Velocidade Online

Nacional - Autocross/Ralicross

CAMPEONATO NACIONAL DE RALICROSS - LOUSADA

Segunda, 16 Abril 2018 07:44 | Actualizado em Sexta, 20 Abril 2018 11:55

61º Ralicross de Lousada - Domingo

logo ptrx preto

Corridas espectaculares, muito público e um tempo que ora fazia sol, ora prometia chuva mas falhava todas as promessas, marcou o arranque da época de Ralicross, Kartcross e Super Buggy.

Entre as novidades realce-se o regresso das quatro corridas de qualificação e a introdução da Joker Lap nos Super Buggy e Kartcross, o que contribuiu para provas bem disputadas, mais corridas e ainda mais espectáculo para o público.

As vitórias sorriram, quase todas a muito custo, a João Novo (Peugeot 106) na Super Iniciação, a Santinho Mendes (Opel Astra) na Super Nacional 2RM, a Pedro Tiago (Citroen Saxo) na Super Nacional A1.6, a Joaquim Santos (Ford Focus) nos Super Car, a Miguel Moura (Ford Escort Cosworth) na Super Nacional 4WD, a João Ribeiro (Citroen Saxo S1600) na Super 1600, a Paulo Godinho (PG0012) nos Super Buggy e a Jorge Gonzaga (ASK EVO) nos Kartcross.

A próxima prova vai ser disputada em Mação, em cinco e seis de Maio próximo.

lousada podium scar Pódium da Super Car, comemorado com espumante Lousavinhos  trofeu Uma das novidades da época, os troféus P1 que premiaram todos os vencedores

Kartcross

Pedro Rosário (Semog Bravo ER) Venceu duas vezes e passou para a primeira posição da grelha de partida da final, ficando à frente de Jorge Gonzaga (ASK EVO), que até tinha vencido a prova inicial. Luís Almeida (Semog ER) ficava com o terceiro lugar da grelha.

Na patida da final Pedro Rosário não escapou à confusão da curva um e perdia segundo preciosos. Jorge Gonzaga aproveitava para escapar da confusão e passar para a frente da corrida.

Pedro Palma (Semog Bravo) colocava-se em terceiro à frente de Pedro Rabaço (Hsport).

Mário Rato (semog) rodava em quinto e trazia Pedro Rosário “tipo sombra” a pressionar, depois de recuperar algumas posições. Pelo meio a Joker Lap, que este ano é válida para os kartcross, ajudava a baralhar e a distribuir tudo de novo.

Jorge Gonzaga, em topo de forma neste início de época, seguiu para a vitória e trazia Luís Almeida a três segundos.

Pedro Palma (Semog Bravo) era o terceiro a terminar e tinha que suar para chegar ao pódium. Comandava um grupo muito animado e a vantagem final era de uma décima sobre Pedro Rabaço (Hsport) que por sua vez ganhava meio segundo a Mário Rato (Semog).

O Campeão em título, Pedro Rosário, depois do percalço na partida, era sexto.

lousada kartcross domingo Jorge Gonzaga (ASK EVO)

Super Buggy

“Pole Position” para Paulo Godinho (PG 0012) que venceu duas das três corridas de qualificação. António Santos (Toniauto TT SB 1300) venceu a derradeira qualificação, foi segundo à frente de Rafael Teixeira (Toniauto TT SB 1300).

Rafael Teixeira partiu muito bem, mas travou demasiado tarde para a curva um e baixou para terceiro. António Santos assumia a liderança, mas nada estava sequer perto de se decidir, pois Paulo Godinho ta volta aproveitava para passar para a frente.

Arménio Rodrigues já tinha ficado pelo caminho, com problemas no Atmos Strong.

Paulo Godinho cortava a meta em primeiro, seguido António Santos e Rafael Teixeira.

lousada superbuggy sabado Paulo Godinho (PG0012)

Iniciação

João Novo venceu a final, depois de uma corrida plena de emoção, em que tudo levava a querer que seria Rafael Rocha a ganhar. Explicando:

Rafael Rocha (Peugeot 106) venceu três das quatro corridas de qualificação e por isso a pole position da final foi sua. A oposição foi de João Novo (Peugeot 106), que venceu uma corrida e foi segundo nas restantes e Rodrigo Correia (Peugeot 205) ficou com o terceiro posto da grelha.

Rafael Rocha partiu na frente mas João Novo não lhe deu um segundo de descanso. Os dois da frente lutaram como homens grandes pela vitória e as idas à joker Lap foram decisivas para a classificação final.

Ora era rocha na frente, ora era nova a comandar e Rodrigo Correia a ver no que davam as coisas, mas não chegava ao fim, com problemas no motor do Peugeot.

João Novo cortava na frente, Rocha era segundo e Rodrigo Correia ficava com o mais baixo do pódium.

lousada novo domingo João Novo (Peugeot 106)

Super Nacional 2RM

Santinho Mendes (Opel Astra GSI) dominou na qualificação, venceu três corridas e deixou a restante vitória para Nuno Magalhães (Ford Escort). A primeira linha d grelha de partida, foi ocupada pelo Campeão em título Luís Moreira (BMW 325i).

Que grande primeira volta a que se assistiu! Santinho Mendes, Luís Moreira e Nuno Magalhães lutavam pela primeira posição e só a custo, depois da curva dois é que Santinho ficou na frente. O homem do BMW passou para segundo e o Ford Escort ficava atravessado na saída da curva e gerava alguma confusão. Nuno Magalhães regressava à prova, mas pouco depois perdia a traseira do Escort e um novo pião atirava-o para último. José Sousa (Peugeot 306) aproveitava para subi para terceiro e Andreia Sousa (Toyota Starlet) estava no quarto posto, até que já na fase final da prova, era ultrapassada por Adão Pinto (Opel Astra).

Santinho Mendes seguia para receber a bandeirada final, seguido por Luís Moreira, José Sousa, Adão Pinto e por Andreia Sousa, que em quinto, era a senhora melhor classificada. Paulo Reis (Peugeot 306) encerrava o grupo dos seis da frente.

lousada santinho domingo Santinho Mendes (Opel Astra)

Super Nacional A 1.6

Quatro corridas de qualificação e três vencedores distintos. Pedro Tiago (Citroen Saxo) foi o único que repetiu a vitória e dessa forma conseguiu a pole-position para a final A. Daniel Sousa (Peugeot 106) foi outros dos vencedores e graças a um segundo e um terceiro lugares, foi segundo, à frente de Luís Morais.

Pedro Tiago partia da “pole Position” e Daniel Sousa tinha que “furar” para se colocar na frente da corrida. Américo Sousa aproveitava a boleia e colocava-se em segundo.

Na volta seguinte Pedro Tigago ganhava uma posição por troca com Américo Sousa. Benjamim Sousa (Citroen Saxo) rodava colcado e mal apanhava uma aberta passava para terceiro, por troca com Américo.

A corrida estava ao rubro e as idas à Joker Lap ora baralhavam, ora colocavam tudo na mesma e voltavam a baralhar.

Cumpriam-se as sete voltas da final e Pedro Tiago vencia, seguido por Daniel Sousa a 1,24s. Benjamim Sousa foi terceiro, seguido por Américo Sousa , Tiago Ferreira e Leandro Macedo.

lousada ptiago domingo Pedro Tiago (Citroen Saxo)

Super 1600

João Ribeiro (Citroen Saxo S1600) ganhou as quatro corridas de qualificação e foi segundo na restante, que foi vencida por José Eduardo Rodrigues (Peugeot 206 S1600), que assim foi segundo nas contas da qualificação, à frente de Mário Teixeira (Ford Fiesta S1600).

Costuma dizer-se que candeia que vai à frente alumia duas vezes e parece que nesta categoria é verdade e por isso João Ribeiro colocou-se na frente da corrida. Oito concorrentes a lutarem pela liderança e só na curva dois é que as coisas se começaram a definir, neste caso mal para Nuno Araújo (Citroen C2 S1600), que saía na curva dois e baixava para último.

José Eduardo Rodrigues era segundo, Mário Teixeira andava por perto. Teixeira passava para segundo e depois ficava na frente da corrida. João Ribeiro Ia à Joker Lap, quase com a corrida a acabar e só depois disso é que tudo se decidia.

João Ribeiro ganhava, seguido por José Eduardo Rodrigues e Mário Teixeira.

Bruno Gonçalves (Citroen Saxo S1600) partia bem, de sexto e acabava a corrida em quarto, à frente de Joaquim Machado (Peugeot 206 S1600), que por sua vez estava apostado em não facilitar a vida a Gonçalves, terminando a quatro décimas. André Sousa (Peugeot 207 S1600) fechou o grupo dos seis da frente.

lousada ribeiro domingo João Ribeiro (Citroen Saxo S1600)

Super Car e Super Nacional 4WD

Joaquim Santos (Ford Focus) e Pedro Matos (Citroen DS3) dividiram as duas primeiras posições da grelha. Santos com três vitórias arrecadou a “pole”, Matos foi segundo e José Lameiro (Seat Leon) ficou com o terceiro posto, à frente de Miguel Moura, que em quarto era o melhor da Super Nacional 4DW.

Joaquim Santos partiu na frente e Pedro Matos seguiu-o de perto. José Lameiro colocava-se em terceiro e tinha que se defender de Miguel Moura, que aproveitava para “meter a frente” do Ford. Admar Pereira (Subaru Impresa WRX) era quinto.

Ao longo da corrida Joaquim Satos esteve na frente, mas sem poder ter margem de manobra para se distrair. Pedro Matos rodava próximo e candidatava-se à vitória, mas tinha que se “contentar” em ser segundo, à frente de Lameiro. Miguel Moura foi quarto e ganhou a Super Nacional 4WD, à frente de Ademar Pereira.

lousada santos domingo Joaquim Santos (Ford Focus) lousada mmoura domingo


Facebook
Facebook
Visitas
Visitantes em linha
contador gratuito de visitas Total de visitas
Contacte-nos