Velocidade Online

Mundial - Fórmula 1

CAMPEONATO MUNDO DE FÓRMULA 1 - 2018 - HAAS NO GP INGLATERRA

Domingo, 08 Julho 2018 08:30 | Actualizado em Segunda, 16 Julho 2018 17:23

Evento:  Qualificação para o Grande Prémio da Grã-Bretanha (10º Round de 21)

Data:  Sábado, 7 de Julho

Local:  Silverstone Circuit

Layout:  5,891 quilómetros, 18 curvas

Condições Climatéricas Sol

Temperatura do Ar:  25,8-27,4ºC

Temperatura da Pista:  51,2-54,1ºC

Pole-Position:  Lewis Hamilton da Mercedes (1m25,892s novo recorde)

Resultado:  Kevin Magnussen 7º / Romain Grosjean 8º

 

 

 

●  Tem a duração de 18 minutos, com a participação de todos os 20 pilotos
●  Os 15 pilotos mais rápidos avançam para a Q2

Grosjean:  9º (1m28,086s), avançou para a Q2

Magnussen:  10º (1m28,143s), avançou para a Q2

Piloto Mais Rápido:  Sebastian Vettel da Scuderia Ferrari (1m26,585s)

Cutoff:  15º Pierre Gasly da Toro Rosso (1m28,399s)

 

 

 

●  Tem a duração de 15 minutos, com a participação dos 15 pilotos mais rápidos provenientes da Q1
●  Os 10 pilotos mais rápidos avançam para a Q3

Grosjean:  7º (1m27,522s), avançou para a Q3

Magnussen:  8º (1m27,730s), avançou para a Q3

Piloto Mais Rápido:  Lewis Hamilton da Mercedes (1m26,256s)

Cutoff:  10º Esteban Ocon da Force India (1m27,843s)

 

 

 

●  Tem  a duração de 12 minutos, com a participação dos 15 pilotos mais rápidos provenientes da Q2, lutando todos pela pole-position

Magnussen:  7º (1m27,244s)

Grosjean:  8º (1m27,455s)

Pole-Position:  Lewis Hamilton da Mercedes (1m25,892s)

Segundo:  Sebastian Vettel da Scuderia Ferrari (1m25,936s)

 

 

 

Os pilotos da Haas F1 Team, Kevin Magnussen e Romain Grosjean, conquistaram bons lugares na grelha de partida para o Grande Prémio da Grã-Bretanha, que se realiza no domingo, tendo chegado ao derradeiro segmento da qualificação. O duo qualificou-se atrás das três grandes – Mercedes, Scuderia Ferrari e Red Bull – no sétimo e oitavo lugares, respectivamente. Foi a terceira corrida consecutiva em que ambos os pilotos da Haas F1 Team avançaram até à Q3, a quinta vez esta temporada e a sexta da sua história de três anos.

 

Grosjean assinou o nono posto na Q1, com uma volta em 1m28,086s ao circuito de 5,891 quilómetros e dezoito curvas. Magnussen ficou imediatamente atrás do seu colega de equipa, no décimo lugar, 1m28,143s. Apenas 0,057s separaram os dois pilotos, tendo ambos ficado bem dentro dos quinze primeiros que passam à Q2.

 

Na Q2, Grosjean foi o sétimo mais rápido, 1m27,522s e Magnussen ficou logo a seguir, 1m27,730s, ficando separados por 0,208s, o que permitiu que ambos avançassem à Q3.

 

Os pesos pesados da Fórmula 1 – a Mercedes, detentora de quatro ceptros e Campeã em título, a Scuderia Ferrari, com dezasseis campeonatos, e a Red Bull, quatro – estiveram todas presentes na Q3 e, previsivelmente, ocuparam as seis primeiras posições da grelha de partida. Ainda assim, a Haas F1 Team esteve bem frente a estes gigantes. Magnussen liderou o miolo do pelotão ao qualificar-se no sétimo posto com o tempo de 1m27,244s, tendo Grosjean ficado no seu encalço, a apenas 0,211s, no oitavo posto, 1m27,455s.

 

Ambos os pilotos, Magnussen e Grosjean, rodaram exclusivamente com pneus Pirelli P Zero Amarelo/Macio ao longo de toda a qualificação.

 

Lewis Hamilton, da Mercedes, conquistou a pole-position para o Grande Prémio da Grã-Bretanha. A sua melhor volta, 1m25,892s, registou um novo recorde de qualificação para o circuito de Silverstone e deixou o segundo classificado, Sebastian Vettel da Ferrari, a 0,044s. Os dois estão envolvidos numa luta intensa pelo Campeonato de Pilotos, estando Vettel no comando com um ponto de vantagem para Hamilton.

 

Foi a septuagésima sexta pole-position de Hamilton na Fórmula 1, a sua quarta esta temporada e quarta consecutiva em Silverstone. Foi a sexta pole-position de Lewis Hamilton no Grande Prémio da Grã-Bretanha, um novo recorde, que anteriormente partilhava com Jim Clark e Alain Prost.

  

 

 

Estou muito satisfeito. Sabendo que ontem não chegámos à sessão da tarde e só fizemos uma volta com macios durante a manhã. Penso que é uma recuperação muito boa. Esta manhã, a sessão teve uma situação de bandeiras vermelhas, não foi fácil, mas chegámos aqui e colocámos os carros em sétimo e oitavo. Penso que é o máximo a que podemos aspirar e estou muito satisfeito com isso. Na minha última volta não dei o máximo, e penso que foi o mais correcto. Para a equipa, sétimo e oitavo, é fantástico e penso que poderemos ter uma boa corrida. Se tivermos tanta sorte como na Áustria, fantástico, mas se nós os dois ficarmos na terra de ninguém e dermos o máximo a partir daí, realizar a nossa corrida, será bom.”

 

 

 

Foi divertido. Temos esta divisão B do campeonato em que estamos focados juntamente com as restantes equipas do miolo do pelotão. A pressão é muita, dado que estamos todos muito próximos, mas hoje conseguimos o sétimo e oitavo lugares, ficando a Haas como a melhor das outras. É a pole-position da divisão B do campeonato, portanto, estou muito satisfeito. É uma boa posição. Não estamos a olhar para a frente, estaremos a olhar para trás, portanto, é como estar na pole-position. Os pilotos à nossa frente vão desaparecer. Se conseguir terminar a primeira volta na mesma posição, o que será complicado, então, com pista livre, poderei gerir os pneus e realizar a minha corrida. Vamos ver. Foi um bom sábado para nós e é um bom ponto de partida para amanhã.”

 

 

 

Foi uma boa recuperação depois do dia de ontem. Todos na equipa realizaram um bom trabalho para termos o carro completo, hoje, e dar um bom carro ao Romain. Ambos os pilotos realizaram um trabalho fantástico. Estamos em boa posição para amanhã conquistarmos pontos. Há muita gente que também quer pontos, portanto, vamos ver o que acontece.”

 

 

 

A Haas F1 Team estreou-se em 2016 no Campeonato do Mundo FIA de Fórmula 1, tornando-se na primeira equipa de Fórmula 1 americana desde 1986. Fundada pelo industrialista Gene Haas, a Haas F1 Team está sediada nos Estados Unidos da América em Kannpolis, América do Norte, o mesmo centro onde está baseada a sua equipa Campeã na NASCAR Spint Cup Series, Stewart-Haas Racing. Haas é o fundador da Haas Automation, a maior construtora de máquinas CNC da América do Norte e o presidente da Haas F1 Team.

 

 

A Haas Automation, Inc. é o construtor de máquinas CNC líder na América. Fundada em 1983 por Gene Haas, a Haas Automation constrói uma linha completa de centro de maquinação verticais e horizontais, centros basculantes, mesas rotativas, etc. Todos os produtos da Haas são construídos na fábrica de 93.000m2 da empresa, sediada em Oxnard, Califórnia, e distribuídas através de uma rede mundial de Haas Factory Outlets que fornecem à indústria os melhor serviço de venda, serviços e apoio, enquanto oferece uma relação custo/performance sem paralelo. Para mais informação visitar www.HaasCNC.com, , on Facebook at www.Facebook.com/HaasAutomationInc, on Twitter @Haas_Automation and on Instagram @Haas_Automation.

 

Sobre a Haas Factory Outlet - Portugal

A Haas Automation, Inc está representada em Portugal através da Haas Factory Outlet – Portugal. Um empresa situada nos arredores do Porto, perto do Aeroporto Francisco Sá Carneiro. Desta forma, pode aceder aos produtos da Haas Automation e todos os seus serviços. Para mais informação visitar haasportugal.com/ ou facebook.com/haasportugal.


Facebook
Facebook
Visitas
Visitantes em linha
contador gratuito de visitas Total de visitas
Contacte-nos