Velocidade Online

Mundial - Todo o Terreno

MUNDIAL - TODO O TERRENO - BRASIL - RALI DOS SERTÕES

Domingo, 01 Setembro 2019 21:40 | Actualizado em Sábado, 21 Setembro 2019 23:30

Sertões: Duplas da Production T2 da SFI CHIPS conquistam bons resultados na 3ª Etapa

Nos três primeiros lugares da categoria estão Paulo Bertolini/Anderson Bertolini, Bruno Van Enck/Edu Costa e Glauber Fontoura/Minae Miyauti

Alta  | Web
Paulo e Anderson Bertolini vencem a 3a etapa na Production T2 (Fotop)

Paulo e Anderson Bertolini vencem a 3a etapa na Production T2
(Fotop)

Alta  | Web
Sandra/Quirrenbach garantem o 3o lugar no Regularidade/Master (Sanderson Pereira/PhotoEsporte)

Sandra/Quirrenbach garantem o 3o lugar no Regularidade/Master
(Sanderson Pereira/PhotoEsporte)

Alta  | Web
Fontoura/Minae fecharam o dia em 3o na Production T2 (Doni Castilho)

Fontoura/Minae fecharam o dia em 3o na Production T2
(Doni Castilho)

“Todos os carros com soluções de alto desempenho da SFI CHIPS foram bem nesta etapa. E os UTVs também estão na liderança”, comemora Márcio Medina, diretor da empresa. Arrepiando em todas as etapas dos Carros, a dupla de pai e filho gaúchos, Paulo Cesar Bertolini e Anderson Bertolini #337, percorreu os 764 km (403 km de Especial) da 3ª etapa, em 3h58min47, e mais uma vez conquista o 1º na Production T2, e 1º no acumulado da categoria. “Hoje tivemos um problema eletrônico, perdemos seis minutos. Mas recuperamos depois. Andamos forte e conseguimos o 1º lugar por três segundos”, conta o vitorioso Bertolini pai. “A Especial de hoje era rápida, com muito pó e talco, muitas depressões. Amanhã rumo Tocantins”, completa.

Na sequência, também na Production T2, a dupla Bruno Van Enck e Edu Costa #343, que fez o trajeto de Barra do Garças/MT até São Miguel do Araguaia/GO, em 3h58min50, mantendo o 2º no acumulado da Production T2. “É muito boa a sensação de sair da Especial com o carro inteiro. Fizemos uma ótima etapa e chegamos com uma paisagem e céu maravilhosos. Mas não dá para comemorar ainda, tem muito rali pela frente”, diz Enck. A dupla estreou este ano na Mitsubishi Cup e desbrava o primeiro Sertões.

E em 3º na categoria, chegaram os tricampeões Glauber Fontoura e Minae Miyauti # 311, em 3h59min30. “Fiz uma corrida estratégica, tirei um pouco o pé para preservar o carro e aguentar chegar bem até a final. Amanhã é a etapa pré-maratona, então, vamos com calma”, afirma Fontoura, que disputa pela 17ª vez no Sertões e tem quatro títulos (tricampeão na Super Production e campeão na Pró Brasil).

Os UTVs não deixaram por menos, também levantaram muita poeira os catarinenses Denísio do Nascimento e Idali Bosse # 202, completaram o percurso em 4h03min42, o que rendeu o 2º lugar na 3ª etapa e está em 2º no acumulado da UTV Pró Elite.

Regularidade - Sandra Dias e Igor Quirrenbach de Carvalho #411, em uma Pajero, com as soluções da SFI CHIPS, foram vice-campeões (Regularidade/Graduados) e nesta edição subiram de categoria e competem pela Master. “A etapa foi bem cansativa, foram 9 horas de prova difícil e perigosa. Tinha pegada rápida. Na parte da manhã não dava para enxergar nada devido a poeira, passamos por muitas regiões de montanhas. Mas estou apaixonada pela prova”, conta Sandra, única mulher piloto da categoria carros, A dupla repetiu o resultado das etapas anteriores e fechou em 3º. 

SFI CHIPS - Essas são algumas das dezenas de duplas de Carros e UTVs da competição, que usam soluções avançadas da SFI CHIPS, que é uma provedora de soluções para preparação eletrônica de veículos, também conhecida como chip de potência, reprogramação de ECU ouchiptuning. Nestes 11 anos de atuação no mercado, tornou-se referência em desenvolvimento de reprogramações de alto desempenho, principalmente no segmento 4X4 profissional. Única empresa a desenvolver para as montadoras e equipes oficiais de montadoras, com projetos testados no laboratório e nas pistas em tempo real com os pilotos. O Rally dos Sertões fornece dados importantes para o desenvolvimento contínuo de soluções da SFI CHIPS: teste de campo e coleta de dados. Por isso a importância de a empresa estar sempre ao lado de equipes grandes, montadoras e pilotos profissionais, que  balizam e fornecem dados precisos. A empresa é a única a ter 12 títulos no Sertões. Com uma equipe qualificada e investimento em tecnologia de ponta, as soluções elevam a performance do propulsor e os acertos buscam potência, sem comprometer a sua vida útil. Preza por durabilidade e preservação do conjunto motriz, para garantir a entrega de performance, sem abrir mão da segurança, principalmente em provas como o Sertões.

Roteiro Sertões 2019 – 24/8 a 1º/9

Nesta quarta-feira, os competidores seguem para a 4ª etapa do Sertões, de São Miguel do Araguaia/GO até Porto Nacional/TO, com 570 km, 275 de Especial, com cascalho, piçarras, gostosa de acelerar e bem técnica, terá estradas de fazendas, algumas mais estreitas, mas sem grandes dificuldades. Considerada uma preparação para a Etapa Maratona, na qual os competidores não poderão ter ajuda da equipe na manutenção dos veículos. O Sertões tem um roteiro de 4.800 quilômetros por seis estados brasileiros: Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Tocantins, Goiás, Piauí e Ceará. O temido deserto do Jalapão está na 5ª etapa, quando será a Maratona, no qual competidores não podem receber apoio mecânico.

4ª etapa – 28/08
São Miguel do Araguaia – GO/ Porto Nacional – TO
Trecho Cronometrado – 277km
Total: 571km

5ª etapa – 29/08
Porto Nacional – TO/ São Félix do Tocantins – TO
Trecho Cronometrado – 300km
Total: 435km

6ª etapa – 30/08
São Félix do Tocantins – TO/ Bom Jesus – PI
Trecho Cronometado – 540km
Total: 542km

7ª etapa – 31/08
Bom Jesus – PI/ Crateús – CE

Trecho Cronometrado – 320km
Total: 941km

8ª etapa – 01/09
Crateús – CE/ Aquiraz – CE
Trecho Cronometrado – 30km
Total: 405km


Facebook
Facebook
Visitas
Visitantes em linha
contador gratuito de visitas Total de visitas
Contacte-nos