Velocidade Online

Moto - Todo o Terreno

MOTO - SALVADOR AMARAL EM PORTALEGRE

Quinta, 27 Outubro 2022 07:45 | Actualizado em Domingo, 25 Fevereiro 2024 05:17

Baja Portalegre 500

Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno

27 a 29 de outubro

 

Salvador Amaral quer segurar pódio TT1 na Baja Portalegre

Gonçalo, Manuel e Diogo ausentes

 

Salvador Amaral, piloto Wingmotor Honda, disputa dentro de dias a 36ª edição da mítica Baja Portalegre, desta feita, sem a companhia dos seus irmãos e do primo: Gonçalo Amaral que estará ausente devido a lesão, Manuel que estando adoentado também não poderá disputar a Mini Baja na qual é 2º classificado e Diogo que também estará ausente da prova, ele que é no momento 4º classificado da categoria destinada aos pilotos mais novos.

Salvador Amaral que ocupa o 3º lugar da Classe TT1, parte para a última prova deste ano com o objetivo de "registar o melhor resultado possível na classe onde estou a competir. Obviamente que quero divertir-me, mas também quero, acima de tudo, levar a mota até ao final e alcançar uma boa posição. Sem os meus irmãos não é a mesma coisa. Para mim as provas só fazem real sentido quando podermos partilhar juntos este projeto, mas calhou assim e só lhes posso desejar uma rápida recuperação. O Diogo também não poderá estar presente. Eu cá estarei para dar o meu melhor", salienta o piloto que neste momento ocupa no Campeonato Nacional absoluto a 13º posição, a 4 pontos do irmão Gonçalo que é 11º, a apenas 2 pontos do Top 10.

Embora ausente da Baja Portalegre que dará por concluída a temporada 2022 do CNTT, Gonçalo Amaral termina a época em 2º entre os Juniores e "estava a um passo" de alcançar o Top 10 absoluto do respetivo Campeonato. 

"Não contava com esta ausência e estive até dia 20 deste mês para os médicos confirmarem se seria ou não possível vir à prova. Ainda tinha alguma esperança, embora eu próprio tenha consciência que em menos de um mês não há milagres. No fundo, a classificação Júnior já está decidida, mas queria tentar lutar pelo top 10 absoluto. Não vai ser possível. Espero que o Salvador consiga segurar o pódio. Estou a torcer por ele. Vamos ver.", revela Gonçalo Amaral que fraturou a mão enquanto disputava no final do mês de setembro a Baja TT Sharish Gin Reguengos Mourão.

A 36ª Baja Portalegre 500, também pontuável para a FIM Bajas World Cup, terá um total de 425km cronometrados distribuídos por três setores seletivos disputados ao longo de dois dias. Desportivamente a prova alentejana terá início na sexta-feira, dia 28 de outubro, com um prólogo com 5km e um troço de 70km. No sábado cumpre-se mais um setor seletivo com 350km cronometrados.

 

Facebook
Facebook
Visitas
Visitantes em linha
contador gratuito de visitas Total de visitas
Contacte-nos