Velocidade Online

Mundial - Fórmula 1

CAMPEONATO MUNDO DE FÓRMULA 1 - 2021 - GRANDE PRÉMIO DA TURQUIA - SEGUNDO A PIRELLI

Terça, 12 Outubro 2021 07:17 | Actualizado em Domingo, 17 Outubro 2021 19:50

VALTERRI BOTTAS VENCE GRANDE PRÉMIO DA TURQUIA

PNEUS INTERMÉDIOS COM UM FANTÁSTICO DESEMPENHO 




MOMENTOS-CHAVE 

  • Valtteri Bottas foi o grande vencedor do Grande Prémio da Turquia. O piloto da Mercedes iniciou a corrida no primeiro lugar da grelha de partida e apenas parou uma vez para equipar um novo conjunto de intermédios, tendo começado exatamente com esse composto. Esta foi a estratégia que quase todos os pilotos utilizaram. 
  • Muitos pilotos realizaram stints muito longos com pneus intermédios, com as condições de pista a não favorecer os slicks. O piloto da Mercedes, Lewis Hamilton, parou após 50 voltas para um segundo conjunto de intermédios. O britânico terminou na quinta posição, depois de iniciar em 11º, devido a uma penalização de dez 10 lugares, fruto da mudança da unidade motriz de combustão. 
  • Esteban Ocon, piloto da Alpine, não realizou nenhuma paragem e terminou no 10º posto.  
  • A corrida ficou marcada pelas baixas temperaturas (17 graus de temperatura ambiente e 19 graus de temperatura da pista) e a chuva intermitente.

COMPORTAMENTO DOS PNEUS 

  • INTERMÉDIOS: Utilizado durante toda a corrida por todos os pilotos (á exceção de Vettel). Ocon apenas utilizou um conjunto de pneus deste composto, ao longo de toda a corrida. Registaram-se vários stints longos com este composto, que demonstrou a sua capacidade de se adaptar às alterações meteorológicas, proporcionando bons níveis de aderência de desempenho.
  • MÉDIOS C3Vettel utilizou este composto durante uma volta, mas as condições revelaram não ser as ideais para esta escolha, apesar de começarem a aparecer linhas mais secas na pista. 

MARIO ISOLA  RESPONSÁVEL PIRELLI NA F1:

 

"Depois da chuva e do piso molhado, durante os treinos livres de sábado, voltamos a ter condições idênticas. No entanto, esta nunca foi uma chuva forte que justificasse os pneus de chuva (full wet). Pelo contrário, foram as condições perfeitas para os intermédios, que demonstraram uma boa capacidade de adaptação às várias alterações meteorológicas. Os pilotos que trocaram de pneus na fase final da corrida, encontraram uma pista um pouco mais seca, o que causou alguma granulação nos pneus. Aqueles que pararam antes conseguiram limitar a granulação, sendo que esta foi uma vantagem importante. Bottas executou uma estratégia perfeita de uma paragem perante estas exigentes circunstâncias. Vários pilotos atrasaram o seu pit stop na tentativa de entender até que ponto a pista secaria antes do final da corrida, talvez até permitindo uma corrida final com slicks. Enfrentar a corrida completa com intermédios não era aconselhável, sendo que alertámos algumas equipas sobre o risco potencial. O desempenho dos intermédios foi muito forte, sem que se registasse o abandono de nenhum piloto, pese as desafiantes condições durante as 58 voltas." 

 



Facebook
Facebook
Visitas
Visitantes em linha
contador gratuito de visitas Total de visitas
Contacte-nos