Velocidade Online

Moto - Pista

MOTOS - CAMPEONATO MUNDO DE SUPERBIKES

Terça, 08 Setembro 2020 21:24 | Actualizado em Domingo, 19 Setembro 2021 04:36

Depois de ver o seu companheiro de equipa vencer a segunda corrida principal do fim de semana do ‘Mundial’ de Superbikes de Teruel e vê-lo reforçar a a sua liderança no topo do campeonto, Alex Lowes sente-se extremamente frustrado por ter falhado o pódio nesta segunda ronda disputada no Motorland de Aragon. Uma prova onde, por exemplo, o ‘privado’ Michael Ruben Rinaldi alcançou a sua primeira vitória no WSBK. Dá ideia de que no regresso da competição pós pandemia o segundo piloto da Kawasaki veio em baixo de forma. Parece longínquo aquele mês de fevereiro em Lowes conseguiu uma vitória e um segundo lugar em Phillip Island. De repente de primeiro o britânico ‘caiu’ no campeonato para sétimo, agora a uma centena de pontos do seu companheiro de equipa. Por isso diz que o seu principal objetivo no que resta da temporada é recuperar a diferença de 20 pontos que o separa do terceiro colocado, Toprak Razgatlioglu, da Yamaha.
“Desde que regressamos do confinamento tem sido dececionante em termos de resultados. Ser sétimo não é, obviamente, bom, mas o terceiro lugar está só a 20 pontos. Por isso esta pequena batalha será interessante para as três próximas provas”, diz o titular da Kawasaki # 22. Alex Lowes está optimista, argumentando: “Tivemos um bom teste em Montmelo, e estou ansioso para depois deste período não competitivo que temos para terminar a época e desafiar o top três, que era o objetivo no começo do ano”. “Claro que quero estar no pódio. Não estou contente com os resultados que tive, mas há também muitos pilotos rápidos, várias motos diferentes o que tornou a época muito competitiva. Se falhamos uma ou duas décimas na qualificação podemos ficar na 12ª posição. É um campeonato diferente daquele que disputei há dois anos”, sublinha o ‘número dois’ da Kawasaki. Os problemas de estômago que o impediram de mostrar o que valia na prova de Teruel, foram também um obstáculo com que Alex Lowes não contava: “Honestamente foi um fim de semana difícil. Não tinha muita energia, e foi por isso que falhei o terceiro treino e só fiz duas voltas no ‘warm-up’. As mudanças de ‘set-up’ melhoraram a moto e permitiram-me um resultado decente. Não podia fazer mais. É uma pena não ter podido usar um pouco mais o potencial da moto”.

Texto de Nuno Costa / 5ªa Fundo / www.velocidadeonline.com
Facebook
Facebook
Visitas
Visitantes em linha
contador gratuito de visitas Total de visitas
Contacte-nos