Velocidade Online

Mundial - Todo o Terreno

MUNDIAL - TODO O TERRENO - RALI DOS SERTÕES - BRASIL

Domingo, 02 Setembro 2018 09:15 | Actualizado em Sábado, 14 Setembro 2019 12:29

Pilotos apoiados pela SHIRO Brasil completam a dura etapa de abertura do Rally dos Sertões

Dos nove pilotos, os melhores colocados na etapa foram de Zé Hélio #4, Andrés Marcondes #42, Elias Folly #33 e Josemar Ferro #44. Neste segundo dia (20) o rali segue para Posse, ainda em Goiás

A 26ª edição do Rally dos Sertões já começou mostrando suas garras. No primeiro dia de disputa o percurso exigiu técnica e habilidade dos pilotos em um percurso cronometrado de 315 quilômetros de um total de 686. No domingo, os nove pilotos da categoria motos, que estrearam os capacetes espanhóis SHIRO MX-917, deram o máximo. O melhor colocado do grupo foi o pentacampeão Zé Hélio #4, que fez o 9º tempo da geral (5h47m53s) e 4º na Super Production.

Para Elias Folly #33 o dia foi repleto de desafio e superações: “faltando 120 km para terminar a especial, o suporte do tanque traseiro quebrou. Vazou gasolina e terminei a prova bem devagar para não acabar a autonomia e segurando o tanque. Mas valeu, dia concluído”, diz o paranaense que, apesar das dificuldades, fechou em 14º na geral e em 4º na Production Aberta (6h07m46s).

Andrés Marcondes #42 ficou em 16º na geral e 2º na Over 45 (6h03m44s). “Adorei a etapa, nem a achei tão difícil, foi prazerosa, pois me preparei bem fisicamente e minha moto está boa. Fiquei dentro das minhas expectativas. Para o segundo dia correrei com o limite alto, mas com segurança”, diz o piloto. Na sequência chegou Josemar Ferro #44 que conta que “o dia foi bem puxado”. Mas o competidor fez o percurso bem focado e chegou em 3º na Over 45 e 17º na geral (6h07m41s).

Já o estreante no grid, Neto Malassise #59, disse que pilotou bem tranquilo e, que somente nos 50 quilômetros finais acelerou mais. O piloto terminou em 5º na Marathon em 24º na geral (6h20m48s). “Já marcamos bem a planilha para mais um desafio rumo Posse. E o capacete das SHIRO está 100% aprovado”.  O paulista Luis Fernando Nutti #37 terminou em 8º na Over 45: “Meu dia foi bom até o Km 180, depois tive uma série de problemas, por outro lado o capacete ajudou porque é muito leve e confortável. Mas amanhã é outro dia e vamos trabalhar para conseguir melhorar o resultado. E o campeão Tiago Fantozzi #30 fechou em 5º na Super Production. “O dia foi pauleira, Especial bem travada, técnica, longa e cansativa. Mas do tipo que eu adoro. Estou feliz com a etapa, porque, apesar da pancadaria, consegui chegar com a moto inteira”. Fantozzi, ainda, parou mais de uma vez para socorrer competidores se que machucaram.

“Apesar de ter sido uma prova muito exigente e que deixou vários pelo caminho, foi importante para os pilotos que usaram nossos capacetes, pois conseguiram se superar, fazendo uma boa etapa e cumprindo seus objetivos.  O único que não completou foi o Dimas (Barreira #52) que teve um problema de navegação”, diz o diretor executivo da SHIRO Brasil, Marcos Finato, que acompanha a prova.

Nesta segunda-feira o destino será Posse com um total de 386 quilômetros, dos quais 307 de trecho cronometrado.

SHIRO Brasil - Representada pela TWP, a SHIRO Brasil, nasceu a partir de uma conversa informal entre dois amigos apaixonados por motos e off-road. A intenção era oferecer um produto de design inovador e de qualidade foi então que decidiram trazer a marca espanhola de capacetes SHIRO Helmets para o mercado nacional. A empresa foi constituída em fevereiro de 2017, mas apresentada ao mercado em novembro do mesmo ano, durante o Salão de Duas Rodas. Aliou-se a experiência de Marcos Finato em gerir grandes negócios, aos 20 anos de Théo Lopes no mercado de duas rodas e a vasta expertise de Luciana Barreto no setor de Relações Internacionais, também no segmento. A SHIRO foi fundada há 25 anos por Antonio Tomás, na região de Múrcia, na Espanha, a marca está presente em mais de 70 países.

Roteiro 26ª edição Rally dos Sertões (19 a 25/8)

Segunda (20/08)
2ª Etapa: Formosa (GO) – Posse (GO)

Total do dia: 386 km (307 km trecho cronometrado)

Terça (21/08)
3ª Etapa: Posse (GO) – Luís Eduardo Magalhães (BA)

Total do dia: 350 km (255 km trecho cronometrado)

Quarta (22/08)
4ª Etapa: Luís Eduardo Magalhães (BA) – Barra (BA)

Total do dia: 478 km (355 km trecho cronometrado)

Quinta (23/08)
5ª Etapa: Barra (BA) – São Raimundo Nonato (PI)

Total do dia: 446 km (400 km trecho cronometrado)

Sexta (24/08)
6ª Etapa: São Raimundo Nonato (PI) – Juazeiro do Norte (CE)

Total do dia: 603 km (226 km trecho cronometrado)

Sábado (25/08)
7ª Etapa: Juazeiro do Norte (CE) – Fortaleza (CE)

Total do dia: 654 km (200 km trecho cronometrado)

Total geral: 3.607 km


Neto aprovou o leveza e robutez doa capacetes SHIRO (Vinícius Branca/Fotop)

Neto aprovou o leveza e robutez doa capacetes SHIRO (Vinícius Branca/Fotop)
Alta  | Web

Fantozzi compete neste ano na Self, sem apoio mecânico (Vinícius Branca/Fotop)

Fantozzi compete neste ano na Self, sem apoio mecânico (Vinícius Branca/Fotop)
Alta  | Web

Mesmo tendo de driblar problema com o tanque, Folly fechou em 14o na geral (Ricardo Leizer/Fotop)

Mesmo tendo de driblar problema com o tanque, Folly fechou em 14o na geral (Ricardo Leizer/Fotop)
Alta  | Web

Marcondes fechou a Formosa com o 16o tempo (Ricardo Leizer/Fotop)

Marcondes fechou a Formosa com o 16o tempo (Ricardo Leizer/Fotop)
Alta  | Web

Cheron na etapa de quase 700 km (Marcelo Machado/Fotop)

Cheron na etapa de quase 700 km (Marcelo Machado/Fotop)
Alta  | Web

Em seu segundo Sertões, Ferro está aprovou o percurso (Ricardo Leizer/Fotop)

Em seu segundo Sertões, Ferro está aprovou o percurso (Ricardo Leizer/Fotop)
Alta  | Web


Facebook
Facebook
Visitas
Visitantes em linha
contador gratuito de visitas Total de visitas
Contacte-nos