Velocidade Online

Portugueses no estrangerio -

PORTUGUESES NO ESTRANGEIRO - SEGUNDO DUARTE CANCELA DE ABREU

Quarta, 01 Maio 2019 21:06 | Actualizado em Sábado, 12 Outubro 2019 11:30

A KTM através do responsável da marca europeia de motos para a área de competição, Piet-Beier informou que a casa austríaca, que reforçou o seu investimento nas equipas de competição de MOTOCICLISMO de velocidade, usou já a clausula de prioridade que constava no contrato com Miguel Oliveira, para o ano 2020. Em vésperas da visita a Jerez de Frontera da 4ª etapa do MotoGP, a KTM escolheu a reserva dos serviços do piloto português já para a temporada do próximo ano, afastando assim as hipóteses de outras marcas contactarem com um dos melhores pilotos do Mundo, e digno representante de Portugal nesta grande competição, que nas três corridas desta temporada já teve três diferentes vencedores. A história da ligação de sucesso do Miguel Oliveira á marca KTM, é um caso de integração muito positivo, nos campeonatos de acesso à disciplina máxima. Preparei aqui alguns números interessantes sobre esta simbiose que tão bons resultados tem tido: No Próximo Grande Prémio de Espanha de Motociclismo, em Jerez de la Frontera, pista que fica mais perto da residência do piloto, na Caparica-Portugal, onde passa o Mundial, o Miguel Oliveira é bastante conhecido pela sua presença regular no pódio, desde as participações no Campeonato Espanhol de Velocidade à mais de 12 anos. Fazendo somente uma análise geral da carreira Mundialista, chegamos aos seguintes números: No próximo fim de semana o Miguel Oliveira vai disputar o seu 133º Grande Prémio,o 4º no MotoGP e o 56º com motos KTM. Pontuou 103 vezes, 12 vitórias e 34 pódios. Para a KTM já garantiu a subida ao pódio em Jerez em 2015 na Moto3 com o 2º lugar, em 2017 com Moto2 em 3º lugar e em 2018 voltou a fazer uma corrida de "coração" ao largar de 14º e terminar a corrida num magnífico 2º lugar. Com a KTM já vai na sua 4ª temporada e colheu, incluindo os 7 já deste ano, um total de 767pts. Para reforçar esta ligação tão forte lembro que na sua carreira no Mundial só desistiu 3 vezes ao volante da KTM, num total de 21 abandonos. A este respeito, lembro que já passaram 27 Grandes Prémios e mais de 590 dias desde que o Miguel Oliveira não terminou uma corrida do Mundial. Para já aqui fica este resumo que espero ir podendo aperfeiçoar a curto tempo. Em Jerez de la Frontera estarei aa acompanhar o melhor do nosso piloto Miguel Oliveira.
Crónica de Duarte Cancella de Abreu.

Facebook
Facebook
Visitas
Visitantes em linha
contador gratuito de visitas Total de visitas
Contacte-nos