Velocidade Online

Nacional - Todo o Terreno

CAMPEONATO PORTUGAL MONTANHA JC GROUP 2019 - HORTS BAPTISTA SEM SORTE NA RAMPA DA FALPERRA

Quinta, 16 Maio 2019 17:08 | Actualizado em Quinta, 23 Maio 2019 09:38

CAMPEONATO PORTUGAL MONTANHA JC GROUP 2019

 

 

RAMPA DA FALPERRA

 

HORST BAPTISTA SEM SORTE NA RAMPA DA FALPERRA

 

Horst Baptista não teve a sorte  pelo seu lado nesta sua participação na Rampa da Falperra, quando no domingo de manhã, acabaria por capotar o seu Renault 5 GT Turbo.

Mas a verdade é  que Horst Baptista,estaria a fazer pequenas alterações de modo a preparar a prova de Vila Real iniciando as subidas com pneus radiais e começaria logo no sábado na primeira subida de treinos por fazer um tempo de 3.18.846, para logo de seguida fazer a segunda subida de treinos, onde alcançou um crono pior com 3.19.994,ao apanhar bandeiras amarelas pois tinha havido um despiste de um concorrente mesmo no final da rampa,na curva do Papa.

Para a primeira subida oficial o piloto de Vila Nova de Gaia, faz um tempo  3.11.139, à média de 97,93 km/h.

 

 

Depois duma noite de descanso, logo no domingo de manha, Horst Baptista pretendia melhorar o seu tempo anterior,ao calçar o veiculo com slicks só que não seria bem sucedido,pois os pneus estavam ainda frios,e na zona a seguir á chicane Paulo Ramalho e uma  ligeira atravessadela levou o Renault 5 GT Turbo contra um morro, capotando por duas vezes logo de seguida.

O piloto nada teve, mas o mesmo não se poderá  dizer do Renault 5 GT Turbo, que ficou com a aerodinâmica alterada.

Na chegada ao parque de assistência, Horst Baptista deveras desapontado com tudo isto dizia-nos “ nem sei o que vai na minha  alma, posso dizer que é negra….”Sobre aquilo que passou o piloto de Vila Nova de Gaia continuou “ não sei o que se passou, de repente o carro perdeu aderência na traseira,numa zona de 4ª velocidada indo direito à valeta,chocando  com  um monte de terra.

Com o forte impacto o Renault 5 GT Turbo, capotou por duas vezes.

Consegui sair do carro pelos meus próprios meios, felizmente não tive nada, mas os estragos foram tantos que não deu para fazer mais nada, a não ser colocar o carro no reboque e regressar a casa”.

 

 

 

Habitualmente Horst Baptista participa na Rampa da Falperra e no circuito de Vila Real, na qual disse-nos logo “ ainda não sei se vou a Vila Real, pois esta carroçaria talvez não se consiga recuperar, por isso vou ter de procurar uma, e depois logo se vê, embora pelo que me apercebi, em termos mecânicos apenas estraguei uma transmissão”.

 Outro facto curioso,e que é de louvar é que o GT Turbo foi depois visto pelos comissários técnicos de modo a avaliar o trabalho de rollbar que aguentou o impacto e não cedeu nem 1 mm,o que demonstra a qualidade do mesmo e que contribui fortemente para sair ileso do carro.

 Horst  Baptista acrescentou “ é verdade, estiveram a ver se o roll bar tinha cedido em algum ponto, o que tal não aconteceu, pois este foi bem construído.Deste modo foi visto que o carro só tinha danos de carroceria,mas na parte externa. 

Tenho tido já algum apoio de amigos e outros pilotos no sentido de arranjar o que preciso,pois durante esta semana,vamos fazer o levantamento do material necessário,na oficina Auto Mapusi “, terminou assim o piloto de Vil Nova de Gaia a sua participação na Rampa da Falperra de 2019 .


Facebook
Facebook
Visitas
Visitantes em linha
contador gratuito de visitas Total de visitas
Contacte-nos