Velocidade Online

Nacional - Clássicos

NACIONAL - MÁQUINAS DE SONHO DO ALGARVE

Domingo, 21 Outubro 2018 08:06 | Actualizado em Quarta, 03 Junho 2020 19:53

Máquinas de sonho invadiram o Algarve

 

Iniciou-se hoje o Algarve Classic Festival, a maior manifestação desportiva de automóveis clássicos do sul da Europa, tendo duzentos e setenta e um carros e vinte e sete motos se feito à pista na primeira jornada do programa.

 

O evento que tem como placo o Autódromo Internacional do Algarve teve esta sexta-feira o seu princípio, sendo uma verdadeira festa para os adeptos que gostam do desporto motorizado com automóveis ou motos clássicos, com exemplares que marcaram a história tanto do automobilismo como do motociclismo.

Foram as motos que abriram as hostilidades, tendo vinte e sete concorrentes entrado no traçado algarvio para realizar a qualificação. Phil Atkinson foi o mais rápido, aos comandos de uma Yamaha TZ, batendo confortavelmente Fernando Mendes numa moto semelhante.

A Fórmula Ford Portugal foi a competição que se seguiu, tendo Diogo Sousa, o líder da categoria ZETEC, assegurado a pole-position, depois de bater António Almeida.

Depois da competição de monolugares foi a HTCC & TDT a tomar o palco, mas continuou a ser um Ford a ditar leis, primeiro, nos testes privados, e, posteriormente, na qualificação. Wood-Morgan impuseram o seu Capri perante o Ford Escort Mk2 Freemantle-Paxman, assegurando a pole-position para a corrida de sábado.

Também no CSS Group 1 foi um Ford que levou a melhor, tendo o Escort Mk2 da família Gaspar assegurado a pole-position em ambas as qualificações.

A Ford manteve o seu domínio no Algarve Classic Festival, tendo o Cortina Lotus de Wolfe-Tinkler garantindo a pole-position, tendo este modelo da marca norte-americana monopolizado as quatro primeiras posições. O primeiro carro de outro construtor foi o Alfa Romeo Giulia Sprint GTA de Oldenforff-Monroy.

Foi preciso voltarem os monolugares à pista para que o domínio do construtor de Detroit fosse interrompido, tendo sido o Lotus 16 de Miles Griffith a levar a melhor, batendo o carro semelhante de Joaquin Folch-Rusinol. Os carros de Grande Prémio foram um dos momentos altos do dia, tendo sido possível ver evoluir em pista carros como o Maserati 250F, que levou Juan Manuel Fangio a um dos seus títulos, ou o Cooper T51, que permitiu a Jack Brabham alcançar um dos seus ceptros

Os protótipos que recordam Le Mans, Algarve Sports Cars Pre-1975, fizeram estremecer o asfalto do Algarve com os seus poderosos motores, tendo Lola T70 de Andy Wolf assegurado a pole-position, ao bater o Lola T70 MK3B pilotado por Leo Voyazides.

Também os GT que fizeram história em La Sarthe marcam presença no Autódromo Internacional do Algarve, na categoria Pre-1963 GT by DK Engineering. Carros como o Ferrari GTO ou o Jaguar Type E foram os grandes protagonistas da qualificação, tendo a máquina transalpina, dividido por Monteverde-Pearson, levado a melhor face aos GT britânicos, que ocuparam as duas posições seguintes

Nos protótipos dos anos cinquenta - MRL 50s Sports Cars – a colheita é vintage, podendo ser observados carros tão belos e distintos como Jaguar Type D, Maserati 250S, Jaguar Type C, Aston Martin DB2, entre tantos outros. Acabou por ser o Tojeiro Jaguar a levar a melhor na qualificação, batendo o Cooper Mónaco de Maeers-Martin.

Os concorrentes da GT & Sports Car Cup GT Pre-1966 realizaram hoje apenas uma sessão de testes, efectuando a sua qualificação amanhã.

A segunda jornada do Algarve Classic Festival está recheada de corridas, estando previstas dez, sendo, por isso, muitos os motivos de interesse para dar um salto ao Autódromo Internacional do Algarve para um dia em que os adeptos de desportos motorizados poderão ver um verdadeiro desfile de máquinas que marcaram a história.

 

 


Facebook
Facebook
Visitas
Visitantes em linha
contador gratuito de visitas Total de visitas
Contacte-nos