Velocidade Online

Portugueses no estrangerio -

PORTUGUESES NO ESTRANGEIRO - BIANCHI PRTA EM BOM PLANO

Sábado, 28 Setembro 2019 07:41 | Actualizado em Segunda, 14 Outubro 2019 08:54

Pedro Bianchi Prata em 15º no Panafrica Rally
Jairo Alves era 2º Quad mas não terminou a etapa. Arcélio Couto parou para o ajudar
 
Depois de uma excelente etapa conseguida na véspera Jairo Alves foi hoje forçado a parar na etapa mais longa desta edição do Panafrica Rally. O piloto do Team Bianchi Prata ocupava a 2ª posição entre os Quad. Pedro Bianchi Prata terminou o setor seletivo na 15ª posição. Arcélio Couto viu o seu tempo condicionado por ter parado para ajudar o companheiro de equipa. Completou a etapa em 32º lugar.
 
À chegada Jairo Alves explica o sucedido: “A etapa de hoje não correu da melhor forma para mim, uma vez que quando rolava na segunda posição entre os Quad, ao km 70, numa zona muito rápida, com muita pedra, embati numa dessas pedras e danifiquei o Quad, de tal maneira que não consegui continuar a etapa, tive de parar e vou agora sofrer uma forte penalização, talvez de seis horas. Estou em crer que vou felizmente conseguir concertar o Quad e arrancar para a etapa de amanhã, mas já sem qualquer ambição de lutar pelo pódio na minha categoria”.
 
Já Pedro Bianchi Prata mostra-se visivelmente satisfeito com o percurso da etapa do dia e destacava somente os dois únicos percalços que surgiram ao longo da especial. “correu tudo bem, mas cometi um ligeiro erro de navegação. Estava no caminho certo, mas depois uma nota não batia certa, andei para frente e para trás e, com isso, perdi cerca de dez minutos. Ao chegar ao final da especial, fiquei sem gasolina, tive um problema a puxar a gasolina de um depósito para o outro. Tive de tirar gasolina do depósito de baixo com uma garrafa que encontrei no meio do deserto e com ela consegui passar gasolina de um depósito para o outro e assim chegar ao fim. Foi uma etapa dura, com o percurso muito interessante, com todo o tipo de piso. Gostei muito. Houve ainda uma parte muito difícil com ‘fora de pista’ e de navegação muito complicada, foi muito exigente fisicamente. Foram mais de sete horas de especial, mas é mesmo assim, rally raid é mesmo isto. Gostei muito”.
 
Também Arcélio Couto, que tal como Pedro Bianchi Prata disputa a prova aos comandos de uma Honda CRF-450 descreve a dureza da especial que hoje se cumpriu. “Este foi talvez o maior sacrifício desportivo que vivi. A etapa até correu bem. Ainda parei na primeira parte para ajudar o Jairo com o Quad, mas infelizmente não consegui. Perdi lá cerca de 40 minutos. Depois retomei o percurso e conclui o setor sem problemas. A última parte foi mesmo muito dura, com muitos ‘fora de pista’, pedras muito grandes, cheguei ao fim completamente exausto, mas a mota não deu quaisquer problemas, tem-se portado muito bem. Amanhã há mais”.
 
O Panafrica Rally prossegue amanhã, com a quinta e penúltima etapa da edição 2019, uma especial sem ligação que terá setor seletivo de 250 km.
 
Classificação geral após duas etapas: clique aqui
Classificação 3ª especial (etapa do dia): clique aqui

Facebook
Facebook
Visitas
Visitantes em linha
contador gratuito de visitas Total de visitas
Contacte-nos