Velocidade Online

Mundial - Todo o Terreno

MUNDIAL - TODO O TERRENO - RALI DOS SERTÕES - BRASIL

Terça, 03 Setembro 2019 14:27 | Actualizado em Sexta, 13 Dezembro 2019 14:43

Sertões: acaba neste domingo o maior rally do Brasil

Depois de mais de 4.300 km percorridos, duplas terão apenas 30 km para decidir os campões de 2019

Alta  | Web
Rodrido Varela/Fabio Pedroso saltam no deserto do Jalapão (Marcelo Machado/Fotop)

Rodrido Varela/Fabio Pedroso saltam no deserto do Jalapão
(Marcelo Machado/Fotop)

Alta  | Web
Reinaldo Varela/Gustavo Gugelmin cruzam região árida do agreste nordestino (Marcelo Machado/Fotop)

Reinaldo Varela/Gustavo Gugelmin cruzam região árida do agreste nordestino
(Marcelo Machado/Fotop)

Alta  | Web
Neste domingo, apenas 30 km serão em formato

Neste domingo, apenas 30 km serão em formato "especial"
(José Mario Dias/Fotop)

Alta  | Web
Diferença entre líderes é pequena. Na foto, UTV de Varela/Gugelmin (José Mario Dias/Fotop)

Diferença entre líderes é pequena. Na foto, UTV de Varela/Gugelmin
(José Mario Dias/Fotop)

 Se encerra neste domingo (01/09) a maior prova off-road do Brasil. A previsão é de que ao chegar a Aquiraz, nas imediações de Fortaleza (CE), os mais de 300 competidores inscritos terão percorrido 4.744 quilômetros, a maior parte em terrenos de tráfego propositalmente desafiador. Ontem, ao chegar ao município cearense de Crateús, os competidores já haviam percorrido 4.339 km e estavam exauridos pelo trajeto do rally deste sábado, que contou intermináveis 956 km.

Na manhã deste domingo os participantes largam para os últimos 405 km – mas, destes, apenas 30 km seriam no formato “especial”, ou seja, trecho cronometrado em alta velocidade que realmente conta para a competição. Desde o último domingo, quando o rally teve início em Campo Grande (MS), até a chegada em Crateús, os competidores terão cumprindo 2.832 km de especiais, uma verdadeira maratona em alta velocidade.

Diante disso é impressionante que a diferença entre os líderes das principais categorias esteja geralmente na casa dos minutos. Na categoria UTV, por exemplo, a classificação geral tem a dupla Deni Nascimento/Idali Bosse na dianteira, com os bicampeões mundiais Reinaldo Varela/Gustavo Gugelmin a apenas 19min38s de distância. “Se você considerar que para percorrer esses mais de 2.802 km de especiais demoramos cerca de 34 horas competindo em alta velocidade, então a diferença realmente parece pequena. Mas será difícil tirar isso nos 30 km de especiais deste domingo – um trajeto muito curto. Nós vamos tentar. Não desistimos nunca”, comentou Reinaldo, que mesmo no segundo lugar caminha para seu oitavo título no Sertões, já que lidera a categoria UTV Over Pro pela equipe Can-Am/Norton/Techbond/Arisun Pneus/Divino Fogão.

Reinaldo e Gugelmin, no entanto, têm que com o que se preocupar. Os filhos de Varela estão “nos calcanhares” do pai: Rodrigo Varela/Fabio Pedroso estão em terceiro na geral, apenas 12min54s de Reinaldo/Gugelmin. Mais atrás, a 14min14s do irmão, Bruno Varela/Gustavo Bortolanza aceleram forte para recuperar terreno, já que lideraram os três primeiros dias do rally, mas tiveram problemas durante a prova. O Sertões conta com 53 UTVs inscritos e vem sendo dominada pelo modelo Can-Am Maverick X3, que ocupa os 17 primeiros lugares na classificação geral.

Entre os carros, os líderes Lucas Moraes/Kaique Bentivoglio (Ford Ranger X-Rally) mantiveram uma dianteira na classificação geral de apenas 9min39 para Cristian Baumgart/Beco Andreotti, que utilizam o mesmo equipamento e venceram a etapa deste sábado, com Moraes/Bentivoglio terminando no quarto lugar.

Na categoria Motos, na etapa deste sábado o veterano Jean Azevedo (Honda CRF 450 RX) levou a melhor e terminou na primeira posição, mas apesar do empenho o resultado não foi suficiente para anular a vantagem de 25min25 na classificação geral do rally construída pelo líder Tunico Maciel, que utiliza o mesmo equipamento.

Veja abaixo os líderes em três categorias:

UTVs

1) Deni Nascimento/Idali Bosse (Can-Am Maverick X3), 33h19min52s

2) Reinaldo Varela/Gustavo Gugelmin (Can-Am Maverick X3), a 19min38s

3) Rodrigo Varela/Fabio Pedroso (Can-Am Maverick X3), a 32min13s

4) Bruno Varela/Gabriel Bortolanza (Can-Am Maverick X3), a 1h14min14s

5) Gabriel Cestari/Jhonatan Ardigo (Can-Am Maverick X3), a 1h17min07s

 

CARROS

1) Lucas Moraes/Kaique Bentivoglio (Ford Ranger X Rally), 30h35min22

2) Cristian Baumgart/Beco Andreotti (Ford Ranger X Rally), a 9min09

3) Guilherme Spinelli/Yousef Haddad (Mitsubishi L200 Sport Racing), a 2h59min46s

4) Gunter Hinkelmann/Deco Muniz (Mitsubishi ASX), a 1h28min50s

5) José Hélio/Breno Rezende (Giaffone Buggy V8), a 4h42min35s

 

MOTOS

1) Tunico Maciel (Honda CRF 450RX), 33h50min22s

2) Jean Azevedo (Honda CRF 450RX), a 25min25s

3) Ricardo Martins (Yamaha WR 450 F), a 1h43min33s

4) Bruno Leles (Yamaha YZ 450 FX), a 2h10min29s

5) Vitor Closs (Beta 480RR), 2h57min05s

 

Confira o percurso deste domingo, no encerramento da prova:

8ª etapa: Crateús (CE) – Aquiraz (CE), domingo, 01/08
Deslocamento inicial – 372 km
Especial (Cronometrado) – 30 km
Deslocamento final – 3 km
Total do dia – 405 km

 


Facebook
Facebook
Visitas
Visitantes em linha
contador gratuito de visitas Total de visitas
Contacte-nos