Velocidade Online

Comércio e Industria - Tecnica

COMÉRCIO & INDUSTRIA - CONDUÇÃO AUTONOMA SEGURA

Quarta, 28 Novembro 2018 10:26 | Actualizado em Sábado, 21 Setembro 2019 16:47

Condução autónoma segura com a Bosch: centímetros que fazem toda a diferença

Sistema para localização de veículos desenvolvido com contributo de engenheiros portugueses

 

„  Dirk Hoheisel: “Só podemos ter condução autónoma segura quando combinamos hardware, software e serviços.”

„  Localização precisa de veículos autónomos é essencial para a segurança.

„  Sensor de movimento e posicionamento da Bosch determina de forma fiável a posição exata do veículo.

„  Solução da Bosch serve como sistema redundante para a localização de veículos.

„  Bosch já tornou público e acredita que o sistema fará parte dos veículos do futuro.

 

 

A condução autónoma é mais do que apenas sensores, unidades de controlo e muita capacidade de computação. Também requer uma série de serviços inteligentes sem os quais nenhum veículo jamais será capaz de assumir a condução autónoma. "Os serviços são no mínimo tão importantes para a condução autónoma quanto o hardware e o software. Estamos a trabalhar nos três tópicos simultaneamente para que veículos autónomos circulem de forma segura e fiável nas nossas estradas", afirma Dirk Hoheisel, membro do conselho de administração da Bosch. Só ao saber a sua posição ao centímetro é que os veículos autónomos poderão circular em segurança. Por isso, a Bosch oferece um sistema de localização sem igual: software, hardware e serviços associados, que atuam como um sistema redundante para determinar com precisão a posição do veículo.

 

Portugal na linha da frente para a condução totalmente autónoma

Portugal está, desde 2015, envolvido no desenvolvimento do sensor de posicionamento e movimento do veículo. Cerca de 25 engenheiros do centro de Tecnologia e Desenvolvimento em Braga foram responsável pelo desenvolvimento de hardware e pelas primeiras amostras funcionais para prova de conceito. A equipa, que deverá chegar aos cerca de 35 elementos, está atualmente a trabalhar no hardware e software do novo sensor. “Este grupo faz parte de uma grande equipa internacional que desenvolve um sensor de posicionamento que atende a todos os requisitos automotivos - ser seguro, fiável, preciso e competitivo em termos de custo. O sensor de movimento e posicionamento do veículo permitirá que o carro autónomo saiba onde está, a qualquer momento e em qualquer lugar, com uma precisão muito maior do que os sistemas de navegação existentes”, afirma Hernâni Correia, Team Leader para o projeto VMPS em Portugal.

 


Facebook
Facebook
Visitas
Visitantes em linha
contador gratuito de visitas Total de visitas
Contacte-nos