Velocidade Online

Moto - Diversos

MOTOS - BRASIL

Terça, 07 Dezembro 2021 16:12 | Actualizado em Quinta, 08 Dezembro 2022 12:07

Sábado - Hard in Help - Resultado de sábado define posições de largada para amanhã (05/12)

Uma batalha duríssima garantiu o show e uma prova de tirar o fôlego dentro do circuito montado no Parque José Orlandi, com os pilotos lutando pelo melhor tempo e as primeiras colocações para a largada de domingo.

 Estrutura de primeiro nível e um circuito com dificuldades ao melhor estilo Romaniac’s, obstáculos duros de superar que, juntando o sol e calor escaldante, deram o tom da prova para alegria de uns e tristeza de outros na pista. Com a mudança na programação, após a solenidade de abertura, os pilotos alinharam as motos para a foto oficial dentro do Parque João Orlandi. Ao final da eliminatória Moto x Moto, o Prefeito de Socorro, Ricardo Lopes compareceu para prestigiar o evento.

O sábado começou com os treinos livres, onde os pilotos puderam reconhecer o circuito, seguido das tomadas de tempo do Prólogo. Mais tarde, chega então a hora da temida eliminatória “Moto x Moto”, onde apenas os oito mais rápidos disputam um contra um, sendo o primeiro contra o último, o segundo contra o penúltimo, o terceiro contra o sexto e o quarto contra o quinto, em formato de chave, até a definição dos oito primeiros que vão largar na frente na prova aberta de domingo. Demais pilotos largam de acordo com a posição conquistada na classificação do Prólogo, formando a ordem de largada geral.

E aproveitando o sábado ensolarado de Socorro, mais uma lenda do esporte brasileiro compareceu para prestigiar o Hard in Help. Luiz Eduardo Fonseca Mingione, mais conhecido como “Careca”, foi campeão do então Rally Paris-Dakar na categoria Super Production 250cc, aos 43 anos. Em seu ano de estreia (2002), o piloto gravou seu nome na história ao completar a maior e mais difícil competição offroad do mundo, rodando quase 10.000km a bordo de uma Honda Tornado 250 entre França e Senegal, passando ainda pela Espanha, Marrocos e Mauritânia.

No Prólogo, poucos segundos separaram os ponteiros na categoria GOLD, mostrando o altíssimo nível dos competidores. Puxando a fila na primeira colocação, Rígor Rico (#1) KTM Racing Team, que marcou o tempo de 0min47.525seg, seguido por Eduardo Furtado (#10),  que cruzou a linha de chegada em 0min55.266seg e Gui Rôia da Importada (#5) TrailBull com 0min58.925seg de volta, todos abaixo de um minuto. Fechando o top cinco da categoria, Wagner Aparecido de Almeida (#8) fez 01min06.887seg e Bruno Lima Ferreira (#3) Renegados do Hard completou o circuito em 01min11.157seg. Na hora do Moto vs Moto, a concentração de Eduardo Furtado foi maior, com isso, o piloto conquistou a primeira colocação, desbancando o favorito, Rígor Rico.

Disputas brilhantes em todas as categorias fizeram valer a presença de quem acompanhou o espetáculo das duas rodas do Hard in Help. Na categoria SILVER, Rafael Barbosa (#112) Eskizito’s Team / Mundo Motos foi o mais rápido com o tempo de 01min00.045seg, seguido por Gabriel Davanzo (#107) Gatos do Mato que passou a menos de 2 segundos atrás, 01min02.000seg. Rodrigo da Silva Dias (#113) Poço Fundo Team ficou com tempo de volta em 01min05.618seg. Fechando o top cinco do Prólogo na categoria, Luan Nery Marques (#110) marcou 01min07.856seg e Eduardo Precybelovicz (#106) completou o circuito em 01min10.767seg. Com surpreendente recuperação na batalha Moto a Moto, Rodrigo da Silva Dias conquistou a primeira colocação, deixando Eduardo Precybelovicz em segundo lugar.

A última das três categorias em que os pilotos eram obrigados a transpor todos os obstáculos durante o Prólogo, na categoria BRONZE o melhor tempo ficou com Everton José Lastoria da Silva (#221) Rôias de Monte, 00min48.796seg. Olavo Souza Sá (#227) Rôia Bull encontrou dificuldades e ainda assim conseguiu ficar abaixo de um minuto, 00min57.554seg. Superando um minuto por volta, Evandro Paiva Moreira Junior (#209) Sem Limite fez 01min02.200seg, com isso o top três dos pilotos da categoria mostrou certa elasticidade nos resultados. Davi Vila (#232) usou a estratégia e se poupou nas preliminares marcando 01min05.288seg na melhor volta, sentindo a pressão de Otavio (#206) Rôia Bull que fez tempo muito próximo ao seu, 01min05.501seg. Já no Moto contra Moto, Davi Vila descontou a vantagem dos adversários e saiu vitorioso, seguido desta vez por Olavo Souza Sá, que ficou em segundo.

Com pequenos desvios no percurso do Prólogo, sem passar pelas pedras e pela escadaria, a categoria IRON teve os tempos mais apertados do dia, com menos de um segundo do primeiro para o segundo colocados e menos de cinco segundos separando os 5 primeiros. Felipe Limonta (#414) CineMX cravou 00min34.055seg trazendo na cola Ithalo Ronato Souza (#407) que fez o cronometro parar em 00min34.071seg, ambos seguidos muito de perto por Daniel Morandini (#419) HSS que completou o circuito em 00min35.568seg. O verdadeiro páreo duro! Fechando o top cinco da categoria na fase preliminar, Filippe Ferraro (#422) Enduro MX / BMS Racing registrou o tempo de 00min37.286seg e Vitor Freitas Cruz (#406), com 00min38.443seg. Partindo para a disputa Moto x Moto, a dobradinha se repetiu e Felipe Limonta manteve o status de vencedor com Ithalo Ronato Souza na segunda posição.

Também com algumas diferenças de trajeto durante o Prólogo, na categoria NACIONAL os pilotos passavam pelas pedras, mas não subiam as escadas. Marcelo Dom (#319) pegou a mão da pista e concluiu o circuito em 00min57.757seg, apenas um segundo a frente de Junior Xavier (#315) Louco por Trilhas Classe A, que fez o tempo de 00min58.834seg e com uma distância maior para Gustavo Vilela Correia Pereira(#309), que passou pela linha de chegada com 01min06.833seg. Fechando o top cinco da categoria, Ederson Vinicius de Souza (#311) Trilha da Laje completou a volta em 01min13.530seg com certa vantagem para Adriano Mendes de Oliveira Gonçalves (#310), que cruzou a linha em 01min19.961seg. A situação mudou na hora do Moto vs Moto, e Junior Xavier superou os adversários conquistando o lugar mais alto, seguido por Ederson Vinicius de Souza, que ficou em segundo.

Nesta edição o Hard in Help conta com os seguintes apoiadores e patrocinadores, marcas que são referência na cidade e em toda região, como: Espaço Bene Off Road, BMS Racing, loja Ride Again, Quebracava Motocross, Explorei Aventura / Minicross, LL Glasses e Drogaria Total. Entre os parceiros estratégicos para a edição 2021 estão: Confederação Brasileira de Motociclismo (CBM), Prefeitura Municipal de Socorro, Secretaria Municipal de Turismo (SETUR) e Socorro Destino Duas Rodas.

 

Resultados de 04/12

Categoria Gold

1º Eduardo Furtado (#10)

2º Rígor Rico (#1) KTM Racing Team

Categoria Silver

1º Rodrigo da Silva Dias (#113) Poço Fundo Team

2º Eduardo Precybelovicz (#106)

Categoria Bronze

1º Davi Vila (#232)

2º Olavo Souza Sá (#227) Rôia Bull

 Categoria Iron

1º Felipe Limonta (#414) CineMX

2º Ithalo Ronato Souza (#407)

Categoria Nacional

1º Junior Xavier (#315) Louco por Trilhas Classe A

2º Ederson Vinicius de Souza (#311) Trilha da Laje

*Resultado completo disponível no site chronusae.com.br/resultados

**Resultados podem ser alterados pela direção de prova sem aviso prévio

 

 

Facebook
Facebook
Visitas
Visitantes em linha
contador gratuito de visitas Total de visitas
Contacte-nos