Velocidade Online

Nacional - GT

NACIONAL - VELOCIDADE - OPEN - JOSE CORREIA VENCEU UMA CORRIDA NO OPEN DE VELOCIDADE

Segunda, 20 Maio 2019 10:53 | Actualizado em Terça, 15 Outubro 2019 08:17

José Correia vitorioso no Circuito de Braga

José Correia (Nissan GT-R Nismo GT3) venceu uma das corridas do Open de Portugal de Velocidade, disputado este fim de semana, no Circuito Vasco Sameiro, em Braga. Gabriela Correia (SEAT León Mk3) também voltou a mostrar a sua rapidez, mas foi condicionada por uma ligeira saída de pista na Corrida 2.

A segunda prova do novo Open de Portugal de Velocidade revelou-se um desafio para os pilotos da JC Group Racing Team, que tiveram de ultrapassar as adversidades para mostrarem todo o seu valor. José Correia, ao volante do Nissan Nismo GT-R GT3, começou por obter a pole position para a Corrida 2, mas foi obrigado a largar da via das boxes para a Corrida 1, no sábado, rumando depois às boxes logo na primeira volta.

No domingo, o piloto de Braga vingou-se da melhor forma ao dominar as operações na Corrida 2, sendo, no entanto, obrigado a abandonar na corrida seguinte, a mais longa do fim de semana, devido a um problema na direção do Nissan GT-R.

“Foi um fim de semana de emoções mistas, já que tivemos alguns problemas mecânicos que nos impediram de materializar a nossa rapidez em mais vitórias. Fizemos a pole position na única sessão de treinos cronometrados onde o carro esteve em boas condições, e depois na primeira corrida ficámos bloqueados no final das vias das boxes, quando o semáforo ficou vermelho. No domingo, a vitória e a volta mais rápida na Corrida 2 provou que tínhamos capacidade para chegar ao primeiro lugar também na corrida de Endurance, mas infelizmente tivemos um problema na direção e era impossível continuar em pista”, revelou José Correia, que já no ano passado tinha vencido uma das corridas da Velocidade em Braga.

Gabriela Correia, por outro lado, conseguiu fazer várias ultrapassagens e recuperar até ao sétimo lugar da geral na Corrida 1, conseguindo ainda melhor na Corrida 2, onde foi sexta classificada absoluta e a melhor dos SEAT León Mk3. Contudo, uma ligeira saída de pista nessa corrida acabou por condicioná-la na corrida seguinte, onde uma peça solta no seu León originou um furo que a obrigou a abandonar.

“Tivemos que batalhar bastante na primeira corrida e na segunda corrida estava a ter um bom ritmo até sofrer aquela pequena saída de pista que me obrigou a ir à gravilha. Como a proteção da roda estava a roçar no pneu, sofremos um furo na corrida de Endurance e tive de parar. Foi pena porque senti que estava cada vez mais confiante e conseguimos a melhor volta entre os SEAT que são mais parecidos com o meu, apesar de guiar um carro da primeira geração”, afirmou a jovem piloto de 17 anos.


Facebook
Facebook
Visitas
Visitantes em linha
contador gratuito de visitas Total de visitas
Contacte-nos