Velocidade Online

Nacional - Trófeus Monolarca

NACIONAL - TROFEUS MONOMARCA - TROFUE KIA PICANTO PREPARA ÉPOCA 2019

Quarta, 05 Dezembro 2018 15:22 | Actualizado em Terça, 11 Dezembro 2018 19:12

Kia Picanto GT Cup: a fórmula mais divertida e barata de praticar automobilismo em Portugal!

 

·         Inscrições nas provas passam a ser gratuitas nos próximos três anos de Troféu (2019 a 2021);

·         Único Troféu monomarca a incluir, com a aquisição do carro, tenda, fato de piloto, kit de comunicação e passaporte técnico;

 

·         Total versatilidade do carro em três disciplinas distintas do automobilismo, podendo ser utilizado na Velocidade, Montanha e Ralis (homologação RC5), permite uma rápida amortização do investimento, ao passo que a fiabilidade comprovada da viatura e o controlo efetuado pelo departamento técnico da marca asseguram equilíbrio das prestações entre os concorrentes e redução dos custos operacionais;

 

·         Forte investimento na comunicação do projeto garante maior suporte para os pilotos junto dos seus patrocinadores, num projeto que conta com o apoio de grandes empresas, marcas e entidades como a Kia Portugal, Galp, LG, Circuito do Estoril e FPAK;

 

·         Contínua evolução da performance garantida para os próximos três anos, traduzindo-se já em 2019 num aumento da potência para 150 cv às 6100 rpm e 250 Nm às 2500 rpm;

·         Calendário provisório da segunda temporada contempla cinco provas com passagens por Estoril, Braga, Vila Real, Jerez e Portimão.

 

 

 

Após um ano de estreia que superou todas as expetativas, o Kia Picanto GT Cup prepara-se para ir ainda mais longe no seu objetivo de revitalizar o automobilismo nacional, dando aos pilotos e equipas aderentes condições únicas para que possam desenvolver os seus projetos.

 

A fórmula mais divertida e barata do desporto motorizado português vai tornar-se ainda mais acessível já em 2019, oferecendo a atuais e futuros concorrentes todas as inscrições nas provas durante os próximos três anos, isto é, até 2021!

 

Avaliado em 5000€/ano por carro, este importante custo de qualquer projeto de automobilismo deixa, assim, de pesar no orçamento dos pilotos, e traduz-se numa poupança real de 15.000€/carro, olhando aos próximos três anos em que a competição vigorará (período mínimo garantido de Troféu).

 

“Quando começámos a delinear o Troféu Kia Picanto GT Cup, considerámos que os pilotos iriam valorizar receber prémios monetários decorrentes da sua classificação nas provas. Mas em conversa com eles e as suas equipas ao longo desta temporada inaugural percebemos que a imprevisibilidade de se calcular o montante real que cada um poderia receber fez com que este incentivo não tivesse o resultado pretendido. Eram verbas que não se refletiam no orçamento de cada piloto, uma vez que esse valor, variável, dependia da classificação obtida em cada evento”, explica João Seabra.

 

“Já a oferta das inscrições nas provas, cujo montante, fixo, pode ser mensurado à priori, e por isso refletido com fiabilidade no orçamento anual de cada piloto, seria mais um fator para chamar mais gente para o Troféu. Assim, substituímos a atribuição de prémios monetários prova a prova pela inclusão do valor da inscrição em todas as provas do Kia Picanto GT Cup, situação que estará em vigor, pelo menos, até 2021”, acrescenta o Diretor-Geral da Kia Portugal.

 

 

MAIS 25% DE TEMPO DE PISTA EM 2019

Aproveitando para revelar o programa provisório de 2019 (Estoril, Braga, Vila Real, Jerez e Portimão), assim definido para responder às preferências da maioria dos pilotos e garantir-lhes mais minutos ao volante, João Seabra salienta que o valor acima descrito tem por base um calendário desportivo composto por cinco provas que “valoriza o tempo de pista (2 sessões de treinos livres de 15 minutos + 2 sessões de qualificação de 10 minutos + 2 corridas de 20 minutos) e aposta em infraestruturas de apoio, como uma zona lounge com serviço de catering para pilotos, familiares, convidados, patrocinadores e ‘staff’”, algo que se manterá até 2021.

 

Apesar de haver cinco provas em 2019 vs 6 provas em 2018, “o tempo de pista usufruído pelos pilotos será aproximadamente 25% superior no próximo ano, melhorando a relação custo/divertimento da competição”, faz notar.

 

Focando as distintas possibilidades de utilização da viatura na Velocidade, Montanha e Ralis, a elevada fiabilidade comprovada ao longo de 2018 em cada um destes cenários e o kit de comunicação e de vestuário incluídos com a aquisição do carro, Tiago Raposo Magalhães sublinha que a oferta das inscrições torna a ativação do Kia Picanto GT Cup ainda mais económica, reforçando o seu estatuto enquanto a mais competitiva fórmula para a prática do automobilismo em Portugal.

 

O responsável da CRM Motorsport recorda, ainda, que os custos associados podem ser repartidos por dois pilotos e destaca que “o valor de revenda da viatura e os prémios monetários que são distribuídos aos pilotos mediante a classificação final no Troféu contribuem, também, para a amortização do investimento de um carro com os custos de ativação mais baratos do mercado, pois, para além das inscrições oferecidas, os índices de fiabilidade indicam zero problemas. Adicionalmente, o regulamento encontra-se limitado em termos técnicos e desportivos, ao ponto de permitir que qualquer piloto possa fazer a sua própria assistência, como já aconteceu este ano”.

 

 

ELEVAR A FASQUIA

Depois de um ano de estreia “muito positivo”, em que o Kia Picanto GT Cup superou todos os objetivos delineados para esta sua primeira temporada, a Organização do Troféu tem vindo a trabalhar nos bastidores para dar ainda mais argumentos aos pilotos e equipas que justifiquem a sua aposta no Troféu monomarca.

 

Além da oferta das inscrições no próximo triénio, o Kia Picanto GT Cup tornar-se-á cada vez mais atrativo do ponto de vista do prazer de condução. A versão de 2019, por exemplo, vê a potência aumentar de 140 para 150 cv às 6100 rpm e em cerca de 15 cv no médio regime, com o binário máximo disponível a crescer, também, para 250 Nm às 2500 rpm, traduzindo-se num carro “mais redondo, logo mais suave para a mecânica, mas também mais pujante e divertido de conduzir”, afirma João Seabra.

 

Juntamente com o incremento da potência, a evolução do Kia Picanto GT Cup contará com “pastilhas de travão de competição”, desvenda Tiago Raposo Magalhães, encontrando-se em análise “a possível introdução de um diferencial autoblocante, desde que o controlo de custos, a fiabilidade mecânica e a igualdade técnica — fatores enraizados no ADN do Kia Picanto GT Cup — não sejam postos em causa”.

 

Neste momento, há pelo menos a certeza de que os primeiros testes desta nova evolução não podiam ser mais entusiasmantes, com o Kia Picanto GT Cup a dar muito boa conta de si no regressado Rali das Camélias — o palco escolhido para comprovar na estrada o trabalho realizado na oficina.

 

Além de os tempos registados terem deixado em evidência as credenciais vencedoras do carro entre as viaturas até 1300 cc e, particularmente, na categoria RC5 em que este se encontra homologado, deram aos pilotos que atualmente militam no Troféu com o mesmo nome e que se deslocaram à prova, como o eventual vencedor do Grupo P2, Francisco Esperto, ou o Campeão de 2018 da categoria Pro, Hugo Araújo, a certeza de estarem perante um carro “mais eficaz e divertido”, derivado da maior resposta e progressão do motor, mas também da substituição dos “travões de origem por travões de competição”.

 

Depois de ter trazido uma abordagem inovadora e contemporânea do mundo em que vivemos para dentro do desporto motorizado, tornando-se no primeiro Troféu do automobilismo português a pontuar, simultaneamente, a prestação desportiva dos pilotos e a forma e intensidade com que comunicam os seus projetos, e juntado a isso prémios monetários que sustentassem a continuidade das suas carreiras, o futuro do Kia Picanto GT Cup tem tudo para continuar a ser risonho graças a um novo pacote de incentivos que continuam a torná-lo único no panorama do desporto motorizado nacional.

 

Para João Seabra, “o impacto do Kia Picanto GT Cup é visível em todos os quadrantes, do plano mediático ao desportivo, validando a aposta feita pela marca e por todos os parceiros que acreditaram neste projeto. Não poderíamos estar mais satisfeitos com a adesão ao Troféu e quero assegurar aos pilotos e equipas que nos encontramos a preparar o próximo ano com o claro objetivo de reforçar tudo o que de bom tem sido feito”, conclui o Diretor-Geral da Kia Portugal.


Facebook
Facebook
Visitas
Visitantes em linha
contador gratuito de visitas Total de visitas
Contacte-nos