Velocidade Online

Nacional - Ralis

NACIONAL - RALIS - EXCELENTE BALANÇO PARA A ARC SPORT NO RALI DOS AÇORES

Segunda, 25 Março 2019 23:06 | Actualizado em Segunda, 16 Setembro 2019 08:25


AZORES RALLYE 2019

 

 

 

UMA PARTICIPAÇÃO MUITO PROVEITOSA DA ARC SPORT

 

 

 

 VITÓRIA PARA O CAMPEONATO DE PORTUGAL E 2º LUGAR EUROPEU

 

DOIS LUGARES NO PÓDIO NACIONAL E LIDERANÇA DO CPR 2019

 

 

A ARC Sport foi à ilha de São Miguel assinar mais um resultado extremamente positivo, tanto ao nível europeu como para o Campeonato de Portugal de Ralis. Ricardo Moura e António Costa foram sempre a melhor equipa nacional, e até estiveram perto da vitória, terminando a prova no 2º lugar, a escassos segundos do vencedor. Ricardo Moura é agora o líder do campeonato nacional.

 

Ricardo Teodósio e José Teixeira ocuparam o 3º lugar final para o CPR, continuando na luta pelo título de 2019. A ARC Sport ocupa agora os 2 primeiros lugares do Campeonato de Portugal de Ralis. Fantástica prestação de Miguel Correia e Pedro Alves, com um 4º lugar final, e assim a equipa a subir à 5ª posição do campeonato. Pedro Almeida e Nuno Almeida não tiveram sorte no rali açoriano, apesar do esforço para regressar à prova, acabaram por registar dois abandonos.

 

Outra performance a salientar, foi a fabulosa exibição de Luís Miguel Rego e Jorge Henriques, que durante os dois primeiros dias de prova foram sempre a 2ª melhor equipa portuguesa. Luís Rego conquistou o 2º lugar para o Campeonato de Ralis dos Açores, e a ARC Sport ocupa as duas primeiras posições do campeonato açoriano.

 

Para Ricardo Moura foi um enorme prazer ter regressado ao seu rali, andou rápido, liderou sempre em termos nacionais e até podia ter vencido.

 

O 2º lugar foi uma posição excelente e estamos muitos felizes. O objetivo nunca foi vencer o rali, mas sim fazer o meu melhor. Estivemos a discutir a vitória, depois do abandono do Lukyanuk, fomos sempre os melhores portugueses e foi um enorme prazer ter voltado a andar rápido”, afirmou, claramente feliz, Ricardo Moura.

 

 

 

 

Depois de ter triunfado no Rali Serras de Fafe, Ricardo Teodósio queria conquistar a 2ª vitória consecutiva do ano nos Açores, mas uma série de condicionantes acabaram por ditar o 3º lugar no CPR.

 

Queríamos ter feito melhor, mas tenho de assumir escolhas menos acertadas. Um toque no primeiro troço acabou por complicar tudo, alguns peões, opções de set up e pneus menos acertadas acabaram por ditar este resultado. Só me senti bem no último dia, mas mesmo assim conseguimos minimizar os estragos. O 3º lugar no CPR acabou por ser o melhor resultado possível”, disse Ricardo Teodósio, que assinou 3 vitórias em especiais de classificação.

 

Miguel Correia e Pedro Alves estiveram em grande plano no Azores Rallye. O 4º lugar para o Campeonato de Portugal é uma excelente recompensa pela exibição que tiveram.

 

Só posso fazer um balanço muito positivo desta nossa participação no Azores Rallye. Foi uma experiência que nunca mais vou esquecer, e uma verdadeira aventura, essencialmente na parte final da prova, onde a ARC Sport fez um trabalho fantástico para que fosse possível alcançar este resultado”, disse Miguel Correia.

 

Pedro Almeida e Nuno Almeida registaram dois azares seguidos na prova açoriana. Um abandono na especial da Sete Cidades, um trabalho exímio de recuperação do carro para regressar ao rali, mas a sorte voltou a abandonar a equipa.

 

“O Azores Rallye definitivamente não foi a nossa corrida. Ao longo dos três dias de prova tivemos sempre alguma contrariedade que acabou por nos afastar dos objetivos que trazíamos para o rali. Retiramos os aspetos positivos desta prova, e vamos procurar melhorar o nosso registo já em Mórtagua”, afirmou Pedro Almeida.

O campeão de ralis dos Açores voltou a estar com a ARC Sport. Luís Miguel Rego, navegado por Jorge Henriques teve uma atuação simplesmente brilhante. Segundos classificados na prova de abertura do Campeonato de Ralis dos Açores e a segunda melhor equipa portuguesa em prova no final do segundo dia do rali.

 

Foi uma agradável surpresa ser o segundo melhor português no final dos 10 troços que contaram para o campeonato dos Açores. Foi um resultado muito positivo. A minha ligação com o Skoda tem sido excelente e a nossa parceria com a ARC Sport bastante proveitosa. Diminuído fisicamente, não realizei o último dia de prova para não comprometer o bom trabalho que tinha feito até ali, mas fiquei triste, porque gostava de ter realizado o resto do rali sem pressões. Acho que entrámos com o pé direito no campeonato”, disse o campeão dos Açores.

Para a equipa de Aguiar da Beira esta acabou por ser uma jornada positiva, apesar de se lamentar o abandono de Pedro Almeida.

Melhor só se tivessem terminado os cinco carros. Vencer para o Campeonato de Portugal de Ralis com o Ricardo Moura e conquistar o 3º lugar com o Ricardo Teodósio, são dois excelentes resultados. Para além disso, a 2ª posição final numa prova do Campeonato da Europa de Ralis, a poucos segundos do vencedor, é também um grande resultado. Para o Campeonato dos Açores, registámos também os dois primeiros lugares, com duas grandes provas assinadas pelo Ricardo Moura e pelo Luís Miguel Rego. Em termos nacionais, ocupamos agora os dois primeiros lugares do campeonato, com o Moura e o Teodósio, o que também é de sublinhar. Em relação aos nossos dois jovens que disputam o CPR, quero deixar uma palavra de alento ao Pedro Almeida, que apesar de ter desistido deixou excelentes indicadores ao longo da prova. Para o Miguel Correia deixar os meus sinceros parabéns pelo grande resultado que conseguiu alcançar, numa prova tão dura e exigente. Quero agradecer a todos os elementos da ARC Sport o excelente trabalho que realizaram nos Açores”, disse Augusto Ramiro.

 

 


Facebook
Facebook
Visitas
Visitantes em linha
contador gratuito de visitas Total de visitas
Contacte-nos