Velocidade Online

Mundial - Fórmula 1

CAMPEONATO MUNDO DE FÓRMULA 1 - -2022 - SEGUNDO A OPINIÃO DA PIRELLI

Terça, 26 Abril 2022 17:18 | Actualizado em Sábado, 20 Julho 2024 17:25

VERSTAPPEN DOMINA EM IMOLA COM ESTRATÉGIA DE DUAS PARAGENS


 

A HISTÓRIA DA CORRIDA

 

  • Max Verstappen liderou a dobradinha da Red Bull depois de sair da pole position com os pneus intermédios (Cinturato Green). O piloto holandês visitou as boxes por duas vezes para equipar médios, antes de terminar com pneus macios. Esta foi exatamente a mesma estratégia utilizada pelo seu companheiro de equipa Sergio Perez.
  • Charles Leclerc, da Ferrari, tentou seguir a mesma estratégia parando antes dos Red Bulls, mas foi forçado a realizar um pit stop extra, depois de bater na parede, nas voltas finais, quando seguia na terceira posição. O monegasco recuperou e terminou em sexto lugar.
  • Os restantes pilotos, à exceção de Daniel Ricciardo, da McLaren, e Mick Schumacher, da Haas, pararam apenas uma vez (intermédios para médios).
  • A corrida começou com temperatura ambiente de 14 graus e com temperaturas de pista a rondar os 16 graus. A chuva, antes do início da corrida, fez com que a pista estivesse molhada no momento de se desligarem as luzes para o início da corrida. Assim que surgiu uma linha seca ao longo da pista, os pilotos trocaram os intermédios por pneus slick.

COMPORTAMENTO DOS COMPOSTOS

 

  • DUROS C2: Ricciardo foi o único piloto a equipar duros durante a corrida, mas este composto não era adequado para as temperaturas frias de hoje.
  • MÉDIOS C3O composto mais utilizado na corrida foi usado por todos os pilotos. Revelou um comportamento consistente, sem registos de quedas significativas de desempenho.
  • MACIOS C4: Utilizados por quatro pilotos no stint final, incluindo os dois Red Bulls, com Verstappen a alcançar o ponto extra para a volta mais rápida com macios.
  • INTERMÉDIOS: Foi a escolha de todos os pilotos para o início da corrida. O composto registou um bom comportamento, mesmo ao quando a pista dava mostras de começar a secar.

"At the start of the race the intermediates worked well over a reasonably long stint, as was expected. I was a little bit surprised though that everyone chose the medium rather than the soft once the track had dried, in the cool and still damp conditions, but they were obviously thinking about going all the way to the end; and that’s exactly what many of the drivers did. Ferrari came up with an interesting strategy, which was then copied by Red Bull, to go for the fastest lap with the soft tyre at the end. The medium showed impressive adaptability over long runs, because the rain on Friday meant that the teams just had an hour on Saturday morning to understand it, with a maximum run of only around 20 laps possible. Despite that limited information, we saw long runs of 40 laps with no issues. Well done to Red Bull, but also to the fantastic home crowd here at Imola, which always shows such passionate support."

Facebook
Facebook
Visitas
Visitantes em linha
contador gratuito de visitas Total de visitas
Contacte-nos