Velocidade Online

Mundial - Fórmula 1

CAMPEONATO MUNDO DE FÓRMULA 1 - 2018 - HAAS NO GP AUSTRIA

Quinta, 05 Julho 2018 20:43 | Actualizado em Quinta, 15 Novembro 2018 05:45

Evento:  Grande Prémio da Áustria (9º Round de 21)

Data:  Domingo, 1 de Julho

Local:  Red Bull Ring in Spielberg

Layout:  4,318 quilómetros, 10 curvas

Condições Climatéricas:  Céu parcialmente encoberto

Temperatura do Ar:  21,6-24,2ºC

Temperatura da Pista:  43,9-48,8ºC

Vencedor da Corrida:  Max Verstappen da Red Bull

Haas F1 Team:

●  Romain Grosjean – Arrancou de 5º, terminou em 4º (completou 70/71 voltas)

●  Kevin Magnussen – Arrancou de 8º, terminou em 5º (completou 70/71 voltas)

 

 

 

A Haas F1 Team terminou o Grande Prémio da Áustria, que se realizou este domingo no Red Bull Ring, em Spielberg, com ambos os seus pilotos nos pontos, tendo Romain Grosjean cruzado a linha de meta no quarto posto e Kevin Magnussen em quinto.

 

O quarto posto conquistado por Grosjean na nona prova da temporada de 2018 do Campeonato do Mundo FIA de Fórmula 1 representa o melhor resultado da história de três anos da Haas F1 Team e, com o quinto lugar assegurado por Magnussen, conquistou o seu melhor resultado de conjunto da equipa americana e foi alcançado no seu quinquagésimo Grande Prémio. Foi também a primeira vez este ano que ambos os carros da equipa terminaram nos pontos e a terceira na sua história, tendo a ocasião anterior sido o Grande Prémio do Japão, em Outubro.

 

Os vinte e dois pontos conquistado elevou a Haas F1 Team ao quinto posto do Campeonato de Construtores, ultrapassando a Force India e a McLaren. A Haas F1 Team tem agora quarenta e nove pontos e está a treze pontos da quarta classificada, a Renault, e com cinco pontos de vantagem sobre a McLaren, sete sobre a Force India e trinta face a Toro Rosso, a oitava classificada. Com doze corridas ainda por realizar em 2018, a Haas F1 Team já suplantou o número de pontos que somou ao longo da temporada passada, quarenta e sete, mais dezoito que os que tinha conquistado na sua época de estreia.

 

A génese dos bons resultados da Haas F1 Team este domingo, advêm da boa qualificação de sábado. Grosjean terminou em sexto, mas pôde alinhar no quinto posto, depois do terceiro mais rápido na qualificação, Sebastian Vettel, ter sido penalizado com três lugares na grelha de partida. Magnussen qualificou-se num bom oitavo posto.

 

Ambos os pilotos reagiram bem aos semáforos, mas o piloto que alinhou no sétimo posto, Daniel Ricciardo, foi rápido a passar Grosjean, ao passo que Vettel, aos comandos do seu Ferrari, passou Grosjean uma volta depois. Depois de três voltas, Grosjean era sétimo e Magnussen oitavo.

 

Ambos os pilotos da Haas F1 Team adoptaram uma estratégia de uma paragem para a corrida de setenta e uma voltas ao circuito de 4,318 quilómetros e dez curvas, trocando os pneus Pirelli P Zero Roxo/Ultramacio que usaram para começar a corrida por um jogo novo de macios, que os levaram até ao fim. No entanto, realizaram as respectivas paragens nas boxes sob circunstâncias distintas.

 

Quando o detentor da pole-position, Valtteri Bottas, parou o seu Mercedes em pista com problemas mecânicos, viveu-se uma situação de Safety-Car Virtual. Grosjean tirou vantagem do episodio e entrou nas boxes na décima quinta volta, assim como muitos dos seus adversários, e regressou em oitavo.

 

Magnussen manteve-se em pista e subiu a sexto, onde se manteve até à sua paragem programada, na vigésima oitava volta, o que o atirou para nono. Grosjean subiu a sexto, depois de ter ascendido a sétimo com a paragem de Sérgio Pérez da Force India.

 

Magnussen reconquistou o oitavo posto quando Carlos Sainz entrou nas boxes na trigésima quarta volta. Foi então que se focou no sétimo classificado, Esteban Ocon, passando o piloto da Force India na quadragésima oitava volta.

 

Com vinte voltas por disputar, Grosjean estava em sexto e Magnussen em sétimo e parecia ser ali que terminariam. Mas na quinquagésima quarta volta Ricciardo foi obrigado a abandonar, oferecendo a Grosjean o quinto posto e a Magnussen o sexto. Na sexagésima terceira, Hamilton juntou-se a Ricciardo na lista de abandonos, dado o seu Mercedes ter perdido potência, parando em pleno circuito. Isto elevou Grosjean a quarto e Magnussen a quinto, tendo terminado no top-5.

 

Para além da Haas F1 Team ter conquistado pontos no Red Bull Ring para o Campeonato de Construtores, cada um dos pilotos também somou pontos para o Campeonato de Pilotos. Magnussen é um impressionante sétimo classificado, com trinta e sete pontos, e Grosjean é décimo quinto, com doze.

 

Max Verstappen venceu o Grande Prémio da Áustria com 1,504s de vantagem para o Ferrari de Kimi Raikkonen. Foi o quarto triunfo da carreira de Fórmula 1 de Verstappen, a sua primeira da temporada e a sua primeira no Red Bull Ring.

 

O Campeonato do Mundo FIA de Fórmula 1 de 2018 continua com o Grande Prémio da Grã-Bretanha, que se realiza a 8 de Julho no Silverstone Circuit.

 

 

 

É um grande dia para nós, enquanto equipa. Merecem um resultado destes, com os carros a terminarem em quarto e quinto. É fantástico para o nosso quinquagésimo Grande Prémio. Estou muito feliz por todos os rapazes.

Realizámos um trabalho fantástico ao longo de todo o fim-de-semana. Tivemos alguma sorte com o abandono dos carros da Mercedes, mas foi um fim-de-semana extraordinário e pode servir como alicerces para a restante temporada. Existem ainda aspectos para melhorar, mas estou satisfeito que tenhamos conseguido fazer durar tantos os pneus. As últimas vinte voltas não foram divertidas – tínhamos bolhas nos pneus traseiros – e estava receoso de que algum pudesse explodir. Estou muito satisfeito que se tenham aguentado e tenhamos terminado em quarto e quinto

 

 

 

Foi um fim-de-semana muito bom. Discutir lugares nos cinco primeiros, não esperávamos tanto. Terminámos com ambos os carros no top-5, o que é um trabalho incrível da parte da equipa e estou muito orgulhoso de toda equipa. Estávamos em dificuldades com as bolhas nos pneus – durante toda a série de voltas com os pneus macios. Tinham muitas bolhas. Consegui gerir a situação e depois tive pressão dos meus perseguidores e tive que dar o máximo, mas tive uma boa corrida. Mostrámos este fim-de-semana de que temos um bom carro. Na verdade, não foi apenas este fim-de-semana – mostrámos ao longo de todo o ano que o carro é muito competitivo. Temos apenas de continuar assim.”

 

 

 

Foi um fim-de-semana fantástico para toda a equipa. Podemos estar orgulhosos dos nossos trabalhadores, de toda a rapaziada. É um dia fantástico. Terminarmos em quarto e quinto na nossa quinquagésima corrida, o que mais poderíamos desejar?”

 

 

 

O décimo round do Campeonato do Mundo FIA de Fórmula 1 é o Grande Prémio da Grã-Bretanha e disputa-se no Silverstone Circuit. Os treinos-livres iniciam-se no dia 6 de Julho, a qualificação realiza-se no dia 7 e a corrida terá o seu arranque a 8.

 

 

A Haas F1 Team estreou-se em 2016 no Campeonato do Mundo FIA de Fórmula 1, tornando-se na primeira equipa de Fórmula 1 americana desde 1986. Fundada pelo industrialista Gene Haas, a Haas F1 Team está sediada nos Estados Unidos da América em Kannpolis, América do Norte, o mesmo centro onde está baseada a sua equipa Campeã na NASCAR Spint Cup Series, Stewart-Haas Racing. Haas é o fundador da Haas Automation, a maior construtora de máquinas CNC da América do Norte e o presidente da Haas F1 Team.

 

 

A Haas Automation, Inc. é o construtor de máquinas CNC líder na América. Fundada em 1983 por Gene Haas, a Haas Automation constrói uma linha completa de centro de maquinação verticais e horizontais, centros basculantes, mesas rotativas, etc. Todos os produtos da Haas são construídos na fábrica de 93.000m2 da empresa, sediada em Oxnard, Califórnia, e distribuídas através de uma rede mundial de Haas Factory Outlets que fornecem à indústria os melhor serviço de venda, serviços e apoio, enquanto oferece uma relação custo/performance sem paralelo. Para mais informação visitar www.HaasCNC.com, , on Facebook at www.Facebook.com/HaasAutomationInc, on Twitter @Haas_Automation and on Instagram @Haas_Automation.

 

Sobre a Haas Factory Outlet - Portugal

A Haas Automation, Inc está representada em Portugal através da Haas Factory Outlet – Portugal. Um empresa situada nos arredores do Porto, perto do Aeroporto Francisco Sá Carneiro. Desta forma, pode aceder aos produtos da Haas Automation e todos os seus serviços. Para mais informação visitar haasportugal.com/ ou facebook.com/haasportugal.    

 


Facebook
Facebook
Visitas
Visitantes em linha
contador gratuito de visitas Total de visitas
Contacte-nos