Velocidade Online

Comércio e Industria - Novidades

COMÉRCIO & INDUSTRIA - GIPA APRESENTA ESTUDO

Quarta, 13 Março 2019 16:59 | Actualizado em Quinta, 18 Julho 2019 15:53

GIPA apresenta estudo

No âmbito da MOTORTEC AUTOMECHANIKA MADRID e sobre a importância de sensibilizar sobre a correta manutenção dos veículos.
A Feira apresenta os estudos da GIPA Automotive Aftermarket Intelligence e da Confederação Espanhola de Oficinas, CETRAA, sobre a evolução dos hábitos do condutor nesta matéria
- Os condutores que não têm um comportamento de manutenção preventiva vão sofrer 38% mais avarias, de acordo com os relatórios apresentados

Como adiantamento da 15ª edição da MOTORTEC AUTOMECHANIKA MADRID 2019, organizada pelo IFEMA de 13 a 16 de março na Feira de Madrid, a 5 de março foram divulgados no parque de exposições do IFEMA o relatório da GIPA, Automotive Aftermarket Intelligence, sobre a importância de uma correta manutenção dos veículos, tanto do ponto de vista do condutor como das oficinas. No ato, apresentado pelo Diretor da Feira, David Moneo, interveio Fernando López, Diretor-geral para a Europa da GIPA.

Através destes relatórios, a Feira, verdadeira referência na indústria automóvel, salienta a importância da sensibilização sobre a necessidade de uma correta manutenção dos veículos, elemento a destacar devido ao envelhecido do parque automóvel que a nossa sociedade apresenta.

A GIPA, no seu estudo encomendado à MOTORTEC AUTOMECHANIKA MADRID, destacou que, no período 2013 a 2019, o parque circulante de turismos e 4x4 envelheceu sensivelmente, colocando-se acima dos 11 anos de idade média. Além disso, os carros de mais de 10 anos já representam 58% do total dos veículos em circulação.

O estudo indica que este envelhecimento está a levar os condutores a ter maior consciência da importância da manutenção preventiva do seu carro. No entanto, o estudo também mostra que este facto não consegue deter o aumento das avarias que ocorreram desde 2013, passando de 14% para 17% de taxa anual. O que implicou que mais de 3.600.000 condutores tenham enfrentado esta situação, custosa e inesperada.

De acordo com a GIPA, é importante ter presente que um condutor que não tem um comportamento de manutenção vai sofrer mais 38% de avarias do que se o tivesse. O que num princípio pode parecer uma poupança, espaçando as manutenções, irá traduzir-se por uma maior taxa de avarias e, portanto, de despesas com o carro.


Facebook
Facebook
Visitas
Visitantes em linha
contador gratuito de visitas Total de visitas
Contacte-nos