Velocidade Online

Diversos - Desportos Nauticos

DIVERSOS - DESPORTOS NAUTICOS - ENTRE OS RIOS RECEBE ESTÁGIO DA FÓRMULA FUTURO EM MOTONAUTICA

Quarta, 29 Agosto 2018 08:11 | Actualizado em Sábado, 19 Outubro 2019 06:50

ENTRE-OS-RIOS RECEBE ESTÁGIO DA FORMULA FUTURO

 

O belo cenário de Entre-os-Rios, em Penafiel, local idílico onde o Tâmega desagua no Douro, está a ser o palco de um estágio onde estão presentes 9 jovens que competem na Fórmula Futuro.

Este estágio é mais uma etapa na preparação para a participação da Seleção Nacional de Fórmula Futuro, no World Formula Future 2018, que se irá disputar nos Emirados Árabes Unidos, de 11 a 17 de Novembro próximo.

A comitiva da FPM, liderada pelo selecionador nacional Vítor Neves, vai estar 12 dias a desenvolver estes jovens talentos da motonáutica nacional, neste ano que assinala o regresso da Fórmula Futuro ao programa de atividades da federação, após mais de um ano de paragem.

Aliás, o selecionador nacional destaca mesmo isso, salientando que “este estágio vem no seguimento da aposta forte na Formula Futuro assumida pelo novo executivo da Federação Portuguesa de Motonáutica, liderado por Paulo Ferreira e que, para além deste estágio, já resultou no regresso do Campeonato Nacional, cuja primeira prova aconteceu na Figueira da Foz.

Em Penafiel, iremos trabalhar de forma profunda com jovens que têm revelado grande capacidade para evoluir e chegar a um nível internacional muito satisfatório”.

Quanto à participação no Mundial, Vítor Neves afasta “ambições desmedidas mas iremos aos Emiratos com o sentido da responsabilidade e com vontade de lutar por resultados positivos e que honrem um passado muito bem sucedido. Portugal começou as suas participações internacionais em 2002 e entre títulos, presenças em pódios e lugares individuais e coletivos no Top 10, têm sido muito positivas as participações em campeonatos europeus e mundiais.

Mesmo sabendo que este é um recomeço, com todos os condicionalismos que uma paragem trás, estou convicto de que os jovens pilotos que levaremos ao Mundial estarão à altura dos pergaminhos desta seleção nacional!”.

O trabalho será dividido por duas sessões práticas diárias, utilizando um percurso montado no plano de água junto á Marina de Entre-os-Rios e ainda uma sessão teórica de formação, no Inatel Entre-os-Rios, unidade hoteleira onde a comitiva está instalada.

Os 9 atletas presentes, provenientes das Caldas da Rainha, Figueira da Foz e Caldas de Aregos, em Resende, têm idades compreendidas entre os 10 e os 16 anos e representam várias coletividades que têm apostado no desenvolvimento de formação dentro da Formula Futuro.

Para Paulo Ferreira, recém eleito Presidente da FPM, a Formula Futuro “é fundamental para garantir o futuro da motonáutica em Portugal. Quando em Junho último tomamos posse, este projeto estava parado e retomar com força renovada foi uma das nossas primeiras medidas, dando assim seguimento a uma das promessas eleitorais. Aliás, a aposta na formação é o cerne da nossa estratégia e temos já algum trabalho feito, não só na Formula Futuro, mas também no Aquabike, apoiando com material e meios logísticos escolas existentes, sendo ainda nossa estratégia promover a criação de novas escolas de todas as modalidades tuteladas pela FPM, de norte a sul do país e nas ilhas.”.

Quanto à Formula Futuro, o líder da FPM destaca “o entusiasmo que sinto por parte dos jovens convocados para este estágio e a seriedade do trabalho que os elementos da direção técnica da nossa seleção estão a realizar, que nos dão garantias de que teremos uma participação positiva no Mundial e, ainda mais importante do que isso, que temos o futuro da motonáutica em construção e com capacidade para vir a potenciar o sucesso desta modalidade!”.

A formula Futuro assume-se assim como a modalidade de formação da motonáutica.

Está dividida em 5 categorias, correspondentes às respetivas faixas etárias.

As classes 1, 2 e 3 são destinadas a crianças com idades entre os 8 e 9 anos, 10 e 11 e 12 e 13 anos, respetivamente. Utilizam embarcações pneumáticas com quilha rígida, punho de domando com acelerador e um motor fora de borda com potência máxima de 8 ou 10 cavalos, consoante seja a dois ou a quatro tempos.

As classes 4 e 5 são para jovens entre os 14 e 15 anos e entre 16 e 18 anos, respetivamente. As embarcações são diferentes das classes anteriores.

Continuam com uma estrutura pneumática com quilha rígida, mas possuem volante e uma caixa de comando para acelerador e marcha a ré. São equipadas com um motor fora de borda que debita uma potência máxima de 15 cavalos.

As provas de Formula Futuro contemplam várias mangas, distribuídas por um circuito de manobras e um circuito slalom. Ambos são marcados no plano de água por boias.

Para além dos tempos alcançados, o regulamento prevê penalizações para toques nas boias ou erros em manobras incluídas na competição.

A Formula Futuro está de volta e a Marina de Entre-os-Rios, em Penafiel, torna-se assim palco de um momento decisivo para a escolha dos representantes da Federação Portuguesa de Motonáutica no próximo Campeonato do Mundo de Formula Future, que se realizará nos Emiratos Árabes Unidos, em Novembro próximo!


Facebook
Facebook
Visitas
Visitantes em linha
contador gratuito de visitas Total de visitas
Contacte-nos