1ª Subida de Treinos
16H00 – 2ª Subida de Treinos
18H30 – 1ª Subida Oficial

10.09.2017 – Domingo

10H15 – Fecho da pista
11H30 – Warm Up
14H00 – 2ª Subida Oficial
15H15 – 3ª Subida Oficiala395 Copy

 

SEGUNDO LUIS NUNES

SEGUNDO LUIS NUNES

 

 

VERDADE?....


Esta sim, é a verdade!!...

 


Campeonato Nacional de Montanha 2016 Cat.4, oito provas 7 Vitórias e 1 Segundo lugar, contra factos não a argumentos.
Devem ser imagens como estas que incomodam o piloto Francisco Marão, realmente ao longo de toda a época nunca o vi no pódio, será que a culpa é minha?.. Mas o pódio tem três lugares e eu só ocupava um, ao contrario desse senhor eu conquisto as vitórias e recebo os prémios nas provas e nas galas, fruto da minha garra, do... meu trabalho, suor e determinação, sem que para isso precise de tomar o que quer que seja ou tirar o valor aos adversários quando me ganham.
Já mais festejaria prémios recebidos em casa ganhos na secretaria sem mérito nenhum, mas à pessoas que festejam as da secretaria porque na pista nunca ganharam nada.
Será que é frustração, porque agora tem um carro igual " talvez até melhor" ao que eu conduzi em 2015 e esta muito longe 3ou 4 segundos de conseguir bater os meus tempos em todas as rampas??...
É de salientar que dos mais de 60 pilotos que tem participado nas provas de montanha, só este senhor é que tem este lamentável comportamento, faz-me lembrar aquela história do condutor que entra em contra mão na auto estrada e pensa que é o maior todos os outros é que estão errados.

 

RAMPA SENHORA DA GRAÇA

 

JOAQUIM TEIXEIRA BASTANTE MOTIVADO PARA MONDIM DE BASTO

 

A vila de Mondim de Graça, e a serra da Sra da Graça, recebe no próximo fim-de-semana a sétima jornada do Campeonato Nacional de Montanha Valvoline 2017. Nesta altura a duas provas do fim do campeonato todos os pontos são de extrema importância, e a Rampa da Sra. Da Graça, vai certamente ajudar a clarificar a decisão do titulo de Turismos.

 

Este ano que tem sido atípico atendendo às várias situações verificadas ao longo do ano na categoria 5 desde o inicio do campeonato, Joaquim Teixeira chega a esta prova já com o titulo de Campeão da Categoria 5, apostando agora o piloto transmontano do Renault Megane Trophy V6, em tentar chegar tambem ao titulo entre os carros de turismo, campeonato onde ocupa atualmente a segunda posição a um ponto do líder.

 

“Vou para Mondim com vontade de vencer e conseguir, – tal como consegui no ano passado, um lugar no top five, mas tendo como principal objetivo aluta entre as viaturas de turismo. Penso que tenho boas hipóteses de conseguir atingir os meus objetivos para esta prova e se o Megane colaborar, quero comemorar a vitória no Domingo. Sei que não será fácil lutar contra adversários valorosos e com boas máquinas. Embora não seja um dos meus traçados favoritos, que conheço naturalmente bem. A questão da luta pelos turismos neste momento se cada um deitar um resultado fora permiti-me estar na frente com mais 2 pontos”

 

Programa/Horário:

09.9.09.2017 – Sábado

 

14H30 – Fecho da pista

 15H00 – 1ª Subida de Treinos

 16H00 – 2ª Subida de Treinos

 18H30 – 1ª Subida Oficial

 

10.08.2017 – Domingo

 

10H15 – Fecho da pista

 11H30 – “Warm Up”

14H00 – 2ª Subida Oficial

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017

 

Francisco Marrão satisfeito com reposição da verdade no CNM

 

Demorou, mas ficou finalmente selado, o resultado final do Campeonato Nacional de Montanha 2016, no que diz respeito à Categoria 4 e ao Grupo TRF, com a reposição da verdade e a atribuição a Francisco Marrão dos troféus referentes ao terceiro lugar final em ambas as classificações.

O piloto de Vila Real mostrou-se satisfeito com este desfecho, indicando que, “eu sempre cumpri todos os preceitos legais e quando corro, faço questão de o fazer de consciência limpa. Este terceiro lugar que agora fica definitivamente registado na história do Nacional de Montanha 2016, é reflexo disso mesmo e é um justo prémio para quem como eu, seguiu todas as regras e não tentou recorrer a manobras de bastidores, para garantir aquilo a que não tinha direito, perante essas mesmas regras. Errar é humano, mas pagar por erros cometidos é também uma consequência normal reconhecida por todos. Sinto que foi finalmente feita justiça e dou por isso os parabéns à antiga direcção da FPAK, em especial ao Sr. Manuel Mello Breyner. Agradeço ainda os esforços do Ricardo Gomes, da Susana Marrão e de todos os envolvidos neste desfecho tão lógico, como justo. Em sentido oposto, lamento a postura da APPAM em todo este processo, uma vez que se mostrou incapaz de tomar uma posição e defender a verdade.”

Envolvido na luta pelas melhores posições da Categoria 4 em 2017, Francisco Marrão tem já dentro de pouco mais de uma semana, um novo e aliciante desafio com a participação na Rampa da Senhora da Graça.a368 Copy

 
Mais artigos...

João Raposo

Telemóvel: +351 961 686 867
E-mail: jraposo-air@portugalmail.pt