Velocidade Online

Nacional - Karting

NACIONAL - KARTING - SEGUNDO A OPINIÃO DO PILOTO BRUNO BORLIDO - NÃO DEIXAR DE LER

Sábado, 10 Março 2018 19:26 | Actualizado em Terça, 18 Setembro 2018 08:06

Karting em Portugal

 

 

 

É de conhecimento geral a importância do karting na formação de pilotos para as diferentes modalidades do desporto automóvel. Neste último ano assistimos a uma FPAK mais interventiva e a tentar colmatar algumas lacunas ao nível da captação e formação. Ainda assim, penso que deveriam ser melhor estruturadas, Se existe um “budget” reduzido para estas iniciativas, há que o aplicar da melhor forma possível, mas veremos o retorno que trará à modalidade. Para já fica o apontamento de uma nova atitude e personalidade diretiva que espero que compreenda as dificuldades e tente combate-las.

O panorama geral do karting nacional estagnou e não dá sinais de melhoria, o que não é de estranhar, já que nada se faz a respeito. Vai continuar a falta de apoio aos pilotos, a falta de apoio às estruturas técnicas e a falta de sponsors nas competições nacionais. Temos qualidade na nossa “cantera” que devia ser aproveitada e elevada ao expoente máximo, mas que neste momento se encontra sem suporte para singrar. Há alguns anos que se reuniram uma série de fatores repressivos que nos arrastaram para uma espiral recessiva, principalmente a nível económico. Estamos com um desnível acentuado para o panorama europeu e a situação tem que mudar de figura o mais breve possível. Há que aproveitar o momento de confiança que se vive para estimular parcerias com empresas fortes e catapultar o karting nacional e os jovens pilotos para o nível que outrora esteve.

É importante criar parcerias para que se desenvolva uma relação de empatia entre as instituições e a modalidade, sendo esta a forma mais acertada para que os pilotos sejam acompanhados e apoiados desde tenra idade e tenham mais hipóteses de evoluírem nacional e internacionalmente. Não basta termos pilotos com vontade, se não a estimulamos. Não basta haver resultados internacionais, se não são devidamente divulgados.

Não é o meu futuro como piloto que me preocupa, já que esse, por muito que eu fizesse sempre pareceu estar “condenado”, o que realmente me preocupa é o dos mais novos, os que sonham um dia estar nos grandes palcos e que continuam sem apoios para o fazerem. É bom que realmente a FPAK esteja a olhar para todas estas debilidades e a estudar um plano para mudar o caso de figura rapidamente.


Texto de Bruno Borlido - www.velocidadeonline.com

 

 

 

 

 

 

 

 


Facebook
Facebook
Visitas
Visitantes em linha
contador gratuito de visitas Total de visitas
Contacte-nos