Velocidade Online

Diversos - Desportos Nauticos

DIVERSOS - DESPORTOS NAUTICOS . EXTREME SAILING EM CASCAIS - PORTUGAL

Quinta, 28 Junho 2018 20:28 | Actualizado em Domingo, 22 Julho 2018 20:07

Equipas da Extreme Sailing Series™ prontas para a batalha de meio da época em Cascais

A muito aguardada batalha de meio da época pelo primeiro lugar começa na próxima semana em Cascais, entre 5 e 8 de Julho.

A muito aguardada batalha de meio da época pelo primeiro lugar começa na próxima semana em Cascais, entre 5 e 8 de Julho.

Tendo como anfitrião o prestigiado Clube Naval de Cascais, como parte das comemorações do seu 80.º aniversário, o quarto Acto da época 2018 promete grandes brisas e uma grande competição, com as equipas das Series a correr por preciosos pontos na costa atlântica de Portugal.

A estrear-se nas Extreme Sailing Series, Cascais junta-se ao impressionante portfólio de locais anfitriões em Portugal, depois do campeonato em formato Stadium Racing ter tido lugar em anos anteriores no Porto, Lisboa e Madeira.

Com o Act 3 anda bem presente, já que a batalha de Barcelona terminou há apenas duas semanas, as equipas internacionais de velejadores de top não vão regatear esforços quando estão a meio caminho da época de 2018 do circuito que engloba sete locais icónicos.

As seis equipas regulares nas Series vão ter a companhia de uma convidada local (wild-card); a formação dessa equipa será anunciada na próxima semana.

Actualmente empatadas com 33 pontos cada, todas as atenções vão estar centradas no Alinghi e SAP Extreme Sailing Team. Após um desapontante terceiro lugar no Act 3, em Barcelona, Rasmus Køstner da Danish SAP Extreme Sailing Team, tem planos para lutar até ao fim em Cascais.

"Temos que ter a certeza que vamos carburar com todos os cilindros", disse um determinado Køstner, skipper da equipa. "Não tencionamos desistir desta luta com Alinghi e Oman Air. Esperamos que dure toda a época, até à última corrida em Los Cabos".

Os rivais suíços do Alinghi têm, no entanto, tácticas diferentes. Não tendo parado de velejar desde o fim de Abril, estão muito focados em descansar antes da competição. Recuperados, descansados e prontos para acção, eles vão trazer o seu melhor para o Act português.

Ambas as equipas, orgulham-se de contar com portugueses nas suas equipas de terra (João Cabeçadas no Alinghi e Renato Conde na SAP Extreme Sailing Team), permitindo que os velejadores se baseiem nos conhecimentos locais quando planeiam as suas estratégias na água.

Enquanto os primeiros classificados das Series centram as atenções, há uma competição feroz paralela. O Team Oman Air, comandado pelo campeão de match racing, Phil Robertson, vai tentar repetir as boas exibições em Cascais, após o segundo lugar alcançado em Barcelona.

"Temos lutado muito para estarmos prontos em Cascais", disse. "O foco da Team Oman Air tem sido em colocar o barco nas suas melhores condições e só depois pensamos na corrida."

A equipa de Omã teve o seu barco for a de acção no terceiro da do Act 3, em Barcelona, depois de um contacto com a Red Bull Sailing Team durante a Regata 18.

Reputada mudialmente como um centro de vela, Cascais é conhecida pela sua brisa marcante. Situada na ponta ocidental de Portugal, é de esperar que a localização ofereça às equipas uma variedade de condições atmosféricas típicas do Oceano Atlântico para navegarem.

"Vai ser certamente um evento ventoso", disse, entusiasmado, o director desportivo da Red Bull Sailing Team, Hans Peter Steinacher. "Combinado com a força que temos a bordo do nosso barco, com o duplo campeão olímpico Roman Hagara no leme, penso que iremos ter uma grande etapa. Espero ter quatro verdadeiros bons dias na água."

O skipper do Team México, Erik Brockmann, está igualmente optimista para o Act 4.

"Já velejei em Portugal antes, mas em barcos maiores", explicou. "Desta vez, vai ser um pouco diferente. É um excelente local e estou muito ansioso por velejar novamente lá."

O Act 4, em Cascais, decorre entre 5 e 8 de Julho, com os dois últimos dias a serem transmitidos ao vivo, no Facebook e YouTube. A frota dos GC32 vai ter a companhia da Flying Phantom Series, no seu penúltimo evento do seu circuito de cinco etapas. A frota internacional de sete embarcações, que inclui os portugueses José Caldeira e Hélder Basílio, da UON Sailing Team, vão navegar ao lado dos GC32.

As Extreme Sailing Series voltam a fazer equipa com o Sailors for the Sea, projecto que une os velejadores na protecção dos oceanos e promoção da sustentabilidade. As Series estão empenhadas no reconhecimento por parte da Clean Regattas, a única entidade mundial que certifica eventos náuticos. Mais informações sobre o Clean Regattas Certificate pode ser encontrado aqui.

Para mais informações obre o Act 4, em Cascais, visite o site das Extreme Sailing Series.

Formações do Act 4 das Extreme Sailing Series™, em Cascais

Alinghi (SUI)

Co-Skipper/Leme - Arnaud Psarofaghis (SUI)

Táctico/Trimmer da Vela Grande - Nicolas Charbonnier (FRA)

Trimmer dos Panos de Proa - Nils Frei (SUI)

Proa - Yves Detrey (SUI)

Foil trimmer- Timothé Lapauw (FRA)

INEOS Rebels UK (GBR)

Skipper/Trimmer dos Panos de Proa - Will Alloway (GBR)

Leme - Leigh McMillan (GBR)

Trimmer da Vela Grande - Mark Spearman (GBR)

Float/Trimmer - Adam Kay (GBR)

Proa - Oli Greber (GBR)

Oman Air (OMA)

Skipper/Leme - Phil Robertson (NZL)

Trimmer da Vela Grande - Pete Greenhalgh (GBR)

Trimmer dos Panos de Proa - Stewart Dodson (NZL)

Proa - Nasser Al Mashari (OMA)

Proa - James Wierzbowski (AUS)

Red Bull Sailing Team (AUT)

Skipper/Leme - Roman Hagara (AUT)

Director desportivo da equipa de vela - Hans Peter Steinacher (AUT)

Mainsheet - Ed Powys (GBR)

Trimmer - Rhys Mara (AUS)

Proa - Dan Morris (USA)

Flight control - Neil Hunter (GBR)

SAP Extreme Sailing Team (DEN)

Skipper/Táctico/Trimmer - Rasmus Køstner (DEN)

Leme - Adam Minoprio (NZL)

Trimmer dos Panos de Proa - Pier Luigi de Felice (ITA)

Proa - Richard Mason (GBR)

Trim Assist/Grind - Julius Hallström (SWE)

Team Mexico (MEX)

Skipper/Foil Trimmer - Erik Brockmann (MEX)

Leme – Tom Phipps (GBR)

Trimmer da Vela Grande - Alex Higby (GBR)

Trimmer dos Panos de Proa - Tom Buggy (GBR)

Proa - Danel Belausteguigoitia (MEX)

+ Equipa local convidada (wild card) a ser anunciada


Formações do Flying Phantom Series, em Cascais

Culture Foil (FRA)

Leme - Nicolas Ferellec

Tripulante - Théo Constance

EVO Visian ICL (GER)

Leme - Raphael Neuhann

Tripulante - Elias Neuhann

Flying Frogs (FRA)

Leme - Pierre Le Clainche

Tripulante - Arnaud Vasseur

Idreva Zephyr Foiling (FRA)

Leme - Charles Hainneville

Tripulante - Thibault Julien

Masterlan (CZE)

Leme - David Krizek

Tripulante - Milan Harmacek

Team France Jeune (FRA)

Leme - Morgan Lagraviere

Tripulante - Manon Audient

UON (POR)

Leme - José Caldeira

Tripulante - Hélder Basílio


Classificação Geral Extreme Sailing Series™ 2018

Lugar / Equipa / Pontos

1.º, Alinghi (SUI) 33 pontos

2.º, SAP Extreme Sailing Team (DEN) 33 pts

3.º, Oman Air (OMA) 32 pts

4.º, INEOS Rebels UK (GBR) 27 pts

5.º, Red Bull Sailing Team (AUT) 25 pts

6.º, Team México (MEX) 20 pts

Classificaçao Geral Flying Phantom Series 2018

Lugar / Equipa / Pontos

1.º, Team France Jeune (FRA) 60 pontos

2.º, Idreva Zephyr Foiling (FRA) 56 pts

3.º, Culture Foil (FRA) 53 pts

4.º, UON (POR) 45 pts

5.º, Flying Frogs (FRA) 44 pts

6.º, Masterlan (CZE) 39 pts

7.º, Red Bull Sailing Team (AUT) 36 pts

8.º, EVO Visian ICL (GER) 28 pts

9.º, Team France Jeune 2 (FRA) 17 pts

10.º, Pegasius Project (FRA) 16 pts

11.º, Team France Jeune 3 (FRA) 14 pts

12.º, Surikat Coordination (FRA) 11 pts

13.º, Cup Legend (FRA) 10 pts










Facebook
Facebook
Visitas
Visitantes em linha
contador gratuito de visitas Total de visitas
Contacte-nos