Velocidade Online

Comércio e Industria - Tecnica

COMÉRCIO & INDUSTRIA - CURIOSA CAMPANHA DA GALP

Quinta, 25 Janeiro 2018 15:45 | Actualizado em Sábado, 16 Novembro 2019 17:50

Galp chama a atenção para queda da natalidade e oferece eletricidade a famílias de recém-nascidos
• Durante todo o ano de 2018, os bebés nascidos no dia 1 de cada mês podem receber um mês de eletricidade • Portugal tem taxa de natalidade mais baixa da Europa, com exceção de Itália
 
Numa altura em que Portugal é o segundo país da Europa em que menos bebés nascem, apenas batido pela Itália, a Galp lança uma oferta comercial, dirigida aos casais que contribuem para atenuar esta tendência, chamando simultaneamente a atenção para um problema do qual depende a sustentabilidade de Portugal enquanto país. A empresa suporta, até ao final deste ano, um mês de eletricidade de todas as famílias dos bebés que nascerem no dia 1 de cada mês que sejam – ou pretendam passar a ser – clientes de eletricidade da empresa.  “A nossa intenção principal com esta medida é promover uma reflexão conjunta sobre este problema. As empresas podem e devem ter um papel ativo na discussão de medidas que promovam uma melhor sociedade e sustentabilidade para todos,” conclui Joana Garoupa, diretora de Marketing e Comunicação da Galp. Segundo dados do Instituto nacional de Estatística, o número médio de filhos por mulher subiu para 1,36 em 2016, um ligeiro aumento face à taxa de 1,3 de 2015, mas ainda assim insuficiente para travar a queda da população do país. Em 2017, segundo dados do Ministério da Justiça divulgados esta semana, a natalidade terá voltado a cair. De acordo com os dados do gabinete oficial de estatísticas da UE, Portugal teve em 2016 cerca de 87 mil nascimentos – o que representa uma taxa de 8,4 nascimentos por cada 1000 habitantes. É a segunda taxa mais fraca da EU. Em Itália o valor é de apenas 7,8 crianças, enquanto as taxas de natalidade mais elevadas se observam na Irlanda (13,5 por 1000 habitantes), Suécia e Reino Unido (ambos com 11,8). No extremo oposto, depois de Itália e Portugal, seguem-se a Grécia (8,6) e Espanha (8,7).
 
 
 
 
 
 
 
 
 

A Galp é uma empresa de energia de base portuguesa, de capital aberto com presença internacional. As nossas atividades abrangem todas as fases da cadeia de valor do setor energético, da prospeção e extração de petróleo e gás natural, a partir de reservatórios situados quilómetros abaixo da superfície marítima, até ao desenvolvimento de soluções energéticas eficientes e ambientalmente sustentáveis para os nossos clientes – sejam grandes indústrias que procuram aumentar a sua competitividade, ou consumidores individuais que buscam as soluções mais flexíveis para as suas casas e necessidades de mobilidade. Contribuímos ainda para o desenvolvimento económico dos 11 países em que operamos e para o progresso social das comunidades que nos acolhem. A Galp emprega 6.750 pessoas.

Facebook
Facebook
Visitas
Visitantes em linha
contador gratuito de visitas Total de visitas
Contacte-nos