Velocidade Online

Moto - Todo o Terreno

MOTOS - BRASIL

Sexta, 23 Setembro 2022 03:14 | Actualizado em Quinta, 29 Setembro 2022 21:19

Husqvarna Power Husky/Goldentyre conquista dois pódios na final do Campeonato Brasileiro de Motocross em SC

Na 7ª e última etapa, German Bratschi venceu a segunda bateria e ficou em 2º no pódio da MX2 - primeira vitória da Husqvarna em uma corrida na disputada categoria. Gabriel Cirino ficou em 4º na MXJR. Já Heitor Matos em 7º na 65cc, em Rio Fortuna

Husqvarna Power Husky/Goldentyre encerrou a temporada 2022 do Campeonato Brasileiro de Motocross com pódio no último domingo (18), em Rio Fortuna, no interior catarinense. A equipe participou da final com três pilotos nas categorias MX2, MXJR e 65cc e todos mostraram muita evolução. A 7ª etapa foi disputada, no fim de semana, na pista de aproximadamente 1.600 metros do Centro de Treinamento (CT) Lorenzo.

German Bratschi #146 (FC 250) disputou em 2022 apenas três provas e nesta última mostrou todo o seu potencial. Na primeira corrida da MX2 finalizou em 4º, já na segunda corrida manteve uma pilotagem rápida e segura e venceu a disputa. Na somatória, subiu ao pódio da etapa em 2º na categoria. Com o resultado terminou a temporada no Top 10 da MX2. ?A pista estava muito difícil com muitas canaletas e buracos mas consegui fluir bem. E terminar a temporada no pódio, mesmo correndo poucas etapas, foi bom demais e, ainda, consegui ganhar a segunda bateria. Estou feliz porque minha expectativa era conquistar pódio para a equipe e consegui?, diz o piloto uruguaio de 20 anos, que está em sua segunda temporada na equipe.

Outro piloto do time que subiu ao pódio foi Gabriel Cirino #81 (TC 85) que compete na MXJR, aos 13 anos. Manteve um ritmo forte durante toda corrida e finalizou em 4º na etapa, encerrando a sua primeira temporada na categoria no pódio, na 5ª posição. ?A pista estava fora do normal, com muitas canaletas e buracos, tanto entrada quanto na saída de saltos, então a corrida foi bem difícil, cansativa. Graças a moto consegui alcançar um Top5, na minha estreia na MXJR. A TC85 é diferenciada, ajuda muito no desempenho da pilotagem e o Alemão (mecânico) fez todos os ajustes nos mínimos detalhes. Feliz demais por fazer parte desta equipe?, afirma o piloto de São Pedro (SP).

Já Heitor Matos #300 (TC 65) não estava bem fisicamente devido a um resfriado e fechou a corrida em 7º na 65cc. Em sua primeira temporada na categoria e pilotando uma TC65, terminou em 8º no ranking 2022. ?Não conseguiu dar 100% na prova porque estava com febre até sexta-feira mas, ainda assim, tentei dar o meu melhor?, explica o paulistano de 9 anos que em 2021 conquistou para Husqvarna os três principais títulos, foi Campeão Brasileiro e Paulista de Motocross e do Arena Cross na categoria 50cc.

Para Maurício Fernandes, que além de piloto é sócio-diretor da Husqvarna Brasil, o balanço mostra que a equipe está no caminho certo. ?O fim de semana foi muito positivo, evoluímos demais com a TC85, conseguimos o 4º lugar no pódio com o Gabriel que está se adaptando bem ao equipamento, que estava excelente. O Heitor também se adapta cada vez mais a TC65 e terminou a temporada em 8º, nosso objetivo era que finalizasse entre os Top10 e conseguiu. Já o German ter vencido a 2ª bateria foi realmente excelente, assim como ter terminado em 2º a etapa.?

Essa foi primeira vitória da Husqvarna em uma bateria na disputada categoria MX2. A marca também encerra a temporada com dever cumprido, pois além de ser uma das patrocinadoras do Campeonato Brasileiro de Motocross, segue apostando nas categorias de base e incentivando a modalidade no país.

A equipe HUSQVARNA POWER HUSKY/GOLDENTYRE conta com patrocínio da Husqvarna Brasil, Goldentyre Brasil, Circuit Equipment, Liqui Moli Brasil, Ride100%, Grupo 2W Motors, KTM Bikes e Machito Scholl 101.

Mais informações no www.powerhusky.com.br e Instagram @powerhuskymotorcycles e @husqvarna_motorcycles_br

- Classificação Final - Campeonato Brasileiro de Motocross 2022

Categoria MX2
1º Fred Spagnol (Honda) - 269 pontos
2º Guilherme Bresolin (Yamaha) ? 245 pontos
3º Gabriel Andrigo (Honda) ? 238 pontos
4º Henrique Henicka (Honda ? 212 pontos
5º Marcello Leodorico (Yamaha)? 198 pontos?
10º German Bratschi (Husqvarna) ? 174 pontos

Categoria MXJR (Top5)
1º Bernardo Tibúrcio (KTM) ? 175 pontos
2º Pietro Piroli (Gas Gas) - 154 pontos
3º Hian Costa Santos (Gas Gas) - 125 pontos
4º Kevyn de Pinho (KTM) - 106 pontos
5º Gabriel Cirino (Husqvarna) - 102 pontos

Categoria 65cc (oito primeiros)
1º Lucas Matos (KTM) ? 82 pontos
2º Pedro Soares (Yamaha) - 81 pontos
3º Zion Berchtold (Yamaha) - 69 pontos
4º Caio Grosbelli (Gas Gas) - 59 pontos
5ª Victor Rocha (KTM) - 56 pontos
6ª Heverton Santos (Yamaha) - 47 pontos
7º João Barbosa (KTM) - 43 pontos
8º Heitor Matos (Husqvarna) - 42 pontos

Resultados 7ª etapa ? BRMX (Rio Fortuna/SC)

Soma das baterias 1 e 2: MX2 (cinco primeiros)
1) Gabriel Mielke ? 45 pontos

2) German Bratschi ? 43 pontos (Husqvarna Power Husky/Goldentyre)
3) Guilherme Bresolin ? 42 pontos
4) Henrique Henicka ? 33 pontos
5) Fred Spagnol ?31 pontos

Corrida 2 MX2
1) German Bratschi (Husqvarna Power Husky/Goldentyre)
2) Guilherme Bresolin
3) Gabriel Mielke
4) Henrique Henicka
5) Vitor Borda

Corrida 1 MX2
1) Gabriel Mielke

2) Gabriel Andrigo
3) Guilherme Bresolin

4) German Bratschi (Husqvarna Power Husky/Goldentyre)
5) Fred Spagnol

MXJR
1) Bernardo Tiburcio ? 25 pontos
2) Pietro Piroli ? 22 pontos
3) Hian Santos ? 20 pontos
4) Gabriel Cirino ? 18 pontos (Husqvarna Power Husky/Goldentyre)
5) Joaquim Dias ? 16 pontos

65 CC (sete primeiros)
1) Pedro Soares ? 25 pontos
2) Lucas Matos ? 22 pontos
3) Heverton Silveira ? 20 pontos
4) Zion Berchtold ? 18 pontos
5) Victor Rocha ? 16 pontos
6) Anthony Piroli ? 15 pontos
7) Heitor Matos ? 14 pontos (Husqvarna Power Husky/Goldentyre)


German Bratschi venceu a 2a bateria na MX2
(Ney Evangelista)

German Bratschi venceu a 2a bateria na MX2 (Ney Evangelista)

Alta | Web

Na somatória das duas baterias Bratschi ficou com o 2o lugar no pódio da MX2
(Ney Evangelista)

Na somatória das duas baterias Bratschi ficou com o 2o lugar no pódio da MX2 (Ney Evangelista)

Alta | Web

Pilotagem rápida e segura do uruguaio Bratschi, na pista técnica do CT Lorenzo
(Ney Evangelista)

Pilotagem rápida e segura do uruguaio Bratschi, na pista técnica do CT Lorenzo (Ney Evangelista)

Alta | Web

Gabriel Cirino finalizou a temporada no Top5 da MXJR
(Ney Evangelista)

Gabriel Cirino finalizou a temporada no Top5 da MXJR (Ney Evangelista)

Alta | Web

Com a TC85 conquistou a quarta colocação na MXJR na última etapa de 2022
(Ney Evangelista)

Com a TC85 conquistou a quarta colocação na MXJR na última etapa de 2022 (Ney Evangelista)

Alta | Web

Aos 13 anos, Cirino estreou na MXJR nesta temporada e vem evoluindo
(Ney Evangelista)

Aos 13 anos, Cirino estreou na MXJR nesta temporada e vem evoluindo (Ney Evangelista)

Alta | Web

Na temporada de estreia na 65cc, Heitor Matos, 9 anos, terminou em oitavo
(Ney Evangelista)

Na temporada de estreia na 65cc, Heitor Matos, 9 anos, terminou em oitavo (Ney Evangelista)

Alta | Web

Matos #300 evoluindo a cada prova na TC65 e conquistando resultados
(Divulgação)

Matos #300 evoluindo a cada prova na TC65 e conquistando resultados (Divulgação)

Alta | Web

Heitor Matos fechou a última etapa em sétimo n 65cc
(Ney Evangelista)

Heitor Matos fechou a última etapa em sétimo n 65cc (Ney Evangelista)

Alta | Web

Maurício Fernandes, diretor da Husqvarna, investindo nas categorias de base
(Divulgação)

Maurício Fernandes, diretor da Husqvarna, investindo nas categorias de base (Divulgação)

Alta | Web

Husqvarna patrocinou o Brasileiro de Motocross e incentiva a modalidade
(Divulgação)

Husqvarna patrocinou o Brasileiro de Motocross e incentiva a modalidade (Divulgação)

Alta | Web

Facebook
Facebook
Visitas
Visitantes em linha
contador gratuito de visitas Total de visitas
Contacte-nos