Velocidade Online

Nacional - Ralis

NACIONAL - RALIS - PASCOAL VENCEU RALI ALTO TÂMEGA

Segunda, 10 Junho 2019 19:02 | Actualizado em Quinta, 12 Setembro 2019 06:51

Rali Alto Tâmega consagra Vítor Pascoal em edição de sucesso 
 
Depois da reedição no ano passado, o Rali Alto Tâmega 2019 afirmou-se como um dos principais eventos desportivos na região de Boticas, Chaves, Montalegre e Valpaços. Os espetaculares troços de asfalto da região assistiram a um emocionante duelo entre Vítor Pascoal e Luís Delgado, com o piloto do Porsche 991 GT3 Cup a triunfar na prova do CAMI Motorsport.
 
Pela primeira vez, o Rali Alto Tâmega uniu os municípios de Boticas, Chaves, Montalegre e Valpaços, num repto lançado pela organização do CAMI Motorsport, responsável pela reedição de uma prova que, nas décadas de 1980 e 1990, se tornou num dos mais desafiantes e populares ralis de asfalto do país. Para este ano, a experiente equipa do CAMI Motorsport montou uma prova composta por nove classificativas e 113,85 kms cronometrados, com o centro operacional no impressionante Quartel do Regimento de Infantaria Nº 19, em Chaves. O evento recuperou a exigência do passado, mas com as mais modernas condições operacionais e de segurança, sendo candidato a integrar o Campeonato de Portugal de Ralis em 2020.
 
Ao rubro
 
Desportivamente, o Rali Alto Tâmega teve este ano uma das mais emocionantes edições da sua história, com os vencedores do ano passado, Luís Delgado e André Carvalho (Citroën C2 S1600), a encetarem um emocionante duelo no asfalto com o Porsche 991 GT3 Cup de Vítor Pascoal e Pedro Alves. Apesar de pontuarem para dois campeonatos diferentes, o Campeonato Norte de Ralis e o Campeonato de Portugal GT de Ralis, Delgado e Pascoal entraram para a última classificativa do rali separados por apenas 0,8s… após quase 100 kms cronometrados! Nos decisivos 16,32 kms de Chaves Oeste, Vítor Pascoal atacou forte e viu ainda o seu adversário direto sofrer uma ligeira saída de estrada numa das zonas mais rápidas da especial flaviense. O piloto do Porsche entrou, assim, para a distinta lista de vencedores do Rali Alto Tâmega, da qual fazem parte nomes como Joaquim Santos, Joaquim Moutinho, António Rodrigues, José Miguel, Carlos Bica ou Fernando Peres.
No dia anterior, sábado, André Cabeças e Bino Santos tinham sido os primeiros líderes da prova ao serem os mais rápidos na classificativa de Valpaços (15,37 kms), mas a dupla do Mitsubishi Lancer Evo IX viria a sofrer um despiste na especial seguinte, Chaves Sul (17,76 kms). Foi aí que Luís Delgado assumiu o comando da prova, até ser desalojado por Vítor Pascoal na penúltima especial de domingo, a segunda passagem por Montalegre (PE8, 11,08 kms). Pedro Silva e Alexandre Rodrigues também estiveram em excelente plano e levaram o Porsche 997 GT3 Cup ao segundo lugar da geral e a igual posição no Campeonato de Portugal GT de Ralis, com Márcio Pereira e Patrícia Pereira a serem os vencedores da prova do Campeonato Norte de Ralis, colocando ainda o Mitsubishi Lancer Evo VII no 3.º lugar da geral absoluta.          Seguiram-se os mais rápidos do Grupo X5, Parcídio Summavielle e Alberto Oliveira, no Renault Clio R3, que foram secundados no pódio da categoria por Ramiro Brito e Luís Roby, que se estreavam com o Citroën DS3 R5. Mário Castro e Ricardo Cunha levaram o Ford Fiesta R2T ao 2.º lugar do Campeonato Norte de Ralis, enquanto Augusto Costa e Susana Silva completaram o pódio do CNR com o Peugeot 208 R2. Destaque ainda para os triunfos de Luís Mota e Alexandre Ramos (Mitsubishi Lancer Evo VI) na abertura do Campeonato de Portugal de Clássicos de Ralis, e do jovem Rafael Marques Pereira e António Pereira na prova da Copa Peugeot 106. Uma excelente moldura humana assistiu à cerimónia do pódio final do Rali Alto Tâmega 2019, realizada em frente à Biblioteca Municipal de Chaves.
 
 
EM DISCURSO DIRETO
 
Nuno Loureiro (presidente do CAMI Motorsport)
 
“Temos que estar muito orgulhosos pela prova que tivemos este ano, um verdadeiro rali da região do Alto Tâmega. Desportivamente, foi um rali excecional, com emoção até ao final e com um feedback muito positivo por parte dos pilotos em relação às classificativas e às condições de segurança. Organizar uma prova deste nível é um processo complexo e que só é possível com a colaboração de diferentes entidades e parceiros, a quem eu desde já agradeço, sem exceção. Os municípios de Boticas, Chaves, Montalegre e Valpaços estão de parabéns pela visão que partilharam connosco para este evento, que tem de facto um potencial único para a dinamização e promoção da região.”
 
Vítor Pascoal (Porsche 997 GT3 Cup)
 
“Não conhecia o rali mas gostei muito dos troços e das condições do parque de assistência, os meus parabéns à organização. No nosso caso, sabíamos que era preciso fazer um rali de ‘trás para a frente’, porque nunca tínhamos feito o rali, só tínhamos feito 50 kms com o carro em competição e além disso desloquei o ombro poucos dias antes da prova. No final de sábado eu disse que ainda havia muito rali pela frente e quisemos entrar fortes no primeiro troço de domingo, onde ganhámos logo 10,4s. Depois foi
sempre a ganhar tempo à medida que íamos fazendo pequenas alterações no carro, que ainda estamos a conhecer. Naturalmente, uma vitória é sempre a melhor forma de começar o campeonato, principalmente num rali exigente como este.” 
 

Facebook
Facebook
Visitas
Visitantes em linha
contador gratuito de visitas Total de visitas
Contacte-nos