Velocidade Online

Mundial - Fórmula 1

CAMPEONATO MUNDO DE FÓRM ULA 1 - 2019 - SEGUNDO AS PREVISÕES DA PIRELLI

Quinta, 09 Maio 2019 13:21 | Actualizado em Terça, 15 Outubro 2019 22:26

GRANDE PRÉMIO DE ESPANHA 2019 – ANTEVISÃO

 

CIRCUITO DIFICIL, MAS CONHECIDO



De todos os circuitos de Fórmula 1, Barcelona é provavelmente o mais familiar para todas as equipas, já que este ano no calendário habitual de testes, acolheu as oito de pré-época. No entanto, tudo isto não retira em absoluto o desafio da próxima prova do mundial. A Pirelli disponibilizará para Barcelona os três compostos mais duros da gama 2019 pela segunda vez na atual temporada, após o Baráin: São o C1 (duro), C2 (médio) e C3 (macio). Todos eles deverão adaptar-se na perfeição às exigências e à meteorologia quente que é esperada para o circuito de Catalunha – Barcelona, prova que abre a época europeia do calendário.

CARACTERÍSTICAS DO CIRCUITO

  • O traçado foi reasfaltado o ano passado, o que alterou a sua natureza com alguns ressaltos e abrasiva. No entanto, a superficíe já se encontra mais madura, desde então, recuperando algumas peculiaridades do passado.
  • Embora durante os testes de pré-temporada, as equipes pudessem escolher livremente qualquer um dos cinco compostos de Fórmula 1 P Zero da temporada de 2019, a maioria optou pelo mais macio (o mais comum durante toda a temporada). Como resultado, eles ainda podem precisar de alguns dados sobre os compostos Médio e duro para Barcelona.
  • Barcelona representa um excelente teste para os carros e pneus, este o motivo porque a pista é uma das preferidas para a realização de testes. O traçado inclui, entre outros, curvas exigentes como a mitica “Curvone” ou a curva 3 que leva ao limite os pneus, em particular o dianteiro esquerdo, a borracha mais castigada das quatro em toda a pista.
  • O ano passado, o vencedor e os seus perseguidores realizaram a corrida com uma estratégia de uma paragem. Lewis Hamilton em Mercedes triunfou após iniciar com o composto macio e trocou posteriormente para Médio. Contudo, alguns dos perseguidores optaram por duas ou três paragens.
  • O composto duro de este ano (C1) é ligeiramente mais macio que o seu homólogo de 2018; o Médio (C2) e Macio (C3), por sua parte, são equivalentes ao Médio e Macio da época passada. A nominação de compostos para a ronda de 2019 foi realizada com a ideia de permitir aos pilotos atacar ao máximo do inicio ao fim em cada turno – sem qualquer gestão do rendimento – debaixo umas condições meteorológicas que se estimam quentes.

MARIO ISOLA - RESPONSÁVEL DE F1 E CAR RACING

“Barcelona esconde poucos mistérios para as equipas, especialmente este ano, já que a pista acolheu os ensaios de pré-época em condições quentes e que deverão ser mais representativas para a época. No entanto, algumas equipas vão trazer a esta pista as primeiras melhorias efetuadas nos seus carros, pelo que será interessante  analisar o efeito que terão no comportamento dos pneus.Isso está ligado à evolução contínua da superfície do asfalto, cuja diferença já fora constatada nos treinos de inverno. Estimamos que a corrida possa ser idêntica à do ano passado, onde certamente serão estabelecidos novos recordes de volta mais rápida

OUTRAS NOTÍCIAS PIRELLI

  • As três primeiras equipes fizeram escolhas diferentes de compostos, o que sugere uma tática variada. A Ferrari fez a seleção mais agressiva, optando por mais jogos de compostos  Macio, mas tanto os seus pilotos como a Mercedes selecionaram outras opções para além de seus respectivos colegas.
  • Esta terça e quarta-feira após o  Grande Premio de España, vao ocorrer a segunda sessão de testes da época. A Ferrari e a Racing Point vão alinear um segundo carro para testar os compostos prototipo Pirell para 2020. Nesta ocasião, irá realizar-se um teste às cegas e os pilotos,e os pilotos (que ainda não se anunciaram) não saberão exatamente o que estão a testar.
  • A nova Fórmula 3 (extinta GP3) levanta a cortina em Espanha, partilhando com neste caso com a Fórmula 2. A categoría vai estrear um monolugar completamente novo, que inclui uns pneus Pirelli concebidos especificamente. Os tempos por volta devem ser parecidos, embora o modo como o carro transmite as suas prestações estão em linha com a F2 e F1.



Facebook
Facebook
Visitas
Visitantes em linha
contador gratuito de visitas Total de visitas
Contacte-nos