Velocidade Online

Moto - Nacional

MOTO - RODRIGO VALENTE VENCE NO ESTORIL

Sábado, 05 Novembro 2022 09:46 | Actualizado em Sábado, 13 Abril 2024 19:39

Rodrigo Valente regressa ao CNV e vence no Estoril

Dois anos depois da sua última participação no Campeonato Nacional de Velocidade, Rodrigo Valente regressou ao palco onde cumpriu o seu primeiro acto como piloto, mostrando toda a sua evolução e rapidez, alcançando a primeira vitória nas Supersport 300 na segunda de duas corridas disputadas no Circuito do Estoril.

Rodrigo, progrediu desde cedo na sua carreira desportiva com resultados positivos, mostrando adaptação à modalidade e uma rápida progressão nas classes onde passou. Em 2020 estreou-se nas Supersport 300 no campeonato nacional, pontuando em todas as corridas, provando a sua regularidade, que o colocaria na sétima posição final entre 14 pilotos.

Desde então, apontou os seus esforços ao Campeonato de Espanha de Superbike nas SBK Junior, classe onde ainda participa e tem averbado resultados de destaque. Terminada a temporada de ESBK, e acompanhado da sua estrutura espanhola, Rodrigo regressou a Portugal para participar na penúltima prova do CNV Moto 2022 no passado fim-de-semana.

Alinhando com as cores negras da Kawasaki Ninja 400 da ESP Motap Racing Team, Rodrigo entrou em pista determinado em colocar em prática toda a experiência acumulada nestes dois anos em solo espanhol, rodando de imediato no topo da tabela de tempos da sessão de treinos livres e averbando a segunda posição final. Seria o início de um fim-de-semana memorável!

A sessão de qualificação para a primeira corrida em agenda seria o segundo ponto positivo da passagem de Valente por solo nacional, registando a sua primeira 'pole-position' e colocando-se na melhor posição para discutir a vitória. A primeira corrida, encurtada no número de voltas devido a manutenção na pista, seria discutida por três pilotos, com Valente a assumir a liderança em grande parte das nove voltas.

Até à entrada da última curva do traçado estorilense, a mítica "Parabólica", era Rodrigo quem mantinha a primeira posição, para ser suplantado poucos metros depois pelos seus dois adversários directos, num 'sprint' alucinante até à linha de meta, discutido ao milésimo. Seria, ainda assim, a primeira subida ao pódio do jovem piloto português na categoria!

No Domingo de manhã, era a hora de cumprir a segunda sessão de qualificação a contar para a derradeira corrida do fim-de-semana, com Rodrigo a rubricar o segundo melhor tempo, colocando-se novamente na primeira linha da grelha de partida. A história, no entanto, viria a ser muito diferente no final da penúltima jornada de Supersport 300 no Circuito do Estoril.

Na segunda corrida de 14 voltas, Rodrigo e a sua equipa optaram por uma nova estratégia, após o dissabor de Sábado, com a moto #32 a arrancar novamente na frente, mantendo-se no grupo dos pilotos mais rápidos para uma disputa em tudo semelhante à do dia anterior. Mas, com uma diferença, o final. Depois de muitas ultrapassagens ao longo da corrida, Rodrigo desferiu o golpe final sobre os seus adversários na linha de meta e venceu pela primeira vez, com menos de duas décimas de vantagem!

Esta foi a primeira vitória do jovem piloto no CNV Moto e na sua curta, mas recheada carreira! Rodrigo Valente e a ESP Motap Racing Team não descartam, porém,  a possibilidade de participarem em mais rondas, ou mesmo a tempo inteiro no campeonato português. O seu regresso em definitivo ao panorama nacional carece das condições necessárias, as quais se encontram a tentar reunir.

Rodrigo Martins #32
«Termino o fim-de-semana com um balanço bastante positivo. Na Sexta-feira conseguimos logo começar com um bom ritmo, fizemos bons tempos tanto de manhã, como de tarde. No Sábado de manhã, nos treinos livres, choveu e na qualificação estavam condições mistas. Já estava sol, mas a pista estava um pouco molhada. Mesmo assim, conseguimos encontrar o 'setting' perfeito e alcançamos a 'pole'!

Nesse mesmo dia, a primeira corrida foi bastante positiva! Liderámos quase toda a prova, mas infelizmente, na última volta e na recta da meta, os outros dois pilotos conseguiram ultrapassar e acabei na terceira posição. No Domingo, na segunda sessão de qualificação, voltámos a ter um bom ritmo e fizemos o segundo lugar na grelha.

A segunda corrida foi bastante disputada, fizemos tempos bastante baixos na fase inicial e liderei grande parte das 14 voltas. No final, consegui vencer! Foi a minha primeira vitória na classe em Portugal, o que revela todo o trabalho realizado em Espanha nestes dois anos em que não corri cá. Um fim-de-semana de sonho para nós, espero reunir as condições para fazer mais provas em breve!»



Facebook
Facebook
Visitas
Visitantes em linha
contador gratuito de visitas Total de visitas
Contacte-nos