Velocidade Online

Mundial - TCR

MUNDIAL - WTCR - ZOLDER

Terça, 15 Setembro 2020 12:13 | Actualizado em Sexta, 25 Setembro 2020 02:13

Néstor Girolami tirou bom partido da ‘pole-position’ – conseguida por via do 10º tempo na qualificação – para se impor na primeira corrida da Taça do Mundo de Carros de Turismo de 2020. Uma prova em que, depois de uma boa partida, soube gerir muito bem a sua diferença para o seu principal opositor, Thed Bjork. Um êxito que foi muito importante para ALL-INKL Munnich Motorsport e para a Honda, que ainda puderam celebrar o último lugar do pódio de Attila Tassi. “Sabia que a partida era a chave da corrida, porque em Zolder é mesmo difícil de ultrapassar, por isso treinamos isso na pré-época. Estava confiança a cada momento. Treinei a partida durante o fim de semana e sabia que depois da partida tinha de evitar os erros. Consegui uma vantagem e de repente apanhei algum óleo na última curva. Subitamente andei de lado. Thed reduziu a diferença, mas de qualquer forma acho que tinha o ritmo para fazer a diferença”, contou Girolami após a corrida.
O argentino considera importante o resultado, ciente daquilo que pode representar numa época mais curta e compacta do que o habitual: “Fomos muito sólidos e penso que estivemos bem este fim de semana. Marcamos pontos e conseguimos uma vitória para a Honda, por isso estou contente. Também quero dedicar esta vitória ao Oliver (membro da equipa), que teve um problema com a família e teve de regressar a casa”.
Néstor não teve qualquer problema mecânico no seu Civic Type-R TCR, contrariamente ao que sucedeu com os seus companheiros de equipa Esteban Guerrieri e Tiago Monteiro. “Felizmente ninguém me disse, porque estava tão focado em evitar erros e andar com cuidado e manter o meu ritmo. Quando se ter ar limpo à frente não se tem problemas de sobreaquecimento, e talvez essa tenha sido a razão para não ter problemas com a temperatura de água ou de óleo. Além disso aqui em Zolder temos tendência em bater nos corretores da chicane e isso pode levar a partir o radiador”, observou. Os pneus da Goodyear foram um dos aspetos positivos que percebeu nesta primeira ronda do WTCR 2020: “Com os pneus tive um bom andamento, sem quaisquer problemas. Treinamos turnos longos durante a pré-época e também em Zolder. Espero que em Nurburgring esteja um pouco mais fresco, o que irá ajudar muito com os pneus. Não espero, a esse nível, quaisquer problemas em Nurburgring”. O sul-americano diz que o Nordschelife “é uma pista que muda muito” e diz que está ansioso em lá correr. “No ano passado foi no fio da navalha. Um pouco no limite e para lá dele. Por isso este ano deverá ser mais ou menos o mesmo. Temos a noção que os Lynk&Co são muito fortes nesta pista de Zolder e no Nurburgring. Fizemos melhorias e queremos lutar pela pole”, remata.

Texto de Nuno Costa / 5ª a Fundo / www.velocidadeonline.com
Facebook
Facebook
Visitas
Visitantes em linha
contador gratuito de visitas Total de visitas
Contacte-nos