Velocidade Online

Mundial - Fórmula 1

CAMPEONATO MUNDO DE FÓRMULA 1 - 2020 - SOBRE OS ACIDENTES DO ULTIMO GRANDE PRÉMIO

Quinta, 17 Setembro 2020 18:59 | Actualizado em Sábado, 18 Setembro 2021 20:35

Os acidentes ocorridos no passado fim de semana no Grande Prémio da Toscânia deveriam ensinar alguma coisa aos pilotos envolvidos, no entender de Esteban Ocon. O francês da Renault foi um dos envolvidos a receber um aviso por parte dos comissários da FIA após o incidfente que viu Carlos Sainz Jr, Kevin Magnussen, Antonio Giovinazzi e Nicholas Latifi serem eliminados da corrida. Ocon, que estava mesmo à frente das colisões, admitiu ter ficado tão surpreendido com a falta de reação dos carros à frente que pensou que a sua equipa se tinha enganado quando lhe disse que a corrida tinha recomeçado. “Voltei a olhar para as imagens. Claramente o ‘safety-car’ mudou as luzes muito mais tarde do que estávamos habituados nesta corrida. Pela posição em que estava foi-me dito ‘safety-car’ nesta volta. Mas os tipos continuaram a andar como se houvesse outra volta. Por isso pensei que tivesse havido uma confusão entre mim e a equipa. Infelizmente não havia outra volta e mantivemos-nos demasiado tempo em marcha lenta. Obviamente que houve uma curta aceleração, que aumentou atrás, porque os tipos de trás estavam tentar recuperar a diferença”, explicou o titular do Renault # 31.
Esteban diz que foi “um pouco como no tráfego na auto-estrada”, relatando: “Sim, fui apanhado de surpresa. Tive sorte em não se atingido por trás. Mas alguns não tiveram, infelizmente”. O francês diz que o regulamento sobre não ultrapassar e não ter acelerações erráticas ou travagens no recomeço de uma corrida tem de ser “mais preciso”, mas que “nem sempre é fácil”. E sublinha: “Estou certo de que o assunto vai ser discutido na próxima reunião dos pilotos com a FIA. Agora toda a gente sabe o que pode acontecer. Penso que todos pilotos aprenderam e estão mais alertados de que pode haver travagens ou um recomeço atrasado como houve agora. Da última vez que tal aconteceu foi em Baku, na F2. É o exemplo que me vem à memória”.

Texto de Nuno Costa / 5ª a Fundo / www.velocidadeonline.com
Facebook
Facebook
Visitas
Visitantes em linha
contador gratuito de visitas Total de visitas
Contacte-nos