Velocidade Online

Portugueses no estrangerio -

PORTUGUESES NO ESTRANGEIRO - ETAPA ANULADA NO AFRICA RACE

Terça, 08 Janeiro 2019 15:41 | Actualizado em Sexta, 18 Outubro 2019 20:07

Última Hora: Sétima Etapa do Africa Eco Race 2019 anulada

---

A direção de prova do Africa Race tomou a decisão de cancelar a etapa de hoje, a sétima jornada da corrida e a primeira que deveria ter sido disputada na Mauritânia, por razões relacionadas com as más condições climatéricas que poderiam colocar em causa a segurança dos concorrentes.

Desta forma, fica adiada para amanhã a entrada da competição nas duras pistas da Mauritânia. Mais informações seguirão no comunicado de imprensa que enviaremos mais tarde.


A direção de prova do Africa Eco Race tomou a decisão de cancelar a etapa de hoje, a sexta jornada da corrida e a primeira a ser disputada na Mauritânia, por razões relacionadas com as más condições climatéricas que poderiam colocar em causa a segurança dos concorrentes.

O sector seletivo de hoje ligaria Dakhla, em Marrocos, a Chami, na Mauritânia, numa especial que contava com 176,57 quilómetros cronometrados. No entanto, a etapa acabou por ser anulada devido a uma forte tempestade que se fez sentir em Dakhla e não permitiu que os helicópteros da organização levantassem voo em segurança. Desta forma, todos os concorrentes seguiram até Chami por estrada e preparam-se para amanhã prosseguir a corrida. Recorde-se que a equipa Bio-Ritmo® disputadas que estão 5 etapas ocupa atualmente a 1ª posição da categoria camião e o 7º lugar da classificação conjunta auto/camião.

Elisabete Jacinto contou o que se passou no dia de hoje: “saímos às 5:30 da manhã de Dakhla e fizemos toda a viagem até à Mauritânia. Percorremos cerca de 380 km e às 10:00 da manhã estávamos no sítio da partida. Entretanto, enquanto esperávamos pelo início da especial, apareceu o Jean-Louis Schlesser que nos comunicou que não havia condições para realizar a etapa porque havia uma grande tempestade em Dakhla e os helicópteros não conseguiam levantar voo e sem eles a corrida não podia prosseguir devido a questões de segurança. Confesso que fiquei um bocadinho desapontada porque a especial era pequena e fácil e era uma oportunidade para preparar terreno e ver como reage o camião. Mas, enfim tivemos mais um dia de folga e vamos preparar-nos para o dia de amanhã”, explicou a piloto portuguesa.

Disputa-se amanhã a sétima etapa do Africa Race que será cumprida em torno de Chami. Este será o primeiro de dois setores seletivos a realizar em circuito e que terá uma extensão de 480 km. Nesta etapa os concorrentes não poderão contar com assistência, pelo que no final da especial terão de ser os próprios a resolver eventuais problemas nas suas máquinas. O desafio será maior após cumprirem um dia que será dominado por percursos de areia e dunas.

---
---



Facebook
Facebook
Visitas
Visitantes em linha
contador gratuito de visitas Total de visitas
Contacte-nos