Velocidade Online

Diversos - Diversos

DIVERSOS - RENE METGE FALA DA PROXIMA EDIÇÃO DO AFRICA RACE

Quarta, 11 Julho 2018 08:52 | Actualizado em Sábado, 21 Julho 2018 10:20


Durante a apresentação da Africa Eco Race, em Lisboa, o www.velocidadeonline.com esteve à conversa com René Metge. O veterano piloto francês, director da prova africana explicou que mudanças estavam preveistas para a prova de 2019 e a razão porque não faz parte do campeonato do mundo da FIA. Falou-nos também de como as provas em circuito o ajudaram a vencer o Dakar e da diferença entre correr com Range Rover e Posche.

Mudanças nas localizações dos Bivoiques e do percurso na Mauritânia.

As novidades para a prova de 2019 da Africa Eco Race prenden-se com as modanças na localização dos bivoiques e do percurso na Mauritânia. Embora todos os anos se faça um grande esforço para evoluir a prova, há aspectos em que não é possível mexer. Entre estes estão os percursos em Marrocos. É sabido que va haver mudança na localização dos bivoiques, nalguns casos,regressando a localizações já utilizadas e que se mostraram mais favoráveis para o desenrolar da prova.

Alterações ao percurso, só na Mauritânia. O país é grande e permite diferente escolhas de percurso, todas elas muito desafiantes e de uma beleza inigualável. No Senegal está prevista uma etapa curta, antes da tradicional chegada ao Lago Rosa. O Senegal é um país perigoso, no sentido que tem muitos aglumerados populacionais e com muitas crianças na rua. Este eleva muito o risco de acidente numa etapa normal, pelo que haverá uma pequena etapa de 30 a 40 Km antes da chegada ao Lago Rosa.

Fazer parte do Campeonato do Mundo

Essa é uma questão recorrente e algo difícil. A questão do enquadramento no campeonato do mundo da FIA, obriga a algumas mudanças de regulamentos. Essa é uma àrea da responsabilidade do Jean Luis Schlesser, mas ambos estão de acordo que fazer parte do campeonato do mundo, não é uma prioridade. Tanto Metge, como Schlesser preferem ter os seus próprios regulamentos que lhes permitem aceitar um leque mais abrangente de participantes, do que fazerem parte de um campeonato que obrigaria a mudanças no regulamento e, consequentemente, a uma menor abrangência nos participantes.

Velocidade ou Raid; Range Rover ou Porsche?

As provas de Velocidade e Raid são ambas muito particulares, exigindo diferentes tipos de condução, mas, na opinião de Metge, ambas proporcionam o mesmo prazer.Em todas elas o poiloto tem de trabalhar com a equipa para o mesmo objectivo: andar depressa e chegar primeiro. O prazer que sente ao fazer o Dakar ou as 24 horas de Le Mans é, básicamente o mesmo. Embora sejam desafios diferentes, René confessa que, tal como Jackie Icx, as corridas em circuito ajudaram-no muito a fazer o Dakar. Nomeadamente a prevenir certos riscos.

Falando das suas 3 vitórias na prova que em tempos juntou o continente Europeu e Africano numa única corrida, Metge observa que embora não seja possível comparar carros tão distantes no tempo (Range Rover com que venceu em 81 e os Porsche com que venceu em 84 e 86), os Porsche com que correu e venceu o Dakar eram máquinas extraordinárias e que correr e vencer com um Porsche é sempre mais fácil...

A conferência que confirmou a presença de Elisabete Jacinto na prova africana, naquela que é a sua 10ª participação na Africa Eco Race, deixou um pouco de “água na boca” para a prova que qualquer um pode acompanhar, seja via televisão/web, seja inloco, seguindo a alternativa que a prova proporciona de realização de um passeio com paragens em pontos estratégicos para a visualização da passagem dos concorrentes.


Entrevista de Paula e João Lamares - Fotos arquivo e João Lamares -  JLPress - www.velocidadeonline.com


Facebook
Facebook
Visitas
Visitantes em linha
contador gratuito de visitas Total de visitas
Contacte-nos