Velocidade Online

Moto - Diversos

MOTOS - DADOS PREOCUPANTES NA SINISTRALIDADE COM MOTOS

Quinta, 12 Julho 2018 20:48 | Actualizado em Sexta, 15 Novembro 2019 06:37

Dados preocupantes na sinistralidade rodoviária com motociclos levam PRP a fazer recomendações

 

Aumento de 114% no número de motociclistas mortos, entre 2016 e 2017, interrompe tendência de descida de mais de uma década

 

O relatório da Prevenção Rodoviária Portuguesa (PRP) divulgado hoje, apresenta não só dados da sinistralidade rodoviária, como também dados da evolução do parque de motociclos e recomendações para a redução da sinistralidade destes utentes.

Os dados do relatório mostram que que o ano de 2017 ficou marcado por um forte aumento da sinistralidade rodoviária dos utentes de motociclos. Em relação a 2016, as vítimas mortais destes utentes aumentaram de 43 para 92 (mais 114,0%) e os feridos graves de 318 para 399 (mais 25,5%) – dados da ANSR (vítimas a 24 horas). Esta forte subida veio interromper uma tendência de descida de mais de uma década, apesar do aumento significativo e constante do número de motociclos: entre 2006 e 2016 o número de mortos tinha descido de 120 para 43 (-64%), enquanto o número de motociclos em circulação tinha subido de 164.763 para 280.412 (+70%).

Para José Miguel Trigoso, Presidente da PRP, "uma das razões para se notar uma subida tão brutal entre dois anos consecutivos, deriva do facto de que os números de acidentes com motociclos em 2016 terem sido, de muito longe, os mais baixos de sempre. Além disso, parece-nos que durante o ano de 2017 terá havido um aumento do volume de circulação dos motociclos significativamente superior ao aumento do número de veículos em circulação, devido fundamentalmente a dois fatores: menor número de dias de chuva e fomento da utilização deste tipo de veículos, devido ao aumento de lugares para estacionamento gratuito, aos muito menores custos de transporte e ao muito menor tempo de viagem no trajeto casa - trabalho."


Facebook
Facebook
Visitas
Visitantes em linha
contador gratuito de visitas Total de visitas
Contacte-nos