Velocidade Online

Nacional - Velocidade

CAMPEONATO PORTUGAL VELOCIDADE - GRUPO 1 EM BRAGA

Terça, 15 Setembro 2020 11:35 | Actualizado em Terça, 22 Setembro 2020 09:54

André Castro Ribeiro, na primeira corrida, e Ricardo Pereira, na segunda, foram os grandes vencedores da jornada do Group 1 Portugal que se disputou no âmbito do Braga Racing Weekend. Um fim de semana de calor, que prometia bastante nesta competição, onde Paulo Vieira foi pouco afortunado, já que o piloto do Ford Escort RS 2000 largou da ‘pole-position’ para o primeiro confronto mas foi obrigado a desistir com um problema de transmissão logo na segunda volta. Isso deixou o Jaguar XJS de Castro Ribeiro na frente da corrida acabando por se impor. Mas as ‘maleitas’ mecânicas não se limitaram ao detentor da ‘pole’, já que também José Basso, que largava de terceiro, também sucumbiu a um problema de transmissão e desistiu, deixando o Ford Capri MKIII de António Fresco no segundo posto, posição que ocupou também na categoria H81-Max. Nuno Breda foi terceiro no BMW 1600 Ti, vencendo a categoria dos H71-1600. João M. Ribeiro levou o seu Alfa Romeo Giulia foi quarto, diante de Rui Carvalho, que no Porsche 924 se impôs na categoria H81-2000. A sexta posição não fugiu a José Carvalhosa, que no Porsche 924 Turbo foi terceiro na H81-Max, enquanto Abel Marques foi sétimo com o Autobianchi A112 Abarth e venceu a categoria 1052. Na Production Cup, onde pontificam os Datsun 1200 de troféu, Pedro Reis esteve imparável e foi o vencedor destacado, sendo que mais atrás António Lopes, Guilhermo Velasco e Rui Castro se entregaram a uma luta sem tréguas pelas restantes posições do pódio, com Lopes a ultrapassar o espanhol a duas curvas do fim. Castro foi quarto, a contas com problemas de caixa de velocidades, enquanto Tomás Pinto Abreu completou o top cinco, com um carro cujo motor teve de ser trocando antes da prova.
No segundo confronto Ricardo Pereira voltou a fazer das suas. O piloto do Ford Escort RS 2000 detinha a ‘pole-position’ e no arranque assumiu a liderança para não mais a perder, impondo-se também na categoria H81-2000. Paulo Vieira ficou logo atrás, enquanto André Castro Pinheiro subiu ao último lugar do pódio, para além de vencer a categoria H81-Max com o Jaguar XJS. Nuno Breda e o BMW 1600 Ti foi desta feita quarto e primeiro da H71-1600, com Piero dal Maso a completar o top cinco no Porsche 924 Turbo, segundo da H81-Max. João M. Ribeiro foi sexto com o Alfa Romeo Giulia Super e segundo da H71-1600, diante de Sérgio Monteiro, que voltou a levar o Autobianchi A112 Abarth à vitória na categoria 1052. Rui Carvalho, oitavo da ‘geral’, levou o Porsche 924 ao terceiro posto da H81-2000, numa prova de má memória para Manel Cabral Menezes, cujo Volkswagen Golf GTi o obrigou a visitar as boxes. Na Production Cup foi Francisco Freitas a levar a melhor. Uma prova isenta de erros, que lhe permitiu impor-se diante de Tomás Pinto Abreu e José Arantes, autor de uma boa recuperação que lhe permitiu garantir o pódio a 3 voltas do fim. Paulo Costa venceu a batalha com João Faria pela quarta posição. O Group 1 Portugal regressa a 17 e 18 de outubro para o evento internacional no circuito espanhol de Jerez da La Frontera.
A imagem pode conter: automóvel e ar livre



Facebook
Facebook
Visitas
Visitantes em linha
contador gratuito de visitas Total de visitas
Contacte-nos