Velocidade Online

Nacional - Autocross/Ralicross

CAMPEONATO PORTUGAL DE RALICROSSS - LOUSADA

Terça, 24 Setembro 2019 10:33 | Actualizado em Domingo, 20 Outubro 2019 17:39

64º Ralicross de Lousada - Domingo

logo ptrx preto

Diz-se que depois da tempestade vem a bonança e com o traçado da Costilha completamente seco o ritmo e a adrenalina em pista dispararam. Corridas emocionantes e finais impróprias para cadíacos, fizeram parte do programa da penúltima jornada do PTRX 2019. A isto, juntaram-se ainda muitas das contas do campeonato em aberto, nesta segunda prova organizada organizada pelo Clube Automóvel de Lousada do PTRX Campeonato de Portugal de Ralicross, Kartcross e Super Buggy.

De salientar que a jornada do CAL serviu para que fossem encontrados os virtuais Campeões de Portugal das categorias Super 1600 e Nacional A1.6. João Ribeiro nem precisou de esperar pela vitória na final, para comemorar e Pedro Tiago, na A1.6, comemorou o título, depois de pela primeira vez ser segundo, desde que alinhou nesta categoria. O autor da proeza de "bater" o Bi-campeão, foi José Artur Teixeira, que alinhou com um Peugeot 106 a estrear no Ralicross.

Nas restantes categorias, João Novo fez uma prova em que foi de último, após um toque, até primeiro na Nacional 2RM; Nelson Barata (Power NB) venceu nos Super Buggy; Daniel Pacheco venceu nos Supercars; Rodrigo Correia foi o melhor entre os iniciados e Jorge Gonzaga venceu nos Kartcross. 

PTRX Lousada 2 18 Podium Nacional A1.6 PTRX Lousada 2 17 Podium Iniciação

Finais

Iniciação

Rodrigo Correia (Peugeot 205), confirmou, numa final que acabou por se revelar tranquila a prestação do fim-de-semana. Conseguiu no início da corrida alguma vantagem sobre Gonçalo Macedo (VW Polo), ainda houve troca de posições, mas as idas à Joker Lap determinaram as classificações finais. Macedo terminou, assim, Lousada no segundo posto e parte para a derradeira prova do campeonato ainda com a possibilidade de discutir o título. Gonçalo Novo, continuou a ter que “lutar” com problemas de caixa no Toyota Starlet, mesmo assim garantiu o último lugar do pódio.

PTRX Lousada 2 14

Nacional 2 RM

João Novo (Peugeot 106) venceu uma final imprópria para cardíacos. Na primeira volta, no ínício da descida da Costilha levou um ligeiro toque, quando discutia a posição com o Astra de Adão Pinto. Caiu para último, mas depois fez uma corrida de trás para a frente. Foi conquistando posições e voltou a “encostar-se” a Adão Pinto, que acabou por ficar a perder na ida à Joker Lap. Luís Carvalho (Peugeot 206) foi acompanhando, mas com alguma distância, o duelo na frente e reclamou o último lugar do pódio. Paulo Reis (Renault Clio) foi quarto e Andreia Sousa (Peugeot 306), vencedora do troféu feminino, fechou o "top five".

PTRX Lousada 2 11 João Novo (Peugeot 106), Andreia Sousa (Peugeot 306) e Adão Pinto (Opel Astra)

Super Cars

Daniel Pacheco (Subaru Impreza) dominou de forma tranquila a final da SuperCars, seguido por Jorge Rodrigues, também em Subaru Impreza.

PTRX Lousada 2 10 Daniel Pacheco (Subaru Impreza)

Nacional A 1.6

José Artur Teixeira inscreveu-se na Nacional A 1.6, estreou em ralicross um Peugeot 106 e praticamente sem testar, foi para as corridas. A final de início até parecia estar entregue a Pedro Tiago (Citroën Saxo), piloto que se mantinha invicto desde a época de 2018. Mas quando Tiago optou por entrar na Joker Lap, ainda com o pelotão demasiado compacto, José Artur conseguiu a vantagem, que o levaria ao topo do pódium. Mas por outro lado, o segundo lugar de Tiago foi mais do que suficiente para sair de Lousada como virtual Campeão. O último lugar do pódium foi assegurado por Leonel Sampaio (Citroën Saxo).

Bruno Lima pressionava para chegara até ao pódium, mas tinha Américo Sousa também a pressionar. As posições secundárias eram igualmente discutidas. Lima era quarto e Sousa quinto a cortar a meta.

 PTRX Lousada 2 21 José Artur Teixeira (Peugeot 106)

Super 1600

João Ribeiro (Citroën Saxo) venceu a derradeira final de Lousada e vai partir para a última prova da época já como virtual Campeão entre os Super 1600.

João Ribeiro arrancou bem e liderou a prova.

José Eduardo Rodrigues (Peugeot S1600) tem andado afastado do Ralicross, pois está mais dedicado ao Camião Racing. Regressou em Lousada e provou que a “quem sabe não esquece”. Apesar de nas qualificações ter andado arredado das posições cimeiras, acabou por garantir “a prata”.

O fecho do pódio foi assegurado por Rogério Sousa (Ford Fiesta S1600).

António Sousa (Peugeot 208 S1600), teve um quarto lugar, sempre com muita luta por parte de Mário Teixeira (Ford Fiesta S1600).

 PTRX Lousada 2 22 João Ribeiro (Citroën Saxo), Rogério Sousa (Ford Fiesta) e Mário Teixeira (Ford Fiesta)

Kartcross

Jorge Gonzaga (ASK EVO 18) a correr em casa e já virtual detentor do título de 2019 voltou a impôr-se face à concorrência.

Pedro Rosário (Semog Bravo), tal como aconteceu durante todo o fim-de-semana, foi quem mais tentou contrariar o andamento de Gonzaga. Durante toda a corrida lutou para ser primeiro, mas ao baixar da bandeira xadrez ficava a meio segundo do piloto da casa.

Rui Nunes, também em Semog Bravo conseguiu manter sempre o contacto com os homens da frente e fechou o pódio, com uma vantagem ligeira sobre Pedro Rabaço num Proto HSport. Alexandre Borges (Semog Bravo), não dava descanso a Rabaço, mas seria o quinto a cortar a meta.

Pedro Marques (ASK EVO 2014) continuou a comandar entre os Rookies.

PTRX Lousada 2 23 Jorge Gonzaga (ASK EVO18)

 Super Buggy

Numa final de “faca nos dentes”, Nelson Barata (Power NB) acabou por fechar a jornada de Lousada no melhor lugar do pódium. Uma conquista nada fácil de alcançar face a Mauro Reis (HSport TT), que acabou no segundo posto, apesar de entrado na última curva, antes da recta da meta, lado a lado com Barata. Corrida decidida ao "sprint", com vantagem para o Power NB amarelo.

Alexandre Durão (Toniauto) ainda chegou a medir forças com Ricardo Faria (Atmos Storm), mas o piloto do Atmos acabou por abandonar e Durão assumiu definitivamente o terceiro posto.

PTRX Lousada 2 19 Nelson Barata (Power NB) 

A derradeira jornadada do PTRX Campeonato de Portugal de Ralicross, Kartcross e Super Buggy vai decorrer no fim-de-semana de 12 e 13 Outubro com o 45º Ralicross Sever do Vouga. Uma prova oranizada pelo Vouga Sport Clube, que irá ditar os títulos ainda em aberto.

 

Após corridas de qualificação

Iniciação

Das quatro corridas de qualificação, Rodrigo Correia (Peugeot 205) apenas falhou o primeiro lugar do pódio na segunda e partiu para a final numa posição de vantagem sobre Gonçalo Macedo (VW Polo), que foi segundo. Gonçalo Novo apesar de não ter o Toyota Starlet a 100%, em termos de caixa velocidades assegurou o terceiro posto para a final. Artur Monteiro (Toyota Corolla), na quarta corrida de qualificação bateu forte no final da recta da meta e terminou aí o fim-de-semana.

Nacional 2 RM

As quatro corridas de qualificação foram animadas pelo interessante duelo entre Adão Pinto (Opel Astra) e João Novo (Peugeot 106), que dividiram 50/50 as vitórias. Contudo, para a final, Novo partiu com vantagem pontual. Luís Carvalho, sempre regular durante os dois dias de prova, assegurou a terceira linha da grelha para o derradeiro embate. Realce ainda para a prova de Andreia Sousa, em que a mecânica do Peugeot 306 não colaborou e a impediu de lutar pela vitória na terceira corrida de qualificação.

Super Cars

Entre os Super Cars, numa contenda exclusiva aos Subaru Impreza, Daniel Pacheco comandou todas as corridas de qualificação.

Super Nacional A 1.6

José Artur Teixeira (Peugeot 106), fez o pleno nas quatro corridas e partiu para a final numa posição bastante confortável. Pedro Tiago (Citroën Saxo), cada vez mais perto de revalidar o título garantiu o segundo lugar na grelha de partida para a final. Leonel Sampaio (Citroën Saxo) conseguiu a terceira posição para a final.

Super 1600

João Ribeiro (Citroën Saxo) dominou as qualificações e assegurou o melhor lugar da grelha, para uma final dividida em duas mangas. Hélder Ribeiro (Citroën C2), conquistou o segundo posto e António Sousa, com uma prestação muito consistente durante toda a qualificação reservou o terceiro lugar para a final.

Kartcross

Jorge Gonzaga (ASK EVO18), apesar de já se poder dar ao luxo de alinhar em Lousada em modo de gestão, não baixou o ritmo e garantiu o melhor lugar para a final. No somatório da qualificação Pedro Palma (HSport) foi quem mais tentou contrariar o andamento do virtual campeão de 2019. Por seu lado, Pedro Rosário (Semog Bravo) reclamou o terceiro lugar para a final.

Super Buggy

Mauro Reis (HSport TT) partiu para a final como chegou a Lousada, na frente. Nélson Barata (Power NB), foi o seu opositor de sempre e reservou o segundo posto. Ricardo Faria (Atmos Storm) foi terceiro.

 


Facebook
Facebook
Visitas
Visitantes em linha
contador gratuito de visitas Total de visitas
Contacte-nos