Velocidade Online

Portugueses no estrangerio -

PORTUGUESES NO ESTRANGEIRO - MÁRIO PATRÃO TERMINOU EM 8º

Segunda, 30 Setembro 2019 10:37 | Actualizado em Domingo, 20 Outubro 2019 02:44

Mário Patrão 8º no Panafrica Rally

Mário Patrão conclui a sua participação no Panafrica Rally em 8º lugar nesta que é uma das mais duras maratonas africanas de todo-o-terreno que se disputou no Norte de África. O piloto apoiado pelo CRÉDITO AGRÍCOLA e que participou na corrida com vista a dar continuidade ao seu plano de recuperação após a queda que sofreu no Rali Dakar, gastou 18h33m32s cumprir os exigentes 1500 km desta competição que se disputou em torno da região de Merzouga.

À chegada da derradeira etapa que hoje se disputou, integralmente em piso de areia, o piloto apoiado pela LUSIADAS SAÚDE mostrou-se satisfeito com o resultado: “Foi um rali que se pode considerar relativamente bom, porque já não andava com uma mota de rally desde a queda no Dakar. Foram seis dias bons, com roadbooks longos, difíceis, dias duros, de muito calor. Foi um bom teste. Não sinto que esteja a 100%, mas sinto que estou a recuperar e essa parte é fundamental. É fundamental estar bem, estar confiante, o físico ir recuperando dia após dia. Saímos daqui com o oitavo posto. Penso que é um bom resultado. Um dos principais objetivos era não cair, não me lesionar e não estragar o trabalho de recuperação que foi feito até agora. Foi bom ter vindo, foi bom por não me ter magoado, estou satisfeito pela navegação que se fez, mas há que continuar a trabalhar”.

O piloto da MÁRIOPATRÃOMOTOSPORT-CRÉDITOAGRÍCOLA-BAHCO conclui a derradeira etapa na 16ª posição e relativamente a projetos próximos acrescenta: “Resta-me agradecer aos patrocinadores a oportunidade que me dão. Poder estar aqui com estas condições de treino é muito bom, tendo em vista o futuro, claro. Vamos agora descansar dois ou três dias para depois disputar o Rali de Marrocos daqui a cerca de cinco dias. O objetivo é similar a este: é uma prova que faz parte do Campeonato do mundo, é a última prova do Campeonato do Mundo, que vai ter muito pilotos que estão a acabar de preparar o Dakar. Sabemos que vai ser um rali muito difícil, mas o importante é, como sempre, dar o nosso melhor”, conclui Mário Patrão, pelo apoiado pela MOLONI.


Facebook
Facebook
Visitas
Visitantes em linha
contador gratuito de visitas Total de visitas
Contacte-nos