Velocidade Online

Mundial - Fórmula 1

CAMPEONATO MUNDO DE FÓRMULA 1 - 2018 - A HAAS NO GP DA ALEMANHA

Segunda, 23 Julho 2018 13:19 | Actualizado em Quinta, 17 Outubro 2019 15:05

Evento:  Grande Prémio da Alemanha (11º Round de 21)

Data:  Domingo, 22 de Julho

Local:  Hockenheimring, em Baden-Württemberg

Layout:  4,574 quilómetros, 17 curvas

Condições Climatéricas:  Parcialmente encoberto com aguaceiros

Temperatura do Ar:  23,5-27,9ºC

Temperatura da Pista:  31,3-45,5ºC

Vencedor:  Lewis Hamilton da Mercedes

Haas F1 Team:

●  Romain Grosjean – arrancou de 6º,terminou em 6º (completou 67/67 voltas)

●  Kevin Magnussen – arrancou de 5º, terminou 11º (completou 67/67 voltas)

 

 

 

Apesar de a chuva ter molhado a parada da Haas F1 Team no Grande Prémio da Alemanha, que este domingo se realizou no Hockenheimring, a equipa americana tirou o máximo partido da adversidade que se colocou no seu caminho com os aguaceiros que incomodaram a sua estratégia e a impediram de terminar com ambos os carros nos pontos.

 

Romain Grosjean assinou uma performance notável nas derradeiras voltas após o período de Safety-Car, que decorreu entre as voltas cinquenta e três e cinquenta e sete, subindo de décimo a sexto em seis voltas.

 

O seu colega de equipa, Kevin Magnussen, que arrancou de quinto, manteve esta posição durante as primeiras treze voltas ao circuito de 4,574 quilómetros e dezassete curvas, situado em Baden-Württemberg, terminando a bater à porta dos pontos, no décimo primeiro lugar.

 

Antes de a chuva ter atingido zonas selecionadas da pista, na quadragésima quarta volta, deixando as restantes zonas completamente secas, a Haas F1 Team estava a caminho de terminar com ambos os carros nos pontos pela segunda vez consecutiva, esta temporada.

 

Os aguaceiros localizados trouxeram o caos, contudo, com a imprevisibilidade do tempo a colocar as equipas em situações difíceis para as decisões estratégicas – quanto tempo ficar com slicks, para depois montar intermédios e voltar a slicks.

 

No caso da Haas F1 Team, cada piloto realizou três paragens nas boxes. A primeira foi a paragem planeada, com os pilotos a trocaram os Pirelli P Zero Roxo/Ultramacio com que iniciaram a corrida por médios que deveriam levar até ao final. Magnussen parou na vigésima volta, caindo de sexto para décimo. Grosjean entrou nas boxes na volta seguinte, descendo de oitavo para décimo quinto.

 

Pilotagens tenazes de Magnussen e de Grosjean, combinadas com as paragens dos restantes pilotos, permitiram que ambos regressassem aos dez primeiros e, quando a chuva atingiu algumas zonas da pista, Magnussen estava já em sexto e Grosjean em oitavo.

 

Algumas equipas começaram a optar por pneus intermédios na quadragésima quinta volta, apesar da maior parte da pista continuar seca e quente, uma vez que o sol continuava a brilhar em algumas zonas. Mas na quinquagésima segunda volta, a chuva intensificou-se, o que foi exemplificado quando o piloto da Scuderia Ferrari, Sebastian Vettel, saiu de pista enquanto liderava.

 

Isto obrigou à entrada em pista do Safety-Car e a Haas F1 Team tirou partido disso, chamando os seus dois pilotos às boxes. Os slicks foram substituídos pelos Pirelli Cinturato Verde/Intermédio em cada um dos VF-18. Grosjean regressou à pista no nono lugar e Magnussen no décimo primeiro.

 

No entanto, quando algumas zonas da pista estavam bastante molhadas, o sol reapareceu e essas mesmas zonas rapidamente secaram. A Haas F1 Team decidiu chamar às boxes Grosjean e Magnussen quando estavam  decorridas cinquenta e seis voltas, trocando os intermédios por ultramacios.

 

Quando a corrida foi retomada, na quinquagésima oitava volta, Grosjean estava em décimo e Magnussen em décimo segundo.

 

Grosjean foi capaz de tirar o máximo de partido das dez voltas até à bandeirada de xadrez, que continuou com períodos de aguaceiros. Grosjean caminhou cuidadosamente até sexto, ao passo que Magnussen manteve-se em décimo segundo, mas subiu a décimo primeiro quando Carlos Sainz, da Renault, recebeu uma penalização de dez segundos por ter ultrapassado um carro durante o período de Safety-Car.

 

Lewis Hamilton recuperou de décimo quarto na grelha de partida até primeiro, vencendo o Grande Prémio da Alemanha com uma margem de 4,535s para o seu colega de equipa na Mercedes, Valtteri Bottas. Foi a sexagésima sexta vitória de Hamilton na Fórmula 1, a sua quarta esta temporada e a terceira em Hockenheimring. Foi também o quarto triunfo de Hamilton no Grande Prémio da Alemanha, uma vez que venceu também a edição de 2011, que foi realizada em Nurburgring. A vitória permitiu que Hamilton recuperasse a liderança no Campeonato de Pilotos. Chegou ao Grande Prémio da Alemanha com uma desvantagem de oito pontos para Vettel, que liderava, e termina o fim-de-semana com uma vantagem de dezassete.

 

Com onze etapas concluídas das vinte e uma que compõem o calendário deste ano, a Haas F1 Team está no quinto lugar do Campeonato de Construtores empatada com a Force India, com cinquenta e nove pontos cada uma. Está a vinte e um pontos da quarta classificada, a Renault, com onze de vantagem para a McLaren e trinta e nove para a Toro Rosso. Magnussen é nono classificado no Campeonato de Pilotos, com trinta e nove pontos, e Grosjean está em décimo terceiro com vinte.

 

O Campeonato do Mundo FIA de Fórmula 1 prossegue com o Grande Prémio da Hungria, que se realiza no dia 29 de Julho em Hungaroring, Budapeste.

 

 

 

Foi divertido. Foi um bom final de corrida. Obviamente, não tomámos a opção correcta ao montar intermédios, uma vez que a pista secou rapidamente. Foi uma jogada arriscada, mas voltámos aos slicks e diverti-me imenso ao longo das últimas voltas. Estava a dar o máximo e a arriscar. Penso que ficaríamos muito satisfeitos se terminássemos onde estávamos quando começou a chover, mas depois, como foi evidente, choveu. Os rapazes mereciam uma boa performance minha e eu diverti-me a realizá-la.

 

 

 

Obviamente, não foi o final ideal, terminar fora dos pontos, depois termos andado em sexto toda a corrida. Não tirámos o melhor partida das condições climatéricas. Temos de aprender com isto e fazer melhor da próxima vez.”

 

 

 

Penso que hoje foi um caso de contenção de danos. Foi uma corrida cheia de episódios. Temos de analisar o que aconteceu exactamente, o que poderia ter sido diferente. Nem sequer digo melhor, porque ainda não sei o que aconteceu. Mas conseguimos oito pontos, portanto, conseguimos conter os danos. Penso que a corrida foi interessante para todos.”

 

 

 

O décimo segundo round do Campeonato do Mundo FIA de Fórmula 1 é o Grande Prémio da Hungria e disputa-se no Hungaroring, em Budapeste. Os treinos-livres iniciam-se no dia 27 de Julho, a qualificação realiza-se no dia 28 e a corrida terá o seu arranque a 29.

 

 

A Haas F1 Team estreou-se em 2016 no Campeonato do Mundo FIA de Fórmula 1, tornando-se na primeira equipa de Fórmula 1 americana desde 1986. Fundada pelo industrialista Gene Haas, a Haas F1 Team está sediada nos Estados Unidos da América em Kannpolis, América do Norte, o mesmo centro onde está baseada a sua equipa Campeã na NASCAR Spint Cup Series, Stewart-Haas Racing. Haas é o fundador da Haas Automation, a maior construtora de máquinas CNC da América do Norte e o presidente da Haas F1 Team.

 

 

A Haas Automation, Inc. é o construtor de máquinas CNC líder na América. Fundada em 1983 por Gene Haas, a Haas Automation constrói uma linha completa de centro de maquinação verticais e horizontais, centros basculantes, mesas rotativas, etc. Todos os produtos da Haas são construídos na fábrica de 93.000m2 da empresa, sediada em Oxnard, Califórnia, e distribuídas através de uma rede mundial de Haas Factory Outlets que fornecem à indústria os melhor serviço de venda, serviços e apoio, enquanto oferece uma relação custo/performance sem paralelo. Para mais informação visitar www.HaasCNC.com, , on Facebook at www.Facebook.com/HaasAutomationInc, on Twitter @Haas_Automation and on Instagram @Haas_Automation.

 

Sobre a Haas Factory Outlet - Portugal

A Haas Automation, Inc está representada em Portugal através da Haas Factory Outlet – Portugal. Um empresa situada nos arredores do Porto, perto do Aeroporto Francisco Sá Carneiro. Desta forma, pode aceder aos produtos da Haas Automation e todos os seus serviços. Para mais informação visitar haasportugal.com/ ou facebook.com/haasportugal.    

 


Facebook
Facebook
Visitas
Visitantes em linha
contador gratuito de visitas Total de visitas
Contacte-nos