Velocidade Online

Nacional - Ralis

CAMPEONATO PORTUGAL DE RALIS - DESAFIO KHUMO VAI RECOMEÇAR

Domingo, 28 Junho 2020 06:09 | Actualizado em Quinta, 09 Julho 2020 15:49

KUMHO estamos ansiosos por recomeçar!

 

Finalmente vamos colocar um ponto final neste defeso forçado. É já no primeiro fim-de-semana de julho que o 3º Desafio Kumho Portugal voltará às estradas. O rali de Castelo Branco será palco da reentrada e logo numa prova que contará para três desafios KUMHO: Asfalto, Centro e Sul.

 

Serão praticamente 4 os meses de paragem forçada, que cumpriremos à chegada ao Rali de Castelo Branco.

A prova albicastrense apresenta-se assim como um sopro de vida que vem no momento certo para tentar recolocar nos carris um ano desportivo que está já profundamente afetado pelos efeitos causados pelo surto pandémico que atravessamos.

A prova da Escuderia Castelo Branco, que conta para os campeonatos de Portugal e Centro de Ralis, contará para os Desafios KUMHO Asfalto, KUMHO Centro e KUMHO Sul, sendo a integração da prova no calendário da competição sulista a grande novidade.

Esta decisão tomada pela organização do 3º Desafio KUMHO Portugal prende-se com a necessidade de assegurar um número satisfatório de provas a todos os concorrentes que querem disputar o Desafio KUMHO Sul, numa altura em que ainda são muitas as incertezas quanto ao calendário final do Campeonato Sul de Ralis, a exemplo, aliás, do que também acontece com os campeonatos Norte e Centro.

Os concorrentes integrados no 3º Desafio KUMHO Portugal vão beneficiar de um preço especial de inscrição no rali, que será de apenas 280,00€, mercê do protocolo que estabelecemos com a Escuderia.

 

A “armada” KUMHO vai enfrentar em Castelo Branco 68,71 kms contra o cronómetro.

A luta arranca, no sábado, dia 4, com a passagem única pela especial de Vilas Ruivas (16,31Km), ficando reservado o “prato principal” para domingo, 5 de julho, distribuído por duas especiais, ambas com dupla passagem: Dáspera-Salgueiral (12,24Km) e Sto. André das Tojeiras (13,96Km).

Obviamente, os concorrentes KUMHO que integram o Campeonato de Portugal de Clássicos de Ralis farão a extensão completa prevista, mas, para efeitos de classificação KUMHO, só contarão os tempos que efetuem nas classificativas comuns aos membros da “armada” KUMHO que disputam o CCR.

 

E se o rali marcará a estreia do Desafio Kumho Sul, já quanto às contas do Kumho Asfalto e do Kumho Centro, esta será a segunda tirada, após o arranque, nos idos de Março, no Rali da Bairrada.

A dupla Armando Carvalho/Ana Santos chega a Castelo Branco na liderança da Divisão 1 dos dois desafios, tendo a equipa levado ainda o seu Mitsubishi EVO V ao triunfo absoluto na Bairrada, oferecendo assim a primeira vitória à geral de 2020 aos pneus KUMHO. A Divisão 2 tem o Citroen Saxo de Fábio Santos e Ricardo Sismeiro no comando após a única prova disputada.

 

Por fechar ficam os calendários das cinco competições.

A organização do Desafio Kumho Portugal está continuamente em contacto com os organizadores e aguarda, com serenidade, que a FPAK anuncie os calendários finais a Norte, Centro e Sul para, logo após, anunciar de forma célere quais as provas que contarão para cada um dos desafios que estão a ser disputados.

É previsível que, dada a dificuldade de serem montados calendários extensos, várias provas possam vir a ser nomeadas para, pelo menos, dois Desafios Kumho zonais diferentes, a exemplo do que, como já referimos, vai acontecer no Rali de Castelo Branco como os Desafios KUMHO Centro e Sul.

Será sempre tida em conta a preocupação em colocar essas provas em locais que se revelem geograficamente mais aceitáveis no que concerne às distâncias a percorrer pelas equipas no acesso aos ralis, tentando ao máximo não prejudicar a logística e os seus orçamentos.

 

 

 

 

 

Facebook
Facebook
Visitas
Visitantes em linha
contador gratuito de visitas Total de visitas
Contacte-nos