Velocidade Online

Nacional - Autocross/Ralicross

NACIONAL DE RALICROSS - SEVER DO VOUGA

Segunda, 18 Junho 2018 10:03 | Actualizado em Domingo, 15 Julho 2018 22:29

42º Ralicross de Sever do Vouga - Domingo

logo ptrx preto

Em Sever do Vouga, na pista do Alto do Roçário, em Talhadas, decorreu a terceira jornada do PTRX, Campeonato de Portugal de Ralicross, Kartcross e Super Buggy. 

Calor, corridas animadas e muito público foram os pontos de destaque desta jornada organizada pelo Vouga Sport Clube, que deu vitórias a Rafael Rocha na Super Iniciação; Adão Pinto na Super Nacional 2RM; Pedro Tiago na Super Nacional A1.6; José Eduardo Rodrigues na Super 1600; Pedro Matos nos Super Car; Ademar Pereira na Super Nacional 4WD; Rafael Teixeira nos Super Buggy e Pedro Rosário nos Kartcross.

Finais

Super Iniciação

Rafael Rocha (Peugeot 106) venceu e dominou a final. Partiu na frente, mas seguido de muito perto por um grupo animado, onde militavam Rodrigo Correia (Peugeot 205), Gonçalo Macedo (VW Polo), que partia da segunda linha e João Novo (Peugeot 106) que por fora na curva um, dava o tudo por tudo para não ficar fora da questão da vitória.

A luta pelo segundo posto foi o ponto forte da corrida e isso permitiu a Rocha ganhar décimas preciosas. João Novo, depois de forte oposição, partiu em busca do primeiro, mas numa dobragem complicada comprometia a prova.

Ariana Rodrigues (Peugeot 106) rodava em ritmo mais lento do que os da frente – recorde-se que fazia aqui a estreia na competição, 30 anos após o seu pai, Jorge Rodrigues, o ter feito nesta mesma pista - à entrada da recta da meta João Novo não conseguia evitar o toque. Ariana ficava fora de combate e João perdia segundos preciosos.

Gonçalo Macedo partia assim à conquista do segundo lugar e era seguido de perto por Rodrigo Correia, que ficava com o mais baixo do pódium.

IMG 5377 Rafael Rocha (Peugeot 106)

Super Nacional 2RM

Adão Pinto (Opel Astra) começou bem, na frente, e acabou bem, também na frente. Conseguiu dilatar a vantagem e ganhar.

José Sousa (Peugeot 306) teve que suar para ser segundo. É que Fernando Silva (Seat Ibiza) não partiu nada bem, mas nunca baixou os braços e tentou mesmo “roubar” o segundo posto a Sousa. No final a diferença entre ambos era de três décimas (!).

Adreia Sousa (Toyota Starlet) foi a quinta classificada e, é importante realçar, vencedora do troféu das senhoras.

sever nacional2rm final Adão Pinto, em primeiro, seguido por José Sousa e por Andreia Sousa, a senhora melhor classificada.

Super Nacional A1.6

Pedro Tiago (Citroen Saxo) começou na frente. Defendeu-se dos ataques que lhe eram lançados na travagem para a curva um, conseguiu manter os adversários na traseira e enquanto estas lutavam pelo segundo posto, Tiago foi conseguindo a vantagem que lhe deu a vitória.

Luís Morais (Peugeot 106 GTi) acabou por levar a melhor na questão do segundo posto. O problema é que quando se conseguiu desenvencilhar dos adversários já seria tarde… Explicando: as idas à joker lap, foram determinantes e quando Pedro Tiago cumpriu o percurso mais longo, terminou com uma vantagem de meio segundo sobre Morais.

Benjamim Sousa (Citroen Saxo) foi mais um dos que lutou pelo lugares da frente. Terminou em terceiro e já tinha Leandro Macedo (Citroen Saxo) a chegar-se à traseira, depois de ter ganho muito do tempo perdido no início.

sever super a16 final Partida da Super Nacional A1.6, com Pedro Tiago (Citroen Saxo) em primeiro, por dentro e Luís Morais (Peugeot 106) em segundo.

Super 1600

José Eduardo Rodrigues (Peugeot 206 S1600) teve um início de corrida sem erros, que lhe permitiu assumir a liderança, logo na curva dois, quando João Ribeiro foi obrigado a desistir, com problemas na direcção do Citroen Saxo S1600.

Depois, Rodrigues tinha que se defender dos ataques que Mário Teixeira lhe lançava e novamente na curva dois, as coisas ficavam resolvidas. O Ford Fiesta S1600 de Teixeira parava com problemas de motor e Rodrigues passava a ficar folgado na frente da corrida que vencia.

Na mesma curva, Joaquim Machado via a cixa do Peugeot S1600 partir e desistia, com um princípio de incêndio (o óleo da caia caia sobre o esacpe). A curva dois, mais parecia um parque de estacionamento...

André Sousa (Peugeot 206 S1600) passava pelos pingos da chuva e seguia para o segundo posto, com Eduardo Queirós (Peugeot 206 S1600) logo atrás.

Numa espécie de prémio de consolação, Mário Teixeira ainda se classificou em quarto, à frente de Joaquim Machado e de Nuno Araújo que tinha ficado pelo caminho, na primeira volta.

sever super1600 final Partida da Super 1600, João Ribeiro, por dentro, José Eduardo Rodrigues, por fora, que acabaria por vencer a corrida. 

Supercar e Super Nacional 4WD

Pedro Matos (Citroen DS3 Supercar) partiu bem e apesar de arrancar da segunda posição, levou a melhor sobre Joaquim Santos, cujo Ford Focus Supercar, com o passar das voltas, evidenciava alguns problemas, com demasiados rateres a saírem pelo escape.

Má partida foi a José Lameiro, que passou de terceiro a último e bastante atrasado. Ora quando recuperou o andamento, só lhe restava partir em busca do lugar que era de Ademar Pereira (Subaru WRX STi). Objectivo que acabou por ser conseguido.

Ademar pereira terminou assim em quarto, melhor da Super Nacional 4WD e Pedro Matos cortava a meta em primeiro e vencia.

sever matos final Pedro Matos (Citroen DS3 Super Car) IMG 5681 Ademar Pereira (Subaru Impreza WRX STi)

Super Buggy

Rafael Teixeira (Toniauto TT SB) arrancou na frente. Tinha a pole-position e não a desperdiçou. António Santos (Toniauto TT SB) seguia na perseguição do líder e deixava os adversários a discutirem o terceiro lugar do pódium.

Arménio Rodrigues (GRT MXG) passava pelo terceiro posto, Nelson Barata (Toniauto Pwernb) não lhe queria facilitar a vida e cumpriu, com a prova a meio assumiu o lugar mais baixo do pódium e de lá já não saiu.

Na frente, Teixeira seguia para a vitória.

sever sbuggy Rafael Teixeira (Toniauto TT SB)

Kartcross

A curva um foi madrasta para três concorrentes. Logo na partida, um choque em cadeia causava a barafunda a meio do pelotão. Alexandre Silva, Nelson Rocha e Nuno Bastos já não seguiam em prova. A bandeira vermelha era mostrada.

Nuno Bastos tardou em sair do ASK EVO16 e imediatamente foram activados os meios de socorro. Felizmente tudo não passou de um susto, o piloto ficou combalido com os choques, mas o estado de saúde não inspirava cuidados.

sever toque kartcross sever toque2 kartcross 

Retomada a prova e Jorge Gonzaga (ASK EVO16) assumia a liderança, mas isso seria só até à curva dois, em que Pedro Rosário (Semog Bravo ER) aproveitou para meter a frente e passou limpo para primeiro.

Pouco depois Jorge Gonzaga baixava para quinto. Luís Almeida (Semog Bravo ER) aproveitava para tomar o segundo lugar de assalto. Pedro Palma (Semog Bravo) seguia-o e José Carlos Pinheiro (Semog Bravo ER EVO) fazia o memso.

Gonzaga ia para a joker lap e passado um par de voltas era vez de rosário fazer o mesmo. Só após toda gente cumprido o caminho mais longo, é que as coisas se decidiam.

O Campeão em título, Pedro Rosário, ganhou, seguido por Luís Almeida a meio segundo. Mário Rato (Semog Revolution SR) furava até ao lugar que restava no pódium e deixava o quarto posto para Pedro Palma.

Jorge Gonzaga era o quinto a cortar a meta e José Carlos Pinheiro encerrava o grupo dos seis da frente.

sever rosario Pedro Rosário /Semog Bravo ER)

Corridas de qualificação

Super Iniciação

Rafael Rocha (Peugeot 106) venceu a terceira corrida de qualificação e arrumou já a questão da pole-position para final. Mesmo assim, não se coibiu de vencer a quarta corrida de qualificação, com muita oposição de João Novo (Peugeot 106).

João Novo fez uma prova de “garra”, muito disputada com Rodrigo Correia (Peugeot 205) na segunda corrida e na seguinte não foi diferente. Envolveram-se num duelo pelo segundo posto, que nas contas finais seria de Rodrigo Correia.

João Novo foi assim terceiro, à frente de Gonçalo Macedo (WV Polo) e de Ariana Rodrigues (Peugeot 106).

sever rocha ini Rafael Rocha (Peugeot 106)

Super Nacional 2RM

Fernando Silva (Seat Ibiza) venceu a terceira corrida, depois de andar toda a prova colado ao líder, José Sousa (Peugeot 306), e quase com a meta à vista ter passado para a frente. Mas a derradeira corrida voltou a baralhar: Adão Pinto ganhou a corrida e dessa fora a pole-position é do piloto do Opel Astra.

José Sousa, vai ter o segundo lugar, à frente de Fernando Silva e de Andreia Sousa (Toyota Strarlet), que se mantem como a senhor melhor classificada.

Nuno Pereira não teve sorte. À entrada da recta da meta, durante a terceira corrida, a frente do Opel Kadet começou a escorregar e apesar do piloto não levantar pé, acabou mesmo por embater na barreira, com alguma violência e comprometeu a participação seguinte.

sever nacional2r opel Adão Pinto (Opel Astra)

Super Nacional A1.6

Pedro Tiago (Citroen Saxo) manteve-se invicto. Venceu as quatro qualificações e a pole-position ficou-lhe na mão.

Na segunda corrida Luís Morais (Peugeot 106 GTi) atacou forte a colocou-se no segundo posto. Na última corrida bastou-lhe ser terceiro, para ficar com o segundo lugar ada grelha.~

Jorge Machado (Peugeot 206) foi terceiro, à frente de Daniel Sousa (Peugeot 106) e de Benjamim Sousa (Citroen Saxo).

sever tiago a16 Pedro Tiago 

Super 1600

João Ribeiro (Citroen Saxo S1600) ganhou a primeira corrida do dia e ficou para a frente da classificação. Mário Teixeira (Ford Fiesta S1600) foi terceiro, atrás de José Eduardo Rodrigues (Peugeot 206 S1600). Só após a terceira e última corrida é que foi possível saber quem parte da pole-position e com mais uma vitória, João Ribeiro assegurou o lugar.

José Eduardo Rodrigues venceu a respectiva manga, mas não a corrida, o que o colocou no segundo lugar da grelha de partida.

Mário Teixeira ficou em terceiro, à frente de Joaquim Machado (Peugeot 206 S1600) e de André Sousa (Peugeot 207 S1600).

sever robeiro s1600a João Ribeiro (Citroen Saxo S1600)

Supercar

Pedro Matos (Citroen DS3 Supercar) começou o dia a ganhar, bateu Joaquim Santos por 4,6 segundos. Por seu lado, o homem da Bompiso, optou por um andamento espectacular, com longas “atravessadelas” a encantar o público.

Na última qualificação Joaquim Santos colocou-se na frente e deixou José Lameiro e Pedro Matos a discutirem o segundo posto. Lameiro levou a melhor.

Ademar Pereira (Subaru Impreza WRX STi) ficou com o quarto posto da grelha, como melhor Super Nacional 4WD.

sever ademar Ademar Pereira (Subaru Impreza WRX STi)

Super Buggy

Rafael Teixeira (Toniauto TT SB) ganhou a segunda corrida e após esta, com dois terceiros lugares, Nelson Barata (Toniauto Powernb) era o segundo da classificação intermédia. Arménio Rodrigues (GRT MXG) era terceiro.

António Santos (Toniauto TT SB) ganhou a terceira corrida de qualificação, mas já não chegou a tempo de levar a melhor sobre a “trindade” Teixeira, Barata e Rodrigues, que já tinham assegurado os três primeiros lugares.

sever santos Rafael Teixeira (Toniauto TT SB)

Kartcross

Feitas as contas das três corridas de qualificação e Jorge Gonzaga (ASK EVO18) foi quem levou a melhor. Duas vitórias e uma segundo lugar deram-lhe a pole-position, com menos dois pontos do que Pedro Rosário (Semog Bravo ER), que fez primeiro, segundo e terceiro lugares na qualificação.

Mário Rato (Semog Revolution SR) terminou a qualificação em terceiro, à frente de Pedro Palma (Semog Bravo) e de Pedro Rabaço (HSport).

sever joca Jorge Gonzaga (ASK EVO18)


Facebook
Facebook
Visitas
Visitantes em linha
contador gratuito de visitas Total de visitas
Contacte-nos