Velocidade Online

Mundial - Outras Fórmula

CAMPEONATO MUNDO DE FÓRMULA E - MASERATI COM VICTÓRIA EM JAKARTA NA INDONESIA

Quarta, 07 Junho 2023 21:16 | Actualizado em Segunda, 27 Maio 2024 08:27

MAX ALCANÇA PRIMEIRA VITÓRIA DE UM MONOLUGAR DA MASERATI DESDE 1957


Maximilian Günther, da Maserati MSG Racing, conquista uma vitória dominante nas ruas de Jacarta

A Corrida em Números

Edoardo Mortara

3ºs Treinos Livres // 3º

Qualificação Dois // 4º [1:08.443, Meia-Final Dois]

Corrida Dois // 8º

Volta Mais Rápida // 1:10.735

Posição no Campeonato // 18º [17 pontos]

Maximilian Günther

3ºs Treinos Livres // 1º

Qualificação Dois  // 1º [1:07.753, Final]

Corrida Dois // 1º

Volta Mais Rápida  // 1:09.621

Posição no Campeonato  // 7º [70 pontos]

Maserati MSG Racing

Posição no Campeonato  // 6º [87 pontos]

Em Detalhe

A Maserati MSG Racing e Maximilian Günther levaram a cabo uma triunfante segunda corrida no E-Prix de Jacarta de 2023, registado a sua primeira vitória na nona temporada da Fórmula E.

A vitória, que assinalou a terceira vez que a equipa terminou entre os três primeiros em 2023, foi, também, a primeira da marca Maserati num Campeonato do Mundo de monolugares, desde a alcançado por Juan Manuel Fangio no Grande Prémio da Alemanha de 1957.

Max, que largou da pole position para terminar em terceiro na Corrida um, repetiu a façanha no Domingo, e continuou a liderar, marcando o ritmo na derradeira sessão de treinos do fim-de-semana.

Ao ser primeiro na qualificação do Grupo B, e perante uma dobradinha da Maserati MSG Racing , Max, juntamente com o seu companheiro de equipa, Edoardo Mortara, avançaram para a fase dos duelos, e lutaram por uma segunda pole position.

O duo derrotou Pascal Wehrlein e Stoffel Vandoorne nos Quartos de Final, para se enfrentar de novo na penúltima qualificação, apesar de Max ter superado Edo neste frente-a-frente.

Na Final, o jovem germânico enfrentou Jake Dennis, da Andretti, mas bateu o britânico por mais de meio segundo para assegurar a segunda pole da sua carreira na Fórmula E, e três pontos de bónus.

Com uma distância mais longa de 38 voltas, por comparação com as 36 voltas de sábado, a gestão e a conservação da energia desempenharam um papel crucial na Corrida Dois, e definiram a primeira metade do E-Prix.

Garantindo uma largada notável, Max manteve a sua liderança na volta de abertura, enquanto que, depois de ter saído de quarto da grelha, Edo perdeu terreno na primeira curva, da qual saiu em sexto.

Max liderou as quatro primeiras voltas, e voltou a juntar-se à corrida em terceiro, ao ativar o Modo de Ataque, mas, à medida que a fase da estratégia de início de foi revelando, assegurou um segundo lugar, para utilizar a vantagem da aerodinâmica.

Dennis, que detinha a liderança desde a sexta volta, ativou o seu Modo de Ataque final na 15ª volta , o que permitiu a Max reassumir a primeira posição, e proporcionou a oportunidade crucial para gastar a energia economizada de forma a aumentar a distância para o seu adversário.

Após construir essa vantagem, Max ativou o seu Modo de Ataque uma volta mais tarde, sem sacrificar a sua posição em pista para Dennis, e reassumiu o seu lugar na frente do pelotão ao ultrapassar Mitch Evans na 20ª volta.

Com pista livre à sua frente, o piloto de 25 anos aumentou ainda mais a vantagem que já possuía, batendo o segundo classificado por quase três segundos, e assim completando um fim de semana dominante em pista.

Edo, que estava na luta pelo pódio no decurso da Corrida Dois, perdeu tempo após ter perdido a sua primeira ativação do Modo de Ataque, e deparou-se com alguns problemas de travões, mas recuperou até ao 8º posto, para completar mais um final de corrida com ambos os monolugares nos pontos.

Com 87 pontos na classificação geral, a Maserati MSG Racing ocupa o sexto lugar no Campeonato do Mundo, ultrapassando a McLaren e a Nissan na tabela classificativa.

A temporada de 2023 da Fórmula E prossegue a 24 de junho, com o primeiro E-prix de Portland.

Nas Suas Palavras

James Rossiter, Team Principal, Maserati MSG Racing

“O dia de hoje encerra um fim de semana incrível, e assinala o nosso melhor desempenho de sempre enquanto equipa, tendo estado no topo em todas as sessões, à exceção da Corrida Um. A determinação evidenciada pelos homens e mulheres desta equipa tem sido incrível. Temos passado por tantos altos e baixos esta temporada, e ver todos a puxar para o mesmo lado em tempos difíceis tornou este vitória ainda mais doce. Dias como o de hoje mostram porque nunca se deve desistir. Mostram que, se nos unirmos, e acreditarmos uns nos outros, podemos, de facto, alcançar algo. Estou extremamente orgulhoso”.

Edoardo Mortara, Piloto, Maserati MSG Racing

“Tenho um misto de emoções acerca da corrida de hoje. Estava muito contente com a forma como o carro estava a funcionar, e consegui qualificar-me em quarto, mas tive alguns problemas de travões durante a corrida, e, infelizmente, falhei a minha primeira ativação do Modo de Ataque. Olhando para essa perda de tempo, sei que poderia ter terminado muito mais acima, para alcançar um resultado ainda melhor para a equipa. Foi um fim de semana positivo, e, agora, precisamos de continuar a evoluir, para que possamos alcançar resultados ainda melhores”.

Maximilian Günther, Piloto, Maserati MSG Racing

“Estou, verdadeiramente, nas nuvens com esta vitória. É um momento fantástico para nós, enquanto equipa,  e um grande marco para a Maserati. Demos mostras de um bom progresso nas duas últimas corridas, e senti-me realmente bem da primeira sessão de treinos livres em diante, e soube que o conjunto estava a funcionar bem aqui. Tratava-se, apenas, de levar a cabo devidamente ambas as corridas, e continuar a rumar na direção certa. O pódio de ontem foi excelente, mas ainda não tínhamos bem o que era necessário para estar no topo – hoje, tivemos. Na Fórmula E, temos que ter os pés bem assentes no chão, porque o campeonato pode mudar muito rapidamente, mas, por agora estou apenas a desfrutar deste momento. Vão existir, nesta época, mais pistas que se adequam melhor a nós, e outras que nos são menos favoráveis. Temos, apenas, que nos focar em maximizar as nossas valências, que é o que temos feito nas últimas corridas. Estou muito orgulhoso”.

Giovanni Sgro, Head of Maserati Corse

“Que dia! Iniciámos o fim de semana em Jacarta com um pódio e pontos, e terminámo-lo com a nossa primeira vitória na Fórmula E. Max, hoje, fez um trabalho fantástico, e Edo também foi competitivo, alcançando mais um resultado entre os dez primeiros. Estamos muito orgulhosos dos nossos pilotos, e de como conseguiram levar a cabo corridas que sem sempre foram fáceis, mostrando do que eles próprios, e a equipa, são capazes. Este resultado histórico para a Maserati é bem merecido, e motiva-nos ainda mais para o final da temporada. Sabe tão bem terminar um fim de semana em primeiro”.

 

Maserati MSG Racing
A Maserati MSG Racing é uma das equipas fundadoras do Campeonato do Mundo de Fórmula E da FIA, e, em dezembro de 2013, tornou-se no primeiro fabricante a aderir à primeira categoria totalmente elétrica do desporto motorizado. Enquanto um dos poucos totalistas desde a temporada inaugural de 2014/15 do campeonato, a MSG Racing cresceu e evoluiu de forma constante, e, em 2021, saboreou o êxito do Vice-Campeonato do Mundo com Edoardo Mortara, antes de completar, em 2022, a sua mais bem-sucedida temporada até à data, terminando a época como Vice-Campeã do Mundo de equipas.
Liderada pelo  Chairman & Managing Partner, Scott Swid, e pelo Team Principal, James Rossiter, a marca monegasca é a equipa mais diversificada em termos de género da Fórmula E, e está na vanguarda da sustentabilidade, da promoção dos princípios de equidade, diversidade e inclusão, da inovação técnica e da excelência. Para mais informação, por favor, visite o nosso website. Para acesso à mediateca e a conteúdos isentos de direitos, por favor, registe-se aqui.

Facebook
Facebook
Visitas
Visitantes em linha
contador gratuito de visitas Total de visitas
Contacte-nos