Velocidade Online

Moto - Todo o Terreno

MOTOS - BAJA TT

Sexta, 20 Setembro 2019 13:48 | Actualizado em Sábado, 19 Outubro 2019 04:15

Armindo Neves em Idanha com o título a um ponto

 

Depois da habitual pausa de verão do Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno, Armindo Neves está de regresso às competições para disputar a Baja TT Idanha-a-Nova, quando lhe falta apenas um ponto para se sagrar campeão entre os veteranos.

 

Será aos comandos da SWM RS 300 R que estreou esta temporada que o piloto da equipa SWM – Lusomotos - Lopes & Gomes SA, anseia juntar mais uma vitória às cinco já conquistadas este ano, tantas quantas as provas disputadas e assegurar, nesta que é também a penúltima jornada do Campeonato, o tão ambicionado título.

 

A poucos dias do arranque da competição, o piloto de 48 anos, que conta com a assistência da Motogardunha, adianta que esta é a segunda vez que participa na prova beirã, com qual confessa identificar-se. Relembra os objetivos traçados para esta temporada e mostra-se expectante, mas também bastante motivado com esta participação que poderá ser definitiva para as contas do Campeonato.

 

“Esta é a segunda vez que participo na Baja de Idanha-a-Nova. É uma prova muito ao meu jeito, pelo tipo de terreno. É uma prova rápida, como eu gosto. Os objetivos traçados no início do Campeonato mantêm-se: quero ir atrás da vitória nos veteranos para poder selar o campeonato da melhor maneira e, se possível, ir para Portalegre já com este assunto resolvido, o que me permitiria adotar uma postura mais descontraída, sem qualquer pressão. A mota não deu nenhum problema até ao momento e espero que continue a correr tudo bem. A assistência tem sido fantástica e, por isso, penso que as cartas estão lançadas para um fim de semana em grande. Já estou com muitas saudades de voltar a competir e estou desejoso que chegue a prova de Idanha”, revela Armindo Neves.

 

Com o final do Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno 2019 cada vez mais perto, o piloto alentejano tem estado já a trabalhar na nova temporada e “levanta o véu” sobre alguns aspetos do que aí vem: “Já estamos quase no final da época e é natural começar já a pensar o que fazer na próxima. Tenho um projeto interessante com algumas diferenças, mas a génese mantém-se. Mantemos a mesma estrutura e parceiros e o apoio da SWM que vai continuar connosco. Possivelmente iremos mudar a cilindrada da mota e montar um projeto completamente novo para mim que poderá contemplar algumas provas internacionais”.

 

A Baja TT Idanha-a-Nova, compreende um total de 262,20 Km divididos por duas etapas. Desportivamente a prova arranca no sábado, dia 21 de setembro, com o prólogo de 7,20 km que se disputa, na Zebreira e o primeiro setor seletivo com 166km. Para Domingo está reservado o segundo e derradeiro troço com 89 Km desta competição beirã.


Facebook
Facebook
Visitas
Visitantes em linha
contador gratuito de visitas Total de visitas
Contacte-nos