Velocidade Online

Mundial - Fórmula Monomarca

MUNDIAL - FÓRMULA MONOMARCA - FÓRMULA E - NISSAN E DAMS

Sexta, 21 Dezembro 2018 11:07 | Actualizado em Domingo, 17 Novembro 2019 02:02

A Nissan e.dams iniciou a sua presença no campeonato de Fórmula E ABB FIA conquistando um auspicioso número de pontos como primeira marca japonesa envolvida na série.

A Nissan é o mais recente construtor a juntar-se ao campeonato, com os seus pilotos, o suíço Sebastien Buemi e o britânico Oliver Rowland, a terminarem em sexto e sétimo lugar respetivamente, na etapa de abertura, o Ad Diriyah ePrix. 

O campeonato de Fórmula E demonstra a mobilidade elétrica nos centros das principais cidades de todo o mundo e a Nissan está a utilizar a série para demonstrar a vertente de performance da Mobilidade Inteligente da Nissan, a visão da marca sobre a forma como os automóveis são conduzidos, alimentados e integrados na sociedade.

Após dois anos a preparar a sua estreia na Fórmula E, o líder de vendas global de veículos elétricos teve de esperar mais algum tempo para entrar na pista, dado que uma chuva forte obrigou ao cancelamento da sessão de treinos.

Os atrasos ao programa resultaram num formato de qualificação remodelado, com os 22 automóveis divididos em dois grupos de 11 em vez dos tradicionais quatro grupos de automóveis e uma sessão em separado de "super pole".

Os destaques de fim de semana para a Nissan, incluíram a qualificação de Buemi como o terceiro mais rápido na prova, chegando mesmo a rodar no segundo lugar no início da prova. Rowland ganhou sete posições após qualificar-se em 14º da grelha de partida e a Nissan e.dams terminou o seu fim de semana de estreia com o quarto lugar em pontos.

«Após mais de dois anos de planeamento e desenvolvimento do nosso programa de Fórmula E, todos na Nissan estão muito orgulhosos com um resultado tão forte na nossa primeira prova», disse Michael Carcamo, Diretor Global da Nissan Motorsports.

«Sexto e sétimo mostra um forte desempenho para uma equipa que se está a estrear e além disso já percebemos onde temos de melhorar. Vamos trabalhar arduamente para avançar na direção certa na próxima ronda em Marraquexe», continuou Michael. «Acreditávamos que a Fórmula E iria ser uma excelente plataforma para demonstrar a Mobilidade Inteligente da Nissan e essa crença foi cimentada após a nossa primeira prova. Esta ronda foi um enorme sucesso para a série e estamos ainda mais entusiasmados para os desafios que se seguem».

A etapa de Riade não foi só uma estreia para a Nissan, foi também o início da era "Gen2" do campeonato de Fórmula E, com novos automóveis, novos chassis, nova aerodinâmica e novas baterias e grupo motopropulsor. Os Formula E são agora mais potentes e têm maior autonomia, eliminando a necessidade de troca de automóvel como era feito anteriormente na série.

A prova também estreou o seu novo formato "Modo de Ataque", no qual os pilotos têm mais 25kW de potência durante um breve período, ao conduzirem ao longo de uma parte da pista que aciona o sistema.

«Ficámos muito satisfeitos com esta prova. Estamos a começar a quinta temporada com muitos parâmetros novos, com um novo automóvel e um novo grupo motopropulsor que desenvolvemos com a Nissan. É bom que ambos os automóveis já tenham pontos conquistados», disse Jean-Paul Driot, Chefe da equipa Nissan e.dams.

«Durante a qualificação, o Sebastien teve um bom desempenho com o P3 e o Oliver demonstrou, durante os treinos, que muito em breve vai estar pronto para disputar as principais posições de qualificação. Durante os próximos testes vamos começar a desenvolver melhorias para tornar o automóvel mais competitivo nas provas futuras».

A equipa da Nissan e.dams e a série de Fórmula E vão agora partir para Marraquexe, para a segunda ronda do campeonato, a 12 de janeiro.

CITAÇÕES DOS PILOTOS

Sebastien Buemi

«Tive um excelente começo e consegui chegar à segunda posição na primeira curva, mas comecei a perder gradualmente terreno e não consegui manter o ritmo que precisávamos».

«O conceito do Modo de Ataque é um pouco matreiro, porque perdemos algum tempo quando o ativamos, mas depois somos recompensados. Perdemos algumas posições no final da corrida porque não o ativámos no momento certo».

«Foi uma prova difícil porque não havia muita aderência, especialmente depois da chuva. Quando somos o segundo na primeira curva, ficamos um bocado desapontados quando terminamos em sexto. Mas vamos regressar, trabalhar no duro e ver em que ponto estamos em Marraquexe».

Oliver Rowland

«O início foi muito agitado e estava a acontecer tudo ao mesmo tempo, mas mantive um bom ritmo ao longo de todo a prova e estou contente com a conquista da sétima posição para a Nissan e.dams».

«Fiz muita preparação no simulador, mas a condução em prova é mais complicada porque estamos todos a lutar em todas as voltas, com outros pilotos a lançar-se sobre ti a todo o momento. Quando já tiver conduzido mais quilómetros, tudo vai parecer mais natural e vou concentrar-me mais sobre os detalhes mais pequenos que vão melhorar o nosso desempenho»

«Foi um dia complicado devido à meteorologia e ninguém sabia o que esperar, mas toda a equipa fez um excelente trabalho».

SESSÃO DE TESTES DE DOMINGO

Após a sua excelente estreia em prova, no sábado, no circuito urbano Ad Diriyah, a equipa Nissan e.dams continuou a sua preparação para a temporada de Fórmula E ABB FIA durante os testes de domingo.

O jovem piloto britânico Oliver Rowland registou o segundo melhor tempo na sessão de testes da manhã e o terceiro melhor na sessão da tarde. Rowland detinha, inclusivamente, o melhor tempo do dia até aos momentos finais da segunda sessão.

O ex-campeão de Fórmula E, Sebastien Buemi, foi um homem ocupado durante a tarde, registando 43 voltas, mais do que qualquer outro piloto.

No total, a equipe completou 115 valiosas voltas de desenvolvimento, como preparação para a segunda ronda da série, em Marraquexe no dia 12 de janeiro.

«O mais importante foi conseguir fazer  muitas voltas, mas foi também muito agradável estar no topo da tabela de tempos», disse Rowland.

«Perdemos muito tempo de prova com o mau tempo de sábado, pelo que foi ótimo poder fazer muitos quilómetros com a pista seca nestes testes. Reunimos muitos dados valiosos que serão preciosos para a equipa na preparação para a próxima ronda, em Marraquexe».

«Estou realmente a começar a sentir-me confortável no automóvel e agora posso esforçar-me mais e mais. Estou ansioso para voltar a pilotar na próxima prova».

UMA OPORTUNIDADE PARA PILOTOS FEMININAS

A Nissan juntou forças com as outras 10 equipas da Formula E ABB FIA para dar a pilotos do sexo feminino a oportunidade de experimentarem a potência elétrica deste campeonato mundial de provas urabanas, durante os testes no domingo.

O teste para os pilotos do sexo feminino foi instigado pelo promotor do evento Ad Diriyah com a Nissan a contar com duas pilotos na Nissan e.dams.

A ex-piloto espanhola de GP3, Carmen Jorda, dividiu a condução do número 22 da Nissan com Oliver Rowland para uma série de voltas no desafiador circuito urbano Ad Diriyah.

Ao final do teste, Karen Reem Al-Aboud, de 19 anos, também teve a oportunidade de experimentar o Fórmula E da Nissan e.dams.

Ambas as pilotos prepararam a condução em pista com sessões de simulador na sede da Nissan e.dams em Le Mans, França.

No próximo evento em Marraquexe mais pilotos irão ter oportunidade de conduzir as máquinas normalmente pilotadas por Sebastien Buemi e Oliver Rowland.

O teste anual de rookies da Fórmula E acontecerá no domingo dia 13. O piloto de testes Mitsunori Takaboshi será acompanhado a bordo dos automóveis de Formula E Nissan e.dams pelo piloto do simulador, Jann Mardenborough.


Facebook
Facebook
Visitas
Visitantes em linha
contador gratuito de visitas Total de visitas
Contacte-nos