Velocidade Online

Portugueses no estrangerio -

PORTUGUESES NO ESTRANGEIRO - FRANCISCO ABREU EM SPA

Segunda, 11 Junho 2018 11:15 | Actualizado em Terça, 13 Novembro 2018 00:04

Spa-Francorchamps

FRANCISCO ABREU E O PEUGEOT 308TCR
SOMAM PONTOS E EXPERIÊNCIA NA DUPLA JORNADA
 

Continuando a progredir na sua forma de condução e cada vez mais adaptado ao comportamento e ao potencial do seu Peugeot 308TCR, Francisco Abreu terminou a sua participação na prova de Spa-Francorchamps do ‘TCR Europe Touring Car Series 2018’ com mais dois ponto, fruto do 9º lugar obtido na Corrida 1. Na Corrida 2, disputada na manhã de hoje, domingo, o piloto da Sports & You e da Peugeot Portugal estava com um andamento mais rápido, mas a interrupção da prova, com a entrada do safety car, não permitiu ao piloto madeirense ir além do 11º lugar. Houvesse mais tempo para correr, e as coisas podiam ter sido bem diferentes…

 

Este fim-de-semana, o ‘TCR Europa 2018’ esteve de visita ao mítico e muito apreciado circuito belga de Spa-Francorchamps. Assim, Francisco Abreu e o Peugeot 308TCR da Sports & You estiveram presentes neste terceiro evento da temporada, que compreendeu duas corridas (sábado e domingo), tendo o piloto madeirense obtido mais pontuação na primeira corrida, e acumulado mais experiência e um crescendo de performance na segunda corrida.

A Corrida 1 teve lugar ao início da tarde de ontem (16h20, hora portuguesa), tendo como ambiente um excelente dia de sol, sem quaisquer indícios de chuva – o que é raro em Spa – pelo que as condições da pista eram excelentes, talvez até com aderência a mais, o que provoca sempre mais desgaste nos pneus.

Apesar de sentir que as sessões de Qualificação podiam ter corrido melhor, o piloto da Peugeot Portugal arrancou da 16ª posição, na 9ª linha da grelha. E arrancou bastante bem, tendo progredido alguns lugares nas primeiras voltas. Com efeito, ao cabo de três voltas, Francisco Abreu ocupava já a 13ª posição, envolvendo-se em animados despiques com outros pilotos que rodavam nesse grupo.

Alcançando o 9º lugar ao longo das voltas seguintes, Francisco Abreu ocuparia este lugar até final da corrida, não sem manter uma acesa disputa com outros pilotos, nomeadamente com Dániel Nagy, piloto húngaro da Hyundai. Abreu terminou, assim, mais uma vez, nos lugares pontuáveis, o que o deixou muito feliz, bem como a toda a equipa.

“Arranquei bem e consegui manter um ritmo que me permitiu ir sucessivamente ganhando alguns lugares. Foi um acorrida muito animada e interessante, embora difícil, com muitas disputas entre os pilotos que compunham o grupo onde eu também estava. Aliás, tive um animado despique com o Dániel Nagi, da Hyundai, e cheguei mesmo a conseguir ganhar-lhe alguma distância. Mas, pouco depois, ele atacou e acabou por ultrapassar-me quase nos limites. No final, além da satisfação por ter corrido tudo bem, há a alegria de conseguir trazer mais pontos.”

Ganhando cada vez mais confiança no seu Peugeot 308 TCR, o jovem piloto madeirense da Peugeot Portugal e Sports & You tem também contribuído com o seu importante feedback para o melhoramento da performance do carro. Um dos melhores exemplos disso prende-se com o melhoramentos dos travões da corrida anterior (Zandvoort) para esta, com Abreu a destacar que a introdução de novas pastilhas, realizadas num composto diferente “permite uma travagem mais agressiva e eficaz, o que faz bastante diferença na condução”.

A Corrida 2 teve lugar esta manhã (10h20, hora portuguesa) e, mais uma vez, a chuva esteve ausente em Spa. Partindo da 16º posição, na 9º linha da grelha, Francisco Abreu arrancou para a segunda corrida no circuito belga de Spa-Francorchamps cheio de energia, mas reconhece que não foi um início fácil: “No arranque, a maior dificuldade foi o ‘amontodado’ de carros no mesmo sítio, mas lá acabei por me afastar desse grupo e avancei com decisão e confiança. O carro estava nitidamente melhor, muto mais eficaz e rápido, e isso facilitou-me a vida”.

O piloto do Peugeot 308TCR nº 23 da Sports & You estava a começar a subir de ritmo e também nas posições – chegou ao 13 º posto com alguma rapidez – quando se dá a entrada do safety car em pista, sensivelmente a meio do tempo de corrida (cerca de 25 minutos).

Apesar de muito satisfeito com o comportamento do carro, o piloto da Peugeot Portugal sente alguma frustração pela quebra de rendimento motivada pela interrupção da corrida, uma situação que Abreu naturalmente compreende e aceita sem restrições.

“Em relação a esta segunda corrida, tenho sentimentos mistos. O primeiro sentimento é de alegria e satisfação porque o carro estava realmente muito bom em comparação com ontem. As alterações no ‘set-up’ resultaram e, por exemplo, o comportamento da traseira do carro tornou-se muito mais estável. O segundo sentimento é de frustração dado que, aquando da entrada do ‘safety car’, estávamos a andar cada vez melhor e mais depressa, conseguindo ultrapassar diversos pilotos que também estavam com um bom ritmo. Por isso, esse longo momento com o ‘safety car’ em pista acabou por ‘cortar’ o nosso andamento. Mas as corridas são mesmo assim e isto faz parte da aprendizagem e crescimento nesta disciplina”.

Com cerca de três minutos livres para correr após a saída do safety car, a organização decidiu adicionar mais uma volta à volta que obrigatoriamente os concorrentes cumprem após atingido o tempo de prova. E foi aí que Francisco Abreu e o Peugeot 308TCR estiveram no seu melhor, ganhando velocidade e ritmo ao longo dos últimos quilómetros em pista:

“Nas suas últimas voltas, estávamos mesmo muito bem. Tinha cada vez mais confiança em mim e no carro, e estava pronto para correr durante muito mais tempo. No fundo, era como se esta prova de Spa estivesse a começar agora, tal era a energia e determinação em andar e progredir ainda mais”.

Sempre muito consciente da necessidade de assimilar tudo o que há para aprender nesta disciplina – e na vida como piloto – Francisco Abreu sente mesmo que, de ontem para hoje, a sua condução e o comportamento do carro estão mais evoluídos: “Estava preparado para começar o fim-de-semana agora!

Mesmo sem entrar hoje nos pontos, o piloto da Sports & You e da Peugeot Portugal destaca, mais uma vez, a importância de aprender e ganhar experiência nesta sua primeira aventura internacional: “É muito importante reter o máximo de informação e aprender tudo da melhor maneira possível, naõ apenas na nossa equipa, mas também com os outros pilotos. Muitos deles são muito mais mais experientes e tenho imenso a aprender com eles. Por outro lado, na próxima corrida, vamos contar com uma base mais sólida de desenvolvimento do carro, o que, por si só, já me deixa extremante contente e ansioso por voltar a correr”. 

Essa próxima prova do ‘TCR Europa 2018’ vai realizar-se a 7 e 8 de Julho, com duas corridas agendadas para o famoso circuito de Hungaroring, na Hungria.

Um pouco à margem desta corrida em Spa, Francisco Abreu não quis deixar de mencionar a sua consternação pelo grave acidente sofrido, na 6ª feira, pelo piloto Carlos Vieira no Rali Vidreiro: “Gostava de endereçar ao Carlos os meus votos de rápidas melhoras.” 

Acrescente-se que o projeto da Sports & You, distribuidor oficial da Peugeot Sport para Portugal e Espanha, com o novo Peugeot 308TCR, conta com o apoio da Peugeot Portugal, em parceria com as empresas King Tony, iMED, Canon, Brisa, Marítimo e Diário de Notícias da Madeira.

 


Facebook
Facebook
Visitas
Visitantes em linha
contador gratuito de visitas Total de visitas
Contacte-nos