Velocidade Online

Moto - Todo o Terreno

MOTO - TODO O TERRENO - MICAEL SIMÃO VENCE BAJA LOULÉ

Terça, 31 Maio 2022 19:46 | Actualizado em Terça, 06 Dezembro 2022 02:29

Baja de Loulé 2022

Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno

28 e 29 de maio 2022

 

 

Micael Simão (GasGas), João Vale (Yamaha) e a dupla Roberto Borrego/Nuno Abrantes (Can-Am) vencem a Baja Loulé


Micael Simão em GasGas nas motos, João Vale em Yamaha nos Quad e a dupla Roberto Borrego/Nuno Abrantes em Can-Am nos SSV foram os grandes vencedores da Baja Loulé, a quinta etapa do Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno 2022.

 

MICAEL SIMÃO ESTREIA-SE A VENCER

A prova organizada pelo Clube Automóvel do Algarve viu o campeão António Maio em Yamaha impor-se no prólogo, deixando Gustavo Gaudêncio em Honda a 6,5s e Martim Ventura em Yamaha a 11,7s. Na corrida António Maio liderou até cerca do km120 quando foi forçado a parar com um problema elétrico. Micael Simão, que até então rodava bem próximo dos tempos do campeão, assumiu a liderança e terminou o setor com uma vantagem de 1m12s para Martim Ventura e 2m57s para Gustavo Gaudêncio. No dia seguinte Micael Simão defendeu de forma notável a sua primeira posição tendo inclusive repetido a vitória no setor seletivo o que proporcionou ao piloto da GasGas a sua primeira vitória absoluta numa competição do Campeonato Nacional. 2º lugar para Martim Ventura em Yamaha, vencedor entre os Juniores, que terminou a 1m24s do vencedor. Gustavo Gaudêncio em Honda que foi o mais rápido do dia até meio de SS2 completou o pódio desta Baja Loulé. Excelente a 4ª posição de Fernando Ferreira numa Fantic que venceu a Classe TT1, à frente do piloto algarvio Fábio Guerreiro numa Husqvarna e de Miguel Castro em KTM. 6 motos de marcas diferentes no topo da classificação. Mário Patrão em KTM nos Veteranos e Tomás Dias em Yamaha na Promoção foram os restantes vencedores desta jornada algarvia. O campeão António Maio foi o 4º mais rápido na derradeira etapa, o que não lhe permitiu ir além do 15º lugar à geral.

 

JOÃO VALE SOMA NOVA VITÓRIA NOS QUAD

Nos Quad o ex-campeão nacional Arnaldo Martins regressou fortíssimo às competições e impôs-se no prólogo face ao líder do campeonato João Vale por 4,1s. 3º tempo no prólogo para Fernando Cardoso. Este trio manteve-se na frente da corrida, mas com João Vale a assumir a liderança desde o início do setor seletivo terminando o primeiro dia com uma vantagem de 1m38s para Arnaldo Martins. No dia seguinte Arnaldo Martins desistiu cedo e João Vale dominou sem qualquer contestação. Terminou com 8m de vantagem para o 2º classificado e está cada vez mais perto de se sagrar campeão. 2º lugar para Fernando Cardoso que venceu a classe Promoção. Tiago Teixeira companheiro de equipa do vencedor encerrou um pódio integralmente Yamaha. 4º lugar para Carlos Reguinga vencedor dos veteranos com Luís Cabrita em KTM a encerrar o Top 5.

ROBERTO BORREGO REPETE TRIUNFO ENTRE OS SSV

Nos SSV o duelo entre Gonçalo Guerreiro e Roberto Borrego mantêm-se ao rubro com o campeão nacional a somar o terceiro triunfo consecutivo depois de um verdadeiro golpe de teatro ter acontecido quando a 20km do final o seu adversário, que até aí dominara a corrida, ser vítima de problemas de travões no seu Can-Am, deixando escapar a vitória.

A prova arrancou com o ex-campeão do mundo moto Hélder Rodrigues a superar por 0,2s o tempo efetuado por Gonçalo Guerreiro no prólogo. 3º tempo a 1,1s do "estrelinha" para Wilson Galo. Com Hélder Rodrigues a abrir pista foi o ex-campeão João Monteiro que começou por ser o mais rápido nos cerca de 160 km de SS1. Até cerca do km60 o comando passou para Luís Cidade e depois para o campeão Roberto Borrego. Uma ponta final fortíssima de Gonçalo Guerreiro permitiu-lhe vencer o troço com 35,4s de vantagem para Roberto Borrego. O 2º lugar no final da corrida por parte de Gonçalo Guerreiro, vencedor entre os juniores, mantém-no na luta pelo título. O pódio desta Baja Loulé completou-se com a dupla Luís Cidade/Pedro Mendonça. Também o 4º lugar de Nelson Caxias permiti-lhe manter-se na luta pelo título. 5ª posição para a dupla João Monteiro/Nuno Morais à frente de Tiago Guerreiro, com Pedro Grancha na 7ª posição a triunfar entre os Veteranos. Também a Classe Stock viu Nelson Saramago em Polaris deixar escapar a vitória nos derradeiros quilómetros para a dupla José Morgado/Ruben Delgado em Can-Am, enquanto Vitor Domingos venceu a Classe TT2 e da Taça Yamaha.

O Campeonato regressa a 23 de Setembro para a Baja TT Sharish Reguengos de Monsaraz.

 

Classificação do CNTT após 5 provas

Moto: 1º António Maio (Yamaha), 111 pontos; 2º Micael Simão (GasGas), 80; 3º Martim Ventura, 70; 4º Gustavo Gaudêncio (Honda), 59; 5º Fábio Magalhães (Honda), 58; 6º Daniel Jordão (Husqvarna), 51.

Quad: 1º João Vale (Yamaha), 125 pontos; 2º Fernando Cardoso (Yamaha), 82; 3º Rafael Carvalho (Yamaha), 69; 4º Ricardo Rodrigues, 43; 5º Daniel Santos (Yamaha), 41; 6º Luís Cabrita (KTM), 40.

SSV: 1º Roberto Borrego (Can-Am), 88 pontos; 2º Gonçalo Guerreiro (Can-Am), 77; 3º Nelson Caxias (Can-Am), 69; 4º João Monteiro (Can-Am), 55; 5º Sebastien Guyette (Can-Am), 46; 6º Pedro Santinho Mendes (Can-Am), 37.

Equipas: 1º JB Racing, 183 pontos; 2º Sharish Gin/South Racing, 157; 3º SGS Car Racing, 147; 4º Racestars Racing/TSMotorRacing, 140; 5º Rio Seco Racing, 103; 6º Team Bianchi Prata Honda, 100; 7º AlentejoOffRoad School, 87; 8º Team Arnaldo Martins/Gallos-Group/Goldspeed, 83; 9º Santag Racing Team/JPR Motors, 74; 10º Mundimat Racing Team; 41.

 

Facebook
Facebook
Visitas
Visitantes em linha
contador gratuito de visitas Total de visitas
Contacte-nos