Velocidade Online

Mundial - Fórmula 1

CAMPEONATO MUNDO DE FÓRMULA 1 - 2018 A HAAS NO GP DE ESPANHA

Quinta, 17 Maio 2018 06:02 | Actualizado em Segunda, 16 Julho 2018 08:39

Evento:  Qualificação para o Grande Prémio de Espanha (Round de 21)

Data:  Sábado, 12 de Maio

Local:  Circuit de Barcelona – Catalunya  

Layout:  4,655 quilómetros, 16 curvas

Condições Climatéricas:  Céu enevoado

Temperatura do Ar:  18,2-19,2ºC

Temperatura da Pista:  26;2-28,1ºC

Pole-Position:  Lewis Hamilton da Mercedes (1m16;173s novo recorde)

Resultado:  Kevin Magnussen 7º/ Romain Grosjean 10º  

 

 

 

●  Tem a duração de 18 minutos, com a participação de todos os 20 pilotos
●  Os 15 pilotos mais rápidos avançam para a Q2

Magnussen:  7º (1m18,169s), avançou para a Q2

Grosjean:  (1m18,305s), avançou para a Q2

Piloto Mais Rápido:  Sebastian Vettel da Scuderia Ferrari (1m17,031s)

Cutoff:  15º, Stoffel Vandoorne da McLaren (1m18,885s)

 

 

 

●  Tem a duração de 15 minutos, com a participação dos 15 pilotos mais rápidos provenientes da Q1
●  Os 10 pilotos mais rápidos avançam para a Q3

Magnussen:  6º (1m17,618s), avançou para a Q3

Grosjean:  8º (1m17,699s), avançou para a Q3

Piloto Mais Rápido:  Sebastian Vettel da Scuderia Ferrari (1m16,802s)

Cutoff:  10º, Fernando Alonso da McLaren (1m18,100s)

 

 

 

●  Tem  a duração de 12 minutos, com a participação dos 15 pilotos mais rápidos provenientes da Q2, lutando todos pela pole-position

Magnussen:  7º (1m17,676s)

Grosjean:  10º (1m17,835s)

Pole-Position:  Lewis Hamilton da Mercedes (1m16,173s)

Segundo:  Valtteri Bottas da Mercedes (1m16,213s)

 

 

 

Os pilotos da Haas F1 Team, Kevin Magnussen e Romain Grosjean, qualificaram-se em sétimo e décimo, respectivamente, para o Grande Prémio de Espanha, que se realiza domingo no Circuit de Barcelona – Catalunya, tendo ambos passado à Q3 pela terceira vez na história da equipa.

 

A última vez que ambos os pilotos da Haas F1 Team chegaram ao derradeiro segmento da qualificação foi na prova de abertura da temporada, o Grande Prémio da Austrália, onde Magnussen se qualificou em sexto e Grosjean logo atrás, em sétimo. O Grande Prémio de Espanha é a quinta ronda de 2018 e apenas a quadragésima sexta corrida da Haas F1 Team desde a sua estreia no Grande Prémio da Austrália de 2016.

 

Magnussen registou o sétimo tempo na Q1, com uma volta em 1m18,169s ao traçado de 4,655 quilómetros e dezasseis curvas. Grosjean foi o nono mais rápido, 1m18,305s. Apenas os quinze mais rápidos passam à Q2.

 

Na Q2, Magnussen registou o sexto tempo, 1m17,618s, e Grosjean o oitavo, 1m17,699s, o que permitiu que ambos passassem à Q3.

 

A Q3 albergou os pesos pesados da Fórmula 1, com a Mercedes, Tetracampeã e Campeã em título, a Ferrari, que tem dezasseis títulos no seu nome, e a Red Bull, também tetracampeã, a marcarem presença. A Haas F1 Team bateu-se com estes gigantes, com Magnussen a garantir a posição de “melhor dos outros”, 1m17,676s, e Grosjean a décima, 1m17,835s.

 

Magnussen e Grosjean usaram pneus Pirelli P Zero Vermelho/Supermacio na Q1, para montarem macios na Q2. Na Q3 regressaram aos supermacios, o pneu mais macio disponibilizado pela Pirelli para o Grande Prémio de Espanha. Devido ao regulamento desportivo, ambos os pilotos arrancarão para a corrida de macios, uma vez que foi este composto que usaram para realizarem as suas melhores voltas na Q2.

 

Lewis Hamilton, da Mercedes, conquistou a pole-position para o Grande Prémio de Espanha. O seu tempo, 1m16,173, representa um novo recorde para a pista de Barcelona e deixou o seu colega de equipa, Valtteri Bottas, o segundo mais rápido, a 0,040s. Foi a septuagésima quarta pole-position de Hamilton na Fórmula 1, a sua segunda esta temporada e a quarta em Barcelona, que engloba três seguidas.

 

Antes de Grosjean, Magnussen e o resto do pelotão participarem na qualificação tiveram ainda a sessão final de treinos-livres.

 

Magnussen completou quinze voltas, registando a sexta marca, 1m18,357s, na sua décima terceira passagem pela linha de meta. Grosjean registou dezasseis voltas e alcançou o seu melhor crono na décima quarta,  1m18,706s, o que o colocou imediatamente atrás do seu colega de equipa, em sétimo.

 

O topo da terceira sessão foi um preludio da qualificação. Hamilton liderou com uma volta realizada em 1m17,291s, batendo Bottas por 0,013s, o segundo.

  

 

 

Foi uma boa qualificação para a equipa – ambos os carros dentro dos dez primeiros. Obviamente, na Q3 poderia ter feito um pouco melhor, e não estou muito satisfeito por começar de décimo, mas, no geral, penso que estamos numa boa posição e estou satisfeito pela equipa.”

 

 

 

Foi uma boa qualificação para nós. O sétimo lugar, para nós, é uma pole-position – é o máximo a que podemos aspirar se não estamos num Ferrari, Mercedes ou Red Bull. Estou muito satisfeito. Estou ansioso por amanhã e, espero que possamos garantir alguns pontos. É uma boa posição e, uma vez mais, provavelmente o melhor a que poderemos aspirar se todos terminarem. Ainda assim, foi uma batalha dura, mas penso que o carro está bom, e podemos estar satisfeitos. Temos que manter o nível, continuar a desenvolver e a colocar componentes novos no carro.”

 

 

 

“Um dia muito positivo para nós. Terminar em sétimo e décimo na qualificação são posições muito boas para amanhã. Portanto, temos que garantir bons resultados. Esse é o nosso objectivo – terminar com ambos os carros entre os dez primeiros.”

 

 

 

A Haas F1 Team estreou-se em 2016 no Campeonato do Mundo FIA de Fórmula 1, tornando-se na primeira equipa de Fórmula 1 americana desde 1986. Fundada pelo industrialista Gene Haas, a Haas F1 Team está sediada nos Estados Unidos da América em Kannpolis, América do Norte, o mesmo centro onde está baseada a sua equipa Campeã na NASCAR Spint Cup Series, Stewart-Haas Racing. Haas é o fundador da Haas Automation, a maior construtora de máquinas CNC da América do Norte e o presidente da Haas F1 Team.

 

 

A Haas Automation, Inc. é o construtor de máquinas CNC líder na América. Fundada em 1983 por Gene Haas, a Haas Automation constrói uma linha completa de centro de maquinação verticais e horizontais, centros basculantes, mesas rotativas, etc. Todos os produtos da Haas são construídos na fábrica de 93.000m2 da empresa, sediada em Oxnard, Califórnia, e distribuídas através de uma rede mundial de Haas Factory Outlets que fornecem à indústria os melhor serviço de venda, serviços e apoio, enquanto oferece uma relação custo/performance sem paralelo. Para mais informação visitar www.HaasCNC.com, , on Facebook at www.Facebook.com/HaasAutomationInc, on Twitter @Haas_Automation and on Instagram @Haas_Automation.

 

Sobre a Haas Factory Outlet - Portugal

A Haas Automation, Inc está representada em Portugal através da Haas Factory Outlet – Portugal. Um empresa situada nos arredores do Porto, perto do Aeroporto Francisco Sá Carneiro. Desta forma, pode aceder aos produtos da Haas Automation e todos os seus serviços. Para mais informação visitar haasportugal.com/ ou facebook.com/haasportugal.

 


Facebook
Facebook
Visitas
Visitantes em linha
contador gratuito de visitas Total de visitas
Contacte-nos