Velocidade Online

Portugueses no estrangerio -

PORTUGUESES NO ESTRANGEIRO - HENRIQUE CHAVES NA 6ºPOSIÇÃO

Quarta, 11 Setembro 2019 07:11 | Actualizado em Segunda, 23 Setembro 2019 07:58

Henrique Chaves salva 6º lugar

 

Henrique Chaves terminou a segunda corrida da quinta ronda da temporada deste ano do International GT Open, que teve lugar em Silverstone, no sexto lugar, depois de um incidente protagonizado por outro piloto ter atrasado o McLaren 720S GT3 da Teo Martín.
 
O jovem de Torres Vedras arrancou do quarto posto da grelha de partida, o que lhe abria a perspectiva de lutar pelo triunfo, uma vez que, desta feita, contava com um handicap de tempo para a troca de pilotos de apenas cinco segundos.
 
O português manteve a sua posição na partida, depois dos ataques que encetou ao terceiro classificado, perseguindo os três primeiros. No entanto, com o forte andamento do líder, o seu rival na luta pelo título, e de handicaps ainda menores de alguns dos carros que estavam à sua volta, após a troca de pilotos, Martin Kodric, o colega de equipa de Henrique Chaves, estava no terceiro lugar.
 
O piloto oficial da McLaren Customer Racing ainda tentou lutar com os dois primeiros pelo triunfo na corrida, mas teve de resignar e aceitar o terceiro posto. Contudo, na volta final, acabaria por ser abalroado por outro piloto, caindo para o sexto lugar final.
 
“Não era o resultado que desejávamos! Os Lamborghini estavam muito fortes em Silverstone e era quase impossível lutarmos de igual para igual com eles. Poderíamos ter saído daqui com mais alguns pontos, mas um dos nossos adversários foi demasiado optimista e bateu-nos, o que nos fez perder muito lugares. Por vezes as corridas são assim”, afirmou Henrique Chaves.
 
Apesar de resultado aquém do esperado, o piloto de Torres Vedras continua na luta pelo título deste ano, quando faltam duas etapas e quatro corridas, mesmo se perdeu o comando do Campeonato de Pilotos. “Aqui, em Silverstone, os nossos adversários estavam mais fortes que nós. Demos o máximo que tínhamos, mas eles tinham sempre alguma margem para nos impedir de os bater. Foi pena o toque no final da corrida, que nos custou alguns lugares, mas por outro lado, limpámos o handicap – não teremos handicap na próxima corrida – o que nos dá boas possibilidades de vencer. Vamos lutar até ao fim e, no final, faremos as contas”, apontou o jovem português.
 
A próxima ronda do International GT Open, a sexta, será realizada no Circuit de Barcelona – Catalunya nos dias 21 e 22 de Setembro.


Facebook
Facebook
Visitas
Visitantes em linha
contador gratuito de visitas Total de visitas
Contacte-nos