Velocidade Online

Moto - Diversos

MOTO - DIA HISTÓRICO PARA O SECTOR DE DUAS RODAS

Sexta, 11 Março 2022 06:02 | Actualizado em Quinta, 08 Dezembro 2022 12:27

Um dia histórico para o setor das duas rodas e mobilidade suave”

Polisport Logo Corporate 2011 sem fundo

Afirmou Pedro Araújo, CEO do Grupo Polisport, após a assinar a escritura que formalmente criou a Bikinnov - Bike Value Inovation Center – Association.

O Grupo Polisport, líder mundial no fabrico de cadeiras para a mobilidade infantil, juntamente com a ABIMOTA e mais 32 empresas ligadas ao setor das duas rodas e mobilidade suave, é fundador da associação que visa aumentar a competitividade das empresas, nomeadamente nas áreas de Inovação e Desenvolvimento (I&D).

O Grupo Polisport, é um dos motores do consorcio que criou Bikinnov – Bike Value Inovation Center – Association, organismo que vai apoiar as empresas no caminho para a inovação e gerir o novo Centro de Interface Tecnológico (CIT), dedicado ao setor das duas rodas e mobilidade suave.

“É um dia histórico, que vai ter um papel crucial para o setor das duas rodas e mobilidade suave e para o Grupo Polisport.” Afirmou Pedro Araújo, que acrescentou ainda que “todas as empresas do setor trabalham no mercado global, um mercado extremamente competitivo em que todos os “players” se cruzam e em que é cada vez mais importante que as empesas sejam inovadoras e, dessa forma, competitivas.”

O futuro Centro de Interface Tecnológico (CIT) vai ser instalado na Borralha, em Águeda, e vai dotar o setor nacional das duas rodas e mobilidade suave, de um centro de referência a nível mundial, em termos de Investigação e Desenvolvimento (I&D).

“Só peca por tardio, mas estou convencido que num curto espaço tempo vai permitir que não só o Grupo Polisport, mas todas as empresas, possam desenvolver produtos cada vez mais inovadores. Neste aspeto realce-se o papel da ABIMOTA que conseguiu, em tempo record e com grande dinâmica, criar este Centro Interface Tecnológico e assim, hoje, foram criadas as bases para o futuro. Estamos a dar passos para uma nova dinâmica, Portugal é líder Europeu na fabricação de bicicletas e hoje demos o salto, para o próximo nível.” Realçou o CEO do Grupo Polisport.

O Grupo Polisport tem mais de 97% da respetiva produção afeta ao mercado internacional, tendo faturado 66.750 M€ em 2021.

A indústria portuguesa do setor das duas rodas e mobilidade suave ganha assim um novo impulso, no sentido de reforçar a capacidade criativa, crescer na escala de valor e ganhar competitividade a nível internacional.

Polisport Pedro Araujo Pedro Araújo, CEO do Grupo Polisport

Facebook
Facebook
Visitas
Visitantes em linha
contador gratuito de visitas Total de visitas
Contacte-nos