In order to view this object you need Flash Player 9+ support!

Get Adobe Flash player
Joomla! Slideshow

VELO CAB2012


RAMPA DE SANTA MARTA DE PENAGUIÃO

 

Teve lugar no passado fim-de-semana, em Sta. Marta de Penaguião, a 4ª prova do Campeonato Nacional de Montanha 2017.
Tal como se adivinhava, o calor marcou fortemente presença, superando mesmo as previsões, com as temperaturas a ultrapassarem os 40º C, o que complicou e muito a tarefa dos Pilotos e das suas Equipas, bem como as mecânicas dos carros. O Team PRMiniracing não passou incólume a estas vicissitudes, sendo obrigado a encontrar formas para ultrapassar estas contingências. Uma palavra de agradecimento para o muito público, que mesmo com condições extremas de calor, marcou presença ao longo do traçado, que para além do desporto que tiveram oportunidade de assistir, puderam ainda apreciar a bonita paisagem de Quintas e Vinhas que por estas redondezas levam o nome de Portugal a todo o Mundo, sendo portanto habitual, encontrar muitos estrangeiros a passear nesta zona do País denominada e bem como "Coração do Douro Vinhateiro".
Uma palavra ainda de destaque para o Clube Automóvel da Régua e respectivos parceiros pelo excelente trabalho levado a cabo na promoção da Prova, melhorias implementadas no traçado, bom desenrolar da Prova e pelo bem receber dos Pilotos e Equipas.
Não poderia ser deixado de mencionar a consternação geral sentida no local da Prova pelo conhecimento da tragédia ocorrida em Pedrogão Grande e para a qual simbolicamente foi levado a cabo um minuto de silêncio no Domingo em memória de todos aqueles que perderam a Vida nesta catástrofe.
RUI RAMALHO # OSELLA PA2000 EVO2 (E2-SC) # 102
 
Rui Ramalho depois de 2 vitórias em 3 possíveis e líder destacado do Campeonato, apresentava-se nesta prova com o único objectivo de lutar pela vitória. Assim, com esse objectivo em mente, começou desde a 1ª subida de treinos a demonstrar a sua capacidade para tal, tendo sido o piloto mais rápido nas 3 subidas de treinos e na última subida de prova (4 em 6 possíveis), na qual carimbou mais um recorde de traçado, o que demonstra inequivocamente de que foi o Piloto mais rápido nesta prova, mesmo tratando-se de um traçado teoricamente desfavorável às dimensões superiores dos Osella´s relativamente aos outros protótipos da Categoria 1.

O Piloto mais jovem do Team PRMiniracing logo na 1ª subida de treinos queixava-se da falta de aderência dos pneus, certamente devido às elevadas temperaturas sentidas no traçado, fazendo com que a sua Equipa técnica realizasse alguns reajustes no chassis do seu Osella PA2000 EVO2 e rectificação constante nas pressões dos pneus, tendo com isso melhorado subida a subida as reacções do protótipo Italiano, mas sem nunca alcançar a aderência habitual sentida noutras Provas, pois as condições de calor aqui foram extremas. Devido à elevada competitividade da presente Época em que a vitória tem sido discutida à milésima de segundo em algumas provas, esta foi uma delas, dois arranques menos bem conseguidos na 1ª e 2ª subida de prova, fizeram com que Rui Ramalho perdesse preciosas décimas de segundo, hipotecando uma vitória que estava perfeitamente ao seu alcance por apenas 256 milésimas de segundo (!!!)

Este desporto tem destas vicissitudes e como tal, todos os pormenores são valiosos e a mínima falha tem um elevado preço a pagar. Este 2º lugar alcançado permitem-lhe manter a liderança do Campeonato, ainda para mais tendo em conta que o ponto extra da 3ª subida de prova mais rápida ter sido sua o que matematicamente se traduz na cedência de apenas 4 pontos nas contas da Classificação do Campeonato.

Piloto e Equipa já estão a trabalhar afincadamente na preparação da próxima prova que terá lugar no Caramulo entre 15 e 16 de Julho.
alt
On Board Rui Ramalho
alt
Best of Rui Ramalho
PAULO RAMALHO # OSELLA PA21S EVO (CN) # 103
 
Paulo Ramalho apresentou-se nesta prova com o objectivo de lutar por um dos lugares do pódio e depois de uma 1ª subida de treinos cautelosa, nas seguintes demonstrou que tal objectivo estava ao seu alcance, contudo, na 1ª subida de prova de sábado uma pronunciada "atravessadela" do Osella PA21S EVO na zona que antecede a linha de meta, provavelmente devido a algum "optimismo" do Piloto do Porto, conjugado com as elevadas temperaturas do traçado e o desgaste acentuado dos pneus Pirelli, fizeram perder-lhe algumas preciosas décimas de segundo que seriam importantes para o resultado final de Domingo. Na 1ª subida de treinos matinal de Domingo, Paulo voltava a recolocar-se na 3ª posição, o que demonstrava que o seu objectivo era alcançável, no entanto, é usual dizer-se que "um azar nunca vem só" e na 2ª subida de prova Paulo chegava mesmo a dar um ligeiro toque nos rails sem consequências de maior, mas obrigando-o a ficar a "zero" nessa subida, o que implicava o registo obrigatório de tempo na 3ª e derradeira subida de prova, uma vez que o resultado final é apurado pelo somatório das 2 melhores subidas de prova de cada Piloto em 3 possíveis. Assim, o Piloto mais velho do Porto não poderia falhar o alcance da linha de meta nessa mesma subida, tentando assim com um misto de rapidez e segurança levar o seu protótipo Italiano até à bandeirada de xadrez, o que conseguiu, terminando na 4ª posição e sem hipóteses de lutar pelo 3º lugar. Com este resultado, Paulo Ramalho passa agora a ocupar o 3º lugar da Classificação provisória do Campeonato.

Paulo Ramalho no final da prova manifestou o seu profundo agradecimento a todos os elementos da sua Equipa pelo excelente trabalho uma vez mais realizado, mas desta vez sob condições extremas de calor.
alt
On Board Paulo Ramalho
alt
Best of Paulo Ramalho

 

JOAQUIM RINO QUER LUTAR PELA VITÓRIA

 

JOAQUIM RINO QUER LUTAR PELA VITÓRIA

 

Na edição deste ano a lista de inscritos para a Rampa de Porto de Mós ultrapassa a centena de participantes, onde o BRC 05 EVO de Joaquim Rino irá alinhar.

 

Segundo o piloto da Batalha o seu objetivo é “acima de tudo lutar pela vitória, como tem acontecido nas edições anteriores. Vou para dar o meu máximo, para lutar pela vitória, esperando que não haja contratempos técnicos com o carro. Segundo o IPMA existe a probabilidade de chuva, espero que não venha a acontecer pois prejudica sempre a prestação dos pilotos“.

 

O melhor tempo do piloto nesta Rampa é de 1 minuto e 16 segundos, quando questionado se pretende bater o seu própio record responde-nos "claro que sim mas penso que não será tarefa fácil pois, à semelhança do ano passado, os pneus que vou usar já fizeram algumas provas. Ainda assim vou pelo menos tentar fazer melhor do que 1 minuto e 19 segundos, o meu melhor tempo do ano passado".

 

A Rampa de Porto de Mós realiza-se este domingo, dia 25, tendo o seguinte horário:

 


10:00h - 1ª Subida de Treinos
12:00h - 1ª Subida Oficial
14:30h - 2ª Subida Oficial
16:30h - 3ª Subida Oficial

 r

 

JOÃO NOVO DE REGRESSO AO NACIONAL DE CLÁSSICOS

 

CAMPEONATO NACIONAL DE CLÁSSICOS

 

CIRCUITO DE VILA REAL

 

JOÃO NOVO DE REGRESSO AO NACIONAL DE CLÁSSICOS

 

Será já hoje que o Ford Escort que ostenta as cores da Motofil com   João Novo ao volante, onde irá marcar presença nas verificações técnicas e documentais para a terceira jornada do Campeonato Nacional de Clássicos, onde se regista o regresso  a esta ctegoria do nosso automobilismo.

 

 

Sobre aquilo que o espera,João Novo  o piloto da Motofil, disse-nos logo “ vou para me divertir, para mim o Circuito de Vila Real tem um carisma especial, por isso inscrevi-me e cá estou para participar “

 

Relativamente a objectivos “ para já terminar as duas corridas, o melhor classificado possivel, depois se conseguisse ir ao pódio seria fabuloso.Vou lutar, para que na sessão de treinos encontra as melhores afinações para o meu Ford Escort, de forma  a poder lutar por uma posição nas linhas da frente.Para se poder aspirar a uma posição no pódio, é essencial que largue das linhas da frente, pois caso contrário , depois é muito complicado para ultrapassar os meus princiais adversários, com a agravante que temos andamentos semelhantes, ainda complica mais.Por isso vamos com calma e espero que tudo me corra de feição, “, disse-nos.

 911250201A2020Ford20Escort20RS2016002020Joo20Novo Copy

 

RAMPA PORTO DE MÓS - LISTA DE INSCRITOS

 

RAMPA PORTO DE MÓS

 

LISTA DE INSCRITOS

 

RECORDE ABSOLUTO DE PRESENÇAS

 

 

1 Gonçalo Figueiroa Ford Escort MK II CL B6 2 Paulo Caldeira 15563 Ana Gonçalves 15565 Mitsubishi EVO 9 DP F18 3 Samuel Jorge 16643 Maria Carmo 16644 Porsche 911 GT3 RS DP F18 4 João Paulo Almeida 17842 Paulo Gomes 15460 Porsche 911 DP F18 5 Tiago Baptista 15722 Porsche Cayman DP F18 6 Rui Oliveira 16905 BMW 325 i CL C9 7 José Outeiro 15564 Guilherme Outeiro 10235 BMW M3 CL C9 8 Pedro Santiago 13424 BMW 320 IS DP D11 9 Carlos Caiado 18556 Júlio Gomes 18555 BMW 320 IS CL C9 10 Carlos Balseiro 16101 Erica Balseiro 16102 BMW 328 DP D12 11 Xana Duarte 18349 Maria Mendes Alves BMW 325 I DP D12 12 Luis Pombeiro Salomé Medeiros 17355 Mini Cooper S DP F18 14 Pedro Antunes 14717 Porsche 911 CL C9 15 Pedro Rocha Lopes 14718 Catarina Marcelino 16992 Ford Anglia CL A2 16 José António Jorge 12804 João Moreira 15733 Opel 1904 SR CL B5 17 Tiago Prata 16629 Westfield Aerorace DP F17 18 Tiago Vitorino 16921 Austin Cooper CL A1 19 Manuel Alves 15686 Alexandre Gomes 15685 BMW 323 i DP D12 20 Michael Braun 16235 Ivo Santos 14985 BMW 325 i CL C9 21 Pedro Serrador Carlos Pereira BMW 323 i CL C9 22 Paulo Figueiredo Joaquim Figueiredo Morris Mini Cooper CL B4 23 João Cruz 12727 Paulo Coutinho 16197 BMW E30  CL C9 24 Cesar Matos 15650 Sérgio Gaspar 15649 BMW 320 is DP D11 25 Carlos Horta 16303 Victor Faustino 18671 Ford Escort MK1 CL B5 26 Alberto Fonseca 18673 Pedro Venda 18672 BMW 320 i DP D12 27 Luis Duarte 13995 Mitsubishi Evolution IV DP E15 28 Paulo Brás 15716 Vitor Bras 15717 Peugeot 306 DP E14 29 Vânia Faustino Paulo Faria Opel Corsa CL C8 30 Alexandra Rino Volkswagen Golf 3 DP D11 31 Bernardo Pereira Rafael Pereira BMW 2002 CL B5 32 Joaquim Seiça Diogo Agostinho Toyota AE 86 CL C8 33 Filipe Neves 16952 Gustavo Bento 16953 BMW 325 i DP D12 34 Alexandrino Dinis NN Toyota Starlet CL C8 35 Igor Alexandre 17750 Milton Rodrigues 17749 Toyota MR2 DP F17 36 Helder Cordeiro 16390 Bruno Pereira 16392 Ford Escort MKII CL B5 37 Rui Pinho 16946 Alexandre Gomes 15685 BMW E30 320 i DP D12 38 Paulo Carvalheiro 11386 BMW M3 DP E15 39 João Silva 14686 Joana Pombeiro 18674 Mini Cooper  CL B4 40 Vitor Trindade 15215 João Marcelino 15631 Toyota Corolla GT CL C8 41 Pedro Santos 15688 Marco Santos 15689 Peugeot 205 GTI CL C8 42 Hugo Resende 17280 Subaru Impreza DP F18 43 Carlos Faustino 13141 João Santos BMW E36 DP D12 44 Jorge F. Baptista 16908 Jorge M. Baptista 16248 Toyota AR 86 CL C8 45 Rodrigo Mil Homens 14574 Ana Mil Homens 18021 Renault 5 Turbo CL C9 46 Tomás Baptista 17595 José Calado Maia 14692 Volvo 142 S CL B5 47 João Paulo Vieira 15441 Joana Vieira Renault 21 Turbo DP E15 48 Rui Gama 16416 Volkswagen Type I CL A2 49 Bruno Duarte André Fernandes Alfa Romeo GTAM CL B5 50 Saul Vitorino 16826 Seat Ibiza DP E15
Regularidade Sport de Porto de Mós  25 de junho de 2017
Lista de Inscritos
51 João Paulo Silva 18351 Porsche 944 CL C9 52 Tiago Sismeiro Pedro Serrador Fiat Super Mirafiori DP E14 53 Lino Matias Tiago Baptista 15722 Renault Clio 1.6 DP F18 54 Jorge Rodrigues 13250 Miguel Coelho 13252 BMW E30  318 i CL C8 55 Arlindo Gomes 18493 Luis Vieira 0 Toyota Corolla DP F18 56 Diogo Gomes 17957 Mariana Moço 17956 Ford Escort CL A2 57 Milton Rodrigues 17749 Igor Alexandre 17750 Golf 3 DP E14 58 Carlos Orfão 17958 Francisco Orfão 17959 Volkswagen Golf 3 DP F17 59 Joaquim Carreira NN Datsun 1200 Pick‐Up CL B4 60 Henrique Silva David Salgueiro Mitsubishi Evo VI DP E15 61 Nuno Amado 17803 Austin Mini GT CL B4 62 João Paulo Silva Porsche 944 CL C9 63 Luis Lemos 17823 Pedro Silva 17824 Austin Mini Clubman CL B4 64 Elisio Lopes 16470 BMW E30 316 i DP D12 65 Ricardo Santos 14720 Volksawagen Golf II CL C8 66 Arsénio Graça 16817 Vitor Godinho 16821 BMW E36 DP E15 67 Emanuel Monteiro 18208 Ana Rita Duarte Volkswagen Polo 86c DP D10 68 João Pinto 16780 Sónia Luis 16791 Renault 19  16V DP D11 69 Pedro Alves 17846 NN Volkswagen Golf GTI DP E14 70 Paulo Rego 13177 David Correia 14759 Ford Escort MK II CL B5 71 Daniel Café Toyota Hilux TD DP E15 72 João Ribeiro 15654 José Lavrador 15663 BMW 325 IX CL C9 73 João Pedro Oliveira 17857 Manuel Oliveira 18005 Citroen Saxo DP F17 74 Vitor Martins 16156 Renault Clio 16v DP D11 75 Marcelo Amado Rita Marques Mini Ima CL B4 76 António Matias 16136 Mitsubishi Lancer EVO 6 DP E15 77 Vitor Bras 15717 Paulo Brás 15716 Peugeot 306 DP E14 78 João Serrão Rute Querido 18675 Peugeot 106 DP E14 79 João Rego Hugo Baião Toyota Corolla DP 0 80 Joaquim Serrão Nuno Afoito Opel Corsa GT DP D10 81 Abilio Fonseca Subaru Impreza DP F18 82 Filipe Silva NN Alfa Romeo GTAM CL B5 83 Hugo Ribeiro 17607 José Henriques 15663 Peugeot 205 DP 0 84 Nelson Beato 14028 Citroen AX  DP D11 85 Davide Machado 17922 Fiat Coupe 16 V Turb DP E15 86 João Lameiras 17825 BMW 325 is DP D12 87 André Pereira 17993 Toyota Celica DP E14 88 Filipe Gomes 18552 Bruno Rodrigues 18550 BMW 2002 CL B6 89 Carlos Esteves 15724 Porsche Cayman DP F18 90 José Grosso 18496 João Sismeiro 18494 Ford Escort RS 2000 CL B5 91 Mário Rino 17845 Mário Rino Renault Clio Trophy V6 DP E15 92 Rogerio Santo Paulo Santo BMW 320 DP D11 93 Henrique Correia 14273 Westfield SE PR PR 94 Joaquim Rino 17570 BRC EVO PR PR 95 Ruben Canas 17863 Formula K1 PR PR 96 Bruno Martins Buggy Rage PR PR 97 José Mota 15535 KartCross PR PR 98 Humberto Pereira 17990 KartCross PR PR 99 David Bonifácio KartCross PR PR 100 Bruno Costa KartCross PR PR 101 Ricardo Capela 18017 KartCross PR PR 102 Tiago Capela KartCross PR PR 103 Samuel Vina 17784 KartCross PR PR

 

RAMPA PORTO DE MÓS

Rampa Porto de Mós 2017 - 102 Inscritos!

Divulgamos a lista das 102 equipas inscritas na 6ª prova a contar para o «Series by NDML 2017», a realizar no próximo domingo 25 de Junho no conhecido traçado da Rampa de Porto de Mós.
O reconhecimento iniciar-se-á às 10:00h seguindo três subidas cronometradas às 12:00h, 14:30h e 16:30h.
Como é habitual os tempos e classificações irão sendo publicados em directo no nosso site em www.ndml.pt. Solicita-se a todos os participante

 

MÁRIO MESQUITA COM FIM DE SEMANA PARA ESQUECER

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017 – VALVOLINE – JC GROUP

 

 

MÁRIO MESQUITA COM FIM DE SEMANA PARA ESQUECER EM SANTA MARTA

 

Decididamente Mário Mesquita está a atravessar uma altura de grande azar, pois os problemas no seu Datsun 1600 SSS continuam, depois do que se passou na Rampa da Covilhã. Desta feita, na Rampa de Santa Marta, quarta prova do Campeonato Nacional de Montanha, Mário Mesquita concluiu, em grande dificuldade a primeira subida de treinos. Terminada a subida, o piloto portuense verificou que algo de anormal se passava com o motor, como nos explicou “ é muito azar junto, desta vez com a temperatura alta que se fez sentir em Santa Marta e quando estou a terminar a subida de treinos, verifico que o carro estava a falhar e a perder potência. Chegado junto da equipa de assistência da Vettra Motorsport, viemos a verificar problemas num dos cilindros.
Perante este diagnóstico, não havia nada a fazer, senão desistir
“ disse-nos desapontado com tudo isto .

 FOX 8662_Copy

 

JOAQUIM RINO PROXIMO DO PODIO EM SANTA MARTA

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017 – VALVOLINE – JC GROUP

 

RAMPA DE SANTA MARTA

 

JOAQUIM RINO PROXIMO DO PODIO EM SANTA MARTA

 

Na sua participação na Rampa de Santa Marta, Joaquim Rino não ficou muito longe do pódio na sua categoria, para além de ter sido o 6º classificado à geral, e o 2º no grupo CM.

 

Nas subidas de treino, Joaquim Rino ao volante do seu BRC CM 05 Evo, faria os tempos de 2.03.964 e 2.00.742. Já nas três subidas de prova, o piloto da Batalha, ao volante do seu BRC CM 05 Evo, alcançaria as marcas de 1.57.753, 1.56.525 e 1.56.508, sempre a melhorar os tempos em cada subida efectuada.

 

No final da prova fez-nos o balanço da mesma “não correu mal, mas estava sem pneus o que fez com que piso ficasse muito escorregadio. Se os pneus fossem novos, certamente teria corrido melhor. Ainda assim na última subida, tentei arriscar o máximo, e aproveitar todas as potencialidades do meu carro.”

 

CLASSIFICAÇÃO FINAL

1º Pedro Salvador – Silver Car

2º Rui Ramalho – Osella

3º João Fonseca – BRC

4º Paulo Ramalho – Osella

5º Gonçalo Manahu – Porsche

6º JOAQUIM RINO – BRC CM 05 EVO

 

Classificação por grFOX 4540_Copyupo

1º Pedro Salvador – Silver Car

2º Rui Ramalho – Osella

3º João Fonseca – BRC

4º Paulo Ramalho – Osella

5º JOAQUIM RINO – BRC CM 05 EVOr

 

NOVO SUCESSO PARA TORRES DA SILVA EM SANTA MARTA

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA

 

RAMPA DE SANTA MARTA

 

NOVO SUCESSO PARA TORRES DA SILVA EM SANTA MARTA

 

Depois da estreia ao volante do Toyota Starlet na Rampa da Covilhã, eis que Torres da Silva participou no passado fim de semana na Rampa de Santa Marta, onde esteve em destaque.

 

Nas duas subidas de treinos, faria respectivamente os tempos de 2.32.435 e 2.27.543.Para as tres subidas de prova não se fez rogado e alcançaria os cronos de 2.27.769, 2.28.187 e 2.28.321 garantindo assim a 5ª posição na Taça Nacional de Montanha 1300.

 

Após a cerimónia da entrega de prémios, Torres da Silva descreveu nos o que foi o fim de semana por terras de Trás os Montes “muito calor, dificuldades acrescidas para segurar o  carro, mas correu muito bem, o carro não teve o minimo problema, esteve uma vez mais impecável”. Sobre a rampa acrescentaria “ gostei muito, mas é uma rampa muito técnica, a requerer um bocado de treino para se poder andar depressa.O ambiente é fabuloso, grande convivio, diverti-me muito “.

 

CLASSIFICAǺÃO TAÇA NACIONAL DE MONTANHA 1300

 

1º Armando Freitas – Toyota Starlet

2º Leonel Bras – CitroenFOX 3442_Copy AX

3º Manuel Fernandes Junior – Fiat Punto

4º Francisco Leite – Fiat Punto

5º ANTÓNIO TORRES DA SILVA – TOYOTA STARLET

 

PARCIDIO SUMMAVIELLE LUTOU PELA VITÓRIA

 

RAMPA DE SANTA MARTA

 

PARCIDIO SUMMAVIELLE LUTOU PELA VITÓRIA ATÉ À ULTIMA SUBIDA

 

Uma vez mais Parcidio Summavielle esteve em destaque no passado fim de semana na Rampa de Santa Marta, quarta prova do calendário do Campeonato Nacional de Montanha. Nas duas subidas de treinos faria respectivamente os tempos de 2.22.227 e 2.17.912.Para as tres subidas de prova continuou a melhorar , fazendo 2.16.549, 2.16.756 e 2.17.209 .

 

No final, depois da distribuição dos prémios, Parcido Summavielle  descreveu-nos como foi esta jornada “ no meu ponto de vista correu muito bem, o carro esteve impecável, sempre a melhorar os meus tempos em cada subida efectuada.Na ultima subida bem tentei chegar-me aos Ford Escort do Flávio Sainhas e do Dr.José Pedro Gomes, mas o muito calor que se fazia sentir, o piso muito quente e escorregadio tornou-se numa tarefa imposssivel. Nesta prova usei outro tipo de pneus e gostei do seu desempenho. São pneus que servem para várias provas e tipos de piso. Claro que quando os meus adversários colocam pneus "slick" novos abrem logo um pouco mais a diferença, foi o que aconteceu no final da prova,  pelo menos tentei com pneus novos, mas infelizmente já não deu. Os dois Escort do Flávio e do José Pedro Gomes são inalcansáveis para o Datsun, até pelo peso do 240Z, acima dos 1100 kg.

 

 

CLASSIFICAÇÃO

 

CAMPEONATO NACIONAL DE CLÁSSICOS MONTANHA

 

1º José Pedro Gomes – Ford Escort

2º Flávio Sainhas – Ford Escort

3º PARCIDIO SUMMAVIELLE – DATSUN 240 Z

 FOX 3925_Copy

 

PEDRO MARQUES DENTRO DOS OBJECTIVOS

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017 – VALVOLINE – JC GROUP

FOX 3567_Copy

RAMPA DE SANTA MARTA

 

PEDRO MARQUES DENTRO DOS OBJECTIVOS


Uma vez mais Pedro Marques foi ao pódio na Rampa de Santa Marta, quarta prova do calendário do Campeonato Nacional de Montanha.Logo nas duas subidas de treinos, Pedro Marques faria respectivamente os cronos de 2.19.661 e 2.23.108.

Presente com a única viatura a diesel, o Seat Leon TDI, Pedro Marques faria nas tres subidas de prova, os tempos de 2.15.886, 2.17.914 e 2.17.524.No final depois da cerimónia do pódio, Pedro Marques fez-nos o resumo desta prova, começando por nos dizer “ resultado positivo, o carro não deu problemas, consegui praticamente melhorar os meus tempos em quase todas as subidas, e consegui o 3º lugar em termos de categoria, e o primeiro na classe diesel.Um obrigado muito especial ao Mike RSM pela preparação do Seat Leon TDI, que acredito que após este teste ficará ainda melhor para a próxima prova, que será a Rampa do Caramulo.Quero agradecer a toda a organização da Rampa de Santa Marta por nos receber tão bem os pilotos, sem duvida alguma um exemplo que deveria ser seguido por outras organizações de provas que fazem parte do calendário do Campeonato Nacional de Montanha “.


CLASSIFICAÇÃO FINAL CATEGORIA 3


1º Pedro Coelho Saraiva – Mitsubishi Lancer Evo IX

2º João Guimarães – Peugeot 206 CC

3º PEDRO MARQUES – SEAT LEON TDI

 

CARLOS FAVA NO PÓDIO EM SANTA MARTA

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017 – VALVOLINE – JC GROUP

 

RAMPA SANTA MARTA

 

CARLOS FAVA NO PÓDIO EM SANTA MARTA

 

Desta feita o  Volkswagen 1303 de Carlos Fava teve melhor desempenho, isso graças aos pneus novos que o piloto da Covilhã estreou em Santa Marta.

 

Fruto disso, os tempos das duas subidas de treinos foram respectivamente 2.41.806 e 2.34.065.Por sua vez nas tres subidas de prova, Carlos Fava alcançou as marcas de  2.32.130, 2.27.992 e 2.29.463.

 

Satisfeito com o seu desempenho, Carlos Fava disse-nos no final depois de descer do pódio “ balanço muito positivo, correu muito bem.Houve apenas um pequeno problema técnico antes da primeira subida de prova, mas foi rapidamente solucionado, e a partir dai o comportamento do carro em prova melhorou muitFOX 3466_Copyo, e com isso os tempos, com excepção da ultima subida, em que grande calor que se fazia sentir,e o carro escorregava um pouco, mais nada”.

 

CLASSIFICAÇÃO FINAL

 

1º Carlos Oliveira – BMW 323

2º RicardoLOureiro – Ford Escort

3º CARLOS FAVA – VOLKSWAGEN 1303

 

LEONEL BRAS PRECISAVA DE MAIS SORTE

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017 – VALVOLINE – JC GROUP

 

RAMPA SANTA MARTA

 

LEONEL BRAS PRECISAVA DE MAIS SORTE – VITÓRIA ESCAPA POR POUCO

 

A sorte nada quis com Leonel Brás no passado fim de semana na Rampa de Santa Marta, quarta prova do Campeonato Nacional de Montanha, onde uma vez mais esteve em destaque ao volante do seu Citroen AX.

 

Na primeira subida de treinos, não a chegaria a completar, isso motivado por problemas, para na subida seguinte fazer o tempo de 2.21.730.

 

Nas tres subidas de prova, alcançaria os tempos de 2.20.644, 2.20.091, não chegando a fazer a derradeira, isso motivado por problemas mecânicos que lhe deram o segundo lugar na Taça Nacional de Montanha 1300.

 

No  final da prova, em que colocava o Citroen AX em cima do reboque, descreveu-nos como foi mais este fim de semana “ poderia ter sido melhor, tive problemas com a bomba de gasolina que falhava, isto na primeira subida de treinos.Depois na subida de prova, foi a bobine que não me deixou fazer a ultima subida.Estou plenamente convencido que se não tivesse estes problemas, tinha vencido a categoria “.

 

CLASSIFICAÇÃO FINAL

 

1º Armando Freitas – Toyota Starlet

2º LEONEL BRÁS – CITROEN AX

3º Manuel Fernandes Junior – Fiat Punto

4º Francisco Leite – Fiat Punto

5º António Torres da Silva – Toyota StarletFOX 4210_Copy

 

RAMPA SANTA MARTA

 

Francisco Marrão reforça segundo lugar no campeonato


Com uma actuação segura e em crescendo, Francisco Marrão teve uma passagem muito positiva pela quarta jornada do Campeonato Nacional de Montanha Valvoline, que no fim-de-semana passado visitou a bonita localidade transmontana de Santa Marta de Penaguião. A exemplo do resto do país, também nesta região se registaram temperaturas altíssimas, facto que dificultou a vida a todos os intervenientes.

A terceira edição da Rampa de Santa Marta teve no SEAT Leon Supercopa de Francisco Marrão, um dos principais animadores, com o piloto a imprimir um andamento vivo e isento de erros, brindando o muito público presente com uma excelente actuação que o levou ao segundo lugar do pódio da Categoria 5.

“Saio desta prova mesmo muito satisfeito com o que consegui fazer. Sinto-me cada vez mais à vontade com o SEAT e os tempos que realizei são reflexo disso. A Speedy Motorsport e em especial o Pedro Salvador, - a quem agradeço muito -, fizeram um trabalho espectacular e isso contribuiu muito para que este resultado fosse possível. Os tempos começam a sair e isso dá-me confiança para as próximas provas, onde espero melhorar ainda mais. Vim sempre a baixar os tempos ao longo de todas as subidas e isso é reflexo de uma melhor concentração, que me faz sentir mais confiante e confortável. Consolidei a segunda posição do campeonato e quero agora melhorar mais e diminuir a diferença de tempos que ainda me separa do piloto que vai à minha frente.” Disse Francisco Marrão.

O Campeonato Nacional de Montanha Valvoline 2017, faz agora uma pausa de cerca de três semanas, regressando a 15 e 16 de Julho, altura em que se disputa a Rampa do Caramulo.

 aw2 Copy

 

RAMPA SANTA MARTA

 

Joaquim Teixeira triunfa no Nacional de Montanha


O Campeonato Nacional de Montanha Valvoline completou por terras transmontanas a primeira metade da competição, com a realização da Rampa de Santa Marta no passado fim-de-semana. O muito calor ao longo dos dois de prova, não impediu uma jornada muito animada, que contou sempre com o apoio do muito público presente.

Para Joaquim Teixeira assim como para todos os pilotos presentes, esta foi uma prova de grande esforço físico, que o piloto nortenho cumpriu com distinção, vencendo a Categoria 5 ao volante do seu Renault Megane Trophy V6 e imiscuindo-se na luta pelo melhor lugar entre os carros de turismo, ao longo dos 3,3 quilómetros da prova disputada em Santa Marta de Penaguião.

“Depois dos problemas que tivemos de resolver antes da prova, que quase colocaram em causa a nossa presença nesta prova, sabe muito bem chegar ao final do fim-de-semana com os objectivos plenamente conseguidos. A equipa fez um excelente trabalho para conseguir trocar a caixa de direcção, - que só chegou sexta ao final da tarde -, e colocar o carro em condições para esta rampa. A vitória na Categoria 5 foi obviamente importante, mas fiquei muito satisfeito sobretudo por ter conseguido melhorar o meu tempo em relação ao ano passado em mais de 1,5 segundos. A partir de agora e para além de continuar a lutar pelo título na minha categoria, vou também tentar garantir a melhor posição entre os carros de turismo e neste caso, em confronto directo com os meus adversários das Categorias 3 e 4. Respeitando todos os pilotos em competição, será esta a minha fonte de motivação para o resto do campeonato e espero chegar ao final com estes novos objectivos atingidos.” Afirmou Joaquim Teixeira.

A Rampa do Caramulo, agendada para 15 e 16 de Julho, será a próxima jornada do Campeonato Nacional de Montanha Valvoline 2017.

 aw1 Copy

 

CARLOS OLIVEIRA NO PÓDIO DE SANTA MARTA

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017 – VALVOLINE – JC GROUP

 

RAMPA DE SANTA MARTA

 

CARLOS OLIVEIRA NO PÓDIO EM SANTA MARTA

 

Ao mostrar uma surprendente adaptação ao BMW, Carlos Oliveira obteve no passado fim de semana mais um pódio desta vez na Rampa de Santa Marta, quarta prova do calendário do Campeonato Nacional de Montanha.

 

Nas duas subidas de treinos, obteve respectivamente os tempos de 2.20.897 e 2.12.958.Nas tres subidas de prova haveria de melhorar, fazendo 2.10.889, 2.12.792 e 2.13.674 respectivamente.

 

No final, depois de ter subido ao pódio para receber o trofeu, Carlos Oliveira descreveu-nos o fim de semana, começando por nos dizer “ depois da incerteza se o BMW estaria ok, toda a equpa da Power House colocou o carro impecável, nunca tinha corrido com ele neste estado.Por isso tentei melhorar os meus tempos em cada subida, objectivo esse alcançado, e logicamente muito satisfeito como é óbvio “.

 

CLASSIFICAÇÃO FINAL

 

TAÇA NACIONAL DE CLÁSSICOS DE MONTANHA

 

1º CARLOS OLIVEIRA – BMW 323

2º Ricardo Loureiro – Ford Escort

3º Carlos Fava – Volkswagen 1303

 FOX 3869_CopyFOX 3870_Copy

 

FLAVIO SAINHAS NO PODIO EM SANTA MARTA

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017 – VALVOLINE – JC GROUP

 

RAMPA DE SANTA MARTA

 

FLAVIO SAINHAS NO PODIO EM SANTA MARTA

 

Uma vez mais Flávio Sainhas ao volante do seu Ford Escort mostrou a sua rapidez, obtebdo o segundo lugar na categoria na Rampa de Santa Marta, quarta prova do calendário do Campeonato Nacional de Montanha.

 

Logo nas duas  subidas de treinos, o piloto da Covilhã mostrou logo as suas inenções, que estava ali para vencer e assim fez logo os tempos de 2.20.511, e 2.18.202.Nas três subidas de prova faria 2.12.270, 2.10.583 e 2.11.287.

 

Após a ida ao pódio, e na altura em que preparava para colocar o seu Ford Escort em cima do atrelado para assim fazer o seu regresso à cidade da Covilhã, comentou-nos a prova “ correu bem, balanço positivo, lutei e consegui melhorar sempre os meus tempos em cada subida, tentei lutar pela vitória na categoria, mas é muito dificil bater o Ford Escort do Dr.José Pedro Gomes.Ainda consegui estar na frente, mas depois a potencia do Escort do DR.Gomes fez o resto….Apenas piorei o meu tempo na ultima subida e isso porque o piso estava  muito quente e escorregadio, e não deu para melhorar o tempo.Estou também satisfeito, pois nas duas primeiras subidas estive à frente do Escort  Dr.José Pedro Gomes, mas a verdade é que o meu carro nada tem a haver com o carro dele, e contra a potencia de cavalos…não há argumentos, com aquele motor BDA, já ´e “outro planeta”, disse-nos.

 

CLASSIFICAÇÃO FINAL

 

CAMPEONATO NACIONAL DE CLÁSSICOS MONTANHA

 

1º José Pedro Gomes – Ford Escrot

2º FLÁVIO SAINHAS – FORD ESCORT

3º Parcidio Summavielle – Datsun 240 Z

 FOX 4421_Copy

 

CIRCUITO DE VILA REAL - LISTA DE INSCRITOS

 

CIRCUITO DE VILA REAL

 

LISTA DE INSCRITOS

 

CAMPEONATO NACIONAL DE CLÁSSICOS 1300

 

 

 

 

202 VELOSO AMARAL 16770 VELOSO AMARAL 16770 CLAN CRUSADER H71 + 1000
203 VETTRAMOTORSPORT RICARDO GOMES 15286 DATSUN 1200
204 TIAGO MOREIRA TIAGO MOREIRA DATSUN 1200
205 FILIPE NOGUEIRA 13385 FILIPE NOGUEIRA 13385 MORRIS MINI 1275 GT H71
206 VICTOR ARAÚJO VICTOR ARAÚJO DATSUN 1200 H75
211 ABEL MARQUES ABEL MARQUES SÉRGIO MONTEIRO AUTOBIANCHI A 112 ABARTH H75 + 1000
215 ARNALDO MARQUES 16356 ARNALDO MARQUES 16356 DATSUN 1200 H71
218 JOÃO BRAGA 16353 JOÃO BRAGA 16353 DATSUN 1200 H75
220 FERNANDO CHARAIS 16571 FERNANDO CHARAIS 16571 DATSUN 120Y H75
222 JOSÉ MOTA FREITAS 17860 JOSÉ MOTA FREITAS 17860 AUSTIN COOPER S
223 VALTER TÃO VALTER TÃO DATSUN 1200 H75
224 LUÍS LOSADA LUÍS LOSADA FIAT 124
225 FILIPE FERREIRA 18295 FILIPE FERREIRA 18295 DATSUN 1200 GR1
226 LUÍS SOUSA COSTA 16580 LUÍS SOUSA COSTA 16580 DATSUN 1200 GR1
229 JOÃO PEDRO PEIXOTO JOÃO PEDRO PEIXOTO MINI COOPER S H71
232 RUI CASTRO RUI CASTRO DATSUN 1200 GR1
235 PAULO CONCEIÇÃO PAULO CONCEIÇÃO DATSUN SUNNY GX H75
250 PAULO MIGUEL PAULO MIGUEL MG MIDGET H71
252 JOSÉ FAFIÃES JOSÉ FAFIÃES DATSUN 1200 H75
259 PEDRO BOTELHO PEDRO BOTELHO AUSTIN MINI COOPER S H71
271 BRUNO PIRES 13129 BRUNO PIRES 13129 DATSUN 1200 H71
272 LUÍS ALEGRIA LUÍS ALEGRIA DATSUN 1200 COUPÉ H75
22 CONCORRENTES
VILA REAL 24/25 JUNHO 2017 LISTA DE INSCRITOS

 

CIRCUITO DE VILA REAL - LISTA DE INSCRITOS

LISTA DE INSCRITOS

 

 

CIRCUITO DE VILA REAL

 

 

CAMPEONATO NACIONAL DE CLÁSSICOS

 

 

103 JOÃO MACEDO SILVA 15410 JOÃO MACEDO SILVA 15410 PORSCHE 911 RSR H75
104 ANTÓNIO GODINHO ANTÓNIO GODINHO VOLKSWAGEN 1302 S GR5
105 JOSÉ MANUEL CASTRO JOSÉ MANUEL CASTRO VOLKSWAGEN 1302 S GR5
106 JOAQUIM JORGE JOAQUIM JORGE FORD ESCORT RS1600 H75
108 RP MOTORSPORT 13542 JOÃO PAULO SOUSA BMW 635 CSI GR5 109 FERNANDO MORGADO 17645 FERNANDO MORGADO 17645 BMW 2002 H71
110 GC SPORT LUÍS CARLOS FORD ANGLIA GR5 + 1600
111 FERNANDO XAVIER 16232 FERNANDO XAVIER 16232 VOLKSWAGEN SCIROCCO H81
114 JOÃO NOVO JOÃO NOVO FORD ESCORT RS1600 GR5
117 RP MOTORSPORT GONÇALO JORDÃO HENRIQUE JORDÃO PORSCHE 928 S GR1
115 RUI SOUSA RUI SOUSA TOYOTA STARLET GR5
118 JOÃO VIEIRA 16541 JOÃO VIEIRA 16541 VOLKSWAGEN KARMANN GHIA H65 + 1600
120 RUI ALVES RUI ALVES FORD ESCORT RS1600 H75
121 RUI AZEVEDO RUI AZEVEDO FORD ESCORT RS1600 H75
123 JORGE AREIA JORGE AREIA FORD ESCORT RS1600 H75
124 MÁRIO FIGUEIREDO MÁRIO FIGUEIREDO LOTUS ELAN
125 JOSÉ TEIXEIRA 17142 JOSÉ TEIXEIRA 17142 AUSTIN MINI GR5
127 LUÍS DELGADO LUÍS DELGADO FORD ESCORT RS1600 H75
129 BERNARDINO SILVA 16268 BERNARDINO SILVA 16268 FORD ESCORT MK1 GR5
132 RP MOTORSPORT 13542 JORGE CRUZ 16302 BMW 323i H81
133 MONTEIROS COMPETIÇÕES 15510 FILIPE MATIAS 11176 LOTUS ELAN H71 + 1600
145 JOAQUIM SOARES JOAQUIM SOARES LOTUS ELAN H71 + 1600
150 RP MOTORSPORT 13542 ALEXANDRE GUIMARÃES 14309 LOTUS ELAN G5
155 FANDRIAUTO LUÍS NUNES FORD ESCORT MK2 RS2000 G5
161 RP MOTORSPORT 13542 DOMINGOS SOUSA COUTINHO BMW 2800CS H71
170 RÓMULO MINEIRO RÓMULO MINEIRO FORD ESCORT RS2000 GR5
176 GC SPORT DUARTE FERNANDES FORD ESCORT RS MK2 GR5
27 CONCORRENTES
VILA REAL 24/25 JUNHO 2017

 

RAMPA DE SANTA MARTA DE PENAGUIÃO

 

José Correia e JC Group obtêm novo pódio em Santa Marta

 

 

A quarta prova do Campeonato Nacional de Montanha disputou-se sob intenso calor em Santa Marta de Penaguião (região do Douro). José Correia conseguiu o terceiro lugar da Categoria 2 em condições muito difíceis para o Nissan Nismo GT-R GT3.

 

O piloto de Braga chegava à prova transmontana como líder da categoria dos GT, após vitórias consecutivas nas rampas da Falperra e da Serra da Estrela-Covilhã. Em Santa Marta, José Correia já sabia que o traçado não era favorável ao potente Nissan Nismo GT-R GT3 e foi isso mesmo que se verificou ao longo do fim-de-semana, com o piloto e fundador da JC Group a garantir ainda assim o quarto pódio em quatro provas em 2017.

 

“A prova correu bem mas este não é mesmo um traçado indicado para o Nissan. Não dava para arriscar porque o carro não atinge velocidades suficientes para aproveitar a aerodinâmica e, por isso, torna-se algo instável. Além disso, como o curso de suspensão é mínimo o piso desta rampa torna difícil manter o carro na estrada. No fundo, tentámos evoluir o nosso andamento sem cometer erros que pudessem deitar tudo a perder. A regularidade de bons resultados é muito importante e continuamos na luta pelo título”, referiu José Correia, que se mostrou ainda solidário com as vítimas do trágico incêndio de Pedrógrão Grande.

 

O Campeonato Nacional de Montanha prossegue nos próximos dias 15 e 16 de julho com a emblemática Rampa do Caramulo.

 

 

 aq4 Copyaq5 Copy

 

RAMPA DE SANTA MARTA DE PENAGUIÃO

 

Edgar Reis e o segundo lugar na Rampa de Santa Marta: “Foi o resultado possível”

 

A vaga de intenso calor que tem assolado o país também marcou a Rampa de Santa Marta, quarta prova do Campeonato Nacional de Montanha. Uma ronda onde Edgar Reis levou o Porsche 997 GT3 Cup ao segundo lugar da Categoria 2 e ao top 8 da geral.

 

O piloto do Team Transfradelos apostava na luta pela vitória em Santa Marta de Penaguião, embora as condições da prova não tivessem permitido chegar a esse objetivo. Ainda assim, o segundo lugar na sempre equilibrada categoria dos GT acaba por ser um bom resultado para Edgar Reis.

 

“A Rampa de Santa Marta é sempre muito difícil para os GT e este ano o calor complicou tudo, principalmente para nós que não tínhamos pneus novos para esta prova”, referiu Edgar Reis. “Conseguimos o nosso melhor tempo na segunda subida oficial mas não deu para chegar ao primeiro lugar. Considero que foi um bom resultado e pelo menos recuperámos alguns pontos a um dos nossos adversários diretos”, concluiu o piloto de Famalicão, que também se mostrou consternado pela tragédia do incêndio em Pedrógrão Grande.

 

Dentro de sensivelmente um mês disputa-se a quinta prova do Campeonato Nacional de Montanha, a carismática Rampa do Caramulo (15 e 16 de julho), prova que Edgar Reis venceu na categoria em 2016aq1 Copyaq3 Copy
 

JOSÉ PEDRO GOMES RUBRICA NOVA VITÓRIA

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017 – VALVOLINE – JC GROUP

 

RAMPA DE SANTA MARTA DE PENAGUIÃO

 

JOSÉ PEDRO GOMES RUBRICA NOVA VITÓRIA EM SANTA MARTA

 

Uma vez mais José Pedro Gomes ao volante do seu Ford Escort venceu a sua categoria na Rampa de Santa Marta, quarta prova do calendário do Campeonato Nacional de Montanha.

 

José Pedro Gomes faria nas duas subidas de treinos, os tempos de 2.19.515 e 2.11.262 respectivamente.Já nas tres subidas de prova, o piloto advogado não se fez  rogado, e obteria os cronos de 2.13.595, 2.09.356 e 2.09.939.

 

Satisfeito com a vitória, embora um bocado suada, José Pedro Gomes confidenciava-nos “ não foi nada fácil, pois os meus mais directos adversários estavam muito rápidos, e por isso nas ultimas subidas de prova tive de me concentrar ao máximo para fazer as subidas sem cometer erros.Custou, mas consegui atingir os meus objectivFOX 3498_Copyos, aliás a diferença para o Flávio Sainhas foi pequena, mas correu bem, mais uma vitória em termos de categoria, mais pontos amealhados para o campeonato, objectivos alcançados “.

 

CLASSIFICAÇÃO FINAL CATEGORIA

 

1º JOSÉ PEDRO GOMES – FORD ESCORT

2º Flávio Sainhas – Ford Escort

3º Parcidio Summavielle – Datsun 240 Z

 

 

RAMPA DE SANTA MARTA DE PENAGUIÃO

 

Edgar Florindo cumpre objectivos em Santa Marta

 

O Campeonato Nacional de Montanha Valvoline prosseguiu no passado fim-de-semana, com a realização da Rampa de Santa Marta, quarta jornada desta competição em 2017. O muito calor que se fez sentir nesta localidade transmontana, não impediu a presença de muito público, que apoiou todos os pilotos, com especial destaque para os concorrentes que competiam em “casa”.

Integrado neste último grupo, Edgar Florindo regressou ao Toyota Carina E que utilizou no Campeonato Legends Cup na época passada e não deixou ficar mal as gentes da terra, conseguindo um esplêndido pódio na Categoria 4, com o terceiro lugar final e ainda a vitória na Classe 9, a serem um justo prémio para o esforço da equipa.

“Este resultado deixa-me muito satisfeito, foi o melhor a que poderia aspirar dada a diferença para os outros dois carros que dominam habitualmente esta categoria. O meu carro não estava bem no Sábado, dado que tem especificações para circuito e não se deu bem com um traçado muito sinuoso como este. Conseguimos melhorar um pouco para Domingo, mexendo ao nível da electrónica e com isso foi possível chegar a tempos mais de acordo com o que poderia fazer. Desta forma conseguimos o terceiro lugar final e um pódio. Gostei muito de fazer esta rampa perto da minha terra, diverti-me, divulguei os patrocinadores e por isso saio daqui com a satisfação de ter cumprido os meus objectivos na integra. Este ano já não devo voltar ao Nacional de Montanha, mas é sempre um prazer participar nesta competição onde existem um espírito e uma camaradagem únicos.” Disse Edgar Florindo.

O piloto agradeceu ainda os apoios de: “Grupo Rui Florindo, Top Car (rede de oficinas), Brincar Automóveis, Azenha de Vilarinho dos Freires, RSM, Banco BPI, Key Trailer, Auto-Manaiacar.”

Terminada esta incursão pelas provas de montanha, Edgar Florindo volta a concentrar-se no Campeonato Nacional de Velocidade Turismos TCR e no TCR Ibérico, que disputam mais uma jornada dentro de três semanas no Circuito Internacional de Vila Real. AV1 Copy

 

DOMINGOS FERNANDES COM MISSÃO CUMPRIDA

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017 – VALVOLINE – JC GROUP

 

RAMPA DE SANTA MARTA DE PENAGUIÃO

 

DOMINGOS FERNANDES COM MISSÃO CUMPRIDA EM SANTA MARTA

 

Uma vez mais o Autobianchi A 112 de Domingos Fernandes chegou ao final de mais uma rampa, desta feita a Rampa de Santa Marta, quarta prova do calendário doFOX 3418_Copy Campeonato Nacional de Montanha.

 

Domingos Fernandes ao volante do pequeno Autobianchi A 112 , faria nas subidas de treinos, os excelentes tempos de 2.43.349 e 2.42.302.Para as subidas de prova, começou por fazer 2.43.481, 2.43.426 e 2.48.895, depois de ter sido autor dum pião, sem consequencias de qualquer tipo.

 

No final, depois da cerimónia do pódio, o piloto de Armamar fez-nos o resumo da prova, dizendo “  correu muito bem, foi praticamente a melhorar os meus tempos em cada subida efectuada, com excepção da ultima, em que piorei um pouco, por ter feito um pião, de resto tudo ok.Agora vou para férias e só depois irei começar a preparar a próxima participação que será na Rampa do Caramulo “, disse-nos.

 

CLASSIFICAÇÃO FINAL

 

TAÇA NACIONAL DE CLÁSSICOS DE MONTANHA

 

1º Anibal Rolo – Datsun 1200

2º José Carlos Magalhães – Toyota Starlet

3º José Pedro Figueiredo – Datsun 1200

4º DOMINGOS FERNANDES – AUTOBIANCHI a 112

 

 

RAMPA SANTA MARTA

 

Vitória para Pedro Salvador em Santa Marta!

 

Pedro Salvador conseguiu este Domingo uma brilhante vitória na Rampa de Santa Marta, com um final de prova arrepiante, num fim-de-semana de muito calor nesta localidade transmontana. O piloto do Silver Car EF10 acabou por levar a melhor face a Rui Ramalho em Osella PA2000 Evo 2, que numa última subida de “faca nos dentes” bateu o recorde da rampa com o tempo de 1:43s380, para ficar a apenas 256 milésimas de Salvador. Os dois líderes absolutos e da Categoria 1, registaram os tempos totais de 3:26s992 (Pedro Salvador) e 3:27s248 (Rui Ramalho).

Na prova organizada pelo Clube Automóvel da Régua e pela Câmara Municipal de Santa Marta de Penaguião, o terceiro lugar final ficou na posse de João Fonseca em BRC CM05 Evo, com o piloto da Covilhã a vencer entre os CM, ficando na frente de Paulo Ramalho em Osella PA21S.

Este último, depois de ter dado um toque na segunda subida de prova, completou a prova no quarto lugar final tanto em termos absolutos como na Categoria 1, onde Joaquim Rino em BRC CM05 Evo e Nuno Guimarães em BRC CM02, terminaram a prova na quinta e sexta posição respectivamente.

“Foi um resultado muito importante para nós e por isso saio satisfeito no final desta prova. Ainda assim continuamos com problemas no Silver Car e tive dificuldades em todas as subidas com o carro a falhar. Tive de arriscar muito para vencer, até porque depois dos pontos que perdi nas duas provas anteriores, era muito importante uma vitória aqui. É bom poder diminuir a distância para o líder do campeonato e provar que estamos aí na luta pelo título. Uma palavra de pesar pelas vítimas do terrível incêndio em Pedrogão Grande, a cujas famílias expresso as minhas sentidas condolências.” Disse Pedro Salvador.  

Com um magnifico quinto lugar absoluto, Gonçalo Manahu (Porsche 997 GT3 Cup) esteve imparável na Categoria 2, completando a prova com o tempo final de 3:51s568. Em carro idêntico, Edgar Reis foi o segundo classificado na frente de José Correia em Nissan GT-R GT3.

“Sabia que tinha de vencer aqui e por isso dei tudo o que tinha para chegar ao final em primeiro. Preparei muito bem esta prova, que já venci o ano passado e o resultado final deixa-me naturalmente muito satisfeito. Andei na luta pelos quatro primeiros, reassumi a liderança do Campeonato, por isso melhor não poderia ter sido.” Assumiu Gonçalo Manahu.

Manuel Correia em Ford Fiesta R5+ venceu a luta particular que o opôs a Luis Silva em BMW M3, com o líder da Categoria 4 a cumprir as duas melhores subidas de prova em 3:56s044. O último lugar do pódio ficou na posse de Edgar Florindo em Toyota Carina E, que venceu o duelo particular que o opôs a Carlos Silva em Peugeot 106 e Nuno Pinto em Mazda MX5. Marco Guerra com o Peugeot 306 fechou o lote de pilotos classificados nesta categoria.  

“Não foi uma vitória fácil, tive alguns problemas com o carro a partir da segunda subida de prova e isso condicionou-me um pouco em termos de andamento. Mesmo assim foi possível vencer e reforçar a minha liderança no campeonato e por isso estou muito satisfeito”. Revelou Manuel Correia.

Com 3:58s189, Joaquim Teixeira em Renault Megane Trophy V6 levou a melhor na Categoria 5, na frente de Francisco Marrão em SEAT Leon Supercopa. Jorge Meira, que foi forçado a abandonar na segunda subida de prova, devido a uma falha no alternador do Citroen Saxo, completou o pódio nesta categoria.

“A minha prestação deixou-me satisfeito, consegui cumprir o objectivo natural de vencer a categoria e lutar por outros objectivos como tentar ser o melhor dos turismos, que passa a ser uma forma de motivação para as provas que ainda faltam.“ Adiantou Joaquim Teixeira.

Triunfo na Categoria 3 Para Pedro Saraiva, com o homem do Mitsubishi Lancer Evo IX a completar as duas subidas de Domingo em 4:12s075, ele que não conseguiu terminar a primeira subida de prova devido a uma quebra da caixa de velocidades. João Guimarães em Peugeot 206 RC foi o segundo classificado na frente de Pedro Marques em SEAT Leon TDi. Ainda nesta categoria, José Oliveira colocou o Subaru Impresa na quarta posição final.

“Tivemos muitos problemas este fim-de-semana e por isso este triunfo foi um dos mais difíceis do ano. Ontem com a caixa de velocidades a partir não podemos concluir a subida, hoje tinha de acabar as duas e ser o mais rápido, consegui e por isso esta vitória é um justo prémio para toda a equipa e isso deixa-me muito satisfeito.” Referiu Pedro Saraiva.

Tiago Ribeiro lutou sozinho contra o cronómetro, para chegar ao final e vencer na Taça TCR/TCS, finalizando a prova com o seu VW Golf GTi no tempo total de 4:08s377.

“Foi de facto pena o facto de dos três inscritos só eu ter estado presente, mas mesmo assim saio satisfeito desta prova disputada perto da minha terra. Motivei-me com base nos tempos dos carros da categoria mais similar com o meu carro, a Categoria 5 e nesse aspecto consegui um bom resultado, o mesmo acontecendo em termos absolutos”. Disse Tiago Ribeiro.  

Na Taça Nacional de Montanha, o triunfo não fugiu a Armando Freitas em Toyota Starlet 1.3, que conseguiu 4:36s544 para derrotar Leonel Brás em Citroen AX Sport. Na terceira posição ficou o Fiat Punto de Manuel Fernandes, seguido por Francisco Leite em carro idêntico e António Silva em Toyota Starlet. Pedro Cerqueira (Fiat Punto) fechou a tabela.

“Foi um triunfo saboroso e que acabei por tornar fácil com uma prestação sem erros e dando sempre o máximo. Estou de facto muito satisfeito, as coisas estão a correr-me bem”. Afirmou Armando Freitas.

Foi de excelente nível a luta pelo triunfo no Campeonato Nacional de Clássicos Montanha, com José Pedro Gomes em Ford Escort MKI a finalizar esta rampa como vencedor. Gomes conseguiu o tempo total de 4:19s295, batendo na última subida António Saínhas (Ford Escort MKI). Saínhas que liderava no final do dia de Sábado, não conseguiu contrariar o ataque do futuro vencedor. No derradeiro lugar do pódio ficou Parcídio Summavielle em Datsun 240Z.

“Tive de me aplicar ao máximo para ganhar, foi muito difícil chegar ao final da prova no primeiro lugar, já que a oposição foi forte e não em deu descanso. Estas são daquelas vitórias que sabem mesmo bem e compensam o esforço de uma prova disputada em condições difíceis.” Sintetizou José Pedro Gomes.

Com uma actuação de grande nível, Carlos Oliveira impôs o seu BMW 323i no Troféu Nacional de Clássicos Montanha, registando o tempo final de 4:23s681. O pódio ficou completo com a presença de Ricardo Loureiro em Ford Escort MKII e Carlos Fava em VW 1303S. Azar para Fernando Salgueiro, forçado a abandonar antes da segunda subida de prova, com problemas ao nível da embraiagem do Ford Escort MKII.

“Estou cada vez mais adaptado ao BMW e isso reflecte-se nos resultados conseguidos. Ontem ainda tive algumas dificuldades, mas em conjunto com a equipa conseguimos um bom acerto para o carro e por isso a vitória foi possível.” Sintetizou Carlos Oliveira.

Com um domínio absoluto, Aníbal Rolo triunfou no Troféu Nacional de Clássico 1300. O piloto do Datsun 1200 demorou 4:40s133 nas suas duas melhores subidas de prova, levando a melhor face a José Carlos Magalhães em Toyota Starlet e José Pedro Figueiredo em Datsun 1200. Domingos Fernandes em Autobianchi A112 foi o melhor entre os 1000cc.

“Gostei imenso de voltar a esta rampa muitos anos depois e voltar a vencer. Este traçado, diferente do antigo, é muito interessante e exigente, por isso vencer aqui foi muito bom.” Disse Aníbal Rolo.a12 Copya13 Copya14 Copya15 Copya16 Copya17 Copya18 Copya19 Copya20 Copya21 Copy

 

RAMPA SANTA MARTA

 

Gonçalo Manahu vence GT´s em Santa Marta

O piloto do Porto impôs o Porsche 997 GT3 e passou a comandar o Campeonato Nacional de Montanha na Categoria Dois.

“Como sempre disse, gosto desta rampa. No ano passado consegui a minha primeira vitória, aqui em Santa Marta e agora repeti. “

Gonçalo Manahu foi sempre o mais rápido na Categoria 2 e nos GT, foi quinto à geral e colocou o Porsche 997, no meio da luta dos protótipos da Categoria Um. “A Fabela Sport entregou-me um carro irrepreensível e dessa forma facilitaram-me o trabalho…”

Na entrega de prémios Gonçalo Manahu optou por não comemorar, limitando-se a erguer a taça e nada mais. “Tenho consciência de que poderia ter sido mal interpretado, mas entendo que este não é um momento para comemorações. Mais do que tudo estamos num período de Luto Nacional e por respeito, por respeito às vítimas e às famílias, apenas posso endereçar um voto de pesar e não poderia comemorar a vitória.” Rematou.

manahu santa marta Gonçalo Manahu (Porsche 997 GT3)

 

RAMPA DE SANTA MARTA DE PENAGUIÃO

 

Pedro Salvador venceu a Rampa de Santa Marta, mas não comemorou, em respeito aos três dias de Luto Nacional, motivados pela tragédia de Pedrogão Grande.

Nas duas primeiras subidas de prova, Pedro Salvador assegurou a vantagem que lhe permitiu a vitória na quarta prova do Campeonato Nacional de Montanha. Na derradeira subida limitou-se a cumprir o programa pois o motor do Silver Car EF10 apresentou problemas, que na última prova agravaram-se. “Felizmente nas primeiras subidas consegui garantir uma vantagem, que me permitiu ir para a última subida com algum conforto e assim ganhar.”

“Mais do que tudo, estou profundamente chocado com a tragédia de Pedrógão Grande. Há alturas para celebrar e esta não é uma delas. Ganhei a prova, fui rápido, esforcei-me por vencer, dar o melhor espectáculo possível para o público e atingi essa meta. Agora é tempo de respeito pela memória e pelas famílias dos que partiram.” Rematou o Campeão Nacional em título.

000 7337 Pedro Salvador (Silver Car EF10)

 

RAMPA DE SANTA MARTA DE PENAGUIÃO

 

Pedro Salvador lidera com recorde!

O primeiro dia da Rampa de Santa Marta, quarta jornada do Campeonato Nacional de Montanha Valvoline 2017, terminou com novo recorde absoluto do traçado transmontano, numa excelente prestação de Pedro Salvador e do Silver Car EF10. O piloto de Chaves registou o tempo de 1:43s427 e deixou Rui Ramalho em Osella PA2000 EVO 2, na segunda a 1,2 segundos. No terceiro lugar deste primeiro dia em termos absolutos e na Categoria 1, ficou João Fonseca em BRC CM05 Evo, que comanda destacado o Grupo CM.

Conseguindo o quarto tempo absoluto, Gonçalo Manahu em Porsche 997 GT3 Cup registou o excelente tempo de 1:55s607 e lidera a Categoria 2, na frente de Edgar Reis em carro idêntico e José Correia em Nissan GT-R GT3.

João Guimarães e o Peugeot 206 RC foram os mais velozes na Categoria 3, com o piloto local a fazer a marca de 2:11s300. Pedro Marques em SEAT Leon TDI e Carlos Oliveira em Subaru Impresa completam o lote dos três primeiros. Com problemas na caixa de velocidades do seu Mitsubishi Lancer Evo IX, o dominador das subidas de treinos, Pedro Saraiva, não completava esta primeira subida oficial.

Apesar da forte oposição oferecida por Luis Silva em BMW M3, Manuel Correia (Ford Fiesta R5+) acabaria por ser o melhor na Categoria 4 com o tempo de 1:57s184. No terceiro lugar está para já um surpreendente Carlos Silva em Peugeot 106.

Na Categoria 5, o mais rápido foi Joaquim Teixeira em Renault Megane Trophy V6 com o tempo de 1:58s785. Francisco Marrão foi segundo com o SEAT Leon Supercopa, seguido por Jorge Meira em Citroen Saxo Cup.

Numa luta solitária na Taça Nacional TCR/TCS, Tiago Ribeiro fez 2:04s103 ao volante do VW Golf GTi TCS.

Está interessante a luta no topo da Taça Nacional de Montanha 1300, com Armando Freitas em Toyota Starlet 1.3 a ser o mais rápido (2:19s262), na frente de Leonel Brás em Citroen AX Sport e de Manuel Fernandes em Fiat Punto.

Flávio Sainhas levou a melhor na primeira subida do Campeonato Nacional de Clássicos Montanha, com o piloto do Ford Escort a fixar a marca de 2:12s270, na frente de José Pedro Gomes em Ford Escort MKI e do líder do campeonato, Parcídio Summavielle em Datsun 240Z.

No Trofeu Nacional de Clássicos Montanha, o mais rápido nesta primeira subida a contar foi Carlos Oliveira em BMW 323i, que registou o tempo de 2:10s889, batendo Fernando Salgueiro e Ricardo Loureiro, ambos em Ford Escort MKII.

Depois de liderar ambas as sessões de treinos do Troféu Nacional de Clássico 1300, Aníbal Rolo em Datsun 1200, foi também o mais rápido nesta subida com o tempo de 2:24s722. No segundo lugar ficou José Magalhães em Toyota Starlet, seguido por José Pedro Figueiredo em Datsun 1200.

Amanhã disputam-se as duas últimas e decisivas subidas da prova organizada pelo Clube Automóvel da Régua e pela edilidade local, de acordo com o seguinte horário:

Domingo – 18.06.2017

10H00 Treinos Livres 3
11H00 Subida Oficial 2
12H00 Subida Oficial 3

15H00 Entrega de PrémiosAO1 Copy

 

APPAM PRONUNCIA-SE SOBRE CASTIGO A LUIS NUNES

 

A Direção da APPAM, reuniu-se no passado dia 14, para analisar o processo disciplinar nº 1/2017, que deu origem à suspensão aplicada ao nosso associado Luis Filipe Nunes, relativamente à Rampa Serra da Estrela realizada em 29 de Maio de 2016.

A APPAM não coloca em causa a penalização aplicada no Acórdão do Conselho de Disciplina da FPAK, porque a mesma tem suporte jurídico e está em conformidade com o Regulamento Antidopagem, mas não podemos aceitar que um processo destes se arraste desde 29 de Maio de 2016, até 12 de Junho de 2017.

A APPAM, desde o inicio que se manifestou contra a morosidade deste processo, atendendo que o mesmo do nosso ponto de vista ultrapassou todos os limites de tempo considerados como admissíveis.

Com esta posição, a APPAM espera poder contribuir e alertar as entidades competentes, concretamente a FPAK e a ADOP, para que situações destas não voltem a verificar-se, independentemente de quem seja o piloto ou concorrente.

A posição aqui assumida pela direção da APPAM tem como base o tempo que decorreu entre a analise e a decisão final (mais de 12 meses), como se pode verificar:

1º - O controlo cujo resultado foi positivo realizou-se no passado dia 29 de Maio de 2016, e só em 22 de Dezembro a FPAK foi notificada pela ADOP (sete meses).

2º - No ato do controlo de dopagem, a equipa da ADOP, teve acesso ao resultado positivo da analise, pois foi a comunicação desse facto ao praticante que o levou a apresentar dois dias depois, dia 31 de Maio, o pedido de Autorização de Utilização Terapêutica de Substâncias proibidas.

3º - Em face desse resultado positivo, a ADOP ou FPAK deveria ter comunicado de imediato ao praticante, que poderia vir a estar sujeito a uma penalização e por isso ficaria à sua responsabilidade participar ou não, nas provas que ainda faltavam disputar do campeonato de 2016.

4º - Passados quase oito meses após o controlo na Rampa da Serra da Estrela, em 10 de janeiro de 2017, foi instaurado um processo disciplinar ao nosso associado e embora a decisão final da ADOP tenha sido comunicada à FPAK dia 3 de Maio, conforme consta no Acórdão, só dia 12 de Junho foi publicada a decisão final (quase 5 meses entre a abertura do processo e a sua conclusão).

Mais uma vez, demorou uma eternidade para se dar a conhecer a decisão final.

Não pretendemos fazer juízos de valor, mas o tempo que a ADOP demorou para apresentar os resultados (sete meses) é inadmissível, o tempo que se demorou a proferir a decisão final (mais de cinco meses) deverá ser revisto urgentemente porque pensamos que 60 dias ou no máximo 90 dias é um prazo mais do que aceitável.

A ADOP enquanto entidade pública, não pode demorar mais de um ano para comunicar o resultado de um controlo antidopagem, esse tempo deve estar consagrado na legislação para que situações destas não se repitam.

Os praticantes e as equipas não podem estar dependentes de variáveis de tempo da ADOP ou da FPAK.

Na opinião da APPAM todos os processos deste tipo deverão estar concluídos até final da época a que se reportam.

Nunca em momento algum deve ser possível que os mesmos se arrastem para a época seguinte.

A Direção da APPAM

Joaquim Teixeira
Martine Pereira
Nuno Guimarães
João Fonsecaay8 Copy

 

RAMPA DE SANTA MARTA DE PENAGUIÃO

 

Edgar Florindo com o Toyota Carina E na Rampa de Santa Marta

Depois de uma passagem pelo Autódromo Internacional do Algarve, para disputar mais uma etapa do Campeonato Nacional de Turismos TCR e TCR Ibérico, Florindo, estará de novo em acção no próximo fim-de-semana, para participar na Rampa de Santa Marta, prova inserida no Campeonato Nacional de Montanha 2017.

O piloto transmontano aproveita a passagem desta competição pela “sua terra” para regressar aos comandos do seu antigo carro, o Toyota Carina E, que utilizou até ao ano passado no Campeonato Legends Cup. Esta será uma presença onde o foco principal estará centrado em fazer o melhor resultado possível face às condicionantes que envolvem esta participação esporádica.

“Estava tudo acertado para estar nesta prova com o SEAT Leon TCR que utilizo na velocidade, mas o toque que o carro teve no fim-de-semana passado no Algarve, impossibilitou esta intenção, já que a equipa não teve tempo suficiente para efectuar a reparação. Como já estávamos inscritos nesta prova, optamos pelo Toyota Carina E na versão troféu, que regressa assim ao activo quase um ano depois da última corrida.  É um carro que deixa muitas saudades e por isso é uma excelente alternativa ao SEAT. ” Começou por dizer Edgar Florindo.

“Em termos competitivos, estou absolutamente tranquilo, as nossas hipóteses de vencer na Categoria onde estamos inseridos são nulas, já que é praticamente impossível lutar contra carros como um Ford Fiesta R5 ou um BMW M3, muito mais potentes. Vou dar o melhor para conseguir um bom lugar à geral e se ainda assim puder “deitar a mão” ao último lugar do pódio na categoria, não olharei para trás. Mais do que isso, só contando com o azar alheio. Resumindo, vou andar depressa, dar espetáculo e tirar o máximo partido desta experiência em termos de condução, depois veremos onde nos situamos na tabela classificativa.” Referiu ainda o piloto apoiado pelo Grupo Rui Florindo, Top Car (rede de oficinas), Brincar Automóveis, Azenha de Vilarinho dos Freires, RSM, Banco BPI, Key Trailer, Auto-Manaiacar.

Programa/Horário – Campeonato Nacional de Montanha Valvoline:

Sábado – 17.06.2017
14H30 Treinos Livres 1
15H30 Treinos Livres 2
17H00 Subida Oficial 1

Domingo – 18.06.2017
10H00 Treinos Livres 3
11H00 Subida Oficial 2
12H00 Subida Oficial 3
15H00 Entrega de Prémiosay7 Copy

 

NUNES OBRIGADO A CUMPRIR CASTIGO INJUSTO

 

Luis Nunes forçado a terminar temporada desportiva

 

 

Quando deveríamos estar a comunicar a presença de Luis Nunes, piloto Veloso Motorsport, em mais uma etapa do Campeonato Nacional de Montanha que irá ter lugar no próximo fim de semana, somos infelizmente obrigados a comunicar a ausência do piloto na Rampa de Santa Marta e no que resta da temporada de 2017, por motivos de uma suspensão imposta pela Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting.

 

Esta situação surge na sequência de um processo disciplinar despoletado na Rampa da Serra da Estrela/Covilhã, em Maio de 2016 e do qual apenas agora, mais de um ano depois, foi conhecido o seu veredicto.

 

Para ajudar na clarificação deste processo, entendemos também, em associação com o Luis Nunes fazer uma pequena exposição, que não tenciona de forma alguma ilibar o piloto das suas responsabilidades e compromissos enquanto desportista, mas sim para que o público em geral e em particular os participantes do Campeonato Nacional de Montanha, conheçam melhor o que se passou de facto.

 

O despoletar deste processo disciplinar, ficou a dever-se a um controlo Anti-Doping realizado por ocasião do evento Rampa Serra da Estrela 2016, cujo resultado foi positivo devido a medicação tomada pelo piloto por prescrição médica. Nessa altura e de imediato foram transmitidas à ADOP e FPAK, informações relativas à medicação em questão, tendo sido dado um aval positivo para a sua utilização e autorizada a continuidade de participação nas provas.

 

No entanto, agora, após o final do processo disciplinar em curso, foi comunicada e tornada pública esta sanção aplicada pelo conselho de disciplina da Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting.

 

Com esta exposição pretende-se acima de tudo expor a verdade dos factos acontecidos, assim como reforçar a honestidade e transparência do piloto em todo este processo e nas suas participações desportivas, algo que foi também claramente comprovado e demonstrado junto do Conselho de Disciplina da FPAK.

 

Luis Nunes, - que assume na plenitude os seus actos -, confessa-se, no entanto, verdadeiramente lesado e desapontado com a enorme morosidade deste processo, do qual foi agora conhecida a sua sentença, bastante injusta e inadequada, na sua opinião:

 

Mantive em todo este processo, uma postura de diálogo permanente com a entidade federativa, para que pudesse demonstrar a minha honestidade e inocência, tornando claro que os acontecimentos registados, foram fruto de claro lapso humano, algo que sempre pareceu ser positivamente entendido pela FPAK e me levou a continuar a participar e investir nas provas em 2016 e 2017.


No entanto e para grande surpresa minha, contrariamente a comunicações que tenho em minha posse e que apontavam apenas para uma pena de suspensão de 2 meses, fui condenado com uma pena estranhamente elevada e muito penalizadora, quer desportivamente, quer em termos de imagem que preservo.

Nesta hora, quero essencialmente demonstrar o meu apreço e reconhecimento a todos aqueles que sabem que este não passará de um episódio infeliz, e em particular aos meus patrocinadores que estiveram comigo nestas duas temporadas, para os quais ficaram as minhas vitórias, sem qualquer tipo de ilegalidade. Quero transmitir que tudo farei para voltar a competir com a minha habitual competitividade e honestidade, alcançando vitórias e dedicando-as a todos aqueles que continuarão de certeza a estar comigo.”

 

Da parte da equipa Veloso Motorsport, para quem estes factos eram conhecidos e que desde o primeiro momento acompanhou toda a evolução deste processo, queremos neste momento reiterar e manifestar a nossa compreensão e reforçar o reconhecimento da honestidade e bom comportamento ético e desportivo do piloto Luis Nunes no decorrer destas 2 épocas, tal como sempre o demonstrou ao longo de toda a sua carreira.

 

Esperarmos também que este caso sirva de alerta para todos os pilotos, no sentido de tomarem as devidas precauções em situações semelhantes, alertando de imediato as entidades competentes, para a necessidade de tomarem medicação prescrita por profissionais de saúde.

 ay1 Copy

 

RAMPA SANTA MARTA

 

Será já no próximo fim-de-semana que terá lugar a 4ª prova do Campeonato Nacional de Montanha 2017 no sinuoso e exíguo traçado da Rampa de Santa Marta de Penaguião, chegando assim a caravana da Montanha a meio do calendário das 8 provas seleccionadas para esta temporada. O traçado é composto essencialmente por duas zonas rápidas, uma logo na partida e a outra na secção final que dá acesso à bandeirada de chegada, sendo esta bastante exigente de se fazer a fundo, uma vez que exige bastante "alma" do pilotos para rodarem a escassos centímetros dos muros de pedra que ladeiam os dois lados do traçado.
De salientar ainda que esta prova desenrola-se numa zona edílica de Quintas de Vinhos, com vistas extraordinárias como é apanágio desta Região demarcada. A restante parte do traçado é igualmente exígua mas bastante sinuosa, o que faz adivinhar algumas dificuldades acrescidas para os Osella´s do Team PRMiniracing, dadas as suas dimensões.

Como desafio acrescido, prevê-se temperaturas elevadas a superarem os 35º C, normais para esta época do ano e para a região em questão, mas que certamente complicará o desempenho dos Pilotos, carros e respectivas Equipas.

De enaltecer ainda o extraordinário trabalho de divulgação levado a cabo pelo Clube Automóvel da Régua que em parceria com o Município local e com o Turismo do Porto e Norte de Portugal uniram esforços para a realização de uma Campanha de excelência para promoverem esta prova. Como resultado deste trabalho árduo mas gratificante, estarão à partida desta Rampa 50 Pilotos.

RUI RAMALHO # OSELLA PA2000 EVO2 (E2-SC) # 102
 
Rui Ramalho depois de 2 vitórias em 3 possíveis, apresenta-se nesta prova como líder destacado da classificação do Campeonato e como tal, tudo fará para lutar pela vitória nesta prova para lhe permitir não só manter a liderança, mas também dilatar a sua actual vantagem nas contas do Campeonato. No entanto, o Piloto mais jovem da PRMiniracing está bem ciente das dificuldades que terá pela frente no que respeita às características do traçado pouco adaptado às dimensões do seu Osella PA2000 EVO2, ao elevado calor que se fará sentir e claro está ao elevado nível competitivo da presente Época, em que até ao momento, todas elas foram discutidas e decididas à milésima de segundo. Para o efeito, Rui Ramalho voltará a contar com o precioso apoio e experiência da sua Equipa para levar a bom porto os seus objectivos.
 
PAULO RAMALHO # OSELLA PA21S EVO (CN) # 103
 
Paulo Ramalho apresenta-se em Santa Marta de Penaguião como actual 2º classificado do Campeonato, secundando e bem o seu irmão Rui, tendo como objectivo principal voltar a lutar por um dos lugares do pódio e vingar o resultado anterior da Serra da Estrela, em que o 3º lugar lhe escapou na última subida de prova por escassas 23 milésimas de segundo.

O piloto do Porto terá assim que ultrapassar os mesmos obstáculos que o seu irmão Rui para atingir o objectivo a que se propõem.

Para além da sua função de Piloto, Paulo Ramalho tem em conjunto com o seu Chefe de Equipa – Manuel Mota – um importante papel na gestão da sua Equipa, os quais em conjunto decidem as melhores afinações para os protótipos Italianos Osella subida a subida, bem como as diversas misturas de borracha a utilizar em função das condições do traçado.
 
PROGRAMA / HORÁRIO:

Sábado # 17.06.2017
14H30 Treinos Livres 1
15H30 Treinos Livres 2
17H00 Subida Oficial 1
 
Domingo # 18.06.2017
10H00 Treinos Livres 3
11H00 Subida Oficial 2
12H00 Subida Oficial 3
 
15h00 Entrega de Prémios

 

LUIS NUNES ALVO DE SUSPENSÃO FEDERATIVA

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017 - VALVOLINE - JC GROUP

 

LUIS NUNES ALVO DE SUSPENSÃO FEDERATIVA

 

 

DISCIPLINA
 Acórdão de Processo Disciplinar 
 
 
 
 
 
Por decisão do Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting, foi determinada a aplicação da seguinte pena disciplinar:
 
 
LUÍS FILIPE PAULO NUNES Rampa Covilhã / Serra da Estrela - 29 de Maio de 2016
 
 
Pena de Suspensão Efectiva pelo período de 1 (um) ano.

 

RAMPA SANTA MARTA

 

Manuel Correia defende liderançaat18 Copyat19 Copy Rampa de Santa Marta

 

 

Líder invicto da Categoria 4 do Campeonato Nacional de Montanha, Manuel Correia espera voltar a colocar o Ford Fiesta R5+ no topo do pódio em Santa Marta de Penaguião. Prova na região duriense é uma das mais técnicas do calendário.

 

 

Manuel Correia acumula nesta altura um registo perfeito na Categoria 4 do CNM, com três vitórias nas três provas já disputadas (Penha, Falperra e Serra da Estrela) e ocupando um positivo top 10 no campeonato absoluto.

 

Agora, o piloto bracarense prepara mais uma participação na Rampa de Santa Marta, considerada uma das provas mais peculiares do Nacional de Montanha.

“No ano passado ganhámos a categoria em Santa Marta mas esta prova não é fácil para ninguém. A parte mais técnica do traçado é muito exigente e estreita, precisamos de estar muito concentrados para sermos rápidos sem tocarmos em nada. A época está a correr bem e o objetivo é novamente lutar pela vitória na Categoria 4 e ver onde nos situamos à geral”, referiu o campeão em título da categoria.

 

A Rampa de Santa Marta é a quarta prova da temporada da Montanha e começa no próximo sábado (dia 17), com a primeira sessão de treinos às 14h30. No domingo, a ação em pista começa às 10h00.

 

RAMPA SANTA MARTA

 

José Correia e JC Group enfrentam prova difícil na Rampa de Santa Marta

 

O Campeonato Nacional de Montanha prossegue no próximo fim-de-semana na região do Douro, com a Rampa de Santa Marta. Um traçado difícil para os carros de GT, principalmente para o Nissan Nismo GT-R GT3 de José Correia.

Depois de duas vitórias consecutivas na categoria (na Rampa Internacional da Falperra e na Rampa da Serra da Estrela), José Correia assumiu o comando da competitiva Categoria 2 do Nacional de Montanha, onde alinham os potentes veículos de GT.

Contudo, a prova em Santa Marta de Penaguião é uma das mais difíceis do calendário para este tipo de carros, algo que não retira motivação ao piloto de Braga: “O traçado tem uma parte com uma reta larga mas depois entramos numa zona muito sinuosa e estreita, com valetas nas bermas. Isto torna muito difícil ser competitivo com o Nissan ali, embora eu entre para qualquer prova para lutar pela vitória na categoria. Ganhámos na Falperra e na Covilhã e acredito que estamos num bom momento de forma. Vamos tentar continuar essa tendência”, afirmou o líder da Categoria 2.

Também inscrito pela JC Group está o bonito Ford Escort pilotado por Augusto Vasconcelos, um piloto estreante nesta prova. “Já me disseram que a Rampa de Santa Marta é complicada mas eu vou entrar com o mesmo espírito de sempre: divertir-me e aprender o máximo com os meus rivais e amigos”, afirmou o piloto e arquiteto.

Quarta prova da temporada, a Rampa de Santa Marta começa no próximo sábado (dia 17) com as primeiras subidas de treinos marcadas para as 14h30. No domingo os concorrentes do Campeonato Nacional entram em pista a partir das 10h00.

at12 Copyat13 Copy
 

RAMPA SANTA MARTA

 

Edgar Reis e a Rampa de Santa Marta: “Vamos tentar vencer a categoria e recuperar pontos no campeonato”

Edgar Reis e o Porsche 997 GT3 Cup do Team Transfradelos disputam no próximo fim-de-semana a quarta ronda do Campeonato Nacional de Montanha, em Santa Marta de Penaguião. O piloto de Famalicão quer vencer a Categoria 2 para recuperar os pontos perdidos no início da época.

Campeão nacional da categoria em 2015 e vice-campeão nacional em 2016, Edgar Reis não foi particularmente feliz nas primeiras três provas desta temporada, ocupando nesta altura o terceiro lugar da equilibrada Categoria 2 do CNM, onde alinham os carros de GT. O piloto do Team Transfradelos aposta agora em lutar pelo triunfo na Rampa de Santa Marta, conhecida pelas características muito particulares do seu traçado.

“A Rampa de Santa Marta tem uma zona inicial rápida seguida de uma curva muito apertada que dá início à zona interior, mais sinuosa. Nunca é fácil guiar um GT neste traçado mas nesta fase do ano temos que dar tudo por tudo para tentar ganhar. Vamos tentar vencer a categoria e recuperar alguns pontos aos nossos adversários no campeonato”, afirmou Edgar Reis.

Disputada na bonita região do Douro, a Rampa de Santa Marta começa no próximo sábado (dia 17), com a primeira sessão de treinos marcada para as 14h30. No domingo (dia 18) os concorrentes entram em pista a partir das 10h00.at10 Copyat11 Copy

 

PEDRO MARQUES QUER SUBIR AO PÓDIO

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017 – VALVOLINE – JC GROUP


RAMPA DE SANTA MARTA

 

PEDRO MARQUES QUER SUBIR AO PÓDIO EM SANTA MARTA

AA1 Copy

O piloto do Seat Leon TDI, Pedro Marques já está preparado para a Rampa de Santa Marta de Penaguião que terá lugar no proximo fim de semana.Segundo o piloto de Braga “ na rampa Serra da Estrela o comportamento do carro melhorou o meu andamento, e assim tentei bater sistematicamente os meus tempos em cada subida efectuada.Para a prova deste fim de semana em Santa Marta de Penaguião, o objectivo é o mesmo, logicamente de preferencia sem problemas técnicos com o carro, e sempre a dar o meu máximo, o mais concentrado possivel para não cometer erros “.



Pedro Marques eo Seat Leon irão fazer as verificações técnicas e documentais na sábado de manha, para da parte da tarde dar lugar às duas subida de treinos  e à primeira subida de prova.As restantes subidas terão lugar no domingo.

 

RAMPA SANTA MARTA

 

Vettra Motorsport prepara-se para ano Vintage

 

O coração do Vinho do Porto recebe o Campeonato Nacional de Montanha e a Vettra Motorsport tudo faz para ter um características de Ano Vintage.

Santa Marta de Panaguião recebe no próximo fim-de-semana as máquinas do CNM e a Vettra Motorsport irá comparecer com o fabuloso Nissan GT-R GT3, com José Correia ao volante, além dos bonitos Ford Escort e Datsun SSS de Augusto Vasconcelos e Mário Mesquita, respectivamente.

Em três corridas, José Correia venceu duas e a equipa espera continuar a senda de vitórias. Depois de um ano de aprendizagem do automóvel japonês, Correia está cada vez mais à vontade e promete lutar pelo título de campeão: “O traçado tem uma parte com uma reta larga mas depois entramos numa zona muito sinuosa e estreita, com valetas nas bermas. Isto torna muito difícil ser competitivo com o Nissan ali, embora eu entre para qualquer prova para lutar pela vitória na categoria. Ganhámos na Falperra e na Covilhã e acredito que estamos num bom momento de forma. Vamos tentar continuar essa tendência”.

Augusto Vasconcelos vai pela primeira vez à Rampa vinhateira e o espírito é de aprendizagem “já me disseram que a Rampa de Santa Marta é complicada mas eu vou entrar com o mesmo espírito de sempre: divertir-me e aprender o máximo com os meus rivais e amigos”.

Depois do sproblemas sentidos na Serra da Estrela, Mário Mesquita e Luís Borges afinam pelo mesmo diapasão e pretendem ver o lindíssimo SSS a deliciar o público transmontano.

 at3 Copyat4 Copy

 

RAMPA DE SANTA MARTA DE PENAGUIÃO

 

A Rampa de Santa Marta é a próxima prova do Campeonato Nacional de Montanha e Pedro Salvador promete ser rápido, como sempre.

O Campeão Nacional em título vem de um segundo lugar na Serra da Estrela. Foi consecutivamente o mais rápido, mas um problema com o diferencial do Silver Car EF10, impediu-o de conseguir uma vitória quase certa.

“A Serra da Estrela é um traçado em que me sinto bem com o SIlver Car e os tempos realizados foram espelho disso. O problema de diferencial foi fruto da juventude do carro, que ainda está em desenvolvimento e as fases de desenvolvimento servem para isto mesmo.”

Agora, Pedro Salvador prepara a próxima prova, um traçado em que se sente muito à vontade e em que promete o empenho de sempre:

“A Rampa de Santa Marta é um traçado muito especial. Tem zonas rápidas, zonas lentas, junta diversos tipos de piso e de traçado na mesma prova e gosto muito de guiar nesta rampa. Tem sítios em que qualquer hesitação se paga com segundos e por isso vou andar sem hesitar, sempre apostando em ser rápido e em desenvolver o Silver Car.”

A prova arranca já no Sábado, em Santa Marta de Penaguião.  

salvador estrela sabado Pedro Salvador (Silver Car EF10) - Arquivo Serra da Estrela

 

RAMPA DE SANTA MARTA DE PENAGUIÃO

 

Francisco Marrão procura melhor resultado do ano


A Rampa de Santa Marta, quarta jornada do Campeonato Nacional de Montanha Valvoline 2017, marca a chegada a meio da época, com a prova transmontana a disputar-se já neste próximo fim-de-semana de 17 e 18 de Junho. Francisco Marrão ocupa actualmente a segunda posição do campeonato reservado à Categoria 5.

O piloto do SEAT Leon Supercopa preparado e assistido pela Speedy Motorspoort, está muito motivado e quer fazer nesta prova o seu melhor resultado do ano, resolvidos que estão alguns detalhes que afectavam a prestação da competitiva máquina espanhola. Marrão e a equipa trabalharam em conjunto para colocar o carro ao gosto do piloto, que por sua vez está também mais à vontade com um carro que estreou no início da época.

“Vamos com tudo para Santa Marta, onde quero andar bem e lutar pelos lugares da frente. Como se pode comprovar nas outras provas já realizadas, esta é uma categoria onde a luta é muito grande e por isso conseguir um bom resultado é sempre uma tarefa muito difícil de conseguir. Estou muito satisfeito por poder dizer que resolvemos os problemas que tínhamos no carro e isso vai servir de fonte de motivação para ser mais rápido e incomodar os primeiros. Sendo uma rampa rápida em alguns pontos e muito técnica noutros, é uma prova que se ajusta ao meu carro, falta agora eu estar à altura para tirar o máximo do SEAT, espero conseguir e sair daqui com um grande sorriso. Será sinal de dever cumprido e de objectivos concretizados.” Disse Francisco Marrão.

Programa/Horário – Campeonato Nacional de Montanha Valvoline:

Sábado – 17.06.2017

14H30 Treinos Livres 1
15H30 Treinos Livres 2
17H00 Subida Oficial 1

Domingo – 18.06.2017

10H00 Treinos Livres 3
11H00 Subida Oficial 2
12H00 Subida Oficial 3

15H00 Entrega de Prémiosar5 Copy

 

RAMPA DE SANTA MARTA DE PENAGUIÃO

 

Santa Marta de Penaguião é o próximo desafio

Gonçalo Manahu, em 2016, deu-se bem na Rampa de Santa e encara a próxima prova com à vontade, apesar de o Porsche 997 GT3 não ser o carro ideal para o traçado.

“No ano passado a Rampa de Santa Marta marcou o início da parte interessante da minha época. Por isso é uma prova em que me dou bem e gosto muito deste traçado com zonas matreiras.”

Após a Rampa de Santa Marta vamos entrar na segunda parte da época e as contas para o campeonato estão já a ser feitas. Gonçalo Manahu está neste momento em sexto da geral, a um ponto de ser quinto e cinco do primeiro lugar na Categoria Dois.

“Ainda não penso no Campeonato. Encaro a época, tal como no ano passado, prova a prova e o meu objectivo é andar o mais rápido possível em cada rampa. Depois, se os pontos vierem, óptimo.” Remata o Campeão Nacional da Categoria Dois, em título.

manahu.estrela sabado Gonçalo Manahu (Porsche 997 GT3) - arquivo Serra da Estrela

 

PARCIDIO SUMMAVIELLE APOSTA UM LUGAR NO PÓDIO

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017 – VALVOLINE – JC GROUP

 

RAMPA DE SANTA MARTA

 

PARCIDIO SUMMAVIELLE APOSTA UM LUGAR NO PÓDIO

 

Após o excelente resultado obtido na Rampa Serra da Estrela / Covilhã, em que foi o 2º classificado em termos de categoria, Parcidio Summavielle aposta num bom resultado já no próximo fim de semana na Rampa de Santa Marta de Penaguião, quarta prova do calendário do Campeonato Nacional de Montanha .

 

Segundo o piloto de Fafe,” quero subir de novo ao pódio, espero que o carro esteje perfeito de maneira a poder tirar partido das suas potencialidades, e consiga uma posição no pódio, pois a vitória na categoria é muito dificil, pois o meu Datsun 240 Z não consegue bater o Ford Escort do Dr.José Pedro Gomes.Mesmo assim quero estar o mais concentrado possivel, para não cometer erros, dar o meu máximo, para fazer o melhoramp1pqzwur14cyzye1tc53zgyq2 Copy resultado possivel, “ disse-nos.

 

Parcido Summavielle tem outro desafio para prova este fim de semana onde irá defender a liderança no Campeonato.

 

Parcidio Summavielle irão fazer as verificações técnicas e documentais na manha de sábado, para da parte da tarde dar lugar às duas subidas de treinos, e à primeira subida de prova.As restantes subidas de prova terão lugar no domingo.

 

MÁRIO MESQUITA QUER MELHOR RESULTADO

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017 – VALVOLINE- JC GROUP

 

RAMPA DE SANTA MARTA

 

MÁRIO MESQUITA QUER MELHOR RES121212 CopyULTADO EM SANTA MARTA

 

Depois da nitida falta de sorte na Rampa Serra da Estrela/Covilhã, em que o Datsun 1600 SSSS de Mário Mesquita não esteve nos seus melhores dias, e impediu o piloto da Azulima de obter as classificações a que já nos habitou.

 

Segundo Mário Mesquita “ espero que os problemas sentidos na rampa Serra da Estrela/Covilhã estejam resolvidos duma vez por todas, para assim poder tirar partido das potencialidades do meu carro.Para além disso, quero estar o mais concentrado possivel para não cometer erros, esperando poder fazer um bom resultado final, de preferencia no pódio da categoria “.

 

Mário Mesquita e o Datsun 1600SSS irão fazer as verificações técnicas e documentais no sábado de manha, para da parte da tarde dar lugar às duas subidas de treinos e à primeira subida de prova.

 

 

RAMPA SANTA MARTA - LISTA DE INSCRITOS

 

LISTA DE INSCRITOS NR CONCORRENTE LIC. CONDUTOR LIC. VIATURA Cat. GR. CL  101 Speedy Motorsport 17173 Pedro Salvador 16530 Silver Car EF 10 1 E2-SC 3  102 Rui Ramalho 15481 Rui Ramalho 15481 Osella PA2000 EVO2 1 E2-SC 3  103 Paulo Ramalho 15480 Paulo Ramalho 15480 Osella PA 21S-EVO 1 CN 3  151 Joaquim Rino 17570 Joaquim Rino 17570 BRC 05-EVO 1 CM 1  152 João Fonseca  João Fonseca  BRC CM 05 EVO 1 CM 1  155 Nuno Guimarães 17771 Nuno Guimarães 17771 BRC CM 02 1 CM 1  201 Gonçalo Manahu 17337 Gonçalo Manahu 17337 Porsche 997 GT3 2 GT 5  202 Edgar Reis 16188 Edgar Reis 16188 Porsche 997 2 GT 5  210 JC Group Racing Team 16578 José Correia 15290 Nisssan Nismo GT 3 2 GT 5  319 José Oliveira 17234 José Oliveira 17234 Subaru Impresa 3 A2 8  323 Manuel Fernandes 14598 Manuel Fernandes 14598 Citroen Saxo 3 A1 6  326 João Guimarães 17138 João Guimarães 17138 Peugeot 206 RC 3 A1 7  333 Pedros Marques  Pedros Marques  Seat Leon TDI 3 A1 8  341 Pedro Coelho Saraiva 17875 Pedro Coelho Saraiva 17875 Mitsubishi Lancer Evo IX 3 N2 8  401 Manuel Correia 16306 Manuel Correia 16306 Ford Fiesta 4 E1-FIA 10  421 Luís Silva  Luís Silva  BMW M3 - E 30 4 E1-B 10  424 Marco Guerra  16415 Marco Guerra  16415 Peugeot 306 4 E1-B 9  430 Manuel Pereira 15359 Manuel Pereira 15359 Mitsubishi EVO 6 4 E1-B 10  431 Nuno Pinto 17137 Nuno Pinto 17137 Mazda MX5 4 E1-B 9  432 Carlos Silva 17284 Carlos Silva  17284 Peugeot 106 4 E1-B 9  501 Veloso Motorsport 10599 Luís Nunes 16650 Seat Leon 5 TRF 13  510 Francisco Marrão  Francisco Marrão  Seat Leon Super Copa 5 TRF 14  511 BomPiso Racing Team 15704 Joaquim Teixeira 13311 Renault Megane Trophy 5 TRF 14  515 Tiago Ribeiro  Tiago Ribeiro  VW Golf GTI 5 TRF 14  520 Jorge Meira 17236 Jorge Meira 17236 Citroen Saxo Cup 5 TRF 12  621 Mario Mesquita 14067 Mario Mesquita 14067 Datsun 1600 SSS 6 H71 16  626 Parcidio Summavielle 16258 Parcidio Summavielle 16258 Datsun 240 Z   6 H71 17  634 Jose Pedro Gomes  Jose Pedro Gomes  Ford Escort MK1 6 H75 16  636 Augusto Vasconcelos 13996 Augusto Vasconcelos 13996 Ford Escort MK1 6 H75 16  637 Flávio Sainhas 16547 Flávio Sainhas 16547 Ford Escort MK1 6 H75 16  720 Pedro Cerqueira  Pedro Cerqueira  Fiat Punto 3T TRF 19  724 Armando Freitas  Armando Freitas  Toyota Starlet 3T A1 19  725 Leonel Brás 13629 Leonel Brás 13629 Citroen AX Sport 3T A1 19  739 António Torres da Silva 17887 António Torres da Silva 17887 Toyota Starlet 3T A1 19  777 Francisco Leite 15091 Francisco Leite 15091 Fiat Punto 3T TRF 19  820 José Pedro Figueredo 16070 José Pedro Figueiredo 16070 Datsun 1200 6T H71 20  831 Domingos Fernandes 16256 Domingos Fernandes 16256 Autobianchi A112 6T H75 20  844 Anibal Rolo 17814 Anibal Rolo 17814 Datsun 1200 Coupé 6T H75 20  876 José Carlos Magalhães 17490 José Carlos Magalhães 17490 Toyota Starlet 6T PH90 20  904 Fernando Salgueiro 15601 Fernando Salgueiro 15601 Ford Escort MK II  5 22  905 Ricardo Loureiro 15600 Ricardo loureiro 15600 Ford Escort MK II  5 22  909 Carlos Oliveira 14027 Carlos Oliveira 14027 BMW E21  5 23  927 Carlos Fava 16546 Carlos Fava 16546 VW 1303 S  5 22  957 Veloso Motorsport 16067 Miguel Lobo 14322 Audi RS3 LMS  TCR 25  958 Speedy Motorsport 17173 Edgar Florindo 16903 Seat Leon TCR  TCRaq26 Copy

 

JOSÉ CARLOS MAGALHAES QUER NOVO PÓDIO

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017 – VALVOLINE – JC GROUP

 

 

RAMPA SANTA MARTA DE PENAGUIÃO

 

JOSÉ CARLOS MAGALHÃES QUER NOVO PÓDIO EM SANTA MARTA

 

Ãpós a subida ao pódio na Rampa Serra da Estrela/Covilhã, José Carlos Magalhães ao volante do seu Toyota Starlet, está apostado no próximo fim de semana em Santa Marta em subir de novo  ao pódio na sua categoria.Por isso o piloto começou por nos dizer “ espero que na Rampa de Santa Marta nos corra tudo bem, recorde-se que na prova anterior, tivemos problemas que foram sendo solucionados, permitindo assim ascender a uma posição no pódio da categoria.Quero estar o mais concentrado possivel, para não cometer erros, dar o meu máximo em prova, para fazer a melhor classificação possivel, não descurando tentar bater todos os tempos que for fazendo em cada subida”

 

José Carlos Magalhaes e o Toyota Starlet irão fazer as verificações técnicas e documentais no sábado de manhã, para da parte da tarde dar lugar às duas subidas de treinos e à primeira de prova.NO domingo terão lugar as restantes subidas de prova.

 FOX 5499_Copy

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA

 

Joaquim Teixeira sem presença garantida em Santa Marta


O Campeonato Nacional de Montanha Valvoline prossegue no próximo fim-de-semana, com a realização da Rampa de Santa Marta, quarta jornada da competição em 2017. Na liderança da Categoria 5 desde o início do campeonato, Joaquim Teixeira tem por objectivo para esta prova consolidar essa posição, conquistando o triunfo numa ronda que marca a chegada a meio da época.

Contudo, o piloto do Renault Megane Trophy V6 não tem ainda a sua presença completamente confirmada, dado que a equipa aguarda a chegada, - prevista para esta sexta-feira -, da caixa de velocidades que vai equipar o carro francês. Se não houver atrasos neste processo, assim como na montagem deste órgão mecânico, será possível ver Joaquim Teixeira em acção.

“Estamos ainda condicionados pelo aspecto da chegada da caixa de velocidades para o meu Megane. Espero que tudo se resolva a tempo de estar presente nesta prova e lutar pelo lugar mais alto do pódio. Esta é uma rampa de que gosto e onde penso ter reunidas as condições para vencer. Desde que esteja tudo bem com o carro, eu faço o meu papel para tentar ser o melhor. Este está a ser um campeonato muito disputada e todos os pontos são importantes, estou no comando da competição, mas ainda faltam muitas provas e por isso a opção tem de ser sempre ataque máximo. Quero não só defender a minha primeira posição, mas também se possível dilatar a minha vantagem.“  Afirmou Joaquim Teixeira.

Programa/Horário – Campeonato Nacional de Montanha Valvoline:

Sábado – 17.06.2017

14H30 Treinos Livres 1
15H30 Treinos Livres 2
17H00 Subida Oficial 1

Domingo – 18.06.2017

10H00 Treinos Livres 3
11H00 Subida Oficial 2
12H00 Subida Oficial 3

15H00 Entrega de Prémiosaq22 Copy

 

LEONEL BRAS QUER NOVA VITÓRIA NA CATEGORIA

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017 – VALVOLINE – JC GROUP

 

RAMPA DE SANTA MARTA

 

LEONEL BRAS QUER NOVA VITÓRIA NA CATEGORIA

 

Depois da vitória alcançada na Rampa Serra da Estrela /Covilhã, Leonel Brás ao volante do seu Citroen AX quer rubricar nova vitória na Rampa de Santa Marta de Penaguião, quarta prova do Campeonato Nacional de Montanha.

 

Assim o piloto de Murça está entusiasmado, como nos começou por dizer “ vou para lutar por nova vitória, esperando que o carro esteja impecável, e consiga mais um sucesso.Quero estar o mais concentrado possivel, para não cometer erros, e espero assim conseguir atingir os meus objectivos”.

 

Leonel Bras e o Citroen Ax irão fazer as verificações técnicas e documentais no sábado de manha, para da parte da tarde  dar lugar às duas subidas de treinos, e à primeira subida de prova.

 05 30_59_Copy

 

CARLOS FAVA NA RAMPA DE SANTA MARTA

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017 – VALVOLINE – JC GROUP

 

RAMPA DE SANTA MARTA DE PENAGUIÃO

 

CARLOS FAVA NA RAMPA DE SANTA MARTA DE PENAGUIÃO

 

Depois do seu  regresso ao Campeonato Nacional de  Montanha na Rampa Serra da Estrela /Covilhã, Carlos Fava está pronto para participar na Rampa de Santa Marta de Penaguião, quarta prova do calendário do Campeonato Nacional de Montanha.

 

Segundo o piloto da Covilhã “ não irei incorrer no mesmo erro que fiz na Rampa da Covilhã, em que me debati com problemas de aderencia nos pneus, que fruto do seu muito uso provocava muita instabilidade no comportamento do carro em prova.Para a Rampa de Santa Marta de Penaguião, irei já alinhar com pneus novos, por isso conto que o Volkswagen 1303 esteja perfeito, e consiga com isso melhorar os meus tempos em cada subida efectuada.Para além disso outro dos objectivos é tentar melhorar a minha classificação à geral “.

 

Carlos Fava e o seu Volkswagen 1303 irão fazer as verificações técnicas e documentais no sábado de manha, estando previsto para a tar05 31_03_Copyde as duas subidas de treinos e a primeira subida de prova.As restantes subidas de prova terão lugar no domingo .

 

JOSÉ PEDRO GOMES NA RAMPA DE SANTA MARTA

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017 – VALVOLINE – JC GROUP

 

RAMPA DE SANTA MARTA

 

JOSÉ PEDRO GOMES NA RAMPA DE SANTA MARTA

 

José Pedro Gomes já está preparado para a prova do próximo fim de semana, que irá ter lugar na Rampa de Santa Marta de Penaguião, sendo a quarta prova do calendário do Campeonato Nacional de Montanha.

 

Segundo o piloto advogado, que nos começou por dizer “ mais uma prova para lutar pela vitória, numa rampa que gosto muito.Espero que o carro esteja  impecável, para assim poder tirar partido do potencial do Ford Escort, e quem sabe vencer a categoria.De referir que ainda não vi a lista de inscritos “, dissse-nos.

 

José Pedro Gomes e o Ford Escort irão fazer as verificações técnicas e documentais no sábado de manha, para da parte da tarde dar lugar às duas subidas de treinos e à primeira de prova.AS restantes subidas terão lugar no domingo.11 Copy

 

TORRES DA SILVA NA RAMPA DE SANTA MARTA

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017 – VALVOLINE – JC GROUP

 

RAMPA DE SANTA MARTA DE PENAGUIÃO

 

TORRES DA SILVA NA RAMPA DE SANTA MARTA

 

Após a estreia na Rampa Serra da Estrela/Covilhã ao volante do Toyota Starlet ex trofeu, António Torres da Silva está já preparado para a sua participação na quarta jornada do Campeonato Nacional de Montanha.

 

Segundo o piloto portuense “ o resultado da Rampa Serra da Estrela/Covilhã foi um tanto inesperado, no entanto para a prova do próximo fim de semana vou lutar para ir ao pódio na minha categoria. Não será com certeza tarefa fácil, pois os meus adversários estão com um andamento muito semelhante ao meu, por isso vou ter de estar muito concentrado para poder dar o meu máximo, sem cometer erros para assim chegar ao objectivo pretendido que é lutar por uma posição no pódio nesta categoria “, disse-nos.

 

António Torrres da Silva e o Toyota Starlet irão fazer as verificações técnicas e documentais no sábado de manha, estando previsto para a parte da tarde as duas subidas de treinos e a primeira de prova.As restantes subidas serão efectuadas no domingo.FOX 7211_Copy

 

DOMINGOS FERNANDES QUASE A CORRER EM CASA

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017 – VALVOLINE – JC GROUP

 

RAMPA DE SANTA MARTA DE PENAGUIÃO

 

DOMINGOS FERNANDES QUASE A CORRER EM CASA

 

O piloto de Armamar, Domingos Fernandes e o seu Autobianchi A 112 estão já preparados para mais uma jornada do Campeonato Nacional de Montanha, que irá ter lugar já este fim de semana na Rampa de Santa Marta de Penaguião, quarta prova do calendário, organizada son a égide do Clube Automóvel da Réuga.

 

Segundo Domingos Fernandes “ tudo a postos, o carro está pronto, vou para dar o meu melhor, estou a correr quase em “casa”, pois vivo em Armamar.Espero que não haja surpresas com o carro, isto em termos técnicos, para assim poder tirar partido das suas potencialidades.Para isso quero estar o mais concentrado possivel para não cometer erros que façam perder tempo.Por outro lado, também é importante não esquecer que quero passar um excelente fim de semana com a familia e amigos, e poder divertir-me o mais possivel”.

 

Domingos Fernandes e o Autobianchi A 112, irão fazer as verificações técnicas no sábado de manha, para da parte da tarde dar lugar às duas subidas de treinos, e à primeira subida de prova.As restantes subidas terão lugar no domingo.FOX 5199_Copy

 

RAMPA SANTA MARTA - LISTA DE INSCRITOS

 

PILOTOS INSCRITOS

 

Alberto Monteiro Pereira

Aníbal Vitorino de Matos Rolo

António José Batista T. Silva

Armando Duarte Gonçalves Freitas

Arnaldo Manuel Silva Martins Guedes

Augusto Vasconcelos

Carlos Alberto Cunha da Silva

Carlos Alberto Sá Ferreira de Oliveira

Carlos Fava

David Júlio Mota Correia

Domingos António Dias Fernandes

Edgar Duarte P. Silva Reis

Edgar Florindo - Speedy MotorSport

Fernando Salgueiro

Flávio Sainhas

Francisco José Silva Campos Marrão

Francisco Vieira Leite

Gonçalo Nuno Manahu

Ilderico Pinto de Almeida

João Fonseca

João Manuel Almeida F. Guimarães

Joaquim Fereira Rino

Joaquim Teixeira - Bompiso Racing Team

José Carlos Silva Magalhâes

José Correia   -  IC GROUP RACING TEAM

José Leandro Ribeiro Macedo

José Maria Gomes Oliveira

José Pedro Canelas Ladeiras Figueiredo

José Pedro Gomes

Leonel Rodrigues Brás

Luís Manuel Azevedo Pereira Silva

Luís Nunes - Veloso MotoSport

Manuel Fernandes

Manuel Ferreira Correia

Manuel Jorge Cunha Meira

Manuel Pereira

Marco Daniel Pinto Guerra

Mário António Oliveira Mesquita

Miguel  Lobo - Veloso Motosport          

Nuno Jorge Almeida F. Gumarães

Nuno Miguel Fonseca Martins Pinto

Parcídio Cabral. de Almeida Summavielle

Paulo José Gomes Ramalho

Pedro Coelho Saraiva

Pedro de Almeida Cerqueira da Silva

Pedro Miguel Alves Salvador - Speedy MotorSport

Pedro Miguel Marques

Ricardo Jorge Silva Loureiro

Rui Manuel Gomes Ramalho

Tiago Lopes Morais Ribeiro

 

 

Obs: Os nomes a azul são pilotos do Regional.

 

RICARDO LOUREIRO PRONTO PARA SANTA MARTA

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017 – VALVOLINE – JC GROUP

 

RAMPA DE SANTA MARTA DE PENAGUIÃO

 

RICARDO LOUREIRO PRONTO PARA SANTA MARTA DE PENAGUIÃO

 

Depois dos sucessos alcançados nas Rampas Serra da Estrela/Covilhã e Espirito do Caramulo, o piloto do Ford Escort,  Ricardo Loureiro , espera ter o carro a 101%, para poder lutar pela vitória em termos de categoria.

 

Segundo o piloto do Caramulo “ pelas indicações que tenho da Rampa Espirito do Caramulo, o carro está bem, e espero que assim se mantenha para poder ususfruir duma boa posição em termos de categoria, de preferencia num dos lugares do pódio, é esse o meu principal obejctivo para a rampa de Santa Marta”, disse-nos.

 

 

Ricardo Loureiro e o Ford Escort irão fazer as verificações técnicas e documentais no sábado de manha, para da parte da tarde, dar lugar às udas subidas de treinos e à 1ª sibida de prova.As restantes subidas de prova terãp lugar no decorrer de domingo.

 4rsz4431mlslr2dfyx124sx1ee2 Copy

 

CAMPEONATO MUNDIAL DE RALICROSS

 

Mais um pódio para Sébastien Loeb com dois PEUGEOT 208 WRX 2017 na final

 

as75 Copyas76 Copy
 Acabou por ser um fim-de-semana de altos e baixos para o Team Peugeot Hansen durante a sexta ronda do Campeonato do Mundo FIA de Ralicross 2017, diputada em Hell, na Noruega. Contudo, Sébastien Loeb inverteu o sentido das coisas, garantindo mais um terceiro lugar para o PEUGEOT 208 WRX 2017, o que acontece pela quarta vez esta temporada.
 
 
• A Ronda 6 disputada na Noruega teve um início algo complicado, com os dois PEUGEOT 208 WRX de 2017 a trocarem de motor, optando por alinhar com o propulsor anterior em vez da unidade mais evoluída como medida de precuação depois de um dos seus parâmetros não ter correspondido às expectativas. No caso do carro de Timmy Hansen, esta alteração foi decidida após os treinos livres de sextafeira, tendo suceido o mesmo com o carro de Loeb no sábado.
 • Para Timmy Hansen, a jornada quase terminou na Q3 quando o piloto sueco colidiu com uma barreira de cimento durante a primeira volta da sessão. Hansen saiu ileso mas o seu PEUGEOT 208 WRX sofreu danos significativos na parte dianteira. O excelente trabalhos dos mecânicos do Team Peugeot Hansen fez com que o carro ficasse pronto a tempo de entrar na Q4, um esforço que foi recompensado pela passagem de Timmy à final!
 • Três dias depois de ter terminado os exames escolares, Kevin Hansen rubricou uma série de excelentes resultados ao volante do seu PEUGEOT 208 WRX de 2016. Foi sexto na Q1 e quarto na Q4 igualando, assim, o seu melhor resultado em qualificação até à data (Loéhac, França, em 2016).
 • Com a primeira metade da temporada cumprida, o Team Peugeot Hansen ocupa o segundo lugar na classificação provisória por Equipas. A próxima jornada será disputada “em casa” dos Hansen, ou seja, na Suécia, ma is precisamente em
 Höljes, a 1 e 2 de Julho.
 
 
Ecos do paddock …
 Kenneth Hansen, Diretor de Equipa “Merecemos inteiramente este lugar no pódio! Este fim - de - semana, fomos rápidos desde o início e, apesar de alguns contratempos, nunca baixámos os braços. Depois da confusão entre o Timmy e o Solberg na Q3, confesso que não sabia se este carro iria ficar pronto a temp o da Q4, mas os mecânicos fizeram mais um trabalho de primeira ao conseguir reparar tudo em pouco mais de uma hora. Isso permitiu ao Timmy a qualificação para as meias finais, e depois para afinal, onde se junto ao Sébastien , que terminou com um lugar no p ódio. Dadas as circunstâncias, há boas razões para estarmos satisfeitos com o desfecho final, muito embora os nossos objetivos se mantenham firmemente focados na vitória. Não andamos longe disso e vamos fazer tudo para estarmos no primeiro lugar do pódio n a Suécia, daqui a três semanas.”     
 Sébastien Loeb, Piloto do PEUGEOT 208 WRX #9 “ Estou muito satsfeito por estar no pódio aqui em Hell. O meu fim - de - semana arrancou em força com o tempo mais rápido na primeira sessão de testes, mas depois acabei por pe rder terreno durante a fase de qualificação devido ao desenrolar das corridas. Fiqueu aliviado quando as qualificações chegaram ao fim. Felizmente, consegui inverter o sentido das
!
!
coisas com boas performances na minha meia - finale depois na final. É um bom resultado mas sei muito bem que temos continuar a trabalhar a fundo. ”
 Timmy Hansen, Piloto do PEUGEOT 208 WRX #21 “ Se alguém me dissesse que ia estar na final depois do que acontecen na Q3, eu própria não teria acreditado. Porém, depois do meu acidente, todos os mecânucos fizeram um trabalho incrível, e foi o seu empenho que me permitiu sair dqui com mais algusn valiosos pontos para o campeonato e colocar ambos os nossos PEUGEOT 208 WRX de 2017 na final. No geral, não foi um fim - de - semana ideal, e é pena que assim tenha sido porque julgo ser suficientemente rápido para disputar um lugar no pódio. Infelizmente, fiz um pequeno erro que me custou alguns décimos de segundo que eram vitais .”
 Kevin Hansen , Piloto do PEUGEOT 208 WRX #71 “ Para mim, foi um fim - de - semana de altos e baixos em Hell. Comecei bem ao ficar em sexto na Q2, mas a al te r ação das condições meteoroló gicas não jogaram a meu favor. As coisas melhorara m com a pista seca no domingo e consegui ficar em terceiro na Q4! É o meu melhor resultado do ano e garantiu - me um lugar nas semi - finais. Infelizmente, a agitação na primeira volta da minha corrida impediu - me de me juntar ao Timmy e ao Sébastien na final, que era o meu objetivo. ”
 
 
CLASSIFICAÇÕES – HELL (11 junho 2017)
 FINAL  1. Johan Kristoffersson (Volkswagen Polo GTI)  2. Andreas Bakkerud (Ford Focus RS) 3. Sebastien Loeb (PEUGEOT 208 WRX) 4. Mattias Ekstrom (Audi S1)  5. Timmy Hansen (PEUGEOT 208 WRX)  6. Timur Timerzianov (Ford Fiesta) 
 
 
CAMPEONATO DO MUNDO DE RALICROSS 2017 Classificações após 6 provas:
 PILOTOS 1. Johan Kristoffersson (Volkswagen Polo GTI), 151 pontos 2. Mattias Ekstrom (Audi S1), 143 pontos  3. Petter Solberg (Volkswagen Polo GTI), 134 pontos  4. Timmy Hansen (PEUGEOT 208 WRX), 102 pontos 5. Sébastien Loeb (PEUGEOT 208 WRX), 102 pontos  6. Andreas Bakkerud (Ford Focus RS), 100 pontos 7. Ken Block (Ford Focus RS), 66 pontos  8. Timo Scheider (Ford Fiesta), 58 pontos 9. Toomas Heikkinen (Audi S1), 55 pontos 10. Timur Timerzianov (Ford Fiesta), 52 pontos 
 
 
EQUIPAS 1. Volkswagen PSRX, 285 pontos  2. Team Peugeot Hansen, 204 pontos  3. EKS Audi, 198 pontos 4. Hoonigan Racing Division, 166 pontos  5. MJP Racing Team Austria, 115 pontos  6. STARD, 82 pontos 
 
 
!
!
 
 
 
 
CALENDÁRIO DO CAMPEONATO DO MUNDO FIA DE RALICROSS 2017
  
 SOBRE O RALICROSS As provas de Ralicross usam circuitos de pisos mistos asfalto/terra (60%/40%) com cerca de um quilómetro de extensão, e podem incluir um ou mais saltos. Os pilotos são eliminados à medida que o fim-de-semana avança, e apenas os seis mais rápidos e corajosos vão poder disputar a final.

 

LUIS NUNES QUER A VITÓRIA EM SANTA MARTA

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017 – VALVOLINE – JC GROUP



RAMPA DE SANTA MARTA DE PENAGUIÃO

 

LUÍS NUNES QUER NOVA VITÓRIA EM SANTA MARTA


FOX 5826_Copy

Depois de três vitórias da sua autoria nas três rampas até ao momento disputadas no Campeonato Nacional de Montanha, Luís Nunes ao volante do seu Seat Leon Cup Race quer obter nova vitória já no próximo fim de semana na Rampa de Santa Marta de Penaguião,quarta  prova do Campeonato Nacional de Montanha, prova organizada sobre a égide do Clube Automóvel da Régua.

Segundo Luís Nunes, “ o espírito é o mesmo, vou participar para lutar pela vitória, pois é isso que me motiva nas corridas de automóveis. O carro preparado pela Veloso Motorsport tem estado impecável, e conto que continue assim, para poder lutar por mais uma vitória em termos de categoria. Sei que não irá ser uma tarefa fácil, pois os meus mais directos adversários estão cada vez mais rápidos, e isso logicamente que me obriga a dar o meu melhor e a  estar muito concentrado, para não cometer erros “, disse-nos.

Luís Nunes e o Seat Leon Cup Racer irão estar presentes nas verificações técnicas e documentais no sábado de manha, estando prevista para a parte da tarde  as duas subidas de treinos e a primeira subida de prova. As restantes subidas terão lugar no dia de domingo.




 

FLÁVIO SAINHAS QUER NOVA VITÓRIA EM SANTA MARTA

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017 – VALVOLINE – JC GROUP

 

RAMPA DE SANTA  MARTA DE PENAGUIÃO

 

FLÁVIO SAINHAS QUER NOVA VITÓRIA EM SANTA MARTA

 

Flávio Sainhas foi em 2016 o vencedor desta rampa transmontana, na sua categoria mas em 2017  quer repetir o triunfo .Na prova anterior que teve lugar na Rampa da Serra da Estrela /Covilhã, Flávio Sainhas impos a sua autoridade e venceu a categoria.Para a prova do próximo fim de semanan, Flávio Sainhas quer obter nova vitória, embora mostrasse um pouco de prudencia nas suas declarações “ é lógico que vou para Santa Marta de Penaguião para lutar pela vitória na categoria.Sei que os meus adversários não me vão dar qualquer tipo de chance, mas assim torna-se mais um desafio que quero corresponder a 100%, esperando que o Ford Escort esteja perfeito como esteve na Rampa Serra da Estrela.”

 

Flávio Sainhas e o Ford Escort irão fazer as verificações técnicas e documentais no sábado de manha, estando previsto para a parte da tarde as subidas de treinos e a primeira subida de prova.As restantes subidas de prova terão lugar no domingo.

 05 12_02_Copy

 

RAMPA DE SANTA MARTA DE PENAGUIÃO

 

Nacional de Montanha Valvoline chega a meio da época


NOTA DE REDACÇÃO:


O WWW.VELOCIDADEONLINE.COM   COMO GESTOR DESTA PÁGINA E RESPECTIVA PÁGINA DO FACEBOOK, É NESTE CASO TOTALMENTE ALHEIO QUER À QUALIDADE, QUER AO TEOR DESTE ARTIGO EM TERMOS DE ERROS E IMPRECISÕES APRESENTADO PELO racespirit COMO AUTOR DESTE TEXTO.as4 Copy

A Rampa da Santa Marta é a próxima jornada do Campeonato Nacional de Montanha Valvoline 2017, com a prova organizada pelo Clube Automóvel da Régua e entusiasticamente apoiada pela Câmara de Santa Marta de Penaguião, a ser disputada nos dias 17 e 18 de Junho e a marcar a chegada ao meio da época.

Após três provas, o primeiro lugar em termos absolutos pertence a Rui Ramalho em Osella PA2000 Evo2, que comanda igualmente a Categoria 1. O mais novo dos Ramalho vai fazer face à forte oposição de Pedro Salvador em Silver Car EF10, sendo de prever mais um intenso duelo entre estes dois crónicos favoritos à vitória. Na luta pelos lugares do pódio vão estar mais uma vez Paulo Ramalho (Osella PA21s Evo) e João Fonseca (BRC CM05 Evo), com Joaquim Rino e Nuno Guimarães, - ambos em BRC -, na expectativa. 

Na Categoria 2, José Correia em Nissan GT-R GT3 e Gonçalo Manahu em Porsche 997 GT3 Cup, tem novo duelo marcado para Santa Marta. Edgar Reis (Porsche 997 GT3 Cup), ausente na Covilhã, procura ainda a sua primeira vitória do ano e pode também ele ter uma palavra a dizer na luta pela vitória.

Com uma regularidade assinalável, João Guimarães chega a esta prova no comando das operações na Categoria 3. O piloto do Peugeot 206 RC não terá vida fácil nesta prova, até porque o vencedor das duas últimas provas, Pedro Saraiva, assume nesta altura um claro papel de favorito com o seu Mitsubishi Lancer Evo IX. Carlos Luis e Pedro Marques, ambos em SEAT Leon TDi mas de gerações diferentes, não vão facilitar na luta por um lugar do pódio.

Para já invicto na Categoria 4, Manuel Correia em Ford Fiesta R5+ assume-se como o grande favorito ao triunfo nesta prova, com Luis Silva (BMW M3) e Manuel Pereira (Mitsubishi Lancer Evo VI), na expectativa de poderem dar réplica a Correia. Nuno Pinto (Mazda MX5) e Marco Guerra (Peugeot 306) estão também presentes em Santa Marta.

Depois de duas vitórias consecutivas, Luis Nunes em SEAT Leon MKIII volta a ser o principal adversário de Joaquim Teixeira em Renault Megane Trophy V6, piloto que lidera a Categoria 5 na frente de Francisco Marrão em SEAT Leon MKII. Esta será certamente uma das competições a seguir com atenção.

Na Taça Nacional TCR/TCS, Miguel Lobo em Audi RS3 TCR está presente e recebe para esta prova a companhia de Tiago Ribeiro com um VW Golf GTi TCS.

Ao volante de um Toyota Starlet, Armando Freitas vai tentar defender a liderança na Taça Nacional de Montanha 1300, face ao assédio de Francisco Leite em Fiat Punto. De referir a presença dos estreantes Pedro Cerqueira (Fiat Punto) e Carlos Silva (Peugeot 106).

Líder no Campeonato Nacional de Clássicos, Parcidio Summavielle (Datsun 240Z) tem pautado a sua prestação pela regularidade, mas dificilmente conseguirá fazer frente a José Pedro Gomes e Flávio Sainhas, ambos em Ford Escort MKI. Augusto Vasconcelos (Ford Escort MKI) e Mário Mesquita (Datsun 1600 SSS) completam o lote de inscritos.

No Troféu Nacional Clássicos de Montanha, a luta adivinha-se animada entre o líder, Fernando Salgueiro (Ford Escort MKII), e Carlos Oliveira em BMW 323i, com Ricardo Loureiro a ter também uma palavra a dizer ao volante do seu Ford Escort MKII. Carlos Santos marca presença com o seu VW Carocha 1303S.

No que diz respeito à Taça Nacional de Clássicos de Montanha 1300, Aníbal Rolo assume-se como favorito ao volante do seu bem preparado Datsun 1200 Coupé, perante a forte oposição de José Carlos Magalhães em Toyota Starlet. José Figueiredo (Datsun 1200) e Domingos Fernandes em Autobianchi A112, completam o lote de participantes.

Programa/Horário - Campeonato Nacional de Montanha Valvoline:

Sábado – 17.06.2017

14H30 Treinos Livres 1
15H30 Treinos Livres 2
17H00 Subida Oficial 1

Domingo – 18.06.2017

10H00 Treinos Livres 3
11H00 Subida Oficial 2
12H00 Subida Oficial 3

15H00 Entrega de Prémios

 

JOSÉ PEDRO GOMES NA RAMPA DA FRANQUEIRA

 

RAMPA DA FRANQUEIRA

 

JOSÉ PEDRO GOMES NA RAMPA DA FRANQUEIRA

 

Será já no próximo fim de semana que José Pedro Gomes vai marcar presença na Rampa da Franqueira ao volante do seu Ford Escort.Segundo o piloto de Vizela “ vou participar para me divertir,  estar com a familia e amigos.Por outro lado como estive ausente por razões familiares na Rampa Serra da Estrela / Covilhã, e  esta prova vai-me permitir verificar se está tudo em ordem com o carro, depois dos problemas com que me debati na Rampa da Falperra “.

 

Quanto a objectivos José Pedro Gomes foi claro foi claro “ lutar pela vitória na categoria, ainda não vi a lista de inscritos, mas porque não lutar pela vitória à geral?Para além disse quero melhorar os meus tempos em cada subida que fizer, este é dos meus objectivos para o fim de semana que se aproxima “, disse-nos.JPG1 CopyJPG2 CopyJPG3 Copy

 

RICARDO LOUREIRO NO PÓDIO

 

ESPIRITO DO CARAMULO

 

RICARDO LOUREIRO NO PÓDIO

 

Depois dos problemas sentidos na Rampa Serra da Estrela /Covilhã, com o Ford Escort, pelos vistos no passado fim de semana com a participação no Espirito do Caramulo, ficou tudo resolvido, pois Ricardo Loureiro obteve o 3º lugar à geral, e segundo na categoria.

 

Por isso no final, depois da consagração, Ricardo Loureiro começou por nos dizer “ o trabalho do José Arantes foi impecável, o carro esteve a 100%, e por isso consegui ao volante do meu Ford Escort fazer o terceiro lugar à geral, e o segundo em termos de categoria.A prova teve um balanço muito positivo, a tal ponto que consegui retirar dois segundos ao ultimo tempo que aqui tinha feito na Rampa do Caramulo.Por isso estou muito satisfeito, e esta prova foi um pressagio para a minha participação na Rampa de Santa Marta de Penaguião, quarta prova do Campeonato Nacional de Montanha.Por outro lado estive num18814144 1658569430849279_6925250957150312011_n_CopyAS22 Copy fim de semana com a familia e os amisgos, e diverti-me muito”, disse-nos.

 

 

JOSÉ SILVINO PIRES NA RAMPA DA FRANQUEIRA

JOSÉ SILVINO PIRES NA RAMPA DA FRANQUEIRAAS21 Copy

 

Tudo indica que José Silvino Pires irá participar este fim de semana na Rampa da Franqueira, uma prova de Montanha, que irá ter lugar próximo de Barcelos.Por aquilo que apuramos o piloto está ainda indeciao quanto à máquina com que irá participar, podendo ser o Ford EScort WRC com que participou na Rampa da Falperra, ou o POrsche 997 que no passado foi pertença de António Nogueira.

 

Sobre o Ford EScort WRC, o negócio para um cliente austriaco acabou por não se  concretizar no final da Rampa da Falperra, por isso o carro encontra-se em Portugal.Mas também soubemos que muito em breve José Silvino Pires poderá ter de deixar de  correr por algum tempo, pois irá sofrer uma intervenção cirurgica às costas.

 

CARLOS OLIVEIRA - PÓDIO NA SERRA DA ESTRELA

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017 – VALVOLINE – JC GROUP

 

RAMPA SERRA DA ESTRELA / COVILHÃ

 

CARLOS OLIVEIRA - FOX 5236_Copy PÓDIO NA SERRA DA ESTRELA

 

Carlos Oliveira esteve presente no passado fim de semana na terceira jornada do Campeonato Nacional de Montanha, onde disputou a Rampa Serra da Estrela /Covilhã, onde viria a terminar em 20º na classificação geral, 2º no Grupo 5 e primeiro na classe.

 

Assim o piloto da Póvoa de Varzim faria nas tres subidas de provas, os tempos de 3.23.109, 3.25.279 e 3.24.631 respectivamente. No final depois de ter recebido o troféu fez-nos um resumo da prova, dizendo “ tive um problema numa das subidas de treinos, mas  isso já foi solucionado.A partir daí foi lutar pela vitória, conseguindo mesmo assim ir ao pódio.Ainda não se sinto totalmente à vontade ao volante do BMW, mas estou no bom caminho, pois de prova para prova, continuo a evoluir, e estou confiante que para a próxima prova em Santa Marta de Penaguião estarei com melhor andamento “.

 

FERNANDO SALGUEIRO VENCEU ESPIRITO DO CARAMULO

 

ESPIRITO DO CARAMULO

 

FERNANDO SALGUEIRO VENCEU O ESPIRITO DO CARAMULO

 

Fernando Salgueiro ao volante do seu Ford Escort foi o brilhante vencedor da edição deste ano do Espirito do Caramulo, prova que contou com a participação de mais de meia centena de participantes.

 

Segundo o piloto natural do Caramulo “ correu muito bem, o carro esteve impecável, consegui mesmo assim melhorar os meus tempos em cada subida efectuada, não cometi eros, e foi no meu ponto de vista um excelente teste para a próxima prova do Campeonato Nacional de Montanha, que será a rampa de Santa Marta de Penaguião”.

 

De referir que Fernando Salgueiro venceu à geral, classe e categoria, num dominio absoluto nesta prova.18839002 1658563794183176_69938631336613046_n_Copy18839234 1101860769945536_7161973026645979211_n_Copy18882090 1658563774183178_3172298443799895824_n_Copy18893126 1658569354182620_1374236594097093056_n_Copy18882195 1658569387515950_3113468133473815887_n_Copy

 

RAMPA SANTA MARTA

 

CAVES SANTA MARTA LANÇAM ESPUMANTE RAMPA SANTA MARTA, O ESPUMANTE OFICIAL

As Caves Santa Marta - Adega Cooperativa de Santa Marta de Penaguião lançaram na 1ª Apresentação da 3ª Rampa Santa Mmarta que decorreu esta sexta-feira em Santa Marta de Penaguião, o "Espumante Rampa Santa Marta" que, será o Espumante Oficial da prova que se vai correr no Douro nos dias 17 e 18 de Junho.

CAVES SANTA MARTA LANÇAM ESPUMANTE RAMPA SANTA MARTA, O ESPUMANTE OFICIAL

 

JOSÉ CARLOS MAGALHAES NA RAMPA SERRA DA ESTRELA

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017 – VALVOLINE – JC GROUP

 

 

RAMPA SERRA DA ESTRELA /COVILHÃ

 

JOSÉ CARLOS MAGALHAES NA RAMPA SERRA DA ESTRELA

 

Na sua segunda aparição não volante do Toyota Starlet na Rampa Serra da Estrela /Covilha, não foi de modo algum fácil para José Carlos Magalhaes, pois alguns problemas no carro não permitiram que o piloto pudesse fazer melhor.

 

Segundo José Carlos Magalhaes “ tive problemas com um retentor da cambota que cedeu, e por isso a embraiagem patinava, o que logicamente me criou muitas dificuldades numa rampa que em certos pontos subia de forma acentuada, o que em nada me veio ajudar, bem pelo contrário.Por isso não foi uma prova fácil, deu para subir ao pódio em termos de categoria, e amealhar pontos com vista ao campeonato “, disse-nos.

 

Para terminar “ espero nesta tres semanas de intervalo conseguir solucionar tudo isto, com vista à próxima prova que será na Rampa de Santa Marta de Penaguião “.DE SALIENTAR QUE José Carlos Magalhães terminou em 2º lugar no TNCM 1300, e foi o 1ª classificado no Grupo H 90.

 

José Carlos Magalhães tem os apoios de :

 

- VIA – Boas Energias

 

- GRAUM – Construcções

 

- AMA – Terraplanagens

 

- PIGALLE – Churrasqueiras

 

- ARMANDO SPORT

 

_ Amigos e FamiliaFOX 7977_Copy

 

FERNANDO SALGUEIRO PRESENTE

 

ESPIRITO DO CARAMULO

 

FERNANDO SALGUEIRO PRESENTE NO ESPIRITO DO CARAMULO

 

Depois da vitória na categoria alcançada na Rampa Serra da Estrela/Covilhã, a participação de Fernando Salgueiro ao volante dum Ford Escort no Espirito do Caramulo, vai ter mais uma tónica de divertimento, que propriamete de competição.

 

Segundo o piloto do Caramulo “ estou a correr em “casa”, o carro está perfeito, esta participação vai dar para ver se está tudo em condições para assim poder abordar de forma descansada a Rampa de Santa Marta de Penaguião.Por outro lado, quero divertir-me ao máximo, não vou estar preocupado com as classificações, quero sim estar com a familia, amigos, e espero que tudo corra pelo melhor”

 FER1 CopyFER2 Copy

 

RICARDO NO ESPIRITO DO CARAMULO

 

ESPIRITO DO CARAMULO

 

RICARDO LOUREIRO NO ESPIRITO DO CARAMULO

 

Após a participação com alguns problemas técnicos no passado fim de semana na Rampa Serra da Estrela, para o fim de semana que se aproxima, Ricardo Loureiro vai marcar presença em mais uma edição do Espirito do Caramulo, ao volante do seu Ford Escort.

 

Sobre esta participação começou por nos dizer “ vai ser importante esta participação, pois por um lado vai-me permitir ver se o carro já está em condições, depois de termos visto todas as anomalias que surgiram na Rampa Serra da Estrela.Assim esta prova irá ser um teste importante, antes da próxima rampa em santa Marta de Penaguião.Depois há ainda outra componente, pois vou correr “em casa”, vou estar com a familia e  os amigos, e isso não poder ser descurado.Finalmente quero divertir-me ao máximo “.RIC1 CopyRIC2 Copy

 

JOAQUIM RINO ALCANÇA UM EXCELENTE 5º LUGAR

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017 – VALVOLINE – JC GROUP

 

RAMPA SERRA DA ESTRELA /COVILHÃ

 

JOAQUIM RINO ALCANÇA UM EXCELENTE 5º LUGAR À GERAL

 

 

O regresso de Joaquim Rino ao Campeonato Nacional de Montanha não foi fácil, pois teve alguns problemas na caixa de velocidades. Ainda assim conseguiu o excelente 5º lugar à geral e 2º no seu grupo.

O piloto da Batalha, ao fazer um balanço da prova disse-nos que “correu mais ou menos, notou-se a falta de ritmo de corrida da minha parte, isso depois duma ausência de alguns meses das corridas. Para além disso debati-me com problemas na caixa de velocidades, quase ia batendo numa das subidas, na famosa curva da Rosa Negra, quando o carro de repente se atravessou. De qualquer das formas foi um 5º lugar na classificação geral, e 2º em termos de grupo, nem foi nada  mau para o regresso”.

De salientar que o piloto estava com alguma falta de ritmo, pois desde Outubro (data da última prova do CNM de 2016) que não se sentava no seu BRC 05 EVO. Ainda assim esteve também com bastante vontade de arriscar e fazer bons tempos.

  

CLASSIFICAÇÃO GERAL FINAL

1º Rui Ramalho – Osella

2º Pedro salvador – Silver Car

3º João Fonseca BRC

4º Paulo Ramalho – Osella

5º JOAQUIM RINO – BRC EVO 05RINO1 CopyRINO2 Copy

 

PEDRO MARQUES "VINGA" RESULTADO

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017 – VALVOLINE – JC GROUP

FOX 8253_Copy

RAMPA SERRA DA ESTRELA /COVILHÃ

 

PEDRO MARQUES “VINGA” RESULTADO DA FALPERRA NA SERRA DA ESTRELA

 

Depois dos problemas sentidos na Rampa da Falperra, em que o Seat Leon TDI não estava nas melhores condições, a verdade é que no passado fim de semana na rampa da Serra da Estrela Pedro Marques esteve um pouco melhor, mas pelos vistos o desempenho do carro não deixou o piloto de Braga ainda satisfeito, com o nos confidenciou “não foi um fim de semana fácil, o carro não está ainda como eu quero, sei que estamos no bom caminho, tentei fazer o melhor possivel, mas foi dificil por diferentes motivos, mas vamos apostar num melhor resultado na proxima prova que será na Rampa de Santa Marta de Penaguião”.

De referir que Pedro Marques ao volante do seu Seat Leon TDI, faria o 24º lugar à geral, o primeiro entre os diesel.Os tempos feitos em cada subida de prova foram respectivamente 3.41.866, 3.26.907 e 3.33.689.

 

RAMPA PORTO DE MÓS

Rampa Porto de Mós 2017 - Inscrições!

Estão abertas as inscrições para a sexta e penúltima prova a contar para o «Series by NDML 2017», o Rallye de Regularidade Sport que se realiza no traçado da Rampa de Porto de Mós no próximo dia 25 de Junho.
A prova é composta por 5 subidas, 2 de treinos (09:00 e 10:30h) e 3 cronometradas (12:00, 14:30 e 16:30h).
A data limite para inscrições a preço reduzido é até às 17:00h de 5 de Junho fechando definitivamente às 19:00h ...

 

RAMPA FOZ DO ARELHO

Rampa Foz Arelho 2017 - Classificações e Fotos

O dia acordou bonito e com muito sol prevendo-se uma prova cheia de colorido e animação.
Efectivamente o tempo tem coisas estranhas e enquanto durante os treinos de manhã e a primeira subida de prova na qual era tomado o tempo de referencia o tempo esteve seco, a verdade é que nas duas subidas seguintes os concorrentes foram brindados com uma enorme carga de agua fazendo com que todos os concorrentes penalizassem largos segundos.

 

MÁRIO MESQUITA COM FIM DE SEMANA PARA ESQUECER

 

RAMPA SERRA DA ESTRELA /COVILHA

 

MÁRIO MESQUITA COM FIM DE SEMANA PARA ESQUECER

 

A Rampa Serra da Estrela /Covilha traduziu-se para Mário Mesquita como um fim de semana para esquecer, pois graças aos problemas do Datsun 1600 SSS, nem uma única subida conclui de forma satisfatória.

 

Segundo o piloto “ o carro saiu de Braga a trabalhar muito bem, mas ao chegar à Covilhã, não se deu bem com os ares da serra. No sábado, quando me dirigia para a partida, vi logo que havia problemas, pois o motor não desenvolvia. Resultado, não conclui nenhuma das 2 subidas de treino. A equipa da Vettra Motorsport não conseguiu apurar a razão do problema . O  mestre Artur Bastos trabalhou até tarde no carro, para que eu pudesse fazer as subidas de prova no Domingo sem problemas. No Warm-up, o carro saíu muito bem mas a partir do primeiro Km, voltaram os problemas e consegui concluir a subida, com grande dificuldade . Não obstante as sucessivas intervenções dos mecânicos, após cada uma das seguintes subidas, o SSS teimava em não colaborar. Fico triste quando estas situações acontecem, não só por mim, que faz com que eu não me divirta, mas principalmente pelo público, que quer ver os carros a andar bem serra acima e curva a curva. É uma sensação de enorme frustação não podermos oferecer ao público o que ele gosta e em especial, aos aficionados dos Datsun's . A  Vettra Motorsport , vai pegar de imediato no carro para descobrir o problema”.

 

Perante este cenário Mário Mesquita adiantou “ fui já informado pelo Artur Bastos,  que esta semana já iremos ficar a saber o que motivou tudo isto e preparar o carro para Santa Marta“, disse-nos,FOX 8162_Copy

 

RAMPA SERRA DA ESTRELA/COVILHÃ

 

Francisco Marrão cumpre objectivos na Serra da Estrela


NOTA DE REDACÇÃO:

O WWW.VELOCIDADEONLINE.COM , COMO GESTOR DESTA PÁGINA E RESPECTIVA PÁGINA DO FACEBOOK, É NESTE CASO TOTALMENTE ALHEIO QUER À QUALIDADE, QUER AO TEOR DESTE ARTIGO EM TERMOS DE ERROS E IMPRECISÕES APRESENTADOS PELO racespirit COMO AUTOR DESTE TEXTO.aa17 Copy

 

Foi de grande nível a passagem de Francisco Marrão pela Rampa da Serra da Estrela/Covilhã, com o piloto transmontano a subir ao pódio da Categoria 5, no Campeonato Nacional de Montanha Valvoline, conseguindo excelentes tempos ao volante do seu SEAT Leon Supercopa, apoiado mais uma vez pela Speedy Motorsport.

Mostrando-se cada vez mais habituado à sua nova montada, Marrão foi evoluindo a sua prestação ao longo de todo o fim-de-semana, com o piloto a ter a noção que pode ser ainda mais rápido, mesmo sabendo que é difícil suplantar os seus principais adversários, ambos a competir ao volante de carros de gerações mais recentes.

“Foi uma prova que me correu bem e este terceiro lugar representa uma grande evolução em termos competitivos. A equipa está a fazer um grande trabalho e sinto o carro melhor a cada prova que passa, assim como eu próprio, já que estou também a ser consistentemente mais rápido. Tenho noção que ainda existe uma enorme margem de evolução e que posso ser bastante mais rápido do que sou agora. Tenho aprendido imenso, consigo já aproveitar muito melhor o carro, mas tenho que melhorar ainda alguns aspectos, como por exemplo a concentração e a frieza, para baixar aqueles segundos que tenho a certeza posso ir ainda buscar. Independentemente disto que disse, saio da Covilhã muito satisfeito, consegui mais um pódio e reforço a minha terceira posição no campeonato. Significa que estou a cumprir objectivos.”

O Nacional de Montanha regressa nos dias 17 e 18 de Junho, altura em que se disputa a Rampa de Santa Marta, quarta jornada do campeonato em 2017. 

 

PEDRO CARVALHO NÃO COMEÇOU

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017 – VALVOLINE – JC GROUP

 

RAMPA SERRA DA ESTRELA / COVILHÃ

 

PEDRO CARVALHO NÃO COMFOX 8054_CopyEÇOU DA MELHOR MANEIRA

 

 

O piloto de Vila Real, Pedro Carvalho não começou da melhor maneira a sua estreia com o Citroen AX Sport no passado fim de semana na Rampa Serra da Estrela /Covilhã.Segundo Pedro Carvalho “ na realidade não começou da melhor maneira, logo na 1ª subida de treinos nem sequer a fiz, isso fruto de pequenos problemas relacionados com a juventude do carro.Na segunda subida de treinos acabaria por fazer um pião, e com isso não consegui evitar um “encontro imediato” com os rails de protecção, provocando alguns danos no Citroen AX”

 

 

 

Mesmo assim nas subidas de prova, Pedro Carvalho seria autor de bons tempos com 4.09.851, 4.02.601 e 3.57.719 respectivamente.No final da rampa fez-nos o balanço começando por nos dizer “ foi um fim de semana dificil na estreia do Citroen AX Sport, na qual nos debatemos com alguns problemas que aos poucos foram sendo resolvidos.Nas subidas de treinos, começou a verter gasolina para cima das rodas dianteiras, e por causa disso fiz diversos piões, na qual um deles levou contra os rails de protecção.Tudo isto fruto de problemas de juventude do carro, que espero que dentro de tres  semanas ter tudo já resolvido para a rampa de Santa Marta.”, disse-nos.

 

Mesmo com todos este problemas Pedro Carvalho classificou-se à geral na 36º posição, sendo o terceiro classificado na categoria 3T e 4ª na classe

 

LUIS NUNES COM VITÓRIA NA SERRA DA ESTRELA

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017 – VALVOLINE – JC GROUP

FOX 7298_Copy

RAMPA SERRA DA ESTRELA /COVILHÃ

 

 

LUÍS NUNES  COM VITÓRIA NA SERRA DA ESTRELA


Três participações, três vitórias em termos de categoria para Luís Nunes ao volante do seu Seat Leon, onde foi autor duma excelente vitória.

O piloto Valpacense faria nas três subidas os tempos de 2.57.975,  2.58.100 e  2.58.615, dando assim lugar a mais uma vitória na categoria. No final, depois da distribuição de prémios, Luís Nunes dizia-nos “ é verdade, mais uma vitória, apesar de ter sido o mais rápido em todas as subidas não foi fácil, a concorrência esteve sempre muito perto o que me obrigou a dar o máximo, esta vitória era muito importante para mim, para recuperar pontos perdidos e da-me ainda mais motivação para o resto do campeonato. O carro esteve mais uma vez  impecável preparado pelo VelosoMotorsport, esta já está vamos agora começar a preparar a próxima prova, a Rampa de Santa Marta “.

 

 

RAMPA SERRA DA ESTRELA/COVILHÃ

 

Dupla vitória para a Veloso Motorsport na Serra da Estrela


NOTA DE REDACÇÃO:


O WWW.VELOCIDADEONLINE.COM , COMO GESTOR DESTA PÁGINA E RESPECTIVA PÁGINA DO FACEBOOK, É NESTE CASO TOTALMENTE ALHEIO QUER À QUALIDADE, QUER AO TEOR DESTE ARTIGO EM TERMOS DE ERROS E IMPRECISÕES APRESENTADOS PELO racespirit COMO AUTOR DESTE ARTIGOaa3 Copyaa4 Copy

 

 

A Veloso Motorsport continua a mostra-se imbatível na Montanha, com a equipa nortenha a conseguir mais um duplo triunfo na Rampa da Serra da Estrela/Covilhã, terceira jornada do Campeonato Nacional de Montanha Valvoline 2017.

No campeonato reservado à Categoria 5, Luis Nunes esteve imparável com o SEAT Leon MKIII da equipa da Póvoa do Lanhoso, conquistando o triunfo e ainda um excelente oitavo lugar em termos absolutos. Conseguindo igualmente uma prestação ao mais alto nível, Miguel Lobo levou o Audi RS3 TCR à vitória na Taça Nacional de Montanha TCR.

“Estou muito satisfeito por mais este triunfo, conseguido com muito suor e aplicação máxima. Estive sempre pressionado ao longo do fim-de-semana, mas felizmente consegui ser rápido e muito regular o que me facilitou um pouco a vida no que diz respeito à luta pela vitória. Não pude descansar, foi difícil, mas no final recompensador com a obtenção de mais um primeiro lugar que me mantém na luta pelo título. A equipa esteve mais uma vez ao seu nível habitual, com o SEAT a registar zero problemas, para eles os meus parabéns, foram fundamentais para a obtenção deste resultado.” Afirmou Luis Nunes.

“Foi mais uma etapa nesta época de aprendizagem e acho que me correu bastante bem. Tive de aprender mais um traçado, continuar a adaptação ao Audi e por isso o resultado que consegui deixa-me muito satisfeito. Tinha por objectivo andar o mais perto possível do Luis Nunes, que é um piloto conceituado, rápido e que tripula um carro semelhante ao meu. Penso ter conseguido cumprir o que tinha delineado, diverti-me e como tal saio daqui com o sentido do dever cumprido.” Disse Miguel Lobo.

Cumprida mais esta etapa na Montanha, a Veloso Motorsport prepara já a sua deslocação até ao Autódromo do Algarve, onde dentro de menos de duas semanas se realiza a segunda jornada do Campeonato Nacional de Velocidade Turismos/TCR.

O Nacional de Montanha regressa nos dias 17 e 18 de Junho, com a realização da sua quarta jornada de 2017, a Rampa de Santa Marta. 

 

 



 

DOMINGOS FERNANDES SATISFEITO NA RAMPA SERRA DA ESTRELA

 

RAMPA SERRA DA ESTRELA /COVILHÃ

 

DOMINGOS FERNANDES SATISFEITO NA SERRA DA ESTRELA

 

Uma vez mais o pequeno Autobiabchi A 112, chegou ao final da Rampa Serra da Estrela/Covilhã, no entanto esta participação não foi assim tão fácil para Domingos Fernandes, isso motivado por pequenos problemas técnicos que quase estragavam os planos do piloto de Armamar.

 

 

Mesmo assim Domingos Fernandes faria nas duas subidas de provas os tempos de 4.25.104, 4.27.781, mas no final depois de colocar o carro em parque fechado dizia-nos “ não correu mal, só na segunda subida oficial de prova, acabei por partir o selector de velocidades, e para não estorvar ninguém tive de colocar o carro na posição correcta para ser depois carregado no reboque, o que deu origem a uma salva de palmas diabólica por parte do público presente na curva das Sete Fontes. De resto tudo bem, aproveito esta oportunidade para agradecer ao José Arantes pela sua prontidão ao resolver o problema no  Autobianchi na segunda subida de prova.Agradeço igualmente aos meus patrocionadores todo o apoio”.

 

Domingos Fernandes foi o 38º classificado à geral, 1º na categoria 6 T e segundo na classe H 75.

 

 

AUTOBIANCHI A 112 PRESENTE EM EXPOSIÇÃO

 

Será no próximo dia de Junho que o Autobianchi A 112 irá ser exposto em frente à Câmara Municipal de Santa Marta de Penaguião, por altura da apresentação desta prova.

 FOX 7197_Copy

 

FERNANDO SALGUEIRO SOMA E SEGUE

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017 – VALVOLINE – JC GROUP

 

 

RAMPA SERRA DA ESTRELA / COVILHÃ

 

FERNANDO SALGUEIRO SOMA E SEGUE

 

Fernando Salgueiro soma e segue com mais uma vitória em termos de categoria, desta feita na rampa Serra da Estrela  /Covilhã, onde o Ford Escort esteve perfeito.

 

Assim nas tres subidas de prova , o piloto do Caramulo faria 3.25.131, 3.24.530 e 3.22.698 respectivamente.

 

Por isso na altura em que começava a arrumar todo o material para iniciar o regresso a casa, disse-nos “ correu muito bem, o resultado da Rampa da Falperra “foi vingado”, mas não se pense que foi uma prova fácil, pois não foi.Consegui alcançar os objectivos que pretendia, que foi a vitória na categoria, e agora há que começar a preparar o carro para a Rampa de Santa Marta de Penaguião “.

 

De salientar que Fernando Salgueiro ao volante do seu Ford Escort seria o 19º à geral, e primeiro na categoria e Grupo 5.FOX 8123_Copy

 

ANTÓNIO TORRES DA SILVA COM PÓDIO

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017 – VALVOLINE – JC GROUP

 

 

RAMPA SERRA DA ESTRELA / COVILHA

 

ANTÓNIO TORRES DA SILVA COM PÓDIO NA ESTREIA NA SERRA DA ESTRELA

 

A estrear um Toyota Starlet ex-troféu, na Rampa Serra da Estrela/Covilha, António Torres da Silva começou muito bem, pois teria acesso ao pódio em termos de categoria.Sem ter grande tempo para testes de adaptação ao pequeno bólide de origem nipónica, Torres da Silva não se fez rogado e foi autor duma prova exemplar, sem cometer erros, tendo alcançado os tempso de 3.53.970, 3.48.563 e 3.48.928 respectivamente.

 

Por isso no final, depois de receber os seus prémios, muito satisfeito dizia-nos “ correu muito bem, foi uma estreia muito positiva no meu ponto de vista, pois fiquei em terceiro lugar em termos da categoria, com um grupo de adversários que não me deu qualquer tipo de facilidade”

 

Sobre o seu carro acrescentou “ este Toyota nada tem a haver com o meu Porsche 911, este Starlet  é muito engraçado para se conduzir, está muito bem preparado, e foi uma agradável surpresa”.Relativamente ao Campeonato de Montanha “ foi outra das surpresas, gostei muito do ambiente, do factor humano, em suma tudo, por isso estou a pensar seriamente em participar na Rampa de Santa Marta de Penaguião, que é a prova que se segue “.

 

António Torres da Silva ao volante do seu Toyota Starlet foi o 32~classificado à geral, e terceiro na classe 3T e A 1.FOX 7211_Copy

 

RAMPA SERRA DA ESTRELA/COVILHÃ

 

Jornada positiva para Joaquim Teixeira na Covilhã


NOTA DE REDACÇÃO:

O WWW.VELOCIDADEONLINE.COM , COMO GESTOR DESTA PÁGINA E RESPECTIVA PÁGINA DO FACEBBOK, É NESTE CASO TOTALMENTE ALHEIO QUER À QUALIDADE, QUER AO TEOR DESTE ARTIGO EM TERMOS DE ERROS E IMPRECISÕES APRESENTADO PELO racespirit COMO AUTOR DESTE TEXTOaa2 Copy


O Campeonato Nacional de Montanha Valvoline, prosseguiu no passado fim-de-semana na Covilhã, onde se disputou a Rampa da Serra da Estrela, uma das provas referência do actual figurino desta competição, que continua a aglomerar muitos espectadores em todos os locais por onde passa.

Esta foi uma jornada muito positiva para Joaquim Teixeira, que colocou o seu Renault Megane Trophy V6 na segunda posição da Categoria 5, mantendo a liderança do campeonato. Mais uma vez esta foi uma das categorias, onde a decisão sobre o nome do vencedor só foi mesmo conhecida na última subida, com o equilíbrio a ser a palavra dominante.

“Não saio totalmente satisfeito desta prova, porque apesar do segundo lugar ser bom para mim em termos de campeonato, penso que poderia ter vencido. Mais uma vez a sorte nada quis comigo, com um problema ao nível da direcção assistida, a tornar esta prova um tormento em termos físicos para mim. Não foi fácil, tentei acima de tudo não cometer erros, porque poderia ter problemas para dominar o carro nestas condições em caso de algo correr mal. Tentamos resolver o problema que surgiu logo no Sábado, mas não conseguimos fazê-lo no local e por isso tive de correr com esse handicap. Mesmo assim dei luta até ao fim, fiz uma boa prova e continuo na frente do campeonato e na luta pelo título. Estou confiante para as provas que aí vêm, até porque já provei que o meu carro pode ser competitivo em todas as rampas, mesmo naqueles que à partida estaria em desvantagem.” Disse Joaquim Teixeira.

O Nacional de Montanha regressa dentro de três semanas, para disputar nos dias 17 e 18 de Junho a sua quarta jornada de 2017, a Rampa de Santa Marta. 

 

CARLOS FAVA DE REGRESSO AO NACIONAL DE MONTANHA

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017 – VALVOLINE – JC GROUP

 

 

RAMPA SERRA DA ESTRELA / COVILHA

 

CARLOS FAVA DE REGRESSO AO NACIONAL DE MONTANHA

 

A Rampa Serra da Estrela /Covilhã, marcou o regresso de Carlos Fava ao Campeonato Nacional de Montanha ao volante do seu Volkswagen 1303, o “conhecido” Carocha, que suscita sempre muito interesse por parte do publico presente.

 

Por isso no final da prova, o piloto da Covilhã falou-nos como foi este seu regresso “ correu bem, fiz a primeira subida de prova com problemas mecânicos, mas acabou tudo por ser solucionado.Depois fiz as restantes subidas sempre a melhorar os meus tempos, penso que poderia ter sido melhor, mas a escolha de pneus não foi infelizmente a mais acertada, e logicamente que isso manifestou-se nos tempos feitos.Mas para a prova seguinte, a Rampa de Santa Marta de Penaguião, a escolha de pneus irá ser correcta, e aí estou mais confiante que irei andar bem mais depressa”.

 

Mesmo assim com esta limitação, Carlos Fava faria nas tres subidas de prova os tempos de 3.47.200, 3.44.288 respectivamente, originando o 30º lugar à geral, e o quinto em termos de categoria.

FOX 7240_Copy

 

PARCIDIO COM DIFICULDADES NA SERRA DA ESTRELA

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017 – VALVOLINE – JC GROUP

 

 

RAMPA SERRA DA ESTRELA / COVILHÃ

 

PARCIDIO COM DIFICULDADES COM PNEUS NA SERRA DA ESTRELA

 

 

 

O Datsun 240 Z de Parcídio Summavielle voltou a estar à altura do acontecimentos na Covilhã e o piloto sai desta terceira prova do Nacional na frente do campeonato na sua categoria.

Segundo o piloto “A prova acabou por correr muito bem, pena foi que na primeira subida oficial, já muito perto do fim, o corta corrente se tenha desligado e o carro parado. Isso acabou por condicionar um pouco a minha prova porque só tinha mais duas tentativas em duas. Na última mandei às "malvas" as contas do campeonato e arrisquei tudo pelo puro prazer de fazer o melhor possivel. Acho que fiz uma excelente última subida o que me permitiu subir dois lugares na geral.

O meu carro está muito bem neste momento, o que agradeço ao Rui Lopes e ao José Arantes. Tem um problema de peso, lembro que o meu carro pesa mais de 1.130k o que nesta rampa é particularmente penalizador mas não o quero desvirtuar pela sua enorme beleza. O maior problema tem sido a escolha de pneus e nesse particular foi opção minha correr com uns muito velhos e por isso não me posso queixar uma vez que a culpa é minha. Não voltará a acontecer uma vez que vou comprar pneus novos para a próxima rampa.

 

Parcidio Summaville ao volante do seu Datsun 240 Z faria nas três subidas de prova os tempos de 4.34.147, 3.33.237 e 3.29.283, terminando no 25º lugar na classificação geral, segundo na categoria 6 e primeiro na classe e grupo.

 FOX 7284_Copy

 

RICARDO LOUREIRO NA SERRA DA ESTRELA

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017 – VALVOLINE – JC GROUP

 

RAMPA DA SERRA DA ESTRELA /COVILHÃ

 

RICARDO LOUREIRO COM FIM DE SEMANA DIFICIL NA RAMPA SERRA DA ESTRELA

 

 

O fim de semana passado não foi de modo algum fácil para Ricardo Loureiro, que na terceira prova do Campeonato Nacional de Montanha, que teve lugar na Rampa Serra da Estrela /Covilhã, debateu-se com alguns problemas mecânicos, que não lhe permitiram fazer melhor, e poder assim explorar todas as potencialidades do seu Ford Escort.

 

Mesmo com estas contrariedades, o piloto do Caramulo faria nas tres subidas de prova os tempos de 3.29285, 3.29.748 e 3.28.240.No final, na altura em que carregava o Ford Escort no atrelado, fez-nos uma resenha de tudo que se passou nos dois dias de prova, dizendo “problemas de carburação de principio ao fim da prova, não conseguimos perceber as causas destas irregularidades, que logicamente me afectou e muito o meu desempenho em prova.Mesmo assim, tentamos resolver o problema, mas pouco ou nada adiantou, por isso limitou e muito o meu andamento.Penso que no meio disto tudo, no meio disto tudo até não foi muito mau, poderia ter sido bem pior, pois tentei nesta rampa amealhar o maior numero de pontos com vista ao campeonato, o que consegui”.

 

Mesmo assim Ricardo Loureiro faria o 23º lugar à geral, 4º em termos de categoria e 3º em termos de classe.FOX 8113_Copy

 

VITÓRIA PARA LEONEL BRAS NA CATEGORIA

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017 – VALVOLINE – JC GROUP

 

 

RAMPA SERRA DA ESTRELA /COVILHÃ

 

VITÓRIA NA CATEGORIA PARA LEONEL BRAS NO REGRESSO À MONTANHA

 

Leonel Brás ao volante do seu Citroen AX começou em grande o seu regresso ao Campeonato Nacional de Montanha, onde na Rampa da Serra da Estrela /Covilhã foi o primeiro na Taça Nacional de Montanha e classe 3 T, e 25ª à geral.

 

Assim , o piloto de Murça faria nas tres subidas de prova os tempos de 3.38.242, 3.38.899 e 3.38.231.No final depois de ter estacionado o seu Citroen Ax que ostenta as cores da Texaco, Leonel Brás  dizia-nos “ balanço muito positivo, foi a vitória na Taça Nacional de Montanha 1300, o carro esteve bem, sem problemas, e desde o inicio que tive sempre vantagem em relação aos meus adversários.Agora há que começar a preparara  a próxima prova, a Rampa de Santa Marta de Penaguião “.

 FOX 7215_Copy

 

RAMPA SERRA DA ESTRELA/COVILHÃ

 

José Correia garante segunda vitória vitória consecutiva no Campeonato Nacional de Montanha

Depois do excelente resultado na Rampa Internacional da Falperra, José Correia e o Nissan Nismo GT-R GT3 voltaram a estar em destaque na Rampa da Serra da Estrela. O piloto bracarense destacou o trabalho da JC Group Racing Team após novo triunfo na Categoria 2 e o 6º lugar da geral absoluta.

 

José Correia chegava naturalmente motivado à Covilhã, depois do histórico resultado obtido na Falperra onde ganhou a prova do Campeonato da Europa FIA na sua categoria. O fim-de-semana na Serra da Estrela até não começou da melhor forma, já que um toque na primeira subida de treinos impediu-o de realizar as restantes subidas de sábado e obrigou a equipa de assistência a um esforço extra para reparar o Nissan Nismo GT-R GT3.

No domingo, José Correia recuperou da melhor forma nas três subidas oficiais, melhorando sempre os seus tempos até rodar em 2:54.901 na terceira e última subida, um tempo apenas superado por quatro das barchettas presentes na Covilhã.

 

“O fim-de-semana começou mal mas, felizmente, acabou bem”, começou por referir José Correia. “O toque no sábado danificou o carro e o sr. Luís da Vettra Motorsport teve que ir de propósito a Braga buscar material. Depois, toda a equipa fez um grande trabalho a reparar o carro até altas horas da madrugada. No domingo estava tudo em condições e pude atacar mais na terceira subida de prova, já que não quis correr riscos na primeira e segunda subidas. Foi uma excelente vitória para o campeonato mas deixo aqui o meu agradecimento ao sr. Luís, ao sr. Bastos, ao André e a toda a equipa da JC Group”, concluiu José Correia, que com mais esta vitória reforça o comando da competitiva Categoria 2 do Campeonato Nacional de Montanha.

 

Como já é hábito, a JC Group Racing Team também teve outro carro nas suas fileiras na Covilhã, o Ford Escort Mk1 pilotado por Augusto Vasconcelos. Apesar de reconhecer que ainda está numa fase de aprendizagem em relação às rampas e ao Escort, Augusto Vasconcelos conseguiu subir ao pódio na prova do Campeonato Nacional de Clássicos de Montanha, após um intenso duelo com Parcídio Summavielle. “Correu bem e penso que um lugar no pódio é sempre meritório”, afirmou o piloto e arquiteto. “O carro ficou com os travões bloqueados logo na primeira subida de treinos no sábado e isso naturalmente retirou alguma confiança para as restantes subidas. Mas eu estou sobretudo a aprender este desporto e conto com os ensinamentos e a ajuda dos meus amigos e adversários da categoria, que em conjunto com a equipa técnica têm sido fundamentais para a minha evolução”, referiu Augusto Vasconcelos.

 

              A próxima prova do Campeonato Nacional de Montanha será a Rampa de Santa Marta, agendada para os dias 17 e 18 de junho.
az20 Copyaz21 Copy
 

RAMPA SERRA DA ESTRELA/COVILHÃ

 

Manuel Correia após novo triunfo no CNM: “Gosto cada vez mais da Rampa da Serra da Estrela”

 

Três provas, três vitórias. Manuel Correia e o Ford Fiesta R5+ continuam a ser o binómio mais forte da Categoria 4 do Campeonato Nacional de Montanha, acumulando mais um triunfo na Rampa da Serra da Estrela – Covilhã.


O piloto de Braga, campeão em título da categoria, demonstrou mais uma vez que é a grande referência desta categoria nas rampas nacionais, dominando a Rampa da Serra da Estrela apesar de ter voltado a contar com a oposição do seu principal adversário de 2016.


Depois de ter rodado em 3:00.587 na primeira subida de prova, Manuel Correia baixou esse registo para 2:59.800 na segunda subida, registo que praticamente lhe garantia a vitória. Na derradeira subida oficial, um pião não lhe permitiu baixar ainda mais o seu melhor tempo mas nada que impedisse a terceira vitória consecutiva na categoria e mais um top 10 na geral absoluta.


“Este traçado é espetacular. Tem uma zona muita rápida no início e depois algumas partes bastante técnicas que tornam tudo mais desafiante para o piloto. Gosto cada vez mais da Rampa da Serra da Estrela. Só foi pena o pião na última subida, não sei se a transmissão partiu porque o carro fugiu muito de traseira. Ainda assim, diverti-me imenso e acumulámos mais um excelente resultado perante uma oposição que só dignifica a nossa vitória. Não posso também deixar de destacar o trabalho da ARC Sport, que continua a prestar um excelente serviço na preparação e afinação do carro”, afirmou Manuel Correia, que já tinha sido o mais forte na inaugural Rampa da Penha e na Rampa Internacional da Falperra.


O Campeonato Nacional de Montanha ruma agora à região do Douro e a Santa Marta de Penaguião, onde nos próximos dias 17 e 18 será disputada a quarta prova da temporada, a Rampa de Santa Marta.AZ14 CopyAZ15 Copy

 

RAMPA SERRA DA ESTRELA/COVILHÃ

 

Miguel Lobo progride na Covilhã

 

Miguel Lobo protagonizou uma prestação entusiasmante na Rampa da Covilhã, tendo terminado a terceira ronda do Campeonato Nacional de Montanha no décimo primeiro lugar, segundo entre os verdadeiros carros de Turismo.

Depois da boa performance na Falperra, a etapa-rainha da temporada, o jovem de Paços de Ferreira continuou a senda de boas exibições, apesar de desconhecer completamente o traçado da rampa da Beira Baixa.

Miguel Lobo, porém, mostrou-se agradado com a tecnicidade do layout covilhanense e desde as subidas de treinos que mostrou um ritmo forte, progredindo consistentemente ao longo de todo o evento, enquanto se readaptava ao Audi RS3 LMS, depois ter disputado a Falperra ao volante de um SEAT Leon TCR.

No final, e muito embora tenha sido obrigado a ultrapassar um concorrente numa das suas melhores subidas de prova, terminou a Rampa da Covilhã no décimo primeiro lugar e em segundo entre os verdadeiros carros de Turismo. “Gostei muito desta prova, tem um traçado exigente e técnico que nos obriga a dar o nosso melhor. Fui aprendendo sempre que entrei no carro, evoluindo progressivamente e o décimo primeiro posto da geral é um resultado muito positivo até por que à minha volta ficaram pilotos experientes e que conheciam bastante bem a rampa”, afirmou Miguel Lobo.

O piloto de vinte e quatro anos faz um balanço muito positivo da sua passagem pela Covilhã, mostrando o seu progresso ao longo da temporada do Campeonato Nacional de Montanha. “Já sabíamos que seria uma temporada difícil, uma vez que esta é uma disciplina completamente nova para mim e que é muito particular. Julgo que estou a evoluir gradualmente ao longo da temporada e aqui na Covilhã já evidenciei uma melhor adaptação à Montanha, como demonstra o resultado. Julgo que este décimo primeiro lugar é muito positivo, mas vamos continuar a trabalhar para melhorarmos ainda mais na restante temporada”, sublinhou o piloto apoiado pela Divercol, Nacex, Maroco, PT Motor, Goldlable, Devesa Combustíveis, Bullseye, Givachoice e Soarijoia.

Miguel Lobo terá já no próximo fim-de-semana em Braga a segunda ronda do Single Seater Series, que agora se chama Fórmula Ford.

 as34 Copy

 

SUGESTAO DA SEMANA

 

Nova Era e Câmara Municipal de Matosinhos apresentam EDP Beach Party


A maior Beach Party da Europa


Últimos bilhetes em Pré-venda


30 de junho e 1 de julho
Praia do Aterro Norte, Matosinhos

www.radionovaera.pt | www.facebook.com/edpbeachparty

A Maior Beach Party da Europa está a chegar... e com ela os melhores DJs do Mundo, para 24 horas non stop. A Praia do Aterro Norte, em Matosinhos, vai voltar a receber a maior festa de música eletrónica em Portugal, nos próximos dias 30 de junho e 1 de julho.
Numa super estrutura, os DJs confirmados prometem animar os muitos milhares que já garantiram a entrada.

Até ao final do mês de maio, ainda estão disponíveis bilhetes a um preço super especial:

1 dia - 17€
2 dias - 27€.

A partir de 1 de junho os bilhetes passarão a custar 20€ e 30€ respectivamente.

VIP
Para quem quer estar na festa numa zona privilegiada, há acessos VIP à venda, para um dia e para o fim de semana. O passe VIP inclui direito a bebidas e acesso a uma zona restrita e lounge do festival, onde estarão presentes várias figuras públicas.
 
 
Toda a informação em www.radionovaera.pt
 


Com o cartaz completo, está tudo a postos para mais uma super produção da Nova Era com o patrocínio da EDP e o apoio da Câmara Municipal de Matosinhos.
 

Informação de Bilhetes


Fase 1
Até 31 de Maio

1 dia - 17€
2 dias - 27€

Fase 2
1 a 29 de Junho

1 dia - 20€
2 dias - 30€

Campismo (Orbitur de Angeiras – lotação limitada):
1 dia – 10 €
2 dias - 18€


Blueticket, Call Center Informações e reservas 1820 (24 horas), no Facebook da Música no Coração, FNAC, bilheteira.fnac.pt, Worten, El Corte Inglês, ABEP, Portimão Arena; Turismo de Lisboa; lojas Media Markt; Bilheteiras MEO Arena; rede PAGAQUI; Agências Top Atlântico.

Fã Pack FNAC - ESGOTADO

 

RAMPA SERRA DA ESTRELA/COVILHÃ

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017 – VALVOLINE -. JC GROUP

 

RAMPA SERRA DA ESTRELA / COVILHÃ

 

MARTINE PEREIRA AUSENTE NA RAMPA DA SERRA DA ESTRELA /COVILHÃ

 

Motivado por ainda não ter recebido o motor para o seu Alfa Romeo 147, impediu Martine Pereira de estar presente no passadom fim de semana na Rampa Serra da Estrela /Covilhã, terceira prova do Campeonato Nacional de Montanha.Segundo o piloto de Vila Nova de Famalicão “ o motor ainda não chegou, vamos lá ser se já o tenho para a rampa de Santa Marta de Penaguião, quarta prova do calendário “, disse-nos.MART1 Copy

 

JOSÉ PEDRO GOMES ESTEVE AUSENTE

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 20917 – VALVOLINE – JC GROUP

 

RAMPA SERRA DA ESTRELA /COVILHÃ

 

JOSÉ PEDRO GOMES ESTAVE AUSENTE NA RAMPA SERRADA ESTRELA /COVILHÃ

 

Embora inscrito para a Rampa Serra da Estrela /Covilhã, terceira prova do calendário do Campeonato Nacional de Montanha, José Pedro Gomes e o seu Ford Escort acabaram por não participar, como nos explicou “ na realidade estava inscrito, mas acabei por não participar, pois surgiu-me um assunto de foro familiar, que me impediu de participar . No entanto estarei à partida da próxima prova, a Rampa de Santa Marta de Penaguião , quarta prova do Campeonato Nacional de Montanha, onde vou para lutar pela vitória na minha categoria”, disse-nos.FOX 5790_Copy

 

RAMPA SERRA DA ESTRELA/COVILHÃ

 

Vitória na Serra da Estrela coloca José Correia e Vettra Motorsport isolados no topo dos GT  

 

José Correia venceu o Nacional de Montanha, a bordo do NissanGT-R GT3, pela segunda vez consecutiva este ano e isola-se no comando do campeonato.

Mas nem tudo foram rosas para o piloto da Vettra Motorsport: um toque na primeira subida de treinos fez com que Correia não participasse nas subidas de Sábado, restando apenas Domingo. Na bonita rampa que sobe ao ponto mais alto de Portugal, Jose Correia mostrou toda a sua garra e alcançou a vitória na última subida de prova, quando muitos não acreditavam ser possível.

Luís Birges eram um homem satisfeito com os feitos do seu piloto, após uma noite dura onde a equipa trabalhou árduamente para recuperar o Nissan.

Augusto Vasconcelos, a bordo do bonito Ford Escord, foi ganhando confiança a cada subida de treinos e de prova para terminar num muito honroso 3 lugar da geral, entre os clássicos, e segundo da sua Classe.

Depois da brilhante prova na Falperra, Mário Mesquita não teve a sorte do seu lado e o gentleman driver nunca pode dispor das melhores armas para lutar por um resultado melhor.

 ae35 Copy

 

RAMPA SERRA DA ESTRELA/COVILHÃ

 

Segundo posto para o Campeão em título

Gonçalo Manahu andou sempre na frente da Categoria 2, mas na última subida da Serra da Estrela, baixou para a segunda posição.

A terceira prova do Campeonato Nacional de Montanha foi discutida até ao cortar da meta da última subida de prova. Gonçalo Manahu dominou as subidas de treinos e as duas primeiras oficiais, tendo até aí assinado os melhores tempos da Categoria 2.

Foi preciso esperar pela última subida oficial para decidir a prova. “Fui apanhado de surpresa. Na terceira subida, quando toda a gente piorou, o (José n.d.r.) Correia retirou dois segundos e meio e venceu.”

O fim-de-semana não começou da melhor forma. O motor de arranque partiu logo no sábado de manhã e Gonçalo Manahu teve que ir ao Porto buscar um novo. “Andei a fazer piscinas entre a Covilhã e o Porto e isso parece que foi um sinal de que o fim-de-semana não ia correr bem…” E não correu mesmo, mas feito o balanço do fim-de-semana e o Campeão Nacional em Título só quer “dar os parabéns ao (José n.d.r.) Correia pelo tempo da última subida e pela vitória e centrar-me na preparação da proxima prova, em Santa Marta de Penaguião.”

Recorde-se que já em 2016 o Porsche 997 GT3, não se deu bem com a subida à serra mais alta de Portugal.

manahu estrela domingo Gonçalo Manahu (Porsche 997 GT3)

 

RAMPA SERRA DA ESTRELA/COVILHÃ

 

Problemas mecânicos não permitiram melhor do que o segundo lugar na terceira prova do Campeonato Nacional de Montanha.

Pedro Salvador foi constantemente o mais rápido, aos comandos do Silver Car EF10. Logo nos treinos de Sábado fez as melhores marcas, tendo, após rever o set up marcado uma diferença de 5,5 segundos para o principal adversário.

Chegado às subidas de prova e na primeira, volta a assinar a melhor marca "apesar dos problemas de motor, que esteve sempre com falhas nos regimes altos.” Mas “na segunda subida, o diferencial cedeu a 600mts do fim e consegui terminar a subida com extrema dificuldade, o que me permitiu garantir o segundo tempo.”

Na assistência a equipa ainda conseguiu trocar o diferencial, mas os danos estendiam-se até à caixa de velocidades e não foi possível efectuar a 3ª subida de prova. “Fiquei impossibilitado de lutar pela vitória, conseguimos ainda assim minimizar o prejuízo, com a obtenção do segundo lugar e somar pontos importantes para o Campeonato." Rematou Pedro Salvador, que prepara já a próxima prova, a Rampa de Santa Marta, em 17 e 18 de Junho.

salvador estrela2 Pedro Salvador (Silver Car EF10)

 

RAMPA SERRA DA ESTRELA/COVILHÃ

 

RAMALHO VENCEU NA SERRA DA ESTRELA


NOTA DE REDACÇÃO:


O WWW.VELOCIDADEONLINE.COM , ENQUANTO GESTOR DESTA PÁGINA E RESPECTIVA PÁGINA DO FACEBOOK, É NESTE CASO TOTALMENTE ALHEIO QUER À QUALIDADE, QUER AO TEOR DESTE ARTIGO EM TERMOS DE ERROS E IMPRECISÕES APRESENTADO PELO racespirit  COMO AUTOR DESTE TEXTO.ae25 Copyae26 Copyae27 Copyae28 Copyae29 Copyae30 Copyae31 Copyae32 Copyae33 Copyae34 Copy


Rui Ramalho em Osella PA2000 Evo2 é o grande vencedor da edição de 2017 da Rampa da Serra da Estrela/Covilhã, prova a contar para o Campeonato Nacional de Montanha Valvoline e que foi organizada pelo CAMI com o apoio da edilidade local.

O piloto do Porto fez o tempo final de 5:12s083 e acabou por beneficiar dos problemas de Pedro Salvador, - que se viu impossibilitado de fazer a derradeira subida de prova -, para vencer com algum à vontade uma competição que se adivinhava renhida até aos últimos metros.

Salvador e o Silver Car EF10 minimizaram os custos em termos de campeonato, ao conseguirem manter a segunda posição absoluta e na Categoria 1. Muita emoção na luta pelo derradeiro lugar do pódio, com o piloto local, João Fonseca (BRC CM05), a conseguir bater Paulo Ramalho por apenas 23 milésimos (!), depois de uma última subida de “faca nos dentes”. Joaquim Rino em BRC CM05 Evo foi o quinto classificado.

“Foi uma vitória importante para mim e para a equipa, que esteve em grande plano e me deu um carro fabuloso. Devo confessar que esta não é das rampas onde me sinto mais à vontade, por isso vencer aqui deixa-me muito satisfeito. A minha adaptação ao Osella é cada vez maior, daí a minha candidatura ao título sair reforçada no final desta prova. Sabemos que vamos ter pela frente uma grande luta até ao final e é para isso que nos vamos preparar, sabendo que estar na primeira posição do campeonato é uma grande fonte de motivação para todos.” Disse Rui Ramalho.

Com um final espectacular, a Categoria 2 teve por vencedor José Correia. O piloto do Nissan GT-R GT3 fez na derradeira subida do fim-de-semana o seu melhor crono, completando a prova com um tempo total de 5:52s304, suficiente para bater Gonçalo Manahu em Porsche 997 GT3 Cup.

“Foi uma prova muito complicada para mim, que começou mal mas acabou muito bem. Ontem tive uma saída de pista e só com um grande trabalho de todos na equipa conseguimos recuperar o carro e estar na luta pela vitória até ao final. Conseguimos vencer e por isso o prémio é para todos, foi muito difícil e por isso muito saborosa.” Afirmou José Correia.

Também a Categoria 5 só ficou decidida nesta derradeira subida, com Luis Nunes em SEAT Leon MKIII a perfazer o tempo total de 5:56s075, para vencer na frente de Joaquim Teixeira em Renault Megane Trophy V6. Francisco Marrão em SEAT Leon Supercopa fechou o pódio

“Foi uma luta até ao final e por isso o triunfo conseguido foi muito gratificante. Gosto muito desta rampa e tudo correu muito bem, tendo conseguido o meu principal objectivo para esta prova. Consegui ser consistente e regular e acho que isso foi um dos segredos da minha vitória.” Referiu Luis Nunes.

A vitória na Categoria 4 pertenceu ao favorito Manuel Correia, que completou a prova ao volante do seu Ford Fiesta R5+ em 6:00s387. Azar para Luis Silva (BMW M3) que teve de parar na derradeira subida devido a problemas mecânicos no seu carro, mas mesmo assim completou a prova na segunda posição final. No degrau mais baixo do pódio ficou Francisco Morgado em Mitsubishi Lancer Evo IX, com Marco Guerra a colocar o seu Peugeot 306 na quarta posição.

“Este triunfo não foi tão fácil como pode parecer, já que nunca me pude distrair devido à pressão do meu adversário directo. O carro esteve impecável e por isso foi mais fácil conseguir andar rápido numa prova que dá muito gozo fazer e por isso estou muito satisfeito com este resultado.” Sintetizou Manuel Correia.

A jogar em casa, Pedro Coelho Saraiva e o Mitsubishi Lancer Evo IX bateram toda a concorrência na Categoria 3, com o piloto a completar a prova com o tempo total de 6:16s612. Mais atrás, João Guimarães foi segundo com o seu Peugeot 206 RC, na frente de Sérgio Nogueira em Citroen Saxo, Pedro Marques em SEAT Leon TDi e José Oliveira em Subaru Impreza.

“A vitória é um justo prémio para nós e tem um sabor especial por ter sido conquistada na minha terra. Começamos com alguns problemas ontem mas hoje tudo correu pelo melhor e foi possível vencer.” Referiu Pedro Saraiva.

Miguel Lobo completou a prova e venceu naturalmente a Taça Nacional de Montanha TCR com o Audi RS3, registando o tempo final de 6:02s409.

“Foi de facto uma luta solitária contra o cronómetro, mas que me deu muito prazer fazer. Fui melhorando sempre e no final os tempos que consegui e a classificação em termos absolutos deixam-me satisfeito.” Adiantou Miguel Lobo.

Com um registo final de 7:16s473, Leonel Brás em Citroen AX Sport, impôs-se na Taça Nacional de Montanha, com Francisco Leite em Fiat Punto a ser o segundo. António Silva em Toyota Starlet e Pedro Carvalho em Citroen AX ficaram nas posições seguintes.

“Não foi fácil mas correu tudo muito bem. Consegui andar sempre a um ritmo elevado e com isso foi possivel bater a concorrência.” Disse Leonel Brás.

No Campeonato Nacional de Clássicos Montanha, a vitória pertenceu ao dominador Flávio Sainhas em Ford Escort MKI. O piloto local terminou a prova com o tempo total de 6:36s212, batendo Parcídio Summavielle, que foi segundo com o seu Datsun 240Z. Augusto Vasconcelos em Ford Escort MKI fechou o pódio, na frente de Mário Mesquita em Datsun 1600 SSS.

“Ganhar em casa e perante o público da Covilhã é fabuloso. Depois de uma prova azarada na Falperra, aqui tudo correu muito bem e foi possível ganhar com algum à vontade. Estou muito muito feliz.” Disse Flávio Saínhas.

No Troféu Nacional de Clássicos Montanha, a luta foi enorme, com a vitória a pender para o lado de Fernando Salgueiro em Ford Escort MKII, que com o tempo total de 6:47s225, bateu por meio segundo Carlos Oliveira em BMW 323i. A terceira posição ficou na posse de José Dinis em Ford Escort MKII, seguido por Ricardo Loureiro em carro idêntico e pelos VW Carocha de Carlos Fava e Rui Gama.

“Foi uma luta enorme, muito difícil, mas no final a vitória foi minha. Estamos todos de parabéns na minha equipa com esta conquista que nos dá mais ânimo para o campeonato.” Afirmou Fernando Salgueiro.

Na Taça Nacional de Clássicos Montanha o triunfo pertenceu ao dominador Aníbal Rolo em Datsun 1200 Coupé, com o tempo final de 7:03683. Completaram o pódio, José Magalhães (Toyota Starlet) e José Pedro Figueiredo em Datsun 1200. Domingos Fernandes em Autobianchi A112 finalizou a prova na quarta posição.

“Tive o melhor carro e hoje correu muito bem depois de ter tido muitas dificuldades ontem já que o carro não estava ao meu gosto. Corrigimos e hoje foi possível vencer e por isso estou muito satisfeito.” Referiu Aníbal Rolo.

De referir o excelente esforço do CAMI, que depois dos sucessivos azares na primeira subida de treinos ontem realizada, com inúmeras avarias e acidentes a atrasarem bastante o programa, hoje, sem percalços de maior, tiveram um elevado desempenho organizativo, para o qual muito contribui a preciosa colaboração da Câmara Municipal da Covilhã. 

O Campeonato Nacional de Montanha Valvoline prossegue dentro de três semanas, com a realização da Rampa de Santa Marta.

 

RAMPA SERRA DA ESTRELA/COVILHÃ

 

Pedro Salvador dominou o primeiro dia da Rampa da Serra da Estrela

O Campeão Nacional de Montanha em título, começou por impor o Silver Car EF10 logo na primeira subida de treinos, por cerca de meio segundo.

“Não estava satisfeito com o set-up do carro e no intervalo das subidas estivemos a revê-lo. Acho que na segunda subida de treinos já fiz um tempo dentro do que era esperado. Nunca tinha guiado este carro neste traçado e por isso a primeira subida foi uma espécie de experiência.” Começou por confidenciar Salvador.

Na segunda subida de treinos, rodou em 2m 37,096, 5, 518 segundos mais rápido do que o segundo e com esse tempo encerrou o primeiro dia de competição de uma prova marcada por atrasos, que motivaram o adiamento da primeira subida oficial para Domingo.

salvador estrela sabado Pedro Salvador (Silver Car EF10

 

RAMPA SERRA DA ESTRELA/COVILHÃ

 

Gonçalo Manahu na frente

O piloto do Porsche 997 GT3, terminou o primeiro dia da Rampa da Serra da Estrela na frente da Categoria Dois.

Gonçalo Manahu começou com um tempo modesto de 3m 21, 815s. “A chegar aos Carqueijais encontrei bandeiras amarelas cruzadas e encontrei o Nissan do José Correia, que tinha acabado de bater. Parei, certifiquei-me de que ele estava bem e segui devagar.”

NA segunda subida, já sem percalços, retirou 17,5 segundos. Fez 3m 04,312s e está na frente da classificação da categoria.

Devido aos atrasos, a subida oficial prevista para hoje, o primeiro dia de prova, ficou adiada para Domingo.

manahu.estrela sabado Gonçallo Manahu (Porsche 997 GT3)

 

RAMPA SERRA DA ESTRELA/COVILHÃ

 

Pedro Salvador destacou-se no primeiro dia na Covilhã


NOTA DE REDACÇÃO:

O WWW.VELOCIDADEONLINE.COM , ENQUANTO GESTOR DESTA PAGINA E RESPECTIVA PÁGINA DO FACEBOOK, É NESTE CASO TOTALMENTE ALHEIO QUER À QUALIDADE, QUER AO TEOR DESTE ARTIGO EM TERMOS DE ERROS E IMPRECISÕES APRESENTADO PELO

racepirit COMO AUTOR DESTE TEXTOae13 Copyae14 Copyae15 Copyae16 Copyae17 Copyae18 Copyae19 Copyae20 Copyae21 Copyae22 Copy


O primeiro dia da Rampa da Serra da Estrela/Covilhã, - prova a contar para o Campeonato Nacional de Montanha Valvoline 2017 -, ficou marcado pelo atraso verificado na primeira subida de treinos, que acabou por encurtar o programa previsto para o dia de sábado. A jornada organizada pelo CAMI, com o apoio da Câmara Municipal da Covilhã, disputou apenas as duas subidas de treinos, ficando para Domingo a primeira subida oficial.

Entre avarias e acidentes, foram cerca de duas as horas perdidas na primeira subida de treinos, que terminou com Pedro Salvador e o Silver Car EF10, no topo da tabela de tempos absoluta e na Categoria 1. Na segunda posição ficou Rui Ramalho em Osella PA2000 Evo 2, seguido por João Fonseca em BRC CM05 Evo. 

Azarado nesta subida Nuno Guimarães teve um principio de incêndio no seu BRC, depois deste partir o motor, tendo o piloto sofrido queimaduras ligeiras. 

Luis Nunes esteve em grande destaque ao ser o quinto mais rápido na geral, levando a melhor na Categoria 5 com o seu SEAT Leon MKIII, na frente de Joaquim Teixeira em Renault Megane Trophy V6. 

Manuel Correia impôs o seu Ford Fiesta R5 na Categoria 4, a exemplo do que fizeram Gonçalo Manahu (Porsche 997 GT Cup) na Categoria 2 e Pedro Saraiva (Mitsubishi Lancer Evo IX) na 3. De referir o acidente de José Correia em Nissan GT-R GT3, com o piloto bracarense a danificar a frente esquerda do seu carro.

Miguel Lobo, que compete sozinho na Taça TCR, terá pela frente uma luta contra si mesmo para se superar a cada subida. Na Taça Nacional de Montanha, o mais rápido foi Leonel Brás em Citroen AX Sport.

No Campeonato Nacional de Clássicos Montanha, Flávio Sainhas e Ford Escort MKI impuseram-se a toda a concorrência, enquanto José Dinis (Ford Escort MKII) estreava-se com o melhor tempo no Troféu Nacional de Clássicos Montanha. Na Taça Nacional de Clássicos Montanha, a primazia nesta primeira subida de treinos foi para o Toyota Starlet de José Magalhães.

Ausências marcam segunda subida de treinos

A derradeira subida de treinos deste Sábado na Rampa da Serra da Estrela/Covilhã, que antecede a primeira subida a contar agendada para amanhã, foi dominada por Pedro Salvador em Silver Car EF10, com o piloto flaviense a ser o mais rápido na classificação absoluta e na sua categoria (1). Os irmãos Ramalho ocuparam a segunda e terceira posições com Rui (Osella PA2000 Evo 2) na frente de Paulo (Osella PA21s Evo). 

Com uma prestação notável, Luis Nunes foi mais uma vez o mais rápido na Categoria 5, voltando a ser o quinto mais rápido na geral com o seu SEAT Leon MKIII. Joaquim Teixeira não fez esta subida, devido a problemas de direcção assistida no Megane Trophy. Luis Silva em BMW M3 surpreendeu o favorito Manuel Correia e o seu Ford Fiesta R5, conseguindo ser o mais rápido na Categoria 4.

Sem a oposição do acidentado José Correia e do ausente Edgar Reis (Porsche 997 GT3 Cup), Gonçalo Manahu voltou a liderar a Categoria 2 com o seu Porsche 997 GT3 Cup. Na Categoria 3, o mais rápido desta feita foi Nelson Trindade em Mitsubishi Lancer Evo IX, que beneficiou da ausência nesta subida de Pedro Saraiva (Mitsubishi Lancer Evo IX).

Miguel Lobo continua a melhorar os seus tempos na Taça TCR, a exemplo do que conseguiu Leonel Brás (Citroen AX Sport) que liderou na Taça Nacional de Montanha.

No Campeonato Nacional de Clássicos Montanha, Flávio Sainhas e o Ford Escort MKI foram de novo os mais rápidos, mas no Troféu Nacional de Clássicos Montanha o mais lesto desta vez foi Fernando Salgueiro em Ford Escort MKII. Na Taça Nacional de Clássicos Montanha, o mais rápido foi Anibal Rolo em Datsun 1200 Coupé, com José Magalhães (Toyota Starlet) a não fazer esta subida.

O programa para amanhã passa a ter o seguinte horário:

28.05.2017 – Domingo

09H30 – Fecho da pista
10H15 – Warm Up
11H15 – 1ª Subida Oficial
14H00 – 2ª Subida Oficial
15H15 – 3ª Subida Oficial

 

RAMPA SERRA DA ESTRELA/COVILHÃ

 

Vitória na Falperra impulsiona Vettra para a Covilhã   

 

A vitória de José Correia no Europeu e Nacional de Montanha, em GT, e a luta interna entre os gentleman drivers que tripulam os clássicos – Augusto Vasconcelos e Mário Mesquita -, servem de mote aquilo que a Vettra Motorsport espera para o próximo fim-de-semana: lutar pela vitória nas classes onde os seus pilotos estão envolvidos.

A Covilhã e a mítica Rampa da Serra da Estrela vão ser o cenário da próxima prova do Campeonato Nacional de Montanha. A bonita região beirã vai receber a luta entre o Nissan GT-R GT3 de José Correia e os Porsche. “A Covilhã é uma rampa difícil, bastante técnica e que exige muito em termos de pilotagem. As previsões apontam para bom tempo e isso é sempre importante para podermos explorar o nosso carro. Vamos para a Serra da Estrela para tentar chegar à segunda vitória consecutiva na categoria e ficar o mais próximo possível das barchettas”, afirmou José Correia.

Para Luís Borges “ os resultados da Rampa da Falperra vieram dar ainda mais alento e vontade de vencer a toda a equipa. Apesar das vitórias em Braga, encaramos esta rampa com toda a humildade possível e cientes que é necessário muito trabalho e determinação para se alcançar resultados idênticos”.

 ae11 Copy

 

JOAQUIM RINO INICIA ÉPOCA NA SERRA DA ESTRELA

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017 – VALVOLINE – JC GROUP

 

 

RAMPA SERRA DA ESTRELA / COVILHÃ

 

 

 

JOAQUIM RINO INICIA ÉPOCA NA SERRA DA ESTRELA

 

Estando previsto alinhar em apena tres provas do calendário do Campeonato Nacional de Montanha, a Rampa Serra da Estrela é  a primeira das provas em que Joaquim Rino vai alinhar ao volante do seu BRC CM 05.

 

Sobre aquilo que o espera Joaquim Rino  começou por nos dizer “ depois de uns meses parado, espero rapidamente apanhar o ritmo de forma a poder fazer um bom resultado final, se possivel gostaria muito dum pódio.Espero que o carro esteja perfeito, e que consiga em cada subida melhorar os meus tempos, sempre muito concentrado para não cometer erros, e assim atingir os objectivos a que me proponho “.

 

Joaquim Rino e o seu BRC CM 05 irão fazer as verificações técnicas e documentais no sábado da parte da manhã, para da parte da tarde dar lugar às duas subidas de treino e à primeira de prova.As restantes subidas de prova terão lugar no domingo.

 RINO1 CopyRINO2 Copy

 

RAMPA SERRA DA ESTRELA/COVILHÃ

 

Miguel Lobo regressa ao Audi na Covilhã

 

Miguel Lobo disputa no próximo fim-de-semana a terceira ronda da Campeonato Nacional de Montanha, a Rampa da Covilhã, voltando a ter ao seu dispor o espectacular Audi RS3 LMS.

O jovem de Paços de Ferreira tem este ano um programa extremamente completo que contempla o Single Seater Series, considerado o Campeonato de Portugal de Monolugares, onde procura o perfeccionismo, e o Campeonato Nacional de Montanha, onde pretende cultivar o sentido de improvisação.

Depois da etapa da Falperra, a mais importante da temporada de montanha e onde garantiu o segundo posto da sua classe, Miguel Lobo está já de olhos postos na Covilhã, uma das provas mais exigentes da época. “Como é hábito, não conheço o traçado da rampa, portanto, vou ter que o aprender nas subidas de treinos. Mas um dos motivos que me levou a vir para as rampas foi também incrementar a minha capacidade de adaptação, portanto, vou ter que me aplicar nesse aspecto. Para além disso, volto a ter o Audi RS3 LMS ao meu dispor o que me deixa ainda mais confiante”, sublinhou o piloto de vinte e quatro anos.

Miguel Lobo sabe que a sua tarefa na Rampa da Covilhã não será fácil, mas está determinado em progredir. “Face a todas as novidades que terei que enfrentar, será difícil apontar resultados, mas antes de mais quero evoluir progressivamente ao longo do fim-de-semana, mostrar-me competitivo e no final olhamos para a classificação”, afirmou o piloto apoiado pela Divercol, Nacex, Maroco, PT Motor, Goldlable, Devesa Combustíveis, Bullseye, Givachoice e Soarijoia.

O programa da Rampa da Covilhã inicia-se no sábado, estendendo-se até domingo.aw12 Copy

 

HELDER SILVA AUSENTE E CARLOS OLIVEIRA PRESENTE

 

CAMPEONATO NACIONAL DE  MONTANHA 2017 – VALVOLINE – JC GROUP

 

 

RAMPA SERRA DA ESTRELA/COVILHÃ

 

HELDER SILVA  AUSENTE  NA RAMPA SERRA DA ESTRELA, MAS CARLOS OLIVEIRA PRESENTE

 

 

 

Sempre a introduzir melhoramentos no seu Juno, que pelos vistos ainda não está como Helder Silva pretende, levou a que o piloto da  Póvoa de Varzim optasse pela ausencia nesta prova.Sobre  a decisão que tomou, disse-nos “ como já tinha anteriormente o carro está a ser alvo de melhoramentos, e não houve tempo de montarmos tudo, e como o regulamento  permite deitar fora um resultado, optamos por estar ausente na Rampa da Serra da Estrela, voltando ao Nacional de Montanha,na prova seguinte, na rampa de Santa Marta de Penaguião, onde conto estar presente, já com o carro montado com todas as evoluções técnicas que estamos a introduzir no mesmo “.

 

 

 

Quanto a Carlos Oliveira, cada vez mais adaptado ao seu BMW, simplesmente o piloto da Póvoa de Varzim quer mais como nos confidenciou “ a Rampa da Falperra correu muito melhor, nada comparavel com a Rampa da Penha, que foi para esquecer por completo.Na Rampa da Falperra uma rampa rápida, andei muito bem, e agora para a Rampa Serra da Estrela / Covilhã espero que suceda o mesmo.Estou mais confiante com o carro, mas para ser franco ainda não o trato “por tu”, mas vou precisar de mais algum tempo para chegar a esse patamar…Quero poder na Rampa Serra da Estrela /Covilha poder lutar por uma posição no pódio da categoria, e mesmo lutar pela vitória, e quero em cada subida tentar bater o meu tempo anterior, isso sempre muito concentrado para não cometer erros, que por vezes nos fazem perder muito tempo “.

 

Carlos Oliveira iráFOX 5236_CopyFOX 6394_Copy fazer as verificações técnicas e documentais no sábado da parte da manha, para da parte da tarde dar lugar às duas subidas de treinos e à primeira de prova.As restantes subidas de prova irão ter lugar no dia seguinte, Domingo ao longo do dia .

 

 

LEONEL BRÁS NA RAMPA SERRA DA ESTRELA

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017 – VALVOLINE – JC GROUP

 

RAMPA SERRA DA ESTRELA

 

LEONEL BRÁS NA RAMPA SERRA DA ESTRELA

 

Tendo estado  ausente nas rampas da Penha e da Falperra, será já este fim de semana que Leonel Brás regressa ao Campeonato Nacional de Montanha, na Rampa Serra da Estrela / Covilhã, ao volante do seu já conhecido Citroen AX.

 

Sobre a  prova  que o espera este fim de semana na Serra da Estrela, Leonel Brás  começou por nos dizer “ antes de mais espero rapidamente ganhar ritmo do corrida, pois esta época apenas fiz uma classificativa num rali do regional, e por isso sinto falta de rodar.Espero que o carro esteja perfeito, de forma a poder tirar partido das suas potencialidades, e assim poder fazer umas boas subidas, de preferencioa sempre a melhor os meus tempos em cada subida feita, e com isso uma boa posição em termos de categoria, embora saiba que os meus adversários não vão dar tréguas,mas a verdade é que também me quero divertir ao máximo, estar com os amigos e passar um fim de semana calmo, mas com corridas…”

 

Leonel Brás e o seu Citroen AX irão fazer as respectivas verificações técnicas e documentais no decorrer de sabado de manhã, para da parte dar lugar à subias de treinos e à primeira subida de prova.As subidas seguintes de prova terão lugar no decorrer de domingo.

 IMG 2175_CopyIMG 2175_CopyIMG 2177_Copy

 
Mais artigos...

João Raposo

Telemóvel: +351 961 686 867
E-mail: jraposo-air@portugalmail.pt